SlideShare uma empresa Scribd logo

Cultura Organizacional

Cultura Organizacional para concurso de bancos.

1 de 23
Baixar para ler offline
Prof. Wandick Rocha
wandickrocha@yahoo.com.br
http://contabilidademais.blogspot.com.br/
Concurso Bancário
Conceito de Cultura Organizacional;
Preceitos da Cultura Organizacional;
Vantagens e desvantagens da Cultura Organizacional;
Características da Cultura Organizacional;
Cultura Empresarial;
Ética aplicada: ética, moral, valores e virtudes;
Noções de ética empresarial e profissional;
A gestão da ética nas empresas públicas e privadas;
Código de Ética do Banco do Brasil;
Gestão da Sustentabilidade.
Cultura Organizacional
Cultura Organizacional
 Cultura organizacional é o conjunto de hábitos e
crenças estabelecidos através de normas, valores,
atitudes e expectativas compartilhados por todos os
membros da organização.
 A essência da cultura de uma empresa é expressa pela
maneira como ela faz seus negócios, a maneira como
ela trata seus clientes e funcionários, o grau de
autonomia ou liberdade que existe em suas unidades
ou escritórios e o grau de lealdade expresso por seus
funcionários com relação à empresa.
 A cultura organizacional representa as percepções dos
dirigentes e funcionários da organização e reflete a
mentalidade que predomina na organização.
Elementos da Cultura Organizacional
 Preceitos  Função Reguladora  conjunto de
normas, valores, regulamentos, política administrativa,
tradições, estilos gerenciais que governam e controlam
o funcionamento organizacional.
 Tecnologia  Função Técnica  conjunto de
instrumentos, processos, know-how, modo de fazer as
coisas, layout, distribuição de tarefas, divisão do
trabalho e fluxo organizacional.
 Caráter  Pessoal  conjunto de expressões ativas e
afetivas dos indivíduos da organização, manifestações
subjetivas de idiossincrasias características dos
comportamentos grupais.
Características da
Cultura Organizacional
 Artefatos  1º nível da cultura  são as coisas
concretas que cada um vê, ouve e sente  incluem os
produtos, serviços e padrões de comportamento.
 Valores compartilhados  2º nível da cultura  são
os valores relevantes que se tornam importantes para
as pessoas e que definem as razões para as atitudes.
 Pressuposições básicas  3º nível da cultura 
são as crenças inconscientes, percepções, sentimentos
e pressuposições dominantes nos quais as pessoas
acreditam.
Conceito da
Cultura Organizacional
 A cultura organizacional é formada por seus
valores éticos e morais, princípios, crenças, políticas
internas e externas, sistemas e clima organizacional.
 Cultura pode ser definida como um modelo de
suposições básicas que os grupos inventam,
descobrem ou desenvolvem com a experiência para
enfrentar seus problemas.
Anúncio

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e TiposEstrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e TiposMatheus Inácio
 
Gestão de pessoas
Gestão de pessoasGestão de pessoas
Gestão de pessoasFillipe Lobo
 
Fundamentos de administração 1
Fundamentos de administração 1Fundamentos de administração 1
Fundamentos de administração 1Andrey Martins
 
Planejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
Planejamento e Organização no Ambiente de TrabalhoPlanejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
Planejamento e Organização no Ambiente de TrabalhoBenjamim Garcia Netto
 
Cultura e clima organizacional aula1
Cultura e clima organizacional aula1Cultura e clima organizacional aula1
Cultura e clima organizacional aula1Nome Sobrenome
 
Apresentação cultura organizacional
Apresentação cultura organizacionalApresentação cultura organizacional
Apresentação cultura organizacionalHugo Ferreira
 
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...Janaina Ferreira
 
Grupos e Equipes
Grupos e EquipesGrupos e Equipes
Grupos e EquipesJOSUE DIAS
 
Estruturas organizacionais
Estruturas organizacionaisEstruturas organizacionais
Estruturas organizacionaisRafael Evans
 
Noções de Administração: Funções da Administração (aula 1)
Noções de Administração: Funções da Administração (aula 1)Noções de Administração: Funções da Administração (aula 1)
Noções de Administração: Funções da Administração (aula 1)Gustavo Zimmermann
 
Gestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- IntroduçãoGestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- IntroduçãoMarcos Alves
 
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de TrabalhoRelacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de TrabalhoLuis Paulo Barros
 

Mais procurados (20)

Estrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e TiposEstrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e Tipos
 
Gestão de pessoas
Gestão de pessoasGestão de pessoas
Gestão de pessoas
 
Gestão de Pessoas
 Gestão de Pessoas Gestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Fundamentos de administração 1
Fundamentos de administração 1Fundamentos de administração 1
Fundamentos de administração 1
 
O que é liderança
O que é liderançaO que é liderança
O que é liderança
 
Planejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
Planejamento e Organização no Ambiente de TrabalhoPlanejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
Planejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
 
Cultura e clima organizacional aula1
Cultura e clima organizacional aula1Cultura e clima organizacional aula1
Cultura e clima organizacional aula1
 
Apresentação cultura organizacional
Apresentação cultura organizacionalApresentação cultura organizacional
Apresentação cultura organizacional
 
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
 
Organização
OrganizaçãoOrganização
Organização
 
Organização
OrganizaçãoOrganização
Organização
 
Clima Organizacional
Clima OrganizacionalClima Organizacional
Clima Organizacional
 
Gestao por Processos
Gestao por ProcessosGestao por Processos
Gestao por Processos
 
Grupos e Equipes
Grupos e EquipesGrupos e Equipes
Grupos e Equipes
 
Cultura Organizacional 1
Cultura Organizacional 1Cultura Organizacional 1
Cultura Organizacional 1
 
Estruturas organizacionais
Estruturas organizacionaisEstruturas organizacionais
Estruturas organizacionais
 
Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1
 
Noções de Administração: Funções da Administração (aula 1)
Noções de Administração: Funções da Administração (aula 1)Noções de Administração: Funções da Administração (aula 1)
Noções de Administração: Funções da Administração (aula 1)
 
Gestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- IntroduçãoGestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- Introdução
 
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de TrabalhoRelacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
 

Destaque

Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6Wandick Rocha de Aquino
 
NEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparado
NEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparadoNEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparado
NEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparadoWandick Rocha de Aquino
 
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociadorNEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociadorWandick Rocha de Aquino
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16Wandick Rocha de Aquino
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Wandick Rocha de Aquino
 
Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.
Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.
Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.Wandick Rocha de Aquino
 
Negociation - 20 errors of unprepared negotiator
Negociation - 20 errors of unprepared negotiatorNegociation - 20 errors of unprepared negotiator
Negociation - 20 errors of unprepared negotiatorWandick Rocha de Aquino
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16Wandick Rocha de Aquino
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4Wandick Rocha de Aquino
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 13 e 14
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 13 e 14Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 13 e 14
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 13 e 14Wandick Rocha de Aquino
 
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de TrabalhoCurrículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de TrabalhoWandick Rocha de Aquino
 
30 Things to Start Doing for Yourself…
30 Things to Start Doing  for Yourself…30 Things to Start Doing  for Yourself…
30 Things to Start Doing for Yourself…Wandick Rocha de Aquino
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8Wandick Rocha de Aquino
 

Destaque (20)

Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 5 e 6
 
NEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparado
NEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparadoNEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparado
NEGOCIAÇÃO - 20 erros de um negociador despreparado
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociadorNEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
 
Práticas Administrativas
Práticas AdministrativasPráticas Administrativas
Práticas Administrativas
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
 
Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.
Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.
Atendimento e Vendas: Oferta Qualificada.
 
Etapas do Processo Seletivo
Etapas do Processo SeletivoEtapas do Processo Seletivo
Etapas do Processo Seletivo
 
Negociation - 20 errors of unprepared negotiator
Negociation - 20 errors of unprepared negotiatorNegociation - 20 errors of unprepared negotiator
Negociation - 20 errors of unprepared negotiator
 
Como fazer acontecer
Como fazer acontecerComo fazer acontecer
Como fazer acontecer
 
Práticas Administrativas
Práticas AdministrativasPráticas Administrativas
Práticas Administrativas
 
Crime de Lavagem de Dinheiro
Crime de Lavagem de DinheiroCrime de Lavagem de Dinheiro
Crime de Lavagem de Dinheiro
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 15 e 16
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 3 e 4
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 13 e 14
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 13 e 14Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 13 e 14
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 13 e 14
 
