SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Baixar para ler offline
Ligações
Químicas
Profª.: Joana
Pense em alguns materiais que você conhecePense em alguns materiais que você conhece
Alguns são sólidos: Ex.:
CARVÃO; outros líquido: Ex.:
ÁGUA e outros gasosos Ex.:
AR
Alguns são duros:
Ex.:GRANITO; outros
são mole: Ex.: CERA
Profª.: Joana
Por que existe essa grandePor que existe essa grande
diferença de propriedadesdiferença de propriedades
entre os materiais queentre os materiais que
conhecemos?conhecemos?
Isso se deve, em grande parte,Isso se deve, em grande parte,
às ligações existentes entre osàs ligações existentes entre os
átomos (ligações químicas).átomos (ligações químicas).
Profª.: Joana
As substâncias se formam com a união de átomos
de elementos químicos diferentes ou iguais.
Ex.:
Água (H2O) Sal (NaCl) Ouro
18 quilates
(ouro–cobre)
Essa união recebe o nome de Ligação Química.
Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
As Ligações Químicas podem
ser de 3 tipos:
Profª.: Joana
LIGAÇÃOLIGAÇÃO
IÔNICAIÔNICA COVALENTECOVALENTE METÁLICAMETÁLICA
1. Ligação Iônica: Metal + Ametal ou
Hidrogênio + Ametal
2. Ligação Covalente: Ametal + Ametal ou
Hidrogênio + Ametal ou
Hidrogênio + Hidrogênio
3. Ligação Metálica: Metal + Metal
H
HIDROGÊNIO
AMETAIS
Profª.: Joana
O comportamento dos METAL e dos
AMETAIS, quando se ligam e
formam as diferentes substâncias é
determinado, embora não
exclusivamente, pela quantidade de
elétrons na última camada
eletrônica, chamada de
camada de valência.
Profª.: Joana
Camada de valência dos METAIS
Os metais possuem de 1 à 3 elétrons na última
camada eletrônica.
11 elétrons
Ex.: Ca20
Ex.: Al13
13 elétrons20 elétrons
Ex.: Na11
Profª.: Joana
K = 2 L = 8 M = 1
ÚLTIMA CAMADA
K = 2 L = 8 M = 3K = 2 L = 8 M = 8 N = 2
ÚLTIMA CAMADAÚLTIMA CAMADA
Facilidade em ceder (perderperder) esses elétrons da
última camada para se estabilizar e ficar com a
configuração de um gás nobre, ou seja, 8 elétrons
na camada de valência (Regra do octeto).
Camada de valência dos AMETAIS
Os ametais possuem de 4 a 7 elétrons na última
camada eletrônica.
17 elétrons
Ex.: O8
Ex.: P15
15 elétrons
8 elétrons
Ex.: Cl17
Profª.: Joana
K = 2 L = 8 M = 7 K = 2 L = 6 K = 2 L = 8 M = 5
ÚLTIMA CAMADA ÚLTIMA CAMADA
ÚLTIMA CAMADA
Facilidade em receber (ganharganhar) elétrons na última
camada para se estabilizar e ficar com a
configuração de um gás nobre, ou seja, 8 elétrons
na camada de valência (Regra do octeto).
Regra do octeto:
Em uma ligação química os elemento buscam
ficar com 8 elétrons na última camada8 elétrons na última camada
(camada de valência), configuração de um gás
nobre.
Profª.: Joana
1 . Ligação Iônica ou Eletrovalente
O sal de cozinha (NaCl) é formado pela união
de um átomo de sódio (Na), que é um metalmetal e
um átomo de cloro (Cl) que é um ametalametal.Sal (NaCl)
Cloreto de sódio
Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
Perde elétrons Ganha elétrons
Nº de elétrons
(e-) na última
camada
Nº de elétrons
(e-) na última
camada
Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
Ex.: Na11 (K = 2 L = 8 M =1) e Cl17 (L=2 L= 8 M =7)
NaCl – Sal de Cozinha (cloreto de sódio)
Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
Na0 perde Na+1
Cl0 ganha Cl-1
Na+1 + Cl-1 Na+Cl-
Família 1 A
Perde 1
elétrons
Família 7 A
Ganha 1
elétrons
METAL AMETAL
Cl Cl
Cl
Fórmula Iônica : Na+Cl-
Ânion
Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
