SlideShare uma empresa Scribd logo
Introdução
A enfermagem tem importante
participação no auxilio da prestação de
cuidados de seus pacientes e familiares
ate nos casos mais difíceis de lidar como é
o caso de pessoas que sofrem de doenças
crônicas e perdas significativas.
Objetivos
Objetivo Geral: A importância do cuidado
ao paciente e seu familiar.
Objetivo especifico: Relatar o processo do
cuidar de enfermagem realizando uma
comparação entre o processo do
enfrentamento do luto com o processo do
enfrentamento de uma doença crônica.
ESTUDO DE CASO 1: ENFRENTAMENTO
DO LUTO
• P.D.C, 40 anos, feminino, negra, viúva há 3 meses,
evangélica;
• No dia 23/08/2015, deu entrada na unidade de urgência
e emergência, com um quadro de depressão profunda,
apresentando tristeza, medo, choro constante. Sua filha
que estava acompanhado relatou que a paciente era
uma pessoa dinâmica e alegre e ficou depressiva após o
falecimento do seu marido.
• EF: Apresentou déficit no auto cuidado; PA: 160x120
mmHg; T: 37.5 °C; peso:46kg; FC:110 bpm; FR:19 rpm;
Altura:1.54 cm; IMC: 19.4
• Dados Importantes: Pai Diabético, Mãe Hipertensa.
SAE CASO 1
Diagnostico Desesperança caracterizado pela falta de envolvimento no cuidado e indicações verbais
relacionado ao isolamento social.
Risco de solidão relacionado ao isolamento físico e social.
Risco de baixa estima crônica relacionado a adaptação ineficaz a perda e ao evento
traumático.
Interação social prejudicada caracterizado pelo relato familiar de mudança na alteração
relacionado a ausência de pessoas significativas.
Síndrome do estresse por mudança caracterizado pela depressão, isolamento e medo
relacionado a perda.
Planejamento Encaminhar para acompanhamento com Psicólogo.
Encaminhar para avaliação cardiológica.
Encaminhar para avaliação odontológica
Orientar quanto a ingestão da água
Implementação -aferir Ssvv de 12/12 horas.
-Orientar quanto à importância do auto cuidado.
-Orientar sobre o serviço de apoio psicológico.
-Explicar sobre a importância do convívio social e incentivar esse convívio.
Avaliação Melhora do auto cuidado;
Melhora quanto a socialização;
Melhora ao lidar com a perda apresentando significativa aceitação;
Apresento aceitação ao tratamento psicológico;
Apresento aceitação ao tratamento odontológico;
Apresento aceitação ao acompanhamento nutricional;
Apresento aceitação ao acompanhamento cardiovascular;
ESTUDO DE CASO 2: ENFRENTAMENTO
DE UMA DOENÇA CRÔNICA
• J.S.C, 65 anos, sexo feminino, divorciada, parda,
evangélica, aposentada;
• Em 09/10/2014 admitido na Clínica Médica rede
particular apresentando como queixa principal algia nas
articulações há mais ou menos um mês. Aos 26 anos foi
diagnosticada artrite psoriática crônica inflamatória,
aos 45 anos, deambulava com auxilio de andajar.
Relata que suas dores aumentam pela noite ou quando
tempo esfria no período chuvoso.
• EF: T=36,5°C; FR=20rpm; PA=110x70mmhg; FC=80
bpm; Altura: 1.56cm; Peso:60kg; IMC:24.6.
• Dados Importantes: desconhece se há caso de
doença hereditária.
SAE CASO 2
Diagnostico -Risco de lesão relacionado a idade e a fatores físicos;
-Risco de queda relacionado dificuldade de marcha e ao diagnostico de
Artrite;
-Dor crônica caracterizado pela atrofia do grupo muscular e relato verbal de
dor relacionado a incapacidade física crônica;
-Constipação caracterizada pelas doses excessivas de laxante
Planejamento -encaminhar para tratamento de fisioterapia;
-encaminhar para acompanhamento nutricional;
-encaminhar para reumatologia ;
-encaminhar ao dermatologista;
Implementação -Fornecida orientação sobre problemas de saúde atual;
-Administrou-se laxativos e fármacos pra dores da artrite conforme
prescrição;
-Pomadas a base de corticoide uso dermatológico , óleo de girassol na pele ;
Avaliação -Melhora sobre sua mobilidade na macha;
-Melhora sobre a constipação;
-Melhora considerável da pele;
-Melhora sobre aceitação do seu tratamento aos encaminhamentos;
Conclusão
Nos dois estudos de caso, foi observado o serviço da
enfermagem, e podemos afirmar que a mesma é de total
importância no apoio dos pacientes e seus familiares,
que acima de tudo a confiança, atenção entre os dois
elos. Paciente e enfermeiro.
Referências
• Diagnósticos de enfermagem da Nanda: definições e
classificações 2012-2014/ [NANDA Internacional]; tradução:
Regina Machado Garcez; revisão técnica: Alba Lucia Bottura
Leite de Barros...[et al]- Porto Alegre: Artmed, 2013.
• www.fc.ul.pt (acesso:17/09/2015)
• www.marcelorochapsicologo.com.br (acesso: 17/09/2015)
• www.minhavida.com.br (19/09/2015)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Violencia Doméstica
Violencia DomésticaViolencia Doméstica
Violencia Doméstica
AP6Dmundao
 
