SlideShare uma empresa Scribd logo
SAIR
SAIR
Como Organizar Uma Farmácia
SAIR
Como Organizar Uma Farmácia
Critérios básicos de organização
Para organizar uma farmácia ou drogaria existem alguns critérios que
tornam mais eficiente e prático o trabalho do balconista. Toda farmácia
trabalha com milhares de remédios, que envolvem diferentes
fabricantes e diversas apresentações, o que torna fundamental a
organização de prateleiras e gavetas para facilitar a procura de cada
remédio.
SAIR
Como Organizar Uma Farmácia
Critérios básicos de organização
Para organizar uma farmácia ou drogaria existem alguns critérios que
tornam mais eficiente e prático o trabalho do balconista. Toda farmácia
trabalha com milhares de remédios, que envolvem diferentes
fabricantes e diversas apresentações, o que torna fundamental a
organização de prateleiras e gavetas para facilitar a procura de cada
remédio.
Para isto, existem formas padronizadas para melhor organizar uma farmácia. Ela
começa pela separação dos medicamentos e outros produtos de acordo com o
laboratório, a ordem alfabética do medicamento e o grupo ou seção em que ele se
enquadra, obedecendo à forma de apresentação e o uso do medicamento. A
farmácia, portanto, possui vários grupos e seções que podem ser divididos em:
SAIR
Como Organizar Uma Farmácia
• Seção ou grupo de comprimidos, drágeas, cápsulas, pastilhas e
pílulas.
• Seção ou grupo de ampolas injetáveis e orais.
• Seção ou grupo de medicamentos líquidos, em suspensão, as
geléias, os elixires, sprays, gotas, xaropes.
* Seção de cremes, pomadas, ungüentos, supositórios, óvulos,
bastões, inaladores, pós, granulados e calicidas.
• Seção ou grupo de envelopes de comprimidos ou pós que vêm em
embalagens múltiplas e que podem ser comercializados de forma
avulsa. Estes produtos são usualmente guardados em gavetas e na
parte externa delas coloca-se uma etiqueta que identifica o produto.
• Seção ou grupo de medicamentos que têm venda controlada, como
psicotrópicos e entorpecentes. Estes remédios normalmente estão
agrupados no fundo da farmácia, próximo à gerência, para maior
controle de suas vendas.
Existem farmácias ou drogarias que separam os produtos de alta
rotatividade, como vitaminas, analgésicos, antigripais, que são mais
conhecidos pela população e tem maior saída.
SAIR
Como Organizar Uma Farmácia
Os produtos de perfumaria, higiene e limpeza, acessórios médicos e
odontológicos também possuem prateleiras próprias.
SAIR
Como Organizar Uma Farmácia
Os produtos de perfumaria, higiene e limpeza, acessórios médicos e
odontológicos também possuem prateleiras próprias.
Outros métodos de organização
Outra forma de organização da prateleira é manter por ordem alfa-
bética e por seções, porém agrupando os medicamentos de acordo
com os laboratórios fabricantes, que normalmente têm uma
padronização na embalagem e cor.
SAIR
Como Organizar Uma Farmácia
Os produtos de perfumaria, higiene e limpeza, acessórios médicos e
odontológicos também possuem prateleiras próprias.
Outros métodos de organização
Outra forma de organização da prateleira é manter por ordem alfa-
bética e por seções, porém agrupando os medicamentos de acordo
com os laboratórios fabricantes, que normalmente têm uma
padronização na embalagem e cor.
Neste caso, se o balconista conhece o laboratório que produz o medicamento é
mais fácil identificar o remédio na prateleira. Há farmácias ou drogarias que
agrupam os medicamentos somente em ordem alfabética.
SAIR
Como Organizar Uma Farmácia
Os produtos de perfumaria, higiene e limpeza, acessórios médicos e
odontológicos também possuem prateleiras próprias.
Outros métodos de organização
Outra forma de organização da prateleira é manter por ordem alfa-
bética e por seções, porém agrupando os medicamentos de acordo
com os laboratórios fabricantes, que normalmente têm uma
padronização na embalagem e cor.
Neste caso, se o balconista conhece o laboratório que produz o medicamento é
mais fácil identificar o remédio na prateleira. Há farmácias ou drogarias que
agrupam os medicamentos somente em ordem alfabética.
Existem ainda outros aspectos que são importantes para a correia organização das
farmácias e drogarias. Nas drogarias os medicamentos comercializados estão
sempre nas suas embalagens originais. Já nas farmácias existem fórmulas que são
manipuladas em seus próprios laboratórios e são organizadas de acordo com o tipo
de fórmula e encomenda dos clientes.
SAIR
Como Organizar Uma Farmácia
As farmácias de hospitais adotam critério diferenciado na sua forma de
organização. Os medicamentos são agrupados segundo a sua
apresentação e especialidade. No caso dos analgésicos, por exemplo,
os comprimidos ficam de um lado e os analgésicos em gotas de outro.
SAIR
FIM da Aula

