SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Sistema imunitário
Mecanismos de defesa específicos
Trabalho realizado por:
Ana Filipa Costa, nº5
Maria Inês Ferreira, nº23
12ºC
Disciplina de Biologia
Ano letivo 2014/2015
O que são mecanismos de defesa específicos?
 Começam a atuar
apenas alguns
dias após a
invasão dos
agentes
patogénicos;
 Assentam
sobretudos nas
ações dos
linfócitos;
Tipos de linfócitos
Linfócitos T Linfócitos B
Timo
Medula
óssea
Antigénios
 Vírus
 Bactérias
 Protozoários
 Parasitas de maiores dimensões
 Moléculas estranhas ao organismo
•Participar na defesa
do organismo;
•Os linfócitos T são
responsáveis pela
imunidade celular,
enquanto os B são
responsáveis pela
imunidade humoral.
 Quais as funções dos linfócitos?
Imunidade humoral
Linfócito B
PlasmócitoCélula
memória
Antigénio
Imunidade humoral
Anticorpos
 São proteínas produzidas pelos plasmócitos;
 A sua função é neutralizar os antigénios;
Imunidade humoral
Produção de anticorpos
Anticorpos e a Imunidade Humoral
Desativação dos antigénios pelos anticorpos
1. Neutralização
direta de
bactérias e vírus
2. Aglutinação
3. Precipitação de
antigénios
solúveis
4. Ativação do
sistema de
complemento
5. Estimulação da
fagocitose
Imunidade Celular
 Macrófagos são células de grandes dimensões,
ricos em lisossomas, que fagocitam elementos
estranhos ao corpoFagocitar
e digerir
Macrófago
Agentes
patogénicos
Fragmentos de moléculas com poder antigénico
inserir
•Imunidade Celular,
também chamada de
Imunidade mediada por
células;
•É realizada com base na
ação dos linfócitos T;
 Imunidade celular
 Tem início quando é apresentado
um antigénio aos linfócitos T
 Esta apresentação pode ser feita
por: macrófagos, linfócitos B ou
células infetadas por vírus.
 Os macrófagos possuem na
superfície proteínas do complexo
maior de histocompatibilidade
(MHC).
 Complexo antigénio MHC II –
Torna os linfócitos T ativos.
•Imunidade Celular,
também chamada de
Imunidade mediada por
células;
•É realizada com base na
ação dos linfócitos T;
 Imunidade celular
 Os linfócitos ativados podem-se
diferenciar em linfócitos Th ou Tc
 Os linfócitos T ativos podem
estimular outros linfócitos T e B e
até fagócitos.
Em resumo…

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conceitos de Sistema Imune
Conceitos de Sistema ImuneConceitos de Sistema Imune
Conceitos de Sistema ImuneLys Duarte
 
Imunologia microbiologia
Imunologia   microbiologiaImunologia   microbiologia
Imunologia microbiologiaCrismontalvao
 
Imunidade ativa e passiva
Imunidade ativa e passivaImunidade ativa e passiva
Imunidade ativa e passivaMessias Miranda
 
Aula 4 imunidade adquirida humoral_2-2011
Aula 4 imunidade adquirida humoral_2-2011Aula 4 imunidade adquirida humoral_2-2011
Aula 4 imunidade adquirida humoral_2-2011mfernandamb
 
ICSA17 - Hipersensibilidades
ICSA17 - HipersensibilidadesICSA17 - Hipersensibilidades
ICSA17 - HipersensibilidadesRicardo Portela
 
Doenças Auto-Imunes, Transplantes e Alergias
Doenças Auto-Imunes, Transplantes e AlergiasDoenças Auto-Imunes, Transplantes e Alergias
Doenças Auto-Imunes, Transplantes e AlergiasIsabel Lopes
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema Imunológico
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema ImunológicoSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema Imunológico
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema ImunológicoTurma Olímpica
 
Sistema imunológico
Sistema imunológicoSistema imunológico
Sistema imunológicoURCA
 
Imunodeficiencia congénita e adquirida
Imunodeficiencia congénita e adquiridaImunodeficiencia congénita e adquirida
Imunodeficiencia congénita e adquiridaIsabel Lopes
 
Bacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasBacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasEvandro Batista
 
Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02
Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02
Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02Guilherme Wendel
 

Mais procurados (20)

Conceitos de Sistema Imune
Conceitos de Sistema ImuneConceitos de Sistema Imune
Conceitos de Sistema Imune
 
Imunologia microbiologia
Imunologia   microbiologiaImunologia   microbiologia
Imunologia microbiologia
 
Imunologia
ImunologiaImunologia
Imunologia
 
Doenças auto-imunes
Doenças auto-imunes Doenças auto-imunes
Doenças auto-imunes
 
Imunidade Inata
Imunidade InataImunidade Inata
Imunidade Inata
 
Aula 4 - M
Aula 4 - MAula 4 - M
Aula 4 - M
 
Imunidade ativa e passiva
Imunidade ativa e passivaImunidade ativa e passiva
Imunidade ativa e passiva
 
Aula 4 imunidade adquirida humoral_2-2011
Aula 4 imunidade adquirida humoral_2-2011Aula 4 imunidade adquirida humoral_2-2011
Aula 4 imunidade adquirida humoral_2-2011
 
ICSA17 - Hipersensibilidades
ICSA17 - HipersensibilidadesICSA17 - Hipersensibilidades
ICSA17 - Hipersensibilidades
 
Doenças Auto-Imunes, Transplantes e Alergias
Doenças Auto-Imunes, Transplantes e AlergiasDoenças Auto-Imunes, Transplantes e Alergias
Doenças Auto-Imunes, Transplantes e Alergias
 
Introdução à microbiologia
Introdução à microbiologiaIntrodução à microbiologia
Introdução à microbiologia
 
Hipersensibilidade
HipersensibilidadeHipersensibilidade
Hipersensibilidade
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema Imunológico
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema ImunológicoSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema Imunológico
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema Imunológico
 
Sistema imunológico
Sistema imunológicoSistema imunológico
Sistema imunológico
 
Imunodeficiencia congénita e adquirida
Imunodeficiencia congénita e adquiridaImunodeficiencia congénita e adquirida
Imunodeficiencia congénita e adquirida
 
Bacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasBacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elas
 
Imunologia I
Imunologia IImunologia I
Imunologia I
 
Aula citologia
Aula citologiaAula citologia
Aula citologia
 
Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02
Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02
Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02
 
Autoimunidade
AutoimunidadeAutoimunidade
Autoimunidade
 

Destaque

Sistema imunitário Biologia 12ºano
Sistema imunitário Biologia 12ºanoSistema imunitário Biologia 12ºano
Sistema imunitário Biologia 12ºanoCátia Teixeira
 
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...Cidalia Aguiar
 
Sistema imunológico
Sistema imunológicoSistema imunológico
Sistema imunológicoErnesto Silva
 
Sistema imunologico
Sistema imunologicoSistema imunologico
Sistema imunologicoIsrael Lima
 
Sistema imunitario
Sistema imunitarioSistema imunitario
Sistema imunitariobridges
 
Mecanismos De Defesa NãO EspecíFicos (ApresentaçãO Nr. 3)
Mecanismos De Defesa NãO EspecíFicos  (ApresentaçãO Nr. 3)Mecanismos De Defesa NãO EspecíFicos  (ApresentaçãO Nr. 3)
Mecanismos De Defesa NãO EspecíFicos (ApresentaçãO Nr. 3)Nuno Correia
 
02- Imunidade - Defesa Não Específica
02- Imunidade - Defesa Não Específica02- Imunidade - Defesa Não Específica
02- Imunidade - Defesa Não EspecíficaCatir
 
Sistema Imunitário - defesa não específica
Sistema Imunitário - defesa não específicaSistema Imunitário - defesa não específica
Sistema Imunitário - defesa não específicaIsabel Lopes
 
0 apresentação da disciplina
0 apresentação da disciplina0 apresentação da disciplina
0 apresentação da disciplinaEnfermagem2008
 
Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02
Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02
Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02Guilherme Wendel
 
