SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
CEM ANOS DE GESTÃOCEM ANOS DE GESTÃO
EMPRESARIALEMPRESARIAL
1908 a 1920 – A GESTÃO CIENTÍFICA:
Henry Ford Se Inspirou em Taylor, Provando SerHenry Ford Se Inspirou em Taylor, Provando Ser
PossívelPossível Especializar as Tarefas, e Decompor aEspecializar as Tarefas, e Decompor a
Produção de Automóveis em Gestos ElementaresProdução de Automóveis em Gestos Elementares..
Dessa Forma, Os Operários Deixaram de GirarDessa Forma, Os Operários Deixaram de Girar
Ao Redor do Automóvel e a Cadeia de Produção,Ao Redor do Automóvel e a Cadeia de Produção,
Passou a Desfilar em Frente ao Trabalhador.Passou a Desfilar em Frente ao Trabalhador.
Em 1916, Fayol Apresentou SuaEm 1916, Fayol Apresentou Sua
Obra “Produzir Mais é aObra “Produzir Mais é a
Prioridade”, Demonstrando Que aPrioridade”, Demonstrando Que a
Autoridade, a Disciplina e aAutoridade, a Disciplina e a
Hierarquia Eram Importantes ParaHierarquia Eram Importantes Para
as Organizações.as Organizações.
1920 A 1950 – O TRIUNFO DA ORGANIZAÇÃO1920 A 1950 – O TRIUNFO DA ORGANIZAÇÃO
A G.M. Supera a Ford Com Modelos Para Cada Segmento.A G.M. Supera a Ford Com Modelos Para Cada Segmento.
Começa-se a Falar em Marketing e R.H., Mas o TaylorismoComeça-se a Falar em Marketing e R.H., Mas o Taylorismo
Ainda Impera.Ainda Impera.
Pela 1ª Vez a Direção das Organizações Passou a FixarosPela 1ª Vez a Direção das Organizações Passou a Fixaros
Objetivos e a Coordenaras Atividades dos Outros Departamentos.Objetivos e a Coordenaras Atividades dos Outros Departamentos.
A Produção, a Distribuição, os Preços e aA Produção, a Distribuição, os Preços e a
Publicidade se Adaptaram à Nova EstratégiaPublicidade se Adaptaram à Nova Estratégia
“Voltada Para o Cliente”, Que Deixou “Fora de“Voltada Para o Cliente”, Que Deixou “Fora de
Moda” o Carro Preto da Ford.Moda” o Carro Preto da Ford.
Elton Mayo Percebeu Que PeloElton Mayo Percebeu Que Pelo
Fato de Se Interessarem Por Eles,Fato de Se Interessarem Por Eles,
os Trabalhadores se Motivavam.os Trabalhadores se Motivavam.
1950 a 1960 – A Chegada do “Pai” da Gestão Empresarial
Os Americanos Introduziram Uma NovaOs Americanos Introduziram Uma Nova
Cultura de Gestão, à Base de Pesquisa,Cultura de Gestão, à Base de Pesquisa,
de Venda Horizontal e de Controlede Venda Horizontal e de Controle
GerencialGerencial..
Peter Drucker Permitiu às Pessoas
Aprenderem a Gerenciar, Criando uma Nova
Disciplina no Aprendizado: o Gerenciamento.
À Partir Daí Todos Puseram em PráticaÀ Partir Daí Todos Puseram em Prática
a “a “Gestão por ObjetivosGestão por Objetivos” e, as” e, as
Empresas Americanas, Foram asEmpresas Americanas, Foram as
Primeiras a Fixar Objetivos EspecíficosPrimeiras a Fixar Objetivos Específicos
Para Seus Gerentes.Para Seus Gerentes.
Drucker Afirma QueDrucker Afirma Que
“Só Há Uma Definição“Só Há Uma Definição
Válida Para o ObjetivoVálida Para o Objetivo
de Uma Empresa:de Uma Empresa:
Criar um ClienteCriar um Cliente”.”.
Movimento Pelas Relações Humanas no
Trabalho
Elton MayoElton Mayo Percebeu Que a Produção Melhorava Quando osPercebeu Que a Produção Melhorava Quando os
Trabalhadores Acreditavam Que os Gestores se PreocupavamTrabalhadores Acreditavam Que os Gestores se Preocupavam
Com Seu Bem-EstarCom Seu Bem-Estar..
Douglas McGregorDouglas McGregor Contribuiu Para o Estudo dos FatoresContribuiu Para o Estudo dos Fatores
de Motivação Com a Teoria “X” e “Y”.de Motivação Com a Teoria “X” e “Y”.
Abraham MaslowAbraham Maslow Contribuiu Coma “Pirâmide daContribuiu Coma “Pirâmide da
Hierarquia das Necessidades Humanas”.Hierarquia das Necessidades Humanas”.
Frederick HerzbergFrederick Herzberg Identificou os fatoresIdentificou os fatores
Higiênicos (ou de Motivação) ComoHigiênicos (ou de Motivação) Como
Necessários, Mas Não Suficientes Para MotivarNecessários, Mas Não Suficientes Para Motivar
Pessoas.Pessoas.
1960 a 1973 – A Obsessão Pelo1960 a 1973 – A Obsessão Pelo
Planejamento.Planejamento.
Apareceu o 1º Hipermercado noApareceu o 1º Hipermercado no
Mundo (Mundo (CarrefourCarrefour). As). As
Estratégias de Marketing seEstratégias de Marketing se
Multiplicaram e os ProfissionaisMultiplicaram e os Profissionais
