SlideShare uma empresa Scribd logo
Fábula para jovens: um
texto cômico em libras
Alexandre de Melo Sousa, Marlon Rodrigues Soares e
Jenifer Matos Santos
Palavras-chave: teatro; piada surda; contação de história
Preâmbulo
Desde junho de 2015 acontecem reuniões quinzenais do
Grupo de Pesquisa “Educação, mídias e comunidade surda”.
Este trabalho faz parte de uma das inciativas de líderes do
GP, os Professores Cristiane Taveira e Alexandre Rosado em
seus estudos sobre letramento visual e gramática visual.
Preâmbulo
hOps://edumidiascomunidadesurda.wordpress.com/
Pesquisa de longa duração
Os alunos de graduação de Pedagogia do
DESU-INES desenvolvem estratégias didáticas
do Shared Reading Program – Projeto de
Leitura Compartilhada.
Foram doados todos os materiais produzidos no
DESU de 2016 a 2018.
Materiais didáticos produzidos : Feijãozinho
Surdo, Patinho Surdo, Cinderela Surda, Lenda
Festa no Céu, Lenda Indígena da Erva-Mate,
Fábula Dois amigos e um urso.
No ano de 2019 estamos realizando a produção
das histórias Rapunzel Negra e a Fábula
Assembleia dos Ratos (várias versões).
Referencial Teórico
O foco são os 15 princípios da contação de
histórias para surdos (LEBEDEFF, 2007, 2011,
2015)
Referencial Teórico
Desenvolvemos também os aspectos viso-
gestuais-táteis (VGT) e da performance no
conto de histórias (LADD, GONÇALVES, 2011)
Referencial Teórico
Aspectos visuais da produção de materiais didáhcos -
bonecos, maquetes, cenários – dentro de uma proposta de
Letramento visual (TAVEIRA; ROSADO, 2013)
Fábula Assembleia dos Ratos
Escolhemos uma fábula curta e bem-humorada
para trabalhar com público infanto-juvenil do
DEBASI/INES.
As fábulas de Esopo (1994) possuem animais
que tem comportamento igual aos de humanos.
Fase de teste
1. Criar experiências de Arte com maquiagem para
apresentar o teatro aos alunos surdos crianças e
jovens.
2. Construir Roteiro de Teatro a partir da leitura de
diversas versões da mesma fábula e realizar uma
adaptação para Literatura Surda
Fase de teste
3. Debatemos sobre experiência visual que
combina com a comunidade surda.
Fase de teste
4. Trabalhamos outras linguagens como
cenografia de teatro fácil de transportar para os
locais de conto e reconto de histórias
Fase de teste
5. Visualização de livro ampliado, colorido e
adaptado com miniaturas de ratos em duas
versões diferentes, do livro impresso com
adaptações e do conto e reconto em Libras.
Experiência no DEBASI
No dia da apresentação 2019.2 obtivemos pontos positivos
elencados pelo observador surdo adulto e a professora
orientadora.
O observador tem o papel de acompanhar a encenação e pode
fazer algumas intervenções didáticas para provocar o público.
A orientadora faz anotações no Diário de Campo.
Experiência no DEBASI
O teatro contou com contador de história em
Libras, atores surdos, CODA e ouvintes
bilíngues;
• Quantitativo de surdos = 6 (seis)
• Quantitativo de ouvintes bilíngues = 3 (três)
• Observador surdo = 1 (um)
Experiência no DEBASI
1 . Sinalização
enfáhca, ênfase forte
na expressão facial e
corporal é um aspecto
da didáhca proposta
