SlideShare uma empresa Scribd logo
Identidade e Imagem Organizacional
Cultura Organizacional
Aula 03
27/02/2015
Comunicação Empresarial é uma atividade sistêmica, de
caráter estratégico, ligada aos mais altos escalões da
empresa e que tem por objetivos criar – onde ainda não
existir ou for neutra – manter – onde já existir – ou, ainda,
mudar para favorável – onde for negativa – a imagem da
empresa junto a seus públicos prioritários.
Roger CahenRoger Cahen
IdentidadeIdentidade
ImagemImagem
Comunicação Empresarial | Aula 03
Comunicação Empresarial | Aula 03
E quantas empresas podem fazer isso?
“Uma marca é essencialmente
uma promessa da empresa de
fornecer uma série específica
de atributos, benefícios e
serviços uniformes aos
compradores. As melhores
marcas trazem uma garantia
de qualidade.”de qualidade.”
Philip Kotler
Níveis de significado da marca
• Atributos
– O que a marca nos traz à mente? Preço, qualidade, durabilidade etc.
• Benefícios (funcionais e/ou emocionais)
– O que realmente é comprado pelo consumidor. Status, segurança,
saúde, etc.
• Valores• Valores
– A marca transmite algo sobre valores da empresa.
• Cultura
– A marca pode refletir a cultura de um grupo.
• Personalidade
– A marca assume a personalidade de uma pessoa ou porta-voz
• Usuário
– A marca sugere o tipo de consumidor que compra o produto.
Comunicação Empresarial | Aula 03
Comunicação Empresarial | Aula 03
Comunicação Empresarial | Aula 03
Comunicação Empresarial | Aula 03
Comunicação Empresarial | Aula 03
Comunicação Empresarial | Aula 03
Comunicação Empresarial | Aula 03
Comunicação Empresarial | Aula 03
Branding
• Conjunto de ativos e passivos ligados a uma marca
• Nome, símbolo, valores tangíveis e intangíveis
• Adiciona ou subtrai valor de uma empresa, serviço
e/ou produtoe/ou produto
• É responsabilidade de todos na empresa!
17/03/2015 19
CULTURA ORGANIZACIONAL
Brasil
Índia
Estados Unidos
cultura
cul.tu.ra
sf (lat cultura) 1 Ação, efeito, arte ou maneira de cultivar a terra ou certas
plantas. 2 Terreno cultivado. 3 Biol Propagação de microrganismos ou cultivação de
tecido vivo em um meio nutritivo preparado. 4 Biol Produto de tal cultivação. 5 Biol O
meio junto com o material cultivado. 6 Utilização industrial de certas produções
naturais. 7 Aplicação do espírito a uma coisa; estudo. 8 Desenvolvimento que, por
cuidados assíduos, se dá às faculdades naturais. 9Desenvolvimento
intelectual. 10 Adiantamento, civilização. 11 Apuro, esmero, elegância. 12 V
culteranismo. 13 Sociol Sistema de ideias, conhecimentos, técnicas e artefatos, de
padrões de comportamento e atitudes que caracteriza uma determinada
sociedade. 14 Antrop Estado ou estágio do desenvolvimento cultural de um povo ousociedade. 14 Antrop Estado ou estágio do desenvolvimento cultural de um povo ou
período, caracterizado pelo conjunto das obras, instalações e objetos criados pelo
homem desse povo ou período; conteúdo social. 15Arqueol Conjunto de
remanescentes recorrentes, como artefatos, tipos de casas, métodos de sepultamento
e outros testemunhos de um modo de vida que diferenciam um grupo de sítios
arqueológicos. C. alternativa, Agr: a que se faz alternando. C. esgotante: a que
esteriliza ou depaupera o solo. C. física: desenvolvimento metódico do organismo
humano por meio da ginástica e dos desportos. C. extensiva: a que explora a riqueza
do solo sem cuidar da conservação deste, precisando, assim, de amplos territórios. C.
geral: a constituída de conhecimentos básicos indispensáveis para o entendimento de
qualquer ramo do saber humano. C. intensiva: a que acumula o trabalho e o capital
num terreno relativamente pequeno, conservando-lhe a fertilidade.
Cultura – construção social da realidade
• Define o modo de ser de uma sociedade
• É uma construção social que se relaciona com a
história de um povo (origem, lutas, derrotas,
conquistas)conquistas)
• A cultura de um país influencia a cultura das
organizações que atuam neste país, MESMO AS
MULTINACIONAIS.
Cultura Organizacional
• Manifestação simbólica e comportamental
• Valores sustentados e partilhados por gestores e
funcionários
• Maneira como as coisas são feitas
• Podem ser ensinadas• Podem ser ensinadas
– Símbolos (manuais, apresentações, líderes)
– Treinamentos
– Linguagem (jargões e slogans)
– Narrativas (histórias e mitos)
– Praticas (rituais e tabus)
Comunicação Empresarial | Aula 03
Estudos indicam que a cultura de cada indivíduo e a cultura
nacional colaboram na formação da cultura da organização,
assim como a cultura da organização também afeta a culturaassim como a cultura da organização também afeta a cultura
individual.
Cultura Organizacional
• Fornece o contexto para a formação de