de Venda Se Espalharam Pelasde Venda Se Espalharam Pelas
Organizações.Organizações.
Os Computadores ForamOs Computadores Foram
Usados Pela 1ª Vez ParaUsados Pela 1ª Vez Para
Traçarem PlanosTraçarem Planos
Financeiros, Auxiliando aFinanceiros, Auxiliando a
Gestão Empresarial.Gestão Empresarial.
Começou a Época doComeçou a Época do
Gerenciamento doGerenciamento do
Sistema de Informações,Sistema de Informações,
Onde o Planejamento seOnde o Planejamento se
Infiltrou nasInfiltrou nas
Organizações.Organizações.
Apareceram o “PlanejamentoApareceram o “Planejamento
Estratégico” e a “GestãoEstratégico” e a “Gestão
Estratégica”.Estratégica”.
DOIS REIS PARA O TRONO DO
MARKETING
Começaram a Aparecer as Primeiras Diferenças EntreComeçaram a Aparecer as Primeiras Diferenças Entre
Vendas e Marketing.Vendas e Marketing. Theodore Levitt Defendia Que aDefendia Que a
Preocupação Central das EmpresasPreocupação Central das Empresas
Deveria Ser“A Satisfação dosDeveria Ser“A Satisfação dos
Clientes”.Clientes”.
Graças aGraças a Philip KotlerPhilip Kotler o Marketing seo Marketing se
Tornou Uma Disciplina Com ConhecimentoTornou Uma Disciplina Com Conhecimento
Próprio, Divulgando Conceitos ComoPróprio, Divulgando Conceitos Como
“Segmentação de Mercados”, “Marketing“Segmentação de Mercados”, “Marketing
Mix” e “Ciclo de Vida de um Produto”.Mix” e “Ciclo de Vida de um Produto”.
ParaPara KotlerKotler o Marketing era ao Marketing era a
“Essência de Qualquer Negócio“Essência de Qualquer Negócio””..
1973 a 1980 - O Japão Inova Com a “Qualidade Total”
Os Japoneses Introduziram o Conceito deOs Japoneses Introduziram o Conceito de
“KAIZEN” (Melhoria Contínua).“KAIZEN” (Melhoria Contínua).
Apareceram o “Just in Time” (Produção,`a Medida dasApareceram o “Just in Time” (Produção,`a Medida das
Necessidades), o “Defeito Zero” e o “Estoque Zero”.Necessidades), o “Defeito Zero” e o “Estoque Zero”.
A Toyota Introduziu o ModeloA Toyota Introduziu o Modelo
de “Produção em Fluxosde “Produção em Fluxos
Contínuos” e “Auto-AvaliaçãoContínuos” e “Auto-Avaliação
da Produção”.da Produção”.
Conseqüentemente, o MundoConseqüentemente, o Mundo
Presenciou o AparecimentoPresenciou o Aparecimento
do Certificado ISO 9000do Certificado ISO 9000
(Qualidade Total)(Qualidade Total)
1980 a 1993 – DA EXCELÊNCIA1980 a 1993 – DA EXCELÊNCIA
ADMINISTRATIVA ÀADMINISTRATIVA À
REENGENHARIA.REENGENHARIA.
Período de GrandePeríodo de Grande
Instabilidade Empresarial, emInstabilidade Empresarial, em
Função do “Choque doFunção do “Choque do
Petróleo”.Petróleo”.
Os Especialistas em Estratégia Passaram por “MausOs Especialistas em Estratégia Passaram por “Maus
Bocados”, Sem Poderem Planejar a Gestão.Bocados”, Sem Poderem Planejar a Gestão.
ApareceAparece Michael PorterMichael Porter, Difundindo as “Vantagens, Difundindo as “Vantagens
Competitivas” das Organizações, Que AbrangemCompetitivas” das Organizações, Que Abrangem
Fornecedores, Clientes, Produtos Substitutos e Outras.Fornecedores, Clientes, Produtos Substitutos e Outras.
Tom PetersTom Peters – Outro especialista – Divulga Que “As– Outro especialista – Divulga Que “As
Empresas Excelentes São as Que Conseguem Mudar eEmpresas Excelentes São as Que Conseguem Mudar e
Melhorar Sempre”.Melhorar Sempre”.
1993 a 1998 – DE DETROIT AO VALE DO
SILÍCIO
Acabou-se a Velha Estrutura Piramidal e, à PartirAcabou-se a Velha Estrutura Piramidal e, à Partir
Daí,Daí, o Cliente Passou a Ser o Reio Cliente Passou a Ser o Rei..
As Novas Tecnologias da Informação e DasAs Novas Tecnologias da Informação e Das
Comunicações Revolucionaram a Gestão EmpresarialComunicações Revolucionaram a Gestão Empresarial
e, “Agregar Valor”, Tornou- se a Expressão dae, “Agregar Valor”, Tornou- se a Expressão da
Moda.Moda.
A Informática, Que Suplantou a IndústriaA Informática, Que Suplantou a Indústria
Automobilística Como Fonte deAutomobilística Como Fonte de
Inovação, Coloca as Bases de Dados aInovação, Coloca as Bases de Dados a
Serviço do Cliente.Serviço do Cliente.
Vive-se a Era do “Vive-se a Era do “DownzingDownzing”, do”, do
““Learning OrganizationLearning Organization”, do”, do
““EmpowermentEmpowerment”, do “”, do “CoachingCoaching” e da” e da
Gestão do ConhecimentoGestão do Conhecimento