Fórmula de LewisFórmula de Lewis
(eletrônica)(eletrônica)
Cation
Ex.: Mg e Cl
Família 7 A
ganha 1 elétron
Família 2 A
perde 2 elétrons
Fórmula de LewisFórmula de Lewis
(eletrônica)(eletrônica)
Fórmula Iônica : Mg+2Cl2
-1
Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
Família 3 A
perde 3 elétrons
hidrogênio sempre ganha 1e-
Ex.: Al e H
Fórmula Iônica : Al+3H3
-1
Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
Fórmula de LewisFórmula de Lewis
(eletrônica)(eletrônica)
NÃO ESQUEÇA:
Ligação Iônica: METAL + AMETAL
ou
METAL + HIDROGÊNIO
Última Camada: 1e- 2e- 3e- (perde elétrons)
Última Camada: 4e- 5e- 6e 7e- (ganha elétrons)
Regra do octeto
Profª.: Joana
2. Ligação covalente ou molecular
É a ligação que ocorre entre:
Ametal + Ametal
Ametal + Hidrogênio
Hidrogênio + Hidrogênio
A água (H2O) é formada pela união de 2
átomos de hidrogênio (H) e 1 átomo de
oxigênio (O) que é um ametal.
O gás carbônico (CO2) é formado pela
união de 1 átomo de carbono (C) que é um
ametal e 2 átomos de oxigênio (O) que
também é um ametal.
Profª.: Joana
Nas ligações covalentes todos os elementos
precisam ganharganhar elétrons para completar seu
octeto (Regra do octeto).
Atenção: somente o hidrogênio (H) se estabiliza com
2 elétrons, logo ele precisa ganhar apenas 1
elétron.
AMETAIS:AMETAIS: Famílias: 4A 5A 6A 7A
GANHAM: 4e4e-- 3e3e-- 2e2e-- 1e1e--
HIDROGÊNIO (H):HIDROGÊNIO (H): sempre precisa ganhar 1 elétron (e-)
Profª.: Joana
Profª.: Joana
Nas ligações covalentes ocorre compartilhamento de
elétrons.
Ex.: Ligação entre dois átomos de cloro: Cl e Cl
Família 7 A
1 par de elétrons
compartilhados
FórmulaFórmula
EstruturalEstrutural
FórmulaFórmula
MolecularMolecular
Fórmula de LewisFórmula de Lewis
(Fórmula eletrônica)(Fórmula eletrônica)
Profª.: Joana
Cl – Cl Cl2
Ex.: Ligação entre átomos de carbono e oxigênio: C e O
O = C = O CO2
Família 6A
Família 4A
2 pares de elétrons
compartilhados
Profª.: Joana
FórmulaFórmula
EstruturalEstrutural
FórmulaFórmula
MolecularMolecularFórmula de LewisFórmula de Lewis
(Fórmula eletrônica)(Fórmula eletrônica)
Ex.: Ligação entre dois átomos de nitrogênio: N e N
N2
3 pares de elétrons
compartilhadosFamília 5A
FórmulaFórmula
EstruturalEstrutural
FórmulaFórmula
MolecularMolecular
Fórmula de LewisFórmula de Lewis
(Fórmula eletrônica)(Fórmula eletrônica)
Profª.: Joana
– Ligação
covalente simples
– Ligação
covalente dupla
– Ligação
covalente tripla
O = C = O
Cl – Cl
As ligações covalentes podem ser:
Profª.: Joana
N2
CO2
Cl2
Ex.: Identifique se os compostos abaixo são formados por
uma ligação iônica ou covalente
a) KBr
b) NH3
c) I2
d) Li2O
e) HF
f) O2
g) CaO
Profª.: Joana
3. Ligação metálica
É a ligação que ocorre entre: Metal e Metal
Os metais e as ligas metálicas são cada vez mais
importantes no nosso dia-a-dia.
O aço (liga Fe-C)
utilizado nos mais
diversos materiais
e na construção civil.
A liga de magnésio (Mg)
que são leves e podem
ser utilizadas na roda e
em partes de aviões
O cobre (Cu) é usado
em fios elétricos e
vários materiais, pois
metais são bons
condutores de
corrente elétrica.
Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
LIGAÇÃO METÁLICA
ocorre entre dois átomos
de METAIS.
Os átomos envolvidos
PERDEM elétrons de suas
camadas mais externas,
que se deslocam mais ou
menos livremente.
Formação de uma nuvem
eletrônica também
conhecida como
MAR DE ELÉTRONS.
Profª.: Joana
LIGAS METÁLICAS
Profª.: Joana******
Cu-Zn
Cu-Sn
Fe-C
Fe-C-Cr
Fe-C-Ni

