SlideShare uma empresa Scribd logo
Fontes de Informação
Sobre Medicamentos
 Para a Atenção Farmacêutica


       Cassyano J. Correr
Atenção Farmacêutica

 “É uma prática profissional em que o
 farmacêutico assume a responsabilidade sobre
 as necessidades do paciente com relação à sua
 farmacoterapia e adquire um compromisso a
 respeito”




Cipolle et al. Pharmaceutical Care Practice. New York: McGraw-Hill, 1998, p.13.
Atenção Farmacêutica

   Brasil
    – (...)
       “Interação direta entre farmacêutico e
       paciente, visando uma farmacoterapia
       racional e a obtenção de resultados definidos
       e mensuráveis”
       (...)


IVAMA, A.M. et al. Consenso Brasileiro de Atenção Farmacêutica: Proposta. Brasília:
Organização Pan-Americana da Saúde, 2002.
Atenção Farmacêutica
            Serviços Farmacêuticos
            cognitivos centrados no
          paciente que visam otimizar
           os resultados terapêuticos



CORRER, C. J.; MARQUES, G.; PETRIS, A. J. Farmácia Assistencial: O Farmacêutico como prestador de
serviços In. Semana De Iniciação Científica Unopar – 2002. Londrina, 2002.
Atenção Farmacêutica

  Macro-componentes:
   – Dispensação
   – Atendimento Farmacêutico
   – Acompanhamento Farmacoterapêutico
   – (...)



IVAMA, A.M. et al. Consenso Brasileiro de Atenção Farmacêutica: Proposta. Brasília:
Organização Pan-Americana da Saúde, 2002.
Qualidade da atenção à saúde

   Donabedian

    – Paradigma S-P-O

    – Estrutura – Processos - Resultados



Donabedian A. Evaluating the quality of medical care. Milbank Mem Fund 1966; 44: 166-203.
Farris KB, Kirking DM. Assessing the quality of pharmaceutical care: II. Application of quality
assessment from medical care. Ann Pharmacother 1993; 27: 215-223.
Atenção Farmacêutica
As Fontes de Informação são um apoio
– Resolução de problemas de saúde
  relacionados com medicamentos
– Otimização dos processos de indicação e
  dispensação
Fontes de Informação
Definição de Informação:
“Qualquer classe de conhecimento ou
  mensagem que se possa utilizar para
  melhorar ou possibilitar a intervenção”




 Castillo, P. Med Clin, 99:305-309,1992.
Importância da informação
    “O Medicamento não é somente a
   substância, mas sim esta somada à
               informação”




Jimeno,V. La información sobre medicamentos:posiciones actuales. CIF
1987;6:307-311.
INFORMAÇÃO

  Versus

FORMAÇÃO
Fontes de Informação


Informação  Relacionada com a tomada
de decisões

Não se trata aqui do conhecimento basal
(Background)  Formação
Necessidades da informação sobre
         medicamentos

    Acessibilidade
    Confiabilidade
    Completude
    Aplicabilidade


 Fernández-Llimós F. La información sobre medicamentos para la farmacia
 comunitaria. Pharm Care Esp 1999; 1: 90-96.
Acessibilidade


Capacidade de obter a informação no
       momento necessário.
Confiabilidade
Capacidade de oferecer confiança quanto
à veracidade do conteúdo da informação.
Completude

Propriedade de ser completa e equilibrada
       e, por tanto, estar atualizada.
Aplicabilidade
Capacidade de ser útil à tomada de
decisões que motivou sua busca.
Tipos de Fontes


Fontes Primárias

Fontes Secundárias

Fontes Terciárias
Tipos de Fontes
Informação da Indústria

     Publicidade
          ≠
      Informação
Informação da Indústria

Novidade
Atrativa
Gratuita
Oficial (Ficha técnica)
Não isenta (Marketing)
Objetiva promoção e vendas
INTERNET

É uma boa Fonte de
   Informação ?
INTERNET

Não é uma fonte de
   informação!!!
INTERNET

 É um veículo por onde é
transmitida a informação...
Acesso à Informação na
      prática farmacêutica

