SlideShare uma empresa Scribd logo
TERMOQUÍMICA
Professora : Adrianne Mendonça
TERMOQUÍMICA
 As transformações físicas e as reações
químicas quase sempre estão envolvidas em
perda ou ganho de calor. O calor é uma das
formas de energia mais comum que se
conhece.
A Termoquimica é uma parte da Química que
faz o estudo das quantidades de calor
liberadas ou absorvidas durante as reações
químicas. A maioria das reações químicas
envolve perda ou ganho de calor (energia).
ILUSTRANDO ...
 As transformações físicas também são
acompanhadas de calor, como ocorre na
mudança de estados físicos da matéria.
 absorção de calor

SÓLIDO LÍQUIDO GASOSO

liberação de calor
NOTE !!!
 Quando a substância passa do estado físico sólido para
liquido e em seguida para gasoso, ocorre absorção de
calor.
Quando a substância passa do estado gasoso para
líquido e em seguida para sólido, ocorre liberação de
calor.
Essa energia que vem das reações químicas é
decorrente de rearranjo das ligações químicas dos
reagentes transformando-se em produtos. Essa energia
armazenada é a ENTALPIA (H). É a energia que vem de
dentro da molécula.
Nas reações químicas não é necessário calcular a
entalpia. Devemos calcular, geralmente, a variação de
entalpia (ΔH).
A variação de entalpia é a diferença entre a entalpia dos
produtos e a entalpia dos reagentes.
NOTE !!!
TIPOS DE REAÇÕES

 As reações químicas podem ser de dois
tipos:
- ENDOTÉRMICA: absorvem calor (+)
- EXOTÉRMICA: liberam calor (-)
REAÇÃO ENDOTÉRMICA
NOTE !!!
 Se o valor for positivo (+) a reação é
endotérmica.
A reação absorveu energia para acontecer.
REAÇÃO EXOTÉRMICA
NOTE !!!
 Se o valor for negativo (-) a reação é
exotérmica.
A reação perdeu energia para acontecer.
ENTALPIA
 Tipos de Entalpias
 Através de algumas reações, é possível
calcular o valor da variação de entalpia.
- Entalpia de Formação
- Entalpia de Combustão
- Entalpia de Ligação
- Entalpia de Neutralização
- Entalpia de Dissolução
ENTALPIA DE FORMAÇÃO OU CALOR DE
REAÇÃO
 A Entalpia de formação é a energia da reação
quando forma 1 mol de substância, a partir das
substâncias químicas (elemento no seu estado
padrão).
 Estado Padrão: é a forma mais estável de uma
substância a 25°C e a 1atm de pressão. São as
substâncias simples.
As substâncias que participam da reação de
formação devem ser simples. Devem informar o
estado físico. Sua variação de entalpia de
formação padrão é zero.
TABELA
ENTALPIA DE COMBUSTÃO
 É sempre uma reação exotérmica. É o calor
liberado na reação de combustão de 1 mol
de uma substância em presença de gás
oxigênio O2(g)
 COMBUSTÃO COMPLETA: mais quantidade
de oxigênio. Forma gás carbônico e água.
ENTALPIA DE COMBUSTÃO /
COMBUSTÃO INCOMPLETA
 menos quantidade de oxigênio. Produz
menos quantidade de energia. Forma mais
resíduos como monóxido de carbono (CO) e
água (H2O).
TABELA DE ΔH°COMB DE ALGUMAS
SUBSTÂNCIAS
SUBSTÂNCIA FÓRMULA ΔH°comb (kcal/mol)
Hidrogênio H2(g) -68,3
Carbono Grafite C(grafite) -94,1
Monóxido de
Carbono
CO(g) -67,6
Metano CH4(g) -212,8
Etano C2H6(g) -372,8
Propano C3H8(g) -530,6
Butano C4H10(g) -688,0
Benzeno C6H6(g) -781,0
Etanol H3C – CH2 – OH(l) -326,5
Ácido Acético H3C – COOH(l) -208,5
Glicose C6H12O6(S) -673,0
Sacarose C12H22O11(S) -1348,9
ENTALPIA DE LIGAÇÃO
 Durante as reações químicas, as ligações químicas
dos reagentes e produtos são alteradas. Podemos
calcular o ΔH pela análise desses novos rearranjos.
 A entalpia de ligação é a variação de entalpia
verificada na quebra de 1mol de uma determinada
ligação química, sendo que todas as substâncias
estejam no estado gasoso, a 25° C e 1atm.
 Reagentes = sempre são quebradas as ligações =
ENDOTÉRMICA (+)
Produtos = sempre são formadas as ligações =
EXOTÉRMICA (-)
TABELA
LIGAÇÃO H°(kJ/MO
L)
LIGAÇÃOH°(kJ/MO
L)
LIGAÇÃOH°(kJ/MO
L)
H – H 436 H – Br 366 N – C 305
H – O 463 H – I 299 C ≡ C 837
N – N 163 H – N 388 C = C 612
N = N 409 H – C 412 C – C 348
N ≡ N 944 O = O 496 C – Cl 338
H – F 565 O – C 360 Br – Br 193
H – Cl 431 O = C 743 Cl – Cl 242
ENTALPIA DE NEUTRALIZAÇÃO
 É a entalpia de uma reação de neutralização
(entre um ácido e uma base formando sal e
água). A reação é exotérmica.
É a variação de entalpia verificada na
neutralização de 1mol de H+ do ácido por
1mol de OH-da base, sendo todas as
substâncias em diluição total ou infinita, a
25°C e 1atm.
ENTALPIA DE DISSOLUÇÃO
 É a variação de entalpia envolvida na
dissolução de 1mol de determinada
substância numa quantidade de água
suficiente para que a solução obtida seja
diluída.
NOTE !!!
LEI DE HESS
 O químico e médico Germain Henry Hess
(1802-1850) desenvolveu importantes
trabalhos na área de Termoquímica.
A Lei de Hess é uma lei experimental e
estabelece que a variação de entalpia de
uma reação química depende apenas dos
estados inicial e final da reação.
OBSERVAÇÃO !!!
 A Lei de Hess também pode ser chamada de
Lei da Soma dos Calores de Reação. É uma
forma de calcular a variação de entalpia
através dos calores das reações
intermediárias. Podem ser infinitas variações
de entalpia.
OBRIGADA !!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Equilíbrio Químico
Equilíbrio QuímicoEquilíbrio Químico
Equilíbrio Químico
José Nunes da Silva Jr.
 
Balanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicasBalanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicas
Rafael Nishikawa
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
Kátia Elias
 
Aula 1 introdução à química orgânica.
Aula 1    introdução à química orgânica.Aula 1    introdução à química orgânica.
Aula 1 introdução à química orgânica.
Ajudar Pessoas
 
Leis ponderais
Leis ponderaisLeis ponderais
Cinetica quimica
Cinetica quimicaCinetica quimica
Cinetica quimica
Liana Maia
 
Termoquimica
TermoquimicaTermoquimica
Termoquimica
Estude Mais
 
Aula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódicaAula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódica
Augusto Sérgio Costa Souza
 
Propriedades coligativas
Propriedades coligativasPropriedades coligativas
Propriedades coligativas
Lucas Tardim
 
Funções Inorgânicas
Funções InorgânicasFunções Inorgânicas
Funções Inorgânicas
loirissimavivi
 
Reações químicas e classificações
Reações químicas e classificaçõesReações químicas e classificações
Reações químicas e classificações
Joanna de Paoli
 
Densidade
DensidadeDensidade
Introdução a Quimica orgânica
Introdução a Quimica orgânicaIntrodução a Quimica orgânica
Introdução a Quimica orgânica
Josenildo Vasconcelos
 
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Karol Maia
 
Aula sobre ligações químicas
Aula sobre ligações químicasAula sobre ligações químicas
Aula sobre ligações químicas
Profª Alda Ernestina
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
Isabele Félix
 
Transformação da Materia
Transformação da MateriaTransformação da Materia
Transformação da Materia
Pedro Monteiro
 
Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)
Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)
Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)
Karol Maia
 
Cadeias carbônicas
Cadeias carbônicasCadeias carbônicas
Cadeias carbônicas
Kamila Passos
 
Eletroquimica
EletroquimicaEletroquimica
Eletroquimica
Adrianne Mendonça
 

Mais procurados (20)

Equilíbrio Químico
Equilíbrio QuímicoEquilíbrio Químico
Equilíbrio Químico
 
Balanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicasBalanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicas
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
 
Aula 1 introdução à química orgânica.
Aula 1    introdução à química orgânica.Aula 1    introdução à química orgânica.
Aula 1 introdução à química orgânica.
 