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação mini curso de dicas de entrevista de emprego
Apresentação mini curso de  dicas de entrevista de empregoApresentação mini curso de  dicas de entrevista de emprego
Apresentação mini curso de dicas de entrevista de empregoSilmara Borghetti
 
Excelência no atendimento a clientes
Excelência no atendimento a clientesExcelência no atendimento a clientes
Excelência no atendimento a clientesAlessandro Lunardon
 
Logotipo ou logo, logomarca e slogan
Logotipo ou logo, logomarca e sloganLogotipo ou logo, logomarca e slogan
Logotipo ou logo, logomarca e sloganSilvia Reis
 
Entrevista de emprego
Entrevista de emprego Entrevista de emprego
Entrevista de emprego thamiresantana
 
Recrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoRecrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoJulio Pascoal
 
Orientação Profissional
Orientação ProfissionalOrientação Profissional
Orientação ProfissionalMaristela Moura
 
Recrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoRecrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoCaroline Ricci
 
Orientação de carreira para jovens do ensino médio
Orientação de carreira para jovens do ensino médioOrientação de carreira para jovens do ensino médio
Orientação de carreira para jovens do ensino médioEdson Carli
 

Mais procurados (20)

Apresentação mini curso de dicas de entrevista de emprego
Apresentação mini curso de  dicas de entrevista de empregoApresentação mini curso de  dicas de entrevista de emprego
Apresentação mini curso de dicas de entrevista de emprego
 
