SlideShare uma empresa Scribd logo
PNAIC – MATEMÁTICA 
SME/CAMPINAS – Outubro/2014 
Slides elaborados por Adriana Correia 
Coordenação geral: Elisabete Pimentel 
Colaboradores: Cristina Pauluci, Eliana Boscolo, 
Idelvandre Vilas Boas, Ítala Rizzo, Isnary Araújo, 
Kelly Arduíno, Laís Alendes e Patrícia Infanger.
- Leitura deleite. 
- Arte e Geometria. A arte de Romero Britto. 
- A percepção espacial. 
- Lateralidade.
 https://www.youtube.com/watch?v=sybUDKy 
0KBs 
 Este vídeo é opcional
OBSERVAÇÃO 
EXPLORAÇÃO MANIPULAÇÃO
A arte de 
Romero Britto
Nasceu em 1963 no Recife. 
Começou a desenhar aos 8 anos. 
Com muita imaginação e criatividade, pintava em sucatas, papelão e 
jornal. 
Sua família o ajudava a desenvolver seu talento natural, dando-lhe 
livros de arte para estudar. 
“Eu ficava sentado e copiava Tolouse e outros mestres dos livros, por 
dias e dias.“ (ROMERO BRITTO) 
Plano de aula elaborado por Adriana Correia com atividades extraídas de Fainguelent & Nunes (2009)
Aos 14 anos fez sua primeira exibição pública e 
vendeu seu primeiro quadro à Organização dos 
Estados Americanos. Embora encorajado por este 
sucesso precoce, as circunstâncias modestas de 
sua vida o motivaram a estabelecer metas e a 
criar seu próprio futuro.
“Na condição de criança pobre no 
Brasil, tive contato com o lado mais 
sombrio da humanidade. Como 
resultado, passei a pintar para trazer 
luz e cor para minha vida.“
 Para tentar o reconhecimento de sua arte, 
estudar e melhorar de vida, decidiu ir para os 
EUA (MIAMI). 
 Lá, trabalhou como atendente em lanchonete e 
lava rápido, como ajudante de jardineiro e caixa 
de loja. Durante esse percurso, ele fez muitas 
amizades e através desses amigos conheceu 
sua esposa e teve seu filho, Brendan Britto.
 Teve que expor seus quadros e esculturas nas 
calçadas de MIAMI. 
 Fez parcerias com lojas de móveis e decorações. 
 Até que importantes pessoas do mundo da Arte 
começaram a conhecer o seu trabalho.
QUE SENSAÇÕES ESSA OBRA 
DESPERTA EM VOCÊ ?
 Quais formas geométricas podemos encontrar 
no Heart Kids ? Há polígonos? Quais? 
 Você percebe que Romero Britto é influenciado 
por quais tipos de traços? 
 Preste atenção nas cores que Romero Britto 
usa...Quais são as que mais aparecem? Você 
acha que há uma maneira certa de distribuir as 
cores em suas obras?
Vamos trabalhar com um 
tipo diferente de 
Tangram?
 Quantas peças tem esse tangram? 
 Há diferença entre as formas deste 
tangram e do outro de 7 peças que já 
conhecemos? 
 Quantas dessas peças são polígonos? 
 Quantos quadriláteros formam esse 
tangram? 
 Que nome recebem esses quadriláteros?
 Um círculo com 5 peças desse 
tangram. 
 Um semicírculo com 3 peças desse 
tangram. 
 Um quadrado com 5 peças desse 
tangram.
 https://www.youtube.com/watch?v=rJc4ce4n 
stY#t=325
 As noções de lateralidade e orientação no espaço, 
geralmente formam-se a partir do próprio corpo, e 
ainda na infância, a partir dos sentidos e 
movimentos em um espaço perceptivo e familiar à 
criança. 
 É importante desenvolver um vocabulário que aos 
poucos incorpore termos como “esquerda”, 
“direita”, “atrás”, “para trás”, “de trás”, “frente”, “em 
frente”, “de frente”, “diante”, “adiante”...
 A partir da percepção da localização de si mesmo, de 
seu próprio corpo e de outros objetos, disparando, 
portanto, um processo de representação do espaço. 
 De atividades de representação da localização dos 
objetos no espaço, seja por desenhos, descrições de 
itinerários, etc., assim podemos começar a construir 
mapas e plantas baixas. 
 De atividades que visem à percepção de um objeto e 
sua representação sob diferentes pontos de vista 
auxiliam as crianças na sistematização de suas 
percepções no que diz respeito à perspectiva.
 Deve privilegiar as sensações e percepções do 
mundo das crianças. 
 Propor pequenos e conhecidos percursos. 
 Conhecer o percurso que será proposto à criança. 
 Levar em conta a referência da escala afetiva. 
 Sugerir que pintem o mapa que produziram, a fim 
de estimular a classificação dos espaços e uma 
possível legenda dos mesmos.
 Atividade 6 – Págs. 79 e 80 
https://www.youtube.com/watch?v 
=J7Agq6ggfc8 
QUEM É MEU VIZINHO?
 Um visitante está perdido neste andar e bate 
à nossa porta. Ao atender ele nos pergunta 
como pode fazer para se dirigir ao auditório. 
Vamos dar instruções detalhadas à ele.
<http://revistaescola.abril.com.br/swf/jogos/exibi-jogo. 
shtml?212_mapa.swf>
https://www.youtube.com/watch?v=ahdRwzv7 
17U 
Atividade 7 – págs. 80, 81 e 82 – caderno 5
 Fainguelernt, Estela K. & Nunes, Kátia R. 
Ashton. Tecendo matemática com arte. Porto 
Alegre: Artmed, 2009. 
 Cadernos 5 e de Jogos do PNAIC - 
Matemática.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

