SlideShare uma empresa Scribd logo
Alzheimer
Professora : Adrianne Mendonça
Definição
• A Doença de Alzheimer é uma enfermidade incurável que se agrava ao
longo do tempo, mas pode e deve ser tratada. Quase todas as suas vítimas
são pessoas idosas.Talvez, por isso, a doença tenha ficado erroneamente
conhecida como “esclerose” ou “caduquice”.
Sintomas de Alzheimer
• Um aspecto fundamental do Alzheimer é a manutenção do chamado estado
de alerta. A doença não reduz o estado de consciência. O paciente responde
tanto aos estímulos internos quanto aos externos. Pode responder mal ou
errado, mas está de "olho aberto", acompanhando as pessoas e tudo o que
acontece em sua volta. Muitas vezes, os sintomas mais comuns, como a
perda da memória e distúrbios de comportamento, são associados ao
envelhecimento e não atribuídos à doença de Alzheimer.
Primeiro tratamento
• Tratamento dos distúrbios de comportamento:
• Para controlar a confusão e agressividade utilizam-se medicamentos da
classe dos neurolépticos atípicos, embora mesmo com esses medicamentos
pode ser difícil controlar esses sintomas.
• Depressão e transtornos do sono também devem ser tratados com
medicações específicas.
Tratamento específico
• Dirigido para tentar melhorar o déficit de memória, corrigindo o
desequilíbrio químico do cérebro. Drogas como a rivastigmina, donepezil
(Eranz), galantamina (Reminyl), entre outras, podem funcionar melhor no
início da doença, até a fase intermediária. Porém, seu efeito pode ser
temporário, pois a doença de Alzheimer continua, infelizmente,
progredindo.
Como a atividade física pode ajudar na prevenção
do Alzheimer
• A atividade física deve estimular o paciente, trazendo benefícios no sentido
de facilitar a redescoberta do esquema corporal, preservar as capacidades
funcionais remanescentes durante o máximo de tempo possível, melhorar o
aspecto moral e a confiança, restituir a auto-estima e consequentemente,
ajudar a manter qualidade de vida.
Como alimentação pode interferir no
surgimento da doença ?
• Ao contrário do que ocorre com outras doenças como o diabetes ou a
hipertensão, não há restrição de um ou mais alimentos que se aplique a
todos os pacientes de Alzheimer. Ajustes na dieta poderão ser feitos pelo
médico de acordo com as consequências da doença, de forma
individualizada. Embora não exista uma dieta determinada, é preciso ter
cuidado com a alimentação, para que não haja excesso ou carência de
algum nutriente.
Curiosidade : Planta portuguesa ajuda a controlar
o Alzheimer
• Investigadores portugueses concluíram que extractos de uma espécie
autóctone de salvia, muito presente nas serras d'Aire e Candeeiros, revelam
um «enorme potencial» como terapia para melhorar capacidades
cognitivas, funcionais e comportamentais em doentes com Alzheimer.
Curiosidade : Planta portuguesa ajuda a controlar
o Alzheimer
• Vários extractos da espécie de salvia que se estudaram provocam inibições
bastante potentes de enzimas envolvidas na patologia de Alzheimer», disse
Amélia Pilar Rauter, directora do Grupo de Química dos Glúcidos do
Departamento de Química e Bioquímica da Faculdade de Ciências da
Universidade de Lisboa, que lidera a investigação com Jorge Justino,
presidente do Conselho Directivo da Escola Superior Agrária de Santarém
(ES
Curiosidade : Planta portuguesa ajuda a controlar
o Alzheimer
• Falta agora transformar esses extractos em princípios activos que possam
ser usados pela indústria farmacêutica, adiantou
• Sesi –Escola de Ensino Fundamental Roberto Simonsen
• Alunos : CARLOS , LEALDO ,LUCIANO ,RAPHAEL NUNES , RAFAEL
• ANO : 9 E

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Trabalho de alzheimer
Trabalho de alzheimerTrabalho de alzheimer
Trabalho de alzheimer
Zilda Souza
 
Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.
Solange Leite
 
Demências
DemênciasDemências
Demências
Inaiara Bragante
 
Doença de alzheimer
Doença de alzheimerDoença de alzheimer
Doença de alzheimer
Anderson Santana
 
Alzheimer terapias complementares
Alzheimer terapias complementaresAlzheimer terapias complementares
Alzheimer terapias complementares
Luciana Mateus
 
Apresentação alzheimer
Apresentação alzheimerApresentação alzheimer
Apresentação alzheimer
Laboratório Sérgio Franco
 
