SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 66
Baixar para ler offline
Mayra R Souza
Ferramentas da Qualidade
Técnicas para definir, mensurar, analisar e propor
soluções para problemas que interferem no
desempenho dos processos.
O que é QUALIDADE
para você?
Qualidade é a propriedade de qualificar, de dar um determinado
valor a serviços, pessoas, objetos, etc.
Qualidade é o atendimento de necessidades e expectativas que
temos com relação a tudo que utilizamos em nossa vida diária.
? ? ? ?
Quais são as ferramentas da qualidade?
Fluxograma
A3
Diagrama de Ishikawa
5 Porquês (5Ws)
5W2H
Matriz GUT
Benchmarking
Brainstorming
Folha de Verificação
Diagrama de Pareto
Histograma
Diagrama de Dispersão
Gráfico de Controle
Métodologias que usam as ferramentas
PDCA
MASP
8 Ds
Fluxograma
Tem a finalidade de identificar o caminho real e ideal para um
produto ou serviço com o objetivo de identificar os desvios e
otimizar atividades.
http://www.blogdaqualidade.com.br/wp-content/uploads/2012/06/Tipos-de-fluxograma1-610x733.jpghttp://www.infoescola.com/administracao_/tipos-de-fluxogramas/
http://www.doceshop.com.br/blog/wp-content/uploads/2008/08/fluxograma_v
ertical.jpg
BPMN
Fluxo de Trabalho Fluxo de Informação
Mapeamento de Fluxo de Valor
A3A3 é uma metodologia de agir perante um problema, desafio ou
projeto a ser implementado, transformando-se em uma ferramenta
de gerenciamento do TPS – Sistema de Produção Toyota.
http://www.citisystems.com.br/relatorio-a3-pensamento-a3/
http://pt.slideshare.net/andrefaria/pensamento-a3
Diagrama de
Ishikawa
O Diagrama de Causa e Efeito representa a relação entre o efeito e
todas as possibilidades de causa que podem contribuir para esse
efeito.
6 Ms
5 PorquêsÉ uma técnica para encontrar a causa raiz de um defeito ou
problema. Parte da premissa que após perguntar 5 vezes sobre
um problema, encontrará a causa raiz ao invez da fonte do
problema.
Template para aplicar 5 Porquês
5W2HAuxilia na elaboração de planos de ação, como um check-list que
aumenta a clareza da equipe envolvida nas atividades.
Considerado uma técnica eficaz para planejamento de atividades
e elaboração de projetos.
Canvas
POR QUÊ?
POR QUÊ?
POR QUÊ?
O QUÊ?
O QUÊ?
QUEM?
QUEM?
COMO?
COMO?
COMO?
QUANDO?
QUANTO?
QUANDO?
QUANTO?
QUANDO?
QUANTO?
Canvas
Links: Template Canvas Projeto e Programa, App Project Model Canvas e vídeos
explicativos.
Matriz GUTUtilizada para quantificar as informações, priorizando os
problemas e tratando de acordo com a gravidade, urgência e
tendência. Auxilia na estratégia, gestão de projetos e coleta de
dados, complementa a matriz SWOT.
Matriz de Eisenhower
“O importante é raramente urgente, e o que é urgente é raramente
importante”.
Eisenhower
BenchmarkingBenchmarking é o método sistemático de pesquisar os melhores
processos (interno, concorrência, ramo), as idéias inovadoras e os
procedimentos de operação mais eficazes que conduzam a um
desempenho superior.
PLANEJAR
BrainstormingÉ uma ferramenta para geração de muitas idéias sobre um tema
pré definido (melhoria, D&P, solução de problema). Estimula a
criatividade e a inovação das pessoas através do envolvimento
entre os participantes.
Processo
1º 3º 4º
2º
5º
Link: Template Learning Canvas.
Mapa mental
Mapa mental
Link: Template mapa mental.
Folha de
VerificaçãoSão tabelas, planilhas ou formulários usadas para coleta e análise
de dados. O uso é para economizar tempo, eliminando o trabalho
de se desenhar figuras ou escrever números repetitivos.
Diagrama de
ParetoVelfredo Pareto o economista italiano descobriu que a riqueza não
tinha distribuição uniforme, e calculou matematicamente que
aproximadamente 20% do povo detinha 80% da riqueza.
Curva ABC
HistogramaPara visualizar graficamente a distribuição de frequências é um
agrupamento de dados em classes, para contabilizar o número de
ocorrências em cada classe.
Histograma
Histograma
Diagrama de
DispersãoIndica a relação entre variáveis (duas ou mais) de um processo e
sua intensidade, para visualizar o que acontece com uma variável
quando outra variável se altera, identificando uma possível relação
de causa e efeito entre elas.
Diagrama de Dispersão
Gráfico de
ControleUtilizada para acompanhar, analisar a tendência e avaliar de forma
contínua, colocando em evidência limites do processo para o
monitoramento de quando se altera e necessita de ação corretiva.
controle estatístico de processo
MetodologiasA metodologia é uma sequência de etapas que atua em uma
situação macro, onde em cada etapa pode usar as ferramentas de
maneira pontual. Com o conjunto e a sequencia combinada terá o
resultado esperado.
PDCAUsado com frequência em sistemas de gestão da qualidade, o
PDCA — Plan, Do, Check, Act — é um processo de melhoria
contínua.
MASPO método de análise e soluções de problemas é um roteiro
complexo utilizado para resoluções de problemas em empresas,
tratando-se de uma metodologia para manter e controlar a
qualidade de produtos, processos ou serviços.
http://www.techoje.com.br/bolttools/files/image/Masp%202.JPG
8 DsA metodologia origina-se do inglês 8 DO (8 ações) é uma forma
sistemática de aplicação de várias ferramentas da Qualidade para
resolver uma Não Conformidade, e faz com que se aprenda muito
sobre cada problema abordado.
http://www.slideshare.net/volguin80/anlisis-de-causa-raz-8-disciplinas
Como funciona
tudo isso junto?
Dúvidas, sugestões e feedback:
Mayra Souza
E-mail: msouza@thoughtworks.com
Agradecemos a
presença de todos!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da Qualidade
 