interpretações sobre a identidade organizacional
• Formula influências que poderão afetar a imagem da
organizaçãoorganização
Identidade Organizacional
• Central
– Compreende características centrais da organização
• Distintivo
– Distingue a organização das demais– Distingue a organização das demais
• Duradouro (mas atual)
– Liga o presente ao passado e ao futuro
Identidade Organizacional
• É composta de:
– Valores de stakeholders internos
– Cultura empresarial
• Unifica o grupo em torno de conjunto de regras• Unifica o grupo em torno de conjunto de regras
formais e informais
• Como nós nos vemos
• Como nós nos apresentamos
• Identidade é expressão coletiva da cultura
IDENTIDADE CULTURAIDENTIDADE CULTURA
Entende-se por atributos da imagem de
uma organização tudo aquilo que pode
ser atribuído a essa organização, como
características, impressões, sensações,
entre outros; tais atributos podem ainda
ser de ordem racional, emocional,ser de ordem racional, emocional,
sensorial e simbólica.
(de Toni, 2009)
可口可乐可口可乐
“ke kou ke le”
Gostoso e te faz feliz
帮宝适帮宝适
“bang bao shi”
Ajuda, bebê, confortável
Imagem Organizacional
• Percepção externa da marca
• Pode ser afetada pelo contexto
• Pode sofrer influências
– Da própria organização
– De formadores de opinião– De formadores de opinião
– De família, amigos etc.
– Da mídia (quanto menor a experiência com a marca, mais
a mídia afeta a avaliação)
• Uma empresa pode ter diversas imagens
(dependendo do público envolvido)
Imagem Organizacional
• Não há garantias de que será criada uma imagem
positiva na mente do público de interesse!
• A organização não pode alterar diretamente sua
imagem, mas pode alterar sua identidadeimagem, mas pode alterar sua identidade
• Gerenciar imagem é gerenciar identidade!
Comunicação Empresarial | Aula 03
Case Natura
• Empresa fundada em 1969 com o objetivo de
vender produtos de cuidado pessoal produzidos com
fórmulas naturais, de alta qualidade e a preços
competitivos.
• Adota venda direta na década de 1970• Adota venda direta na década de 1970
• A empresa sempre investiu pesadamente em
Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), destinando 4%
de seu faturamento ao desenvolvimento científico.
• Crescimento torna fábrica em Itapecerica da Serra e
centro de distribuição em São Paulo obsoletos.
Case Natura
• Construção do Novo Espaço Natura em Cajamar,
centralizando operações de produção, distribuição e
treinamento.
• Aumento de capacidade produtiva oferece maioresAumento de capacidade produtiva oferece maiores
possibilidades na exploração de novas tecnologias e
novos processos de fabricação e distribuição.
• Para sinalizar o momento de mobilização e
transformação, a empresa busca uma síntese estética
que melhor reflita seu posicionamento atual.
Case Natura
• Desenvolvimento de nova marca refletindo valores
fundamentais da marca (imagem projetada ou
ideal): tecnologia, ingredientes naturais, sustentável,
preocupação com os clientes, diversidade.
• Questionamento: a Natura já tem imagem positiva
estabelecida. A mudança não seria arriscada?
• Frente a este questionamento, foram contratadas
duas pesquisas qualitativas para avaliar a marca e
sua imagem.
Case Natura – 1ª pesquisa
• Objetivo: avaliar atitudes do público-alvo em relação
à imagem da marca e à imagem projetada.
• Resultados: a imagem da marca tem uma
personalidade clássica, elegante, ativa, atualizada,personalidade clássica, elegante, ativa, atualizada,
intelectualizada, madura, exigente, equilibrada,
corajosa, sofisticada, e com uma forte relação com a
natureza.
Case Natura – 2ª pesquisa
• Objetivo: analisar novo posicionamento focalizando
seus significados, valores e fortalecimento de marca
a partir do novo design.
• Resultados
– Imagem positiva e configurada de forma clara para os– Imagem positiva e configurada de forma clara para os
consumidores, que esperam constantes renovações
– Apesar de a Natura oferecer produtos para diversas faixas
etárias, os que mais se destacam são voltados a um
público feminino mais maduro
– A nova marca foi bem avaliada e sinaliza modernidade,
leveza, atualidade, simplicidade
LOGOMARCA ANTIGA
• Segurança
• Familiaridade
NOVA LOGOMARCA
• Novidade
• Estranheza• Familiaridade
• Estático
• Tradicional
• Força (no traçado)
• “Mais pesado”
• Estranheza
• Movimento
• Moderno
• Leveza (no traçado)
• “Mais clean”
Case Natura – Consolidação da nova marca
• Novo logo introduzido primeiramente no âmbito
interno
• Material de comunicação e design de produtos
alterado gradualmentealterado gradualmente
IDENTIDADE CULTURAIMAGEM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cultura Oganizacional
Cultura OganizacionalCultura Oganizacional
Cultura Oganizacional
guestb2a693
 
