SlideShare uma empresa Scribd logo
Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)
O raio de luz se aproxima da normal ao
passar do meio menos refringente para
o mais refringente.
A refração da luz é o fenômeno óptico da variação da velocidade sofrida
pela luz ao passar de um meio material óptico para outro.
O raio de luz se afasta da normal ao
passar do meio mais refringente para o
menos refringente.
Reflexão total
Quando um raio de luz incide com um ângulo igual ao ângulo limite
(L), não há nem refração, nem reflexão.
Fibra óptica
1- (ENEM) As miragens existem e podem induzir à percepção de que há água
onde não existe. Elas são a manifestação de um fenômeno óptico que ocorre na
atmosfera. Disponível em: www.invivo.fiocruz.br. Acesso em: 29 fev. 2012.
Esse fenômeno óptico é consequência da
a) refração da luz nas camadas de ar próximas do chão quente.
b) reflexão da luz ao incidir no solo quente.
c) reflexão difusa da luz na superfície rugosa.
d) dispersão da luz nas camadas de ar próximas do chão quente.
e) difração da luz nas camadas de ar próximas do chão quente.
2- (Eear 2017) A tirinha abaixo utiliza um fenômeno físico para a construção da
piada. Que fenômeno é esse?
a) Reflexão
b) Refração
c) Difração
d) Propagação retilínea da luz
X
X
3- (IFSUL) Ao passar de um meio mais refringente para um menos refringente, um
raio de luz monocromática que incide de forma oblíqua
a) sofre reflexão total.
b) se aproxima da normal.
c) permanece na mesma direção.
d) se afasta da normal.
4- (PUCCAMP) Pesquisadores da Fundação Osvaldo Cruz desenvolveram um
sensor a laser capaz de detectar bactérias no ar em até 5 horas, ou seja, 14 vezes
mais rápido do que o método tradicional. O equipamento, que aponta a presença
de microorganismos por meio de uma fibra óptica, pode se tornar um grande
aliado no combate às infecções hospitalares. (Adaptado de Karine Rodrigues.
http:www.estadão.com.br/ciência/notícias/20 4/julho/15)
A transmissão de raios laser através de uma fibra óptica é possível devido ao
fenômeno da
a) refração. b) difração.
c) polarização. d) interferência.
e) reflexão total.
X
X
Quanto ao tipo, podemos ter:
Lentes de bordas delgadas Lentes de bordas espessas
Quanto ao comportamento óptico, no ar, teremos:
Lentes convergentes Lentes divergentes
5- Com uma lente de aumento, um estudante conseguiu acender um fósforo que
estava a 10 cm da lente, aproveitando a luz solar.
a) Qual era o tipo de lente?
b) Qual era a distância focal e a vergência da lente?
c) Que tipo de visão é possível corrigir com esse tipo de lente
6- São dadas duas lentes, uma convergente, de distância focal 0,5 m, e outra
divergente, de distância focal, em módulo, igual a 20 cm. Determine a distância
focal da lente equivalente, quando as lentes são justapostas.
f < 0 f > 0Lente
divergente
Lente
convergente
Lente divergente
Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)
7- (Espcex) Um objeto é colocado sobre o eixo principal de uma lente esférica
delgada convergente a 70 cm de distância do centro óptico. A lente possui uma
distância focal igual a 80 cm. Baseado nas informações anteriores, podemos
afirmar que a imagem formada por esta lente é:
a) real, invertida e menor que o objeto.
b) virtual, direita e menor que o objeto.
c) real, direita e maior que o objeto.
d) virtual, direita e maior que o objeto.
e) real, invertida e maior que o objeto.
X
8- (UNESP) Um aquário esférico de paredes finas é mantido dentro de outro
aquário que contém água. Dois raios de luz atravessam esse sistema da maneira
mostrada na figura a seguir, que representa uma secção transversal do conjunto.
Pode-se concluir que, nessa montagem, o
aquário esférico desempenha a função de:
a) espelho côncavo.
b) espelho convexo.
c) prisma.
d) lente divergente.
e) lente convergente.
X
9- (Cesgranrio-RJ) Um estudante deseja queimar uma folha de papel,
concentrando, com apenas uma lente, um feixe de luz solar na superfície da folha.
