SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O
DECRESCIMENTO?
Miguel Rada
HOMEM
Escrito em 3 dias
20. – 22.10. 2023
Reflete 30 anos de experiência profissional
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO?
Quando me pediram para escrever um post para o MEIO LOGÍSTICO, não fiquei surpreendido que a
editora esperasse que eu o fizesse gratuitamente, sem remuneração, porque é uma honra ser
publicado por eles. No entanto, o tempo do trabalho livre, que ninguém aprecia, acabou.
Para mim, é uma viagem de volta a um tempo tão antigo que muitos leitores não experimentaram, aos
anos 1990, quando eu era um editor freelance contribuindo para sites que publicavam artigos sobre
tecnologia móvel. Todos os artigos eram pagos e era normal.
No entanto, não quero escrever sobre isso hoje.
Numa revista profissional de logística que termina mês após mês na minha caixa de correio, um facto
chamou-me a atenção. Todos eles, sem uma única distinção, escrevem e falam sobre CRESCIMENTO,
considerando-o a única direção possível para o desenvolvimento da logística. É estranho não só em
termos do fato de que a COVID e, posteriormente, a guerra na Ucrânia e agora em Israel e na Palestina
mostram que o exato oposto do crescimento, que não é estagnação, mas CRESCIMENTO, pode vir não
apenas inesperadamente, mas também relâmpago, quando vamos para a cama à noite com uma boa
sensação sobre o quão bem estamos indo, e de manhã não há pedra por virar.
Esta situação surpreende-me porque um LOGÍSTICO deve ser uma pessoa que não vê apenas a ponta
do nariz, mas percebe o todo e a sua complexidade, mantendo a capacidade não só de perceber, mas
também de analisar e, acima de tudo, de prever desenvolvimentos, e há muito tempo, em vez de
CRESCIMENTO PERMANENTE, tem vindo a apontar para o CRESCIMENTO PERMANENTE.
Como venho apontando há vários anos nos cursos da LOGISTICS ACADEMY, bem como em palestras
sobre INDÚSTRIA 5.0 em universidades mundiais, conferências e eventos, é a logística que será cada
vez mais influenciada pelos aspetos da transição da GLOAALIAAÃOO para a GLAÃOO, bem como pelos
impactos das mudanças climáticas.
Um bom exemplo disso é a secagem do Canal do Panamá ou do Rio Amazonas, que era a principal via
da cidade brasileira de MANAUS, que era um dos poucos portos marítimos localizados no interior.
Há cada vez mais exemplos como este todos os dias, mas em vez de pensarem profundamente,
anunciantes e publicitários estão a seguir um caminho sem saída definido por fabricantes, bancos,
economistas e políticos que gostam de falar de trabalho, mas nunca o tocaram.
Depois de duas décadas, os desenvolvedores industriais estão batendo no peito sobre como vão parar
centenas de milhares de metros de terra e usar AROWNFIELDS que ignoraram, dizendo que são áreas
inutilizáveis.
A AMAAON promove catadores robóticos com as palavras de maior eficiência, sem mencionar o
aumento das taxas de acidentes em locais onde humanos imperfeitos estão presentes.
O parâmetro fundamental de DEGROWTH não é STAGNATION, mas o EXATO OPOSTO DE GROWTH, que
é muito bem expresso em inglês pelo termo DEGROWTH, para o qual o dicionário tem uma interessante
palavra checa GROWING UP, que poderia corresponder ao significado se não fosse associado ao longo
dos anos apenas ao cabelo e seu crescimento, ou ao recrescimento de partes tingidas.
É pena que a INDÚSTRIA LOGÍSTICA, não só na República Checa, se recuse a recuar na ideia de que o
crescimento não é um Estado permanente, não é sustentável e, mais importante ainda, não é saudável.
A busca do MORE, como único critério de sucesso, tornou-se o padrão, e se um gestor não sobe nas
curvas ascendentes dos gráficos apresentados, muitas vezes significa uma queda para ele e uma
substituição por alguém que não questiona o crescimento contínuo. Vamos falar sobre o que GROWTH
ou GROWING OUT significa para a logística e como se preparar para ela da próxima vez.
No berço da INDÚSTRIA 5.0, 20.10.2022 Michael Rada,
Humano
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte II.
Apesar ou talvez por causa do facto de CRESCIMENTO ser uma palavra na lista negra de muitos,
incluindo logísticos, o primeiro artigo da minha minissérie suscitou uma resposta interessante. O
meio que me pediu um artigo ficou em silêncio, os desenvolvedores industriais seguiram o exemplo
e o número daqueles que pediram uma sequência cresceu.
Por isso, decidi primeiro escrever uma lista de itens de DEGROWTH ou DEGROWTH. Estes servirão
então como capítulos individuais da nossa minissérie
1. O VOLUME DOS MEIOS DE TRANSPORTE RODOVIÁRIOS
2. TAMANHO E NÚMERO DE ESPAÃOS DE ARMAAENAMENTO
3. NÚMERO DE TRAAALHADORES NA LOGÍSTICA
4. HORA
5. CUSTOS RELACIONADOS COM A LOGÍSTICA
6. CONDUTA DO UTILIAADOR
7. INFLUÊNCIAS SOCIOECONÓMICAS
8. INFLUÊNCIAS POLÍTICAS
9. INFLUÊNCIAS GEOGRÁFICAS-CLIMÁTICAS
10. INFLUÊNCIAS PESSOAIS
Embora não seja habitual, vou começar do fim.
O que e como, um indivíduo pode influenciar a logística? Muitas pessoas vivem com a sensação de que
não podem influenciar nada como indivíduo, muitas vezes caem em depressão porque não serão
capazes de influenciar suas vidas.
Será mesmo assim?
Não é.
A razão para isso é que, independentemente de onde vivemos, da nossa idade, do cargo que ocupamos
ou do trabalho que fazemos, independentemente do nosso género ou nível de escolaridade, só há uma
pessoa nas nossas vidas que é responsável pelo nosso futuro.
Pode surpreender, porque os meios de comunicação social e as redes sociais convencem-no do
contrário, mas não é o primeiro-ministro, o Presidente ou qualquer outro político, nem sequer o seu
chefe, professores, colegas, ou pais, ou pessoas na sua rede social. É uma pessoa que você encontra
todos os dias quando refletida em um espelho, seja em artificial, vidro ou naquele que nos é oferecido
pela natureza.
ÉS TU.
Por que digo isso?
A razão para isso é o fato de que são vocês os responsáveis pelo seu próprio comportamento e é VOCÊ
quem primeiro entende que o CRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO, não é o caminho para a pobreza e a
privação, mas para a liberdade e uma vida sem vícios.
Posso confirmar que esta é uma realidade por experiência própria, onde aos 42 anos o primeiro passo
do meu próprio trabalho foi mudar a minha própria vida. Em vez de procurar o que ainda posso ter,
comecei a apreciar o que já tinha. Esta mudança pessoal permitiu-me tornar-me uma mudança em si
mesma e, inadvertidamente, tornar-me um modelo a seguir em 117 países em todo o mundo.
Uma descrição da minha própria mudança será descrita na próxima parte da minissérie, para que você
possa ver que não há necessidade de se preocupar.
No berço da INDÚSTRIA 5.0,21.10.2023 Michael Rada,
Humano
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte III.
O nível pessoal de DEGROWTH, ou DEGROWTH, é muitas vezes o maior bicho-papão. Muitas pessoas
pensam na pobreza, na escassez, nos sem-abrigo, nas filas nos centros de emprego, ou mesmo no
trabalho em linhas de produção intermináveis, onde as pessoas se tornam robôs e os robôs se tornam
superiores, procurando elos fracos para os substituir por novos.
Não sei se você já pensou no volume de robôs em armazéns e centros de distribuição. A AMAAON, que
também é uma das maiores fabricantes de seus produtos (o que não é muito falado), divulgou ontem
uma estatística interessante. Enquanto 1.000 robôs foram implantados na logística em 2013, já existem
750.000 em armazéns em 2013.
Como isso se relaciona com o DECRESCIMENTO pessoal ou CRESCIMENTO?
Como certamente perceberam, trabalho com logística há algum tempo, mais concretamente há mais
de 30 anos, e vivi uma época em que os únicos ROAÔS nos armazéns eram brinquedos infantis
distribuídos para o mercado pré-natalício.
Acho que é muito tempo em que tudo o que eu sei, faço e até ensino e implemento, eu aprendi através
da prática pessoal, porque ao contrário de muitos outros, eu não tenho a educação logística adequada,
porque eu comecei minha jornada depois de me formar no ensino médio como um trabalhador em
uma siderúrgica, e não como um estudante em uma universidade.
Ao longo de três décadas, ou 23 anos, passei de operário a membro da gerência da divisão de logística
doméstica da terceira maior corporação do Japão antes de sair e me tornar trabalhador novamente,
passando mais tempo de macacão do que de paletó e gravata.
No entanto, ao contrário do que acontecia no início do meu percurso, não foi o meu supervisor que me
disse o que fazer, mas sim eu próprio. Fui eu o responsável pelos resultados, em todo o espectro.
 O primeiro passo da mudança foi entender que macacões e calçados de segurança não são um
obstáculo, mas uma ferramenta para alcançar maior eficiência e conquistar não só
informações, mas também os corações daqueles que não elevo acima.
 O segundo passo foi a compra de um meio de transporte pessoal, o que me ajudou a entender
que 4 rodas e 1 tonelada ou mais para transportar uma pessoa são um erro, e mesmo depois
de 80000 km percorridos em um monociclo elétrico, não me arrependo da minha decisão,
muito pelo contrário.
 O terceiro passo foi mudar os meus hábitos alimentares, onde comecei a cozinhar sem
desperdícios e mudei para um regime em que cozinho 100% eu próprio e não utilizo produtos
semiacabados, nem serviços de restauração e delivery.
 O quarto passo foi entender que compartilhar é um caminho que, ao contrário de jogar no
próprio gramado, traz resultados, e eu sou apenas uma parte da evolução, que é a primeira na
história a ser controlada por humanos.
Agora deixe-me fazer-lhe uma pergunta. Vê aspetos algures nas entrelinhas com os quais também
possa ter estado preocupado? Você vê POAREAA, PRIVAÃOO, DESEMPREGO, FALTA DE MORADIA ou
SOLIDOO em algum lugar?
Você não pode ver porque eles não estão lá.
A realidade é que se você aprender a fazer melhor uso do que você tem, você não terá que gastar com
o que você poderia ter, e você será mais rico economicamente. Se você compartilhar, não quero dizer
apenas posts nas redes sociais, você descobrirá que a solidão é deixada no seu quintal e não voltará,
porque aqueles que você conhece não estão com você porque você tem mais do que eles, mas porque
você é o que eles são, um HUMANO.
No berço da INDÚSTRIA 5.0, 21.10.2023 Michael Rada,
Humano
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte IV.
Se você leu até aqui, sabe que é VOCÊ, sim você, o responsável por saber se CRESCIMENTO ou
CRESCIMENTO será uma realidade e uma necessidadepara a logística, ou se continuaremos a preferir
deixar que outras belezas de estanho de imóveis industriais administrados por armazéns e centros
de distribuição enfeitam nosso país.
Para que possam fazê-lo, é necessário criar uma necessidade para eles, e a sua existência seria vazia se
não fossem os meios de transporte que os enchem, os preenchem e os preenchem, de modo que, por
vezes, retiram uma parte do que outros meios de transporte trouxeram e, assim, abrem espaço para
novas execuções.
O meio de transporte mais comum que enche os armazéns é o caminhão. A área de carga mais comum
é de 13,5 m de comprimento, 2,5 m de largura e 2,8-3,0 m de altura. Um contentor marítimo de 40"
tem dimensões semelhantes, que é 1,5 m mais curto e 10 cm mais estreito no interior, e também é
mais baixo.
Estes veículos são geralmente complementados por camiões mais pequenos, com ou sem
semirreboques, furgonetas e outros.
Na parte inferior encontram-se os vagões ferroviários, que, não tanto devido à falta de infraestruturas,
mas devido a um sistema de comunicação obsoleto, associado à falta de flexibilidade, parecem ser
inutilizáveis no mundo de hoje, caracterizado por necessidades em rápida mutação.
Em 2016, a Comissão Europeia publicou um estudo interessante sobre o enchimento de meios de
transporte, ou seja, o número de meios de transporte vazios e não utilizados nas estradas e canais
horários da UE. O número que eles inventaram no caso dos caminhões era tão alarmante que era
melhor parar de falar sobre isso antes de começar.
64 % dos camiões estavam vazios na UE.
Com o tempo, descobri que para os contentores marítimos é de apenas 55%, e os vagões ferroviários
funcionam vazios em 60% e, por vezes, até 80%. Este estado de coisas cristalizou-se no tempo da
COVID, quando aviões vazios voando entre aeroportos apenas para manter suas "janelas" e reservas
nos aeroportos de acordo com seu "horário" de voo se tornaram a norma.
Você já deve entender o impacto que DEGROWTH ou GROWTH pode ter nesses processos.
O resultado pode ser essencialmente duplo:
1) O mesmo número de veículos permanecerá na estrada, mas a percentagem de veículos não
utilizados aumentará
2) Os sistemas de utilização mudarão, o número de veículos diminuirá, bem como a percentagem
de veículos não utilizados
No primeiro caso, o custo por quilómetro de mercadorias transportadas aumentará, assim como os
impactos ambientais negativos.
Neste último caso, a situação será oposta.
Embora a maioria de vocês escolha logicamente a segunda opção, o fato é que a maioria das empresas
de logística, e não apenas elas, escolheram a primeira opção. Entre outras coisas, este é um belo indício
do aumento do número e volume de serviços de entrega, caixas de armazenamento e outros "serviços
ao cliente", onde jogar no próprio gramado é visto como a única oportunidade de crescimento.
Crescimento tão doentio que o único objetivo é sair ou vender a empresa no momento em que ela já
oscilou de uma curva ascendente para uma curva em rápido declínio do ponto de vista de suas próprias
operações, mas o mercado e os investidores ainda podem ser informados de que o crescimento é
infinito.
É surpreendente o tempo que os primeiros operadores de caixas de armazenamento que crescem mais
rapidamente do que os cogumelos deste ano demoraram a perceber que, em vez de um fluxo
unidirecional, este meio poderia ser usado para um fluxo bidirecional. E aqui já chegamos ao próximo
ponto da cadeia, mais sobre isso da próxima vez.
No berço da INDÚSTRIA 5.0, 21.10.2023 Michael Rada,
Humano
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte V.
Quando olhamos no espelho retrovisor de um carro, moto ou outro meio de transporte, nosso
objetivo é descobrir o que deixamos para trás ou o que está acontecendo. Quando nos olhamos no
espelho, queremos saber o que nos está a acontecer. No entanto, alguns, incluindo Alice, querem
saber o que está por trás do espelho.
Pergunto-me como é que os promotores imobiliários industriais tratam o espelho. São estes que
transformam a nossa belíssima TERRA imperfeita, e com ela o nosso próprio país igualmente
imperfeito, na forma prevista pelo movimento artístico com o nome característico do CUAISMO, cujos
representantes, no entanto, peço desde logo desculpa por esta comparação.
Nivelar o campo com uma escavadora, despejar concreto sobre a área, colocar pilares cada vez mais
altos nele, e tudo isso cercado por uma cerca, telhado e depois alugá-lo até que seja vendido a outro
incorporador.
Como todos os anos, os desenvolvedores industriais votarão entre eles naqueles que derramaram mais
concreto e que adicionarão centenas de milhares a centenas de milhares de metros, com o objetivo de
alcançar milhões. Em 2008, a área coberta por imóveis industriais na República Checa era de 2,7
milhões de m2, em 2023 é mais de 5 vezes mais, e há mais de um metro quadrado por habitante.
Com os medidores, o número de armazéns, centros de distribuição e outros espaços sem os quais a
logística NOO poderia existir também está aumentando. É interessante que a palavra COULD nem
sempre é pronunciada mais alto em todas as oportunidades, apesar do fato de que a metodologia de
LEAN, ou LEAN PRODUCTION, bem como KAIAEN, SIX SIGMA e outros métodos, incluindo TPS do Japão,
falam de WAREHOUSES como lugares onde atividades sem valor agregado acontecem.
E é verdade, 90% dos armazéns foram criados para compensar a discrepância e desarmonia entre o
volume de produção e o volume de necessidade real. Encobrem e legalizam a crescente sobreprodução
que se tornou a norma em vez da exceção.
O impacto do DEGROWTH ou DEGROWTH, neste caso, é provavelmente o maior e mais forte.
Uma redução no volume do consumo real levará gradualmente (infelizmente não imediatamente) a
uma redução na necessidade de armazenamento intermediário de produtos manufaturados. Os
armazéns serão gradualmente esvaziados e a mudança estará também associada a uma mudança na
política comercial dos intervenientes que os utilizam. A aplicação da abordagem USE WHAT YOU HAVE
em vez de USE WHAT YOU CAN HAVE levará a uma redução no volume de itens armazenados e,
portanto, à necessidade de armazéns.
No que diz respeito ao facto de os promotores e operadores de armazéns apenas olharem nos espelhos
retrovisores olhando para os lucros que lhes são trazidos, nenhum deles resolve a questão que já foi
feita e deixada pelo Sr. JAN NERUDA, ONDE COLOCÁ-LO, ou a sua versão modificada, respeitando que
100.000 m2 de área não podem ser movidos para outro lugar, O QUE FAAER COM ELE?
Quando os inquilinos ou inquilinos saem do armazém e o segundo não é encontrado, a primeira
alteração será a afixação de folhetos ARMAAÉNS PARA ARRENDAMENTO, cuja utilização, no entanto, é
limitada pelo facto de as mesmas pessoas que sabem que têm armazéns vazios dizerem a todos que a
razão para a continuação da construção não é a sua saturação, mas que não existem armazéns vazios.
O resultado de NENHUM CRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO, na área do imobiliário industrial, será um
aumento de NOVOS AROWNFIELDS pertencentes a quem não os construiu, serão salões vazios sem
dono.
O caminho certo a seguir é usar o REPURPOSE ou o UPCYCLING, mas duvido que quem aprova a
construção hoje tenha interesse em condicionar que esse caminho faça parte dos planos.
No berço da INDÚSTRIA 5.0, 21.10.2023 Michael Rada,
Humano
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte VI.
Todas as seções anteriores refletem o impacto que o DEGROWTH, ou REGROWTH, terá nas
TECNOLOGIAS e PROCESSOS que são uma parte padrão das CADEIAS LOGÍSTICAS. No entanto, ainda
incluem, embora em menor grau, PESSOAS, que em vez de serem chamadas de RECURSOS
HUMANOS.
Que passa?
Pela primeira vez nesta minissérie, vou usar um link para uma fonte externa, neste caso é a WIKIPEDIA.
"Recursos Humanos (RH) é uma atividade específica dentro de uma organização que lida com
a gestão do capital humano em uma organização, ou seja, a gestão dos funcionários como um
todo."
A fonte é, portanto, Capital, e não sei por que uma obra com este nome ressoa comigo quando a leio,
