SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 42
Baixar para ler offline
O Ensino do Espaço
     e Forma
Colaboradora
 Margarete March Libório



O valor da iniciativa: um belo exemplo
ESPAÇO, FORMA E CRIANÇA
        Desde dos primórdios, o saber geométrico envolveu o que
hoje podemos chamar de grandezas geométricas – comprimento,
área, volume e abertura de ângulo. Isso explica porque alguns
tratam essas grandezas como parte do campo da geometria.
        O espaço se apresenta para a criança de forma
essencialmente prática: ela constrói suas primeiras noções
espaciais, por meio dos sentidos e dos movimentos.
        Esse espaço percebido pela criança - espaço perceptivo -
possibilitará a ela, mais adiante, a construção de um espaço
representativo.
        A Geometria é o estudo dos OBJETOS do ESPAÇO. Mas
que ESPAÇO é esse e de que OBJETOS estamos falando? Como
esse espaço se apresenta para a criança?

Vídeo: Donald na DEP3
O estudo da geometria através do tema “Espaço e Forma”
prevê que o trabalho com a geometria nas séries iniciais deve
alcançar dois objetivos básicos:

● Trabalhar com a localização no espaço
● Reconhecer propriedades de figuras planas e não-planas

Trabalhar com a localização no espaço possibilita ao aluno:

►interpretar e construir representações espaciais;
►localizar objetos;
►comunicar posições e deslocamentos.
Reconhecer propriedades de figuras planas e não-planas
possibilita ao aluno:
►reconhecer as diferentes figuras geométricas e usá-las como
ferramenta para a resolução de problemas.

                                                  MARGARETE
A escola é o ambiente propício para que a criança
desenvolva a capacidade de         visualização espacial e de
estabelecimento e comunicação de relações espaciais entre objetos.
Dessa forma, cabe aos educadores planejar e propor atividades que
ofereçam condições para que os alunos se apropriem, aos poucos,
da linguagem e dos conceitos geométricos.

         Inúmeras pesquisas sobre o pensamento geométrico
mostram que sua evolução é lenta, desde o raciocínio intuitivo
inicial até as formas dedutivas de pensamento, características do
adulto. Assim podemos pensar em uma sequencia de trabalho que
divide o curso de geometria no Ensino Fundamental em três
períodos:

               .
 Familiarização com as figuras geométricas (planas e não planas);
 Descobertas de propriedades;
 Estabelecimento de relações ( entre figuras e entre propriedades);

Quanto a preocupação de priorizar o trabalho inicial, lembremo-nos que
a criança já nasce em contato com o espaço e as formas geométricas
neles presentes. Assim, a exploração dessa realidade será o nosso
material didático - sala de brincar ( suas paredes, suas portas e
janelas), os objetos que se encontram nela ( “o que há encima desta
mesa?”; “e atrás daquela porta?”; “ e dentro do armário?”), bem como as
primeiras noções de localização espacial.
A geometria está presente em
diversas situações do cotidiano
 No 1º ano do Ensino Fundamental, as
 crianças estão iniciando a construção
 do seu espaço representativo, ou seja,
 começam a tornar – se capazes
 interiorizar-se suas ações, de falar
 sobre locais e objetos sobre os quais
 estão agindo, bem como representa –
 los por meio de ilustrações ou
 esquemas.
 Assim é importante que as crianças
 vivenciem       diversas      situações
 relacionadas com a localização espacial
 e a organização corporal, sempre
 acompanhadas de verbalização ou
 representação gráfica.

 Vídeo: A geometria no cotidiano
Segundo os PCNs (Parâmetros
Curriculares Nacionais) os conceitos
geométricos constituem importante parte
do currículo de Matemática no Ensino
Fundamental, porque, por meio deles, o
aluno desenvolve um tipo especial de
pensamento que lhe permite compreender,
descrever    e  representar   de  forma
organizada, o mundo em que vive.
A    criança    pode    reconhecer   e
representar graficamente relações de
vizinhança, separação, ordem, contorno e
continuidade, distinguir figuras fechadas e
abertas, espaços interior e exterior. As
relações     topológicas    permitem      a
constituição de uma geometria do objeto, em
singular.


                   MARGARETE
ETAPAS IMPORTANTES PARA A VIVÊNCIA
  E CONSTRUÇÃO DE CONCEITOS DA
            GEOMETRIA
       Vivência no espaço – situações ligadas à localização
espacial e esquema corporal.

       Localização de objetos em relação ao próprio corpo –
jogos, brincadeiras para exploração de posição espacial e
lateralidade.

      Familiarização com a forma – situações que possibilitem
contato com objetos tridimensionais e bidimensionais.

       A criança precisa vivenciar diversas situações ligadas à
localização espacial acompanhadas de verbalização. Propor
brincadeiras de seguir caminhos por traçados e realizar percursos.
                                                 MARGARETE
As experiências do dia-a-dia.

