SlideShare uma empresa Scribd logo
E
.
E
.
P
r
o
f
.
M
e
s
s
i
a
s
F
r
e
i
r
e
Olha de novo: não existem brancos, não
existem amarelos, não existem negros: somos
todos arco-íris.
Ulisses Tavares
..................
Ontem plena liberdade,
A vontade por poder...
Hoje... cúm'lo de maldade,
Nem são livres p'ra morrer. .
Prende-os a mesma corrente
— Férrea, lúgubre serpente —
Nas roscas da escravidão.
E assim zombando da morte,
Dança a lúgubre coorte
Ao som do açoute... Irrisão!...

Senhor Deus dos desgraçados!
Dizei-me vós, Senhor Deus,
Se eu deliro... ou se é verdade
Tanto horror perante os céus?!...
Ó mar, por que não apagas
Co'a esponja de tuas vagas
Do teu manto este borrão?
Astros! noites! tempestades!
Rolai das imensidades!
Varrei os mares, tufão!...
Castro Alves
Projeto interdisciplinar
Criação e organização: Professora Mediadora Teresa Cristina Ferreira
Publico alvo: Todos os cursos
Apoio: Equipe gestora, corpo docente, sala de leitura e sala de informática.
CRONOGRMA:
19/10/2013 - das 10:00 h às 22:00h
•
•
•
•
•
•
•
•
•

Desfile de moda afro;
Concurso de Miss e Mister afro Messias Freire;
Show de Talentos;
Palestras;
Exposição dos projetos da sala de leitura;
Exposição dos trabalhos dos alunos;
Apresentação da capoeira;
Teatro;
Comida típica.
1.

PROBLEMA:

Historicamente, o Brasil, no aspecto legal, teve uma postura ativa e permissiva diante da
discriminação e do racismo que atinge a população afro-descendente brasileira até hoje. Nesse sentido, ao
analisar os dados que apontam as desigualdades entre brancos e negros, constatou-se a necessidade de
políticas específicas que revertam o atual quadro.
No campo da educação, promover uma educação ética, voltada para o respeito e convívio
harmônico com a diversidade deve-se partir de temáticas significativas do ponto de vista ético, propiciando
condições desde a mais tenra idade, para que os alunos e alunas desenvolvam sua capacidade dialógica,
tomem consciência de nossas próprias raízes históricas que ajudaram e ajudam a constituir a cultura e formar
a nação brasileira, pois, o preconceito e o racismo são uma das formas de violência, diante disso, quais as
situações que temos possibilidades de mudar? Qual seria a nossa contribuição concreta para viabilizar a
conscientização das pessoas?

2.

JUSTIFICATIVA:

Comemorar 20 de novembro – Dia da Consciência negra, dedicando o mês de novembro, para
debater e refletir sobre as diferenças raciais e a importância de cada um no processo de construção de nosso
país, estado e comunidade. Com este trabalho espero que a consciência de valorização do ser humano
ultrapasse as fronteiras da violência, do preconceito e do racismo.
3.

OBJETIVOS:

• Interagir com o corpo docente, discente e comunidade;
• Resgate da cultura brasileira, influência afro na moda, na culinária, na arte, na religião, na música e
nos costumes;
• Propiciar ao educando a oportunidade de expor suas habilidades artísticas;
• Despertar a importância do trabalho coletivo;
• Melhorar a auto-estimas de toda a comunidade escolar;
• Proporcionar momentos de interação e descontração com o corpo docente, discente, funcionários e
comunidade;
• Valorizar a cultura negra e seus afro-descendentes e afro-brasileiros, na escola e na sociedade;
• Entender e valorizar a identidade da criança e do jovem negro;
• Redescobrir a cultura negra, embranquecida pelo tempo;
• Desmitificar o preconceito relativo aos costumes religiosos provindos da cultura africana;
• Trazer à tona, discussões provocantes, por meio das rodas de conversa, para um posicionamento mais
crítico frente à realidade social em que vivemos.

4.

