SlideShare uma empresa Scribd logo
Faculdade Aliança – 
Maurício de Nassau 
Enfermagem – 3º bloco 
 DOCENTE: 
 Denis Romulo Furtado 
 COMPONENTES: 
 Francisco Lucas 
Fontes 
 Francisco Rafael 
 Deusimar Alves 
Teresina (PI), novembro de 2014.
SULFONAMIDAS
SULFONAMIDAS 
 Primeiros agentes quimioterápicos 
eficazes a serem utilizados na prevenção 
e na cura de infecções bacterianas em 
seres humanos. 
 O advento da penicilina e outros 
antibióticos diminuiu a utilidade das 
sulfonamidas.
SULFONAMIDAS 
 Em meados de 1970, as sulfonamidas 
passaram a ter uma maior utilização na 
profilaxia e/ou tratamento de infecções 
microbianas específicas. 
 Só exercem efeito bacteriostático. 
 Tornou-se comum o aparecimento de 
cepas resistentes às sulfonamidas.
SULFONAMIDAS 
 MECANISMO DE AÇÃO: 
 São análogos estruturais e 
antagonistas competitivos do 
ácido para-aminobenzóico 
(PABA). 
 Impedem a utilização normal 
pelas bactérias para a síntese 
de ácido fólico. 
 São inibidores competitivos da 
diidropteroato-sintase.
SULFONAMIDAS 
 SINERGISMO DAS SULFONAMIDAS: 
 O trimetoprim é o agente mais ativo que 
exerce efeito sinérgico quando utilizado 
com uma sulfonamida. 
 A combinação produz efeitos 
antimicrobianos sinérgicos tanto in vitro 
quanto in vivo.
SULFONAMIDAS 
 RESISTÊNCIA BACTERIANA ADQUIRIDA: 
 Bactérias resistentes se originam por 
mutação e seleção randômicas. 
 Transferência da resistência através de 
plasmídios. 
 Persistente e irreversível.
SULFONAMIDAS 
 ABSORÇÃO, DESTINO E EXCREÇÃO: 
 Rápida absorção pelo trato gastrointestinal. 
 70/100% são absorvidos por via oral. 
 Parte absorvida no estômago, porém intestino 
delgado constitui o principal local de absorção. 
 Distribuem-se por todos os tecidos do corpo. 
 São eliminados em parte na forma de fármaco 
inalterado e em parte como produtos metabólicos.
SULFONAMIDAS 
 PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS: 
 Com base na rapidez com que são absorvidas e 
excretadas, as sulfonamidas são classificadas em 
quatro grupos: 
 1: agentes absorvidos e excretados rapidamente, 
como o sulfissoxazol e a sulfadiazina; 
 2: agentes de pouca absorção oral, como a 
sulfassalazina; 
 3: de uso tópico, como sulfacetamidas e sulfadiazina 
de prata. 
 4: de longa ação, como a sulfadoxina.
SULFONAMIDAS 
 REAÇÕES ADVERSAS: 
 Podem causar distúrbios no trato urinário. 
 Distúrbios no sistema hematopoiético. 
 Reações de hipersensibilidade. 
 Reações diversas: anorexia, náuseas e 
vômitos. Kernicterus em recém-nascidos.
TETRACICLINAS
TETRACICLINAS 
 Altamente eficazes contra riquétsias, 
gram-positivas e gram-negativas e 
contra Chlamydia. 
 Conhecidas como antibióticos de 
“amplo espectro”. 
 Muitas tetraciclinas sofrem absorção 
incompleta pelo trato gastrointestinal.
TETRACICLINAS 
 MECANISMO DE AÇÃO: 
 Inibem a síntese de proteínas 
bacterianas.
TETRACICLINAS 
 RESISTÊNCIA ÀS TETRACICLINAS: 
 Desenvolvida pela Escherichia coli. 
 Diminuição do acúmulo da tetraciclina 
em consequência de uma redução do 
influxo do antibiótico. 
 Acesso reduzido ao ribossoma. 
 Inativação enzimática.
TETRACICLINAS 
 ABSORÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E EXCREÇÃO: 
 A absorção pelo trato gastrointestinal é 
incompleta. 
 Há maior absorção em jejum. 
 Distribuem-se amplamente por todo o 
organismo. 
 Rins constituem a principal via de 
eliminação das tetraciclinas.
TETRACICLINAS 
 USOS TERAPÊUTICOS: 
 Úteis no tratamento de doenças causadas por 
riquétsias, micoplasmas e clamídias. 
 Infecções por riquétsias: uso de tetraciclinas e 
cloranfenicol. 
 Infecções por micoplasmas: Mycoplasma 
pneumoniae é sensível às tetraciclinas. 
 Clamídias: uso de doxiciclina.
TETRACICLINAS 
 EFEITOS ADVERSOS: 
 Efeitos tóxicos. 
 Fotossensibilidade. 
 Toxicidade hepática e renal. 
 Efeitos sobre os dentes. 
 Efeitos diversos: redução do crescimento 
ósseo, tromboflebite e elevação da 
pressão intracraniana.
AGRADECEMOS A 
ATENÇÃO!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula antimicrobianos
Aula antimicrobianosAula antimicrobianos
Aula antimicrobianos
Amanda Valle Pinhatti
 
