SlideShare uma empresa Scribd logo
A Controladoria Voltada à
Avaliação de Desempenho
nas Empresas
Para Otimizar o Lucro
nas Empresas é
Necessário Controlar
Custos e Despesas,
Embora Essas Decisões
Devam Ser Planejadas e
Controlada
A Avaliação de
Desempenho é um
Importante Instrumentos
de Controle Gerencial
Para Suporte à Gestão
Com a Finalidade de
Tomar Decisões Eficazes
Trata-se de um Processo Que Agrega
Características Informativas Essenciais Para se
Avaliar Adequadamente um Desempenho e as
Condições Para se Integrar ao Processo de Gestão,
no Seu Ciclo Planejamento-Execução-Controle
Então, a Avaliação de Desempenho
Pode Ter Vários Significados em
Função do Sentido Atribuído ao
Termo "Avaliação" e ao Contexto
Relativo ao "Desempenho" – Objeto
Dessa Avaliação
O Processo de Gestão Considera Que,
em Algum Momento, a Avaliação de
Desempenho Seja Feita Junto Com a
Avaliação dos Responsáveis Pelo
Desempenho
O Que Distingue Avaliação de Desempenho da de Resultado é
Que Esta Trata da Análise da Rentabilidade dos Produtos e
Serviços e, a Avaliação de Desempenho, da Análise do
Desempenho das Áreas de Responsabilidade da Empresa, do
Ponto de Vista da Sua Contribuição Para o Resultado
Essa Diferenciação é Importante Para
Determinar o Papel do Sistema de
Informações Contábeis, Que Deve
Evidenciar Quais Áreas e Atividades
Contribuem Mais Para o Resultado
Trata-se Pois de Uma Atividade Sobre a
Qual a Controladoria Tem Influência, no
Sentido de Dar Apoio ao Sistema de
Informações, Orientação e Integração
O Ciclo
Completo do
Processo de
Controle
Gerencial
Tem 4 Fases:
Estabelecimento de
Padrões
Comparação do Desempenho Real
Com o Esperado (Padrão)
Identificação de
Eventuais Desvios
Ações Corretivas Quando
Necessário
Seis Razões Para Que as Entidades Desenvolvam as
Avaliações de Desempenho:
Checar a Posição: Identifica como a
organização se apresenta. Caso não exista
acompanhamento periódico, essa percepção
deixa de existir e, com isso, a empresa foca
nas atividades prioritárias
Processo Decisório e
Aprendizagem Organizacional:
A mensuração permite avaliar
o processo de gestão,
alterando-o se necessário.
Pode-se argumentar os
gestores, ao disporem de
informações de
acompanhamento,
independentemente dos
resultados, mas pelo fato de
terem algo a comparar, podem
se sentir bem, com a
autoestima equilibrada
Remuneração, Recompensa e Promoção: Na
ligação entre a avaliação de desempenho e as
áreas, é relevante o impacto sobre o indivíduo.
Nesse sentido, a política de remuneração deve
estar atrelada a metas e acompanhamento. O
modelo predominante é aquele em que as
metas definidas no planejamento (do
estratégico para o orçamento) sejam
disponibilizadas para gerenciar os gestores,
nas suas várias especificações hierárquicas
Comunicar a Posição e Accountability: As
mensurações proporcionam o sentido do desempenho
que deve ser comunicado. A proliferação de
informações internas sobre a avaliação de
desempenho proporciona condições de ajustes nos
rumos e motivação nos indivíduos que são envolvidos
nesse processo
Confirmar Prioridades:
Uma vez que a avaliação é
desenvolvida, podem-se
enfatizar aspectos mais
relevantes. O controle
permite que a organização
persiga melhorias no que é
relevante para a sua
existência. Aquilo que não
é mensurado não pode ser
gerenciado
Influenciar o Comportamento Pelo Acompanhamento do
Progresso: Dado que a evidenciação do progresso é
apresentada, os gestores são encorajados a obter melhor
desempenho. Deixa de existir argumento para dizer que
não sabia que o desempenho era inadequado. O gestor
perceberá o desempenho de outro gestor, o que toca na
questão competição entre eles
Portanto, para que seja efetiva para a organização,
é fundamental que a forma de avaliar o
desempenho seja alinhada com o processo de
planejamento, utilizando o sistema orçamentário
O Balanced Scorecard
Como Modelo de Avaliação
O Balanced
Scorecard (BSC)
Surgiu da
Escassez de
Medidas de
Desempenho Que
Visassem o Futuro
Organizacional
Inicialmente, ele surgiu como
um modelo de avaliação e
performance empresarial;
porém, com a aplicação nas
empresas proporcionou ele se
desenvolveu para uma
metodologia de gestão
estratégica
Na busca de metas de
satisfação do cliente as
empresas estão aderindo a
diferentes métodos de
avaliação e progresso de seus
negócios para enfrentar o
cenário de incertezas, o qual
tem aumentado durante a vida
empresarial
Dois estudiosos criaram indicadores
que refletiam o valor total de criação
que as empresas têm em
determinado período e, embora as
finanças sejam fundamentais para
medir o sucesso, era necessário
complementar tais indicadores
Os níveis de medições eram baseados no relacionamento
com clientes, na melhoria de processos, nas inovações de
processos e na capacidade de emprego e motivação. Então, o
BSC superou as expectativas naquela época em relação ao
padrão de finanças existente, pois o BSC permitia a
individualidade de cada empresa
Um dos principais fatores
do BSC é a sua utilização
como veículo direcionado
para alcançar a missão,
os objetivos e as metas
da empresa e, dessa
forma, ele deixa claras,
tangíveis e específicas as
medidas para obter esse
resultado, transmitindo a
todos o conhecimento da
estratégia a ser seguida
O aspecto
inovador dessa
ferramenta é que
as discussões
ocorridas sobre
níveis gerenciais e
operacionais são
guiadas pelos
objetivos
estratégicos do
topo da empresa
As metas podem ser
estabelecidas com base nas
ações dos concorrentes ou
nas exigências dos clientes.
Contudo, as empresas
precisam ser interativas,
adaptáveis e flexíveis para
sobreviver e prosperar nesse
ambiente tão dinâmico
A ferramenta BSC é baseada em 4 perspectivas
(financeira, de clientes, processos internos e aprendizado
e crescimento) visando o alinhamento dos objetivos, aos
indicadores de desempenho, às metas organizacionais e
às ações necessárias para assegurar que os esforços dos
envolvidos nos processos estejam ligados à estratégia da
empresa
Essas 4
perspectivas do BSC
fornecem
informações de uma
maneira natural
para classificar os
vários tipos de
propostas de valor,
capazes de
contribuir para
sinergias
corporativas
Cria oportunidade
para a empresa
mensurar a
estratégia e gerar
informações para o
processo decisório
por meio do
feedback, das
medições, dos
melhoramentos e do
equilíbrio para a
organização
O mapa estratégico é capaz de
identificar e deixar explícita a
trajetória da estratégia organizacional,
cujo objetivo são os interesses e as
necessidades dos seus usuários
Portanto, o BSC tem a facilidade
de quebrar barreiras por meio de
diálogo, direção, alinhamento e
estratégia. É a melhor maneira
de se chegar ao objetivo