Para tal, ele dispõe de 4 lentes de vidro, cujos perfis são mostrados a seguir:
Para conseguir seu intento, o estudante poderá usar as lentes:
a) I ou II somente.
b) I ou III somente.
c) I ou IV somente.
d) II ou III somente.
e) II ou IV somente.
X
Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)
10- Um objeto linear situa-se a 12 cm de uma lente delgada divergente cuja
distância focal é, em módulo, igual a 6 cm.
a) Determine a que distância da lente se forma a imagem.
b) A imagem é real ou virtual?
11- A imagem real de um objeto fornecida por uma lente delgada convergente, de
distância focal 30 cm, situa-se a 40 cm da lente. Determine:
a) a que distância da lente está posicionado o objeto;
b) o aumento linear transversal.
12- Numa aula sobre óptica, o professor Girafales, usa uma das lentes de seus
óculos, de grau + 5di, para observar um “toco” de giz de 0,8 cm de comprimento.
Para tanto, ele coloca a lente à 4 cm do giz. Com base na experiência realizada,
qual o comprimento do giz observado pela lente?
13- (UFPE) Um objeto de altura h = 2,5 cm está localizado a 4,0 cm de uma lente
delgada de distância focal f = +8,0 cm. Determine a altura desse objeto, em
centímetro, quando observado através da lente.
14- Com uma lente delgada, projeta-se, numa tela situada a 100 cm da lente, a
imagem real de uma vela com 5 cm de altura e colocada a 10 cm da lente.
Determine:
a) o tipo de lente e sua distância focal;
b) o aumento linear transversal da imagem;
c) o tamanho da imagem.
Miopia:
• a imagem se forma antes da retina.
• a correção pode ser feita com o uso de lentes
divergentes.
• o ponto remoto fica mais perto que o
convencional.
Hipermetropia:
• a imagem se forma atrás da retina.
• a correção pode ser feita com lentes
convergentes.
• o ponto próximo sofre um afastamento.
𝑉 = −
100
𝑃𝑅𝑀
𝑉 =
100
𝑃𝑃𝑁
−
100
𝑃𝑃𝐻
Presbiopia:
• Enrijecimento do cristalino (idade).
• A correção pode ser feita com lentes
convergentes.
• Assemelha-se à hipermetropia.
Astigmatismo
• É causado por falta de
uniformidade na curvatura
da córnea e uma
consequente imperfeição
na simetria do sistema
óptico ocular causam o
astigmatismo.
• Pode-se corrigir este
defeito com o uso de lentes
cilíndricas capazes de
compensar tais diferenças
de curvatura
15- Determine:
a) A distância focal das lentes dos óculos de um hipermétrope que tem 5 graus.
b) A altura da imagem de um objeto de 2 cm, colocado a 10cm dessa lente.
16- (Fuvest) O ponto remoto corresponde a maior distância que pode ser
focalizada na retina. Para um olho míope, o ponto remoto, que normalmente está
no infinito, fica bem próximo dos olhos.
a) Que tipo de lente o míope deve usar para corrigir o defeito?
b) Qual a distância focal de uma lente para corrigir miopia de uma pessoa cujo
ponto se encontra a 20cm do olho?
17- O ponto remoto de um míope situa-se a 2 m de seu olho. Determine a
distância focal e a vergência da lente que corrige o defeito.
18- Uma pessoa míope usa óculos cujas lentes têm -2 di. Determine a posição do
ponto remoto do olho dessa pessoa.
19- (Vunesp) Uma pessoa normal deve ser capaz de perceber um objeto em
foco a uma distância de 25 cm. Que tipo de lente deve ser usado e qual seria a
distância focal dessa lente, para tornar normal a visão de uma pessoa
hipermetrope que consegue ver, em foco, apenas objetos situados a mais de
125 cm?
20- A hipermetropia é um problema da visão em que a imagem de um objeto
distante se forma depois da retina.
a) Das imagens abaixo, qual representa o defeito apontado?
b) Das lentes abaixo, qual é a indicada
para a correção desse problema?
c) Uma pessoa hipermetrope tem seu ponto próximo
situado a 50 cm da vista. Determine a vergência da
lente que ela deve usar.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Das primeiras ideias da eletricidade até a pilha de volta
Das primeiras ideias da eletricidade até a pilha de voltaDas primeiras ideias da eletricidade até a pilha de volta
Das primeiras ideias da eletricidade até a pilha de volta
PIBID QUÍMICA UNIFESP
 
