SlideShare uma empresa Scribd logo
Indicadores de RH e metas
Organizacionais
Vanessa Godói
Planejamento estratégico
 Construção de medição de desempenho e de níveis de
indicadores;
 Construção de medição de desempenho e de níveis de
indicadores;
 Objetivos estratégicos do RH alinhados com estratégia da
corporação;
 Indicadores de RH e referencias de benchmarking “pró
atividade, operacional”;
 Divulgação e acompanhamento de resultados.
CONCEITOS FUNDAMENTAIS
RESPEITAR OS PONTOS DE VISTAS
CONCEITOS FUNDAMENTAIS
Ater-se aos conceitos
CONCEITOS FUNDAMENTAIS
ESTUDAR O TODO E EM PARTES PARA ANALISAR
CONCEITOS FUNDAMENTAIS
O que não se avalia e mede não se gerência
AVALIAR E MEDIR
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E
PERSPECTIVAS DE NEGÓCIO
 QUAL A CULTURA DA ORGANIZAÇÃO?
 MAPEAMENTO DA ORGANIZAÇÃO;
 PESQUISA ORGANIZACIONAL 360°;
 QUAL A PROGRAMAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 2, 4 E 5
ANOS PARA A ORGANIZAÇÃO;
 METAS E OBJETIVOS A DEFINIR...
FINANCEIRO ITENS DE CONTROLE 2011 2012 2013 2014 RESPONSÁVEL
1) Garantir rentabilidade e lucratividade para a organização FATURAMENTO
2) Reduzir o ciclo financeiro, deslocando a estratégia de INADIMPLÊNCIA
Financiamento de clientes, como cheques pré RENTABILIDADE
MARKETING/ COMERCIAL ITENS DE CONTROLE
1) Desenvolvimento de novos produtos e serviços afins, para Satisfação do cliente
garantir a estabilidade do faturamento Faturamento
2) Aumentar as vendas no segmentos de mercado Devolução
estratégico Vendas direta
3) Intensificar a atuação em novas regiões Vendas de malhas
4) Atenção na reestruturação do departamento comercial. Loja Própria
5) Atendimento e pós vendas
OPERAÇÕES ITENS DE CONTROLE
1) Modernizar nossos processos, serviços e produtos Produto não conforme
2) Reestruturar nosso processos fabris com novos sistemas Produtividade
de produção Perdas
3) Fazer a gestão de processo em todos os departamentos Prazo de entrega
Indice de qualidade
Tempo de processo por
PESSOAS produto
1) Treinamento das equipes internas e externas para atender Rotatividade
os objetivos da empresa Absenteísmo
2) Promover a comprometimento dos colaboradores nos Horas extras
novos objetivos, fortalecendo o ambiente interno Horas treinamento
OBJETIVOS, ITENS DE CONTROLE, METAS E
RESPONSÁVEIS
NEGÓCIO
Analise do ambiente
externo
MISSÃO
Análise do ambiente
interno
VISÃOVALORES
OBJETIVOS
ESTRATÉGICOS
PLANO DE
AÇÃO
CONTRATO DE
GESTÃO
RAM
REUNIÃO DE
ACOMPANHAMEN
TO MENSAL
METAS
ITENS DE CONTROLE
RESPONSÁVEIS
ETAPAS
RESULTADOS
GLOBAL
INDIVIDUAL
PLANO PILOTO
AVALIAÇÃO E
CORREÇÃO
OBJETIVOS METAS X PROJETOS
DETALHAMENTO DO PROJETO
O QUE QUEM QUANDO ONDE COMO POR QUÊ
DIVISÃO EM PERSPECTIVAS DO
NEGÓCIO
INDICADORES
 Motivação
 Funcionam como ferramentas que conduzem ao
comportamento desejado;
 Fornecem às pessoas o direcionamento que precisam para
atingir a estratégia da empresa;
 Avaliação da Estratégia e do Aprendizado;
 Gestores utilizam indicadores para avaliar o progresso da
empresa em direção aos objetivos estratégicos;
 Os indicadores mostram a relação entre os objetivos
estratégicos e são um teste permanente da validade;
INDICADORES
 Metas;
 Estabelecer e comunicar o nível esperado
de desempenho à empresa ;
 Possibilitar que as pessoas compreendam qual é a sua
contribuição à estratégia geral da empresa;
 Concentrar as atenções da empresa em melhorias;
 Determinar o grau de esforço necessário para atingir o
objetivo estratégico.
GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS
OBJETIVOS ESTRATÉGICOS
 Obsessão de vencer, localizada em todos os níveis da
organização;
 Focaliza a atenção de todos na essência da conquista;
 Permanece estável através do longo tempo que envolve o
trabalho;
 Merece considerável esforço e compromisso pessoal
 É claro com respeito aos fins, flexível quanto aos meios e
deixa espaço para inovação;
 Requer ampla divulgação para construção da motivação do
pessoal .
DEFINIÇÃO DOS OBJETIVOS EM
CAMPOS DE RESULTADOS
Econômico Financeiro Financeira Financeira
Mercado e Imagem Mercado e Clientes Clientes
Qualidade para o Cliente Inovação Aprendizagem
Tecnologia e Processos Processos Interna
Patrimônio Humano Pessoas
Aquisição e fornecedores
OBJETIVOS ESTRATÉGICOS
 ECONÔMICO FINANCEIRO –
 Garantir rentabilidade e lucratividade para os acionistas
 Reduzir o ciclo financeiro, deslocando a estratégia de financiamento de
clientes
 Aplicar ações mais rigorosas na concessão de crédito e na cobrança das
duplicatas em carteira
 MERCADO / IMAGEM –
 Desenvolvimento de novos produtos e serviços afins, para garantir a
estabilidade do faturamento
 Aumentar as vendas no segmentos de mercado estratégico
 Intensificar a atuação em novas regiões
 Atenção na reestruturação do departamento comercial,
 QUALIDADE P/ CLIENTE –
 Manter o nível de qualidade sempre crescente, utilizá-lo como
argumento em todas as nossas ações (compras, vendas ou serviços)
 Certificar nossas linhas de produto
 Parceiros que ofereçam produtos e serviços afins com qualidade
 Atendimento
 TECNOLOGIA E PROCESSO
 Através do compartilhamento de empresas afins, nacionais e
internacionais, modernizar nossos processos, serviços e produtos
 Reestruturar nosso processos fabris com novos sistemas de produção
 Fazer a gestão de processo em todos os departamentos
 PATRIMÔNIO HUMANO –
 Treinamento das equipes internas e externas para atender os objetivos
da empresa
 Promover o comprometimento dos colaboradores nos novos objetivos,
fortalecendo o ambiente interno participativo e reconhecendo as
contribuições individuais.
DEFINIÇÕES DA ORGANIZAÇÃO
 DEFINIR OBJETIVOS;
 ESTABELECER METAS E INDICADORES;
 CRIAR AÇÃOES ESTRATÉGICAS;
 ELABORAÇÃO DE PLANO DE AÇÃO;
COMO FAZER
 OBJETIVOS
 São alvos ou situações que a empresa pretende
atingir.
 Determina para onde a empresa deve dirigir seus
esforços
 Deve atender todas as perspectivas ou campo de
resultados
 ESTABELECER METAS E INDICADORES
 META é a quantificação mensurável das etapas dos
objetivos. • INDICADOR: serve avaliar e verificar os
efeitos das ações.

