SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 85
Baixar para ler offline
MEIOS DE CONTRASTE EM
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
Herculys Douglas
Teresina
2015
 Introdução ao meio de contraste
 Tipos de meios de contraste
 Vias de administração
 Gadolínio e outros meios de contraste na RM
 Indicações
 Reações adversas ao meio de contraste
 Injetora
 Casos especiais
COMPLETE A FRASE.
CONTRASTE
CONTRASTE RADIOLÓGICO
• Distancia entre o branco
e preto.
• Tons de cinza
• Qualidade da imagem
MEIOS DE CONTRASTE
• Definição das imagens
• Qualidade da informação
morfológica
• Diferenciação de estruturas
anatômicas e/ou
patológicas.
MEIOS DE CONTRASTE
• Raios-X
• TC
• Hemodinâmica
• RM
RM X RADIOGRAFIA
TC X RM
TC X RM
MEIOS DE CONTRASTE
• Baixa toxicidade
• Fácil administração
• Fácil eliminação
• Fornecer contraste
adequado.
COMPOSIÇÃO
• Elemento da solução:
• Sulfato de bário
• Iodo
• Gadolínio
SOLUBILIDADE
• Substâncias hidrossolúveis
(iodado e gadolínio)
• Substâncias lipossolúveis
• Substâncias insolúveis
VIAS DE ADMINISTRAÇÃO
• Via oral
• Via parental (endovenosa,
arterial, etc).
• Endocavitária (reto e
uretra).
• Intratecal e intra-articular.
TIPOS DE MEIOS DE CONTRASTE
• Sulfato de bário (BaSO4).
• Meios de contraste iodado:
iônico e não iônico.
• Gadolínio-DTPA
GADOLÍNIO (Gd)
• Elemento químico
metálico, maleável e
estrutura cristalina.
• Aspecto semelhante ao
aço.
• Tóxico
• Johan Gadolin
QUELANTES
Clorofila-absorção de fótons
de luz, é um quelato de Mg.
Hemoglobina-transporte de
O2 é um quelato de ferro.
QUELANTES
• “Sequestrantes de
materiais ou substância “.
• Evita a absorção
• Excreção renal
• Acidente de Goiânia-Azul
da Prússia.
QUEM CHUPA O VENENO DA
COBRA?
QUEM CHUPA O VENENO DA
COBRA? QUELANTE!
INTOXICAÇÃO POR CHUMBO?
INTOXICAÇÃO POR CHUMBO?
QUELANTE!
GADOLÍNIO+QUELANTE
• GADOLÍNIO+DIETILENOTRI
AMINA PENTA-ACÉTICO.
• Excreção renal
• União quase perfeita
• Gadolínio DTPA
GADOLÍNIO-DTPA
• Redução do tempo de
relaxamento T1.
• Doses baixas-0,1 a 0,2
mmol/Kg
• Baixa viscosidade
• Excreção entre 1,3 e 4 h.
T1 e T2
SEQUÊNCIAS T1 PRÉ E PÓS-Gd
GADOLÍNIO-DTPA
GADOLÍNIO-DTPA
SUPRESSÃO DE GORDURA-FAT SAT
REAÇÕES ADVERSAS
• Efeito nocivo ou indesejado
• Grau de severidade
• Tempo decorrido
• Reação anafilactóides e
quimiotóxicas.
GRAU DE SEVERIDADE
• Reações leves
• Reações moderadas
• Reações graves
QUANTO AO TEMPO DECORRIDO
• Agudas ou imediatas (entre
5 e 20 min).
• Tardia (após o paciente
deixar o serviço de
radiologia).
FATORES DE RISCO
• Idade
• Medicamentos
• Alérgicos
• Doenças subjacentes
• Insuficiência renal
• Desidratação
• Lactante
HEMODIÁLISE
• Insuficiência renal
dialítica.
• Realizar hemodiálise no
mesmo dia que injetar o
meio de contraste.
• Processo de filtração do
sangue de uma forma
artificial.
TRATAMENTO DAS REAÇÕES ADVERSAS
• Vaso(neuro)-vagal
• Estabilizar condições
psicológicas
• Estar preparado para iniciar
medidas terapêuticas
• Corticóides e anti-
histamínicos
(hidrocortisona).
KIT DE REAÇÃO ALÉRGICA
INJETORA
RISCO DA INJETORA
• Extravassamento
• Evitar o uso de veia da mão, pé, tornozelo e acesso
venoso central.
• Não usar scalp (butterfly).
EM CASO DE EXTRAVASAMENTO
• Elevar a extremidade afetada para cima.
• Gelo por 15 a 30 min.
• Observação de 1 a 4 h.
• Informar o médico radiologista
DIFERENÇA DO CONTRASTE DA RM E TC
• Viscosidade
• Osmolaridade e osmolalidade
• Quantidade
• Índices de reações adversas
PRINCIPAL DÚVIDA DOS CLIENTES
EXEMPLOS
BAYER
BAYER
AÇAÍ NA RM
ABACAXI NA RM
ERVA MATE NA RM
ÁGUA NA RM
GEL DE ULTRASSOM
VITAMINA E NA RM
ENTERO-RM
COLÂNGIO-RM
PRIMOVIST-FASE HEPATOBILIAR
GADOVIST- 0,1 ML POR KG
ARTRO-RM
FERIDEX-T2
Meios de Contraste na RM
Meios de Contraste na RM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Contraste radiologico
Contraste radiologicoContraste radiologico
Contraste radiologico
radiomed
 

