SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Principais
Habilidades Para
Gerenciar
Pessoas Nas
Organizações
Principais Habilidades Gerenciais
Hoje Já se Sabe Que os
Funcionários Necessitam
de Estímulos Para
Produzirem e Cabe Aos
Gerentes Criarem os
Ambientes Onde os
Colaboradores se Sintam
Motivados a Alcançar Suas
Metas
O Gestor é Responsável
Pelo Atingimento Dos
Objetivos e, Por Isso
Mesmo, Ele Deverá Saber
Utilizar Bem as
Ferramentas de Gestão
Um Gerente Deverá Possuir
Determinadas Habilidades
Que os Permita Atuar Com
Eficácia na Sua Função:
HABILIDADES TÉCNICAS
HABILIDADES HUMANAS
HABILIDADES CONCEITUAIS
HABILIDADES TÉCNICAS:Trata-se Das Habilidades Mais
Fáceis de Incorporar ao Perfil do
Gerente, Pois Elas Podem Ser
Adquiridas
O Gestor Poderá Pagar Pelos Conhecimentos
Técnicos Adquiridos Como Por Exemplo Um
Curso de Gestão Empresarial, de Idiomas,
Informática ou Outros
Habilidades Humanas:
São as Habilidades
Mais Difíceis de
Incorporar ao Perfil,
Pois o Gerente
Precisará “Querer”
Desenvolvê-las
O Gestor Precisará Conhecer o
Comportamento Geral Das
Pessoas de Seu Grupo de Tal
Forma Que Ele Consiga Exercer
a Liderança de Forma Suave,
Mas Com Energia
Já se Sabe Que as Necessidades dos
Funcionários São Incompatíveis Com
as Exigências das Organizações
Para a Empresa os Funcionários
Trabalham Pouco e Ganham Muito e,
Para os Empregados, Eles Trabalham
Muito e Ganham Pouco
E no Meio Desse Conflito Está o Gerente
Que, Conhecendo Esse Conceito, Atuará
Muito Mais Como um Mediador de
Interesses Entre as Partes
Sendo Assim, Podemos Concluir Que as Habilidades Humanas São
Muito Mais Importantes Para um Gerente do Que as Habilidades
Técnicas, Pois ao Exercer Sua Função Ele Estará Lidando Com
Pessoas e Não Apenas Máquinas
CONCEITO DE “GERENCIAR”:
Antigamente, Gerenciar Significava
“a Arte de Obter Resultados Através
Das Pessoas”
Hoje, Gerenciar
Significa Obter
Resultados,
Atendendo às
Aspirações Das
Pessoas
Hoje, a Arte de Gerenciar Pessoas Exige
Muita Criatividade Por Parte dos Líderes,
Pois em Vez de Controlar os Funcionários
é Preciso ENERGIZÁ-LOS
Gerenciar Exige Cada
Vez Mais
Criatividade e
Domínio Técnico e,
Diante Disso, é
Necessário Que o
Gestor Possua
Capacidade de Criar
A Principal Função de Um Gerente
é Saber “Energizar” as Pessoas
ENERGIZAR
Significa
Atender às
Aspirações
Complexas de
Uma Pessoa
Tipos de
Aspirações:
Aspirações Simples:
Salário Compatível, Emprego Próximo à Casa,
Conforto no Local de Trabalho, Garantias de
Continuar Empregado, Justiça, Ambiente de
Amizade e Atenção
São as Condições
Básicas de Um
Emprego, Sem as Quais
os Empregados Nem
Aceitam Trabalhar
ASPIRAÇÕES
COMPLEXAS
As Pessoas Gostam de Ser
Diferenciadas, de Terem o
Seu Valor Reconhecido e
de Enfrentar Desafios e
Tarefas Difíceis
Além Disso, os Funcionários Também
Gostam de Aprender, Obtendo
Crescimento Pessoal e Recompensas
Financeiras Pelos Seus Esforços
Para “Energizar” as
Pessoas, o Gerente
Deve Perceber a
“Prontidão” de Cada
Um, Pois Existem
Funcionários Que
