SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
PEM
AULA 2 – BRUNO MASTROCOLLA!

     @Mastrocolla!
QUAIS SÃO OS COMPONENTES DO PEM?




               Fatores	
                                         Obje8vos	
  e	
  
                                                                                             Programa	
  de	
  
 VISÃO	
      Crí8cos	
  do	
                                          Metas	
  
                                                                                                 Ação	
  
                                        Iden8ficação	
  	
     Est.	
  corpora8va	
  
VALORES	
      Sucesso	
                                                                    Implementação	
  
                                       Oportunidades	
          e	
  mix	
  de	
  mkt	
  
MISSÃO	
           	
                                         Est.	
  Compe8viva	
  
                                                                                              Projetos	
  e	
  	
  
                                         do	
  Mercado	
                                      Avaliações	
  
NEGÓCIO	
     Análise	
  de	
                                 Cadeia	
  de	
  Valor	
  
               Cenários	
                                                                     financeiras	
  
                                                              Posicionamento	
  




                                  FEEDBACK	
  E	
  CONTROLE	
  
O	
  Negócio	
  




 Perceber	
  o	
  verdadeiro	
  negócio	
  da	
  empresa	
  é	
  a8vidade	
  aparentemente	
  óbvia,	
  	
  
entretanto,	
  muitas	
  vezes,	
  as	
  organizações	
  perdem	
  o	
  foco	
  da	
  inserção	
  do	
  negócio	
  	
  
                                 no	
  contexto	
  e	
  podem	
  sucumbir.	
  
negócio	
  era	
  focado	
  na	
  indústria	
  química	
  enquanto	
  a	
  tecnologia	
  da	
  fotografia	
  incluía	
  
                   	
  principalmente	
  o	
  processamento	
  fotoquímico	
  da	
  imagem	
  


     1990, o negócio da empresa começou a ser redefinido a fim de acompanhar o
                        desenvolvimento da tecnologia digital.
As	
   organizações	
   são	
   criadas	
   para	
   um	
  
        determinado	
   fim.	
   À	
   medida	
   que	
   o	
   tempo	
  
        passa,	
  muitas	
  coisas	
  acontecem.	
  Além	
  disso,	
  
        devido	
   aos	
   mais	
   variados	
   mo8vos,	
   os	
  
        fundadores	
  são	
  afastados	
  da	
  administração.	
  
        	
  




Visão
Segundo Chiavenato & Sapiro:


        "A	
  elaboração	
  da	
  visão	
  e	
  negócios	
  é	
  um	
  
        processo	
  carregado	
  de	
  emoção,	
  pois	
  o	
  que	
  
        se	
  procura	
  reconhecer	
  é	
  o	
  propósito	
  de	
  ser	
  
        da	
  organização”.	
  
        	
  
        Ainda	
  segundo	
  os	
  autores:	
  “A	
  visão	
  de	
  
        negócios	
  deve	
  ser	
  sucinta,	
  mas	
  mantendo	
  
        sua	
  capacidade	
  de	
  fazer	
  sonhar	
  e	
  incen8var	
  
        o	
  compromisso	
  de	
  todos	
  os	
  interessados.	
  
        muitas	
  vezes	
  ela	
  é	
  expressa	
  em	
  slogans”.	
  



Visão
•  “ Ser uma empresa siderúrgica internacional de classe
   mundial”



•  “Ser reconhecido por colaboradores,parceiros,clientes e
   segmento onde atua,como uma das mais importantes
   referências mundiais em beleza e fazer que suas ações
   para a preservação da vida estabeleçam uma forte
   identificação com a sociedade”



•  “A empresa se diferenciará pela imagem de sua marca,
   por excelência nos serviços,inovação e qualidade dos
   produtos”
A	
  Visão	
  de	
  futuro	
  é	
  o	
  ponto	
  de	
  Par8da	
  do	
  planejamento	
  estratégico.	
  	
  
	
  




               É	
  o	
  que	
  idealiza	
  a	
  empresa.	
  
	
  A	
  declaração	
  de	
  visão	
  das	
  organizações	
  
          e	
  deve	
  ser	
  construida	
  com	
  base	
  	
  
                          nos	
  seus	
  valores,	
  
             Sonhos,	
  desejos	
  e	
  ambiçoes.	
  
Crenças	
  básicas,	
  os	
  ideais	
  e	
  é8ca	
  que	
  são	
  levados	
  em	
  consideração	
  por	
  ocasião	
  
da	
  tomada	
  	
  de	
  decisão	
  na	
  organização.	
  