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

3 fórmulas e formas farmacêuticas ( pdf )
3  fórmulas e formas farmacêuticas  ( pdf )3  fórmulas e formas farmacêuticas  ( pdf )
3 fórmulas e formas farmacêuticas ( pdf )
Marcelo Gomes
 
Aula 1 (1)
Aula 1 (1)Aula 1 (1)
10 atendente de farmácia (dispensação de farmacia)
10   atendente de farmácia (dispensação de farmacia)10   atendente de farmácia (dispensação de farmacia)
10 atendente de farmácia (dispensação de farmacia)
Elizeu Ferro
 
04 atendente de farmácia (classificação de medicamentos)
04   atendente de farmácia (classificação de medicamentos)04   atendente de farmácia (classificação de medicamentos)
04 atendente de farmácia (classificação de medicamentos)
Elizeu Ferro
 
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentosAtendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
Luis Antonio Cezar Junior
 
Atendente de Farmácia - Origem e evolução da farmácia
Atendente de Farmácia - Origem e evolução da farmáciaAtendente de Farmácia - Origem e evolução da farmácia
Atendente de Farmácia - Origem e evolução da farmácia
Luis Antonio Cezar Junior
 
Atendente de Farmácia - Leis & Drogarias
Atendente de Farmácia -   Leis & DrogariasAtendente de Farmácia -   Leis & Drogarias
Atendente de Farmácia - Leis & Drogarias
Luis Antonio Cezar Junior
 
Código de ética da profissão farmacêutica
Código de ética da profissão farmacêuticaCódigo de ética da profissão farmacêutica
Código de ética da profissão farmacêutica
Marcelo Polacow Bisson
 
Noções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêuticaNoções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêutica
Leonardo Souza
 
Introdução à Farmacologia
Introdução à FarmacologiaIntrodução à Farmacologia
Introdução à Farmacologia
Maria Silene Silva
 
Atendente de Farmácia - interações medicamentosas
Atendente de Farmácia - interações medicamentosasAtendente de Farmácia - interações medicamentosas
Atendente de Farmácia - interações medicamentosas
Luis Antonio Cezar Junior
 
1ª aula atendente de farmácia
1ª aula atendente de farmácia1ª aula atendente de farmácia
1ª aula atendente de farmácia
Claudio Luis Venturini
 
Formas farmacêuticas
Formas farmacêuticasFormas farmacêuticas
Formas farmacêuticas
Venturini Cláudio Luís
 
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de EnfermagemIntrodução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
RAYANE DORNELAS
 
Formas farmacêuticas
Formas farmacêuticasFormas farmacêuticas
Formas farmacêuticas
Click Farma
 
Formas farmaceuticas
Formas farmaceuticasFormas farmaceuticas
Medicamentos
MedicamentosMedicamentos
Medicamentos
Leonardo Souza
 