COMO FAZER
 CRIAR AÇÕES ESTRATÉGICAS
 É decidir onde a empresa vai aplicar os recursos.
 Focar nas oportunidades identificadas, neutralizar os
pontos fracos, Reduzir os impactos das ameaças,
 Aproveitar os pontos fortes da empresas.
 ELABORAR PLANO DE AÇÃO
 Documento formal, simples e imprescindível para a
implementação do Planejamento
 Estratégico da empresa. • Especificar as ações para
cada estratégia definida, com prazos, recursos e
responsáveis.
INDICADORES DE RH E REFERENCIA
EM BENCHMARKETING
 Benchmarking
 O Benchmarking é um método utilizado pelas empresas para
melhorar a sua gestão, mediante a realização contínua e sistemática de
levantamentos, comparações e análises de práticas, processos, produtos
e serviços prestados por outras empresas, normalmente reconhecidas
como representantes das melhores práticas.
 O processo gera informações importantes para que as empresas
conheçam diferentes maneiras de lidar com situações e problemas
semelhantes e, desta forma, contribui para que possam aperfeiçoar os
seus próprios processos de trabalho e determinar as "melhores" práticas
para um processo ou produto em particular.
 Consciente do potencial do benchmarking enquanto ferramenta de
apoio à gestão
QUAIS SÃO OS INDICADORES PARA
ACOMPANHAR O DESEMPENHO DO RH
 Rotatividade
 Absenteísmo
 Horas extras
 Horas treinamento Satisfação
 1) Garantir rentabilidade e lucratividade
 2) Reduzir o ciclo financeiro
ESTRATÉGIA
 QUADRO DE PESSOAL
 TREINAMENTO
 TUNOVER
 CUSTO DO CAPITAL HUMANO
 SATISFAÇÃO DO COLABORADOR
 CUSTO FUNÇÃO RH
 PAGAMENTO ADEQUADO COM MERCADO
 RETENÇÃO
 PRODUTIVIDADE
 OUTROS
 ADVERSIDADE
Vendas
PLANILHA DE INDICADORES DE
DESEMPENHO DO RH
A planilha contém 105 indicadores de desempenho
divididos em:
 Indicadores para Eficácia Organizacional
 (13 indicadores);
 Indicadores para a Estrutura do RH
 (14 indicadores);
 Indicadores para Remuneração (19 indicadores);
 Indicadores para Benefícios (09 indicadores);
PLANILHA DE INDICADORES DE
DESEMPENHO DO RH
 Indicadores para Absenteísmo e Rotatividade
(06 indicadores);
 Indicadores de Recrutamento e Seleção
(15 indicadores);
 Indicadores de Treinamento e Desenvolvimento
(10 indicadores);
 Indicadores para Saúde e Segurança no Trabalho
(07 indicadores);
 Indicadores para Relações Trabalhistas e Sindicais
indicadores;
 Indicadores para Perfil dos Recursos Humanos
(07 indicadores).
DIFERENÇAS
 1. Diferença entre indicador e meta
 2. O que podem ser os indicadores de RH e como eles
influenciam na organização como um todo
 3. O que é estratégico e o que é indicador de manutenção
 4. Como acontece este processo de definição de
indicadores nas empresas e a apresentação
 5. Quando é a hora de mudar o indicador, qual a disciplina
 6. Que competências precisam se adquiridas pelo
profissional de RH para lidar com isto
Estruturação de um rh (1)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Indicadores do sucesso da força de trabalho
Indicadores do sucesso da força de trabalhoIndicadores do sucesso da força de trabalho
Indicadores do sucesso da força de trabalho
Territorio Humano
 