         O dia-a-dia da sala de aula proporciona ao professor e ao
aluno inúmeras oportunidades informais de localização, como,
por exemplo, quando a professora diz:
I. “João, coloque essas peças de giz na caixa que está na 2ª
prateleira do armário perto da porta.”
II. “Maria, hoje você vai sentar-se na carteira mais próxima da
porta”.
III. “Pedro, para ir desta sala até o pátio, você passa pela sala da
diretoria?”
V. “Ao sair da escola, João irá à casa de Júlio para saber porque
ele faltou à aula. Como
cada um de vocês informaria a ele o caminho da escola até à
casa de Júlio?”
VI. “A farmácia CURABEM fica próximo da escola e na mesma
rua. Ao sair pelo portão da escola, você tem que virar a direita
ou a esquerda para ir a essa farmácia?”          MARGARETE
MARGARETE
Contribuições dos jogos no ensino da matemática




                                 Margarete
Eixos e as capacidades


              Margarete
Propostas de atividades
               TANGRAM

       O que é o Tangram?

       O Tangram, um dos enigmas
mais populares dos nossos dias, é
formado por sete polígonos. O objetivo
deste puzzle matemático é organizar
todas as peças para formar figuras
geométricas. Este jogo matemático foi, há
mais de 100 anos atrás, tão famoso como
o cubo de Rubik, ou cubo mágico, sendo
jogado por muitos como entretenimento,
como     ferramenta     educativa      ou
ferramenta matemática.

Vídeo: Tangram, conheça e aprenda
O Tangram facilita o reconhecimento de formas geométricas,
resolução de problemas e habilidades de desenho padrão. Os sete
polígonos que formam o Tangram são designados por "tans", e
organizam- -se conforme a
figura.

Conhecer a origem do Tangram

Explorar as características físicas das peças do Tangram.
Compor e decompor figuras usando o Tangram.
Criar e ilustrar história utilizando o Tangram
Explorar livremente as peças do Tangram, identificando formas.
Para iniciar o trabalho, é bom contar alguma história ou dar
ciência do que é o Tangram, de como surgiu, de como ele funciona,
etc. Para isto, você pode utilizar um texto, uma lenda, uma
história em quadrinhos etc.


                                             Margarete
Margarete
Izolda e Eliane
Textos sobre a Lenda do Tangram, que podem dar abertura às atividades:




                                                  Margarete
Izolda e Eliane
Izolda e Eliane
Ao final da historia pergunte se eles conhecem o nome das figuras
que você encontrou.
         Geralmente os alunos nomeiam com facilidade o triângulo e o
quadrado (losango), já o paralelogramo, talvez eles não conheçam, sendo
necessário você apresentar. Pode ser que os alunos apontem o quadrado
como sendo um losango, mostre que realmente ele é um losango
(quadrilátero com todos os lados de mesma medida), porém, como todos os
ângulos são retos ele também é um quadrado.


Quem já conhecia esse jogo?
Qual é o nome do jogo?
Como se joga?
Será que o Tangram é uma invenção dos chineses?




                                                   Margarete
Vídeo Tangram




3. Podemos montar um texto coletivo com a turma sobre o tangram, para
saber o que eles aprenderam sobre o assunto. Encontrei um modelinho muito
legal:




                                                  Margarete
Uma sugestão muito divertida e legal é apresentar os moldes,
fornecer pedaços de cartolina colorida ou outro papel firme qualquer e deixar
que eles criem seu próprio tangram.




                                                      Margarete
Uma ideia interessante sugerir que montem textos,
utilizando o tangram. Ou seja, os alunos criam um pequeno texto e
algumas palavras do mesmo são substituídas por figuras montadas
por eles com o tangram:

        Proponha a produção de uma história coletiva com figuras
montadas com as peças do Tangram. Na produção dessa história, as
crianças devem pensar nos personagens, o lugar onde acontecem as
situações, as ações dos personagens.

        Lembre as crianças que a história deve ter uma sequência
lógica. As crianças sugerem ações que se passam no início da
história, os conflitos enfrentados pelos personagens e a solução final,
ou seja, como termina a história. Veja o exemplo de uma atividade:




                                                 Margarete
Tangram na Informática:

Leve os alunos ao laboratório de informática e peça que acessem o site:
Jogar Tangram
Online. (http://nlvm.usu.edu/en/nav/frames_asid_291_g_4_t_3.html).

          Dê um tempo para que eles se familiarizem com o programa. Mostre-
lhes que eles poderão girar as formas colocando o mouse nos cantos das
figuras onde aparecerá um ponto no qual, segurando com o mouse, pode-se
girar a forma. Para rotacionar a forma devem selecioná-la e clicar no primeiro
botão do lado direito . Além disso, eles poderão colorir as formas como
quiserem, para isso, basta selecionar uma forma e a cor desejada no menu
do lado direito.
          Após conhecerem o programa, peça para que eles identifiquem as
formas geométricas nomeando-as verbalmente. A seguir peça para que as
agrupe de acordo com as mesmas características. Provavelmente eles irão
fazer dois grupos um de triângulos e outro de quadrilátero, ou três um com
triângulos, um com o quadrado e outro com o paralelogramo. Questione quais
os critérios utilizados para a classificação.

