SlideShare uma empresa Scribd logo

Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 13 e 14

AULA 13 Hierarquia das Necessidades - Maslow; Teoria Higiênico-Motivacional - Herzberg; O Futuro da Gestão de pessoas. AULA 14 Gerenciando Projetos; Plano de Ação.

1 de 25
Baixar para ler offline
Gestão e Liderança de Pessoas 
Prof. Wandick Rocha 
wandickrocha@yahoo.com.br 
http://contabilidademais.blogspot.com.br/
AULA 13 
a) Hierarquia das Necessidades - Maslow; 
b) Teoria Higiênico-Motivacional - Herzberg; 
c) O Futuro da Gestão de pessoas. 
Ver vídeo neste link: http://www.youtube.com/watch?v=-6xGI63nXZg
O que significa necessidade?
Hierarquia das Necessidades 
 Necessidade é qualquer coisa vital, 
importante e que alguém tem carência ou 
que seja indispensável. 
 A hierarquia de necessidades de 
Maslow é uma divisão hierárquica em que 
as necessidades de nível mais baixo 
devem ser satisfeitas antes das 
necessidades de nível mais alto.
Pirâmide de Maslow 
Hierarquia das Necessidades 
Auto Realização 
Auto Estima 
Social 
Segurança 
Fisiológica 
Secundárias 
Primárias
Necessidades Primárias 
Fisiológica Necessidades mais elementares 
e constituem a sobrevivência 
humana. 
Segurança Necessidades de nos sentirmos 
seguros, sem perigo, em ordem, 
de manter o emprego. 
Social Necessidades de relações 
humanas com harmonia e 
pertencer a grupos sociais.
Anúncio

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

6 treinamento gestao de pessoas
6 treinamento gestao de pessoas6 treinamento gestao de pessoas
6 treinamento gestao de pessoasAfins Cosméticos
 
Apostila habilidades gerenciais
Apostila habilidades gerenciaisApostila habilidades gerenciais
Apostila habilidades gerenciaisVladimir Mourão
 
Função Gerencial no Mundo Contemporaneo
Função Gerencial no Mundo ContemporaneoFunção Gerencial no Mundo Contemporaneo
Função Gerencial no Mundo ContemporaneoSergio Montes
 
Soluções Mapa de Talentos
Soluções  Mapa de TalentosSoluções  Mapa de Talentos
Soluções Mapa de Talentosmapadetalentos
 
MBA Gestão de Pessoas e Liderança por Metodologia Coaching
MBA Gestão de Pessoas e Liderança por Metodologia CoachingMBA Gestão de Pessoas e Liderança por Metodologia Coaching
MBA Gestão de Pessoas e Liderança por Metodologia CoachingThais Silva
 
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasTreinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasRicardo Silva Coqueiro
 
Gestão de carreiras
Gestão de carreirasGestão de carreiras
Gestão de carreirasTuane Paixão
 
O Desafio da Gestão de Talentos - SAP Forum 2015
O Desafio da Gestão de Talentos - SAP Forum 2015O Desafio da Gestão de Talentos - SAP Forum 2015
O Desafio da Gestão de Talentos - SAP Forum 2015Wesley Almeida
 
Ferramentas de gestão competências que definem a liderança
Ferramentas de gestão   competências que definem a liderançaFerramentas de gestão   competências que definem a liderança
Ferramentas de gestão competências que definem a liderançawashington carlos vieira
 
Desenvolvimento de habilidades gerenciais management site
Desenvolvimento de habilidades gerenciais management siteDesenvolvimento de habilidades gerenciais management site
Desenvolvimento de habilidades gerenciais management sitemiguepb
 
Técnicas para Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas - Aula 1 Momento 1
Técnicas para Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas -  Aula 1 Momento 1Técnicas para Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas -  Aula 1 Momento 1
Técnicas para Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas - Aula 1 Momento 1alfamacursos
 
(Transformar) Gestão de Pessoas
(Transformar) Gestão de Pessoas(Transformar) Gestão de Pessoas
(Transformar) Gestão de PessoasInk_conteudos
 
Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAndré Boaratti
 

Mais procurados (20)

