SlideShare uma empresa Scribd logo
O professor e as tecnologias
modelos transmissivos versus interativos
Leitura 1 (obrigatória)
para próxima aula
O texto de Marco Silva parte de
um contraste entre a sala
de aula tradicional e a
sala de aula interativa.
O foco do autor está no
contraste (opositivo) entre
transmissão, associada às
aulas tradicionais (presenciais
ou online), e interatividade,
associada a trocas entre as
partes envolvidas.
Para Marco Silva, a cibercultura
traz um conjunto de práticas
comunicacionais que devem ser
incorporadas pela educação.
A transposição de modelos
emissão-canal-mensagem-recepção
Para Marco Silva, na escola tradicional, há uma equivalência
ao modelo clássico da comunicação (um-todos) com o
professor-emissor e o aluno-receptor.
EMISSOR codificação CANAL decodificação RECEPTOR
Retroalimentaç
ão ou feedback
Ruído Ruído
Mensagem Mensagem
Professor
Aluno
A transposição de modelos
todos-todos das redes hipertextuais
Da mesma forma, para Marco Silva, o hipertexto e suas redes de
comunicação aberta (todos-todos) traz uma proposta de
renovação dos espaços de ensino: a interatividade.
Professor
Aluno
Professor
Aluno
Aluno
Aluno
Aluno
Um-Todos
Todos-
Todos
Modelos de aula
a partir de Marco Silva
Transmissivo
Meios de massa (sala
presencial)
Passividade do aluno
(recipiente)
Aprendizagem estática
Memorização e repetição
(oralidade)
Interativo
Meios digitais
(cibercultura)
Participação do aluno
(interagente)
Aprendizagem
construída
Colaboração e co-criação
http://www.moodle.ufba.br/file.php/11739/bocao.jpg
Modelos de aula
a partir de Marco Silva
https://az598155.vo.msecnd.net/wp-
uploads/2014/07/Digital-Trends.jpg
Transmissão
Modelos de aula
a partir de Marco Silva http://www.computerconnectionutah.com/wp-
content/uploads/2014/06/Woman_using_computer.jpg
Interatividade
Modelos de aula
a partir de Marco Silva
https://explorationdiscoveryandcreation.files.wordpress.com/2015/02/classroom-concept-art.jpg
http://ava.planneta.com.br/pluginfile.php/1/theme_essential/slide1image/1441206506/slideshow_ava.jpg
InteratividadeTransmissão
Professor apresentador
Crítica aos pacotes transmitidos e ao
modelo oral de 5 mil anos do falar-ditar
da sala de aula.
Professor arquiteto de percursos
Para Silva o modelo digital requer outra
forma de educação, sendo que o falar-
ditar não caberia no online.
X
Modelos de aula
a partir de Marco Silva
Sala de aula do futuro?
Sala imaginada em 1900
http://englishlive.ef.com/blog/wp-content/uploads/sites/2/2016/04/classroom-future1.jpg
Modelos de aula
a partir de Marco Silva
Sala de aula do futuro?
Modelos de aula
a partir de Marco Silva
Para Marco Silva há projetos que se vendem como interativos,
porém repetem a passividade de um espectador que assiste ao
conteúdo sem modifica-lo, sem participar do processo de construção
autoral, conservando as característica da sala de aula clássica.
https://geeky.io/img/vr-classroom.jpg
Cibercultura como promessa
as potencialidades do on-line
O digital é visto aqui como um celeiro de oportunidades de
relações que as mídias de massa não permitiam.
Múltiplas conexões
(multimídia e links)
Colaboração entre
pares (co-criação e
autoria)
Maleabilidade dos
dados digitais
(fluidez)
Fundamentos da interatividade
os 3 fundamentos segundo Marco Silva
(1) Participação-
intervenção
(2)
Bidirecionalidade-
hibridação
(3)
Permutabilidade-
potencialidade
Fundamentos da interatividade
os 3 fundamentos segundo Marco Silva
(1)
Participação-
intervenção
(2)
Bidirecionali
dade-
hibridação
(3)
Permutabili
dade-
potencialida
de
A participação-
intervenção
Não é apenas escolher entre
opções previamente oferecidas,
como o sim e o não que a TV
oferece.
Interferência e modificação nos
conteúdos da informação
(mensagem).
Fundamentos da interatividade
os 3 fundamentos segundo Marco Silva
(1)
Participação-
intervenção
(2)
Bidirecionali
dade-
hibridação
(3)
Permutabili
dade-
potencialida
de
A bidirecionalidade-
hibridação
A comunicação é produção
conjunta da emissão-recepção,
co-criação com os dois polos
codificando e decodificando.
O emissor é receptor em
potencial e o receptor é emissor
em potencial.
Fundamentos da interatividade