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx

Aprendendo Balanced scorecard
Aprendendo Balanced scorecardAprendendo Balanced scorecard
Aprendendo Balanced scorecard
Karla Alvarenga
 
Balanced score-card
Balanced score-cardBalanced score-card
Balanced score-card
Pedro Paulo Morales
 
EXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICA
EXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICAEXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICA
EXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICA
megaacaipb
 
Objetivos da qualidade
Objetivos da qualidadeObjetivos da qualidade
Objetivos da qualidade
Rogerio Burini
 
BSC - Balanced Scorecard
BSC - Balanced ScorecardBSC - Balanced Scorecard
BSC - Balanced Scorecard
André Luiz Bernardes
 
Trabalho de Planejamento Estrategico
Trabalho de Planejamento EstrategicoTrabalho de Planejamento Estrategico
Trabalho de Planejamento Estrategico
adeilmapoliana
 
Politicas De Rh EstratéGico Marlene
Politicas De Rh   EstratéGico MarlenePoliticas De Rh   EstratéGico Marlene
Politicas De Rh EstratéGico Marlene
Marlene Henriques
 
Artigo bsc ferramenta de gestão estratégica
Artigo bsc   ferramenta de gestão estratégicaArtigo bsc   ferramenta de gestão estratégica
Artigo bsc ferramenta de gestão estratégica
Guilherme Abdala David de Almeida
 
Aula05
Aula05Aula05
Avaliação de desempenho
Avaliação de desempenhoAvaliação de desempenho
Avaliação de desempenho
Carla Nascimento
 
