SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
QUÍMICA I


Prof: Severino Araújo


                        1º Ano Médio/2013
Introdução ao Estudo da Química

                                                    Unidade A
                         Da natureza               Cap: 1 pag: 14
 Química uma ciência
                         Sintética       Métodos Científicos


                                       Linguagem própria
 Os vários aspectos da química        Caráter experimental
                                       Aplicável


 Aprender química é importante para o exercício da
cidadania
                                                    SEVERINO ARAÚJO
O caráter interdisciplinar da Química

                      Geologia

    Astronomia                    Ciências Ambientais


Botânica              QUÍMICA            Medicina



    Física                            Biologia

                     Bioquímica
Introdução ao Estudo da Química

                                                    Unidade A
Matéria: Características e Transformações           Cap: 2 pag: 24

 Tudo o que você toca é formado por substâncias
 Químicas.
                              A matéria pode ter dimensões
               Naturais     limitadas, neste caso será um corpo.
Substâncias
Químicas       Sintéticas    Se o corpo possui finalidade
                             específica, teremos então um objeto.


                                                 SEVERINO ARAÚJO
Propriedades da Matéria

ESTADOS FÍSICOS DA MATÉRIA




SÓLIDO                   LÍQUIDO            GASOSO
 Possui forma e          Forma variável    Possui forma e
volume fixos.            e volume fixo.     volume variáveis.
Mudanças de estado físico

Vaporização       Processo lento



Processo rápido    Evaporação



  Ebulição
Ponto de Fusão e Ebulição
Curva de Aquecimento e Resfriamento
Previsões a partir dos valores de
                            PF e PE
1ª) São dadas cinco substâncias químicas, com seus respectivos pontos
de fusão (P.F.) e pontos de ebulição (P.E.), a pressão de 1atm.




À temperatura ambiente (25ºC) e com base nos dados apresentados
podemos afirmar que:
a) Somente duas substâncias são líquidas;
b) Somente três substâncias são líquidas;
c) Somente duas substâncias são sólidas;
d) Somente uma substâncias é sólida.
Previsões a partir dos valores de
                             PF e PE
2ª) Observe os seguintes fatos:

  I.     Uma pedra de naftalina deixada no armário.
  II.    Um copo com água deixado no congelador.
  III.   Uma vasilha com água deixada no fogo.
  IV.    O derretimento de uma pedra de gelo.

Nesses fatos, estão relacionadas corretamente as seguintes mudanças:
a) I- sublimação, II- solidificação, III- evaporação e IV- fusão.
b) I- sublimação, II- solidificação, III- fusão e IV evaporação.
c) I- fusão, II- sublimação, III- evaporação e IV- solidificação.
d) I- evaporação, II- solidificação, III- fusão e IV- sublimação.
Previsões a partir dos valores de
                              PF e PE
3ª) As fases de agregação para as substâncias a seguir, quando expostas
a uma temperatura de 30ºC, são, respectivamente:

Materiais:

I. Mercúrio     (ponto de fusão = -38,87ºC e ponto ebulição = 356,9ºC)
II. Amônia      (ponto de fusão = -77,7ºC e ponto ebulição = -33,4ºC)
III. Benzeno    (ponto de fusão = 5,5ºC e ponto ebulição = 80,1ºC)
IV. Naftaleno   (ponto de fusão = 80ºC e ponto ebulição = 217ºC)

a) I- sólido, II- líquido, III- gasoso e IV- líquido.
b) I- líquido, II- sólido, III- líquido e IV- gasoso.
c) I- líquido, II- gasoso, III- líquido e IV- sólido.
d) I- gasoso, II- líquido, III- gasoso e IV- sólido.
Previsões a partir dos valores de
                               PF e PE
4ª) A figura abaixo representa os processos de fusão e ebulição de um
componente sólido em uma liga metálica.
Das opções abaixo, a que apresenta etapas onde podemos encontrar
substâncias nos estados líquido e gasoso é:


a) I a II, II a III, III a IV.
b) III a IV, IV a V, V a VI.
c) I a II, III a IV, V a VI.
d) II a III, III a IV, IV a V.
e) I a II, II a III, V a VI.
Previsões a partir dos valores de
                              PF e PE
5ª) A tabela a seguir, apresenta exemplos de substâncias químicas e
seus respectivos pontos de fusão (P.F.) e pontos de ebulição (P.E.), em
ºC a 1atm. Em um dia muito quente, cuja a temperatura é 39 ºC e a
pressão de 1atm, as substâncias que se apresentam no estado físico
gasoso são:

a)   Clorofórmio e fenol;
b)   Éter etílico e pentano;
c)   Fenol e éter etílico;
d)   Fenol e pentano;
e)   Clorofórmio e éter etílico.
Propriedade Específica da Matéria