nos 15 princípios de
Leitura
Comparhlhada.
Experiência no DEBASI
2. Importância da
incorporação de
personagens: agir
igual o personagem
para a compreensão
mais clara da história.
Experiência no DEBASI
3. Fazer rir e refletir
com a experiência do
humor: piada surda.
Experiência no DEBASI
4. Chamar alunos para
fazer demonstrações,
ou seja, ajudar a
resolver o problema
dos personagens .
Conclusões
Tivemos a preocupação com os desenhos da história, as
roupas - figurino apropriado à crianças e jovens - e
maquiagem mais adequada.
A organização do roteiro de teatro foi uma fase importante
para a execução da peça sem esquecermos de seguir o
conto da história.
Valorizar a piada dentro do conteúdo textual para que
ficasse clara: confusão entre os ratos, necessidade de
reunião, fácil ter ideias (cortar unhas, arrancar dentes do
gato) e discil agir (ter coragem de colocar o cordão
luminoso no gato).
Conclusões
Necessidade de
aprimorar as
intervenções didáticas e
artísticas para ampliar
cada vez mais as
oportunidades de
participação e de captar
respostas dos alunos
surdos.
Referências bibliográficas
ASH, R.; HIGTON, B. Fábulas de Esopo. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 1994.
IBÁÑEZ, C. R. Conte uma fábula. São Paulo: Girassol, Espanha: Susaeta Ediciones, 2005.
DELMAR, A. S. M. Conto e reconto de histórias na Educação InfanRl: o uso de estratégias visuais no letramento
de crianças. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia). Inshtuto Nacional de Educação de
Surdos, Rio de Janeiro, 2016, 1 DVD: 1:36:30.
LADD, P.; GONÇALVES, J. C. do A. Culturas surdas e o desenvolvimento de pedagogias surdas. In: KARNOPP, L.;
KLEIN, M.; LUNARDI-LAZZARIN, M. L. (Orgs.). Cultura Surda na contemporaneidade: negociações,
intercorrências e provocações. Canoas: Ed ULBRA, 2011, p.295-329.
LEBEDEFF, T. B. Alternahvas de letramento para crianças surdas: uma discussão sobre o Shared Reading
Program. 30a Reunião Anual da ANPED, 2007, Caxambu. Anais da 30a Reunião Anual da Anped, 2007. p. 1-15.
LEBEDEFF, T. B. Impressões de viagem: a cultura surda na Pensylvania School for the Deaf. In: KARNOPP, L.;
KLEIN, M.; LUNARDI-LAZZARIN, M. L. (Orgs.). Cultura Surda na contemporaneidade: negociações,
intercorrências e provocações. Canoas: Ed ULBRA, 2011, p. 263-276.
LEBEDEFF, T. B. Práhcas Bilíngues em Escolas de Surdos: Pennsylvania School for The Deaf e OAK Lodge School.
Espaço - Inshtuto Nacional de Educação de Surdos. Rio de Janeiro, vol. 44, jul./dez., p. 67-83, 2015.
MORPURGO, M.; CLARK, E. C. Minhas fábulas de Esopo. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 2010.
TAVEIRA, C.; ROSADO, A. Por uma compreensão do letramento visual e seus suportes: arhculando pesquisas
sobre letramento, matrizes de linguagem e artefatos surdos. Espaço - Inshtuto Nacional de Educação de
Surdos. Rio de Janeiro, vol. 39, jan./jun., p. 27-42, 2013.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Literatura Surda Imagens Textos
Literatura Surda Imagens TextosLiteratura Surda Imagens Textos
Literatura Surda Imagens Textos
asustecnologia
 