Tetraciclinas e cloranfenicol
Tetraciclinas e cloranfenicolTetraciclinas e cloranfenicol
Tetraciclinas e cloranfenicol
Safia Naser
 
Penicilinas e cefalosporinas
Penicilinas e cefalosporinasPenicilinas e cefalosporinas
Penicilinas e cefalosporinas
Elon Freire
 
Aula de Farmacologia sobre Antihistaminicos
Aula de Farmacologia sobre AntihistaminicosAula de Farmacologia sobre Antihistaminicos
Aula de Farmacologia sobre Antihistaminicos
Jaqueline Almeida
 
Mecanismo de ação dos antimicrobianos
Mecanismo de ação dos antimicrobianosMecanismo de ação dos antimicrobianos
Mecanismo de ação dos antimicrobianos
nanaqueiroz
 
Manual do antibiograma
Manual do antibiograma Manual do antibiograma
Manual do antibiograma
Ana Claudia Rodrigues
 
Antibióticos
AntibióticosAntibióticos
Antibióticos
Dr.João Calais.:
 
Sistema nervoso parassimpático - Fármacos que atuam.
Sistema nervoso parassimpático - Fármacos que atuam.Sistema nervoso parassimpático - Fármacos que atuam.
Sistema nervoso parassimpático - Fármacos que atuam.
Karen Zanferrari
 
Cascata de coagulação
Cascata de coagulaçãoCascata de coagulação
Cascata de coagulação
Rutxizita
 
Antibioticos Professor Evanizio
Antibioticos Professor EvanizioAntibioticos Professor Evanizio
Antibioticos Professor Evanizio
Lourenço Neto
 
Aula - Anti-inflamatórios esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios esteróidaisAula - Anti-inflamatórios esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios esteróidais
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Antibióticos 2
Antibióticos 2Antibióticos 2
Antibióticos 2
Roxeane Martins
 
Antifúngicos
Antifúngicos Antifúngicos
Antifúngicos
dapab
 
Aula - Quimioterápicos - Antineoplásicos
Aula - Quimioterápicos - AntineoplásicosAula - Quimioterápicos - Antineoplásicos
Aula - Quimioterápicos - Antineoplásicos
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Atb mecanismos de ação 2
Atb mecanismos de ação   2Atb mecanismos de ação   2
Atb mecanismos de ação 2
Ana Claudia Rodrigues
 
Penicilinas e cefalosporinas
Penicilinas e cefalosporinasPenicilinas e cefalosporinas
Penicilinas e cefalosporinas
Markley Pereira
 
FÁCIES,ATITUDE,MARCHA,MOTRICIDADE
FÁCIES,ATITUDE,MARCHA,MOTRICIDADEFÁCIES,ATITUDE,MARCHA,MOTRICIDADE
FÁCIES,ATITUDE,MARCHA,MOTRICIDADE
pauloalambert
 
Antibióticos e Quimioterápicos
Antibióticos e QuimioterápicosAntibióticos e Quimioterápicos
Antibióticos e Quimioterápicos
Jose Carlos
 
Aula antiinflamatórios
Aula  antiinflamatóriosAula  antiinflamatórios
Aula antiinflamatórios
Renato Santos
 
Aula - SNA - Introdução ao Sistema Nervoso Autônomo
Aula - SNA - Introdução ao Sistema Nervoso AutônomoAula - SNA - Introdução ao Sistema Nervoso Autônomo
Aula - SNA - Introdução ao Sistema Nervoso Autônomo
Mauro Cunha Xavier Pinto
 

Mais procurados (20)

Aula antimicrobianos
Aula antimicrobianosAula antimicrobianos
Aula antimicrobianos
 
Tetraciclinas e cloranfenicol
Tetraciclinas e cloranfenicolTetraciclinas e cloranfenicol
Tetraciclinas e cloranfenicol
 
Penicilinas e cefalosporinas
Penicilinas e cefalosporinasPenicilinas e cefalosporinas
Penicilinas e cefalosporinas
 
Aula de Farmacologia sobre Antihistaminicos
Aula de Farmacologia sobre AntihistaminicosAula de Farmacologia sobre Antihistaminicos
Aula de Farmacologia sobre Antihistaminicos
 
Mecanismo de ação dos antimicrobianos
Mecanismo de ação dos antimicrobianosMecanismo de ação dos antimicrobianos
Mecanismo de ação dos antimicrobianos
 
Manual do antibiograma
Manual do antibiograma Manual do antibiograma
Manual do antibiograma
 
Antibióticos
AntibióticosAntibióticos
Antibióticos
 
Sistema nervoso parassimpático - Fármacos que atuam.
Sistema nervoso parassimpático - Fármacos que atuam.Sistema nervoso parassimpático - Fármacos que atuam.
Sistema nervoso parassimpático - Fármacos que atuam.
 