olho humano-defeitos_visao
olho humano-defeitos_visaoolho humano-defeitos_visao
olho humano-defeitos_visao
nunofq
 
1 exercícios tecnologia dos materiais
1 exercícios tecnologia dos materiais1 exercícios tecnologia dos materiais
1 exercícios tecnologia dos materiais
Luan Siqueira
 
Ensaio de compressão de corpos de-prova
Ensaio de compressão de corpos de-provaEnsaio de compressão de corpos de-prova
Ensaio de compressão de corpos de-prova
Luiz Orro de Freitas
 
Eletromagnetismo - Indução Eletromagnética
Eletromagnetismo - Indução EletromagnéticaEletromagnetismo - Indução Eletromagnética
Eletromagnetismo - Indução Eletromagnética
Felipe Menegotto
 
Doc estatistica _1198613339
Doc estatistica _1198613339Doc estatistica _1198613339
Doc estatistica _1198613339
Luana Lima Freitas
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
O mundo da FÍSICA
 
Radiografia industrial
Radiografia industrialRadiografia industrial
Radiografia industrial
Jéssica Rocha
 
Atividades física 2 ano prof. waldir montenegro
Atividades física 2  ano prof. waldir montenegroAtividades física 2  ano prof. waldir montenegro
Atividades física 2 ano prof. waldir montenegro
Waldir Montenegro
 
Aula sobre som
Aula sobre somAula sobre som
Aula sobre som
LJerias
 
Óptica Geométrica - Estudo das lentes esféricas
Óptica Geométrica - Estudo das lentes esféricasÓptica Geométrica - Estudo das lentes esféricas
Óptica Geométrica - Estudo das lentes esféricas
Marco Antonio Sanches
 
Estrutura cristalina
Estrutura cristalinaEstrutura cristalina
Estrutura cristalina
Guilherme Cuzzuol
 
Resistencia dos materiais tensão e deformação
Resistencia dos materiais   tensão e deformaçãoResistencia dos materiais   tensão e deformação
Resistencia dos materiais tensão e deformação
Douglas Mota
 
Aula 6 propriedades mecânicas , emgenharia
Aula 6 propriedades mecânicas  , emgenhariaAula 6 propriedades mecânicas  , emgenharia
Aula 6 propriedades mecânicas , emgenharia
Felipe Rosa
 
Formação de raios - Física
Formação de raios - FísicaFormação de raios - Física
Formação de raios - Física
vivisabadoti
 
Produção e equipamentos de raios x
Produção e equipamentos de raios    xProdução e equipamentos de raios    x
Produção e equipamentos de raios x
Heraldo Silva
 
Instrumentos Ópticos
Instrumentos ÓpticosInstrumentos Ópticos
Instrumentos Ópticos
Samara Brito
 
Aula radioatividade
Aula radioatividadeAula radioatividade
Aula radioatividade
Nai Mariano
 
RELATÓRIO DO LABORATÓRIO
RELATÓRIO DO LABORATÓRIORELATÓRIO DO LABORATÓRIO
RELATÓRIO DO LABORATÓRIO
Jonasblog
 
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia IAula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Ronaldo Santana
 

Mais procurados (20)

Das primeiras ideias da eletricidade até a pilha de volta
Das primeiras ideias da eletricidade até a pilha de voltaDas primeiras ideias da eletricidade até a pilha de volta
Das primeiras ideias da eletricidade até a pilha de volta
 
olho humano-defeitos_visao
olho humano-defeitos_visaoolho humano-defeitos_visao
olho humano-defeitos_visao
 