Projeto de vida
Projeto de vidaProjeto de vida
Projeto de vida
 
DP - Admissão
DP - AdmissãoDP - Admissão
DP - Admissão
 
Curso de oratoria
Curso de oratoriaCurso de oratoria
Curso de oratoria
 
Excelência no atendimento a clientes
Excelência no atendimento a clientesExcelência no atendimento a clientes
Excelência no atendimento a clientes
 
As Rotinas Administrativas de Um Departamento Pessoal
As Rotinas Administrativas de Um Departamento PessoalAs Rotinas Administrativas de Um Departamento Pessoal
As Rotinas Administrativas de Um Departamento Pessoal
 
Logotipo ou logo, logomarca e slogan
Logotipo ou logo, logomarca e sloganLogotipo ou logo, logomarca e slogan
Logotipo ou logo, logomarca e slogan
 
Atendimento ao cliente - Módulo II
Atendimento ao cliente  - Módulo IIAtendimento ao cliente  - Módulo II
Atendimento ao cliente - Módulo II
 
EMPREGABILIDADE – COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
EMPREGABILIDADE – COMPETÊNCIAS E HABILIDADESEMPREGABILIDADE – COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
EMPREGABILIDADE – COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
 
Entrevista de emprego
Entrevista de emprego Entrevista de emprego
Entrevista de emprego
 
Inteligencia emocional
Inteligencia emocionalInteligencia emocional
Inteligencia emocional
 
Aula 2 - Imagem pessoal e profissional
Aula 2 - Imagem pessoal e profissionalAula 2 - Imagem pessoal e profissional
Aula 2 - Imagem pessoal e profissional
 
Postura profissional
Postura profissionalPostura profissional
Postura profissional
 
Mini curso comunicação (apresentação)
Mini curso comunicação (apresentação)Mini curso comunicação (apresentação)
Mini curso comunicação (apresentação)
 
Recrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoRecrutamento e Seleção
Recrutamento e Seleção
 
Orientação Profissional
Orientação ProfissionalOrientação Profissional
Orientação Profissional
 
Recrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoRecrutamento e Seleção
Recrutamento e Seleção
 
Orientação de carreira para jovens do ensino médio
Orientação de carreira para jovens do ensino médioOrientação de carreira para jovens do ensino médio
Orientação de carreira para jovens do ensino médio
 
Aula de Marketing -
Aula de Marketing - Aula de Marketing -
Aula de Marketing -
 
Atendimento Campeão
Atendimento CampeãoAtendimento Campeão
Atendimento Campeão
 

Semelhante a (3) 100 anos de gestão empresarial

1 introdução ao marketing
1   introdução ao marketing1   introdução ao marketing
1 introdução ao marketingMeirielza Santos
 
Empreededorismo gestão de carreira e empreendedorismo para biólogos - 16 a ...
Empreededorismo   gestão de carreira e empreendedorismo para biólogos - 16 a ...Empreededorismo   gestão de carreira e empreendedorismo para biólogos - 16 a ...
Empreededorismo gestão de carreira e empreendedorismo para biólogos - 16 a ...filipebrito
 
Gestão de recursos humanos.
Gestão de recursos humanos.Gestão de recursos humanos.
Gestão de recursos humanos.Edjeane
 
A TGA em instituições do Terceiro Setor - Adm. Acimar de Oliveira
A TGA em instituições do Terceiro Setor - Adm. Acimar de OliveiraA TGA em instituições do Terceiro Setor - Adm. Acimar de Oliveira
A TGA em instituições do Terceiro Setor - Adm. Acimar de OliveiraCRA - MG
 
Henry ford, Peter Drucker e Frederick Taylor
Henry ford, Peter Drucker e Frederick TaylorHenry ford, Peter Drucker e Frederick Taylor
Henry ford, Peter Drucker e Frederick TaylorJoão Silva
 
Palestra innovacao de Arturo Herrera
Palestra innovacao  de Arturo Herrera Palestra innovacao  de Arturo Herrera
Palestra innovacao de Arturo Herrera INNSPIRAL
 