Coching para RH e Gestão de Pessoas
Coching para RH e Gestão de PessoasCoching para RH e Gestão de Pessoas
Coching para RH e Gestão de Pessoas
 
RH na Prática
RH na PráticaRH na Prática
RH na Prática
 
6 treinamento gestao de pessoas
6 treinamento gestao de pessoas6 treinamento gestao de pessoas
6 treinamento gestao de pessoas
 
Apostila habilidades gerenciais
Apostila habilidades gerenciaisApostila habilidades gerenciais
Apostila habilidades gerenciais
 
Palestra rh
Palestra rhPalestra rh
Palestra rh
 
Função Gerencial no Mundo Contemporaneo
Função Gerencial no Mundo ContemporaneoFunção Gerencial no Mundo Contemporaneo
Função Gerencial no Mundo Contemporaneo
 
Liderança 2.0
Liderança 2.0Liderança 2.0
Liderança 2.0
 
Ateliê de Liderança - Programa de Desenvolvimento Gerencial
Ateliê de Liderança - Programa de Desenvolvimento GerencialAteliê de Liderança - Programa de Desenvolvimento Gerencial
Ateliê de Liderança - Programa de Desenvolvimento Gerencial
 
Soluções Mapa de Talentos
Soluções  Mapa de TalentosSoluções  Mapa de Talentos
Soluções Mapa de Talentos
 
MBA Gestão de Pessoas e Liderança por Metodologia Coaching
MBA Gestão de Pessoas e Liderança por Metodologia CoachingMBA Gestão de Pessoas e Liderança por Metodologia Coaching
MBA Gestão de Pessoas e Liderança por Metodologia Coaching
 
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasTreinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
 
Gestão de carreiras
Gestão de carreirasGestão de carreiras
Gestão de carreiras
 
O Desafio da Gestão de Talentos - SAP Forum 2015
O Desafio da Gestão de Talentos - SAP Forum 2015O Desafio da Gestão de Talentos - SAP Forum 2015
O Desafio da Gestão de Talentos - SAP Forum 2015
 
Ferramentas de gestão competências que definem a liderança
Ferramentas de gestão   competências que definem a liderançaFerramentas de gestão   competências que definem a liderança
Ferramentas de gestão competências que definem a liderança
 
Desenvolvimento de habilidades gerenciais management site
Desenvolvimento de habilidades gerenciais management siteDesenvolvimento de habilidades gerenciais management site
Desenvolvimento de habilidades gerenciais management site
 
Técnicas para Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas - Aula 1 Momento 1
Técnicas para Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas -  Aula 1 Momento 1Técnicas para Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas -  Aula 1 Momento 1
Técnicas para Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas - Aula 1 Momento 1
 
(Transformar) Gestão de Pessoas
(Transformar) Gestão de Pessoas(Transformar) Gestão de Pessoas
(Transformar) Gestão de Pessoas
 
Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreira
 
Indicadores da gestão de treinamento e desenvolvimento
Indicadores da gestão de treinamento e desenvolvimentoIndicadores da gestão de treinamento e desenvolvimento
Indicadores da gestão de treinamento e desenvolvimento
 
Desenvolvimento de liderança amcham
Desenvolvimento de liderança   amchamDesenvolvimento de liderança   amcham
Desenvolvimento de liderança amcham
 

Destaque

Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4Wandick Rocha de Aquino
 
NEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparado
NEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparadoNEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparado
NEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparadoWandick Rocha de Aquino
 
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociadorNEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociadorWandick Rocha de Aquino
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6Wandick Rocha de Aquino
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Wandick Rocha de Aquino
 
Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.
Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.
Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.Wandick Rocha de Aquino
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16Wandick Rocha de Aquino
 
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de TrabalhoCurrículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de TrabalhoWandick Rocha de Aquino
 
Negociation - 20 errors of unprepared negotiator
Negociation - 20 errors of unprepared negotiatorNegociation - 20 errors of unprepared negotiator
Negociation - 20 errors of unprepared negotiatorWandick Rocha de Aquino
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8Wandick Rocha de Aquino
 