Cultura Organizacional - Devlivering happiness
Cultura Organizacional - Devlivering happinessCultura Organizacional - Devlivering happiness
Cultura Organizacional - Devlivering happiness
Marcela Guerra
 
Cultura Empresarial: Definição e Cases
Cultura Empresarial: Definição e CasesCultura Empresarial: Definição e Cases
Cultura Empresarial: Definição e Cases
Gabriel Albuquerque
 
Missão, visão, valores- Professor Danilo Pires
Missão, visão, valores- Professor Danilo PiresMissão, visão, valores- Professor Danilo Pires
Missão, visão, valores- Professor Danilo Pires
Danilo Pires
 
Case Cultura Organizacional
Case   Cultura OrganizacionalCase   Cultura Organizacional
Case Cultura Organizacional
Holos Treinamentos
 
Cultura e clima organizacionais 2
Cultura e clima organizacionais 2Cultura e clima organizacionais 2
Cultura e clima organizacionais 2
Future Press, E-Press, Presentations,
 
Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017
Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017
Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017
Eduardo Lisboa
 
Indivíduos e organizações rh - aula 5-11
Indivíduos e organizações   rh - aula 5-11Indivíduos e organizações   rh - aula 5-11
Indivíduos e organizações rh - aula 5-11
UNICEP
 
Cultura e clima organizacional xerox lins 2010
Cultura e clima organizacional xerox lins 2010Cultura e clima organizacional xerox lins 2010
Cultura e clima organizacional xerox lins 2010
Givanildo Ribas
 
Cultura Organizacional
Cultura OrganizacionalCultura Organizacional
Cultura Organizacional
Wandick Rocha de Aquino
 
Aula 12 - AEN Missão Visão Valores
Aula 12 - AEN Missão Visão ValoresAula 12 - AEN Missão Visão Valores
Aula 12 - AEN Missão Visão Valores
Angelo Peres
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
Emmanoel José Lourenço
 
Missão e Visão
Missão e VisãoMissão e Visão
Missão e Visão
alemartins10
 
Administração de Recursos Humanos
Administração de Recursos HumanosAdministração de Recursos Humanos
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
MiguelCarapinha94
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Empresas, missão, visão
Empresas, missão, visãoEmpresas, missão, visão
Empresas, missão, visão
Filipe Simão Kembo
 
5 Cultura Organizacional
5   Cultura Organizacional5   Cultura Organizacional
5 Cultura Organizacional
mxpantoja
 
Escriturário Banco do Brasil - Cultura Organizacional
Escriturário Banco do Brasil - Cultura OrganizacionalEscriturário Banco do Brasil - Cultura Organizacional
Escriturário Banco do Brasil - Cultura Organizacional
Jailma Gomez
 
Cultura e valores organizacionais - 7° Termo - BSI FIO
Cultura e valores organizacionais - 7° Termo - BSI FIOCultura e valores organizacionais - 7° Termo - BSI FIO
Cultura e valores organizacionais - 7° Termo - BSI FIO
Pedro Manoel Rosa Domingues Santos
 

Mais procurados (20)

Cultura Oganizacional
Cultura OganizacionalCultura Oganizacional
Cultura Oganizacional
 
Cultura Organizacional - Devlivering happiness
Cultura Organizacional - Devlivering happinessCultura Organizacional - Devlivering happiness
Cultura Organizacional - Devlivering happiness
 
Cultura Empresarial: Definição e Cases
Cultura Empresarial: Definição e CasesCultura Empresarial: Definição e Cases
Cultura Empresarial: Definição e Cases
 
Missão, visão, valores- Professor Danilo Pires
Missão, visão, valores- Professor Danilo PiresMissão, visão, valores- Professor Danilo Pires
Missão, visão, valores- Professor Danilo Pires
 
Case Cultura Organizacional
Case   Cultura OrganizacionalCase   Cultura Organizacional
Case Cultura Organizacional
 
Cultura e clima organizacionais 2
Cultura e clima organizacionais 2Cultura e clima organizacionais 2
Cultura e clima organizacionais 2
 
Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017
Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017
Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017
 
Indivíduos e organizações rh - aula 5-11
Indivíduos e organizações   rh - aula 5-11Indivíduos e organizações   rh - aula 5-11
Indivíduos e organizações rh - aula 5-11
 
Cultura e clima organizacional xerox lins 2010
Cultura e clima organizacional xerox lins 2010Cultura e clima organizacional xerox lins 2010
Cultura e clima organizacional xerox lins 2010
 
Cultura Organizacional
Cultura OrganizacionalCultura Organizacional
Cultura Organizacional
 
Aula 12 - AEN Missão Visão Valores
Aula 12 - AEN Missão Visão ValoresAula 12 - AEN Missão Visão Valores
Aula 12 - AEN Missão Visão Valores
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
 
Missão e Visão
Missão e VisãoMissão e Visão
Missão e Visão
 
Administração de Recursos Humanos
Administração de Recursos HumanosAdministração de Recursos Humanos
Administração de Recursos Humanos
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Empresas, missão, visão
Empresas, missão, visãoEmpresas, missão, visão
Empresas, missão, visão
 