1. Terciárias
2. Outras terciárias
3. Mais terciárias
4. Mais alguma terciária e fontes
   externas
5. Secundárias + Primárias
Livros
Livros
Bulários em português
Bases de Dados on-line

  http://www2.uol.com.br/remedios/
Bases de Dados on-line

 http://bulario.bvs.br/
Bases de Dados on-line

http://www.anvisa.gov.br/divulga/public/livro_eletronico/INDEX.HTM
Bases de Dados on-line

http://www.medscape.com/druginfo
Outros sites:
   www.vademecum.medicum.es

   www.prvademecum.com

   www.rxlist.com

   www.infarmed.pt/prontuario/

   www.appco.com.au/appguide/

   www.infomedicamento.netwww.docguide.com

   www.hon.ch/MedHunt/

   www.webmedlit.com

   www.medlineplus.gov/spanish/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistema linfático
Sistema linfáticoSistema linfático
Sistema linfático
Ana Beatriz Cargnin
 
Atendente de Farmácia - interações medicamentosas
Atendente de Farmácia - interações medicamentosasAtendente de Farmácia - interações medicamentosas
Atendente de Farmácia - interações medicamentosas
Luis Antonio Cezar Junior
 
Noções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêuticaNoções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêutica
Leonardo Souza
 
Formas farmaceuticas
Formas farmaceuticasFormas farmaceuticas
07 medicamentos - FARMACOLOGIA
07 medicamentos - FARMACOLOGIA07 medicamentos - FARMACOLOGIA
07 medicamentos - FARMACOLOGIA
Antonio Adailton de Morais
 
3 fórmulas e formas farmacêuticas ( pdf )
3  fórmulas e formas farmacêuticas  ( pdf )3  fórmulas e formas farmacêuticas  ( pdf )
3 fórmulas e formas farmacêuticas ( pdf )
Marcelo Gomes
 
Atendente de Farmácia - Hipertensão
Atendente de Farmácia - HipertensãoAtendente de Farmácia - Hipertensão
Atendente de Farmácia - Hipertensão
Luis Antonio Cezar Junior
 
1 PRINCIPIOS DE FARMACOLOGIA.pdf
1 PRINCIPIOS DE FARMACOLOGIA.pdf1 PRINCIPIOS DE FARMACOLOGIA.pdf
1 PRINCIPIOS DE FARMACOLOGIA.pdf
VivianeGomes694450
 
Dispensação de medicamentos cepss
Dispensação de medicamentos cepssDispensação de medicamentos cepss
Dispensação de medicamentos cepss
Julia Martins Ulhoa
 
2 aula de farmacologia
2 aula de farmacologia2 aula de farmacologia
2 aula de farmacologia
marigrace23
 
SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOS
SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOSSISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOS
SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOS
Paloma Dianas
 
Medicamentos potencialmente perigosos: contaminação de superfícies, risco amb...
Medicamentos potencialmente perigosos: contaminação de superfícies, risco amb...Medicamentos potencialmente perigosos: contaminação de superfícies, risco amb...
Medicamentos potencialmente perigosos: contaminação de superfícies, risco amb...
angelitamelo
 
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópiaAula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
Karla Toledo
 
Assistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legal
Assistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legalAssistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legal
Assistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legal
Marcelo Polacow Bisson
 
5ª aula vias de administração
5ª aula   vias de administração5ª aula   vias de administração
5ª aula vias de administração
Claudio Luis Venturini
 
Medicamento Isento de Prescrição - Palestra Crf
Medicamento Isento de Prescrição -   Palestra CrfMedicamento Isento de Prescrição -   Palestra Crf
Medicamento Isento de Prescrição - Palestra Crf
Marcelo Polacow Bisson
 
Aula Introdutória de Saúde Coletiva
Aula Introdutória de Saúde ColetivaAula Introdutória de Saúde Coletiva
Aula Introdutória de Saúde Coletiva
Karynne Alves do Nascimento
 
Atendente de Farmácia - Doenças respiratórias
Atendente de Farmácia - Doenças respiratóriasAtendente de Farmácia - Doenças respiratórias
Atendente de Farmácia - Doenças respiratórias
Luis Antonio Cezar Junior
 
Atribuições clínicas do farmacêutico
Atribuições clínicas do farmacêuticoAtribuições clínicas do farmacêutico
Atribuições clínicas do farmacêutico
Cassyano Correr
 
Código de ética da profissão farmacêutica
Código de ética da profissão farmacêuticaCódigo de ética da profissão farmacêutica
Código de ética da profissão farmacêutica
Marcelo Polacow Bisson
 

Mais procurados (20)

Sistema linfático
Sistema linfáticoSistema linfático
Sistema linfático
 
Atendente de Farmácia - interações medicamentosas
Atendente de Farmácia - interações medicamentosasAtendente de Farmácia - interações medicamentosas
Atendente de Farmácia - interações medicamentosas
 
Noções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêuticaNoções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêutica
 
