SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Baixar para ler offline
blEDITORA 
V VOZES 
5' EDIÇ, 
; 
IL, 
"Pobremas" - Enigmas Matemáticos, em três volumes, de Pa-triciaGwinner, 
é uma nova e criativa maneira de levar a criança a 
estudar e aprender matemática. Isso se dá fazendo-a brincar com 
números da mesma maneira que ela o faz com jogos e brinquedos. 
Sai, portanto, do velho esquema de usar, no estudo da matemáti-ca, 
laranjas, tijolinbos, telhas ... 
Além do mais, o presente livro encaixa-se no gosto preferencial 
da criança por histórias irreais e fantasiosas. Também propicia a 
criatividade infantil de colorir desenhos. 
Muitos dos "pobremas" foram publicados na Folhinha, suple-mento 
infantil do jornal Folha de São Paulo, entre os anos de 
1981 e 1985. 
Outros livros dilPa'tricia Gwinner, editados pela VOZES: 
o gato de tênis 
O rei não ria porque nunca fol lá em casa 
Sara a sapa ama Olavo o sapo e Olavo o sapo ama Sara a sa-pa 
A verdadeira história da Chapeuzinho Vermelho 
ISBN 85.326.0054-9 Uma vida pelo bom livro 91~]l[~~~~[~~ 
li/EDITORA 
Y VOZES 
Fcx: 10241231,4676 
E·moil. vendol@volel.com b, 
'---_~-:----,-,--,.-.,..----,---------.,"------,-,-----
S' Edição 
Volume 1 
Indicado para crianças de todas as idades, 
especialmente as das Ia. e 2a. Séries do 
I Grau 
I!J EDITORA 
Y VOZES 
Pelrópolis 
1999 
 