7º encontro pnaic geometria 27 de setembro claudia e fabiana
7º encontro pnaic geometria 27 de setembro claudia e fabiana7º encontro pnaic geometria 27 de setembro claudia e fabiana
7º encontro pnaic geometria 27 de setembro claudia e fabianaFabiana Esteves
 
ENSINAR Geometria aula 1 a pnaic meriti
ENSINAR Geometria aula 1 a pnaic meritiENSINAR Geometria aula 1 a pnaic meriti
ENSINAR Geometria aula 1 a pnaic meritiMarilene Rangel Rangel
 
Caderno2 140520215042-phpapp02
Caderno2 140520215042-phpapp02Caderno2 140520215042-phpapp02
Caderno2 140520215042-phpapp02weleslima
 
Geometria plana e espacial
Geometria plana e espacialGeometria plana e espacial
Geometria plana e espacialeliane24
 
Material Formação 27 de Setembro de 2014 - PNAIC - GEOMETRIA
Material Formação 27 de Setembro de 2014 - PNAIC - GEOMETRIAMaterial Formação 27 de Setembro de 2014 - PNAIC - GEOMETRIA
Material Formação 27 de Setembro de 2014 - PNAIC - GEOMETRIAErickson Lima
 
Sequencia Didática da professora Doraci Helena Prim Pauli e de seus alunos do...
Sequencia Didática da professora Doraci Helena Prim Pauli e de seus alunos do...Sequencia Didática da professora Doraci Helena Prim Pauli e de seus alunos do...
Sequencia Didática da professora Doraci Helena Prim Pauli e de seus alunos do...Solange Goulart
 
GUILHERME E MARINALDO - PNAIC - 2014 - CADERNO 5 - GEOMETRIA - PARTE 3 - CONE...
GUILHERME E MARINALDO - PNAIC - 2014 - CADERNO 5 - GEOMETRIA - PARTE 3 - CONE...GUILHERME E MARINALDO - PNAIC - 2014 - CADERNO 5 - GEOMETRIA - PARTE 3 - CONE...
GUILHERME E MARINALDO - PNAIC - 2014 - CADERNO 5 - GEOMETRIA - PARTE 3 - CONE...Felipe Silva
 