Estão Prontos e os
Que Não Estão Prontos
Os Funcionários Que
Estão Prontos Têm
Experiência Técnica e,
os Que Não Estão
Prontos, São os
Inexperientes
Dessa Forma, ao
Cruzarmos as Duas
Variáveis
(Aspirações e
Prontidão),
Encontramos o
Seguinte Quadro:
T
I
P
O
S
D
E
P
R
O
N
T
I
D
Ã
O
Experientes
Inexperientes
Simples Complexas
ASPIRAÇÕES:
Aprendizes
FRIOS
Potenciais
Empreende
dores
Tipos de Funcionários
APRENDIZES
São os Inexperientes e Que Só
Têm Aspirações Simples
Não Têm Experiência
Profissional e Preferem
Trabalhar Apenas Por Ser
Perto de Casa e Pelo Pequeno
Salário
Trate-o Com Pouca Flexibilidade, Informando-o
Detalhadamente Sobre o Que Fazer e Conferindo
Se as Tarefas Foram Executadas Conforme o
Escrito. Ou Seja, Use Supervisão Rígida
FRIOSSão Aqueles Funcionários Que Até
Têm Experiência Profissional, Mas
Possuem Aspirações Simples (Não
Estão “Energizados”)
Eles Sabem Trabalhar, Mas Não
Vibram Com Isso Porque Devem Ter
Sido Punidos na Sua Criatividade
(em Empregos Anteriores)
Envolva-o Nas Decisões, Fazendo
Ele se Sentir Importante e
Aumentando Sua Auto-Estima
Seu Cuidado Não Deve Ser Técnico, Mas
Humano e Ele Deve Ter Coragem de Errar
FUNCIONÁRIOS POTENCIAIS
É o “Sonho” de Todo Gerente, Pois
Embora Não Tenham Experiência
Eles Têm Aspirações Complexas
Eles Têm Iniciativa e Garra, Mas
Ainda Não Estão Prontos Porque
Não Possuem Experiência
Na Verdade, Talvez
Seja Preciso Reduzir
um Pouco Essa
“Garra” Para Que
Eles Não Façam
“Besteira”
Precisam de
Treinamento,de
Instruções Claras,
Acompanhamento Técnico
e Envolvimento Com os
Mais Experientes
EMPREENDEDORES
São os Funcionários Que Têm
Muita Experiência, Grandes
Aspirações e Por Isso Não
Devem Ser Tratados Com
Rigidez, Controle e Nem
Cobrança de Resultados
Trate-o Com “Agradinhos” e
Ele Ficará “Doente”, Pois a
Energia Dele Não Vem de
Você (é Dele Mesmo)
Envolva-o nas
Decisões e Dê-lhes
Autonomia, Pois Eles
São Capazes de Fazer
Melhor Que Você
Eles Precisam de Desafios,
Tarefas Difíceis e Participação
nos Resultados
Sendo Assim, o Gerente Não Pode se
Conformar em Ter na Sua Equipe
Apenas Aprendizes, Frios ou
Potenciais
Na Verdade, o Objetivo Principal de
Um Gerente Deverá Ser o De
Transformar Todos Eles em
“EMPREENDEDORES”, Pois Assim Ele
Só Cuidaria da Estratégia da Sua
Empresa
OS GRUPOS:
Todo Grupo Tem Diferença de Tamanho,
de Objetivos e Tipos de Pessoas; Mas a
Maior Diferença é a Que Passa
Despercebida Pela Maioria Das Pessoas: _
Qual o Estágio de Desenvolvimento Que
Ele se Encontra Agora?
Todos os Grupos de Trabalho Atravessam
Estágios Semelhantes, na Medida em Que
Eles Passam de “Um Punhado de Indivíduos” –
no Momento em Que Se Reúnem Pela 1ª Vez –
Até o Estágio em Que Ela Funciona de Forma
Coordenada e Eficaz
Dessa Forma, Para Liderar um Grupo no Caminho de
se Tornar Uma Equipe o Gerente Precisará Incorporar
às Suas Habilidades Humanas o Perfil de Um
“Desenvolvedor de Pessoas” e de Um “Facilitador de
Grupos”. Ou Seja, o Gerente Precisará Conhecer as
Habilidades Gerenciais Citadas Anteriormente