                                                      Margarete
No caso dos dois grupos, é bem provável que a classificação tenha sido pelo
número de lados. Já se fizeram três grupos eles podem ter usado os nomes, triângulos,
quadrado e paralelogramo, para classificar. Se as duas classificações aparecerem,
pergunte se existe alguma semelhança e/ou diferença nas classificações e qual delas
seria a mais adequada para usar na classificação das figuras geométricas usando a
nomenclatura pelo número de lados (triângulo e quadrilátero).
Caso só apareça a classificação em três grupos, questione se eles podem fazer de outra
forma, usando apenas o número de lados. Assim, você estará induzindo-os a classificar
pelo número de lados.
Leve-os a compreender que o paralelogramo é um quadrilátero assim como o quadrado.
Aproveite esse momento para mostrar as características dos triângulos e dos
quadriláteros.
A seguir coloque os seguintes problemas:
 “Com quais peças podemos cobrir o quadrado?”
 “Com quais peças podemos cobrir o triângulo maior?”
 “E o paralelogramo?”
 “Usando apenas o triângulo menor, quantos são necessários para cobrir o quadrado, o
triângulo médio, o triângulo maior e o paralelogramo?”
A seguir desafie-os a montar o quadrado inicial da historia que contou em sala, par
isso, eles poderão usar um modelo que se encontra no menu no inferior da página.
Depois deixe que selecionem algumas figuras modelos que são dadas no programa e
tentem completá-la com as peças do Tangram.

                                                           Margarete
Professor, nessa aula, você estará
desafiando os alunos a compor
figuras usando as peças do Tangram
com criatividade. (Fonte desta
atividade da informática: Portal do
Professor)


Convide seus alunos a criarem uma
história em quadrinhos utilizando as
peças do tangram, desenhando os
balões e escrevendo as falas. As
ilustrações serão feitas com o
tangram! Vai ficar lindo!




          Margarete
Na informática, mostre aos alunos a seguinte apresentação em flash:
http://therese.eveilleau.pagesperso-orange.fr/pages/jeux_mat/textes/cirque.html
         Uma sugestão é que montem no tangram virtual as peças que
desejarem e em seguida salvem cada peça feita utilizando a tecla print screen e
o paint. Podem criar uma história em quadrinhos no computador utilizando o
paint e as imagens salvas por eles.
         Montagem de um portfolio com as diversas peças criadas pelos alunos
com o tangram colorido que eles montaram com cartolina. Fica lindo!
         Montar um mural para exposição das atividades, imagens, desenhos,
montagens feitas pelos alunos utilizando o tangram.




                                                       Margarete
Montar a lenda da descoberta do Tangram com o próprio tangram.
Observe como ficou a atividade abaixo:




                                                    Margarete
Cantinho da criança: Clip formas divertidas

                                              Margarete
Margarete
Margarete
Margarete
Margarete
Margarete
Margarete
A história do quadradinho trabalha
valores respeito ao diferente,
família, valores familiares figuras
geométricas formas geométricas
             atividades

Vídeo: Clip formas geométricas.




               Margarete
Partindo dessas considerações, propondo o plano de ação descrito
abaixo no quadro.

Plano de ação
                          Disciplina: Matemática
Público alvo:

Objetivo Geral: estimular o interesse do Aluno pela matemática e a
geometria através do lúdico interativo buscando levá-lo á motivação e a
aprendizagem do conteúdo proposto de forma prazerosa.
Assunto: Geometria através do quebra-cabeça Tangram.


Eixo:

Capacidades:

Atividade:
A ponte
Obrigado

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Oficina para o jogos e brincadeiras para matemática
Oficina para o jogos e brincadeiras para matemáticaOficina para o jogos e brincadeiras para matemática
Oficina para o jogos e brincadeiras para matemáticaElizabete Oliveira
 
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.SimoneHelenDrumond
 
Pareceres do 1º ano 2º semestre
Pareceres do 1º ano    2º semestrePareceres do 1º ano    2º semestre
Pareceres do 1º ano 2º semestreAraceli Kleemann
 
Projeto intervencao matemática
Projeto intervencao   matemáticaProjeto intervencao   matemática
Projeto intervencao matemáticaLeonaci Rios
 
Plano de Ação Matemática
Plano de Ação MatemáticaPlano de Ação Matemática
Plano de Ação MatemáticaManuel de Abreu
 
Ficha matemática tenente laurentino
Ficha matemática tenente laurentinoFicha matemática tenente laurentino
Ficha matemática tenente laurentinoClaudio Pessoa
 
JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)
JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)
JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)orientadoresdeestudopaic
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limitesSimoneHelenDrumond
 
Campo aditivo resolucao de problemas
Campo aditivo resolucao de problemasCampo aditivo resolucao de problemas
Campo aditivo resolucao de problemasDenise Oliveira
 
