SlideShare uma empresa Scribd logo
KELEN DE OLIVEIRA MENDES 
LIDYANE DE OLIVIERA MENDES 
RITA DE CÁSSIA GONÇALVES DE ANDRADE
OBJETIVO 
Esse trabalho foi montado e desenvolvido com a 
finalidade de conceituar Qualidade Total, fazendo 
um breve histórico de como surgiu, destacando 
suas características, seus principais pensadores, 
suas ferramentas e a de como foi a contribuição 
para a administração das empresas.
HISTÓRIA 
 Surgiu na década de 50. 
 Percursores: Edward Deming e Joseph Juran. 
 Deming partia do princípio, que através de controles estatísticos o 
percentual de produtos defeituosos poderiam ser minimizados. 
 Já Juram afirmava que " os consumidores tinham o direito de comprar 
produtos de qualidade, os fabricantes, a obrigação de fabricá-los". 
 O Japão tornou-se o país percursor da Qualidade Total, produzindo 
produtos "defeito zero".
QUALIDADE
"A Qualidade 
consiste na 
capacidade de 
satisfazer desejos" 
(Deming 1968).
"Qualidade é 
ausência de 
deficiência, ou seja, 
quantos menos 
defeitos, melhor a 
qualidade“ 
(Juran, 1992).
“Um produto ou serviço 
de qualidade é aquele 
que atende 
perfeitamente, de forma 
confiável, de forma 
acessível, de forma 
segura e no tempo certo 
às necessidades do 
cliente” 
(Vicente Falconi)
FATORES DA QUALIDADE 
Pessoas 
QeP 
Processos Tecnologia
CARACTERÍSTICAS 
Foco no cliente 
Trabalho em equipe 
Decisões baseadas em fatos e dados 
 A busca constante da solução de problemas e 
da diminuição de erros 
 Valorização do ser humano.
OS OITO PRINCÍPIOS 
 1º Princípio: Foco no cliente 
 2º Princípio: Liderança 
 3º Princípio: Envolvimento do Pessoal 
 4º Princípio: Abordagem por Processo 
 5º Princípio: Abordagem sistêmica para a gestão 
 6º Princípio: Melhoria Contínua 
 7º Princípio: Decisões baseadas em fatos e dados. 
 8º Princípio: Benefícios mútuos nas relações com os fornecedores
TÉCNICAS E FERRAMENTAS
MÉTODO DE ANÁLISE E SOLUÇÃO DE 
PROBLEMAS - MASP 
Tem como finalidade manter e controla a 
qualidade dos produtos e serviços. Através de 8 
passos: identificar, observar, avaliar, plano de 
ação, ação, verificar, padronizar e concluir.
Gestão da Qualidade Total
CONCEITOS DO CICLO PDCA 
Implica na melhoria dos 
processos de fabricação ou 
de negócios. As letras 
significam: planejar, 
executar, verificar e agir.
Gestão da Qualidade Total
A METODOLOGIA 5W2H 
 Lista de atividades que precisam ser 
desenvolvidas com o máximo de clareza. 
Aplica-se as seguintes perguntas
Gestão da Qualidade Total
Gestão da Qualidade Total
MATRIZ GUT 
Tem a finalidade de orientar 
decisões mais complexas 
priorizando a solução dos 
problemas. Letras significam: 
Gravidade, Urgência e Tendência
Gestão da Qualidade Total
Gestão da Qualidade Total
DIAGRAMA DE CAUSA E EFEITO 
Tem como finalidade facilitar a identificação das causas dos 
problemas a serem resolvidos. Utilizam os 6M’s para fazer o 
diagrama. Mão de obra, materiais, máquinas, métodos, meio 
ambiente e medição
Carro não dá a partida
TÉCNICA DE BRAINSTORMING OU 
TEMPESTADES DE IDEIAS 
Significa em inglês tempestade 
de ideias ou tempestade 
cerebral. Dinâmica em grupo 
com a finalidade de resolver 
problemas específicos, 
estimulando o pensamento 
criativo.
PROGRAMA 5S 
O 5s é a base física e 
comportamental para o 
sucesso das ferramentas 
gerenciais. Foi criado com o 
objetivo de possibilitar um 
ambiente de trabalho 
adequado para uma maior 
produtividade.
SEIRI - SENSO DA UTILIZAÇÃO 
 Ganho de espaço 
 Facilidade de limpeza e manutenção 
 Melhor controle dos estoques 
 Redução de custos 
 Preparação do ambiente para aplicação 
dos demais conceitos de 5S
SEITON – SENSO DA ORGANIÇÃO 
Economia de tempo 
Facilidade na localização das 
ferramentas 
Redução de pontos inseguros.
SEISO – SENSO DA LIMPEZA 
Ambiente saudável e agradável 
Redução da possibilidade de acidentes 
Melhor conservação de ferramentas e 
equipamentos 
Melhoria no relacionamento interpessoal.
SEIKETSU - SENSO DA PADRONIÇÃO 
E SAÚDE 
 Facilidade de localização e identificação dos objetos e 
ferramentas 
 Equilíbrio físico e mental 
 Melhoria de áreas comuns (banheiros, refeitórios, etc) 
 Melhoria nas condições de segurança.
SHITSUKE – SENSO DE DISCIPLINA OU 
AUTODISCIPLINA 
Melhor qualidade, produtividade e 
segurança no trabalho; 
Trabalho diário agradável; 
Melhoria nas relações humanas; 
Valorização do ser humano; 
Cumprimento dos procedimentos 
operacionais e administrativos;
ISO - INTERNATIONAL ORGANIZATION 
FOR STANDARDIZATION 
 Promove a normatização de empresas e produtos, para manter a 
qualidade permanente. 
 Suas normas mais conhecidas são a ISO 9000, ISO 9001, ISO 14000 e ISO 
14064. 
 As ISO 9000 e 9001 são um sistema de gestão de qualidade aplicado em 
empresas 
 ISO 14000 que é um sistema de gestão da qualidade. 
 ISO 14064 é um sistema que visa melhorar a qualidade ambiental pela 
quantificação de GEE ( Gases de Efeito Estufa)
CONTRIBUIÇÃO 
 Foca nos clientes, tendo como ponto de partida que a cada cliente 
conquistado mais faturamento a empresa terá. 
 Faz com que a empresa valorize seus líderes, fazendo eles trabalharem 
motivados, nesse ponto não só os líderes mais também os seus 
funcionários. 
 Fazem os setores trabalharem dependendo um dos outros, exigindo 
qualidade sempre. Pois só assim diminuirá os custos de produção. 
 Outra contribuição também é na aplicação dos 5S, visando sempre a 
organização, limpeza, saúde, reutilização de materiais e a autodisciplina 
dentro das empresas.
CONCLUSÃO 
Ao longo deste trabalho podemos concluir o tão quão 
importante é a gestão da qualidade total dentro de 
uma empresa, utilizando suas técnicas, ferramentas e 
princípios. Aplicando-as de forma adequadas e 
correta, a empresa terá qualidade de produtos e até 
mesmo será vista como uma empresa de qualidade.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade TotalGestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade Total
UerjFundamentosDaAdministracao2013_1
 
