SlideShare uma empresa Scribd logo
ESTUDO DOS GERADORES
ELÉTRICOS
Professor Marco Antonio
EstudodosGeradores
GERADOR ELÉTRICO: é todo aparelho que transforma uma
modalidade de energia qualquer em energia elétrica.
Exemplos:
 Geradores químicos: baterias e pilhas
 Geradores mecânicos: geradores de usinas hidroelétricas,
gerador do automóvel.
 Geradores solares: células foto elétricas.
EstudodosGeradores
Observe que no interior do gerador o sentido da corrente elétrica é
do polo NEGATIVO para o POSITIVO.
Símbolo:
EstudodosGeradores
 A e B são os terminais do gerador.
 A Barra maior é o polo positivo (+).
 A Barra menor é o polo negativo (–).
 E(ou ε) é a força eletromotriz (fem). Podemos dizer que E é a ddp
total do gerador.
 r é a resistência interna do gerador.
 i é a corrente fornecida pelo gerador.
 U é a ddp fornecida pelo gerador.
Representação e elementos de um gerador
EstudodosGeradores Equação do gerador:
U = E − ri
onde E = força eletromotriz (V)
r = resistência interna (Ω)
É a equação que determina a ddp (U) fornecida por um gerador.
Observação: A corrente convencional parte sempre do polo positivo
do gerador. A corrente só circula no gerador quando estiver ligado a
um circuito externo fechado. Caso contrário, o circuito é aberto e a
corrente é nula.
EstudodosGeradores
Observações:
- A corrente de curto-circuito (icc) ocorre quando os terminais do
gerador são ligados por um fio de resistência desprezível.
- Neste caso, a corrente elétrica correspondente é máxima,
provocando um aquecimento do gerador.
Curva Característica:
𝑖 𝑐𝑐 =
𝐸
𝑟
Onde:
EstudodosGeradores
Pelo princípio da conservação da energia, a Energia total é igual à
soma da Energia Dissipada com a Energia utilizada, ou seja:
Balanço energético no Gerador:
Pt = Pu + Pd
onde:
Potência Total:
Pt = E. i
Potência Útil:
Pu = U. i
Potência Dissipada:
Pd = r. i2
EstudodosGeradores Balanço energético no Gerador:
Rendimento:
𝜂 =
U
𝐸
O rendimento do gerador é a medida de sua eficiência e é
representado por um número adimensional (geralmente expresso
em porcentagem).
EstudodosGeradores LEI DE OHM–POUILLET
É usada para determinar a corrente fornecida i por um gerador.
EstudodosGeradores APLICAÇÕES
ER1- Um gerador elétrico, de fem 100 V e resistência interna 2 Ω,
alimenta um resistor de resistência R. Sabendo-se que a ddp entre
os terminais do gerador é de 80V, calcule:
a) itensidade da corrente no circuito;
b) o valor de R;
c) o rendimento do gerador elétrico.
ER5- A figura mostra a curva característica de um gerador elétrico.
Determine:
a) A fem E e a corrente de curto-
circuito do gerador;
b) resistência interna do gerador;
c) ddp nos terminais do gerador
quando ele é ligado a um resistor de
resistência R = 8 Ω.
EstudodosGeradores APLICAÇÕES
ER3- Dado o circuito da figura, determine os potenciais elétricos nos
pontos A e B.
ER2- No circuito esquematizado, o gerador elétrico o amperímetro
são ideais. Com a chave Ch aberta, amperímetro indica 2 A, e com
ela fechada, marca 2,2 A. Determine o valor da resistência R.
EstudodosGeradores APLICAÇÕES
1. Um gerador apresenta uma curva característica, conforme
representado abaixo. Calcule a força eletromotriz e a resistência
interna do gerador.
a) 100 V; 10 Ω
b) 50 V; 5 Ω
c) 200 V; 20 Ω
d) 100 V; 5 Ω
e)200 V; 10 Ω
2. Um gerador elétrico tem força eletromotriz igual a 1,5 V e
resistência interna igual a 0,10 Ω. Entre seus terminais liga-se um
condutor cuja resistência é igual a 0,65 Ω. Nessas condições, qual é
a diferença de potencial entre os terminais do gerador?
EstudodosGeradores APLICAÇÕES
3. O desgaste, ou envelhecimento, de uma pilha elétrica decorre de
reações químicas de oxidação-redução. Essas reações normalmente
só ocorrem enquanto a pilha está produzindo ____________. Alguns
produtos das reações vão se depositando nos eletrodos,
aumentando a sua __________ interna e reduzindo a capacidade da
mesma em fornecer ____________ ao circuito.
Os termos que melhor preenchem as lacunas são:
a) resistência - ddp- corrente.
b) corrente - potência - energia.
c) ddp- potência - energia.
d) corrente - resistência - energia.
e) corrente - potência - resistência.
EstudodosGeradores APLICAÇÕES
4. Um gerador de fem igual a 10 V, quando percorrido por uma
corrente elétrica de 2,0 A, possui entre seus terminais uma ddp de
9,0 V. Qual sua resistência interna?
5. Uma bateria de automóvel apresenta está curva característica. A
resistência interna da bateria vale, em ohms:
a) 0,25
b) 1,0
c) 4,0
d) 0,50
e) 3,0
EstudodosGeradores APLICAÇÕES
6. Uma bateria de 12 volts alimenta um resistor de 58 ohms com uma
corrente elétrica de 200 mA. Esses valores permitem concluir que a
resistência interna da bateria é, em ohms, igual a:
a) 0,020 b) 2,0
c) 0,20 d) 6,0
e) 60
7. No circuito elétrico abaixo, qual é a tensão elétrica entre os pontos
A e B e qual é a corrente do circuito i?
a) 90 V e 200 mA
b) 20 V e 200 mA
c) 90 V e 100 mA
d) 80 V e 500 mA
e) 20 V e 50 mA
EstudodosGeradores APLICAÇÕES
8- Dado o circuito da figura, determine os potenciais elétricos nos
pontos A e B.
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Eletrônica Básica
Eletrônica BásicaEletrônica Básica
Eletrônica Básica
Desiree Santos
 
