SlideShare uma empresa Scribd logo
AGENTES
MUTAGÉNICOS
Escola Sec. du Bocage 2014/2015
A. Génicas
B. Cromossómicas :
B.1 Estruturais (o nº de cromossomas mantem-se;
mas o arranjo ou nº de genes altera-se)
B2. Numéricas (o nº de cromossomas altera-se)
Mutações genéticas – podem ser:
A. Modificações espontâneas
B. Agentes mutagénicos podem ser:
carcinogénicos - ex:
1. radiações (UV, X, ϒ, etc.)
2. Substâncias químicas (nitrosaminas, gás
mostarda, colquicina, ácido nítrico, etc.)
3. Vírus (HPV)
Mutações – causas:
1. substituição de nucleótidos
2. deleção de nucleótidos
3. inserção de nucleótidos
4. inversão de nucleótidos
A. Mutações Génicas – acontecem por:
1. silenciosas
(pela redundância do código genético)
2. “nonsense”
A alteração resulta num codão de terminação (UAA, UAG, UGA)
3. produtoras de anomalia
Ex: anemia falciforme
Mutações Génicas – podem resultar em “efeitos”::
Bactérias, vírus e fungos...
- Têm (elevadas/ baixas ???) Taxas de mutação
- Possuem/ não possuem mecanismos de reparação do
DNA
- Ciclos de vida curtos/ longos
- As taxas de replicação e transcrição são baixas/ altas
Mutações Génicas – nota! :
Agentes carcinogénicos podem provocar:
A. ou, mutação de proto-oncogenes
B. ou, mutação dos genes supressores de tumores
ou anti-oncogenes
O gene p53 – anjo guardião do genoma) é um supressor tumoral capaz
de reparar DNA alterado ou induz apoptose (50% dos casos)
Proto-oncogene Oncogene
1. Translocações para regiões com promotores
2. Amplificação, nº cópias do gene, nºproteínas estimuladoras
do crescimento celular
3. Mutação pontual do proto oncogene, com produção de
proteínas + ativas/resistentes que intensificam o ciclo celular
4. Inserção retroviral, com introdução de porções de genoma do
vírus com promotores próximos do proto oncogene
5. Inserção retroviral, com introdução de oncogenes
mutações
gene causador de cancro
Através de:
Agentes mutagénicos
A. Génicas
B. Cromossómicas :
B.1 Estruturais (o nº de cromossomas mantem-se;
mas o arranjo ou nº de genes altera-se)
B2. Numéricas (o nº de cromossomas altera-se)
Mutações genéticas – podem ser:
A. Mutações Cromossómicas estruturais:
Translocação simples
Transferência de um segmento de um
cromossoma para outro não homólogo
Translocação recíproca
Troca de segmentos entre 2 cromossomas não
homólogos
Deleção
Duplicação
Adição de um segmento resultante do seu
homólogo
Inversão
B. Mutações Cromossómicas Numéricas
altera-se a euploidia = nº normal de cromossomas
 Por poliploidia
ganho de material genético, o indivíduo passa a ter
cariótipo x.2n cromossomas
 Por aneuploidia
ganho ou perda de um cromossoma. Ex: trissomia,
monossomia, nulossomia
Trissomia 21
Trissomia 21
Ocorrência: 1 a cada 800 ou 1000 nascimentos
Características:
• Atraso mental leve a moderado
• Olhos amendoados
• Prega palmar transversal única (também conhecida
como prega simiesca)
• Dedos curtos
• Pescoço curto
• Defeitos cardíacos congénitos
• Microcefalia (frequente)
• Problemas na visão (miopia, astigmatismo ou
estrabismo) e na audição
Trissomia 18 - Síndrome de Edwards
Trissomia 18 - Síndrome de Edwards
Ocorrência: 1 em cada 8000 recém-nascidos
Características:
• Atraso mental e do crescimento
• Malformação grave do coração (por vezes)
• Crânio excessivamente alongado na região occipital
• Pavilhão das orelhas apresenta poucos sulcos
• Boca pequena e o pescoço geralmente muito curto
• Genitais externos anómalos
• Dedo indicador é maior que os outros e flexionado sobre o
dedo médio
• Pés com plantas arqueadas .
Trissomia 13 - Síndrome de Patau
Trissomia 13 - Síndrome de Patau
Ocorrência: 1 em cada 7000 nascimentos
Características:
• Malformações graves do sistema nervoso
central
• Má formação do coração da criança
• Atraso mental
• Palato fendido
• A expectativa de vida é muito curta (cerca de
seis meses).
(há casos de sobrevida maior que dez anos)
Síndrome de Klinefelter – (47, XXY)
Síndrome de Klinefelter – (47, XXY)
Ocorrência: 1 em cada 500
nascimentos
Características:
• Estatura elevada
• Ginecomastia (desenvolvimento do
tecido mamário)
• Testículos e pénis pequenos
• Diminuição no crescimento de barba
• Esterilidade (Azoospermia).
Síndrome de Jacobs ou super macho
Síndrome de Jacobs ou super macho
Ocorrência: 1 em cada 1000 nascimentos
Características:
• Fenotipicamente normais (maioria)
• Crescimento ligeiramente acelerado na
Infância
• Estatura muito elevada
• Problemas comportamentais (distração,
hiperatividade e crises de fúria na infância e
início da adolescência)
• São férteis.
Triplo X – super fêmea
Triplo X – super fêmea – 44XXX
• Fenotipicamente normais
• Estatura geralmente acima da
média
• Genitália e mamas
subdesenvolvidas
• Certo retardamento mental (em
alguns casos)
• São férteis.
Síndrome de Turner – (45, X0)
ANEUPLOIDIA - MONOSSOMIAS
Síndrome de Turner (44 X0)
Ocorrência: 1 em cada 5000 nascimentos
Características:
• Estatura baixa,
• Órgãos sexuais e carateres sexuais secundários poucos
desenvolvidos
• Tórax largo em barril
• Pescoço alado (com pregas cutâneas bilaterais)
• Má-formação das orelhas
• Maior frequência de problemas renais e cardiovasculares
• Quase sempre estéril (os ovários não produzem óvulos).
Mutações Cromossómicas - síntese:
Mutações cromossómicas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Genes letais
Genes letaisGenes letais
Genes letais
URCA
 