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidadeSaúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Aroldo Gavioli
 
Feridas Traumáticas e Queimaduras
Feridas Traumáticas e QueimadurasFeridas Traumáticas e Queimaduras
Tricomoníase
TricomoníaseTricomoníase
Tricomoníase
Andressa Macena
 
Ecg 4.0
Ecg 4.0Ecg 4.0
Cirurgia da unha
Cirurgia da unhaCirurgia da unha
Violência doméstica
Violência domésticaViolência doméstica
Violência doméstica
Carolina Serra
 
Transtorno borderline
Transtorno borderlineTranstorno borderline
Transtorno borderline
Rosimeire Silva
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
UNIME
 
Doença reumatóide
Doença reumatóide Doença reumatóide
Doença reumatóide
pauloalambert
 
Psicofarmacologia.pdf
Psicofarmacologia.pdfPsicofarmacologia.pdf
Psicofarmacologia.pdf
JliaRamosVieira1
 
Apresentacão meningite
Apresentacão meningiteApresentacão meningite
Apresentacão meningite
Fernanda Marinho
 
Hepatite B Caso Clinico
Hepatite B Caso ClinicoHepatite B Caso Clinico
Hepatite B Caso Clinico
Alexandre Naime Barbosa
 
Hanseniase
HanseniaseHanseniase
Hanseniase
Natália Rodrigues
 
Avaliação e tratamento de feridas - CBCENF
Avaliação e tratamento de feridas - CBCENFAvaliação e tratamento de feridas - CBCENF
Avaliação e tratamento de feridas - CBCENF
Janaína Lassala
 
Dependência emocional
Dependência emocional Dependência emocional
Dependência emocional
juliacaciano
 
Transtorno da Personalidade Antissocial
Transtorno da Personalidade Antissocial  Transtorno da Personalidade Antissocial
Transtorno da Personalidade Antissocial
Samuel Cevidanes
 
Doença de parkinson
Doença de parkinsonDoença de parkinson
Doença de parkinson
CaioUrsine
 
Transtorno afetivo bipolar
Transtorno afetivo bipolarTranstorno afetivo bipolar
Transtorno afetivo bipolar
Antonio Francisco
 
TRANSTORNO BIPOLAR
TRANSTORNO BIPOLARTRANSTORNO BIPOLAR
TRANSTORNO BIPOLAR
Leticia Costa
 

Mais procurados (20)

Violencia Doméstica
Violencia DomésticaViolencia Doméstica
Violencia Doméstica
 
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidadeSaúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
 
Feridas Traumáticas e Queimaduras
Feridas Traumáticas e QueimadurasFeridas Traumáticas e Queimaduras
Feridas Traumáticas e Queimaduras
 
Tricomoníase
TricomoníaseTricomoníase
Tricomoníase
 
Ecg 4.0
Ecg 4.0Ecg 4.0
Ecg 4.0
 
Cirurgia da unha
Cirurgia da unhaCirurgia da unha
Cirurgia da unha
 
Violência doméstica
Violência domésticaViolência doméstica
Violência doméstica
 
Transtorno borderline
Transtorno borderlineTranstorno borderline
Transtorno borderline
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Doença reumatóide
Doença reumatóide Doença reumatóide
Doença reumatóide
 
Psicofarmacologia.pdf
Psicofarmacologia.pdfPsicofarmacologia.pdf
Psicofarmacologia.pdf
 
Apresentacão meningite
Apresentacão meningiteApresentacão meningite
Apresentacão meningite
 
Hepatite B Caso Clinico
Hepatite B Caso ClinicoHepatite B Caso Clinico
Hepatite B Caso Clinico
 
Hanseniase
HanseniaseHanseniase
Hanseniase
 
Avaliação e tratamento de feridas - CBCENF
Avaliação e tratamento de feridas - CBCENFAvaliação e tratamento de feridas - CBCENF
Avaliação e tratamento de feridas - CBCENF
 