Cascata de coagulação
Cascata de coagulaçãoCascata de coagulação
Cascata de coagulação
 
Antibioticos Professor Evanizio
Antibioticos Professor EvanizioAntibioticos Professor Evanizio
Antibioticos Professor Evanizio
 
Aula - Anti-inflamatórios esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios esteróidaisAula - Anti-inflamatórios esteróidais
Aula - Anti-inflamatórios esteróidais
 
Antibióticos 2
Antibióticos 2Antibióticos 2
Antibióticos 2
 
Antifúngicos
Antifúngicos Antifúngicos
Antifúngicos
 
Aula - Quimioterápicos - Antineoplásicos
Aula - Quimioterápicos - AntineoplásicosAula - Quimioterápicos - Antineoplásicos
Aula - Quimioterápicos - Antineoplásicos
 
Atb mecanismos de ação 2
Atb mecanismos de ação   2Atb mecanismos de ação   2
Atb mecanismos de ação 2
 
Penicilinas e cefalosporinas
Penicilinas e cefalosporinasPenicilinas e cefalosporinas
Penicilinas e cefalosporinas
 
FÁCIES,ATITUDE,MARCHA,MOTRICIDADE
FÁCIES,ATITUDE,MARCHA,MOTRICIDADEFÁCIES,ATITUDE,MARCHA,MOTRICIDADE
FÁCIES,ATITUDE,MARCHA,MOTRICIDADE
 
Antibióticos e Quimioterápicos
Antibióticos e QuimioterápicosAntibióticos e Quimioterápicos
Antibióticos e Quimioterápicos
 
Aula antiinflamatórios
Aula  antiinflamatóriosAula  antiinflamatórios
Aula antiinflamatórios
 
Aula - SNA - Introdução ao Sistema Nervoso Autônomo
Aula - SNA - Introdução ao Sistema Nervoso AutônomoAula - SNA - Introdução ao Sistema Nervoso Autônomo
Aula - SNA - Introdução ao Sistema Nervoso Autônomo
 

Destaque

Antimicrobianos 2012
Antimicrobianos 2012Antimicrobianos 2012
Antimicrobianos 2012
kattypacheco2013
 
Curso antibióticos e resistência bacteriana prof alexsander
Curso antibióticos e resistência bacteriana prof alexsanderCurso antibióticos e resistência bacteriana prof alexsander
Curso antibióticos e resistência bacteriana prof alexsander
Douglas Lício
 
Sulfas, Quinolonas e Glicopeptídeos - Antibióticos
Sulfas, Quinolonas e Glicopeptídeos - AntibióticosSulfas, Quinolonas e Glicopeptídeos - Antibióticos
Sulfas, Quinolonas e Glicopeptídeos - Antibióticos
Tamires Fernandes
 
Anticonvulsivantes
AnticonvulsivantesAnticonvulsivantes
Anticonvulsivantes
Farmacêutico Digital
 
Antibióticos - Seminario UFPB - Prof Evanizio Roque
Antibióticos - Seminario UFPB - Prof Evanizio RoqueAntibióticos - Seminario UFPB - Prof Evanizio Roque
Antibióticos - Seminario UFPB - Prof Evanizio Roque
Barbara Queiroz
 
Tetraciclina na Veterinária
Tetraciclina na VeterináriaTetraciclina na Veterinária
Tetraciclina na Veterinária
André Ferreira
 
Noções gerais sobre Antimicrobianos
Noções gerais sobre AntimicrobianosNoções gerais sobre Antimicrobianos
Noções gerais sobre Antimicrobianos
paulavmesquita
 
Quinolonas – ação no DNA
Quinolonas – ação no DNAQuinolonas – ação no DNA
Quinolonas – ação no DNA
Eloi Lago
 
Sulfonamidas, trimetoprim sulfametoxazol
Sulfonamidas, trimetoprim sulfametoxazolSulfonamidas, trimetoprim sulfametoxazol
Sulfonamidas, trimetoprim sulfametoxazol
Rita War
 
Trimetropin sulfametoxazol
Trimetropin sulfametoxazolTrimetropin sulfametoxazol
Trimetropin sulfametoxazol
alekseyqa
 
Farmacología MVZ Sulfonamidas
Farmacología MVZ Sulfonamidas Farmacología MVZ Sulfonamidas
Farmacología MVZ Sulfonamidas
Cynthia Villalón
 
Classificação dos antimicrobianos 2015
Classificação dos  antimicrobianos 2015Classificação dos  antimicrobianos 2015
Classificação dos antimicrobianos 2015
mesquitah
 
Sulfonamidas
SulfonamidasSulfonamidas
Antibacterianos
AntibacterianosAntibacterianos
Antibacterianos
Marco Romero
 
Grupos de medicamentos
Grupos de medicamentosGrupos de medicamentos
Grupos de medicamentos
Francisco José
 
Antimicrobianos
AntimicrobianosAntimicrobianos
Antimicrobianos
Luis Carlos F. Carvalho
 
Atendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Atendente de Farmácia - Classificação dos FármacosAtendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Atendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Luis Antonio Cezar Junior
 
Sulfamidas
SulfamidasSulfamidas
Antibacterianos
AntibacterianosAntibacterianos
Antibacterianos
Luis Yoel Ureña Perez
 
Antibióticos Beta-lactâmicos; Penicilinas
Antibióticos Beta-lactâmicos; PenicilinasAntibióticos Beta-lactâmicos; Penicilinas
Antibióticos Beta-lactâmicos; Penicilinas
Thaline Eveli Martins
 

Destaque (20)

Antimicrobianos 2012
Antimicrobianos 2012Antimicrobianos 2012
Antimicrobianos 2012
 
Curso antibióticos e resistência bacteriana prof alexsander
Curso antibióticos e resistência bacteriana prof alexsanderCurso antibióticos e resistência bacteriana prof alexsander
Curso antibióticos e resistência bacteriana prof alexsander
 
Sulfas, Quinolonas e Glicopeptídeos - Antibióticos
Sulfas, Quinolonas e Glicopeptídeos - AntibióticosSulfas, Quinolonas e Glicopeptídeos - Antibióticos
Sulfas, Quinolonas e Glicopeptídeos - Antibióticos
 
Anticonvulsivantes
AnticonvulsivantesAnticonvulsivantes
Anticonvulsivantes
 
Antibióticos - Seminario UFPB - Prof Evanizio Roque
Antibióticos - Seminario UFPB - Prof Evanizio RoqueAntibióticos - Seminario UFPB - Prof Evanizio Roque
Antibióticos - Seminario UFPB - Prof Evanizio Roque
 
Tetraciclina na Veterinária
Tetraciclina na VeterináriaTetraciclina na Veterinária
Tetraciclina na Veterinária
 
Noções gerais sobre Antimicrobianos
Noções gerais sobre AntimicrobianosNoções gerais sobre Antimicrobianos
Noções gerais sobre Antimicrobianos
 
Quinolonas – ação no DNA
Quinolonas – ação no DNAQuinolonas – ação no DNA
Quinolonas – ação no DNA
 
Sulfonamidas, trimetoprim sulfametoxazol
Sulfonamidas, trimetoprim sulfametoxazolSulfonamidas, trimetoprim sulfametoxazol
Sulfonamidas, trimetoprim sulfametoxazol
 
Trimetropin sulfametoxazol
Trimetropin sulfametoxazolTrimetropin sulfametoxazol
Trimetropin sulfametoxazol
 
Farmacología MVZ Sulfonamidas
Farmacología MVZ Sulfonamidas Farmacología MVZ Sulfonamidas
Farmacología MVZ Sulfonamidas
 
Classificação dos antimicrobianos 2015
Classificação dos  antimicrobianos 2015Classificação dos  antimicrobianos 2015
Classificação dos antimicrobianos 2015
 
Sulfonamidas
SulfonamidasSulfonamidas
Sulfonamidas
 
Antibacterianos
AntibacterianosAntibacterianos
Antibacterianos
 
Grupos de medicamentos
Grupos de medicamentosGrupos de medicamentos
Grupos de medicamentos
 
Antimicrobianos
AntimicrobianosAntimicrobianos
Antimicrobianos
 
Atendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Atendente de Farmácia - Classificação dos FármacosAtendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Atendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
 
Sulfamidas
SulfamidasSulfamidas
Sulfamidas
 
Antibacterianos
AntibacterianosAntibacterianos
Antibacterianos
 
Antibióticos Beta-lactâmicos; Penicilinas
Antibióticos Beta-lactâmicos; PenicilinasAntibióticos Beta-lactâmicos; Penicilinas
Antibióticos Beta-lactâmicos; Penicilinas
 

Semelhante a Sulfonamidas e tetraciclinas

Artigo antimicrobianos
Artigo antimicrobianosArtigo antimicrobianos
Artigo antimicrobianos
Fernanda Mello
 
Aminoglicosideos
AminoglicosideosAminoglicosideos
Aminoglicosideos
Graciela Luongo
 
farmacologia macrolídeos slaids sobre osantibioticos mais utilizado na farmac...
farmacologia macrolídeos slaids sobre osantibioticos mais utilizado na farmac...farmacologia macrolídeos slaids sobre osantibioticos mais utilizado na farmac...
farmacologia macrolídeos slaids sobre osantibioticos mais utilizado na farmac...
DarlenyPereira1
 