os 3 fundamentos segundo Marco Silva
(1)
Participação-
intervenção
(2)
Bidirecionali
dade-
hibridação
(3)
Permutabili
dade-
potencialida
de
A permutabilidade-
potencialidade
Comunicação como articulação
de múltiplas redes de conexão e
trocas, associações e
significações.
Evitar o fechamento das
mensagens, através da
confrontação de posições (lidar
com as diferenças em
ambientes democráticos).
E a educação?
A renovação proposta
Marco Silva propõe que os
professores se adaptem à lógica
não-sequencial e de
montagem de conexões
presentes no hipertexto,
deixando o aluno navegar,
colaborar e criar.
A conectividade, o diálogo e a
participação são aqui valorizados,
em contraste com a transmissão e
emissão de lições do modelo
dominante.
A resolução de problemas, os
trabalhos em equipe e a
sistematização de experiências
são metodologias
propostas, em contraste com a
recepção passiva.
http://thumbs.dreamstime.com/z/people-online-background-
group-connects-social-media-groups-to-interact-55705334.jpg
Interfaces potencialmente interativas
aplicações on-line e digitais
Para Silva, são nesses espaços/interfaces oferecidos pela internet
que a interatividade e seus princípios podem se desenvolver
Forum de
discussão
Lista de
discussão
Redes sociais
Wikis
Blogs com
comentários
Mensageiros
instantâneos
Bate-papo
online
Jogos
eletrônicos
Mapas
conceituais
Interfaces potencialmente interativas
aplicações on-line e digitais
A Wikipédia, uma aplicação do MediaWiki, enciclopédia criada em conjunto por
internautas sobre variados assuntos, é citada como exemplo de obra coletiva
https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:P%C3%A1gina_principal
Interfaces potencialmente interativas
aplicações on-line e digitais
Na Wikipédia, uma vez cadastrado na plataforma, qualquer pessoa pode
sugerir e adicionar conteúdos aos verbetes, sendo avaliado pelos pares.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Computador?action=edit&veswitched=1&oldid=44979249
Interfaces potencialmente interativas
aplicações on-line e digitais
As redes sociais, como o Facebook, e suas comunidades possuem fóruns
com trocas permanentes a partir de interesses variados de seus participantes
https://www.facebook.com/UniversidadedoEstadodoRiodeJaneiro/?fref=ts
Interfaces potencialmente interativas
aplicações on-line e digitais
No Facebook, a interação em
comunidades e perfis ocorre através de
postagens e comentários, assim como
reações (curtir, rir, se admirar).
https://www.facebook.com/UniversidadedoE
stadodoRiodeJaneiro/?fref=ts
Interfaces potencialmente interativas
aplicações on-line e digitais
Os blogs se tornaram, desde os anos 2000, espaços para a criação de textos
e mídia independente, tendo discussões em seus espaços para comentários
http://universodahistoria.blogspot.com.br/
https://historiablog.org/
Interfaces potencialmente interativas
aplicações on-line e digitais
Nas discussões nos blogs as opções são
mais restritas que nas redes sociais,
porém não menos ricas em conteúdo,
com cada postagem sendo um tópico
temático de discussão.
http://universodahistoria.blogspot.com.br/
https://historiablog.org/
Vamos assistir?
Entrevista com Marco Silva
Entrevista com Marco Silva no
programa Salto para o Futuro, de
2010
Nesta entrevista Marco Silva apresenta
o conceito de interatividade e também
discute a formação de professores
necessária para o uso das
potencialidades que o digital trouxe
para a educação.
Para ele, o que o professor deveria
mudar em sua postura para atuar com
as mídias digitais?
https://www.youtube.com/watch?v=EGf
w73ZJl4U 14:13 (Legenda em
português feita pelo professor)
Citação sobre interatividade
“Parto do seguinte princípio: um produto,
uma comunicação, um equipamento,
uma obra de arte, são de fato interativos
quando estão imbuídos de uma
concepção que contemple
complexidade, multiplicidade, não-
linearidade, bidirecionalidade,
potencialidade, permutabilidade
(combinatória), imprevisibilidade, etc.,
permitindo ao usuário-interlocutor-
fruidor a liberdade de participação, de
intervenção, de criação.” (Silva, M. Sala de
Aula Interativa, cap. Fundamentos da interatividade)
Bibliografia complementar
alguns livros de Marco Silva

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tecnologias aplicadas a educação
Tecnologias aplicadas a educaçãoTecnologias aplicadas a educação
Tecnologias aplicadas a educação
marlene350
 
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaTecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Daniel Caixeta
 
Letramento digital
Letramento digitalLetramento digital
Letramento digital
Naiara Rios
 
Fundamentos Tecnologia Educacional
Fundamentos  Tecnologia EducacionalFundamentos  Tecnologia Educacional
Fundamentos Tecnologia Educacional
Simone Torres
 
Meios de comunicação
Meios de comunicaçãoMeios de comunicação
Meios de comunicação
jrfcarvalho
 
Aula 15 A Sociedade em Rede
Aula 15   A Sociedade em RedeAula 15   A Sociedade em Rede
Aula 15 A Sociedade em Rede
Elizeu Nascimento Silva
 
Redes sociais- Pontos positivos e negativos
Redes sociais- Pontos positivos e negativosRedes sociais- Pontos positivos e negativos
Redes sociais- Pontos positivos e negativos
Luana Bastos
 
Memes da Internet
Memes da InternetMemes da Internet
Memes da Internet
Marcioveras
 
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1
Diedro Barros
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Jose Manuel Alho
 
Cultura digital
Cultura digitalCultura digital
Cultura digital
EducacaoIntegralPTC
 
slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...
slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...
slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...
Instituto Consciência GO
 
Uso Da Tecnologias Em Sala De Aula
Uso Da Tecnologias Em Sala De AulaUso Da Tecnologias Em Sala De Aula
Uso Da Tecnologias Em Sala De Aula
andre alcantara
 
Cultura Digital - conceitos rápidos
Cultura Digital - conceitos rápidosCultura Digital - conceitos rápidos
Cultura Digital - conceitos rápidos
André Pase
 
Multiletramentos Letramento Visual Kress
Multiletramentos Letramento Visual KressMultiletramentos Letramento Visual Kress
Multiletramentos Letramento Visual Kress
Reinildes
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
ISJ
 
Inclusão digital no brasil
Inclusão digital no brasilInclusão digital no brasil
Inclusão digital no brasil
Elaine Mesquita
 
Introdução às Mídias Digitais
Introdução às Mídias DigitaisIntrodução às Mídias Digitais
Introdução às Mídias Digitais
Tiago Lopes
 
Educação digital e novas tecnologias
Educação digital e novas tecnologiasEducação digital e novas tecnologias
Educação digital e novas tecnologias
Marcioveras
 
Tendência crítico social dos conteúdos
Tendência crítico social dos conteúdosTendência crítico social dos conteúdos
Tendência crítico social dos conteúdos
Colégio Estadual Padre Fernando Gomes de Melo
 

Mais procurados (20)

Tecnologias aplicadas a educação
Tecnologias aplicadas a educaçãoTecnologias aplicadas a educação
Tecnologias aplicadas a educação
 
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaTecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
 
Letramento digital
Letramento digitalLetramento digital
Letramento digital
 
Fundamentos Tecnologia Educacional
Fundamentos  Tecnologia EducacionalFundamentos  Tecnologia Educacional
Fundamentos Tecnologia Educacional
 
Meios de comunicação
Meios de comunicaçãoMeios de comunicação
Meios de comunicação
 
Aula 15 A Sociedade em Rede
Aula 15   A Sociedade em RedeAula 15   A Sociedade em Rede
Aula 15 A Sociedade em Rede
 
Redes sociais- Pontos positivos e negativos
Redes sociais- Pontos positivos e negativosRedes sociais- Pontos positivos e negativos
Redes sociais- Pontos positivos e negativos
 
Memes da Internet
Memes da InternetMemes da Internet
Memes da Internet
 
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Cultura digital
Cultura digitalCultura digital
Cultura digital
 
slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...
slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...
slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...
 
Uso Da Tecnologias Em Sala De Aula
Uso Da Tecnologias Em Sala De AulaUso Da Tecnologias Em Sala De Aula
Uso Da Tecnologias Em Sala De Aula
 
Cultura Digital - conceitos rápidos
Cultura Digital - conceitos rápidosCultura Digital - conceitos rápidos
Cultura Digital - conceitos rápidos
 
Multiletramentos Letramento Visual Kress
Multiletramentos Letramento Visual KressMultiletramentos Letramento Visual Kress
Multiletramentos Letramento Visual Kress
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 
Inclusão digital no brasil
Inclusão digital no brasilInclusão digital no brasil
Inclusão digital no brasil
 
Introdução às Mídias Digitais
Introdução às Mídias DigitaisIntrodução às Mídias Digitais
Introdução às Mídias Digitais
 
Educação digital e novas tecnologias
Educação digital e novas tecnologiasEducação digital e novas tecnologias
Educação digital e novas tecnologias
 