Massa e Volume                               Unidade A
                                             Cap: 2     pag: 32
 São grandezas que têm unidades apropriadas Exercícios: 14, 15, 18 e 19
para que sejam expressas

Unidades:

 Massa: (o grama, o quilograma e a tonelada)

 Volume: (o metro cúbico, o decímetro cúbico, o centímetro cúbico,
  o litro e o mililitro).
Propriedade Específica da Matéria

6ª) Qual é a massa, em gramas, de um bebê de 4,756 kg 



7ª) Qual é a massa, em quilograma, de um caminhão de 40 tonela




8ª) Qual o volume, em litros, de uma garrafa de 290 ml
Propriedade Específica da Matéria

Densidade                                    Unidade A
                                             Cap: 2             pag: 38
 Usada para caracterizar as substâncias.    Exercícios: 23, 24, 25 e 27
 Definida como massa dividida por volume:




 Unidades: g/cm3.
 Originalmente baseada em massa (a densidade era definida como a
  massa de 1,00 g e 1 mL de água pura).
Propriedade Específica da Matéria

9ª) Conhecendo que a densidade expressa a relação de
proporcionalidade entre massa e volume, podemos utilizá-la para
determinar a densidade de:
a) Um material cujo a massa é 10 gramas e o volume de 2,5 cm3. Qual
a densidade desse material


b) Um material cujo a massa é 5 kg e o volume de 2L. Qual a
densidade desse material


c) Um material cujo a massa é 150 mg e o volume de 30 mL. Qual a
densidade desse material
Substâncias puras x Misturas
Capitulos: 3 e 4
pag: 21 a 30                                 SIMPLES       Ex: H2, O3,
                                                           S8,He, P4
                    SUBSTÂNCIAS PURAS

                                             COMPOSTAS
                                                    Ex: HNO3, NaCl,
 MATÉRIA                                                CO2, NaHCO3
                                HOMOGÊNEAS
                                  As misturas que apresentam apenas um
                     MISTURAS     único aspecto ou fase. Ex: sal mais água.

                                HETEROGÊNEAS
                                  As misturas que apresentam mais de um
                                  aspecto ou fase. Ex: água mais óleo
SEVERINO ARAÚJO
Química: 1º Bimestre - 1º ano

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

4. transformações da matéria
4. transformações da matéria4. transformações da matéria
4. transformações da matériaRebeca Vale
 
Modelos atomicos 9ano
Modelos atomicos 9anoModelos atomicos 9ano
Modelos atomicos 9anojoana bolsi
 
1. introdução a química
1. introdução a química1. introdução a química
1. introdução a químicaRebeca Vale
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoV
 
2. classificação da matéria
2. classificação da matéria2. classificação da matéria
2. classificação da matériaRebeca Vale
 
9º ano - 1º bimestre - Matéria e suas propriedades
9º ano - 1º bimestre - Matéria e suas propriedades9º ano - 1º bimestre - Matéria e suas propriedades
9º ano - 1º bimestre - Matéria e suas propriedadesCarolina Suisso
 
Tranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicasTranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicasIsadora Girio
 
Ciências 9º Ano (Física): estudo dos movimentos: Conceitos Básicos de Cinemática
Ciências 9º Ano (Física): estudo dos movimentos: Conceitos Básicos de CinemáticaCiências 9º Ano (Física): estudo dos movimentos: Conceitos Básicos de Cinemática
Ciências 9º Ano (Física): estudo dos movimentos: Conceitos Básicos de CinemáticaRonaldo Santana
 
Substancias puras simples, compostas e misturas.
Substancias  puras simples, compostas e misturas.Substancias  puras simples, compostas e misturas.
Substancias puras simples, compostas e misturas.Renata Oliveira
 
Balanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicasBalanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicasRafael Nishikawa
 
Propriedades da matéria
Propriedades da matériaPropriedades da matéria
Propriedades da matériamatheusrl98
 
Transformação da Materia
Transformação da MateriaTransformação da Materia
Transformação da MateriaPedro Monteiro
 
Avaliação bimestral dos 1º anos A e B
Avaliação bimestral dos 1º anos A e BAvaliação bimestral dos 1º anos A e B
Avaliação bimestral dos 1º anos A e BMarcio Reis
 
2. a constituição da matéria átomo
2. a constituição da matéria   átomo2. a constituição da matéria   átomo
2. a constituição da matéria átomokarlinha soares
 

Mais procurados (20)

01. substâncias e misturas
01. substâncias e misturas01. substâncias e misturas
01. substâncias e misturas
 
Densidade
DensidadeDensidade
Densidade
 
4. transformações da matéria
4. transformações da matéria4. transformações da matéria
4. transformações da matéria
 
Modelos atomicos 9ano
Modelos atomicos 9anoModelos atomicos 9ano
Modelos atomicos 9ano
 
1. introdução a química
1. introdução a química1. introdução a química
1. introdução a química
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º ano
 
O átomo
O átomoO átomo
O átomo
 
9º aula
9º aula9º aula
9º aula
 
2. classificação da matéria
2. classificação da matéria2. classificação da matéria
2. classificação da matéria
 
Reações químicas
Reações químicasReações químicas
Reações químicas
 
9º ano - 1º bimestre - Matéria e suas propriedades
9º ano - 1º bimestre - Matéria e suas propriedades9º ano - 1º bimestre - Matéria e suas propriedades
9º ano - 1º bimestre - Matéria e suas propriedades
 
Tranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicasTranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicas
 
Ciências 9º Ano (Física): estudo dos movimentos: Conceitos Básicos de Cinemática
Ciências 9º Ano (Física): estudo dos movimentos: Conceitos Básicos de CinemáticaCiências 9º Ano (Física): estudo dos movimentos: Conceitos Básicos de Cinemática
Ciências 9º Ano (Física): estudo dos movimentos: Conceitos Básicos de Cinemática
 
Substancias puras simples, compostas e misturas.
Substancias  puras simples, compostas e misturas.Substancias  puras simples, compostas e misturas.
Substancias puras simples, compostas e misturas.
 
Balanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicasBalanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicas
 
Ondas 9° ano cec
Ondas 9° ano cecOndas 9° ano cec
Ondas 9° ano cec
 
Propriedades da matéria
Propriedades da matériaPropriedades da matéria
Propriedades da matéria
 
Transformação da Materia
Transformação da MateriaTransformação da Materia
Transformação da Materia
 
Avaliação bimestral dos 1º anos A e B
Avaliação bimestral dos 1º anos A e BAvaliação bimestral dos 1º anos A e B
Avaliação bimestral dos 1º anos A e B
 
2. a constituição da matéria átomo
2. a constituição da matéria   átomo2. a constituição da matéria   átomo
2. a constituição da matéria átomo
 

Destaque

Introduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da químicaIntroduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da químicaV
 
Prova de química do 4° bimestre do 1° ano
Prova de química do 4° bimestre do 1° anoProva de química do 4° bimestre do 1° ano
Prova de química do 4° bimestre do 1° anoJOSÉ ANTÔNIO PEREIRA
 
Aulas de Química Carlinho - Slides.‏
Aulas de Química Carlinho - Slides.‏Aulas de Química Carlinho - Slides.‏
Aulas de Química Carlinho - Slides.‏Daniele Lino
 
Introdução ao estudo da química 1 materiais (1 ano)
Introdução ao estudo da química 1  materiais (1 ano)Introdução ao estudo da química 1  materiais (1 ano)
Introdução ao estudo da química 1 materiais (1 ano)Karol Maia
 
Aula de revisão de química
Aula de revisão de químicaAula de revisão de química
Aula de revisão de químicavania2012
 
Teoria da Evolução
Teoria da EvoluçãoTeoria da Evolução
Teoria da EvoluçãoEstude Mais
 
