Trabalhando com o senso numérico

1.609 visualizações

Publicada em

Matemática
Senso Numérico

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.609
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
65
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalhando com o senso numérico

  1. 1. EQUIPE DO PNAIC – SME/CAMPINAS 25/JUNHO/2014
  2. 2.  LEITURA DELEITE  DISCUSSÃO DO TEXTO DO PROF. SÉRGIO LORENZATO  SENSO NUMÉRICO E NÚMERO OPERATÓRIO  AVALIAÇÃO DO SEMESTRE
  3. 3.  COMO O TEXTO CONTRIBUI PARA A REFLEXÃO SOBRE A PRÁTICA DOCENTE COM AS CRIANÇAS PEQUENAS?  O QUE VOCÊ ACHA DA ABORDAGEM DOS SETE PRINCIPÍOS BÁSICOS MENTAIS NA ESCOLA?
  4. 4.  É inato.  É a faculdade que permite a um ser vivo perceber que a quantidade de objetos de um pequeno conjunto foi alterada quando, sem seu conhecimento, forem acrescentados ou tirados objetos do mesmo.  É uma capacidade independente da de contar
  5. 5. Caderno 2 do Pnaic - Matemática
  6. 6. SENSIBILIDADE QUANTITATIVA QUALITATIVA
  7. 7. COMO AMPLIAR O SENSO NUMÉRICO DAS CRIANÇAS NA ESCOLA?
  8. 8. Explorando matematicamente três campos aparentemente independentes: espacial, das formas, que apoiará o estudo da geometria; numérico, das quantidades, que apoiará o estudo da aritmética; medidas, que desempenhará a função de integrar a geometria com a aritmética.
  9. 9. CONCEITOS FÍSICO-MATEMÁTICOS TAMANHO LUGAR FORMA DISTÂNCIA QUANTIDADE NÚMERO CAPACIDADE TEMPO POSIÇÃO MEDIÇÃO OPERAÇÃO DIREÇÃO VOLUME COMPRIMENTO MASSA
  10. 10. NOÇÕES GRANDE / PEQUENO MAIOR / MENOR GROSSO / FINO COMPRIDO / CURTO ALTO / BAIXO LARGO / ESTREITO PERTO / LONGE LEVE / PESADO VAZIO / CHEIO MAIS / MENOS MUITO / POUCO IGUAL / DIFERENTE DENTRO / FORA COMEÇO/MEIO/FIM ANTES/AGORA/DEPOIS CEDO/TARDE DIA/NOITE ONTEM/HOJE/AMANHÃ DEVAGAR/DEPRESSA ABERTO/FECHADO EM CIMA/EMBAIXO DIREITA/ESQUERDA PRIMEIRO/ÚLTIMO/ENT RE PARA FRENTE/PARA TRÁS/ PARA O LADO PARA A DIREITA/PARA A ESQUERDA PARA CIMA/PARA BAIXO GANHAR/PERDER AUMENTAR/DIMINUIR
  11. 11.  Como ele é?  Onde aconteceu isso?  Como eles são diferentes?  Quem é maior?  Qual deles possui mais?  Para onde ele foi?  Está frio ou quente hoje? Quais outras perguntas vocês sugerem?
  12. 12.  O homem inventou a contagem para administrar os movimentos quantitativos necessários para a sua vida.  Para contar o homem criou alguns instrumentos operacionais: os objetos que o cercavam e seu corpo.  A partir da relação entre o corpo e o objeto, um elemento de racionalidade foi constituído: a correspondência biunívoca.
  13. 13.  Se refere ao primeiro conceito numérico e matemático chamado por numeral objeto, o qual precede o numeral escrito.  É a relação que se estabelece na comparação unidade a unidade entre os elementos de duas coleções. Nessa comparação, é possível determinar se duas coleções têm a mesma quantidade de objetos ou não e, então, qual tem mais ou qual tem menos.
  14. 14. A História do número 1 – Parte 1 (10’37s) http://www.youtube.com/watch?v=ONgXGoFmqPc
  15. 15. É consolidado quando a criança for capaz de coordenar as relações de cardinalidade e ordinalidade.
  16. 16. NÚMERO OPERATÓRIO CARDINAL ORDINAL
  17. 17. Os significados dos números e das operações - Antônio José Lopes Bigode
  18. 18. Os significados dos números e das operações - Antônio José Lopes Bigode
  19. 19. NÚMERO CARDINAL É O NOME DE CADA QUANTIDADE. Qual é a quantidade de maçãs da cesta? 5 é o nome da quantidade. NÚMERO ORDINAL INDICA A POSIÇÃO, O LUGAR DE CADA ELEMENTO EM UMA SEQUÊNCIA ORDENADA. A quarta criança usa óculos. “Quarta” indica a posição.
  20. 20. Lorenzato, Sérgio. Educação Infantil e percepção matemático. Campinas, S.P. Autores Associados. 2006. Ramos, L. Faraco. Conversas sobre números, ações e operações. Uma proposta criativa para o ensino da matemática nos primeiros anos. S.P.: Ática, 2009. Revista Nova Escola. 1995. Reportagem “Matemática da mão para a cabeça”.
  21. 21. TURMA: - FORMADORA: Patrícia Campos Correia Nome da professora cursista:_______ Escola: _______ Ano de atuação:______ Chegamos ao final do primeiro semestre de nossa formação. Pedimos a sua contribuição para que possamos melhorar nosso trabalho. De maneira breve, aponte: 1) Que bom 2) Que pena 3) Que tal
  22. 22. MUITO OBRIGADA PELA SUA PARTICIPAÇÃO!!! Bom recesso !! Até julho!! Patrícia

×