81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação
81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação
81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educaçãoSimoneHelenDrumond
 
Relatório de acompanhamento do professor de aee
Relatório de acompanhamento do professor de aeeRelatório de acompanhamento do professor de aee
Relatório de acompanhamento do professor de aeeAugusto Bertotto
 
Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre Português e Matemática. (20...
Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre Português e Matemática.  (20...Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre Português e Matemática.  (20...
Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre Português e Matemática. (20...Mary Alvarenga
 
Projeto: Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
Projeto:   Brincando Também se Aparende Matemática /5º anoProjeto:   Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
Projeto: Brincando Também se Aparende Matemática /5º anoMary Alvarenga
 
Projeto de arte e matemática
Projeto de arte e matemáticaProjeto de arte e matemática
Projeto de arte e matemáticaCLEAN LOURENÇO
 
As atividades pré numéricas e a construção do conceito de número pel...
As  atividades  pré numéricas  e  a  construção  do  conceito  de número  pel...As  atividades  pré numéricas  e  a  construção  do  conceito  de número  pel...
As atividades pré numéricas e a construção do conceito de número pel...Edeil Reis do Espírito Santo
 
Planejamento educação infantil
Planejamento educação infantilPlanejamento educação infantil
Planejamento educação infantilClaudia Ramos
 

Mais procurados (20)

Oficina para o jogos e brincadeiras para matemática
Oficina para o jogos e brincadeiras para matemáticaOficina para o jogos e brincadeiras para matemática
Oficina para o jogos e brincadeiras para matemática
 
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
 
Pareceres do 1º ano 2º semestre
Pareceres do 1º ano    2º semestrePareceres do 1º ano    2º semestre
Pareceres do 1º ano 2º semestre
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Projeto intervencao matemática
Projeto intervencao   matemáticaProjeto intervencao   matemática
Projeto intervencao matemática
 
Plano de Ação Matemática
Plano de Ação MatemáticaPlano de Ação Matemática
Plano de Ação Matemática
 
Planejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodoPlanejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodo
 
Leitura deleite VOCÊ É UM NÚMERO
Leitura deleite  VOCÊ É UM NÚMEROLeitura deleite  VOCÊ É UM NÚMERO
Leitura deleite VOCÊ É UM NÚMERO
 
Velha da multiplicação
Velha da multiplicaçãoVelha da multiplicação
Velha da multiplicação
 
Ficha matemática tenente laurentino
Ficha matemática tenente laurentinoFicha matemática tenente laurentino
Ficha matemática tenente laurentino
 
JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)
JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)
JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
 
Campo aditivo resolucao de problemas
Campo aditivo resolucao de problemasCampo aditivo resolucao de problemas
Campo aditivo resolucao de problemas
 
81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação
81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação
81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação
 
Relatório de acompanhamento do professor de aee
Relatório de acompanhamento do professor de aeeRelatório de acompanhamento do professor de aee
Relatório de acompanhamento do professor de aee
 
Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre Português e Matemática. (20...
Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre Português e Matemática.  (20...Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre Português e Matemática.  (20...
Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre Português e Matemática. (20...
 
Projeto: Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
Projeto:   Brincando Também se Aparende Matemática /5º anoProjeto:   Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
Projeto: Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
 
Projeto de arte e matemática
Projeto de arte e matemáticaProjeto de arte e matemática
Projeto de arte e matemática
 
As atividades pré numéricas e a construção do conceito de número pel...
As  atividades  pré numéricas  e  a  construção  do  conceito  de número  pel...As  atividades  pré numéricas  e  a  construção  do  conceito  de número  pel...
As atividades pré numéricas e a construção do conceito de número pel...
 
Planejamento educação infantil
Planejamento educação infantilPlanejamento educação infantil
Planejamento educação infantil
 

Semelhante a Ensino Espaço Forma

Projeto interdisciplinar final
Projeto interdisciplinar finalProjeto interdisciplinar final
Projeto interdisciplinar finalkarinacancado
 
Projeto interdisciplinar - Ensino da Matemática
Projeto interdisciplinar - Ensino da MatemáticaProjeto interdisciplinar - Ensino da Matemática
Projeto interdisciplinar - Ensino da Matemáticagrupodisseia
 
Trabalhando geometria plana com Tangram
Trabalhando geometria plana com TangramTrabalhando geometria plana com Tangram
Trabalhando geometria plana com TangramProfessor Dennys
 
Apresentação da carla
Apresentação da carlaApresentação da carla
Apresentação da carlaLakalondres
 
Tangram - Projeto Interdisciplinar
Tangram - Projeto InterdisciplinarTangram - Projeto Interdisciplinar
Tangram - Projeto InterdisciplinarValewska
 
Tangram e a geometria
Tangram e a geometriaTangram e a geometria
Tangram e a geometriaebsilveira
 
Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5
Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5
Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5Amanda Nolasco
 
