SlideShare uma empresa Scribd logo
Medicina Transfusional:  Indicações em Paciente Crítico e Alternativas Hospital São Lucas
 
“ Tenha, em relação às doenças, duas coisas em vista:  seja útil ou,  ao menos,  não prejudique.”   Hipócrates - 430 AC
Papa Inocêncio VII Provavelmente a primeira transfusão “científica “ de sangue entre humanos... 1870
 
Objetivos da transfusão no paciente crítico Manter Perfusão Tecidual Pressão Arterial Freqüência Cardíaca Status Mental Saturação de Oxigênio Diurese Extremidades
Hemoglobina Plaquetas PT/INR (se elevado: avaliar PFC, crioprecipitado, NovoSeven®) PTT (se elevado: avaliar PFC, protamina nos pacientes  heparinizados, dar Fator VIII ou Crioprecipitado em caso de  hemofilia A) Fibrinogenio (se baixo, avaliar Crioprecipitado e  PFC) D-Dimero (pode ser indicativo de CIVD, avaliar Crioprecipitado, PFC) Tempo de Sangramento O que dosar no paciente grave?
 
Pontos de Importância  Hemoglobina TAP PTTA
O mais importante! Evidencia de sangramento ( pela observação direta do cirurgião) Ação compensatória hemodinamica pela insfusão de fluidos e eletrólitos.
 
CaO 2 ( CaO 2 ) 0  0.35   Hematocrit O2 transport   Cardiac output ml/min/kg O 2  capacity of blood  ml/dL dQ/dt dQ/dt FIGURE 1. 1 Optimal oxygen delivery as a dependent factor of hematocrit
Red Cell Transfusion Requirements depend on the speed which anaemia develops  age and underlying cardio-respiratory status of the patient  surgical patients -transfusion usually indicated below 7 g/dl -not usually required over 9gm/dl  ICU setting restrictive transfusion did better  Herbert  NE J M 1999 340 409-17
Red Cell Transfusion Requirements  Stable patients with haematinic deficiency iron, B12, folate deficiency do not require transfusion even if the Hb is < 7 gms  Elderly patients with severe symptomatic anemia  (Hb< 6 gms) and cardiac failure due to megaloblastic anemia may require a single unit of red cells given slowly for relief of symptoms but otherwise should be treated with B12, folate and respond very rapidly.
Níveis de Segurança Hgb  6-10 g/dL Plaquetas (50,000 procedimentos emergenciais. 100,000 procedimentos eletivos) Coagulação: INR 1.4-1.6 (INR>1.6, avaliar PFC para cirurgias de grande porte; INR<1.4, seguro para cirurgias de pequeno e médio porte) Fibrinogênio ( < 1 g/dL, avaliar reposição com Crioprecipitado )
Paciente Coronariopata Retrospective review of  78 thousand patients  >65 yr of age with acute coronary syndrome or MI Reduced mortality and morbidity if hct is transfused to >30% No further improvement beyond a hct of >33% Wu et al. N Engl J Med 2001;345:1230-6
Paciente Critico – Não Coronariopata Patients with a hct of 25% did just as well as patients with a higher hct did Hebert el al. N Engl J Med 1999;340:409-17
 
 
 
Imunossupressão 680 patients undergoing ORIF hip #, incidence of postop infection 27% in those who had received transfusion vs. 15% in those who had not ( Koval et al. J Orthop Trauma 1997;11:260-5 ) ~ 700 patients undergoing colorectal cancer resection, incidence of infection 39% in those who had received transfusion vs. 24% in those who had not ( Houbiers et al. Transfusion 1997; 37:126-34 )
Concentrado de Hemácias Normalmente na forma de Concentrado de Hemácias (pratica iniciada no final dos anos 80) 1 unidade aumentara o nível de Hemoglobina em 1 mg/dL – homem de 70 kg Contem citrato como anticoagulante Rico em Potássio – se for componente “velho” Necessidade da compatibilidade ABO
Sangue Total Preconizado em transfusões maciças  Contem altas concentrações de todos os fatores exceto: VIII (5% do normal apos 21 dias a 4 ° C)
Plasma Fresco Congelado Contem todos os fatores plasmáticos com 1 unidade de atividade/mL, e 400 mg/unidade de fibrinogênio Contem: Citrato 20 mmol/L, Lactato 3 mmol/L, Na +  170 mmol/L, K +  4 mmol/L, Glicose 22 mmol/L Preferencialmente ABO compatível, mas não e necessário a “prova cruzada”  Preferencialmente usado, ate 24 horas após descongelado e estocado entre 1-4 ° C (progressiva perda de fatores e aumento) Restabelece os níveis de fatores de coagulação e reverte o efeito da warfarina.
 