Formas farmaceuticas
Formas farmaceuticasFormas farmaceuticas
Formas farmaceuticas
 
07 medicamentos - FARMACOLOGIA
07 medicamentos - FARMACOLOGIA07 medicamentos - FARMACOLOGIA
07 medicamentos - FARMACOLOGIA
 
3 fórmulas e formas farmacêuticas ( pdf )
3  fórmulas e formas farmacêuticas  ( pdf )3  fórmulas e formas farmacêuticas  ( pdf )
3 fórmulas e formas farmacêuticas ( pdf )
 
Atendente de Farmácia - Hipertensão
Atendente de Farmácia - HipertensãoAtendente de Farmácia - Hipertensão
Atendente de Farmácia - Hipertensão
 
1 PRINCIPIOS DE FARMACOLOGIA.pdf
1 PRINCIPIOS DE FARMACOLOGIA.pdf1 PRINCIPIOS DE FARMACOLOGIA.pdf
1 PRINCIPIOS DE FARMACOLOGIA.pdf
 
Dispensação de medicamentos cepss
Dispensação de medicamentos cepssDispensação de medicamentos cepss
Dispensação de medicamentos cepss
 
2 aula de farmacologia
2 aula de farmacologia2 aula de farmacologia
2 aula de farmacologia
 
SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOS
SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOSSISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOS
SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOS
 
Medicamentos potencialmente perigosos: contaminação de superfícies, risco amb...
Medicamentos potencialmente perigosos: contaminação de superfícies, risco amb...Medicamentos potencialmente perigosos: contaminação de superfícies, risco amb...
Medicamentos potencialmente perigosos: contaminação de superfícies, risco amb...
 
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópiaAula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
 
Assistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legal
Assistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legalAssistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legal
Assistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legal
 
5ª aula vias de administração
5ª aula   vias de administração5ª aula   vias de administração
5ª aula vias de administração
 
Medicamento Isento de Prescrição - Palestra Crf
Medicamento Isento de Prescrição -   Palestra CrfMedicamento Isento de Prescrição -   Palestra Crf
Medicamento Isento de Prescrição - Palestra Crf
 
Aula Introdutória de Saúde Coletiva
Aula Introdutória de Saúde ColetivaAula Introdutória de Saúde Coletiva
Aula Introdutória de Saúde Coletiva
 
Atendente de Farmácia - Doenças respiratórias
Atendente de Farmácia - Doenças respiratóriasAtendente de Farmácia - Doenças respiratórias
Atendente de Farmácia - Doenças respiratórias
 
Atribuições clínicas do farmacêutico
Atribuições clínicas do farmacêuticoAtribuições clínicas do farmacêutico
Atribuições clínicas do farmacêutico
 
Código de ética da profissão farmacêutica
Código de ética da profissão farmacêuticaCódigo de ética da profissão farmacêutica
Código de ética da profissão farmacêutica
 

Destaque

Método Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Método Clínico para os Cuidados FarmacêuticosMétodo Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Método Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Cassyano Correr
 
Proposta consenso atencao_farmaceutica
Proposta consenso atencao_farmaceuticaProposta consenso atencao_farmaceutica
Proposta consenso atencao_farmaceutica
fernandayasmin
 
Fontes de informação - pesquisa de informação científica 1/2
Fontes de informação - pesquisa de informação científica 1/2Fontes de informação - pesquisa de informação científica 1/2
Fontes de informação - pesquisa de informação científica 1/2
Bibliotecas da Universidade de Aveiro
 
Publicacao 107
Publicacao 107Publicacao 107
Publicacao 107
Maria Adriana da Silva
 
1º socorros concluido
1º socorros concluido1º socorros concluido
1º socorros concluido
Janaina Oliveira
 
Interações medicamentosas em pediatria e neonatologia
Interações medicamentosas em pediatria e neonatologiaInterações medicamentosas em pediatria e neonatologia
Interações medicamentosas em pediatria e neonatologia
Sandra Brassica
 
Convulsoes na infancia ufop
Convulsoes na infancia ufopConvulsoes na infancia ufop
Convulsoes na infancia ufop
Leonardo Savassi
 
Programa de Atenção Farmacêutica
Programa de Atenção FarmacêuticaPrograma de Atenção Farmacêutica
Programa de Atenção Farmacêutica
gislaynev
 
Drogas utilizadas em Terapia Intensiva Pediátrica
Drogas utilizadas em Terapia Intensiva PediátricaDrogas utilizadas em Terapia Intensiva Pediátrica
Drogas utilizadas em Terapia Intensiva Pediátrica
Jeferson Espindola
 