Dependência emocional
Dependência emocional Dependência emocional
Dependência emocional
 
Transtorno da Personalidade Antissocial
Transtorno da Personalidade Antissocial  Transtorno da Personalidade Antissocial
Transtorno da Personalidade Antissocial
 
Doença de parkinson
Doença de parkinsonDoença de parkinson
Doença de parkinson
 
Transtorno afetivo bipolar
Transtorno afetivo bipolarTranstorno afetivo bipolar
Transtorno afetivo bipolar
 
TRANSTORNO BIPOLAR
TRANSTORNO BIPOLARTRANSTORNO BIPOLAR
TRANSTORNO BIPOLAR
 

Destaque

O Luto
O LutoO Luto
A IMPORTÂNCIA DO APOIO PSICÓLOGICO NA PSICOIMUNOLOGIA
A IMPORTÂNCIA DO APOIO PSICÓLOGICO NA PSICOIMUNOLOGIAA IMPORTÂNCIA DO APOIO PSICÓLOGICO NA PSICOIMUNOLOGIA
A IMPORTÂNCIA DO APOIO PSICÓLOGICO NA PSICOIMUNOLOGIA
Fernanda Marinho
 
Laboratório de Inovação - Conhecimento e Inovações em Saúde - Opas
Laboratório de Inovação - Conhecimento e Inovações em Saúde - OpasLaboratório de Inovação - Conhecimento e Inovações em Saúde - Opas
Laboratório de Inovação - Conhecimento e Inovações em Saúde - Opas
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Experiência do CONASS - Laboratório de Inovação na Atenção Condições Crônicas
Experiência do CONASS - Laboratório de Inovação na Atenção Condições CrônicasExperiência do CONASS - Laboratório de Inovação na Atenção Condições Crônicas
Experiência do CONASS - Laboratório de Inovação na Atenção Condições Crônicas
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Fases do luto
Fases do lutoFases do luto
Fases do luto
Marcos Dias
 
Grupo de humanização ao luto
Grupo de humanização ao lutoGrupo de humanização ao luto
Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
Por que algumas pessoas sofrem de depressão? Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
João Marcos Professor Literatura
 
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃOFeira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
Rodrigo
 
Relacionamento profissional de saúde e paciente
Relacionamento profissional de saúde e pacienteRelacionamento profissional de saúde e paciente
Relacionamento profissional de saúde e paciente
viviansantos2012
 
Curso de psicologia_clinica_sp__76407
Curso de psicologia_clinica_sp__76407Curso de psicologia_clinica_sp__76407
Curso de psicologia_clinica_sp__76407
Marcelo Enrico
 
Controle do Stress, Ansiedade e Depressão - Palestra de Agosto 2014 - FUNCEF
Controle do Stress, Ansiedade e Depressão - Palestra de Agosto 2014 - FUNCEFControle do Stress, Ansiedade e Depressão - Palestra de Agosto 2014 - FUNCEF
Controle do Stress, Ansiedade e Depressão - Palestra de Agosto 2014 - FUNCEF
Dr. Icaro Alves Alcântara
 
HIV Aids Caso Clinico
HIV Aids Caso ClinicoHIV Aids Caso Clinico
HIV Aids Caso Clinico
Alexandre Naime Barbosa
 
Depressão infantil 2014
Depressão infantil 2014Depressão infantil 2014
Depressão infantil 2014
kmillaalves
 
Estudo de caso SAE
Estudo de caso SAEEstudo de caso SAE
Estudo de caso SAE
Luana Santos
 
Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...
Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...
Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...
Dr. Rafael Higashi
 
Comunicação com o paciente. Caderno de apoio.
Comunicação com o paciente. Caderno de apoio. Comunicação com o paciente. Caderno de apoio.
Comunicação com o paciente. Caderno de apoio.
Ceapat de Imserso
 
Humanização na Saúde
Humanização na SaúdeHumanização na Saúde
Humanização na Saúde
Ylla Cohim
 
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...
Dr. Rafael Higashi
 
Comunicação com o paciente
Comunicação com o pacienteComunicação com o paciente
Comunicação com o paciente
Luís Fernando Tófoli
 
Estudo de caso: Assistência de Enfermagem ao portador de Transposição de Gran...
Estudo de caso: Assistência de Enfermagem ao portador de Transposição de Gran...Estudo de caso: Assistência de Enfermagem ao portador de Transposição de Gran...
Estudo de caso: Assistência de Enfermagem ao portador de Transposição de Gran...
resenfe2013
 

Destaque (20)