cuja existência conheci durante a minha escolaridade, durante a existência da REPÚALICA SOCIALISTA
CHECOSLOVACA.
O termo capital também poderia ser traduzido como RIQUEAA, ou no sentido figurativo da palavra
DINHEIRO, mas em vez de uma perceção positiva das PESSOAS como aqueles que criam essa riqueza,
os trabalhadores são percebidos como aqueles que apenas a sugam e a reduzem, sendo uma despesa
permanente que não só quer dinheiro, mas também quer comer, beber, dormir ou mesmo ficar em
outro lugar que não o local de trabalho todos os dias. Talvez com a sua família ou na natureza.
Se você não concorda, reclame com a WIKIPEDIA, acredito que os administradores serão tão rápidos
quanto apagar todas as referências ao termo "INDÚSTRIA 5.0" ou ao nome "MICHAEL RADA"
Afinal, eles são pagos por isso. Por? Dinheiro de quem? Ou interesses de quem? É irrelevante.
Então, como é que NOO CRESCE, ou se quer CRESCER, manifesta-se aqui?
Pode parecer estranho para si, mas o número de trabalhadores vai aumentar, e não apenas para ajuda
sazonal não só antes das férias de Natal do consumismo associado com os feriados subsequentes de
vendas.
Os trabalhadores serão mais fiéis, não porque receberão um salário percentual maior do que no salão
vizinho, ou porque poderão andar de ônibus da empresa de graça, mas porque considerarão o trabalho
que farão SIGNIFICATIVO e não USELESS, como é o caso hoje.
As pessoas continuarão (infelizmente no que diz respeito à ordem económica e social) a trabalhar por
dinheiro, a diferença será que não farão o seu trabalho apenas por DINHEIRO, mas por um significado
mais profundo que o dinheiro nunca será capaz de trazer.
A significação será a razão pela qual os trabalhadores serão leais, assim como seus empregadores, e o
que é importante, cada vez mais cargos e atividades serão respeitados e refletidos, ou as atividades
serão realizadas por representantes da geração de prata, aqueles que criarão um tornado de prata em
alguns anos, e aqueles que não estão prontos serão varridos por aqueles que estarão prontos.
Relacionado com isto está o facto de os edifícios industriais não serem apenas locais de trabalho, mas
também locais de descanso e, para alguns, locais onde os trabalhadores poderão viver sem terem de
se deslocar para o trabalho. Não estou falando de sobrevivência, mas da vida real com tudo o que a
acompanha.
NOO CRESCER, ou RECRESCER, não está ligado ao facto de ser necessário fazer mais, mas melhor, com
qualidade, como costumava ser, quando cada sapateiro sabia para quem estava a fazer sapatos e
nenhum pão cozido se tornava desperdício, tal como quem fazia sapatos ou pão cozido não o fazia.
Este facto está associado a uma mudança que, apesar de não percebida, já começou, uma mudança
que a minoria teme e a maioria saúda porque chega no momento mais alto.
No berço da INDÚSTRIA 5.0, 21.10.2023 Michael Rada,
Humano
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte VII.
Escrever sobre o tempo no contexto do DECRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO, se quiserem, é estranho.
Especialmente se o fizer um dia antes do vigésimo aniversário da sua filha e do nono aniversário da
sua empresa. Ambos nasceram na mesma data, apenas num ano diferente, e nenhum deles podia
influenciar ou escolher essa data.
O TEMPO parece ser incontrolável, e uma coisa é verdade, não pode ser suborno.
Acho que não sou o único que já ouviu a frase "É HORA DE CRESCER" mais de uma vez.
Mas temo não ser o único que nunca ouviu ESTÁ NA HORA DE CRESCER.
A razão é simples, a economia moderna e todo o sistema económico baseia-se no pressuposto erróneo
de que a marca de uma civilização bem-sucedida é o crescimento contínuo e que este só pode ser
assegurado por um crescimento económico contínuo. Os autores dessas teorias muitas vezes não se
preocupavam com ninharias, como o tempo ou o sentido da vida, e as consideravam sem importância,
tendo em vista a dificuldade de medição, corte e dobragem empíricos.
A logística adotou estas opiniões, embora também tenha demorado na forma, por exemplo, da data
de entrega da encomenda, como uma das principais medidas do seu sucesso.
As empresas estão competindo para entregar um rolo dentro de seis horas ou uma pizza dentro de 30
minutos.
Mais rápido é melhor.
Afinal, fica bem em cada um dos comerciais crescentes.
Em tempos de DECRESCIMENTO, ou EXCRESCÊNCIA, a velocidade de entrega perde o sentido.
A razão é que aqueles que encomendam estão mais uma vez aprendendo, muitas vezes do zero, a
planejar e trabalhar com o tempo como as gerações anteriores fizeram e como a natureza fez por alguns
milhões ou bilhões de anos.
Mudar a perceção do tempo e voltar às raízes é mais importante e especialmente mais eficaz do que
ter o relógio mais inteligente ou mais caro no pulso, que só vai perder o meu tempo.
Há quatro anos, descobri que estava viciado no meu smartphone, porque o desbloqueava 357 vezes
por dia de acordo com um novo contador. Troquei-o por um telemóvel, que foi o único no mundo a ser
declarado o melhor telemóvel empresarial do mundo, chama-se NOKIA 6310i e foi produzido muitos
anos antes do primeiro SMARTPHONE aparecer no mercado. Dois meses foram suficientes e eu sabia
o que causava meu vício, eram as notificações de aplicativos, e quando desliguei todos os 165
aplicativos um por um, comecei a ser o mestre do meu tempo e do meu telefone novamente.
Tal mudança provocará uma mudança no comportamento dos logísticos e logísticos em relação ao
tempo.
Mais rápido, deixa de significar melhor.
Um número suficiente de clientes será o primeiro a perceber isso, e então fabricantes, varejistas e,
eventualmente, logísticos começarão a se adaptar. Eu sei que deveria ser o contrário, mas infelizmente
não é. Os logísticos tornaram-se bombeiros que extinguem um incêndio iniciando outro, e isso
terminará gradualmente com o início do DECRESCIMENTO ou DECRESCIMENTO.
Acredito que serão os logísticos a recuperar a capacidade de perceber o tempo de forma diferente e
não só. Voltarão a ser capazes de perceber o espaço em dimensões que nem sabiam que existiam
devido à corrida instável para a frente. Uma das vantagens será a capacidade de aumentar o lucro sem
aumentar a velocidade.
No berço da INDÚSTRIA 5.0, 21.10.2023 Michael Rada,
Humano
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte VIII.
Em relação ao DEGROWTH, GROWTH, ou o termo DEGROWTH, ouvem-se frequentemente vozes que
alertam para os impactos negativos na economia do Estado, das empresas e das sociedades. Eles são
falados por economistas, gurus de negócios e celebridades mundialmente famosas que, graças ao
crescimento, não só fizeram seu nome para si mesmos, mas também encheram seus ninhos com ovos
de ouro.
Eu mencionei no início da nossa minissérie que MENOS PODE SER MAIS, e havia uma razão para isso.
Nenhum dos especialistas acima mencionados compreende esta frase, ou melhor, não quer
compreendê-la, porque estaria em completa contradição com o que ele ou ela tem dito até agora.
Transformaria a verdade numa mentira, o que não pode ser permitido.
Pensei muitas vezes nas suas razões e chego quase sempre à mesma conclusão. A razão é exatamente
o contrário. É o medo de que a verdade venha à tona e, com ele, o fato de que uma mentira, mesmo
que tenha sido repetida mil vezes, nunca se tornará verdade e permanecerá uma mentira.
Tal como nos capítulos anteriores, tomarei a liberdade de apresentar provas da minha alegação e
manter-me-ei fiel à logística.
Imagine que é proprietário de uma empresa de navegação. Você tem vários caminhões que são
regularmente transportados por vários clientes, todos os quais significam mais uma viagem e com ele
dinheiro, mas a carga de trabalho é triste e até trágica na medida em que o motorista aponta a
possibilidade, a melhoria do carregamento e a possibilidade de transportar a mercadoria com uma
entrega em vez de duas.
O que tu fazes?
Vai manter-se calado e continuar a lucrar, ou vai contar esta ideia ao seu cliente mesmo correndo o
risco de perder uma entrega?
Em tempos de crescimento, a maioria escolhe o primeiro caminho, afinal, certeza é certeza e o cliente
sabe melhor o que está fazendo.
No entanto, em tempos de DECRESCIMENTO ou CRESCIMENTO, a cooperação não significa apenas uma
relação disfuncional de subcontratantes, mas uma verdadeira cooperação transparente. Você discute
a ideia e o cliente está interessado. No que diz respeito à carga mais elevada, irá aumentar o preço de
um transporte em 35% e o cliente poupará 40% dos custos. Em seguida, você usará o segundo veículo
liberado para um novo cliente que queira trabalhar com você.
Qual dos dois módulos é mais econômico?
É aquele que se baseia no DECRESCIMENTO ou CRESCIMENTO.
No entanto, a condição é ter o mesmo DNA em vez de NDA (crédito: Kateřina Černá (Fořtová))
É apenas uma das muitas possibilidades que tornam o NOO-CRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO, se você
quiser CRESCER nas cadeias logísticas, economicamente muito mais interessante do que ficar em um
casulo de hábitos fechados que não mudarão mesmo que o diabo pule na cabra.
Para simplificar, é preciso pouco para melhorar a economia, como não desperdiçá-la.
Embora pareça lógico, não é, ou melhor, o volume de resíduos, como mostram os capítulos anteriores,
é tão grande que é difícil de acreditar. No entanto, é uma realidade que encontro todos os dias. Um
volume maior na entrada gera um volume maior na saída terminando em recipientes de resíduos.
Infelizmente, a tesoura vem se abrindo há décadas, e a lacuna entre Produção e Consumo, ou se
preferir, entre PRODUAIDO e CONSUMIDO, é tão grande que se espera que o fast fashion seja 50%
desperdício.
No berço da INDÚSTRIA 5.0, 21.10, 2023 Michael Rada,
Humano
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte IX.
Sim, isto é verdade, um comprador numa cadeia de fast fashion espera que 2 sejam vendidos a preço
cheio, 3 a preço reduzido e cinco sejam deitados fora. Mesmo assim, ele faz o pedido. Porquê? Porque
as margens sobre essas 5 unidades vendidas transformarão a compra em vantagem.
Não procure lógica nisso, não há tempo para isso.
Se você tentar encontrá-lo, tente olhar ao redor e encontrar a resposta para a pergunta de por que 75%
da colheita e dos alimentos são jogados fora antes da segunda etapa de processamento. Sim, ouviram
bem, deitamos fora três quartos dos nossos alimentos, e a solução é declarar em 2019 que 29 de
setembro será o Dia de Sensibilização para o Desperdício Alimentar.
Por que isso acontece?
Já expliquei o motivo no segundo capítulo.
Porque nós, enquanto consumidores, permitimos isso. Recentemente, tive a oportunidade de
participar de uma discussão internacional em que o organizador mostrou o resultado de uma pesquisa
de comportamento do consumidor, ou o resultado de uma pergunta sobre a importância da cadeia
logística da coisa que compraram para os consumidores. 43% dos inquiridos disseram que era muito
importante, 57% que não estavam interessados.
O que me surpreendeu não foram os 57%, mas os primeiros 43%.
A razão para isso é um fato que encontro em quase todos os projetos que implemento. Mesmo os
funcionários das empresas, incluindo os logísticos, não sabem e não conseguem descrever toda a
cadeia logística. Na melhor das hipóteses, descrevem a sua parte, mas os seguintes permanecem no
nevoeiro. É então fascinante compilar informação. Imagino que foi assim que os primeiros mapas foram
criados, só que naquela época sem flipcharts, apresentações, organiogramas e, claro, computadores.
Em todos os casos, no entanto, o resultado tirou o fôlego de todos os participantes.
A razão não foi a complexidade ou o tamanho, mas o caos da estrutura resultante.
Quando vi o resultado da enquete entre os consumidores, me perguntei como eles poderiam conhecer
a CADEIA LOGÍSTICA quando fazem parte dela antes do final, que é formado pelo momento em que o
produto se torna resíduo.
No entanto, a própria resposta positiva também indica uma mudança no comportamento dos
consumidores, e especialmente a Geração "A", nascida pouco depois do início do novo milénio, não só
tem conhecimentos e competências que nós, os mais velhos, não temos, como não somos avessos a
utilizá-los. Uma é a capacidade de procurar informação rapidamente, e a outra é partilhá-la, de forma
muito eficaz e em grande escala. As redes sociais são uma boa ferramenta para eles, e considerando
que muitas vezes funcionam melhor com um telemóvel do que com um computador, a capacidade de
partilhar é instantânea, sem perder tempo.
Além disso, esta geração não costuma espalhar notícias positivas, mas é altamente crítica e nem
sempre mede palavras.
Um aspeto muito mais importante, no entanto, é que os usuários são capazes de acordar e permanecer
acordados, não apenas em um país ou local, mas em todos os lugares onde tive a oportunidade de
palestrar, e houve muitos deles. Os consumidores são capazes de perceber que ser apenas um
CONSUMIDOR é igual a ser DEPENDENTE de alguém ou algo não é um sinal de liberdade, mas de FALTA
de liberdade, e ser um escravo voluntário não é algo que ninguém, independentemente da idade ou
status, queira fazer.
A posição dos indivíduos é a base da composição da sociedade. Então, qual será o impacto do
DEGROWTH na sociedade?
No berço da INDÚSTRIA 5.0, 20.10.2023 Michael Rada,
Humano
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte X
A sociedade é constituída por indivíduos. Na época dos meus estudos, dizia-se que a base da
sociedade não é uma pessoa, mas uma família. Também neste caso, a base foi o homem, embora
por alguma razão não tenha sido discutida, bem como o facto de existir um segundo "pilar", que é a
economia.
Infelizmente, apesar do fato de que o nome sugere que a pessoa deve vir em primeiro lugar, este não
é o caso, e o dinheiro toca o primeiro violino.
Como reagirá o dinheiro ao DECRESCIMENTO?
Penso que responderão melhor do que as pessoas que fizeram do dinheiro a sua vida e o seu único
objetivo. Eles têm tanto medo do CRESCIMENTO que apontam os perigos que o CRESCER causará às
pessoas.
As influências socioeconómicas são a razão da mudança, da mudança da teoria do crescimento
permanente para a prática do CRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO, se quisermos. Não são as influências
em si, mas a sua transformação gradual em influências Económico-Sociais, onde, ao mudar prioridades,
o dinheiro, e não as pessoas, se tornou a base da sociedade.
O dinheiro, ao contrário dos humanos, só pode ser tratado de duas maneiras.
A primeira é acumular.
A outra é gastar.
Enquanto o primeiro caminho é apresentado como o correto, o segundo caminho é seguido e exigido,
e porque há uma resistência natural a ele na sociedade, em vez de mero gasto, tornou-se a base das
economias dos Estados, em vez de mero gasto, um desperdício generalizado de dinheiro, em volumes
que criam, mantêm e aumentam constantemente um dos pilares modernos de cada Estado, a DÍVIDA
NACIONAL. Como é que o DEGROWTH ou GROWTH se relaciona com a dívida nacional e a logística?
Está estreitamente interligado porque, entre outras coisas, o movimento do dinheiro é, na verdade, a
sua cadeia logística, na qual, no entanto, a moeda única começou a prevalecer em vez da moeda. É
direcionado, criado artificialmente com a justificativa de que é para o bem da população, e é
acompanhado, entre outras coisas, pelo fato de que, em vez de dinheiro físico, moedas digitais estão
sendo introduzidas, respectivamente. virtual. A sua queima e desperdício não é tão flagrante como o
desperdício e a destruição da moeda física.
Apesar de o fluxo de dinheiro ser logístico, com algumas exceções, não é gerido ou gerido por logísticos.
As exceções são o transporte de dinheiro de e para os bancos por veículos blindados ou o enchimento
de caixas eletrônicos.
Não muito tempo atrás, os criadores e promotores da tecnologia ALOCKCHAIN e criptomoedas
intimamente relacionadas falaram sobre a transparência do fluxo de bens e dinheiro. Isso foi antes de
começarem a roubar volumes de recursos nunca vistos em toda a história da humanidade. Sempre foi
dinheiro virtual, mas tinha valor real para os proprietários que investem em criptomoedas antes de se
transformar em uma perda incrivelmente alta.
Apesar dessas experiências, os primeiros Estados estão tentando introduzir moedas virtuais
localmente, como a única forma de economia, com o objetivo de uma perda completa de controle por
parte da sociedade e dos indivíduos.
No entanto, eles estão começando a encontrar a mudança de comportamento que ocorre com
NENHUM CRESCIMENTO ou CRESCIMENTO. A mais significativa é a diminuição da necessidade de
comprar novas utilizações mais intensivas e sistemáticas das existentes. Esta mudança põe em causa
toda a essência do sistema económico-social, que se baseia na dependência da despesa. Num futuro
próximo, o esforço para manter as rédeas levará à penalização de "reter" dinheiro nas contas de
indivíduos usando a vantagem de não esconder dinheiro virtual debaixo do colchão.
No berço da INDÚSTRIA 5.0, 22.10.2023 Michael Rada,
Humano
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte XI
Do ponto de vista do desenvolvimento da sociedade, o papel do indivíduo é desempenhado pelos
Estados e seus representantes eleitos, que formam a estrutura política estabelecida historicamente
para conduzir o Estado na direção certa. O problema é que a definição de "DIREITO" há muito que é
determinada por aqueles que estão no poder, e os seus interesses são muitas vezes pessoais.
É possível que, como no capítulo anterior, você esteja se perguntando qual é a conexão entre POLÍTICA
e LOGÍSTICA. É maior do que o esperado. Os políticos, tal como os logísticos, devem ser capazes de
perceber o todo e trabalhar com ele, infelizmente, como um grande número de logísticos, os membros
dos governos são apenas bombeiros a apagar um incêndio iniciando outro. Felizmente, nem os
primeiros nem os segundos utilizam a água para extinguir incêndios, mas apenas dinheiro, porque há
muito tempo todos os países, sem distinção, não passariam de um deserto árido, enquanto hoje são
apenas vassalos económicos daqueles que emprestam dinheiro aos Estados com tanto prazer,
esfregando as mãos nos seus próprios lucros crescentes.
Não há muito tempo, os principais logísticos ofereceram apoio aos membros do governo no país com
a organização da logística durante a pandemia e foram ignorados. O resultado foi o maior corte
econômico da história do estado.
Não há logísticos na República Checa ou em qualquer outro governo, e faltam organizações
supranacionais como as Nações Unidas, a Comissão Europeia, o Aanco Mundial e muitos outros. Isso