Trabalho de unidade de medida icf1
Trabalho de unidade de medida icf1Trabalho de unidade de medida icf1
Trabalho de unidade de medida icf1Sergio Carmo
 
Caderno De Biologia 1 º ano E.M
Caderno De Biologia 1 º ano E.MCaderno De Biologia 1 º ano E.M
Caderno De Biologia 1 º ano E.MLucas De David
 
REVISÃO DE QUÍMICA DO 3º ANO
REVISÃO DE QUÍMICA DO 3º ANOREVISÃO DE QUÍMICA DO 3º ANO
REVISÃO DE QUÍMICA DO 3º ANOSilvaprado
 
1º bimestre todas as disciplinas
1º bimestre todas as disciplinas1º bimestre todas as disciplinas
1º bimestre todas as disciplinasjosivaldopassos
 
Química orgânica 3º ano COMPLETO
Química orgânica 3º ano   COMPLETOQuímica orgânica 3º ano   COMPLETO
Química orgânica 3º ano COMPLETOEliando Oliveira
 
Exercício avaliativo – 1º ano 2º bimestre
Exercício avaliativo – 1º ano 2º bimestreExercício avaliativo – 1º ano 2º bimestre
Exercício avaliativo – 1º ano 2º bimestreEscola Pública/Particular
 

Destaque (20)

Introduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da químicaIntroduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da química
 
Prova de química do 4° bimestre do 1° ano
Prova de química do 4° bimestre do 1° anoProva de química do 4° bimestre do 1° ano
Prova de química do 4° bimestre do 1° ano
 
Atividade 1º ano do ensino médio átomo
Atividade 1º ano do ensino médio átomoAtividade 1º ano do ensino médio átomo
Atividade 1º ano do ensino médio átomo
 
Revisão de p1 1º ano médio
Revisão de p1 1º ano médioRevisão de p1 1º ano médio
Revisão de p1 1º ano médio
 
Propriedades da Matéria - Química
Propriedades da Matéria - QuímicaPropriedades da Matéria - Química
Propriedades da Matéria - Química
 
Aulas de Química Carlinho - Slides.‏
Aulas de Química Carlinho - Slides.‏Aulas de Química Carlinho - Slides.‏
Aulas de Química Carlinho - Slides.‏
 
Introdução ao estudo da química 1 materiais (1 ano)
Introdução ao estudo da química 1  materiais (1 ano)Introdução ao estudo da química 1  materiais (1 ano)
Introdução ao estudo da química 1 materiais (1 ano)
 
Aula de revisão de química
Aula de revisão de químicaAula de revisão de química
Aula de revisão de química
 
Teoria da Evolução
Teoria da EvoluçãoTeoria da Evolução
Teoria da Evolução
 
Planejamento de química do 2° ano 1° bimestre
Planejamento de química do 2° ano   1° bimestrePlanejamento de química do 2° ano   1° bimestre
Planejamento de química do 2° ano 1° bimestre
 
Trabalho de unidade de medida icf1
Trabalho de unidade de medida icf1Trabalho de unidade de medida icf1
Trabalho de unidade de medida icf1
 
Avaliação de química do 3° bimestre 1° ano - av4
Avaliação de química do 3° bimestre   1° ano - av4Avaliação de química do 3° bimestre   1° ano - av4
Avaliação de química do 3° bimestre 1° ano - av4
 
Avaliação bimestral de biologia 1º ano
Avaliação bimestral de biologia 1º anoAvaliação bimestral de biologia 1º ano
Avaliação bimestral de biologia 1º ano
 
Caderno De Biologia 1 º ano E.M
Caderno De Biologia 1 º ano E.MCaderno De Biologia 1 º ano E.M
Caderno De Biologia 1 º ano E.M
 
REVISÃO DE QUÍMICA DO 3º ANO
REVISÃO DE QUÍMICA DO 3º ANOREVISÃO DE QUÍMICA DO 3º ANO
REVISÃO DE QUÍMICA DO 3º ANO
 
Introdução a química
Introdução a químicaIntrodução a química
Introdução a química
 
1º bimestre todas as disciplinas
1º bimestre todas as disciplinas1º bimestre todas as disciplinas
1º bimestre todas as disciplinas
 