1 exercícios tecnologia dos materiais
1 exercícios tecnologia dos materiais1 exercícios tecnologia dos materiais
1 exercícios tecnologia dos materiais
 
Ensaio de compressão de corpos de-prova
Ensaio de compressão de corpos de-provaEnsaio de compressão de corpos de-prova
Ensaio de compressão de corpos de-prova
 
Eletromagnetismo - Indução Eletromagnética
Eletromagnetismo - Indução EletromagnéticaEletromagnetismo - Indução Eletromagnética
Eletromagnetismo - Indução Eletromagnética
 
Doc estatistica _1198613339
Doc estatistica _1198613339Doc estatistica _1198613339
Doc estatistica _1198613339
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
 
Radiografia industrial
Radiografia industrialRadiografia industrial
Radiografia industrial
 
Atividades física 2 ano prof. waldir montenegro
Atividades física 2  ano prof. waldir montenegroAtividades física 2  ano prof. waldir montenegro
Atividades física 2 ano prof. waldir montenegro
 
Aula sobre som
Aula sobre somAula sobre som
Aula sobre som
 
Óptica Geométrica - Estudo das lentes esféricas
Óptica Geométrica - Estudo das lentes esféricasÓptica Geométrica - Estudo das lentes esféricas
Óptica Geométrica - Estudo das lentes esféricas
 
Estrutura cristalina
Estrutura cristalinaEstrutura cristalina
Estrutura cristalina
 
Resistencia dos materiais tensão e deformação
Resistencia dos materiais   tensão e deformaçãoResistencia dos materiais   tensão e deformação
Resistencia dos materiais tensão e deformação
 
Aula 6 propriedades mecânicas , emgenharia
Aula 6 propriedades mecânicas  , emgenhariaAula 6 propriedades mecânicas  , emgenharia
Aula 6 propriedades mecânicas , emgenharia
 
Formação de raios - Física
Formação de raios - FísicaFormação de raios - Física
Formação de raios - Física
 
Produção e equipamentos de raios x
Produção e equipamentos de raios    xProdução e equipamentos de raios    x
Produção e equipamentos de raios x
 
Instrumentos Ópticos
Instrumentos ÓpticosInstrumentos Ópticos
Instrumentos Ópticos
 
Aula radioatividade
Aula radioatividadeAula radioatividade
Aula radioatividade
 
RELATÓRIO DO LABORATÓRIO
RELATÓRIO DO LABORATÓRIORELATÓRIO DO LABORATÓRIO
RELATÓRIO DO LABORATÓRIO
 
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia IAula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
 

Semelhante a Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)

Óptica da visão
Óptica da visãoÓptica da visão
Óptica da visão
Marco Antonio Sanches
 
Lista 24 lentes
Lista 24 lentesLista 24 lentes
Lista 24 lentes
rodrigoateneu
 
Lentes marista
Lentes maristaLentes marista
Lentes marista
Isabella Silva
 
LENTES ESFÉRICAS - apostila
LENTES ESFÉRICAS - apostilaLENTES ESFÉRICAS - apostila
LENTES ESFÉRICAS - apostila
Marco Antonio Sanches
 
Fisica 3 exercicios gabarito 26
Fisica 3 exercicios gabarito 26Fisica 3 exercicios gabarito 26
Fisica 3 exercicios gabarito 26
comentada
 
Óptica da visão - apostila
Óptica da visão - apostilaÓptica da visão - apostila
Óptica da visão - apostila
Marco Antonio Sanches
 
Volume05
Volume05Volume05
Volume05
Fábio Moreira
 
Ap fisica modulo 15 exercicios
Ap fisica modulo 15 exerciciosAp fisica modulo 15 exercicios
Ap fisica modulo 15 exercicios
comentada
 
Lentes convergentes e divergentes
Lentes convergentes e divergentesLentes convergentes e divergentes
Lentes convergentes e divergentes
Felipe Dias Guimarães
 