Circuitos de corrente continua
Circuitos de corrente continuaCircuitos de corrente continua
Circuitos de corrente continua
Ualasse Fernando Santos Silva
 
02 geradores e receptores eletricos
02  geradores e receptores eletricos02  geradores e receptores eletricos
02 geradores e receptores eletricos
Bruno De Siqueira Costa
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
Sandra Peixoto
 
A resistência elétrica
A resistência elétricaA resistência elétrica
A resistência elétrica
Gabriela Vasconcelos
 
Geradores e receptores
Geradores e receptoresGeradores e receptores
Geradores e receptores
fisicaatual
 
Indução eletromagnética
Indução eletromagnéticaIndução eletromagnética
Indução eletromagnética
fisicaatual
 
Eletrodinamica corrente eletrica
Eletrodinamica corrente eletricaEletrodinamica corrente eletrica
Eletrodinamica corrente eletrica
Karen Carvalho
 
Força magnética
Força magnéticaForça magnética
Força magnética
Marco Antonio Sanches
 
Instrumentos de Medidas Elétricas
Instrumentos de Medidas ElétricasInstrumentos de Medidas Elétricas
Instrumentos de Medidas Elétricas
Aryleudo De Oliveira
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
cristbarb
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
Wellington Sampaio
 
Geração, transmissão e distribuição de energia
Geração, transmissão e distribuição de energiaGeração, transmissão e distribuição de energia
Geração, transmissão e distribuição de energia
DiegoAugusto86
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
FÍSICA PROFESSOR TELMO
 
Fundamentos da eletricidade - Conceitos básicos
Fundamentos da eletricidade - Conceitos básicosFundamentos da eletricidade - Conceitos básicos
Fundamentos da eletricidade - Conceitos básicos
Robson Josué Molgaro
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
O que é um circuito elétrico
O que é um circuito elétricoO que é um circuito elétrico
O que é um circuito elétrico
carolinacarrito
 
Aula 3 corrente contínua e corrente alternada
Aula 3 corrente contínua e corrente alternadaAula 3 corrente contínua e corrente alternada
Aula 3 corrente contínua e corrente alternada
Vander Bernardi
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
O mundo da FÍSICA
 