PNAIC - 2014 - Matemática - Caderno 5 - Geometria - Parte 2 - Primeiros eleme...
PNAIC - 2014 - Matemática - Caderno 5 - Geometria - Parte 2 - Primeiros eleme...PNAIC - 2014 - Matemática - Caderno 5 - Geometria - Parte 2 - Primeiros eleme...
PNAIC - 2014 - Matemática - Caderno 5 - Geometria - Parte 2 - Primeiros eleme...Felipe Silva
 
Caderno 5 geometria parte 2
Caderno 5 geometria parte 2Caderno 5 geometria parte 2
Caderno 5 geometria parte 2Graça Sousa
 
Blocos logicos curso1
Blocos logicos curso1Blocos logicos curso1
Blocos logicos curso1Luizarui
 
Grandezas e medidas parte i reorg
Grandezas e medidas parte i reorgGrandezas e medidas parte i reorg
Grandezas e medidas parte i reorgJoelma Santos
 
Atividades infantil
Atividades infantilAtividades infantil
Atividades infantilelizandrare
 
Apresentação_Geometria
Apresentação_GeometriaApresentação_Geometria
Apresentação_GeometriaNaysa Taboada
 
Primeira formacao-slidies proposta-matematica_1o_e_2o_anos
Primeira formacao-slidies proposta-matematica_1o_e_2o_anosPrimeira formacao-slidies proposta-matematica_1o_e_2o_anos
Primeira formacao-slidies proposta-matematica_1o_e_2o_anosAide Souza da Silva
 
Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5
Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5
Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5Amanda Nolasco
 
Currículo e ensino de matemática - jogos e matérias didáticos
Currículo e ensino de matemática - jogos e matérias didáticos Currículo e ensino de matemática - jogos e matérias didáticos
Currículo e ensino de matemática - jogos e matérias didáticos Alaise Gomes Gauna
 

Mais procurados (20)

7º encontro pnaic geometria 27 de setembro claudia e fabiana
7º encontro pnaic geometria 27 de setembro claudia e fabiana7º encontro pnaic geometria 27 de setembro claudia e fabiana
7º encontro pnaic geometria 27 de setembro claudia e fabiana
 
ENSINAR Geometria aula 1 a pnaic meriti
ENSINAR Geometria aula 1 a pnaic meritiENSINAR Geometria aula 1 a pnaic meriti
ENSINAR Geometria aula 1 a pnaic meriti
 
Caderno2 140520215042-phpapp02
Caderno2 140520215042-phpapp02Caderno2 140520215042-phpapp02
Caderno2 140520215042-phpapp02
 
Geometria plana e espacial
Geometria plana e espacialGeometria plana e espacial
Geometria plana e espacial
 
Material Formação 27 de Setembro de 2014 - PNAIC - GEOMETRIA
Material Formação 27 de Setembro de 2014 - PNAIC - GEOMETRIAMaterial Formação 27 de Setembro de 2014 - PNAIC - GEOMETRIA
Material Formação 27 de Setembro de 2014 - PNAIC - GEOMETRIA
 
Slide caderno 6_PNAIC
Slide caderno 6_PNAICSlide caderno 6_PNAIC
Slide caderno 6_PNAIC
 
Sequencia Didática da professora Doraci Helena Prim Pauli e de seus alunos do...
Sequencia Didática da professora Doraci Helena Prim Pauli e de seus alunos do...Sequencia Didática da professora Doraci Helena Prim Pauli e de seus alunos do...
Sequencia Didática da professora Doraci Helena Prim Pauli e de seus alunos do...
 