Ligação, recombinação e mapas genéticos
Ligação, recombinação e mapas genéticosLigação, recombinação e mapas genéticos
Ligação, recombinação e mapas genéticos
Evilene Bolos
 
Organização do cromossomo/DNA
Organização do cromossomo/DNAOrganização do cromossomo/DNA
Organização do cromossomo/DNA
Jaqueline Almeida
 
V Exceções a transmissão Mendeliana
V Exceções a transmissão MendelianaV Exceções a transmissão Mendeliana
V Exceções a transmissão Mendeliana
Rinaldo Pereira
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
Marcionedes De Souza
 
Ciclo Celular
Ciclo CelularCiclo Celular
Ciclo Celular
Mariana Cordeiro
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
emanuel
 
Herança Não Mendeliana
Herança Não MendelianaHerança Não Mendeliana
Herança Não Mendeliana
Rodrigo Vianna
 
Mutações
MutaçõesMutações
Mutaçãos
MutaçãosMutaçãos
Mutaçãos
Planfii Palmeira
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Bio
 
Mutações do material genético
Mutações do material genéticoMutações do material genético
Mutações do material genético
UERGS
 
Mutação
MutaçãoMutação
Agentes Mutagênico
Agentes MutagênicoAgentes Mutagênico
Agentes Mutagênico
OctviodeOliveiraJorg
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
UERGS
 
Carcinogenese e Bases Moleculares Da Oncologia
Carcinogenese e Bases  Moleculares Da OncologiaCarcinogenese e Bases  Moleculares Da Oncologia
Carcinogenese e Bases Moleculares Da Oncologia
Carlos Frederico Pinto
 
Noções de Biotecnologia
Noções de BiotecnologiaNoções de Biotecnologia
Noções de Biotecnologia
emanuel
 
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de MendelGenética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
Felipe Haeberlin
 
2ª lei de mendel
2ª lei de mendel2ª lei de mendel
2ª lei de mendel
Iuri Fretta Wiggers
 
Mutações
MutaçõesMutações

Mais procurados (20)

Genes letais
Genes letaisGenes letais
Genes letais
 
Ligação, recombinação e mapas genéticos
Ligação, recombinação e mapas genéticosLigação, recombinação e mapas genéticos
Ligação, recombinação e mapas genéticos
 