Ondas Eletromagnéticas 9ºano
Ondas Eletromagnéticas 9ºanoOndas Eletromagnéticas 9ºano
Ondas Eletromagnéticas 9ºano
Italo Oliveira
 

Mais procurados (20)

Eletrônica Básica
Eletrônica BásicaEletrônica Básica
Eletrônica Básica
 
Circuitos de corrente continua
Circuitos de corrente continuaCircuitos de corrente continua
Circuitos de corrente continua
 
02 geradores e receptores eletricos
02  geradores e receptores eletricos02  geradores e receptores eletricos
02 geradores e receptores eletricos
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
 
A resistência elétrica
A resistência elétricaA resistência elétrica
A resistência elétrica
 
Geradores e receptores
Geradores e receptoresGeradores e receptores
Geradores e receptores
 
Indução eletromagnética
Indução eletromagnéticaIndução eletromagnética
Indução eletromagnética
 
Eletrodinamica corrente eletrica
Eletrodinamica corrente eletricaEletrodinamica corrente eletrica
Eletrodinamica corrente eletrica
 
Força magnética
Força magnéticaForça magnética
Força magnética
 
Instrumentos de Medidas Elétricas
Instrumentos de Medidas ElétricasInstrumentos de Medidas Elétricas
Instrumentos de Medidas Elétricas
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
 
Geração, transmissão e distribuição de energia
Geração, transmissão e distribuição de energiaGeração, transmissão e distribuição de energia
Geração, transmissão e distribuição de energia
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
 
Fundamentos da eletricidade - Conceitos básicos
Fundamentos da eletricidade - Conceitos básicosFundamentos da eletricidade - Conceitos básicos
Fundamentos da eletricidade - Conceitos básicos
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Campo elétrico
 
O que é um circuito elétrico
O que é um circuito elétricoO que é um circuito elétrico
O que é um circuito elétrico
 
Aula 3 corrente contínua e corrente alternada
Aula 3 corrente contínua e corrente alternadaAula 3 corrente contínua e corrente alternada
Aula 3 corrente contínua e corrente alternada
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
 
Ondas Eletromagnéticas 9ºano
Ondas Eletromagnéticas 9ºanoOndas Eletromagnéticas 9ºano
Ondas Eletromagnéticas 9ºano
 

Destaque

Geradores eletricos
Geradores eletricosGeradores eletricos
Geradores eletricos
Jailson Silva
 
Aula sobre Geradores Elétricos
Aula sobre Geradores ElétricosAula sobre Geradores Elétricos
Aula sobre Geradores Elétricos
Matheus Barros
 
Geradores
 Geradores Geradores
Trabalho e potência
Trabalho e potênciaTrabalho e potência
Trabalho e potência
Marco Antonio Sanches
 
Geradores de Energia
Geradores de EnergiaGeradores de Energia
Geradores de Energia
Luciano Di Lima
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
Marco Antonio Sanches
 
Força e movimento
Força e movimentoForça e movimento
Força e movimento
Marco Antonio Sanches
 
motores e geradores
motores e geradoresmotores e geradores
motores e geradores
Gabriela Lopes
 
Física e suas aplicações
Física e suas aplicaçõesFísica e suas aplicações
Física e suas aplicações
Iago Eudalio
 
Cap 9 geradores e motores eletricos
Cap 9  geradores e motores eletricosCap 9  geradores e motores eletricos
Cap 9 geradores e motores eletricos
Priscilla Sky
 
Física-Seminário_03CCR2014
Física-Seminário_03CCR2014Física-Seminário_03CCR2014
Física-Seminário_03CCR2014
msousa97
 
Grupos Geradores para Supermercados
Grupos Geradores para SupermercadosGrupos Geradores para Supermercados
Grupos Geradores para Supermercados
Legga Geradores
 
Frente 3 cad.01-módulo 07
Frente 3  cad.01-módulo 07Frente 3  cad.01-módulo 07
Frente 3 cad.01-módulo 07
Rildo Borges
 
Trabalho e energia
Trabalho e energiaTrabalho e energia
Trabalho e energia
Marco Antonio Sanches
 
Impulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisão
Impulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisãoImpulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisão
Impulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisão
Marco Antonio Sanches
 
Synchronous generators
Synchronous generatorsSynchronous generators
Synchronous generators
Angelo Hafner
 