Aula atualizada sobre Indicadores de RH
Aula atualizada sobre Indicadores de RHAula atualizada sobre Indicadores de RH
Aula atualizada sobre Indicadores de RH
Kenneth Corrêa
 
Evolução do RH, Cenários, Diagnóstico e Planejamento estratégico de RH
Evolução do RH, Cenários, Diagnóstico e Planejamento estratégico de RHEvolução do RH, Cenários, Diagnóstico e Planejamento estratégico de RH
Evolução do RH, Cenários, Diagnóstico e Planejamento estratégico de RH
Adelia Araujo
 
Passo a passo para definir Indicadores
Passo a passo para definir IndicadoresPasso a passo para definir Indicadores
Passo a passo para definir Indicadores
Felipe Goulart
 
Planejamento estratégico unijipa.ppt
Planejamento estratégico   unijipa.pptPlanejamento estratégico   unijipa.ppt
Planejamento estratégico unijipa.ppt
Marcelo Augusto M. Barbosa
 
Palestra - Indicadores da Gestão de RH como Ferramentas Estratégicas
Palestra - Indicadores da Gestão de RH como Ferramentas EstratégicasPalestra - Indicadores da Gestão de RH como Ferramentas Estratégicas
Palestra - Indicadores da Gestão de RH como Ferramentas Estratégicas
Clube de RH de Extrema e Região
 
As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas - Balanced Scorecard
As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas -  Balanced Scorecard As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas -  Balanced Scorecard
As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas - Balanced Scorecard
Luis Eduardo Carvalho
 
Foco De Rh No Resultado Da Empresa Parte 2
Foco De Rh No Resultado Da Empresa Parte 2Foco De Rh No Resultado Da Empresa Parte 2
Foco De Rh No Resultado Da Empresa Parte 2
Valter Borlina
 
Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2
Ugor Silva
 
Separata do livro 100 indicadores da gestão estratégica de rh
Separata do livro 100 indicadores da gestão estratégica de rhSeparata do livro 100 indicadores da gestão estratégica de rh
Separata do livro 100 indicadores da gestão estratégica de rh
Clube de RH de Extrema e Região
 
Planejamento empresarial p1
Planejamento empresarial p1Planejamento empresarial p1
Planejamento empresarial p1
Silvio Carlos Valentini
 
1026 planejamento tático e operacional
1026 planejamento tático e operacional1026 planejamento tático e operacional
1026 planejamento tático e operacional
Carine Fraga Paiva
 
Gestao de Desempenho - Sferas Consultoria 2014
Gestao de Desempenho - Sferas Consultoria 2014Gestao de Desempenho - Sferas Consultoria 2014
Gestao de Desempenho - Sferas Consultoria 2014
SFERAS CONSULTORIA
 
Slide planejamento estratégico
Slide planejamento estratégicoSlide planejamento estratégico
Slide planejamento estratégico
Larissa_cog
 
Elaboração de Planejamento Estratégico e Ferramentas de Implementação
Elaboração de Planejamento Estratégico e Ferramentas de ImplementaçãoElaboração de Planejamento Estratégico e Ferramentas de Implementação
Elaboração de Planejamento Estratégico e Ferramentas de Implementação
Michel Freller
 
Exercicio de Planejamento Estrategico
Exercicio de Planejamento EstrategicoExercicio de Planejamento Estrategico
Exercicio de Planejamento Estrategico
PAULO RICARDO FLORES
 
23544 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 1
23544 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 123544 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 1
23544 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 1
guest06f340
 
26094 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 5
26094 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 526094 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 5
26094 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 5
guest4a78bd
 
Recrutamento e seleção de pessoas
Recrutamento e seleção de pessoasRecrutamento e seleção de pessoas
Recrutamento e seleção de pessoas
Ramos, Luiz Ramos
 
Portfólio Rise Consulting - Out'13
Portfólio Rise Consulting - Out'13Portfólio Rise Consulting - Out'13
Portfólio Rise Consulting - Out'13
riseconsulting
 

Mais procurados (20)

Indicadores do sucesso da força de trabalho
Indicadores do sucesso da força de trabalhoIndicadores do sucesso da força de trabalho
Indicadores do sucesso da força de trabalho
 
Aula atualizada sobre Indicadores de RH
Aula atualizada sobre Indicadores de RHAula atualizada sobre Indicadores de RH
Aula atualizada sobre Indicadores de RH
 
Evolução do RH, Cenários, Diagnóstico e Planejamento estratégico de RH
Evolução do RH, Cenários, Diagnóstico e Planejamento estratégico de RHEvolução do RH, Cenários, Diagnóstico e Planejamento estratégico de RH
Evolução do RH, Cenários, Diagnóstico e Planejamento estratégico de RH
 