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de TrabalhoCurrículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
 
Novo emprego, novos planos
Novo emprego, novos planosNovo emprego, novos planos
Novo emprego, novos planos
 
30 Things to Start Doing for Yourself…
30 Things to Start Doing  for Yourself…30 Things to Start Doing  for Yourself…
30 Things to Start Doing for Yourself…
 
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8
Gestão e Liderança de Pessoas - Aulas 7 e 8
 

Semelhante a Cultura Organizacional

5 culturaorganizacional-100204173944-phpapp01
5 culturaorganizacional-100204173944-phpapp015 culturaorganizacional-100204173944-phpapp01
5 culturaorganizacional-100204173944-phpapp01Karla Isa
 
DO Unidade 4 - Ética nas Organizações e Cultura e Clima Organizacional
DO Unidade 4 - Ética nas Organizações e Cultura e Clima OrganizacionalDO Unidade 4 - Ética nas Organizações e Cultura e Clima Organizacional
DO Unidade 4 - Ética nas Organizações e Cultura e Clima OrganizacionalMilton Henrique do Couto Neto
 
Clima organizacional
Clima organizacional  Clima organizacional
Clima organizacional Andressa Rita
 
Aula 2 Cultura Organizacional
Aula 2  Cultura OrganizacionalAula 2  Cultura Organizacional
Aula 2 Cultura OrganizacionalRafaela Marques
 
Trabalho sobre Ética
Trabalho sobre  ÉticaTrabalho sobre  Ética
Trabalho sobre ÉticaMattxaviier
 
Ética e o profissional da educação
Ética e o profissional da educaçãoÉtica e o profissional da educação
Ética e o profissional da educaçãoGerisval Pessoa
 
Cultura Empresarial: Definição e Cases
Cultura Empresarial: Definição e CasesCultura Empresarial: Definição e Cases
Cultura Empresarial: Definição e CasesGabriel Albuquerque
 
Indivíduos e organizações rh - aula 5-11
Indivíduos e organizações   rh - aula 5-11Indivíduos e organizações   rh - aula 5-11
Indivíduos e organizações rh - aula 5-11UNICEP
 
Aula 01 comunicação institucional o indivíduo e as organizações
Aula 01 comunicação institucional o indivíduo e as organizaçõesAula 01 comunicação institucional o indivíduo e as organizações
Aula 01 comunicação institucional o indivíduo e as organizaçõesElizeu Nascimento Silva
 
08 luís moura ética
08 luís moura ética08 luís moura ética
08 luís moura éticaluismoura1957
 

Semelhante a Cultura Organizacional (20)

5 culturaorganizacional-100204173944-phpapp01
5 culturaorganizacional-100204173944-phpapp015 culturaorganizacional-100204173944-phpapp01
5 culturaorganizacional-100204173944-phpapp01
 
Trabalho ética
Trabalho éticaTrabalho ética
Trabalho ética
 
DO Unidade 4 - Ética nas Organizações e Cultura e Clima Organizacional
DO Unidade 4 - Ética nas Organizações e Cultura e Clima OrganizacionalDO Unidade 4 - Ética nas Organizações e Cultura e Clima Organizacional
DO Unidade 4 - Ética nas Organizações e Cultura e Clima Organizacional
 
Clima organizacional
Clima organizacional  Clima organizacional
Clima organizacional
 
1.2 e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx
1.2  e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx1.2  e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx
1.2 e 1.3 Gestão de Pessoas.pptx
 
Aula 2 Cultura Organizacional
Aula 2  Cultura OrganizacionalAula 2  Cultura Organizacional
Aula 2 Cultura Organizacional
 
éTica
éTicaéTica
éTica
 
Ética_nas_organizações
Ética_nas_organizaçõesÉtica_nas_organizações
Ética_nas_organizações
 
C U L T
C U L TC U L T
C U L T
 
Aula 5 comportamento macroorganizacional
Aula 5   comportamento macroorganizacionalAula 5   comportamento macroorganizacional
Aula 5 comportamento macroorganizacional
 
comportamento macroorganizacional
comportamento macroorganizacionalcomportamento macroorganizacional
comportamento macroorganizacional
 