Planejamento de aula sobre geradores elétricos
Planejamento de aula sobre geradores elétricosPlanejamento de aula sobre geradores elétricos
Planejamento de aula sobre geradores elétricos
Matheus Barros
 
500 kva 7e1591_cab-qta_dpc-560_auto_posto_map
500 kva 7e1591_cab-qta_dpc-560_auto_posto_map500 kva 7e1591_cab-qta_dpc-560_auto_posto_map
500 kva 7e1591_cab-qta_dpc-560_auto_posto_map
Eduardo Corrêa
 
Simulado trabalho e energia
Simulado trabalho e energiaSimulado trabalho e energia
Simulado trabalho e energia
Marco Antonio Sanches
 
Equipamentos elétricos e telecomunicações - 5 Receptores
Equipamentos elétricos e telecomunicações -  5 ReceptoresEquipamentos elétricos e telecomunicações -  5 Receptores
Equipamentos elétricos e telecomunicações - 5 Receptores
profelder
 

Destaque (20)

Geradores eletricos
Geradores eletricosGeradores eletricos
Geradores eletricos
 
Aula sobre Geradores Elétricos
Aula sobre Geradores ElétricosAula sobre Geradores Elétricos
Aula sobre Geradores Elétricos
 
Geradores
 Geradores Geradores
Geradores
 
Trabalho e potência
Trabalho e potênciaTrabalho e potência
Trabalho e potência
 
Geradores de Energia
Geradores de EnergiaGeradores de Energia
Geradores de Energia
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Força e movimento
Força e movimentoForça e movimento
Força e movimento
 
motores e geradores
motores e geradoresmotores e geradores
motores e geradores
 
Física e suas aplicações
Física e suas aplicaçõesFísica e suas aplicações
Física e suas aplicações
 
Cap 9 geradores e motores eletricos
Cap 9  geradores e motores eletricosCap 9  geradores e motores eletricos
Cap 9 geradores e motores eletricos
 
Física-Seminário_03CCR2014
Física-Seminário_03CCR2014Física-Seminário_03CCR2014
Física-Seminário_03CCR2014
 
Grupos Geradores para Supermercados
Grupos Geradores para SupermercadosGrupos Geradores para Supermercados
Grupos Geradores para Supermercados
 
Frente 3 cad.01-módulo 07
Frente 3  cad.01-módulo 07Frente 3  cad.01-módulo 07
Frente 3 cad.01-módulo 07
 
Trabalho e energia
Trabalho e energiaTrabalho e energia
Trabalho e energia
 
Impulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisão
Impulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisãoImpulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisão
Impulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisão
 
Synchronous generators
Synchronous generatorsSynchronous generators
Synchronous generators
 
Planejamento de aula sobre geradores elétricos
Planejamento de aula sobre geradores elétricosPlanejamento de aula sobre geradores elétricos
Planejamento de aula sobre geradores elétricos
 
500 kva 7e1591_cab-qta_dpc-560_auto_posto_map
500 kva 7e1591_cab-qta_dpc-560_auto_posto_map500 kva 7e1591_cab-qta_dpc-560_auto_posto_map
500 kva 7e1591_cab-qta_dpc-560_auto_posto_map
 
Simulado trabalho e energia
Simulado trabalho e energiaSimulado trabalho e energia
Simulado trabalho e energia
 
Equipamentos elétricos e telecomunicações - 5 Receptores
Equipamentos elétricos e telecomunicações -  5 ReceptoresEquipamentos elétricos e telecomunicações -  5 Receptores
Equipamentos elétricos e telecomunicações - 5 Receptores
 

Semelhante a Estudo dos geradores

Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
Marco Antonio Sanches
 
CIRCUITOS ELÉTRICOS.pptx
CIRCUITOS ELÉTRICOS.pptxCIRCUITOS ELÉTRICOS.pptx
CIRCUITOS ELÉTRICOS.pptx
CamillyMarcato1
 
Eletrodinâmica 5 componentes elétricos
Eletrodinâmica 5    componentes elétricosEletrodinâmica 5    componentes elétricos
Eletrodinâmica 5 componentes elétricos
Gilberto Rocha
 