Plaquetas Armazenada em temperatura ambiente Deve estar em agitação continua A transfusão de uma unidade para cada 10 kg de peso, aumentara  o numero de plaquetas em: 1  x 10 9 /L A compatibilidade ABO não e fundamental mas devera ser respeitada
Crioprecipitado Cada unidade ( 15 ml )contem 150 mg de Fibrinogenio, 100 unidades de Fator VIII, 100 unidades de Fator de Von Willebrand – usado para tratamento de CIVD, hemofilia A, Doenca de Von Willebrand, e reversão imediata de terapêutica trombolitica.
Hipotermia A 35ºC, como se tivesse 80% de  fatores A 33ºC, como se tivesse 40% de fatores A 31ºC, como se tivesse 20% de fatores
 
Rotinas: ASA Task Force 2004-08 Não existe valor mínimo Ht Dosar Ht Disponível:  Ht - Plaquetas - PT - PTT - fibrinogênio Anotar na ficha: valores / razões
 
... O homem é o único animal que tem a consciência do tempo, tem a memória do passado, conhece o presente e pressente o futuro... ...A verdade não se encontra,  descobre-se...
Obrigado Dr. Assuero Silva

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula infusão de sangue e derivados
Aula   infusão de sangue e derivadosAula   infusão de sangue e derivados
Aula infusão de sangue e derivados
karol_ribeiro
 
Processos de Enfermagem na Hemoterapia
Processos de Enfermagem na HemoterapiaProcessos de Enfermagem na Hemoterapia
Processos de Enfermagem na Hemoterapia
OdeirOdeirSilva
 
Interveções de enfermagem a pacientes que desenvolvem reações transfusionais ...
Interveções de enfermagem a pacientes que desenvolvem reações transfusionais ...Interveções de enfermagem a pacientes que desenvolvem reações transfusionais ...
Interveções de enfermagem a pacientes que desenvolvem reações transfusionais ...
Aline Ferreira
 
preparo e complicaçãoes dos hemocomponentes
preparo e complicaçãoes dos hemocomponentespreparo e complicaçãoes dos hemocomponentes
preparo e complicaçãoes dos hemocomponentes
José Renato Franco Alves
 
Hemoterapia 1
Hemoterapia 1Hemoterapia 1
Hemoterapia 1
janinemagalhaes
 
Transfusões de Hemocomponentes
Transfusões de HemocomponentesTransfusões de Hemocomponentes
Transfusões de Hemocomponentes
Renato Bach
 
Transfusao de hemocomponentes_e_hemoderivados
Transfusao de hemocomponentes_e_hemoderivadosTransfusao de hemocomponentes_e_hemoderivados
Transfusao de hemocomponentes_e_hemoderivados
feernandafight
 
Manual transfusao 2012
Manual transfusao 2012Manual transfusao 2012
Manual transfusao 2012
heroilma
 
Aula hemoterapia
Aula hemoterapiaAula hemoterapia
Aula hemoterapia
ReginaReiniger
 
Circulação Extra Corpórea - CEC
Circulação Extra Corpórea - CECCirculação Extra Corpórea - CEC
Circulação Extra Corpórea - CEC
resenfe2013
 
Caso clinico simpósio fa
Caso clinico simpósio faCaso clinico simpósio fa
Caso clinico simpósio fa
Felipe Motta
 
hemocomponentes e derivados
hemocomponentes e derivadoshemocomponentes e derivados
hemocomponentes e derivados
crisenf
 
Administração segura do sangue
Administração segura do sangueAdministração segura do sangue
Administração segura do sangue
Proqualis
 
Coagulograma
CoagulogramaCoagulograma
Coagulograma
resenfe2013
 
Plasma, Crioprecipitado , Concentrado de Plaquetas , Fatores de coagulacao
Plasma, Crioprecipitado , Concentrado de Plaquetas , Fatores de coagulacaoPlasma, Crioprecipitado , Concentrado de Plaquetas , Fatores de coagulacao
Plasma, Crioprecipitado , Concentrado de Plaquetas , Fatores de coagulacao
Leonardo Bax
 
Iam pos cirurgia valvar incor 2009
Iam pos cirurgia valvar incor 2009Iam pos cirurgia valvar incor 2009
Iam pos cirurgia valvar incor 2009
galegoo
 
Aula - Cardiovascular - Anticoagulantes
Aula - Cardiovascular  - AnticoagulantesAula - Cardiovascular  - Anticoagulantes
Aula - Cardiovascular - Anticoagulantes
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Choque (1) 1
Choque (1) 1Choque (1) 1
Choque (1) 1
janinemagalhaes
 
Manejo do sangramento
Manejo do sangramento  Manejo do sangramento
Manejo do sangramento
Anestesiador
 