PROJETO TANGRAM
PROJETO  TANGRAMPROJETO  TANGRAM
PROJETO TANGRAMlina1974
 
Tarefa semana 2: Aprendendo com Tangram
Tarefa semana 2: Aprendendo com TangramTarefa semana 2: Aprendendo com Tangram
Tarefa semana 2: Aprendendo com Tangramrachidcury
 
Curso Apresentação slides td2 a
Curso Apresentação slides  td2 aCurso Apresentação slides  td2 a
Curso Apresentação slides td2 adenagss
 
Curso Indaiatuba - Apresentação slides td2 a
Curso Indaiatuba - Apresentação slides  td2 aCurso Indaiatuba - Apresentação slides  td2 a
Curso Indaiatuba - Apresentação slides td2 adenagss
 
Curso indaiatuba - Apresentação slides td2 A
Curso indaiatuba - Apresentação slides  td2 ACurso indaiatuba - Apresentação slides  td2 A
Curso indaiatuba - Apresentação slides td2 Adenagss
 
Curso Indaiatuba - Apresentação slides td2 A
Curso Indaiatuba - Apresentação slides  td2 ACurso Indaiatuba - Apresentação slides  td2 A
Curso Indaiatuba - Apresentação slides td2 Adenagss
 
Curso Indaiatuba - Apresentação slides td2 a
Curso Indaiatuba - Apresentação slides  td2 aCurso Indaiatuba - Apresentação slides  td2 a
Curso Indaiatuba - Apresentação slides td2 adenagss
 

Semelhante a Ensino Espaço Forma (20)

Slides tangran
Slides tangranSlides tangran
Slides tangran
 
Projeto interdisciplinar final
Projeto interdisciplinar finalProjeto interdisciplinar final
Projeto interdisciplinar final
 
Projeto tangran
Projeto tangranProjeto tangran
Projeto tangran
 
Projeto interdisciplinar - Ensino da Matemática
Projeto interdisciplinar - Ensino da MatemáticaProjeto interdisciplinar - Ensino da Matemática
Projeto interdisciplinar - Ensino da Matemática
 
Trabalhando geometria plana com Tangram
Trabalhando geometria plana com TangramTrabalhando geometria plana com Tangram
Trabalhando geometria plana com Tangram
 
Apresentação da carla
Apresentação da carlaApresentação da carla
Apresentação da carla
 
Tangram - Projeto Interdisciplinar
Tangram - Projeto InterdisciplinarTangram - Projeto Interdisciplinar
Tangram - Projeto Interdisciplinar
 
Tangram e a geometria
Tangram e a geometriaTangram e a geometria
Tangram e a geometria
 
Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5
Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5
Pnaic - Geometria - caderno/unidade 5
 
Aprendendo com o Tangram
Aprendendo com o TangramAprendendo com o Tangram
Aprendendo com o Tangram
 
Aprendendo com o Tangram
Aprendendo com o TangramAprendendo com o Tangram
Aprendendo com o Tangram
 
PROJETO TANGRAM
PROJETO  TANGRAMPROJETO  TANGRAM
PROJETO TANGRAM
 
Lendas do tangram
Lendas do tangramLendas do tangram
Lendas do tangram
 
Tarefa semana 2: Aprendendo com Tangram
Tarefa semana 2: Aprendendo com TangramTarefa semana 2: Aprendendo com Tangram
Tarefa semana 2: Aprendendo com Tangram
 
Curso Apresentação slides td2 a
Curso Apresentação slides  td2 aCurso Apresentação slides  td2 a
Curso Apresentação slides td2 a
 
Curso Indaiatuba - Apresentação slides td2 a
Curso Indaiatuba - Apresentação slides  td2 aCurso Indaiatuba - Apresentação slides  td2 a
Curso Indaiatuba - Apresentação slides td2 a
 
Curso indaiatuba - Apresentação slides td2 A
Curso indaiatuba - Apresentação slides  td2 ACurso indaiatuba - Apresentação slides  td2 A
Curso indaiatuba - Apresentação slides td2 A
 
Curso Indaiatuba - Apresentação slides td2 A
Curso Indaiatuba - Apresentação slides  td2 ACurso Indaiatuba - Apresentação slides  td2 A
Curso Indaiatuba - Apresentação slides td2 A
 
Curso Indaiatuba - Apresentação slides td2 a
Curso Indaiatuba - Apresentação slides  td2 aCurso Indaiatuba - Apresentação slides  td2 a
Curso Indaiatuba - Apresentação slides td2 a
 
Tangram
TangramTangram
Tangram
 

Mais de Andreá Perez Leinat (20)

Caderno 03
Caderno 03Caderno 03
Caderno 03
 
A bota do bode
A bota do bodeA bota do bode
A bota do bode
 
Unidade sete - pacto pela alfabetização
Unidade sete - pacto pela alfabetizaçãoUnidade sete - pacto pela alfabetização
Unidade sete - pacto pela alfabetização
 
Historia com sequencia
Historia com sequenciaHistoria com sequencia
Historia com sequencia
 