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Construindo o conceito de competência empregabilidade
Construindo o conceito de competência   empregabilidadeConstruindo o conceito de competência   empregabilidade
Construindo o conceito de competência empregabilidade
Paulo Bastos
 

Mais procurados (20)

Habilidades gerenciais
Habilidades gerenciaisHabilidades gerenciais
Habilidades gerenciais
 
(12) acerte no curriculum e na entrevista
(12) acerte no curriculum e na entrevista(12) acerte no curriculum e na entrevista
(12) acerte no curriculum e na entrevista
 
2) empregabilidade
2) empregabilidade2) empregabilidade
2) empregabilidade
 
Empregabilidade pdf
Empregabilidade pdfEmpregabilidade pdf
Empregabilidade pdf
 
SUCESSO PROFISSIONAL, AI VOU EU!
SUCESSO PROFISSIONAL, AI VOU EU!SUCESSO PROFISSIONAL, AI VOU EU!
SUCESSO PROFISSIONAL, AI VOU EU!
 
Empregabilidade
EmpregabilidadeEmpregabilidade
Empregabilidade
 
Autodesenvolvimento e Empregabilidade
Autodesenvolvimento e EmpregabilidadeAutodesenvolvimento e Empregabilidade
Autodesenvolvimento e Empregabilidade
 
20060209
2006020920060209
20060209
 
PALESTRA SOBRE EMPREGABILIDADE
PALESTRA SOBRE EMPREGABILIDADEPALESTRA SOBRE EMPREGABILIDADE
PALESTRA SOBRE EMPREGABILIDADE
 
Empregabilidade
EmpregabilidadeEmpregabilidade
Empregabilidade
 
Empregabilidade
EmpregabilidadeEmpregabilidade
Empregabilidade
 
Como Garantir a Empregabilidade em Épocas de Crise
Como Garantir a Empregabilidade em Épocas de CriseComo Garantir a Empregabilidade em Épocas de Crise
Como Garantir a Empregabilidade em Épocas de Crise
 
Marketing Pessoal e Planejamento de Carreira
Marketing Pessoal e Planejamento de CarreiraMarketing Pessoal e Planejamento de Carreira
Marketing Pessoal e Planejamento de Carreira
 
Empregabilidade para adolescentes
Empregabilidade para adolescentesEmpregabilidade para adolescentes
Empregabilidade para adolescentes
 
Novo emprego, novos planos
Novo emprego, novos planosNovo emprego, novos planos
Novo emprego, novos planos
 
Empregabilidade
Empregabilidade Empregabilidade
Empregabilidade
 
Artigo9 6 Pilares Da Empregabilidade
Artigo9 6 Pilares Da EmpregabilidadeArtigo9 6 Pilares Da Empregabilidade
Artigo9 6 Pilares Da Empregabilidade
 
Assistente Administrativo
Assistente AdministrativoAssistente Administrativo
Assistente Administrativo
 
Construindo o conceito de competência empregabilidade
Construindo o conceito de competência   empregabilidadeConstruindo o conceito de competência   empregabilidade
Construindo o conceito de competência empregabilidade
 
Empregabilidade - Jovem Candango
Empregabilidade - Jovem CandangoEmpregabilidade - Jovem Candango
Empregabilidade - Jovem Candango
 

Destaque

Função Gerencial no Mundo Contemporaneo
Função Gerencial no Mundo ContemporaneoFunção Gerencial no Mundo Contemporaneo
Função Gerencial no Mundo Contemporaneo
Sergio Montes
 