Infecção do Trato Urinário na Infância (ITU)
Infecção do Trato Urinário na Infância (ITU) Infecção do Trato Urinário na Infância (ITU)
Infecção do Trato Urinário na Infância (ITU)
blogped1
 
Crises convulsivas na infancia
Crises convulsivas na infanciaCrises convulsivas na infancia
Crises convulsivas na infancia
Henrique Fiorillo
 
Revisão sobre Adesão ao Tratamento
Revisão sobre Adesão ao TratamentoRevisão sobre Adesão ao Tratamento
Revisão sobre Adesão ao Tratamento
Cassyano Correr
 
Conceitos de Atenção Farmacêutica
Conceitos de  Atenção FarmacêuticaConceitos de  Atenção Farmacêutica
Conceitos de Atenção Farmacêutica
Marcelo Polacow Bisson
 
Sedação e Analgesia
Sedação e AnalgesiaSedação e Analgesia
Sedação e Analgesia
Renato Bach
 
Introdução à Atenção Farmacêutica
Introdução à Atenção FarmacêuticaIntrodução à Atenção Farmacêutica
Introdução à Atenção Farmacêutica
Cassyano Correr
 
Farmacoterapia pediátrica e neonatal
Farmacoterapia pediátrica e neonatalFarmacoterapia pediátrica e neonatal
Farmacoterapia pediátrica e neonatal
Sandra Brassica
 
Farmacologia interações e RAM
Farmacologia interações e RAMFarmacologia interações e RAM
Farmacologia interações e RAM
Leonardo Souza
 
Atenção farmacêutica aula i
Atenção farmacêutica    aula iAtenção farmacêutica    aula i
Atenção farmacêutica aula i
Larissa Oliveira Rocha
 
aula 8 - CF2
aula 8 - CF2aula 8 - CF2
aula 8 - CF2
Caio Maximino
 
Farmacodinâmica 2011 2
Farmacodinâmica 2011 2Farmacodinâmica 2011 2
Farmacodinâmica 2011 2
Carlos Collares
 

Destaque (20)

Método Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Método Clínico para os Cuidados FarmacêuticosMétodo Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Método Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
 
Proposta consenso atencao_farmaceutica
Proposta consenso atencao_farmaceuticaProposta consenso atencao_farmaceutica
Proposta consenso atencao_farmaceutica
 
Fontes de informação - pesquisa de informação científica 1/2
Fontes de informação - pesquisa de informação científica 1/2Fontes de informação - pesquisa de informação científica 1/2
Fontes de informação - pesquisa de informação científica 1/2
 
Publicacao 107
Publicacao 107Publicacao 107
Publicacao 107
 
1º socorros concluido
1º socorros concluido1º socorros concluido
1º socorros concluido
 
Interações medicamentosas em pediatria e neonatologia
Interações medicamentosas em pediatria e neonatologiaInterações medicamentosas em pediatria e neonatologia
Interações medicamentosas em pediatria e neonatologia
 
Convulsoes na infancia ufop
Convulsoes na infancia ufopConvulsoes na infancia ufop
Convulsoes na infancia ufop
 
Programa de Atenção Farmacêutica
Programa de Atenção FarmacêuticaPrograma de Atenção Farmacêutica
Programa de Atenção Farmacêutica
 
Drogas utilizadas em Terapia Intensiva Pediátrica
Drogas utilizadas em Terapia Intensiva PediátricaDrogas utilizadas em Terapia Intensiva Pediátrica
Drogas utilizadas em Terapia Intensiva Pediátrica
 
Infecção do Trato Urinário na Infância (ITU)
Infecção do Trato Urinário na Infância (ITU) Infecção do Trato Urinário na Infância (ITU)
Infecção do Trato Urinário na Infância (ITU)
 
Crises convulsivas na infancia
Crises convulsivas na infanciaCrises convulsivas na infancia
Crises convulsivas na infancia
 
Revisão sobre Adesão ao Tratamento
Revisão sobre Adesão ao TratamentoRevisão sobre Adesão ao Tratamento
Revisão sobre Adesão ao Tratamento
 
Conceitos de Atenção Farmacêutica
Conceitos de  Atenção FarmacêuticaConceitos de  Atenção Farmacêutica
Conceitos de Atenção Farmacêutica
 
Sedação e Analgesia
Sedação e AnalgesiaSedação e Analgesia
Sedação e Analgesia
 
Introdução à Atenção Farmacêutica
Introdução à Atenção FarmacêuticaIntrodução à Atenção Farmacêutica
Introdução à Atenção Farmacêutica
 