Química orgânica 3º ano COMPLETO
Química orgânica 3º ano   COMPLETOQuímica orgânica 3º ano   COMPLETO
Química orgânica 3º ano COMPLETO
 
Eco 09
Eco 09Eco 09
Eco 09
 
Exercício avaliativo – 1º ano 2º bimestre
Exercício avaliativo – 1º ano 2º bimestreExercício avaliativo – 1º ano 2º bimestre
Exercício avaliativo – 1º ano 2º bimestre
 

Semelhante a Química: 1º Bimestre - 1º ano

Aulas 1 2 e 3 - progressao ext noite - 2016
Aulas 1 2 e 3 - progressao ext noite - 2016Aulas 1 2 e 3 - progressao ext noite - 2016
Aulas 1 2 e 3 - progressao ext noite - 2016paulomigoto
 
Apostila de quimica_9ano
Apostila de quimica_9anoApostila de quimica_9ano
Apostila de quimica_9anojoogolombori
 
Introdução - Química
Introdução - QuímicaIntrodução - Química
Introdução - QuímicaNai Mariano
 
APOSTILA DE QUIMICA 9 ANO não sei quem é o autor
APOSTILA DE QUIMICA 9 ANO não sei quem é o autorAPOSTILA DE QUIMICA 9 ANO não sei quem é o autor
APOSTILA DE QUIMICA 9 ANO não sei quem é o autorRamalhoVasconcelos2
 
Uno bancodequestoes-110809194327-phpapp02
Uno bancodequestoes-110809194327-phpapp02Uno bancodequestoes-110809194327-phpapp02
Uno bancodequestoes-110809194327-phpapp02Edlas Junior
 
banco de questões de Química
banco de questões de Química banco de questões de Química
banco de questões de Química Felipe Augusto
 
Apostila de-quimica
Apostila de-quimicaApostila de-quimica
Apostila de-quimicamountanee
 
Eja.doc
Eja.docEja.doc
Eja.docUFS
 
Introducao quimica
Introducao quimicaIntroducao quimica
Introducao quimicaNai Mariano
 
Introducao quimica
Introducao quimicaIntroducao quimica
Introducao quimicaNai Mariano
 
Introducao a quimica 1º ano
Introducao a quimica 1º anoIntroducao a quimica 1º ano
Introducao a quimica 1º anoHugo Cruz Rangel
 
Introducao quimica
Introducao quimicaIntroducao quimica
Introducao quimicaUNIP
 

Semelhante a Química: 1º Bimestre - 1º ano (20)

Introducao quimica
Introducao quimicaIntroducao quimica
Introducao quimica
 
Aulas 1 2 e 3 - progressao ext noite - 2016
Aulas 1 2 e 3 - progressao ext noite - 2016Aulas 1 2 e 3 - progressao ext noite - 2016
Aulas 1 2 e 3 - progressao ext noite - 2016
 
Apostila de quimica_9ano
Apostila de quimica_9anoApostila de quimica_9ano
Apostila de quimica_9ano
 
Apostila de-quimica 9º ano
Apostila de-quimica 9º anoApostila de-quimica 9º ano
Apostila de-quimica 9º ano
 
Introdução - Química
Introdução - QuímicaIntrodução - Química
Introdução - Química
 
APOSTILA DE QUIMICA 9 ANO não sei quem é o autor
APOSTILA DE QUIMICA 9 ANO não sei quem é o autorAPOSTILA DE QUIMICA 9 ANO não sei quem é o autor
APOSTILA DE QUIMICA 9 ANO não sei quem é o autor
 
Uno bancodequestoes-110809194327-phpapp02
Uno bancodequestoes-110809194327-phpapp02Uno bancodequestoes-110809194327-phpapp02
Uno bancodequestoes-110809194327-phpapp02
 
banco de questões de Química
banco de questões de Química banco de questões de Química
banco de questões de Química
 
Apostila de-quimica-2015
Apostila de-quimica-2015Apostila de-quimica-2015
Apostila de-quimica-2015
 
Apostila de-quimica
Apostila de-quimicaApostila de-quimica
Apostila de-quimica
 
Apostila de-quimica
Apostila de-quimicaApostila de-quimica
Apostila de-quimica
 
Eja.doc
Eja.docEja.doc
Eja.doc
 
Correção de avaliação 1º ano
Correção de avaliação 1º anoCorreção de avaliação 1º ano
Correção de avaliação 1º ano
 