Farmacologia antibioticos de uso frequente veterinaria
Farmacologia   antibioticos de uso frequente veterinariaFarmacologia   antibioticos de uso frequente veterinaria
Farmacologia antibioticos de uso frequente veterinaria
Juan Carlos Ordóñez Fernández
 
Influência de polimorfismos genéticos do citocromo P450 de pacientes com mal...
Influência de polimorfismos genéticos do citocromo P450 de pacientes com mal...Influência de polimorfismos genéticos do citocromo P450 de pacientes com mal...
Influência de polimorfismos genéticos do citocromo P450 de pacientes com mal...
Sandra Lago Moraes
 
Antibioticos completo.pdf
Antibioticos completo.pdfAntibioticos completo.pdf
Antibioticos completo.pdf
DanieleDantas15
 
Antibioticos Beta-lactamicos - Curso de Atualização em Farmacologia
Antibioticos Beta-lactamicos - Curso de Atualização em FarmacologiaAntibioticos Beta-lactamicos - Curso de Atualização em Farmacologia
Antibioticos Beta-lactamicos - Curso de Atualização em Farmacologia
MikaLima4
 
Antibioticos e suas definiçoes
Antibioticos e suas definiçoesAntibioticos e suas definiçoes
Antibioticos e suas definiçoes
Fabio Junior Naves da Rocha
 
Antibióticos
AntibióticosAntibióticos
Antibióticos
DurvalJosdeSantanaNe
 
2. Cefalosporinas.pdf
2. Cefalosporinas.pdf2. Cefalosporinas.pdf
2. Cefalosporinas.pdf
Fernanda Oliveira
 
Seminário infectologia.
Seminário infectologia.Seminário infectologia.
Seminário infectologia.
Patrícia Leandro
 
8.2 antibióticos 2
8.2 antibióticos 28.2 antibióticos 2
8.2 antibióticos 2
Luiz Gonçalves Mendes Jr
 
Aula antimicrobianos.pptx
Aula antimicrobianos.pptxAula antimicrobianos.pptx
Aula antimicrobianos.pptx
GrazieleLinhares
 
Tratamento da tuberculose
Tratamento da tuberculoseTratamento da tuberculose
Tratamento da tuberculose
Flávia Salame
 
Tratamento da tuberculose
Tratamento da tuberculoseTratamento da tuberculose
Tratamento da tuberculose
Edienny Viana
 
Farmacologia uso-frequente-veterinaria
Farmacologia uso-frequente-veterinariaFarmacologia uso-frequente-veterinaria
Farmacologia uso-frequente-veterinaria
Ana Claudia Cabral Chaves
 
Atendente de Farmácia - Antibioticos
Atendente de Farmácia - AntibioticosAtendente de Farmácia - Antibioticos
Atendente de Farmácia - Antibioticos
Luis Antonio Cezar Junior
 
Macrolidios - Aminoglicosideos - Lincosamidas
Macrolidios - Aminoglicosideos - LincosamidasMacrolidios - Aminoglicosideos - Lincosamidas
Macrolidios - Aminoglicosideos - Lincosamidas
Safia Naser
 
Antibiotic Therapy Uses Of Stx Plus Tmp Portuguese
Antibiotic Therapy Uses Of Stx Plus Tmp PortugueseAntibiotic Therapy Uses Of Stx Plus Tmp Portuguese
Antibiotic Therapy Uses Of Stx Plus Tmp Portuguese
Claudio Pericles
 
Antibióticos- Evanízio Roque
Antibióticos- Evanízio RoqueAntibióticos- Evanízio Roque
Antibióticos- Evanízio Roque
Josué Vieira
 

Semelhante a Sulfonamidas e tetraciclinas (20)

Artigo antimicrobianos
Artigo antimicrobianosArtigo antimicrobianos
Artigo antimicrobianos
 
Aminoglicosideos
AminoglicosideosAminoglicosideos
Aminoglicosideos
 
farmacologia macrolídeos slaids sobre osantibioticos mais utilizado na farmac...
farmacologia macrolídeos slaids sobre osantibioticos mais utilizado na farmac...farmacologia macrolídeos slaids sobre osantibioticos mais utilizado na farmac...
farmacologia macrolídeos slaids sobre osantibioticos mais utilizado na farmac...
 
Farmacologia antibioticos de uso frequente veterinaria
Farmacologia   antibioticos de uso frequente veterinariaFarmacologia   antibioticos de uso frequente veterinaria
Farmacologia antibioticos de uso frequente veterinaria
 
Influência de polimorfismos genéticos do citocromo P450 de pacientes com mal...
Influência de polimorfismos genéticos do citocromo P450 de pacientes com mal...Influência de polimorfismos genéticos do citocromo P450 de pacientes com mal...
Influência de polimorfismos genéticos do citocromo P450 de pacientes com mal...
 