Gestão de qualidade (slides)
Gestão de qualidade (slides)Gestão de qualidade (slides)
Gestão de qualidade (slides)
Roberto Luna Mendes Monteiro Filho
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
Laura Inafuko
 
Gestão por processos
Gestão por processosGestão por processos
Gestão por processos
Joao Telles Corrêa Filho
 
Gestão da Qualidade Total - Modulo 2
Gestão da Qualidade Total - Modulo  2Gestão da Qualidade Total - Modulo  2
Gestão da Qualidade Total - Modulo 2
Silvio Carlos Valentini
 
Adm da produção e gestão da qualidade
Adm da produção e gestão da qualidadeAdm da produção e gestão da qualidade
Adm da produção e gestão da qualidade
Denis Carlos Sodré
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
Adriano Pereira
 
O que é qualidade
O que é qualidadeO que é qualidade
O que é qualidade
ELAINESILVEIRA
 
Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3
Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3
Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3
Claudio Bernardi Stringari
 
Gestão da qualidade: operações de produção e de serviços
Gestão da qualidade: operações de produção e de serviçosGestão da qualidade: operações de produção e de serviços
Gestão da qualidade: operações de produção e de serviços
BWS Contabilidade, Consultoria e Perícias
 
Ferramentas da qualidade
Ferramentas da qualidadeFerramentas da qualidade
Ferramentas da qualidade
Fabricio Pangoni
 