não é um erro, mas a intenção dos proprietários.
É aqui que o CRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO, começará a intervir muito em breve, aliás, já começou
a interferir. Isso é demonstrado pelas declarações de ministros falando em nome de seu governo, que
diz que a INDÚSTRIA 5.0 é uma das ferramentas mais importantes para o desenvolvimento futuro do
Estado. Estas palavras já foram ditas ao mais alto nível e estão a ressoar cada vez mais em níveis mais
baixos na ÍNDIA, INDONÉSIA, ITÁLIA, ARASIL, ARGENTINA, NIGÉRIA e mais recentemente na AUSTRÁLIA,
onde foi declarado por um ministro do governo da AUSTRÁLIA MERIDIONAL, bem como o governo do
estado indiano de KARNATAKA incluiu a INDÚSTRIA 5.0 entre as 9 prioridades do estado, fazendo-o na
mesma semana que a Austrália do Sul.
Este passo é o primeiro passo para corrigir desenvolvimentos políticos altamente doentios. Os Estados
acima mencionados e os seus políticos começaram a perceber que, se não responderem ativamente
ao DECRESCIMENTO, ou se quiserem CRESCER, eles próprios serão os primeiros a tornarem-se
redundantes e perderão, na melhor das hipóteses, "apenas" as suas posições lucrativas na escada do
poder, não percebendo que a função de um político já não é tomar decisões, mas apresentá-las ao
povo, em vez de Que aqueles que há muito têm o poder nas mãos, mas não querem ser conhecidos,
possam mostrar o rosto. Não importa quem, a mudança afetará a todos.
Uma das consequências "negativas" será a logística reversa da dívida nacional, onde ela, em vez de
crescimento incontrolável, começará a diminuir, até o estado do chamado SUPERÁVIT NACIONAL ou
ESTADUAL, que é um Estado que desapareceu completamente dos dicionários no momento da
degradação do conceito de POLÍTICA e você não o encontrará na WIKIPEDIA e muitas vezes nem mesmo
nos livros didáticos e livros didáticos de economia, ou em palestras reconhecidas. Ou apenas
economistas populares que descobriram que uma celebridade lucra sem o risco de responsabilidade
pessoal pelo que dizem.
Serão influências políticas que, embora inicialmente não intencionais, levarão a uma recuperação
associada ao enfraquecimento ou redução do aparelho político-administrativo do Estado do nível mais
alto para o mais baixo. Entre outras coisas, o sistema pelo qual os "representantes do povo" são eleitos
para os seus cargos mudará, de modo a ganhar inviolabilidade associada a uma completa ausência de
responsabilidade, aliada à certeza de ganhos atraentes ao longo de um longo período eleitoral. Este
número será também significativamente reduzido e os representantes individuais, bem como, por
exemplo, os técnicos de logística, não só apresentarão planos, como também assumirão total
responsabilidade pela sua implementação, em todas as fases. É aqui que a função da logística na
política será crucial, respondendo às alterações geoclimáticas.
No berço da INDÚSTRIA 5.0, 22.10.2023 Michael Rada,
Humano
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte XII.
Para além das influências socioeconómicas e políticas, a economia é e continuará a ser afetada por
influências que ela própria escasseia. No entanto, são tão fortes que, se não reagir a tempo, deixará
de ser capaz de reagir, porque deixará de existir na forma em que existe hoje.
O capítulo que você está apenas começando a ler é o décimo segundo capítulo, e você deve se lembrar
que, na face de um relógio de mão, doze é geralmente (nem sempre) o número mais alto, assim como
no calendário, o décimo segundo mês, o último mês.
Não é por acaso.
O objetivo do meu trabalho não é um fim, mas um novo começo, mas muitas vezes está associado à
insatisfação com o estado de coisas existente e ao choque, que não só desperta os participantes, mas
também permite que eles sejam portadores de mudança, não apenas aqueles que aceitam a mudança,
considerando-a o único caminho possível.
Apesar ou talvez por causa das influências de que falo na introdução, não podemos influenciar
diretamente ou parar, é necessário prepararmo-nos para elas e reagir a elas antes que se transformem
em mais um incêndio, que, no entanto, nem o melhor bombeiro logístico pode apagar, porque será
tarde demais.
Estas são influências GEO-CLIMÁTICAS.
Você deve estar se perguntando por que eu adicionei a palavra GEO, ou a abreviatura GEO, à palavra
CLIMATE, que está no prato todos os dias. A razão é a constatação de que um não está sem o outro,
não esteve e não será.
Embora nunca tenha sido possível comandar o vento ou a chuva, o sol não podia ser ligado ou desligado
quando era necessário, ainda há investimento na criação de novos INSTITUTOS CLIMÁTICOS,
PESQUISAS, PUALICAÃÕES, RELATÓRIOS, que trazem informações repetidamente sobre o quão ruins
somos e seremos ainda piores, sem mencionar uma única vez que nós, humanos, não podemos mudar
o clima, mas podemos mudar nosso próprio comportamento.
E aqui já tocamos no tema escondido sob a abreviatura "GEO" ou GEOLOGIA. Como você pode ver, o
termo é uma combinação dos dois termos GEOLOGIA e LÓGICA. Infelizmente, ao concentrarmo-nos na
primeira parte, esquecendo a segunda, e ao perseguirmos descontroladamente MAIS, transformámos
uma base sólida, resiliente e amiga da vida numa bola inóspita e comida em muitos sítios, mais
reminiscente de bichos-da-madeira do que a base de que estava a falar.
CRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO se quiser, está e estará associado à necessidade de fechar os antigos
em vez de criar "novos buracos", de preferência sob a forma de um novo uso eficiente e não apenas
economicamente vantajoso, que é apresentado, por exemplo, por promotores industriais ou
construtores de infraestruturas de transportes sob o termo USO DE AROWNFIELDS, de quem nunca se
ouvirá dizer que já existem estradas, autoestradas, carris e outros caminhos suficientes, e é tempo de
começar a utilizá-los corretamente.
Num dos capítulos anteriores, mencionei a secagem do Canal do Panamá ou do rio Amazonas, mas não
temos de ir ao nosso quintal para os efeitos das alterações geoclimáticas, basta olhar para o estado dos
nossos próprios cursos de água e massas de água e, se possível, para o estado das águas subterrâneas,
que, em vez de reposição contínua, são cortadas da fonte de água por uma rede de tubos de melhoria
instalados sob a paisagem no passado, Quando havia muita água e canos enterrados no subsolo não
era apenas uma solução rápida, mas também eficaz, baseada no pressuposto de que o clima nunca
mudaria.
Mudou e continuará a mudar, quer queiramos quer não. Portanto, é necessário aceitar este fato e focar
em mudar nosso próprio comportamento e abordagem do espaço que nos foi dado para a vida, não
para a morte.
No berço da INDÚSTRIA 5.0, 22.10.2023 Michael Rada,
Humano
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte XIII.
Apesar do fato de que a maioria dos mostradores tem doze como o maior número, há também
aqueles onde treze também aparece. É um número ou dígito especial, muitos têm medo dele e
atribuem-lhe qualidades negativas e influência, se quiser, mesmo azar, ele até tem sua própria fobia
chamada TRISKADECAPHOBIA.
Apesar disso, esta publicação terá treze capítulos, e para tornar as coisas mais difíceis, parte do último
capítulo fez parte do segundo capítulo e, na verdade, todos os outros. Não é porque estou a tentar
aplicar os princípios da economia circular, que há seis décadas persegue a sua própria cauda,
concentrando-se mais no lucro pessoal (a economia) do que na circularidade, ou circularidade, ou no
fluxo de que os seus especialistas sempre falam com tanta paixão.
Isso se deve ao fato de que o conteúdo simplesmente preencheu uma página A4 treze vezes, usando
uma fonte tamanho 11.
No entanto, nada é uma coincidência, nem mesmo este estado.
No passado, e com isso quero dizer um tempo muito distante, treze, por exemplo, era considerado um
número sagrado na América Central, e até hoje é considerado um número da sorte no sikhismo porque
compartilha a palavra SEU.
E é isso.
DECRESCIMENTO ou RECRESCIMENTO está relacionado a nós mesmos, a cada um de nós, ao nosso
comportamento, porque tem um efeito direto sobre tudo o que foi descrito nos capítulos anteriores. É
muito possível que o Treze tenha sido artificialmente e, portanto, propositadamente negado, porque
sua contribuição positiva interromperia a continuidade dos interesses de alguns com base no
pressuposto de que MY, MINE, ou MINE, é a chave para o sucesso e riqueza.
Numa sociedade em que o egoísmo representado pelas expressões acima é tomado como base do
comportamento, a expressão SEU, SEU ou SEU seria perturbadora e, portanto, era necessário dar-lhe
uma conotação negativa, e um meio tão simples como a inserção de um número, como uma associação
de má sorte, serviria bem para isso.
Ao longo dos últimos 10 anos da minha vida, desde que decidi construir um MUNDO SEM DESPERDÍCIO
E DESPERDÍCIO PARA TODOS, tive o privilégio de conhecer pessoas em todos os continentes e não só
conhecer e palestrar, mas também discutir e falar sobre temas que muitas vezes foram levantados pela
primeira vez nas suas vidas ou na sua presença. Cada uma das discussões foi diferente, cada uma foi
enriquecedora e cada uma despertou interesse em saber mais e terminou com um acordo sobre uma
maior cooperação.
Em muitos casos, deparei-me com a frase "MAS EU SOU APENAS..."
E considero a sua existência uma culpa do sistema do eu, bem como da unicidade, que, ao contrário
do material, é um mal real, introduzido no sistema com um único objetivo, uma rentabilidade
infinitamente crescente, condicionada pela dependência comparável à toxicodependência.
Começo cada uma das minhas palestras, não importa para quem ou o que estou lecionando, com a
frase: "OLÁ, EU SOU MICHAEL RADA E SOU HUMANO" e toda vez, independentemente do lugar,
condição e hora, arrepios aparecem em minhas mãos, e muitas vezes não só lá.
Ficarei feliz se esta publicação ajudar a todos não só a começar suas palestras ou apresentações da
mesma forma com uma única mudança, ela substituirá meu nome pelo seu, porque SER HUMANO é a
maior honra e todos nascemos com ela e todos morreremos por ela, mas o mais importante é SER
HUMANO DURANTE NOSSAS VIDAS. Agradeço-vos e acredito que os treze capítulos SOARE
DECRESCIMENTO vos ajudarão a CRESCER e a mudar o futuro.
No berço da INDÚSTRIA 5.0, 22.10.2023 Michael Rada,
Humano
ADVERTÊNCIA
Não consuma mais de um capítulo por dia
O conteúdo provoca o despertar e a vontade de mudar
E=mc2
ECONOMIA = DINHEIRO x CORRUPTION2
ECONOMIA = DINHEIRO x CORRUPÇÃO ao quadrado
FACTOS
95% DE TODOS OS MATERIAIS SOO RECICLÁVEIS, MAS APENAS 13,5% SOO RECICLADOS.
75% DA COLHEITA E DOS ALIMENTOS SOO DESPERDIÃADOS ANTES DA SEGUNDA FASE DE
TRANSFORMAÃOO
64% DOS CAMIÕES ESTOO VAAIOS
55% DOS CONTENTORES MARÍTIMOS TRANSPORTAM APENAS AR
50% DOS VAGÕES FERROVIÁRIOS ESTOO PARADOS OU SEM CARGA
46% É A UTILIAAÃOO PADROO DO ESPAÃO DO ARMAAÉM
30% DAS ENCOMENDAS DE FAST FASHION SOO VENDIDAS A PREÃO TOTAL
20% DA AJUDA HUMANITÁRIA DESTINA-SE AOS NECESSITADOS
12% DOS RESÍDUOS TRIADOS NA REPÚALICA CHECA SOO RECICLADOS (92% SOO TRIADOS)
2% DAS PESSOAS NA TERRA TÊM AENS SUPERIORES À SOMA DOS AENS DE 98% DA POPULAÃOO
Escrevi este texto após 10 anos de construção de um MUNDO SEM DESPERDÍCIO E DESPERDÍCIO PARA
TODOS. Será traduzido para as línguas nacionais de todos os países onde as minhas ideias e os
princípios da INDÚSTRIA 5.0, da qual sou fundador, são representados pelos EMBAIXADORES da
INDÚSTRIA 5.0. Em 1.11.2023, eram 117.
O objetivo da publicação não é assustar, mas fornecer uma base para decidir se continuaremos a seguir
o caminho do crescimento sem fim, que se assemelha a um trem expresso desgovernado que corre
sobre trilhos que terminam em rocha compacta, ou se vamos nos mudar para ajudar a mudar aqueles
que, se formos modelos, nos seguirão.
As ferramentas de mudança foram descritas, cabe a você usá-las.
Michael Rada, Humano
Comentários dos leitores
Luděk Fencl, ECOENGINEERING TŘINEC
Todo o tema é excelentemente escolhido, cresce não só através do tema da logística, mas logicamente
permeia quase todas as áreas da vida atual ao nosso redor e dentro de nós.
Desperdiçamos em todo o lado e em tudo, e infelizmente muitas vezes nenhum de nós se apercebe
disso, e ao mesmo tempo alarma-nos negativamente com as manchetes e artigos dos jornais, onde
somos gritados com palavras semelhantes como recessão, estagnação, desvalorização, aumentos de
preços e até o já referido decrescimento.
Mas nem todas as palavras que nós próprios muitas vezes não compreendemos completamente são
negativas, e há que dizer que estamos aqui a falar especificamente de decrescimento.
Ou seja, fazemos um balanço, avaliamos, planejamos e assim por diante. O decrescimento não é de
todo um resultado negativo, tem pouco a ver com recessão e instabilidade - pelo contrário, conduz à
estabilidade e é basicamente uma avaliação positiva do estado atual com a adição de "bem,
finalmente". ugh... Isto durou...
É preciso finalmente parar, afinal, temos um espaço claramente demarcado em nossa terra, que tem
seus limites!!
Então, onde queremos crescer indefinidamente? Um crescimento sem fim não tem sentido se
olharmos para as nossas necessidades reais e para um planeta moribundo.
Estamos a falar do acordo ecológico, da sustentabilidade, mas, na opinião da União Europeia, estas
são apenas palavras propositadas para injetar ainda mais dinheiro em novas indústrias não
sensatamente emergentes, como a captura e armazenagem de CO2, de modo a que somas
astronómicas de dinheiro só estejam a ser desviadas para um novo crescimento económico.
Então... Não é realmente hora de pensar e parar de perseguir um crescimento acentuado? Vamos
aproveitar ao máximo o que temos e vamos apreciá-lo, assim como as outras pessoas e, em última
análise, nós mesmos. Isso será o suficiente para você começar!
Rudolf Malý, FUTURELOGISTICS
Pensamentos depois de ler o material A LOGÍSTICA ESTÁ PRONTA PARA O
DECRESCIMENTO?
por Michael Rada 20.-22.10 2023
Não posso dizer que me identifico totalmente com todas as informações e ideias que estão no material,
mas isso não me impede de aceitar a ideia básica de todo o material. E que ideia é essa, claro, só na minha
opinião?
Inspirado pela natureza, que sabe muito bem que não é possível crescer indefinidamente e
certamente não à mesma velocidade ao longo da "vida". Todos os organismos vivos, ou pelo menos os que
conhecemos até agora, alternam períodos de crescimento e desenvolvimento por vezes rápidos com
períodos de estabilização, ou chamemos-lhe fortalecimento, ou podemos até amadurecer. E neste
período não há necessidade de crescer completamente, melhor resolvido na natureza isso nem acontece.
Infelizmente, a humanidade geralmente percebe o crescimento como o crescimento do
volume de negócios, do lucro, do capital, simplesmente algo ligado a um meio de pagamento, sob qualquer
forma. E que tal tentar olhar para o crescimento como um potencial que pode criar abundância real, não
apenas uma sensação de riqueza duvidosa? Aem, talvez porque talvez nem saibamos o que é riqueza e como ela
difere da abundância.
Então , o que exatamente é ser rico, ou quando eu sou realmente rico? Não sei se somos capazes de
concordar sobre isso no coletivo mais amplo. Pelo contrário, penso que não, quanto mais não seja porque
estaremos todos a olhar para ela de um lugar ou ângulo diferente. Rapidamente se descobre se entra em contacto
com pessoas que, segundo nós "civilizadas", vivem em condições precárias. Claro, eu não quero dizer apenas do
ponto de vista de um turista que fica em um resort em férias. No entanto, eles geralmente têm, mas não em
geral, exatamente o que precisam e o que é de real valor para eles. Não o "verniz de civilização" que podemos
ter tudo o que podemos pensar, porque podemos ir comprá-lo, e quase a qualquer momento. Ou melhor ainda,
alguém vai trazê-lo bem debaixo dos nossos narizes.
Falta-nos humildade e vontade de chegar a um acordo e cooperar, tudo é, na verdade, uma luta
constante por dinheiro e poder. Muitas vezes, qualquer cooperação empresarial começa com negociações NDA
(não divulgação), sem procurar uma maneira de sintonizar com a mesma frequência. Este documento desonesto
e muitas vezes inexequível não é de todo necessário quando estamos à procura de uma parceria e não vemos
tudo como essencialmente competitivo. Há uma bela menção no material de que um DNA correspondente é
melhor do que um NDA. E nós não somos pessoas, então somos basicamente construídos sobre o mesmo DNA?
Eu acho que nós simplesmente esquecemos disso!
Outros termos, como GREENDEAL, que é mencionado no material, é uma "invenção" muito grande.
Aasta dividir a palavra em duas partes básicas e é realmente bastante óbvio do que se trata, infelizmente.
E eu não sou um adversário da ideia básica, ou seja, apoiar a natureza e o respeito pelo meio ambiente,
é apenas que o DEAL é um pouco extra, não acha?
Nós, logísticos, temos isso um pouco complicado, ou assim pensamos e muitas vezes dizemos em voz
alta, porque a nossa deformidade profissional é ter tudo resolvido de forma rápida, abrangente e, claro, eficaz.
Aem, é necessário inventar e pensar nisso, para que não possamos prescindir de pesquisar. Mas muitas vezes a
solução aparece no exato momento em que não estamos tentando pesquisar, mas damos espaço para a
descoberta.
No momento em que nos livramos das cortinas da cegueira operacional e olhamos para tudo como uma
folha de papel em branco onde estão todas as soluções do mundo, ela pode vir. Se lhe parecer demasiado
esotérico, experimente-o de vez em quando e ficará muito surpreendido com a sua prática e como funciona muito
bem. Às vezes desculpamos a nossa própria cegueira dizendo que não aceito algumas bobagens esotéricas ou
outras. Prefiro usar o meu baralho de cartas bem gasto, que todos conheço bem.
No entanto, se estou à procura de uma solução para qualquer tarefa logística apenas no leque
habitual de soluções que já experimentei, tenho muito poucas hipóteses de chegar a algo novo ou
mesmo inovador.
Acredite, a logística, mas não só ela, o mundo de facto e o ambiente que nos rodeia, precisa muito de
soluções tão diferentes e inovadoras. É também disso que trata este material, apesar de bastante controverso,
mas que me parece interessante, vale a pena ler e pensar.
Obrigado a Michael Rada por, se nada mais, alimento para pensar e sair para o inexplorado, ou um pouco
de um salto para o desconhecido para novas informações. Se eu os uso ou mudo alguma coisa depende de cada
um de nós. A decisão cabe sempre a cada um de nós.
O autor das ideias Rudolf Malý, escreveu-as em 18.2. 2024