Produtividade e Qualidade
Produtividade e QualidadeProdutividade e Qualidade
Produtividade e Qualidade
 
ISO 9001
ISO 9001ISO 9001
ISO 9001
 
Aula Qualidade - Fluxograma
Aula Qualidade - FluxogramaAula Qualidade - Fluxograma
Aula Qualidade - Fluxograma
 
Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01
 
Ferramentas da qualidade
Ferramentas da qualidadeFerramentas da qualidade
Ferramentas da qualidade
 
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e TendênciaMatriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
Matriz GUT - Gravidade, Urgência e Tendência
 
Apresentação pdca
Apresentação pdcaApresentação pdca
Apresentação pdca
 
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
 
Gestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade TotalGestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade Total
 
Aula de fundamentos da qualidade 1 e 2
Aula de fundamentos da qualidade   1 e 2Aula de fundamentos da qualidade   1 e 2
Aula de fundamentos da qualidade 1 e 2
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
 
Organização do trabalho
Organização do trabalhoOrganização do trabalho
Organização do trabalho
 
PDCA - OPERAÇÃO
PDCA - OPERAÇÃOPDCA - OPERAÇÃO
PDCA - OPERAÇÃO
 
Slides - Técnica dos 5 porquês
Slides -  Técnica dos 5 porquêsSlides -  Técnica dos 5 porquês
Slides - Técnica dos 5 porquês
 
5W2H
5W2H5W2H
5W2H
 
Exercicio de Planejamento Estrategico
Exercicio de Planejamento EstrategicoExercicio de Planejamento Estrategico
Exercicio de Planejamento Estrategico
 
O que é qualidade
O que é qualidadeO que é qualidade
O que é qualidade
 

Destaque (6)