Trabalho sobre Ética
Trabalho sobre  ÉticaTrabalho sobre  Ética
Trabalho sobre Ética
 
Ética e o profissional da educação
Ética e o profissional da educaçãoÉtica e o profissional da educação
Ética e o profissional da educação
 
Cultura Empresarial: Definição e Cases
Cultura Empresarial: Definição e CasesCultura Empresarial: Definição e Cases
Cultura Empresarial: Definição e Cases
 
Indivíduos e organizações rh - aula 5-11
Indivíduos e organizações   rh - aula 5-11Indivíduos e organizações   rh - aula 5-11
Indivíduos e organizações rh - aula 5-11
 
Aula 01 comunicação institucional o indivíduo e as organizações
Aula 01 comunicação institucional o indivíduo e as organizaçõesAula 01 comunicação institucional o indivíduo e as organizações
Aula 01 comunicação institucional o indivíduo e as organizações
 
Cultura organizacional e o psicólogo
Cultura organizacional e o psicólogoCultura organizacional e o psicólogo
Cultura organizacional e o psicólogo
 
Aula 01 recursos humano
Aula 01 recursos humanoAula 01 recursos humano
Aula 01 recursos humano
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
 
08 luís moura ética
08 luís moura ética08 luís moura ética
08 luís moura ética
 

Mais de Wandick Rocha de Aquino

DRE - Demonstração do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração  do Resultado do ExercícioDRE - Demonstração  do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração do Resultado do ExercícioWandick Rocha de Aquino
 
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivaçãoQualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivaçãoWandick Rocha de Aquino
 
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações CríticasResiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações CríticasWandick Rocha de Aquino
 
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupoEMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupoWandick Rocha de Aquino
 

Mais de Wandick Rocha de Aquino (20)

Parte 1 - Habilidades do Líder
Parte 1 - Habilidades do LíderParte 1 - Habilidades do Líder
Parte 1 - Habilidades do Líder
 
Processo Seletivo
Processo Seletivo Processo Seletivo
Processo Seletivo
 
Sped
SpedSped
Sped
 
Comportamento e Postura Profissional
Comportamento e Postura ProfissionalComportamento e Postura Profissional
Comportamento e Postura Profissional
 
DRE - Demonstração do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração  do Resultado do ExercícioDRE - Demonstração  do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração do Resultado do Exercício
 
Treinamento & Desenvolvimento
Treinamento & DesenvolvimentoTreinamento & Desenvolvimento
Treinamento & Desenvolvimento
 
Qualidade no Trabalho
Qualidade no TrabalhoQualidade no Trabalho
Qualidade no Trabalho
 
Noções de Cultura Organizacional
Noções de Cultura OrganizacionalNoções de Cultura Organizacional
Noções de Cultura Organizacional
 
Reforma Trabalhista
Reforma TrabalhistaReforma Trabalhista
Reforma Trabalhista
 
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivaçãoQualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Manual do Novo Empregado
Manual do Novo EmpregadoManual do Novo Empregado
Manual do Novo Empregado
 
Trabalho da Mulher
Trabalho da MulherTrabalho da Mulher
Trabalho da Mulher
 
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações CríticasResiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
 
Gestão por Processos
Gestão por ProcessosGestão por Processos
Gestão por Processos
 
Produtividade no Trabalho em 30 Passos
Produtividade no Trabalho em 30 PassosProdutividade no Trabalho em 30 Passos
Produtividade no Trabalho em 30 Passos
 
Conhecimentos Bancários - aulas 1 a 8
Conhecimentos Bancários - aulas 1 a 8Conhecimentos Bancários - aulas 1 a 8
Conhecimentos Bancários - aulas 1 a 8
 
Apostila de Conhecimentos Bancários
Apostila de Conhecimentos BancáriosApostila de Conhecimentos Bancários
Apostila de Conhecimentos Bancários
 
ISO
ISOISO
ISO
 
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupoEMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na dinâmica de grupo
 

Último

COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdfCuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdfsuplementocultural1
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...excellenceeducaciona
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdfJanielleCristina1
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdfCuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 

