SlideShare uma empresa Scribd logo
Aula
Programada
Biologia
Tema:
Genética:
1ª e 2ª lei
de Mendel
Genética: 1ª e 2ª lei de Mendel
1) Conceitos Prévios
a) Genética
É a ciência que estuda a transmissão de características hereditárias de pais para
filhos ao longo das gerações.
b) Gene
Segmento da molécula de DNA capaz de determinar uma característica. Contém a
informação para a síntese de um polipeptídeo.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Gene
Um gene contém a informação para a
produção de um RNA funcional
1) Conceitos Prévios
c) Locus Gênico
Local do cromossomo onde se localiza um gene.
d) Genes Alelos
Genes que ocupam o mesmo locus em cromossomos homólogos.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Obs.: Genes alelos nem sempre
são iguais. Eles podem diferir
uns dos outros devido a
processos mutacionais.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Lócus gênico
Contém 1
gene
Genes Alelos
(AA) Alelos
(Bb) Alelos
Cromossomos Homólogos
Os genes alelos determinam as
características nos organismos
1) Conceitos Prévios
e) Gene dominante
Possui maior expressividade
Representado por letras maiúsculas: A, B, C, D, etc.
f) Genes recessivos
Possui menor expressividade
Representado por letras minísculas: a, b, c, d, etc.
g) Homozigoto (Puro)
Indivíduo que apresenta dois genes alelos iguais para a determinação de uma
característica
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Dois genes alelos dominantes
AA = Homozigoto Dominante
Dois genes alelos recessivos
aa = Homozigoto Recessivo
Ex: AA; aa
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Gene dominante
Ambos se
expressam
Somente o gene
dominante se expressa.
Gene recessivo
Ambos se
expressam
O gene recessivo é
inibido pelo seu alelo
dominante.
Homozigoto
(AA) homozigoto
(bb) homozigoto
Genes alelos iguais
1) Conceitos Prévios
h) Heterozigoto (Híbrido)
Indivíduos que apresentam dois genes alelos diferentes para a determinação de
uma característica. Ex: (Aa)
i) Genótipo
constituição gênica do indivíduo. Refere-se tanto a um ou mais pares de alelos
que estão sendo estudados quanto ao “pool” (conjunto) gênico do indivíduo.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Em heterozigose o gene dominante
impede a expressão do gene recessivo.
Dessa maneira o gene recessivo só se
expressará quando for homozigoto
recessivo (aa).
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Heterozigoto
(Aa) heterozigoto
(Bb) heterozigoto
Genes alelos diferentes
Genótipo
1) Conceitos Prévios
j) Fenótipo
É a aparência física de um organismo.
É determinada pela ação conjunta do genótipo + meio ambiente.
Ex: Cor de pele
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Fenótipo = genótipo + ambiente
Um mesmo genótipo pode expressar diferentes fenótipos,
dependendo de sua interação com o meio.
A cor da pele sofre forte influência
ambiental; pessoas com mesmo
genótipo podem apresentar diferentes
tons de pele, dependendo da exposição
à radiação ultra-violeta.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Mesmo Fenótipo e Genótipo
Gêmeos Idênticos
São separados na infância...
Mesmo Genótipo, mas
Fenótipos diferentes
2) O trabalho de Mendel
 Gregor Mendel nasceu em 1822 na Áustria.
 Desde criança observava e estudava a reprodução de plantas.
 Aos 21 anos entrou para o mosteiro da ordem dos agostinianos.
 Em 1843 tornou-se professor de Ciências Naturais e iniciou uma série de estudos
sobre a reprodução de ervilhas.
 Depois de vários anos de estudos Mendel propôs que a existência de características
(tais como a cor) das flores é devido à existência de um par de unidades elementares
de hereditariedade, agora conhecidas como genes.
 Mendel descobriu que as características hereditárias são herdadas segundo regras
bem definidas e propôs uma explicação para a existência dessas regras, confirmadas
somente depois de sua morte.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
2) O trabalho de Mendel
 Por quê Mendel decidiu trabalhar com ervilhas?
o Fácil cultivo.
o Possuem características bem definidas (cor das
flores, sementes, etc.).
o Fácil polinização manual (artificial).
o Apresentam autopolinização.
 1º Passo do Trabalho: Encontrar diferentes variedades
de ervilhas.
a) Forma da semente: lisa e rugosa
b) Cor da semente: amarela e verde
c) Cor das flores: púrpura e branca
d) Forma da vagem: inflada e comprimida
e) Cor da vagem: verde e amarela
f) Posição das flores: axilar e terminal
g) Altura da planta: alta e anã
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
a)
b)
c)
d)
e)
f)
g)
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
2) O trabalho de Mendel
 2º Passo: Certificar de que todas as plantas do experimento eram linhagens puras.
 Para ser considerado um indivíduo puro, a característica observada deveria ser a
única forma presente em várias gerações.
o Ex: Ervilhas com flores púrpuras, quando cruzadas uma com a outra, só
poderiam originar ervilhas com flores púrpuras por várias gerações.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Linhagem pura
Só originam
descendentes com flores
púrpuras.
(n) gerações
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
2) O trabalho de Mendel
 3º Passo: Cruzar plantas puras que se diferenciavam quanto a
cada uma das sete características escolhidas.
Exemplo:
Plantas de sementes lisas x Plantas de semente rugosas
a) A geração constituída pelas variedades puras é chamada de
geração parental (P).
b) Os descendentes imediatos desse cruzamento é chamada de
primeira geração híbrida ou geração filial (F1).
c) A descendência resultante da autofecundação da primeira
geração híbrida (F1) é chamada de segunda geração híbrida ou
geração (F2)
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Parental
(P)
lisa rugosa
Geração (F1)
Híbrida
Sementes F2
das plantas F1
Autofecundação
Pólen
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