Introdução ao Empreendedorismo .pptx
Introdução ao Empreendedorismo .pptxIntrodução ao Empreendedorismo .pptx
Introdução ao Empreendedorismo .pptxDemetriusNarciso
 
Fundamentos de empreendedorismo eduardo faraco
Fundamentos de empreendedorismo   eduardo faracoFundamentos de empreendedorismo   eduardo faraco
Fundamentos de empreendedorismo eduardo faracoEduardo Faraco
 
O Administrador como Empreendedor - Modelos de Gestão para Novos Negócios
O Administrador como Empreendedor - Modelos de Gestão para Novos NegóciosO Administrador como Empreendedor - Modelos de Gestão para Novos Negócios
O Administrador como Empreendedor - Modelos de Gestão para Novos NegóciosVitor Torres
 
Programa Jovem Empreendedor - Marketing e Empreendedorismo
Programa Jovem Empreendedor - Marketing e EmpreendedorismoPrograma Jovem Empreendedor - Marketing e Empreendedorismo
Programa Jovem Empreendedor - Marketing e EmpreendedorismoPaulo de Jesus
 

Semelhante a (3) 100 anos de gestão empresarial (20)

(1) livro i administração
(1) livro i administração(1) livro i administração
(1) livro i administração
 
Administração, Gestão e a Tomada de Decisões
Administração, Gestão e a Tomada de DecisõesAdministração, Gestão e a Tomada de Decisões
Administração, Gestão e a Tomada de Decisões
 
1 introdução ao marketing
1   introdução ao marketing1   introdução ao marketing
1 introdução ao marketing
 
1) Henri Ford e Alfred Sloan
1) Henri Ford e Alfred Sloan1) Henri Ford e Alfred Sloan
1) Henri Ford e Alfred Sloan
 
Empreededorismo gestão de carreira e empreendedorismo para biólogos - 16 a ...
Empreededorismo   gestão de carreira e empreendedorismo para biólogos - 16 a ...Empreededorismo   gestão de carreira e empreendedorismo para biólogos - 16 a ...
Empreededorismo gestão de carreira e empreendedorismo para biólogos - 16 a ...
 
Gestão de recursos humanos.
Gestão de recursos humanos.Gestão de recursos humanos.
Gestão de recursos humanos.
 
A TGA em instituições do Terceiro Setor - Adm. Acimar de Oliveira
A TGA em instituições do Terceiro Setor - Adm. Acimar de OliveiraA TGA em instituições do Terceiro Setor - Adm. Acimar de Oliveira
A TGA em instituições do Terceiro Setor - Adm. Acimar de Oliveira
 
Henry ford, Peter Drucker e Frederick Taylor
Henry ford, Peter Drucker e Frederick TaylorHenry ford, Peter Drucker e Frederick Taylor
Henry ford, Peter Drucker e Frederick Taylor
 
Palestra innovacao de Arturo Herrera
Palestra innovacao  de Arturo Herrera Palestra innovacao  de Arturo Herrera
Palestra innovacao de Arturo Herrera
 
(1 a) tipos de estruturas organizacionais
(1 a) tipos de estruturas organizacionais(1 a) tipos de estruturas organizacionais
(1 a) tipos de estruturas organizacionais
 
Introdução ao Empreendedorismo .pptx
Introdução ao Empreendedorismo .pptxIntrodução ao Empreendedorismo .pptx
Introdução ao Empreendedorismo .pptx
 
(4) administração evolução e conceitos
(4) administração evolução e conceitos(4) administração evolução e conceitos
(4) administração evolução e conceitos
 
Empreendedorismo e Franchising
Empreendedorismo e FranchisingEmpreendedorismo e Franchising
Empreendedorismo e Franchising
 
Empreendedorismo
Empreendedorismo Empreendedorismo
Empreendedorismo
 
Empreendedorismo 05.ppt
Empreendedorismo 05.pptEmpreendedorismo 05.ppt
Empreendedorismo 05.ppt
 
Fundamentos de empreendedorismo eduardo faraco
Fundamentos de empreendedorismo   eduardo faracoFundamentos de empreendedorismo   eduardo faraco
Fundamentos de empreendedorismo eduardo faraco
 