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
Thiago Lima
 
Garantia da qualidade cap.7
Garantia da qualidade   cap.7Garantia da qualidade   cap.7
Garantia da qualidade cap.7
emc5714
 
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da QualidadeIndicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Ideia Consultoria
 
7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade
Virginia Gonçalves
 
Ferramentas de Gestão
Ferramentas de GestãoFerramentas de Gestão
Ferramentas de Gestão
Jean Israel B. Feijó
 
Conceitos e Princípios de Gestão da Qualidade
Conceitos e Princípios de Gestão da QualidadeConceitos e Princípios de Gestão da Qualidade
Conceitos e Princípios de Gestão da Qualidade
Rogério Souza
 
Qualidade e Produtividade
Qualidade e ProdutividadeQualidade e Produtividade
Qualidade e Produtividade
Hyldon Herbert Dias Mendes
 
Gestão De Processos
Gestão De ProcessosGestão De Processos
Gestão De Processos
Nilton Goulart
 
Fundamentos da Qualidade
Fundamentos da QualidadeFundamentos da Qualidade
Fundamentos da Qualidade
blogcorreafabio
 

Mais procurados (20)

Gestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade TotalGestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade Total
 
Gestão de qualidade (slides)
Gestão de qualidade (slides)Gestão de qualidade (slides)
Gestão de qualidade (slides)
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Gestão por processos
Gestão por processosGestão por processos
Gestão por processos
 
Gestão da Qualidade Total - Modulo 2
Gestão da Qualidade Total - Modulo  2Gestão da Qualidade Total - Modulo  2
Gestão da Qualidade Total - Modulo 2
 
Adm da produção e gestão da qualidade
Adm da produção e gestão da qualidadeAdm da produção e gestão da qualidade
Adm da produção e gestão da qualidade
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
O que é qualidade
O que é qualidadeO que é qualidade
O que é qualidade
 
Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3
Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3
Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3
 
Gestão da qualidade: operações de produção e de serviços
Gestão da qualidade: operações de produção e de serviçosGestão da qualidade: operações de produção e de serviços
Gestão da qualidade: operações de produção e de serviços
 
Ferramentas da qualidade
Ferramentas da qualidadeFerramentas da qualidade
Ferramentas da qualidade
 
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
 
Garantia da qualidade cap.7
Garantia da qualidade   cap.7Garantia da qualidade   cap.7
Garantia da qualidade cap.7
 
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da QualidadeIndicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
 
7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade
 
Ferramentas de Gestão
Ferramentas de GestãoFerramentas de Gestão
Ferramentas de Gestão
 
Conceitos e Princípios de Gestão da Qualidade
Conceitos e Princípios de Gestão da QualidadeConceitos e Princípios de Gestão da Qualidade
Conceitos e Princípios de Gestão da Qualidade
 
Qualidade e Produtividade
Qualidade e ProdutividadeQualidade e Produtividade
Qualidade e Produtividade
 
Gestão De Processos
Gestão De ProcessosGestão De Processos
Gestão De Processos
 
Fundamentos da Qualidade
Fundamentos da QualidadeFundamentos da Qualidade
Fundamentos da Qualidade
 

Destaque

Gestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoesGestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoes
João Rafael Lopes
 
Gestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade TotalGestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade Total
UerjFundamentosDaAdministracao2013_1
 
Aulas - Gestão Da Qualidade - 2006 - Prof. Sergio.Jr
Aulas - Gestão Da Qualidade - 2006 -  Prof. Sergio.JrAulas - Gestão Da Qualidade - 2006 -  Prof. Sergio.Jr
Aulas - Gestão Da Qualidade - 2006 - Prof. Sergio.Jr
Sergio Luis Seloti Jr
 
Slides qualidade
Slides qualidadeSlides qualidade
Slides qualidade
UHu Rellyson Sousa
 
Aula 01 gestao da qualidade cepa
Aula 01 gestao da qualidade cepaAula 01 gestao da qualidade cepa
Aula 01 gestao da qualidade cepa
Cláudio Pina - VENTURA Business Management
 
10
1010
Qualidade Total
Qualidade TotalQualidade Total
Gestao da qualidade total
Gestao da qualidade totalGestao da qualidade total
Gestao da qualidade total
CÁTIA OLIVEIRA
 