2) O trabalho de Mendel
d) Mendel observou que os indivíduos híbridos (heterozigotos)
da geração F1 eram sempre iguais a um dos parentais. (Todos
os F1 possuíam sementes lisas).
e) A autofecundação das plantas híbridas, no entanto, produzia
uma descendência constituída por uma maioria de sementes
lisas. (3 sementes lisas para 1 semente rugosa ou 3:1).
f) Mendel concluiu que na geração F1 o traço de um dos pais
ficava em “recesso”, ou seja, não expressava. Reaparecendo
novamente na descendência dos híbridos (F2).
 O traço que desaparecia na geração F1 era chamado de
recessivo (semente rugosa).
 O traço manifestado na geração F1 era chamado de
dominante (semente lisa).
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Parental
(P)
lisa rugosa
Geração
(F1)
Sementes F2
das plantas F1
Autofecundação
Híbrido
Pólen
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
2) O trabalho de Mendel
Como Mendel explicou o desaparecimento do caráter
recessivo (semente rugosa) em F1 e o seu reaparecimento
em F2 na proporção 3 dominantes para 1 recessivo?
Hipóteses de Mendel
a) Cada característica hereditária é determinada por um
par de fatores herdados em igual quantidade da mãe e do
pai.
b) Os fatores de cada par separam-se quando os
indivíduos produzem gametas.
c) Se o indivíduo é puro (homozigoto) ele produzirá apenas
um tipo de gameta.
d) Se o indivíduo é hibrido (heterozigoto) ele produzirá
dois tipos diferentes de gametas.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
3) 1ª Lei de Mendel
Enunciado da Primeira Lei de Mendel (Lei da segregação).
“Cada característica é determinada por dois genes alelos
que se separam na gametogênese passando apenas um
gene para cada gameta”.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
3 sementes lisas
1 semente rugosa
Proporção 3:1
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
3) 1ª Lei de Mendel
Como saber se um indivíduo que apresenta uma característica (fenótipo) dominante é
homozigoto dominante ou heterozigoto?
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
R_ rr
RR rr Rr rr
R
R r r R r r
Rr
Rr
rr
rr
Rr
Rr
Rr
Rr
Se o indivíduo que está sendo testado for
homozigoto dominante (RR) todos os
descendentes (Rr) apresentarão a característica
dominante (sementes lisas)
Todos os descendentes
são Rr (sementes lisas)
Devemos realizar um cruzamento-teste
Cruzando o indivíduo desconhecido com um
indivíduo homozigoto recessivo (rr)
Se o indivíduo que está sendo testado for
heterozigoto (Rr), 50% da descendência será
homozigoto recessivo (Rr) e apresentará fenótipo
dominante e 50% será homozigoto recessivo (rr) e
apresentará fenótipo recessivo
½ Rr (lisas) e ½ rr
(rugosas)
r
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
3) 1ª Lei de Mendel
Relação: 1ª Lei e a Meiose
O local onde se encontram os genes r e R nos
cromossomos denomina-se locus.
Antes da Meiose I cada um dos cromossomos
homólogos se duplica.
No final da meiose I, os dois alelos são segregados
em duas células filhas separadas.
No final da meiose II cada gameta contém um único
alelo: R ou r.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
1) Sobre a relação entre genótipo, fenótipo e ambiente é correto dizer que o
a) Fenótipo é determinado exclusivamente pelo genótipo.
b) fenótipo é determinado pelo genótipo em interação com o ambiente.
c) genótipo é determinado exclusivamente pelo fenótipo
d) genótipo é determinado pelo fenótipo em interação com o ambiente.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Resposta: Letra b
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
2) Considere as alternativas a seguir para responder as próximas três perguntas.
a) Diplóide
b) Haplóide
c) Heterozigoto
d) Homozigoto
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Qual dos termos caracteriza um indivíduo originado pela união de gametas portadores
de alelos diferentes de um gene?
Resposta: Letra a
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
2) Considere as alternativas a seguir para responder as próximas três perguntas.
a) Diplóide
b) Haplóide
c) Heterozigoto
d) Homozigoto
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Considerando-se um único par de alelos, qual nome se dá ao indivíduo que forma
apenas um tipo de gametas?
Resposta: Letra d
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
2) Considere as alternativas a seguir para responder as próximas três perguntas.
a) Diplóide
b) Haplóide
c) Heterozigoto
d) Homozigoto
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Considerando-se um único par de alelos, qual nome se dá ao indivíduo que forma dois
tipos de gametas?
Resposta: Letra c
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
3) No cruzamento de indivíduos heterozigóticos Aa, espera-se obter:
a) apenas indivíduos Aa.
b) indivíduos AA e aa, na proporção 3:1, respectivamente.
c) indivíduos AA e aa, na proporção 1:1, respectivamente.
d) indivíduos AA, Aa e aa, na proporção 1:2:1, respectivamente.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Resposta: Letra d
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
4) O cruzamento de dois indivíduos heterozigóticos para um gene com um alelo
dominante e outro recessivo produzirá descendência constituída por:
a) 100% de indivíduos com o traço dominante.
b) 75% de indivíduos com o traço dominante e 25% com o traço recessivo.
c) 50% de indivíduos com o traço dominante e 50% como traço recessivo.
d) 25% de indivíduos com o traço dominante, 25% como traço recessivo e 50% com traços
intermediários.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Resposta: Letra d
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
Utilize as alternativas a seguir para responder a questão 5
a) 1:1
b) 3:1
c) 1:2:1
d) 1:1:1:1
5) Qual é a proporção de tipos de gametas formados por um indivíduo heterozigoto
quanto ao par de alelos?