Farmacoterapia pediátrica e neonatal
Farmacoterapia pediátrica e neonatalFarmacoterapia pediátrica e neonatal
Farmacoterapia pediátrica e neonatal
 
Farmacologia interações e RAM
Farmacologia interações e RAMFarmacologia interações e RAM
Farmacologia interações e RAM
 
Atenção farmacêutica aula i
Atenção farmacêutica    aula iAtenção farmacêutica    aula i
Atenção farmacêutica aula i
 
aula 8 - CF2
aula 8 - CF2aula 8 - CF2
aula 8 - CF2
 
Farmacodinâmica 2011 2
Farmacodinâmica 2011 2Farmacodinâmica 2011 2
Farmacodinâmica 2011 2
 

Semelhante a Fontes de informação sobre medicamentos

Big Cim
Big CimBig Cim
SAÚDE NA INTERNET
SAÚDE NA INTERNETSAÚDE NA INTERNET
SAÚDE NA INTERNET
Rubens De Fraga Junior
 
Ciclo da Assistência Farmacêutica.pptx
Ciclo da Assistência Farmacêutica.pptxCiclo da Assistência Farmacêutica.pptx
Ciclo da Assistência Farmacêutica.pptx
RitaViviane
 
8901
89018901
8901
Mlopes008
 
Cba e integr familia nancy yamauchi abr2012
Cba e integr familia nancy yamauchi abr2012Cba e integr familia nancy yamauchi abr2012
Cba e integr familia nancy yamauchi abr2012
Anais III Simpie
 
Aquisicao de medicamentos_para_a_af_no_sus (1)
Aquisicao de medicamentos_para_a_af_no_sus (1)Aquisicao de medicamentos_para_a_af_no_sus (1)
Aquisicao de medicamentos_para_a_af_no_sus (1)
ARNON ANDRADE
 
Farmácia Clínica como iniciar a fazer .
Farmácia Clínica como iniciar a fazer .Farmácia Clínica como iniciar a fazer .
Farmácia Clínica como iniciar a fazer .
OdilonCalian1
 
Farmácia Integrada 2009
Farmácia Integrada 2009Farmácia Integrada 2009
Farmácia Integrada 2009
Instituto Racine
 
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdfatencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
Naidilene Aguilar
 
Com rcio e_controle_de_qualidade_de_plantas_medicinais_no_brasil
Com rcio e_controle_de_qualidade_de_plantas_medicinais_no_brasilCom rcio e_controle_de_qualidade_de_plantas_medicinais_no_brasil
Com rcio e_controle_de_qualidade_de_plantas_medicinais_no_brasil
Expedito Junio da Silva Sousa
 
Ciclo da assistência farmacêutica1
Ciclo da assistência farmacêutica1Ciclo da assistência farmacêutica1
Ciclo da assistência farmacêutica1
Suzana Zaba Walczak
 
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptxatenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
AlineRibeiro648347
 
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptxatenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
AlineRibeiro648347
 
Etica na publicidade medica
Etica na publicidade medicaEtica na publicidade medica
Etica na publicidade medica
Senior Consultoria em Gestão e Marketing
 
Urm lenita wannmacher
Urm   lenita wannmacherUrm   lenita wannmacher
Urm lenita wannmacher
Luiz Fernando Lopes
 
Artigo p dispensa farm escola
Artigo p dispensa farm escolaArtigo p dispensa farm escola
Artigo p dispensa farm escola
Caroline Rocha
 
Engenharia de software web
Engenharia de software webEngenharia de software web
Engenharia de software web
Luiz Roberto Reinoso
 
Medic time
Medic timeMedic time
Medic time
Vanessa Finoto
 
Assistencia farmaceutica
Assistencia farmaceuticaAssistencia farmaceutica
Assistencia farmaceutica
jlpgemeinder
 
Farmacoté..
Farmacoté..Farmacoté..
Farmacoté..
henriquetabosa
 

Semelhante a Fontes de informação sobre medicamentos (20)

Big Cim
Big CimBig Cim
Big Cim
 
SAÚDE NA INTERNET
SAÚDE NA INTERNETSAÚDE NA INTERNET
SAÚDE NA INTERNET
 
Ciclo da Assistência Farmacêutica.pptx
Ciclo da Assistência Farmacêutica.pptxCiclo da Assistência Farmacêutica.pptx
Ciclo da Assistência Farmacêutica.pptx
 
8901
89018901
8901
 
Cba e integr familia nancy yamauchi abr2012
Cba e integr familia nancy yamauchi abr2012Cba e integr familia nancy yamauchi abr2012
Cba e integr familia nancy yamauchi abr2012
 
Aquisicao de medicamentos_para_a_af_no_sus (1)
Aquisicao de medicamentos_para_a_af_no_sus (1)Aquisicao de medicamentos_para_a_af_no_sus (1)
Aquisicao de medicamentos_para_a_af_no_sus (1)
 
Farmácia Clínica como iniciar a fazer .
Farmácia Clínica como iniciar a fazer .Farmácia Clínica como iniciar a fazer .
Farmácia Clínica como iniciar a fazer .
 