Lista 20 eletrodinamica 3
Lista 20 eletrodinamica 3Lista 20 eletrodinamica 3
Lista 20 eletrodinamica 3
rodrigoateneu
 
Elementos do circuito electrico
Elementos do circuito electricoElementos do circuito electrico
Elementos do circuito electrico
Crisolito O Valente
 
Estudo dos receptores
Estudo dos receptoresEstudo dos receptores
Estudo dos receptores
Marco Antonio Sanches
 
Equipamentos elétricos e telecomunicações 3 geradores e diferença de potencial
Equipamentos elétricos e telecomunicações   3 geradores e diferença de potencialEquipamentos elétricos e telecomunicações   3 geradores e diferença de potencial
Equipamentos elétricos e telecomunicações 3 geradores e diferença de potencial
profelder
 
Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Eletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua, Corrente Alternada
Eletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua,  Corrente AlternadaEletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua,  Corrente Alternada
Eletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua, Corrente Alternada
PanteraNegra21
 
_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt
ElizeuCalandriniNett
 
_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt
RonaldoAlves153492
 
Lista 7 geradores e receptores
Lista 7   geradores e receptoresLista 7   geradores e receptores
Lista 7 geradores e receptores
Gustavo Mendonça
 
Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013
Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013
Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
Aula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitores
Aula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitoresAula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitores
Aula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitores
viktorthedwarf
 
Geradores E Receptores
Geradores E ReceptoresGeradores E Receptores
Geradores E Receptores
Secretaria da Educação Bahia
 
Questões Corrigidas, em Word: Geradores e Receptores - Conteúdo vinculado a...
Questões Corrigidas, em Word:  Geradores e Receptores  - Conteúdo vinculado a...Questões Corrigidas, em Word:  Geradores e Receptores  - Conteúdo vinculado a...
Questões Corrigidas, em Word: Geradores e Receptores - Conteúdo vinculado a...
Rodrigo Penna
 
GERADORES_ELETROMAGNETICOS_141.pptx
GERADORES_ELETROMAGNETICOS_141.pptxGERADORES_ELETROMAGNETICOS_141.pptx
GERADORES_ELETROMAGNETICOS_141.pptx
HelioLarcio
 
Apostila De Eletricidade Aplicada
Apostila De Eletricidade AplicadaApostila De Eletricidade Aplicada
Apostila De Eletricidade Aplicada
Luiz Mariano
 
www.TutoresNaWebCom.Br - Física - Eletrodinâmica
www.TutoresNaWebCom.Br - Física -  Eletrodinâmica www.TutoresNaWebCom.Br - Física -  Eletrodinâmica
www.TutoresNaWebCom.Br - Física - Eletrodinâmica
Cris Santos Tutores
 

Semelhante a Estudo dos geradores (20)

Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
 
CIRCUITOS ELÉTRICOS.pptx
CIRCUITOS ELÉTRICOS.pptxCIRCUITOS ELÉTRICOS.pptx
CIRCUITOS ELÉTRICOS.pptx
 
Eletrodinâmica 5 componentes elétricos
Eletrodinâmica 5    componentes elétricosEletrodinâmica 5    componentes elétricos
Eletrodinâmica 5 componentes elétricos
 
Lista 20 eletrodinamica 3
Lista 20 eletrodinamica 3Lista 20 eletrodinamica 3
Lista 20 eletrodinamica 3
 
Elementos do circuito electrico
Elementos do circuito electricoElementos do circuito electrico
Elementos do circuito electrico
 
Estudo dos receptores
Estudo dos receptoresEstudo dos receptores
Estudo dos receptores
 
Equipamentos elétricos e telecomunicações 3 geradores e diferença de potencial
Equipamentos elétricos e telecomunicações   3 geradores e diferença de potencialEquipamentos elétricos e telecomunicações   3 geradores e diferença de potencial
Equipamentos elétricos e telecomunicações 3 geradores e diferença de potencial
 
Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)
 
Eletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua, Corrente Alternada
Eletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua,  Corrente AlternadaEletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua,  Corrente Alternada
Eletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua, Corrente Alternada
 
_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt
 
_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt
 
Lista 7 geradores e receptores
Lista 7   geradores e receptoresLista 7   geradores e receptores
Lista 7 geradores e receptores
 
Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013
Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013
Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013
 
Aula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitores
Aula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitoresAula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitores
Aula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitores
 
Geradores E Receptores
Geradores E ReceptoresGeradores E Receptores
Geradores E Receptores
 
Questões Corrigidas, em Word: Geradores e Receptores - Conteúdo vinculado a...
Questões Corrigidas, em Word:  Geradores e Receptores  - Conteúdo vinculado a...Questões Corrigidas, em Word:  Geradores e Receptores  - Conteúdo vinculado a...
Questões Corrigidas, em Word: Geradores e Receptores - Conteúdo vinculado a...
 
GERADORES_ELETROMAGNETICOS_141.pptx
GERADORES_ELETROMAGNETICOS_141.pptxGERADORES_ELETROMAGNETICOS_141.pptx
GERADORES_ELETROMAGNETICOS_141.pptx
 
Apostila De Eletricidade Aplicada
Apostila De Eletricidade AplicadaApostila De Eletricidade Aplicada
Apostila De Eletricidade Aplicada
 
www.TutoresNaWebCom.Br - Física - Eletrodinâmica
www.TutoresNaWebCom.Br - Física -  Eletrodinâmica www.TutoresNaWebCom.Br - Física -  Eletrodinâmica
www.TutoresNaWebCom.Br - Física - Eletrodinâmica
 

Mais de Marco Antonio Sanches

Hidrostática (versão 2018)
Hidrostática (versão 2018)Hidrostática (versão 2018)
Hidrostática (versão 2018)
Marco Antonio Sanches
 
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
Marco Antonio Sanches
 
Mecânica - Série ENEM
Mecânica - Série ENEMMecânica - Série ENEM
Mecânica - Série ENEM
Marco Antonio Sanches
 
Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Termodinâmica (2017)
Termodinâmica (2017)Termodinâmica (2017)
Termodinâmica (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Primeira Lei da Termodinâmica
Primeira Lei da TermodinâmicaPrimeira Lei da Termodinâmica
Primeira Lei da Termodinâmica
Marco Antonio Sanches
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
Marco Antonio Sanches
 
Diagrama de fases
Diagrama de fasesDiagrama de fases
Diagrama de fases
Marco Antonio Sanches
 
Ondulatória
OndulatóriaOndulatória
Ondulatória
Marco Antonio Sanches
 
Mudança de fase (2017)
Mudança de fase (2017)Mudança de fase (2017)
Mudança de fase (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Calorimetria (2017)
Calorimetria (2017)Calorimetria (2017)
Calorimetria (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)
Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)
Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Estudo dos gases
Estudo dos gasesEstudo dos gases
Estudo dos gases
Marco Antonio Sanches
 
Apostila eletrostática
Apostila eletrostáticaApostila eletrostática
Apostila eletrostática
Marco Antonio Sanches
 
Oficina App Inventor
Oficina App InventorOficina App Inventor
Oficina App Inventor
Marco Antonio Sanches
 
Termodinâmica
TermodinâmicaTermodinâmica
Termodinâmica
Marco Antonio Sanches
 
Mudança de fase
Mudança de faseMudança de fase
Mudança de fase
Marco Antonio Sanches
 
Óptica da visão - apostila
Óptica da visão - apostilaÓptica da visão - apostila
Óptica da visão - apostila
Marco Antonio Sanches
 
Calorimetria I
Calorimetria ICalorimetria I
Calorimetria I
Marco Antonio Sanches
 

Mais de Marco Antonio Sanches (20)

Hidrostática (versão 2018)
Hidrostática (versão 2018)Hidrostática (versão 2018)
Hidrostática (versão 2018)
 
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
 
Mecânica - Série ENEM
Mecânica - Série ENEMMecânica - Série ENEM
Mecânica - Série ENEM
 
Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)
 
Termodinâmica (2017)
Termodinâmica (2017)Termodinâmica (2017)
Termodinâmica (2017)
 
Primeira Lei da Termodinâmica
Primeira Lei da TermodinâmicaPrimeira Lei da Termodinâmica
Primeira Lei da Termodinâmica
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
 
Diagrama de fases
Diagrama de fasesDiagrama de fases
Diagrama de fases
 
Ondulatória
OndulatóriaOndulatória
Ondulatória
 
Mudança de fase (2017)
Mudança de fase (2017)Mudança de fase (2017)
Mudança de fase (2017)
 
