Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos

2.685 visualizações

Publicada em

Matemática
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.685
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
66
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
141
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos

  1. 1. NÚMERO OPERATÓRIO E OS SETE PRINCÍPIOS MENTAIS 425 BÁSICOS SME – Campinas / PNAIC 0011 0010 1010 1101 Slides 0001 0100 elaborados 1011 por Adriana Correia 1 Coodernadora geral: Bete Pimentel Colaboradoras: Cristina Pauluci, Eliana Boscolo, Idelvandre,Isnary, Ìtala Rizzo, Kelly Arduíno, Laís Allende, Patrícia Infanger. Julho / 2014
  2. 2. PAUTA 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011 - LEITURA DELEITE “...E ELES QUERIAM CONTAR”. - Socialização da rotina semanal. - OS SETE PROCESSOS MENTAIS BÁSICOS
  3. 3. O NÚMERO OPERATÓRIO 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011 É consolidado quando a criança for capaz de coordenar as relações de cardinalidade e ordinalidade.
  4. 4. O TRABALHO COM OS SETE PROCESSOS MENTAIS BÁSICOS CONCEITO ELABORADO POR J. PIAGET. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011 EXPANDEM O TRABALHO COM O SENSO NUMÉRICO E CONSOLIDAM O CONCEITO DE NÚMERO OPERATÓRIO. REFERENCIADOS NAS DIRETRIZES CURRICULARES DOS ANOS INICIAIS - SME/CAMPINAS. CONTEMPLADOS NOS CADERNOS 1, 2 E 3 DO PNAIC.
  5. 5. Quais são os sete princípios? • Correspondência. • Comparação. • Classificação. • Sequenciação. • Seriação/Ordenação. • Inclusão. • Conservação. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  6. 6. O PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DO NÚMERO OPERATÓRIO 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011 NÚMERO OPERATÓRIO CARDINAL ORDINAL Adaptado de esquema da pág. 27 do livro "Conversas sobre números, ações e operações" de Luzia Faraco Ramos. Ed. Ática. Numerar as coisas Ordenar as coisas
  7. 7. CORRESPONDÊNCIA 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011 • É o ato de estabelecer a relação “um a um”. • Subsidia as compreensões de número cardinal e número ordinal. • http://www.youtube.com/watch?v=dB0UNsQMn7c • http://nacarrioladearquimedes.blogspot.com.br/2013/06/na -carriola-de-arquimedes-video-2.html
  8. 8. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  9. 9. COMPARAÇÃO 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011 • É o ato de estabelecer diferenças ou semelhanças. http://www.youtube.com/watch?v=U2NhjLaG7Ew http://nacarrioladearquimedes.blogspot.com.br/2013/06/na-carriola- de-arquimedes-video-3.html
  10. 10. CLASSIFICAÇÃO 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011 • É o ato de separar em categorias de acordo com semelhanças e diferenças. http://www.youtube.com/watch?v=zYvHuOkXeNU
  11. 11. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  12. 12. SEQUENCIAÇÃO 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011 • É o ato de fazer suceder a cada elemento um outro sem considerar a ordem entre eles.
  13. 13. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  14. 14. SERIAÇÃO/ORDENAÇÃO 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011 • É o ato de ordenar uma sequência segundo um critério. • Este processo subsidia a compreensão do sistema de numeração decimal (a ordem de escrita dos algarismos define a ordem do número, por exemplo 243 significa duas centenas, mais quatro dezenas e mais três unidades.
  15. 15. 1 0011 0010 1010 1101 0001 0100 1011 • http://www.youtube.com/watch? v=2Qkg8JqXGvA • http://nacarrioladearquimedes.blogspot.com.br/20 13/06/na-carriola-de-arquimedes-video-5.html 425
  16. 16. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  17. 17. CLASSIFICAÇÃO E SERIAÇÃO Os processos de classificação e seriação são as estruturas lógicas que proporcionam a criação do conceito de número operatório na criança. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  18. 18. INCLUSÃO 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011 • É o ato de fazer abranger um conjunto por outro (engloba os conceitos iniciais de conjuntos e seus subconjuntos). http://www.youtube.com/watch?v=LSB3DJTCdpU
  19. 19. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  20. 20. CONSERVAÇÃO 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011 • É o ato de perceber que a quantidade não depende de arrumação, forma ou posição. http://www.youtube.com/watch?v=-6IgTqgdd5w
  21. 21. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  22. 22. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  23. 23. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  24. 24. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  25. 25. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  26. 26. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  27. 27. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  28. 28. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  29. 29. Atividades para hoje - Formar trios. Cada trio deverá escolher um dos materiais que foi disponibilizado pela formadora e a partir dele elaborar um plano de aula que contemple: objetivo; tarefa; materiais utilizados; tempo; organização da turma; metodologia para intervenção; as boas perguntas. - O trio deverá desenvolver a tarefa que elaborou e socializar aquilo que achar relevante com o grupo todo. 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011
  30. 30. SLIDES ELABORADOS A PARTIR DOS REFERENCIAIS BIBLIOGRÁFICOS 1 0011 425 0010 1010 1101 0001 0100 1011 Lorenzato, Sérgio. Educação Infantil e percepção matemático. Campinas, S.P. Autores Associados. 2006. Ramos, L. Faraco. Conversas sobre números, ações e operações. Uma proposta criativa para o ensino da matemática nos primeiros anos. S.P.: Ática, 2009. Revista Nova Escola. 1995. Reportagem “Matemática da mão para a cabeça”. Caderno 2 do PNAIC/Matemática (2013).

×