Desenvolvimento de habilidades gerenciais management site
Desenvolvimento de habilidades gerenciais management siteDesenvolvimento de habilidades gerenciais management site
Desenvolvimento de habilidades gerenciais management site
miguepb
 
Desenvolvimento de competências gerenciais como estratégia na gestão de pesso...
Desenvolvimento de competências gerenciais como estratégia na gestão de pesso...Desenvolvimento de competências gerenciais como estratégia na gestão de pesso...
Desenvolvimento de competências gerenciais como estratégia na gestão de pesso...
João Gratuliano
 
Gerente de vendas
Gerente de vendasGerente de vendas
Gerente de vendas
MkrH Uniesp
 

Destaque (12)

Função Gerencial no Mundo Contemporaneo
Função Gerencial no Mundo ContemporaneoFunção Gerencial no Mundo Contemporaneo
Função Gerencial no Mundo Contemporaneo
 
Desenvolvimento de habilidades gerenciais management site
Desenvolvimento de habilidades gerenciais management siteDesenvolvimento de habilidades gerenciais management site
Desenvolvimento de habilidades gerenciais management site
 
Habilidades e competências
Habilidades e competênciasHabilidades e competências
Habilidades e competências
 
Desenvolvimento de competências gerenciais como estratégia na gestão de pesso...
Desenvolvimento de competências gerenciais como estratégia na gestão de pesso...Desenvolvimento de competências gerenciais como estratégia na gestão de pesso...
Desenvolvimento de competências gerenciais como estratégia na gestão de pesso...
 
Máquinas e equipamentos da logística
Máquinas e equipamentos da logísticaMáquinas e equipamentos da logística
Máquinas e equipamentos da logística
 
3. liderança, atitude e comportamento gerencial
3. liderança, atitude e comportamento gerencial3. liderança, atitude e comportamento gerencial
3. liderança, atitude e comportamento gerencial
 
Gerente de vendas
Gerente de vendasGerente de vendas
Gerente de vendas
 
Habilidades e competências do administrador de sucesso
Habilidades e competências do administrador de sucessoHabilidades e competências do administrador de sucesso
Habilidades e competências do administrador de sucesso
 
O Perfil Do Administrador
O Perfil Do AdministradorO Perfil Do Administrador
O Perfil Do Administrador
 
Apostila habilidades gerenciais
Apostila habilidades gerenciaisApostila habilidades gerenciais
Apostila habilidades gerenciais
 
Comportamento Gerencial
Comportamento GerencialComportamento Gerencial
Comportamento Gerencial
 
Os papeis do gerente administrador, tipos e papeis adm fap faculdade parais...
Os papeis do gerente administrador, tipos e papeis adm fap   faculdade parais...Os papeis do gerente administrador, tipos e papeis adm fap   faculdade parais...
Os papeis do gerente administrador, tipos e papeis adm fap faculdade parais...
 

Semelhante a Principais habilidades para gerenciar pessoas nas organizações

A arte de gerenciar funcionários
A arte de gerenciar funcionáriosA arte de gerenciar funcionários
A arte de gerenciar funcionários
Fabio Scussolino
 
10 mais importantes competências não técnicas para gerentes
10 mais importantes competências não técnicas para gerentes10 mais importantes competências não técnicas para gerentes
10 mais importantes competências não técnicas para gerentes
Fabio Scussolino
 
E-Book Talentos Maximizando Valor DOM Strategy Partners 2010
 E-Book Talentos Maximizando Valor  DOM Strategy Partners 2010 E-Book Talentos Maximizando Valor  DOM Strategy Partners 2010
E-Book Talentos Maximizando Valor DOM Strategy Partners 2010
DOM Strategy Partners
 

Semelhante a Principais habilidades para gerenciar pessoas nas organizações (20)

Principais Habilidades Para Gerenciar Pessoas nas Organizações
Principais Habilidades Para Gerenciar Pessoas nas OrganizaçõesPrincipais Habilidades Para Gerenciar Pessoas nas Organizações
Principais Habilidades Para Gerenciar Pessoas nas Organizações
 