Unidade seis
Unidade seisUnidade seis
Unidade seis
 
Funcionários e educadores certo/ profuncionários
Funcionários e educadores certo/ profuncionáriosFuncionários e educadores certo/ profuncionários
Funcionários e educadores certo/ profuncionários
 
Creche oficina/ Vila Bela
Creche oficina/ Vila BelaCreche oficina/ Vila Bela
Creche oficina/ Vila Bela
 
Fotos da unidade cinco
Fotos da unidade cincoFotos da unidade cinco
Fotos da unidade cinco
 
História um amor de confusão, de dulce rangel
História um amor de confusão, de dulce rangelHistória um amor de confusão, de dulce rangel
História um amor de confusão, de dulce rangel
 
O carteiro chegou_-_janet_e_allan_ahlberg
O carteiro chegou_-_janet_e_allan_ahlbergO carteiro chegou_-_janet_e_allan_ahlberg
O carteiro chegou_-_janet_e_allan_ahlberg
 
Apresentação da unidade cinco
Apresentação da unidade cincoApresentação da unidade cinco
Apresentação da unidade cinco
 
Fotos
FotosFotos
Fotos
 
História do dez sacizinhos
História do dez sacizinhosHistória do dez sacizinhos
História do dez sacizinhos
 
O chá das dez
O chá das dezO chá das dez
O chá das dez
 
Unidade 4 ano 1
Unidade 4 ano 1Unidade 4 ano 1
Unidade 4 ano 1
 
Marianece
MarianeceMarianece
Marianece
 
Janece
JaneceJanece
Janece
 
Pacto nacional para alfabetização na idade certa padre nazareno
Pacto nacional para alfabetização na idade certa padre nazarenoPacto nacional para alfabetização na idade certa padre nazareno
Pacto nacional para alfabetização na idade certa padre nazareno
 
Sequência didática luciana
Sequência didática lucianaSequência didática luciana
Sequência didática luciana
 