5 Cultura Organizacional
5   Cultura Organizacional5   Cultura Organizacional
5 Cultura Organizacional
 
Escriturário Banco do Brasil - Cultura Organizacional
Escriturário Banco do Brasil - Cultura OrganizacionalEscriturário Banco do Brasil - Cultura Organizacional
Escriturário Banco do Brasil - Cultura Organizacional
 
Cultura e valores organizacionais - 7° Termo - BSI FIO
Cultura e valores organizacionais - 7° Termo - BSI FIOCultura e valores organizacionais - 7° Termo - BSI FIO
Cultura e valores organizacionais - 7° Termo - BSI FIO
 

Destaque

Reglas básicas de etiqueta empresarial
Reglas básicas de etiqueta empresarial Reglas básicas de etiqueta empresarial
Reglas básicas de etiqueta empresarial
Natalia León
 
Lusocom 2009
Lusocom 2009Lusocom 2009
Lusocom 2009
Bruno Amaral
 
Poster presentation
Poster presentationPoster presentation
Poster presentation
Lorainemoore
 
(Legado 2016) Capacitação em planejamento estratégico dia1
(Legado 2016) Capacitação em planejamento estratégico dia1(Legado 2016) Capacitação em planejamento estratégico dia1
(Legado 2016) Capacitação em planejamento estratégico dia1
Ink_conteudos
 
Endomarketing Como Componente da Formação de Imagem Organizacional
Endomarketing Como Componente da Formação de Imagem OrganizacionalEndomarketing Como Componente da Formação de Imagem Organizacional
Endomarketing Como Componente da Formação de Imagem Organizacional
Thyago Cunha
 
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - ComunicaçãoCOMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
Fábio Nogueira, PhD
 
Comunicação Organizacional - Aula 02
Comunicação Organizacional - Aula 02Comunicação Organizacional - Aula 02
Comunicação Organizacional - Aula 02
Davi Rocha
 

Destaque (7)

Reglas básicas de etiqueta empresarial
Reglas básicas de etiqueta empresarial Reglas básicas de etiqueta empresarial
Reglas básicas de etiqueta empresarial
 
Lusocom 2009
Lusocom 2009Lusocom 2009
Lusocom 2009
 
Poster presentation
Poster presentationPoster presentation
Poster presentation
 
(Legado 2016) Capacitação em planejamento estratégico dia1
(Legado 2016) Capacitação em planejamento estratégico dia1(Legado 2016) Capacitação em planejamento estratégico dia1
(Legado 2016) Capacitação em planejamento estratégico dia1
 
Endomarketing Como Componente da Formação de Imagem Organizacional
Endomarketing Como Componente da Formação de Imagem OrganizacionalEndomarketing Como Componente da Formação de Imagem Organizacional
Endomarketing Como Componente da Formação de Imagem Organizacional
 
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - ComunicaçãoCOMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
 
Comunicação Organizacional - Aula 02
Comunicação Organizacional - Aula 02Comunicação Organizacional - Aula 02
Comunicação Organizacional - Aula 02
 

Semelhante a Comunicação Empresarial | Aula 03

comportamento macroorganizacional
comportamento macroorganizacionalcomportamento macroorganizacional
comportamento macroorganizacional
Felipe Saraiva Nunes de Pinho
 
Aula 5 comportamento macroorganizacional
Aula 5   comportamento macroorganizacionalAula 5   comportamento macroorganizacional
Aula 5 comportamento macroorganizacional
Felipe Saraiva Nunes de Pinho
 
Modamercado
ModamercadoModamercado
Modamercado
Izabel Meister
 
Cultura e clima organizacional aula1
Cultura e clima organizacional aula1Cultura e clima organizacional aula1
Cultura e clima organizacional aula1
Nome Sobrenome
 
Cultura Organizacional.pptx
Cultura Organizacional.pptxCultura Organizacional.pptx
Cultura Organizacional.pptx
AntonioAlmerindo
 
Aula 04
Aula 04Aula 04
3 encontro comportamento de compra do consumidor
3 encontro comportamento de compra do consumidor3 encontro comportamento de compra do consumidor
3 encontro comportamento de compra do consumidor
helio2843
 
3 Encontro Comportamento de compra do consumidor.ppt
3 Encontro Comportamento de compra do consumidor.ppt3 Encontro Comportamento de compra do consumidor.ppt
3 Encontro Comportamento de compra do consumidor.ppt
Patricia Mendonça
 
Cultura Organizacional .ppt
Cultura Organizacional .pptCultura Organizacional .ppt
Cultura Organizacional .ppt
MarcioCaldeira8
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
mfcorreia
 
aula_cultura_organizacional.pdf
aula_cultura_organizacional.pdfaula_cultura_organizacional.pdf
aula_cultura_organizacional.pdf
lucioamaral
 
CULTURA ORGANIZACIONAL.pdf
CULTURA ORGANIZACIONAL.pdfCULTURA ORGANIZACIONAL.pdf
CULTURA ORGANIZACIONAL.pdf
MarianaTakitane1
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
NdiaCortez
 