A arte de gerenciar funcionários
A arte de gerenciar funcionáriosA arte de gerenciar funcionários
A arte de gerenciar funcionários
 
A arte de gerenciar pessoas nas organizacoes
A arte de gerenciar pessoas nas organizacoesA arte de gerenciar pessoas nas organizacoes
A arte de gerenciar pessoas nas organizacoes
 
Gestão por Competencias
Gestão por CompetenciasGestão por Competencias
Gestão por Competencias
 
8_gestao_rh_Gestao de Pessoas por Competencias.pdf
8_gestao_rh_Gestao de Pessoas por Competencias.pdf8_gestao_rh_Gestao de Pessoas por Competencias.pdf
8_gestao_rh_Gestao de Pessoas por Competencias.pdf
 
Seus Colaboradores Sabem O Que Você Espera Deles
Seus Colaboradores Sabem O Que Você Espera DelesSeus Colaboradores Sabem O Que Você Espera Deles
Seus Colaboradores Sabem O Que Você Espera Deles
 
Seus Colaboradores Sabem o Que Você Espera Deles
Seus Colaboradores Sabem o Que Você Espera DelesSeus Colaboradores Sabem o Que Você Espera Deles
Seus Colaboradores Sabem o Que Você Espera Deles
 
Seus colaboradores sabem o que você espera deles
Seus colaboradores sabem o que você espera delesSeus colaboradores sabem o que você espera deles
Seus colaboradores sabem o que você espera deles
 
10 mais importantes competências não técnicas para gerentes
10 mais importantes competências não técnicas para gerentes10 mais importantes competências não técnicas para gerentes
10 mais importantes competências não técnicas para gerentes
 
Iso10015 oquetodogestortemquesaber
Iso10015 oquetodogestortemquesaberIso10015 oquetodogestortemquesaber
Iso10015 oquetodogestortemquesaber
 
Porque os líderes são necessários?
Porque os líderes são necessários?Porque os líderes são necessários?
Porque os líderes são necessários?
 
Programa HPE - High Performance Executive
Programa HPE - High Performance ExecutivePrograma HPE - High Performance Executive
Programa HPE - High Performance Executive
 
FDC Gestão de Pessoas
FDC Gestão de PessoasFDC Gestão de Pessoas
FDC Gestão de Pessoas
 
E-Book Talentos Maximizando Valor DOM Strategy Partners 2010
 E-Book Talentos Maximizando Valor  DOM Strategy Partners 2010 E-Book Talentos Maximizando Valor  DOM Strategy Partners 2010
E-Book Talentos Maximizando Valor DOM Strategy Partners 2010
 
Gestão de Pessoas - Prof. Elaine Ribeiro #SVGP
Gestão de Pessoas - Prof. Elaine Ribeiro  #SVGPGestão de Pessoas - Prof. Elaine Ribeiro  #SVGP
Gestão de Pessoas - Prof. Elaine Ribeiro #SVGP
 
20 competências para transformar sua performance
20 competências para transformar sua performance20 competências para transformar sua performance
20 competências para transformar sua performance
 
O Administrador como Coach
O Administrador como CoachO Administrador como Coach
O Administrador como Coach
 
Muito Além Da Hierarquia
Muito  Além Da  HierarquiaMuito  Além Da  Hierarquia
Muito Além Da Hierarquia
 
Gestão Organizacional
Gestão Organizacional Gestão Organizacional
Gestão Organizacional
 
O Guia do Profissional de Recursos Humanos
O Guia do Profissional de Recursos HumanosO Guia do Profissional de Recursos Humanos
O Guia do Profissional de Recursos Humanos
 

Mais de PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas

Mais de PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas (20)

Comportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de TrabalhoComportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de Trabalho
 
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes SociaisComo Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
 
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
 
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes CorporativosPostura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
 
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
 
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptxO Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
 
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptxConceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
 
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas OrganizacõesA Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
 
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
 
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptxTécnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
 
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptxA Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
 