APRESENTAÇÃO 
Rouge de Faimi» Vermelho de Fome"), 
autodidata e literato na década de 70, é o 
criador do fabuloso método da 
n Matemática do Cotidiano" . 
Desprezando os eternos tijolos e laranjas 
dos livros do gênero,Rouge demonstra 
que o senso de humor está para a 
matemática assim como o carnaval está 
para o carioca, o baiano, o 
pemambucano ... 
Rouge, ao ministrar palestras a 250 
dólares a hora (sem recibo), é muito 
aplaudido de pé sempre que afirma: 
- É uma grande alegria levar o novo pra 
quem mal conhece um ovo! 
Patricia Gwinner 
Copocabana. Rio de Jon~,o 
V••.õo de /988/89 7
o número cinco é um gato e o dois é um pato. Se o gato fosse um 
sete e o pato um quatro, quanto cada um deles teria aumentado? 
Resposta _ 
8 
- o - ._. ••••••••• _ ••••••• __ •••••••••••••• ~ ;..." •••••• ..,;;. •••••••••• ..;... 
Este rei dá duas risadas por minuto. Em cinco minutos, quantas 
risadas ele dá? . 
Resposta _ 
9
Drake comprou um hipopótamo hipocondríaco, vinte e nove gatos, 
sete laranjas e quinhentas bombinhas de São João. Se o 
hipopótamo fosse bombinha e as laranjas !ossem gatinhos, q~antos 
gatinhos Drake chuparia e quantos hipopotamos ele estouraria no 
dia de São João! 
Resposta _ 
10 
Eduarda é uma centopéia. Ela tem oito pés. Se as centopéias têm 
cem pés, quantos pés ainda faltam para Eduarda? . 
Resposta _ 
. I 
11
Horripilante Pânicos é uma assombração. Ela tem um cão-fantasma, 
o Ossinho. Todas as sextas-feiras eles passeiam pelos cemitérios e 
viram as cruzes das covas. As quintas, assombram os vampiros. Nas 
terças, assustam os monstros. No resto da semana eles estão 
mortos de cansaço e descansam. Em quais dias das semana eles 
descansam, sabendo-se que aos domingos Horripilante lava o seu 
lençol? 
Resposta _ 
12 
II. 
I 
.- •.••.:.. , __ c,.-, •. _0 ---- ••• 
Mathias tem duas tias: dona Meia e dona Leca. Toda vez que passa 
por onde tem um eco, ele chama as tias, e cada tia dá-lhe um' 
cascudo. Mathias I~vou dezoito cascudos no mês passado. Em 
quantos ecos Mathlas passou? . 
Resposw ~-------------- 
13
Frei Ludovico é um padre. Ele passa seis horas por .dia,n~ 
confessr.onár 1'0• Quantas horas ele ficou no conf,essldonano daiaos?final 
de sete semanas, sabendo-se que ele vai para Ia to os os Ias. 
Resposta 
14 
CreuzodeUe e Jair dividem no jantar uma fatia de pízza, no almoço 
um risole. CreuzodeUe lancha um pão de queijo e Jair uma 
brevidade. Domingo eles comem dois pratos de macarrão e de 
manhã tomam duas canecas de mate. Quanto eles comerão e 
beberão em três meses? 
Resposta 
:c 'hUfrI"-, i Cenr.lÓR.CLl'f 
'AA 
co",?RAR 
UM 'r.li.V,,· 
15 
:=, 
! . 
I
Jorge é um cachorro. Ele tem uma péssima memória, pois esquece 
sempre onde enterra os ossos. Ele recebe um osso por dia r Em três 
semanas, quantos ossos Jorge ganha? 
Resposta _ 
16 
Adolfo e Adolfinho são dois editores pouco honestos. Eles~{li~~m 
seis livros por mês. Se os escritores tirassem seus livros"daeaU'õra'" 
do Adolfo e do Adolfinho, quantos livros eles deixariam'd~ edit;;r : 
por ano? '. 
Resposta _ 
17
Olaf é um gato. Na páscoa ele ganha um dinheirinho extra 
vestindo-se de coelho e vendendo ovos em um shopplng center. 
Cento e oitenta e duas pessoas compram ovos com Olaf. Dessas, 
vinte e seis pessoas desconfiam que seja •um gato passando por 
lebre". Quantas pessoas acreditam, mesmo, que Olaf seja um 
coelho? 
Resposm _ 
o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o 
o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o 
18 o c o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o 
o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o 
o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o 
o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o 
o o o o o o o o o o o o 000000 o o o o o o o o o o o o 
o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o 
o o o o o o o o o o o o o 0000000000 o o 0.0 o o o o o o o o 
f"I " '"' " 
,.., ,.., " " " f"I " f"' " ,.., n " (" " rv " " " " " n n " " t" n n n n " n nnnno n n o 
i 
i' 
Úrsula é uma ursinha. Ela precisa aprender a andar na corda-bamba 
p'ara ganhar um emprego no circo como malabarista. Todos os dias 
U~ula au~enta em cinco centímetros a altura do arame em que ela 
trema. !l0Je o arame estava a quinze centímetros do solo. E 
amanha, a quanto estará? 
Resposta -....:. _ 
19
Veras é um lobo-mau profissional. Ele já trabalhou em trezentos e 
vinte e oito livros de Chapeuzinho Vermelho, dois curtametragens, 
cinco audiovisuais e uma adaptação para teatro (onde foi vaiado), 
todos com o mesmo título. Em cada trabalho Veras come uma 
vovozinha. Quantas vovós Veras comeu até agora? 
Resposta _ 
20 
I 
-I 
I 
1- 
Nellie ganhou três dúzias de flores. Se fossem - d .• ' 
Nellie comesse o - _ paes e queiJO e se . 
no vaso da sala? nze paes, quantos paes sobrariam para ela colocar ' 
Resposro _ 
21 
nl 
I 
;1 
,1 
:1 
j 
í 
! 
:, 
'I !l 
,I 
,I 
11 
;1 
'li ;i
Hemengardos é um "girafo". Ele adora gravatas-borboleta. Diz que 
elas valorizam o seu pescoço. Hemengardos tem quarenta gravatas 
lisas, cinqüenta e seis de bolinhas, dezoito listradas, quatro , 
xadrezes, oito de estampados diversos, vinte e oito floridas e trinta 
cachecóis. Quantas gravatas Hemengardos tem? 
Resposta 
22 
Dagoberto é um monstro esperto. Ele não existe. Se existisse 
Dago~erto comeria duas dúzias de jaca por dia. Cada jaca custa 
d~z dolare_s.Quanto Dagoberto gastaria por dia com sua 
ahmentaçao? 
Resposta 
/.J~fi ~ 
i*C~"~'•••••• , -:".~..,1'0) 23 
---~=====---~====----~====~--------------~====~----~~~~~~-----------------===
Gregório Augusto ama loucamente Magdalena. Todos os dias ele 
leva meia dúzia de flores para ela lanchar (Magdalena engorda com 
bombons).Em trinta e três anos, quantas flores Gregório levou para 
Magdalena lanchar? 
Resposta 
26 
Po.n.... 
'lnl.u. 
~ . t-JhnN..!y"c-.;J. .... ..:.:•.•:•••••••••••••••• .: :.:.:.: 
..:;:.:..:..;:..:::.::::.::::::::::::::.:.. ...:.::::::::::::::::::::::::::::::::. ~ • • • •••••• • • • • • • • • • • ••••••••••••••••••• fI ..:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: 
::~Ji!!!!!!!!!!!!!!!!!!!i!!!!.!!.!!.!!!-!!-!!!!!!II~i!!!!!!!!!!!!!!!!!!-!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! _~ 
A dra. Silvynha Silveira é a melhor médica do mundo. Ela cura 
sarampo com vinte telefonemas, diarréia com três telefonemas, 
gripe com um telefonema e dá regime para emagrecer com cento e 
vinte telefonemas. Quantos telefonemas serão necessários para que 
a dra. Silvynha cure um gordo gripado, com sarampo e diarréia, mas 
que deseja continuar gordo? 
Resposta 
, 
27
Stanley está estudando agronomia numa universidade rural. Ele 
mora com dezesseis moços numa casa de três quartos. Stanley tem 
um quarto só para ele. Quantos beliches de duas camas tem cada 
quarto? 
Resposta _ 
28 
- - - ---_._------_. 
Shirleyne está grávida. Ela é uma lebre de mágico. Toda vez que 
Shirleyne engravida pesa mais setecentos gramas e rasga, sem 
querer, a cartola do mágico. Shirleyne fica grávida de três em três 
meses. Ela trabalha com esse mágico há dezoito anos. Até hoje, 
quantas cartolas Shirleyne rasgou sem querer? 
Resposta --,- _ 
, 
29
Fernando Sá é um tamanduá. Ele é extremamente tímido, muito 
encabulado mesmo e esquecido. Sá é um tamanduá sem memôría! O 
desjejum de Nando é uma xícara de 250g de formiga com duas 
colheres de mel. Ele sempre esquece de catar as formigas e acaba 
pedindo emprestado a uma vizinha. Em três meses, quantos quilos 
de formiga Sá comeu de sua vizinha, sabendo-se que ela passou 
dois domingos em Araxá? 
Resposta _ 
N~ É M/I·MEMÓ~i.A... 
p- Mif'J1v't 
Vi1irJW 
~A?HE vMA 
iRA1(A p 
SLe.çí il 
30 
~.-.------------= 
Em Ul~aurna cabem noventa e seis votos. Se jogarem treze urnas 
num no, quantos votos sumirão? . . '" 
Resposta ~~_.:...~ ~_ 
i 
I 
i 
~f: 
I 
r,, 
31
Kiko Mascarenhas é o máximo. Ele é o melhor ator que mora na 
minha rua. Em cada ensaio segura a caveira Boris durante duas 
horas. Kiko ensaia três vezes por semana. Em dois meses, quantos 
minutos Kiko segurou Boris? 
Resposw _ 
32 
Rodrigo é um robalo. Ele faz trinta e seis bolhas por minuto. Em 
uma hora, quantas bolhas Rodrigo, o robalo, faz? 
Resposta _ 
, 
33 
i 
. I: . 
; .
Roseanc tem dois filhos: André de dezessete anos e Guga de doze 
anos. E casada com Zezinho. Eles foram morar no bairro 'Usina 
quatro meses antes de sua última gravidez. Há quantos meses 
Roseane e sua família moram nesse bairro? 
Resposta 
34 
I 
I 
--.--.~-"":'~-.=.._~~-~===~~---------- 
Teodoro é um jacaré. Ele mora no Pantanal Matogrossense. Teodoro 
precisa usar aparelho nos dentes por cinco anos. Ele já está com o 
aparelho há dois meses. Quantos dias faltam para Teo tirar o 
aparelho? 
Resposta 
35
JAN FEV 
Lanches 
Condução 
Cinema 
Revistas 
37 
MAR 
Inflaçãc oficial 
36 
MINHA PRIMEIRA PlANILHA 
II 
ABR MAl JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ 
I 
! 
!III I 
! 
I! 
!i 
I I 
! I 
I I I 
I!,i 
III 
I 
__________=_=_=-==~==~~==~~~~~========----------------------------~I
Esta é Manuela. Ela não come moela. Manuela é vegetariana. Ela 
come um quilo de arroz por semana. Quantos gramas d~ arroz 
Manuela come por mês? . . 
Resposta _ 
-i.~..:. 
,I 
III 
I 
24 
! 
~ 
~ 
e.. ' 
. . ".~..... " " 
_.._~._--_._- ._-_._._---------~-~~~~-~------- 
Igor e Ivana sáo de Coatzacoalcos, no México. Diariamente ~Ies 
brincam seis horas, trabalham quatro horas e dormem 'oito horas. 
Quantas horas sobram para eles estudarem por dia?' . 
Resposta _ 
25