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Resposta: a
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
6) Um casal de porcos de orelhas compridas tiveram 4 filhotes: dois de orelhas
compridas e dois de orelhas curtas. Qual a probabilidade de nascer filhotes de orelhas
curtas?
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Resposta: ¼ ou 25%
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
Considere as alternativas a seguir para responder às questões 7 e 8.
a) Duas células, cada uma com os dois alelos: A e a.
b) Duas células, cada uma com o alelo A e a outra com o alelo a.
c) Quatro células, cada uma com os dois alelos: A e a.
d) Quatro células, duas com o alelo A e duas com o alelo a.
7) Quais são os produtos da meiose de uma célula heterozigótica Aa?
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Resposta: d
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
Considere as alternativas a seguir para responder às questões 7 e 8.
a) Duas células, cada uma com os dois alelos: A e a.
b) Duas células, cada uma com o alelo A e a outra com o alelo a.
c) Quatro células, cada uma com os dois alelos: A e a.
d) Quatro células, duas com o alelo A e duas com o alelo a.
8) Quais são os produtos da mitose de uma célula heterozigótica Aa?
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Resposta: a
4) 2ª Lei de Mendel
Lei da segregação independente
Após o estudo detalhado de cada um dos sete pares de caracteres em ervilhas, Gregor Mendel passou a
estudar dois pares de caracteres de cada vez.
o Mendel realizou o seguinte cruzamento:
Ervilhas puras amarelas e lisas (VVRR) x Ervilhas puras verdes e rugosas (vvrr)
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Todas as sementes produzidas na
geração F1 eram amarelas e lisas (VvRr)
4) 2ª Lei de Mendel
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Mendel cruzou duas
sementes da geração F1
VvRr (retrocruzamento)
Obteve os seguintes
resultados:
Proporção genotípica
de F2
9 V_R_
3 V_rr
3 vvR_
1 vvrr
9 sementes amarelas e lisas
3 sementes amarelas e rugosas
3 sementes verdes e lisas
1 semente verde e rugosa
4) 2ª Lei de Mendel
Hipóteses de Mendel para o resultado obtido (9:3:3:1)
I. Na formação dos gametas os alelos para cor da semente V/v segregam-se
independentemente dos alelos que condicionam a forma da semente R/r.
II. Um gameta contendo o alelo “V” pode conter tanto o alelo “R” como o alelo “r” com
iguais chances.
III. Um gameta contendo o alelo “v” pode conter tanto o alelo “R” como também o alelo
“r”.
IV. Uma planta duplo-heterozigota VvRr pode formar de acordo com as hipóteses de
Mendel 4 tipos de gametas:
I. VR
II. Vr
III. vR
IV. Vr
V. A combinação ao acaso desses gametas para formar F2 resultaria na proporção
9:3:3:1.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
V v R r
4) 2ª Lei de Mendel
Enunciado da 2ª Lei de Mendel
Também conhecida como lei da Segregação Independente
“Genes que determinam características diferentes distribuem-se aos gametas de
maneira totalmente independente formando todas as combinações possíveis”.
Exemplos:
AaBB (gametas: AB ou aB)
Aabb (gametas: Ab ou ab)
AaBb (gametas: AB, Ab, aB, ab)
AaBBCc (gametas: ABC, ABc, aBC, aBc)
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
V v R r
Nº de tipos de gametas = 2n
n = número de pares heterozigoto
Genótipo: AaBBCCddEeFFGghhIi
24 = 16 tipos de gametas diferentes
4) 2ª Lei de Mendel
Exercícios
1) Em uma espécie de planta a cor amarela da semente é dominante sobre a cor verde,
enquanto a textura lisa da casca da semente é dominante sobre a rugosa. Da
autofecundação de uma planta dihíbrida (heterozigota para dois pares de genes) foram
obtidas 800 plantas. Pergunta-se:
a) Qual o número esperado de plantas com sementes verdes e rugosas?
b) Qual o número esperado de plantas com sementes amarela?
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Resposta: 50 sementes
Resposta: 600 sementes
4) 2ª Lei de Mendel
Exercícios
2) Segundo a lei da segregação independente, ou segunda lei de Mendel:
a) dois ou mais genes determinam cada característica de um ser vivo.
b) o fenótipo resulta da interação entre o genótipo e o meio.
c) os organismos diplóides possuem duas cópias de cada gene.
d) a separação dos alelos de um gene na meiose não interfere na separação dos alelos de
genes localizados em ouros pares de cromossomos homólogos.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Resposta: Letra D
4) 2ª Lei de Mendel
Exercícios
3) Uma célula duplo-heterozigota quanto a dois pares de alelos, Aa e Bb, localizados em
diferentes pares de cromossomos homólogos, formará por meiose quatro células, sendo
a) uma portadora de A, outra portadora de a, outra de B e outra de b
b) uma portadora de AB, outra de Ab, outra de aB e outra de ab.
c) uma portadora de AA, outra de Ab, outra de aB e outra de aa.
d) duas portadoras de AB e duas portadoras de ab, ou duas portadoras de Ab e duas
portadoras de aB.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Resposta: Letra b
4) 2ª Lei de Mendel
Exercícios
4) Um indivíduo multicelular duplo-heterozigoto quanto a dois pares de alelos, Aa e Bb,
localizados em diferentes pares de cromossomos homólogos, forma gametas na
proporção de:
a) ¼ A : ¼ a : ¼ B : ¼ b.
b) ¼ AB : ¼ Ab : ¼ aB : ¼ ab.
c) ¼ AA : ¼ Ab : ¼ aB : ¼ aa.
d) ½ AB : ½ ab, ou ¼ Ab : ¼ aB.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Resposta: Letra b
4) 2ª Lei de Mendel
Exercícios
5) No cruzamento entre indivíduos duplo-heterozigotos quanto a dois pares de alelos Aa
e Bb, localizados em diferentes pares de cromossomos homólogos, espera-se obter:
a) apenas indivíduos AaBb
b) indivíduos AB e ab na proporção de 1:1
c) indivíduos AA, Ab, aB e bb na proporção 9:3:3:1
d) indivíduos A_B_, A_bb, aaB_ e aabb, na proporção de 9:3:3:1, respectivamente.
Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
Resposta: Letra d