Geometria caderno 5
Geometria caderno 5Geometria caderno 5
Geometria caderno 5
 
Formação espaço e forma ll
Formação espaço e forma llFormação espaço e forma ll
Formação espaço e forma ll
 
GUILHERME E MARINALDO - PNAIC - 2014 - CADERNO 5 - GEOMETRIA - PARTE 3 - CONE...
GUILHERME E MARINALDO - PNAIC - 2014 - CADERNO 5 - GEOMETRIA - PARTE 3 - CONE...GUILHERME E MARINALDO - PNAIC - 2014 - CADERNO 5 - GEOMETRIA - PARTE 3 - CONE...
GUILHERME E MARINALDO - PNAIC - 2014 - CADERNO 5 - GEOMETRIA - PARTE 3 - CONE...
 
PNAIC - 2014 - Matemática - Caderno 5 - Geometria - Parte 2 - Primeiros eleme...
PNAIC - 2014 - Matemática - Caderno 5 - Geometria - Parte 2 - Primeiros eleme...PNAIC - 2014 - Matemática - Caderno 5 - Geometria - Parte 2 - Primeiros eleme...
PNAIC - 2014 - Matemática - Caderno 5 - Geometria - Parte 2 - Primeiros eleme...
 
Formação 1º ano
Formação 1º anoFormação 1º ano
Formação 1º ano
 
Caderno 5 geometria parte 2
Caderno 5 geometria parte 2Caderno 5 geometria parte 2
Caderno 5 geometria parte 2
 
Blocos logicos curso1
Blocos logicos curso1Blocos logicos curso1
Blocos logicos curso1
 
Grandezas e medidas parte i reorg
Grandezas e medidas parte i reorgGrandezas e medidas parte i reorg
Grandezas e medidas parte i reorg
 
Atividades infantil
Atividades infantilAtividades infantil
Atividades infantil
 
Apresentação_Geometria
Apresentação_GeometriaApresentação_Geometria
Apresentação_Geometria
 
Primeira formacao-slidies proposta-matematica_1o_e_2o_anos
Primeira formacao-slidies proposta-matematica_1o_e_2o_anosPrimeira formacao-slidies proposta-matematica_1o_e_2o_anos
Primeira formacao-slidies proposta-matematica_1o_e_2o_anos
 
Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5
Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5
Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5
 
Currículo e ensino de matemática - jogos e matérias didáticos
Currículo e ensino de matemática - jogos e matérias didáticos Currículo e ensino de matemática - jogos e matérias didáticos
Currículo e ensino de matemática - jogos e matérias didáticos
 

Destaque

Sugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidas
Sugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidasSugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidas
Sugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidasJoelma Santos
 
Quem vai ficar com o pêssego?
Quem vai ficar com o pêssego?Quem vai ficar com o pêssego?
Quem vai ficar com o pêssego?Joelma Santos
 
Tangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino Fundamental
Tangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino FundamentalTangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino Fundamental
Tangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino FundamentalJoelma Santos
 
Brincadeira de triângulos
Brincadeira de triângulosBrincadeira de triângulos
Brincadeira de triângulosJoelma Santos
 
Diferentes sólidos geométricos
Diferentes sólidos geométricosDiferentes sólidos geométricos
Diferentes sólidos geométricosJoelma Santos
 
Problemoteca 1 smole
Problemoteca 1 smoleProblemoteca 1 smole
Problemoteca 1 smoleJoelma Santos
 
Resolução de problemas e problemoteca
Resolução de problemas e problemotecaResolução de problemas e problemoteca
Resolução de problemas e problemotecaJoelma Santos
 
Problemoteca 3 smole
Problemoteca 3 smoleProblemoteca 3 smole
Problemoteca 3 smoleJoelma Santos
 
Problemoteca 6 smole
Problemoteca 6 smoleProblemoteca 6 smole
Problemoteca 6 smoleJoelma Santos
 
Problemoteca 4 smole
Problemoteca 4 smoleProblemoteca 4 smole
Problemoteca 4 smoleJoelma Santos
 