Curso Atualização Hemostasia pdf
Curso Atualização Hemostasia pdfCurso Atualização Hemostasia pdf
Curso Atualização Hemostasia pdf
Fábio Baía
 

Mais procurados (20)

Aula infusão de sangue e derivados
Aula   infusão de sangue e derivadosAula   infusão de sangue e derivados
Aula infusão de sangue e derivados
 
Processos de Enfermagem na Hemoterapia
Processos de Enfermagem na HemoterapiaProcessos de Enfermagem na Hemoterapia
Processos de Enfermagem na Hemoterapia
 
Interveções de enfermagem a pacientes que desenvolvem reações transfusionais ...
Interveções de enfermagem a pacientes que desenvolvem reações transfusionais ...Interveções de enfermagem a pacientes que desenvolvem reações transfusionais ...
Interveções de enfermagem a pacientes que desenvolvem reações transfusionais ...
 
preparo e complicaçãoes dos hemocomponentes
preparo e complicaçãoes dos hemocomponentespreparo e complicaçãoes dos hemocomponentes
preparo e complicaçãoes dos hemocomponentes
 
Hemoterapia 1
Hemoterapia 1Hemoterapia 1
Hemoterapia 1
 
Transfusões de Hemocomponentes
Transfusões de HemocomponentesTransfusões de Hemocomponentes
Transfusões de Hemocomponentes
 
Transfusao de hemocomponentes_e_hemoderivados
Transfusao de hemocomponentes_e_hemoderivadosTransfusao de hemocomponentes_e_hemoderivados
Transfusao de hemocomponentes_e_hemoderivados
 
Manual transfusao 2012
Manual transfusao 2012Manual transfusao 2012
Manual transfusao 2012
 
Aula hemoterapia
Aula hemoterapiaAula hemoterapia
Aula hemoterapia
 
Circulação Extra Corpórea - CEC
Circulação Extra Corpórea - CECCirculação Extra Corpórea - CEC
Circulação Extra Corpórea - CEC
 
Caso clinico simpósio fa
Caso clinico simpósio faCaso clinico simpósio fa
Caso clinico simpósio fa
 
hemocomponentes e derivados
hemocomponentes e derivadoshemocomponentes e derivados
hemocomponentes e derivados
 
Administração segura do sangue
Administração segura do sangueAdministração segura do sangue
Administração segura do sangue
 
Coagulograma
CoagulogramaCoagulograma
Coagulograma
 
Plasma, Crioprecipitado , Concentrado de Plaquetas , Fatores de coagulacao
Plasma, Crioprecipitado , Concentrado de Plaquetas , Fatores de coagulacaoPlasma, Crioprecipitado , Concentrado de Plaquetas , Fatores de coagulacao
Plasma, Crioprecipitado , Concentrado de Plaquetas , Fatores de coagulacao
 
Iam pos cirurgia valvar incor 2009
Iam pos cirurgia valvar incor 2009Iam pos cirurgia valvar incor 2009
Iam pos cirurgia valvar incor 2009
 
Aula - Cardiovascular - Anticoagulantes
Aula - Cardiovascular  - AnticoagulantesAula - Cardiovascular  - Anticoagulantes
Aula - Cardiovascular - Anticoagulantes
 
Choque (1) 1
Choque (1) 1Choque (1) 1
Choque (1) 1
 
Manejo do sangramento
Manejo do sangramento  Manejo do sangramento
Manejo do sangramento
 
Curso Atualização Hemostasia pdf
Curso Atualização Hemostasia pdfCurso Atualização Hemostasia pdf
Curso Atualização Hemostasia pdf
 

Destaque

Sessão trale
Sessão traleSessão trale
Sessão trale
ctisaolucascopacabana
 
Ruptura de cisto hepático infectado
Ruptura de cisto hepático infectadoRuptura de cisto hepático infectado
Ruptura de cisto hepático infectado
ctisaolucascopacabana
 
Sedação e analgesia e delirio
Sedação e analgesia e delirioSedação e analgesia e delirio
Sedação e analgesia e delirio
ctisaolucascopacabana
 
Ruptura de cisto hepático infectado
Ruptura de cisto hepático infectadoRuptura de cisto hepático infectado
Ruptura de cisto hepático infectado
ctisaolucascopacabana
 
Interpretao de curvas e loops em ventilao mecnica
Interpretao de curvas e loops em ventilao mecnicaInterpretao de curvas e loops em ventilao mecnica
Interpretao de curvas e loops em ventilao mecnica
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Qual é o seu diagnostico 2
Qual é o seu diagnostico 2Qual é o seu diagnostico 2
Qual é o seu diagnostico 2
ctisaolucascopacabana
 