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt

Transmissão de características hereditárias
Transmissão de características hereditáriasTransmissão de características hereditárias
Transmissão de características hereditárias
Catir
 
Aula 13 lei da segregação
Aula 13   lei da segregaçãoAula 13   lei da segregação
Aula 13 lei da segregação
Jonatas Carlos
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
LinoReisLino
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
LinoReis1
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
LinoReis1
 
Primeira lei de mendel
Primeira lei de mendelPrimeira lei de mendel
Primeira lei de mendel
Evelyn Soares
 
biof12_subdom_2_1.pptx powerpoint sobre
biof12_subdom_2_1.pptx  powerpoint sobrebiof12_subdom_2_1.pptx  powerpoint sobre
biof12_subdom_2_1.pptx powerpoint sobre
mariagrave
 
1ª lei de mendel
1ª lei de mendel1ª lei de mendel
1ª lei de mendel
Andrea Barreto
 
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
9z64mgz4kf
 
Teste
TesteTeste
Teste
Paula Melo
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
claudiaromao
 
Principios basicos de genetica
Principios basicos de geneticaPrincipios basicos de genetica
Principios basicos de genetica
Giselecanindee
 
3 ano-aula-genetica
3 ano-aula-genetica3 ano-aula-genetica
3 ano-aula-genetica
Luzelena Aires
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
Gefferson Henrike
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
Gefferson Henrike
 
Lista exercícios 1 genética 2014 3 ano
Lista exercícios 1 genética 2014 3 anoLista exercícios 1 genética 2014 3 ano
Lista exercícios 1 genética 2014 3 ano
Professora Raquel
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
SilviaMaria25
 
Exercícios de genética
Exercícios de genéticaExercícios de genética
Exercícios de genética
Carla Carrasco
 
introdução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdy
introdução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdyintrodução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdy
introdução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdy
ativimpressas
 
Introdução a Genética.pdf
Introdução a Genética.pdfIntrodução a Genética.pdf
Introdução a Genética.pdf
JliaSouza88
 

Semelhante a Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt (20)

Transmissão de características hereditárias
Transmissão de características hereditáriasTransmissão de características hereditárias
Transmissão de características hereditárias
 
Aula 13 lei da segregação
Aula 13   lei da segregaçãoAula 13   lei da segregação
Aula 13 lei da segregação
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
 
Primeira lei de mendel
Primeira lei de mendelPrimeira lei de mendel
Primeira lei de mendel
 
biof12_subdom_2_1.pptx powerpoint sobre
biof12_subdom_2_1.pptx  powerpoint sobrebiof12_subdom_2_1.pptx  powerpoint sobre
biof12_subdom_2_1.pptx powerpoint sobre
 
1ª lei de mendel
1ª lei de mendel1ª lei de mendel
1ª lei de mendel
 
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
 
Teste
TesteTeste
Teste
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
 
Principios basicos de genetica
Principios basicos de geneticaPrincipios basicos de genetica
Principios basicos de genetica
 
3 ano-aula-genetica
3 ano-aula-genetica3 ano-aula-genetica
3 ano-aula-genetica
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
 
Lista exercícios 1 genética 2014 3 ano
Lista exercícios 1 genética 2014 3 anoLista exercícios 1 genética 2014 3 ano
Lista exercícios 1 genética 2014 3 ano
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
 
Exercícios de genética
Exercícios de genéticaExercícios de genética
Exercícios de genética
 
introdução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdy
introdução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdyintrodução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdy
introdução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdy
 
Introdução a Genética.pdf
Introdução a Genética.pdfIntrodução a Genética.pdf
Introdução a Genética.pdf
 

Mais de PatriciaZanoli

sexualidade_e_DST_-_Cavalcante. .......ppt
sexualidade_e_DST_-_Cavalcante. .......pptsexualidade_e_DST_-_Cavalcante. .......ppt
sexualidade_e_DST_-_Cavalcante. .......ppt
PatriciaZanoli
 