Farmácia Integrada 2009
Farmácia Integrada 2009Farmácia Integrada 2009
Farmácia Integrada 2009
 
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdfatencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
 
Com rcio e_controle_de_qualidade_de_plantas_medicinais_no_brasil
Com rcio e_controle_de_qualidade_de_plantas_medicinais_no_brasilCom rcio e_controle_de_qualidade_de_plantas_medicinais_no_brasil
Com rcio e_controle_de_qualidade_de_plantas_medicinais_no_brasil
 
Ciclo da assistência farmacêutica1
Ciclo da assistência farmacêutica1Ciclo da assistência farmacêutica1
Ciclo da assistência farmacêutica1
 
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptxatenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
 
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptxatenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
 
Etica na publicidade medica
Etica na publicidade medicaEtica na publicidade medica
Etica na publicidade medica
 
Urm lenita wannmacher
Urm   lenita wannmacherUrm   lenita wannmacher
Urm lenita wannmacher
 
Artigo p dispensa farm escola
Artigo p dispensa farm escolaArtigo p dispensa farm escola
Artigo p dispensa farm escola
 
Engenharia de software web
Engenharia de software webEngenharia de software web
Engenharia de software web
 
Medic time
Medic timeMedic time
Medic time
 
Assistencia farmaceutica
Assistencia farmaceuticaAssistencia farmaceutica
Assistencia farmaceutica
 
Farmacoté..
Farmacoté..Farmacoté..
Farmacoté..
 

Mais de Cassyano Correr

Serviços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e Função
Serviços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e FunçãoServiços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e Função
Serviços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e Função
Cassyano Correr
 
10 Passos para a criação de um serviço farmacêutico de sucesso
10 Passos para a criação de um serviço farmacêutico de sucesso10 Passos para a criação de um serviço farmacêutico de sucesso
10 Passos para a criação de um serviço farmacêutico de sucesso
Cassyano Correr
 
Assistência Farmacêutica Avançada - Road Show Brasília - Nov2017
Assistência Farmacêutica Avançada - Road Show Brasília - Nov2017Assistência Farmacêutica Avançada - Road Show Brasília - Nov2017
Assistência Farmacêutica Avançada - Road Show Brasília - Nov2017
Cassyano Correr
 
Livro - Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos
Livro - Farmácia Clínica e Serviços FarmacêuticosLivro - Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos
Livro - Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos
Cassyano Correr
 
Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015
Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015
Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015
Cassyano Correr
 
Revisão sobre Hipertensão Arterial
Revisão sobre Hipertensão ArterialRevisão sobre Hipertensão Arterial
Revisão sobre Hipertensão Arterial
Cassyano Correr
 
Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...
Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...
Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...
Cassyano Correr
 
Revisão sobre Diabetes Mellitus
Revisão sobre Diabetes MellitusRevisão sobre Diabetes Mellitus
Revisão sobre Diabetes Mellitus
Cassyano Correr
 
O que são transtornos menores?
O que são transtornos menores?O que são transtornos menores?
O que são transtornos menores?
Cassyano Correr
 
Cuidados farmacêuticos na gravidez
Cuidados farmacêuticos na gravidezCuidados farmacêuticos na gravidez
Cuidados farmacêuticos na gravidez
Cassyano Correr
 
Pirâmide de Aprendizagem
Pirâmide de AprendizagemPirâmide de Aprendizagem
Pirâmide de Aprendizagem
Cassyano Correr
 
Avaliação Global da Farmacoterapia
Avaliação Global da FarmacoterapiaAvaliação Global da Farmacoterapia
Avaliação Global da Farmacoterapia
Cassyano Correr
 
Asma Brônquica
Asma BrônquicaAsma Brônquica
Asma Brônquica
Cassyano Correr
 
Boas práticas para revisões sistemáticas
Boas práticas para revisões sistemáticasBoas práticas para revisões sistemáticas
Boas práticas para revisões sistemáticas
Cassyano Correr
 
Gestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à Saúde
Gestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à SaúdeGestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à Saúde
Gestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à Saúde
Cassyano Correr
 
Complexidade da farmacoterapia
Complexidade da farmacoterapiaComplexidade da farmacoterapia
Complexidade da farmacoterapia
Cassyano Correr
 
Picadas e mordidas de artrópodes, pediculose e escabiose
Picadas e mordidas de artrópodes, pediculose e escabiosePicadas e mordidas de artrópodes, pediculose e escabiose
Picadas e mordidas de artrópodes, pediculose e escabiose
Cassyano Correr
 
Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...
Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...
Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...
Cassyano Correr
 
QSSF-Brasil
QSSF-BrasilQSSF-Brasil
QSSF-Brasil
Cassyano Correr
 
Avaliação da pressão arterial na farmácia comunitária
Avaliação da pressão arterial na farmácia comunitáriaAvaliação da pressão arterial na farmácia comunitária
Avaliação da pressão arterial na farmácia comunitária
Cassyano Correr
 

Mais de Cassyano Correr (20)

Serviços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e Função
Serviços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e FunçãoServiços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e Função
Serviços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e Função
 
10 Passos para a criação de um serviço farmacêutico de sucesso
10 Passos para a criação de um serviço farmacêutico de sucesso10 Passos para a criação de um serviço farmacêutico de sucesso
10 Passos para a criação de um serviço farmacêutico de sucesso
 
Assistência Farmacêutica Avançada - Road Show Brasília - Nov2017
Assistência Farmacêutica Avançada - Road Show Brasília - Nov2017Assistência Farmacêutica Avançada - Road Show Brasília - Nov2017
Assistência Farmacêutica Avançada - Road Show Brasília - Nov2017
 
Livro - Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos
Livro - Farmácia Clínica e Serviços FarmacêuticosLivro - Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos
Livro - Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos
 
Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015
Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015
Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015
 
Revisão sobre Hipertensão Arterial
Revisão sobre Hipertensão ArterialRevisão sobre Hipertensão Arterial
Revisão sobre Hipertensão Arterial
 
Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...
Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...
Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...
 
Revisão sobre Diabetes Mellitus
Revisão sobre Diabetes MellitusRevisão sobre Diabetes Mellitus
Revisão sobre Diabetes Mellitus
 
O que são transtornos menores?
O que são transtornos menores?O que são transtornos menores?
O que são transtornos menores?
 
Cuidados farmacêuticos na gravidez
Cuidados farmacêuticos na gravidezCuidados farmacêuticos na gravidez
Cuidados farmacêuticos na gravidez
 
Pirâmide de Aprendizagem
Pirâmide de AprendizagemPirâmide de Aprendizagem
Pirâmide de Aprendizagem
 
Avaliação Global da Farmacoterapia
Avaliação Global da FarmacoterapiaAvaliação Global da Farmacoterapia
Avaliação Global da Farmacoterapia
 
Asma Brônquica
Asma BrônquicaAsma Brônquica
Asma Brônquica
 
Boas práticas para revisões sistemáticas
Boas práticas para revisões sistemáticasBoas práticas para revisões sistemáticas
Boas práticas para revisões sistemáticas
 
Gestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à Saúde
Gestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à SaúdeGestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à Saúde
Gestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à Saúde
 
Complexidade da farmacoterapia
Complexidade da farmacoterapiaComplexidade da farmacoterapia
Complexidade da farmacoterapia
 
Picadas e mordidas de artrópodes, pediculose e escabiose
Picadas e mordidas de artrópodes, pediculose e escabiosePicadas e mordidas de artrópodes, pediculose e escabiose
Picadas e mordidas de artrópodes, pediculose e escabiose
 
Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...
Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...
Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...
 
QSSF-Brasil
QSSF-BrasilQSSF-Brasil
QSSF-Brasil
 
Avaliação da pressão arterial na farmácia comunitária
Avaliação da pressão arterial na farmácia comunitáriaAvaliação da pressão arterial na farmácia comunitária
Avaliação da pressão arterial na farmácia comunitária
 

Último

A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
Luiz Henrique Pimentel Novais Silva
 
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
AmaroAlmeidaChimbala
 
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptxDESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
Klaisn
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
marjoguedes1
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdfHistória da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
JandersonGeorgeGuima
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
sula31
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
CatieleAlmeida1
 

Último (8)

A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
 
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
 
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptxDESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
 
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdfHistória da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
 