Organização do cromossomo/DNA
Organização do cromossomo/DNAOrganização do cromossomo/DNA
Organização do cromossomo/DNA
 
V Exceções a transmissão Mendeliana
V Exceções a transmissão MendelianaV Exceções a transmissão Mendeliana
V Exceções a transmissão Mendeliana
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
 
Ciclo Celular
Ciclo CelularCiclo Celular
Ciclo Celular
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Herança Não Mendeliana
Herança Não MendelianaHerança Não Mendeliana
Herança Não Mendeliana
 
Mutações
MutaçõesMutações
Mutações
 
Mutaçãos
MutaçãosMutaçãos
Mutaçãos
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
 
Mutações do material genético
Mutações do material genéticoMutações do material genético
Mutações do material genético
 
Mutação
MutaçãoMutação
Mutação
 
Agentes Mutagênico
Agentes MutagênicoAgentes Mutagênico
Agentes Mutagênico
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
 
Carcinogenese e Bases Moleculares Da Oncologia
Carcinogenese e Bases  Moleculares Da OncologiaCarcinogenese e Bases  Moleculares Da Oncologia
Carcinogenese e Bases Moleculares Da Oncologia
 
Noções de Biotecnologia
Noções de BiotecnologiaNoções de Biotecnologia
Noções de Biotecnologia
 
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de MendelGenética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
 
2ª lei de mendel
2ª lei de mendel2ª lei de mendel
2ª lei de mendel
 
Mutações
MutaçõesMutações
Mutações
 

Destaque

Agentes mutágenos
Agentes mutágenosAgentes mutágenos
Agentes mutágenos
Pedro Fuica Ulloa
 
Agentes mutagenicos
Agentes mutagenicosAgentes mutagenicos
Agentes mutagenicos
Daniela Vega RedWitch
 
Agentes mutagenos
Agentes mutagenosAgentes mutagenos
Agentes mutagenos
Lorena1891
 
Tema38 agentes mutagénicos
Tema38 agentes mutagénicosTema38 agentes mutagénicos
Tema38 agentes mutagénicos
Saam Ha
 
Aula 1 - parte 1 Mutação
Aula 1 - parte 1 MutaçãoAula 1 - parte 1 Mutação
Aula 1 - parte 1 Mutação
aivilsilveira
 
Mutação Gênica
Mutação GênicaMutação Gênica
Mutação Gênica
Caio Sanches
 
Mutacões
MutacõesMutacões
Mutacões
Catir
 
Alteração química do dna
Alteração química do dnaAlteração química do dna
Alteração química do dna
Alexandre Queiroz
 
Agentes mutagénicos
Agentes mutagénicosAgentes mutagénicos
Agentes mutagénicos
merece
 
Ppt 9 AlteraçãO Do Material GenéTico
Ppt 9    AlteraçãO Do Material GenéTicoPpt 9    AlteraçãO Do Material GenéTico
Ppt 9 AlteraçãO Do Material GenéTico
Nuno Correia
 
Mutações
MutaçõesMutações
Mutações
Alt Bandeira
 
Etiologia del cancer
Etiologia del cancerEtiologia del cancer
Etiologia del cancer
Hospital Benito Juarez
 
Mutações gênicas
Mutações gênicasMutações gênicas
Mutações gênicas
Alpha Colégio e Vestibulares
 
24 AlteraçãO Material Genetico MutaçãO09
24  AlteraçãO Material Genetico MutaçãO0924  AlteraçãO Material Genetico MutaçãO09
24 AlteraçãO Material Genetico MutaçãO09
Leonor Vaz Pereira
 
Mutações Génicas
Mutações GénicasMutações Génicas
Mutações Génicas
Catir
 
Tema 15. mutaciones
Tema 15. mutacionesTema 15. mutaciones
Tema 15. mutaciones
biologiahipatia
 
Mutagenos fisicos y quimicos
Mutagenos fisicos y quimicosMutagenos fisicos y quimicos
Mutagenos fisicos y quimicos
Jesi Garcia
 
MUTACIONES
MUTACIONESMUTACIONES
MUTACIONES
jaimeyalex
 
Dicas para usar o PowerPoint
Dicas para usar o PowerPointDicas para usar o PowerPoint
Dicas para usar o PowerPoint
silvanatsal
 