Noções de farmacologia
Noções de farmacologiaNoções de farmacologia
Noções de farmacologia
Sheilla Sandes
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Farmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinéticaFarmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinética
anafreato
 

Mais procurados (20)

3 fórmulas e formas farmacêuticas ( pdf )
3  fórmulas e formas farmacêuticas  ( pdf )3  fórmulas e formas farmacêuticas  ( pdf )
3 fórmulas e formas farmacêuticas ( pdf )
 
Aula 1 (1)
Aula 1 (1)Aula 1 (1)
Aula 1 (1)
 
10 atendente de farmácia (dispensação de farmacia)
10   atendente de farmácia (dispensação de farmacia)10   atendente de farmácia (dispensação de farmacia)
10 atendente de farmácia (dispensação de farmacia)
 
04 atendente de farmácia (classificação de medicamentos)
04   atendente de farmácia (classificação de medicamentos)04   atendente de farmácia (classificação de medicamentos)
04 atendente de farmácia (classificação de medicamentos)
 
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentosAtendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
 
Atendente de Farmácia - Origem e evolução da farmácia
Atendente de Farmácia - Origem e evolução da farmáciaAtendente de Farmácia - Origem e evolução da farmácia
Atendente de Farmácia - Origem e evolução da farmácia
 
Atendente de Farmácia - Leis & Drogarias
Atendente de Farmácia -   Leis & DrogariasAtendente de Farmácia -   Leis & Drogarias
Atendente de Farmácia - Leis & Drogarias
 
Código de ética da profissão farmacêutica
Código de ética da profissão farmacêuticaCódigo de ética da profissão farmacêutica
Código de ética da profissão farmacêutica
 
Noções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêuticaNoções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêutica
 
Introdução à Farmacologia
Introdução à FarmacologiaIntrodução à Farmacologia
Introdução à Farmacologia
 
Atendente de Farmácia - interações medicamentosas
Atendente de Farmácia - interações medicamentosasAtendente de Farmácia - interações medicamentosas
Atendente de Farmácia - interações medicamentosas
 
1ª aula atendente de farmácia
1ª aula atendente de farmácia1ª aula atendente de farmácia
1ª aula atendente de farmácia
 
Formas farmacêuticas
Formas farmacêuticasFormas farmacêuticas
Formas farmacêuticas
 
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de EnfermagemIntrodução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
 
Formas farmacêuticas
Formas farmacêuticasFormas farmacêuticas
Formas farmacêuticas
 
Formas farmaceuticas
Formas farmaceuticasFormas farmaceuticas
Formas farmaceuticas
 
Medicamentos
MedicamentosMedicamentos
Medicamentos
 
Noções de farmacologia
Noções de farmacologiaNoções de farmacologia
Noções de farmacologia
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Farmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinéticaFarmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinética
 

Semelhante a 09 atendente de farmácia (organização de uma farmácia)

Aula 01 de At.Far. 17.06.23.pptx
Aula 01 de At.Far. 17.06.23.pptxAula 01 de At.Far. 17.06.23.pptx
Aula 01 de At.Far. 17.06.23.pptx
Fernando Naize
 
08 atendente de farmácia (tipos de famácia parte 02)
08   atendente de farmácia (tipos de famácia parte 02)08   atendente de farmácia (tipos de famácia parte 02)
08 atendente de farmácia (tipos de famácia parte 02)
Elizeu Ferro
 
Curso balconista farmacia
Curso balconista farmaciaCurso balconista farmacia
Curso balconista farmacia
FranciscoPaiva31
 
FARMACIA.pptx
FARMACIA.pptxFARMACIA.pptx
FARMACIA.pptx
DayannaCarolina7
 
Treinamento_pharma_embalagemmedicamento_fnc_balcao_180622
Treinamento_pharma_embalagemmedicamento_fnc_balcao_180622Treinamento_pharma_embalagemmedicamento_fnc_balcao_180622
Treinamento_pharma_embalagemmedicamento_fnc_balcao_180622
Fabiana Nepomuceno
 