8anosistemareprodutormasculinoefeminino.ppt
8anosistemareprodutormasculinoefeminino.ppt8anosistemareprodutormasculinoefeminino.ppt
8anosistemareprodutormasculinoefeminino.ppt
PatriciaZanoli
 
sexualidade_e_DST_-_......Cavalcante.ppt
sexualidade_e_DST_-_......Cavalcante.pptsexualidade_e_DST_-_......Cavalcante.ppt
sexualidade_e_DST_-_......Cavalcante.ppt
PatriciaZanoli
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
alimentos-e-nutrientes-170809132813 (1).ppt
alimentos-e-nutrientes-170809132813 (1).pptalimentos-e-nutrientes-170809132813 (1).ppt
alimentos-e-nutrientes-170809132813 (1).ppt
PatriciaZanoli
 
caracteristicas basicas dos anfibios para crianças
caracteristicas basicas dos anfibios para criançascaracteristicas basicas dos anfibios para crianças
caracteristicas basicas dos anfibios para crianças
PatriciaZanoli
 
anfibios - introdução ao reino simples..
anfibios - introdução ao reino simples..anfibios - introdução ao reino simples..
anfibios - introdução ao reino simples..
PatriciaZanoli
 
A eletricidade trabalhada no oitavo ano fundamental
A eletricidade trabalhada no oitavo ano fundamentalA eletricidade trabalhada no oitavo ano fundamental
A eletricidade trabalhada no oitavo ano fundamental
PatriciaZanoli
 
tabela-periodica-e-propriedades-periodicas.pptx
tabela-periodica-e-propriedades-periodicas.pptxtabela-periodica-e-propriedades-periodicas.pptx
tabela-periodica-e-propriedades-periodicas.pptx
PatriciaZanoli
 
Bloco_17_e_18_Platelmintos_e_Nematelmintos.ppt
Bloco_17_e_18_Platelmintos_e_Nematelmintos.pptBloco_17_e_18_Platelmintos_e_Nematelmintos.ppt
Bloco_17_e_18_Platelmintos_e_Nematelmintos.ppt
PatriciaZanoli
 
Aula Ecologia introdução para o setimo ano
Aula Ecologia introdução para o setimo anoAula Ecologia introdução para o setimo ano
Aula Ecologia introdução para o setimo ano
PatriciaZanoli
 
QUIZ fundamental.pptx
QUIZ fundamental.pptxQUIZ fundamental.pptx
QUIZ fundamental.pptx
PatriciaZanoli
 

Mais de PatriciaZanoli (12)

sexualidade_e_DST_-_Cavalcante. .......ppt
sexualidade_e_DST_-_Cavalcante. .......pptsexualidade_e_DST_-_Cavalcante. .......ppt
sexualidade_e_DST_-_Cavalcante. .......ppt
 
8anosistemareprodutormasculinoefeminino.ppt
8anosistemareprodutormasculinoefeminino.ppt8anosistemareprodutormasculinoefeminino.ppt
8anosistemareprodutormasculinoefeminino.ppt
 
sexualidade_e_DST_-_......Cavalcante.ppt
sexualidade_e_DST_-_......Cavalcante.pptsexualidade_e_DST_-_......Cavalcante.ppt
sexualidade_e_DST_-_......Cavalcante.ppt
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
alimentos-e-nutrientes-170809132813 (1).ppt
alimentos-e-nutrientes-170809132813 (1).pptalimentos-e-nutrientes-170809132813 (1).ppt
alimentos-e-nutrientes-170809132813 (1).ppt
 
caracteristicas basicas dos anfibios para crianças
caracteristicas basicas dos anfibios para criançascaracteristicas basicas dos anfibios para crianças
caracteristicas basicas dos anfibios para crianças
 
anfibios - introdução ao reino simples..
anfibios - introdução ao reino simples..anfibios - introdução ao reino simples..
anfibios - introdução ao reino simples..
 
A eletricidade trabalhada no oitavo ano fundamental
A eletricidade trabalhada no oitavo ano fundamentalA eletricidade trabalhada no oitavo ano fundamental
A eletricidade trabalhada no oitavo ano fundamental
 
tabela-periodica-e-propriedades-periodicas.pptx
tabela-periodica-e-propriedades-periodicas.pptxtabela-periodica-e-propriedades-periodicas.pptx
tabela-periodica-e-propriedades-periodicas.pptx
 
Bloco_17_e_18_Platelmintos_e_Nematelmintos.ppt
Bloco_17_e_18_Platelmintos_e_Nematelmintos.pptBloco_17_e_18_Platelmintos_e_Nematelmintos.ppt
Bloco_17_e_18_Platelmintos_e_Nematelmintos.ppt
 
Aula Ecologia introdução para o setimo ano
Aula Ecologia introdução para o setimo anoAula Ecologia introdução para o setimo ano
Aula Ecologia introdução para o setimo ano
 
QUIZ fundamental.pptx
QUIZ fundamental.pptxQUIZ fundamental.pptx
QUIZ fundamental.pptx
 