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sequência Didática- O Leão e o Ratinho
Sequência Didática- O Leão e o RatinhoSequência Didática- O Leão e o Ratinho
Sequência Didática- O Leão e o RatinhoCristhianeGuimaraes
 
Dia do pai todos os pais são diferentes
Dia do pai todos os pais são diferentesDia do pai todos os pais são diferentes
Dia do pai todos os pais são diferentesTeresa Ramos
 
Projeto Borboleta Metamorfose
Projeto Borboleta MetamorfoseProjeto Borboleta Metamorfose
Projeto Borboleta MetamorfoseClaudia Ramos
 
Livro Porque somos de cores diferentes?
Livro Porque somos de cores diferentes?Livro Porque somos de cores diferentes?
Livro Porque somos de cores diferentes?Marina01P
 
Apostila de matemática_adaptada séries iniciais
Apostila de matemática_adaptada séries iniciaisApostila de matemática_adaptada séries iniciais
Apostila de matemática_adaptada séries iniciaisIsa ...
 
Problematizando - Quanto é o troco?
Problematizando   - Quanto é o troco? Problematizando   - Quanto é o troco?
Problematizando - Quanto é o troco? Mary Alvarenga
 
A colcha de retalhos
A colcha de retalhosA colcha de retalhos
A colcha de retalhostlfleite
 
Doroteia a centopeia
Doroteia a centopeiaDoroteia a centopeia
Doroteia a centopeiaThiara Araujo
 
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016Prefeitura de Cianorte
 
2º ano avaliação diagnóstica matemática
2º ano  avaliação diagnóstica matemática2º ano  avaliação diagnóstica matemática
2º ano avaliação diagnóstica matemáticaCida Carvalho
 

Mais procurados (20)

O ursinho marrom
O ursinho marromO ursinho marrom
O ursinho marrom
 
Sequência Didática- O Leão e o Ratinho
Sequência Didática- O Leão e o RatinhoSequência Didática- O Leão e o Ratinho
Sequência Didática- O Leão e o Ratinho
 
Slide sítio com atividades
Slide sítio com atividadesSlide sítio com atividades
Slide sítio com atividades
 
Dia do pai todos os pais são diferentes
Dia do pai todos os pais são diferentesDia do pai todos os pais são diferentes
Dia do pai todos os pais são diferentes
 
Projeto Borboleta Metamorfose
Projeto Borboleta MetamorfoseProjeto Borboleta Metamorfose
Projeto Borboleta Metamorfose
 
Livro Porque somos de cores diferentes?
Livro Porque somos de cores diferentes?Livro Porque somos de cores diferentes?
Livro Porque somos de cores diferentes?
 