Mal de alzheimer
Mal de alzheimerMal de alzheimer
Mal de alzheimer
Aline Lima
 
Saude do Idoso - Alzheimer e parkinson
Saude do Idoso - Alzheimer e parkinsonSaude do Idoso - Alzheimer e parkinson
Saude do Idoso - Alzheimer e parkinson
Fausto Barros
 
Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
Dr. Rafael Higashi
 
1193433844 alzheimer
1193433844 alzheimer1193433844 alzheimer
1193433844 alzheimer
Pelo Siro
 
Doença de alzheimer
Doença de alzheimerDoença de alzheimer
Doença de alzheimer
Filipe Leal
 
Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
Andressa Macena
 
Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
Eryco Azevedo
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
Vinicius Lopes
 
Epilepsia - Neuropsicologia
Epilepsia - NeuropsicologiaEpilepsia - Neuropsicologia
Epilepsia - Neuropsicologia
Deisiane Cazaroto
 
Aula 1 alzheimer
Aula 1   alzheimerAula 1   alzheimer
Aula 1 alzheimer
Daniel Ribeiro
 
Síndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESME
Síndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESMESíndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESME
Síndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESME
Rilva Lopes de Sousa Muñoz
 
TRANSTORNO BIPOLAR
TRANSTORNO BIPOLARTRANSTORNO BIPOLAR
TRANSTORNO BIPOLAR
Leticia Costa
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
DEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
DEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTODEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
DEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
Rubens Junior
 

Mais procurados (20)

Trabalho de alzheimer
Trabalho de alzheimerTrabalho de alzheimer
Trabalho de alzheimer
 
Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.
 
Demências
DemênciasDemências
Demências
 
Doença de alzheimer
Doença de alzheimerDoença de alzheimer
Doença de alzheimer
 
Alzheimer terapias complementares
Alzheimer terapias complementaresAlzheimer terapias complementares
Alzheimer terapias complementares
 
Apresentação alzheimer
Apresentação alzheimerApresentação alzheimer
Apresentação alzheimer
 
Mal de alzheimer
Mal de alzheimerMal de alzheimer
Mal de alzheimer
 
Saude do Idoso - Alzheimer e parkinson
Saude do Idoso - Alzheimer e parkinsonSaude do Idoso - Alzheimer e parkinson
Saude do Idoso - Alzheimer e parkinson
 
Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
 
1193433844 alzheimer
1193433844 alzheimer1193433844 alzheimer
1193433844 alzheimer
 
Doença de alzheimer
Doença de alzheimerDoença de alzheimer
Doença de alzheimer
 
Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
 
Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
 
Epilepsia - Neuropsicologia
Epilepsia - NeuropsicologiaEpilepsia - Neuropsicologia
Epilepsia - Neuropsicologia
 
Aula 1 alzheimer
Aula 1   alzheimerAula 1   alzheimer
Aula 1 alzheimer
 
Síndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESME
Síndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESMESíndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESME
Síndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESME
 
TRANSTORNO BIPOLAR
TRANSTORNO BIPOLARTRANSTORNO BIPOLAR
TRANSTORNO BIPOLAR
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
 
DEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
DEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTODEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
DEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
 

Semelhante a Alzheimer ppt

Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Alzheimer
Lisa de Sousa
 
Alzheimer1
Alzheimer1Alzheimer1
Alzheimer1
Lisa de Sousa
 
Alzheimer
Alzheimer Alzheimer
Alzheimer
KarolaineSantos
 
Alzheimer e parkinson
Alzheimer e parkinsonAlzheimer e parkinson
Alzheimer e parkinson
Yasmin Alves
 
SEMINÁRIO PATOLOGIAS DOENÇA DE ALZHEIMER -20.05.pptx
SEMINÁRIO PATOLOGIAS DOENÇA DE ALZHEIMER -20.05.pptxSEMINÁRIO PATOLOGIAS DOENÇA DE ALZHEIMER -20.05.pptx
SEMINÁRIO PATOLOGIAS DOENÇA DE ALZHEIMER -20.05.pptx
DangioWilliam
 
Doenças do sistema nervoso
Doenças do sistema nervosoDoenças do sistema nervoso
Doenças do sistema nervoso
Pedui
 
Apresentação Alzheimer
Apresentação AlzheimerApresentação Alzheimer
Apresentação Alzheimer
Sérgio Franco - CDPI
 
Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Diabetes
DiabetesDiabetes
Alzheimer grupo 1.docx
Alzheimer grupo 1.docxAlzheimer grupo 1.docx
Alzheimer grupo 1.docx
IsabelCristinaAlmeid5
 