Calorimetria (2017)
Calorimetria (2017)Calorimetria (2017)
Calorimetria (2017)
 
Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)
Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)
Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)
 
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
 
Estudo dos gases
Estudo dos gasesEstudo dos gases
Estudo dos gases
 
Apostila eletrostática
Apostila eletrostáticaApostila eletrostática
Apostila eletrostática
 
Oficina App Inventor
Oficina App InventorOficina App Inventor
Oficina App Inventor
 
Termodinâmica
TermodinâmicaTermodinâmica
Termodinâmica
 
Mudança de fase
Mudança de faseMudança de fase
Mudança de fase
 
Óptica da visão - apostila
Óptica da visão - apostilaÓptica da visão - apostila
Óptica da visão - apostila
 
Calorimetria I
Calorimetria ICalorimetria I
Calorimetria I
 

Último

(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
davidreyes364666
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 

Último (20)

(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 

Estudo dos geradores

  • 2. EstudodosGeradores GERADOR ELÉTRICO: é todo aparelho que transforma uma modalidade de energia qualquer em energia elétrica. Exemplos:  Geradores químicos: baterias e pilhas  Geradores mecânicos: geradores de usinas hidroelétricas, gerador do automóvel.  Geradores solares: células foto elétricas.
  • 3. EstudodosGeradores Observe que no interior do gerador o sentido da corrente elétrica é do polo NEGATIVO para o POSITIVO. Símbolo:
  • 4. EstudodosGeradores  A e B são os terminais do gerador.  A Barra maior é o polo positivo (+).  A Barra menor é o polo negativo (–).  E(ou ε) é a força eletromotriz (fem). Podemos dizer que E é a ddp total do gerador.  r é a resistência interna do gerador.  i é a corrente fornecida pelo gerador.  U é a ddp fornecida pelo gerador. Representação e elementos de um gerador
  • 5. EstudodosGeradores Equação do gerador: U = E − ri onde E = força eletromotriz (V) r = resistência interna (Ω) É a equação que determina a ddp (U) fornecida por um gerador. Observação: A corrente convencional parte sempre do polo positivo do gerador. A corrente só circula no gerador quando estiver ligado a um circuito externo fechado. Caso contrário, o circuito é aberto e a corrente é nula.
  • 6. EstudodosGeradores Observações: - A corrente de curto-circuito (icc) ocorre quando os terminais do gerador são ligados por um fio de resistência desprezível. - Neste caso, a corrente elétrica correspondente é máxima, provocando um aquecimento do gerador. Curva Característica: 𝑖 𝑐𝑐 = 𝐸 𝑟 Onde:
  • 7. EstudodosGeradores Pelo princípio da conservação da energia, a Energia total é igual à soma da Energia Dissipada com a Energia utilizada, ou seja: Balanço energético no Gerador: Pt = Pu + Pd onde: Potência Total: Pt = E. i Potência Útil: Pu = U. i Potência Dissipada: Pd = r. i2
  • 8. EstudodosGeradores Balanço energético no Gerador: Rendimento: 𝜂 = U 𝐸 O rendimento do gerador é a medida de sua eficiência e é representado por um número adimensional (geralmente expresso em porcentagem).
  • 9. EstudodosGeradores LEI DE OHM–POUILLET É usada para determinar a corrente fornecida i por um gerador.
  • 10. EstudodosGeradores APLICAÇÕES ER1- Um gerador elétrico, de fem 100 V e resistência interna 2 Ω, alimenta um resistor de resistência R. Sabendo-se que a ddp entre os terminais do gerador é de 80V, calcule: a) itensidade da corrente no circuito; b) o valor de R; c) o rendimento do gerador elétrico. ER5- A figura mostra a curva característica de um gerador elétrico. Determine: a) A fem E e a corrente de curto- circuito do gerador; b) resistência interna do gerador; c) ddp nos terminais do gerador quando ele é ligado a um resistor de resistência R = 8 Ω.
  • 11. EstudodosGeradores APLICAÇÕES ER3- Dado o circuito da figura, determine os potenciais elétricos nos pontos A e B. ER2- No circuito esquematizado, o gerador elétrico o amperímetro são ideais. Com a chave Ch aberta, amperímetro indica 2 A, e com ela fechada, marca 2,2 A. Determine o valor da resistência R.
  • 12. EstudodosGeradores APLICAÇÕES 1. Um gerador apresenta uma curva característica, conforme representado abaixo. Calcule a força eletromotriz e a resistência interna do gerador. a) 100 V; 10 Ω b) 50 V; 5 Ω c) 200 V; 20 Ω d) 100 V; 5 Ω e)200 V; 10 Ω 2. Um gerador elétrico tem força eletromotriz igual a 1,5 V e resistência interna igual a 0,10 Ω. Entre seus terminais liga-se um condutor cuja resistência é igual a 0,65 Ω. Nessas condições, qual é a diferença de potencial entre os terminais do gerador?
  • 13. EstudodosGeradores APLICAÇÕES 3. O desgaste, ou envelhecimento, de uma pilha elétrica decorre de reações químicas de oxidação-redução. Essas reações normalmente só ocorrem enquanto a pilha está produzindo ____________. Alguns produtos das reações vão se depositando nos eletrodos, aumentando a sua __________ interna e reduzindo a capacidade da mesma em fornecer ____________ ao circuito. Os termos que melhor preenchem as lacunas são: a) resistência - ddp- corrente. b) corrente - potência - energia. c) ddp- potência - energia. d) corrente - resistência - energia. e) corrente - potência - resistência.
  • 14. EstudodosGeradores APLICAÇÕES 4. Um gerador de fem igual a 10 V, quando percorrido por uma corrente elétrica de 2,0 A, possui entre seus terminais uma ddp de 9,0 V. Qual sua resistência interna? 5. Uma bateria de automóvel apresenta está curva característica. A resistência interna da bateria vale, em ohms: a) 0,25 b) 1,0 c) 4,0 d) 0,50 e) 3,0
  • 15. EstudodosGeradores APLICAÇÕES 6. Uma bateria de 12 volts alimenta um resistor de 58 ohms com uma corrente elétrica de 200 mA. Esses valores permitem concluir que a resistência interna da bateria é, em ohms, igual a: a) 0,020 b) 2,0 c) 0,20 d) 6,0 e) 60 7. No circuito elétrico abaixo, qual é a tensão elétrica entre os pontos A e B e qual é a corrente do circuito i? a) 90 V e 200 mA b) 20 V e 200 mA c) 90 V e 100 mA d) 80 V e 500 mA e) 20 V e 50 mA
  • 16. EstudodosGeradores APLICAÇÕES 8- Dado o circuito da figura, determine os potenciais elétricos nos pontos A e B.
  • 17. FIM