Kelvia
KelviaKelvia
Kelvia
 

Ensino Espaço Forma

  • 1. O Ensino do Espaço e Forma
  • 2. Colaboradora Margarete March Libório O valor da iniciativa: um belo exemplo
  • 3. ESPAÇO, FORMA E CRIANÇA Desde dos primórdios, o saber geométrico envolveu o que hoje podemos chamar de grandezas geométricas – comprimento, área, volume e abertura de ângulo. Isso explica porque alguns tratam essas grandezas como parte do campo da geometria. O espaço se apresenta para a criança de forma essencialmente prática: ela constrói suas primeiras noções espaciais, por meio dos sentidos e dos movimentos. Esse espaço percebido pela criança - espaço perceptivo - possibilitará a ela, mais adiante, a construção de um espaço representativo. A Geometria é o estudo dos OBJETOS do ESPAÇO. Mas que ESPAÇO é esse e de que OBJETOS estamos falando? Como esse espaço se apresenta para a criança? Vídeo: Donald na DEP3
  • 4. O estudo da geometria através do tema “Espaço e Forma” prevê que o trabalho com a geometria nas séries iniciais deve alcançar dois objetivos básicos: ● Trabalhar com a localização no espaço ● Reconhecer propriedades de figuras planas e não-planas Trabalhar com a localização no espaço possibilita ao aluno: ►interpretar e construir representações espaciais; ►localizar objetos; ►comunicar posições e deslocamentos. Reconhecer propriedades de figuras planas e não-planas possibilita ao aluno: ►reconhecer as diferentes figuras geométricas e usá-las como ferramenta para a resolução de problemas. MARGARETE
  • 5. A escola é o ambiente propício para que a criança desenvolva a capacidade de visualização espacial e de estabelecimento e comunicação de relações espaciais entre objetos. Dessa forma, cabe aos educadores planejar e propor atividades que ofereçam condições para que os alunos se apropriem, aos poucos, da linguagem e dos conceitos geométricos. Inúmeras pesquisas sobre o pensamento geométrico mostram que sua evolução é lenta, desde o raciocínio intuitivo inicial até as formas dedutivas de pensamento, características do adulto. Assim podemos pensar em uma sequencia de trabalho que divide o curso de geometria no Ensino Fundamental em três períodos: .
  • 6.  Familiarização com as figuras geométricas (planas e não planas);  Descobertas de propriedades;  Estabelecimento de relações ( entre figuras e entre propriedades); Quanto a preocupação de priorizar o trabalho inicial, lembremo-nos que a criança já nasce em contato com o espaço e as formas geométricas neles presentes. Assim, a exploração dessa realidade será o nosso material didático - sala de brincar ( suas paredes, suas portas e janelas), os objetos que se encontram nela ( “o que há encima desta mesa?”; “e atrás daquela porta?”; “ e dentro do armário?”), bem como as primeiras noções de localização espacial.
  • 7. A geometria está presente em diversas situações do cotidiano No 1º ano do Ensino Fundamental, as crianças estão iniciando a construção do seu espaço representativo, ou seja, começam a tornar – se capazes interiorizar-se suas ações, de falar sobre locais e objetos sobre os quais estão agindo, bem como representa – los por meio de ilustrações ou esquemas. Assim é importante que as crianças vivenciem diversas situações relacionadas com a localização espacial e a organização corporal, sempre acompanhadas de verbalização ou representação gráfica. Vídeo: A geometria no cotidiano
  • 8. Segundo os PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais) os conceitos geométricos constituem importante parte do currículo de Matemática no Ensino Fundamental, porque, por meio deles, o aluno desenvolve um tipo especial de pensamento que lhe permite compreender, descrever e representar de forma organizada, o mundo em que vive.
  • 9. A criança pode reconhecer e representar graficamente relações de vizinhança, separação, ordem, contorno e continuidade, distinguir figuras fechadas e abertas, espaços interior e exterior. As relações topológicas permitem a constituição de uma geometria do objeto, em singular. MARGARETE
  • 10. ETAPAS IMPORTANTES PARA A VIVÊNCIA E CONSTRUÇÃO DE CONCEITOS DA GEOMETRIA Vivência no espaço – situações ligadas à localização espacial e esquema corporal. Localização de objetos em relação ao próprio corpo – jogos, brincadeiras para exploração de posição espacial e lateralidade. Familiarização com a forma – situações que possibilitem contato com objetos tridimensionais e bidimensionais. A criança precisa vivenciar diversas situações ligadas à localização espacial acompanhadas de verbalização. Propor brincadeiras de seguir caminhos por traçados e realizar percursos. MARGARETE
  • 11. As experiências do dia-a-dia. O dia-a-dia da sala de aula proporciona ao professor e ao aluno inúmeras oportunidades informais de localização, como, por exemplo, quando a professora diz: I. “João, coloque essas peças de giz na caixa que está na 2ª prateleira do armário perto da porta.” II. “Maria, hoje você vai sentar-se na carteira mais próxima da porta”. III. “Pedro, para ir desta sala até o pátio, você passa pela sala da diretoria?” V. “Ao sair da escola, João irá à casa de Júlio para saber porque ele faltou à aula. Como cada um de vocês informaria a ele o caminho da escola até à casa de Júlio?” VI. “A farmácia CURABEM fica próximo da escola e na mesma rua. Ao sair pelo portão da escola, você tem que virar a direita ou a esquerda para ir a essa farmácia?” MARGARETE
  • 13. Contribuições dos jogos no ensino da matemática Margarete
  • 14. Eixos e as capacidades Margarete
  • 15. Propostas de atividades TANGRAM O que é o Tangram? O Tangram, um dos enigmas mais populares dos nossos dias, é formado por sete polígonos. O objetivo deste puzzle matemático é organizar todas as peças para formar figuras geométricas. Este jogo matemático foi, há mais de 100 anos atrás, tão famoso como o cubo de Rubik, ou cubo mágico, sendo jogado por muitos como entretenimento, como ferramenta educativa ou ferramenta matemática. Vídeo: Tangram, conheça e aprenda
  • 16. O Tangram facilita o reconhecimento de formas geométricas, resolução de problemas e habilidades de desenho padrão. Os sete polígonos que formam o Tangram são designados por "tans", e organizam- -se conforme a figura. Conhecer a origem do Tangram Explorar as características físicas das peças do Tangram. Compor e decompor figuras usando o Tangram. Criar e ilustrar história utilizando o Tangram Explorar livremente as peças do Tangram, identificando formas. Para iniciar o trabalho, é bom contar alguma história ou dar ciência do que é o Tangram, de como surgiu, de como ele funciona, etc. Para isto, você pode utilizar um texto, uma lenda, uma história em quadrinhos etc. Margarete