Mecanismos De Defesa EspecíFicos (ApresentaçãO Nr
Mecanismos De Defesa EspecíFicos  (ApresentaçãO NrMecanismos De Defesa EspecíFicos  (ApresentaçãO Nr
Mecanismos De Defesa EspecíFicos (ApresentaçãO NrNuno Correia
 
Sistema ImunitáRio (Biotecnologia E Controlo De DoençAs)
Sistema ImunitáRio (Biotecnologia E Controlo De DoençAs)Sistema ImunitáRio (Biotecnologia E Controlo De DoençAs)
Sistema ImunitáRio (Biotecnologia E Controlo De DoençAs)Nuno Correia
 
Sistema imunologico fisiologia
Sistema imunologico   fisiologiaSistema imunologico   fisiologia
Sistema imunologico fisiologiaMalu Correia
 
Sistema Imunitário I
Sistema Imunitário ISistema Imunitário I
Sistema Imunitário IArtur Melo
 

Destaque (20)

Sistema imunitário Biologia 12ºano
Sistema imunitário Biologia 12ºanoSistema imunitário Biologia 12ºano
Sistema imunitário Biologia 12ºano
 
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
 
Sistema imunológico
Sistema imunológicoSistema imunológico
Sistema imunológico
 
Sistema imunologico
Sistema imunologicoSistema imunologico
Sistema imunologico
 
Sistema imunitario
Sistema imunitarioSistema imunitario
Sistema imunitario
 
Sistema imunitario
Sistema imunitarioSistema imunitario
Sistema imunitario
 
Mecanismos De Defesa NãO EspecíFicos (ApresentaçãO Nr. 3)
Mecanismos De Defesa NãO EspecíFicos  (ApresentaçãO Nr. 3)Mecanismos De Defesa NãO EspecíFicos  (ApresentaçãO Nr. 3)
Mecanismos De Defesa NãO EspecíFicos (ApresentaçãO Nr. 3)
 
02- Imunidade - Defesa Não Específica
02- Imunidade - Defesa Não Específica02- Imunidade - Defesa Não Específica
02- Imunidade - Defesa Não Específica
 
Sistema Imunitário - defesa não específica
Sistema Imunitário - defesa não específicaSistema Imunitário - defesa não específica
Sistema Imunitário - defesa não específica
 
As Defesas do Organismo
As Defesas do OrganismoAs Defesas do Organismo
As Defesas do Organismo
 
31 Sistema ImunitáRio I Ii
31 Sistema ImunitáRio I Ii31 Sistema ImunitáRio I Ii
31 Sistema ImunitáRio I Ii
 
IMUNIDADE III
IMUNIDADE IIIIMUNIDADE III
IMUNIDADE III
 
Imunidade
ImunidadeImunidade
Imunidade
 
Imunologia
ImunologiaImunologia
Imunologia
 
0 apresentação da disciplina
0 apresentação da disciplina0 apresentação da disciplina
0 apresentação da disciplina
 
Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02
Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02
Sistemaimunolgico 120618081705-phpapp02
 
Mecanismos De Defesa EspecíFicos (ApresentaçãO Nr
Mecanismos De Defesa EspecíFicos  (ApresentaçãO NrMecanismos De Defesa EspecíFicos  (ApresentaçãO Nr
Mecanismos De Defesa EspecíFicos (ApresentaçãO Nr
 
Sistema ImunitáRio (Biotecnologia E Controlo De DoençAs)
Sistema ImunitáRio (Biotecnologia E Controlo De DoençAs)Sistema ImunitáRio (Biotecnologia E Controlo De DoençAs)
Sistema ImunitáRio (Biotecnologia E Controlo De DoençAs)
 
Sistema imunologico fisiologia
Sistema imunologico   fisiologiaSistema imunologico   fisiologia
Sistema imunologico fisiologia
 
Sistema Imunitário I
Sistema Imunitário ISistema Imunitário I
Sistema Imunitário I
 

Semelhante a Sistema imunitário ppt

os amighhhgkhfggjfrg hj dffzijhtttos.pdf
os amighhhgkhfggjfrg hj dffzijhtttos.pdfos amighhhgkhfggjfrg hj dffzijhtttos.pdf
os amighhhgkhfggjfrg hj dffzijhtttos.pdfbyelmengo
 