Polifarmacia
PolifarmaciaPolifarmacia
Polifarmacia
natalineller
 
AULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdf
AULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdfAULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdf
AULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdf
DavemacklinMaia
 
A Importância de evitar a ruptura de estoque
A Importância de evitar a ruptura de estoqueA Importância de evitar a ruptura de estoque
A Importância de evitar a ruptura de estoque
DESENVOLVA CONSULTORIA
 
Competencia%202.1
Competencia%202.1Competencia%202.1
Competencia%202.1
Adivair Gabriel da Silva
 
06 atendente de farmácia (informação sobre medicamentos)
06   atendente de farmácia (informação sobre medicamentos)06   atendente de farmácia (informação sobre medicamentos)
06 atendente de farmácia (informação sobre medicamentos)
Elizeu Ferro
 
2015 apres med sob controle especial completa ssh
2015 apres med sob controle especial completa ssh2015 apres med sob controle especial completa ssh
2015 apres med sob controle especial completa ssh
farmwaine
 
PES 2.0 Dispensação de Medicamentos e Formas Farmacêuticas
PES 2.0 Dispensação de Medicamentos e Formas FarmacêuticasPES 2.0 Dispensação de Medicamentos e Formas Farmacêuticas
PES 2.0 Dispensação de Medicamentos e Formas Farmacêuticas
Farmacêutico Digital
 
ESTUDO SOBRE A MARCA PHARMAPELE
ESTUDO SOBRE A MARCA PHARMAPELEESTUDO SOBRE A MARCA PHARMAPELE
ESTUDO SOBRE A MARCA PHARMAPELE
Ingrid Lorrana Ferreira Sobreira
 
MEDICAMENTOS MANIPULADOS
MEDICAMENTOS MANIPULADOS MEDICAMENTOS MANIPULADOS
MEDICAMENTOS MANIPULADOS
Carleandro Queiroz
 
Farmacia hospitalar 2_de38108ffc0af8a6c9c4f6ed22d0130c.pdf
Farmacia hospitalar 2_de38108ffc0af8a6c9c4f6ed22d0130c.pdfFarmacia hospitalar 2_de38108ffc0af8a6c9c4f6ed22d0130c.pdf
Farmacia hospitalar 2_de38108ffc0af8a6c9c4f6ed22d0130c.pdf
anapaularodri9
 
Merchandising - Rede Farma&Farma
Merchandising - Rede Farma&FarmaMerchandising - Rede Farma&Farma
Merchandising - Rede Farma&Farma
Andrea Flash
 
Curso de Balconista de farmacia
Curso de Balconista de farmaciaCurso de Balconista de farmacia
Curso de Balconista de farmacia
Canal Maktub
 
Importancia da elaboração de monografias de plantas
Importancia da elaboração de monografias de plantasImportancia da elaboração de monografias de plantas
Importancia da elaboração de monografias de plantas
Universidade Anhanguera de São Paulo - Unidade Pirituba
 
Balconista de farmacia_sp__32296 (1)
Balconista de farmacia_sp__32296 (1)Balconista de farmacia_sp__32296 (1)
Balconista de farmacia_sp__32296 (1)
Beth Vitoria
 

Semelhante a 09 atendente de farmácia (organização de uma farmácia) (19)

Aula 01 de At.Far. 17.06.23.pptx
Aula 01 de At.Far. 17.06.23.pptxAula 01 de At.Far. 17.06.23.pptx
Aula 01 de At.Far. 17.06.23.pptx
 
08 atendente de farmácia (tipos de famácia parte 02)
08   atendente de farmácia (tipos de famácia parte 02)08   atendente de farmácia (tipos de famácia parte 02)
08 atendente de farmácia (tipos de famácia parte 02)
 
Curso balconista farmacia
Curso balconista farmaciaCurso balconista farmacia
Curso balconista farmacia
 