Recursos visuais na prática pedagógica - Cultura e pedagogia surda
Recursos visuais na prática pedagógica - Cultura e pedagogia surdaRecursos visuais na prática pedagógica - Cultura e pedagogia surda
Recursos visuais na prática pedagógica - Cultura e pedagogia surda
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Literatura Surda
Literatura SurdaLiteratura Surda
Literatura Surda
asustecnologia
 
4.12.2013 Linguagem Digital: "Didática Surda e recursos digitais em ação" por...
4.12.2013 Linguagem Digital: "Didática Surda e recursos digitais em ação" por...4.12.2013 Linguagem Digital: "Didática Surda e recursos digitais em ação" por...
4.12.2013 Linguagem Digital: "Didática Surda e recursos digitais em ação" por...
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
EJA - PONTOS E CONTRA PONTOS
EJA - PONTOS E CONTRA PONTOSEJA - PONTOS E CONTRA PONTOS
EJA - PONTOS E CONTRA PONTOS
Aparecida Barbosa
 
Trocas Metodológicas
Trocas MetodológicasTrocas Metodológicas
Trocas Metodológicas
guest2399b1
 
Literatura Surda 1
Literatura Surda 1Literatura Surda 1
Literatura Surda 1
asustecnologia
 
Multiculturalismo - Prof. Cristina
Multiculturalismo - Prof. CristinaMulticulturalismo - Prof. Cristina
Multiculturalismo - Prof. Cristina
Alexandre da Rosa
 
5.12.2013 Oficina Letramento visual: Matrizes de linguagem e seus suportes p...
5.12.2013 Oficina Letramento visual:  Matrizes de linguagem e seus suportes p...5.12.2013 Oficina Letramento visual:  Matrizes de linguagem e seus suportes p...
5.12.2013 Oficina Letramento visual: Matrizes de linguagem e seus suportes p...
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
plano de aula detalhado " Bruna e a galinha D'angola"
plano de aula detalhado " Bruna e a galinha D'angola"plano de aula detalhado " Bruna e a galinha D'angola"
plano de aula detalhado " Bruna e a galinha D'angola"
Juciara Brito
 
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernosCaderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
valdirnicioli1
 
Projeto salvador
Projeto salvadorProjeto salvador
Projeto salvador
Marisa Seara
 
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação CidadãEMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
Alexandre da Rosa
 
Aspectos da literatura surda apres
Aspectos da literatura surda apresAspectos da literatura surda apres
Aspectos da literatura surda apres
Nubia Souza
 
Libras - Mediação Intercultural
Libras - Mediação InterculturalLibras - Mediação Intercultural
Libras - Mediação Intercultural
Magno Oliveira
 
O Que Os Surdos E A Literatura TêM A Dizer Uma ReflexãO Sobre O Ensino Na E...
O Que Os Surdos E A Literatura TêM A Dizer   Uma ReflexãO Sobre O Ensino Na E...O Que Os Surdos E A Literatura TêM A Dizer   Uma ReflexãO Sobre O Ensino Na E...
O Que Os Surdos E A Literatura TêM A Dizer Uma ReflexãO Sobre O Ensino Na E...
asustecnologia
 
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias FreireProjeto  Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire
Cirlei Santos
 
Slide eliane
Slide elianeSlide eliane
Slide eliane
Cleonice Schmitz
 
Projeto Iguais e Diferentes - Prof. Ana Lúcia
Projeto Iguais e Diferentes - Prof. Ana LúciaProjeto Iguais e Diferentes - Prof. Ana Lúcia
Projeto Iguais e Diferentes - Prof. Ana Lúcia
Alexandre da Rosa
 

Mais procurados (20)

Literatura Surda Imagens Textos
Literatura Surda Imagens TextosLiteratura Surda Imagens Textos
Literatura Surda Imagens Textos
 
Recursos visuais na prática pedagógica - Cultura e pedagogia surda
Recursos visuais na prática pedagógica - Cultura e pedagogia surdaRecursos visuais na prática pedagógica - Cultura e pedagogia surda
Recursos visuais na prática pedagógica - Cultura e pedagogia surda
 
Literatura Surda
Literatura SurdaLiteratura Surda
Literatura Surda
 
4.12.2013 Linguagem Digital: "Didática Surda e recursos digitais em ação" por...
4.12.2013 Linguagem Digital: "Didática Surda e recursos digitais em ação" por...4.12.2013 Linguagem Digital: "Didática Surda e recursos digitais em ação" por...
4.12.2013 Linguagem Digital: "Didática Surda e recursos digitais em ação" por...
 