Leis ponderais
Leis ponderaisLeis ponderais
Leis ponderais
 
Cinetica quimica
Cinetica quimicaCinetica quimica
Cinetica quimica
 
Termoquimica
TermoquimicaTermoquimica
Termoquimica
 
Aula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódicaAula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódica
 
Propriedades coligativas
Propriedades coligativasPropriedades coligativas
Propriedades coligativas
 
Funções Inorgânicas
Funções InorgânicasFunções Inorgânicas
Funções Inorgânicas
 
Reações químicas e classificações
Reações químicas e classificaçõesReações químicas e classificações
Reações químicas e classificações
 
Densidade
DensidadeDensidade
Densidade
 
Introdução a Quimica orgânica
Introdução a Quimica orgânicaIntrodução a Quimica orgânica
Introdução a Quimica orgânica
 
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
 
Aula sobre ligações químicas
Aula sobre ligações químicasAula sobre ligações químicas
Aula sobre ligações químicas
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
 
Transformação da Materia
Transformação da MateriaTransformação da Materia
Transformação da Materia
 
Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)
Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)
Quimica inorgânica ácidosbases (9o ano)
 
Cadeias carbônicas
Cadeias carbônicasCadeias carbônicas
Cadeias carbônicas
 
Eletroquimica
EletroquimicaEletroquimica
Eletroquimica
 

Destaque

Slide de termoquímica
Slide de termoquímicaSlide de termoquímica
Slide de termoquímica
Fábio Garcia Ferreira
 
TermoquíMica
TermoquíMicaTermoquíMica
TermoquíMica
ProfªThaiza Montine
 
Termoquímica 2o ano
Termoquímica  2o anoTermoquímica  2o ano
Termoquímica 2o ano
Karol Maia
 
Termoquimica inicial
Termoquimica inicialTermoquimica inicial
Termoquimica inicial
João Ribeiro Franco Neto
 
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Termoquímica
Slides da aula de Química (Manoel) sobre TermoquímicaSlides da aula de Química (Manoel) sobre Termoquímica
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Termoquímica
Turma Olímpica
 
termoquimica
termoquimicatermoquimica
Termoquimica introducao-2em-2010-aula-22 para aula teste
Termoquimica introducao-2em-2010-aula-22 para aula testeTermoquimica introducao-2em-2010-aula-22 para aula teste
Termoquimica introducao-2em-2010-aula-22 para aula teste
Edilene Santos
 
Termoqumica 2013 objetivo
Termoqumica 2013   objetivoTermoqumica 2013   objetivo
Termoqumica 2013 objetivo
José Marcelo Cangemi
 
Termoquimica
TermoquimicaTermoquimica
Termoquimica
Carlos Priante
 
Slides Termoquímica - Professor Robson Araujo (Robinho)
Slides Termoquímica - Professor Robson Araujo (Robinho)Slides Termoquímica - Professor Robson Araujo (Robinho)
Slides Termoquímica - Professor Robson Araujo (Robinho)
2CISBA
 
Termoquímica2
Termoquímica2Termoquímica2
Termoquímica2
jorgehenriqueangelim
 
Aves aquaticas
Aves aquaticasAves aquaticas
Aves aquaticas
Tatiana Santos
 
Termodinâmica aula 1 (1)
Termodinâmica aula 1 (1)Termodinâmica aula 1 (1)
Termodinâmica aula 1 (1)
Elcio Moreno
 
Aula termoqumica
Aula termoqumicaAula termoqumica
Aula termoqumica
Leandro Da Paz Aristides
 
Entalpía, Entropía, Energía Libre
Entalpía, Entropía, Energía LibreEntalpía, Entropía, Energía Libre
Entalpía, Entropía, Energía Libre
Matias Poveda Sánchez
 
Termoquímica a energia e as transformações químicas da matéria
Termoquímica   a energia e as transformações químicas da matériaTermoquímica   a energia e as transformações químicas da matéria
Termoquímica a energia e as transformações químicas da matéria
Escola Pública/Particular
 
Reações fotoquímicas
Reações fotoquímicasReações fotoquímicas
Reações fotoquímicas
Paulo Correia
 
Energía libre de gibbs
Energía libre de gibbsEnergía libre de gibbs
Energía libre de gibbs
Roberto Carlos Orrillo Mendoza
 
Energia e Reaccoes Quimicas
Energia e Reaccoes QuimicasEnergia e Reaccoes Quimicas
Energia e Reaccoes Quimicas
positrao
 