O Administrador como Empreendedor - Modelos de Gestão para Novos Negócios
O Administrador como Empreendedor - Modelos de Gestão para Novos NegóciosO Administrador como Empreendedor - Modelos de Gestão para Novos Negócios
O Administrador como Empreendedor - Modelos de Gestão para Novos Negócios
 
Escolas De Administracao Aula 2
Escolas De Administracao   Aula 2Escolas De Administracao   Aula 2
Escolas De Administracao Aula 2
 
Cultura Organizacional 2
Cultura Organizacional 2Cultura Organizacional 2
Cultura Organizacional 2
 
Programa Jovem Empreendedor - Marketing e Empreendedorismo
Programa Jovem Empreendedor - Marketing e EmpreendedorismoPrograma Jovem Empreendedor - Marketing e Empreendedorismo
Programa Jovem Empreendedor - Marketing e Empreendedorismo
 

Mais de PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas

Mais de PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas (20)

Comportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de TrabalhoComportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de Trabalho
 
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes SociaisComo Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
 
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
 
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes CorporativosPostura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
 
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
 
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptxO Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
 
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptxConceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
 
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas OrganizacõesA Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
 
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
 
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptxTécnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
 
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptxA Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
 
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptxGestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
 
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptxA Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
 
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptxProgramação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
 
DINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptxDINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptx
 
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptxAUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
 
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptxDESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
 
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptxINTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
 
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptxA Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
 