Física - www.AulasParticularesApoio.Com - Física – Exercícios Resolvidos Le...
Física -  www.AulasParticularesApoio.Com - Física – Exercícios Resolvidos  Le...Física -  www.AulasParticularesApoio.Com - Física – Exercícios Resolvidos  Le...
Física - www.AulasParticularesApoio.Com - Física – Exercícios Resolvidos Le...
ApoioAulas ParticularesCom
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricaswww.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricas
Videoaulas De Física Apoio
 
Física - Exercícios de Lentes Esféricas
Física - Exercícios de Lentes EsféricasFísica - Exercícios de Lentes Esféricas
Física - Exercícios de Lentes Esféricas
Joana Figueredo
 
Instrumentos óticos
Instrumentos óticosInstrumentos óticos
Instrumentos óticos
UERGS
 
Aula 6-optica-da-visao.pptx
Aula 6-optica-da-visao.pptxAula 6-optica-da-visao.pptx
Aula 6-optica-da-visao.pptx
MuriloMartins47
 
Biofísica da Visãƒo
Biofísica da Visãƒo Biofísica da Visãƒo
Biofísica da Visãƒo
Marcelo Silva
 
Como funciona o olho
Como funciona o olhoComo funciona o olho
Como funciona o olho
Franfisik Fisica
 
Questões de aplicação que vão ser inseridas no pol de óptica
Questões de aplicação que vão ser inseridas no pol de ópticaQuestões de aplicação que vão ser inseridas no pol de óptica
Questões de aplicação que vão ser inseridas no pol de óptica
Airton Coelho
 
Lentes marista parte1
Lentes marista parte1Lentes marista parte1
Lentes marista parte1
Yasmin Amorim
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e Ondas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e  Ondaswww.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e  Ondas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e Ondas
Videoaulas De Física Apoio
 
óPtica lentes
óPtica lentesóPtica lentes
óPtica lentes
Joana Figueredo
 

Semelhante a Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017) (20)

Óptica da visão
Óptica da visãoÓptica da visão
Óptica da visão
 
Lista 24 lentes
Lista 24 lentesLista 24 lentes
Lista 24 lentes
 
Lentes marista
Lentes maristaLentes marista
Lentes marista
 
LENTES ESFÉRICAS - apostila
LENTES ESFÉRICAS - apostilaLENTES ESFÉRICAS - apostila
LENTES ESFÉRICAS - apostila
 
Fisica 3 exercicios gabarito 26
Fisica 3 exercicios gabarito 26Fisica 3 exercicios gabarito 26
Fisica 3 exercicios gabarito 26
 
Óptica da visão - apostila
Óptica da visão - apostilaÓptica da visão - apostila
Óptica da visão - apostila
 
Volume05
Volume05Volume05
Volume05
 
Ap fisica modulo 15 exercicios
Ap fisica modulo 15 exerciciosAp fisica modulo 15 exercicios
Ap fisica modulo 15 exercicios
 
Lentes convergentes e divergentes
Lentes convergentes e divergentesLentes convergentes e divergentes
Lentes convergentes e divergentes
 
Física - www.AulasParticularesApoio.Com - Física – Exercícios Resolvidos Le...
Física -  www.AulasParticularesApoio.Com - Física – Exercícios Resolvidos  Le...Física -  www.AulasParticularesApoio.Com - Física – Exercícios Resolvidos  Le...
Física - www.AulasParticularesApoio.Com - Física – Exercícios Resolvidos Le...
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricaswww.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos Lentes Esféricas
 
Física - Exercícios de Lentes Esféricas
Física - Exercícios de Lentes EsféricasFísica - Exercícios de Lentes Esféricas
Física - Exercícios de Lentes Esféricas
 
Instrumentos óticos
Instrumentos óticosInstrumentos óticos
Instrumentos óticos
 
Aula 6-optica-da-visao.pptx
Aula 6-optica-da-visao.pptxAula 6-optica-da-visao.pptx
Aula 6-optica-da-visao.pptx
 
Biofísica da Visãƒo
Biofísica da Visãƒo Biofísica da Visãƒo
Biofísica da Visãƒo
 
Como funciona o olho
Como funciona o olhoComo funciona o olho
Como funciona o olho
 