Introducao quimica
Introducao quimicaIntroducao quimica
Introducao quimica
 
Introducao quimica
Introducao quimicaIntroducao quimica
Introducao quimica
 
122
122122
122
 
121
121121
121
 
Introducao a quimica 1º ano
Introducao a quimica 1º anoIntroducao a quimica 1º ano
Introducao a quimica 1º ano
 
Introdução à química
Introdução à químicaIntrodução à química
Introdução à química
 
Introducao quimica
Introducao quimicaIntroducao quimica
Introducao quimica
 

Mais de Estude Mais

Exercício sobre Evolução
Exercício sobre EvoluçãoExercício sobre Evolução
Exercício sobre EvoluçãoEstude Mais
 
Exercicios de estatistica
Exercicios de estatisticaExercicios de estatistica
Exercicios de estatisticaEstude Mais
 
O que é um seminario
O que é um seminarioO que é um seminario
O que é um seminarioEstude Mais
 
Guia de apresentação de seminários
Guia de apresentação de semináriosGuia de apresentação de seminários
Guia de apresentação de semináriosEstude Mais
 
Revisao de ecologia para o enem
Revisao de ecologia para o enemRevisao de ecologia para o enem
Revisao de ecologia para o enemEstude Mais
 
Cilindros e prisma e geometria plana no enem
Cilindros e prisma e geometria plana no enemCilindros e prisma e geometria plana no enem
Cilindros e prisma e geometria plana no enemEstude Mais
 
Exercicios de estatistica no enem
Exercicios de estatistica no enemExercicios de estatistica no enem
Exercicios de estatistica no enemEstude Mais
 
Funcoes da linguagem enem
Funcoes da linguagem   enemFuncoes da linguagem   enem
Funcoes da linguagem enemEstude Mais
 
Ecologia comunidades
Ecologia comunidadesEcologia comunidades
Ecologia comunidadesEstude Mais
 
Sucessao ecologica e biomas
Sucessao ecologica e biomasSucessao ecologica e biomas
Sucessao ecologica e biomasEstude Mais
 
Melhoramento genetico
Melhoramento geneticoMelhoramento genetico
Melhoramento geneticoEstude Mais
 
Questoes do enem de portugues
Questoes do enem de portuguesQuestoes do enem de portugues
Questoes do enem de portuguesEstude Mais
 
Populacoes Biologicas
Populacoes BiologicasPopulacoes Biologicas
Populacoes BiologicasEstude Mais
 
Exercicio de eletroquimica
Exercicio de eletroquimicaExercicio de eletroquimica
Exercicio de eletroquimicaEstude Mais
 
Regime liberal populista
Regime liberal populistaRegime liberal populista
Regime liberal populistaEstude Mais
 
Exercicios de Matematica
Exercicios de MatematicaExercicios de Matematica
Exercicios de MatematicaEstude Mais
 
Revisao do 3 bimestre de biologia 2
Revisao do 3 bimestre de biologia 2Revisao do 3 bimestre de biologia 2
Revisao do 3 bimestre de biologia 2Estude Mais
 
Energia e materia nos ecossistemas
Energia e materia nos ecossistemasEnergia e materia nos ecossistemas
Energia e materia nos ecossistemasEstude Mais
 
Exercicio de polinomios
Exercicio de polinomiosExercicio de polinomios
Exercicio de polinomiosEstude Mais
 

Mais de Estude Mais (20)

Exercício sobre Evolução
Exercício sobre EvoluçãoExercício sobre Evolução
Exercício sobre Evolução
 
Exercicios de estatistica
Exercicios de estatisticaExercicios de estatistica
Exercicios de estatistica
 
O que é um seminario
O que é um seminarioO que é um seminario
O que é um seminario
 
Guia de apresentação de seminários
Guia de apresentação de semináriosGuia de apresentação de seminários
Guia de apresentação de seminários
 
Revisao de ecologia para o enem
Revisao de ecologia para o enemRevisao de ecologia para o enem
Revisao de ecologia para o enem
 
Cilindros e prisma e geometria plana no enem
Cilindros e prisma e geometria plana no enemCilindros e prisma e geometria plana no enem
Cilindros e prisma e geometria plana no enem
 