S imun3-110203112621-phpapp01
S imun3-110203112621-phpapp01S imun3-110203112621-phpapp01
S imun3-110203112621-phpapp01Pelo Siro
 
Sistema Imunologico.ppt BIOLOGIA MOLECULAR
Sistema Imunologico.ppt BIOLOGIA MOLECULARSistema Imunologico.ppt BIOLOGIA MOLECULAR
Sistema Imunologico.ppt BIOLOGIA MOLECULARamaroalmeida74
 
Sistema Imunológico Humano: características
Sistema Imunológico Humano: característicasSistema Imunológico Humano: características
Sistema Imunológico Humano: característicasProfessorThrsisGabry
 
32 Sistema ImunitáRio Defesas Especificas
32 Sistema ImunitáRio   Defesas Especificas32 Sistema ImunitáRio   Defesas Especificas
32 Sistema ImunitáRio Defesas EspecificasLeonor Vaz Pereira
 
aula sobre sistema imunologico12333.pptx
aula sobre sistema imunologico12333.pptxaula sobre sistema imunologico12333.pptx
aula sobre sistema imunologico12333.pptxKarolineReis17
 
LINHA DE DEFESA.pptx
LINHA DE DEFESA.pptxLINHA DE DEFESA.pptx
LINHA DE DEFESA.pptxVanessaFroes3
 
Aula Imunologia Geral Conceitos história
Aula Imunologia Geral Conceitos históriaAula Imunologia Geral Conceitos história
Aula Imunologia Geral Conceitos históriaEmiliaCassia2
 
IMUNIDADE A VIRÚS APRESENTAÇÃO (1).pptx
IMUNIDADE A VIRÚS APRESENTAÇÃO (1).pptxIMUNIDADE A VIRÚS APRESENTAÇÃO (1).pptx
IMUNIDADE A VIRÚS APRESENTAÇÃO (1).pptxvaloarnteGritte
 
Imuno introdução-ao-sistema-imunológico-zago
Imuno introdução-ao-sistema-imunológico-zagoImuno introdução-ao-sistema-imunológico-zago
Imuno introdução-ao-sistema-imunológico-zagonuria522
 
Imunidade adaptativa
Imunidade adaptativaImunidade adaptativa
Imunidade adaptativaSilas Gouveia
 
AULA_IMUNOLOGIA 1 e 2.pptx
AULA_IMUNOLOGIA 1 e 2.pptxAULA_IMUNOLOGIA 1 e 2.pptx
AULA_IMUNOLOGIA 1 e 2.pptxJulianeAmorim11
 
10 - Sistema imunitário 2.1.pptx
10 - Sistema imunitário 2.1.pptx10 - Sistema imunitário 2.1.pptx
10 - Sistema imunitário 2.1.pptxTeresa Cardoso
 

Semelhante a Sistema imunitário ppt (20)

os amighhhgkhfggjfrg hj dffzijhtttos.pdf
os amighhhgkhfggjfrg hj dffzijhtttos.pdfos amighhhgkhfggjfrg hj dffzijhtttos.pdf
os amighhhgkhfggjfrg hj dffzijhtttos.pdf
 
S imun3-110203112621-phpapp01
S imun3-110203112621-phpapp01S imun3-110203112621-phpapp01
S imun3-110203112621-phpapp01
 
Sistema Imunologico.ppt BIOLOGIA MOLECULAR
Sistema Imunologico.ppt BIOLOGIA MOLECULARSistema Imunologico.ppt BIOLOGIA MOLECULAR
Sistema Imunologico.ppt BIOLOGIA MOLECULAR
 
Sistema Imunológico Humano: características
Sistema Imunológico Humano: característicasSistema Imunológico Humano: características
Sistema Imunológico Humano: características
 
32 Sistema ImunitáRio Defesas Especificas
32 Sistema ImunitáRio   Defesas Especificas32 Sistema ImunitáRio   Defesas Especificas
32 Sistema ImunitáRio Defesas Especificas
 
aula sobre sistema imunologico12333.pptx
aula sobre sistema imunologico12333.pptxaula sobre sistema imunologico12333.pptx
aula sobre sistema imunologico12333.pptx
 