Questões de aplicação que vão ser inseridas no pol de óptica
Questões de aplicação que vão ser inseridas no pol de ópticaQuestões de aplicação que vão ser inseridas no pol de óptica
Questões de aplicação que vão ser inseridas no pol de óptica
 
Lentes marista parte1
Lentes marista parte1Lentes marista parte1
Lentes marista parte1
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e Ondas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e  Ondaswww.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e  Ondas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ópticas e Ondas
 
óPtica lentes
óPtica lentesóPtica lentes
óPtica lentes
 

Mais de Marco Antonio Sanches

Hidrostática (versão 2018)
Hidrostática (versão 2018)Hidrostática (versão 2018)
Hidrostática (versão 2018)
Marco Antonio Sanches
 
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
Marco Antonio Sanches
 
Mecânica - Série ENEM
Mecânica - Série ENEMMecânica - Série ENEM
Mecânica - Série ENEM
Marco Antonio Sanches
 
Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Termodinâmica (2017)
Termodinâmica (2017)Termodinâmica (2017)
Termodinâmica (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Primeira Lei da Termodinâmica
Primeira Lei da TermodinâmicaPrimeira Lei da Termodinâmica
Primeira Lei da Termodinâmica
Marco Antonio Sanches
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
Marco Antonio Sanches
 
Diagrama de fases
Diagrama de fasesDiagrama de fases
Diagrama de fases
Marco Antonio Sanches
 
Ondulatória
OndulatóriaOndulatória
Ondulatória
Marco Antonio Sanches
 
Mudança de fase (2017)
Mudança de fase (2017)Mudança de fase (2017)
Mudança de fase (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Calorimetria (2017)
Calorimetria (2017)Calorimetria (2017)
Calorimetria (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
Marco Antonio Sanches
 
Estudo dos gases
Estudo dos gasesEstudo dos gases
Estudo dos gases
Marco Antonio Sanches
 
Apostila eletrostática
Apostila eletrostáticaApostila eletrostática
Apostila eletrostática
Marco Antonio Sanches
 
Oficina App Inventor
Oficina App InventorOficina App Inventor
Oficina App Inventor
Marco Antonio Sanches
 
Termodinâmica
TermodinâmicaTermodinâmica
Termodinâmica
Marco Antonio Sanches
 
Mudança de fase
Mudança de faseMudança de fase
Mudança de fase
Marco Antonio Sanches
 

Mais de Marco Antonio Sanches (20)

Hidrostática (versão 2018)
Hidrostática (versão 2018)Hidrostática (versão 2018)
Hidrostática (versão 2018)
 
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
Refração da luz e espelhos planos (versão 2018)
 
Mecânica - Série ENEM
Mecânica - Série ENEMMecânica - Série ENEM
Mecânica - Série ENEM
 
Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)
 
Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)
 
Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)Estudo dos Geradores (2017)
Estudo dos Geradores (2017)
 
Termodinâmica (2017)
Termodinâmica (2017)Termodinâmica (2017)
Termodinâmica (2017)
 
Primeira Lei da Termodinâmica
Primeira Lei da TermodinâmicaPrimeira Lei da Termodinâmica
Primeira Lei da Termodinâmica
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
 
Diagrama de fases
Diagrama de fasesDiagrama de fases
Diagrama de fases
 
Ondulatória
OndulatóriaOndulatória
Ondulatória
 
Mudança de fase (2017)
Mudança de fase (2017)Mudança de fase (2017)
Mudança de fase (2017)
 
Calorimetria (2017)
Calorimetria (2017)Calorimetria (2017)
Calorimetria (2017)
 
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
Hidrostática - revisão 2º EM (2017)
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Estudo dos gases
Estudo dos gasesEstudo dos gases
Estudo dos gases
 
Apostila eletrostática
Apostila eletrostáticaApostila eletrostática
Apostila eletrostática
 
Oficina App Inventor
Oficina App InventorOficina App Inventor
Oficina App Inventor
 
Termodinâmica
TermodinâmicaTermodinâmica
Termodinâmica
 
Mudança de fase
Mudança de faseMudança de fase
Mudança de fase
 

Último

Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 

Óptica geométrica - Revisão 3º EM (2017)

  • 2. O raio de luz se aproxima da normal ao passar do meio menos refringente para o mais refringente. A refração da luz é o fenômeno óptico da variação da velocidade sofrida pela luz ao passar de um meio material óptico para outro. O raio de luz se afasta da normal ao passar do meio mais refringente para o menos refringente.
  • 3. Reflexão total Quando um raio de luz incide com um ângulo igual ao ângulo limite (L), não há nem refração, nem reflexão. Fibra óptica
  • 4. 1- (ENEM) As miragens existem e podem induzir à percepção de que há água onde não existe. Elas são a manifestação de um fenômeno óptico que ocorre na atmosfera. Disponível em: www.invivo.fiocruz.br. Acesso em: 29 fev. 2012. Esse fenômeno óptico é consequência da a) refração da luz nas camadas de ar próximas do chão quente. b) reflexão da luz ao incidir no solo quente. c) reflexão difusa da luz na superfície rugosa. d) dispersão da luz nas camadas de ar próximas do chão quente. e) difração da luz nas camadas de ar próximas do chão quente. 2- (Eear 2017) A tirinha abaixo utiliza um fenômeno físico para a construção da piada. Que fenômeno é esse? a) Reflexão b) Refração c) Difração d) Propagação retilínea da luz X X
  • 5. 3- (IFSUL) Ao passar de um meio mais refringente para um menos refringente, um raio de luz monocromática que incide de forma oblíqua a) sofre reflexão total. b) se aproxima da normal. c) permanece na mesma direção. d) se afasta da normal. 4- (PUCCAMP) Pesquisadores da Fundação Osvaldo Cruz desenvolveram um sensor a laser capaz de detectar bactérias no ar em até 5 horas, ou seja, 14 vezes mais rápido do que o método tradicional. O equipamento, que aponta a presença de microorganismos por meio de uma fibra óptica, pode se tornar um grande aliado no combate às infecções hospitalares. (Adaptado de Karine Rodrigues. http:www.estadão.com.br/ciência/notícias/20 4/julho/15) A transmissão de raios laser através de uma fibra óptica é possível devido ao fenômeno da a) refração. b) difração. c) polarização. d) interferência. e) reflexão total. X X
  • 6. Quanto ao tipo, podemos ter: Lentes de bordas delgadas Lentes de bordas espessas
  • 7. Quanto ao comportamento óptico, no ar, teremos: Lentes convergentes Lentes divergentes
  • 8. 5- Com uma lente de aumento, um estudante conseguiu acender um fósforo que estava a 10 cm da lente, aproveitando a luz solar. a) Qual era o tipo de lente? b) Qual era a distância focal e a vergência da lente? c) Que tipo de visão é possível corrigir com esse tipo de lente 6- São dadas duas lentes, uma convergente, de distância focal 0,5 m, e outra divergente, de distância focal, em módulo, igual a 20 cm. Determine a distância focal da lente equivalente, quando as lentes são justapostas. f < 0 f > 0Lente divergente Lente convergente Lente divergente
  • 10. 7- (Espcex) Um objeto é colocado sobre o eixo principal de uma lente esférica delgada convergente a 70 cm de distância do centro óptico. A lente possui uma distância focal igual a 80 cm. Baseado nas informações anteriores, podemos afirmar que a imagem formada por esta lente é: a) real, invertida e menor que o objeto. b) virtual, direita e menor que o objeto. c) real, direita e maior que o objeto. d) virtual, direita e maior que o objeto. e) real, invertida e maior que o objeto. X
  • 11. 8- (UNESP) Um aquário esférico de paredes finas é mantido dentro de outro aquário que contém água. Dois raios de luz atravessam esse sistema da maneira mostrada na figura a seguir, que representa uma secção transversal do conjunto. Pode-se concluir que, nessa montagem, o aquário esférico desempenha a função de: a) espelho côncavo. b) espelho convexo. c) prisma. d) lente divergente. e) lente convergente. X