Notas do Editor

  1. Este modelo pode ser usado como arquivo de partida para apresentar materiais de treinamento em um cenário em grupo. Seções Clique com o botão direito em um slide para adicionar seções. Seções podem ajudar a organizar slides ou a facilitar a colaboração entre vários autores. Anotações Use a seção Anotações para anotações da apresentação ou para fornecer detalhes adicionais ao público. Exiba essas anotações no Modo de Exibição de Apresentação durante a sua apresentação. Considere o tamanho da fonte (importante para acessibilidade, visibilidade, gravação em vídeo e produção online) Cores coordenadas Preste atenção especial aos gráficos, tabelas e caixas de texto. Leve em consideração que os participantes irão imprimir em preto-e-branco ou escala de cinza. Execute uma impressão de teste para ter certeza de que as suas cores irão funcionar quando forem impressas em preto-e-branco puros e escala de cinza. Elementos gráficos, tabelas e gráficos Mantenha a simplicidade: se possível, use estilos e cores consistentes e não confusos. Rotule todos os gráficos e tabelas.
  2. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  3. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  4. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  5. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  6. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  7. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  8. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  9. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  10. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  11. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  12. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  13. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  14. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  15. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  16. Forneça uma breve visão geral da apresentação. Descreva o foco principal da apresentação e por que ela é importante. Introduza cada um dos principais tópicos. Para fornecer um roteiro para o público, você pode repita este slide de Visão Geral por toda a apresentação, realçando o tópico específico que você discutirá em seguida.
  17. Esta é outra opção para um slide de Visão Geral usando transições.