O Luto
O LutoO Luto
O Luto
 
A IMPORTÂNCIA DO APOIO PSICÓLOGICO NA PSICOIMUNOLOGIA
A IMPORTÂNCIA DO APOIO PSICÓLOGICO NA PSICOIMUNOLOGIAA IMPORTÂNCIA DO APOIO PSICÓLOGICO NA PSICOIMUNOLOGIA
A IMPORTÂNCIA DO APOIO PSICÓLOGICO NA PSICOIMUNOLOGIA
 
Laboratório de Inovação - Conhecimento e Inovações em Saúde - Opas
Laboratório de Inovação - Conhecimento e Inovações em Saúde - OpasLaboratório de Inovação - Conhecimento e Inovações em Saúde - Opas
Laboratório de Inovação - Conhecimento e Inovações em Saúde - Opas
 
Experiência do CONASS - Laboratório de Inovação na Atenção Condições Crônicas
Experiência do CONASS - Laboratório de Inovação na Atenção Condições CrônicasExperiência do CONASS - Laboratório de Inovação na Atenção Condições Crônicas
Experiência do CONASS - Laboratório de Inovação na Atenção Condições Crônicas
 
Fases do luto
Fases do lutoFases do luto
Fases do luto
 
Grupo de humanização ao luto
Grupo de humanização ao lutoGrupo de humanização ao luto
Grupo de humanização ao luto
 
Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
Por que algumas pessoas sofrem de depressão? Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
 
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃOFeira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
 
Relacionamento profissional de saúde e paciente
Relacionamento profissional de saúde e pacienteRelacionamento profissional de saúde e paciente
Relacionamento profissional de saúde e paciente
 
Curso de psicologia_clinica_sp__76407
Curso de psicologia_clinica_sp__76407Curso de psicologia_clinica_sp__76407
Curso de psicologia_clinica_sp__76407
 
Controle do Stress, Ansiedade e Depressão - Palestra de Agosto 2014 - FUNCEF
Controle do Stress, Ansiedade e Depressão - Palestra de Agosto 2014 - FUNCEFControle do Stress, Ansiedade e Depressão - Palestra de Agosto 2014 - FUNCEF
Controle do Stress, Ansiedade e Depressão - Palestra de Agosto 2014 - FUNCEF
 
HIV Aids Caso Clinico
HIV Aids Caso ClinicoHIV Aids Caso Clinico
HIV Aids Caso Clinico
 
Depressão infantil 2014
Depressão infantil 2014Depressão infantil 2014
Depressão infantil 2014
 
Estudo de caso SAE
Estudo de caso SAEEstudo de caso SAE
Estudo de caso SAE
 
Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...
Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...
Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...
 
Comunicação com o paciente. Caderno de apoio.
Comunicação com o paciente. Caderno de apoio. Comunicação com o paciente. Caderno de apoio.
Comunicação com o paciente. Caderno de apoio.
 
Humanização na Saúde
Humanização na SaúdeHumanização na Saúde
Humanização na Saúde
 
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...
 
Comunicação com o paciente
Comunicação com o pacienteComunicação com o paciente
Comunicação com o paciente
 
Estudo de caso: Assistência de Enfermagem ao portador de Transposição de Gran...
Estudo de caso: Assistência de Enfermagem ao portador de Transposição de Gran...Estudo de caso: Assistência de Enfermagem ao portador de Transposição de Gran...
Estudo de caso: Assistência de Enfermagem ao portador de Transposição de Gran...
 

Semelhante a Dois Estudos de caso,Um fala sobre o Luto.Outro a questão das dores sistemáticas cônicas

Projecto, Intervenção, Comunitária, Prevenção Doenças, Comportamento Alime...
Projecto,  Intervenção, Comunitária, Prevenção  Doenças,  Comportamento Alime...Projecto,  Intervenção, Comunitária, Prevenção  Doenças,  Comportamento Alime...
Projecto, Intervenção, Comunitária, Prevenção Doenças, Comportamento Alime...
CDuque - freelancer Student Mentoring & Coaching
 
Diabetes Mellitus
Diabetes MellitusDiabetes Mellitus
Cuidados paliativos e nutrição
Cuidados paliativos e nutriçãoCuidados paliativos e nutrição
Cuidados paliativos e nutrição
Luis Dantas
 
Cuidados paliativos
Cuidados paliativosCuidados paliativos
Cuidados paliativos
Eliane Santos
 
Gislaine Cresmashi Lima Padovan
Gislaine Cresmashi Lima PadovanGislaine Cresmashi Lima Padovan
Gislaine Cresmashi Lima Padovan
Sobragen-VIIIEnenge
 
SLIDE - CUIDADOR DE IDOSO -[4892].pptx
SLIDE - CUIDADOR DE IDOSO -[4892].pptxSLIDE - CUIDADOR DE IDOSO -[4892].pptx
SLIDE - CUIDADOR DE IDOSO -[4892].pptx
RosaneBastos4
 
Adesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico por idosos diabéticos
Adesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico por idosos diabéticosAdesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico por idosos diabéticos
Adesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico por idosos diabéticos
Clarissa Lessa
 
Aula 4 - Clinica médica -Processo Saude - Doença.pdf
Aula 4 - Clinica médica -Processo Saude - Doença.pdfAula 4 - Clinica médica -Processo Saude - Doença.pdf
Aula 4 - Clinica médica -Processo Saude - Doença.pdf
Giza Carla Nitz
 
Cuidados Paliativos, luto e processo de morte.pptx
Cuidados Paliativos, luto e processo de morte.pptxCuidados Paliativos, luto e processo de morte.pptx
Cuidados Paliativos, luto e processo de morte.pptx
Mariana Valle Gusmão
 
Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)
Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)
Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)
Leonardo Savassi
 
crisehipertensiva-150712133642-lva1-app6891.pptx
crisehipertensiva-150712133642-lva1-app6891.pptxcrisehipertensiva-150712133642-lva1-app6891.pptx
crisehipertensiva-150712133642-lva1-app6891.pptx
RonaldLima31
 
VISITA DOMICILIAR
VISITA DOMICILIARVISITA DOMICILIAR
VISITA DOMICILIAR
ivone guedes borges
 
Aula cuidados paliativos pdf.pdf
Aula cuidados paliativos pdf.pdfAula cuidados paliativos pdf.pdf
Aula cuidados paliativos pdf.pdf
CarlaMarcelaFaedda
 
relação da enfermagem e o adoecimento dos profissionais
relação da enfermagem e o adoecimento dos profissionais relação da enfermagem e o adoecimento dos profissionais
relação da enfermagem e o adoecimento dos profissionais
Aeb
 
2 visita domiciliar
2  visita domiciliar2  visita domiciliar
2 visita domiciliar
Marcos EAna
 
Comportamento de restrição alimentar e obesidade
Comportamento de restrição alimentar e obesidadeComportamento de restrição alimentar e obesidade
Comportamento de restrição alimentar e obesidade
Renata Juliana da Silva
 
Aula evidências prm_SSC_MFC 2013
Aula evidências prm_SSC_MFC 2013Aula evidências prm_SSC_MFC 2013
Aula evidências prm_SSC_MFC 2013
Eno Filho
 
Estudo de caso - gestante.ppt
Estudo de caso - gestante.pptEstudo de caso - gestante.ppt
Estudo de caso - gestante.ppt
FabianeVieira18
 
A epidemia de dengue no continente Latino Americano
A epidemia de dengue no continente Latino AmericanoA epidemia de dengue no continente Latino Americano
A epidemia de dengue no continente Latino Americano
Irisnara Nunes Silva
 
Enfermeiro na atenção à dor e luto
Enfermeiro na atenção à dor e lutoEnfermeiro na atenção à dor e luto
Enfermeiro na atenção à dor e luto
Rodrigo Bastos
 

Semelhante a Dois Estudos de caso,Um fala sobre o Luto.Outro a questão das dores sistemáticas cônicas (20)

Projecto, Intervenção, Comunitária, Prevenção Doenças, Comportamento Alime...
Projecto,  Intervenção, Comunitária, Prevenção  Doenças,  Comportamento Alime...Projecto,  Intervenção, Comunitária, Prevenção  Doenças,  Comportamento Alime...
Projecto, Intervenção, Comunitária, Prevenção Doenças, Comportamento Alime...
 
Diabetes Mellitus
Diabetes MellitusDiabetes Mellitus
Diabetes Mellitus
 
Cuidados paliativos e nutrição
Cuidados paliativos e nutriçãoCuidados paliativos e nutrição
Cuidados paliativos e nutrição
 
Cuidados paliativos
Cuidados paliativosCuidados paliativos
Cuidados paliativos
 
Gislaine Cresmashi Lima Padovan
Gislaine Cresmashi Lima PadovanGislaine Cresmashi Lima Padovan
Gislaine Cresmashi Lima Padovan
 
SLIDE - CUIDADOR DE IDOSO -[4892].pptx
SLIDE - CUIDADOR DE IDOSO -[4892].pptxSLIDE - CUIDADOR DE IDOSO -[4892].pptx
SLIDE - CUIDADOR DE IDOSO -[4892].pptx
 
Adesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico por idosos diabéticos
Adesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico por idosos diabéticosAdesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico por idosos diabéticos
Adesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico por idosos diabéticos
 