Anorexia e bulimia
Anorexia e bulimiaAnorexia e bulimia
Anorexia e bulimia
ap3bmachado
 
Doença de alzheimer na fisioterapia suas causas
Doença de alzheimer na fisioterapia suas causasDoença de alzheimer na fisioterapia suas causas
Doença de alzheimer na fisioterapia suas causas
RenataPinto44
 
Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
A fisioterapia na Doença de Alzheimer
A fisioterapia na Doença de AlzheimerA fisioterapia na Doença de Alzheimer
A fisioterapia na Doença de Alzheimer
Janielle Chaves
 
Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Alzheimer
locasqueiros
 
NUTRIÇÃO NA DOENÇA DE ALZHEIMER
NUTRIÇÃO NA DOENÇA DE ALZHEIMERNUTRIÇÃO NA DOENÇA DE ALZHEIMER
NUTRIÇÃO NA DOENÇA DE ALZHEIMER
Márcio Borges
 
Distúrbios Alimentares
Distúrbios AlimentaresDistúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares
Juliana Costa
 
Anorexia Bulimia Acsp
Anorexia Bulimia AcspAnorexia Bulimia Acsp
Cuidador de Idosos – Projeto Integrador.pptx
Cuidador de Idosos – Projeto Integrador.pptxCuidador de Idosos – Projeto Integrador.pptx
Cuidador de Idosos – Projeto Integrador.pptx
PmelaBeatriz3
 
Demência de Alzheimer.pptx
Demência de Alzheimer.pptxDemência de Alzheimer.pptx
Demência de Alzheimer.pptx
ThiagoBezerra71
 

Semelhante a Alzheimer ppt (20)

Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Alzheimer
 
Alzheimer1
Alzheimer1Alzheimer1
Alzheimer1
 
Alzheimer
Alzheimer Alzheimer
Alzheimer
 
Alzheimer e parkinson
Alzheimer e parkinsonAlzheimer e parkinson
Alzheimer e parkinson
 
SEMINÁRIO PATOLOGIAS DOENÇA DE ALZHEIMER -20.05.pptx
SEMINÁRIO PATOLOGIAS DOENÇA DE ALZHEIMER -20.05.pptxSEMINÁRIO PATOLOGIAS DOENÇA DE ALZHEIMER -20.05.pptx
SEMINÁRIO PATOLOGIAS DOENÇA DE ALZHEIMER -20.05.pptx
 
Doenças do sistema nervoso
Doenças do sistema nervosoDoenças do sistema nervoso
Doenças do sistema nervoso
 
Apresentação Alzheimer
Apresentação AlzheimerApresentação Alzheimer
Apresentação Alzheimer
 
Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Alzheimer
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
Alzheimer grupo 1.docx
Alzheimer grupo 1.docxAlzheimer grupo 1.docx
Alzheimer grupo 1.docx
 
Anorexia e bulimia
Anorexia e bulimiaAnorexia e bulimia
Anorexia e bulimia
 
Doença de alzheimer na fisioterapia suas causas
Doença de alzheimer na fisioterapia suas causasDoença de alzheimer na fisioterapia suas causas
Doença de alzheimer na fisioterapia suas causas
 
Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Alzheimer
 
A fisioterapia na Doença de Alzheimer
A fisioterapia na Doença de AlzheimerA fisioterapia na Doença de Alzheimer
A fisioterapia na Doença de Alzheimer
 
Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Alzheimer
 
NUTRIÇÃO NA DOENÇA DE ALZHEIMER
NUTRIÇÃO NA DOENÇA DE ALZHEIMERNUTRIÇÃO NA DOENÇA DE ALZHEIMER
NUTRIÇÃO NA DOENÇA DE ALZHEIMER
 
Distúrbios Alimentares
Distúrbios AlimentaresDistúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares
 
Anorexia Bulimia Acsp
Anorexia Bulimia AcspAnorexia Bulimia Acsp
Anorexia Bulimia Acsp
 
Cuidador de Idosos – Projeto Integrador.pptx
Cuidador de Idosos – Projeto Integrador.pptxCuidador de Idosos – Projeto Integrador.pptx
Cuidador de Idosos – Projeto Integrador.pptx
 
Demência de Alzheimer.pptx
Demência de Alzheimer.pptxDemência de Alzheimer.pptx
Demência de Alzheimer.pptx
 

Mais de Adrianne Mendonça

Lei de hess
Lei de hessLei de hess
Lei de hess
Adrianne Mendonça
 
Fissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclearFissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclear
Adrianne Mendonça
 