Radioatividade Teoria
Radioatividade   TeoriaRadioatividade   Teoria
Radioatividade Teoria
Cursos Profissionalizantes
 

Destaque (20)

Slide de termoquímica
Slide de termoquímicaSlide de termoquímica
Slide de termoquímica
 
TermoquíMica
TermoquíMicaTermoquíMica
TermoquíMica
 
Termoquímica 2o ano
Termoquímica  2o anoTermoquímica  2o ano
Termoquímica 2o ano
 
Termoquimica inicial
Termoquimica inicialTermoquimica inicial
Termoquimica inicial
 
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Termoquímica
Slides da aula de Química (Manoel) sobre TermoquímicaSlides da aula de Química (Manoel) sobre Termoquímica
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Termoquímica
 
termoquimica
termoquimicatermoquimica
termoquimica
 
Termoquimica introducao-2em-2010-aula-22 para aula teste
Termoquimica introducao-2em-2010-aula-22 para aula testeTermoquimica introducao-2em-2010-aula-22 para aula teste
Termoquimica introducao-2em-2010-aula-22 para aula teste
 
Termoqumica 2013 objetivo
Termoqumica 2013   objetivoTermoqumica 2013   objetivo
Termoqumica 2013 objetivo
 
Termoquimica
TermoquimicaTermoquimica
Termoquimica
 
Slides Termoquímica - Professor Robson Araujo (Robinho)
Slides Termoquímica - Professor Robson Araujo (Robinho)Slides Termoquímica - Professor Robson Araujo (Robinho)
Slides Termoquímica - Professor Robson Araujo (Robinho)
 
Termoquímica2
Termoquímica2Termoquímica2
Termoquímica2
 
Aves aquaticas
Aves aquaticasAves aquaticas
Aves aquaticas
 
Termodinâmica aula 1 (1)
Termodinâmica aula 1 (1)Termodinâmica aula 1 (1)
Termodinâmica aula 1 (1)
 
Aula termoqumica
Aula termoqumicaAula termoqumica
Aula termoqumica
 
Entalpía, Entropía, Energía Libre
Entalpía, Entropía, Energía LibreEntalpía, Entropía, Energía Libre
Entalpía, Entropía, Energía Libre
 
Termoquímica a energia e as transformações químicas da matéria
Termoquímica   a energia e as transformações químicas da matériaTermoquímica   a energia e as transformações químicas da matéria
Termoquímica a energia e as transformações químicas da matéria
 
Reações fotoquímicas
Reações fotoquímicasReações fotoquímicas
Reações fotoquímicas
 
Energía libre de gibbs
Energía libre de gibbsEnergía libre de gibbs
Energía libre de gibbs
 
Energia e Reaccoes Quimicas
Energia e Reaccoes QuimicasEnergia e Reaccoes Quimicas
Energia e Reaccoes Quimicas
 
Radioatividade Teoria
Radioatividade   TeoriaRadioatividade   Teoria
Radioatividade Teoria
 

Semelhante a Termoquímica

Entalpia
EntalpiaEntalpia
Entalpia
Dani Barbosa
 
Termoquímica (1) (1) (1).ppt
Termoquímica (1) (1) (1).pptTermoquímica (1) (1) (1).ppt
Termoquímica (1) (1) (1).ppt
Gute3
 
Termoquímica 2021.pdf
Termoquímica 2021.pdfTermoquímica 2021.pdf
Termoquímica 2021.pdf
iagosantos84
 
"Somos Físicos" Termoquímica
"Somos Físicos" Termoquímica"Somos Físicos" Termoquímica
"Somos Físicos" Termoquímica
Vania Lima "Somos Físicos"
 
INTRODUÇÃO A TERMOQUÍMICA.pdf
INTRODUÇÃO A TERMOQUÍMICA.pdfINTRODUÇÃO A TERMOQUÍMICA.pdf
INTRODUÇÃO A TERMOQUÍMICA.pdf
CarolinnaSousa1
 
APRESENTAÇÃO TERMOQUÍMICA -SEGUNDO ANO.pptx
APRESENTAÇÃO TERMOQUÍMICA -SEGUNDO ANO.pptxAPRESENTAÇÃO TERMOQUÍMICA -SEGUNDO ANO.pptx
APRESENTAÇÃO TERMOQUÍMICA -SEGUNDO ANO.pptx
ssuser36044d
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
Marianna Teixeira
 