  • 19. Textos sobre a Lenda do Tangram, que podem dar abertura às atividades: Margarete
  • 22. Ao final da historia pergunte se eles conhecem o nome das figuras que você encontrou. Geralmente os alunos nomeiam com facilidade o triângulo e o quadrado (losango), já o paralelogramo, talvez eles não conheçam, sendo necessário você apresentar. Pode ser que os alunos apontem o quadrado como sendo um losango, mostre que realmente ele é um losango (quadrilátero com todos os lados de mesma medida), porém, como todos os ângulos são retos ele também é um quadrado. Quem já conhecia esse jogo? Qual é o nome do jogo? Como se joga? Será que o Tangram é uma invenção dos chineses? Margarete
  • 23. Vídeo Tangram 3. Podemos montar um texto coletivo com a turma sobre o tangram, para saber o que eles aprenderam sobre o assunto. Encontrei um modelinho muito legal: Margarete
  • 24. Uma sugestão muito divertida e legal é apresentar os moldes, fornecer pedaços de cartolina colorida ou outro papel firme qualquer e deixar que eles criem seu próprio tangram. Margarete
  • 25. Uma ideia interessante sugerir que montem textos, utilizando o tangram. Ou seja, os alunos criam um pequeno texto e algumas palavras do mesmo são substituídas por figuras montadas por eles com o tangram: Proponha a produção de uma história coletiva com figuras montadas com as peças do Tangram. Na produção dessa história, as crianças devem pensar nos personagens, o lugar onde acontecem as situações, as ações dos personagens. Lembre as crianças que a história deve ter uma sequência lógica. As crianças sugerem ações que se passam no início da história, os conflitos enfrentados pelos personagens e a solução final, ou seja, como termina a história. Veja o exemplo de uma atividade: Margarete
  • 26.
  • 27. Tangram na Informática: Leve os alunos ao laboratório de informática e peça que acessem o site: Jogar Tangram Online. (http://nlvm.usu.edu/en/nav/frames_asid_291_g_4_t_3.html). Dê um tempo para que eles se familiarizem com o programa. Mostre- lhes que eles poderão girar as formas colocando o mouse nos cantos das figuras onde aparecerá um ponto no qual, segurando com o mouse, pode-se girar a forma. Para rotacionar a forma devem selecioná-la e clicar no primeiro botão do lado direito . Além disso, eles poderão colorir as formas como quiserem, para isso, basta selecionar uma forma e a cor desejada no menu do lado direito. Após conhecerem o programa, peça para que eles identifiquem as formas geométricas nomeando-as verbalmente. A seguir peça para que as agrupe de acordo com as mesmas características. Provavelmente eles irão fazer dois grupos um de triângulos e outro de quadrilátero, ou três um com triângulos, um com o quadrado e outro com o paralelogramo. Questione quais os critérios utilizados para a classificação. Margarete
  • 28. No caso dos dois grupos, é bem provável que a classificação tenha sido pelo número de lados. Já se fizeram três grupos eles podem ter usado os nomes, triângulos, quadrado e paralelogramo, para classificar. Se as duas classificações aparecerem, pergunte se existe alguma semelhança e/ou diferença nas classificações e qual delas seria a mais adequada para usar na classificação das figuras geométricas usando a nomenclatura pelo número de lados (triângulo e quadrilátero). Caso só apareça a classificação em três grupos, questione se eles podem fazer de outra forma, usando apenas o número de lados. Assim, você estará induzindo-os a classificar pelo número de lados. Leve-os a compreender que o paralelogramo é um quadrilátero assim como o quadrado. Aproveite esse momento para mostrar as características dos triângulos e dos quadriláteros. A seguir coloque os seguintes problemas: “Com quais peças podemos cobrir o quadrado?” “Com quais peças podemos cobrir o triângulo maior?” “E o paralelogramo?” “Usando apenas o triângulo menor, quantos são necessários para cobrir o quadrado, o triângulo médio, o triângulo maior e o paralelogramo?” A seguir desafie-os a montar o quadrado inicial da historia que contou em sala, par isso, eles poderão usar um modelo que se encontra no menu no inferior da página. Depois deixe que selecionem algumas figuras modelos que são dadas no programa e tentem completá-la com as peças do Tangram. Margarete
  • 29. Professor, nessa aula, você estará desafiando os alunos a compor figuras usando as peças do Tangram com criatividade. (Fonte desta atividade da informática: Portal do Professor) Convide seus alunos a criarem uma história em quadrinhos utilizando as peças do tangram, desenhando os balões e escrevendo as falas. As ilustrações serão feitas com o tangram! Vai ficar lindo! Margarete
  • 30. Na informática, mostre aos alunos a seguinte apresentação em flash: http://therese.eveilleau.pagesperso-orange.fr/pages/jeux_mat/textes/cirque.html Uma sugestão é que montem no tangram virtual as peças que desejarem e em seguida salvem cada peça feita utilizando a tecla print screen e o paint. Podem criar uma história em quadrinhos no computador utilizando o paint e as imagens salvas por eles. Montagem de um portfolio com as diversas peças criadas pelos alunos com o tangram colorido que eles montaram com cartolina. Fica lindo! Montar um mural para exposição das atividades, imagens, desenhos, montagens feitas pelos alunos utilizando o tangram. Margarete
  • 31. Montar a lenda da descoberta do Tangram com o próprio tangram. Observe como ficou a atividade abaixo: Margarete
  • 32. Cantinho da criança: Clip formas divertidas Margarete
  • 39. A história do quadradinho trabalha valores respeito ao diferente, família, valores familiares figuras geométricas formas geométricas atividades Vídeo: Clip formas geométricas. Margarete
  • 40. Partindo dessas considerações, propondo o plano de ação descrito abaixo no quadro. Plano de ação Disciplina: Matemática Público alvo: Objetivo Geral: estimular o interesse do Aluno pela matemática e a geometria através do lúdico interativo buscando levá-lo á motivação e a aprendizagem do conteúdo proposto de forma prazerosa. Assunto: Geometria através do quebra-cabeça Tangram. Eixo: Capacidades: Atividade: