SlideShare uma empresa Scribd logo
DE ONDE
vêm as
IDEIAS?
Sócio-fundador da Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação. Administrador
de empresas e mestre em Administração pelo MAN (PUC-RS). Possui certificate
em Strategy and innovation no MIT/SLOAN. Realizou cursos de formação na U.C
Berkeley e Stanford University. Possui experiência empresarial desempenhando
funções executivas em empresas nacionais e multinacionais. Tem mais de 10 anos
de experiência de consultoria para alta gestão. Foi executivo em instituição
financeira e empreendedor no boom das pontocom nos anos 2000. Autor dos
livros Gestão da Inovação na Prática (vencedor do Troféu Cultura Econômica 2011
– melhor livro de Administração) e Práticas dos Inovadores publicados pela Editora
Atlas. Foi colunista de inovação no Jornal Brasil Econômico e atualmente no Blog de
Inovação da 3M onde responde pelo serviço "Pergunte ao Consultor”. Atualmente
atua voluntariamente como Mentor Endeavor e Presidente do Comitê da Amcham. É
investidor na Aceleradora de Startups WOW.
2
Quem ajudamos e com quem aprendemos
4
WARM UP
Fonte: Foster
Fonte: Innoscience
Fonte: Mckinsey
Fonte: HBR
Fonte: Anthony
O que é uma Startup?
‘‘Startup é uma instituição humana desenhada para desenvolver um
produto ou serviço em condições de extrema incerteza. ’ - Eric Ries
Novas ideias
Novos mercados
Novos clientes
Novas tecnologias
Equipe dedicada
Ousadia para questionar
Velocidade
Flexibilidade
O que tem?
Aprofundar
entendimento
sobre o problema
do cliente
Testar ideia
Escalar o negócio
O que precisa?
Fonte: Innoscience
O que é uma Grande Empresa?
‘‘Organização desenhada para operar eficiente e lucrativamente
um modelo de negócios existente.’’ - Maximiliano Carlomagno
Recursos financeiros
Recursos
Marca
Canais
Conhecimento
Relacionamentos
Experiência de gestão
de negócios maduros
O que tem?
Novas ideias
Novos mercados
Novos produtos
Novas tecnologias
Mentalidade
empreendedora
Ferramentas
e técnicas
O que precisa?
Fonte: Innoscience
CONCEITO DE INOVAÇÃO
#
1
INNOVATION
QUIZZ
#
2
INNOVATION
QUIZZ
#
3
INNOVATION
QUIZZ
Linha de Montagem Ford
#
4
INNOVATION
QUIZZ
#
5
INNOVATION
QUIZZ
#
6
INNOVATION
QUIZZ
#
7
INNOVATION
QUIZZ
#
8
INNOVATION
QUIZZ
#
9
INNOVATION
QUIZZ
#10
INNOVATION
QUIZZ
Inovação não é melhoria!
28Source: Innoscience
Inovação não é adequação!
29
Discontinuado em 2011Líder Global em mp3
Inovação não é Criatividade!
30
Inovação não se limita ao produto!
31Source: Innoscience
Inovação não é apenas tecnologia!
32Source: Innoscience
O Que não é Inovação?
 Inovação não é melhoria!
 Inovação não é adequação!
 Inovação não é criatividade!
 Inovação não se limita ao produto!
 Inovação não é apenas tecnologia!
33
Matriz de Inovação e Melhoria
ALTO
Resultados
Novidadedaideia
ALTOMÉDIOBAIXO
Inovação
Inovação
Melhoria
Invenção Inovação
Melhoria Melhoria
Melhoria Melhoria
Adequação Adequação
BAIXO MÉDIO
Adequação
34
Invenção
Betamax
Windows Millenium
Pepsi Cristal
Atari Jaguar
Sony BMG Music CDs
Amstrad Em@iler
Telefone
Iridium
35
Matriz de Inovação e Melhoria
ALTO
Resultados
Novidadedaideia
ALTOMÉDIOBAIXO
Inovação
Inovação
Melhoria
Invenção Inovação
Melhoria Melhoria
Melhoria Melhoria
Adequação Adequação
BAIXO MÉDIO
Adequação
36
Inovar é...
Há um processo
de tratamento
Afinal o que é Inovação?
Transformar novas ideias em resultados
Fonte: Innoscience
Novas para o mercado
Produto,
Processo, Cliente,
Canal
Econômico, financeiro,
social, ambiental para o
inovador
37
Imagem É Inovação Não é Inovação
1 [ ] [X]
2 [ ] [X]
3 [X] [ ]
4 [ ] [X]
5 [X] [ ]
6 [ ] [X]
7 [ ] [X]
8 [ ] [X]
9 [ ] [X]
10 [ ] [X]
GABARITO
Grupo: ____________________________
INNOVATION
QUIZZ
38
INOVAR É
TRANSFORMAR
NOVAS IDEIAS EM
RESULTADOS
A Classe média
irá dobrar atingindo
5 bi de pessoas
em 2030
12 dos 25 principais
bilionários são negócios
low cost
Quando o core business começa
a estabilizar menos de 5% das
empresas consegue voltar a
crescer ao menos 1% acima do
PIB
Somente 28% dos Millennials
acreditam que suas atuais empresas
estão fazendo uso completo de suas
habilidades
Aproximadamente 50%
de consumidores da Gen Y
não consideram um carro
próprio o melhor meio de
transporte
41
CLIENTES CONCORRENTES
DESAFIOS
INTERNOS
ATRAÇÃO
TALENTOS
DESCONTINUIDADES
- Novos segmentos
- Novas prioridades
- Atração pelo novo
- Competidores low
cost
- Disruptors
- Novos entrantes
- Expectativas de
crescimento
- Gap de
produtividade
- Geração Y
- Propósito
- Atração e retenção
- Legal
- Sustentabilidade
- Social
- Econômico
- Tecnológico
Os Drivers da Inovação
42
43
As ações das empresas
inovadoras valorizaram
duas vezes mais que
as demais.
Desde janeiro de 2009,
o 3i teve crescimento
de 127,27% versus
15,44% do Ibovespa
3i
Inovadores performam melhor
Felizes para sempre?
Metade do S&P
substituído em
uma década!
44
“A única forma de se manter a frente do mercado é destruir o seu
negócio antes que o necessário.” Foster
45
INOVAR E CRIAR
VANTAGEM
COMPETITIVA
Tipos de Inovação
•Melhora a performance nos critérios existentes
•Foca em grandes mercados definidos
•Direcionada para os consumidores mais demandantes
•Gera altas margens
•Sofisticadas tecnicamente
•Foca mercados pequenos e não definidos
•Foca em consumidores não atendidos ou super servidos
•Tecnicamente simples
•Estabelece uma nova dinâmica de competição
•Normalmente pouca atraente para o líder do setor
Inovações
INCREMENTAIS
Inovações
DISRUPTIVAS
48
FONTE: Innoscience adaptado de Sahwney
Inovação além do produto
49
Inovações no modelo de negócios
“O modelo de negócio traduz
a forma de criação, entrega e
captura de valor da
organização” Osterwalder.
50
Busines Model Canvas
Isca e anzol Freemium Assinatura
51
E POSSIVEL
INOVAR EM
DIFERENTES
DIMENSOES DO
NEGOCIO
`
``
~
Poker Innovation
PROJETO A:
Passou pelos critérios
rapidamente atingindo
vendas projetadas no
primeiro ano de 400
milhões. Uma proposta
clara, bem posicionada e
um canal de distribuição
existente levariam ao
sucesso
PROJETO B:
Teve receita projetada de
500 mil no primeiro ano.
Tinha uma tecnologia
proprietária mas o cliente
e o modelo de negócio
não muito claros.
Projeto c
Investiu 100 milhões
para desenvolver seu
produto. As expectativas
eram de que as vendas
poderiam chegar a U$
1bi mais rápido que
qualquer outra empresa
na história
Projeto D
Conseguiu apenas 20mil
de investimento (5% do
que precisava para o
piloto). Já haviam players
estabelecidos no
mercado. Teve problemas
na contratação de equipe
comercial e de
desenvolvimento
Em qual desses projetos você investiria?
53
Poker Innovation
PROJETO A:
• Extensão de linha
• Canibalizou o negócio
central
• Terceiro ano com
queda de vendas
• Descontinuado pela
empresa
PROJETO B:
• Uma tecnologia
• Depois surgiu o modelo
baseado na propaganda
• Um dos maiores
sucessos em todos os
tempos
Projeto c
• Lançado em 2002
• De 2001 a 2007 a
Segway só vendeu
30mil unidades
• Imprevistos em outros
países: requisição de
licensas e proibição do
tráfego nas estradas
Projeto D
• Após video de Demo do
produto, passou de 5
para 75mil usuários em
uma noite
• Mais de 50 milhões de
usuários registrados
• 1 milhão de arquivos
salvos a cada 3 min
Fonte: Dyer e Fuhr
Projetos Estratégicos
Projetos Operacionais
Gestão da Rotina
Projetos de Inovação
Nível de
Incerteza
Fonte: Innoscience
Diferentes projetos exigem abordagens
distintas
57
Descoberta e Experimentação
Planejamento e Aprendizado
Análise e Planejamento
Análise e Planejamento
Projetos de melhoria demandam
abordagem sequenciada
58
Fonte: PMI
Iniciação
Planejamento
e Design
Execução Fechamento
Monitoramento e
Controle
Projetos inovadores exigem abordagem
baseada na experimentação
59
FONTE: Nathan Furr and Jeff Dyer. Traduzido por Innoscience
A CADEIA DE VALOR DA INOVAÇÃO
60
Fonte: Innoscience
As dinâmicas do processo de Inovação
61
Fonte: Innoscience
As dinâmicas do processo de Inovação
Grupos de Inovação
Áreas de P&D
Campanhas de Inovação
Programas de Ideias
Brainstormings
Innodays
Projetos de Co-criação
Projetos de Co-criação
Programas de
Inovação Aberta
62
Fonte: Innoscience
As dinâmicas do processo de Inovação
63
Idealização
 Identificação de tendências e
Oportunidades de negócios
 Captura de Insights
 Geração de novas ideias
Técnicas:
 Etnografia
 Design Thinking
 Observação
 Entrevista
 Imersão
 Desk Research
 Job to be Done
 Usuários Extremos
 Consulta de patentes
64
Conceituação
 Avaliação de potencial do problema e da ideia
 Aprimoramento do conceito
 Análise de soluções alternativas
 Colaboração interna e externa
 Desenvolvimento de Mercado
 Aprofundamento da solução
 Identificação das incertezas
 Pivotagem
Técnicas:
 Minimum Viable Product Modelo de negócios
 Inovação enxuta
 Polinização cruzada
 Cocriação
 Desk Research
 Survey
 Brochura
 Mock-up
Fonte: Innoscience
65
Plataforma de Inovação
66
Avaliação e PriorizaçãoIdeação e Colaboração Projetos de Inovação
Aceleração e tomada de decisão Acompanhamento e monitoramento de projetosIdentificação de ideias
Challenge A
Challenge N
66
Experimentação
Prototipagem
Execução de experimentos
Avaiação de resultados
Pivotagem
Técnicas:
Prototipação
Experimentação
67
Como gerir riscos?
Risco = f(exposição x incerteza)
68
 Novo produto
 Redirecionamento
 Aprendizado
 Experimento
 Novo serviço
 Ideia de cliente
 Amostra reduzida
 Controle de laboratório
 Novo canal de distribuição
 Tempo determinado
 Incertezas mapeadas
Experimentação
69
A incerteza e a inovação
Hargadon, A
O motivo pelo qual mais pessoas não
inovam não é a aversão ao risco mas sim a
aversão à incerteza.
70
Como experimentar?
Caminho do Consumidor
Desenho das etapas/passos de um processo de decisão
Landing Page
Teste com alternativas A/B de páginas web para obter feedback
Mockup
Exemplos e esboços de telas de como funciona a solução
Maquete ou modelo Físico
Um objeto desenvolvido com prototipagem rápida (impressão 3d, LEGO)
Demo
Ex (versão funcional de um software com limite de uso/tempo)
Piloto ou Beta
(protótipo para serviços – um exemplo funcional a ser ajustado e replicado)
(protótipo mais avançado de software próximo a versão final de lançamento)
Mockup
Landing page
Demo
Beta
71
Experimentou e economizou $$$
Quem: Cooperativa de
crédito pessoal
Problema: Ampliar a
capilaridade comercial
O que: Testar a viabilidade
de ter vendedores porta a
parta de serviços financeiros
72
Implementação
Desenvolvimento do Projeto
Comercialização (interna/externa)
Lançamento
Aceleração das iniciativas
Integração com operação existente
Avaliação pós-implementação
Técnicas:
 Project Management
 Estrutura
 Scale up
 SCRUM
 Métodos Ágeis
73
Fonte: Innoscience
O que buscamos
com a inovação?
Que tipos de
inovação
iremos priorizar?
Como será o
processo de inovação?
Que políticas de
estímulo e
gestão da inovação
iremos adotar?
A Gestão da Inovação
74
É preciso descrever a
gestão da inovação em
um conjunto de objetivos
OBJETIVOS
Para alcançar tais objetivos, é
preciso mensurá-los através
de indicadores
INDICADORES
Cada indicador recebe uma
meta que simboliza a
expectativa de desempenho
da empresa
METAS
A Gestão da Inovação
1. Indicadores de Gestão da Inovação
2. Perspectivas
3. Alinhado com o BSC - Balanced Scorecard
*A ferramenta desdobra as intenções de inovação a partir de
indicadores que seguem a lógica de causa-e-efeito da inovação.
Innovation Scorecard é dividido em quatro perspectivas: Resultados,
Tipos, Processos e Contexto.
Além disso, a ferramenta tem perfeita aderência para empresas que
utilizam o BSC - Balanced Scorecard.
75
PROJETOS DISTINTOS NAO
PODEM SER GERENCIADOS
COM AS MESMAS
ABORADGENS E
FERRAMENTAS
~
De que forma as lideranças
apoiam o ambiente de
inovação?
Como as iniciativas de
inovação são
financiadas?
Como as oportunidades de
inovação são geradas,
desenvolvidas e avaliadas?
Onde está localizada a
atividade de inovação e
como ela é organizada?
Como é o apoio à inovação,
seus incentivos e
reconhecimentos?
O que a alta gestão diz e faz para
criar um ambiente que estimule a
inovação?
De que forma a organização
utiliza parceiros, clientes e
concorrentes na geração e
refinamento de ideias?
Como a empresa articula o
direcionamento das iniciativas
de inovação?
O Octógono da Inovação é um modelo desenvolvido
pela Innoscience e aplicado em mais de 100 projetos
de inovação corporativa em grandes empresas.
Metodologia
Método
Apresenta os oito elementos mais
relevantes na performance de inovação em
grandes empresas.
Origem
Ferramenta desenvolvida a partir de ampla
pesquisa e aplicação dos Prof. Maximiliano
Carlomagno e Felipe Scherer publicada no
livro Gestão da Inovação na Prática.
Aplicação
 Diagnóstico da capacidade de inovação
de grandes empresas.
 Estruturação de políticas de suporte a
inovação em grandes empresas
78
Canvas da Inovação
79
Fonte: Innoscience
O Octógono da Inovação
80
Horizonte 1
É sobre expansão e melhoria da
operação atual. Fazer melhor e diferente
o que fazemos hoje.
Horizonte 2
É sobre novas oportunidades para
ampliar o H1. Novas ideias de para
migrar seletivamente o eixo central do
negocio para novas oportunidades.
Horizonte 3
É sobre o futuro que precisa ser
imaginado. Trata da criação de novos
negócios para ampliar, reinventar e
recriar o negocio atual
Horizonte 1
Reforçar o negocio atual
Horizonte 2
Renovar o negocio atual
Horizonte3
Criar novos negócios
Tempo (anos)
Intensidade
da Mudança
Fonte: Innoscience
Estratégia
81
Que tipo de inovação queremos?
 Conecta a Inovação com a
Estratégia
 Direciona a busca de ideias
 Foca esforços em temas
relevantes
 Baseado em tecnologias,
segmentos, problemas, inovações
e ameaças
82
Temáticas
de
Inovação
Novas
Tecnolo-
gias
Segmentos
de Clientes
Problemas
de Clientes
Ameaças
Estraté-
gicas
Tipos de
Inovação
Fonte: Innoscience
Estratégia - Cases
 Cooperados: Alternativas para aumentar a base
cooperados da Cooperativa.
 Familiares: Ações para incrementar a
participação dos familiares dos cooperados.
 Serviços: Outros serviços que poderiam ser
ofertados pela Banricoop.
 Interior: Ações para ampliar a penetração da
Cooperativa no interior do RS.
 Atendimento: Alternativas que facilitem e
melhorem o atendimento aos Cooperados.
1. Alcançar rupturas na manufatura
2. Facilitar os clientes em fazer
negócios conosco
3. Desenvolver usos alternativos para o
concreto
4. Servir os clientes extremamente
pobres
5. Ofertar soluções integradas para
incorporadoras e construtoras
83
A estratégia da Coca-Cola na matriz
de horizontes
84
A estratégia do Google
85
Relacionamentos
86
Inovação
Aberta
Canal e
Parceiros
Consumi-
dores
Univer-
sidades
Colabo-
radores
Fornece-
dores
Inst. de
pesquisa
Startups
Inovação Aberta
87
Fonte: Innoscience
Editais de
Subvenção
Linhas de
Crédito
Incentivos
Fiscais
Capital de
Risco
Orçamento
Próprio
Projetos de
Desenvolvi-
mento em
Conjunto
BNDES e
FINEP
Lei do Bem –
Nº 11.196/05
Fontes Externas Fontes Internas
Funding
Há diferentes alternativas para financiar os projetos de potencial
inovador nas empresas.
88
Cultura
 Gerador da ideia
 Gestor do Projeto
 Superior Imediato
 Comitê de Inovação Pagar-se por ideia Reconhecimento
Criativo
Participação no
Resultado
Execução
Reconhecida
Tipo de
Incentivo
Foco do
Incentivo
Resultado
Ideia
Recompensa Reconhecimento
89
Espaço de tempo
definido
Você mesmo
15% de tempo
para Inovação
Como estabelecer tempo para
inovar?
90Source: Innoscience
Entenda os diferentes tipos de erro
Quais erros ajudam a inovação?
Indivíduo competente segue
processo indicado, porém o
processo é falho ou incompleto
Indivíduo se depara com
tarefa difícil demais para
ser executada a contento
de forma reiterada
Experimento feito para
provar que ideia ou
projeto são bons derruba
hipótese
Falta de clareza sobre
eventos futuros leva
indivíduo a tomar
medidas aparentemente
sensatas que produzem
resultados indesejados
Experimento feito para
ampliar conhecimento e
investigar uma
possibilidade leva a
resultado indesejado
Indivíduo não tem
qualificação, condições
ou treinamento para
executar o trabalho
Fonte: Adaptado de EDMONDSON, Amy C.
LOUVÁVELCONDENÁVEL
Indivíduo se desvia sem
querer de especificações.
DESATENÇÃO
Indivíduo viola
deliberadamente
processo ou prática
indicados
FALTA DE
CAPACIDADE
INADEQUAÇÃO
DE PROCESSOS
DIFICULDADE
DA TAREFA
TESTE DE
HIPÓTESE
INCERTEZA
TESTE
EXPLORATÓRIODESVIO
91
Fonte: Innoscience- IPI
Criatividade, facilidade de identificar
oportunidades, visão de mercado,
estratégica para propor novas ideias,
motivação para mudanças e para
levar os projetos adiante são algumas
das características que identificam
este perfil.
Eles têm dificuldade
em começar a partir do zero, mas
são muito bons em fazer ideias
evoluírem, perceber falhas,
identificar riscos e complementar
abordagens que ainda estão
brutas..
Abertura para aprender com os
pilotos, capacidade de
identificar as incertezas, aceitar
riscos, lidar com desafios e
fazer adaptações no projeto ao
longo do seu curso.
Foco em prazos, no cumprimento
de orçamento e atingimento de
metas. Alta capacidade de
transformar o projeto piloto,
protótipo ou experimento em
algo de larga escala
IDEALIZADOR REFINADOR EXPERIMENTADOR EXECUTOR
Identificar e capacitar pessoas para seu
perfil inovador
92
Governança da Inovação
Governança
ExecuçãoGestão
Estratégia, Alocação
de Recursos, Modelo
de Inovação e Cultura
Processo, operação e
controle
Gestão de projetos,
execução e
colaboração
93
Inovação nas Áreas Comitês de Inovação Organização ambidestra
Redes de
Inovação
Aberta
Grupos MultidisciplinaresModelos de Estrutura
94
Fonte: Adaptado de Christensen
Encaixe com
processos
Encaixe com valores
Bom Ruim
Bom
Ruim
Governança da Inovação
95
Use time separado
fora da organização
Use time separado
dentro da operação
existente
Concepção interna e
comercialização em
organização
separada
Use um time
funcional dentro da
operação existente
 Qual a estrutura
para governar a
inovação?
 Qual a estrutura
para gerenciar os
projetos inovadores?
A Importância da Liderança para a
Inovação
96
INOVACOES SAO
RESULTADOS DE
INTENCOES DELIBERADAS
GERADAS NUM AMBIENTE
PROPICIO
~
~
~
A EFICIENCIA DA
GESTAO DA
INOVACAO DEPENDE
DE UM CONJUNTO DE
8 ELEMENTOS
^
~
~
Conceito de Inovação