Relatório ii calor de neutralização
Relatório ii calor de neutralizaçãoRelatório ii calor de neutralização
Relatório ii calor de neutralização
Rosa Maria Santini Prado
 
Termoquímica introdução.pptx
Termoquímica introdução.pptxTermoquímica introdução.pptx
Termoquímica introdução.pptx
JooDocilio1
 
ENTALvvvvPIA-E-VARIACAO-DE-ENTALPIA.pptx
ENTALvvvvPIA-E-VARIACAO-DE-ENTALPIA.pptxENTALvvvvPIA-E-VARIACAO-DE-ENTALPIA.pptx
ENTALvvvvPIA-E-VARIACAO-DE-ENTALPIA.pptx
DragonFaily
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
Hugo Cruz Rangel
 
Termoquimica
TermoquimicaTermoquimica
Termoquimica
ProfessorHelioQueiroz
 
Apostila de temorquimica
Apostila de temorquimicaApostila de temorquimica
Apostila de temorquimica
Felipe Silva Ribeiro
 
Apostila físico química e analítica - teoria e exercícios
Apostila   físico química e analítica - teoria e exercíciosApostila   físico química e analítica - teoria e exercícios
Apostila físico química e analítica - teoria e exercícios
João Valdir Miranda
 
494640.pdf
494640.pdf494640.pdf
494640.pdf
ssuser10e1521
 
Trabalho de química 2º ano - turma 201
Trabalho de química   2º ano - turma 201Trabalho de química   2º ano - turma 201
Trabalho de química 2º ano - turma 201
Lucas Carvalho
 
Aula pptx sobre Entalpia! Aula completa dos tipos de reação até exercícios
Aula pptx sobre Entalpia! Aula completa dos tipos de reação até exercíciosAula pptx sobre Entalpia! Aula completa dos tipos de reação até exercícios
Aula pptx sobre Entalpia! Aula completa dos tipos de reação até exercícios
AugustoSalomaoCostaO
 
Calor de reação2
Calor de reação2Calor de reação2
Calor de reação2
gomescristino
 
SEM GABARITO JOGO FISICO-QUÍMICA CRUZADINHAS .pdf
SEM GABARITO JOGO FISICO-QUÍMICA CRUZADINHAS .pdfSEM GABARITO JOGO FISICO-QUÍMICA CRUZADINHAS .pdf
SEM GABARITO JOGO FISICO-QUÍMICA CRUZADINHAS .pdf
nandiamonteiro
 
Propriedades Coligativas: Tonoscopia e Ebulioscopia
Propriedades Coligativas: Tonoscopia e EbulioscopiaPropriedades Coligativas: Tonoscopia e Ebulioscopia
Propriedades Coligativas: Tonoscopia e Ebulioscopia
Lenilson Santana de Araujo
 

Semelhante a Termoquímica (20)

Entalpia
EntalpiaEntalpia
Entalpia
 
Termoquímica (1) (1) (1).ppt
Termoquímica (1) (1) (1).pptTermoquímica (1) (1) (1).ppt
Termoquímica (1) (1) (1).ppt
 
Termoquímica 2021.pdf
Termoquímica 2021.pdfTermoquímica 2021.pdf
Termoquímica 2021.pdf
 
"Somos Físicos" Termoquímica
"Somos Físicos" Termoquímica"Somos Físicos" Termoquímica
"Somos Físicos" Termoquímica
 
INTRODUÇÃO A TERMOQUÍMICA.pdf
INTRODUÇÃO A TERMOQUÍMICA.pdfINTRODUÇÃO A TERMOQUÍMICA.pdf
INTRODUÇÃO A TERMOQUÍMICA.pdf
 
APRESENTAÇÃO TERMOQUÍMICA -SEGUNDO ANO.pptx
APRESENTAÇÃO TERMOQUÍMICA -SEGUNDO ANO.pptxAPRESENTAÇÃO TERMOQUÍMICA -SEGUNDO ANO.pptx
APRESENTAÇÃO TERMOQUÍMICA -SEGUNDO ANO.pptx
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
 
Relatório ii calor de neutralização
Relatório ii calor de neutralizaçãoRelatório ii calor de neutralização
Relatório ii calor de neutralização
 
Termoquímica introdução.pptx
Termoquímica introdução.pptxTermoquímica introdução.pptx
Termoquímica introdução.pptx
 