FARMACIA.pptx
FARMACIA.pptxFARMACIA.pptx
FARMACIA.pptx
 
Treinamento_pharma_embalagemmedicamento_fnc_balcao_180622
Treinamento_pharma_embalagemmedicamento_fnc_balcao_180622Treinamento_pharma_embalagemmedicamento_fnc_balcao_180622
Treinamento_pharma_embalagemmedicamento_fnc_balcao_180622
 
Polifarmacia
PolifarmaciaPolifarmacia
Polifarmacia
 
AULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdf
AULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdfAULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdf
AULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdf
 
A Importância de evitar a ruptura de estoque
A Importância de evitar a ruptura de estoqueA Importância de evitar a ruptura de estoque
A Importância de evitar a ruptura de estoque
 
Competencia%202.1
Competencia%202.1Competencia%202.1
Competencia%202.1
 
06 atendente de farmácia (informação sobre medicamentos)
06   atendente de farmácia (informação sobre medicamentos)06   atendente de farmácia (informação sobre medicamentos)
06 atendente de farmácia (informação sobre medicamentos)
 
2015 apres med sob controle especial completa ssh
2015 apres med sob controle especial completa ssh2015 apres med sob controle especial completa ssh
2015 apres med sob controle especial completa ssh
 
PES 2.0 Dispensação de Medicamentos e Formas Farmacêuticas
PES 2.0 Dispensação de Medicamentos e Formas FarmacêuticasPES 2.0 Dispensação de Medicamentos e Formas Farmacêuticas
PES 2.0 Dispensação de Medicamentos e Formas Farmacêuticas
 
ESTUDO SOBRE A MARCA PHARMAPELE
ESTUDO SOBRE A MARCA PHARMAPELEESTUDO SOBRE A MARCA PHARMAPELE
ESTUDO SOBRE A MARCA PHARMAPELE
 
MEDICAMENTOS MANIPULADOS
MEDICAMENTOS MANIPULADOS MEDICAMENTOS MANIPULADOS
MEDICAMENTOS MANIPULADOS
 
Farmacia hospitalar 2_de38108ffc0af8a6c9c4f6ed22d0130c.pdf
Farmacia hospitalar 2_de38108ffc0af8a6c9c4f6ed22d0130c.pdfFarmacia hospitalar 2_de38108ffc0af8a6c9c4f6ed22d0130c.pdf
Farmacia hospitalar 2_de38108ffc0af8a6c9c4f6ed22d0130c.pdf
 
Merchandising - Rede Farma&Farma
Merchandising - Rede Farma&FarmaMerchandising - Rede Farma&Farma
Merchandising - Rede Farma&Farma
 
Curso de Balconista de farmacia
Curso de Balconista de farmaciaCurso de Balconista de farmacia
Curso de Balconista de farmacia
 
Importancia da elaboração de monografias de plantas
Importancia da elaboração de monografias de plantasImportancia da elaboração de monografias de plantas
Importancia da elaboração de monografias de plantas
 
Balconista de farmacia_sp__32296 (1)
Balconista de farmacia_sp__32296 (1)Balconista de farmacia_sp__32296 (1)
Balconista de farmacia_sp__32296 (1)
 

Mais de Elizeu Ferro

13 atendente de farmácia (calculos na farmacia)
13   atendente de farmácia (calculos na farmacia)13   atendente de farmácia (calculos na farmacia)
13 atendente de farmácia (calculos na farmacia)
Elizeu Ferro
 
12 atendente de farmácia (aplicação de injeções)
12   atendente de farmácia (aplicação de injeções)12   atendente de farmácia (aplicação de injeções)
12 atendente de farmácia (aplicação de injeções)
Elizeu Ferro
 
11 atendente de farmácia (serviços farmaceuticos)
11   atendente de farmácia (serviços farmaceuticos)11   atendente de farmácia (serviços farmaceuticos)
11 atendente de farmácia (serviços farmaceuticos)
Elizeu Ferro
 