	
  
As	
  organizações	
  que	
  possuem	
  valores	
  posi8vos	
  levam	
  vantagem.	
  Em	
  
momentos	
  de	
  crise	
  eles	
  são	
  muito	
  importantes	
  na	
  construção	
  da	
  reação	
  da	
  
empresa.	
  
	
  
A	
  escola	
  de	
  valores	
  é	
  que	
  definie	
  a	
  hierarquia	
  de	
  prioridades	
  de	
  uma	
  
organização,	
  assim	
  como	
  serve	
  de	
  base	
  para	
  o	
  estabelecimento	
  das	
  regras	
  de	
  
conduta	
  de	
  todos	
  os	
  seus	
  componentes.	
  




Valores
Cliente	
  sa8sfeito;	
  pessoas	
  realizadas;	
  segurança	
  todal	
  no	
  ambiente	
  
de	
  trabalho;	
  qualidade	
  em	
  tudo	
  que	
  faz;	
  segurança	
  e	
  solidez;	
  seriedade	
  com	
  	
  
Todos	
  os	
  publicos	
  e	
  lucro	
  como	
  medida	
  de	
  desempenho	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
Respeito	
  e	
  comprome8mento	
  mútuos;	
  par8cipação	
  e	
  trabalho	
  em	
  	
  
Equipe;	
  obje8vos	
  e	
  metas	
  claros	
  e	
  definidos;	
  reconhecimento	
  pela	
  contribuição	
  	
  
para	
  os	
  resultados;	
  desenvolvimento	
  pessoal	
  e	
  profissional;	
  valorização	
  da	
  vida	
  
E	
  do	
  meio	
  ambiente;	
  inovação	
  e	
  qualidade;	
  empreendedorismo	
  e	
  ousadia	
  
São as formas pelas quais as organizações se relacionam com os Stakeholders,
ditando os seus escopos de atuação competitiva. A definição de políticas e sua
formalização parametrizam os limites da ação individual e servem de referência
para decisões.

A definiçao das políticas da organização deve considerar tais aspectos e, usualmente,
É agrupada em dois documentos principais:


•  O compromisso público, voltado para o público externo abrange a declaração
Dos princípios e valores da organização e seus compromissos com clientes, socios,
Investidores, e com os colaboradores;

•  O Código de conduta, voltado para o público interno, trata das regras de conduta
dos colaboradores e dos sócios envolvidos na gestão do negócio.


   Políticas
A	
  Missão	
  está	
  in8mamente	
  ligada	
  ao	
  Negócio.	
  A	
  declaração	
  da	
  
        Missão	
  apresenta	
  os	
  fins,	
  o	
  propósito	
  da	
  organização.	
  




Missão
Algumas	
  questões	
  básicas	
  que	
  devem	
  ser	
  respondidas	
  tais	
  como:	
  
	
  
-­‐	
  Qual	
  é	
  o	
  negócio	
  da	
  organização	
  e	
  como	
  ele	
  será	
  no	
  futuro?	
  	
  
-­‐	
  Quais	
  são	
  os	
  clientes	
  e	
  o	
  que	
  eles	
  consideram	
  como	
  valioso	
  na	
  
organização,	
  em	
  seus	
  produtos	
  e	
  serviços?	
  	
  
-­‐	
  Quais	
  serão	
  os	
  resultados	
  da	
  organização?	
  	
  
-­‐	
  A	
  quem	
  interessa	
  chegar	
  a	
  estes	
  resultados?	
  
                                                                                                              	
  
                                                                                                              	
  
                              	
  Esta	
  é	
  a	
  fase,	
  portanto,	
  de	
  se	
  refle0r	
  sobre	
  	
  
                                   a	
  intenção	
  estratégica	
  da	
  organização.	
  




     Missão
•  Enunciado	
  da	
  missão	
  deve	
  ser	
  construído	
  visando	
  o	
  longo	
  prazo,	
  pois	
  a	
  
    definição	
  de	
  missão	
  tem	
  vocação	
  para	
  a	
  eternidade.	
  A	
  Construção	
  de	
  
     uma	
  declaração	
  de	
  missão	
  implica	
  seleção	
  das	
  crenças	
  norteadoras	
  
   como	
  base	
  na	
  visão	
  empresarial	
  com	
  a	
  qual	
  as	
  pessoas	
  se	
  iden8ficam,	
  	
  
                    depositando	
  sua	
  fé	
  e	
  esperança	
  no	
  futuro	
  




  Missão
Os	
  interesses	
  dos	
  Stakeholders	
  influenciam	
  diretamente	
  na	
  definição	
  da	
  missão	
  