Problemoteca 5 smole
Problemoteca 5 smoleProblemoteca 5 smole
Problemoteca 5 smoleJoelma Santos
 
Os sólidos geométricos
Os sólidos geométricosOs sólidos geométricos
Os sólidos geométricosJoelma Santos
 
Problemoteca 2 smole
Problemoteca 2 smoleProblemoteca 2 smole
Problemoteca 2 smoleJoelma Santos
 
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal PosicionalCircuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal PosicionalJoelma Santos
 
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAICRELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAICServiço público
 

Destaque (20)

Sugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidas
Sugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidasSugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidas
Sugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidas
 
Quem vai ficar com o pêssego?
Quem vai ficar com o pêssego?Quem vai ficar com o pêssego?
Quem vai ficar com o pêssego?
 
Tangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino Fundamental
Tangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino FundamentalTangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino Fundamental
Tangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino Fundamental
 
Problemoteca
ProblemotecaProblemoteca
Problemoteca
 
Brincadeira de triângulos
Brincadeira de triângulosBrincadeira de triângulos
Brincadeira de triângulos
 
Molde Tangram
Molde TangramMolde Tangram
Molde Tangram
 
Diferentes sólidos geométricos
Diferentes sólidos geométricosDiferentes sólidos geométricos
Diferentes sólidos geométricos
 
Problemoteca 1 smole
Problemoteca 1 smoleProblemoteca 1 smole
Problemoteca 1 smole
 
Resolução de problemas e problemoteca
Resolução de problemas e problemotecaResolução de problemas e problemoteca
Resolução de problemas e problemoteca
 
Tangram (coração)
Tangram (coração)Tangram (coração)
Tangram (coração)
 
Problemoteca 3 smole
Problemoteca 3 smoleProblemoteca 3 smole
Problemoteca 3 smole
 
Problemoteca 6 smole
Problemoteca 6 smoleProblemoteca 6 smole
Problemoteca 6 smole
 
Problemoteca 4 smole
Problemoteca 4 smoleProblemoteca 4 smole
Problemoteca 4 smole
 
Problemoteca 5 smole
Problemoteca 5 smoleProblemoteca 5 smole
Problemoteca 5 smole
 
Os sólidos geométricos
Os sólidos geométricosOs sólidos geométricos
Os sólidos geométricos
 
Problemoteca 2 smole
Problemoteca 2 smoleProblemoteca 2 smole
Problemoteca 2 smole
 
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal PosicionalCircuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
 
PALESTRA PNAIC 2015
PALESTRA PNAIC 2015PALESTRA PNAIC 2015
PALESTRA PNAIC 2015
 
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAICRELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
 
24 de novembro
24 de novembro24 de novembro
24 de novembro
 

Semelhante a Geometria parte ii

O desenho
O desenhoO desenho
O desenhoPTAI
 
Revista ARTE DE PIÁ, n° 1
Revista ARTE DE PIÁ, n° 1Revista ARTE DE PIÁ, n° 1
Revista ARTE DE PIÁ, n° 1artedepia
 
Nasce a pequena joanita
Nasce a pequena joanitaNasce a pequena joanita
Nasce a pequena joanitaAline Cruz
 
Planejamentodeoutubroporsimonehelendrumond 100928205104-phpapp02
Planejamentodeoutubroporsimonehelendrumond 100928205104-phpapp02Planejamentodeoutubroporsimonehelendrumond 100928205104-phpapp02
Planejamentodeoutubroporsimonehelendrumond 100928205104-phpapp02Ana Vasconcelos
 
habilidades desenvolvidas no maternal
habilidades desenvolvidas no maternalhabilidades desenvolvidas no maternal
habilidades desenvolvidas no maternalrobertatamoai
 
dia do livro - planejamento.docx
dia do livro - planejamento.docxdia do livro - planejamento.docx
dia do livro - planejamento.docxmartasacramento5
 