08 atendente de farmácia (tipos de famácia parte 01)
08   atendente de farmácia (tipos de famácia parte 01)08   atendente de farmácia (tipos de famácia parte 01)
08 atendente de farmácia (tipos de famácia parte 01)
Elizeu Ferro
 
07 atendente de farmácia (descrição de medicamentos)
07   atendente de farmácia (descrição de medicamentos)07   atendente de farmácia (descrição de medicamentos)
07 atendente de farmácia (descrição de medicamentos)
Elizeu Ferro
 
03 atendente de farmácia (o farmaco e o organismo)
03   atendente de farmácia (o farmaco e o organismo)03   atendente de farmácia (o farmaco e o organismo)
03 atendente de farmácia (o farmaco e o organismo)
Elizeu Ferro
 
02 atendente de farmácia (farmacologia)
02   atendente de farmácia (farmacologia)02   atendente de farmácia (farmacologia)
02 atendente de farmácia (farmacologia)
Elizeu Ferro
 
01 atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
01   atendente de farmácia (conceitos fundamentais)01   atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
01 atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
Elizeu Ferro
 
18 administração (marketing pessoal)
18   administração (marketing pessoal)18   administração (marketing pessoal)
18 administração (marketing pessoal)
Elizeu Ferro
 
17 administração (relaçãos interpessoais)
17   administração (relaçãos interpessoais)17   administração (relaçãos interpessoais)
17 administração (relaçãos interpessoais)
Elizeu Ferro
 
15 administração (treinamento e avaliação)
15   administração (treinamento e avaliação)15   administração (treinamento e avaliação)
15 administração (treinamento e avaliação)
Elizeu Ferro
 
14 administração (r.h)
14   administração (r.h)14   administração (r.h)
14 administração (r.h)
Elizeu Ferro
 
13 administração (controle de marketing)
13   administração (controle de marketing)13   administração (controle de marketing)
13 administração (controle de marketing)
Elizeu Ferro
 
12 administração (estratégia de marketing)
12   administração (estratégia de marketing)12   administração (estratégia de marketing)
12 administração (estratégia de marketing)
Elizeu Ferro
 
11 administração (planejamento de vendas)
11   administração (planejamento de vendas)11   administração (planejamento de vendas)
11 administração (planejamento de vendas)
Elizeu Ferro
 
10 administração (negociação)
10   administração (negociação)10   administração (negociação)
10 administração (negociação)
Elizeu Ferro
 
09 administração (gestão de documentos parte 3)
09   administração (gestão de documentos parte 3)09   administração (gestão de documentos parte 3)
09 administração (gestão de documentos parte 3)
Elizeu Ferro
 
09 administração (gestão de documentos parte 2)
09   administração (gestão de documentos parte 2)09   administração (gestão de documentos parte 2)
09 administração (gestão de documentos parte 2)
Elizeu Ferro
 
09 administração (gestão de documentos parte 1)
09   administração (gestão de documentos parte 1)09   administração (gestão de documentos parte 1)
09 administração (gestão de documentos parte 1)
Elizeu Ferro
 
08 administração (documento fiscal parte 2)
08   administração (documento fiscal parte 2)08   administração (documento fiscal parte 2)
08 administração (documento fiscal parte 2)
Elizeu Ferro
 

Mais de Elizeu Ferro (20)

13 atendente de farmácia (calculos na farmacia)
13   atendente de farmácia (calculos na farmacia)13   atendente de farmácia (calculos na farmacia)
13 atendente de farmácia (calculos na farmacia)
 
12 atendente de farmácia (aplicação de injeções)
12   atendente de farmácia (aplicação de injeções)12   atendente de farmácia (aplicação de injeções)
12 atendente de farmácia (aplicação de injeções)
 