ENTALvvvvPIA-E-VARIACAO-DE-ENTALPIA.pptx
ENTALvvvvPIA-E-VARIACAO-DE-ENTALPIA.pptxENTALvvvvPIA-E-VARIACAO-DE-ENTALPIA.pptx
ENTALvvvvPIA-E-VARIACAO-DE-ENTALPIA.pptx
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
 
Termoquimica
TermoquimicaTermoquimica
Termoquimica
 
Apostila de temorquimica
Apostila de temorquimicaApostila de temorquimica
Apostila de temorquimica
 
Apostila físico química e analítica - teoria e exercícios
Apostila   físico química e analítica - teoria e exercíciosApostila   físico química e analítica - teoria e exercícios
Apostila físico química e analítica - teoria e exercícios
 
494640.pdf
494640.pdf494640.pdf
494640.pdf
 
Trabalho de química 2º ano - turma 201
Trabalho de química   2º ano - turma 201Trabalho de química   2º ano - turma 201
Trabalho de química 2º ano - turma 201
 
Aula pptx sobre Entalpia! Aula completa dos tipos de reação até exercícios
Aula pptx sobre Entalpia! Aula completa dos tipos de reação até exercíciosAula pptx sobre Entalpia! Aula completa dos tipos de reação até exercícios
Aula pptx sobre Entalpia! Aula completa dos tipos de reação até exercícios
 
Calor de reação2
Calor de reação2Calor de reação2
Calor de reação2
 
SEM GABARITO JOGO FISICO-QUÍMICA CRUZADINHAS .pdf
SEM GABARITO JOGO FISICO-QUÍMICA CRUZADINHAS .pdfSEM GABARITO JOGO FISICO-QUÍMICA CRUZADINHAS .pdf
SEM GABARITO JOGO FISICO-QUÍMICA CRUZADINHAS .pdf
 
Propriedades Coligativas: Tonoscopia e Ebulioscopia
Propriedades Coligativas: Tonoscopia e EbulioscopiaPropriedades Coligativas: Tonoscopia e Ebulioscopia
Propriedades Coligativas: Tonoscopia e Ebulioscopia
 

Mais de Adrianne Mendonça

Lei de hess
Lei de hessLei de hess
Lei de hess
Adrianne Mendonça
 
Fissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclearFissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclear
Adrianne Mendonça
 
Ponto crítico de uma função derivável
Ponto crítico de uma função derivávelPonto crítico de uma função derivável
Ponto crítico de uma função derivável
Adrianne Mendonça
 
Cálculo (DERIVADAS)
Cálculo (DERIVADAS)Cálculo (DERIVADAS)
Cálculo (DERIVADAS)
Adrianne Mendonça
 
Alzheimer ppt
Alzheimer pptAlzheimer ppt
Alzheimer ppt
Adrianne Mendonça
 
Determinação de calcio no leite
Determinação de  calcio no leiteDeterminação de  calcio no leite
Determinação de calcio no leite
Adrianne Mendonça
 
Determinação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTADeterminação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTA
Adrianne Mendonça
 
Cnidários ou celenterados
Cnidários  ou  celenteradosCnidários  ou  celenterados
Cnidários ou celenterados
Adrianne Mendonça
 
Biologia molecular bioquímica (compostos inorgânicos)
Biologia molecular   bioquímica (compostos inorgânicos)Biologia molecular   bioquímica (compostos inorgânicos)
Biologia molecular bioquímica (compostos inorgânicos)
Adrianne Mendonça
 
Anagramas
AnagramasAnagramas
Produto de solubilidade
Produto de solubilidadeProduto de solubilidade
Produto de solubilidade
Adrianne Mendonça
 
Reaçoes quimicas
Reaçoes quimicasReaçoes quimicas
Reaçoes quimicas
Adrianne Mendonça
 
Matemática financeira
Matemática financeiraMatemática financeira
Matemática financeira
Adrianne Mendonça
 
Tecido ósseo pdf
Tecido ósseo pdfTecido ósseo pdf
Tecido ósseo pdf
Adrianne Mendonça
 
Ciclos biogeoquímicos pdf
Ciclos biogeoquímicos pdfCiclos biogeoquímicos pdf
Ciclos biogeoquímicos pdf
Adrianne Mendonça
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
Adrianne Mendonça
 
Equilíbrio químico
Equilíbrio químicoEquilíbrio químico
Equilíbrio químico
Adrianne Mendonça
 
Mruv – exercícios
Mruv – exercíciosMruv – exercícios
Mruv – exercícios
Adrianne Mendonça
 