O ambiente de gestão de pessoas 1
O ambiente de gestão de pessoas 1O ambiente de gestão de pessoas 1
O ambiente de gestão de pessoas 1
Carla Nascimento
 
Remuneraoestratgica 130813142710-phpapp01 (2)
Remuneraoestratgica 130813142710-phpapp01 (2)Remuneraoestratgica 130813142710-phpapp01 (2)
Remuneraoestratgica 130813142710-phpapp01 (2)
Rondinelle Almeida Oliveira
 
Controller E Bsc
Controller E BscController E Bsc
Controller E Bsc
guestad8ca6
 
Finanças Em Marketing Aula 06
Finanças Em Marketing   Aula 06Finanças Em Marketing   Aula 06
Finanças Em Marketing Aula 06
Douglas Miquelof
 
Inovação na gestão do negócio e a evolução para o BSC
Inovação na gestão do negócio e a evolução para o BSCInovação na gestão do negócio e a evolução para o BSC
Inovação na gestão do negócio e a evolução para o BSC
Amory Serviços Ltda.
 
Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc)
Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc) Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc)
Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc)
Priscila Nogueira
 
Plan Estrat4 BSC.pptx
Plan Estrat4 BSC.pptxPlan Estrat4 BSC.pptx
Plan Estrat4 BSC.pptx
RobertoBidegaindaSil
 
Remuneração estratégica, comprometendo colaboradores com a estratégia
Remuneração estratégica, comprometendo colaboradores com a estratégiaRemuneração estratégica, comprometendo colaboradores com a estratégia
Remuneração estratégica, comprometendo colaboradores com a estratégia
Priscila Nogueira
 
O balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariais
O balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariaisO balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariais
O balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariais
Universidade Federal Fluminense
 
O balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariais
O balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariaisO balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariais
O balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariais
Universidade Federal Fluminense
 

Semelhante a A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx (20)

Aprendendo Balanced scorecard
Aprendendo Balanced scorecardAprendendo Balanced scorecard
Aprendendo Balanced scorecard
 
Balanced score-card
Balanced score-cardBalanced score-card
Balanced score-card
 
EXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICA
EXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICAEXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICA
EXPLORANDO KPIS NA LOGÍSTICA
 
Objetivos da qualidade
Objetivos da qualidadeObjetivos da qualidade
Objetivos da qualidade
 
BSC - Balanced Scorecard
BSC - Balanced ScorecardBSC - Balanced Scorecard
BSC - Balanced Scorecard
 
Trabalho de Planejamento Estrategico
Trabalho de Planejamento EstrategicoTrabalho de Planejamento Estrategico
Trabalho de Planejamento Estrategico
 
Politicas De Rh EstratéGico Marlene
Politicas De Rh   EstratéGico MarlenePoliticas De Rh   EstratéGico Marlene
Politicas De Rh EstratéGico Marlene
 
Artigo bsc ferramenta de gestão estratégica
Artigo bsc   ferramenta de gestão estratégicaArtigo bsc   ferramenta de gestão estratégica
Artigo bsc ferramenta de gestão estratégica
 
Aula05
Aula05Aula05
Aula05
 
Avaliação de desempenho
Avaliação de desempenhoAvaliação de desempenho
Avaliação de desempenho
 
O ambiente de gestão de pessoas 1
O ambiente de gestão de pessoas 1O ambiente de gestão de pessoas 1
O ambiente de gestão de pessoas 1
 
Remuneraoestratgica 130813142710-phpapp01 (2)
Remuneraoestratgica 130813142710-phpapp01 (2)Remuneraoestratgica 130813142710-phpapp01 (2)
Remuneraoestratgica 130813142710-phpapp01 (2)
 
Controller E Bsc
Controller E BscController E Bsc
Controller E Bsc
 
Finanças Em Marketing Aula 06
Finanças Em Marketing   Aula 06Finanças Em Marketing   Aula 06
Finanças Em Marketing Aula 06
 
Inovação na gestão do negócio e a evolução para o BSC
Inovação na gestão do negócio e a evolução para o BSCInovação na gestão do negócio e a evolução para o BSC
Inovação na gestão do negócio e a evolução para o BSC
 
Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc)
Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc) Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc)
Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc)
 
Plan Estrat4 BSC.pptx
Plan Estrat4 BSC.pptxPlan Estrat4 BSC.pptx
Plan Estrat4 BSC.pptx
 