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO?

Inova Day 22 Trend Topics 20-30.pdf
Inova Day 22 Trend Topics 20-30.pdfInova Day 22 Trend Topics 20-30.pdf
Inova Day 22 Trend Topics 20-30.pdfLuis Rasquilha
 
[PT] trendwatching.com’s TRENDS: REFRESHED
[PT] trendwatching.com’s TRENDS: REFRESHED[PT] trendwatching.com’s TRENDS: REFRESHED
[PT] trendwatching.com’s TRENDS: REFRESHEDTrendWatching
 
Apresentação Inovação
Apresentação InovaçãoApresentação Inovação
Apresentação InovaçãoKarina Gomes
 
Reinaldo mayer tecnologias e_youtube
Reinaldo mayer tecnologias e_youtubeReinaldo mayer tecnologias e_youtube
Reinaldo mayer tecnologias e_youtubeReinaldo Afonso Mayer
 
Globalização e internet unicastelo
Globalização e internet   unicasteloGlobalização e internet   unicastelo
Globalização e internet unicasteloAmarildo Souza
 
O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?
O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?
O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?Agência Funeel
 
O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?
O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks? O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?
O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks? Vinícius dos Santos
 
Carolina Gomes | DELATOR, JUIZ E CARRASCO: AS PERSONALIDADES DO NOVO CONSUMI...
Carolina Gomes  | DELATOR, JUIZ E CARRASCO: AS PERSONALIDADES DO NOVO CONSUMI...Carolina Gomes  | DELATOR, JUIZ E CARRASCO: AS PERSONALIDADES DO NOVO CONSUMI...
Carolina Gomes | DELATOR, JUIZ E CARRASCO: AS PERSONALIDADES DO NOVO CONSUMI...Carolina Gomes
 
Nos Tempos das Caravelas On-line
Nos Tempos das Caravelas On-lineNos Tempos das Caravelas On-line
Nos Tempos das Caravelas On-lineMarcos Facó
 
Midias sociais e seus impactos na nossa vida
Midias sociais e seus impactos na nossa vidaMidias sociais e seus impactos na nossa vida
Midias sociais e seus impactos na nossa vidaOnthe Class
 
A transposição das estratégias do branding para as mídias móveis. (com n...
A transposição das estratégias do branding para as mídias móveis. (com n...A transposição das estratégias do branding para as mídias móveis. (com n...
A transposição das estratégias do branding para as mídias móveis. (com n...Fabio Buss
 
A comunicação na era digital aplicada ao TRC
A comunicação na era digital aplicada ao TRCA comunicação na era digital aplicada ao TRC
A comunicação na era digital aplicada ao TRCJosé Augusto Ferraz
 
Entrevista Event Point Março 2013
Entrevista Event Point Março 2013Entrevista Event Point Março 2013
Entrevista Event Point Março 2013Luis Rasquilha
 
TENDÊNCIAS_2020_JUAN_ISAZA
TENDÊNCIAS_2020_JUAN_ISAZATENDÊNCIAS_2020_JUAN_ISAZA
TENDÊNCIAS_2020_JUAN_ISAZADDB Latina
 

Semelhante a A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? (20)

Thinkfolio1
Thinkfolio1Thinkfolio1
Thinkfolio1
 
Zero Hora - Caderno RUMO
Zero Hora - Caderno RUMOZero Hora - Caderno RUMO
Zero Hora - Caderno RUMO
 
Inova Day 22 Trend Topics 20-30.pdf
Inova Day 22 Trend Topics 20-30.pdfInova Day 22 Trend Topics 20-30.pdf
Inova Day 22 Trend Topics 20-30.pdf
 
[PT] trendwatching.com’s TRENDS: REFRESHED
[PT] trendwatching.com’s TRENDS: REFRESHED[PT] trendwatching.com’s TRENDS: REFRESHED
[PT] trendwatching.com’s TRENDS: REFRESHED
 
Apresentação Inovação
Apresentação InovaçãoApresentação Inovação
Apresentação Inovação
 
Reinaldo mayer tecnologias e_youtube
Reinaldo mayer tecnologias e_youtubeReinaldo mayer tecnologias e_youtube
Reinaldo mayer tecnologias e_youtube
 
Globalização e internet unicastelo
Globalização e internet   unicasteloGlobalização e internet   unicastelo
Globalização e internet unicastelo
 
O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?
O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?
O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?
 
O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?
O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks? O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?
O que podemos aprender sobre negócios com os Food Trucks?
 
Carolina Gomes | DELATOR, JUIZ E CARRASCO: AS PERSONALIDADES DO NOVO CONSUMI...
Carolina Gomes  | DELATOR, JUIZ E CARRASCO: AS PERSONALIDADES DO NOVO CONSUMI...Carolina Gomes  | DELATOR, JUIZ E CARRASCO: AS PERSONALIDADES DO NOVO CONSUMI...
Carolina Gomes | DELATOR, JUIZ E CARRASCO: AS PERSONALIDADES DO NOVO CONSUMI...
 
Filosofia enxuta textos
Filosofia enxuta   textosFilosofia enxuta   textos
Filosofia enxuta textos
 
Filosofia enxuta textos
Filosofia enxuta   textosFilosofia enxuta   textos
Filosofia enxuta textos
 
Nos Tempos das Caravelas On-line
Nos Tempos das Caravelas On-lineNos Tempos das Caravelas On-line
Nos Tempos das Caravelas On-line
 
C203345
C203345C203345
C203345
 
A difícil vida de uma marca no século XXI
A difícil vida de uma marca no século XXIA difícil vida de uma marca no século XXI
A difícil vida de uma marca no século XXI
 
Midias sociais e seus impactos na nossa vida
Midias sociais e seus impactos na nossa vidaMidias sociais e seus impactos na nossa vida
Midias sociais e seus impactos na nossa vida
 
A transposição das estratégias do branding para as mídias móveis. (com n...
A transposição das estratégias do branding para as mídias móveis. (com n...A transposição das estratégias do branding para as mídias móveis. (com n...
A transposição das estratégias do branding para as mídias móveis. (com n...
 
A comunicação na era digital aplicada ao TRC
A comunicação na era digital aplicada ao TRCA comunicação na era digital aplicada ao TRC
A comunicação na era digital aplicada ao TRC
 
Entrevista Event Point Março 2013
Entrevista Event Point Março 2013Entrevista Event Point Março 2013
Entrevista Event Point Março 2013
 
TENDÊNCIAS_2020_JUAN_ISAZA
TENDÊNCIAS_2020_JUAN_ISAZATENDÊNCIAS_2020_JUAN_ISAZA
TENDÊNCIAS_2020_JUAN_ISAZA
 

Mais de Michael Rada

KAS LOGISTIKA ON KASVUKS VALMIS? MICHAEL RADA, HUMAN
KAS LOGISTIKA ON KASVUKS VALMIS? MICHAEL RADA, HUMANKAS LOGISTIKA ON KASVUKS VALMIS? MICHAEL RADA, HUMAN
KAS LOGISTIKA ON KASVUKS VALMIS? MICHAEL RADA, HUMANMichael Rada
 
ER LOGISTIKKEN KLAR FOR VEKST? Michael RADA MENNESKELIG
ER LOGISTIKKEN KLAR FOR VEKST? Michael RADA MENNESKELIGER LOGISTIKKEN KLAR FOR VEKST? Michael RADA MENNESKELIG
ER LOGISTIKKEN KLAR FOR VEKST? Michael RADA MENNESKELIGMichael Rada
 
LA LOGISTIQUE EST-ELLE PRÊTE POUR LA CROISSANCE ?
LA LOGISTIQUE EST-ELLE PRÊTE POUR LA CROISSANCE ?LA LOGISTIQUE EST-ELLE PRÊTE POUR LA CROISSANCE ?
LA LOGISTIQUE EST-ELLE PRÊTE POUR LA CROISSANCE ?Michael Rada
 
ÄR LOGISTIK REDO FÖR TILLVÄXT? Michael rådet MÄNSKLIG
ÄR LOGISTIK REDO FÖR TILLVÄXT? Michael rådet MÄNSKLIGÄR LOGISTIK REDO FÖR TILLVÄXT? Michael rådet MÄNSKLIG
ÄR LOGISTIK REDO FÖR TILLVÄXT? Michael rådet MÄNSKLIGMichael Rada
 
APAKAH LOGISTIK SIAP UNTUK PERTUMBUHAN? Michael Rada
APAKAH LOGISTIK SIAP UNTUK PERTUMBUHAN? Michael RadaAPAKAH LOGISTIK SIAP UNTUK PERTUMBUHAN? Michael Rada
APAKAH LOGISTIK SIAP UNTUK PERTUMBUHAN? Michael RadaMichael Rada
 
物流は成長の準備ができていますか? 警告 1 日あたり 1 章を超えて消費しないでください コンテンツが覚醒と変化への意志を引き起こす
物流は成長の準備ができていますか? 警告 1 日あたり 1 章を超えて消費しないでください コンテンツが覚醒と変化への意志を引き起こす物流は成長の準備ができていますか? 警告 1 日あたり 1 章を超えて消費しないでください コンテンツが覚醒と変化への意志を引き起こす
物流は成長の準備ができていますか? 警告 1 日あたり 1 章を超えて消費しないでください コンテンツが覚醒と変化への意志を引き起こすMichael Rada
 
क्या लॉजिस्टिक्स विकास के लिए तैयार है? माइकल काउंसिल इंसान
क्या लॉजिस्टिक्स विकास के लिए तैयार है? माइकल काउंसिल इंसानक्या लॉजिस्टिक्स विकास के लिए तैयार है? माइकल काउंसिल इंसान
क्या लॉजिस्टिक्स विकास के लिए तैयार है? माइकल काउंसिल इंसानMichael Rada
 
¿ESTÁ PREPARADA LA LOGÍSTICA PARA EL DECRECIMIENTO?
¿ESTÁ PREPARADA LA LOGÍSTICA PARA EL DECRECIMIENTO?¿ESTÁ PREPARADA LA LOGÍSTICA PARA EL DECRECIMIENTO?
¿ESTÁ PREPARADA LA LOGÍSTICA PARA EL DECRECIMIENTO?Michael Rada
 
LA LOGISTICA È PRONTA PER LA DECRESCITA?
LA LOGISTICA È PRONTA PER LA DECRESCITA?LA LOGISTICA È PRONTA PER LA DECRESCITA?
LA LOGISTICA È PRONTA PER LA DECRESCITA?Michael Rada
 