Design e Estética do Produto - Planejamento e Projeto do Produto
Design e Estética do Produto - Planejamento e Projeto do ProdutoDesign e Estética do Produto - Planejamento e Projeto do Produto
Design e Estética do Produto - Planejamento e Projeto do Produto
Philippe Elias
 
Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2
Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2 Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2
Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Apresentação Maria Teresa Leme Fleury cap. 1
Apresentação Maria Teresa Leme Fleury cap. 1Apresentação Maria Teresa Leme Fleury cap. 1
Apresentação Maria Teresa Leme Fleury cap. 1
luciaguaranys
 
Perfil Psicográfico
Perfil PsicográficoPerfil Psicográfico
Perfil Psicográfico
profjucavalcante
 
Gestao e espiritualidade diante da inovacao, humanismo solidario e sustentabi...
Gestao e espiritualidade diante da inovacao, humanismo solidario e sustentabi...Gestao e espiritualidade diante da inovacao, humanismo solidario e sustentabi...
Gestao e espiritualidade diante da inovacao, humanismo solidario e sustentabi...
Afonso Murad (FAJE)
 
03. Debora Miceli: Gestãoo do Conhecimento - Lado humano
03. Debora Miceli: Gestãoo do Conhecimento - Lado humano03. Debora Miceli: Gestãoo do Conhecimento - Lado humano
03. Debora Miceli: Gestãoo do Conhecimento - Lado humano
Debora Miceli
 
Organizational culture
Organizational culture Organizational culture
Organizational culture
Carlos Jonathan Santos
 

Semelhante a Comunicação Empresarial | Aula 03 (20)

comportamento macroorganizacional
comportamento macroorganizacionalcomportamento macroorganizacional
comportamento macroorganizacional
 
Aula 5 comportamento macroorganizacional
Aula 5   comportamento macroorganizacionalAula 5   comportamento macroorganizacional
Aula 5 comportamento macroorganizacional
 
Modamercado
ModamercadoModamercado
Modamercado
 
Cultura e clima organizacional aula1
Cultura e clima organizacional aula1Cultura e clima organizacional aula1
Cultura e clima organizacional aula1
 
Cultura Organizacional.pptx
Cultura Organizacional.pptxCultura Organizacional.pptx
Cultura Organizacional.pptx
 
Aula 04
Aula 04Aula 04
Aula 04
 
3 encontro comportamento de compra do consumidor
3 encontro comportamento de compra do consumidor3 encontro comportamento de compra do consumidor
3 encontro comportamento de compra do consumidor
 
3 Encontro Comportamento de compra do consumidor.ppt
3 Encontro Comportamento de compra do consumidor.ppt3 Encontro Comportamento de compra do consumidor.ppt
3 Encontro Comportamento de compra do consumidor.ppt
 
Cultura Organizacional .ppt
Cultura Organizacional .pptCultura Organizacional .ppt
Cultura Organizacional .ppt
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
 
aula_cultura_organizacional.pdf
aula_cultura_organizacional.pdfaula_cultura_organizacional.pdf
aula_cultura_organizacional.pdf
 
CULTURA ORGANIZACIONAL.pdf
CULTURA ORGANIZACIONAL.pdfCULTURA ORGANIZACIONAL.pdf
CULTURA ORGANIZACIONAL.pdf
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
 
Design e Estética do Produto - Planejamento e Projeto do Produto
Design e Estética do Produto - Planejamento e Projeto do ProdutoDesign e Estética do Produto - Planejamento e Projeto do Produto
Design e Estética do Produto - Planejamento e Projeto do Produto
 
Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2
Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2 Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2
Comportamento do consumidor e gestão de marcas aula 1 e 2
 
Apresentação Maria Teresa Leme Fleury cap. 1
Apresentação Maria Teresa Leme Fleury cap. 1Apresentação Maria Teresa Leme Fleury cap. 1
Apresentação Maria Teresa Leme Fleury cap. 1
 
Perfil Psicográfico
Perfil PsicográficoPerfil Psicográfico
Perfil Psicográfico
 
Gestao e espiritualidade diante da inovacao, humanismo solidario e sustentabi...
Gestao e espiritualidade diante da inovacao, humanismo solidario e sustentabi...Gestao e espiritualidade diante da inovacao, humanismo solidario e sustentabi...
Gestao e espiritualidade diante da inovacao, humanismo solidario e sustentabi...
 