Tendência crítico social dos conteúdos
Tendência crítico social dos conteúdosTendência crítico social dos conteúdos
Tendência crítico social dos conteúdos
 

Semelhante a O professor e as tecnologias

As novas tecnologias aplicadas à educação
As novas tecnologias aplicadas à educaçãoAs novas tecnologias aplicadas à educação
As novas tecnologias aplicadas à educação
georginalopes
 
Professores Conectados: trabalho e educação nos espaços públicos em rede
Professores Conectados: trabalho e educação nos espaços públicos em redeProfessores Conectados: trabalho e educação nos espaços públicos em rede
Professores Conectados: trabalho e educação nos espaços públicos em rede
suzzinha
 
Jocsan palestra fpa
Jocsan palestra fpaJocsan palestra fpa
Jocsan palestra fpa
jocsan Pires silva
 
Las TIC en el proceso de enseñanza aprendizaje
Las TIC en el proceso de enseñanza aprendizajeLas TIC en el proceso de enseñanza aprendizaje
Las TIC en el proceso de enseñanza aprendizaje
Rebeca Mairã
 
Docência e aprendizagem na sala de aula online
Docência e aprendizagem na sala de aula onlineDocência e aprendizagem na sala de aula online
Docência e aprendizagem na sala de aula online
SEJUD
 
Conectivismo; contribuições para o e-learning na soceidade em rede
Conectivismo; contribuições para o e-learning na soceidade em redeConectivismo; contribuições para o e-learning na soceidade em rede
Conectivismo; contribuições para o e-learning na soceidade em rede
Sinapse
 
Softwares sociais e o docente on-line (Youtube)
Softwares sociais e o docente on-line (Youtube)Softwares sociais e o docente on-line (Youtube)
Softwares sociais e o docente on-line (Youtube)
Beatriz Lorena Ramos da Cruz Santos
 
PowerPoint da professora Adriana Clementino
PowerPoint da professora Adriana ClementinoPowerPoint da professora Adriana Clementino
PowerPoint da professora Adriana Clementino
Renata Aquino
 
Ferramentas de interação na Web_reflexões sobre a interação numa perspectiva ...
Ferramentas de interação na Web_reflexões sobre a interação numa perspectiva ...Ferramentas de interação na Web_reflexões sobre a interação numa perspectiva ...
Ferramentas de interação na Web_reflexões sobre a interação numa perspectiva ...
Claudio Lima
 
4802 15354-1-pb
4802 15354-1-pb4802 15354-1-pb
4802 15354-1-pb
LUCIANO ALBUQUERQUE
 
Aula01 topico02 texto01_cibercultura_e_educacao (1)
Aula01 topico02 texto01_cibercultura_e_educacao (1)Aula01 topico02 texto01_cibercultura_e_educacao (1)
Aula01 topico02 texto01_cibercultura_e_educacao (1)
SEDUCCE
 
Internet na Escola e Inclusão
Internet na Escola e InclusãoInternet na Escola e Inclusão
Internet na Escola e Inclusão
richard_romancini
 
Palestra Redes Socias na Educação
Palestra Redes Socias na EducaçãoPalestra Redes Socias na Educação
Palestra Redes Socias na Educação
Ana Oliveira
 
A Internet Na Escola
A Internet Na EscolaA Internet Na Escola
A Internet Na Escola
Itamar Freire
 
Grelha Fílmica - AVA-UAB-Filme2 - Plataformas e Interfaces online
Grelha Fílmica - AVA-UAB-Filme2 - Plataformas e Interfaces onlineGrelha Fílmica - AVA-UAB-Filme2 - Plataformas e Interfaces online
Grelha Fílmica - AVA-UAB-Filme2 - Plataformas e Interfaces online
malmeidaUAB
 
A formação de professores com os usos potenciais das tecnologias digitais.
A formação de professores com os usos potenciais das tecnologias digitais.  A formação de professores com os usos potenciais das tecnologias digitais.
A formação de professores com os usos potenciais das tecnologias digitais.
Ana Carolina Castro
 
Moodle e second life: potencialidades comunicacionais para a educação online
Moodle e second life: potencialidades comunicacionais para a educação onlineMoodle e second life: potencialidades comunicacionais para a educação online
Moodle e second life: potencialidades comunicacionais para a educação online
Tatiana Rossini
 
Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2
Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2
Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2
Sílvia Figueiredo de Sousa
 
Construção de Conhecimento em Educação Online
Construção de Conhecimento em Educação OnlineConstrução de Conhecimento em Educação Online
Construção de Conhecimento em Educação Online
MAURILIO LUIELE
 