EJA - PONTOS E CONTRA PONTOS
EJA - PONTOS E CONTRA PONTOSEJA - PONTOS E CONTRA PONTOS
EJA - PONTOS E CONTRA PONTOS
 
Trocas Metodológicas
Trocas MetodológicasTrocas Metodológicas
Trocas Metodológicas
 
Literatura Surda 1
Literatura Surda 1Literatura Surda 1
Literatura Surda 1
 
Multiculturalismo - Prof. Cristina
Multiculturalismo - Prof. CristinaMulticulturalismo - Prof. Cristina
Multiculturalismo - Prof. Cristina
 
5.12.2013 Oficina Letramento visual: Matrizes de linguagem e seus suportes p...
5.12.2013 Oficina Letramento visual:  Matrizes de linguagem e seus suportes p...5.12.2013 Oficina Letramento visual:  Matrizes de linguagem e seus suportes p...
5.12.2013 Oficina Letramento visual: Matrizes de linguagem e seus suportes p...
 
plano de aula detalhado " Bruna e a galinha D'angola"
plano de aula detalhado " Bruna e a galinha D'angola"plano de aula detalhado " Bruna e a galinha D'angola"
plano de aula detalhado " Bruna e a galinha D'angola"
 
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernosCaderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
 
Projeto salvador
Projeto salvadorProjeto salvador
Projeto salvador
 
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação CidadãEMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
 
Cronograma intervenção hist 6 ano
Cronograma intervenção hist 6 anoCronograma intervenção hist 6 ano
Cronograma intervenção hist 6 ano
 
Aspectos da literatura surda apres
Aspectos da literatura surda apresAspectos da literatura surda apres
Aspectos da literatura surda apres
 
Libras - Mediação Intercultural
Libras - Mediação InterculturalLibras - Mediação Intercultural
Libras - Mediação Intercultural
 
O Que Os Surdos E A Literatura TêM A Dizer Uma ReflexãO Sobre O Ensino Na E...
O Que Os Surdos E A Literatura TêM A Dizer   Uma ReflexãO Sobre O Ensino Na E...O Que Os Surdos E A Literatura TêM A Dizer   Uma ReflexãO Sobre O Ensino Na E...
O Que Os Surdos E A Literatura TêM A Dizer Uma ReflexãO Sobre O Ensino Na E...
 
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias FreireProjeto  Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire
 
Slide eliane
Slide elianeSlide eliane
Slide eliane
 
Projeto Iguais e Diferentes - Prof. Ana Lúcia
Projeto Iguais e Diferentes - Prof. Ana LúciaProjeto Iguais e Diferentes - Prof. Ana Lúcia
Projeto Iguais e Diferentes - Prof. Ana Lúcia
 

Semelhante a Conto de historias - Comunicação para o COINES 2019

5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador
SimoneHelenDrumond
 
Liliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovadorLiliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovador
SimoneHelenDrumond
 
Documento diretoria
Documento diretoriaDocumento diretoria
Documento diretoria
tecampinasoeste
 
Projeto interdisciplinar alfabetização
Projeto interdisciplinar alfabetizaçãoProjeto interdisciplinar alfabetização
Projeto interdisciplinar alfabetização
faculdade4
 
Rita cristina professor inovador
Rita cristina  professor inovadorRita cristina  professor inovador
Rita cristina professor inovador
SimoneHelenDrumond
 
10 rita cristina professor inovador
10 rita cristina  professor inovador10 rita cristina  professor inovador
10 rita cristina professor inovador
SimoneHelenDrumond
 
A CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
A CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃOA CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
A CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
Jusemara
 
importancia da leitura e escrita.pptx
importancia da leitura e escrita.pptximportancia da leitura e escrita.pptx
importancia da leitura e escrita.pptx
AdeliceBraga
 
Jornalbert Edição 04/2015
Jornalbert Edição 04/2015 Jornalbert Edição 04/2015
Jornalbert Edição 04/2015
Telma Lenita Zen
 