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Empreendedorismo E Inovação
Empreendedorismo E InovaçãoEmpreendedorismo E Inovação
Empreendedorismo E Inovação
Ana Maria Magni Coelho
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e Inovaçao
Jairo Siqueira
 
Gestão da Inovação
Gestão da InovaçãoGestão da Inovação
Gestão da Inovação
Graziela Bernardo Mota
 
Exercicio de Planejamento Estrategico
Exercicio de Planejamento EstrategicoExercicio de Planejamento Estrategico
Exercicio de Planejamento Estrategico
PAULO RICARDO FLORES
 
Jogos de criatividade
Jogos de criatividadeJogos de criatividade
Jogos de criatividade
Thiago Reis
 
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.pptAula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
FAP
 
Fundamentos da inovação
Fundamentos da inovaçãoFundamentos da inovação
Fundamentos da inovação
innoscience_
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
Aline Corso
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
Ricardo F. Nantes
 
Guia prático de processos criativos
Guia prático de processos criativosGuia prático de processos criativos
Guia prático de processos criativos
Grazi Mendes Rangel
 
Tomada de decisão
Tomada de decisãoTomada de decisão
Tomada de decisão
Leila Oliva
 
Palestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e CriatividadePalestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e Criatividade
Flávia Camargo Bernardi
 
Inovação e gestão
Inovação e gestãoInovação e gestão
Inovação e gestão
Graziela Bernardo Mota
 
Pilares da Inovação
Pilares da InovaçãoPilares da Inovação
Pilares da Inovação
Leandro Liberio
 
Empreender Na Crise
Empreender Na CriseEmpreender Na Crise
Empreender Na Crise
Ana Maria Magni Coelho
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
Bruna M
 
Empreendedorismo no Brasil
Empreendedorismo no BrasilEmpreendedorismo no Brasil
Introdução ao Design Thinking
Introdução ao Design Thinking   Introdução ao Design Thinking
Introdução ao Design Thinking
Priscila Machado
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
Nyedson Barbosa
 
Design Thinking e Ferramentas de Inovação
Design Thinking e Ferramentas de InovaçãoDesign Thinking e Ferramentas de Inovação
Design Thinking e Ferramentas de Inovação
Maristela Meireles
 

Mais procurados (20)

Empreendedorismo E Inovação
Empreendedorismo E InovaçãoEmpreendedorismo E Inovação
Empreendedorismo E Inovação
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e Inovaçao
 
Gestão da Inovação
Gestão da InovaçãoGestão da Inovação
Gestão da Inovação
 
Exercicio de Planejamento Estrategico
Exercicio de Planejamento EstrategicoExercicio de Planejamento Estrategico
Exercicio de Planejamento Estrategico
 
Jogos de criatividade
Jogos de criatividadeJogos de criatividade
Jogos de criatividade
 
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.pptAula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
 
Fundamentos da inovação
Fundamentos da inovaçãoFundamentos da inovação
Fundamentos da inovação
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Guia prático de processos criativos
Guia prático de processos criativosGuia prático de processos criativos
Guia prático de processos criativos
 
Tomada de decisão
Tomada de decisãoTomada de decisão
Tomada de decisão
 
Palestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e CriatividadePalestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e Criatividade
 
Inovação e gestão
Inovação e gestãoInovação e gestão
Inovação e gestão
 
Pilares da Inovação
Pilares da InovaçãoPilares da Inovação
Pilares da Inovação
 
Empreender Na Crise
Empreender Na CriseEmpreender Na Crise
Empreender Na Crise
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
 
Empreendedorismo no Brasil
Empreendedorismo no BrasilEmpreendedorismo no Brasil
Empreendedorismo no Brasil
 
Introdução ao Design Thinking
Introdução ao Design Thinking   Introdução ao Design Thinking
Introdução ao Design Thinking
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Design Thinking e Ferramentas de Inovação
Design Thinking e Ferramentas de InovaçãoDesign Thinking e Ferramentas de Inovação
Design Thinking e Ferramentas de Inovação
 