Aula 4 - Clinica médica -Processo Saude - Doença.pdf
Aula 4 - Clinica médica -Processo Saude - Doença.pdfAula 4 - Clinica médica -Processo Saude - Doença.pdf
Aula 4 - Clinica médica -Processo Saude - Doença.pdf
 
Cuidados Paliativos, luto e processo de morte.pptx
Cuidados Paliativos, luto e processo de morte.pptxCuidados Paliativos, luto e processo de morte.pptx
Cuidados Paliativos, luto e processo de morte.pptx
 
Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)
Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)
Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)
 
crisehipertensiva-150712133642-lva1-app6891.pptx
crisehipertensiva-150712133642-lva1-app6891.pptxcrisehipertensiva-150712133642-lva1-app6891.pptx
crisehipertensiva-150712133642-lva1-app6891.pptx
 
VISITA DOMICILIAR
VISITA DOMICILIARVISITA DOMICILIAR
VISITA DOMICILIAR
 
Aula cuidados paliativos pdf.pdf
Aula cuidados paliativos pdf.pdfAula cuidados paliativos pdf.pdf
Aula cuidados paliativos pdf.pdf
 
relação da enfermagem e o adoecimento dos profissionais
relação da enfermagem e o adoecimento dos profissionais relação da enfermagem e o adoecimento dos profissionais
relação da enfermagem e o adoecimento dos profissionais
 
2 visita domiciliar
2  visita domiciliar2  visita domiciliar
2 visita domiciliar
 
Comportamento de restrição alimentar e obesidade
Comportamento de restrição alimentar e obesidadeComportamento de restrição alimentar e obesidade
Comportamento de restrição alimentar e obesidade
 
Aula evidências prm_SSC_MFC 2013
Aula evidências prm_SSC_MFC 2013Aula evidências prm_SSC_MFC 2013
Aula evidências prm_SSC_MFC 2013
 
Estudo de caso - gestante.ppt
Estudo de caso - gestante.pptEstudo de caso - gestante.ppt
Estudo de caso - gestante.ppt
 
A epidemia de dengue no continente Latino Americano
A epidemia de dengue no continente Latino AmericanoA epidemia de dengue no continente Latino Americano
A epidemia de dengue no continente Latino Americano
 
Enfermeiro na atenção à dor e luto
Enfermeiro na atenção à dor e lutoEnfermeiro na atenção à dor e luto
Enfermeiro na atenção à dor e luto
 

Mais de Luciane Santana

ISOPO-PAI das Fábulas
ISOPO-PAI das FábulasISOPO-PAI das Fábulas
ISOPO-PAI das Fábulas
Luciane Santana
 
Demostração da Visita técnica hospitalar
Demostração da Visita técnica hospitalarDemostração da Visita técnica hospitalar
Demostração da Visita técnica hospitalar
Luciane Santana
 
Visita técnica hospitalar 17 11-2015
Visita técnica hospitalar 17 11-2015Visita técnica hospitalar 17 11-2015
Visita técnica hospitalar 17 11-2015
Luciane Santana
 
Doenças diarréicas e o A,B,C da desidratação.
Doenças diarréicas e o A,B,C da desidratação.Doenças diarréicas e o A,B,C da desidratação.
Doenças diarréicas e o A,B,C da desidratação.
Luciane Santana
 
Diarreia A,B,C desidratação
Diarreia A,B,C desidratação Diarreia A,B,C desidratação
Diarreia A,B,C desidratação
Luciane Santana
 
Câncer de mama
 Câncer de mama Câncer de mama
Câncer de mama
Luciane Santana
 
Iras-Infecções respiratoria aguda
Iras-Infecções respiratoria agudaIras-Infecções respiratoria aguda
Iras-Infecções respiratoria aguda
Luciane Santana
 
Câncer de mama
Câncer de mamaCâncer de mama
Câncer de mama
Luciane Santana
 
Riscos no centro cirúrgico-ergonômico
Riscos no centro cirúrgico-ergonômico  Riscos no centro cirúrgico-ergonômico
Riscos no centro cirúrgico-ergonômico
Luciane Santana
 
Conceito sobre saúde mental Hoje
Conceito sobre saúde mental Hoje Conceito sobre saúde mental Hoje
Conceito sobre saúde mental Hoje
Luciane Santana
 
Planejamento familíar
Planejamento familíarPlanejamento familíar
Planejamento familíar
Luciane Santana
 
Conceito de saúde mental.
Conceito de saúde mental.Conceito de saúde mental.
Conceito de saúde mental.
Luciane Santana
 
Autismo
AutismoAutismo
Trab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEM
Trab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEMTrab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEM
Trab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEM
Luciane Santana
 