CONTEÚDO:

O desenvolvimento do projeto estará em consonância com os blocos temáticos citados e será
feito de acordo com as necessidades da turma e a realidade local, estabelecendo o problema e a proposta
de conteúdo para a classe. O tema será desenvolvido na sala de aula por meio de atividades para a sua
exploração, sistematização e para a conclusão dos trabalhos. Os alunos devem fazer observações diretas no
entorno familiar, observações indiretas em ilustrações e/ou vídeos, experimentações e leituras. Para tanto
vamos utilizar:
•
•
•
•
•
•
•

•
•

5.
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•

Livro: “Menina bonita do laço de fita” de Maria Helena Machado, Ed. Ática, 2007;
Livro: “Declaração Universal dos direitos humanos” – adaptação Ruth Rocha e Otávio Roth, 2003;
Estudo de alguns artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos;
Exibição de vídeo (clipes): ”Missa dos quilombos” – música de Milton Nascimento;
Promover reflexões positivas de reportagens jornalísticas e textos da atualidade que tratam sobre o
tema;
Audição, análise e ilustração da música de Milton Nascimento “Uakti – lágrimasdo sul”;
Ilustrações dos trabalhos de Candido Portinari – “Menina com tranças e laços” fazendo uma analogia
com o livro “Menina bonita do laço de fita” e “cabeça de negro”.
Contato com músicas da cultura africana como o samba, a batucada;
Produção em artes com sucatas;
ATIVIDADES:
Desfile com a Miss e Mister afro do período da manhã, da tarde e da noite;
Show de talentos;
Exposição de trabalhos;
Gincanas interativas.
Hora da história: leitura e análise de alguns artigos do livro “Declaração Universal dos Direitos Humanos”
e “Menina bonita do laço de fita”;
Verificação do caminho geográfico feito da África para o Brasil por meio do mapa mundi;
Estudos de música, fazendo releituras e transformando-os em ilustrações pedagógicas para uma amostra
cultural;
Confeccionar cartazes – recorte, pintura e colagem - com fotos de revistas que tratam da diversidade
étnica brasileira e a cultura do negro;
Realizar brincadeiras e jogos;
Construção de uma máscara africana com saco de pão;
Construção e de um quilombo feito com barro;
Pesquisas sobre a cultura
6.

RESULTADOS ESPERADOS:

• Apropriação de diversos saberes, além da conscientização sobre temas relevantes como
legislação, tolerância, direitos e deveres etc.;
• Desenvolvimento de valores – conceitos e procedimentos;
• Apropriação de novas aprendizagens, a partir de reflexões e esclarecimentos sobre outras
culturas.
• No final, sempre com a orientação do professor, os alunos deverão organizar os conhecimentos
que adquiriram, fazendo registros de suas atividades, com desenhos,esquemas, confecções e
etc. E durante essas atividades várias atitudes e valores éticos e humanos podem ser
trabalhados para a consolidação do conteúdo foco.
• Montaremos uma exposição com os materiais coletados e produzidos pelos alunos em conjunto
com o professor para que sejam apresentados na sala de leitura, para possível visita dos pais.
• No dia da exposição haverá o desfile de moda afro e a eleição da miss e do mister afro de todos
os cursos de cada período e fará parte do evento que ocorrerá durante o dia todo a
apresentação de alunos talentoso (canto, dança poesia...) e palestras diversas.

7.

AVALIAÇÃO:

A avaliação acontecerá em qualquer momento do processo educativo, de forma
contínua e diagnóstica; com a intenção primordial de rever a própria prática docente criando novas
possibilidades para estimular os alunos a desenvolverem-se suas potencialidades levando em conta,
principalmente, os avanços individuais dentro da coletividade e a participação no desenvolvimento
de todas as atividades (de acordo com as peculiaridades de cada aluno) no decorrer do projeto.
8.
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•

MATERIAIS:

TNT marrom
TNT preto
TNT amarelo
TNT verde
TNT vermelho
TNT azul
Papel cartão vermelho
Cola Quente
Extensão
Tesoura grande
Fita adesiva
Fita crepe
Fita de isolamento (preta e amarela)
Crepom verde escuro
Ráfia
Tecido de oncinha
Tecido de zebrinha
Painel
Telão
Som
Microfone
Papel fotográfico para impressão dos trabalhos
Impressora
Merenda: Sugestão – canjica
Roupas africanas
9.