Destaque

8 simples passos para inovar de forma revolucionaria
8 simples passos para inovar de forma revolucionaria8 simples passos para inovar de forma revolucionaria
8 simples passos para inovar de forma revolucionaria
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Inovação em Empresas Estabelecidas
Inovação em Empresas EstabelecidasInovação em Empresas Estabelecidas
Inovação em Empresas Estabelecidas
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Melhores Práticas: Programas de Inovação Corporativa
Melhores Práticas: Programas de Inovação CorporativaMelhores Práticas: Programas de Inovação Corporativa
Melhores Práticas: Programas de Inovação Corporativa
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
WOW
WOWWOW
Transformando Criatividade em Inovação
Transformando Criatividade em InovaçãoTransformando Criatividade em Inovação
Transformando Criatividade em Inovação
José Bringel Filho
 
Inovação sem fronteiras
Inovação sem fronteiras   Inovação sem fronteiras
Amcham cubo
Amcham cuboAmcham cubo
PMEs x Startups: Como inovar mais e melhor?
PMEs x Startups: Como inovar mais e melhor?PMEs x Startups: Como inovar mais e melhor?
PMEs x Startups: Como inovar mais e melhor?
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Como Startups e Grandes Empresas podem colaborar para inovar mais e melhor?
Como Startups e Grandes Empresas podem colaborar para inovar mais e melhor?Como Startups e Grandes Empresas podem colaborar para inovar mais e melhor?
Como Startups e Grandes Empresas podem colaborar para inovar mais e melhor?
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Contributos da Geografia para um Futuro Desejado
Contributos da Geografia para um Futuro DesejadoContributos da Geografia para um Futuro Desejado
Contributos da Geografia para um Futuro Desejado
Universidade do Porto
 
A importância da propriedade intelectual para as startups
A importância da propriedade intelectual para as startupsA importância da propriedade intelectual para as startups
A importância da propriedade intelectual para as startups
Emilia Malgueiro Campos
 
Apresentação RHJunior CRA-SP
Apresentação RHJunior CRA-SPApresentação RHJunior CRA-SP
Gestão da Inovação 2015 (FTEC Porto Alegre)
Gestão da Inovação 2015 (FTEC Porto Alegre)Gestão da Inovação 2015 (FTEC Porto Alegre)
Gestão da Inovação 2015 (FTEC Porto Alegre)
Romulo Decussatti (Luke Marketwalker)
 
Workshop de Inovação: Como gerar ideias e novos modelos de negócio?
Workshop de Inovação: Como gerar ideias e novos modelos de negócio?Workshop de Inovação: Como gerar ideias e novos modelos de negócio?
Workshop de Inovação: Como gerar ideias e novos modelos de negócio?
Cristina Barros
 
Palestra Propriedade Intelectual Internacional
Palestra Propriedade Intelectual InternacionalPalestra Propriedade Intelectual Internacional
Palestra Propriedade Intelectual Internacional
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
HealthMinds Academy
 
Coffemuseum.com
Coffemuseum.comCoffemuseum.com
Coffemuseum.com
Cristina Barros
 
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósitoLaboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Juliana Feitosa Andrade
 
Formação de Inovadores
Formação de Inovadores Formação de Inovadores
Conceito de Inovação_AMCHAM Campinas_PACE_16.03.2016
Conceito de Inovação_AMCHAM Campinas_PACE_16.03.2016Conceito de Inovação_AMCHAM Campinas_PACE_16.03.2016
Conceito de Inovação_AMCHAM Campinas_PACE_16.03.2016
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 

Destaque (20)

8 simples passos para inovar de forma revolucionaria
8 simples passos para inovar de forma revolucionaria8 simples passos para inovar de forma revolucionaria
8 simples passos para inovar de forma revolucionaria
 
Inovação em Empresas Estabelecidas
Inovação em Empresas EstabelecidasInovação em Empresas Estabelecidas
Inovação em Empresas Estabelecidas
 
Melhores Práticas: Programas de Inovação Corporativa
Melhores Práticas: Programas de Inovação CorporativaMelhores Práticas: Programas de Inovação Corporativa
Melhores Práticas: Programas de Inovação Corporativa
 
WOW
WOWWOW
WOW
 
Transformando Criatividade em Inovação
Transformando Criatividade em InovaçãoTransformando Criatividade em Inovação
Transformando Criatividade em Inovação
 
Inovação sem fronteiras
Inovação sem fronteiras   Inovação sem fronteiras
Inovação sem fronteiras
 
Amcham cubo
Amcham cuboAmcham cubo
Amcham cubo
 
PMEs x Startups: Como inovar mais e melhor?
PMEs x Startups: Como inovar mais e melhor?PMEs x Startups: Como inovar mais e melhor?
PMEs x Startups: Como inovar mais e melhor?
 
Como Startups e Grandes Empresas podem colaborar para inovar mais e melhor?
Como Startups e Grandes Empresas podem colaborar para inovar mais e melhor?Como Startups e Grandes Empresas podem colaborar para inovar mais e melhor?
Como Startups e Grandes Empresas podem colaborar para inovar mais e melhor?
 
Contributos da Geografia para um Futuro Desejado
Contributos da Geografia para um Futuro DesejadoContributos da Geografia para um Futuro Desejado
Contributos da Geografia para um Futuro Desejado
 
A importância da propriedade intelectual para as startups
A importância da propriedade intelectual para as startupsA importância da propriedade intelectual para as startups
A importância da propriedade intelectual para as startups
 
Apresentação RHJunior CRA-SP
Apresentação RHJunior CRA-SPApresentação RHJunior CRA-SP
Apresentação RHJunior CRA-SP
 
Gestão da Inovação 2015 (FTEC Porto Alegre)
Gestão da Inovação 2015 (FTEC Porto Alegre)Gestão da Inovação 2015 (FTEC Porto Alegre)
Gestão da Inovação 2015 (FTEC Porto Alegre)
 
Workshop de Inovação: Como gerar ideias e novos modelos de negócio?
Workshop de Inovação: Como gerar ideias e novos modelos de negócio?Workshop de Inovação: Como gerar ideias e novos modelos de negócio?
Workshop de Inovação: Como gerar ideias e novos modelos de negócio?
 