Plano de tarefas semanais 11 a 15 de maio pais
Plano de tarefas semanais 11 a 15 de maio paisPlano de tarefas semanais 11 a 15 de maio pais
Plano de tarefas semanais 11 a 15 de maio paisArmando Reis Dias
 
Atps de artes, criatividade e recreação
Atps de artes, criatividade e recreaçãoAtps de artes, criatividade e recreação
Atps de artes, criatividade e recreaçãoleticiamenezesmota
 
Reunião de pais kids
Reunião de pais kidsReunião de pais kids
Reunião de pais kidsmyschoolsp
 
Plano de tarefas semanais 25 a 29 de maio
Plano de tarefas semanais 25 a 29 de maioPlano de tarefas semanais 25 a 29 de maio
Plano de tarefas semanais 25 a 29 de maioMaria Almeida
 
10 coisas que você precisa saber sobre o desenho da criança
10 coisas que você precisa saber sobre o desenho da criança10 coisas que você precisa saber sobre o desenho da criança
10 coisas que você precisa saber sobre o desenho da criançaJanete Machado
 
Caderno2 140520215042-phpapp02
Caderno2 140520215042-phpapp02Caderno2 140520215042-phpapp02
Caderno2 140520215042-phpapp02weleslima
 

Semelhante a Geometria parte ii (20)

Plano de maio
Plano de maio Plano de maio
Plano de maio
 
O desenho
O desenhoO desenho
O desenho
 
Plano de trabalho
Plano de trabalhoPlano de trabalho
Plano de trabalho
 
Revista ARTE DE PIÁ, n° 1
Revista ARTE DE PIÁ, n° 1Revista ARTE DE PIÁ, n° 1
Revista ARTE DE PIÁ, n° 1
 
Nasce a pequena joanita
Nasce a pequena joanitaNasce a pequena joanita
Nasce a pequena joanita
 
Caderno 5 - Geometria Parte 1
Caderno 5 - Geometria Parte 1Caderno 5 - Geometria Parte 1
Caderno 5 - Geometria Parte 1
 
Planejamentodeoutubroporsimonehelendrumond 100928205104-phpapp02
Planejamentodeoutubroporsimonehelendrumond 100928205104-phpapp02Planejamentodeoutubroporsimonehelendrumond 100928205104-phpapp02
Planejamentodeoutubroporsimonehelendrumond 100928205104-phpapp02
 
habilidades desenvolvidas no maternal
habilidades desenvolvidas no maternalhabilidades desenvolvidas no maternal
habilidades desenvolvidas no maternal
 
O desenho
O desenhoO desenho
O desenho
 
O desenho
O desenhoO desenho
O desenho
 
dia do livro - planejamento.docx
dia do livro - planejamento.docxdia do livro - planejamento.docx
dia do livro - planejamento.docx
 
Plano de tarefas semanais 11 a 15 de maio pais
Plano de tarefas semanais 11 a 15 de maio paisPlano de tarefas semanais 11 a 15 de maio pais
Plano de tarefas semanais 11 a 15 de maio pais
 
Atps de artes, criatividade e recreação
Atps de artes, criatividade e recreaçãoAtps de artes, criatividade e recreação
Atps de artes, criatividade e recreação
 
Proposta releitura viva
Proposta releitura vivaProposta releitura viva
Proposta releitura viva
 
Reunião de pais kids
Reunião de pais kidsReunião de pais kids
Reunião de pais kids
 
Plano de tarefas semanais 25 a 29 de maio
Plano de tarefas semanais 25 a 29 de maioPlano de tarefas semanais 25 a 29 de maio
Plano de tarefas semanais 25 a 29 de maio
 
10 coisas que você precisa saber sobre o desenho da criança
10 coisas que você precisa saber sobre o desenho da criança10 coisas que você precisa saber sobre o desenho da criança
10 coisas que você precisa saber sobre o desenho da criança
 