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

O trabalho de educação anti-racista deve começar cedo. A pessoa negra precisa se ver
como negra e aprender a respeitar a imagem que tem de si mesmo e ter modelos que confirmem essa
expectativa.
O projeto visa à alegria e à majestade da cultura africana, tudo como deve ser sem
constrangimentos nem equívocos.
Portanto, este projeto trata-se de uma proposta construída, mas não acabada e estará
sujeito a mudanças de acordo com o cotidiano em sala de aula.
REFERÊNCIAS PARA DESENVOLVIMENTO DO TEMA:
BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das relações Étnico–Raciais e para o
Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Secretaria Especial de Políticas de Promoção
da Igualdade Racial. Brasília: MEC, 2005. 35p.
MACHADO. Maria Helena. Menina bonita do laço de fita. São Paulo-SP. Ed. Ática, 2007.
Revista Nova Escola. Vários autores. São Paulo-SP – edição de Nov. 2004 e
2005
Manhã
Manhã
Manhã
Manhã
Manhã
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízes
Projeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízesProjeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízes
Projeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízes
Rafael Costa
 
Modelo de plano de aula
Modelo de plano de aulaModelo de plano de aula
Modelo de plano de aula
Denise
 
América portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasilAmérica portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasil
Douglas Barraqui
 
5 Parâmetros da libras
5 Parâmetros da libras5 Parâmetros da libras
5 Parâmetros da libras
Nelinha Soares
 
Historia fontes historicas
Historia fontes historicasHistoria fontes historicas
Historia fontes historicas
Loredana Ruffo
 
Mídias na educação - plano de aula
Mídias na educação -   plano de aulaMídias na educação -   plano de aula
Mídias na educação - plano de aula
Conceição Rosa
 
Brasil colônia
Brasil colônia Brasil colônia
Brasil colônia
Elaine Bogo Pavani
 
Plano de aula a revolução russa
Plano de aula a revolução russaPlano de aula a revolução russa
Plano de aula a revolução russa
Tissiane Gomes
 
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de textoPráticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Fernanda Tulio
 
Cultura indígena
Cultura indígenaCultura indígena
Cultura indígena
Paula Naranjo
 
Projeto contra racismo na escola
Projeto contra racismo na escolaProjeto contra racismo na escola
Projeto contra racismo na escola
nivalda
 
Diário de bordo
Diário de bordoDiário de bordo
Diário de bordo
Andressa Kaminski
 
História da educação no Brasil
História da educação no BrasilHistória da educação no Brasil
História da educação no Brasil
Gisele Finatti Baraglio
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
Jhonatan Max
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Prof. Noe Assunção
 
CURRICULO EJA 3ª E 4ª ETAPA 2023.pdf
CURRICULO EJA 3ª E 4ª ETAPA 2023.pdfCURRICULO EJA 3ª E 4ª ETAPA 2023.pdf
CURRICULO EJA 3ª E 4ª ETAPA 2023.pdf
Gleici Licá
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
Paula Tomaz
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
Valeria Santos
 
Projeto meu lugar no mundo
Projeto meu lugar no mundoProjeto meu lugar no mundo
Projeto meu lugar no mundo
nagili
 
Índios brasileiros
Índios brasileirosÍndios brasileiros
Índios brasileiros
Paulo Alexandre
 

Mais procurados (20)

Projeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízes
Projeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízesProjeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízes
Projeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízes
 
Modelo de plano de aula
Modelo de plano de aulaModelo de plano de aula
Modelo de plano de aula
 
América portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasilAmérica portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasil
 
5 Parâmetros da libras
5 Parâmetros da libras5 Parâmetros da libras
5 Parâmetros da libras
 
Historia fontes historicas
Historia fontes historicasHistoria fontes historicas
Historia fontes historicas
 
Mídias na educação - plano de aula
Mídias na educação -   plano de aulaMídias na educação -   plano de aula
Mídias na educação - plano de aula
 
Brasil colônia
Brasil colônia Brasil colônia
Brasil colônia
 
Plano de aula a revolução russa
Plano de aula a revolução russaPlano de aula a revolução russa
Plano de aula a revolução russa
 
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de textoPráticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
 