Ponto crítico de uma função derivável
Ponto crítico de uma função derivávelPonto crítico de uma função derivável
Ponto crítico de uma função derivável
Adrianne Mendonça
 
Cálculo (DERIVADAS)
Cálculo (DERIVADAS)Cálculo (DERIVADAS)
Cálculo (DERIVADAS)
Adrianne Mendonça
 
Determinação de calcio no leite
Determinação de  calcio no leiteDeterminação de  calcio no leite
Determinação de calcio no leite
Adrianne Mendonça
 
Determinação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTADeterminação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTA
Adrianne Mendonça
 
Cnidários ou celenterados
Cnidários  ou  celenteradosCnidários  ou  celenterados
Cnidários ou celenterados
Adrianne Mendonça
 
Biologia molecular bioquímica (compostos inorgânicos)
Biologia molecular   bioquímica (compostos inorgânicos)Biologia molecular   bioquímica (compostos inorgânicos)
Biologia molecular bioquímica (compostos inorgânicos)
Adrianne Mendonça
 
Anagramas
AnagramasAnagramas
Produto de solubilidade
Produto de solubilidadeProduto de solubilidade
Produto de solubilidade
Adrianne Mendonça
 
Reaçoes quimicas
Reaçoes quimicasReaçoes quimicas
Reaçoes quimicas
Adrianne Mendonça
 
Matemática financeira
Matemática financeiraMatemática financeira
Matemática financeira
Adrianne Mendonça
 
Tecido ósseo pdf
Tecido ósseo pdfTecido ósseo pdf
Tecido ósseo pdf
Adrianne Mendonça
 
Ciclos biogeoquímicos pdf
Ciclos biogeoquímicos pdfCiclos biogeoquímicos pdf
Ciclos biogeoquímicos pdf
Adrianne Mendonça
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
Adrianne Mendonça
 
Equilíbrio químico
Equilíbrio químicoEquilíbrio químico
Equilíbrio químico
Adrianne Mendonça
 
Mruv – exercícios
Mruv – exercíciosMruv – exercícios
Mruv – exercícios
Adrianne Mendonça
 
Nomenclatura dos COMPOSTOS ORGÂNICOS
Nomenclatura dos COMPOSTOS  ORGÂNICOS Nomenclatura dos COMPOSTOS  ORGÂNICOS
Nomenclatura dos COMPOSTOS ORGÂNICOS
Adrianne Mendonça
 
Química orgânica módulo 2
Química  orgânica módulo 2Química  orgânica módulo 2
Química orgânica módulo 2
Adrianne Mendonça
 
Química orgânica módulo 1
Química  orgânica  módulo 1Química  orgânica  módulo 1
Química orgânica módulo 1
Adrianne Mendonça
 

Mais de Adrianne Mendonça (20)

Lei de hess
Lei de hessLei de hess
Lei de hess
 
Fissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclearFissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclear
 
Ponto crítico de uma função derivável
Ponto crítico de uma função derivávelPonto crítico de uma função derivável
Ponto crítico de uma função derivável
 
Cálculo (DERIVADAS)
Cálculo (DERIVADAS)Cálculo (DERIVADAS)
Cálculo (DERIVADAS)
 
Determinação de calcio no leite
Determinação de  calcio no leiteDeterminação de  calcio no leite
Determinação de calcio no leite
 
Determinação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTADeterminação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTA
 
Cnidários ou celenterados
Cnidários  ou  celenteradosCnidários  ou  celenterados
Cnidários ou celenterados
 
Biologia molecular bioquímica (compostos inorgânicos)
Biologia molecular   bioquímica (compostos inorgânicos)Biologia molecular   bioquímica (compostos inorgânicos)
Biologia molecular bioquímica (compostos inorgânicos)
 
Anagramas
AnagramasAnagramas
Anagramas
 
Produto de solubilidade
Produto de solubilidadeProduto de solubilidade
Produto de solubilidade
 
Reaçoes quimicas
Reaçoes quimicasReaçoes quimicas
Reaçoes quimicas
 
Matemática financeira
Matemática financeiraMatemática financeira
Matemática financeira
 
Tecido ósseo pdf
Tecido ósseo pdfTecido ósseo pdf
Tecido ósseo pdf
 
Ciclos biogeoquímicos pdf
Ciclos biogeoquímicos pdfCiclos biogeoquímicos pdf
Ciclos biogeoquímicos pdf
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
Equilíbrio químico
Equilíbrio químicoEquilíbrio químico
Equilíbrio químico
 