Diabetes mellitus (1)
Diabetes mellitus (1)Diabetes mellitus (1)
Diabetes mellitus (1)
Luciane Santana
 
Diabetes Mellitus
Diabetes MellitusDiabetes Mellitus
Diabetes Mellitus
Luciane Santana
 
Gerenciamento Físico e Material na Enfermagem
Gerenciamento Físico e Material na EnfermagemGerenciamento Físico e Material na Enfermagem
Gerenciamento Físico e Material na Enfermagem
Luciane Santana
 
Artigo:Gerenciamento fisico e material
Artigo:Gerenciamento fisico  e materialArtigo:Gerenciamento fisico  e material
Artigo:Gerenciamento fisico e material
Luciane Santana
 
Mini exame estado mental (Meen)
Mini exame estado mental (Meen) Mini exame estado mental (Meen)
Mini exame estado mental (Meen)
Luciane Santana
 
Tuberculose, Diagnóstico de Enfermagem
Tuberculose, Diagnóstico de EnfermagemTuberculose, Diagnóstico de Enfermagem
Tuberculose, Diagnóstico de Enfermagem
Luciane Santana
 

Mais de Luciane Santana (20)

ISOPO-PAI das Fábulas
ISOPO-PAI das FábulasISOPO-PAI das Fábulas
ISOPO-PAI das Fábulas
 
Demostração da Visita técnica hospitalar
Demostração da Visita técnica hospitalarDemostração da Visita técnica hospitalar
Demostração da Visita técnica hospitalar
 
Visita técnica hospitalar 17 11-2015
Visita técnica hospitalar 17 11-2015Visita técnica hospitalar 17 11-2015
Visita técnica hospitalar 17 11-2015
 
Doenças diarréicas e o A,B,C da desidratação.
Doenças diarréicas e o A,B,C da desidratação.Doenças diarréicas e o A,B,C da desidratação.
Doenças diarréicas e o A,B,C da desidratação.
 
Diarreia A,B,C desidratação
Diarreia A,B,C desidratação Diarreia A,B,C desidratação
Diarreia A,B,C desidratação
 
Câncer de mama
 Câncer de mama Câncer de mama
Câncer de mama
 
Iras-Infecções respiratoria aguda
Iras-Infecções respiratoria agudaIras-Infecções respiratoria aguda
Iras-Infecções respiratoria aguda
 
Câncer de mama
Câncer de mamaCâncer de mama
Câncer de mama
 
Riscos no centro cirúrgico-ergonômico
Riscos no centro cirúrgico-ergonômico  Riscos no centro cirúrgico-ergonômico
Riscos no centro cirúrgico-ergonômico
 
Conceito sobre saúde mental Hoje
Conceito sobre saúde mental Hoje Conceito sobre saúde mental Hoje
Conceito sobre saúde mental Hoje
 
Planejamento familíar
Planejamento familíarPlanejamento familíar
Planejamento familíar
 
Conceito de saúde mental.
Conceito de saúde mental.Conceito de saúde mental.
Conceito de saúde mental.
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Trab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEM
Trab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEMTrab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEM
Trab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEM
 
Diabetes mellitus (1)
Diabetes mellitus (1)Diabetes mellitus (1)
Diabetes mellitus (1)
 
Diabetes Mellitus
Diabetes MellitusDiabetes Mellitus
Diabetes Mellitus
 
Gerenciamento Físico e Material na Enfermagem
Gerenciamento Físico e Material na EnfermagemGerenciamento Físico e Material na Enfermagem
Gerenciamento Físico e Material na Enfermagem
 
Artigo:Gerenciamento fisico e material
Artigo:Gerenciamento fisico  e materialArtigo:Gerenciamento fisico  e material
Artigo:Gerenciamento fisico e material
 
Mini exame estado mental (Meen)
Mini exame estado mental (Meen) Mini exame estado mental (Meen)
Mini exame estado mental (Meen)
 
Tuberculose, Diagnóstico de Enfermagem
Tuberculose, Diagnóstico de EnfermagemTuberculose, Diagnóstico de Enfermagem
Tuberculose, Diagnóstico de Enfermagem
 

Último

Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 

Último (20)

Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 

Dois Estudos de caso,Um fala sobre o Luto.Outro a questão das dores sistemáticas cônicas