Cultura indígena
Cultura indígenaCultura indígena
Cultura indígena
 
Projeto contra racismo na escola
Projeto contra racismo na escolaProjeto contra racismo na escola
Projeto contra racismo na escola
 
Diário de bordo
Diário de bordoDiário de bordo
Diário de bordo
 
História da educação no Brasil
História da educação no BrasilHistória da educação no Brasil
História da educação no Brasil
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
 
CURRICULO EJA 3ª E 4ª ETAPA 2023.pdf
CURRICULO EJA 3ª E 4ª ETAPA 2023.pdfCURRICULO EJA 3ª E 4ª ETAPA 2023.pdf
CURRICULO EJA 3ª E 4ª ETAPA 2023.pdf
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
 
Projeto meu lugar no mundo
Projeto meu lugar no mundoProjeto meu lugar no mundo
Projeto meu lugar no mundo
 
Índios brasileiros
Índios brasileirosÍndios brasileiros
Índios brasileiros
 

Semelhante a Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire

Há cor na educação
Há cor na educaçãoHá cor na educação
Há cor na educação
Juciara Brito
 
Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)
Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)
Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)
Juciara Brito
 
Projeto Consciência Negra - Minha pele de ébano...
Projeto Consciência Negra - Minha pele de ébano...Projeto Consciência Negra - Minha pele de ébano...
Projeto Consciência Negra - Minha pele de ébano...
Cintia Pereira
 
PROJETO DIDÁTICO 3 ANO PNAIC unidade 6
PROJETO DIDÁTICO 3 ANO PNAIC unidade 6PROJETO DIDÁTICO 3 ANO PNAIC unidade 6
PROJETO DIDÁTICO 3 ANO PNAIC unidade 6
Marisa Seara
 
Projeto consciência negra powerpoint
Projeto consciência negra powerpointProjeto consciência negra powerpoint
Projeto consciência negra powerpoint
Prefeitura Municipal de Ilhéus
 
Tema
TemaTema
Africanidade
AfricanidadeAfricanidade
Africanidade
Ligia Vitti
 
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanaProjeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
lucianazanetti
 
Modos De Interagir
Modos De InteragirModos De Interagir
Modos De Interagir
Nádia Rabelo
 
Modos de interagir
Modos de interagirModos de interagir
Modos de interagir
culturaafro
 
Plano de aula Consciência Negra
Plano de aula Consciência Negra Plano de aula Consciência Negra
Plano de aula Consciência Negra
Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
 
Trocas Metodológicas
Trocas MetodológicasTrocas Metodológicas
Trocas Metodológicas
guest2399b1
 
Modosbrincar
ModosbrincarModosbrincar
Modosbrincar
FBRodrigues
 
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educaçãoSugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
jaqueegervasio
 
Projjeto curta metragem negra
Projjeto curta metragem negraProjjeto curta metragem negra
Projjeto curta metragem negra
centrodeensinoedisonlobao
 
Projjeto curta metragem negra
Projjeto curta metragem negraProjjeto curta metragem negra
Projjeto curta metragem negra
centrodeensinoedisonlobao
 
Modosbrincar web-corrigida
Modosbrincar web-corrigidaModosbrincar web-corrigida
Modosbrincar web-corrigida
Solange Das Graças Seno
 
Modelo de projeto em Diversidade
Modelo de projeto em DiversidadeModelo de projeto em Diversidade
Modelo de projeto em Diversidade
Nonata50
 
Projeto o folclore
Projeto o folcloreProjeto o folclore
Projeto o folclore
Francineteproinfo
 
Plano de aula consciencia negra
Plano de aula consciencia negraPlano de aula consciencia negra
Plano de aula consciencia negra
Luciasf
 

Semelhante a Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire (20)

Há cor na educação
Há cor na educaçãoHá cor na educação
Há cor na educação
 
Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)
Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)
Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)
 
Projeto Consciência Negra - Minha pele de ébano...
Projeto Consciência Negra - Minha pele de ébano...Projeto Consciência Negra - Minha pele de ébano...
Projeto Consciência Negra - Minha pele de ébano...
 