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoO uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
Lívia Miranda
 

Semelhante a O professor e as tecnologias (20)

As novas tecnologias aplicadas à educação
As novas tecnologias aplicadas à educaçãoAs novas tecnologias aplicadas à educação
As novas tecnologias aplicadas à educação
 
Professores Conectados: trabalho e educação nos espaços públicos em rede
Professores Conectados: trabalho e educação nos espaços públicos em redeProfessores Conectados: trabalho e educação nos espaços públicos em rede
Professores Conectados: trabalho e educação nos espaços públicos em rede
 
Jocsan palestra fpa
Jocsan palestra fpaJocsan palestra fpa
Jocsan palestra fpa
 
Las TIC en el proceso de enseñanza aprendizaje
Las TIC en el proceso de enseñanza aprendizajeLas TIC en el proceso de enseñanza aprendizaje
Las TIC en el proceso de enseñanza aprendizaje
 
Docência e aprendizagem na sala de aula online
Docência e aprendizagem na sala de aula onlineDocência e aprendizagem na sala de aula online
Docência e aprendizagem na sala de aula online
 
Conectivismo; contribuições para o e-learning na soceidade em rede
Conectivismo; contribuições para o e-learning na soceidade em redeConectivismo; contribuições para o e-learning na soceidade em rede
Conectivismo; contribuições para o e-learning na soceidade em rede
 
Softwares sociais e o docente on-line (Youtube)
Softwares sociais e o docente on-line (Youtube)Softwares sociais e o docente on-line (Youtube)
Softwares sociais e o docente on-line (Youtube)
 
PowerPoint da professora Adriana Clementino
PowerPoint da professora Adriana ClementinoPowerPoint da professora Adriana Clementino
PowerPoint da professora Adriana Clementino
 
Ferramentas de interação na Web_reflexões sobre a interação numa perspectiva ...
Ferramentas de interação na Web_reflexões sobre a interação numa perspectiva ...Ferramentas de interação na Web_reflexões sobre a interação numa perspectiva ...
Ferramentas de interação na Web_reflexões sobre a interação numa perspectiva ...
 
4802 15354-1-pb
4802 15354-1-pb4802 15354-1-pb
4802 15354-1-pb
 
Aula01 topico02 texto01_cibercultura_e_educacao (1)
Aula01 topico02 texto01_cibercultura_e_educacao (1)Aula01 topico02 texto01_cibercultura_e_educacao (1)
Aula01 topico02 texto01_cibercultura_e_educacao (1)
 
Internet na Escola e Inclusão
Internet na Escola e InclusãoInternet na Escola e Inclusão
Internet na Escola e Inclusão
 
Palestra Redes Socias na Educação
Palestra Redes Socias na EducaçãoPalestra Redes Socias na Educação
Palestra Redes Socias na Educação
 
A Internet Na Escola
A Internet Na EscolaA Internet Na Escola
A Internet Na Escola
 
Grelha Fílmica - AVA-UAB-Filme2 - Plataformas e Interfaces online
Grelha Fílmica - AVA-UAB-Filme2 - Plataformas e Interfaces onlineGrelha Fílmica - AVA-UAB-Filme2 - Plataformas e Interfaces online
Grelha Fílmica - AVA-UAB-Filme2 - Plataformas e Interfaces online
 
A formação de professores com os usos potenciais das tecnologias digitais.
A formação de professores com os usos potenciais das tecnologias digitais.  A formação de professores com os usos potenciais das tecnologias digitais.
A formação de professores com os usos potenciais das tecnologias digitais.
 
Moodle e second life: potencialidades comunicacionais para a educação online
Moodle e second life: potencialidades comunicacionais para a educação onlineMoodle e second life: potencialidades comunicacionais para a educação online
Moodle e second life: potencialidades comunicacionais para a educação online
 
Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2
Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2
Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2
 
Construção de Conhecimento em Educação Online
Construção de Conhecimento em Educação OnlineConstrução de Conhecimento em Educação Online
Construção de Conhecimento em Educação Online
 
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoO uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
 

Mais de Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda

Francielle Cantarelli - Pedagogia surda
Francielle Cantarelli - Pedagogia surdaFrancielle Cantarelli - Pedagogia surda
Francielle Cantarelli - Pedagogia surda
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Sueli Fernandes - Educação bilíngue e cultura letrada em Libras
Sueli Fernandes - Educação bilíngue e cultura letrada em LibrasSueli Fernandes - Educação bilíngue e cultura letrada em Libras
Sueli Fernandes - Educação bilíngue e cultura letrada em Libras
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Janie Amaral - Slides da palestra
Janie Amaral - Slides da palestraJanie Amaral - Slides da palestra
Janie Amaral - Slides da palestra
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
PADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitos
PADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitosPADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitos
PADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitos
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Conto de historias - Comunicação para o COINES 2019
Conto de historias - Comunicação para o COINES 2019Conto de historias - Comunicação para o COINES 2019
Conto de historias - Comunicação para o COINES 2019
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019
Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019
Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Aula de alfabetismo visual INES
Aula de alfabetismo visual INESAula de alfabetismo visual INES
Aula de alfabetismo visual INES
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)
Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)
Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Slides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeo
Slides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeoSlides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeo
Slides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeo
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Políticas públicas e novas tecnologias
Políticas públicas e novas tecnologiasPolíticas públicas e novas tecnologias
Políticas públicas e novas tecnologias
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Mídia-educação
Mídia-educaçãoMídia-educação
Educação aberta
Educação abertaEducação aberta
Cultura hacker: origem e ideário
Cultura hacker: origem e ideárioCultura hacker: origem e ideário
Cultura hacker: origem e ideário
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Filme "Piratas do vale do silício"
Filme "Piratas do vale do silício"Filme "Piratas do vale do silício"
Filme "Piratas do vale do silício"
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Futuros imaginários
Futuros imagináriosFuturos imaginários
Introdução à disciplina
Introdução à disciplinaIntrodução à disciplina
A cibercultura e suas leis
A cibercultura e suas leisA cibercultura e suas leis
Letramentos? A oralidade, a escrita e o digital
Letramentos? A oralidade, a escrita e o digitalLetramentos? A oralidade, a escrita e o digital
Letramentos? A oralidade, a escrita e o digital
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
As tecnologias e suas fases
As tecnologias e suas fasesAs tecnologias e suas fases
Discussão sobre o filme Metrópolis
Discussão sobre o filme MetrópolisDiscussão sobre o filme Metrópolis
Discussão sobre o filme Metrópolis
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 

Mais de Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda (20)

Francielle Cantarelli - Pedagogia surda
Francielle Cantarelli - Pedagogia surdaFrancielle Cantarelli - Pedagogia surda
Francielle Cantarelli - Pedagogia surda
 
Sueli Fernandes - Educação bilíngue e cultura letrada em Libras
Sueli Fernandes - Educação bilíngue e cultura letrada em LibrasSueli Fernandes - Educação bilíngue e cultura letrada em Libras
Sueli Fernandes - Educação bilíngue e cultura letrada em Libras
 
Janie Amaral - Slides da palestra
Janie Amaral - Slides da palestraJanie Amaral - Slides da palestra
Janie Amaral - Slides da palestra
 
PADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitos
PADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitosPADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitos
PADEBS PPGEB Síntese Texto 1 Taveira e Rosado 2013 conceitos
 
Conto de historias - Comunicação para o COINES 2019
Conto de historias - Comunicação para o COINES 2019Conto de historias - Comunicação para o COINES 2019
Conto de historias - Comunicação para o COINES 2019
 
Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019
Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019
Apresentação Senac - Dia do Surdo 26/09/2019
 
Aula de alfabetismo visual INES
Aula de alfabetismo visual INESAula de alfabetismo visual INES
Aula de alfabetismo visual INES
 
Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)
Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)
Apresentação COINES 2017 (Cristiane Taveira e Alexandre Rosado)
 
Slides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeo
Slides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeoSlides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeo
Slides do Módulo 3 sobre Roteiro e Edição de vídeo
 
Políticas públicas e novas tecnologias
Políticas públicas e novas tecnologiasPolíticas públicas e novas tecnologias
Políticas públicas e novas tecnologias
 
Mídia-educação
Mídia-educaçãoMídia-educação
Mídia-educação
 
Educação aberta
Educação abertaEducação aberta
Educação aberta
 
Cultura hacker: origem e ideário
Cultura hacker: origem e ideárioCultura hacker: origem e ideário
Cultura hacker: origem e ideário
 
Filme "Piratas do vale do silício"
Filme "Piratas do vale do silício"Filme "Piratas do vale do silício"
Filme "Piratas do vale do silício"
 
Futuros imaginários
Futuros imagináriosFuturos imaginários
Futuros imaginários
 
Introdução à disciplina
Introdução à disciplinaIntrodução à disciplina
Introdução à disciplina
 
A cibercultura e suas leis
A cibercultura e suas leisA cibercultura e suas leis
A cibercultura e suas leis
 
Letramentos? A oralidade, a escrita e o digital
Letramentos? A oralidade, a escrita e o digitalLetramentos? A oralidade, a escrita e o digital
Letramentos? A oralidade, a escrita e o digital
 