Mutaciones
MutacionesMutaciones
Mutaciones
remedios rguez
 

Destaque (20)

Agentes mutágenos
Agentes mutágenosAgentes mutágenos
Agentes mutágenos
 
Agentes mutagenicos
Agentes mutagenicosAgentes mutagenicos
Agentes mutagenicos
 
Agentes mutagenos
Agentes mutagenosAgentes mutagenos
Agentes mutagenos
 
Tema38 agentes mutagénicos
Tema38 agentes mutagénicosTema38 agentes mutagénicos
Tema38 agentes mutagénicos
 
Aula 1 - parte 1 Mutação
Aula 1 - parte 1 MutaçãoAula 1 - parte 1 Mutação
Aula 1 - parte 1 Mutação
 
Mutação Gênica
Mutação GênicaMutação Gênica
Mutação Gênica
 
Mutacões
MutacõesMutacões
Mutacões
 
Alteração química do dna
Alteração química do dnaAlteração química do dna
Alteração química do dna
 
Agentes mutagénicos
Agentes mutagénicosAgentes mutagénicos
Agentes mutagénicos
 
Ppt 9 AlteraçãO Do Material GenéTico
Ppt 9    AlteraçãO Do Material GenéTicoPpt 9    AlteraçãO Do Material GenéTico
Ppt 9 AlteraçãO Do Material GenéTico
 
Mutações
MutaçõesMutações
Mutações
 
Etiologia del cancer
Etiologia del cancerEtiologia del cancer
Etiologia del cancer
 
Mutações gênicas
Mutações gênicasMutações gênicas
Mutações gênicas
 
24 AlteraçãO Material Genetico MutaçãO09
24  AlteraçãO Material Genetico MutaçãO0924  AlteraçãO Material Genetico MutaçãO09
24 AlteraçãO Material Genetico MutaçãO09
 
Mutações Génicas
Mutações GénicasMutações Génicas
Mutações Génicas
 
Tema 15. mutaciones
Tema 15. mutacionesTema 15. mutaciones
Tema 15. mutaciones
 
Mutagenos fisicos y quimicos
Mutagenos fisicos y quimicosMutagenos fisicos y quimicos
Mutagenos fisicos y quimicos
 
MUTACIONES
MUTACIONESMUTACIONES
MUTACIONES
 
Dicas para usar o PowerPoint
Dicas para usar o PowerPointDicas para usar o PowerPoint
Dicas para usar o PowerPoint
 
Mutaciones
MutacionesMutaciones
Mutaciones
 

Semelhante a Agentes mutagénicos

12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx
12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx
12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx
mariagrave
 
M23- Mutações- preparação para o exame de M23.pdf
M23- Mutações- preparação para o exame de M23.pdfM23- Mutações- preparação para o exame de M23.pdf
M23- Mutações- preparação para o exame de M23.pdf
Patricia Lourenço
 
Lesões genéticas no câncer.
Lesões genéticas no câncer.Lesões genéticas no câncer.
Lesões genéticas no câncer.
Faculdade Maurício de Nassau
 
Genes letais
Genes letaisGenes letais
Genes letais
Roulber Carvalho
 
Mutação2
Mutação2Mutação2
Mutação2
Gaspar Neto
 
CICLO CELULAR SENESCENCIA E CANCER.ppt
CICLO CELULAR SENESCENCIA E CANCER.pptCICLO CELULAR SENESCENCIA E CANCER.ppt
CICLO CELULAR SENESCENCIA E CANCER.ppt
LuhLuh10
 
Bases genéticas das doenças
Bases genéticas das doençasBases genéticas das doenças
Bases genéticas das doenças
Andreutt Tabosa
 
Alterações do material genético
Alterações do material genéticoAlterações do material genético
Alterações do material genético
Isabel Lopes
 
Aula mutação.ppt
Aula mutação.pptAula mutação.ppt
Aula mutação.ppt
rickriordan
 
Bio12-Mutações
Bio12-MutaçõesBio12-Mutações
Bio12-Mutações
Rita Rainho
 
Recovered file 1
Recovered file 1Recovered file 1
Recovered file 1
ana cardoso
 
2º ano
2º ano2º ano
2º ano
Glauco Duarte
 
2º ano
2º ano2º ano
2º ano
Glauco Duarte
 
Mutações cromossômicas
Mutações cromossômicasMutações cromossômicas
Mutações cromossômicas
Thiago Faria
 