Práticas pedagógicas no letramento do aluno surdo
Práticas pedagógicas no letramento do aluno surdoPráticas pedagógicas no letramento do aluno surdo
Práticas pedagógicas no letramento do aluno surdo
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Curso tecnologia na educação slid
Curso tecnologia na educação slidCurso tecnologia na educação slid
Curso tecnologia na educação slid
anapaulamenegardo
 
Zoom 4final
Zoom 4finalZoom 4final
Zoom 4final
Vítor Rocha
 
Formacao paic
Formacao paicFormacao paic
Formacao paic
Milbrasil
 
Projeto Sou Leitor e Aprendiz
Projeto Sou Leitor e AprendizProjeto Sou Leitor e Aprendiz
Projeto Sou Leitor e Aprendiz
thaededan
 
modelo de projeto
modelo de projetomodelo de projeto
modelo de projeto
Fernanda Telecher
 
Contemplando as especificidades dos alunos surdos
Contemplando as especificidades dos alunos surdosContemplando as especificidades dos alunos surdos
Contemplando as especificidades dos alunos surdos
pedagogiaaoaopedaletra.com Mendonca
 
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
SimoneHelenDrumond
 
1º encontro mensal polo 2 red
1º encontro mensal polo 2 red1º encontro mensal polo 2 red
1º encontro mensal polo 2 red
labteotonio
 
projeto consciencia negra Epi.pdf
projeto consciencia negra Epi.pdfprojeto consciencia negra Epi.pdf
projeto consciencia negra Epi.pdf
FlaviaMiqueli
 
projeto consciencia negra Epi.pdf
projeto consciencia negra Epi.pdfprojeto consciencia negra Epi.pdf
projeto consciencia negra Epi.pdf
FlaviaMiqueli
 

Semelhante a Conto de historias - Comunicação para o COINES 2019 (20)

5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador
 
Liliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovadorLiliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovador
 
Documento diretoria
Documento diretoriaDocumento diretoria
Documento diretoria
 
Projeto interdisciplinar alfabetização
Projeto interdisciplinar alfabetizaçãoProjeto interdisciplinar alfabetização
Projeto interdisciplinar alfabetização
 
Rita cristina professor inovador
Rita cristina  professor inovadorRita cristina  professor inovador
Rita cristina professor inovador
 
10 rita cristina professor inovador
10 rita cristina  professor inovador10 rita cristina  professor inovador
10 rita cristina professor inovador
 
A CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
A CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃOA CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
A CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
 
importancia da leitura e escrita.pptx
importancia da leitura e escrita.pptximportancia da leitura e escrita.pptx
importancia da leitura e escrita.pptx
 
Jornalbert Edição 04/2015
Jornalbert Edição 04/2015 Jornalbert Edição 04/2015
Jornalbert Edição 04/2015
 
Práticas pedagógicas no letramento do aluno surdo
Práticas pedagógicas no letramento do aluno surdoPráticas pedagógicas no letramento do aluno surdo
Práticas pedagógicas no letramento do aluno surdo
 
Curso tecnologia na educação slid
Curso tecnologia na educação slidCurso tecnologia na educação slid
Curso tecnologia na educação slid
 
Zoom 4final
Zoom 4finalZoom 4final
Zoom 4final
 
Formacao paic
Formacao paicFormacao paic
Formacao paic
 
Projeto Sou Leitor e Aprendiz
Projeto Sou Leitor e AprendizProjeto Sou Leitor e Aprendiz
Projeto Sou Leitor e Aprendiz
 
modelo de projeto
modelo de projetomodelo de projeto
modelo de projeto
 
Contemplando as especificidades dos alunos surdos
Contemplando as especificidades dos alunos surdosContemplando as especificidades dos alunos surdos
Contemplando as especificidades dos alunos surdos
 