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Química distribuição eletronica
Química   distribuição eletronicaQuímica   distribuição eletronica
Química distribuição eletronicaRubao1E
 
Propriedades da matéria
Propriedades da matériaPropriedades da matéria
Propriedades da matériamatheusrl98
 
Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Karol Maia
 
Transformações químicas da matéria
Transformações químicas da matériaTransformações químicas da matéria
Transformações químicas da matériaLayanne Caetano
 
Funções Inorgânicas
Funções InorgânicasFunções Inorgânicas
Funções Inorgânicasloirissimavivi
 
Introduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da químicaIntroduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da químicaV
 
Estados físicos da matéria
Estados físicos da matériaEstados físicos da matéria
Estados físicos da matériaIsadora Girio
 
8. tabela periódica
8. tabela periódica8. tabela periódica
8. tabela periódicaRebeca Vale
 
Matéria 9° ano
Matéria   9° anoMatéria   9° ano
Matéria 9° anoadriana
 

Mais procurados (20)

Química distribuição eletronica
Química   distribuição eletronicaQuímica   distribuição eletronica
Química distribuição eletronica
 
Propriedades da matéria
Propriedades da matériaPropriedades da matéria
Propriedades da matéria
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Densidade
DensidadeDensidade
Densidade
 
Reações químicas
Reações químicasReações químicas
Reações químicas
 
Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)
 
Separação de Misturas
Separação de MisturasSeparação de Misturas
Separação de Misturas
 
Aula elementos químicos
Aula elementos químicosAula elementos químicos
Aula elementos químicos
 
Transformações químicas da matéria
Transformações químicas da matériaTransformações químicas da matéria
Transformações químicas da matéria
 
QUIMICA GERAL Aula 01
QUIMICA GERAL Aula 01QUIMICA GERAL Aula 01
QUIMICA GERAL Aula 01
 
Transformações químicas
Transformações químicasTransformações químicas
Transformações químicas
 
Funções Inorgânicas
Funções InorgânicasFunções Inorgânicas
Funções Inorgânicas
 
Aula sobre ligações químicas
Aula sobre ligações químicasAula sobre ligações químicas
Aula sobre ligações químicas
 
9 ano propriedades da matéria
9 ano propriedades da matéria9 ano propriedades da matéria
9 ano propriedades da matéria
 
Leis ponderais
Leis ponderaisLeis ponderais
Leis ponderais
 
Introdução a Quimica orgânica
Introdução a Quimica orgânicaIntrodução a Quimica orgânica
Introdução a Quimica orgânica
 
Introduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da químicaIntroduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da química
 
Estados físicos da matéria
Estados físicos da matériaEstados físicos da matéria
Estados físicos da matéria
 
8. tabela periódica
8. tabela periódica8. tabela periódica
8. tabela periódica
 
Matéria 9° ano
Matéria   9° anoMatéria   9° ano
Matéria 9° ano
 

Destaque

Destaque (8)

Ligações químicas
Ligações químicas Ligações químicas
Ligações químicas
 
Ligações Químicas Aula 1
Ligações Químicas Aula 1Ligações Químicas Aula 1
Ligações Químicas Aula 1
 
Ligaçoes quimicas
Ligaçoes quimicasLigaçoes quimicas
Ligaçoes quimicas
 
Ligações químicas
Ligações químicas  Ligações químicas
Ligações químicas
 
Química orgânica - Isomeria
Química orgânica - IsomeriaQuímica orgânica - Isomeria
Química orgânica - Isomeria
 