Desafios matematicos
Desafios matematicosDesafios matematicos
Desafios matematicos
 
Maleta+de+leitura
Maleta+de+leituraMaleta+de+leitura
Maleta+de+leitura
 
Apostila de matemática_adaptada séries iniciais
Apostila de matemática_adaptada séries iniciaisApostila de matemática_adaptada séries iniciais
Apostila de matemática_adaptada séries iniciais
 
Sequência didática do pato
Sequência didática do patoSequência didática do pato
Sequência didática do pato
 
Planejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fundPlanejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fund
 
Chapeuzinho amarelo
Chapeuzinho amareloChapeuzinho amarelo
Chapeuzinho amarelo
 
Problematizando - Quanto é o troco?
Problematizando   - Quanto é o troco? Problematizando   - Quanto é o troco?
Problematizando - Quanto é o troco?
 
A colcha de retalhos
A colcha de retalhosA colcha de retalhos
A colcha de retalhos
 
Prova do 2 ano
Prova do 2 anoProva do 2 ano
Prova do 2 ano
 
Os problemas da familia gorgonzola
Os problemas da familia gorgonzolaOs problemas da familia gorgonzola
Os problemas da familia gorgonzola
 
Doroteia a centopeia
Doroteia a centopeiaDoroteia a centopeia
Doroteia a centopeia
 
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
 
2º ano avaliação diagnóstica matemática
2º ano  avaliação diagnóstica matemática2º ano  avaliação diagnóstica matemática
2º ano avaliação diagnóstica matemática
 
Números ordinais
Números ordinaisNúmeros ordinais
Números ordinais
 

Destaque

Problemoteca 2 smole
Problemoteca 2 smoleProblemoteca 2 smole
Problemoteca 2 smoleJoelma Santos
 
Poemas problemas
Poemas problemasPoemas problemas
Poemas problemasDário Reis
 
Resolução de problemas e problemoteca
Resolução de problemas e problemotecaResolução de problemas e problemoteca
Resolução de problemas e problemotecaJoelma Santos
 
Problemoteca 3 smole
Problemoteca 3 smoleProblemoteca 3 smole
Problemoteca 3 smoleJoelma Santos
 
Poemas problemas adaptado
Poemas problemas adaptadoPoemas problemas adaptado
Poemas problemas adaptadoSimone Dias
 
Testes do Cérebro
Testes do CérebroTestes do Cérebro
Testes do Cérebroleituralivre
 
Dante didática da resolução de problemas de matemática[1]
Dante didática da resolução de problemas de matemática[1]Dante didática da resolução de problemas de matemática[1]
Dante didática da resolução de problemas de matemática[1]Sonia Piaya
 
Problemoteca 5 smole
Problemoteca 5 smoleProblemoteca 5 smole
Problemoteca 5 smoleJoelma Santos
 
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal PosicionalCircuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal PosicionalJoelma Santos
 
Família gorgonzola
Família gorgonzolaFamília gorgonzola
Família gorgonzolaFrancismaire
 
Portfólio wilson matemática
Portfólio wilson matemáticaPortfólio wilson matemática
Portfólio wilson matemáticaDelziene Jesus
 
Caso dora histeria e seus enigmas slide share
Caso dora histeria e seus enigmas slide shareCaso dora histeria e seus enigmas slide share
Caso dora histeria e seus enigmas slide shareCristina Santos
 

Destaque (20)

Pobremas
PobremasPobremas
Pobremas
 
Problemoteca 2 smole
Problemoteca 2 smoleProblemoteca 2 smole
Problemoteca 2 smole
 
Problemas em tiras
Problemas em tirasProblemas em tiras
Problemas em tiras
 
Problemoteca
ProblemotecaProblemoteca
Problemoteca
 
Poemas problemas
Poemas problemasPoemas problemas
Poemas problemas
 
Resolução de problemas e problemoteca
Resolução de problemas e problemotecaResolução de problemas e problemoteca
Resolução de problemas e problemoteca
 
Problemoteca 3 smole
Problemoteca 3 smoleProblemoteca 3 smole
Problemoteca 3 smole
 
Poemas problemas adaptado
Poemas problemas adaptadoPoemas problemas adaptado
Poemas problemas adaptado
 
Testes do Cérebro
Testes do CérebroTestes do Cérebro
Testes do Cérebro
 
Dante didática da resolução de problemas de matemática[1]
Dante didática da resolução de problemas de matemática[1]Dante didática da resolução de problemas de matemática[1]
Dante didática da resolução de problemas de matemática[1]
 
Problemoteca 5 smole
Problemoteca 5 smoleProblemoteca 5 smole
Problemoteca 5 smole
 
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal PosicionalCircuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
 