Cultura Organizacional

  • 2. Conceito de Cultura Organizacional; Preceitos da Cultura Organizacional; Vantagens e desvantagens da Cultura Organizacional; Características da Cultura Organizacional; Cultura Empresarial; Ética aplicada: ética, moral, valores e virtudes; Noções de ética empresarial e profissional; A gestão da ética nas empresas públicas e privadas; Código de Ética do Banco do Brasil; Gestão da Sustentabilidade. Cultura Organizacional
  • 3. Cultura Organizacional  Cultura organizacional é o conjunto de hábitos e crenças estabelecidos através de normas, valores, atitudes e expectativas compartilhados por todos os membros da organização.  A essência da cultura de uma empresa é expressa pela maneira como ela faz seus negócios, a maneira como ela trata seus clientes e funcionários, o grau de autonomia ou liberdade que existe em suas unidades ou escritórios e o grau de lealdade expresso por seus funcionários com relação à empresa.  A cultura organizacional representa as percepções dos dirigentes e funcionários da organização e reflete a mentalidade que predomina na organização.
  • 4. Elementos da Cultura Organizacional  Preceitos  Função Reguladora  conjunto de normas, valores, regulamentos, política administrativa, tradições, estilos gerenciais que governam e controlam o funcionamento organizacional.  Tecnologia  Função Técnica  conjunto de instrumentos, processos, know-how, modo de fazer as coisas, layout, distribuição de tarefas, divisão do trabalho e fluxo organizacional.  Caráter  Pessoal  conjunto de expressões ativas e afetivas dos indivíduos da organização, manifestações subjetivas de idiossincrasias características dos comportamentos grupais.
  • 5. Características da Cultura Organizacional  Artefatos  1º nível da cultura  são as coisas concretas que cada um vê, ouve e sente  incluem os produtos, serviços e padrões de comportamento.  Valores compartilhados  2º nível da cultura  são os valores relevantes que se tornam importantes para as pessoas e que definem as razões para as atitudes.  Pressuposições básicas  3º nível da cultura  são as crenças inconscientes, percepções, sentimentos e pressuposições dominantes nos quais as pessoas acreditam.
  • 6. Conceito da Cultura Organizacional  A cultura organizacional é formada por seus valores éticos e morais, princípios, crenças, políticas internas e externas, sistemas e clima organizacional.  Cultura pode ser definida como um modelo de suposições básicas que os grupos inventam, descobrem ou desenvolvem com a experiência para enfrentar seus problemas.
  • 7. Vantagens e Desvantagens da Cultura Organizacional  Vantagem  ajuda na resolução de problemas internos, diminui conflitos e diferenças, faz o controle da gestão e desenvolve uma imagem positiva da organização na mente de quem a conhece.  Desvantagem  impedir que a empresa progrida, colocando obstáculos a mudanças, a diversidade, a fusões ou aquisições.
  • 8. Cultura Empresarial  Cultura empresarial ou organizacional compreende um conjunto ou sistema de significados que são compartilhados por uma determinada empresa ou entidade num tempo específico.  Inclui valores e crenças, ritos, histórias, formas de relacionamento, tabus, tipos de gestão , de distribuição da autoridade, de exercício da liderança e uma série de outros elementos.  A cultura empresarial pode ser vista como resultado de um aprendizado coletivo e que identifica ou singulariza as instituições.
  • 9. Cultura Empresarial Aspectos formais e abertos  Estrutura organizacional  Descrição de cargos  Objetivos e estratégias  Tecnologia e práticas operacionais  Políticas e diretrizes de pessoal  Métodos e procedimentos  Medidas de produtividade física e financeira Aspectos informais e ocultos  Padrões de influenciação e de poder  Percepções e atitudes das pessoas  Sentimentos e normas de grupos  Valores e expectativas  Padrões de interações informais  Normas grupais  Relações afetivas
  • 10. Cultura Empresarial  Importante: Para que uma empresa permaneça no mercado, é necessário que a cultura organizacional acompanhe a cultura da sociedade através de mudanças na sua própria cultura. Isso a permitirá acompanhar o processo evolutivo sofrido pela sociedade local e global.