Isomeria
IsomeriaIsomeria
Isomeria
 
Isomeria
IsomeriaIsomeria
Isomeria
 
Isomeria em nosso cotidiano
Isomeria em nosso cotidianoIsomeria em nosso cotidiano
Isomeria em nosso cotidiano
 

Semelhante a Ligações Químicas

Ligação iônica ppt 9° ano PDF.pdf
Ligação iônica ppt 9° ano PDF.pdfLigação iônica ppt 9° ano PDF.pdf
Ligação iônica ppt 9° ano PDF.pdfBismarckFerreiraDaSi
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicasNai Mariano
 
Influência da eletronegatividade no caráter da ligação química
Influência da eletronegatividade no caráter da ligação químicaInfluência da eletronegatividade no caráter da ligação química
Influência da eletronegatividade no caráter da ligação químicaCarlos Kramer
 
Ligacoes quimicas geometria
Ligacoes quimicas   geometriaLigacoes quimicas   geometria
Ligacoes quimicas geometriaRafael Milan
 
Aula 02 Carbono e cadeia carbônicos.pptx
Aula 02  Carbono e cadeia carbônicos.pptxAula 02  Carbono e cadeia carbônicos.pptx
Aula 02 Carbono e cadeia carbônicos.pptxDavyAraujo
 
INTRODUÇÃO À LIGAÇÃO QUÍMICA 9° ANO
INTRODUÇÃO À LIGAÇÃO QUÍMICA 9° ANOINTRODUÇÃO À LIGAÇÃO QUÍMICA 9° ANO
INTRODUÇÃO À LIGAÇÃO QUÍMICA 9° ANOSocorro Barros
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações QuímicasVinny Silva
 
Aula_3_Ligações Químicas.ppt
Aula_3_Ligações Químicas.pptAula_3_Ligações Químicas.ppt
Aula_3_Ligações Químicas.pptRicardoBrunoFelix
 
aula 3 ligações químicas. aula sobre a estrutura das ligações.
aula 3 ligações químicas. aula sobre a estrutura das ligações.aula 3 ligações químicas. aula sobre a estrutura das ligações.
aula 3 ligações químicas. aula sobre a estrutura das ligações.MariajulianaAraujode1
 
Aula_3_Ligações Químicas.ppt
Aula_3_Ligações Químicas.pptAula_3_Ligações Químicas.ppt
Aula_3_Ligações Químicas.pptGluciaCoutinho3
 

Semelhante a Ligações Químicas (20)

Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
Ligações química
Ligações químicaLigações química
Ligações química
 
Ligação iônica ppt 9° ano PDF.pdf
Ligação iônica ppt 9° ano PDF.pdfLigação iônica ppt 9° ano PDF.pdf
Ligação iônica ppt 9° ano PDF.pdf
 
Ligações Químicas.pptx
Ligações Químicas.pptxLigações Químicas.pptx
Ligações Químicas.pptx
 
Ligação iônica.pptx
Ligação iônica.pptxLigação iônica.pptx
Ligação iônica.pptx
 
Aula 5 Ligações Quimicas
Aula 5   Ligações QuimicasAula 5   Ligações Quimicas
Aula 5 Ligações Quimicas
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
Influência da eletronegatividade no caráter da ligação química
Influência da eletronegatividade no caráter da ligação químicaInfluência da eletronegatividade no caráter da ligação química
Influência da eletronegatividade no caráter da ligação química
 
Ligacoes quimicas geometria
Ligacoes quimicas   geometriaLigacoes quimicas   geometria
Ligacoes quimicas geometria
 
Aula 02 Carbono e cadeia carbônicos.pptx
Aula 02  Carbono e cadeia carbônicos.pptxAula 02  Carbono e cadeia carbônicos.pptx
Aula 02 Carbono e cadeia carbônicos.pptx
 
125
125125
125
 
127
127127
127
 
INTRODUÇÃO À LIGAÇÃO QUÍMICA 9° ANO
INTRODUÇÃO À LIGAÇÃO QUÍMICA 9° ANOINTRODUÇÃO À LIGAÇÃO QUÍMICA 9° ANO
INTRODUÇÃO À LIGAÇÃO QUÍMICA 9° ANO
 
Jogo- Química Orgânica.pptx
Jogo- Química Orgânica.pptxJogo- Química Orgânica.pptx
Jogo- Química Orgânica.pptx
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
 
Aula_3_Ligações Químicas.ppt
Aula_3_Ligações Químicas.pptAula_3_Ligações Químicas.ppt
Aula_3_Ligações Químicas.ppt
 
aula 3 ligações químicas. aula sobre a estrutura das ligações.
aula 3 ligações químicas. aula sobre a estrutura das ligações.aula 3 ligações químicas. aula sobre a estrutura das ligações.
aula 3 ligações químicas. aula sobre a estrutura das ligações.
 