03. Debora Miceli: Gestãoo do Conhecimento - Lado humano
03. Debora Miceli: Gestãoo do Conhecimento - Lado humano03. Debora Miceli: Gestãoo do Conhecimento - Lado humano
03. Debora Miceli: Gestãoo do Conhecimento - Lado humano
 
Organizational culture
Organizational culture Organizational culture
Organizational culture
 

Mais de Pablo Caldas

Aula 05 - Gestão de Projetos
Aula 05 - Gestão de ProjetosAula 05 - Gestão de Projetos
Aula 05 - Gestão de Projetos
Pablo Caldas
 
Branding Aula 08 - UNIB
Branding Aula 08 - UNIBBranding Aula 08 - UNIB
Branding Aula 08 - UNIB
Pablo Caldas
 
Branding Aula 07 - UNIB
Branding Aula 07 - UNIBBranding Aula 07 - UNIB
Branding Aula 07 - UNIB
Pablo Caldas
 
Aula 04 - Detalhando o Briefing
Aula 04 - Detalhando o BriefingAula 04 - Detalhando o Briefing
Aula 04 - Detalhando o Briefing
Pablo Caldas
 
20190921 branding-aula06
20190921 branding-aula0620190921 branding-aula06
20190921 branding-aula06
Pablo Caldas
 
20190921 branding-aula05
20190921 branding-aula0520190921 branding-aula05
20190921 branding-aula05
Pablo Caldas
 
Aula 03 - Desconstruindo o Briefing
Aula 03 - Desconstruindo o BriefingAula 03 - Desconstruindo o Briefing
Aula 03 - Desconstruindo o Briefing
Pablo Caldas
 
Branding Aula 04 - UNIB
Branding Aula 04 - UNIBBranding Aula 04 - UNIB
Branding Aula 04 - UNIB
Pablo Caldas
 
Branding Aula 03 - UNIB
Branding Aula 03 - UNIBBranding Aula 03 - UNIB
Branding Aula 03 - UNIB
Pablo Caldas
 
Aula 02 - Agência de Comunicação
Aula 02 - Agência de ComunicaçãoAula 02 - Agência de Comunicação
Aula 02 - Agência de Comunicação
Pablo Caldas
 
Aula 01 criatividade e inovacao - FPCOM
Aula 01   criatividade e inovacao - FPCOMAula 01   criatividade e inovacao - FPCOM
Aula 01 criatividade e inovacao - FPCOM
Pablo Caldas
 
Branding Aula 02 - UNIB
Branding Aula 02 - UNIBBranding Aula 02 - UNIB
Branding Aula 02 - UNIB
Pablo Caldas
 
Branding Aula 01 - UNIB
Branding Aula 01 - UNIBBranding Aula 01 - UNIB
Branding Aula 01 - UNIB
Pablo Caldas
 
Aula 04 ser digital 2019
Aula 04   ser digital 2019Aula 04   ser digital 2019
Aula 04 ser digital 2019
Pablo Caldas
 
Trablaho final - Marketing Digital
Trablaho final - Marketing DigitalTrablaho final - Marketing Digital
Trablaho final - Marketing Digital
Pablo Caldas
 
Marcas e Atitude do Consumidor
Marcas e Atitude do ConsumidorMarcas e Atitude do Consumidor
Marcas e Atitude do Consumidor
Pablo Caldas
 
Posicioniamento
PosicioniamentoPosicioniamento
Posicioniamento
Pablo Caldas
 
Brand Equity - o valor da marca
Brand Equity - o valor da marcaBrand Equity - o valor da marca
Brand Equity - o valor da marca
Pablo Caldas
 
Comunicação Integrada de Marketing
Comunicação Integrada de MarketingComunicação Integrada de Marketing
Comunicação Integrada de Marketing
Pablo Caldas
 
Construção de Marcas
Construção de MarcasConstrução de Marcas
Construção de Marcas
Pablo Caldas
 

Mais de Pablo Caldas (20)

Aula 05 - Gestão de Projetos
Aula 05 - Gestão de ProjetosAula 05 - Gestão de Projetos
Aula 05 - Gestão de Projetos
 
Branding Aula 08 - UNIB
Branding Aula 08 - UNIBBranding Aula 08 - UNIB
Branding Aula 08 - UNIB
 
Branding Aula 07 - UNIB
Branding Aula 07 - UNIBBranding Aula 07 - UNIB
Branding Aula 07 - UNIB
 
Aula 04 - Detalhando o Briefing
Aula 04 - Detalhando o BriefingAula 04 - Detalhando o Briefing
Aula 04 - Detalhando o Briefing
 
20190921 branding-aula06
20190921 branding-aula0620190921 branding-aula06
20190921 branding-aula06
 
20190921 branding-aula05
20190921 branding-aula0520190921 branding-aula05
20190921 branding-aula05
 
Aula 03 - Desconstruindo o Briefing
Aula 03 - Desconstruindo o BriefingAula 03 - Desconstruindo o Briefing
Aula 03 - Desconstruindo o Briefing
 
Branding Aula 04 - UNIB
Branding Aula 04 - UNIBBranding Aula 04 - UNIB
Branding Aula 04 - UNIB
 
Branding Aula 03 - UNIB
Branding Aula 03 - UNIBBranding Aula 03 - UNIB
Branding Aula 03 - UNIB
 
Aula 02 - Agência de Comunicação
Aula 02 - Agência de ComunicaçãoAula 02 - Agência de Comunicação
Aula 02 - Agência de Comunicação
 
Aula 01 criatividade e inovacao - FPCOM
Aula 01   criatividade e inovacao - FPCOMAula 01   criatividade e inovacao - FPCOM
Aula 01 criatividade e inovacao - FPCOM
 
Branding Aula 02 - UNIB
Branding Aula 02 - UNIBBranding Aula 02 - UNIB
Branding Aula 02 - UNIB
 