Mais procurados (20)

Ressonância magnética
Ressonância magnéticaRessonância magnética
Ressonância magnética
 
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA: INTRODUÇÃO
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA: INTRODUÇÃORESSONÂNCIA MAGNÉTICA: INTRODUÇÃO
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA: INTRODUÇÃO
 
Aula de tomografia - Wendesor Oliveira
Aula de tomografia  - Wendesor Oliveira Aula de tomografia  - Wendesor Oliveira
Aula de tomografia - Wendesor Oliveira
 
Ressonância Magnética: Equipamentos.
Ressonância Magnética: Equipamentos.Ressonância Magnética: Equipamentos.
Ressonância Magnética: Equipamentos.
 
APOSTILA TOMOGRAFIA
APOSTILA TOMOGRAFIAAPOSTILA TOMOGRAFIA
APOSTILA TOMOGRAFIA
 
2. Meios de contraste.pptx
2. Meios de contraste.pptx2. Meios de contraste.pptx
2. Meios de contraste.pptx
 
Radiologia Contrastada - por Eduarda Gobbi
Radiologia Contrastada - por Eduarda GobbiRadiologia Contrastada - por Eduarda Gobbi
Radiologia Contrastada - por Eduarda Gobbi
 
Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)
Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)
Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)
 
Aula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
Aula de Imagenologia sobre Tomografia ComputadorizadaAula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
Aula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
 
INTRODUÇÃO A RADIOTERAPIA
INTRODUÇÃO A RADIOTERAPIAINTRODUÇÃO A RADIOTERAPIA
INTRODUÇÃO A RADIOTERAPIA
 
Procedimentos de radiologia intervencionista
Procedimentos de radiologia intervencionistaProcedimentos de radiologia intervencionista
Procedimentos de radiologia intervencionista
 
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA-ATUALIZAÇÃO
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA-ATUALIZAÇÃORESSONÂNCIA MAGNÉTICA-ATUALIZAÇÃO
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA-ATUALIZAÇÃO
 
Contraste radiologico
Contraste radiologicoContraste radiologico
Contraste radiologico
 
Aula 02 proteção radiológica
Aula 02 proteção radiológicaAula 02 proteção radiológica
Aula 02 proteção radiológica
 
HEMODINÂMICA
HEMODINÂMICAHEMODINÂMICA
HEMODINÂMICA
 
ANGIOTOMOGRAFIA
ANGIOTOMOGRAFIAANGIOTOMOGRAFIA
ANGIOTOMOGRAFIA
 
Medicina nuclear e Radiologia Digital
Medicina nuclear e Radiologia DigitalMedicina nuclear e Radiologia Digital
Medicina nuclear e Radiologia Digital
 
HEMODINÂMICA - RADIOLOGIA
HEMODINÂMICA - RADIOLOGIAHEMODINÂMICA - RADIOLOGIA
HEMODINÂMICA - RADIOLOGIA
 
Evolução tecnológica em Tomografia Computadorizada
Evolução tecnológica em Tomografia ComputadorizadaEvolução tecnológica em Tomografia Computadorizada
Evolução tecnológica em Tomografia Computadorizada
 
Meios de contraste
Meios de contrasteMeios de contraste
Meios de contraste
 

Destaque

Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)
Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)
Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)
Norberto Werle
 