Passo a passo para definir Indicadores
Passo a passo para definir IndicadoresPasso a passo para definir Indicadores
Passo a passo para definir Indicadores
 
Planejamento estratégico unijipa.ppt
Planejamento estratégico   unijipa.pptPlanejamento estratégico   unijipa.ppt
Planejamento estratégico unijipa.ppt
 
Palestra - Indicadores da Gestão de RH como Ferramentas Estratégicas
Palestra - Indicadores da Gestão de RH como Ferramentas EstratégicasPalestra - Indicadores da Gestão de RH como Ferramentas Estratégicas
Palestra - Indicadores da Gestão de RH como Ferramentas Estratégicas
 
As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas - Balanced Scorecard
As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas -  Balanced Scorecard As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas -  Balanced Scorecard
As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas - Balanced Scorecard
 
Foco De Rh No Resultado Da Empresa Parte 2
Foco De Rh No Resultado Da Empresa Parte 2Foco De Rh No Resultado Da Empresa Parte 2
Foco De Rh No Resultado Da Empresa Parte 2
 
Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2
 
Separata do livro 100 indicadores da gestão estratégica de rh
Separata do livro 100 indicadores da gestão estratégica de rhSeparata do livro 100 indicadores da gestão estratégica de rh
Separata do livro 100 indicadores da gestão estratégica de rh
 
Planejamento empresarial p1
Planejamento empresarial p1Planejamento empresarial p1
Planejamento empresarial p1
 
1026 planejamento tático e operacional
1026 planejamento tático e operacional1026 planejamento tático e operacional
1026 planejamento tático e operacional
 
Gestao de Desempenho - Sferas Consultoria 2014
Gestao de Desempenho - Sferas Consultoria 2014Gestao de Desempenho - Sferas Consultoria 2014
Gestao de Desempenho - Sferas Consultoria 2014
 
Slide planejamento estratégico
Slide planejamento estratégicoSlide planejamento estratégico
Slide planejamento estratégico
 
Elaboração de Planejamento Estratégico e Ferramentas de Implementação
Elaboração de Planejamento Estratégico e Ferramentas de ImplementaçãoElaboração de Planejamento Estratégico e Ferramentas de Implementação
Elaboração de Planejamento Estratégico e Ferramentas de Implementação
 
Exercicio de Planejamento Estrategico
Exercicio de Planejamento EstrategicoExercicio de Planejamento Estrategico
Exercicio de Planejamento Estrategico
 
23544 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 1
23544 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 123544 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 1
23544 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 1
 
26094 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 5
26094 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 526094 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 5
26094 EstratéGia Empresarial E GestãO De Rh Slides 5
 
Recrutamento e seleção de pessoas
Recrutamento e seleção de pessoasRecrutamento e seleção de pessoas
Recrutamento e seleção de pessoas
 
Portfólio Rise Consulting - Out'13
Portfólio Rise Consulting - Out'13Portfólio Rise Consulting - Out'13
Portfólio Rise Consulting - Out'13
 

Destaque

Implantação Politíca de Gestão de Pessoas
Implantação Politíca de Gestão de PessoasImplantação Politíca de Gestão de Pessoas
Implantação Politíca de Gestão de Pessoas
Vanderlei Moraes
 
Implantando o planejamento estratégico de RH
Implantando o planejamento estratégico de RHImplantando o planejamento estratégico de RH
Implantando o planejamento estratégico de RH
INSTITUTO MVC
 
Elaborando o planejamento estratégico de RH
Elaborando o planejamento estratégico de RHElaborando o planejamento estratégico de RH
Elaborando o planejamento estratégico de RH
INSTITUTO MVC
 
Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)
Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)
Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)
Milton Henrique do Couto Neto
 
RH na Era do Nexo - Congresso da ABRH em Goiânia_0ut_2010
RH na Era do Nexo - Congresso da ABRH em Goiânia_0ut_2010RH na Era do Nexo - Congresso da ABRH em Goiânia_0ut_2010
RH na Era do Nexo - Congresso da ABRH em Goiânia_0ut_2010
Desenvolvimento Organizacional
 
Mercado de trabalho e postura profissional
Mercado de trabalho e postura profissionalMercado de trabalho e postura profissional
Mercado de trabalho e postura profissional
Alexandre Marcelo Schneider
 
Rh estratégico
Rh estratégicoRh estratégico
Rh estratégico
Andréia Cursino Manczyk
 
Gestão de recursos humanos - Módulo 11
Gestão de recursos humanos - Módulo 11Gestão de recursos humanos - Módulo 11
Gestão de recursos humanos - Módulo 11
Rui_Agostinho10
 
Estruturação dos processos de Recursos Humanos através das práticas de BPM
Estruturação dos processos de Recursos Humanos através das práticas de BPMEstruturação dos processos de Recursos Humanos através das práticas de BPM
Estruturação dos processos de Recursos Humanos através das práticas de BPM
Celebroni BPM
 
Perspectivas e Tendências de Recursos Humanos 2015
Perspectivas e Tendências de Recursos Humanos 2015Perspectivas e Tendências de Recursos Humanos 2015
Perspectivas e Tendências de Recursos Humanos 2015
Robert Half Brasil
 