Palestra Propriedade Intelectual Internacional
Palestra Propriedade Intelectual InternacionalPalestra Propriedade Intelectual Internacional
Palestra Propriedade Intelectual Internacional
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Coffemuseum.com
Coffemuseum.comCoffemuseum.com
Coffemuseum.com
 
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósitoLaboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
 
Formação de Inovadores
Formação de Inovadores Formação de Inovadores
Formação de Inovadores
 
Conceito de Inovação_AMCHAM Campinas_PACE_16.03.2016
Conceito de Inovação_AMCHAM Campinas_PACE_16.03.2016Conceito de Inovação_AMCHAM Campinas_PACE_16.03.2016
Conceito de Inovação_AMCHAM Campinas_PACE_16.03.2016
 

Semelhante a Conceito de Inovação

Comp org inovacao
Comp org inovacaoComp org inovacao
Comp org inovacao
Sayurï Yamane
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
gmktipam
 
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentesInovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
MJV Technology & Innovation Brasil
 
Inovação em E-commerce com uso de Design Thinking
Inovação em E-commerce com uso de Design ThinkingInovação em E-commerce com uso de Design Thinking
Inovação em E-commerce com uso de Design Thinking
Mario Faria
 
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
BRAIN Brasil Inovação
 
Workshop de Inovação - AMCHAM - SP
Workshop de Inovação - AMCHAM - SPWorkshop de Inovação - AMCHAM - SP
Workshop de Inovação - AMCHAM - SP
innoscience_
 
Economia Criativa Inovação e Negocios - ESPM
Economia Criativa Inovação e Negocios - ESPMEconomia Criativa Inovação e Negocios - ESPM
Economia Criativa Inovação e Negocios - ESPM
Nei Grando
 
200112 design thinking ESPM - terra-forum
200112 design thinking  ESPM - terra-forum200112 design thinking  ESPM - terra-forum
200112 design thinking ESPM - terra-forum
Jose Claudio Terra
 
HackerSpace - A inovação ganhou_espaço
HackerSpace - A inovação ganhou_espaçoHackerSpace - A inovação ganhou_espaço
HackerSpace - A inovação ganhou_espaço
Hackerspace3
 
Drarian caos focado_inn.pulse - v5
Drarian caos focado_inn.pulse - v5Drarian caos focado_inn.pulse - v5
Drarian caos focado_inn.pulse - v5
Túlio Jannuzzelli
 
Modelos de Negócio - Feithec 2013
Modelos de Negócio - Feithec 2013Modelos de Negócio - Feithec 2013
Modelos de Negócio - Feithec 2013
Renan Crippa Freitas
 
Inovação em modelos de negócios
Inovação em modelos de negóciosInovação em modelos de negócios
Inovação em modelos de negócios
Effortt Brasil
 
Projeto de GC no chão de fábrica
Projeto de GC no chão de fábricaProjeto de GC no chão de fábrica
Projeto de GC no chão de fábrica
inovaDay .
 
ECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão final
ECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão finalECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão final
ECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão final
Gib de Medeiros
 
Mympel2011_ luisa_antónio
Mympel2011_ luisa_antónioMympel2011_ luisa_antónio
Mympel2011_ luisa_antónio
Mestrado em Pedagogia do eLearning
 
Gestao do conhecimento, inteligência competitiva e inovação
Gestao do conhecimento, inteligência competitiva e inovaçãoGestao do conhecimento, inteligência competitiva e inovação
Gestao do conhecimento, inteligência competitiva e inovação
Documentar Tecnologia e Informação
 
Gestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; Inovação
Gestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; InovaçãoGestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; Inovação
Gestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; Inovação
Deomari Fragoso
 
Open Innovation no Brasil
Open Innovation no BrasilOpen Innovation no Brasil
Open Innovation no Brasil
annajuenemann
 
Artigo designthinking
Artigo designthinkingArtigo designthinking
Artigo designthinking
Gustavo de Boer
 
Design thinking: uma nova abordagem para inovação
Design thinking: uma nova abordagem para inovaçãoDesign thinking: uma nova abordagem para inovação
Design thinking: uma nova abordagem para inovação
Luiz Bonini
 

Semelhante a Conceito de Inovação (20)

Comp org inovacao
Comp org inovacaoComp org inovacao
Comp org inovacao
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
 
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentesInovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
 
Inovação em E-commerce com uso de Design Thinking
Inovação em E-commerce com uso de Design ThinkingInovação em E-commerce com uso de Design Thinking
Inovação em E-commerce com uso de Design Thinking
 
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
 
Workshop de Inovação - AMCHAM - SP
Workshop de Inovação - AMCHAM - SPWorkshop de Inovação - AMCHAM - SP
Workshop de Inovação - AMCHAM - SP
 
Economia Criativa Inovação e Negocios - ESPM
Economia Criativa Inovação e Negocios - ESPMEconomia Criativa Inovação e Negocios - ESPM
Economia Criativa Inovação e Negocios - ESPM
 
200112 design thinking ESPM - terra-forum
200112 design thinking  ESPM - terra-forum200112 design thinking  ESPM - terra-forum
200112 design thinking ESPM - terra-forum
 
HackerSpace - A inovação ganhou_espaço
HackerSpace - A inovação ganhou_espaçoHackerSpace - A inovação ganhou_espaço
HackerSpace - A inovação ganhou_espaço
 
Drarian caos focado_inn.pulse - v5
Drarian caos focado_inn.pulse - v5Drarian caos focado_inn.pulse - v5
Drarian caos focado_inn.pulse - v5
 
Modelos de Negócio - Feithec 2013
Modelos de Negócio - Feithec 2013Modelos de Negócio - Feithec 2013
Modelos de Negócio - Feithec 2013
 
Inovação em modelos de negócios
Inovação em modelos de negóciosInovação em modelos de negócios
Inovação em modelos de negócios
 
Projeto de GC no chão de fábrica
Projeto de GC no chão de fábricaProjeto de GC no chão de fábrica
Projeto de GC no chão de fábrica
 
ECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão final
ECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão finalECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão final
ECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão final
 
Mympel2011_ luisa_antónio
Mympel2011_ luisa_antónioMympel2011_ luisa_antónio
Mympel2011_ luisa_antónio
 
Gestao do conhecimento, inteligência competitiva e inovação
Gestao do conhecimento, inteligência competitiva e inovaçãoGestao do conhecimento, inteligência competitiva e inovação
Gestao do conhecimento, inteligência competitiva e inovação
 
Gestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; Inovação
Gestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; InovaçãoGestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; Inovação
Gestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; Inovação
 