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
 

(3) 100 anos de gestão empresarial

  • 1. CEM ANOS DE GESTÃOCEM ANOS DE GESTÃO EMPRESARIALEMPRESARIAL
  • 2. 1908 a 1920 – A GESTÃO CIENTÍFICA: Henry Ford Se Inspirou em Taylor, Provando SerHenry Ford Se Inspirou em Taylor, Provando Ser PossívelPossível Especializar as Tarefas, e Decompor aEspecializar as Tarefas, e Decompor a Produção de Automóveis em Gestos ElementaresProdução de Automóveis em Gestos Elementares.. Dessa Forma, Os Operários Deixaram de GirarDessa Forma, Os Operários Deixaram de Girar Ao Redor do Automóvel e a Cadeia de Produção,Ao Redor do Automóvel e a Cadeia de Produção, Passou a Desfilar em Frente ao Trabalhador.Passou a Desfilar em Frente ao Trabalhador. Em 1916, Fayol Apresentou SuaEm 1916, Fayol Apresentou Sua Obra “Produzir Mais é aObra “Produzir Mais é a Prioridade”, Demonstrando Que aPrioridade”, Demonstrando Que a Autoridade, a Disciplina e aAutoridade, a Disciplina e a Hierarquia Eram Importantes ParaHierarquia Eram Importantes Para as Organizações.as Organizações.
  • 3. 1920 A 1950 – O TRIUNFO DA ORGANIZAÇÃO1920 A 1950 – O TRIUNFO DA ORGANIZAÇÃO A G.M. Supera a Ford Com Modelos Para Cada Segmento.A G.M. Supera a Ford Com Modelos Para Cada Segmento. Começa-se a Falar em Marketing e R.H., Mas o TaylorismoComeça-se a Falar em Marketing e R.H., Mas o Taylorismo Ainda Impera.Ainda Impera. Pela 1ª Vez a Direção das Organizações Passou a FixarosPela 1ª Vez a Direção das Organizações Passou a Fixaros Objetivos e a Coordenaras Atividades dos Outros Departamentos.Objetivos e a Coordenaras Atividades dos Outros Departamentos. A Produção, a Distribuição, os Preços e aA Produção, a Distribuição, os Preços e a Publicidade se Adaptaram à Nova EstratégiaPublicidade se Adaptaram à Nova Estratégia “Voltada Para o Cliente”, Que Deixou “Fora de“Voltada Para o Cliente”, Que Deixou “Fora de Moda” o Carro Preto da Ford.Moda” o Carro Preto da Ford. Elton Mayo Percebeu Que PeloElton Mayo Percebeu Que Pelo Fato de Se Interessarem Por Eles,Fato de Se Interessarem Por Eles, os Trabalhadores se Motivavam.os Trabalhadores se Motivavam.
  • 4. 1950 a 1960 – A Chegada do “Pai” da Gestão Empresarial Os Americanos Introduziram Uma NovaOs Americanos Introduziram Uma Nova Cultura de Gestão, à Base de Pesquisa,Cultura de Gestão, à Base de Pesquisa, de Venda Horizontal e de Controlede Venda Horizontal e de Controle GerencialGerencial.. Peter Drucker Permitiu às Pessoas Aprenderem a Gerenciar, Criando uma Nova Disciplina no Aprendizado: o Gerenciamento. À Partir Daí Todos Puseram em PráticaÀ Partir Daí Todos Puseram em Prática a “a “Gestão por ObjetivosGestão por Objetivos” e, as” e, as Empresas Americanas, Foram asEmpresas Americanas, Foram as Primeiras a Fixar Objetivos EspecíficosPrimeiras a Fixar Objetivos Específicos Para Seus Gerentes.Para Seus Gerentes. Drucker Afirma QueDrucker Afirma Que “Só Há Uma Definição“Só Há Uma Definição Válida Para o ObjetivoVálida Para o Objetivo de Uma Empresa:de Uma Empresa: Criar um ClienteCriar um Cliente”.”.
  • 5. Movimento Pelas Relações Humanas no Trabalho Elton MayoElton Mayo Percebeu Que a Produção Melhorava Quando osPercebeu Que a Produção Melhorava Quando os Trabalhadores Acreditavam Que os Gestores se PreocupavamTrabalhadores Acreditavam Que os Gestores se Preocupavam Com Seu Bem-EstarCom Seu Bem-Estar.. Douglas McGregorDouglas McGregor Contribuiu Para o Estudo dos FatoresContribuiu Para o Estudo dos Fatores de Motivação Com a Teoria “X” e “Y”.de Motivação Com a Teoria “X” e “Y”. Abraham MaslowAbraham Maslow Contribuiu Coma “Pirâmide daContribuiu Coma “Pirâmide da Hierarquia das Necessidades Humanas”.Hierarquia das Necessidades Humanas”. Frederick HerzbergFrederick Herzberg Identificou os fatoresIdentificou os fatores Higiênicos (ou de Motivação) ComoHigiênicos (ou de Motivação) Como Necessários, Mas Não Suficientes Para MotivarNecessários, Mas Não Suficientes Para Motivar Pessoas.Pessoas.