Consultoria interna rh
Consultoria interna rhConsultoria interna rh
Consultoria interna rh
Luciana Rezende
 
Proposta mapeamento, implantação e validação do e social
Proposta mapeamento, implantação e validação do e socialProposta mapeamento, implantação e validação do e social
Proposta mapeamento, implantação e validação do e social
Prof Hamilton Marin
 
Apresentação Desenvolva Rh
Apresentação Desenvolva RhApresentação Desenvolva Rh
Apresentação Desenvolva Rh
ruben_on
 
Arh 2. evolução histórica do rh no brasil
Arh   2. evolução histórica do rh no brasilArh   2. evolução histórica do rh no brasil
Arh 2. evolução histórica do rh no brasil
BernardoLima1
 
RH em Tempos de Grandes Desafios
RH em Tempos de Grandes DesafiosRH em Tempos de Grandes Desafios
RH em Tempos de Grandes Desafios
Daniel de Carvalho Luz
 
Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!
Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!
Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!
Confirp Contabilidade
 
Politicas De Rh EstratéGico Marlene
Politicas De Rh   EstratéGico MarlenePoliticas De Rh   EstratéGico Marlene
Politicas De Rh EstratéGico Marlene
Marlene Henriques
 
Função dos recursos humanos
Função dos recursos humanosFunção dos recursos humanos
Função dos recursos humanos
joao123456789123
 
RH Estratégico
RH EstratégicoRH Estratégico
RH Estratégico
fernandorafa
 
O futuro do RH
O futuro do RHO futuro do RH
O futuro do RH
Daniel de Carvalho Luz
 

Destaque (20)

Implantação Politíca de Gestão de Pessoas
Implantação Politíca de Gestão de PessoasImplantação Politíca de Gestão de Pessoas
Implantação Politíca de Gestão de Pessoas
 
Implantando o planejamento estratégico de RH
Implantando o planejamento estratégico de RHImplantando o planejamento estratégico de RH
Implantando o planejamento estratégico de RH
 
Elaborando o planejamento estratégico de RH
Elaborando o planejamento estratégico de RHElaborando o planejamento estratégico de RH
Elaborando o planejamento estratégico de RH
 
Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)
Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)
Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)
 
RH na Era do Nexo - Congresso da ABRH em Goiânia_0ut_2010
RH na Era do Nexo - Congresso da ABRH em Goiânia_0ut_2010RH na Era do Nexo - Congresso da ABRH em Goiânia_0ut_2010
RH na Era do Nexo - Congresso da ABRH em Goiânia_0ut_2010
 
Mercado de trabalho e postura profissional
Mercado de trabalho e postura profissionalMercado de trabalho e postura profissional
Mercado de trabalho e postura profissional
 
Rh estratégico
Rh estratégicoRh estratégico
Rh estratégico
 
Gestão de recursos humanos - Módulo 11
Gestão de recursos humanos - Módulo 11Gestão de recursos humanos - Módulo 11
Gestão de recursos humanos - Módulo 11
 
Estruturação dos processos de Recursos Humanos através das práticas de BPM
Estruturação dos processos de Recursos Humanos através das práticas de BPMEstruturação dos processos de Recursos Humanos através das práticas de BPM
Estruturação dos processos de Recursos Humanos através das práticas de BPM
 
Perspectivas e Tendências de Recursos Humanos 2015
Perspectivas e Tendências de Recursos Humanos 2015Perspectivas e Tendências de Recursos Humanos 2015
Perspectivas e Tendências de Recursos Humanos 2015
 
Consultoria interna rh
Consultoria interna rhConsultoria interna rh
Consultoria interna rh
 
Proposta mapeamento, implantação e validação do e social
Proposta mapeamento, implantação e validação do e socialProposta mapeamento, implantação e validação do e social
Proposta mapeamento, implantação e validação do e social
 
Apresentação Desenvolva Rh
Apresentação Desenvolva RhApresentação Desenvolva Rh
Apresentação Desenvolva Rh
 
Arh 2. evolução histórica do rh no brasil
Arh   2. evolução histórica do rh no brasilArh   2. evolução histórica do rh no brasil
Arh 2. evolução histórica do rh no brasil
 
RH em Tempos de Grandes Desafios
RH em Tempos de Grandes DesafiosRH em Tempos de Grandes Desafios
RH em Tempos de Grandes Desafios
 
Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!
Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!
Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!
 
Politicas De Rh EstratéGico Marlene
Politicas De Rh   EstratéGico MarlenePoliticas De Rh   EstratéGico Marlene
Politicas De Rh EstratéGico Marlene
 
Função dos recursos humanos
Função dos recursos humanosFunção dos recursos humanos
Função dos recursos humanos
 
RH Estratégico
RH EstratégicoRH Estratégico
RH Estratégico
 
O futuro do RH
O futuro do RHO futuro do RH
O futuro do RH
 

Semelhante a Estruturação de um rh (1)

Bsc notas de aula
Bsc notas de aulaBsc notas de aula
Bsc notas de aula
Wellington Boness
 
Ta10
Ta10Ta10
Fidestra M11
Fidestra M11Fidestra M11
Fidestra M11
veronicasilva
 
Planejamento estratégico
Planejamento estratégicoPlanejamento estratégico
Planejamento estratégico
MatheusLopes587455
 