As tecnologias e suas fases
As tecnologias e suas fasesAs tecnologias e suas fases
As tecnologias e suas fases
 
Discussão sobre o filme Metrópolis
Discussão sobre o filme MetrópolisDiscussão sobre o filme Metrópolis
Discussão sobre o filme Metrópolis
 

Último

Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Luana Neres
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Mary Alvarenga
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
GiselaAlves15
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Ana Da Silva Ponce
 

Último (20)

Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
 

O professor e as tecnologias

  • 1. O professor e as tecnologias modelos transmissivos versus interativos
  • 2. Leitura 1 (obrigatória) para próxima aula O texto de Marco Silva parte de um contraste entre a sala de aula tradicional e a sala de aula interativa. O foco do autor está no contraste (opositivo) entre transmissão, associada às aulas tradicionais (presenciais ou online), e interatividade, associada a trocas entre as partes envolvidas. Para Marco Silva, a cibercultura traz um conjunto de práticas comunicacionais que devem ser incorporadas pela educação.
  • 3. A transposição de modelos emissão-canal-mensagem-recepção Para Marco Silva, na escola tradicional, há uma equivalência ao modelo clássico da comunicação (um-todos) com o professor-emissor e o aluno-receptor. EMISSOR codificação CANAL decodificação RECEPTOR Retroalimentaç ão ou feedback Ruído Ruído Mensagem Mensagem Professor Aluno
  • 4. A transposição de modelos todos-todos das redes hipertextuais Da mesma forma, para Marco Silva, o hipertexto e suas redes de comunicação aberta (todos-todos) traz uma proposta de renovação dos espaços de ensino: a interatividade. Professor Aluno Professor Aluno Aluno Aluno Aluno
  • 5. Um-Todos Todos- Todos Modelos de aula a partir de Marco Silva Transmissivo Meios de massa (sala presencial) Passividade do aluno (recipiente) Aprendizagem estática Memorização e repetição (oralidade) Interativo Meios digitais (cibercultura) Participação do aluno (interagente) Aprendizagem construída Colaboração e co-criação http://www.moodle.ufba.br/file.php/11739/bocao.jpg
  • 6. Modelos de aula a partir de Marco Silva https://az598155.vo.msecnd.net/wp- uploads/2014/07/Digital-Trends.jpg Transmissão
  • 7. Modelos de aula a partir de Marco Silva http://www.computerconnectionutah.com/wp- content/uploads/2014/06/Woman_using_computer.jpg Interatividade
  • 8. Modelos de aula a partir de Marco Silva https://explorationdiscoveryandcreation.files.wordpress.com/2015/02/classroom-concept-art.jpg http://ava.planneta.com.br/pluginfile.php/1/theme_essential/slide1image/1441206506/slideshow_ava.jpg InteratividadeTransmissão Professor apresentador Crítica aos pacotes transmitidos e ao modelo oral de 5 mil anos do falar-ditar da sala de aula. Professor arquiteto de percursos Para Silva o modelo digital requer outra forma de educação, sendo que o falar- ditar não caberia no online. X
  • 9. Modelos de aula a partir de Marco Silva Sala de aula do futuro? Sala imaginada em 1900 http://englishlive.ef.com/blog/wp-content/uploads/sites/2/2016/04/classroom-future1.jpg
  • 10. Modelos de aula a partir de Marco Silva Sala de aula do futuro?
  • 11. Modelos de aula a partir de Marco Silva Para Marco Silva há projetos que se vendem como interativos, porém repetem a passividade de um espectador que assiste ao conteúdo sem modifica-lo, sem participar do processo de construção autoral, conservando as característica da sala de aula clássica. https://geeky.io/img/vr-classroom.jpg
  • 12. Cibercultura como promessa as potencialidades do on-line O digital é visto aqui como um celeiro de oportunidades de relações que as mídias de massa não permitiam. Múltiplas conexões (multimídia e links) Colaboração entre pares (co-criação e autoria) Maleabilidade dos dados digitais (fluidez)
  • 13. Fundamentos da interatividade os 3 fundamentos segundo Marco Silva (1) Participação- intervenção (2) Bidirecionalidade- hibridação (3) Permutabilidade- potencialidade
  • 14. Fundamentos da interatividade os 3 fundamentos segundo Marco Silva (1) Participação- intervenção (2) Bidirecionali dade- hibridação (3) Permutabili dade- potencialida de A participação- intervenção Não é apenas escolher entre opções previamente oferecidas, como o sim e o não que a TV oferece. Interferência e modificação nos conteúdos da informação (mensagem).