Último

Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 

Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt

  • 1. Aula Programada Biologia Tema: Genética: 1ª e 2ª lei de Mendel Genética: 1ª e 2ª lei de Mendel
  • 2. 1) Conceitos Prévios a) Genética É a ciência que estuda a transmissão de características hereditárias de pais para filhos ao longo das gerações. b) Gene Segmento da molécula de DNA capaz de determinar uma característica. Contém a informação para a síntese de um polipeptídeo. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 3. Gene Um gene contém a informação para a produção de um RNA funcional
  • 4. 1) Conceitos Prévios c) Locus Gênico Local do cromossomo onde se localiza um gene. d) Genes Alelos Genes que ocupam o mesmo locus em cromossomos homólogos. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Obs.: Genes alelos nem sempre são iguais. Eles podem diferir uns dos outros devido a processos mutacionais. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 6. Genes Alelos (AA) Alelos (Bb) Alelos Cromossomos Homólogos
  • 7. Os genes alelos determinam as características nos organismos
  • 8. 1) Conceitos Prévios e) Gene dominante Possui maior expressividade Representado por letras maiúsculas: A, B, C, D, etc. f) Genes recessivos Possui menor expressividade Representado por letras minísculas: a, b, c, d, etc. g) Homozigoto (Puro) Indivíduo que apresenta dois genes alelos iguais para a determinação de uma característica Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Dois genes alelos dominantes AA = Homozigoto Dominante Dois genes alelos recessivos aa = Homozigoto Recessivo Ex: AA; aa Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 9. Gene dominante Ambos se expressam Somente o gene dominante se expressa.
  • 10. Gene recessivo Ambos se expressam O gene recessivo é inibido pelo seu alelo dominante.
  • 12. 1) Conceitos Prévios h) Heterozigoto (Híbrido) Indivíduos que apresentam dois genes alelos diferentes para a determinação de uma característica. Ex: (Aa) i) Genótipo constituição gênica do indivíduo. Refere-se tanto a um ou mais pares de alelos que estão sendo estudados quanto ao “pool” (conjunto) gênico do indivíduo. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Em heterozigose o gene dominante impede a expressão do gene recessivo. Dessa maneira o gene recessivo só se expressará quando for homozigoto recessivo (aa). Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 15. 1) Conceitos Prévios j) Fenótipo É a aparência física de um organismo. É determinada pela ação conjunta do genótipo + meio ambiente. Ex: Cor de pele Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Fenótipo = genótipo + ambiente Um mesmo genótipo pode expressar diferentes fenótipos, dependendo de sua interação com o meio. A cor da pele sofre forte influência ambiental; pessoas com mesmo genótipo podem apresentar diferentes tons de pele, dependendo da exposição à radiação ultra-violeta. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 16. Mesmo Fenótipo e Genótipo Gêmeos Idênticos São separados na infância...
  • 18. 2) O trabalho de Mendel  Gregor Mendel nasceu em 1822 na Áustria.  Desde criança observava e estudava a reprodução de plantas.  Aos 21 anos entrou para o mosteiro da ordem dos agostinianos.  Em 1843 tornou-se professor de Ciências Naturais e iniciou uma série de estudos sobre a reprodução de ervilhas.  Depois de vários anos de estudos Mendel propôs que a existência de características (tais como a cor) das flores é devido à existência de um par de unidades elementares de hereditariedade, agora conhecidas como genes.  Mendel descobriu que as características hereditárias são herdadas segundo regras bem definidas e propôs uma explicação para a existência dessas regras, confirmadas somente depois de sua morte. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 19. 2) O trabalho de Mendel  Por quê Mendel decidiu trabalhar com ervilhas? o Fácil cultivo. o Possuem características bem definidas (cor das flores, sementes, etc.). o Fácil polinização manual (artificial). o Apresentam autopolinização.  1º Passo do Trabalho: Encontrar diferentes variedades de ervilhas. a) Forma da semente: lisa e rugosa b) Cor da semente: amarela e verde c) Cor das flores: púrpura e branca d) Forma da vagem: inflada e comprimida e) Cor da vagem: verde e amarela f) Posição das flores: axilar e terminal g) Altura da planta: alta e anã Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel a) b) c) d) e) f) g) Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 20. 2) O trabalho de Mendel  2º Passo: Certificar de que todas as plantas do experimento eram linhagens puras.  Para ser considerado um indivíduo puro, a característica observada deveria ser a única forma presente em várias gerações. o Ex: Ervilhas com flores púrpuras, quando cruzadas uma com a outra, só poderiam originar ervilhas com flores púrpuras por várias gerações. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Linhagem pura Só originam descendentes com flores púrpuras. (n) gerações Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 21. 2) O trabalho de Mendel  3º Passo: Cruzar plantas puras que se diferenciavam quanto a cada uma das sete características escolhidas. Exemplo: Plantas de sementes lisas x Plantas de semente rugosas a) A geração constituída pelas variedades puras é chamada de geração parental (P). b) Os descendentes imediatos desse cruzamento é chamada de primeira geração híbrida ou geração filial (F1). c) A descendência resultante da autofecundação da primeira geração híbrida (F1) é chamada de segunda geração híbrida ou geração (F2) Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Parental (P) lisa rugosa Geração (F1) Híbrida Sementes F2 das plantas F1 Autofecundação Pólen Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 22. 