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
 
1º encontro mensal polo 2 red
1º encontro mensal polo 2 red1º encontro mensal polo 2 red
1º encontro mensal polo 2 red
 
projeto consciencia negra Epi.pdf
projeto consciencia negra Epi.pdfprojeto consciencia negra Epi.pdf
projeto consciencia negra Epi.pdf
 
projeto consciencia negra Epi.pdf
projeto consciencia negra Epi.pdfprojeto consciencia negra Epi.pdf
projeto consciencia negra Epi.pdf
 

Mais de Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda

PADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitos
PADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitosPADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitos
PADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitos
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019
Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019
Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Aula de alfabetismo visual INES
Aula de alfabetismo visual INESAula de alfabetismo visual INES
Aula de alfabetismo visual INES
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)
Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)
Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Slides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeo
Slides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeoSlides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeo
Slides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeo
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
O professor e as tecnologias
O professor e as tecnologiasO professor e as tecnologias
O professor e as tecnologias
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Políticas públicas e novas tecnologias
Políticas públicas e novas tecnologiasPolíticas públicas e novas tecnologias
Políticas públicas e novas tecnologias
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Mídia-educação
Mídia-educaçãoMídia-educação
Educação aberta
Educação abertaEducação aberta
Cultura hacker: origem e ideário
Cultura hacker: origem e ideárioCultura hacker: origem e ideário
Cultura hacker: origem e ideário
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Filme "Piratas do vale do silício"
Filme "Piratas do vale do silício"Filme "Piratas do vale do silício"
Filme "Piratas do vale do silício"
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Futuros imaginários
Futuros imagináriosFuturos imaginários
Introdução à disciplina
Introdução à disciplinaIntrodução à disciplina
A cibercultura e suas leis
A cibercultura e suas leisA cibercultura e suas leis
Letramentos? A oralidade, a escrita e o digital
Letramentos? A oralidade, a escrita e o digitalLetramentos? A oralidade, a escrita e o digital
Letramentos? A oralidade, a escrita e o digital
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
As tecnologias e suas fases
As tecnologias e suas fasesAs tecnologias e suas fases
Discussão sobre o filme Metrópolis
Discussão sobre o filme MetrópolisDiscussão sobre o filme Metrópolis
Discussão sobre o filme Metrópolis
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Introdução à disciplina
Introdução à disciplinaIntrodução à disciplina
Módulo 1 - Design gráfico
Módulo 1 - Design gráficoMódulo 1 - Design gráfico
Módulo 2 - Fotografia
Módulo 2 - FotografiaMódulo 2 - Fotografia

Mais de Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda (20)

PADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitos
PADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitosPADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitos
PADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitos
 
Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019
Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019
Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019
 
Aula de alfabetismo visual INES
Aula de alfabetismo visual INESAula de alfabetismo visual INES
Aula de alfabetismo visual INES
 
Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)
Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)
Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)
 
Slides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeo
Slides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeoSlides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeo
Slides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeo
 
O professor e as tecnologias
O professor e as tecnologiasO professor e as tecnologias
O professor e as tecnologias
 
Políticas públicas e novas tecnologias
Políticas públicas e novas tecnologiasPolíticas públicas e novas tecnologias
Políticas públicas e novas tecnologias
 
Mídia-educação
Mídia-educaçãoMídia-educação
Mídia-educação
 
Educação aberta
Educação abertaEducação aberta
Educação aberta
 
Cultura hacker: origem e ideário
Cultura hacker: origem e ideárioCultura hacker: origem e ideário
Cultura hacker: origem e ideário
 
Filme "Piratas do vale do silício"
Filme "Piratas do vale do silício"Filme "Piratas do vale do silício"
Filme "Piratas do vale do silício"
 
Futuros imaginários
Futuros imagináriosFuturos imaginários
Futuros imaginários
 
Introdução à disciplina
Introdução à disciplinaIntrodução à disciplina
Introdução à disciplina
 
A cibercultura e suas leis
A cibercultura e suas leisA cibercultura e suas leis
A cibercultura e suas leis
 