Branding Aula 01 - UNIB
Branding Aula 01 - UNIBBranding Aula 01 - UNIB
Branding Aula 01 - UNIB
 
Aula 04 ser digital 2019
Aula 04   ser digital 2019Aula 04   ser digital 2019
Aula 04 ser digital 2019
 
Trablaho final - Marketing Digital
Trablaho final - Marketing DigitalTrablaho final - Marketing Digital
Trablaho final - Marketing Digital
 
Marcas e Atitude do Consumidor
Marcas e Atitude do ConsumidorMarcas e Atitude do Consumidor
Marcas e Atitude do Consumidor
 
Posicioniamento
PosicioniamentoPosicioniamento
Posicioniamento
 
Brand Equity - o valor da marca
Brand Equity - o valor da marcaBrand Equity - o valor da marca
Brand Equity - o valor da marca
 
Comunicação Integrada de Marketing
Comunicação Integrada de MarketingComunicação Integrada de Marketing
Comunicação Integrada de Marketing
 
Construção de Marcas
Construção de MarcasConstrução de Marcas
Construção de Marcas
 

Último

Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 

Comunicação Empresarial | Aula 03

  • 1. Identidade e Imagem Organizacional Cultura Organizacional Aula 03 27/02/2015
  • 2. Comunicação Empresarial é uma atividade sistêmica, de caráter estratégico, ligada aos mais altos escalões da empresa e que tem por objetivos criar – onde ainda não existir ou for neutra – manter – onde já existir – ou, ainda, mudar para favorável – onde for negativa – a imagem da empresa junto a seus públicos prioritários. Roger CahenRoger Cahen
  • 7. E quantas empresas podem fazer isso?
  • 8. “Uma marca é essencialmente uma promessa da empresa de fornecer uma série específica de atributos, benefícios e serviços uniformes aos compradores. As melhores marcas trazem uma garantia de qualidade.”de qualidade.” Philip Kotler
  • 9. Níveis de significado da marca • Atributos – O que a marca nos traz à mente? Preço, qualidade, durabilidade etc. • Benefícios (funcionais e/ou emocionais) – O que realmente é comprado pelo consumidor. Status, segurança, saúde, etc. • Valores• Valores – A marca transmite algo sobre valores da empresa. • Cultura – A marca pode refletir a cultura de um grupo. • Personalidade – A marca assume a personalidade de uma pessoa ou porta-voz • Usuário – A marca sugere o tipo de consumidor que compra o produto.
  • 18. Branding • Conjunto de ativos e passivos ligados a uma marca • Nome, símbolo, valores tangíveis e intangíveis • Adiciona ou subtrai valor de uma empresa, serviço e/ou produtoe/ou produto • É responsabilidade de todos na empresa!
  • 23. cultura cul.tu.ra sf (lat cultura) 1 Ação, efeito, arte ou maneira de cultivar a terra ou certas plantas. 2 Terreno cultivado. 3 Biol Propagação de microrganismos ou cultivação de tecido vivo em um meio nutritivo preparado. 4 Biol Produto de tal cultivação. 5 Biol O meio junto com o material cultivado. 6 Utilização industrial de certas produções naturais. 7 Aplicação do espírito a uma coisa; estudo. 8 Desenvolvimento que, por cuidados assíduos, se dá às faculdades naturais. 9Desenvolvimento intelectual. 10 Adiantamento, civilização. 11 Apuro, esmero, elegância. 12 V culteranismo. 13 Sociol Sistema de ideias, conhecimentos, técnicas e artefatos, de padrões de comportamento e atitudes que caracteriza uma determinada sociedade. 14 Antrop Estado ou estágio do desenvolvimento cultural de um povo ousociedade. 14 Antrop Estado ou estágio do desenvolvimento cultural de um povo ou período, caracterizado pelo conjunto das obras, instalações e objetos criados pelo homem desse povo ou período; conteúdo social. 15Arqueol Conjunto de remanescentes recorrentes, como artefatos, tipos de casas, métodos de sepultamento e outros testemunhos de um modo de vida que diferenciam um grupo de sítios arqueológicos. C. alternativa, Agr: a que se faz alternando. C. esgotante: a que esteriliza ou depaupera o solo. C. física: desenvolvimento metódico do organismo humano por meio da ginástica e dos desportos. C. extensiva: a que explora a riqueza do solo sem cuidar da conservação deste, precisando, assim, de amplos territórios. C. geral: a constituída de conhecimentos básicos indispensáveis para o entendimento de qualquer ramo do saber humano. C. intensiva: a que acumula o trabalho e o capital num terreno relativamente pequeno, conservando-lhe a fertilidade.
  • 24. Cultura – construção social da realidade • Define o modo de ser de uma sociedade • É uma construção social que se relaciona com a história de um povo (origem, lutas, derrotas, conquistas)conquistas) • A cultura de um país influencia a cultura das organizações que atuam neste país, MESMO AS MULTINACIONAIS.
  • 25. Cultura Organizacional • Manifestação simbólica e comportamental • Valores sustentados e partilhados por gestores e funcionários • Maneira como as coisas são feitas • Podem ser ensinadas• Podem ser ensinadas – Símbolos (manuais, apresentações, líderes) – Treinamentos – Linguagem (jargões e slogans) – Narrativas (histórias e mitos) – Praticas (rituais e tabus)