Caderno5parte1 140907112804-phpapp02
Caderno5parte1 140907112804-phpapp02Caderno5parte1 140907112804-phpapp02
Caderno5parte1 140907112804-phpapp02
 
Caderno2 140520215042-phpapp02
Caderno2 140520215042-phpapp02Caderno2 140520215042-phpapp02
Caderno2 140520215042-phpapp02
 
A evolução do desenho
A evolução do desenhoA evolução do desenho
A evolução do desenho
 

Mais de Joelma Santos

Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunosObjetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunosJoelma Santos
 
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialO pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialJoelma Santos
 
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...Joelma Santos
 
Trabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numéricoTrabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numéricoJoelma Santos
 
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais BásicosNúmero Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais BásicosJoelma Santos
 
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais BásicosApostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais BásicosJoelma Santos
 
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)Joelma Santos
 
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemáticaPlanejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemáticaJoelma Santos
 
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de MatemáticaOrientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de MatemáticaJoelma Santos
 
E eles queriam contar
E eles queriam contarE eles queriam contar
E eles queriam contarJoelma Santos
 
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IContagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IJoelma Santos
 
Poemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato BuenoPoemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato BuenoJoelma Santos
 
Texto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escolaTexto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escolaJoelma Santos
 
Cubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiroCubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiroJoelma Santos
 
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair NacaratoEu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair NacaratoJoelma Santos
 
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte IIContando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte IIJoelma Santos
 
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalPrincípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalJoelma Santos
 

Mais de Joelma Santos (19)

Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunosObjetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
 
Pobremas VI Enigmas
Pobremas VI EnigmasPobremas VI Enigmas
Pobremas VI Enigmas
 
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialO pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
 
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
 
Trabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numéricoTrabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numérico
 
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais BásicosNúmero Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
 
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais BásicosApostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
 
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
 
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemáticaPlanejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
 
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de MatemáticaOrientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
 
E eles queriam contar
E eles queriam contarE eles queriam contar
E eles queriam contar
 
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IContagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
 
Poemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato BuenoPoemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato Bueno
 
Texto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escolaTexto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escola
 
Cubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiroCubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiro
 
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair NacaratoEu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
 
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte IIContando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
 
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalPrincípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
 
Fichas sobrepostas
Fichas sobrepostasFichas sobrepostas
Fichas sobrepostas
 

Último

Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaComando Resgatai
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdfedjailmax
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaaCarolineFrancielle
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoPedroFerreira53928
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-carloseduardogonalve36
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfPastor Robson Colaço
 
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]ESCRIBA DE CRISTO
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkLisaneWerlang
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfLeandroTelesRocha2
 

Último (20)

Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
 
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 

Geometria parte ii

  • 1. PNAIC – MATEMÁTICA SME/CAMPINAS – Outubro/2014 Slides elaborados por Adriana Correia Coordenação geral: Elisabete Pimentel Colaboradores: Cristina Pauluci, Eliana Boscolo, Idelvandre Vilas Boas, Ítala Rizzo, Isnary Araújo, Kelly Arduíno, Laís Alendes e Patrícia Infanger.
  • 2. - Leitura deleite. - Arte e Geometria. A arte de Romero Britto. - A percepção espacial. - Lateralidade.
  • 5.
  • 6. A arte de Romero Britto
  • 7.
  • 8. Nasceu em 1963 no Recife. Começou a desenhar aos 8 anos. Com muita imaginação e criatividade, pintava em sucatas, papelão e jornal. Sua família o ajudava a desenvolver seu talento natural, dando-lhe livros de arte para estudar. “Eu ficava sentado e copiava Tolouse e outros mestres dos livros, por dias e dias.“ (ROMERO BRITTO) Plano de aula elaborado por Adriana Correia com atividades extraídas de Fainguelent & Nunes (2009)
  • 9. Aos 14 anos fez sua primeira exibição pública e vendeu seu primeiro quadro à Organização dos Estados Americanos. Embora encorajado por este sucesso precoce, as circunstâncias modestas de sua vida o motivaram a estabelecer metas e a criar seu próprio futuro.
  • 10. “Na condição de criança pobre no Brasil, tive contato com o lado mais sombrio da humanidade. Como resultado, passei a pintar para trazer luz e cor para minha vida.“
  • 11.  Para tentar o reconhecimento de sua arte, estudar e melhorar de vida, decidiu ir para os EUA (MIAMI).  Lá, trabalhou como atendente em lanchonete e lava rápido, como ajudante de jardineiro e caixa de loja. Durante esse percurso, ele fez muitas amizades e através desses amigos conheceu sua esposa e teve seu filho, Brendan Britto.
  • 12.  Teve que expor seus quadros e esculturas nas calçadas de MIAMI.  Fez parcerias com lojas de móveis e decorações.  Até que importantes pessoas do mundo da Arte começaram a conhecer o seu trabalho.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17. QUE SENSAÇÕES ESSA OBRA DESPERTA EM VOCÊ ?
  • 18.  Quais formas geométricas podemos encontrar no Heart Kids ? Há polígonos? Quais?  Você percebe que Romero Britto é influenciado por quais tipos de traços?  Preste atenção nas cores que Romero Britto usa...Quais são as que mais aparecem? Você acha que há uma maneira certa de distribuir as cores em suas obras?
  • 19. Vamos trabalhar com um tipo diferente de Tangram?
  • 20.
  • 21.  Quantas peças tem esse tangram?  Há diferença entre as formas deste tangram e do outro de 7 peças que já conhecemos?  Quantas dessas peças são polígonos?  Quantos quadriláteros formam esse tangram?  Que nome recebem esses quadriláteros?
  • 22.  Um círculo com 5 peças desse tangram.  Um semicírculo com 3 peças desse tangram.  Um quadrado com 5 peças desse tangram.
  • 24.
  • 25.  As noções de lateralidade e orientação no espaço, geralmente formam-se a partir do próprio corpo, e ainda na infância, a partir dos sentidos e movimentos em um espaço perceptivo e familiar à criança.  É importante desenvolver um vocabulário que aos poucos incorpore termos como “esquerda”, “direita”, “atrás”, “para trás”, “de trás”, “frente”, “em frente”, “de frente”, “diante”, “adiante”...
  • 26.
  • 27.  A partir da percepção da localização de si mesmo, de seu próprio corpo e de outros objetos, disparando, portanto, um processo de representação do espaço.  De atividades de representação da localização dos objetos no espaço, seja por desenhos, descrições de itinerários, etc., assim podemos começar a construir mapas e plantas baixas.  De atividades que visem à percepção de um objeto e sua representação sob diferentes pontos de vista auxiliam as crianças na sistematização de suas percepções no que diz respeito à perspectiva.
  • 28.  Deve privilegiar as sensações e percepções do mundo das crianças.  Propor pequenos e conhecidos percursos.  Conhecer o percurso que será proposto à criança.  Levar em conta a referência da escala afetiva.  Sugerir que pintem o mapa que produziram, a fim de estimular a classificação dos espaços e uma possível legenda dos mesmos.
  • 29.  Atividade 6 – Págs. 79 e 80 https://www.youtube.com/watch?v =J7Agq6ggfc8 QUEM É MEU VIZINHO?
  • 30.  Um visitante está perdido neste andar e bate à nossa porta. Ao atender ele nos pergunta como pode fazer para se dirigir ao auditório. Vamos dar instruções detalhadas à ele.
  • 31.
  • 33. https://www.youtube.com/watch?v=ahdRwzv7 17U Atividade 7 – págs. 80, 81 e 82 – caderno 5
  • 34.  Fainguelernt, Estela K. & Nunes, Kátia R. Ashton. Tecendo matemática com arte. Porto Alegre: Artmed, 2009.  Cadernos 5 e de Jogos do PNAIC - Matemática.