Aula_3_Ligações Químicas.ppt
Aula_3_Ligações Químicas.pptAula_3_Ligações Químicas.ppt
Aula_3_Ligações Químicas.ppt
 
Aula_3_Ligações Químicas.pdf
Aula_3_Ligações Químicas.pdfAula_3_Ligações Químicas.pdf
Aula_3_Ligações Químicas.pdf
 

Mais de Kátia Elias

Estrutura do texto dissertativo.docx
Estrutura do texto dissertativo.docxEstrutura do texto dissertativo.docx
Estrutura do texto dissertativo.docxKátia Elias
 
Século xxi professor x tecnologia
Século xxi     professor x tecnologiaSéculo xxi     professor x tecnologia
Século xxi professor x tecnologiaKátia Elias
 
Prova bimestral de lp lit - 1º ano - 2º bim - 2012
Prova bimestral de lp lit - 1º ano - 2º bim  -  2012Prova bimestral de lp lit - 1º ano - 2º bim  -  2012
Prova bimestral de lp lit - 1º ano - 2º bim - 2012Kátia Elias
 
X festival de danças folclóricas 2013
X festival de danças folclóricas     2013X festival de danças folclóricas     2013
X festival de danças folclóricas 2013Kátia Elias
 
Nosso espaço em movimento
Nosso espaço em movimentoNosso espaço em movimento
Nosso espaço em movimentoKátia Elias
 
Prop. pre..química joana
Prop. pre..química joanaProp. pre..química joana
Prop. pre..química joanaKátia Elias
 
Tabela periódica e ligações químicas
Tabela periódica e ligações químicasTabela periódica e ligações químicas
Tabela periódica e ligações químicasKátia Elias
 
Power point charges, tiras, quadrinhos, etc
Power point   charges, tiras, quadrinhos, etcPower point   charges, tiras, quadrinhos, etc
Power point charges, tiras, quadrinhos, etcKátia Elias
 

Mais de Kátia Elias (8)

Estrutura do texto dissertativo.docx
Estrutura do texto dissertativo.docxEstrutura do texto dissertativo.docx
Estrutura do texto dissertativo.docx
 
Século xxi professor x tecnologia
Século xxi     professor x tecnologiaSéculo xxi     professor x tecnologia
Século xxi professor x tecnologia
 
Prova bimestral de lp lit - 1º ano - 2º bim - 2012
Prova bimestral de lp lit - 1º ano - 2º bim  -  2012Prova bimestral de lp lit - 1º ano - 2º bim  -  2012
Prova bimestral de lp lit - 1º ano - 2º bim - 2012
 
X festival de danças folclóricas 2013
X festival de danças folclóricas     2013X festival de danças folclóricas     2013
X festival de danças folclóricas 2013
 
Nosso espaço em movimento
Nosso espaço em movimentoNosso espaço em movimento
Nosso espaço em movimento
 
Prop. pre..química joana
Prop. pre..química joanaProp. pre..química joana
Prop. pre..química joana
 
Tabela periódica e ligações químicas
Tabela periódica e ligações químicasTabela periódica e ligações químicas
Tabela periódica e ligações químicas
 
Power point charges, tiras, quadrinhos, etc
Power point   charges, tiras, quadrinhos, etcPower point   charges, tiras, quadrinhos, etc
Power point charges, tiras, quadrinhos, etc
 

Último

Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 

Último (20)

Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 

Ligações Químicas

  • 2. Pense em alguns materiais que você conhecePense em alguns materiais que você conhece Alguns são sólidos: Ex.: CARVÃO; outros líquido: Ex.: ÁGUA e outros gasosos Ex.: AR Alguns são duros: Ex.:GRANITO; outros são mole: Ex.: CERA Profª.: Joana
  • 3. Por que existe essa grandePor que existe essa grande diferença de propriedadesdiferença de propriedades entre os materiais queentre os materiais que conhecemos?conhecemos? Isso se deve, em grande parte,Isso se deve, em grande parte, às ligações existentes entre osàs ligações existentes entre os átomos (ligações químicas).átomos (ligações químicas). Profª.: Joana
  • 4. As substâncias se formam com a união de átomos de elementos químicos diferentes ou iguais. Ex.: Água (H2O) Sal (NaCl) Ouro 18 quilates (ouro–cobre) Essa união recebe o nome de Ligação Química. Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
  • 5. As Ligações Químicas podem ser de 3 tipos: Profª.: Joana LIGAÇÃOLIGAÇÃO IÔNICAIÔNICA COVALENTECOVALENTE METÁLICAMETÁLICA
  • 6. 1. Ligação Iônica: Metal + Ametal ou Hidrogênio + Ametal 2. Ligação Covalente: Ametal + Ametal ou Hidrogênio + Ametal ou Hidrogênio + Hidrogênio 3. Ligação Metálica: Metal + Metal H HIDROGÊNIO AMETAIS Profª.: Joana
  • 7. O comportamento dos METAL e dos AMETAIS, quando se ligam e formam as diferentes substâncias é determinado, embora não exclusivamente, pela quantidade de elétrons na última camada eletrônica, chamada de camada de valência. Profª.: Joana
  • 8. Camada de valência dos METAIS Os metais possuem de 1 à 3 elétrons na última camada eletrônica. 11 elétrons Ex.: Ca20 Ex.: Al13 13 elétrons20 elétrons Ex.: Na11 Profª.: Joana K = 2 L = 8 M = 1 ÚLTIMA CAMADA K = 2 L = 8 M = 3K = 2 L = 8 M = 8 N = 2 ÚLTIMA CAMADAÚLTIMA CAMADA Facilidade em ceder (perderperder) esses elétrons da última camada para se estabilizar e ficar com a configuração de um gás nobre, ou seja, 8 elétrons na camada de valência (Regra do octeto).
  • 9. Camada de valência dos AMETAIS Os ametais possuem de 4 a 7 elétrons na última camada eletrônica. 17 elétrons Ex.: O8 Ex.: P15 15 elétrons 8 elétrons Ex.: Cl17 Profª.: Joana K = 2 L = 8 M = 7 K = 2 L = 6 K = 2 L = 8 M = 5 ÚLTIMA CAMADA ÚLTIMA CAMADA ÚLTIMA CAMADA Facilidade em receber (ganharganhar) elétrons na última camada para se estabilizar e ficar com a configuração de um gás nobre, ou seja, 8 elétrons na camada de valência (Regra do octeto).
  • 10. Regra do octeto: Em uma ligação química os elemento buscam ficar com 8 elétrons na última camada8 elétrons na última camada (camada de valência), configuração de um gás nobre. Profª.: Joana
  • 11. 1 . Ligação Iônica ou Eletrovalente O sal de cozinha (NaCl) é formado pela união de um átomo de sódio (Na), que é um metalmetal e um átomo de cloro (Cl) que é um ametalametal.Sal (NaCl) Cloreto de sódio Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
  • 12. Perde elétrons Ganha elétrons Nº de elétrons (e-) na última camada Nº de elétrons (e-) na última camada Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
  • 13. Ex.: Na11 (K = 2 L = 8 M =1) e Cl17 (L=2 L= 8 M =7) NaCl – Sal de Cozinha (cloreto de sódio) Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br Na0 perde Na+1 Cl0 ganha Cl-1 Na+1 + Cl-1 Na+Cl-
  • 14. Família 1 A Perde 1 elétrons Família 7 A Ganha 1 elétrons METAL AMETAL Cl Cl Cl Fórmula Iônica : Na+Cl- Ânion Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br Fórmula de LewisFórmula de Lewis (eletrônica)(eletrônica) Cation