Remuneração estratégica, comprometendo colaboradores com a estratégia
Remuneração estratégica, comprometendo colaboradores com a estratégiaRemuneração estratégica, comprometendo colaboradores com a estratégia
Remuneração estratégica, comprometendo colaboradores com a estratégia
 
O balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariais
O balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariaisO balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariais
O balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariais
 
O balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariais
O balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariaisO balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariais
O balanced scorecard como uma ferramenta de gestão dos resultados empresariais
 

Mais de PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas

Comportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de TrabalhoComportamento em Ambientes de Trabalho
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes SociaisComo Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes CorporativosPostura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptxO Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptxConceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas OrganizacõesA Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptxTécnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptxA Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptxGestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptxA Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptxProgramação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
DINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptxDINÂMICA de GRUPO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptxAUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptxDESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptxINTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
A Negociação e as Principais Etapas de Uma Apresentação de Vendas
A Negociação e as Principais Etapas de Uma Apresentação de VendasA Negociação e as Principais Etapas de Uma Apresentação de Vendas
A Negociação e as Principais Etapas de Uma Apresentação de Vendas
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 

Mais de PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas (20)

Comportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de TrabalhoComportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de Trabalho
 
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes SociaisComo Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
 
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
 
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes CorporativosPostura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
 
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
 
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptxO Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
 
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptxConceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
 
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas OrganizacõesA Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
 
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
 
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptxTécnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
 
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptxA Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
 
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptxGestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
 
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptxA Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
 
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptxProgramação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
 
DINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptxDINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptx
 
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptxAUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
 
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptxDESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
 
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptxINTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
 
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
 
A Negociação e as Principais Etapas de Uma Apresentação de Vendas
A Negociação e as Principais Etapas de Uma Apresentação de VendasA Negociação e as Principais Etapas de Uma Apresentação de Vendas
A Negociação e as Principais Etapas de Uma Apresentação de Vendas
 