Fontes de informação sobre medicamentos

  • 1. Fontes de Informação Sobre Medicamentos Para a Atenção Farmacêutica Cassyano J. Correr
  • 2. Atenção Farmacêutica “É uma prática profissional em que o farmacêutico assume a responsabilidade sobre as necessidades do paciente com relação à sua farmacoterapia e adquire um compromisso a respeito” Cipolle et al. Pharmaceutical Care Practice. New York: McGraw-Hill, 1998, p.13.
  • 3. Atenção Farmacêutica Brasil – (...) “Interação direta entre farmacêutico e paciente, visando uma farmacoterapia racional e a obtenção de resultados definidos e mensuráveis” (...) IVAMA, A.M. et al. Consenso Brasileiro de Atenção Farmacêutica: Proposta. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2002.
  • 4. Atenção Farmacêutica Serviços Farmacêuticos cognitivos centrados no paciente que visam otimizar os resultados terapêuticos CORRER, C. J.; MARQUES, G.; PETRIS, A. J. Farmácia Assistencial: O Farmacêutico como prestador de serviços In. Semana De Iniciação Científica Unopar – 2002. Londrina, 2002.
  • 5. Atenção Farmacêutica Macro-componentes: – Dispensação – Atendimento Farmacêutico – Acompanhamento Farmacoterapêutico – (...) IVAMA, A.M. et al. Consenso Brasileiro de Atenção Farmacêutica: Proposta. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2002.
  • 6. Qualidade da atenção à saúde Donabedian – Paradigma S-P-O – Estrutura – Processos - Resultados Donabedian A. Evaluating the quality of medical care. Milbank Mem Fund 1966; 44: 166-203. Farris KB, Kirking DM. Assessing the quality of pharmaceutical care: II. Application of quality assessment from medical care. Ann Pharmacother 1993; 27: 215-223.
  • 7. Atenção Farmacêutica As Fontes de Informação são um apoio – Resolução de problemas de saúde relacionados com medicamentos – Otimização dos processos de indicação e dispensação
  • 8. Fontes de Informação Definição de Informação: “Qualquer classe de conhecimento ou mensagem que se possa utilizar para melhorar ou possibilitar a intervenção” Castillo, P. Med Clin, 99:305-309,1992.
  • 9. Importância da informação “O Medicamento não é somente a substância, mas sim esta somada à informação” Jimeno,V. La información sobre medicamentos:posiciones actuales. CIF 1987;6:307-311.
  • 11. Fontes de Informação Informação  Relacionada com a tomada de decisões Não se trata aqui do conhecimento basal (Background)  Formação
  • 12. Necessidades da informação sobre medicamentos Acessibilidade Confiabilidade Completude Aplicabilidade Fernández-Llimós F. La información sobre medicamentos para la farmacia comunitaria. Pharm Care Esp 1999; 1: 90-96.
  • 13. Acessibilidade Capacidade de obter a informação no momento necessário.
  • 14. Confiabilidade Capacidade de oferecer confiança quanto à veracidade do conteúdo da informação.
  • 15. Completude Propriedade de ser completa e equilibrada e, por tanto, estar atualizada.
  • 16. Aplicabilidade Capacidade de ser útil à tomada de decisões que motivou sua busca.
  • 17. Tipos de Fontes Fontes Primárias Fontes Secundárias Fontes Terciárias
  • 19. Informação da Indústria Publicidade ≠ Informação
  • 20. Informação da Indústria Novidade Atrativa Gratuita Oficial (Ficha técnica) Não isenta (Marketing) Objetiva promoção e vendas
  • 21. INTERNET É uma boa Fonte de Informação ?
  • 22. INTERNET Não é uma fonte de informação!!!
  • 23. INTERNET É um veículo por onde é transmitida a informação...
  • 24. Acesso à Informação na prática farmacêutica 1. Terciárias 2. Outras terciárias 3. Mais terciárias 4. Mais alguma terciária e fontes externas 5. Secundárias + Primárias
  • 28. Bases de Dados on-line http://www2.uol.com.br/remedios/
  • 29. Bases de Dados on-line http://bulario.bvs.br/
  • 30. Bases de Dados on-line http://www.anvisa.gov.br/divulga/public/livro_eletronico/INDEX.HTM
  • 31. Bases de Dados on-line http://www.medscape.com/druginfo
  • 32. Outros sites: www.vademecum.medicum.es www.prvademecum.com www.rxlist.com www.infarmed.pt/prontuario/ www.appco.com.au/appguide/ www.infomedicamento.netwww.docguide.com www.hon.ch/MedHunt/ www.webmedlit.com www.medlineplus.gov/spanish/