Exercicios de estatistica no enem
Exercicios de estatistica no enemExercicios de estatistica no enem
Exercicios de estatistica no enem
 
Funcoes da linguagem enem
Funcoes da linguagem   enemFuncoes da linguagem   enem
Funcoes da linguagem enem
 
Ecologia comunidades
Ecologia comunidadesEcologia comunidades
Ecologia comunidades
 
Sucessao ecologica e biomas
Sucessao ecologica e biomasSucessao ecologica e biomas
Sucessao ecologica e biomas
 
Melhoramento genetico
Melhoramento geneticoMelhoramento genetico
Melhoramento genetico
 
Questoes do enem de portugues
Questoes do enem de portuguesQuestoes do enem de portugues
Questoes do enem de portugues
 
Populacoes Biologicas
Populacoes BiologicasPopulacoes Biologicas
Populacoes Biologicas
 
Exercicio de eletroquimica
Exercicio de eletroquimicaExercicio de eletroquimica
Exercicio de eletroquimica
 
Regime liberal populista
Regime liberal populistaRegime liberal populista
Regime liberal populista
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
 
Exercicios de Matematica
Exercicios de MatematicaExercicios de Matematica
Exercicios de Matematica
 
Revisao do 3 bimestre de biologia 2
Revisao do 3 bimestre de biologia 2Revisao do 3 bimestre de biologia 2
Revisao do 3 bimestre de biologia 2
 
Energia e materia nos ecossistemas
Energia e materia nos ecossistemasEnergia e materia nos ecossistemas
Energia e materia nos ecossistemas
 
Exercicio de polinomios
Exercicio de polinomiosExercicio de polinomios
Exercicio de polinomios
 

Último

o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdfAntonio Barros
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persafelipescherner
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 