  • 1. Introdução A enfermagem tem importante participação no auxilio da prestação de cuidados de seus pacientes e familiares ate nos casos mais difíceis de lidar como é o caso de pessoas que sofrem de doenças crônicas e perdas significativas.
  • 2. Objetivos Objetivo Geral: A importância do cuidado ao paciente e seu familiar. Objetivo especifico: Relatar o processo do cuidar de enfermagem realizando uma comparação entre o processo do enfrentamento do luto com o processo do enfrentamento de uma doença crônica.
  • 3. ESTUDO DE CASO 1: ENFRENTAMENTO DO LUTO • P.D.C, 40 anos, feminino, negra, viúva há 3 meses, evangélica; • No dia 23/08/2015, deu entrada na unidade de urgência e emergência, com um quadro de depressão profunda, apresentando tristeza, medo, choro constante. Sua filha que estava acompanhado relatou que a paciente era uma pessoa dinâmica e alegre e ficou depressiva após o falecimento do seu marido. • EF: Apresentou déficit no auto cuidado; PA: 160x120 mmHg; T: 37.5 °C; peso:46kg; FC:110 bpm; FR:19 rpm; Altura:1.54 cm; IMC: 19.4 • Dados Importantes: Pai Diabético, Mãe Hipertensa.
  • 4. SAE CASO 1 Diagnostico Desesperança caracterizado pela falta de envolvimento no cuidado e indicações verbais relacionado ao isolamento social. Risco de solidão relacionado ao isolamento físico e social. Risco de baixa estima crônica relacionado a adaptação ineficaz a perda e ao evento traumático. Interação social prejudicada caracterizado pelo relato familiar de mudança na alteração relacionado a ausência de pessoas significativas. Síndrome do estresse por mudança caracterizado pela depressão, isolamento e medo relacionado a perda. Planejamento Encaminhar para acompanhamento com Psicólogo. Encaminhar para avaliação cardiológica. Encaminhar para avaliação odontológica Orientar quanto a ingestão da água Implementação -aferir Ssvv de 12/12 horas. -Orientar quanto à importância do auto cuidado. -Orientar sobre o serviço de apoio psicológico. -Explicar sobre a importância do convívio social e incentivar esse convívio. Avaliação Melhora do auto cuidado; Melhora quanto a socialização; Melhora ao lidar com a perda apresentando significativa aceitação; Apresento aceitação ao tratamento psicológico; Apresento aceitação ao tratamento odontológico; Apresento aceitação ao acompanhamento nutricional; Apresento aceitação ao acompanhamento cardiovascular;
  • 5. ESTUDO DE CASO 2: ENFRENTAMENTO DE UMA DOENÇA CRÔNICA • J.S.C, 65 anos, sexo feminino, divorciada, parda, evangélica, aposentada; • Em 09/10/2014 admitido na Clínica Médica rede particular apresentando como queixa principal algia nas articulações há mais ou menos um mês. Aos 26 anos foi diagnosticada artrite psoriática crônica inflamatória, aos 45 anos, deambulava com auxilio de andajar. Relata que suas dores aumentam pela noite ou quando tempo esfria no período chuvoso. • EF: T=36,5°C; FR=20rpm; PA=110x70mmhg; FC=80 bpm; Altura: 1.56cm; Peso:60kg; IMC:24.6. • Dados Importantes: desconhece se há caso de doença hereditária.
  • 6. SAE CASO 2 Diagnostico -Risco de lesão relacionado a idade e a fatores físicos; -Risco de queda relacionado dificuldade de marcha e ao diagnostico de Artrite; -Dor crônica caracterizado pela atrofia do grupo muscular e relato verbal de dor relacionado a incapacidade física crônica; -Constipação caracterizada pelas doses excessivas de laxante Planejamento -encaminhar para tratamento de fisioterapia; -encaminhar para acompanhamento nutricional; -encaminhar para reumatologia ; -encaminhar ao dermatologista; Implementação -Fornecida orientação sobre problemas de saúde atual; -Administrou-se laxativos e fármacos pra dores da artrite conforme prescrição; -Pomadas a base de corticoide uso dermatológico , óleo de girassol na pele ; Avaliação -Melhora sobre sua mobilidade na macha; -Melhora sobre a constipação; -Melhora considerável da pele; -Melhora sobre aceitação do seu tratamento aos encaminhamentos;
  • 7. Conclusão Nos dois estudos de caso, foi observado o serviço da enfermagem, e podemos afirmar que a mesma é de total importância no apoio dos pacientes e seus familiares, que acima de tudo a confiança, atenção entre os dois elos. Paciente e enfermeiro.
  • 8. Referências • Diagnósticos de enfermagem da Nanda: definições e classificações 2012-2014/ [NANDA Internacional]; tradução: Regina Machado Garcez; revisão técnica: Alba Lucia Bottura Leite de Barros...[et al]- Porto Alegre: Artmed, 2013. • www.fc.ul.pt (acesso:17/09/2015) • www.marcelorochapsicologo.com.br (acesso: 17/09/2015) • www.minhavida.com.br (19/09/2015)