Ruptura de cisto hepático infectado
Ruptura de cisto hepático infectadoRuptura de cisto hepático infectado
Ruptura de cisto hepático infectado
ctisaolucascopacabana
 
Scr bild
Scr bildScr bild
Mercredi intensif 27 fevereiro 2013
Mercredi intensif 27 fevereiro 2013Mercredi intensif 27 fevereiro 2013
Mercredi intensif 27 fevereiro 2013
ctisaolucascopacabana
 
Sessão clínica do cti hsl 2 06
Sessão clínica do  cti hsl   2 06Sessão clínica do  cti hsl   2 06
Sessão clínica do cti hsl 2 06
ctisaolucascopacabana
 
Emergências oncologias
Emergências oncologiasEmergências oncologias
Emergências oncologias
ctisaolucascopacabana
 
O que temos feito para prevenir e tratar[1]
O que temos feito para prevenir e tratar[1]O que temos feito para prevenir e tratar[1]
O que temos feito para prevenir e tratar[1]
ctisaolucascopacabana
 
Ultrassonografia na uti
Ultrassonografia na utiUltrassonografia na uti
Ultrassonografia na uti
ctisaolucascopacabana
 
Sessão clinica
Sessão clinicaSessão clinica
Sessão clinica
ctisaolucascopacabana
 
Emergências oncologias
Emergências oncologiasEmergências oncologias
Emergências oncologias
ctisaolucascopacabana
 
Sedação e analgesia e delirio
Sedação e analgesia e delirioSedação e analgesia e delirio
Sedação e analgesia e delirio
ctisaolucascopacabana
 
Modos Ventilatórios Avançados
Modos Ventilatórios AvançadosModos Ventilatórios Avançados
Modos Ventilatórios Avançados
José Alexandre Pires de Almeida
 
Ventilação mecânica
Ventilação mecânicaVentilação mecânica
Ventilação mecânica
suzana f suzuki
 
Iv curso teórico prático - choque circulatório
Iv curso teórico prático - choque circulatórioIv curso teórico prático - choque circulatório
Iv curso teórico prático - choque circulatório
ctisaolucascopacabana
 
Interpretação de curvas na vm
 Interpretação de curvas na vm Interpretação de curvas na vm

Destaque (20)

Sessão trale
Sessão traleSessão trale
Sessão trale
 
Ruptura de cisto hepático infectado
Ruptura de cisto hepático infectadoRuptura de cisto hepático infectado
Ruptura de cisto hepático infectado
 
Sedação e analgesia e delirio
Sedação e analgesia e delirioSedação e analgesia e delirio
Sedação e analgesia e delirio
 
Ruptura de cisto hepático infectado
Ruptura de cisto hepático infectadoRuptura de cisto hepático infectado
Ruptura de cisto hepático infectado
 
Interpretao de curvas e loops em ventilao mecnica
Interpretao de curvas e loops em ventilao mecnicaInterpretao de curvas e loops em ventilao mecnica
Interpretao de curvas e loops em ventilao mecnica
 
Qual é o seu diagnostico 2
Qual é o seu diagnostico 2Qual é o seu diagnostico 2
Qual é o seu diagnostico 2
 
Ruptura de cisto hepático infectado
Ruptura de cisto hepático infectadoRuptura de cisto hepático infectado
Ruptura de cisto hepático infectado
 
Scr bild
Scr bildScr bild
Scr bild
 
Mercredi intensif 27 fevereiro 2013
Mercredi intensif 27 fevereiro 2013Mercredi intensif 27 fevereiro 2013
Mercredi intensif 27 fevereiro 2013
 
Sessão clínica do cti hsl 2 06
Sessão clínica do  cti hsl   2 06Sessão clínica do  cti hsl   2 06
Sessão clínica do cti hsl 2 06
 
Emergências oncologias
Emergências oncologiasEmergências oncologias
Emergências oncologias
 
O que temos feito para prevenir e tratar[1]
O que temos feito para prevenir e tratar[1]O que temos feito para prevenir e tratar[1]
O que temos feito para prevenir e tratar[1]
 
Ultrassonografia na uti
Ultrassonografia na utiUltrassonografia na uti
Ultrassonografia na uti
 
Sessão clinica
Sessão clinicaSessão clinica
Sessão clinica
 
Emergências oncologias
Emergências oncologiasEmergências oncologias
Emergências oncologias
 
Sedação e analgesia e delirio
Sedação e analgesia e delirioSedação e analgesia e delirio
Sedação e analgesia e delirio
 
Modos Ventilatórios Avançados
Modos Ventilatórios AvançadosModos Ventilatórios Avançados
Modos Ventilatórios Avançados
 
Ventilação mecânica
Ventilação mecânicaVentilação mecânica
Ventilação mecânica
 
Iv curso teórico prático - choque circulatório
Iv curso teórico prático - choque circulatórioIv curso teórico prático - choque circulatório
Iv curso teórico prático - choque circulatório
 