Mutações
MutaçõesMutações
Mutações
letyap
 
Mutações
MutaçõesMutações
Mutações
letyap
 
Israel gomy
Israel gomyIsrael gomy
Israel gomy
Bruno Quero
 
BIOLOGIA - genética de populações
BIOLOGIA - genética de populações  BIOLOGIA - genética de populações
BIOLOGIA - genética de populações
VitriaUngaratho
 
Síndrome de Patau
Síndrome de PatauSíndrome de Patau
Síndrome de Patau
Mary Melo
 
Aula 06 mutação e reparo
Aula 06   mutação e reparoAula 06   mutação e reparo
Aula 06 mutação e reparo
edu.biologia
 

Semelhante a Agentes mutagénicos (20)

12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx
12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx
12biofoco_pptdominio2_capitulo2jjjj.pptx
 
M23- Mutações- preparação para o exame de M23.pdf
M23- Mutações- preparação para o exame de M23.pdfM23- Mutações- preparação para o exame de M23.pdf
M23- Mutações- preparação para o exame de M23.pdf
 
Lesões genéticas no câncer.
Lesões genéticas no câncer.Lesões genéticas no câncer.
Lesões genéticas no câncer.
 
Genes letais
Genes letaisGenes letais
Genes letais
 
Mutação2
Mutação2Mutação2
Mutação2
 
CICLO CELULAR SENESCENCIA E CANCER.ppt
CICLO CELULAR SENESCENCIA E CANCER.pptCICLO CELULAR SENESCENCIA E CANCER.ppt
CICLO CELULAR SENESCENCIA E CANCER.ppt
 
Bases genéticas das doenças
Bases genéticas das doençasBases genéticas das doenças
Bases genéticas das doenças
 
Alterações do material genético
Alterações do material genéticoAlterações do material genético
Alterações do material genético
 
Aula mutação.ppt
Aula mutação.pptAula mutação.ppt
Aula mutação.ppt
 
Bio12-Mutações
Bio12-MutaçõesBio12-Mutações
Bio12-Mutações
 
Recovered file 1
Recovered file 1Recovered file 1
Recovered file 1
 
2º ano
2º ano2º ano
2º ano
 
2º ano
2º ano2º ano
2º ano
 
Mutações cromossômicas
Mutações cromossômicasMutações cromossômicas
Mutações cromossômicas
 
Mutações
MutaçõesMutações
Mutações
 
Mutações
MutaçõesMutações
Mutações
 
Israel gomy
Israel gomyIsrael gomy
Israel gomy
 
BIOLOGIA - genética de populações
BIOLOGIA - genética de populações  BIOLOGIA - genética de populações
BIOLOGIA - genética de populações
 
Síndrome de Patau
Síndrome de PatauSíndrome de Patau
Síndrome de Patau
 
Aula 06 mutação e reparo
Aula 06   mutação e reparoAula 06   mutação e reparo
Aula 06 mutação e reparo
 

Mais de anabela

Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
anabela
 
Vulcanologia7
Vulcanologia7Vulcanologia7
Vulcanologia7
anabela
 
1 ppt deriva dos continentes
1 ppt deriva dos continentes1 ppt deriva dos continentes
1 ppt deriva dos continentes
anabela
 
Metamorficas
MetamorficasMetamorficas
Metamorficas
anabela
 
Falhas e dobras
Falhas e dobrasFalhas e dobras
Falhas e dobras
anabela
 
Deformações das rochas
Deformações das rochasDeformações das rochas
Deformações das rochas
anabela
 
Lua
LuaLua
Explicações científicas
Explicações científicasExplicações científicas
Explicações científicas
anabela
 
Imunidade ativa, passiva e desequilíbrios
Imunidade ativa, passiva e desequilíbriosImunidade ativa, passiva e desequilíbrios
Imunidade ativa, passiva e desequilíbrios
anabela
 
Sistema imunitário ppt
Sistema imunitário pptSistema imunitário ppt
Sistema imunitário ppt
anabela
 
Biotecnologia objetivos
Biotecnologia  objetivosBiotecnologia  objetivos
Biotecnologia objetivos
anabela
 