Química: 1º Bimestre - 1º ano

  • 1. QUÍMICA I Prof: Severino Araújo 1º Ano Médio/2013
  • 2. Introdução ao Estudo da Química Unidade A  Da natureza Cap: 1 pag: 14  Química uma ciência  Sintética Métodos Científicos  Linguagem própria  Os vários aspectos da química  Caráter experimental  Aplicável  Aprender química é importante para o exercício da cidadania SEVERINO ARAÚJO
  • 3. O caráter interdisciplinar da Química Geologia Astronomia Ciências Ambientais Botânica QUÍMICA Medicina Física Biologia Bioquímica
  • 4. Introdução ao Estudo da Química Unidade A Matéria: Características e Transformações Cap: 2 pag: 24 Tudo o que você toca é formado por substâncias Químicas.  A matéria pode ter dimensões  Naturais limitadas, neste caso será um corpo. Substâncias Químicas  Sintéticas  Se o corpo possui finalidade específica, teremos então um objeto. SEVERINO ARAÚJO
  • 5. Propriedades da Matéria ESTADOS FÍSICOS DA MATÉRIA SÓLIDO LÍQUIDO GASOSO  Possui forma e  Forma variável  Possui forma e volume fixos. e volume fixo. volume variáveis.
  • 6. Mudanças de estado físico Vaporização Processo lento Processo rápido Evaporação Ebulição
  • 7. Ponto de Fusão e Ebulição
  • 8. Curva de Aquecimento e Resfriamento
  • 9. Previsões a partir dos valores de PF e PE 1ª) São dadas cinco substâncias químicas, com seus respectivos pontos de fusão (P.F.) e pontos de ebulição (P.E.), a pressão de 1atm. À temperatura ambiente (25ºC) e com base nos dados apresentados podemos afirmar que: a) Somente duas substâncias são líquidas; b) Somente três substâncias são líquidas; c) Somente duas substâncias são sólidas; d) Somente uma substâncias é sólida.
  • 10. Previsões a partir dos valores de PF e PE 2ª) Observe os seguintes fatos: I. Uma pedra de naftalina deixada no armário. II. Um copo com água deixado no congelador. III. Uma vasilha com água deixada no fogo. IV. O derretimento de uma pedra de gelo. Nesses fatos, estão relacionadas corretamente as seguintes mudanças: a) I- sublimação, II- solidificação, III- evaporação e IV- fusão. b) I- sublimação, II- solidificação, III- fusão e IV evaporação. c) I- fusão, II- sublimação, III- evaporação e IV- solidificação. d) I- evaporação, II- solidificação, III- fusão e IV- sublimação.
  • 11. Previsões a partir dos valores de PF e PE 3ª) As fases de agregação para as substâncias a seguir, quando expostas a uma temperatura de 30ºC, são, respectivamente: Materiais: I. Mercúrio (ponto de fusão = -38,87ºC e ponto ebulição = 356,9ºC) II. Amônia (ponto de fusão = -77,7ºC e ponto ebulição = -33,4ºC) III. Benzeno (ponto de fusão = 5,5ºC e ponto ebulição = 80,1ºC) IV. Naftaleno (ponto de fusão = 80ºC e ponto ebulição = 217ºC) a) I- sólido, II- líquido, III- gasoso e IV- líquido. b) I- líquido, II- sólido, III- líquido e IV- gasoso. c) I- líquido, II- gasoso, III- líquido e IV- sólido. d) I- gasoso, II- líquido, III- gasoso e IV- sólido.
  • 12. Previsões a partir dos valores de PF e PE 4ª) A figura abaixo representa os processos de fusão e ebulição de um componente sólido em uma liga metálica. Das opções abaixo, a que apresenta etapas onde podemos encontrar substâncias nos estados líquido e gasoso é: a) I a II, II a III, III a IV. b) III a IV, IV a V, V a VI. c) I a II, III a IV, V a VI. d) II a III, III a IV, IV a V. e) I a II, II a III, V a VI.
  • 13. Previsões a partir dos valores de PF e PE 5ª) A tabela a seguir, apresenta exemplos de substâncias químicas e seus respectivos pontos de fusão (P.F.) e pontos de ebulição (P.E.), em ºC a 1atm. Em um dia muito quente, cuja a temperatura é 39 ºC e a pressão de 1atm, as substâncias que se apresentam no estado físico gasoso são: a) Clorofórmio e fenol; b) Éter etílico e pentano; c) Fenol e éter etílico; d) Fenol e pentano; e) Clorofórmio e éter etílico.
  • 14. Propriedade Específica da Matéria Massa e Volume Unidade A Cap: 2 pag: 32  São grandezas que têm unidades apropriadas Exercícios: 14, 15, 18 e 19 para que sejam expressas Unidades:  Massa: (o grama, o quilograma e a tonelada)  Volume: (o metro cúbico, o decímetro cúbico, o centímetro cúbico, o litro e o mililitro).
  • 15. Propriedade Específica da Matéria 6ª) Qual é a massa, em gramas, de um bebê de 4,756 kg  7ª) Qual é a massa, em quilograma, de um caminhão de 40 tonela 8ª) Qual o volume, em litros, de uma garrafa de 290 ml
  • 16. Propriedade Específica da Matéria Densidade Unidade A Cap: 2 pag: 38  Usada para caracterizar as substâncias. Exercícios: 23, 24, 25 e 27  Definida como massa dividida por volume:  Unidades: g/cm3.  Originalmente baseada em massa (a densidade era definida como a massa de 1,00 g e 1 mL de água pura).
  • 17. Propriedade Específica da Matéria 9ª) Conhecendo que a densidade expressa a relação de proporcionalidade entre massa e volume, podemos utilizá-la para determinar a densidade de: a) Um material cujo a massa é 10 gramas e o volume de 2,5 cm3. Qual a densidade desse material b) Um material cujo a massa é 5 kg e o volume de 2L. Qual a densidade desse material c) Um material cujo a massa é 150 mg e o volume de 30 mL. Qual a densidade desse material
  • 18. Substâncias puras x Misturas Capitulos: 3 e 4 pag: 21 a 30 SIMPLES Ex: H2, O3, S8,He, P4 SUBSTÂNCIAS PURAS COMPOSTAS Ex: HNO3, NaCl, MATÉRIA CO2, NaHCO3 HOMOGÊNEAS As misturas que apresentam apenas um MISTURAS único aspecto ou fase. Ex: sal mais água. HETEROGÊNEAS As misturas que apresentam mais de um aspecto ou fase. Ex: água mais óleo SEVERINO ARAÚJO