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivaçãoQualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivaçãoWandick Rocha de Aquino
 

Destaque (20)

Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Práticas Administrativas
Práticas AdministrativasPráticas Administrativas
Práticas Administrativas
 
NEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparado
NEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparadoNEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparado
NEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparado
 
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociadorNEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6
 
Etapas do Processo Seletivo
Etapas do Processo SeletivoEtapas do Processo Seletivo
Etapas do Processo Seletivo
 
Produtividade no Trabalho em 30 Passos
Produtividade no Trabalho em 30 PassosProdutividade no Trabalho em 30 Passos
Produtividade no Trabalho em 30 Passos
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
 
Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.
Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.
Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
 
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de TrabalhoCurrículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
 
Negociation - 20 errors of unprepared negotiator
Negociation - 20 errors of unprepared negotiatorNegociation - 20 errors of unprepared negotiator
Negociation - 20 errors of unprepared negotiator
 
Novo emprego, novos planos
Novo emprego, novos planosNovo emprego, novos planos
Novo emprego, novos planos
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8
 
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivaçãoQualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
 
Práticas Administrativas
Práticas AdministrativasPráticas Administrativas
Práticas Administrativas
 
Conhecimentos Bancários - aulas 1 a 8
Conhecimentos Bancários - aulas 1 a 8Conhecimentos Bancários - aulas 1 a 8
Conhecimentos Bancários - aulas 1 a 8
 
Como fazer acontecer
Como fazer acontecerComo fazer acontecer
Como fazer acontecer
 
Gestão por Processos
Gestão por ProcessosGestão por Processos
Gestão por Processos
 

Semelhante a Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 13 e 14

Trabalho de - Gestão da Qualidade e Sistemas Normalizados
Trabalho de - Gestão da Qualidade e Sistemas NormalizadosTrabalho de - Gestão da Qualidade e Sistemas Normalizados
Trabalho de - Gestão da Qualidade e Sistemas NormalizadosWilson Rodrigues
 
Gestão de Projetos.ppt.pptx
Gestão de Projetos.ppt.pptxGestão de Projetos.ppt.pptx
Gestão de Projetos.ppt.pptxRicardo Santos
 
Consultoria em gestão de pessoas
Consultoria em gestão de pessoasConsultoria em gestão de pessoas
Consultoria em gestão de pessoasJúnior Medeiros
 
Uma análise sobre gestão de pessoas baseada nos métodos ágeis
Uma análise sobre gestão de pessoas baseada nos métodos ágeisUma análise sobre gestão de pessoas baseada nos métodos ágeis
Uma análise sobre gestão de pessoas baseada nos métodos ágeiss4nx
 
gerenciamento projetos
gerenciamento projetosgerenciamento projetos
gerenciamento projetosoleinik
 
RH Ágil
RH ÁgilRH Ágil
RH ÁgilUNIMEP
 
Workshop - Como avaliar e planejar competências para um PMO
Workshop - Como avaliar e planejar competências para um PMOWorkshop - Como avaliar e planejar competências para um PMO
Workshop - Como avaliar e planejar competências para um PMOPaulo Campos PMP/PMO-CP/SMAC/SPOC
 
ISO 10015 - Treinamento e Desenvolvimento - Qualidade
ISO 10015 - Treinamento e Desenvolvimento - QualidadeISO 10015 - Treinamento e Desenvolvimento - Qualidade
ISO 10015 - Treinamento e Desenvolvimento - Qualidadegomesmpb
 
Café & gestão prof. rogério - gerencia de projetos
Café & gestão   prof. rogério - gerencia de projetosCafé & gestão   prof. rogério - gerencia de projetos
Café & gestão prof. rogério - gerencia de projetosCra-es Conselho
 
slides Gerencia de projetos
slides Gerencia de projetosslides Gerencia de projetos
slides Gerencia de projetosRubson Mota
 
Gerenciando Projetos De Software De Forma áGil Utilizando Scrum
Gerenciando Projetos De Software De Forma áGil Utilizando ScrumGerenciando Projetos De Software De Forma áGil Utilizando Scrum
Gerenciando Projetos De Software De Forma áGil Utilizando ScrumRaphael Donaire Albino
 