Aprendendo Balanced scorecard
Aprendendo Balanced scorecardAprendendo Balanced scorecard
Aprendendo Balanced scorecard
Karla Alvarenga
 
Treinamento Estratégia - Esag Jr.
Treinamento Estratégia - Esag Jr.Treinamento Estratégia - Esag Jr.
Treinamento Estratégia - Esag Jr.
Lucas da Rocha
 
Trabalho de admnistraçao estrategica bsc
Trabalho de admnistraçao estrategica bscTrabalho de admnistraçao estrategica bsc
Trabalho de admnistraçao estrategica bsc
Juliana Nonemacher
 
Balanced scorecard - recurso para a gestão da carreira profissional
Balanced scorecard -  recurso para a gestão da carreira profissionalBalanced scorecard -  recurso para a gestão da carreira profissional
Balanced scorecard - recurso para a gestão da carreira profissional
Jorge Covacs
 
Áreas_funcionais_das_organizacões
Áreas_funcionais_das_organizacõesÁreas_funcionais_das_organizacões
Áreas_funcionais_das_organizacões
Jordanio Silva Santos
 
Gestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoalGestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoal
Rodrigo Cristóvão
 
Noções Básicas de Administração para Franquias - 1 Convenção da Parada Ibiraçu
Noções Básicas de Administração para Franquias - 1 Convenção da Parada IbiraçuNoções Básicas de Administração para Franquias - 1 Convenção da Parada Ibiraçu
Noções Básicas de Administração para Franquias - 1 Convenção da Parada Ibiraçu
Milton Henrique do Couto Neto
 
Estratégia e BSC
Estratégia e BSCEstratégia e BSC
Estratégia e BSC
Buccelli
 
Fgbsc
FgbscFgbsc
Balanced score-card
Balanced score-cardBalanced score-card
Balanced score-card
Pedro Paulo Morales
 
Metodologia BSC
Metodologia BSCMetodologia BSC
Rh estratégico
Rh estratégicoRh estratégico
Rh estratégico
Andréia Cursino Manczyk
 
Aula 7 8 - adm estr 2014va
Aula 7 8 - adm estr 2014vaAula 7 8 - adm estr 2014va
Aula 7 8 - adm estr 2014va
Katia Gomide
 
Avaliação desempenho slide share
Avaliação desempenho slide shareAvaliação desempenho slide share
Avaliação desempenho slide share
Maria Helena Dantas
 
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da QualidadeIndicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Ideia Consultoria
 
Balanced Scorecard
Balanced ScorecardBalanced Scorecard
Balanced Scorecard
CLT Valuebased Services
 

Semelhante a Estruturação de um rh (1) (20)

Bsc notas de aula
Bsc notas de aulaBsc notas de aula
Bsc notas de aula
 
Ta10
Ta10Ta10
Ta10
 
Fidestra M11
Fidestra M11Fidestra M11
Fidestra M11
 
Planejamento estratégico
Planejamento estratégicoPlanejamento estratégico
Planejamento estratégico
 
Aprendendo Balanced scorecard
Aprendendo Balanced scorecardAprendendo Balanced scorecard
Aprendendo Balanced scorecard
 
Treinamento Estratégia - Esag Jr.
Treinamento Estratégia - Esag Jr.Treinamento Estratégia - Esag Jr.
Treinamento Estratégia - Esag Jr.
 
Trabalho de admnistraçao estrategica bsc
Trabalho de admnistraçao estrategica bscTrabalho de admnistraçao estrategica bsc
Trabalho de admnistraçao estrategica bsc
 
Balanced scorecard - recurso para a gestão da carreira profissional
Balanced scorecard -  recurso para a gestão da carreira profissionalBalanced scorecard -  recurso para a gestão da carreira profissional
Balanced scorecard - recurso para a gestão da carreira profissional
 
Áreas_funcionais_das_organizacões
Áreas_funcionais_das_organizacõesÁreas_funcionais_das_organizacões
Áreas_funcionais_das_organizacões
 
Gestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoalGestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoal
 
Noções Básicas de Administração para Franquias - 1 Convenção da Parada Ibiraçu
Noções Básicas de Administração para Franquias - 1 Convenção da Parada IbiraçuNoções Básicas de Administração para Franquias - 1 Convenção da Parada Ibiraçu
Noções Básicas de Administração para Franquias - 1 Convenção da Parada Ibiraçu
 
Estratégia e BSC
Estratégia e BSCEstratégia e BSC
Estratégia e BSC
 
Fgbsc
FgbscFgbsc
Fgbsc
 
Balanced score-card
Balanced score-cardBalanced score-card
Balanced score-card
 
Metodologia BSC
Metodologia BSCMetodologia BSC
Metodologia BSC
 
Rh estratégico
Rh estratégicoRh estratégico
Rh estratégico
 
Aula 7 8 - adm estr 2014va
Aula 7 8 - adm estr 2014vaAula 7 8 - adm estr 2014va
Aula 7 8 - adm estr 2014va
 
Avaliação desempenho slide share
Avaliação desempenho slide shareAvaliação desempenho slide share
Avaliação desempenho slide share
 