Imunidade parte 1
Imunidade   parte 1Imunidade   parte 1
Imunidade parte 1
anabela
 
Sistemas digestivos
Sistemas digestivosSistemas digestivos
Sistemas digestivos
anabela
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
anabela
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
anabela
 
Dúvidas existenciais
Dúvidas existenciaisDúvidas existenciais
Dúvidas existenciais
anabela
 
Rochas
RochasRochas
Rochas
anabela
 
Tempo geologico
Tempo geologicoTempo geologico
Tempo geologico
anabela
 
Meteorização química
Meteorização químicaMeteorização química
Meteorização química
anabela
 
Fósseis 2
Fósseis 2Fósseis 2
Fósseis 2
anabela
 

Mais de anabela (20)

Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
Vulcanologia7
Vulcanologia7Vulcanologia7
Vulcanologia7
 
1 ppt deriva dos continentes
1 ppt deriva dos continentes1 ppt deriva dos continentes
1 ppt deriva dos continentes
 
Metamorficas
MetamorficasMetamorficas
Metamorficas
 
Falhas e dobras
Falhas e dobrasFalhas e dobras
Falhas e dobras
 
Deformações das rochas
Deformações das rochasDeformações das rochas
Deformações das rochas
 
Lua
LuaLua
Lua
 
Explicações científicas
Explicações científicasExplicações científicas
Explicações científicas
 
Imunidade ativa, passiva e desequilíbrios
Imunidade ativa, passiva e desequilíbriosImunidade ativa, passiva e desequilíbrios
Imunidade ativa, passiva e desequilíbrios
 
Sistema imunitário ppt
Sistema imunitário pptSistema imunitário ppt
Sistema imunitário ppt
 
Biotecnologia objetivos
Biotecnologia  objetivosBiotecnologia  objetivos
Biotecnologia objetivos
 
Imunidade parte 1
Imunidade   parte 1Imunidade   parte 1
Imunidade parte 1
 
Sistemas digestivos
Sistemas digestivosSistemas digestivos
Sistemas digestivos
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Dúvidas existenciais
Dúvidas existenciaisDúvidas existenciais
Dúvidas existenciais
 
Rochas
RochasRochas
Rochas
 
Tempo geologico
Tempo geologicoTempo geologico
Tempo geologico
 
Meteorização química
Meteorização químicaMeteorização química
Meteorização química
 
Fósseis 2
Fósseis 2Fósseis 2
Fósseis 2
 

Último

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 

Último (20)