A qualidade do ponto de vista médico mamografia
A qualidade do ponto de vista médico    mamografiaA qualidade do ponto de vista médico    mamografia
A qualidade do ponto de vista médico mamografia
Gerciane Neves
 
Tecido Nervoso Pris
Tecido Nervoso PrisTecido Nervoso Pris
Tecido Nervoso Pris
Natalianeto
 
Apostila mamografia final
Apostila mamografia finalApostila mamografia final
Apostila mamografia final
Gerciane Neves
 
11 ¬ aula slides sistema nervoso
11 ¬ aula slides sistema nervoso11 ¬ aula slides sistema nervoso
11 ¬ aula slides sistema nervoso
Simone Alvarenga
 
Fisiologia do sistema nervoso organização funcional
Fisiologia do sistema nervoso   organização funcionalFisiologia do sistema nervoso   organização funcional
Fisiologia do sistema nervoso organização funcional
Raul Tomé
 
Sistema nervoso slides
Sistema nervoso slidesSistema nervoso slides
Sistema nervoso slides
Fabiano Reis
 
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power PointSistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
Bio
 

Destaque (18)

Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)
Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)
Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)
 
A qualidade do ponto de vista médico mamografia
A qualidade do ponto de vista médico    mamografiaA qualidade do ponto de vista médico    mamografia
A qualidade do ponto de vista médico mamografia
 
Sistemanervoso 1-alterado-140608121341-phpapp01
Sistemanervoso 1-alterado-140608121341-phpapp01Sistemanervoso 1-alterado-140608121341-phpapp01
Sistemanervoso 1-alterado-140608121341-phpapp01
 
Incidencias de mamografia
Incidencias de mamografiaIncidencias de mamografia
Incidencias de mamografia
 
Tecido Nervoso Pris
Tecido Nervoso PrisTecido Nervoso Pris
Tecido Nervoso Pris
 
Utilização do gadolínio em RM
Utilização do gadolínio em RM Utilização do gadolínio em RM
Utilização do gadolínio em RM
 
Enema
EnemaEnema
Enema
 
Apostila mamografia final
Apostila mamografia finalApostila mamografia final
Apostila mamografia final
 
Doenças Desmielinizantes do SNC e do SNP
Doenças Desmielinizantes do SNC e do SNPDoenças Desmielinizantes do SNC e do SNP
Doenças Desmielinizantes do SNC e do SNP
 
Sistema articular
Sistema articularSistema articular
Sistema articular
 
11 ¬ aula slides sistema nervoso
11 ¬ aula slides sistema nervoso11 ¬ aula slides sistema nervoso
11 ¬ aula slides sistema nervoso
 
Fisiologia do sistema nervoso organização funcional
Fisiologia do sistema nervoso   organização funcionalFisiologia do sistema nervoso   organização funcional
Fisiologia do sistema nervoso organização funcional
 
Introdução a Neuroanatomia e Neurofisiologia
Introdução a Neuroanatomia e NeurofisiologiaIntrodução a Neuroanatomia e Neurofisiologia
Introdução a Neuroanatomia e Neurofisiologia
 
Sistema nervoso slides
Sistema nervoso slidesSistema nervoso slides
Sistema nervoso slides
 
Aula 06 sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Aula 06   sistema nervoso - anatomia e fisiologiaAula 06   sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Aula 06 sistema nervoso - anatomia e fisiologia
 
SISTEMA NERVOSO HUMANO
SISTEMA NERVOSO HUMANOSISTEMA NERVOSO HUMANO
SISTEMA NERVOSO HUMANO
 
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power PointSistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 

Mais de Herculys Douglas Clímaco Marques

Mais de Herculys Douglas Clímaco Marques (20)

Neuroimagem
NeuroimagemNeuroimagem
Neuroimagem
 
Segurança em ressonância magnética - dispositivos médicos
Segurança em ressonância magnética - dispositivos médicosSegurança em ressonância magnética - dispositivos médicos
Segurança em ressonância magnética - dispositivos médicos
 
Trichuris trichiura e Enterobius vermiculares
Trichuris trichiura e Enterobius vermicularesTrichuris trichiura e Enterobius vermiculares
Trichuris trichiura e Enterobius vermiculares
 
Tomografia do Abdome
Tomografia do Abdome Tomografia do Abdome
Tomografia do Abdome
 