Mruv – exercícios
Mruv – exercíciosMruv – exercícios
Mruv – exercícios
 
Nomenclatura dos COMPOSTOS ORGÂNICOS
Nomenclatura dos COMPOSTOS  ORGÂNICOS Nomenclatura dos COMPOSTOS  ORGÂNICOS
Nomenclatura dos COMPOSTOS ORGÂNICOS
 
Química orgânica módulo 2
Química  orgânica módulo 2Química  orgânica módulo 2
Química orgânica módulo 2
 
Química orgânica módulo 1
Química  orgânica  módulo 1Química  orgânica  módulo 1
Química orgânica módulo 1
 

Último

Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
CatieleAlmeida1
 
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
Luiz Henrique Pimentel Novais Silva
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
marjoguedes1
 
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdfVacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
rickriordan
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
sula31
 
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
AmaroAlmeidaChimbala
 
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de suturaTipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
DelcioVumbuca
 

Último (8)

Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
 
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
 
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdfVacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
 
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
 
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de suturaTipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
 

Alzheimer ppt

  • 2. Definição • A Doença de Alzheimer é uma enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada. Quase todas as suas vítimas são pessoas idosas.Talvez, por isso, a doença tenha ficado erroneamente conhecida como “esclerose” ou “caduquice”.
  • 3. Sintomas de Alzheimer • Um aspecto fundamental do Alzheimer é a manutenção do chamado estado de alerta. A doença não reduz o estado de consciência. O paciente responde tanto aos estímulos internos quanto aos externos. Pode responder mal ou errado, mas está de "olho aberto", acompanhando as pessoas e tudo o que acontece em sua volta. Muitas vezes, os sintomas mais comuns, como a perda da memória e distúrbios de comportamento, são associados ao envelhecimento e não atribuídos à doença de Alzheimer.
  • 4. Primeiro tratamento • Tratamento dos distúrbios de comportamento: • Para controlar a confusão e agressividade utilizam-se medicamentos da classe dos neurolépticos atípicos, embora mesmo com esses medicamentos pode ser difícil controlar esses sintomas. • Depressão e transtornos do sono também devem ser tratados com medicações específicas.
  • 5. Tratamento específico • Dirigido para tentar melhorar o déficit de memória, corrigindo o desequilíbrio químico do cérebro. Drogas como a rivastigmina, donepezil (Eranz), galantamina (Reminyl), entre outras, podem funcionar melhor no início da doença, até a fase intermediária. Porém, seu efeito pode ser temporário, pois a doença de Alzheimer continua, infelizmente, progredindo.
  • 6. Como a atividade física pode ajudar na prevenção do Alzheimer • A atividade física deve estimular o paciente, trazendo benefícios no sentido de facilitar a redescoberta do esquema corporal, preservar as capacidades funcionais remanescentes durante o máximo de tempo possível, melhorar o aspecto moral e a confiança, restituir a auto-estima e consequentemente, ajudar a manter qualidade de vida.
  • 7. Como alimentação pode interferir no surgimento da doença ? • Ao contrário do que ocorre com outras doenças como o diabetes ou a hipertensão, não há restrição de um ou mais alimentos que se aplique a todos os pacientes de Alzheimer. Ajustes na dieta poderão ser feitos pelo médico de acordo com as consequências da doença, de forma individualizada. Embora não exista uma dieta determinada, é preciso ter cuidado com a alimentação, para que não haja excesso ou carência de algum nutriente.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11. Curiosidade : Planta portuguesa ajuda a controlar o Alzheimer • Investigadores portugueses concluíram que extractos de uma espécie autóctone de salvia, muito presente nas serras d'Aire e Candeeiros, revelam um «enorme potencial» como terapia para melhorar capacidades cognitivas, funcionais e comportamentais em doentes com Alzheimer.
  • 12. Curiosidade : Planta portuguesa ajuda a controlar o Alzheimer • Vários extractos da espécie de salvia que se estudaram provocam inibições bastante potentes de enzimas envolvidas na patologia de Alzheimer», disse Amélia Pilar Rauter, directora do Grupo de Química dos Glúcidos do Departamento de Química e Bioquímica da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, que lidera a investigação com Jorge Justino, presidente do Conselho Directivo da Escola Superior Agrária de Santarém (ES
  • 13. Curiosidade : Planta portuguesa ajuda a controlar o Alzheimer • Falta agora transformar esses extractos em princípios activos que possam ser usados pela indústria farmacêutica, adiantou
  • 14.
  • 15. • Sesi –Escola de Ensino Fundamental Roberto Simonsen • Alunos : CARLOS , LEALDO ,LUCIANO ,RAPHAEL NUNES , RAFAEL • ANO : 9 E