Família gorgonzola
Família gorgonzolaFamília gorgonzola
Família gorgonzola
 
Monstromática
MonstromáticaMonstromática
Monstromática
 
Enigma
EnigmaEnigma
Enigma
 
Desafios e enigmas
Desafios e enigmasDesafios e enigmas
Desafios e enigmas
 
Portfólio wilson matemática
Portfólio wilson matemáticaPortfólio wilson matemática
Portfólio wilson matemática
 
Matemáticas
MatemáticasMatemáticas
Matemáticas
 
Caso dora histeria e seus enigmas slide share
Caso dora histeria e seus enigmas slide shareCaso dora histeria e seus enigmas slide share
Caso dora histeria e seus enigmas slide share
 
A bruxa salome
A bruxa salomeA bruxa salome
A bruxa salome
 

Semelhante a Enigmas Matemáticos para Crianças

Pobremas Livro 1.doc
Pobremas Livro 1.docPobremas Livro 1.doc
Pobremas Livro 1.docamandarainha2
 
Cadernos exercicios 3º ano
Cadernos exercicios 3º anoCadernos exercicios 3º ano
Cadernos exercicios 3º anoAfectos Mala Dos
 
1.º PORT - SABICHÃO - caderno de trabalho.pdf
1.º PORT - SABICHÃO - caderno de trabalho.pdf1.º PORT - SABICHÃO - caderno de trabalho.pdf
1.º PORT - SABICHÃO - caderno de trabalho.pdfMartaFigueiredo33
 
pobremas-150501195205-conversion-gate01.pdf
pobremas-150501195205-conversion-gate01.pdfpobremas-150501195205-conversion-gate01.pdf
pobremas-150501195205-conversion-gate01.pdfamandarainha2
 
Desafios 101209122230-phpapp01
Desafios 101209122230-phpapp01Desafios 101209122230-phpapp01
Desafios 101209122230-phpapp01Marcia MMs
 
Pra Tic@Mat
Pra Tic@MatPra Tic@Mat
Pra Tic@Matturmam7
 
RecepçãO Ao Aluno 3ºAno 2008 09
RecepçãO Ao Aluno 3ºAno 2008 09RecepçãO Ao Aluno 3ºAno 2008 09
RecepçãO Ao Aluno 3ºAno 2008 09Pedro Bonjardim
 
Corre corre cabacinha
Corre corre cabacinha  Corre corre cabacinha
Corre corre cabacinha lidiacosta
 
Livro hora da leitura santillana
Livro hora da leitura santillanaLivro hora da leitura santillana
Livro hora da leitura santillanaMaria Leal
 
simulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.docsimulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.docPROFaLUMENDES
 
Simulado Saresp com descritores e gabarito
Simulado Saresp com descritores e gabaritoSimulado Saresp com descritores e gabarito
Simulado Saresp com descritores e gabaritoRoseli Aparecida Tavares
 
Programa Algar Educa Reconto
Programa Algar Educa RecontoPrograma Algar Educa Reconto
Programa Algar Educa Recontoguestc339ed
 
Programa Algar Educa Reconto
Programa Algar Educa RecontoPrograma Algar Educa Reconto
Programa Algar Educa Recontoguest53fd70
 
Fichas-de-ortografia-4-ano
 Fichas-de-ortografia-4-ano Fichas-de-ortografia-4-ano
Fichas-de-ortografia-4-anoAna Paula Santos
 

Semelhante a Enigmas Matemáticos para Crianças (20)

Pobremas Livro 1.doc
Pobremas Livro 1.docPobremas Livro 1.doc
Pobremas Livro 1.doc
 
Cadernos exercicios 3º ano
Cadernos exercicios 3º anoCadernos exercicios 3º ano
Cadernos exercicios 3º ano
 
1.º PORT - SABICHÃO - caderno de trabalho.pdf
1.º PORT - SABICHÃO - caderno de trabalho.pdf1.º PORT - SABICHÃO - caderno de trabalho.pdf
1.º PORT - SABICHÃO - caderno de trabalho.pdf
 
pobremas-150501195205-conversion-gate01.pdf
pobremas-150501195205-conversion-gate01.pdfpobremas-150501195205-conversion-gate01.pdf
pobremas-150501195205-conversion-gate01.pdf
 
Desafios 101209122230-phpapp01
Desafios 101209122230-phpapp01Desafios 101209122230-phpapp01
Desafios 101209122230-phpapp01
 
Pra Tic@Mat
Pra Tic@MatPra Tic@Mat
Pra Tic@Mat
 
RecepçãO Ao Aluno 3ºAno 2008 09
RecepçãO Ao Aluno 3ºAno 2008 09RecepçãO Ao Aluno 3ºAno 2008 09
RecepçãO Ao Aluno 3ºAno 2008 09
 
Desafios para treinamento
Desafios para treinamentoDesafios para treinamento
Desafios para treinamento
 
D4 (5º ano l.p.)
D4 (5º ano   l.p.)D4 (5º ano   l.p.)
D4 (5º ano l.p.)
 