  • 6. 1960 a 1973 – A Obsessão Pelo1960 a 1973 – A Obsessão Pelo Planejamento.Planejamento. Apareceu o 1º Hipermercado noApareceu o 1º Hipermercado no Mundo (Mundo (CarrefourCarrefour). As). As Estratégias de Marketing seEstratégias de Marketing se Multiplicaram e os ProfissionaisMultiplicaram e os Profissionais de Venda Se Espalharam Pelasde Venda Se Espalharam Pelas Organizações.Organizações. Os Computadores ForamOs Computadores Foram Usados Pela 1ª Vez ParaUsados Pela 1ª Vez Para Traçarem PlanosTraçarem Planos Financeiros, Auxiliando aFinanceiros, Auxiliando a Gestão Empresarial.Gestão Empresarial. Começou a Época doComeçou a Época do Gerenciamento doGerenciamento do Sistema de Informações,Sistema de Informações, Onde o Planejamento seOnde o Planejamento se Infiltrou nasInfiltrou nas Organizações.Organizações. Apareceram o “PlanejamentoApareceram o “Planejamento Estratégico” e a “GestãoEstratégico” e a “Gestão Estratégica”.Estratégica”.
  • 7. DOIS REIS PARA O TRONO DO MARKETING Começaram a Aparecer as Primeiras Diferenças EntreComeçaram a Aparecer as Primeiras Diferenças Entre Vendas e Marketing.Vendas e Marketing. Theodore Levitt Defendia Que aDefendia Que a Preocupação Central das EmpresasPreocupação Central das Empresas Deveria Ser“A Satisfação dosDeveria Ser“A Satisfação dos Clientes”.Clientes”. Graças aGraças a Philip KotlerPhilip Kotler o Marketing seo Marketing se Tornou Uma Disciplina Com ConhecimentoTornou Uma Disciplina Com Conhecimento Próprio, Divulgando Conceitos ComoPróprio, Divulgando Conceitos Como “Segmentação de Mercados”, “Marketing“Segmentação de Mercados”, “Marketing Mix” e “Ciclo de Vida de um Produto”.Mix” e “Ciclo de Vida de um Produto”. ParaPara KotlerKotler o Marketing era ao Marketing era a “Essência de Qualquer Negócio“Essência de Qualquer Negócio””..
  • 8. 1973 a 1980 - O Japão Inova Com a “Qualidade Total” Os Japoneses Introduziram o Conceito deOs Japoneses Introduziram o Conceito de “KAIZEN” (Melhoria Contínua).“KAIZEN” (Melhoria Contínua). Apareceram o “Just in Time” (Produção,`a Medida dasApareceram o “Just in Time” (Produção,`a Medida das Necessidades), o “Defeito Zero” e o “Estoque Zero”.Necessidades), o “Defeito Zero” e o “Estoque Zero”. A Toyota Introduziu o ModeloA Toyota Introduziu o Modelo de “Produção em Fluxosde “Produção em Fluxos Contínuos” e “Auto-AvaliaçãoContínuos” e “Auto-Avaliação da Produção”.da Produção”. Conseqüentemente, o MundoConseqüentemente, o Mundo Presenciou o AparecimentoPresenciou o Aparecimento do Certificado ISO 9000do Certificado ISO 9000 (Qualidade Total)(Qualidade Total)
  • 9. 1980 a 1993 – DA EXCELÊNCIA1980 a 1993 – DA EXCELÊNCIA ADMINISTRATIVA ÀADMINISTRATIVA À REENGENHARIA.REENGENHARIA. Período de GrandePeríodo de Grande Instabilidade Empresarial, emInstabilidade Empresarial, em Função do “Choque doFunção do “Choque do Petróleo”.Petróleo”. Os Especialistas em Estratégia Passaram por “MausOs Especialistas em Estratégia Passaram por “Maus Bocados”, Sem Poderem Planejar a Gestão.Bocados”, Sem Poderem Planejar a Gestão. ApareceAparece Michael PorterMichael Porter, Difundindo as “Vantagens, Difundindo as “Vantagens Competitivas” das Organizações, Que AbrangemCompetitivas” das Organizações, Que Abrangem Fornecedores, Clientes, Produtos Substitutos e Outras.Fornecedores, Clientes, Produtos Substitutos e Outras. Tom PetersTom Peters – Outro especialista – Divulga Que “As– Outro especialista – Divulga Que “As Empresas Excelentes São as Que Conseguem Mudar eEmpresas Excelentes São as Que Conseguem Mudar e Melhorar Sempre”.Melhorar Sempre”.
  • 10. 1993 a 1998 – DE DETROIT AO VALE DO SILÍCIO Acabou-se a Velha Estrutura Piramidal e, à PartirAcabou-se a Velha Estrutura Piramidal e, à Partir Daí,Daí, o Cliente Passou a Ser o Reio Cliente Passou a Ser o Rei.. As Novas Tecnologias da Informação e DasAs Novas Tecnologias da Informação e Das Comunicações Revolucionaram a Gestão EmpresarialComunicações Revolucionaram a Gestão Empresarial e, “Agregar Valor”, Tornou- se a Expressão dae, “Agregar Valor”, Tornou- se a Expressão da Moda.Moda. A Informática, Que Suplantou a IndústriaA Informática, Que Suplantou a Indústria Automobilística Como Fonte deAutomobilística Como Fonte de Inovação, Coloca as Bases de Dados aInovação, Coloca as Bases de Dados a Serviço do Cliente.Serviço do Cliente. Vive-se a Era do “Vive-se a Era do “DownzingDownzing”, do”, do ““Learning OrganizationLearning Organization”, do”, do ““EmpowermentEmpowerment”, do “”, do “CoachingCoaching” e da” e da Gestão do ConhecimentoGestão do Conhecimento