  • 15. Fundamentos da interatividade os 3 fundamentos segundo Marco Silva (1) Participação- intervenção (2) Bidirecionali dade- hibridação (3) Permutabili dade- potencialida de A bidirecionalidade- hibridação A comunicação é produção conjunta da emissão-recepção, co-criação com os dois polos codificando e decodificando. O emissor é receptor em potencial e o receptor é emissor em potencial.
  • 16. Fundamentos da interatividade os 3 fundamentos segundo Marco Silva (1) Participação- intervenção (2) Bidirecionali dade- hibridação (3) Permutabili dade- potencialida de A permutabilidade- potencialidade Comunicação como articulação de múltiplas redes de conexão e trocas, associações e significações. Evitar o fechamento das mensagens, através da confrontação de posições (lidar com as diferenças em ambientes democráticos).
  • 17. E a educação? A renovação proposta Marco Silva propõe que os professores se adaptem à lógica não-sequencial e de montagem de conexões presentes no hipertexto, deixando o aluno navegar, colaborar e criar. A conectividade, o diálogo e a participação são aqui valorizados, em contraste com a transmissão e emissão de lições do modelo dominante. A resolução de problemas, os trabalhos em equipe e a sistematização de experiências são metodologias propostas, em contraste com a recepção passiva. http://thumbs.dreamstime.com/z/people-online-background- group-connects-social-media-groups-to-interact-55705334.jpg
  • 18. Interfaces potencialmente interativas aplicações on-line e digitais Para Silva, são nesses espaços/interfaces oferecidos pela internet que a interatividade e seus princípios podem se desenvolver Forum de discussão Lista de discussão Redes sociais Wikis Blogs com comentários Mensageiros instantâneos Bate-papo online Jogos eletrônicos Mapas conceituais
  • 19. Interfaces potencialmente interativas aplicações on-line e digitais A Wikipédia, uma aplicação do MediaWiki, enciclopédia criada em conjunto por internautas sobre variados assuntos, é citada como exemplo de obra coletiva https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:P%C3%A1gina_principal
  • 20. Interfaces potencialmente interativas aplicações on-line e digitais Na Wikipédia, uma vez cadastrado na plataforma, qualquer pessoa pode sugerir e adicionar conteúdos aos verbetes, sendo avaliado pelos pares. https://pt.wikipedia.org/wiki/Computador?action=edit&veswitched=1&oldid=44979249
  • 21. Interfaces potencialmente interativas aplicações on-line e digitais As redes sociais, como o Facebook, e suas comunidades possuem fóruns com trocas permanentes a partir de interesses variados de seus participantes https://www.facebook.com/UniversidadedoEstadodoRiodeJaneiro/?fref=ts
  • 22. Interfaces potencialmente interativas aplicações on-line e digitais No Facebook, a interação em comunidades e perfis ocorre através de postagens e comentários, assim como reações (curtir, rir, se admirar). https://www.facebook.com/UniversidadedoE stadodoRiodeJaneiro/?fref=ts
  • 23. Interfaces potencialmente interativas aplicações on-line e digitais Os blogs se tornaram, desde os anos 2000, espaços para a criação de textos e mídia independente, tendo discussões em seus espaços para comentários http://universodahistoria.blogspot.com.br/ https://historiablog.org/
  • 24. Interfaces potencialmente interativas aplicações on-line e digitais Nas discussões nos blogs as opções são mais restritas que nas redes sociais, porém não menos ricas em conteúdo, com cada postagem sendo um tópico temático de discussão. http://universodahistoria.blogspot.com.br/ https://historiablog.org/
  • 25. Vamos assistir? Entrevista com Marco Silva Entrevista com Marco Silva no programa Salto para o Futuro, de 2010 Nesta entrevista Marco Silva apresenta o conceito de interatividade e também discute a formação de professores necessária para o uso das potencialidades que o digital trouxe para a educação. Para ele, o que o professor deveria mudar em sua postura para atuar com as mídias digitais? https://www.youtube.com/watch?v=EGf w73ZJl4U 14:13 (Legenda em português feita pelo professor)
  • 26. Citação sobre interatividade “Parto do seguinte princípio: um produto, uma comunicação, um equipamento, uma obra de arte, são de fato interativos quando estão imbuídos de uma concepção que contemple complexidade, multiplicidade, não- linearidade, bidirecionalidade, potencialidade, permutabilidade (combinatória), imprevisibilidade, etc., permitindo ao usuário-interlocutor- fruidor a liberdade de participação, de intervenção, de criação.” (Silva, M. Sala de Aula Interativa, cap. Fundamentos da interatividade)