Apostila de artes 2
Apostila de artes 2 Apostila de artes 2
Apostila de artes 2
 
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. Warles)
Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. Warles)Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. Warles)
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. Warles)
 
Corre corre cabacinha
Corre corre cabacinha  Corre corre cabacinha
Corre corre cabacinha
 
Livro hora da leitura santillana
Livro hora da leitura santillanaLivro hora da leitura santillana
Livro hora da leitura santillana
 
5 caderno do_aluno 1_2009
5 caderno do_aluno 1_20095 caderno do_aluno 1_2009
5 caderno do_aluno 1_2009
 
simulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.docsimulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.doc
 
Simulado Saresp com descritores e gabarito
Simulado Saresp com descritores e gabaritoSimulado Saresp com descritores e gabarito
Simulado Saresp com descritores e gabarito
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESAAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
 
Programa Algar Educa Reconto
Programa Algar Educa RecontoPrograma Algar Educa Reconto
Programa Algar Educa Reconto
 
Programa Algar Educa Reconto
Programa Algar Educa RecontoPrograma Algar Educa Reconto
Programa Algar Educa Reconto
 
Fichas-de-ortografia-4-ano
 Fichas-de-ortografia-4-ano Fichas-de-ortografia-4-ano
Fichas-de-ortografia-4-ano
 

Mais de Joelma Santos

Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunosObjetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunosJoelma Santos
 
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialO pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialJoelma Santos
 
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...Joelma Santos
 
Trabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numéricoTrabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numéricoJoelma Santos
 
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais BásicosNúmero Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais BásicosJoelma Santos
 
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais BásicosApostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais BásicosJoelma Santos
 
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)Joelma Santos
 
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemáticaPlanejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemáticaJoelma Santos
 
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de MatemáticaOrientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de MatemáticaJoelma Santos
 
E eles queriam contar
E eles queriam contarE eles queriam contar
E eles queriam contarJoelma Santos
 
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IContagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IJoelma Santos
 
Poemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato BuenoPoemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato BuenoJoelma Santos
 
Texto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escolaTexto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escolaJoelma Santos
 
Cubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiroCubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiroJoelma Santos
 
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair NacaratoEu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair NacaratoJoelma Santos
 
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte IIContando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte IIJoelma Santos
 
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalPrincípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalJoelma Santos
 
Problemoteca 6 smole
Problemoteca 6 smoleProblemoteca 6 smole
Problemoteca 6 smoleJoelma Santos
 
Problemoteca 4 smole
Problemoteca 4 smoleProblemoteca 4 smole
Problemoteca 4 smoleJoelma Santos
 

Mais de Joelma Santos (20)

Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunosObjetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
 
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialO pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
 
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
 
Trabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numéricoTrabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numérico
 
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais BásicosNúmero Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
 
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais BásicosApostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
 
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
 
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemáticaPlanejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
 
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de MatemáticaOrientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
 
E eles queriam contar
E eles queriam contarE eles queriam contar
E eles queriam contar
 
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IContagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
 
Poemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato BuenoPoemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato Bueno
 
Texto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escolaTexto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escola
 
Cubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiroCubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiro
 
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair NacaratoEu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
 
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte IIContando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
 
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalPrincípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
 
Fichas sobrepostas
Fichas sobrepostasFichas sobrepostas
Fichas sobrepostas
 
Problemoteca 6 smole
Problemoteca 6 smoleProblemoteca 6 smole
Problemoteca 6 smole
 
Problemoteca 4 smole
Problemoteca 4 smoleProblemoteca 4 smole
Problemoteca 4 smole
 

Último

Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 

Último (20)

Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 

Enigmas Matemáticos para Crianças

  • 1. blEDITORA V VOZES 5' EDIÇ, ; IL, "Pobremas" - Enigmas Matemáticos, em três volumes, de Pa-triciaGwinner, é uma nova e criativa maneira de levar a criança a estudar e aprender matemática. Isso se dá fazendo-a brincar com números da mesma maneira que ela o faz com jogos e brinquedos. Sai, portanto, do velho esquema de usar, no estudo da matemáti-ca, laranjas, tijolinbos, telhas ... Além do mais, o presente livro encaixa-se no gosto preferencial da criança por histórias irreais e fantasiosas. Também propicia a criatividade infantil de colorir desenhos. Muitos dos "pobremas" foram publicados na Folhinha, suple-mento infantil do jornal Folha de São Paulo, entre os anos de 1981 e 1985. Outros livros dilPa'tricia Gwinner, editados pela VOZES: o gato de tênis O rei não ria porque nunca fol lá em casa Sara a sapa ama Olavo o sapo e Olavo o sapo ama Sara a sa-pa A verdadeira história da Chapeuzinho Vermelho ISBN 85.326.0054-9 Uma vida pelo bom livro 91~]l[~~~~[~~ li/EDITORA Y VOZES Fcx: 10241231,4676 E·moil. vendol@volel.com b, '---_~-:----,-,--,.-.,..----,---------.,"------,-,-----
  • 2. S' Edição Volume 1 Indicado para crianças de todas as idades, especialmente as das Ia. e 2a. Séries do I Grau I!J EDITORA Y VOZES Pelrópolis 1999 APRESENTAÇÃO Rouge de Faimi» Vermelho de Fome"), autodidata e literato na década de 70, é o criador do fabuloso método da n Matemática do Cotidiano" . Desprezando os eternos tijolos e laranjas dos livros do gênero,Rouge demonstra que o senso de humor está para a matemática assim como o carnaval está para o carioca, o baiano, o pemambucano ... Rouge, ao ministrar palestras a 250 dólares a hora (sem recibo), é muito aplaudido de pé sempre que afirma: - É uma grande alegria levar o novo pra quem mal conhece um ovo! Patricia Gwinner Copocabana. Rio de Jon~,o V••.õo de /988/89 7
  • 3. o número cinco é um gato e o dois é um pato. Se o gato fosse um sete e o pato um quatro, quanto cada um deles teria aumentado? Resposta _ 8 - o - ._. ••••••••• _ ••••••• __ •••••••••••••• ~ ;..." •••••• ..,;;. •••••••••• ..;... Este rei dá duas risadas por minuto. Em cinco minutos, quantas risadas ele dá? . Resposta _ 9
  • 4. Drake comprou um hipopótamo hipocondríaco, vinte e nove gatos, sete laranjas e quinhentas bombinhas de São João. Se o hipopótamo fosse bombinha e as laranjas !ossem gatinhos, q~antos gatinhos Drake chuparia e quantos hipopotamos ele estouraria no dia de São João! Resposta _ 10 Eduarda é uma centopéia. Ela tem oito pés. Se as centopéias têm cem pés, quantos pés ainda faltam para Eduarda? . Resposta _ . I 11
  • 5. Horripilante Pânicos é uma assombração. Ela tem um cão-fantasma, o Ossinho. Todas as sextas-feiras eles passeiam pelos cemitérios e viram as cruzes das covas. As quintas, assombram os vampiros. Nas terças, assustam os monstros. No resto da semana eles estão mortos de cansaço e descansam. Em quais dias das semana eles descansam, sabendo-se que aos domingos Horripilante lava o seu lençol? Resposta _ 12 II. I .- •.••.:.. , __ c,.-, •. _0 ---- ••• Mathias tem duas tias: dona Meia e dona Leca. Toda vez que passa por onde tem um eco, ele chama as tias, e cada tia dá-lhe um' cascudo. Mathias I~vou dezoito cascudos no mês passado. Em quantos ecos Mathlas passou? . Resposw ~-------------- 13
  • 6. Frei Ludovico é um padre. Ele passa seis horas por .dia,n~ confessr.onár 1'0• Quantas horas ele ficou no conf,essldonano daiaos?final de sete semanas, sabendo-se que ele vai para Ia to os os Ias. Resposta 14 CreuzodeUe e Jair dividem no jantar uma fatia de pízza, no almoço um risole. CreuzodeUe lancha um pão de queijo e Jair uma brevidade. Domingo eles comem dois pratos de macarrão e de manhã tomam duas canecas de mate. Quanto eles comerão e beberão em três meses? Resposta :c 'hUfrI"-, i Cenr.lÓR.CLl'f 'AA co",?RAR UM 'r.li.V,,· 15 :=, ! . I
  • 7. Jorge é um cachorro. Ele tem uma péssima memória, pois esquece sempre onde enterra os ossos. Ele recebe um osso por dia r Em três semanas, quantos ossos Jorge ganha? Resposta _ 16 Adolfo e Adolfinho são dois editores pouco honestos. Eles~{li~~m seis livros por mês. Se os escritores tirassem seus livros"daeaU'õra'" do Adolfo e do Adolfinho, quantos livros eles deixariam'd~ edit;;r : por ano? '. Resposta _ 17
  • 8. Olaf é um gato. Na páscoa ele ganha um dinheirinho extra vestindo-se de coelho e vendendo ovos em um shopplng center. Cento e oitenta e duas pessoas compram ovos com Olaf. Dessas, vinte e seis pessoas desconfiam que seja •um gato passando por lebre". Quantas pessoas acreditam, mesmo, que Olaf seja um coelho? Resposm _ o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o 18 o c o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o 000000 o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o 0000000000 o o 0.0 o o o o o o o o f"I " '"' " ,.., ,.., " " " f"I " f"' " ,.., n " (" " rv " " " " " n n " " t" n n n n " n nnnno n n o i i' Úrsula é uma ursinha. Ela precisa aprender a andar na corda-bamba p'ara ganhar um emprego no circo como malabarista. Todos os dias U~ula au~enta em cinco centímetros a altura do arame em que ela trema. !l0Je o arame estava a quinze centímetros do solo. E amanha, a quanto estará? Resposta -....:. _ 19