11 atendente de farmácia (serviços farmaceuticos)
11   atendente de farmácia (serviços farmaceuticos)11   atendente de farmácia (serviços farmaceuticos)
11 atendente de farmácia (serviços farmaceuticos)
 
08 atendente de farmácia (tipos de famácia parte 01)
08   atendente de farmácia (tipos de famácia parte 01)08   atendente de farmácia (tipos de famácia parte 01)
08 atendente de farmácia (tipos de famácia parte 01)
 
07 atendente de farmácia (descrição de medicamentos)
07   atendente de farmácia (descrição de medicamentos)07   atendente de farmácia (descrição de medicamentos)
07 atendente de farmácia (descrição de medicamentos)
 
03 atendente de farmácia (o farmaco e o organismo)
03   atendente de farmácia (o farmaco e o organismo)03   atendente de farmácia (o farmaco e o organismo)
03 atendente de farmácia (o farmaco e o organismo)
 
02 atendente de farmácia (farmacologia)
02   atendente de farmácia (farmacologia)02   atendente de farmácia (farmacologia)
02 atendente de farmácia (farmacologia)
 
01 atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
01   atendente de farmácia (conceitos fundamentais)01   atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
01 atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
 
18 administração (marketing pessoal)
18   administração (marketing pessoal)18   administração (marketing pessoal)
18 administração (marketing pessoal)
 
17 administração (relaçãos interpessoais)
17   administração (relaçãos interpessoais)17   administração (relaçãos interpessoais)
17 administração (relaçãos interpessoais)
 
15 administração (treinamento e avaliação)
15   administração (treinamento e avaliação)15   administração (treinamento e avaliação)
15 administração (treinamento e avaliação)
 
14 administração (r.h)
14   administração (r.h)14   administração (r.h)
14 administração (r.h)
 
13 administração (controle de marketing)
13   administração (controle de marketing)13   administração (controle de marketing)
13 administração (controle de marketing)
 
12 administração (estratégia de marketing)
12   administração (estratégia de marketing)12   administração (estratégia de marketing)
12 administração (estratégia de marketing)
 
11 administração (planejamento de vendas)
11   administração (planejamento de vendas)11   administração (planejamento de vendas)
11 administração (planejamento de vendas)
 
10 administração (negociação)
10   administração (negociação)10   administração (negociação)
10 administração (negociação)
 
09 administração (gestão de documentos parte 3)
09   administração (gestão de documentos parte 3)09   administração (gestão de documentos parte 3)
09 administração (gestão de documentos parte 3)
 
09 administração (gestão de documentos parte 2)
09   administração (gestão de documentos parte 2)09   administração (gestão de documentos parte 2)
09 administração (gestão de documentos parte 2)
 
09 administração (gestão de documentos parte 1)
09   administração (gestão de documentos parte 1)09   administração (gestão de documentos parte 1)
09 administração (gestão de documentos parte 1)
 
08 administração (documento fiscal parte 2)
08   administração (documento fiscal parte 2)08   administração (documento fiscal parte 2)
08 administração (documento fiscal parte 2)
 

Último

O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 

Último (20)

O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 

09 atendente de farmácia (organização de uma farmácia)