Tomografia Computadorizada: Patologias do Tórax
Tomografia Computadorizada: Patologias do TóraxTomografia Computadorizada: Patologias do Tórax
Tomografia Computadorizada: Patologias do Tórax
 
Radiologia Intervencionista
Radiologia IntervencionistaRadiologia Intervencionista
Radiologia Intervencionista
 
Avanços Tecnológicos na RM
Avanços Tecnológicos na RM Avanços Tecnológicos na RM
Avanços Tecnológicos na RM
 
TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (TC)
TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (TC)TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (TC)
TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (TC)
 
Tomografia Computadorizada Aplicada na Oncologia
Tomografia Computadorizada Aplicada na OncologiaTomografia Computadorizada Aplicada na Oncologia
Tomografia Computadorizada Aplicada na Oncologia
 
Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)
Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)
Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)
 
Meios de Constraste em Ressonância Magnética
Meios de Constraste em Ressonância MagnéticaMeios de Constraste em Ressonância Magnética
Meios de Constraste em Ressonância Magnética
 
ANGIO: TOMOGRAFIA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
ANGIO: TOMOGRAFIA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICAANGIO: TOMOGRAFIA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
ANGIO: TOMOGRAFIA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
 
HEMODINÂMICA: EMBOLOTERAPIA E QUIMIOEMBOLIZAÇÃO HEPÁTICA
HEMODINÂMICA: EMBOLOTERAPIA E QUIMIOEMBOLIZAÇÃO HEPÁTICAHEMODINÂMICA: EMBOLOTERAPIA E QUIMIOEMBOLIZAÇÃO HEPÁTICA
HEMODINÂMICA: EMBOLOTERAPIA E QUIMIOEMBOLIZAÇÃO HEPÁTICA
 
PROFISSÃO: TECNÓLOGO EM RADIOLOGIA
PROFISSÃO: TECNÓLOGO EM RADIOLOGIAPROFISSÃO: TECNÓLOGO EM RADIOLOGIA
PROFISSÃO: TECNÓLOGO EM RADIOLOGIA
 
Ressonância Magnética: Abdome
Ressonância Magnética: AbdomeRessonância Magnética: Abdome
Ressonância Magnética: Abdome
 
Radiologia Forense
Radiologia ForenseRadiologia Forense
Radiologia Forense
 
Estudo de caso: um jovem e a radiologia.
Estudo de caso: um jovem e a radiologia.Estudo de caso: um jovem e a radiologia.
Estudo de caso: um jovem e a radiologia.
 
QUESTÕES DE RADIOLOGIA: CONCURSOS
QUESTÕES DE RADIOLOGIA: CONCURSOSQUESTÕES DE RADIOLOGIA: CONCURSOS
QUESTÕES DE RADIOLOGIA: CONCURSOS
 
Reconstruções: TC e RM
Reconstruções: TC e RMReconstruções: TC e RM
Reconstruções: TC e RM
 
Ressonância Magnética - Oncologia
Ressonância Magnética - OncologiaRessonância Magnética - Oncologia
Ressonância Magnética - Oncologia
 

Último

Metabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdf
Metabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdfMetabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdf
Metabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdf
MayaraStefanydaSilva1
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 

Último (8)

DOENÇAS DE NOTIFICAÇÕES COMPULSÓRIAS - slide.pptx
DOENÇAS DE NOTIFICAÇÕES COMPULSÓRIAS - slide.pptxDOENÇAS DE NOTIFICAÇÕES COMPULSÓRIAS - slide.pptx
DOENÇAS DE NOTIFICAÇÕES COMPULSÓRIAS - slide.pptx
 
Metabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdf
Metabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdfMetabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdf
Metabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdf
 
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdfCrianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
 
Tabela-pontos-de-corte-clinicos-BrCAST-12-abr-22.pdf
Tabela-pontos-de-corte-clinicos-BrCAST-12-abr-22.pdfTabela-pontos-de-corte-clinicos-BrCAST-12-abr-22.pdf
Tabela-pontos-de-corte-clinicos-BrCAST-12-abr-22.pdf
 
AULA - Fígado, vias biliares e pâncreas exócrino.pdf
AULA - Fígado, vias biliares e pâncreas exócrino.pdfAULA - Fígado, vias biliares e pâncreas exócrino.pdf
AULA - Fígado, vias biliares e pâncreas exócrino.pdf
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
 
AULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptx
AULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptxAULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptx
AULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptx
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 

Meios de Contraste na RM