  • 9. Veras é um lobo-mau profissional. Ele já trabalhou em trezentos e vinte e oito livros de Chapeuzinho Vermelho, dois curtametragens, cinco audiovisuais e uma adaptação para teatro (onde foi vaiado), todos com o mesmo título. Em cada trabalho Veras come uma vovozinha. Quantas vovós Veras comeu até agora? Resposta _ 20 I -I I 1- Nellie ganhou três dúzias de flores. Se fossem - d .• ' Nellie comesse o - _ paes e queiJO e se . no vaso da sala? nze paes, quantos paes sobrariam para ela colocar ' Resposro _ 21 nl I ;1 ,1 :1 j í ! :, 'I !l ,I ,I 11 ;1 'li ;i
  • 10. Hemengardos é um "girafo". Ele adora gravatas-borboleta. Diz que elas valorizam o seu pescoço. Hemengardos tem quarenta gravatas lisas, cinqüenta e seis de bolinhas, dezoito listradas, quatro , xadrezes, oito de estampados diversos, vinte e oito floridas e trinta cachecóis. Quantas gravatas Hemengardos tem? Resposta 22 Dagoberto é um monstro esperto. Ele não existe. Se existisse Dago~erto comeria duas dúzias de jaca por dia. Cada jaca custa d~z dolare_s.Quanto Dagoberto gastaria por dia com sua ahmentaçao? Resposta /.J~fi ~ i*C~"~'•••••• , -:".~..,1'0) 23 ---~=====---~====----~====~--------------~====~----~~~~~~-----------------===
  • 11. Gregório Augusto ama loucamente Magdalena. Todos os dias ele leva meia dúzia de flores para ela lanchar (Magdalena engorda com bombons).Em trinta e três anos, quantas flores Gregório levou para Magdalena lanchar? Resposta 26 Po.n.... 'lnl.u. ~ . t-JhnN..!y"c-.;J. .... ..:.:•.•:•••••••••••••••• .: :.:.:.: ..:;:.:..:..;:..:::.::::.::::::::::::::.:.. ...:.::::::::::::::::::::::::::::::::. ~ • • • •••••• • • • • • • • • • • ••••••••••••••••••• fI ..:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: ::~Ji!!!!!!!!!!!!!!!!!!!i!!!!.!!.!!.!!!-!!-!!!!!!II~i!!!!!!!!!!!!!!!!!!-!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! _~ A dra. Silvynha Silveira é a melhor médica do mundo. Ela cura sarampo com vinte telefonemas, diarréia com três telefonemas, gripe com um telefonema e dá regime para emagrecer com cento e vinte telefonemas. Quantos telefonemas serão necessários para que a dra. Silvynha cure um gordo gripado, com sarampo e diarréia, mas que deseja continuar gordo? Resposta , 27
  • 12. Stanley está estudando agronomia numa universidade rural. Ele mora com dezesseis moços numa casa de três quartos. Stanley tem um quarto só para ele. Quantos beliches de duas camas tem cada quarto? Resposta _ 28 - - - ---_._------_. Shirleyne está grávida. Ela é uma lebre de mágico. Toda vez que Shirleyne engravida pesa mais setecentos gramas e rasga, sem querer, a cartola do mágico. Shirleyne fica grávida de três em três meses. Ela trabalha com esse mágico há dezoito anos. Até hoje, quantas cartolas Shirleyne rasgou sem querer? Resposta --,- _ , 29
  • 13. Fernando Sá é um tamanduá. Ele é extremamente tímido, muito encabulado mesmo e esquecido. Sá é um tamanduá sem memôría! O desjejum de Nando é uma xícara de 250g de formiga com duas colheres de mel. Ele sempre esquece de catar as formigas e acaba pedindo emprestado a uma vizinha. Em três meses, quantos quilos de formiga Sá comeu de sua vizinha, sabendo-se que ela passou dois domingos em Araxá? Resposta _ N~ É M/I·MEMÓ~i.A... p- Mif'J1v't Vi1irJW ~A?HE vMA iRA1(A p SLe.çí il 30 ~.-.------------= Em Ul~aurna cabem noventa e seis votos. Se jogarem treze urnas num no, quantos votos sumirão? . . '" Resposta ~~_.:...~ ~_ i I i ~f: I r,, 31
  • 14. Kiko Mascarenhas é o máximo. Ele é o melhor ator que mora na minha rua. Em cada ensaio segura a caveira Boris durante duas horas. Kiko ensaia três vezes por semana. Em dois meses, quantos minutos Kiko segurou Boris? Resposw _ 32 Rodrigo é um robalo. Ele faz trinta e seis bolhas por minuto. Em uma hora, quantas bolhas Rodrigo, o robalo, faz? Resposta _ , 33 i . I: . ; .
  • 15. Roseanc tem dois filhos: André de dezessete anos e Guga de doze anos. E casada com Zezinho. Eles foram morar no bairro 'Usina quatro meses antes de sua última gravidez. Há quantos meses Roseane e sua família moram nesse bairro? Resposta 34 I I --.--.~-"":'~-.=.._~~-~===~~---------- Teodoro é um jacaré. Ele mora no Pantanal Matogrossense. Teodoro precisa usar aparelho nos dentes por cinco anos. Ele já está com o aparelho há dois meses. Quantos dias faltam para Teo tirar o aparelho? Resposta 35
  • 16. JAN FEV Lanches Condução Cinema Revistas 37 MAR Inflaçãc oficial 36 MINHA PRIMEIRA PlANILHA II ABR MAl JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ I ! !III I ! I! !i I I ! I I I I I!,i III I __________=_=_=-==~==~~==~~~~~========----------------------------~I
  • 17. Esta é Manuela. Ela não come moela. Manuela é vegetariana. Ela come um quilo de arroz por semana. Quantos gramas d~ arroz Manuela come por mês? . . Resposta _ -i.~..:. ,I III I 24 ! ~ ~ e.. ' . . ".~..... " " _.._~._--_._- ._-_._._---------~-~~~~-~------- Igor e Ivana sáo de Coatzacoalcos, no México. Diariamente ~Ies brincam seis horas, trabalham quatro horas e dormem 'oito horas. Quantas horas sobram para eles estudarem por dia?' . Resposta _ 25