  • 3. SAIR Como Organizar Uma Farmácia Critérios básicos de organização Para organizar uma farmácia ou drogaria existem alguns critérios que tornam mais eficiente e prático o trabalho do balconista. Toda farmácia trabalha com milhares de remédios, que envolvem diferentes fabricantes e diversas apresentações, o que torna fundamental a organização de prateleiras e gavetas para facilitar a procura de cada remédio.
  • 4. SAIR Como Organizar Uma Farmácia Critérios básicos de organização Para organizar uma farmácia ou drogaria existem alguns critérios que tornam mais eficiente e prático o trabalho do balconista. Toda farmácia trabalha com milhares de remédios, que envolvem diferentes fabricantes e diversas apresentações, o que torna fundamental a organização de prateleiras e gavetas para facilitar a procura de cada remédio. Para isto, existem formas padronizadas para melhor organizar uma farmácia. Ela começa pela separação dos medicamentos e outros produtos de acordo com o laboratório, a ordem alfabética do medicamento e o grupo ou seção em que ele se enquadra, obedecendo à forma de apresentação e o uso do medicamento. A farmácia, portanto, possui vários grupos e seções que podem ser divididos em:
  • 5. SAIR Como Organizar Uma Farmácia • Seção ou grupo de comprimidos, drágeas, cápsulas, pastilhas e pílulas. • Seção ou grupo de ampolas injetáveis e orais. • Seção ou grupo de medicamentos líquidos, em suspensão, as geléias, os elixires, sprays, gotas, xaropes. * Seção de cremes, pomadas, ungüentos, supositórios, óvulos, bastões, inaladores, pós, granulados e calicidas. • Seção ou grupo de envelopes de comprimidos ou pós que vêm em embalagens múltiplas e que podem ser comercializados de forma avulsa. Estes produtos são usualmente guardados em gavetas e na parte externa delas coloca-se uma etiqueta que identifica o produto. • Seção ou grupo de medicamentos que têm venda controlada, como psicotrópicos e entorpecentes. Estes remédios normalmente estão agrupados no fundo da farmácia, próximo à gerência, para maior controle de suas vendas. Existem farmácias ou drogarias que separam os produtos de alta rotatividade, como vitaminas, analgésicos, antigripais, que são mais conhecidos pela população e tem maior saída.
  • 6. SAIR Como Organizar Uma Farmácia Os produtos de perfumaria, higiene e limpeza, acessórios médicos e odontológicos também possuem prateleiras próprias.
  • 7. SAIR Como Organizar Uma Farmácia Os produtos de perfumaria, higiene e limpeza, acessórios médicos e odontológicos também possuem prateleiras próprias. Outros métodos de organização Outra forma de organização da prateleira é manter por ordem alfa- bética e por seções, porém agrupando os medicamentos de acordo com os laboratórios fabricantes, que normalmente têm uma padronização na embalagem e cor.
  • 8. SAIR Como Organizar Uma Farmácia Os produtos de perfumaria, higiene e limpeza, acessórios médicos e odontológicos também possuem prateleiras próprias. Outros métodos de organização Outra forma de organização da prateleira é manter por ordem alfa- bética e por seções, porém agrupando os medicamentos de acordo com os laboratórios fabricantes, que normalmente têm uma padronização na embalagem e cor. Neste caso, se o balconista conhece o laboratório que produz o medicamento é mais fácil identificar o remédio na prateleira. Há farmácias ou drogarias que agrupam os medicamentos somente em ordem alfabética.
  • 9. SAIR Como Organizar Uma Farmácia Os produtos de perfumaria, higiene e limpeza, acessórios médicos e odontológicos também possuem prateleiras próprias. Outros métodos de organização Outra forma de organização da prateleira é manter por ordem alfa- bética e por seções, porém agrupando os medicamentos de acordo com os laboratórios fabricantes, que normalmente têm uma padronização na embalagem e cor. Neste caso, se o balconista conhece o laboratório que produz o medicamento é mais fácil identificar o remédio na prateleira. Há farmácias ou drogarias que agrupam os medicamentos somente em ordem alfabética. Existem ainda outros aspectos que são importantes para a correia organização das farmácias e drogarias. Nas drogarias os medicamentos comercializados estão sempre nas suas embalagens originais. Já nas farmácias existem fórmulas que são manipuladas em seus próprios laboratórios e são organizadas de acordo com o tipo de fórmula e encomenda dos clientes.
  • 10. SAIR Como Organizar Uma Farmácia As farmácias de hospitais adotam critério diferenciado na sua forma de organização. Os medicamentos são agrupados segundo a sua apresentação e especialidade. No caso dos analgésicos, por exemplo, os comprimidos ficam de um lado e os analgésicos em gotas de outro.