Interpretação de curvas na vm
 Interpretação de curvas na vm Interpretação de curvas na vm
Interpretação de curvas na vm
 

Semelhante a Medicina transfusional _-_cti[1]

Transfusao de hemocomponentes_e_hemoderivados
Transfusao de hemocomponentes_e_hemoderivadosTransfusao de hemocomponentes_e_hemoderivados
Transfusao de hemocomponentes_e_hemoderivados
Eliane Kopchinski
 
Fast Hug
Fast HugFast Hug
Fast Hug
galegoo
 
Caderno de Provas - reas Bsicas - 2017.pdf
Caderno de Provas - reas Bsicas - 2017.pdfCaderno de Provas - reas Bsicas - 2017.pdf
Caderno de Provas - reas Bsicas - 2017.pdf
PatriciaAndrade440208
 
Sepse Academicos 2009
Sepse Academicos 2009Sepse Academicos 2009
Sepse Academicos 2009
Rodrigo Biondi
 
Embolia pulmonar
Embolia  pulmonarEmbolia  pulmonar
Embolia pulmonar
sgtrobertson
 
Artigo diagnóstico inicial e manejo da sepse grave e choque séptico
Artigo  diagnóstico inicial e manejo da sepse grave e choque sépticoArtigo  diagnóstico inicial e manejo da sepse grave e choque séptico
Artigo diagnóstico inicial e manejo da sepse grave e choque séptico
Erick Bragato
 
Introdução à Coagulação
Introdução à CoagulaçãoIntrodução à Coagulação
Introdução à Coagulação
Geydson Cruz
 
Pós operatório de cirurgia cardiovascular
Pós operatório de cirurgia cardiovascularPós operatório de cirurgia cardiovascular
Pós operatório de cirurgia cardiovascular
Paulo Sérgio
 
Cirrosis
CirrosisCirrosis
Cirrosis
janinemagalhaes
 
Management of the Patient Using Anticoagulants Submitted to Urgent and Emerge...
Management of the Patient Using Anticoagulants Submitted to Urgent and Emerge...Management of the Patient Using Anticoagulants Submitted to Urgent and Emerge...
Management of the Patient Using Anticoagulants Submitted to Urgent and Emerge...
Carlos D A Bersot
 
HAS
HASHAS
Abordagem inicial na dheg e hellp síndrome
Abordagem inicial na dheg e hellp síndromeAbordagem inicial na dheg e hellp síndrome
Abordagem inicial na dheg e hellp síndrome
Vicente Santos
 
Pcdt anemia irc_alfaepoetina_livro_2010
Pcdt anemia irc_alfaepoetina_livro_2010Pcdt anemia irc_alfaepoetina_livro_2010
Pcdt anemia irc_alfaepoetina_livro_2010
Arquivo-FClinico
 
Manutenção de potencial doador - editado.pptx
Manutenção de potencial doador - editado.pptxManutenção de potencial doador - editado.pptx
Manutenção de potencial doador - editado.pptx
DouglasMacedo28
 
Artigo_SVcO2 e lactato na CEC_Associação c/ resultados C.C.Pediátrica
Artigo_SVcO2 e lactato na CEC_Associação c/ resultados C.C.PediátricaArtigo_SVcO2 e lactato na CEC_Associação c/ resultados C.C.Pediátrica
Artigo_SVcO2 e lactato na CEC_Associação c/ resultados C.C.Pediátrica
Paulo Sérgio
 
Tempo e atividade de protrombina
Tempo e atividade de protrombinaTempo e atividade de protrombina
Tempo e atividade de protrombina
rasg75
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Sessão de artigo
Sessão de artigoSessão de artigo
Sessão de artigo
janinemagalhaes
 
Sara
SaraSara
Sara
galegoo
 
HIPOTERMIA TERAPÊUTICA
HIPOTERMIA TERAPÊUTICAHIPOTERMIA TERAPÊUTICA
HIPOTERMIA TERAPÊUTICA
Alexandre Francisco
 

Semelhante a Medicina transfusional _-_cti[1] (20)

Transfusao de hemocomponentes_e_hemoderivados
Transfusao de hemocomponentes_e_hemoderivadosTransfusao de hemocomponentes_e_hemoderivados
Transfusao de hemocomponentes_e_hemoderivados
 
Fast Hug
Fast HugFast Hug
Fast Hug
 
Caderno de Provas - reas Bsicas - 2017.pdf
Caderno de Provas - reas Bsicas - 2017.pdfCaderno de Provas - reas Bsicas - 2017.pdf
Caderno de Provas - reas Bsicas - 2017.pdf
 