Letramentos? A oralidade, a escrita e o digital
Letramentos? A oralidade, a escrita e o digitalLetramentos? A oralidade, a escrita e o digital
Letramentos? A oralidade, a escrita e o digital
 
As tecnologias e suas fases
As tecnologias e suas fasesAs tecnologias e suas fases
As tecnologias e suas fases
 
Discussão sobre o filme Metrópolis
Discussão sobre o filme MetrópolisDiscussão sobre o filme Metrópolis
Discussão sobre o filme Metrópolis
 
Introdução à disciplina
Introdução à disciplinaIntrodução à disciplina
Introdução à disciplina
 
Módulo 1 - Design gráfico
Módulo 1 - Design gráficoMódulo 1 - Design gráfico
Módulo 1 - Design gráfico
 
Módulo 2 - Fotografia
Módulo 2 - FotografiaMódulo 2 - Fotografia
Módulo 2 - Fotografia
 

Último

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 

Conto de historias - Comunicação para o COINES 2019

  • 1. Fábula para jovens: um texto cômico em libras Alexandre de Melo Sousa, Marlon Rodrigues Soares e Jenifer Matos Santos Palavras-chave: teatro; piada surda; contação de história
  • 2. Preâmbulo Desde junho de 2015 acontecem reuniões quinzenais do Grupo de Pesquisa “Educação, mídias e comunidade surda”. Este trabalho faz parte de uma das inciativas de líderes do GP, os Professores Cristiane Taveira e Alexandre Rosado em seus estudos sobre letramento visual e gramática visual.
  • 4. Pesquisa de longa duração Os alunos de graduação de Pedagogia do DESU-INES desenvolvem estratégias didáticas do Shared Reading Program – Projeto de Leitura Compartilhada. Foram doados todos os materiais produzidos no DESU de 2016 a 2018. Materiais didáticos produzidos : Feijãozinho Surdo, Patinho Surdo, Cinderela Surda, Lenda Festa no Céu, Lenda Indígena da Erva-Mate, Fábula Dois amigos e um urso. No ano de 2019 estamos realizando a produção das histórias Rapunzel Negra e a Fábula Assembleia dos Ratos (várias versões).
  • 5. Referencial Teórico O foco são os 15 princípios da contação de histórias para surdos (LEBEDEFF, 2007, 2011, 2015)
  • 6. Referencial Teórico Desenvolvemos também os aspectos viso- gestuais-táteis (VGT) e da performance no conto de histórias (LADD, GONÇALVES, 2011)
  • 7. Referencial Teórico Aspectos visuais da produção de materiais didáhcos - bonecos, maquetes, cenários – dentro de uma proposta de Letramento visual (TAVEIRA; ROSADO, 2013)
  • 8. Fábula Assembleia dos Ratos Escolhemos uma fábula curta e bem-humorada para trabalhar com público infanto-juvenil do DEBASI/INES. As fábulas de Esopo (1994) possuem animais que tem comportamento igual aos de humanos.
  • 9. Fase de teste 1. Criar experiências de Arte com maquiagem para apresentar o teatro aos alunos surdos crianças e jovens. 2. Construir Roteiro de Teatro a partir da leitura de diversas versões da mesma fábula e realizar uma adaptação para Literatura Surda
  • 10. Fase de teste 3. Debatemos sobre experiência visual que combina com a comunidade surda.
  • 11. Fase de teste 4. Trabalhamos outras linguagens como cenografia de teatro fácil de transportar para os locais de conto e reconto de histórias
  • 12. Fase de teste 5. Visualização de livro ampliado, colorido e adaptado com miniaturas de ratos em duas versões diferentes, do livro impresso com adaptações e do conto e reconto em Libras.
  • 13. Experiência no DEBASI No dia da apresentação 2019.2 obtivemos pontos positivos elencados pelo observador surdo adulto e a professora orientadora. O observador tem o papel de acompanhar a encenação e pode fazer algumas intervenções didáticas para provocar o público. A orientadora faz anotações no Diário de Campo.