Nomenclatura dos COMPOSTOS ORGÂNICOS
Nomenclatura dos COMPOSTOS  ORGÂNICOS Nomenclatura dos COMPOSTOS  ORGÂNICOS
Nomenclatura dos COMPOSTOS ORGÂNICOS
Adrianne Mendonça
 
Química orgânica módulo 2
Química  orgânica módulo 2Química  orgânica módulo 2
Química orgânica módulo 2
Adrianne Mendonça
 

Mais de Adrianne Mendonça (20)

Lei de hess
Lei de hessLei de hess
Lei de hess
 
Fissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclearFissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclear
 
Ponto crítico de uma função derivável
Ponto crítico de uma função derivávelPonto crítico de uma função derivável
Ponto crítico de uma função derivável
 
Cálculo (DERIVADAS)
Cálculo (DERIVADAS)Cálculo (DERIVADAS)
Cálculo (DERIVADAS)
 
Alzheimer ppt
Alzheimer pptAlzheimer ppt
Alzheimer ppt
 
Determinação de calcio no leite
Determinação de  calcio no leiteDeterminação de  calcio no leite
Determinação de calcio no leite
 
Determinação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTADeterminação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTA
 
Cnidários ou celenterados
Cnidários  ou  celenteradosCnidários  ou  celenterados
Cnidários ou celenterados
 
Biologia molecular bioquímica (compostos inorgânicos)
Biologia molecular   bioquímica (compostos inorgânicos)Biologia molecular   bioquímica (compostos inorgânicos)
Biologia molecular bioquímica (compostos inorgânicos)
 
Anagramas
AnagramasAnagramas
Anagramas
 
Produto de solubilidade
Produto de solubilidadeProduto de solubilidade
Produto de solubilidade
 
Reaçoes quimicas
Reaçoes quimicasReaçoes quimicas
Reaçoes quimicas
 
Matemática financeira
Matemática financeiraMatemática financeira
Matemática financeira
 
Tecido ósseo pdf
Tecido ósseo pdfTecido ósseo pdf
Tecido ósseo pdf
 
Ciclos biogeoquímicos pdf
Ciclos biogeoquímicos pdfCiclos biogeoquímicos pdf
Ciclos biogeoquímicos pdf
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
Equilíbrio químico
Equilíbrio químicoEquilíbrio químico
Equilíbrio químico
 
Mruv – exercícios
Mruv – exercíciosMruv – exercícios
Mruv – exercícios
 
Nomenclatura dos COMPOSTOS ORGÂNICOS
Nomenclatura dos COMPOSTOS  ORGÂNICOS Nomenclatura dos COMPOSTOS  ORGÂNICOS
Nomenclatura dos COMPOSTOS ORGÂNICOS
 
Química orgânica módulo 2
Química  orgânica módulo 2Química  orgânica módulo 2
Química orgânica módulo 2
 