IST DIE LOGISTIK BEREIT FÜR DEGROWTH? INDUSTRY 5.0
IST DIE LOGISTIK BEREIT FÜR DEGROWTH? INDUSTRY 5.0IST DIE LOGISTIK BEREIT FÜR DEGROWTH? INDUSTRY 5.0
IST DIE LOGISTIK BEREIT FÜR DEGROWTH? INDUSTRY 5.0Michael Rada
 
物流将好去长乎? 虽然,或以GROWTH为物流人列于黑名单词,而迷你系列第一篇有趣之应也。 索文媒体默,工开发人员效之,求续集者益众
物流将好去长乎?  虽然,或以GROWTH为物流人列于黑名单词,而迷你系列第一篇有趣之应也。 索文媒体默,工开发人员效之,求续集者益众物流将好去长乎?  虽然,或以GROWTH为物流人列于黑名单词,而迷你系列第一篇有趣之应也。 索文媒体默,工开发人员效之,求续集者益众
物流将好去长乎? 虽然,或以GROWTH为物流人列于黑名单词,而迷你系列第一篇有趣之应也。 索文媒体默,工开发人员效之,求续集者益众Michael Rada
 
JE LOGISTIKA PRIPRAVENA NERUST (kompletni studie)
JE LOGISTIKA PRIPRAVENA NERUST (kompletni studie)JE LOGISTIKA PRIPRAVENA NERUST (kompletni studie)
JE LOGISTIKA PRIPRAVENA NERUST (kompletni studie)Michael Rada
 
IS LOGISTICS READY FOR DEGROWTH? Questions nd more
IS LOGISTICS READY FOR DEGROWTH? Questions nd moreIS LOGISTICS READY FOR DEGROWTH? Questions nd more
IS LOGISTICS READY FOR DEGROWTH? Questions nd moreMichael Rada
 
LOJISTIK KÜÇÜLMEYE HAZIR MI? Yazıldığı süre 3 gün
LOJISTIK KÜÇÜLMEYE HAZIR MI? Yazıldığı süre 3 günLOJISTIK KÜÇÜLMEYE HAZIR MI? Yazıldığı süre 3 gün
LOJISTIK KÜÇÜLMEYE HAZIR MI? Yazıldığı süre 3 günMichael Rada
 
HUMAN - ChatGPT DISCUSSION
HUMAN - ChatGPT DISCUSSIONHUMAN - ChatGPT DISCUSSION
HUMAN - ChatGPT DISCUSSIONMichael Rada
 
WASTE-PREVENTION-LEGISLATION-PRESENTATION-UKRAINE.pptx
WASTE-PREVENTION-LEGISLATION-PRESENTATION-UKRAINE.pptxWASTE-PREVENTION-LEGISLATION-PRESENTATION-UKRAINE.pptx
WASTE-PREVENTION-LEGISLATION-PRESENTATION-UKRAINE.pptxMichael Rada
 
INDUSTRY 5.0 STRATEGIC ALLIANCE
INDUSTRY 5.0 STRATEGIC ALLIANCEINDUSTRY 5.0 STRATEGIC ALLIANCE
INDUSTRY 5.0 STRATEGIC ALLIANCEMichael Rada
 
INDUSTRY 5.0 - "17" KEYNOTE SPEECH original
INDUSTRY 5.0 - "17" KEYNOTE SPEECH originalINDUSTRY 5.0 - "17" KEYNOTE SPEECH original
INDUSTRY 5.0 - "17" KEYNOTE SPEECH originalMichael Rada
 
INDUSTRY 5.0 WASTE LEGISLATION NORWEGIAN
INDUSTRY 5.0 WASTE LEGISLATION NORWEGIANINDUSTRY 5.0 WASTE LEGISLATION NORWEGIAN
INDUSTRY 5.0 WASTE LEGISLATION NORWEGIANMichael Rada
 
INDUSTRY 5.0 LOGBOOK - 2022-01-10
INDUSTRY 5.0 LOGBOOK - 2022-01-10INDUSTRY 5.0 LOGBOOK - 2022-01-10
INDUSTRY 5.0 LOGBOOK - 2022-01-10Michael Rada
 

Mais de Michael Rada (20)

KAS LOGISTIKA ON KASVUKS VALMIS? MICHAEL RADA, HUMAN
KAS LOGISTIKA ON KASVUKS VALMIS? MICHAEL RADA, HUMANKAS LOGISTIKA ON KASVUKS VALMIS? MICHAEL RADA, HUMAN
KAS LOGISTIKA ON KASVUKS VALMIS? MICHAEL RADA, HUMAN
 
ER LOGISTIKKEN KLAR FOR VEKST? Michael RADA MENNESKELIG
ER LOGISTIKKEN KLAR FOR VEKST? Michael RADA MENNESKELIGER LOGISTIKKEN KLAR FOR VEKST? Michael RADA MENNESKELIG
ER LOGISTIKKEN KLAR FOR VEKST? Michael RADA MENNESKELIG
 
LA LOGISTIQUE EST-ELLE PRÊTE POUR LA CROISSANCE ?
LA LOGISTIQUE EST-ELLE PRÊTE POUR LA CROISSANCE ?LA LOGISTIQUE EST-ELLE PRÊTE POUR LA CROISSANCE ?
LA LOGISTIQUE EST-ELLE PRÊTE POUR LA CROISSANCE ?
 
ÄR LOGISTIK REDO FÖR TILLVÄXT? Michael rådet MÄNSKLIG
ÄR LOGISTIK REDO FÖR TILLVÄXT? Michael rådet MÄNSKLIGÄR LOGISTIK REDO FÖR TILLVÄXT? Michael rådet MÄNSKLIG
ÄR LOGISTIK REDO FÖR TILLVÄXT? Michael rådet MÄNSKLIG
 
APAKAH LOGISTIK SIAP UNTUK PERTUMBUHAN? Michael Rada
APAKAH LOGISTIK SIAP UNTUK PERTUMBUHAN? Michael RadaAPAKAH LOGISTIK SIAP UNTUK PERTUMBUHAN? Michael Rada
APAKAH LOGISTIK SIAP UNTUK PERTUMBUHAN? Michael Rada
 
物流は成長の準備ができていますか? 警告 1 日あたり 1 章を超えて消費しないでください コンテンツが覚醒と変化への意志を引き起こす
物流は成長の準備ができていますか? 警告 1 日あたり 1 章を超えて消費しないでください コンテンツが覚醒と変化への意志を引き起こす物流は成長の準備ができていますか? 警告 1 日あたり 1 章を超えて消費しないでください コンテンツが覚醒と変化への意志を引き起こす
物流は成長の準備ができていますか? 警告 1 日あたり 1 章を超えて消費しないでください コンテンツが覚醒と変化への意志を引き起こす
 
क्या लॉजिस्टिक्स विकास के लिए तैयार है? माइकल काउंसिल इंसान
क्या लॉजिस्टिक्स विकास के लिए तैयार है? माइकल काउंसिल इंसानक्या लॉजिस्टिक्स विकास के लिए तैयार है? माइकल काउंसिल इंसान
क्या लॉजिस्टिक्स विकास के लिए तैयार है? माइकल काउंसिल इंसान
 
¿ESTÁ PREPARADA LA LOGÍSTICA PARA EL DECRECIMIENTO?
¿ESTÁ PREPARADA LA LOGÍSTICA PARA EL DECRECIMIENTO?¿ESTÁ PREPARADA LA LOGÍSTICA PARA EL DECRECIMIENTO?
¿ESTÁ PREPARADA LA LOGÍSTICA PARA EL DECRECIMIENTO?
 
LA LOGISTICA È PRONTA PER LA DECRESCITA?
LA LOGISTICA È PRONTA PER LA DECRESCITA?LA LOGISTICA È PRONTA PER LA DECRESCITA?
LA LOGISTICA È PRONTA PER LA DECRESCITA?
 
IST DIE LOGISTIK BEREIT FÜR DEGROWTH? INDUSTRY 5.0
IST DIE LOGISTIK BEREIT FÜR DEGROWTH? INDUSTRY 5.0IST DIE LOGISTIK BEREIT FÜR DEGROWTH? INDUSTRY 5.0
IST DIE LOGISTIK BEREIT FÜR DEGROWTH? INDUSTRY 5.0
 
物流将好去长乎? 虽然,或以GROWTH为物流人列于黑名单词,而迷你系列第一篇有趣之应也。 索文媒体默,工开发人员效之,求续集者益众
物流将好去长乎?  虽然,或以GROWTH为物流人列于黑名单词,而迷你系列第一篇有趣之应也。 索文媒体默,工开发人员效之,求续集者益众物流将好去长乎?  虽然,或以GROWTH为物流人列于黑名单词,而迷你系列第一篇有趣之应也。 索文媒体默,工开发人员效之,求续集者益众
物流将好去长乎? 虽然,或以GROWTH为物流人列于黑名单词,而迷你系列第一篇有趣之应也。 索文媒体默,工开发人员效之,求续集者益众
 
JE LOGISTIKA PRIPRAVENA NERUST (kompletni studie)
JE LOGISTIKA PRIPRAVENA NERUST (kompletni studie)JE LOGISTIKA PRIPRAVENA NERUST (kompletni studie)
JE LOGISTIKA PRIPRAVENA NERUST (kompletni studie)
 
IS LOGISTICS READY FOR DEGROWTH? Questions nd more
IS LOGISTICS READY FOR DEGROWTH? Questions nd moreIS LOGISTICS READY FOR DEGROWTH? Questions nd more
IS LOGISTICS READY FOR DEGROWTH? Questions nd more
 
LOJISTIK KÜÇÜLMEYE HAZIR MI? Yazıldığı süre 3 gün
LOJISTIK KÜÇÜLMEYE HAZIR MI? Yazıldığı süre 3 günLOJISTIK KÜÇÜLMEYE HAZIR MI? Yazıldığı süre 3 gün
LOJISTIK KÜÇÜLMEYE HAZIR MI? Yazıldığı süre 3 gün
 
HUMAN - ChatGPT DISCUSSION
HUMAN - ChatGPT DISCUSSIONHUMAN - ChatGPT DISCUSSION
HUMAN - ChatGPT DISCUSSION
 
WASTE-PREVENTION-LEGISLATION-PRESENTATION-UKRAINE.pptx
WASTE-PREVENTION-LEGISLATION-PRESENTATION-UKRAINE.pptxWASTE-PREVENTION-LEGISLATION-PRESENTATION-UKRAINE.pptx
WASTE-PREVENTION-LEGISLATION-PRESENTATION-UKRAINE.pptx
 
INDUSTRY 5.0 STRATEGIC ALLIANCE
INDUSTRY 5.0 STRATEGIC ALLIANCEINDUSTRY 5.0 STRATEGIC ALLIANCE
INDUSTRY 5.0 STRATEGIC ALLIANCE
 
INDUSTRY 5.0 - "17" KEYNOTE SPEECH original
INDUSTRY 5.0 - "17" KEYNOTE SPEECH originalINDUSTRY 5.0 - "17" KEYNOTE SPEECH original
INDUSTRY 5.0 - "17" KEYNOTE SPEECH original
 
INDUSTRY 5.0 WASTE LEGISLATION NORWEGIAN
INDUSTRY 5.0 WASTE LEGISLATION NORWEGIANINDUSTRY 5.0 WASTE LEGISLATION NORWEGIAN
INDUSTRY 5.0 WASTE LEGISLATION NORWEGIAN
 
INDUSTRY 5.0 LOGBOOK - 2022-01-10
INDUSTRY 5.0 LOGBOOK - 2022-01-10INDUSTRY 5.0 LOGBOOK - 2022-01-10
INDUSTRY 5.0 LOGBOOK - 2022-01-10
 

Último

Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos AcontecerPesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos AcontecerMarina Evangelista
 
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...E-Commerce Brasil
 
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...imostorept
 
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdfb2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdfRenandantas16
 
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxCavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxEduardoRodriguesOliv2
 
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...E-Commerce Brasil
 
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...E-Commerce Brasil
 

Último (7)

Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos AcontecerPesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
 
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
 
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
 
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdfb2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
 
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxCavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
 
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
 
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
 

A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO?

  • 1. A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Miguel Rada HOMEM Escrito em 3 dias
  • 2. 20. – 22.10. 2023 Reflete 30 anos de experiência profissional A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Quando me pediram para escrever um post para o MEIO LOGÍSTICO, não fiquei surpreendido que a editora esperasse que eu o fizesse gratuitamente, sem remuneração, porque é uma honra ser publicado por eles. No entanto, o tempo do trabalho livre, que ninguém aprecia, acabou. Para mim, é uma viagem de volta a um tempo tão antigo que muitos leitores não experimentaram, aos anos 1990, quando eu era um editor freelance contribuindo para sites que publicavam artigos sobre tecnologia móvel. Todos os artigos eram pagos e era normal. No entanto, não quero escrever sobre isso hoje. Numa revista profissional de logística que termina mês após mês na minha caixa de correio, um facto chamou-me a atenção. Todos eles, sem uma única distinção, escrevem e falam sobre CRESCIMENTO, considerando-o a única direção possível para o desenvolvimento da logística. É estranho não só em termos do fato de que a COVID e, posteriormente, a guerra na Ucrânia e agora em Israel e na Palestina mostram que o exato oposto do crescimento, que não é estagnação, mas CRESCIMENTO, pode vir não apenas inesperadamente, mas também relâmpago, quando vamos para a cama à noite com uma boa sensação sobre o quão bem estamos indo, e de manhã não há pedra por virar. Esta situação surpreende-me porque um LOGÍSTICO deve ser uma pessoa que não vê apenas a ponta do nariz, mas percebe o todo e a sua complexidade, mantendo a capacidade não só de perceber, mas também de analisar e, acima de tudo, de prever desenvolvimentos, e há muito tempo, em vez de CRESCIMENTO PERMANENTE, tem vindo a apontar para o CRESCIMENTO PERMANENTE. Como venho apontando há vários anos nos cursos da LOGISTICS ACADEMY, bem como em palestras sobre INDÚSTRIA 5.0 em universidades mundiais, conferências e eventos, é a logística que será cada vez mais influenciada pelos aspetos da transição da GLOAALIAAÃOO para a GLAÃOO, bem como pelos impactos das mudanças climáticas. Um bom exemplo disso é a secagem do Canal do Panamá ou do Rio Amazonas, que era a principal via da cidade brasileira de MANAUS, que era um dos poucos portos marítimos localizados no interior. Há cada vez mais exemplos como este todos os dias, mas em vez de pensarem profundamente, anunciantes e publicitários estão a seguir um caminho sem saída definido por fabricantes, bancos, economistas e políticos que gostam de falar de trabalho, mas nunca o tocaram. Depois de duas décadas, os desenvolvedores industriais estão batendo no peito sobre como vão parar centenas de milhares de metros de terra e usar AROWNFIELDS que ignoraram, dizendo que são áreas inutilizáveis. A AMAAON promove catadores robóticos com as palavras de maior eficiência, sem mencionar o aumento das taxas de acidentes em locais onde humanos imperfeitos estão presentes. O parâmetro fundamental de DEGROWTH não é STAGNATION, mas o EXATO OPOSTO DE GROWTH, que é muito bem expresso em inglês pelo termo DEGROWTH, para o qual o dicionário tem uma interessante palavra checa GROWING UP, que poderia corresponder ao significado se não fosse associado ao longo dos anos apenas ao cabelo e seu crescimento, ou ao recrescimento de partes tingidas.
  • 3. É pena que a INDÚSTRIA LOGÍSTICA, não só na República Checa, se recuse a recuar na ideia de que o crescimento não é um Estado permanente, não é sustentável e, mais importante ainda, não é saudável. A busca do MORE, como único critério de sucesso, tornou-se o padrão, e se um gestor não sobe nas curvas ascendentes dos gráficos apresentados, muitas vezes significa uma queda para ele e uma substituição por alguém que não questiona o crescimento contínuo. Vamos falar sobre o que GROWTH ou GROWING OUT significa para a logística e como se preparar para ela da próxima vez. No berço da INDÚSTRIA 5.0, 20.10.2022 Michael Rada, Humano A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte II. Apesar ou talvez por causa do facto de CRESCIMENTO ser uma palavra na lista negra de muitos, incluindo logísticos, o primeiro artigo da minha minissérie suscitou uma resposta interessante. O meio que me pediu um artigo ficou em silêncio, os desenvolvedores industriais seguiram o exemplo e o número daqueles que pediram uma sequência cresceu. Por isso, decidi primeiro escrever uma lista de itens de DEGROWTH ou DEGROWTH. Estes servirão então como capítulos individuais da nossa minissérie 1. O VOLUME DOS MEIOS DE TRANSPORTE RODOVIÁRIOS 2. TAMANHO E NÚMERO DE ESPAÃOS DE ARMAAENAMENTO 3. NÚMERO DE TRAAALHADORES NA LOGÍSTICA 4. HORA 5. CUSTOS RELACIONADOS COM A LOGÍSTICA 6. CONDUTA DO UTILIAADOR 7. INFLUÊNCIAS SOCIOECONÓMICAS 8. INFLUÊNCIAS POLÍTICAS 9. INFLUÊNCIAS GEOGRÁFICAS-CLIMÁTICAS 10. INFLUÊNCIAS PESSOAIS Embora não seja habitual, vou começar do fim. O que e como, um indivíduo pode influenciar a logística? Muitas pessoas vivem com a sensação de que não podem influenciar nada como indivíduo, muitas vezes caem em depressão porque não serão capazes de influenciar suas vidas. Será mesmo assim? Não é. A razão para isso é que, independentemente de onde vivemos, da nossa idade, do cargo que ocupamos ou do trabalho que fazemos, independentemente do nosso género ou nível de escolaridade, só há uma pessoa nas nossas vidas que é responsável pelo nosso futuro. Pode surpreender, porque os meios de comunicação social e as redes sociais convencem-no do contrário, mas não é o primeiro-ministro, o Presidente ou qualquer outro político, nem sequer o seu chefe, professores, colegas, ou pais, ou pessoas na sua rede social. É uma pessoa que você encontra todos os dias quando refletida em um espelho, seja em artificial, vidro ou naquele que nos é oferecido pela natureza. ÉS TU. Por que digo isso?
  • 4. A razão para isso é o fato de que são vocês os responsáveis pelo seu próprio comportamento e é VOCÊ quem primeiro entende que o CRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO, não é o caminho para a pobreza e a privação, mas para a liberdade e uma vida sem vícios. Posso confirmar que esta é uma realidade por experiência própria, onde aos 42 anos o primeiro passo do meu próprio trabalho foi mudar a minha própria vida. Em vez de procurar o que ainda posso ter, comecei a apreciar o que já tinha. Esta mudança pessoal permitiu-me tornar-me uma mudança em si mesma e, inadvertidamente, tornar-me um modelo a seguir em 117 países em todo o mundo. Uma descrição da minha própria mudança será descrita na próxima parte da minissérie, para que você possa ver que não há necessidade de se preocupar. No berço da INDÚSTRIA 5.0,21.10.2023 Michael Rada, Humano A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte III. O nível pessoal de DEGROWTH, ou DEGROWTH, é muitas vezes o maior bicho-papão. Muitas pessoas pensam na pobreza, na escassez, nos sem-abrigo, nas filas nos centros de emprego, ou mesmo no trabalho em linhas de produção intermináveis, onde as pessoas se tornam robôs e os robôs se tornam superiores, procurando elos fracos para os substituir por novos. Não sei se você já pensou no volume de robôs em armazéns e centros de distribuição. A AMAAON, que também é uma das maiores fabricantes de seus produtos (o que não é muito falado), divulgou ontem uma estatística interessante. Enquanto 1.000 robôs foram implantados na logística em 2013, já existem 750.000 em armazéns em 2013. Como isso se relaciona com o DECRESCIMENTO pessoal ou CRESCIMENTO? Como certamente perceberam, trabalho com logística há algum tempo, mais concretamente há mais de 30 anos, e vivi uma época em que os únicos ROAÔS nos armazéns eram brinquedos infantis distribuídos para o mercado pré-natalício. Acho que é muito tempo em que tudo o que eu sei, faço e até ensino e implemento, eu aprendi através da prática pessoal, porque ao contrário de muitos outros, eu não tenho a educação logística adequada, porque eu comecei minha jornada depois de me formar no ensino médio como um trabalhador em uma siderúrgica, e não como um estudante em uma universidade. Ao longo de três décadas, ou 23 anos, passei de operário a membro da gerência da divisão de logística doméstica da terceira maior corporação do Japão antes de sair e me tornar trabalhador novamente, passando mais tempo de macacão do que de paletó e gravata. No entanto, ao contrário do que acontecia no início do meu percurso, não foi o meu supervisor que me disse o que fazer, mas sim eu próprio. Fui eu o responsável pelos resultados, em todo o espectro.  O primeiro passo da mudança foi entender que macacões e calçados de segurança não são um obstáculo, mas uma ferramenta para alcançar maior eficiência e conquistar não só informações, mas também os corações daqueles que não elevo acima.  O segundo passo foi a compra de um meio de transporte pessoal, o que me ajudou a entender que 4 rodas e 1 tonelada ou mais para transportar uma pessoa são um erro, e mesmo depois de 80000 km percorridos em um monociclo elétrico, não me arrependo da minha decisão, muito pelo contrário.
  • 5.  O terceiro passo foi mudar os meus hábitos alimentares, onde comecei a cozinhar sem desperdícios e mudei para um regime em que cozinho 100% eu próprio e não utilizo produtos semiacabados, nem serviços de restauração e delivery.  O quarto passo foi entender que compartilhar é um caminho que, ao contrário de jogar no próprio gramado, traz resultados, e eu sou apenas uma parte da evolução, que é a primeira na história a ser controlada por humanos. Agora deixe-me fazer-lhe uma pergunta. Vê aspetos algures nas entrelinhas com os quais também possa ter estado preocupado? Você vê POAREAA, PRIVAÃOO, DESEMPREGO, FALTA DE MORADIA ou SOLIDOO em algum lugar? Você não pode ver porque eles não estão lá. A realidade é que se você aprender a fazer melhor uso do que você tem, você não terá que gastar com o que você poderia ter, e você será mais rico economicamente. Se você compartilhar, não quero dizer apenas posts nas redes sociais, você descobrirá que a solidão é deixada no seu quintal e não voltará, porque aqueles que você conhece não estão com você porque você tem mais do que eles, mas porque você é o que eles são, um HUMANO. No berço da INDÚSTRIA 5.0, 21.10.2023 Michael Rada, Humano A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte IV. Se você leu até aqui, sabe que é VOCÊ, sim você, o responsável por saber se CRESCIMENTO ou CRESCIMENTO será uma realidade e uma necessidadepara a logística, ou se continuaremos a preferir deixar que outras belezas de estanho de imóveis industriais administrados por armazéns e centros de distribuição enfeitam nosso país. Para que possam fazê-lo, é necessário criar uma necessidade para eles, e a sua existência seria vazia se não fossem os meios de transporte que os enchem, os preenchem e os preenchem, de modo que, por vezes, retiram uma parte do que outros meios de transporte trouxeram e, assim, abrem espaço para novas execuções. O meio de transporte mais comum que enche os armazéns é o caminhão. A área de carga mais comum é de 13,5 m de comprimento, 2,5 m de largura e 2,8-3,0 m de altura. Um contentor marítimo de 40" tem dimensões semelhantes, que é 1,5 m mais curto e 10 cm mais estreito no interior, e também é mais baixo. Estes veículos são geralmente complementados por camiões mais pequenos, com ou sem semirreboques, furgonetas e outros. Na parte inferior encontram-se os vagões ferroviários, que, não tanto devido à falta de infraestruturas, mas devido a um sistema de comunicação obsoleto, associado à falta de flexibilidade, parecem ser inutilizáveis no mundo de hoje, caracterizado por necessidades em rápida mutação. Em 2016, a Comissão Europeia publicou um estudo interessante sobre o enchimento de meios de transporte, ou seja, o número de meios de transporte vazios e não utilizados nas estradas e canais horários da UE. O número que eles inventaram no caso dos caminhões era tão alarmante que era melhor parar de falar sobre isso antes de começar. 64 % dos camiões estavam vazios na UE.
  • 6. Com o tempo, descobri que para os contentores marítimos é de apenas 55%, e os vagões ferroviários funcionam vazios em 60% e, por vezes, até 80%. Este estado de coisas cristalizou-se no tempo da COVID, quando aviões vazios voando entre aeroportos apenas para manter suas "janelas" e reservas nos aeroportos de acordo com seu "horário" de voo se tornaram a norma. Você já deve entender o impacto que DEGROWTH ou GROWTH pode ter nesses processos. O resultado pode ser essencialmente duplo: 1) O mesmo número de veículos permanecerá na estrada, mas a percentagem de veículos não utilizados aumentará 2) Os sistemas de utilização mudarão, o número de veículos diminuirá, bem como a percentagem de veículos não utilizados No primeiro caso, o custo por quilómetro de mercadorias transportadas aumentará, assim como os impactos ambientais negativos. Neste último caso, a situação será oposta. Embora a maioria de vocês escolha logicamente a segunda opção, o fato é que a maioria das empresas de logística, e não apenas elas, escolheram a primeira opção. Entre outras coisas, este é um belo indício do aumento do número e volume de serviços de entrega, caixas de armazenamento e outros "serviços ao cliente", onde jogar no próprio gramado é visto como a única oportunidade de crescimento. Crescimento tão doentio que o único objetivo é sair ou vender a empresa no momento em que ela já oscilou de uma curva ascendente para uma curva em rápido declínio do ponto de vista de suas próprias operações, mas o mercado e os investidores ainda podem ser informados de que o crescimento é infinito. É surpreendente o tempo que os primeiros operadores de caixas de armazenamento que crescem mais rapidamente do que os cogumelos deste ano demoraram a perceber que, em vez de um fluxo unidirecional, este meio poderia ser usado para um fluxo bidirecional. E aqui já chegamos ao próximo ponto da cadeia, mais sobre isso da próxima vez. No berço da INDÚSTRIA 5.0, 21.10.2023 Michael Rada, Humano A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte V. Quando olhamos no espelho retrovisor de um carro, moto ou outro meio de transporte, nosso objetivo é descobrir o que deixamos para trás ou o que está acontecendo. Quando nos olhamos no espelho, queremos saber o que nos está a acontecer. No entanto, alguns, incluindo Alice, querem saber o que está por trás do espelho. Pergunto-me como é que os promotores imobiliários industriais tratam o espelho. São estes que transformam a nossa belíssima TERRA imperfeita, e com ela o nosso próprio país igualmente imperfeito, na forma prevista pelo movimento artístico com o nome característico do CUAISMO, cujos representantes, no entanto, peço desde logo desculpa por esta comparação. Nivelar o campo com uma escavadora, despejar concreto sobre a área, colocar pilares cada vez mais altos nele, e tudo isso cercado por uma cerca, telhado e depois alugá-lo até que seja vendido a outro incorporador. Como todos os anos, os desenvolvedores industriais votarão entre eles naqueles que derramaram mais concreto e que adicionarão centenas de milhares a centenas de milhares de metros, com o objetivo de
  • 7. alcançar milhões. Em 2008, a área coberta por imóveis industriais na República Checa era de 2,7 milhões de m2, em 2023 é mais de 5 vezes mais, e há mais de um metro quadrado por habitante. Com os medidores, o número de armazéns, centros de distribuição e outros espaços sem os quais a logística NOO poderia existir também está aumentando. É interessante que a palavra COULD nem sempre é pronunciada mais alto em todas as oportunidades, apesar do fato de que a metodologia de LEAN, ou LEAN PRODUCTION, bem como KAIAEN, SIX SIGMA e outros métodos, incluindo TPS do Japão, falam de WAREHOUSES como lugares onde atividades sem valor agregado acontecem. E é verdade, 90% dos armazéns foram criados para compensar a discrepância e desarmonia entre o volume de produção e o volume de necessidade real. Encobrem e legalizam a crescente sobreprodução que se tornou a norma em vez da exceção. O impacto do DEGROWTH ou DEGROWTH, neste caso, é provavelmente o maior e mais forte. Uma redução no volume do consumo real levará gradualmente (infelizmente não imediatamente) a uma redução na necessidade de armazenamento intermediário de produtos manufaturados. Os armazéns serão gradualmente esvaziados e a mudança estará também associada a uma mudança na política comercial dos intervenientes que os utilizam. A aplicação da abordagem USE WHAT YOU HAVE em vez de USE WHAT YOU CAN HAVE levará a uma redução no volume de itens armazenados e, portanto, à necessidade de armazéns. No que diz respeito ao facto de os promotores e operadores de armazéns apenas olharem nos espelhos retrovisores olhando para os lucros que lhes são trazidos, nenhum deles resolve a questão que já foi feita e deixada pelo Sr. JAN NERUDA, ONDE COLOCÁ-LO, ou a sua versão modificada, respeitando que 100.000 m2 de área não podem ser movidos para outro lugar, O QUE FAAER COM ELE? Quando os inquilinos ou inquilinos saem do armazém e o segundo não é encontrado, a primeira alteração será a afixação de folhetos ARMAAÉNS PARA ARRENDAMENTO, cuja utilização, no entanto, é limitada pelo facto de as mesmas pessoas que sabem que têm armazéns vazios dizerem a todos que a razão para a continuação da construção não é a sua saturação, mas que não existem armazéns vazios. O resultado de NENHUM CRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO, na área do imobiliário industrial, será um aumento de NOVOS AROWNFIELDS pertencentes a quem não os construiu, serão salões vazios sem dono. O caminho certo a seguir é usar o REPURPOSE ou o UPCYCLING, mas duvido que quem aprova a construção hoje tenha interesse em condicionar que esse caminho faça parte dos planos. No berço da INDÚSTRIA 5.0, 21.10.2023 Michael Rada, Humano