PROJETO DIDÁTICO 3 ANO PNAIC unidade 6
PROJETO DIDÁTICO 3 ANO PNAIC unidade 6PROJETO DIDÁTICO 3 ANO PNAIC unidade 6
PROJETO DIDÁTICO 3 ANO PNAIC unidade 6
 
Projeto consciência negra powerpoint
Projeto consciência negra powerpointProjeto consciência negra powerpoint
Projeto consciência negra powerpoint
 
Tema
TemaTema
Tema
 
Africanidade
AfricanidadeAfricanidade
Africanidade
 
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanaProjeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
 
Modos De Interagir
Modos De InteragirModos De Interagir
Modos De Interagir
 
Modos de interagir
Modos de interagirModos de interagir
Modos de interagir
 
Plano de aula Consciência Negra
Plano de aula Consciência Negra Plano de aula Consciência Negra
Plano de aula Consciência Negra
 
Trocas Metodológicas
Trocas MetodológicasTrocas Metodológicas
Trocas Metodológicas
 
Modosbrincar
ModosbrincarModosbrincar
Modosbrincar
 
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educaçãoSugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
 
Projjeto curta metragem negra
Projjeto curta metragem negraProjjeto curta metragem negra
Projjeto curta metragem negra
 
Projjeto curta metragem negra
Projjeto curta metragem negraProjjeto curta metragem negra
Projjeto curta metragem negra
 
Modosbrincar web-corrigida
Modosbrincar web-corrigidaModosbrincar web-corrigida
Modosbrincar web-corrigida
 
Modelo de projeto em Diversidade
Modelo de projeto em DiversidadeModelo de projeto em Diversidade
Modelo de projeto em Diversidade
 
Projeto o folclore
Projeto o folcloreProjeto o folclore
Projeto o folclore
 
Plano de aula consciencia negra
Plano de aula consciencia negraPlano de aula consciencia negra
Plano de aula consciencia negra
 

Mais de Cirlei Santos

Coletiva 14.07.2021 - Bolsa Do Povo Educação
Coletiva 14.07.2021 -  Bolsa Do Povo Educação Coletiva 14.07.2021 -  Bolsa Do Povo Educação
Coletiva 14.07.2021 - Bolsa Do Povo Educação
Cirlei Santos
 
Vernissage - Messias de Cara Nova
Vernissage  - Messias de Cara NovaVernissage  - Messias de Cara Nova
Vernissage - Messias de Cara Nova
Cirlei Santos
 
Homenagem a Aposentadoria de Colega de Trabalho
Homenagem a Aposentadoria de Colega de TrabalhoHomenagem a Aposentadoria de Colega de Trabalho
Homenagem a Aposentadoria de Colega de Trabalho
Cirlei Santos
 
Projeto de Conservação do Patrimônio Escolar
Projeto de Conservação do Patrimônio EscolarProjeto de Conservação do Patrimônio Escolar
Projeto de Conservação do Patrimônio Escolar
Cirlei Santos
 
GRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIRE
GRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIREGRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIRE
GRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIRE
Cirlei Santos
 
Bullying - Combata o Bullying Com Amor
Bullying - Combata o Bullying Com AmorBullying - Combata o Bullying Com Amor
Bullying - Combata o Bullying Com Amor
Cirlei Santos
 
Mitologia - Mito em Busca de Resposta
Mitologia - Mito em Busca de RespostaMitologia - Mito em Busca de Resposta
Mitologia - Mito em Busca de Resposta
Cirlei Santos
 
Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017
Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017
Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017
Cirlei Santos
 
Estágio - Cirlei Santos
Estágio - Cirlei SantosEstágio - Cirlei Santos
Estágio - Cirlei Santos
Cirlei Santos
 
Tcc - Escola e Família - Parceria Necessária
Tcc - Escola e Família -  Parceria NecessáriaTcc - Escola e Família -  Parceria Necessária
Tcc - Escola e Família - Parceria Necessária
Cirlei Santos
 
Projeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias Freire
Projeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias FreireProjeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias Freire
Projeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias Freire
Cirlei Santos
 
Pecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias Freire
Pecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias FreirePecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias Freire
Pecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias Freire
Cirlei Santos
 
Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire
Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire
Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire
Cirlei Santos
 
Projeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a LeituraProjeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a Leitura
Cirlei Santos
 
Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato
 Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato
Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato
Cirlei Santos
 
Fulecos copa do mundo
Fulecos copa do mundoFulecos copa do mundo
Fulecos copa do mundoCirlei Santos
 
Jornal - E. E. Messias Freire
Jornal - E. E. Messias FreireJornal - E. E. Messias Freire
Jornal - E. E. Messias Freire
Cirlei Santos
 
Projeto dia das mães - E. E. Prof Messias Freire
Projeto dia das mães - E. E. Prof Messias FreireProjeto dia das mães - E. E. Prof Messias Freire
Projeto dia das mães - E. E. Prof Messias Freire
Cirlei Santos
 
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias FreireProjeto  Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias Freire
Cirlei Santos
 
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias FreireProjeto  Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias Freire
Cirlei Santos
 

Mais de Cirlei Santos (20)

Coletiva 14.07.2021 - Bolsa Do Povo Educação
Coletiva 14.07.2021 -  Bolsa Do Povo Educação Coletiva 14.07.2021 -  Bolsa Do Povo Educação
Coletiva 14.07.2021 - Bolsa Do Povo Educação
 
Vernissage - Messias de Cara Nova
Vernissage  - Messias de Cara NovaVernissage  - Messias de Cara Nova
Vernissage - Messias de Cara Nova
 
Homenagem a Aposentadoria de Colega de Trabalho
Homenagem a Aposentadoria de Colega de TrabalhoHomenagem a Aposentadoria de Colega de Trabalho
Homenagem a Aposentadoria de Colega de Trabalho
 
Projeto de Conservação do Patrimônio Escolar
Projeto de Conservação do Patrimônio EscolarProjeto de Conservação do Patrimônio Escolar
Projeto de Conservação do Patrimônio Escolar
 
GRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIRE
GRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIREGRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIRE
GRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIRE
 
Bullying - Combata o Bullying Com Amor
Bullying - Combata o Bullying Com AmorBullying - Combata o Bullying Com Amor
Bullying - Combata o Bullying Com Amor
 
Mitologia - Mito em Busca de Resposta
Mitologia - Mito em Busca de RespostaMitologia - Mito em Busca de Resposta
Mitologia - Mito em Busca de Resposta
 
Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017
Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017
Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017
 
Estágio - Cirlei Santos
Estágio - Cirlei SantosEstágio - Cirlei Santos
Estágio - Cirlei Santos
 
Tcc - Escola e Família - Parceria Necessária
Tcc - Escola e Família -  Parceria NecessáriaTcc - Escola e Família -  Parceria Necessária
Tcc - Escola e Família - Parceria Necessária
 
Projeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias Freire
Projeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias FreireProjeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias Freire
Projeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias Freire
 
Pecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias Freire
Pecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias FreirePecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias Freire
Pecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias Freire
 
Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire
Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire
Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire
 
Projeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a LeituraProjeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a Leitura
 
Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato
 Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato
Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato
 
Fulecos copa do mundo
Fulecos copa do mundoFulecos copa do mundo
Fulecos copa do mundo
 
Jornal - E. E. Messias Freire
Jornal - E. E. Messias FreireJornal - E. E. Messias Freire
Jornal - E. E. Messias Freire
 
Projeto dia das mães - E. E. Prof Messias Freire
Projeto dia das mães - E. E. Prof Messias FreireProjeto dia das mães - E. E. Prof Messias Freire
Projeto dia das mães - E. E. Prof Messias Freire
 
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias FreireProjeto  Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias Freire
 
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias FreireProjeto  Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias Freire
 

Último

BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
Manuais Formação
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
IslanderAndrade
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 

Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire

  • 2.
  • 3. Olha de novo: não existem brancos, não existem amarelos, não existem negros: somos todos arco-íris. Ulisses Tavares
  • 4. .................. Ontem plena liberdade, A vontade por poder... Hoje... cúm'lo de maldade, Nem são livres p'ra morrer. . Prende-os a mesma corrente — Férrea, lúgubre serpente — Nas roscas da escravidão. E assim zombando da morte, Dança a lúgubre coorte Ao som do açoute... Irrisão!... Senhor Deus dos desgraçados! Dizei-me vós, Senhor Deus, Se eu deliro... ou se é verdade Tanto horror perante os céus?!... Ó mar, por que não apagas Co'a esponja de tuas vagas Do teu manto este borrão? Astros! noites! tempestades! Rolai das imensidades! Varrei os mares, tufão!... Castro Alves
  • 5. Projeto interdisciplinar Criação e organização: Professora Mediadora Teresa Cristina Ferreira Publico alvo: Todos os cursos Apoio: Equipe gestora, corpo docente, sala de leitura e sala de informática. CRONOGRMA: 19/10/2013 - das 10:00 h às 22:00h • • • • • • • • • Desfile de moda afro; Concurso de Miss e Mister afro Messias Freire; Show de Talentos; Palestras; Exposição dos projetos da sala de leitura; Exposição dos trabalhos dos alunos; Apresentação da capoeira; Teatro; Comida típica.
  • 6. 1. PROBLEMA: Historicamente, o Brasil, no aspecto legal, teve uma postura ativa e permissiva diante da discriminação e do racismo que atinge a população afro-descendente brasileira até hoje. Nesse sentido, ao analisar os dados que apontam as desigualdades entre brancos e negros, constatou-se a necessidade de políticas específicas que revertam o atual quadro. No campo da educação, promover uma educação ética, voltada para o respeito e convívio harmônico com a diversidade deve-se partir de temáticas significativas do ponto de vista ético, propiciando condições desde a mais tenra idade, para que os alunos e alunas desenvolvam sua capacidade dialógica, tomem consciência de nossas próprias raízes históricas que ajudaram e ajudam a constituir a cultura e formar a nação brasileira, pois, o preconceito e o racismo são uma das formas de violência, diante disso, quais as situações que temos possibilidades de mudar? Qual seria a nossa contribuição concreta para viabilizar a conscientização das pessoas? 2. JUSTIFICATIVA: Comemorar 20 de novembro – Dia da Consciência negra, dedicando o mês de novembro, para debater e refletir sobre as diferenças raciais e a importância de cada um no processo de construção de nosso país, estado e comunidade. Com este trabalho espero que a consciência de valorização do ser humano ultrapasse as fronteiras da violência, do preconceito e do racismo.
  • 7. 3. OBJETIVOS: • Interagir com o corpo docente, discente e comunidade; • Resgate da cultura brasileira, influência afro na moda, na culinária, na arte, na religião, na música e nos costumes; • Propiciar ao educando a oportunidade de expor suas habilidades artísticas; • Despertar a importância do trabalho coletivo; • Melhorar a auto-estimas de toda a comunidade escolar; • Proporcionar momentos de interação e descontração com o corpo docente, discente, funcionários e comunidade; • Valorizar a cultura negra e seus afro-descendentes e afro-brasileiros, na escola e na sociedade; • Entender e valorizar a identidade da criança e do jovem negro; • Redescobrir a cultura negra, embranquecida pelo tempo; • Desmitificar o preconceito relativo aos costumes religiosos provindos da cultura africana; • Trazer à tona, discussões provocantes, por meio das rodas de conversa, para um posicionamento mais crítico frente à realidade social em que vivemos. 4. CONTEÚDO: O desenvolvimento do projeto estará em consonância com os blocos temáticos citados e será feito de acordo com as necessidades da turma e a realidade local, estabelecendo o problema e a proposta de conteúdo para a classe. O tema será desenvolvido na sala de aula por meio de atividades para a sua exploração, sistematização e para a conclusão dos trabalhos. Os alunos devem fazer observações diretas no entorno familiar, observações indiretas em ilustrações e/ou vídeos, experimentações e leituras. Para tanto vamos utilizar:
  • 8. • • • • • • • • • 5. • • • • • • • • • • • • Livro: “Menina bonita do laço de fita” de Maria Helena Machado, Ed. Ática, 2007; Livro: “Declaração Universal dos direitos humanos” – adaptação Ruth Rocha e Otávio Roth, 2003; Estudo de alguns artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos; Exibição de vídeo (clipes): ”Missa dos quilombos” – música de Milton Nascimento; Promover reflexões positivas de reportagens jornalísticas e textos da atualidade que tratam sobre o tema; Audição, análise e ilustração da música de Milton Nascimento “Uakti – lágrimasdo sul”; Ilustrações dos trabalhos de Candido Portinari – “Menina com tranças e laços” fazendo uma analogia com o livro “Menina bonita do laço de fita” e “cabeça de negro”. Contato com músicas da cultura africana como o samba, a batucada; Produção em artes com sucatas; ATIVIDADES: Desfile com a Miss e Mister afro do período da manhã, da tarde e da noite; Show de talentos; Exposição de trabalhos; Gincanas interativas. Hora da história: leitura e análise de alguns artigos do livro “Declaração Universal dos Direitos Humanos” e “Menina bonita do laço de fita”; Verificação do caminho geográfico feito da África para o Brasil por meio do mapa mundi; Estudos de música, fazendo releituras e transformando-os em ilustrações pedagógicas para uma amostra cultural; Confeccionar cartazes – recorte, pintura e colagem - com fotos de revistas que tratam da diversidade étnica brasileira e a cultura do negro; Realizar brincadeiras e jogos; Construção de uma máscara africana com saco de pão; Construção e de um quilombo feito com barro; Pesquisas sobre a cultura
  • 9. 6. RESULTADOS ESPERADOS: • Apropriação de diversos saberes, além da conscientização sobre temas relevantes como legislação, tolerância, direitos e deveres etc.; • Desenvolvimento de valores – conceitos e procedimentos; • Apropriação de novas aprendizagens, a partir de reflexões e esclarecimentos sobre outras culturas. • No final, sempre com a orientação do professor, os alunos deverão organizar os conhecimentos que adquiriram, fazendo registros de suas atividades, com desenhos,esquemas, confecções e etc. E durante essas atividades várias atitudes e valores éticos e humanos podem ser trabalhados para a consolidação do conteúdo foco. • Montaremos uma exposição com os materiais coletados e produzidos pelos alunos em conjunto com o professor para que sejam apresentados na sala de leitura, para possível visita dos pais. • No dia da exposição haverá o desfile de moda afro e a eleição da miss e do mister afro de todos os cursos de cada período e fará parte do evento que ocorrerá durante o dia todo a apresentação de alunos talentoso (canto, dança poesia...) e palestras diversas. 7. AVALIAÇÃO: A avaliação acontecerá em qualquer momento do processo educativo, de forma contínua e diagnóstica; com a intenção primordial de rever a própria prática docente criando novas possibilidades para estimular os alunos a desenvolverem-se suas potencialidades levando em conta, principalmente, os avanços individuais dentro da coletividade e a participação no desenvolvimento de todas as atividades (de acordo com as peculiaridades de cada aluno) no decorrer do projeto.
  • 10. 8. • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • MATERIAIS: TNT marrom TNT preto TNT amarelo TNT verde TNT vermelho TNT azul Papel cartão vermelho Cola Quente Extensão Tesoura grande Fita adesiva Fita crepe Fita de isolamento (preta e amarela) Crepom verde escuro Ráfia Tecido de oncinha Tecido de zebrinha Painel Telão Som Microfone Papel fotográfico para impressão dos trabalhos Impressora Merenda: Sugestão – canjica Roupas africanas
  • 11. 9. CONSIDERAÇÕES FINAIS: O trabalho de educação anti-racista deve começar cedo. A pessoa negra precisa se ver como negra e aprender a respeitar a imagem que tem de si mesmo e ter modelos que confirmem essa expectativa. O projeto visa à alegria e à majestade da cultura africana, tudo como deve ser sem constrangimentos nem equívocos. Portanto, este projeto trata-se de uma proposta construída, mas não acabada e estará sujeito a mudanças de acordo com o cotidiano em sala de aula. REFERÊNCIAS PARA DESENVOLVIMENTO DO TEMA: BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das relações Étnico–Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial. Brasília: MEC, 2005. 35p. MACHADO. Maria Helena. Menina bonita do laço de fita. São Paulo-SP. Ed. Ática, 2007. Revista Nova Escola. Vários autores. São Paulo-SP – edição de Nov. 2004 e 2005
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 36.
  • 37.