A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx

  • 1. A Controladoria Voltada à Avaliação de Desempenho nas Empresas Para Otimizar o Lucro nas Empresas é Necessário Controlar Custos e Despesas, Embora Essas Decisões Devam Ser Planejadas e Controlada A Avaliação de Desempenho é um Importante Instrumentos de Controle Gerencial Para Suporte à Gestão Com a Finalidade de Tomar Decisões Eficazes Trata-se de um Processo Que Agrega Características Informativas Essenciais Para se Avaliar Adequadamente um Desempenho e as Condições Para se Integrar ao Processo de Gestão, no Seu Ciclo Planejamento-Execução-Controle Então, a Avaliação de Desempenho Pode Ter Vários Significados em Função do Sentido Atribuído ao Termo "Avaliação" e ao Contexto Relativo ao "Desempenho" – Objeto Dessa Avaliação O Processo de Gestão Considera Que, em Algum Momento, a Avaliação de Desempenho Seja Feita Junto Com a Avaliação dos Responsáveis Pelo Desempenho
  • 2. O Que Distingue Avaliação de Desempenho da de Resultado é Que Esta Trata da Análise da Rentabilidade dos Produtos e Serviços e, a Avaliação de Desempenho, da Análise do Desempenho das Áreas de Responsabilidade da Empresa, do Ponto de Vista da Sua Contribuição Para o Resultado Essa Diferenciação é Importante Para Determinar o Papel do Sistema de Informações Contábeis, Que Deve Evidenciar Quais Áreas e Atividades Contribuem Mais Para o Resultado Trata-se Pois de Uma Atividade Sobre a Qual a Controladoria Tem Influência, no Sentido de Dar Apoio ao Sistema de Informações, Orientação e Integração O Ciclo Completo do Processo de Controle Gerencial Tem 4 Fases: Estabelecimento de Padrões Comparação do Desempenho Real Com o Esperado (Padrão) Identificação de Eventuais Desvios Ações Corretivas Quando Necessário
  • 3. Seis Razões Para Que as Entidades Desenvolvam as Avaliações de Desempenho: Checar a Posição: Identifica como a organização se apresenta. Caso não exista acompanhamento periódico, essa percepção deixa de existir e, com isso, a empresa foca nas atividades prioritárias Processo Decisório e Aprendizagem Organizacional: A mensuração permite avaliar o processo de gestão, alterando-o se necessário. Pode-se argumentar os gestores, ao disporem de informações de acompanhamento, independentemente dos resultados, mas pelo fato de terem algo a comparar, podem se sentir bem, com a autoestima equilibrada Remuneração, Recompensa e Promoção: Na ligação entre a avaliação de desempenho e as áreas, é relevante o impacto sobre o indivíduo. Nesse sentido, a política de remuneração deve estar atrelada a metas e acompanhamento. O modelo predominante é aquele em que as metas definidas no planejamento (do estratégico para o orçamento) sejam disponibilizadas para gerenciar os gestores, nas suas várias especificações hierárquicas
  • 4. Comunicar a Posição e Accountability: As mensurações proporcionam o sentido do desempenho que deve ser comunicado. A proliferação de informações internas sobre a avaliação de desempenho proporciona condições de ajustes nos rumos e motivação nos indivíduos que são envolvidos nesse processo Confirmar Prioridades: Uma vez que a avaliação é desenvolvida, podem-se enfatizar aspectos mais relevantes. O controle permite que a organização persiga melhorias no que é relevante para a sua existência. Aquilo que não é mensurado não pode ser gerenciado Influenciar o Comportamento Pelo Acompanhamento do Progresso: Dado que a evidenciação do progresso é apresentada, os gestores são encorajados a obter melhor desempenho. Deixa de existir argumento para dizer que não sabia que o desempenho era inadequado. O gestor perceberá o desempenho de outro gestor, o que toca na questão competição entre eles Portanto, para que seja efetiva para a organização, é fundamental que a forma de avaliar o desempenho seja alinhada com o processo de planejamento, utilizando o sistema orçamentário
  • 5. O Balanced Scorecard Como Modelo de Avaliação O Balanced Scorecard (BSC) Surgiu da Escassez de Medidas de Desempenho Que Visassem o Futuro Organizacional Inicialmente, ele surgiu como um modelo de avaliação e performance empresarial; porém, com a aplicação nas empresas proporcionou ele se desenvolveu para uma metodologia de gestão estratégica Na busca de metas de satisfação do cliente as empresas estão aderindo a diferentes métodos de avaliação e progresso de seus negócios para enfrentar o cenário de incertezas, o qual tem aumentado durante a vida empresarial Dois estudiosos criaram indicadores que refletiam o valor total de criação que as empresas têm em determinado período e, embora as finanças sejam fundamentais para medir o sucesso, era necessário complementar tais indicadores
  • 6. Os níveis de medições eram baseados no relacionamento com clientes, na melhoria de processos, nas inovações de processos e na capacidade de emprego e motivação. Então, o BSC superou as expectativas naquela época em relação ao padrão de finanças existente, pois o BSC permitia a individualidade de cada empresa Um dos principais fatores do BSC é a sua utilização como veículo direcionado para alcançar a missão, os objetivos e as metas da empresa e, dessa forma, ele deixa claras, tangíveis e específicas as medidas para obter esse resultado, transmitindo a todos o conhecimento da estratégia a ser seguida O aspecto inovador dessa ferramenta é que as discussões ocorridas sobre níveis gerenciais e operacionais são guiadas pelos objetivos estratégicos do topo da empresa As metas podem ser estabelecidas com base nas ações dos concorrentes ou nas exigências dos clientes. Contudo, as empresas precisam ser interativas, adaptáveis e flexíveis para sobreviver e prosperar nesse ambiente tão dinâmico
  • 7. A ferramenta BSC é baseada em 4 perspectivas (financeira, de clientes, processos internos e aprendizado e crescimento) visando o alinhamento dos objetivos, aos indicadores de desempenho, às metas organizacionais e às ações necessárias para assegurar que os esforços dos envolvidos nos processos estejam ligados à estratégia da empresa Essas 4 perspectivas do BSC fornecem informações de uma maneira natural para classificar os vários tipos de propostas de valor, capazes de contribuir para sinergias corporativas Cria oportunidade para a empresa mensurar a estratégia e gerar informações para o processo decisório por meio do feedback, das medições, dos melhoramentos e do equilíbrio para a organização O mapa estratégico é capaz de identificar e deixar explícita a trajetória da estratégia organizacional, cujo objetivo são os interesses e as necessidades dos seus usuários Portanto, o BSC tem a facilidade de quebrar barreiras por meio de diálogo, direção, alinhamento e estratégia. É a melhor maneira de se chegar ao objetivo