  • 27. Estudos indicam que a cultura de cada indivíduo e a cultura nacional colaboram na formação da cultura da organização, assim como a cultura da organização também afeta a culturaassim como a cultura da organização também afeta a cultura individual.
  • 28. Cultura Organizacional • Fornece o contexto para a formação de interpretações sobre a identidade organizacional • Formula influências que poderão afetar a imagem da organizaçãoorganização
  • 29. Identidade Organizacional • Central – Compreende características centrais da organização • Distintivo – Distingue a organização das demais– Distingue a organização das demais • Duradouro (mas atual) – Liga o presente ao passado e ao futuro
  • 30. Identidade Organizacional • É composta de: – Valores de stakeholders internos – Cultura empresarial • Unifica o grupo em torno de conjunto de regras• Unifica o grupo em torno de conjunto de regras formais e informais • Como nós nos vemos • Como nós nos apresentamos • Identidade é expressão coletiva da cultura
  • 32. Entende-se por atributos da imagem de uma organização tudo aquilo que pode ser atribuído a essa organização, como características, impressões, sensações, entre outros; tais atributos podem ainda ser de ordem racional, emocional,ser de ordem racional, emocional, sensorial e simbólica. (de Toni, 2009)
  • 33. 可口可乐可口可乐 “ke kou ke le” Gostoso e te faz feliz
  • 35. Imagem Organizacional • Percepção externa da marca • Pode ser afetada pelo contexto • Pode sofrer influências – Da própria organização – De formadores de opinião– De formadores de opinião – De família, amigos etc. – Da mídia (quanto menor a experiência com a marca, mais a mídia afeta a avaliação) • Uma empresa pode ter diversas imagens (dependendo do público envolvido)
  • 36. Imagem Organizacional • Não há garantias de que será criada uma imagem positiva na mente do público de interesse! • A organização não pode alterar diretamente sua imagem, mas pode alterar sua identidadeimagem, mas pode alterar sua identidade • Gerenciar imagem é gerenciar identidade!
  • 38. Case Natura • Empresa fundada em 1969 com o objetivo de vender produtos de cuidado pessoal produzidos com fórmulas naturais, de alta qualidade e a preços competitivos. • Adota venda direta na década de 1970• Adota venda direta na década de 1970 • A empresa sempre investiu pesadamente em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), destinando 4% de seu faturamento ao desenvolvimento científico. • Crescimento torna fábrica em Itapecerica da Serra e centro de distribuição em São Paulo obsoletos.
  • 39. Case Natura • Construção do Novo Espaço Natura em Cajamar, centralizando operações de produção, distribuição e treinamento. • Aumento de capacidade produtiva oferece maioresAumento de capacidade produtiva oferece maiores possibilidades na exploração de novas tecnologias e novos processos de fabricação e distribuição. • Para sinalizar o momento de mobilização e transformação, a empresa busca uma síntese estética que melhor reflita seu posicionamento atual.
  • 40. Case Natura • Desenvolvimento de nova marca refletindo valores fundamentais da marca (imagem projetada ou ideal): tecnologia, ingredientes naturais, sustentável, preocupação com os clientes, diversidade. • Questionamento: a Natura já tem imagem positiva estabelecida. A mudança não seria arriscada? • Frente a este questionamento, foram contratadas duas pesquisas qualitativas para avaliar a marca e sua imagem.
  • 41. Case Natura – 1ª pesquisa • Objetivo: avaliar atitudes do público-alvo em relação à imagem da marca e à imagem projetada. • Resultados: a imagem da marca tem uma personalidade clássica, elegante, ativa, atualizada,personalidade clássica, elegante, ativa, atualizada, intelectualizada, madura, exigente, equilibrada, corajosa, sofisticada, e com uma forte relação com a natureza.
  • 42. Case Natura – 2ª pesquisa • Objetivo: analisar novo posicionamento focalizando seus significados, valores e fortalecimento de marca a partir do novo design. • Resultados – Imagem positiva e configurada de forma clara para os– Imagem positiva e configurada de forma clara para os consumidores, que esperam constantes renovações – Apesar de a Natura oferecer produtos para diversas faixas etárias, os que mais se destacam são voltados a um público feminino mais maduro – A nova marca foi bem avaliada e sinaliza modernidade, leveza, atualidade, simplicidade
  • 43. LOGOMARCA ANTIGA • Segurança • Familiaridade NOVA LOGOMARCA • Novidade • Estranheza• Familiaridade • Estático • Tradicional • Força (no traçado) • “Mais pesado” • Estranheza • Movimento • Moderno • Leveza (no traçado) • “Mais clean”
  • 44. Case Natura – Consolidação da nova marca • Novo logo introduzido primeiramente no âmbito interno • Material de comunicação e design de produtos alterado gradualmentealterado gradualmente