A Radioterapia no tratamento do
Câncer Ginecológico
Dra. Juliana Karassawa Helito
Radioncologista
Hospital Israelita Alber...
Introdução
• O Câncer de colo uterino é um dos mais comuns entre as mulheres,
no Brasil
• Está relacionado a infecção por ...
Introdução
3o
7o
www.inca.gov.br
Introdução
• O câncer de endométrio está crescendo em incidência no Brasil
• A Cirurgia tem papel fundamental para o estad...
O que é a Radioterapia?
Tratamento que utiliza radiação ionizante com intuito de erradicar/
impedir a replicação de célula...
Ação Direta
DNA
Célula Tumoral
Célula Tumoral
Ação Direta
DNA
Ação Indireta
Célula Tumoral
DNA
- -
+
+
0
e-
+
+e-
e-
0
DNA
Célula Tumoral
Ação Indireta
- -
+
+
0
e-
+
+e-
e-
0
Lesão ao DNA
Podendo levar
à morte
tumoral
DNA
Célula Tumoral
Radioterapia
• Radioterapia externa x Braquiterapia
• Efeitos adversos dependem da localização tratada e da dose
recebida
...
Tratamentos 2D...
Eram utilizados RaioX para planejamentos da radioterapia
Tratamentos 3D...
Uso de TC para delinear alvos e planejamento computadorizado
IMRT / VMAT
Planejamentos mais complexos com possibilidade de depositar doses altas
em determinadas regiões e diminuir dos...
IGRT com Portal Vision
Radiografias Planas Ortogonais em Tempo Real
Portal Vision
permite:
• Correção do
posicionamento
IGRT com CBCT
Tomografia Computadorizada em Tempo Real
CBCT permite:
1. Correção do
posicionamento
2. Avaliação das
mudanç...
Movimentação interna dos orgãos
Bexiga
vazia
Útero e
vagina
Movimentação interna dos orgãos
Bexiga
cheia
Útero e
vagina
Movimentação interna dos orgãos
Movimentação do útero
depende da repleção da
bexiga
Movimentação interna dos orgãos
Redução das doses em
tecidos sadios da pelve e
abdome
Redução dos efeitos adversos
da radioterapia
Ardência
ao urinar
Aume...
Braquiterapia 2D
Braquiterapia 3D
• Capacidade de visualizar melhor o tumor e saber se cobertura de
dose adequada. Principalmente em tumore...
Braquiterapia 3D
Aplicador vaginal de braquiterapia
Verdades ou Mitos?
• Estou radioativa? Posso ter contato com as pessoas?
• Queimaduras na pele?
• Perda dos cabelos, cílio...
• Apesar de todo avanço tecnológico e capacitação
profissional, o tratamento bem sucedido depende do
comprometimento do pa...
Todos por vocês!
Equipe Radioterapia
Hospital Israelita Albert Einstein
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Radioterapia no Tratamento Ginecológico - Juliana Helito

794 visualizações

Publicada em

Palestra apresentada por Juliana Helito no dia 19/09/2015, no II Encontro de Pacientes com Câncer Ginecológico

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
794
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
27
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Radioterapia no Tratamento Ginecológico - Juliana Helito

  1. 1. A Radioterapia no tratamento do Câncer Ginecológico Dra. Juliana Karassawa Helito Radioncologista Hospital Israelita Albert Einstein
  2. 2. Introdução • O Câncer de colo uterino é um dos mais comuns entre as mulheres, no Brasil • Está relacionado a infecção por HPV, início de atividade sexual precoce, múltiplos parceiros, tabagismo. • A Radioterapia tem papel importante no tratamento desses tumores • Tratamento pode ser multimodal a depender do estadiamento
  3. 3. Introdução 3o 7o www.inca.gov.br
  4. 4. Introdução • O câncer de endométrio está crescendo em incidência no Brasil • A Cirurgia tem papel fundamental para o estadiamento/ tratamento desses tumores • A Radioterapia pode ser empregada após a cirurgia para aumentar controle da doença, a depender das características/ estadiamento do tumor, assim como a quimioterapia.
  5. 5. O que é a Radioterapia? Tratamento que utiliza radiação ionizante com intuito de erradicar/ impedir a replicação de células tumorais
  6. 6. Ação Direta DNA Célula Tumoral
  7. 7. Célula Tumoral Ação Direta DNA
  8. 8. Ação Indireta Célula Tumoral DNA
  9. 9. - - + + 0 e- + +e- e- 0 DNA Célula Tumoral Ação Indireta
  10. 10. - - + + 0 e- + +e- e- 0 Lesão ao DNA Podendo levar à morte tumoral DNA Célula Tumoral
  11. 11. Radioterapia • Radioterapia externa x Braquiterapia • Efeitos adversos dependem da localização tratada e da dose recebida • Avanços na tecnologia possibilitam tratamentos com menor toxicidade • Aderência dos pacientes a cuidados e reabilitações minimizam efeitos tardios.
  12. 12. Tratamentos 2D... Eram utilizados RaioX para planejamentos da radioterapia
  13. 13. Tratamentos 3D... Uso de TC para delinear alvos e planejamento computadorizado
  14. 14. IMRT / VMAT Planejamentos mais complexos com possibilidade de depositar doses altas em determinadas regiões e diminuir doses em tecidos sadios
  15. 15. IGRT com Portal Vision Radiografias Planas Ortogonais em Tempo Real Portal Vision permite: • Correção do posicionamento
  16. 16. IGRT com CBCT Tomografia Computadorizada em Tempo Real CBCT permite: 1. Correção do posicionamento 2. Avaliação das mudanças anatômicas do paciente e do tumor 3. Avaliação da posição dos órgãos internos e do tumor
  17. 17. Movimentação interna dos orgãos Bexiga vazia Útero e vagina
  18. 18. Movimentação interna dos orgãos Bexiga cheia Útero e vagina
  19. 19. Movimentação interna dos orgãos Movimentação do útero depende da repleção da bexiga
  20. 20. Movimentação interna dos orgãos
  21. 21. Redução das doses em tecidos sadios da pelve e abdome Redução dos efeitos adversos da radioterapia Ardência ao urinar Aumento da frequência urinária Aumento da frequência intestinal Náuseas
  22. 22. Braquiterapia 2D
  23. 23. Braquiterapia 3D • Capacidade de visualizar melhor o tumor e saber se cobertura de dose adequada. Principalmente em tumores grandes.
  24. 24. Braquiterapia 3D
  25. 25. Aplicador vaginal de braquiterapia
  26. 26. Verdades ou Mitos? • Estou radioativa? Posso ter contato com as pessoas? • Queimaduras na pele? • Perda dos cabelos, cílios e sobrancelhas? • Posso manter relações sexuais?
  27. 27. • Apesar de todo avanço tecnológico e capacitação profissional, o tratamento bem sucedido depende do comprometimento do paciente - Assiduidade do paciente - Seguir as orientações da equipe profissional (uso de roupas, produtos de cuidados da pele, dietas/hábitos adequados) Mensagem para casa
  28. 28. Todos por vocês! Equipe Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein

×