Moving motivators
Moving motivatorsMoving motivators
Moving motivators
 
Masp
MaspMasp
Masp
 
A bunda do masp
A bunda do maspA bunda do masp
A bunda do masp
 
Pdca Masp
Pdca   MaspPdca   Masp
Pdca Masp
 
1º Workshop Incepción en Thoughtworks Chile Febrero/17 [Espanhol]
1º Workshop Incepción en Thoughtworks Chile Febrero/17 [Espanhol] 1º Workshop Incepción en Thoughtworks Chile Febrero/17 [Espanhol]
1º Workshop Incepción en Thoughtworks Chile Febrero/17 [Espanhol]
 
Sistema Toyota de Produção - Produção Enxuta x Desenvolvimento Lean
Sistema Toyota de Produção - Produção Enxuta x Desenvolvimento LeanSistema Toyota de Produção - Produção Enxuta x Desenvolvimento Lean
Sistema Toyota de Produção - Produção Enxuta x Desenvolvimento Lean
 

Semelhante a Ferramentas da Qualidade

As 7 ferramentas da qualidade professor
As 7 ferramentas da qualidade professorAs 7 ferramentas da qualidade professor
As 7 ferramentas da qualidade professorFernando Santos
 
gestão da qualidade.pptx
gestão da qualidade.pptxgestão da qualidade.pptx
gestão da qualidade.pptxLeoCardozo9
 
9 7 ferramentas-qualidade
9   7 ferramentas-qualidade9   7 ferramentas-qualidade
9 7 ferramentas-qualidadeRomário Mota
 
9 7 ferramentas-qualidade
9   7 ferramentas-qualidade9   7 ferramentas-qualidade
9 7 ferramentas-qualidadeBruno Barros
 
Introdução Organização Sistemas e Metodos
Introdução Organização Sistemas e MetodosIntrodução Organização Sistemas e Metodos
Introdução Organização Sistemas e MetodosAdm Pub
 
Ebook-Ferramentas para Gestão da qualidade.pdf
Ebook-Ferramentas para Gestão da qualidade.pdfEbook-Ferramentas para Gestão da qualidade.pdf
Ebook-Ferramentas para Gestão da qualidade.pdfMichellePereira97
 
Gestão da qualidade na logística
Gestão da qualidade na logísticaGestão da qualidade na logística
Gestão da qualidade na logísticadeividp9
 
Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da Qualidadeblogcorreafabio
 
Gestao baseada processos
Gestao baseada processosGestao baseada processos
Gestao baseada processosReinalvo Orecic
 
Indicadores de políticas públicas e métricas de software: uma visão em paralelo
Indicadores de políticas públicas e métricas de software: uma visão em paraleloIndicadores de políticas públicas e métricas de software: uma visão em paralelo
Indicadores de políticas públicas e métricas de software: uma visão em paraleloRoberto de Pinho
 
Simulação Manual de Posto de Lavagem de Carros Teoria das Filas
Simulação Manual de Posto de Lavagem de Carros Teoria das FilasSimulação Manual de Posto de Lavagem de Carros Teoria das Filas
Simulação Manual de Posto de Lavagem de Carros Teoria das FilasDIEGOALMEIDA195
 
Dlima Over View
Dlima Over ViewDlima Over View
Dlima Over Viewaparise
 
Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital
Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital
Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital Rubia Soraya Rabello
 
Criação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de ProcessosCriação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de ProcessosStratec Informática
 
PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - representação
PROCESSOS ORGANIZACIONAIS  - representaçãoPROCESSOS ORGANIZACIONAIS  - representação
PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - representaçãoRicardodeQueirozMach
 
05. ferramentas para a qualidade
05. ferramentas para a qualidade05. ferramentas para a qualidade
05. ferramentas para a qualidadeAlane Oliveira
 

Semelhante a Ferramentas da Qualidade (20)

As 7 ferramentas da qualidade professor
As 7 ferramentas da qualidade professorAs 7 ferramentas da qualidade professor
As 7 ferramentas da qualidade professor
 
gestão da qualidade.pptx
gestão da qualidade.pptxgestão da qualidade.pptx
gestão da qualidade.pptx
 
9 7 ferramentas-qualidade
9   7 ferramentas-qualidade9   7 ferramentas-qualidade
9 7 ferramentas-qualidade
 
9 7 ferramentas-qualidade
9   7 ferramentas-qualidade9   7 ferramentas-qualidade
9 7 ferramentas-qualidade
 
9 7 ferramentas-qualidade
9   7 ferramentas-qualidade9   7 ferramentas-qualidade
9 7 ferramentas-qualidade
 
Ferramentas gestão de processos
Ferramentas gestão de processosFerramentas gestão de processos
Ferramentas gestão de processos
 
Introdução Organização Sistemas e Metodos
Introdução Organização Sistemas e MetodosIntrodução Organização Sistemas e Metodos
Introdução Organização Sistemas e Metodos
 
Ferramentas de gestao
Ferramentas de gestaoFerramentas de gestao
Ferramentas de gestao
 
ferramentas-da-qualidade.ppt
ferramentas-da-qualidade.pptferramentas-da-qualidade.ppt
ferramentas-da-qualidade.ppt
 
Ebook-Ferramentas para Gestão da qualidade.pdf
Ebook-Ferramentas para Gestão da qualidade.pdfEbook-Ferramentas para Gestão da qualidade.pdf
Ebook-Ferramentas para Gestão da qualidade.pdf
 
Gestão da qualidade na logística
Gestão da qualidade na logísticaGestão da qualidade na logística
Gestão da qualidade na logística
 
Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da Qualidade
 
Gestao baseada processos
Gestao baseada processosGestao baseada processos
Gestao baseada processos
 
Indicadores de políticas públicas e métricas de software: uma visão em paralelo
Indicadores de políticas públicas e métricas de software: uma visão em paraleloIndicadores de políticas públicas e métricas de software: uma visão em paralelo
Indicadores de políticas públicas e métricas de software: uma visão em paralelo
 
Simulação Manual de Posto de Lavagem de Carros Teoria das Filas
Simulação Manual de Posto de Lavagem de Carros Teoria das FilasSimulação Manual de Posto de Lavagem de Carros Teoria das Filas
Simulação Manual de Posto de Lavagem de Carros Teoria das Filas
 
Dlima Over View
Dlima Over ViewDlima Over View
Dlima Over View
 
Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital
Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital
Apresentação Ferramentas da Qualidade Hospital
 
Criação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de ProcessosCriação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de Processos
 
PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - representação
PROCESSOS ORGANIZACIONAIS  - representaçãoPROCESSOS ORGANIZACIONAIS  - representação
PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - representação
 
05. ferramentas para a qualidade
05. ferramentas para a qualidade05. ferramentas para a qualidade
05. ferramentas para a qualidade
 

Mais de Mayra de Souza

1º CONAGILE | Inicie Business Agility com Strategic
1º CONAGILE | Inicie Business Agility com Strategic1º CONAGILE | Inicie Business Agility com Strategic
1º CONAGILE | Inicie Business Agility com StrategicMayra de Souza
 
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?Mayra de Souza
 
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic InceptionPromovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic InceptionMayra de Souza
 
Como sua organização inova? Como a gestão influencia?
Como sua organização inova? Como a gestão influencia?Como sua organização inova? Como a gestão influencia?
Como sua organização inova? Como a gestão influencia?Mayra de Souza
 
Potencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativas
Potencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativasPotencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativas
Potencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativasMayra de Souza
 
Sessão de Coaching em Grupo
Sessão de Coaching em GrupoSessão de Coaching em Grupo
Sessão de Coaching em GrupoMayra de Souza
 
Lean Inception custo ou desperdício? Como engajar participantes?
Lean Inception custo ou desperdício? Como engajar participantes?Lean Inception custo ou desperdício? Como engajar participantes?
Lean Inception custo ou desperdício? Como engajar participantes?Mayra de Souza
 
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?Mayra de Souza
 
Management 3.0 | Engajamento, motivação e propósito
Management 3.0 | Engajamento, motivação e propósitoManagement 3.0 | Engajamento, motivação e propósito
Management 3.0 | Engajamento, motivação e propósitoMayra de Souza
 
Desenvolvendo produtos enxutos com Lean Inception
Desenvolvendo produtos enxutos com Lean InceptionDesenvolvendo produtos enxutos com Lean Inception
Desenvolvendo produtos enxutos com Lean InceptionMayra de Souza
 
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...Mayra de Souza
 
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?Mayra de Souza
 
Cartazes de engajamento com a cultura de engenharia Spotify
Cartazes de engajamento com a cultura de engenharia SpotifyCartazes de engajamento com a cultura de engenharia Spotify
Cartazes de engajamento com a cultura de engenharia SpotifyMayra de Souza
 
[Agile Day RS 2018] Inovar é empreender diariamente. Como?
[Agile Day RS 2018] Inovar é empreender diariamente. Como?[Agile Day RS 2018] Inovar é empreender diariamente. Como?
[Agile Day RS 2018] Inovar é empreender diariamente. Como?Mayra de Souza
 
Iniciativas realizadas no ZAP POA 2017/ 2018
Iniciativas realizadas no ZAP POA 2017/ 2018Iniciativas realizadas no ZAP POA 2017/ 2018
Iniciativas realizadas no ZAP POA 2017/ 2018Mayra de Souza
 
12 anos da Lei Maria da Penha! Detalhes do machismo e como perceber
12 anos da Lei Maria da Penha! Detalhes do machismo e como perceber12 anos da Lei Maria da Penha! Detalhes do machismo e como perceber
12 anos da Lei Maria da Penha! Detalhes do machismo e como perceberMayra de Souza
 
Lean Inception custo ou desperdicio? Como engajar participantes?
Lean Inception custo ou desperdicio? Como engajar participantes?Lean Inception custo ou desperdicio? Como engajar participantes?
Lean Inception custo ou desperdicio? Como engajar participantes?Mayra de Souza
 
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?Mayra de Souza
 
FacilitAção | Que momento o grupo se encontra?
FacilitAção | Que momento o grupo se encontra?FacilitAção | Que momento o grupo se encontra?
FacilitAção | Que momento o grupo se encontra?Mayra de Souza
 

Mais de Mayra de Souza (20)

1º CONAGILE | Inicie Business Agility com Strategic
1º CONAGILE | Inicie Business Agility com Strategic1º CONAGILE | Inicie Business Agility com Strategic
1º CONAGILE | Inicie Business Agility com Strategic
 
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
 
Lean inception
Lean inceptionLean inception
Lean inception
 
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic InceptionPromovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
Promovendo o alinhamento estratégico por meio da Strategic Inception
 
Como sua organização inova? Como a gestão influencia?
Como sua organização inova? Como a gestão influencia?Como sua organização inova? Como a gestão influencia?
Como sua organização inova? Como a gestão influencia?
 
Potencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativas
Potencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativasPotencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativas
Potencialize as capacidades da sua organização com atividades colaborativas
 
Sessão de Coaching em Grupo
Sessão de Coaching em GrupoSessão de Coaching em Grupo
Sessão de Coaching em Grupo
 
Lean Inception custo ou desperdício? Como engajar participantes?
Lean Inception custo ou desperdício? Como engajar participantes?Lean Inception custo ou desperdício? Como engajar participantes?
Lean Inception custo ou desperdício? Como engajar participantes?
 
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
 
Management 3.0 | Engajamento, motivação e propósito
Management 3.0 | Engajamento, motivação e propósitoManagement 3.0 | Engajamento, motivação e propósito
Management 3.0 | Engajamento, motivação e propósito
 
Desenvolvendo produtos enxutos com Lean Inception
Desenvolvendo produtos enxutos com Lean InceptionDesenvolvendo produtos enxutos com Lean Inception
Desenvolvendo produtos enxutos com Lean Inception
 
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
 
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
 
Cartazes de engajamento com a cultura de engenharia Spotify
Cartazes de engajamento com a cultura de engenharia SpotifyCartazes de engajamento com a cultura de engenharia Spotify
Cartazes de engajamento com a cultura de engenharia Spotify
 
[Agile Day RS 2018] Inovar é empreender diariamente. Como?
[Agile Day RS 2018] Inovar é empreender diariamente. Como?[Agile Day RS 2018] Inovar é empreender diariamente. Como?
[Agile Day RS 2018] Inovar é empreender diariamente. Como?
 
Iniciativas realizadas no ZAP POA 2017/ 2018
Iniciativas realizadas no ZAP POA 2017/ 2018Iniciativas realizadas no ZAP POA 2017/ 2018
Iniciativas realizadas no ZAP POA 2017/ 2018
 
12 anos da Lei Maria da Penha! Detalhes do machismo e como perceber
12 anos da Lei Maria da Penha! Detalhes do machismo e como perceber12 anos da Lei Maria da Penha! Detalhes do machismo e como perceber
12 anos da Lei Maria da Penha! Detalhes do machismo e como perceber
 
Lean Inception custo ou desperdicio? Como engajar participantes?
Lean Inception custo ou desperdicio? Como engajar participantes?Lean Inception custo ou desperdicio? Como engajar participantes?
Lean Inception custo ou desperdicio? Como engajar participantes?
 
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
DETALHES DO MACHISMO! COMO PERCEBER?
 
FacilitAção | Que momento o grupo se encontra?
FacilitAção | Que momento o grupo se encontra?FacilitAção | Que momento o grupo se encontra?
FacilitAção | Que momento o grupo se encontra?
 

Último

SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptxSEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptxavaseg
 
Análise de Risco na Construcao Civil.pdf
Análise de Risco na Construcao Civil.pdfAnálise de Risco na Construcao Civil.pdf
Análise de Risco na Construcao Civil.pdfMarcoAntonioRSiqueir
 
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsxST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsxmarketing18485
 
CONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADE
CONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADECONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADE
CONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADEssusercc9a5f
 
Normas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdf
Normas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdfNormas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdf
Normas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdfAlexsandroRocha22
 
ST 2024 Statum Apresentação Comercial - VF
ST 2024 Statum Apresentação Comercial - VFST 2024 Statum Apresentação Comercial - VF
ST 2024 Statum Apresentação Comercial - VFmarketing18485
 
pgr programa de gerenciamento de risco posto de gasolina
pgr programa de gerenciamento de risco posto  de gasolinapgr programa de gerenciamento de risco posto  de gasolina
pgr programa de gerenciamento de risco posto de gasolinamikhaelbaptista
 
Planejamento e controle da Produção_Lustosa.pdf
Planejamento e controle da Produção_Lustosa.pdfPlanejamento e controle da Produção_Lustosa.pdf
Planejamento e controle da Produção_Lustosa.pdfssusercc9a5f
 
apostila de eletricidade básica Werther serralheiro
apostila de eletricidade básica Werther serralheiroapostila de eletricidade básica Werther serralheiro
apostila de eletricidade básica Werther serralheirossuserd390f8
 

Último (9)

SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptxSEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
 
Análise de Risco na Construcao Civil.pdf
Análise de Risco na Construcao Civil.pdfAnálise de Risco na Construcao Civil.pdf
Análise de Risco na Construcao Civil.pdf
 
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsxST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
 
CONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADE
CONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADECONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADE
CONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADE
 
Normas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdf
Normas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdfNormas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdf
Normas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdf
 
ST 2024 Statum Apresentação Comercial - VF
ST 2024 Statum Apresentação Comercial - VFST 2024 Statum Apresentação Comercial - VF
ST 2024 Statum Apresentação Comercial - VF
 
pgr programa de gerenciamento de risco posto de gasolina
pgr programa de gerenciamento de risco posto  de gasolinapgr programa de gerenciamento de risco posto  de gasolina
pgr programa de gerenciamento de risco posto de gasolina
 
Planejamento e controle da Produção_Lustosa.pdf
Planejamento e controle da Produção_Lustosa.pdfPlanejamento e controle da Produção_Lustosa.pdf
Planejamento e controle da Produção_Lustosa.pdf
 
apostila de eletricidade básica Werther serralheiro
apostila de eletricidade básica Werther serralheiroapostila de eletricidade básica Werther serralheiro
apostila de eletricidade básica Werther serralheiro
 

Ferramentas da Qualidade