Antibioticos completo.pdf
Antibioticos completo.pdfAntibioticos completo.pdf
Antibioticos completo.pdf
 
Antibioticos Beta-lactamicos - Curso de Atualização em Farmacologia
Antibioticos Beta-lactamicos - Curso de Atualização em FarmacologiaAntibioticos Beta-lactamicos - Curso de Atualização em Farmacologia
Antibioticos Beta-lactamicos - Curso de Atualização em Farmacologia
 
Antibioticos e suas definiçoes
Antibioticos e suas definiçoesAntibioticos e suas definiçoes
Antibioticos e suas definiçoes
 
Antibióticos
AntibióticosAntibióticos
Antibióticos
 
2. Cefalosporinas.pdf
2. Cefalosporinas.pdf2. Cefalosporinas.pdf
2. Cefalosporinas.pdf
 
Seminário infectologia.
Seminário infectologia.Seminário infectologia.
Seminário infectologia.
 
8.2 antibióticos 2
8.2 antibióticos 28.2 antibióticos 2
8.2 antibióticos 2
 
Aula antimicrobianos.pptx
Aula antimicrobianos.pptxAula antimicrobianos.pptx
Aula antimicrobianos.pptx
 
Tratamento da tuberculose
Tratamento da tuberculoseTratamento da tuberculose
Tratamento da tuberculose
 
Tratamento da tuberculose
Tratamento da tuberculoseTratamento da tuberculose
Tratamento da tuberculose
 
Farmacologia uso-frequente-veterinaria
Farmacologia uso-frequente-veterinariaFarmacologia uso-frequente-veterinaria
Farmacologia uso-frequente-veterinaria
 
Atendente de Farmácia - Antibioticos
Atendente de Farmácia - AntibioticosAtendente de Farmácia - Antibioticos
Atendente de Farmácia - Antibioticos
 
Macrolidios - Aminoglicosideos - Lincosamidas
Macrolidios - Aminoglicosideos - LincosamidasMacrolidios - Aminoglicosideos - Lincosamidas
Macrolidios - Aminoglicosideos - Lincosamidas
 
Antibiotic Therapy Uses Of Stx Plus Tmp Portuguese
Antibiotic Therapy Uses Of Stx Plus Tmp PortugueseAntibiotic Therapy Uses Of Stx Plus Tmp Portuguese
Antibiotic Therapy Uses Of Stx Plus Tmp Portuguese
 
Antibióticos- Evanízio Roque
Antibióticos- Evanízio RoqueAntibióticos- Evanízio Roque
Antibióticos- Evanízio Roque
 

Mais de Lucas Fontes

Diabetes Gestacional No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Diabetes Gestacional No Caminho da Enfermagem Lucas FontesDiabetes Gestacional No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Diabetes Gestacional No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Lucas Fontes
 
Hiperdia No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Hiperdia No Caminho da Enfermagem Lucas FontesHiperdia No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Hiperdia No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Lucas Fontes
 
Pancreatectomia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes
Pancreatectomia - No Caminho da Enfermagem - Lucas FontesPancreatectomia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes
Pancreatectomia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes
Lucas Fontes
 
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Lucas Fontes
 
Incontinência Urinária e Fecal No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Incontinência Urinária e Fecal No Caminho da Enfermagem Lucas FontesIncontinência Urinária e Fecal No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Incontinência Urinária e Fecal No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Lucas Fontes
 
Semiologia para Enfermagem No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Semiologia para Enfermagem No Caminho da Enfermagem Lucas FontesSemiologia para Enfermagem No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Semiologia para Enfermagem No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Lucas Fontes
 
Prevenção de infecção hospitalar - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Prevenção de infecção hospitalar - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.Prevenção de infecção hospitalar - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Prevenção de infecção hospitalar - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Lucas Fontes
 
A criança vítima de violência - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes
A criança vítima de violência - No Caminho da Enfermagem - Lucas FontesA criança vítima de violência - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes
A criança vítima de violência - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes
Lucas Fontes
 
Eutanásia e mistanásia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Eutanásia e mistanásia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.Eutanásia e mistanásia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Eutanásia e mistanásia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Lucas Fontes
 
Desinfecção química automatizada e manual - No Caminho da Enfermagem - Lucas ...
Desinfecção química automatizada e manual - No Caminho da Enfermagem - Lucas ...Desinfecção química automatizada e manual - No Caminho da Enfermagem - Lucas ...
Desinfecção química automatizada e manual - No Caminho da Enfermagem - Lucas ...
Lucas Fontes
 
Adolescente portador de doença crônica - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fon...
Adolescente portador de doença crônica - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fon...Adolescente portador de doença crônica - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fon...
Adolescente portador de doença crônica - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fon...
Lucas Fontes
 
Fisiologia dos distúrbios gastrointestinais
Fisiologia dos distúrbios gastrointestinaisFisiologia dos distúrbios gastrointestinais
Fisiologia dos distúrbios gastrointestinais
Lucas Fontes
 