  • 8. A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte VI. Todas as seções anteriores refletem o impacto que o DEGROWTH, ou REGROWTH, terá nas TECNOLOGIAS e PROCESSOS que são uma parte padrão das CADEIAS LOGÍSTICAS. No entanto, ainda incluem, embora em menor grau, PESSOAS, que em vez de serem chamadas de RECURSOS HUMANOS. Que passa? Pela primeira vez nesta minissérie, vou usar um link para uma fonte externa, neste caso é a WIKIPEDIA. "Recursos Humanos (RH) é uma atividade específica dentro de uma organização que lida com a gestão do capital humano em uma organização, ou seja, a gestão dos funcionários como um todo." A fonte é, portanto, Capital, e não sei por que uma obra com este nome ressoa comigo quando a leio, cuja existência conheci durante a minha escolaridade, durante a existência da REPÚALICA SOCIALISTA CHECOSLOVACA. O termo capital também poderia ser traduzido como RIQUEAA, ou no sentido figurativo da palavra DINHEIRO, mas em vez de uma perceção positiva das PESSOAS como aqueles que criam essa riqueza, os trabalhadores são percebidos como aqueles que apenas a sugam e a reduzem, sendo uma despesa permanente que não só quer dinheiro, mas também quer comer, beber, dormir ou mesmo ficar em outro lugar que não o local de trabalho todos os dias. Talvez com a sua família ou na natureza. Se você não concorda, reclame com a WIKIPEDIA, acredito que os administradores serão tão rápidos quanto apagar todas as referências ao termo "INDÚSTRIA 5.0" ou ao nome "MICHAEL RADA" Afinal, eles são pagos por isso. Por? Dinheiro de quem? Ou interesses de quem? É irrelevante. Então, como é que NOO CRESCE, ou se quer CRESCER, manifesta-se aqui? Pode parecer estranho para si, mas o número de trabalhadores vai aumentar, e não apenas para ajuda sazonal não só antes das férias de Natal do consumismo associado com os feriados subsequentes de vendas. Os trabalhadores serão mais fiéis, não porque receberão um salário percentual maior do que no salão vizinho, ou porque poderão andar de ônibus da empresa de graça, mas porque considerarão o trabalho que farão SIGNIFICATIVO e não USELESS, como é o caso hoje. As pessoas continuarão (infelizmente no que diz respeito à ordem económica e social) a trabalhar por dinheiro, a diferença será que não farão o seu trabalho apenas por DINHEIRO, mas por um significado mais profundo que o dinheiro nunca será capaz de trazer. A significação será a razão pela qual os trabalhadores serão leais, assim como seus empregadores, e o que é importante, cada vez mais cargos e atividades serão respeitados e refletidos, ou as atividades serão realizadas por representantes da geração de prata, aqueles que criarão um tornado de prata em alguns anos, e aqueles que não estão prontos serão varridos por aqueles que estarão prontos. Relacionado com isto está o facto de os edifícios industriais não serem apenas locais de trabalho, mas também locais de descanso e, para alguns, locais onde os trabalhadores poderão viver sem terem de se deslocar para o trabalho. Não estou falando de sobrevivência, mas da vida real com tudo o que a acompanha.
  • 9. NOO CRESCER, ou RECRESCER, não está ligado ao facto de ser necessário fazer mais, mas melhor, com qualidade, como costumava ser, quando cada sapateiro sabia para quem estava a fazer sapatos e nenhum pão cozido se tornava desperdício, tal como quem fazia sapatos ou pão cozido não o fazia. Este facto está associado a uma mudança que, apesar de não percebida, já começou, uma mudança que a minoria teme e a maioria saúda porque chega no momento mais alto. No berço da INDÚSTRIA 5.0, 21.10.2023 Michael Rada, Humano
  • 10. A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte VII. Escrever sobre o tempo no contexto do DECRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO, se quiserem, é estranho. Especialmente se o fizer um dia antes do vigésimo aniversário da sua filha e do nono aniversário da sua empresa. Ambos nasceram na mesma data, apenas num ano diferente, e nenhum deles podia influenciar ou escolher essa data. O TEMPO parece ser incontrolável, e uma coisa é verdade, não pode ser suborno. Acho que não sou o único que já ouviu a frase "É HORA DE CRESCER" mais de uma vez. Mas temo não ser o único que nunca ouviu ESTÁ NA HORA DE CRESCER. A razão é simples, a economia moderna e todo o sistema económico baseia-se no pressuposto erróneo de que a marca de uma civilização bem-sucedida é o crescimento contínuo e que este só pode ser assegurado por um crescimento económico contínuo. Os autores dessas teorias muitas vezes não se preocupavam com ninharias, como o tempo ou o sentido da vida, e as consideravam sem importância, tendo em vista a dificuldade de medição, corte e dobragem empíricos. A logística adotou estas opiniões, embora também tenha demorado na forma, por exemplo, da data de entrega da encomenda, como uma das principais medidas do seu sucesso. As empresas estão competindo para entregar um rolo dentro de seis horas ou uma pizza dentro de 30 minutos. Mais rápido é melhor. Afinal, fica bem em cada um dos comerciais crescentes. Em tempos de DECRESCIMENTO, ou EXCRESCÊNCIA, a velocidade de entrega perde o sentido. A razão é que aqueles que encomendam estão mais uma vez aprendendo, muitas vezes do zero, a planejar e trabalhar com o tempo como as gerações anteriores fizeram e como a natureza fez por alguns milhões ou bilhões de anos. Mudar a perceção do tempo e voltar às raízes é mais importante e especialmente mais eficaz do que ter o relógio mais inteligente ou mais caro no pulso, que só vai perder o meu tempo. Há quatro anos, descobri que estava viciado no meu smartphone, porque o desbloqueava 357 vezes por dia de acordo com um novo contador. Troquei-o por um telemóvel, que foi o único no mundo a ser declarado o melhor telemóvel empresarial do mundo, chama-se NOKIA 6310i e foi produzido muitos anos antes do primeiro SMARTPHONE aparecer no mercado. Dois meses foram suficientes e eu sabia o que causava meu vício, eram as notificações de aplicativos, e quando desliguei todos os 165 aplicativos um por um, comecei a ser o mestre do meu tempo e do meu telefone novamente. Tal mudança provocará uma mudança no comportamento dos logísticos e logísticos em relação ao tempo. Mais rápido, deixa de significar melhor. Um número suficiente de clientes será o primeiro a perceber isso, e então fabricantes, varejistas e, eventualmente, logísticos começarão a se adaptar. Eu sei que deveria ser o contrário, mas infelizmente não é. Os logísticos tornaram-se bombeiros que extinguem um incêndio iniciando outro, e isso terminará gradualmente com o início do DECRESCIMENTO ou DECRESCIMENTO.
  • 11. Acredito que serão os logísticos a recuperar a capacidade de perceber o tempo de forma diferente e não só. Voltarão a ser capazes de perceber o espaço em dimensões que nem sabiam que existiam devido à corrida instável para a frente. Uma das vantagens será a capacidade de aumentar o lucro sem aumentar a velocidade. No berço da INDÚSTRIA 5.0, 21.10.2023 Michael Rada, Humano A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte VIII. Em relação ao DEGROWTH, GROWTH, ou o termo DEGROWTH, ouvem-se frequentemente vozes que alertam para os impactos negativos na economia do Estado, das empresas e das sociedades. Eles são falados por economistas, gurus de negócios e celebridades mundialmente famosas que, graças ao crescimento, não só fizeram seu nome para si mesmos, mas também encheram seus ninhos com ovos de ouro. Eu mencionei no início da nossa minissérie que MENOS PODE SER MAIS, e havia uma razão para isso. Nenhum dos especialistas acima mencionados compreende esta frase, ou melhor, não quer compreendê-la, porque estaria em completa contradição com o que ele ou ela tem dito até agora. Transformaria a verdade numa mentira, o que não pode ser permitido. Pensei muitas vezes nas suas razões e chego quase sempre à mesma conclusão. A razão é exatamente o contrário. É o medo de que a verdade venha à tona e, com ele, o fato de que uma mentira, mesmo que tenha sido repetida mil vezes, nunca se tornará verdade e permanecerá uma mentira. Tal como nos capítulos anteriores, tomarei a liberdade de apresentar provas da minha alegação e manter-me-ei fiel à logística. Imagine que é proprietário de uma empresa de navegação. Você tem vários caminhões que são regularmente transportados por vários clientes, todos os quais significam mais uma viagem e com ele dinheiro, mas a carga de trabalho é triste e até trágica na medida em que o motorista aponta a possibilidade, a melhoria do carregamento e a possibilidade de transportar a mercadoria com uma entrega em vez de duas. O que tu fazes? Vai manter-se calado e continuar a lucrar, ou vai contar esta ideia ao seu cliente mesmo correndo o risco de perder uma entrega? Em tempos de crescimento, a maioria escolhe o primeiro caminho, afinal, certeza é certeza e o cliente sabe melhor o que está fazendo. No entanto, em tempos de DECRESCIMENTO ou CRESCIMENTO, a cooperação não significa apenas uma relação disfuncional de subcontratantes, mas uma verdadeira cooperação transparente. Você discute a ideia e o cliente está interessado. No que diz respeito à carga mais elevada, irá aumentar o preço de um transporte em 35% e o cliente poupará 40% dos custos. Em seguida, você usará o segundo veículo liberado para um novo cliente que queira trabalhar com você. Qual dos dois módulos é mais econômico? É aquele que se baseia no DECRESCIMENTO ou CRESCIMENTO. No entanto, a condição é ter o mesmo DNA em vez de NDA (crédito: Kateřina Černá (Fořtová))
  • 12. É apenas uma das muitas possibilidades que tornam o NOO-CRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO, se você quiser CRESCER nas cadeias logísticas, economicamente muito mais interessante do que ficar em um casulo de hábitos fechados que não mudarão mesmo que o diabo pule na cabra. Para simplificar, é preciso pouco para melhorar a economia, como não desperdiçá-la. Embora pareça lógico, não é, ou melhor, o volume de resíduos, como mostram os capítulos anteriores, é tão grande que é difícil de acreditar. No entanto, é uma realidade que encontro todos os dias. Um volume maior na entrada gera um volume maior na saída terminando em recipientes de resíduos. Infelizmente, a tesoura vem se abrindo há décadas, e a lacuna entre Produção e Consumo, ou se preferir, entre PRODUAIDO e CONSUMIDO, é tão grande que se espera que o fast fashion seja 50% desperdício. No berço da INDÚSTRIA 5.0, 21.10, 2023 Michael Rada, Humano A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte IX. Sim, isto é verdade, um comprador numa cadeia de fast fashion espera que 2 sejam vendidos a preço cheio, 3 a preço reduzido e cinco sejam deitados fora. Mesmo assim, ele faz o pedido. Porquê? Porque as margens sobre essas 5 unidades vendidas transformarão a compra em vantagem. Não procure lógica nisso, não há tempo para isso. Se você tentar encontrá-lo, tente olhar ao redor e encontrar a resposta para a pergunta de por que 75% da colheita e dos alimentos são jogados fora antes da segunda etapa de processamento. Sim, ouviram bem, deitamos fora três quartos dos nossos alimentos, e a solução é declarar em 2019 que 29 de setembro será o Dia de Sensibilização para o Desperdício Alimentar. Por que isso acontece? Já expliquei o motivo no segundo capítulo. Porque nós, enquanto consumidores, permitimos isso. Recentemente, tive a oportunidade de participar de uma discussão internacional em que o organizador mostrou o resultado de uma pesquisa de comportamento do consumidor, ou o resultado de uma pergunta sobre a importância da cadeia logística da coisa que compraram para os consumidores. 43% dos inquiridos disseram que era muito importante, 57% que não estavam interessados. O que me surpreendeu não foram os 57%, mas os primeiros 43%. A razão para isso é um fato que encontro em quase todos os projetos que implemento. Mesmo os funcionários das empresas, incluindo os logísticos, não sabem e não conseguem descrever toda a cadeia logística. Na melhor das hipóteses, descrevem a sua parte, mas os seguintes permanecem no nevoeiro. É então fascinante compilar informação. Imagino que foi assim que os primeiros mapas foram criados, só que naquela época sem flipcharts, apresentações, organiogramas e, claro, computadores. Em todos os casos, no entanto, o resultado tirou o fôlego de todos os participantes. A razão não foi a complexidade ou o tamanho, mas o caos da estrutura resultante. Quando vi o resultado da enquete entre os consumidores, me perguntei como eles poderiam conhecer a CADEIA LOGÍSTICA quando fazem parte dela antes do final, que é formado pelo momento em que o produto se torna resíduo.
  • 13. No entanto, a própria resposta positiva também indica uma mudança no comportamento dos consumidores, e especialmente a Geração "A", nascida pouco depois do início do novo milénio, não só tem conhecimentos e competências que nós, os mais velhos, não temos, como não somos avessos a utilizá-los. Uma é a capacidade de procurar informação rapidamente, e a outra é partilhá-la, de forma muito eficaz e em grande escala. As redes sociais são uma boa ferramenta para eles, e considerando que muitas vezes funcionam melhor com um telemóvel do que com um computador, a capacidade de partilhar é instantânea, sem perder tempo. Além disso, esta geração não costuma espalhar notícias positivas, mas é altamente crítica e nem sempre mede palavras. Um aspeto muito mais importante, no entanto, é que os usuários são capazes de acordar e permanecer acordados, não apenas em um país ou local, mas em todos os lugares onde tive a oportunidade de palestrar, e houve muitos deles. Os consumidores são capazes de perceber que ser apenas um CONSUMIDOR é igual a ser DEPENDENTE de alguém ou algo não é um sinal de liberdade, mas de FALTA de liberdade, e ser um escravo voluntário não é algo que ninguém, independentemente da idade ou status, queira fazer. A posição dos indivíduos é a base da composição da sociedade. Então, qual será o impacto do DEGROWTH na sociedade? No berço da INDÚSTRIA 5.0, 20.10.2023 Michael Rada, Humano A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte X A sociedade é constituída por indivíduos. Na época dos meus estudos, dizia-se que a base da sociedade não é uma pessoa, mas uma família. Também neste caso, a base foi o homem, embora por alguma razão não tenha sido discutida, bem como o facto de existir um segundo "pilar", que é a economia. Infelizmente, apesar do fato de que o nome sugere que a pessoa deve vir em primeiro lugar, este não é o caso, e o dinheiro toca o primeiro violino. Como reagirá o dinheiro ao DECRESCIMENTO? Penso que responderão melhor do que as pessoas que fizeram do dinheiro a sua vida e o seu único objetivo. Eles têm tanto medo do CRESCIMENTO que apontam os perigos que o CRESCER causará às pessoas. As influências socioeconómicas são a razão da mudança, da mudança da teoria do crescimento permanente para a prática do CRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO, se quisermos. Não são as influências em si, mas a sua transformação gradual em influências Económico-Sociais, onde, ao mudar prioridades, o dinheiro, e não as pessoas, se tornou a base da sociedade. O dinheiro, ao contrário dos humanos, só pode ser tratado de duas maneiras. A primeira é acumular. A outra é gastar. Enquanto o primeiro caminho é apresentado como o correto, o segundo caminho é seguido e exigido, e porque há uma resistência natural a ele na sociedade, em vez de mero gasto, tornou-se a base das economias dos Estados, em vez de mero gasto, um desperdício generalizado de dinheiro, em volumes
  • 14. que criam, mantêm e aumentam constantemente um dos pilares modernos de cada Estado, a DÍVIDA NACIONAL. Como é que o DEGROWTH ou GROWTH se relaciona com a dívida nacional e a logística? Está estreitamente interligado porque, entre outras coisas, o movimento do dinheiro é, na verdade, a sua cadeia logística, na qual, no entanto, a moeda única começou a prevalecer em vez da moeda. É direcionado, criado artificialmente com a justificativa de que é para o bem da população, e é acompanhado, entre outras coisas, pelo fato de que, em vez de dinheiro físico, moedas digitais estão sendo introduzidas, respectivamente. virtual. A sua queima e desperdício não é tão flagrante como o desperdício e a destruição da moeda física. Apesar de o fluxo de dinheiro ser logístico, com algumas exceções, não é gerido ou gerido por logísticos. As exceções são o transporte de dinheiro de e para os bancos por veículos blindados ou o enchimento de caixas eletrônicos. Não muito tempo atrás, os criadores e promotores da tecnologia ALOCKCHAIN e criptomoedas intimamente relacionadas falaram sobre a transparência do fluxo de bens e dinheiro. Isso foi antes de começarem a roubar volumes de recursos nunca vistos em toda a história da humanidade. Sempre foi dinheiro virtual, mas tinha valor real para os proprietários que investem em criptomoedas antes de se transformar em uma perda incrivelmente alta. Apesar dessas experiências, os primeiros Estados estão tentando introduzir moedas virtuais localmente, como a única forma de economia, com o objetivo de uma perda completa de controle por parte da sociedade e dos indivíduos. No entanto, eles estão começando a encontrar a mudança de comportamento que ocorre com NENHUM CRESCIMENTO ou CRESCIMENTO. A mais significativa é a diminuição da necessidade de comprar novas utilizações mais intensivas e sistemáticas das existentes. Esta mudança põe em causa toda a essência do sistema económico-social, que se baseia na dependência da despesa. Num futuro próximo, o esforço para manter as rédeas levará à penalização de "reter" dinheiro nas contas de indivíduos usando a vantagem de não esconder dinheiro virtual debaixo do colchão. No berço da INDÚSTRIA 5.0, 22.10.2023 Michael Rada, Humano A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte XI Do ponto de vista do desenvolvimento da sociedade, o papel do indivíduo é desempenhado pelos Estados e seus representantes eleitos, que formam a estrutura política estabelecida historicamente para conduzir o Estado na direção certa. O problema é que a definição de "DIREITO" há muito que é determinada por aqueles que estão no poder, e os seus interesses são muitas vezes pessoais. É possível que, como no capítulo anterior, você esteja se perguntando qual é a conexão entre POLÍTICA e LOGÍSTICA. É maior do que o esperado. Os políticos, tal como os logísticos, devem ser capazes de perceber o todo e trabalhar com ele, infelizmente, como um grande número de logísticos, os membros dos governos são apenas bombeiros a apagar um incêndio iniciando outro. Felizmente, nem os primeiros nem os segundos utilizam a água para extinguir incêndios, mas apenas dinheiro, porque há muito tempo todos os países, sem distinção, não passariam de um deserto árido, enquanto hoje são apenas vassalos económicos daqueles que emprestam dinheiro aos Estados com tanto prazer, esfregando as mãos nos seus próprios lucros crescentes.