           Stakeholders	
                                        Interesse	
  
              Acionistas	
  	
           Retorno	
  do	
  capital	
  inves8do	
  e	
  perpetuação	
  da	
  
                  	
                                               empresa	
  
                  	
                                                     	
  
            Consumidores	
                                               	
  
                  	
                           Qualidade,sa8sfação,preço	
  e	
  prazo	
  
            Colaboradores	
                                              	
  
                  	
                    Salários,beneecios,qualificação,reconhecimento,	
  
                  	
                          estabilidade,condições	
  de	
  trabalho	
  e	
  
                  	
                                          desenvolvimento	
  
             Comunidade	
                                        Profissional	
  
                  	
                                                     	
  
                  	
                     Preocupação	
  com	
  meio	
  ambiente,qualidade	
  de	
  
            Fornecedores	
                     vida,	
  geração	
  de	
  empregos	
  e	
  renda	
  
                  	
                                                     	
  
                  	
                    Relações	
  comerciais	
  é8cas,estáveis,colabora8vas	
  
               Governo	
                              e	
  mutuamente	
  vantajosas	
  
                                                                         	
  
                                        Geração	
  de	
  tributos,inves8mentos	
  e	
  cooperação	
  
                                                 com	
  as	
  polí8cas	
  governamentais	
  
“organizar	
  as	
  informações	
  do	
  mundo	
  e	
  torná-­‐las	
  
                      	
  mundialmente	
  acessíveis	
  e	
  úteis"	
  



            “Experimentar	
  a	
  emoção	
  da	
  compe8ção,	
  da	
  vitória	
  e	
  de	
  	
  
                                   vencer	
  adversários."	
  




                                    “	
  Fazer	
  pessoas	
  felizes."	
  


             Atuar	
  de	
  forma	
  segura	
  e	
  rentável,	
  com	
  responsabilidade	
  social	
  e	
  ambiental,	
  	
  
nas	
  a8vidades	
  da	
  indústria	
  de	
  óleo,	
  gás	
  e	
  energia,	
  nos	
  mercados	
  nacional	
  e	
  internacional,	
  
        	
  fornecendo	
  produtos	
  e	
  serviços	
  adequados	
  às	
  necessidades	
  dos	
  seus	
  clientes	
  e	
  	
  
        contribuindo	
  para	
  o	
  desenvolvimento	
  do	
  Brasil	
  bem	
  como	
  dos	
  países	
  onde	
  atua	
  	
  
VISÃO	
  –	
  O	
  que	
  a	
  empresa	
  deseja	
  ser	
  no	
  futuro	
  
                                           	
  
            MISSÃO	
  –	
  A	
  razão	
  de	
  ser	
  da	
  empresa	
  hoje	
  
                                           	
  
 NEGÓCIO	
  –	
  Necessidades	
  do	
  mercado	
  atendidas	
  pela	
  empresa	
  




Resumo
ATIVIDADE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Planejamento estratégico de marketing
Planejamento estratégico de marketingPlanejamento estratégico de marketing
Planejamento estratégico de marketing
williamdaher
 
Planejamento de marketing
Planejamento de marketingPlanejamento de marketing
Planejamento de marketing
luizhsr
 
1.2 estrategia empresarial material inicial
1.2 estrategia empresarial material inicial1.2 estrategia empresarial material inicial
1.2 estrategia empresarial material inicial
seunoura
 
Aula 05 planejamento e estrategia
Aula 05   planejamento e estrategiaAula 05   planejamento e estrategia
Aula 05 planejamento e estrategia
Katia Gomide
 
Trabalho escrito plano e estratégia de marketing
Trabalho escrito plano e estratégia de marketingTrabalho escrito plano e estratégia de marketing
Trabalho escrito plano e estratégia de marketing
daavydsvaz
 
Modelo Planejamento EstratéGico 2009 Ppt
Modelo   Planejamento EstratéGico 2009   PptModelo   Planejamento EstratéGico 2009   Ppt
Modelo Planejamento EstratéGico 2009 Ppt
Dawison Calheiros
 

Mais procurados (20)

Planejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoPlanejamento Estratégico
Planejamento Estratégico
 
Planejamento estratégico de marketing
Planejamento estratégico de marketingPlanejamento estratégico de marketing
Planejamento estratégico de marketing
 
Planejamento Estratégico de Marketing - Officina Young & Basic
Planejamento Estratégico de Marketing - Officina Young & BasicPlanejamento Estratégico de Marketing - Officina Young & Basic
Planejamento Estratégico de Marketing - Officina Young & Basic
 
Planejamento de marketing
Planejamento de marketingPlanejamento de marketing
Planejamento de marketing
 
A VENDA NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING
A VENDA NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETINGA VENDA NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING
A VENDA NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING
 
Aula de Planejamento Estratégico de Marketing
Aula de Planejamento Estratégico de MarketingAula de Planejamento Estratégico de Marketing
Aula de Planejamento Estratégico de Marketing
 
Estratratégia de Marketing - Aula 19_10_08
Estratratégia de Marketing - Aula 19_10_08Estratratégia de Marketing - Aula 19_10_08
Estratratégia de Marketing - Aula 19_10_08
 
1.2 estrategia empresarial material inicial
1.2 estrategia empresarial material inicial1.2 estrategia empresarial material inicial
1.2 estrategia empresarial material inicial
 
Slides Planejamento Estrategico 2
Slides Planejamento Estrategico 2Slides Planejamento Estrategico 2
Slides Planejamento Estrategico 2
 
Tipos de Planejamento
Tipos de PlanejamentoTipos de Planejamento
Tipos de Planejamento
 
Aula 05 planejamento e estrategia
Aula 05   planejamento e estrategiaAula 05   planejamento e estrategia
Aula 05 planejamento e estrategia
 
Palestra estratégia empresarial
Palestra estratégia empresarialPalestra estratégia empresarial
Palestra estratégia empresarial
 
Estratégia em vendas: Inteligência, Planejamentos e Marketing
Estratégia em vendas: Inteligência, Planejamentos e MarketingEstratégia em vendas: Inteligência, Planejamentos e Marketing
Estratégia em vendas: Inteligência, Planejamentos e Marketing
 
Plano de Marketing para Pequenas e Médias Empresas
Plano de Marketing para Pequenas e Médias EmpresasPlano de Marketing para Pequenas e Médias Empresas
Plano de Marketing para Pequenas e Médias Empresas
 
Cap2 planeamento estratégico
Cap2 planeamento estratégicoCap2 planeamento estratégico
Cap2 planeamento estratégico
 
Trabalho escrito plano e estratégia de marketing
Trabalho escrito plano e estratégia de marketingTrabalho escrito plano e estratégia de marketing
Trabalho escrito plano e estratégia de marketing
 
Estratégia Empresarial Janaira Franca
Estratégia Empresarial Janaira FrancaEstratégia Empresarial Janaira Franca
Estratégia Empresarial Janaira Franca
 
Modelo Planejamento EstratéGico 2009 Ppt
Modelo   Planejamento EstratéGico 2009   PptModelo   Planejamento EstratéGico 2009   Ppt
Modelo Planejamento EstratéGico 2009 Ppt
 
Plano Marketing
Plano Marketing Plano Marketing
Plano Marketing
 
Estratégia de Negócios
Estratégia de NegóciosEstratégia de Negócios
Estratégia de Negócios
 

Destaque

Identificando oportunidades - BCG
Identificando oportunidades  - BCGIdentificando oportunidades  - BCG
Identificando oportunidades - BCG
Bruno Mastrocolla
 
Planejamento de mídia - Etapa 3
Planejamento de mídia - Etapa 3Planejamento de mídia - Etapa 3
Planejamento de mídia - Etapa 3
Bruno Mastrocolla
 
E-book Matriz BCG | Série: Ferramentas de Planejamento na Gestão de Negócios
E-book Matriz BCG | Série: Ferramentas de Planejamento na Gestão de NegóciosE-book Matriz BCG | Série: Ferramentas de Planejamento na Gestão de Negócios
E-book Matriz BCG | Série: Ferramentas de Planejamento na Gestão de Negócios
Leonardo Hideki Anagusko
 
Trade marketing e merchandising
Trade marketing e merchandisingTrade marketing e merchandising
Trade marketing e merchandising
Reinaldo Cirilo
 
Como elaborar um plano de marketing 1
Como elaborar um plano de marketing 1Como elaborar um plano de marketing 1
Como elaborar um plano de marketing 1
samita_melo
 

Destaque (20)

Identificando oportunidades - BCG
Identificando oportunidades  - BCGIdentificando oportunidades  - BCG
Identificando oportunidades - BCG
 
Plano de Marketing - passo a passo
Plano de Marketing - passo a passoPlano de Marketing - passo a passo
Plano de Marketing - passo a passo
 
Como Elaborar um Plano de Marketing
Como Elaborar um Plano de MarketingComo Elaborar um Plano de Marketing
Como Elaborar um Plano de Marketing
 
Slides aula 7 plano de negócios - fundamentos e estrutura rev.sam
Slides aula 7   plano de negócios - fundamentos e estrutura rev.samSlides aula 7   plano de negócios - fundamentos e estrutura rev.sam
Slides aula 7 plano de negócios - fundamentos e estrutura rev.sam
 
ABVCAP Insper Business Plan e Valuation Final
ABVCAP Insper Business Plan e Valuation FinalABVCAP Insper Business Plan e Valuation Final
ABVCAP Insper Business Plan e Valuation Final
 
Planejamento de mídia - Etapa 3
Planejamento de mídia - Etapa 3Planejamento de mídia - Etapa 3
Planejamento de mídia - Etapa 3
 
Evolucao do marketing
Evolucao do marketingEvolucao do marketing
Evolucao do marketing
 
Curso mercado livre em 7 passos - 1 passo
Curso mercado livre em 7 passos -  1 passoCurso mercado livre em 7 passos -  1 passo
Curso mercado livre em 7 passos - 1 passo
 
Evolução do Marketing
Evolução do MarketingEvolução do Marketing
Evolução do Marketing
 
Perfil Psicográfico
Perfil PsicográficoPerfil Psicográfico
Perfil Psicográfico
 
E-book Matriz BCG | Série: Ferramentas de Planejamento na Gestão de Negócios
E-book Matriz BCG | Série: Ferramentas de Planejamento na Gestão de NegóciosE-book Matriz BCG | Série: Ferramentas de Planejamento na Gestão de Negócios
E-book Matriz BCG | Série: Ferramentas de Planejamento na Gestão de Negócios
 
Mercado de trabalho desafios e oportunidades
Mercado de trabalho desafios e oportunidadesMercado de trabalho desafios e oportunidades
Mercado de trabalho desafios e oportunidades
 
03 ciclo de vida e matriz bcg
03   ciclo de vida e matriz bcg03   ciclo de vida e matriz bcg
03 ciclo de vida e matriz bcg
 
Ciclo de vida do Produto e Oportunidades de Marketing
Ciclo de vida do Produto e Oportunidades de MarketingCiclo de vida do Produto e Oportunidades de Marketing
Ciclo de vida do Produto e Oportunidades de Marketing
 
Trade marketing e merchandising
Trade marketing e merchandisingTrade marketing e merchandising
Trade marketing e merchandising
 
Como elaborar um plano de marketing 1
Como elaborar um plano de marketing 1Como elaborar um plano de marketing 1
Como elaborar um plano de marketing 1
 
Plano De Marketing Modelo
Plano De Marketing ModeloPlano De Marketing Modelo
Plano De Marketing Modelo
 
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e InovaçãoPós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
 
Aulas - Marketing II - 2007 - Prof. Sergio.Jr
Aulas - Marketing II - 2007 - Prof. Sergio.JrAulas - Marketing II - 2007 - Prof. Sergio.Jr
Aulas - Marketing II - 2007 - Prof. Sergio.Jr
 
Plano de Marketing Cacau Show (Chocolate Quente) 2010
Plano de Marketing  Cacau Show (Chocolate Quente) 2010Plano de Marketing  Cacau Show (Chocolate Quente) 2010
Plano de Marketing Cacau Show (Chocolate Quente) 2010
 

Semelhante a Planejamento Estratégico de Marketing - Aula 2

E-Book Design Thinking: Ideias e Aplicacões E-Consulting Corp. 2012
E-Book Design Thinking: Ideias e Aplicacões E-Consulting Corp. 2012E-Book Design Thinking: Ideias e Aplicacões E-Consulting Corp. 2012
E-Book Design Thinking: Ideias e Aplicacões E-Consulting Corp. 2012
E-Consulting Corp.
 
Fatores criticos de sucesso - Aula 3
Fatores criticos de sucesso - Aula 3Fatores criticos de sucesso - Aula 3
Fatores criticos de sucesso - Aula 3
Bruno Mastrocolla
 
E-Book Gestão de Stakeholders DOM Strategy Partners 2010
 E-Book Gestão de Stakeholders DOM Strategy Partners 2010 E-Book Gestão de Stakeholders DOM Strategy Partners 2010
E-Book Gestão de Stakeholders DOM Strategy Partners 2010
DOM Strategy Partners
 
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo SávioAula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Rodrigo Sávio
 
Palestra Administração Competitiva
Palestra Administração CompetitivaPalestra Administração Competitiva
Palestra Administração Competitiva
sebraeleste1
 
Palestra sobre Advocacia Avançada, por Lara Selem
Palestra sobre Advocacia Avançada, por Lara SelemPalestra sobre Advocacia Avançada, por Lara Selem
Palestra sobre Advocacia Avançada, por Lara Selem
Lara Selem
 
Gestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoalGestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoal
Rodrigo Cristóvão
 
Administração+competitiva
Administração+competitivaAdministração+competitiva
Administração+competitiva
Andreia Figueira
 

Semelhante a Planejamento Estratégico de Marketing - Aula 2 (20)

Planejamento Estratégico para Empresas - APADi
Planejamento Estratégico para Empresas - APADiPlanejamento Estratégico para Empresas - APADi
Planejamento Estratégico para Empresas - APADi
 
Aula 1 Gestao De Rh 2009.1
Aula 1  Gestao De Rh 2009.1Aula 1  Gestao De Rh 2009.1
Aula 1 Gestao De Rh 2009.1
 
Aulas02 Estrategia
Aulas02 EstrategiaAulas02 Estrategia
Aulas02 Estrategia
 
Bcsd port 1
Bcsd port 1Bcsd port 1
Bcsd port 1
 
Organizaç]ao geral de empresas hoteleiras eduardo faraco
Organizaç]ao geral de empresas hoteleiras   eduardo faracoOrganizaç]ao geral de empresas hoteleiras   eduardo faraco
Organizaç]ao geral de empresas hoteleiras eduardo faraco
 
E-Book Design Thinking: Ideias e Aplicacões E-Consulting Corp. 2012
E-Book Design Thinking: Ideias e Aplicacões E-Consulting Corp. 2012E-Book Design Thinking: Ideias e Aplicacões E-Consulting Corp. 2012
E-Book Design Thinking: Ideias e Aplicacões E-Consulting Corp. 2012
 
Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2
 
Planejamento Estrátegico
Planejamento EstrátegicoPlanejamento Estrátegico
Planejamento Estrátegico
 
Fatores criticos de sucesso - Aula 3
Fatores criticos de sucesso - Aula 3Fatores criticos de sucesso - Aula 3
Fatores criticos de sucesso - Aula 3
 
E-Book Gestão de Stakeholders DOM Strategy Partners 2010
 E-Book Gestão de Stakeholders DOM Strategy Partners 2010 E-Book Gestão de Stakeholders DOM Strategy Partners 2010
E-Book Gestão de Stakeholders DOM Strategy Partners 2010
 
SARH - portfólio e artigos
SARH - portfólio e artigosSARH - portfólio e artigos
SARH - portfólio e artigos
 
Palestra: Porque Bons Programas de Liderança Falham
Palestra: Porque Bons Programas de Liderança FalhamPalestra: Porque Bons Programas de Liderança Falham
Palestra: Porque Bons Programas de Liderança Falham
 
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo SávioAula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
 
Palestra Administração Competitiva
Palestra Administração CompetitivaPalestra Administração Competitiva
Palestra Administração Competitiva
 
Palestra sobre Advocacia Avançada, por Lara Selem
Palestra sobre Advocacia Avançada, por Lara SelemPalestra sobre Advocacia Avançada, por Lara Selem
Palestra sobre Advocacia Avançada, por Lara Selem
 
Gestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoalGestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoal
 
Definições estratégicas iniciais 2012_01
Definições estratégicas iniciais 2012_01Definições estratégicas iniciais 2012_01
Definições estratégicas iniciais 2012_01
 
Instrumentos de Comunicação Empresarial
Instrumentos de Comunicação EmpresarialInstrumentos de Comunicação Empresarial
Instrumentos de Comunicação Empresarial
 
Código de Ética nas empresas: principais objetivos e como organizá-lo!
Código de Ética nas empresas: principais objetivos e como organizá-lo! Código de Ética nas empresas: principais objetivos e como organizá-lo!
Código de Ética nas empresas: principais objetivos e como organizá-lo!
 
Administração+competitiva
Administração+competitivaAdministração+competitiva
Administração+competitiva
 

Mais de Bruno Mastrocolla (15)

Gestão da Marca pdf6
Gestão da Marca pdf6Gestão da Marca pdf6
Gestão da Marca pdf6
 
Gestão da Marca pdf5
Gestão da Marca pdf5Gestão da Marca pdf5
Gestão da Marca pdf5
 
Gestão da Marca pdf3
Gestão da Marca pdf3Gestão da Marca pdf3
Gestão da Marca pdf3
 
Gestão da Marca pdf2
Gestão da Marca pdf2Gestão da Marca pdf2
Gestão da Marca pdf2
 
Gestão da Marca pdf1
Gestão da Marca pdf1Gestão da Marca pdf1
Gestão da Marca pdf1
 