Sepse Academicos 2009
Sepse Academicos 2009Sepse Academicos 2009
Sepse Academicos 2009
 
Embolia pulmonar
Embolia  pulmonarEmbolia  pulmonar
Embolia pulmonar
 
Artigo diagnóstico inicial e manejo da sepse grave e choque séptico
Artigo  diagnóstico inicial e manejo da sepse grave e choque sépticoArtigo  diagnóstico inicial e manejo da sepse grave e choque séptico
Artigo diagnóstico inicial e manejo da sepse grave e choque séptico
 
Introdução à Coagulação
Introdução à CoagulaçãoIntrodução à Coagulação
Introdução à Coagulação
 
Pós operatório de cirurgia cardiovascular
Pós operatório de cirurgia cardiovascularPós operatório de cirurgia cardiovascular
Pós operatório de cirurgia cardiovascular
 
Cirrosis
CirrosisCirrosis
Cirrosis
 
Management of the Patient Using Anticoagulants Submitted to Urgent and Emerge...
Management of the Patient Using Anticoagulants Submitted to Urgent and Emerge...Management of the Patient Using Anticoagulants Submitted to Urgent and Emerge...
Management of the Patient Using Anticoagulants Submitted to Urgent and Emerge...
 
HAS
HASHAS
HAS
 
Abordagem inicial na dheg e hellp síndrome
Abordagem inicial na dheg e hellp síndromeAbordagem inicial na dheg e hellp síndrome
Abordagem inicial na dheg e hellp síndrome
 
Pcdt anemia irc_alfaepoetina_livro_2010
Pcdt anemia irc_alfaepoetina_livro_2010Pcdt anemia irc_alfaepoetina_livro_2010
Pcdt anemia irc_alfaepoetina_livro_2010
 
Manutenção de potencial doador - editado.pptx
Manutenção de potencial doador - editado.pptxManutenção de potencial doador - editado.pptx
Manutenção de potencial doador - editado.pptx
 
Artigo_SVcO2 e lactato na CEC_Associação c/ resultados C.C.Pediátrica
Artigo_SVcO2 e lactato na CEC_Associação c/ resultados C.C.PediátricaArtigo_SVcO2 e lactato na CEC_Associação c/ resultados C.C.Pediátrica
Artigo_SVcO2 e lactato na CEC_Associação c/ resultados C.C.Pediátrica
 
Tempo e atividade de protrombina
Tempo e atividade de protrombinaTempo e atividade de protrombina
Tempo e atividade de protrombina
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Sessão de artigo
Sessão de artigoSessão de artigo
Sessão de artigo
 
Sara
SaraSara
Sara
 
HIPOTERMIA TERAPÊUTICA
HIPOTERMIA TERAPÊUTICAHIPOTERMIA TERAPÊUTICA
HIPOTERMIA TERAPÊUTICA
 

Mais de ctisaolucascopacabana

Caso clinico
Caso clinicoCaso clinico
Caso clinico
ctisaolucascopacabana
 
Monitorização neurologica
Monitorização neurologicaMonitorização neurologica
Monitorização neurologica
ctisaolucascopacabana
 
Iv curso teórico prático - monitorização neurológica avançada
Iv curso teórico prático - monitorização neurológica avançadaIv curso teórico prático - monitorização neurológica avançada
Iv curso teórico prático - monitorização neurológica avançada
ctisaolucascopacabana
 
Ruptura de cisto hepático infectado para congresso
Ruptura de cisto hepático infectado para congressoRuptura de cisto hepático infectado para congresso
Ruptura de cisto hepático infectado para congresso
ctisaolucascopacabana
 
Iv curso teórico prático - aula hidroeletrol
Iv curso teórico prático - aula hidroeletrolIv curso teórico prático - aula hidroeletrol
Iv curso teórico prático - aula hidroeletrol
ctisaolucascopacabana
 
Iv curso teórico prático - aula ac bas
Iv curso teórico prático - aula ac basIv curso teórico prático - aula ac bas
Iv curso teórico prático - aula ac bas
ctisaolucascopacabana
 
Iv curso de medicina intensiva i renal a
Iv curso de medicina intensiva i renal aIv curso de medicina intensiva i renal a
Iv curso de medicina intensiva i renal a
ctisaolucascopacabana
 
Iv curso teórico prático - exame do paciente em cti e prevenção
Iv curso teórico prático - exame do paciente em cti e prevençãoIv curso teórico prático - exame do paciente em cti e prevenção
Iv curso teórico prático - exame do paciente em cti e prevenção
ctisaolucascopacabana
 
Iv curso teórico prático procedimentos acesssos
Iv curso teórico prático procedimentos acesssosIv curso teórico prático procedimentos acesssos
Iv curso teórico prático procedimentos acesssos
ctisaolucascopacabana
 