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptxGestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
 
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptxA Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
 
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptxProgramação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
 
DINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptxDINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptx
 
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptxAUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
 
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptxDESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
 
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptxINTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
 
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptxA Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
 
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
 

Principais habilidades para gerenciar pessoas nas organizações

  • 2. Principais Habilidades Gerenciais Hoje Já se Sabe Que os Funcionários Necessitam de Estímulos Para Produzirem e Cabe Aos Gerentes Criarem os Ambientes Onde os Colaboradores se Sintam Motivados a Alcançar Suas Metas O Gestor é Responsável Pelo Atingimento Dos Objetivos e, Por Isso Mesmo, Ele Deverá Saber Utilizar Bem as Ferramentas de Gestão Um Gerente Deverá Possuir Determinadas Habilidades Que os Permita Atuar Com Eficácia na Sua Função: HABILIDADES TÉCNICAS HABILIDADES HUMANAS HABILIDADES CONCEITUAIS
  • 3. HABILIDADES TÉCNICAS:Trata-se Das Habilidades Mais Fáceis de Incorporar ao Perfil do Gerente, Pois Elas Podem Ser Adquiridas O Gestor Poderá Pagar Pelos Conhecimentos Técnicos Adquiridos Como Por Exemplo Um Curso de Gestão Empresarial, de Idiomas, Informática ou Outros Habilidades Humanas: São as Habilidades Mais Difíceis de Incorporar ao Perfil, Pois o Gerente Precisará “Querer” Desenvolvê-las O Gestor Precisará Conhecer o Comportamento Geral Das Pessoas de Seu Grupo de Tal Forma Que Ele Consiga Exercer a Liderança de Forma Suave, Mas Com Energia
  • 4. Já se Sabe Que as Necessidades dos Funcionários São Incompatíveis Com as Exigências das Organizações Para a Empresa os Funcionários Trabalham Pouco e Ganham Muito e, Para os Empregados, Eles Trabalham Muito e Ganham Pouco E no Meio Desse Conflito Está o Gerente Que, Conhecendo Esse Conceito, Atuará Muito Mais Como um Mediador de Interesses Entre as Partes Sendo Assim, Podemos Concluir Que as Habilidades Humanas São Muito Mais Importantes Para um Gerente do Que as Habilidades Técnicas, Pois ao Exercer Sua Função Ele Estará Lidando Com Pessoas e Não Apenas Máquinas
  • 5. CONCEITO DE “GERENCIAR”: Antigamente, Gerenciar Significava “a Arte de Obter Resultados Através Das Pessoas” Hoje, Gerenciar Significa Obter Resultados, Atendendo às Aspirações Das Pessoas
  • 6. Hoje, a Arte de Gerenciar Pessoas Exige Muita Criatividade Por Parte dos Líderes, Pois em Vez de Controlar os Funcionários é Preciso ENERGIZÁ-LOS Gerenciar Exige Cada Vez Mais Criatividade e Domínio Técnico e, Diante Disso, é Necessário Que o Gestor Possua Capacidade de Criar
  • 7. A Principal Função de Um Gerente é Saber “Energizar” as Pessoas ENERGIZAR Significa Atender às Aspirações Complexas de Uma Pessoa