Open Innovation no Brasil
Open Innovation no BrasilOpen Innovation no Brasil
Open Innovation no Brasil
 
Artigo designthinking
Artigo designthinkingArtigo designthinking
Artigo designthinking
 
Design thinking: uma nova abordagem para inovação
Design thinking: uma nova abordagem para inovaçãoDesign thinking: uma nova abordagem para inovação
Design thinking: uma nova abordagem para inovação
 

Mais de Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação

Governança da inovação
Governança da inovaçãoGovernança da inovação
Webinar Tendências da Gestão da Inovação no Brasil e Portugal
Webinar Tendências da Gestão da Inovação no Brasil e PortugalWebinar Tendências da Gestão da Inovação no Brasil e Portugal
Webinar Tendências da Gestão da Inovação no Brasil e Portugal
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Corporate Venture
Corporate VentureCorporate Venture
Inovação sem fronteiras
Inovação sem fronteirasInovação sem fronteiras
Mitos, Metodos e Melhores Praticas
Mitos, Metodos e Melhores PraticasMitos, Metodos e Melhores Praticas
Mitos, Metodos e Melhores Praticas
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Inovação e produtividade em tempos de crise
Inovação e produtividade em tempos de criseInovação e produtividade em tempos de crise
Inovação e produtividade em tempos de crise
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Ontario health presentation
Ontario health presentationOntario health presentation
Experimentação 2.0
Experimentação 2.0  Experimentação 2.0
Governança e Inovação
Governança e InovaçãoGovernança e Inovação
Feira do empreededorismo
Feira do empreededorismoFeira do empreededorismo
Conheça a Innoscience
Conheça a InnoscienceConheça a Innoscience
Utilização de startups e agentes externos à empresa para inovação
Utilização de startups e agentes externos à empresa para inovaçãoUtilização de startups e agentes externos à empresa para inovação
Utilização de startups e agentes externos à empresa para inovação
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Marketing Innovation: onde e como obter insights
Marketing Innovation: onde e como obter insightsMarketing Innovation: onde e como obter insights
Marketing Innovation: onde e como obter insights
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Como Montar uma Estratégia de Inovação Corporativa
Como Montar uma Estratégia de Inovação CorporativaComo Montar uma Estratégia de Inovação Corporativa
Como Montar uma Estratégia de Inovação Corporativa
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Pmweb
PmwebPmweb
Os 5 Papéis do Chief Innovation Office (CIO)
Os 5 Papéis do Chief Innovation Office (CIO)Os 5 Papéis do Chief Innovation Office (CIO)
Os 5 Papéis do Chief Innovation Office (CIO)
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Como montar um Programa de Inovação Corporativa eficaz
Como montar um Programa de Inovação Corporativa eficazComo montar um Programa de Inovação Corporativa eficaz
Como montar um Programa de Inovação Corporativa eficaz
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Técnicas para desenvolver inovação
Técnicas para desenvolver inovaçãoTécnicas para desenvolver inovação
Técnicas para desenvolver inovação
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Técnicas para desenvolver inovação
Técnicas para desenvolver inovaçãoTécnicas para desenvolver inovação
Técnicas para desenvolver inovação
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)
Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)
Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 

Mais de Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação (20)

Governança da inovação
Governança da inovaçãoGovernança da inovação
Governança da inovação
 
Webinar Tendências da Gestão da Inovação no Brasil e Portugal
Webinar Tendências da Gestão da Inovação no Brasil e PortugalWebinar Tendências da Gestão da Inovação no Brasil e Portugal
Webinar Tendências da Gestão da Inovação no Brasil e Portugal
 
Corporate Venture
Corporate VentureCorporate Venture
Corporate Venture
 
Inovação sem fronteiras
Inovação sem fronteirasInovação sem fronteiras
Inovação sem fronteiras
 
Mitos, Metodos e Melhores Praticas
Mitos, Metodos e Melhores PraticasMitos, Metodos e Melhores Praticas
Mitos, Metodos e Melhores Praticas
 
Inovação e produtividade em tempos de crise
Inovação e produtividade em tempos de criseInovação e produtividade em tempos de crise
Inovação e produtividade em tempos de crise
 
Ontario health presentation
Ontario health presentationOntario health presentation
Ontario health presentation
 
Experimentação 2.0
Experimentação 2.0  Experimentação 2.0
Experimentação 2.0
 
Governança e Inovação
Governança e InovaçãoGovernança e Inovação
Governança e Inovação
 
Feira do empreededorismo
Feira do empreededorismoFeira do empreededorismo
Feira do empreededorismo
 
Conheça a Innoscience
Conheça a InnoscienceConheça a Innoscience
Conheça a Innoscience
 
Utilização de startups e agentes externos à empresa para inovação
Utilização de startups e agentes externos à empresa para inovaçãoUtilização de startups e agentes externos à empresa para inovação
Utilização de startups e agentes externos à empresa para inovação
 
Marketing Innovation: onde e como obter insights
Marketing Innovation: onde e como obter insightsMarketing Innovation: onde e como obter insights
Marketing Innovation: onde e como obter insights
 
Como Montar uma Estratégia de Inovação Corporativa
Como Montar uma Estratégia de Inovação CorporativaComo Montar uma Estratégia de Inovação Corporativa
Como Montar uma Estratégia de Inovação Corporativa
 
Pmweb
PmwebPmweb
Pmweb
 
Os 5 Papéis do Chief Innovation Office (CIO)
Os 5 Papéis do Chief Innovation Office (CIO)Os 5 Papéis do Chief Innovation Office (CIO)
Os 5 Papéis do Chief Innovation Office (CIO)
 
Como montar um Programa de Inovação Corporativa eficaz
Como montar um Programa de Inovação Corporativa eficazComo montar um Programa de Inovação Corporativa eficaz
Como montar um Programa de Inovação Corporativa eficaz
 
Técnicas para desenvolver inovação
Técnicas para desenvolver inovaçãoTécnicas para desenvolver inovação
Técnicas para desenvolver inovação
 
Técnicas para desenvolver inovação
Técnicas para desenvolver inovaçãoTécnicas para desenvolver inovação
Técnicas para desenvolver inovação
 
Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)
Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)
Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)
 