Iv curso teórico prático procedimentos acesssos
Iv curso teórico prático procedimentos acesssosIv curso teórico prático procedimentos acesssos
Iv curso teórico prático procedimentos acesssos
ctisaolucascopacabana
 
Iv curso teórico prático monitorização hemod
Iv curso teórico prático monitorização hemodIv curso teórico prático monitorização hemod
Iv curso teórico prático monitorização hemod
ctisaolucascopacabana
 
Iv curso teórico prático vni
Iv curso teórico prático vniIv curso teórico prático vni
Iv curso teórico prático vni
ctisaolucascopacabana
 
Iv curso teórico prático vm ii situações especiais
Iv curso teórico prático vm ii   situações especiaisIv curso teórico prático vm ii   situações especiais
Iv curso teórico prático vm ii situações especiais
ctisaolucascopacabana
 

Mais de ctisaolucascopacabana (13)

Caso clinico
Caso clinicoCaso clinico
Caso clinico
 
Monitorização neurologica
Monitorização neurologicaMonitorização neurologica
Monitorização neurologica
 
Iv curso teórico prático - monitorização neurológica avançada
Iv curso teórico prático - monitorização neurológica avançadaIv curso teórico prático - monitorização neurológica avançada
Iv curso teórico prático - monitorização neurológica avançada
 
Ruptura de cisto hepático infectado para congresso
Ruptura de cisto hepático infectado para congressoRuptura de cisto hepático infectado para congresso
Ruptura de cisto hepático infectado para congresso
 
Iv curso teórico prático - aula hidroeletrol
Iv curso teórico prático - aula hidroeletrolIv curso teórico prático - aula hidroeletrol
Iv curso teórico prático - aula hidroeletrol
 
Iv curso teórico prático - aula ac bas
Iv curso teórico prático - aula ac basIv curso teórico prático - aula ac bas
Iv curso teórico prático - aula ac bas
 
Iv curso de medicina intensiva i renal a
Iv curso de medicina intensiva i renal aIv curso de medicina intensiva i renal a
Iv curso de medicina intensiva i renal a
 
Iv curso teórico prático - exame do paciente em cti e prevenção
Iv curso teórico prático - exame do paciente em cti e prevençãoIv curso teórico prático - exame do paciente em cti e prevenção
Iv curso teórico prático - exame do paciente em cti e prevenção
 
Iv curso teórico prático procedimentos acesssos
Iv curso teórico prático procedimentos acesssosIv curso teórico prático procedimentos acesssos
Iv curso teórico prático procedimentos acesssos
 
Iv curso teórico prático procedimentos acesssos
Iv curso teórico prático procedimentos acesssosIv curso teórico prático procedimentos acesssos
Iv curso teórico prático procedimentos acesssos
 
Iv curso teórico prático monitorização hemod
Iv curso teórico prático monitorização hemodIv curso teórico prático monitorização hemod
Iv curso teórico prático monitorização hemod
 
Iv curso teórico prático vni
Iv curso teórico prático vniIv curso teórico prático vni
Iv curso teórico prático vni
 
Iv curso teórico prático vm ii situações especiais
Iv curso teórico prático vm ii   situações especiaisIv curso teórico prático vm ii   situações especiais
Iv curso teórico prático vm ii situações especiais
 

Medicina transfusional _-_cti[1]