  • 12. 9- (Cesgranrio-RJ) Um estudante deseja queimar uma folha de papel, concentrando, com apenas uma lente, um feixe de luz solar na superfície da folha. Para tal, ele dispõe de 4 lentes de vidro, cujos perfis são mostrados a seguir: Para conseguir seu intento, o estudante poderá usar as lentes: a) I ou II somente. b) I ou III somente. c) I ou IV somente. d) II ou III somente. e) II ou IV somente. X
  • 14. 10- Um objeto linear situa-se a 12 cm de uma lente delgada divergente cuja distância focal é, em módulo, igual a 6 cm. a) Determine a que distância da lente se forma a imagem. b) A imagem é real ou virtual? 11- A imagem real de um objeto fornecida por uma lente delgada convergente, de distância focal 30 cm, situa-se a 40 cm da lente. Determine: a) a que distância da lente está posicionado o objeto; b) o aumento linear transversal. 12- Numa aula sobre óptica, o professor Girafales, usa uma das lentes de seus óculos, de grau + 5di, para observar um “toco” de giz de 0,8 cm de comprimento. Para tanto, ele coloca a lente à 4 cm do giz. Com base na experiência realizada, qual o comprimento do giz observado pela lente?
  • 15. 13- (UFPE) Um objeto de altura h = 2,5 cm está localizado a 4,0 cm de uma lente delgada de distância focal f = +8,0 cm. Determine a altura desse objeto, em centímetro, quando observado através da lente. 14- Com uma lente delgada, projeta-se, numa tela situada a 100 cm da lente, a imagem real de uma vela com 5 cm de altura e colocada a 10 cm da lente. Determine: a) o tipo de lente e sua distância focal; b) o aumento linear transversal da imagem; c) o tamanho da imagem.
  • 16. Miopia: • a imagem se forma antes da retina. • a correção pode ser feita com o uso de lentes divergentes. • o ponto remoto fica mais perto que o convencional. Hipermetropia: • a imagem se forma atrás da retina. • a correção pode ser feita com lentes convergentes. • o ponto próximo sofre um afastamento. 𝑉 = − 100 𝑃𝑅𝑀 𝑉 = 100 𝑃𝑃𝑁 − 100 𝑃𝑃𝐻
  • 17. Presbiopia: • Enrijecimento do cristalino (idade). • A correção pode ser feita com lentes convergentes. • Assemelha-se à hipermetropia.
  • 18. Astigmatismo • É causado por falta de uniformidade na curvatura da córnea e uma consequente imperfeição na simetria do sistema óptico ocular causam o astigmatismo. • Pode-se corrigir este defeito com o uso de lentes cilíndricas capazes de compensar tais diferenças de curvatura
  • 19. 15- Determine: a) A distância focal das lentes dos óculos de um hipermétrope que tem 5 graus. b) A altura da imagem de um objeto de 2 cm, colocado a 10cm dessa lente. 16- (Fuvest) O ponto remoto corresponde a maior distância que pode ser focalizada na retina. Para um olho míope, o ponto remoto, que normalmente está no infinito, fica bem próximo dos olhos. a) Que tipo de lente o míope deve usar para corrigir o defeito? b) Qual a distância focal de uma lente para corrigir miopia de uma pessoa cujo ponto se encontra a 20cm do olho? 17- O ponto remoto de um míope situa-se a 2 m de seu olho. Determine a distância focal e a vergência da lente que corrige o defeito. 18- Uma pessoa míope usa óculos cujas lentes têm -2 di. Determine a posição do ponto remoto do olho dessa pessoa.
  • 20. 19- (Vunesp) Uma pessoa normal deve ser capaz de perceber um objeto em foco a uma distância de 25 cm. Que tipo de lente deve ser usado e qual seria a distância focal dessa lente, para tornar normal a visão de uma pessoa hipermetrope que consegue ver, em foco, apenas objetos situados a mais de 125 cm? 20- A hipermetropia é um problema da visão em que a imagem de um objeto distante se forma depois da retina. a) Das imagens abaixo, qual representa o defeito apontado? b) Das lentes abaixo, qual é a indicada para a correção desse problema? c) Uma pessoa hipermetrope tem seu ponto próximo situado a 50 cm da vista. Determine a vergência da lente que ela deve usar.