Dietoterapia de pacientes oncológicos - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Dietoterapia de pacientes oncológicos - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.Dietoterapia de pacientes oncológicos - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Dietoterapia de pacientes oncológicos - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Lucas Fontes
 
Oncologia e emoções - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Oncologia e emoções - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.Oncologia e emoções - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Oncologia e emoções - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Lucas Fontes
 
Teoria das 14 necessidades fundamentais, de Virginia Henderson - No Caminho d...
Teoria das 14 necessidades fundamentais, de Virginia Henderson - No Caminho d...Teoria das 14 necessidades fundamentais, de Virginia Henderson - No Caminho d...
Teoria das 14 necessidades fundamentais, de Virginia Henderson - No Caminho d...
Lucas Fontes
 
Processo de Enfermagem na hemoterapia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Processo de Enfermagem na hemoterapia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.Processo de Enfermagem na hemoterapia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Processo de Enfermagem na hemoterapia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Lucas Fontes
 
Apoptose
ApoptoseApoptose
Apoptose
Lucas Fontes
 
O que é adrenoleucodistrofia?
O que é adrenoleucodistrofia?O que é adrenoleucodistrofia?
O que é adrenoleucodistrofia?
Lucas Fontes
 
O que é cidadania
O que é cidadaniaO que é cidadania
O que é cidadania
Lucas Fontes
 
Aconselhamento genético
Aconselhamento genéticoAconselhamento genético
Aconselhamento genético
Lucas Fontes
 

Mais de Lucas Fontes (20)

Diabetes Gestacional No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Diabetes Gestacional No Caminho da Enfermagem Lucas FontesDiabetes Gestacional No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Diabetes Gestacional No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
 
Hiperdia No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Hiperdia No Caminho da Enfermagem Lucas FontesHiperdia No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Hiperdia No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
 
Pancreatectomia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes
Pancreatectomia - No Caminho da Enfermagem - Lucas FontesPancreatectomia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes
Pancreatectomia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes
 
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
 
Incontinência Urinária e Fecal No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Incontinência Urinária e Fecal No Caminho da Enfermagem Lucas FontesIncontinência Urinária e Fecal No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Incontinência Urinária e Fecal No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
 
Semiologia para Enfermagem No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Semiologia para Enfermagem No Caminho da Enfermagem Lucas FontesSemiologia para Enfermagem No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
Semiologia para Enfermagem No Caminho da Enfermagem Lucas Fontes
 
Prevenção de infecção hospitalar - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Prevenção de infecção hospitalar - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.Prevenção de infecção hospitalar - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Prevenção de infecção hospitalar - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
 
A criança vítima de violência - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes
A criança vítima de violência - No Caminho da Enfermagem - Lucas FontesA criança vítima de violência - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes
A criança vítima de violência - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes
 
Eutanásia e mistanásia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Eutanásia e mistanásia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.Eutanásia e mistanásia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Eutanásia e mistanásia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
 
Desinfecção química automatizada e manual - No Caminho da Enfermagem - Lucas ...
Desinfecção química automatizada e manual - No Caminho da Enfermagem - Lucas ...Desinfecção química automatizada e manual - No Caminho da Enfermagem - Lucas ...
Desinfecção química automatizada e manual - No Caminho da Enfermagem - Lucas ...
 
Adolescente portador de doença crônica - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fon...
Adolescente portador de doença crônica - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fon...Adolescente portador de doença crônica - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fon...
Adolescente portador de doença crônica - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fon...
 
Fisiologia dos distúrbios gastrointestinais
Fisiologia dos distúrbios gastrointestinaisFisiologia dos distúrbios gastrointestinais
Fisiologia dos distúrbios gastrointestinais
 
Dietoterapia de pacientes oncológicos - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Dietoterapia de pacientes oncológicos - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.Dietoterapia de pacientes oncológicos - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Dietoterapia de pacientes oncológicos - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
 
Oncologia e emoções - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Oncologia e emoções - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.Oncologia e emoções - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Oncologia e emoções - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
 
Teoria das 14 necessidades fundamentais, de Virginia Henderson - No Caminho d...
Teoria das 14 necessidades fundamentais, de Virginia Henderson - No Caminho d...Teoria das 14 necessidades fundamentais, de Virginia Henderson - No Caminho d...
Teoria das 14 necessidades fundamentais, de Virginia Henderson - No Caminho d...
 
Processo de Enfermagem na hemoterapia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Processo de Enfermagem na hemoterapia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.Processo de Enfermagem na hemoterapia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
Processo de Enfermagem na hemoterapia - No Caminho da Enfermagem - Lucas Fontes.
 
Apoptose
ApoptoseApoptose
Apoptose
 
O que é adrenoleucodistrofia?
O que é adrenoleucodistrofia?O que é adrenoleucodistrofia?
O que é adrenoleucodistrofia?
 