LINHA DE DEFESA.pptx
LINHA DE DEFESA.pptxLINHA DE DEFESA.pptx
LINHA DE DEFESA.pptx
 
O que é imunologia
O que é imunologiaO que é imunologia
O que é imunologia
 
Aula Imunologia Geral Conceitos história
Aula Imunologia Geral Conceitos históriaAula Imunologia Geral Conceitos história
Aula Imunologia Geral Conceitos história
 
IMUNIDADE A VIRÚS APRESENTAÇÃO (1).pptx
IMUNIDADE A VIRÚS APRESENTAÇÃO (1).pptxIMUNIDADE A VIRÚS APRESENTAÇÃO (1).pptx
IMUNIDADE A VIRÚS APRESENTAÇÃO (1).pptx
 
T rabalho de anatomia
T rabalho de anatomiaT rabalho de anatomia
T rabalho de anatomia
 
Imuno introdução-ao-sistema-imunológico-zago
Imuno introdução-ao-sistema-imunológico-zagoImuno introdução-ao-sistema-imunológico-zago
Imuno introdução-ao-sistema-imunológico-zago
 
Imuno 3
Imuno 3Imuno 3
Imuno 3
 
Medresumos 2016 mad ii
Medresumos 2016   mad iiMedresumos 2016   mad ii
Medresumos 2016 mad ii
 
Proteínas de defesa
Proteínas de defesaProteínas de defesa
Proteínas de defesa
 
Imunidade adaptativa
Imunidade adaptativaImunidade adaptativa
Imunidade adaptativa
 
Sistema Imune_PCC.pptx
Sistema Imune_PCC.pptxSistema Imune_PCC.pptx
Sistema Imune_PCC.pptx
 
AULA_IMUNOLOGIA 1 e 2.pptx
AULA_IMUNOLOGIA 1 e 2.pptxAULA_IMUNOLOGIA 1 e 2.pptx
AULA_IMUNOLOGIA 1 e 2.pptx
 
10 - Sistema imunitário 2.1.pptx
10 - Sistema imunitário 2.1.pptx10 - Sistema imunitário 2.1.pptx
10 - Sistema imunitário 2.1.pptx
 
Imunologia fiocruz
Imunologia fiocruzImunologia fiocruz
Imunologia fiocruz
 

Mais de anabela

Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidadeanabela
 
Vulcanologia7
Vulcanologia7Vulcanologia7
Vulcanologia7anabela
 
1 ppt deriva dos continentes
1 ppt deriva dos continentes1 ppt deriva dos continentes
1 ppt deriva dos continentesanabela
 
Metamorficas
MetamorficasMetamorficas
Metamorficasanabela
 
Falhas e dobras
Falhas e dobrasFalhas e dobras
Falhas e dobrasanabela
 
Deformações das rochas
Deformações das rochasDeformações das rochas
Deformações das rochasanabela
 
Explicações científicas
Explicações científicasExplicações científicas
Explicações científicasanabela
 
Imunidade ativa, passiva e desequilíbrios
Imunidade ativa, passiva e desequilíbriosImunidade ativa, passiva e desequilíbrios
Imunidade ativa, passiva e desequilíbriosanabela
 
Biotecnologia objetivos
Biotecnologia  objetivosBiotecnologia  objetivos
Biotecnologia objetivosanabela
 
Imunidade parte 1
Imunidade   parte 1Imunidade   parte 1
Imunidade parte 1anabela
 
Sistemas digestivos
Sistemas digestivosSistemas digestivos
Sistemas digestivosanabela
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologiaanabela
 
Agentes mutagénicos
Agentes mutagénicosAgentes mutagénicos
Agentes mutagénicosanabela
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologiaanabela
 
Dúvidas existenciais
Dúvidas existenciaisDúvidas existenciais
Dúvidas existenciaisanabela
 
Tempo geologico
Tempo geologicoTempo geologico
Tempo geologicoanabela
 
Meteorização química
Meteorização químicaMeteorização química
Meteorização químicaanabela
 
Fósseis 2
Fósseis 2Fósseis 2
Fósseis 2anabela
 

Mais de anabela (20)

Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
Vulcanologia7
Vulcanologia7Vulcanologia7
Vulcanologia7
 
1 ppt deriva dos continentes
1 ppt deriva dos continentes1 ppt deriva dos continentes
1 ppt deriva dos continentes
 
Metamorficas
MetamorficasMetamorficas
Metamorficas
 
Falhas e dobras
Falhas e dobrasFalhas e dobras
Falhas e dobras
 
Deformações das rochas
Deformações das rochasDeformações das rochas
Deformações das rochas
 
Lua
LuaLua
Lua
 
Explicações científicas
Explicações científicasExplicações científicas
Explicações científicas
 
Imunidade ativa, passiva e desequilíbrios
Imunidade ativa, passiva e desequilíbriosImunidade ativa, passiva e desequilíbrios
Imunidade ativa, passiva e desequilíbrios
 
Biotecnologia objetivos
Biotecnologia  objetivosBiotecnologia  objetivos
Biotecnologia objetivos
 
Imunidade parte 1
Imunidade   parte 1Imunidade   parte 1
Imunidade parte 1
 
Sistemas digestivos
Sistemas digestivosSistemas digestivos
Sistemas digestivos
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Agentes mutagénicos
Agentes mutagénicosAgentes mutagénicos
Agentes mutagénicos
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Dúvidas existenciais
Dúvidas existenciaisDúvidas existenciais
Dúvidas existenciais
 
Rochas
RochasRochas
Rochas
 
Tempo geologico
Tempo geologicoTempo geologico
Tempo geologico
 
Meteorização química
Meteorização químicaMeteorização química
Meteorização química
 
Fósseis 2
Fósseis 2Fósseis 2
Fósseis 2
 

Último

TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxMarceloMonteiro213738
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 

Último (20)

TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 

Sistema imunitário ppt

  • 1. Sistema imunitário Mecanismos de defesa específicos Trabalho realizado por: Ana Filipa Costa, nº5 Maria Inês Ferreira, nº23 12ºC Disciplina de Biologia Ano letivo 2014/2015
  • 2. O que são mecanismos de defesa específicos?  Começam a atuar apenas alguns dias após a invasão dos agentes patogénicos;  Assentam sobretudos nas ações dos linfócitos;
  • 3. Tipos de linfócitos Linfócitos T Linfócitos B Timo Medula óssea
  • 4. Antigénios  Vírus  Bactérias  Protozoários  Parasitas de maiores dimensões  Moléculas estranhas ao organismo
  • 5. •Participar na defesa do organismo; •Os linfócitos T são responsáveis pela imunidade celular, enquanto os B são responsáveis pela imunidade humoral.  Quais as funções dos linfócitos?
  • 8. Anticorpos  São proteínas produzidas pelos plasmócitos;  A sua função é neutralizar os antigénios;
  • 10. Anticorpos e a Imunidade Humoral Desativação dos antigénios pelos anticorpos 1. Neutralização direta de bactérias e vírus 2. Aglutinação 3. Precipitação de antigénios solúveis 4. Ativação do sistema de complemento 5. Estimulação da fagocitose
  • 11. Imunidade Celular  Macrófagos são células de grandes dimensões, ricos em lisossomas, que fagocitam elementos estranhos ao corpoFagocitar e digerir Macrófago Agentes patogénicos Fragmentos de moléculas com poder antigénico inserir
  • 12. •Imunidade Celular, também chamada de Imunidade mediada por células; •É realizada com base na ação dos linfócitos T;  Imunidade celular  Tem início quando é apresentado um antigénio aos linfócitos T  Esta apresentação pode ser feita por: macrófagos, linfócitos B ou células infetadas por vírus.  Os macrófagos possuem na superfície proteínas do complexo maior de histocompatibilidade (MHC).  Complexo antigénio MHC II – Torna os linfócitos T ativos.
  • 13. •Imunidade Celular, também chamada de Imunidade mediada por células; •É realizada com base na ação dos linfócitos T;  Imunidade celular  Os linfócitos ativados podem-se diferenciar em linfócitos Th ou Tc  Os linfócitos T ativos podem estimular outros linfócitos T e B e até fagócitos.