  • 15. Ex.: Mg e Cl Família 7 A ganha 1 elétron Família 2 A perde 2 elétrons Fórmula de LewisFórmula de Lewis (eletrônica)(eletrônica) Fórmula Iônica : Mg+2Cl2 -1 Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
  • 16. Família 3 A perde 3 elétrons hidrogênio sempre ganha 1e- Ex.: Al e H Fórmula Iônica : Al+3H3 -1 Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br Fórmula de LewisFórmula de Lewis (eletrônica)(eletrônica)
  • 17. NÃO ESQUEÇA: Ligação Iônica: METAL + AMETAL ou METAL + HIDROGÊNIO Última Camada: 1e- 2e- 3e- (perde elétrons) Última Camada: 4e- 5e- 6e 7e- (ganha elétrons) Regra do octeto Profª.: Joana
  • 18. 2. Ligação covalente ou molecular É a ligação que ocorre entre: Ametal + Ametal Ametal + Hidrogênio Hidrogênio + Hidrogênio A água (H2O) é formada pela união de 2 átomos de hidrogênio (H) e 1 átomo de oxigênio (O) que é um ametal. O gás carbônico (CO2) é formado pela união de 1 átomo de carbono (C) que é um ametal e 2 átomos de oxigênio (O) que também é um ametal. Profª.: Joana
  • 19. Nas ligações covalentes todos os elementos precisam ganharganhar elétrons para completar seu octeto (Regra do octeto). Atenção: somente o hidrogênio (H) se estabiliza com 2 elétrons, logo ele precisa ganhar apenas 1 elétron. AMETAIS:AMETAIS: Famílias: 4A 5A 6A 7A GANHAM: 4e4e-- 3e3e-- 2e2e-- 1e1e-- HIDROGÊNIO (H):HIDROGÊNIO (H): sempre precisa ganhar 1 elétron (e-) Profª.: Joana
  • 21. Nas ligações covalentes ocorre compartilhamento de elétrons. Ex.: Ligação entre dois átomos de cloro: Cl e Cl Família 7 A 1 par de elétrons compartilhados FórmulaFórmula EstruturalEstrutural FórmulaFórmula MolecularMolecular Fórmula de LewisFórmula de Lewis (Fórmula eletrônica)(Fórmula eletrônica) Profª.: Joana Cl – Cl Cl2
  • 22. Ex.: Ligação entre átomos de carbono e oxigênio: C e O O = C = O CO2 Família 6A Família 4A 2 pares de elétrons compartilhados Profª.: Joana FórmulaFórmula EstruturalEstrutural FórmulaFórmula MolecularMolecularFórmula de LewisFórmula de Lewis (Fórmula eletrônica)(Fórmula eletrônica)
  • 23. Ex.: Ligação entre dois átomos de nitrogênio: N e N N2 3 pares de elétrons compartilhadosFamília 5A FórmulaFórmula EstruturalEstrutural FórmulaFórmula MolecularMolecular Fórmula de LewisFórmula de Lewis (Fórmula eletrônica)(Fórmula eletrônica) Profª.: Joana
  • 24. – Ligação covalente simples – Ligação covalente dupla – Ligação covalente tripla O = C = O Cl – Cl As ligações covalentes podem ser: Profª.: Joana N2 CO2 Cl2
  • 25. Ex.: Identifique se os compostos abaixo são formados por uma ligação iônica ou covalente a) KBr b) NH3 c) I2 d) Li2O e) HF f) O2 g) CaO Profª.: Joana
  • 26. 3. Ligação metálica É a ligação que ocorre entre: Metal e Metal Os metais e as ligas metálicas são cada vez mais importantes no nosso dia-a-dia. O aço (liga Fe-C) utilizado nos mais diversos materiais e na construção civil. A liga de magnésio (Mg) que são leves e podem ser utilizadas na roda e em partes de aviões O cobre (Cu) é usado em fios elétricos e vários materiais, pois metais são bons condutores de corrente elétrica. Profª.: JoanaFiguras: www.google.com.br
  • 27. LIGAÇÃO METÁLICA ocorre entre dois átomos de METAIS. Os átomos envolvidos PERDEM elétrons de suas camadas mais externas, que se deslocam mais ou menos livremente. Formação de uma nuvem eletrônica também conhecida como MAR DE ELÉTRONS. Profª.: Joana