2) O trabalho de Mendel d) Mendel observou que os indivíduos híbridos (heterozigotos) da geração F1 eram sempre iguais a um dos parentais. (Todos os F1 possuíam sementes lisas). e) A autofecundação das plantas híbridas, no entanto, produzia uma descendência constituída por uma maioria de sementes lisas. (3 sementes lisas para 1 semente rugosa ou 3:1). f) Mendel concluiu que na geração F1 o traço de um dos pais ficava em “recesso”, ou seja, não expressava. Reaparecendo novamente na descendência dos híbridos (F2).  O traço que desaparecia na geração F1 era chamado de recessivo (semente rugosa).  O traço manifestado na geração F1 era chamado de dominante (semente lisa). Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Parental (P) lisa rugosa Geração (F1) Sementes F2 das plantas F1 Autofecundação Híbrido Pólen Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 23. 2) O trabalho de Mendel Como Mendel explicou o desaparecimento do caráter recessivo (semente rugosa) em F1 e o seu reaparecimento em F2 na proporção 3 dominantes para 1 recessivo? Hipóteses de Mendel a) Cada característica hereditária é determinada por um par de fatores herdados em igual quantidade da mãe e do pai. b) Os fatores de cada par separam-se quando os indivíduos produzem gametas. c) Se o indivíduo é puro (homozigoto) ele produzirá apenas um tipo de gameta. d) Se o indivíduo é hibrido (heterozigoto) ele produzirá dois tipos diferentes de gametas. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 24. 3) 1ª Lei de Mendel Enunciado da Primeira Lei de Mendel (Lei da segregação). “Cada característica é determinada por dois genes alelos que se separam na gametogênese passando apenas um gene para cada gameta”. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel 3 sementes lisas 1 semente rugosa Proporção 3:1 Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 25. 3) 1ª Lei de Mendel Como saber se um indivíduo que apresenta uma característica (fenótipo) dominante é homozigoto dominante ou heterozigoto? Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel R_ rr RR rr Rr rr R R r r R r r Rr Rr rr rr Rr Rr Rr Rr Se o indivíduo que está sendo testado for homozigoto dominante (RR) todos os descendentes (Rr) apresentarão a característica dominante (sementes lisas) Todos os descendentes são Rr (sementes lisas) Devemos realizar um cruzamento-teste Cruzando o indivíduo desconhecido com um indivíduo homozigoto recessivo (rr) Se o indivíduo que está sendo testado for heterozigoto (Rr), 50% da descendência será homozigoto recessivo (Rr) e apresentará fenótipo dominante e 50% será homozigoto recessivo (rr) e apresentará fenótipo recessivo ½ Rr (lisas) e ½ rr (rugosas) r Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 26. 3) 1ª Lei de Mendel Relação: 1ª Lei e a Meiose O local onde se encontram os genes r e R nos cromossomos denomina-se locus. Antes da Meiose I cada um dos cromossomos homólogos se duplica. No final da meiose I, os dois alelos são segregados em duas células filhas separadas. No final da meiose II cada gameta contém um único alelo: R ou r. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel
  • 27. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 1) Sobre a relação entre genótipo, fenótipo e ambiente é correto dizer que o a) Fenótipo é determinado exclusivamente pelo genótipo. b) fenótipo é determinado pelo genótipo em interação com o ambiente. c) genótipo é determinado exclusivamente pelo fenótipo d) genótipo é determinado pelo fenótipo em interação com o ambiente. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Resposta: Letra b
  • 28. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 2) Considere as alternativas a seguir para responder as próximas três perguntas. a) Diplóide b) Haplóide c) Heterozigoto d) Homozigoto Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Qual dos termos caracteriza um indivíduo originado pela união de gametas portadores de alelos diferentes de um gene? Resposta: Letra a
  • 29. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 2) Considere as alternativas a seguir para responder as próximas três perguntas. a) Diplóide b) Haplóide c) Heterozigoto d) Homozigoto Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Considerando-se um único par de alelos, qual nome se dá ao indivíduo que forma apenas um tipo de gametas? Resposta: Letra d
  • 30. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 2) Considere as alternativas a seguir para responder as próximas três perguntas. a) Diplóide b) Haplóide c) Heterozigoto d) Homozigoto Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Considerando-se um único par de alelos, qual nome se dá ao indivíduo que forma dois tipos de gametas? Resposta: Letra c
  • 31. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 3) No cruzamento de indivíduos heterozigóticos Aa, espera-se obter: a) apenas indivíduos Aa. b) indivíduos AA e aa, na proporção 3:1, respectivamente. c) indivíduos AA e aa, na proporção 1:1, respectivamente. d) indivíduos AA, Aa e aa, na proporção 1:2:1, respectivamente. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Resposta: Letra d
  • 32. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 4) O cruzamento de dois indivíduos heterozigóticos para um gene com um alelo dominante e outro recessivo produzirá descendência constituída por: a) 100% de indivíduos com o traço dominante. b) 75% de indivíduos com o traço dominante e 25% com o traço recessivo. c) 50% de indivíduos com o traço dominante e 50% como traço recessivo. d) 25% de indivíduos com o traço dominante, 25% como traço recessivo e 50% com traços intermediários. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Resposta: Letra d
  • 33. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios Utilize as alternativas a seguir para responder a questão 5 a) 1:1 b) 3:1 c) 1:2:1 d) 1:1:1:1 5) Qual é a proporção de tipos de gametas formados por um indivíduo heterozigoto quanto ao par de alelos? Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Resposta: a