Ebook Gestão de projetos
Ebook Gestão de projetosEbook Gestão de projetos
Ebook Gestão de projetosLiliane Farias
 

Semelhante a Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 13 e 14 (20)

Gestão de projetos
Gestão de projetosGestão de projetos
Gestão de projetos
 
Trabalho de - Gestão da Qualidade e Sistemas Normalizados
Trabalho de - Gestão da Qualidade e Sistemas NormalizadosTrabalho de - Gestão da Qualidade e Sistemas Normalizados
Trabalho de - Gestão da Qualidade e Sistemas Normalizados
 
Gestão de Projetos.ppt.pptx
Gestão de Projetos.ppt.pptxGestão de Projetos.ppt.pptx
Gestão de Projetos.ppt.pptx
 
Consultoria em gestão de pessoas
Consultoria em gestão de pessoasConsultoria em gestão de pessoas
Consultoria em gestão de pessoas
 
Uma análise sobre gestão de pessoas baseada nos métodos ágeis
Uma análise sobre gestão de pessoas baseada nos métodos ágeisUma análise sobre gestão de pessoas baseada nos métodos ágeis
Uma análise sobre gestão de pessoas baseada nos métodos ágeis
 
Planejamento estratégico
Planejamento estratégicoPlanejamento estratégico
Planejamento estratégico
 
Project Methodologies and Best Practices
Project Methodologies and Best PracticesProject Methodologies and Best Practices
Project Methodologies and Best Practices
 
Portfólio Gente em Movimento
Portfólio Gente em MovimentoPortfólio Gente em Movimento
Portfólio Gente em Movimento
 
gerenciamento projetos
gerenciamento projetosgerenciamento projetos
gerenciamento projetos
 
RH Ágil
RH ÁgilRH Ágil
RH Ágil
 
Workshop - Como avaliar e planejar competências para um PMO
Workshop - Como avaliar e planejar competências para um PMOWorkshop - Como avaliar e planejar competências para um PMO
Workshop - Como avaliar e planejar competências para um PMO
 
ISO 10015 - Treinamento e Desenvolvimento - Qualidade
ISO 10015 - Treinamento e Desenvolvimento - QualidadeISO 10015 - Treinamento e Desenvolvimento - Qualidade
ISO 10015 - Treinamento e Desenvolvimento - Qualidade
 
Café & gestão prof. rogério - gerencia de projetos
Café & gestão   prof. rogério - gerencia de projetosCafé & gestão   prof. rogério - gerencia de projetos
Café & gestão prof. rogério - gerencia de projetos
 
slides Gerencia de projetos
slides Gerencia de projetosslides Gerencia de projetos
slides Gerencia de projetos
 
Portifólio 2014 (fd)
Portifólio 2014 (fd)Portifólio 2014 (fd)
Portifólio 2014 (fd)
 
Portifólio 2014 (fd)
Portifólio 2014 (fd)Portifólio 2014 (fd)
Portifólio 2014 (fd)
 
Gerenciando Projetos De Software De Forma áGil Utilizando Scrum
Gerenciando Projetos De Software De Forma áGil Utilizando ScrumGerenciando Projetos De Software De Forma áGil Utilizando Scrum
Gerenciando Projetos De Software De Forma áGil Utilizando Scrum
 
Ebook Gestão de projetos
Ebook Gestão de projetosEbook Gestão de projetos
Ebook Gestão de projetos
 
PMO
PMOPMO
PMO
 
PMO
PMOPMO
PMO
 

Mais de Wandick Rocha de Aquino (18)

Parte 1 - Habilidades do Líder
Parte 1 - Habilidades do LíderParte 1 - Habilidades do Líder
Parte 1 - Habilidades do Líder
 
Processo Seletivo
Processo Seletivo Processo Seletivo
Processo Seletivo
 
Sped
SpedSped
Sped
 
Comportamento e Postura Profissional
Comportamento e Postura ProfissionalComportamento e Postura Profissional
Comportamento e Postura Profissional
 