  • 14. Experiência no DEBASI O teatro contou com contador de história em Libras, atores surdos, CODA e ouvintes bilíngues; • Quantitativo de surdos = 6 (seis) • Quantitativo de ouvintes bilíngues = 3 (três) • Observador surdo = 1 (um)
  • 15. Experiência no DEBASI 1 . Sinalização enfáhca, ênfase forte na expressão facial e corporal é um aspecto da didáhca proposta nos 15 princípios de Leitura Comparhlhada.
  • 16. Experiência no DEBASI 2. Importância da incorporação de personagens: agir igual o personagem para a compreensão mais clara da história.
  • 17. Experiência no DEBASI 3. Fazer rir e refletir com a experiência do humor: piada surda.
  • 18. Experiência no DEBASI 4. Chamar alunos para fazer demonstrações, ou seja, ajudar a resolver o problema dos personagens .
  • 19. Conclusões Tivemos a preocupação com os desenhos da história, as roupas - figurino apropriado à crianças e jovens - e maquiagem mais adequada. A organização do roteiro de teatro foi uma fase importante para a execução da peça sem esquecermos de seguir o conto da história. Valorizar a piada dentro do conteúdo textual para que ficasse clara: confusão entre os ratos, necessidade de reunião, fácil ter ideias (cortar unhas, arrancar dentes do gato) e discil agir (ter coragem de colocar o cordão luminoso no gato).
  • 20. Conclusões Necessidade de aprimorar as intervenções didáticas e artísticas para ampliar cada vez mais as oportunidades de participação e de captar respostas dos alunos surdos.
  • 21. Referências bibliográficas ASH, R.; HIGTON, B. Fábulas de Esopo. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 1994. IBÁÑEZ, C. R. Conte uma fábula. São Paulo: Girassol, Espanha: Susaeta Ediciones, 2005. DELMAR, A. S. M. Conto e reconto de histórias na Educação InfanRl: o uso de estratégias visuais no letramento de crianças. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia). Inshtuto Nacional de Educação de Surdos, Rio de Janeiro, 2016, 1 DVD: 1:36:30. LADD, P.; GONÇALVES, J. C. do A. Culturas surdas e o desenvolvimento de pedagogias surdas. In: KARNOPP, L.; KLEIN, M.; LUNARDI-LAZZARIN, M. L. (Orgs.). Cultura Surda na contemporaneidade: negociações, intercorrências e provocações. Canoas: Ed ULBRA, 2011, p.295-329. LEBEDEFF, T. B. Alternahvas de letramento para crianças surdas: uma discussão sobre o Shared Reading Program. 30a Reunião Anual da ANPED, 2007, Caxambu. Anais da 30a Reunião Anual da Anped, 2007. p. 1-15. LEBEDEFF, T. B. Impressões de viagem: a cultura surda na Pensylvania School for the Deaf. In: KARNOPP, L.; KLEIN, M.; LUNARDI-LAZZARIN, M. L. (Orgs.). Cultura Surda na contemporaneidade: negociações, intercorrências e provocações. Canoas: Ed ULBRA, 2011, p. 263-276. LEBEDEFF, T. B. Práhcas Bilíngues em Escolas de Surdos: Pennsylvania School for The Deaf e OAK Lodge School. Espaço - Inshtuto Nacional de Educação de Surdos. Rio de Janeiro, vol. 44, jul./dez., p. 67-83, 2015. MORPURGO, M.; CLARK, E. C. Minhas fábulas de Esopo. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 2010. TAVEIRA, C.; ROSADO, A. Por uma compreensão do letramento visual e seus suportes: arhculando pesquisas sobre letramento, matrizes de linguagem e artefatos surdos. Espaço - Inshtuto Nacional de Educação de Surdos. Rio de Janeiro, vol. 39, jan./jun., p. 27-42, 2013.