Gestao de Marcas pdf7
Gestao de Marcas pdf7Gestao de Marcas pdf7
Gestao de Marcas pdf7
 
Radio, tv e cinema
Radio, tv e cinemaRadio, tv e cinema
Radio, tv e cinema
 
Planejamento de comunicacao
Planejamento de comunicacaoPlanejamento de comunicacao
Planejamento de comunicacao
 
Jornal e revista
Jornal e revistaJornal e revista
Jornal e revista
 
Briefing pdf
Briefing pdfBriefing pdf
Briefing pdf
 
Aula - Arquitetura Estratégica
Aula - Arquitetura EstratégicaAula - Arquitetura Estratégica
Aula - Arquitetura Estratégica
 
Criação Publicitária
Criação PublicitáriaCriação Publicitária
Criação Publicitária
 
Projeto integrado - Etapa Planejamento
Projeto integrado - Etapa PlanejamentoProjeto integrado - Etapa Planejamento
Projeto integrado - Etapa Planejamento
 
Briefing - 1 Etapa
Briefing - 1 EtapaBriefing - 1 Etapa
Briefing - 1 Etapa
 
Projeto Integrado Game
Projeto Integrado GameProjeto Integrado Game
Projeto Integrado Game
 

Último

Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
anapsuls
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 

Último (20)

Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 

Planejamento Estratégico de Marketing - Aula 2

  • 1. PEM AULA 2 – BRUNO MASTROCOLLA! @Mastrocolla!
  • 2. QUAIS SÃO OS COMPONENTES DO PEM? Fatores   Obje8vos  e   Programa  de   VISÃO   Crí8cos  do   Metas   Ação   Iden8ficação     Est.  corpora8va   VALORES   Sucesso   Implementação   Oportunidades   e  mix  de  mkt   MISSÃO     Est.  Compe8viva   Projetos  e     do  Mercado   Avaliações   NEGÓCIO   Análise  de   Cadeia  de  Valor   Cenários   financeiras   Posicionamento   FEEDBACK  E  CONTROLE  
  • 3. O  Negócio   Perceber  o  verdadeiro  negócio  da  empresa  é  a8vidade  aparentemente  óbvia,     entretanto,  muitas  vezes,  as  organizações  perdem  o  foco  da  inserção  do  negócio     no  contexto  e  podem  sucumbir.  
  • 4. negócio  era  focado  na  indústria  química  enquanto  a  tecnologia  da  fotografia  incluía    principalmente  o  processamento  fotoquímico  da  imagem   1990, o negócio da empresa começou a ser redefinido a fim de acompanhar o desenvolvimento da tecnologia digital.
  • 5. As   organizações   são   criadas   para   um   determinado   fim.   À   medida   que   o   tempo   passa,  muitas  coisas  acontecem.  Além  disso,   devido   aos   mais   variados   mo8vos,   os   fundadores  são  afastados  da  administração.     Visão
  • 6. Segundo Chiavenato & Sapiro: "A  elaboração  da  visão  e  negócios  é  um   processo  carregado  de  emoção,  pois  o  que   se  procura  reconhecer  é  o  propósito  de  ser   da  organização”.     Ainda  segundo  os  autores:  “A  visão  de   negócios  deve  ser  sucinta,  mas  mantendo   sua  capacidade  de  fazer  sonhar  e  incen8var   o  compromisso  de  todos  os  interessados.   muitas  vezes  ela  é  expressa  em  slogans”.   Visão
  • 7. •  “ Ser uma empresa siderúrgica internacional de classe mundial” •  “Ser reconhecido por colaboradores,parceiros,clientes e segmento onde atua,como uma das mais importantes referências mundiais em beleza e fazer que suas ações para a preservação da vida estabeleçam uma forte identificação com a sociedade” •  “A empresa se diferenciará pela imagem de sua marca, por excelência nos serviços,inovação e qualidade dos produtos”
  • 8. A  Visão  de  futuro  é  o  ponto  de  Par8da  do  planejamento  estratégico.       É  o  que  idealiza  a  empresa.    A  declaração  de  visão  das  organizações   e  deve  ser  construida  com  base     nos  seus  valores,   Sonhos,  desejos  e  ambiçoes.  
  • 9. Crenças  básicas,  os  ideais  e  é8ca  que  são  levados  em  consideração  por  ocasião   da  tomada    de  decisão  na  organização.     As  organizações  que  possuem  valores  posi8vos  levam  vantagem.  Em   momentos  de  crise  eles  são  muito  importantes  na  construção  da  reação  da   empresa.     A  escola  de  valores  é  que  definie  a  hierarquia  de  prioridades  de  uma   organização,  assim  como  serve  de  base  para  o  estabelecimento  das  regras  de   conduta  de  todos  os  seus  componentes.   Valores
  • 10. Cliente  sa8sfeito;  pessoas  realizadas;  segurança  todal  no  ambiente   de  trabalho;  qualidade  em  tudo  que  faz;  segurança  e  solidez;  seriedade  com     Todos  os  publicos  e  lucro  como  medida  de  desempenho             Respeito  e  comprome8mento  mútuos;  par8cipação  e  trabalho  em     Equipe;  obje8vos  e  metas  claros  e  definidos;  reconhecimento  pela  contribuição     para  os  resultados;  desenvolvimento  pessoal  e  profissional;  valorização  da  vida   E  do  meio  ambiente;  inovação  e  qualidade;  empreendedorismo  e  ousadia  
  • 11. São as formas pelas quais as organizações se relacionam com os Stakeholders, ditando os seus escopos de atuação competitiva. A definição de políticas e sua formalização parametrizam os limites da ação individual e servem de referência para decisões. A definiçao das políticas da organização deve considerar tais aspectos e, usualmente, É agrupada em dois documentos principais: •  O compromisso público, voltado para o público externo abrange a declaração Dos princípios e valores da organização e seus compromissos com clientes, socios, Investidores, e com os colaboradores; •  O Código de conduta, voltado para o público interno, trata das regras de conduta dos colaboradores e dos sócios envolvidos na gestão do negócio. Políticas
  • 12. A  Missão  está  in8mamente  ligada  ao  Negócio.  A  declaração  da   Missão  apresenta  os  fins,  o  propósito  da  organização.   Missão
  • 13. Algumas  questões  básicas  que  devem  ser  respondidas  tais  como:     -­‐  Qual  é  o  negócio  da  organização  e  como  ele  será  no  futuro?     -­‐  Quais  são  os  clientes  e  o  que  eles  consideram  como  valioso  na   organização,  em  seus  produtos  e  serviços?     -­‐  Quais  serão  os  resultados  da  organização?     -­‐  A  quem  interessa  chegar  a  estes  resultados?        Esta  é  a  fase,  portanto,  de  se  refle0r  sobre     a  intenção  estratégica  da  organização.   Missão
  • 14. •  Enunciado  da  missão  deve  ser  construído  visando  o  longo  prazo,  pois  a   definição  de  missão  tem  vocação  para  a  eternidade.  A  Construção  de   uma  declaração  de  missão  implica  seleção  das  crenças  norteadoras   como  base  na  visão  empresarial  com  a  qual  as  pessoas  se  iden8ficam,     depositando  sua  fé  e  esperança  no  futuro   Missão
  • 15. Os  interesses  dos  Stakeholders  influenciam  diretamente  na  definição  da  missão   Stakeholders   Interesse   Acionistas     Retorno  do  capital  inves8do  e  perpetuação  da     empresa       Consumidores       Qualidade,sa8sfação,preço  e  prazo   Colaboradores       Salários,beneecios,qualificação,reconhecimento,     estabilidade,condições  de  trabalho  e     desenvolvimento   Comunidade   Profissional         Preocupação  com  meio  ambiente,qualidade  de   Fornecedores   vida,  geração  de  empregos  e  renda         Relações  comerciais  é8cas,estáveis,colabora8vas   Governo   e  mutuamente  vantajosas     Geração  de  tributos,inves8mentos  e  cooperação   com  as  polí8cas  governamentais  
  • 16.
  • 17. “organizar  as  informações  do  mundo  e  torná-­‐las    mundialmente  acessíveis  e  úteis"   “Experimentar  a  emoção  da  compe8ção,  da  vitória  e  de     vencer  adversários."   “  Fazer  pessoas  felizes."   Atuar  de  forma  segura  e  rentável,  com  responsabilidade  social  e  ambiental,     nas  a8vidades  da  indústria  de  óleo,  gás  e  energia,  nos  mercados  nacional  e  internacional,    fornecendo  produtos  e  serviços  adequados  às  necessidades  dos  seus  clientes  e     contribuindo  para  o  desenvolvimento  do  Brasil  bem  como  dos  países  onde  atua    
  • 18. VISÃO  –  O  que  a  empresa  deseja  ser  no  futuro     MISSÃO  –  A  razão  de  ser  da  empresa  hoje     NEGÓCIO  –  Necessidades  do  mercado  atendidas  pela  empresa   Resumo