DRE - Demonstração do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração  do Resultado do ExercícioDRE - Demonstração  do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração do Resultado do Exercício
 
Treinamento & Desenvolvimento
Treinamento & DesenvolvimentoTreinamento & Desenvolvimento
Treinamento & Desenvolvimento
 
Qualidade no Trabalho
Qualidade no TrabalhoQualidade no Trabalho
Qualidade no Trabalho
 
Organização
OrganizaçãoOrganização
Organização
 
Reforma Trabalhista
Reforma TrabalhistaReforma Trabalhista
Reforma Trabalhista
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Manual do Novo Empregado
Manual do Novo EmpregadoManual do Novo Empregado
Manual do Novo Empregado
 
Trabalho da Mulher
Trabalho da MulherTrabalho da Mulher
Trabalho da Mulher
 
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações CríticasResiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
 
Cultura Organizacional
Cultura OrganizacionalCultura Organizacional
Cultura Organizacional
 
Crime de Lavagem de Dinheiro
Crime de Lavagem de DinheiroCrime de Lavagem de Dinheiro
Crime de Lavagem de Dinheiro
 
Apostila de Conhecimentos Bancários
Apostila de Conhecimentos BancáriosApostila de Conhecimentos Bancários
Apostila de Conhecimentos Bancários
 
ISO
ISOISO
ISO
 
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupoEMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
 

Último

Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...excellenceeducaciona
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 

Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 13 e 14

  • 1. Gestão e Liderança de Pessoas Prof. Wandick Rocha wandickrocha@yahoo.com.br http://contabilidademais.blogspot.com.br/
  • 2. AULA 13 a) Hierarquia das Necessidades - Maslow; b) Teoria Higiênico-Motivacional - Herzberg; c) O Futuro da Gestão de pessoas. Ver vídeo neste link: http://www.youtube.com/watch?v=-6xGI63nXZg
  • 3. O que significa necessidade?
  • 4. Hierarquia das Necessidades  Necessidade é qualquer coisa vital, importante e que alguém tem carência ou que seja indispensável.  A hierarquia de necessidades de Maslow é uma divisão hierárquica em que as necessidades de nível mais baixo devem ser satisfeitas antes das necessidades de nível mais alto.
  • 5. Pirâmide de Maslow Hierarquia das Necessidades Auto Realização Auto Estima Social Segurança Fisiológica Secundárias Primárias
  • 6. Necessidades Primárias Fisiológica Necessidades mais elementares e constituem a sobrevivência humana. Segurança Necessidades de nos sentirmos seguros, sem perigo, em ordem, de manter o emprego. Social Necessidades de relações humanas com harmonia e pertencer a grupos sociais.
  • 7. Necessidades Secundárias Autoestima Necessidades de reconhecimento das nossas capacidades por nós mesmos e pelos outros. Autorrealização Necessidades de autonomia, independência controle, autossatisfação, realização, aproveitar todo o potencial próprio.
  • 8. Teoria dos Fatores Higiênicos e Motivacionais  A teoria dos fatores de Herzberg é a teoria que aborda a situação de motivação e satisfação das pessoas.  O objetivo é entender os fatores que causam satisfação ou insatisfação no trabalho.
  • 9. Teoria dos Fatores Higiênicos e Motivacionais FATORES MOTIVACIONAIS FATORES HIGIÊNICOS Crescimento Política de gestão Desenvolvimento Condições físicas Responsabilidade Segurança no trabalho Reconhecimento Salário Realização Método de supervisão Interesse Ralações humanas Prazer Clima organizacional
  • 10. Teoria dos Fatores Higiênicos e Motivacionais FATORES MOTIVACIONAIS Não satisfação (Neutralidade) - + Satisfação Insatisfação - Nenhuma FATORES HIGIÊNICOS + Satisfação
  • 11. O Futuro da Gestão de Pessoas 1. Tendência de redução do pessoal de RH; 2. Transformação da área de serviços em consultoria; 3. Transferências das decisões para a gerência; 4. Ligação com o negócio da empresa; 5. Cultura participativa e democrática; 6. Mecanismos de motivação e realização; 7. Adequação das práticas e políticas de RH; 8. Direção ao cliente (interno ou externo); 9. Criação de valor; 10. Preparação para o futuro (empresa e pessoas); 11. Benchmarking para melhoria contínua.
  • 12. AULA 14 a) Gerenciando Projetos; b) Plano de Ação.
  • 13. O que significa projeto?
  • 14. Gestão de Projetos  Projeto é um plano para a realização de um ato e significa desígnio, intenção, esboço.  Gestão de projetos é o processo pelo qual conhecimentos, capacidades, instrumentos e técnicas são aplicados às atividades do projeto para satisfazer as necessidades e expectativas das pessoas.  Gerenciamento do projeto é o esforço de definir e de alcançar objetivos otimizando a utilização dos recursos disponíveis.  Ver vídeo neste link: http://www.youtube.com/watch?v=LOyX-vgdQGQ
  • 15. Gerente de Projetos  Planeja e coordena o desenvolvimento do projeto, acompanhando e colhendo dados;  Supre as necessidade e os recursos adequados;  Mantém o foco na meta e nas mudanças;  Coordena as reuniões;  Acompanham os treinamentos;  Avalia o desempenho da equipe;  Estimula a motivação e resolve conflitos.
  • 16. Abordagem - PMBOK  O guia Project Management Body of Knowledge (PMBOK) é um conjunto de práticas na gestão de projetos organizado pelo instituto PMI (Project Manegement Institute) e é considerado a base do conhecimento sobre gestão de projetos por profissionais da área.  Guia PMBOK identifica um subconjunto do conjunto de conhecimentos em gerenciamento de projetos.
  • 17. Abordagem - PMBOK  Fornece e promove um vocabulário comum para se discutir, escrever e aplicar o gerenciamento de projetos possibilitando o intercâmbio eficiente de informações entre os profissionais de gerência de projetos.  Baseado em processos e subprocessos para descrever de forma organizada o trabalho a ser realizado no projeto. Essa abordagem se assemelha à empregada por outras normas como a ISO 9000.
  • 18. Abordagem - PMBOK  Os processos interagem durante a condução do trabalho.  A descrição de cada um deles é feita em termos de: Entradas (documentos, planos, desenhos); Ferramentas e técnicas (que se aplicam às entradas); Saídas (documentos, produtos).
  • 19. Abordagem - PMBOK  Descrição dos grupos de processos de gerenciamento de projetos: 1. Iniciação; 2. Planejamento; 3. Execução; 4. Monitoramento e controle; 5. Encerramento.
  • 20. Abordagem Tradicional 1. Planejamento do projeto; 2. Análise do valor agregado; 3. Gerenciamento dos riscos; 4. Cronograma; 5. Melhoria contínua do processo. Variáveis: Tempo – Custo – Escopo.
  • 21. Planejamento do Projeto  O planejamento do projeto é o processo para quantificar o tempo e orçamento de um projeto.  A finalidade do planejamento do projeto é criar um plano em que um gestor ou líder possa usar para acompanhar o progresso de sua equipe.
  • 22. Planejamento do Projeto  Condições para finalizar o projeto.  Levantamento do trabalho.  Identificar os recursos necessários.  Defina algumas dependências entre tarefas.  Planejamento separado das tarefas impossíveis de estimar o prazo com precisão.  Crie um cronograma do projeto.  Obtenha o comprometimento da equipe ao em iniciar a execução do projeto.
  • 23. Plano de Ação  Plano de Ação é o planejamento de todas as ações necessárias para atingir um resultado desejado.  É momento importante para o líder pensar sobre a sua missão, identificando e relacionando as atividades prioritárias para tendo em vista os resultados esperados.  Para atingir um objetivo precisamos agir - realizar uma ou várias ações.
  • 24. Plano de Ação  Plano de Ação é o planejamento de todas as ações necessárias para atingir um resultado desejado.  É momento importante para o líder pensar sobre a sua missão, identificando e relacionando as atividades prioritárias para tendo em vista os resultados esperados.  Para atingir um objetivo precisamos agir - realizar uma ou várias ações.
  • 25. Plano de Ação – 5W 2H