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da QualidadeIndicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
 
Balanced Scorecard
Balanced ScorecardBalanced Scorecard
Balanced Scorecard
 

Estruturação de um rh (1)

  • 1. Indicadores de RH e metas Organizacionais Vanessa Godói
  • 2. Planejamento estratégico  Construção de medição de desempenho e de níveis de indicadores;  Construção de medição de desempenho e de níveis de indicadores;  Objetivos estratégicos do RH alinhados com estratégia da corporação;  Indicadores de RH e referencias de benchmarking “pró atividade, operacional”;  Divulgação e acompanhamento de resultados.
  • 5. CONCEITOS FUNDAMENTAIS ESTUDAR O TODO E EM PARTES PARA ANALISAR
  • 6. CONCEITOS FUNDAMENTAIS O que não se avalia e mede não se gerência AVALIAR E MEDIR
  • 7. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PERSPECTIVAS DE NEGÓCIO  QUAL A CULTURA DA ORGANIZAÇÃO?  MAPEAMENTO DA ORGANIZAÇÃO;  PESQUISA ORGANIZACIONAL 360°;  QUAL A PROGRAMAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 2, 4 E 5 ANOS PARA A ORGANIZAÇÃO;  METAS E OBJETIVOS A DEFINIR...
  • 8. FINANCEIRO ITENS DE CONTROLE 2011 2012 2013 2014 RESPONSÁVEL 1) Garantir rentabilidade e lucratividade para a organização FATURAMENTO 2) Reduzir o ciclo financeiro, deslocando a estratégia de INADIMPLÊNCIA Financiamento de clientes, como cheques pré RENTABILIDADE MARKETING/ COMERCIAL ITENS DE CONTROLE 1) Desenvolvimento de novos produtos e serviços afins, para Satisfação do cliente garantir a estabilidade do faturamento Faturamento 2) Aumentar as vendas no segmentos de mercado Devolução estratégico Vendas direta 3) Intensificar a atuação em novas regiões Vendas de malhas 4) Atenção na reestruturação do departamento comercial. Loja Própria 5) Atendimento e pós vendas OPERAÇÕES ITENS DE CONTROLE 1) Modernizar nossos processos, serviços e produtos Produto não conforme 2) Reestruturar nosso processos fabris com novos sistemas Produtividade de produção Perdas 3) Fazer a gestão de processo em todos os departamentos Prazo de entrega Indice de qualidade Tempo de processo por PESSOAS produto 1) Treinamento das equipes internas e externas para atender Rotatividade os objetivos da empresa Absenteísmo 2) Promover a comprometimento dos colaboradores nos Horas extras novos objetivos, fortalecendo o ambiente interno Horas treinamento OBJETIVOS, ITENS DE CONTROLE, METAS E RESPONSÁVEIS
  • 9. NEGÓCIO Analise do ambiente externo MISSÃO Análise do ambiente interno VISÃOVALORES OBJETIVOS ESTRATÉGICOS PLANO DE AÇÃO CONTRATO DE GESTÃO RAM REUNIÃO DE ACOMPANHAMEN TO MENSAL METAS ITENS DE CONTROLE RESPONSÁVEIS ETAPAS RESULTADOS GLOBAL INDIVIDUAL PLANO PILOTO AVALIAÇÃO E CORREÇÃO
  • 10. OBJETIVOS METAS X PROJETOS DETALHAMENTO DO PROJETO O QUE QUEM QUANDO ONDE COMO POR QUÊ
  • 12. INDICADORES  Motivação  Funcionam como ferramentas que conduzem ao comportamento desejado;  Fornecem às pessoas o direcionamento que precisam para atingir a estratégia da empresa;  Avaliação da Estratégia e do Aprendizado;  Gestores utilizam indicadores para avaliar o progresso da empresa em direção aos objetivos estratégicos;  Os indicadores mostram a relação entre os objetivos estratégicos e são um teste permanente da validade;
  • 13. INDICADORES  Metas;  Estabelecer e comunicar o nível esperado de desempenho à empresa ;  Possibilitar que as pessoas compreendam qual é a sua contribuição à estratégia geral da empresa;  Concentrar as atenções da empresa em melhorias;  Determinar o grau de esforço necessário para atingir o objetivo estratégico.
  • 15. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS  Obsessão de vencer, localizada em todos os níveis da organização;  Focaliza a atenção de todos na essência da conquista;  Permanece estável através do longo tempo que envolve o trabalho;  Merece considerável esforço e compromisso pessoal  É claro com respeito aos fins, flexível quanto aos meios e deixa espaço para inovação;  Requer ampla divulgação para construção da motivação do pessoal .
  • 16. DEFINIÇÃO DOS OBJETIVOS EM CAMPOS DE RESULTADOS Econômico Financeiro Financeira Financeira Mercado e Imagem Mercado e Clientes Clientes Qualidade para o Cliente Inovação Aprendizagem Tecnologia e Processos Processos Interna Patrimônio Humano Pessoas Aquisição e fornecedores