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 

Agentes mutagénicos

  • 2. A. Génicas B. Cromossómicas : B.1 Estruturais (o nº de cromossomas mantem-se; mas o arranjo ou nº de genes altera-se) B2. Numéricas (o nº de cromossomas altera-se) Mutações genéticas – podem ser:
  • 3. A. Modificações espontâneas B. Agentes mutagénicos podem ser: carcinogénicos - ex: 1. radiações (UV, X, ϒ, etc.) 2. Substâncias químicas (nitrosaminas, gás mostarda, colquicina, ácido nítrico, etc.) 3. Vírus (HPV) Mutações – causas:
  • 4. 1. substituição de nucleótidos 2. deleção de nucleótidos 3. inserção de nucleótidos 4. inversão de nucleótidos A. Mutações Génicas – acontecem por:
  • 5. 1. silenciosas (pela redundância do código genético) 2. “nonsense” A alteração resulta num codão de terminação (UAA, UAG, UGA) 3. produtoras de anomalia Ex: anemia falciforme Mutações Génicas – podem resultar em “efeitos”::
  • 6. Bactérias, vírus e fungos... - Têm (elevadas/ baixas ???) Taxas de mutação - Possuem/ não possuem mecanismos de reparação do DNA - Ciclos de vida curtos/ longos - As taxas de replicação e transcrição são baixas/ altas Mutações Génicas – nota! :
  • 7. Agentes carcinogénicos podem provocar: A. ou, mutação de proto-oncogenes B. ou, mutação dos genes supressores de tumores ou anti-oncogenes O gene p53 – anjo guardião do genoma) é um supressor tumoral capaz de reparar DNA alterado ou induz apoptose (50% dos casos)
  • 8. Proto-oncogene Oncogene 1. Translocações para regiões com promotores 2. Amplificação, nº cópias do gene, nºproteínas estimuladoras do crescimento celular 3. Mutação pontual do proto oncogene, com produção de proteínas + ativas/resistentes que intensificam o ciclo celular 4. Inserção retroviral, com introdução de porções de genoma do vírus com promotores próximos do proto oncogene 5. Inserção retroviral, com introdução de oncogenes mutações gene causador de cancro Através de: Agentes mutagénicos
  • 9. A. Génicas B. Cromossómicas : B.1 Estruturais (o nº de cromossomas mantem-se; mas o arranjo ou nº de genes altera-se) B2. Numéricas (o nº de cromossomas altera-se) Mutações genéticas – podem ser:
  • 10. A. Mutações Cromossómicas estruturais: Translocação simples Transferência de um segmento de um cromossoma para outro não homólogo Translocação recíproca Troca de segmentos entre 2 cromossomas não homólogos Deleção Duplicação Adição de um segmento resultante do seu homólogo Inversão
  • 11. B. Mutações Cromossómicas Numéricas altera-se a euploidia = nº normal de cromossomas  Por poliploidia ganho de material genético, o indivíduo passa a ter cariótipo x.2n cromossomas  Por aneuploidia ganho ou perda de um cromossoma. Ex: trissomia, monossomia, nulossomia
  • 13. Trissomia 21 Ocorrência: 1 a cada 800 ou 1000 nascimentos Características: • Atraso mental leve a moderado • Olhos amendoados • Prega palmar transversal única (também conhecida como prega simiesca) • Dedos curtos • Pescoço curto • Defeitos cardíacos congénitos • Microcefalia (frequente) • Problemas na visão (miopia, astigmatismo ou estrabismo) e na audição
  • 14. Trissomia 18 - Síndrome de Edwards
  • 15. Trissomia 18 - Síndrome de Edwards Ocorrência: 1 em cada 8000 recém-nascidos Características: • Atraso mental e do crescimento • Malformação grave do coração (por vezes) • Crânio excessivamente alongado na região occipital • Pavilhão das orelhas apresenta poucos sulcos • Boca pequena e o pescoço geralmente muito curto • Genitais externos anómalos • Dedo indicador é maior que os outros e flexionado sobre o dedo médio • Pés com plantas arqueadas .
  • 16. Trissomia 13 - Síndrome de Patau
  • 17. Trissomia 13 - Síndrome de Patau Ocorrência: 1 em cada 7000 nascimentos Características: • Malformações graves do sistema nervoso central • Má formação do coração da criança • Atraso mental • Palato fendido • A expectativa de vida é muito curta (cerca de seis meses). (há casos de sobrevida maior que dez anos)
  • 18. Síndrome de Klinefelter – (47, XXY)
  • 19. Síndrome de Klinefelter – (47, XXY) Ocorrência: 1 em cada 500 nascimentos Características: • Estatura elevada • Ginecomastia (desenvolvimento do tecido mamário) • Testículos e pénis pequenos • Diminuição no crescimento de barba • Esterilidade (Azoospermia).
  • 20. Síndrome de Jacobs ou super macho
  • 21. Síndrome de Jacobs ou super macho Ocorrência: 1 em cada 1000 nascimentos Características: • Fenotipicamente normais (maioria) • Crescimento ligeiramente acelerado na Infância • Estatura muito elevada • Problemas comportamentais (distração, hiperatividade e crises de fúria na infância e início da adolescência) • São férteis.
  • 22. Triplo X – super fêmea
  • 23. Triplo X – super fêmea – 44XXX • Fenotipicamente normais • Estatura geralmente acima da média • Genitália e mamas subdesenvolvidas • Certo retardamento mental (em alguns casos) • São férteis.
  • 24. Síndrome de Turner – (45, X0)
  • 25. ANEUPLOIDIA - MONOSSOMIAS Síndrome de Turner (44 X0) Ocorrência: 1 em cada 5000 nascimentos Características: • Estatura baixa, • Órgãos sexuais e carateres sexuais secundários poucos desenvolvidos • Tórax largo em barril • Pescoço alado (com pregas cutâneas bilaterais) • Má-formação das orelhas • Maior frequência de problemas renais e cardiovasculares • Quase sempre estéril (os ovários não produzem óvulos).