  • 8. Tipos de Aspirações: Aspirações Simples: Salário Compatível, Emprego Próximo à Casa, Conforto no Local de Trabalho, Garantias de Continuar Empregado, Justiça, Ambiente de Amizade e Atenção São as Condições Básicas de Um Emprego, Sem as Quais os Empregados Nem Aceitam Trabalhar
  • 9. ASPIRAÇÕES COMPLEXAS As Pessoas Gostam de Ser Diferenciadas, de Terem o Seu Valor Reconhecido e de Enfrentar Desafios e Tarefas Difíceis Além Disso, os Funcionários Também Gostam de Aprender, Obtendo Crescimento Pessoal e Recompensas Financeiras Pelos Seus Esforços
  • 10. Para “Energizar” as Pessoas, o Gerente Deve Perceber a “Prontidão” de Cada Um, Pois Existem Funcionários Que Estão Prontos e os Que Não Estão Prontos Os Funcionários Que Estão Prontos Têm Experiência Técnica e, os Que Não Estão Prontos, São os Inexperientes Dessa Forma, ao Cruzarmos as Duas Variáveis (Aspirações e Prontidão), Encontramos o Seguinte Quadro:
  • 12. Tipos de Funcionários APRENDIZES São os Inexperientes e Que Só Têm Aspirações Simples Não Têm Experiência Profissional e Preferem Trabalhar Apenas Por Ser Perto de Casa e Pelo Pequeno Salário Trate-o Com Pouca Flexibilidade, Informando-o Detalhadamente Sobre o Que Fazer e Conferindo Se as Tarefas Foram Executadas Conforme o Escrito. Ou Seja, Use Supervisão Rígida
  • 13. FRIOSSão Aqueles Funcionários Que Até Têm Experiência Profissional, Mas Possuem Aspirações Simples (Não Estão “Energizados”) Eles Sabem Trabalhar, Mas Não Vibram Com Isso Porque Devem Ter Sido Punidos na Sua Criatividade (em Empregos Anteriores) Envolva-o Nas Decisões, Fazendo Ele se Sentir Importante e Aumentando Sua Auto-Estima Seu Cuidado Não Deve Ser Técnico, Mas Humano e Ele Deve Ter Coragem de Errar
  • 14. FUNCIONÁRIOS POTENCIAIS É o “Sonho” de Todo Gerente, Pois Embora Não Tenham Experiência Eles Têm Aspirações Complexas Eles Têm Iniciativa e Garra, Mas Ainda Não Estão Prontos Porque Não Possuem Experiência Na Verdade, Talvez Seja Preciso Reduzir um Pouco Essa “Garra” Para Que Eles Não Façam “Besteira” Precisam de Treinamento,de Instruções Claras, Acompanhamento Técnico e Envolvimento Com os Mais Experientes
  • 15. EMPREENDEDORES São os Funcionários Que Têm Muita Experiência, Grandes Aspirações e Por Isso Não Devem Ser Tratados Com Rigidez, Controle e Nem Cobrança de Resultados Trate-o Com “Agradinhos” e Ele Ficará “Doente”, Pois a Energia Dele Não Vem de Você (é Dele Mesmo) Envolva-o nas Decisões e Dê-lhes Autonomia, Pois Eles São Capazes de Fazer Melhor Que Você Eles Precisam de Desafios, Tarefas Difíceis e Participação nos Resultados
  • 16. Sendo Assim, o Gerente Não Pode se Conformar em Ter na Sua Equipe Apenas Aprendizes, Frios ou Potenciais Na Verdade, o Objetivo Principal de Um Gerente Deverá Ser o De Transformar Todos Eles em “EMPREENDEDORES”, Pois Assim Ele Só Cuidaria da Estratégia da Sua Empresa
  • 17. OS GRUPOS: Todo Grupo Tem Diferença de Tamanho, de Objetivos e Tipos de Pessoas; Mas a Maior Diferença é a Que Passa Despercebida Pela Maioria Das Pessoas: _ Qual o Estágio de Desenvolvimento Que Ele se Encontra Agora? Todos os Grupos de Trabalho Atravessam Estágios Semelhantes, na Medida em Que Eles Passam de “Um Punhado de Indivíduos” – no Momento em Que Se Reúnem Pela 1ª Vez – Até o Estágio em Que Ela Funciona de Forma Coordenada e Eficaz Dessa Forma, Para Liderar um Grupo no Caminho de se Tornar Uma Equipe o Gerente Precisará Incorporar às Suas Habilidades Humanas o Perfil de Um “Desenvolvedor de Pessoas” e de Um “Facilitador de Grupos”. Ou Seja, o Gerente Precisará Conhecer as Habilidades Gerenciais Citadas Anteriormente