  • 17. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS  ECONÔMICO FINANCEIRO –  Garantir rentabilidade e lucratividade para os acionistas  Reduzir o ciclo financeiro, deslocando a estratégia de financiamento de clientes  Aplicar ações mais rigorosas na concessão de crédito e na cobrança das duplicatas em carteira  MERCADO / IMAGEM –  Desenvolvimento de novos produtos e serviços afins, para garantir a estabilidade do faturamento  Aumentar as vendas no segmentos de mercado estratégico  Intensificar a atuação em novas regiões  Atenção na reestruturação do departamento comercial,
  • 18.  QUALIDADE P/ CLIENTE –  Manter o nível de qualidade sempre crescente, utilizá-lo como argumento em todas as nossas ações (compras, vendas ou serviços)  Certificar nossas linhas de produto  Parceiros que ofereçam produtos e serviços afins com qualidade  Atendimento  TECNOLOGIA E PROCESSO  Através do compartilhamento de empresas afins, nacionais e internacionais, modernizar nossos processos, serviços e produtos  Reestruturar nosso processos fabris com novos sistemas de produção  Fazer a gestão de processo em todos os departamentos  PATRIMÔNIO HUMANO –  Treinamento das equipes internas e externas para atender os objetivos da empresa  Promover o comprometimento dos colaboradores nos novos objetivos, fortalecendo o ambiente interno participativo e reconhecendo as contribuições individuais.
  • 19. DEFINIÇÕES DA ORGANIZAÇÃO  DEFINIR OBJETIVOS;  ESTABELECER METAS E INDICADORES;  CRIAR AÇÃOES ESTRATÉGICAS;  ELABORAÇÃO DE PLANO DE AÇÃO;
  • 20. COMO FAZER  OBJETIVOS  São alvos ou situações que a empresa pretende atingir.  Determina para onde a empresa deve dirigir seus esforços  Deve atender todas as perspectivas ou campo de resultados  ESTABELECER METAS E INDICADORES  META é a quantificação mensurável das etapas dos objetivos. • INDICADOR: serve avaliar e verificar os efeitos das ações. 
  • 21. COMO FAZER  CRIAR AÇÕES ESTRATÉGICAS  É decidir onde a empresa vai aplicar os recursos.  Focar nas oportunidades identificadas, neutralizar os pontos fracos, Reduzir os impactos das ameaças,  Aproveitar os pontos fortes da empresas.  ELABORAR PLANO DE AÇÃO  Documento formal, simples e imprescindível para a implementação do Planejamento  Estratégico da empresa. • Especificar as ações para cada estratégia definida, com prazos, recursos e responsáveis.
  • 22. INDICADORES DE RH E REFERENCIA EM BENCHMARKETING  Benchmarking  O Benchmarking é um método utilizado pelas empresas para melhorar a sua gestão, mediante a realização contínua e sistemática de levantamentos, comparações e análises de práticas, processos, produtos e serviços prestados por outras empresas, normalmente reconhecidas como representantes das melhores práticas.  O processo gera informações importantes para que as empresas conheçam diferentes maneiras de lidar com situações e problemas semelhantes e, desta forma, contribui para que possam aperfeiçoar os seus próprios processos de trabalho e determinar as "melhores" práticas para um processo ou produto em particular.  Consciente do potencial do benchmarking enquanto ferramenta de apoio à gestão
  • 23. QUAIS SÃO OS INDICADORES PARA ACOMPANHAR O DESEMPENHO DO RH  Rotatividade  Absenteísmo  Horas extras  Horas treinamento Satisfação  1) Garantir rentabilidade e lucratividade  2) Reduzir o ciclo financeiro
  • 24. ESTRATÉGIA  QUADRO DE PESSOAL  TREINAMENTO  TUNOVER  CUSTO DO CAPITAL HUMANO  SATISFAÇÃO DO COLABORADOR  CUSTO FUNÇÃO RH  PAGAMENTO ADEQUADO COM MERCADO  RETENÇÃO  PRODUTIVIDADE  OUTROS  ADVERSIDADE Vendas
  • 25. PLANILHA DE INDICADORES DE DESEMPENHO DO RH A planilha contém 105 indicadores de desempenho divididos em:  Indicadores para Eficácia Organizacional  (13 indicadores);  Indicadores para a Estrutura do RH  (14 indicadores);  Indicadores para Remuneração (19 indicadores);  Indicadores para Benefícios (09 indicadores);
  • 26. PLANILHA DE INDICADORES DE DESEMPENHO DO RH  Indicadores para Absenteísmo e Rotatividade (06 indicadores);  Indicadores de Recrutamento e Seleção (15 indicadores);  Indicadores de Treinamento e Desenvolvimento (10 indicadores);  Indicadores para Saúde e Segurança no Trabalho (07 indicadores);  Indicadores para Relações Trabalhistas e Sindicais indicadores;  Indicadores para Perfil dos Recursos Humanos (07 indicadores).
  • 27. DIFERENÇAS  1. Diferença entre indicador e meta  2. O que podem ser os indicadores de RH e como eles influenciam na organização como um todo  3. O que é estratégico e o que é indicador de manutenção  4. Como acontece este processo de definição de indicadores nas empresas e a apresentação  5. Quando é a hora de mudar o indicador, qual a disciplina  6. Que competências precisam se adquiridas pelo profissional de RH para lidar com isto

Notas do Editor

  1. RESPEITAR OS PONTOS DE VISTAS