Resenha: Teoria Contingencial: Ambiente
Resenha: Teoria Contingencial: AmbienteResenha: Teoria Contingencial: Ambiente
Resenha: Teoria Contingencial: Ambiente
admetz01
 
Gestão Da Qualidade [ETEC KK]
Gestão Da Qualidade [ETEC KK]Gestão Da Qualidade [ETEC KK]
Gestão Da Qualidade [ETEC KK]
Vinicius Lopes
 
Gestão por Objetivos
Gestão por ObjetivosGestão por Objetivos
Slides abertura fctunl v3(27jan)
Slides abertura fctunl v3(27jan)Slides abertura fctunl v3(27jan)
Abordagem sistêmica da administração
Abordagem sistêmica da administração Abordagem sistêmica da administração
Abordagem sistêmica da administração
admetz01
 
08. Administração por Objetivos
08. Administração por Objetivos08. Administração por Objetivos
08. Administração por Objetivos
Debora Miceli
 
Abordagem Contingencial e Administração por Objetivos
Abordagem Contingencial e Administração por ObjetivosAbordagem Contingencial e Administração por Objetivos
Abordagem Contingencial e Administração por Objetivos
Antonio Marcos Montai Messias
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
Alexandre Porto Araujo
 
Teoria administrativa
Teoria administrativaTeoria administrativa
Teoria administrativa
Stevan Tovar
 
A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...
A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...
A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...
taniabayer
 
Administração por objetivos TGA
Administração por objetivos TGAAdministração por objetivos TGA
Administração por objetivos TGA
Eliabe Denes
 
Trabalho de TGA I - Modelos de Organização
Trabalho de TGA I - Modelos de OrganizaçãoTrabalho de TGA I - Modelos de Organização
Trabalho de TGA I - Modelos de Organização
Josester Teixeira de Souza
 

Destaque (20)

Gestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoesGestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoes
 
Gestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade TotalGestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade Total
 
Aulas - Gestão Da Qualidade - 2006 - Prof. Sergio.Jr
Aulas - Gestão Da Qualidade - 2006 -  Prof. Sergio.JrAulas - Gestão Da Qualidade - 2006 -  Prof. Sergio.Jr
Aulas - Gestão Da Qualidade - 2006 - Prof. Sergio.Jr
 
Slides qualidade
Slides qualidadeSlides qualidade
Slides qualidade
 
Aula 01 gestao da qualidade cepa
Aula 01 gestao da qualidade cepaAula 01 gestao da qualidade cepa
Aula 01 gestao da qualidade cepa
 
10
1010
10
 
Qualidade Total
Qualidade TotalQualidade Total
Qualidade Total
 
Gestao da qualidade total
Gestao da qualidade totalGestao da qualidade total
Gestao da qualidade total
 
Resenha: Teoria Contingencial: Ambiente
Resenha: Teoria Contingencial: AmbienteResenha: Teoria Contingencial: Ambiente
Resenha: Teoria Contingencial: Ambiente
 
Gestão Da Qualidade [ETEC KK]
Gestão Da Qualidade [ETEC KK]Gestão Da Qualidade [ETEC KK]
Gestão Da Qualidade [ETEC KK]
 
Gestão por Objetivos
Gestão por ObjetivosGestão por Objetivos
Gestão por Objetivos
 
Slides abertura fctunl v3(27jan)
Slides abertura fctunl v3(27jan)Slides abertura fctunl v3(27jan)
Slides abertura fctunl v3(27jan)
 
Abordagem sistêmica da administração
Abordagem sistêmica da administração Abordagem sistêmica da administração
Abordagem sistêmica da administração
 
08. Administração por Objetivos
08. Administração por Objetivos08. Administração por Objetivos
08. Administração por Objetivos
 
Abordagem Contingencial e Administração por Objetivos
Abordagem Contingencial e Administração por ObjetivosAbordagem Contingencial e Administração por Objetivos
Abordagem Contingencial e Administração por Objetivos
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Teoria administrativa
Teoria administrativaTeoria administrativa
Teoria administrativa
 
A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...
A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...
A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...
 
Administração por objetivos TGA
Administração por objetivos TGAAdministração por objetivos TGA
Administração por objetivos TGA
 
Trabalho de TGA I - Modelos de Organização
Trabalho de TGA I - Modelos de OrganizaçãoTrabalho de TGA I - Modelos de Organização
Trabalho de TGA I - Modelos de Organização
 

Semelhante a Gestão da Qualidade Total

Conceitos básicos sobre qualidade e iso 90001
Conceitos básicos sobre qualidade e iso 90001Conceitos básicos sobre qualidade e iso 90001
Conceitos básicos sobre qualidade e iso 90001
Ariadne Canedo
 
Aula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdf
Aula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdfAula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdf
Aula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdf
ANNECAROLINEALBUQUER
 
Ferramentas de Qualidade Total
Ferramentas de Qualidade TotalFerramentas de Qualidade Total
Ferramentas de Qualidade Total
elliando dias
 
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptxINTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
GiseleSouza53260
 
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptxINTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
Fábio Nascimento
 
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptxINTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
claudio864549
 
Ferramentas da Qualidade - GESTAO APLICADA I
Ferramentas da Qualidade - GESTAO APLICADA IFerramentas da Qualidade - GESTAO APLICADA I
Ferramentas da Qualidade - GESTAO APLICADA I
Anderson Pontes
 
Gerenciamento da Rotina_MODULO_4
Gerenciamento da Rotina_MODULO_4Gerenciamento da Rotina_MODULO_4
Gerenciamento da Rotina_MODULO_4
Thiago Reis
 
Aula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdf
Aula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdfAula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdf
Aula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdf
EtieneClavico
 
Gestão De Processos
Gestão De ProcessosGestão De Processos
Gestão De Processos
Nilton Goulart
 
Gestao e qualidade
Gestao e qualidadeGestao e qualidade
Gestao e qualidade
Eduardo de Araujo
 
Lean Healthcare
Lean HealthcareLean Healthcare
Lean Healthcare
CLT Valuebased Services
 
Tecnologias e Ferramentas de Produtividade Aula 5.pptx
Tecnologias e Ferramentas de Produtividade Aula 5.pptxTecnologias e Ferramentas de Produtividade Aula 5.pptx
Tecnologias e Ferramentas de Produtividade Aula 5.pptx
FlaviaRenata11
 
Apresentação Planejamento
Apresentação PlanejamentoApresentação Planejamento
Apresentação Planejamento
Ricardo Castro
 
Gestao e qualidade
Gestao e qualidadeGestao e qualidade
Gestao e qualidade
Sabrine Souza
 
Gurus da Gestão da Qualidade
Gurus da Gestão da QualidadeGurus da Gestão da Qualidade
Gurus da Gestão da Qualidade
Tajra Assessoria Educacional Ltda
 
Qualidade total
Qualidade totalQualidade total
Qualidade total
Eli Júnior
 
Qualidade instrumentos de gestão
Qualidade   instrumentos de gestãoQualidade   instrumentos de gestão
Qualidade instrumentos de gestão
belamalice
 
A N E X O 1 C O N C E I T O S G E S TÃ O Q U A L I D A D E S I G
A N E X O 1    C O N C E I T O S  G E S TÃ O  Q U A L I D A D E  S I GA N E X O 1    C O N C E I T O S  G E S TÃ O  Q U A L I D A D E  S I G
A N E X O 1 C O N C E I T O S G E S TÃ O Q U A L I D A D E S I G
Fregonezi
 
Anexo 1 Conceitos GestãO Qualidade Sig
Anexo 1   Conceitos GestãO Qualidade SigAnexo 1   Conceitos GestãO Qualidade Sig
Anexo 1 Conceitos GestãO Qualidade Sig
Fregonezi
 

Semelhante a Gestão da Qualidade Total (20)

Conceitos básicos sobre qualidade e iso 90001
Conceitos básicos sobre qualidade e iso 90001Conceitos básicos sobre qualidade e iso 90001
Conceitos básicos sobre qualidade e iso 90001
 
Aula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdf
Aula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdfAula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdf
Aula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdf
 
Ferramentas de Qualidade Total
Ferramentas de Qualidade TotalFerramentas de Qualidade Total
Ferramentas de Qualidade Total
 
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptxINTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
 
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptxINTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
 
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptxINTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
INTRODUÇÃO SISTEMAS DA QUALIDADE.pptx
 
Ferramentas da Qualidade - GESTAO APLICADA I
Ferramentas da Qualidade - GESTAO APLICADA IFerramentas da Qualidade - GESTAO APLICADA I
Ferramentas da Qualidade - GESTAO APLICADA I
 
Gerenciamento da Rotina_MODULO_4
Gerenciamento da Rotina_MODULO_4Gerenciamento da Rotina_MODULO_4
Gerenciamento da Rotina_MODULO_4
 
Aula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdf
Aula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdfAula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdf
Aula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdf
 
Gestão De Processos
Gestão De ProcessosGestão De Processos
Gestão De Processos
 
Gestao e qualidade
Gestao e qualidadeGestao e qualidade
Gestao e qualidade
 
Lean Healthcare
Lean HealthcareLean Healthcare
Lean Healthcare
 
Tecnologias e Ferramentas de Produtividade Aula 5.pptx
Tecnologias e Ferramentas de Produtividade Aula 5.pptxTecnologias e Ferramentas de Produtividade Aula 5.pptx
Tecnologias e Ferramentas de Produtividade Aula 5.pptx
 
Apresentação Planejamento
Apresentação PlanejamentoApresentação Planejamento
Apresentação Planejamento
 
Gestao e qualidade
Gestao e qualidadeGestao e qualidade
Gestao e qualidade
 
Gurus da Gestão da Qualidade
Gurus da Gestão da QualidadeGurus da Gestão da Qualidade
Gurus da Gestão da Qualidade
 
Qualidade total
Qualidade totalQualidade total
Qualidade total
 
Qualidade instrumentos de gestão
Qualidade   instrumentos de gestãoQualidade   instrumentos de gestão
Qualidade instrumentos de gestão
 
A N E X O 1 C O N C E I T O S G E S TÃ O Q U A L I D A D E S I G
A N E X O 1    C O N C E I T O S  G E S TÃ O  Q U A L I D A D E  S I GA N E X O 1    C O N C E I T O S  G E S TÃ O  Q U A L I D A D E  S I G
A N E X O 1 C O N C E I T O S G E S TÃ O Q U A L I D A D E S I G
 
Anexo 1 Conceitos GestãO Qualidade Sig
Anexo 1   Conceitos GestãO Qualidade SigAnexo 1   Conceitos GestãO Qualidade Sig
Anexo 1 Conceitos GestãO Qualidade Sig
 

Último

Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 

Último (20)

Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 

Gestão da Qualidade Total

  • 1. KELEN DE OLIVEIRA MENDES LIDYANE DE OLIVIERA MENDES RITA DE CÁSSIA GONÇALVES DE ANDRADE
  • 2. OBJETIVO Esse trabalho foi montado e desenvolvido com a finalidade de conceituar Qualidade Total, fazendo um breve histórico de como surgiu, destacando suas características, seus principais pensadores, suas ferramentas e a de como foi a contribuição para a administração das empresas.
  • 3. HISTÓRIA  Surgiu na década de 50.  Percursores: Edward Deming e Joseph Juran.  Deming partia do princípio, que através de controles estatísticos o percentual de produtos defeituosos poderiam ser minimizados.  Já Juram afirmava que " os consumidores tinham o direito de comprar produtos de qualidade, os fabricantes, a obrigação de fabricá-los".  O Japão tornou-se o país percursor da Qualidade Total, produzindo produtos "defeito zero".
  • 5. "A Qualidade consiste na capacidade de satisfazer desejos" (Deming 1968).
  • 6. "Qualidade é ausência de deficiência, ou seja, quantos menos defeitos, melhor a qualidade“ (Juran, 1992).
  • 7. “Um produto ou serviço de qualidade é aquele que atende perfeitamente, de forma confiável, de forma acessível, de forma segura e no tempo certo às necessidades do cliente” (Vicente Falconi)
  • 8. FATORES DA QUALIDADE Pessoas QeP Processos Tecnologia
  • 9. CARACTERÍSTICAS Foco no cliente Trabalho em equipe Decisões baseadas em fatos e dados  A busca constante da solução de problemas e da diminuição de erros  Valorização do ser humano.
  • 10. OS OITO PRINCÍPIOS  1º Princípio: Foco no cliente  2º Princípio: Liderança  3º Princípio: Envolvimento do Pessoal  4º Princípio: Abordagem por Processo  5º Princípio: Abordagem sistêmica para a gestão  6º Princípio: Melhoria Contínua  7º Princípio: Decisões baseadas em fatos e dados.  8º Princípio: Benefícios mútuos nas relações com os fornecedores
  • 12. MÉTODO DE ANÁLISE E SOLUÇÃO DE PROBLEMAS - MASP Tem como finalidade manter e controla a qualidade dos produtos e serviços. Através de 8 passos: identificar, observar, avaliar, plano de ação, ação, verificar, padronizar e concluir.
  • 14. CONCEITOS DO CICLO PDCA Implica na melhoria dos processos de fabricação ou de negócios. As letras significam: planejar, executar, verificar e agir.
  • 16. A METODOLOGIA 5W2H  Lista de atividades que precisam ser desenvolvidas com o máximo de clareza. Aplica-se as seguintes perguntas
  • 19. MATRIZ GUT Tem a finalidade de orientar decisões mais complexas priorizando a solução dos problemas. Letras significam: Gravidade, Urgência e Tendência
  • 22. DIAGRAMA DE CAUSA E EFEITO Tem como finalidade facilitar a identificação das causas dos problemas a serem resolvidos. Utilizam os 6M’s para fazer o diagrama. Mão de obra, materiais, máquinas, métodos, meio ambiente e medição
  • 23. Carro não dá a partida
  • 24. TÉCNICA DE BRAINSTORMING OU TEMPESTADES DE IDEIAS Significa em inglês tempestade de ideias ou tempestade cerebral. Dinâmica em grupo com a finalidade de resolver problemas específicos, estimulando o pensamento criativo.
  • 25. PROGRAMA 5S O 5s é a base física e comportamental para o sucesso das ferramentas gerenciais. Foi criado com o objetivo de possibilitar um ambiente de trabalho adequado para uma maior produtividade.
  • 26. SEIRI - SENSO DA UTILIZAÇÃO  Ganho de espaço  Facilidade de limpeza e manutenção  Melhor controle dos estoques  Redução de custos  Preparação do ambiente para aplicação dos demais conceitos de 5S
  • 27. SEITON – SENSO DA ORGANIÇÃO Economia de tempo Facilidade na localização das ferramentas Redução de pontos inseguros.
  • 28. SEISO – SENSO DA LIMPEZA Ambiente saudável e agradável Redução da possibilidade de acidentes Melhor conservação de ferramentas e equipamentos Melhoria no relacionamento interpessoal.
  • 29. SEIKETSU - SENSO DA PADRONIÇÃO E SAÚDE  Facilidade de localização e identificação dos objetos e ferramentas  Equilíbrio físico e mental  Melhoria de áreas comuns (banheiros, refeitórios, etc)  Melhoria nas condições de segurança.
  • 30. SHITSUKE – SENSO DE DISCIPLINA OU AUTODISCIPLINA Melhor qualidade, produtividade e segurança no trabalho; Trabalho diário agradável; Melhoria nas relações humanas; Valorização do ser humano; Cumprimento dos procedimentos operacionais e administrativos;
  • 31. ISO - INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION  Promove a normatização de empresas e produtos, para manter a qualidade permanente.  Suas normas mais conhecidas são a ISO 9000, ISO 9001, ISO 14000 e ISO 14064.  As ISO 9000 e 9001 são um sistema de gestão de qualidade aplicado em empresas  ISO 14000 que é um sistema de gestão da qualidade.  ISO 14064 é um sistema que visa melhorar a qualidade ambiental pela quantificação de GEE ( Gases de Efeito Estufa)
  • 32. CONTRIBUIÇÃO  Foca nos clientes, tendo como ponto de partida que a cada cliente conquistado mais faturamento a empresa terá.  Faz com que a empresa valorize seus líderes, fazendo eles trabalharem motivados, nesse ponto não só os líderes mais também os seus funcionários.  Fazem os setores trabalharem dependendo um dos outros, exigindo qualidade sempre. Pois só assim diminuirá os custos de produção.  Outra contribuição também é na aplicação dos 5S, visando sempre a organização, limpeza, saúde, reutilização de materiais e a autodisciplina dentro das empresas.
  • 33. CONCLUSÃO Ao longo deste trabalho podemos concluir o tão quão importante é a gestão da qualidade total dentro de uma empresa, utilizando suas técnicas, ferramentas e princípios. Aplicando-as de forma adequadas e correta, a empresa terá qualidade de produtos e até mesmo será vista como uma empresa de qualidade.