  • 1. Medicina Transfusional: Indicações em Paciente Crítico e Alternativas Hospital São Lucas
  • 2.  
  • 3. “ Tenha, em relação às doenças, duas coisas em vista: seja útil ou, ao menos, não prejudique.” Hipócrates - 430 AC
  • 4. Papa Inocêncio VII Provavelmente a primeira transfusão “científica “ de sangue entre humanos... 1870
  • 5.  
  • 6. Objetivos da transfusão no paciente crítico Manter Perfusão Tecidual Pressão Arterial Freqüência Cardíaca Status Mental Saturação de Oxigênio Diurese Extremidades
  • 7. Hemoglobina Plaquetas PT/INR (se elevado: avaliar PFC, crioprecipitado, NovoSeven®) PTT (se elevado: avaliar PFC, protamina nos pacientes heparinizados, dar Fator VIII ou Crioprecipitado em caso de hemofilia A) Fibrinogenio (se baixo, avaliar Crioprecipitado e PFC) D-Dimero (pode ser indicativo de CIVD, avaliar Crioprecipitado, PFC) Tempo de Sangramento O que dosar no paciente grave?
  • 8.  
  • 9. Pontos de Importância Hemoglobina TAP PTTA
  • 10. O mais importante! Evidencia de sangramento ( pela observação direta do cirurgião) Ação compensatória hemodinamica pela insfusão de fluidos e eletrólitos.
  • 11.  
  • 12. CaO 2 ( CaO 2 ) 0 0.35 Hematocrit O2 transport Cardiac output ml/min/kg O 2 capacity of blood ml/dL dQ/dt dQ/dt FIGURE 1. 1 Optimal oxygen delivery as a dependent factor of hematocrit
  • 13. Red Cell Transfusion Requirements depend on the speed which anaemia develops age and underlying cardio-respiratory status of the patient surgical patients -transfusion usually indicated below 7 g/dl -not usually required over 9gm/dl ICU setting restrictive transfusion did better Herbert NE J M 1999 340 409-17
  • 14. Red Cell Transfusion Requirements Stable patients with haematinic deficiency iron, B12, folate deficiency do not require transfusion even if the Hb is < 7 gms Elderly patients with severe symptomatic anemia (Hb< 6 gms) and cardiac failure due to megaloblastic anemia may require a single unit of red cells given slowly for relief of symptoms but otherwise should be treated with B12, folate and respond very rapidly.
  • 15. Níveis de Segurança Hgb 6-10 g/dL Plaquetas (50,000 procedimentos emergenciais. 100,000 procedimentos eletivos) Coagulação: INR 1.4-1.6 (INR>1.6, avaliar PFC para cirurgias de grande porte; INR<1.4, seguro para cirurgias de pequeno e médio porte) Fibrinogênio ( < 1 g/dL, avaliar reposição com Crioprecipitado )
  • 16. Paciente Coronariopata Retrospective review of 78 thousand patients >65 yr of age with acute coronary syndrome or MI Reduced mortality and morbidity if hct is transfused to >30% No further improvement beyond a hct of >33% Wu et al. N Engl J Med 2001;345:1230-6
  • 17. Paciente Critico – Não Coronariopata Patients with a hct of 25% did just as well as patients with a higher hct did Hebert el al. N Engl J Med 1999;340:409-17
  • 18.  
  • 19.  
  • 20.  
  • 21. Imunossupressão 680 patients undergoing ORIF hip #, incidence of postop infection 27% in those who had received transfusion vs. 15% in those who had not ( Koval et al. J Orthop Trauma 1997;11:260-5 ) ~ 700 patients undergoing colorectal cancer resection, incidence of infection 39% in those who had received transfusion vs. 24% in those who had not ( Houbiers et al. Transfusion 1997; 37:126-34 )
  • 22. Concentrado de Hemácias Normalmente na forma de Concentrado de Hemácias (pratica iniciada no final dos anos 80) 1 unidade aumentara o nível de Hemoglobina em 1 mg/dL – homem de 70 kg Contem citrato como anticoagulante Rico em Potássio – se for componente “velho” Necessidade da compatibilidade ABO
  • 23. Sangue Total Preconizado em transfusões maciças Contem altas concentrações de todos os fatores exceto: VIII (5% do normal apos 21 dias a 4 ° C)
  • 24. Plasma Fresco Congelado Contem todos os fatores plasmáticos com 1 unidade de atividade/mL, e 400 mg/unidade de fibrinogênio Contem: Citrato 20 mmol/L, Lactato 3 mmol/L, Na + 170 mmol/L, K + 4 mmol/L, Glicose 22 mmol/L Preferencialmente ABO compatível, mas não e necessário a “prova cruzada” Preferencialmente usado, ate 24 horas após descongelado e estocado entre 1-4 ° C (progressiva perda de fatores e aumento) Restabelece os níveis de fatores de coagulação e reverte o efeito da warfarina.
  • 25.  
  • 26. Plaquetas Armazenada em temperatura ambiente Deve estar em agitação continua A transfusão de uma unidade para cada 10 kg de peso, aumentara o numero de plaquetas em: 1 x 10 9 /L A compatibilidade ABO não e fundamental mas devera ser respeitada
  • 27. Crioprecipitado Cada unidade ( 15 ml )contem 150 mg de Fibrinogenio, 100 unidades de Fator VIII, 100 unidades de Fator de Von Willebrand – usado para tratamento de CIVD, hemofilia A, Doenca de Von Willebrand, e reversão imediata de terapêutica trombolitica.
  • 28. Hipotermia A 35ºC, como se tivesse 80% de fatores A 33ºC, como se tivesse 40% de fatores A 31ºC, como se tivesse 20% de fatores
  • 29.  
  • 30. Rotinas: ASA Task Force 2004-08 Não existe valor mínimo Ht Dosar Ht Disponível: Ht - Plaquetas - PT - PTT - fibrinogênio Anotar na ficha: valores / razões
  • 31.  
  • 32. ... O homem é o único animal que tem a consciência do tempo, tem a memória do passado, conhece o presente e pressente o futuro... ...A verdade não se encontra, descobre-se...