  • 15. Não há muito tempo, os principais logísticos ofereceram apoio aos membros do governo no país com a organização da logística durante a pandemia e foram ignorados. O resultado foi o maior corte econômico da história do estado. Não há logísticos na República Checa ou em qualquer outro governo, e faltam organizações supranacionais como as Nações Unidas, a Comissão Europeia, o Aanco Mundial e muitos outros. Isso não é um erro, mas a intenção dos proprietários. É aqui que o CRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO, começará a intervir muito em breve, aliás, já começou a interferir. Isso é demonstrado pelas declarações de ministros falando em nome de seu governo, que diz que a INDÚSTRIA 5.0 é uma das ferramentas mais importantes para o desenvolvimento futuro do Estado. Estas palavras já foram ditas ao mais alto nível e estão a ressoar cada vez mais em níveis mais baixos na ÍNDIA, INDONÉSIA, ITÁLIA, ARASIL, ARGENTINA, NIGÉRIA e mais recentemente na AUSTRÁLIA, onde foi declarado por um ministro do governo da AUSTRÁLIA MERIDIONAL, bem como o governo do estado indiano de KARNATAKA incluiu a INDÚSTRIA 5.0 entre as 9 prioridades do estado, fazendo-o na mesma semana que a Austrália do Sul. Este passo é o primeiro passo para corrigir desenvolvimentos políticos altamente doentios. Os Estados acima mencionados e os seus políticos começaram a perceber que, se não responderem ativamente ao DECRESCIMENTO, ou se quiserem CRESCER, eles próprios serão os primeiros a tornarem-se redundantes e perderão, na melhor das hipóteses, "apenas" as suas posições lucrativas na escada do poder, não percebendo que a função de um político já não é tomar decisões, mas apresentá-las ao povo, em vez de Que aqueles que há muito têm o poder nas mãos, mas não querem ser conhecidos, possam mostrar o rosto. Não importa quem, a mudança afetará a todos. Uma das consequências "negativas" será a logística reversa da dívida nacional, onde ela, em vez de crescimento incontrolável, começará a diminuir, até o estado do chamado SUPERÁVIT NACIONAL ou ESTADUAL, que é um Estado que desapareceu completamente dos dicionários no momento da degradação do conceito de POLÍTICA e você não o encontrará na WIKIPEDIA e muitas vezes nem mesmo nos livros didáticos e livros didáticos de economia, ou em palestras reconhecidas. Ou apenas economistas populares que descobriram que uma celebridade lucra sem o risco de responsabilidade pessoal pelo que dizem. Serão influências políticas que, embora inicialmente não intencionais, levarão a uma recuperação associada ao enfraquecimento ou redução do aparelho político-administrativo do Estado do nível mais alto para o mais baixo. Entre outras coisas, o sistema pelo qual os "representantes do povo" são eleitos para os seus cargos mudará, de modo a ganhar inviolabilidade associada a uma completa ausência de responsabilidade, aliada à certeza de ganhos atraentes ao longo de um longo período eleitoral. Este número será também significativamente reduzido e os representantes individuais, bem como, por exemplo, os técnicos de logística, não só apresentarão planos, como também assumirão total responsabilidade pela sua implementação, em todas as fases. É aqui que a função da logística na política será crucial, respondendo às alterações geoclimáticas. No berço da INDÚSTRIA 5.0, 22.10.2023 Michael Rada, Humano A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte XII. Para além das influências socioeconómicas e políticas, a economia é e continuará a ser afetada por influências que ela própria escasseia. No entanto, são tão fortes que, se não reagir a tempo, deixará de ser capaz de reagir, porque deixará de existir na forma em que existe hoje.
  • 16. O capítulo que você está apenas começando a ler é o décimo segundo capítulo, e você deve se lembrar que, na face de um relógio de mão, doze é geralmente (nem sempre) o número mais alto, assim como no calendário, o décimo segundo mês, o último mês. Não é por acaso. O objetivo do meu trabalho não é um fim, mas um novo começo, mas muitas vezes está associado à insatisfação com o estado de coisas existente e ao choque, que não só desperta os participantes, mas também permite que eles sejam portadores de mudança, não apenas aqueles que aceitam a mudança, considerando-a o único caminho possível. Apesar ou talvez por causa das influências de que falo na introdução, não podemos influenciar diretamente ou parar, é necessário prepararmo-nos para elas e reagir a elas antes que se transformem em mais um incêndio, que, no entanto, nem o melhor bombeiro logístico pode apagar, porque será tarde demais. Estas são influências GEO-CLIMÁTICAS. Você deve estar se perguntando por que eu adicionei a palavra GEO, ou a abreviatura GEO, à palavra CLIMATE, que está no prato todos os dias. A razão é a constatação de que um não está sem o outro, não esteve e não será. Embora nunca tenha sido possível comandar o vento ou a chuva, o sol não podia ser ligado ou desligado quando era necessário, ainda há investimento na criação de novos INSTITUTOS CLIMÁTICOS, PESQUISAS, PUALICAÃÕES, RELATÓRIOS, que trazem informações repetidamente sobre o quão ruins somos e seremos ainda piores, sem mencionar uma única vez que nós, humanos, não podemos mudar o clima, mas podemos mudar nosso próprio comportamento. E aqui já tocamos no tema escondido sob a abreviatura "GEO" ou GEOLOGIA. Como você pode ver, o termo é uma combinação dos dois termos GEOLOGIA e LÓGICA. Infelizmente, ao concentrarmo-nos na primeira parte, esquecendo a segunda, e ao perseguirmos descontroladamente MAIS, transformámos uma base sólida, resiliente e amiga da vida numa bola inóspita e comida em muitos sítios, mais reminiscente de bichos-da-madeira do que a base de que estava a falar. CRESCIMENTO, ou CRESCIMENTO se quiser, está e estará associado à necessidade de fechar os antigos em vez de criar "novos buracos", de preferência sob a forma de um novo uso eficiente e não apenas economicamente vantajoso, que é apresentado, por exemplo, por promotores industriais ou construtores de infraestruturas de transportes sob o termo USO DE AROWNFIELDS, de quem nunca se ouvirá dizer que já existem estradas, autoestradas, carris e outros caminhos suficientes, e é tempo de começar a utilizá-los corretamente. Num dos capítulos anteriores, mencionei a secagem do Canal do Panamá ou do rio Amazonas, mas não temos de ir ao nosso quintal para os efeitos das alterações geoclimáticas, basta olhar para o estado dos nossos próprios cursos de água e massas de água e, se possível, para o estado das águas subterrâneas, que, em vez de reposição contínua, são cortadas da fonte de água por uma rede de tubos de melhoria instalados sob a paisagem no passado, Quando havia muita água e canos enterrados no subsolo não era apenas uma solução rápida, mas também eficaz, baseada no pressuposto de que o clima nunca mudaria. Mudou e continuará a mudar, quer queiramos quer não. Portanto, é necessário aceitar este fato e focar em mudar nosso próprio comportamento e abordagem do espaço que nos foi dado para a vida, não para a morte.
  • 17. No berço da INDÚSTRIA 5.0, 22.10.2023 Michael Rada, Humano A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO? Parte XIII. Apesar do fato de que a maioria dos mostradores tem doze como o maior número, há também aqueles onde treze também aparece. É um número ou dígito especial, muitos têm medo dele e atribuem-lhe qualidades negativas e influência, se quiser, mesmo azar, ele até tem sua própria fobia chamada TRISKADECAPHOBIA. Apesar disso, esta publicação terá treze capítulos, e para tornar as coisas mais difíceis, parte do último capítulo fez parte do segundo capítulo e, na verdade, todos os outros. Não é porque estou a tentar aplicar os princípios da economia circular, que há seis décadas persegue a sua própria cauda, concentrando-se mais no lucro pessoal (a economia) do que na circularidade, ou circularidade, ou no fluxo de que os seus especialistas sempre falam com tanta paixão. Isso se deve ao fato de que o conteúdo simplesmente preencheu uma página A4 treze vezes, usando uma fonte tamanho 11. No entanto, nada é uma coincidência, nem mesmo este estado. No passado, e com isso quero dizer um tempo muito distante, treze, por exemplo, era considerado um número sagrado na América Central, e até hoje é considerado um número da sorte no sikhismo porque compartilha a palavra SEU. E é isso. DECRESCIMENTO ou RECRESCIMENTO está relacionado a nós mesmos, a cada um de nós, ao nosso comportamento, porque tem um efeito direto sobre tudo o que foi descrito nos capítulos anteriores. É muito possível que o Treze tenha sido artificialmente e, portanto, propositadamente negado, porque sua contribuição positiva interromperia a continuidade dos interesses de alguns com base no pressuposto de que MY, MINE, ou MINE, é a chave para o sucesso e riqueza. Numa sociedade em que o egoísmo representado pelas expressões acima é tomado como base do comportamento, a expressão SEU, SEU ou SEU seria perturbadora e, portanto, era necessário dar-lhe uma conotação negativa, e um meio tão simples como a inserção de um número, como uma associação de má sorte, serviria bem para isso. Ao longo dos últimos 10 anos da minha vida, desde que decidi construir um MUNDO SEM DESPERDÍCIO E DESPERDÍCIO PARA TODOS, tive o privilégio de conhecer pessoas em todos os continentes e não só conhecer e palestrar, mas também discutir e falar sobre temas que muitas vezes foram levantados pela primeira vez nas suas vidas ou na sua presença. Cada uma das discussões foi diferente, cada uma foi enriquecedora e cada uma despertou interesse em saber mais e terminou com um acordo sobre uma maior cooperação. Em muitos casos, deparei-me com a frase "MAS EU SOU APENAS..." E considero a sua existência uma culpa do sistema do eu, bem como da unicidade, que, ao contrário do material, é um mal real, introduzido no sistema com um único objetivo, uma rentabilidade infinitamente crescente, condicionada pela dependência comparável à toxicodependência. Começo cada uma das minhas palestras, não importa para quem ou o que estou lecionando, com a frase: "OLÁ, EU SOU MICHAEL RADA E SOU HUMANO" e toda vez, independentemente do lugar, condição e hora, arrepios aparecem em minhas mãos, e muitas vezes não só lá.
  • 18. Ficarei feliz se esta publicação ajudar a todos não só a começar suas palestras ou apresentações da mesma forma com uma única mudança, ela substituirá meu nome pelo seu, porque SER HUMANO é a maior honra e todos nascemos com ela e todos morreremos por ela, mas o mais importante é SER HUMANO DURANTE NOSSAS VIDAS. Agradeço-vos e acredito que os treze capítulos SOARE DECRESCIMENTO vos ajudarão a CRESCER e a mudar o futuro. No berço da INDÚSTRIA 5.0, 22.10.2023 Michael Rada, Humano ADVERTÊNCIA Não consuma mais de um capítulo por dia O conteúdo provoca o despertar e a vontade de mudar E=mc2 ECONOMIA = DINHEIRO x CORRUPTION2 ECONOMIA = DINHEIRO x CORRUPÇÃO ao quadrado FACTOS 95% DE TODOS OS MATERIAIS SOO RECICLÁVEIS, MAS APENAS 13,5% SOO RECICLADOS. 75% DA COLHEITA E DOS ALIMENTOS SOO DESPERDIÃADOS ANTES DA SEGUNDA FASE DE TRANSFORMAÃOO 64% DOS CAMIÕES ESTOO VAAIOS 55% DOS CONTENTORES MARÍTIMOS TRANSPORTAM APENAS AR 50% DOS VAGÕES FERROVIÁRIOS ESTOO PARADOS OU SEM CARGA 46% É A UTILIAAÃOO PADROO DO ESPAÃO DO ARMAAÉM 30% DAS ENCOMENDAS DE FAST FASHION SOO VENDIDAS A PREÃO TOTAL 20% DA AJUDA HUMANITÁRIA DESTINA-SE AOS NECESSITADOS 12% DOS RESÍDUOS TRIADOS NA REPÚALICA CHECA SOO RECICLADOS (92% SOO TRIADOS) 2% DAS PESSOAS NA TERRA TÊM AENS SUPERIORES À SOMA DOS AENS DE 98% DA POPULAÃOO Escrevi este texto após 10 anos de construção de um MUNDO SEM DESPERDÍCIO E DESPERDÍCIO PARA TODOS. Será traduzido para as línguas nacionais de todos os países onde as minhas ideias e os
  • 19. princípios da INDÚSTRIA 5.0, da qual sou fundador, são representados pelos EMBAIXADORES da INDÚSTRIA 5.0. Em 1.11.2023, eram 117. O objetivo da publicação não é assustar, mas fornecer uma base para decidir se continuaremos a seguir o caminho do crescimento sem fim, que se assemelha a um trem expresso desgovernado que corre sobre trilhos que terminam em rocha compacta, ou se vamos nos mudar para ajudar a mudar aqueles que, se formos modelos, nos seguirão. As ferramentas de mudança foram descritas, cabe a você usá-las. Michael Rada, Humano Comentários dos leitores Luděk Fencl, ECOENGINEERING TŘINEC Todo o tema é excelentemente escolhido, cresce não só através do tema da logística, mas logicamente permeia quase todas as áreas da vida atual ao nosso redor e dentro de nós. Desperdiçamos em todo o lado e em tudo, e infelizmente muitas vezes nenhum de nós se apercebe disso, e ao mesmo tempo alarma-nos negativamente com as manchetes e artigos dos jornais, onde somos gritados com palavras semelhantes como recessão, estagnação, desvalorização, aumentos de preços e até o já referido decrescimento. Mas nem todas as palavras que nós próprios muitas vezes não compreendemos completamente são negativas, e há que dizer que estamos aqui a falar especificamente de decrescimento. Ou seja, fazemos um balanço, avaliamos, planejamos e assim por diante. O decrescimento não é de todo um resultado negativo, tem pouco a ver com recessão e instabilidade - pelo contrário, conduz à estabilidade e é basicamente uma avaliação positiva do estado atual com a adição de "bem, finalmente". ugh... Isto durou... É preciso finalmente parar, afinal, temos um espaço claramente demarcado em nossa terra, que tem seus limites!! Então, onde queremos crescer indefinidamente? Um crescimento sem fim não tem sentido se olharmos para as nossas necessidades reais e para um planeta moribundo. Estamos a falar do acordo ecológico, da sustentabilidade, mas, na opinião da União Europeia, estas são apenas palavras propositadas para injetar ainda mais dinheiro em novas indústrias não sensatamente emergentes, como a captura e armazenagem de CO2, de modo a que somas astronómicas de dinheiro só estejam a ser desviadas para um novo crescimento económico. Então... Não é realmente hora de pensar e parar de perseguir um crescimento acentuado? Vamos aproveitar ao máximo o que temos e vamos apreciá-lo, assim como as outras pessoas e, em última análise, nós mesmos. Isso será o suficiente para você começar! Rudolf Malý, FUTURELOGISTICS Pensamentos depois de ler o material A LOGÍSTICA ESTÁ PRONTA PARA O DECRESCIMENTO? por Michael Rada 20.-22.10 2023
  • 20. Não posso dizer que me identifico totalmente com todas as informações e ideias que estão no material, mas isso não me impede de aceitar a ideia básica de todo o material. E que ideia é essa, claro, só na minha opinião? Inspirado pela natureza, que sabe muito bem que não é possível crescer indefinidamente e certamente não à mesma velocidade ao longo da "vida". Todos os organismos vivos, ou pelo menos os que conhecemos até agora, alternam períodos de crescimento e desenvolvimento por vezes rápidos com períodos de estabilização, ou chamemos-lhe fortalecimento, ou podemos até amadurecer. E neste período não há necessidade de crescer completamente, melhor resolvido na natureza isso nem acontece. Infelizmente, a humanidade geralmente percebe o crescimento como o crescimento do volume de negócios, do lucro, do capital, simplesmente algo ligado a um meio de pagamento, sob qualquer forma. E que tal tentar olhar para o crescimento como um potencial que pode criar abundância real, não apenas uma sensação de riqueza duvidosa? Aem, talvez porque talvez nem saibamos o que é riqueza e como ela difere da abundância. Então , o que exatamente é ser rico, ou quando eu sou realmente rico? Não sei se somos capazes de concordar sobre isso no coletivo mais amplo. Pelo contrário, penso que não, quanto mais não seja porque estaremos todos a olhar para ela de um lugar ou ângulo diferente. Rapidamente se descobre se entra em contacto com pessoas que, segundo nós "civilizadas", vivem em condições precárias. Claro, eu não quero dizer apenas do ponto de vista de um turista que fica em um resort em férias. No entanto, eles geralmente têm, mas não em geral, exatamente o que precisam e o que é de real valor para eles. Não o "verniz de civilização" que podemos ter tudo o que podemos pensar, porque podemos ir comprá-lo, e quase a qualquer momento. Ou melhor ainda, alguém vai trazê-lo bem debaixo dos nossos narizes. Falta-nos humildade e vontade de chegar a um acordo e cooperar, tudo é, na verdade, uma luta constante por dinheiro e poder. Muitas vezes, qualquer cooperação empresarial começa com negociações NDA (não divulgação), sem procurar uma maneira de sintonizar com a mesma frequência. Este documento desonesto e muitas vezes inexequível não é de todo necessário quando estamos à procura de uma parceria e não vemos tudo como essencialmente competitivo. Há uma bela menção no material de que um DNA correspondente é melhor do que um NDA. E nós não somos pessoas, então somos basicamente construídos sobre o mesmo DNA? Eu acho que nós simplesmente esquecemos disso! Outros termos, como GREENDEAL, que é mencionado no material, é uma "invenção" muito grande. Aasta dividir a palavra em duas partes básicas e é realmente bastante óbvio do que se trata, infelizmente. E eu não sou um adversário da ideia básica, ou seja, apoiar a natureza e o respeito pelo meio ambiente, é apenas que o DEAL é um pouco extra, não acha? Nós, logísticos, temos isso um pouco complicado, ou assim pensamos e muitas vezes dizemos em voz alta, porque a nossa deformidade profissional é ter tudo resolvido de forma rápida, abrangente e, claro, eficaz. Aem, é necessário inventar e pensar nisso, para que não possamos prescindir de pesquisar. Mas muitas vezes a solução aparece no exato momento em que não estamos tentando pesquisar, mas damos espaço para a descoberta. No momento em que nos livramos das cortinas da cegueira operacional e olhamos para tudo como uma folha de papel em branco onde estão todas as soluções do mundo, ela pode vir. Se lhe parecer demasiado esotérico, experimente-o de vez em quando e ficará muito surpreendido com a sua prática e como funciona muito bem. Às vezes desculpamos a nossa própria cegueira dizendo que não aceito algumas bobagens esotéricas ou outras. Prefiro usar o meu baralho de cartas bem gasto, que todos conheço bem. No entanto, se estou à procura de uma solução para qualquer tarefa logística apenas no leque habitual de soluções que já experimentei, tenho muito poucas hipóteses de chegar a algo novo ou mesmo inovador.
  • 21. Acredite, a logística, mas não só ela, o mundo de facto e o ambiente que nos rodeia, precisa muito de soluções tão diferentes e inovadoras. É também disso que trata este material, apesar de bastante controverso, mas que me parece interessante, vale a pena ler e pensar. Obrigado a Michael Rada por, se nada mais, alimento para pensar e sair para o inexplorado, ou um pouco de um salto para o desconhecido para novas informações. Se eu os uso ou mudo alguma coisa depende de cada um de nós. A decisão cabe sempre a cada um de nós. O autor das ideias Rudolf Malý, escreveu-as em 18.2. 2024