  • 34. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 6) Um casal de porcos de orelhas compridas tiveram 4 filhotes: dois de orelhas compridas e dois de orelhas curtas. Qual a probabilidade de nascer filhotes de orelhas curtas? Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Resposta: ¼ ou 25%
  • 35. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios Considere as alternativas a seguir para responder às questões 7 e 8. a) Duas células, cada uma com os dois alelos: A e a. b) Duas células, cada uma com o alelo A e a outra com o alelo a. c) Quatro células, cada uma com os dois alelos: A e a. d) Quatro células, duas com o alelo A e duas com o alelo a. 7) Quais são os produtos da meiose de uma célula heterozigótica Aa? Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Resposta: d
  • 36. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios Considere as alternativas a seguir para responder às questões 7 e 8. a) Duas células, cada uma com os dois alelos: A e a. b) Duas células, cada uma com o alelo A e a outra com o alelo a. c) Quatro células, cada uma com os dois alelos: A e a. d) Quatro células, duas com o alelo A e duas com o alelo a. 8) Quais são os produtos da mitose de uma célula heterozigótica Aa? Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Resposta: a
  • 37. 4) 2ª Lei de Mendel Lei da segregação independente Após o estudo detalhado de cada um dos sete pares de caracteres em ervilhas, Gregor Mendel passou a estudar dois pares de caracteres de cada vez. o Mendel realizou o seguinte cruzamento: Ervilhas puras amarelas e lisas (VVRR) x Ervilhas puras verdes e rugosas (vvrr) Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Todas as sementes produzidas na geração F1 eram amarelas e lisas (VvRr)
  • 38. 4) 2ª Lei de Mendel Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Mendel cruzou duas sementes da geração F1 VvRr (retrocruzamento) Obteve os seguintes resultados: Proporção genotípica de F2 9 V_R_ 3 V_rr 3 vvR_ 1 vvrr 9 sementes amarelas e lisas 3 sementes amarelas e rugosas 3 sementes verdes e lisas 1 semente verde e rugosa
  • 39. 4) 2ª Lei de Mendel Hipóteses de Mendel para o resultado obtido (9:3:3:1) I. Na formação dos gametas os alelos para cor da semente V/v segregam-se independentemente dos alelos que condicionam a forma da semente R/r. II. Um gameta contendo o alelo “V” pode conter tanto o alelo “R” como o alelo “r” com iguais chances. III. Um gameta contendo o alelo “v” pode conter tanto o alelo “R” como também o alelo “r”. IV. Uma planta duplo-heterozigota VvRr pode formar de acordo com as hipóteses de Mendel 4 tipos de gametas: I. VR II. Vr III. vR IV. Vr V. A combinação ao acaso desses gametas para formar F2 resultaria na proporção 9:3:3:1. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel V v R r
  • 40. 4) 2ª Lei de Mendel Enunciado da 2ª Lei de Mendel Também conhecida como lei da Segregação Independente “Genes que determinam características diferentes distribuem-se aos gametas de maneira totalmente independente formando todas as combinações possíveis”. Exemplos: AaBB (gametas: AB ou aB) Aabb (gametas: Ab ou ab) AaBb (gametas: AB, Ab, aB, ab) AaBBCc (gametas: ABC, ABc, aBC, aBc) Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel V v R r Nº de tipos de gametas = 2n n = número de pares heterozigoto Genótipo: AaBBCCddEeFFGghhIi 24 = 16 tipos de gametas diferentes
  • 41. 4) 2ª Lei de Mendel Exercícios 1) Em uma espécie de planta a cor amarela da semente é dominante sobre a cor verde, enquanto a textura lisa da casca da semente é dominante sobre a rugosa. Da autofecundação de uma planta dihíbrida (heterozigota para dois pares de genes) foram obtidas 800 plantas. Pergunta-se: a) Qual o número esperado de plantas com sementes verdes e rugosas? b) Qual o número esperado de plantas com sementes amarela? Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Resposta: 50 sementes Resposta: 600 sementes
  • 42. 4) 2ª Lei de Mendel Exercícios 2) Segundo a lei da segregação independente, ou segunda lei de Mendel: a) dois ou mais genes determinam cada característica de um ser vivo. b) o fenótipo resulta da interação entre o genótipo e o meio. c) os organismos diplóides possuem duas cópias de cada gene. d) a separação dos alelos de um gene na meiose não interfere na separação dos alelos de genes localizados em ouros pares de cromossomos homólogos. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Resposta: Letra D
  • 43. 4) 2ª Lei de Mendel Exercícios 3) Uma célula duplo-heterozigota quanto a dois pares de alelos, Aa e Bb, localizados em diferentes pares de cromossomos homólogos, formará por meiose quatro células, sendo a) uma portadora de A, outra portadora de a, outra de B e outra de b b) uma portadora de AB, outra de Ab, outra de aB e outra de ab. c) uma portadora de AA, outra de Ab, outra de aB e outra de aa. d) duas portadoras de AB e duas portadoras de ab, ou duas portadoras de Ab e duas portadoras de aB. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Resposta: Letra b
  • 44. 4) 2ª Lei de Mendel Exercícios 4) Um indivíduo multicelular duplo-heterozigoto quanto a dois pares de alelos, Aa e Bb, localizados em diferentes pares de cromossomos homólogos, forma gametas na proporção de: a) ¼ A : ¼ a : ¼ B : ¼ b. b) ¼ AB : ¼ Ab : ¼ aB : ¼ ab. c) ¼ AA : ¼ Ab : ¼ aB : ¼ aa. d) ½ AB : ½ ab, ou ¼ Ab : ¼ aB. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Resposta: Letra b
  • 45. 4) 2ª Lei de Mendel Exercícios 5) No cruzamento entre indivíduos duplo-heterozigotos quanto a dois pares de alelos Aa e Bb, localizados em diferentes pares de cromossomos homólogos, espera-se obter: a) apenas indivíduos AaBb b) indivíduos AB e ab na proporção de 1:1 c) indivíduos AA, Ab, aB e bb na proporção 9:3:3:1 d) indivíduos A_B_, A_bb, aaB_ e aabb, na proporção de 9:3:3:1, respectivamente. Genética: 1ª e 2ª Leis de Mendel Resposta: Letra d