O que é cidadania
O que é cidadaniaO que é cidadania
O que é cidadania
 
Aconselhamento genético
Aconselhamento genéticoAconselhamento genético
Aconselhamento genético
 

Sulfonamidas e tetraciclinas

  • 1. Faculdade Aliança – Maurício de Nassau Enfermagem – 3º bloco  DOCENTE:  Denis Romulo Furtado  COMPONENTES:  Francisco Lucas Fontes  Francisco Rafael  Deusimar Alves Teresina (PI), novembro de 2014.
  • 3. SULFONAMIDAS  Primeiros agentes quimioterápicos eficazes a serem utilizados na prevenção e na cura de infecções bacterianas em seres humanos.  O advento da penicilina e outros antibióticos diminuiu a utilidade das sulfonamidas.
  • 4. SULFONAMIDAS  Em meados de 1970, as sulfonamidas passaram a ter uma maior utilização na profilaxia e/ou tratamento de infecções microbianas específicas.  Só exercem efeito bacteriostático.  Tornou-se comum o aparecimento de cepas resistentes às sulfonamidas.
  • 5. SULFONAMIDAS  MECANISMO DE AÇÃO:  São análogos estruturais e antagonistas competitivos do ácido para-aminobenzóico (PABA).  Impedem a utilização normal pelas bactérias para a síntese de ácido fólico.  São inibidores competitivos da diidropteroato-sintase.
  • 6. SULFONAMIDAS  SINERGISMO DAS SULFONAMIDAS:  O trimetoprim é o agente mais ativo que exerce efeito sinérgico quando utilizado com uma sulfonamida.  A combinação produz efeitos antimicrobianos sinérgicos tanto in vitro quanto in vivo.
  • 7. SULFONAMIDAS  RESISTÊNCIA BACTERIANA ADQUIRIDA:  Bactérias resistentes se originam por mutação e seleção randômicas.  Transferência da resistência através de plasmídios.  Persistente e irreversível.
  • 8. SULFONAMIDAS  ABSORÇÃO, DESTINO E EXCREÇÃO:  Rápida absorção pelo trato gastrointestinal.  70/100% são absorvidos por via oral.  Parte absorvida no estômago, porém intestino delgado constitui o principal local de absorção.  Distribuem-se por todos os tecidos do corpo.  São eliminados em parte na forma de fármaco inalterado e em parte como produtos metabólicos.
  • 9. SULFONAMIDAS  PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS:  Com base na rapidez com que são absorvidas e excretadas, as sulfonamidas são classificadas em quatro grupos:  1: agentes absorvidos e excretados rapidamente, como o sulfissoxazol e a sulfadiazina;  2: agentes de pouca absorção oral, como a sulfassalazina;  3: de uso tópico, como sulfacetamidas e sulfadiazina de prata.  4: de longa ação, como a sulfadoxina.
  • 10. SULFONAMIDAS  REAÇÕES ADVERSAS:  Podem causar distúrbios no trato urinário.  Distúrbios no sistema hematopoiético.  Reações de hipersensibilidade.  Reações diversas: anorexia, náuseas e vômitos. Kernicterus em recém-nascidos.
  • 12. TETRACICLINAS  Altamente eficazes contra riquétsias, gram-positivas e gram-negativas e contra Chlamydia.  Conhecidas como antibióticos de “amplo espectro”.  Muitas tetraciclinas sofrem absorção incompleta pelo trato gastrointestinal.
  • 13. TETRACICLINAS  MECANISMO DE AÇÃO:  Inibem a síntese de proteínas bacterianas.
  • 14. TETRACICLINAS  RESISTÊNCIA ÀS TETRACICLINAS:  Desenvolvida pela Escherichia coli.  Diminuição do acúmulo da tetraciclina em consequência de uma redução do influxo do antibiótico.  Acesso reduzido ao ribossoma.  Inativação enzimática.
  • 15. TETRACICLINAS  ABSORÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E EXCREÇÃO:  A absorção pelo trato gastrointestinal é incompleta.  Há maior absorção em jejum.  Distribuem-se amplamente por todo o organismo.  Rins constituem a principal via de eliminação das tetraciclinas.
  • 16. TETRACICLINAS  USOS TERAPÊUTICOS:  Úteis no tratamento de doenças causadas por riquétsias, micoplasmas e clamídias.  Infecções por riquétsias: uso de tetraciclinas e cloranfenicol.  Infecções por micoplasmas: Mycoplasma pneumoniae é sensível às tetraciclinas.  Clamídias: uso de doxiciclina.
  • 17. TETRACICLINAS  EFEITOS ADVERSOS:  Efeitos tóxicos.  Fotossensibilidade.  Toxicidade hepática e renal.  Efeitos sobre os dentes.  Efeitos diversos: redução do crescimento ósseo, tromboflebite e elevação da pressão intracraniana.