  • 11. Moral x Ética  Moral vem do latim mores  costume. Moral são as normas de conduta de uma sociedade, para permitir um equilíbrio entre os anseios individuais e os interesses da sociedade.  Ética vem do grego ethos  conduta, modo de agir. Ética busca avaliar os princípios em seu individual, onde cada grupo possuem seus próprios valores, culturas e crenças. Ela constitui um sistema de argumentos dos quais os grupos ou as pessoas justificam suas ações.  Diferença entre moral da ética  sentido etimológico  Moral tem como propósito estabelecer um convívio social de acordo com o que é bem quisto pela sociedade. Ética é identificada como uma filosofia moral, onde se busca entender os sentidos dos valores morais.
  • 12. Ética Empresarial  Ética empresarial  valor da organização que assegura sua sobrevivência, sua reputação e, consequentemente, seus bons resultados.  Ética empresarial  comportamento da empresa que age em conformidade com os princípios morais e as regras do bem proceder aceitas pela coletividade.
  • 13. Valores Éticos  São um conjunto de ações éticas que auxiliam gerentes e funcionários a tomar decisões de acordo com os princípios da organização.  Quando bem implementado, os valores éticos tendem a especificar a maneira como a empresa administrará os negócios e consolidar relações com fornecedores, clientes e outras pessoas envolvidas.
  • 14. Conduta Ética  É um instrumento criado para orientar o desempenho de empresas em suas ações e na interação com seu diversificado público.  Para a concretização deste relacionamento, é necessário que a empresa desenvolva o conteúdo do seu código de ética com clareza e objetividade, facilitando a compreensão dos seus funcionários.
  • 15. Ética Profissional  Conjunto de normas de conduta que deverão ser postas em prática no exercício de qualquer profissão. Seria a ação "reguladora" da ética agindo no desempenho das profissões, fazendo com que o profissional respeite seu semelhante quando no exercício da sua profissão.  Regula o relacionamento do profissional com sua clientela, visando a dignidade humana e a construção do bem estar no contexto sociocultural onde exerce sua profissão.
  • 16. Ética Profissional  Conjunto de normas de conduta que deverão ser postas em prática no exercício de qualquer profissão. Seria a ação "reguladora" da ética agindo no desempenho das profissões, fazendo com que o profissional respeite seu semelhante quando no exercício da sua profissão.  Regula o relacionamento do profissional com sua clientela, visando a dignidade humana e a construção do bem estar no contexto sociocultural onde exerce sua profissão.
  • 17. Virtudes  Virtude  vem do latim virtus  energia, poder influência. Virtude  é a disposição de um indivíduo de praticar o bem; e não é apenas uma característica, trata-se de uma verdadeira inclinação, virtudes são todos os hábitos constantes que levam o homem para o caminho do bem.
  • 18. Virtudes  Virtude  vem do latim virtus  energia, poder influência. Virtude  é a disposição de um indivíduo de praticar o bem; e não é apenas uma característica, trata-se de uma verdadeira inclinação, virtudes são todos os hábitos constantes que levam o homem para o caminho do bem. Lealdade – Honestidade – Sigilo – Competência – Prudência – Coragem – Perseverança – Compreensão – Humildade – Imparcialidade – Otimismo.
  • 19. Clima Organizacional  Clima organizacional é a qualidade do ambiente que é percebida ou experimentada pelos participantes da empresa e que influencia o seu comportamento.  É aquela "atmosfera psicológica" que todos nós percebemos quando entramos num determinado ambiente e que nos faz sentir mais ou menos à vontade para ali permanecer, interagir e realizar.
  • 20. Valores do Banco do Brasil  Espírito Público (transformação do nosso País);  Ética (consciência do justo para nós e para os outros);  Potencial Humano (capacidade de superar e ir além);  Competência (capacidade de vencer desafios); Eficiência (busca pela melhor forma de fazer as coisas);  Unicidade (um em todos);  Sustentabilidade (resultado, desenvolvimento e proteção do nosso mundo);  Inovação (transformar ideias em soluções)  Agilidade (vontade de fazer acontecer);
  • 21. Missão e Visão do Banco do Brasil  Missão Banco de mercado com espírito público. Ser um banco competitivo e rentável, atuando com espírito público em cada uma de suas ações junto a toda sociedade.  Visão: Ser o Banco mais relevante e confiável para a vida dos clientes, funcionários, acionistas e para o desenvolvimento do Brasil.
  • 22. A gestão da Sustentabilidade
  • 23. A gestão da ética nas empresas públicas e privadas