Último

Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 

Termoquímica

  • 2. TERMOQUÍMICA  As transformações físicas e as reações químicas quase sempre estão envolvidas em perda ou ganho de calor. O calor é uma das formas de energia mais comum que se conhece. A Termoquimica é uma parte da Química que faz o estudo das quantidades de calor liberadas ou absorvidas durante as reações químicas. A maioria das reações químicas envolve perda ou ganho de calor (energia).
  • 3. ILUSTRANDO ...  As transformações físicas também são acompanhadas de calor, como ocorre na mudança de estados físicos da matéria.  absorção de calor  SÓLIDO LÍQUIDO GASOSO  liberação de calor
  • 4. NOTE !!!  Quando a substância passa do estado físico sólido para liquido e em seguida para gasoso, ocorre absorção de calor. Quando a substância passa do estado gasoso para líquido e em seguida para sólido, ocorre liberação de calor. Essa energia que vem das reações químicas é decorrente de rearranjo das ligações químicas dos reagentes transformando-se em produtos. Essa energia armazenada é a ENTALPIA (H). É a energia que vem de dentro da molécula. Nas reações químicas não é necessário calcular a entalpia. Devemos calcular, geralmente, a variação de entalpia (ΔH). A variação de entalpia é a diferença entre a entalpia dos produtos e a entalpia dos reagentes.
  • 6. TIPOS DE REAÇÕES   As reações químicas podem ser de dois tipos: - ENDOTÉRMICA: absorvem calor (+) - EXOTÉRMICA: liberam calor (-)
  • 8. NOTE !!!  Se o valor for positivo (+) a reação é endotérmica. A reação absorveu energia para acontecer.
  • 10. NOTE !!!  Se o valor for negativo (-) a reação é exotérmica. A reação perdeu energia para acontecer.
  • 11. ENTALPIA  Tipos de Entalpias  Através de algumas reações, é possível calcular o valor da variação de entalpia. - Entalpia de Formação - Entalpia de Combustão - Entalpia de Ligação - Entalpia de Neutralização - Entalpia de Dissolução
  • 12. ENTALPIA DE FORMAÇÃO OU CALOR DE REAÇÃO  A Entalpia de formação é a energia da reação quando forma 1 mol de substância, a partir das substâncias químicas (elemento no seu estado padrão).  Estado Padrão: é a forma mais estável de uma substância a 25°C e a 1atm de pressão. São as substâncias simples. As substâncias que participam da reação de formação devem ser simples. Devem informar o estado físico. Sua variação de entalpia de formação padrão é zero.
  • 14. ENTALPIA DE COMBUSTÃO  É sempre uma reação exotérmica. É o calor liberado na reação de combustão de 1 mol de uma substância em presença de gás oxigênio O2(g)  COMBUSTÃO COMPLETA: mais quantidade de oxigênio. Forma gás carbônico e água.
  • 15. ENTALPIA DE COMBUSTÃO / COMBUSTÃO INCOMPLETA  menos quantidade de oxigênio. Produz menos quantidade de energia. Forma mais resíduos como monóxido de carbono (CO) e água (H2O).
  • 16. TABELA DE ΔH°COMB DE ALGUMAS SUBSTÂNCIAS SUBSTÂNCIA FÓRMULA ΔH°comb (kcal/mol) Hidrogênio H2(g) -68,3 Carbono Grafite C(grafite) -94,1 Monóxido de Carbono CO(g) -67,6 Metano CH4(g) -212,8 Etano C2H6(g) -372,8 Propano C3H8(g) -530,6 Butano C4H10(g) -688,0 Benzeno C6H6(g) -781,0 Etanol H3C – CH2 – OH(l) -326,5 Ácido Acético H3C – COOH(l) -208,5 Glicose C6H12O6(S) -673,0 Sacarose C12H22O11(S) -1348,9
  • 17. ENTALPIA DE LIGAÇÃO  Durante as reações químicas, as ligações químicas dos reagentes e produtos são alteradas. Podemos calcular o ΔH pela análise desses novos rearranjos.  A entalpia de ligação é a variação de entalpia verificada na quebra de 1mol de uma determinada ligação química, sendo que todas as substâncias estejam no estado gasoso, a 25° C e 1atm.  Reagentes = sempre são quebradas as ligações = ENDOTÉRMICA (+) Produtos = sempre são formadas as ligações = EXOTÉRMICA (-)
  • 18. TABELA LIGAÇÃO H°(kJ/MO L) LIGAÇÃOH°(kJ/MO L) LIGAÇÃOH°(kJ/MO L) H – H 436 H – Br 366 N – C 305 H – O 463 H – I 299 C ≡ C 837 N – N 163 H – N 388 C = C 612 N = N 409 H – C 412 C – C 348 N ≡ N 944 O = O 496 C – Cl 338 H – F 565 O – C 360 Br – Br 193 H – Cl 431 O = C 743 Cl – Cl 242
  • 19. ENTALPIA DE NEUTRALIZAÇÃO  É a entalpia de uma reação de neutralização (entre um ácido e uma base formando sal e água). A reação é exotérmica. É a variação de entalpia verificada na neutralização de 1mol de H+ do ácido por 1mol de OH-da base, sendo todas as substâncias em diluição total ou infinita, a 25°C e 1atm.
  • 20. ENTALPIA DE DISSOLUÇÃO  É a variação de entalpia envolvida na dissolução de 1mol de determinada substância numa quantidade de água suficiente para que a solução obtida seja diluída.
  • 22. LEI DE HESS  O químico e médico Germain Henry Hess (1802-1850) desenvolveu importantes trabalhos na área de Termoquímica. A Lei de Hess é uma lei experimental e estabelece que a variação de entalpia de uma reação química depende apenas dos estados inicial e final da reação.
  • 23. OBSERVAÇÃO !!!  A Lei de Hess também pode ser chamada de Lei da Soma dos Calores de Reação. É uma forma de calcular a variação de entalpia através dos calores das reações intermediárias. Podem ser infinitas variações de entalpia.