Conceito de Inovação

  • 1.
  • 2. DE ONDE vêm as IDEIAS? Sócio-fundador da Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação. Administrador de empresas e mestre em Administração pelo MAN (PUC-RS). Possui certificate em Strategy and innovation no MIT/SLOAN. Realizou cursos de formação na U.C Berkeley e Stanford University. Possui experiência empresarial desempenhando funções executivas em empresas nacionais e multinacionais. Tem mais de 10 anos de experiência de consultoria para alta gestão. Foi executivo em instituição financeira e empreendedor no boom das pontocom nos anos 2000. Autor dos livros Gestão da Inovação na Prática (vencedor do Troféu Cultura Econômica 2011 – melhor livro de Administração) e Práticas dos Inovadores publicados pela Editora Atlas. Foi colunista de inovação no Jornal Brasil Econômico e atualmente no Blog de Inovação da 3M onde responde pelo serviço "Pergunte ao Consultor”. Atualmente atua voluntariamente como Mentor Endeavor e Presidente do Comitê da Amcham. É investidor na Aceleradora de Startups WOW. 2
  • 3.
  • 4. Quem ajudamos e com quem aprendemos 4
  • 6.
  • 12. O que é uma Startup? ‘‘Startup é uma instituição humana desenhada para desenvolver um produto ou serviço em condições de extrema incerteza. ’ - Eric Ries
  • 13. Novas ideias Novos mercados Novos clientes Novas tecnologias Equipe dedicada Ousadia para questionar Velocidade Flexibilidade O que tem? Aprofundar entendimento sobre o problema do cliente Testar ideia Escalar o negócio O que precisa? Fonte: Innoscience
  • 14. O que é uma Grande Empresa? ‘‘Organização desenhada para operar eficiente e lucrativamente um modelo de negócios existente.’’ - Maximiliano Carlomagno
  • 15. Recursos financeiros Recursos Marca Canais Conhecimento Relacionamentos Experiência de gestão de negócios maduros O que tem? Novas ideias Novos mercados Novos produtos Novas tecnologias Mentalidade empreendedora Ferramentas e técnicas O que precisa? Fonte: Innoscience
  • 27.
  • 28. Inovação não é melhoria! 28Source: Innoscience
  • 29. Inovação não é adequação! 29 Discontinuado em 2011Líder Global em mp3
  • 30. Inovação não é Criatividade! 30
  • 31. Inovação não se limita ao produto! 31Source: Innoscience
  • 32. Inovação não é apenas tecnologia! 32Source: Innoscience
  • 33. O Que não é Inovação?  Inovação não é melhoria!  Inovação não é adequação!  Inovação não é criatividade!  Inovação não se limita ao produto!  Inovação não é apenas tecnologia! 33
  • 34. Matriz de Inovação e Melhoria ALTO Resultados Novidadedaideia ALTOMÉDIOBAIXO Inovação Inovação Melhoria Invenção Inovação Melhoria Melhoria Melhoria Melhoria Adequação Adequação BAIXO MÉDIO Adequação 34
  • 35. Invenção Betamax Windows Millenium Pepsi Cristal Atari Jaguar Sony BMG Music CDs Amstrad Em@iler Telefone Iridium 35
  • 36. Matriz de Inovação e Melhoria ALTO Resultados Novidadedaideia ALTOMÉDIOBAIXO Inovação Inovação Melhoria Invenção Inovação Melhoria Melhoria Melhoria Melhoria Adequação Adequação BAIXO MÉDIO Adequação 36
  • 37. Inovar é... Há um processo de tratamento Afinal o que é Inovação? Transformar novas ideias em resultados Fonte: Innoscience Novas para o mercado Produto, Processo, Cliente, Canal Econômico, financeiro, social, ambiental para o inovador 37
  • 38. Imagem É Inovação Não é Inovação 1 [ ] [X] 2 [ ] [X] 3 [X] [ ] 4 [ ] [X] 5 [X] [ ] 6 [ ] [X] 7 [ ] [X] 8 [ ] [X] 9 [ ] [X] 10 [ ] [X] GABARITO Grupo: ____________________________ INNOVATION QUIZZ 38
  • 40.
  • 41. A Classe média irá dobrar atingindo 5 bi de pessoas em 2030 12 dos 25 principais bilionários são negócios low cost Quando o core business começa a estabilizar menos de 5% das empresas consegue voltar a crescer ao menos 1% acima do PIB Somente 28% dos Millennials acreditam que suas atuais empresas estão fazendo uso completo de suas habilidades Aproximadamente 50% de consumidores da Gen Y não consideram um carro próprio o melhor meio de transporte 41
  • 42. CLIENTES CONCORRENTES DESAFIOS INTERNOS ATRAÇÃO TALENTOS DESCONTINUIDADES - Novos segmentos - Novas prioridades - Atração pelo novo - Competidores low cost - Disruptors - Novos entrantes - Expectativas de crescimento - Gap de produtividade - Geração Y - Propósito - Atração e retenção - Legal - Sustentabilidade - Social - Econômico - Tecnológico Os Drivers da Inovação 42
  • 43. 43 As ações das empresas inovadoras valorizaram duas vezes mais que as demais. Desde janeiro de 2009, o 3i teve crescimento de 127,27% versus 15,44% do Ibovespa 3i Inovadores performam melhor
  • 44. Felizes para sempre? Metade do S&P substituído em uma década! 44
  • 45. “A única forma de se manter a frente do mercado é destruir o seu negócio antes que o necessário.” Foster 45
  • 47.
  • 48. Tipos de Inovação •Melhora a performance nos critérios existentes •Foca em grandes mercados definidos •Direcionada para os consumidores mais demandantes •Gera altas margens •Sofisticadas tecnicamente •Foca mercados pequenos e não definidos •Foca em consumidores não atendidos ou super servidos •Tecnicamente simples •Estabelece uma nova dinâmica de competição •Normalmente pouca atraente para o líder do setor Inovações INCREMENTAIS Inovações DISRUPTIVAS 48
  • 49. FONTE: Innoscience adaptado de Sahwney Inovação além do produto 49
  • 50. Inovações no modelo de negócios “O modelo de negócio traduz a forma de criação, entrega e captura de valor da organização” Osterwalder. 50 Busines Model Canvas
  • 51. Isca e anzol Freemium Assinatura 51
  • 53. Poker Innovation PROJETO A: Passou pelos critérios rapidamente atingindo vendas projetadas no primeiro ano de 400 milhões. Uma proposta clara, bem posicionada e um canal de distribuição existente levariam ao sucesso PROJETO B: Teve receita projetada de 500 mil no primeiro ano. Tinha uma tecnologia proprietária mas o cliente e o modelo de negócio não muito claros. Projeto c Investiu 100 milhões para desenvolver seu produto. As expectativas eram de que as vendas poderiam chegar a U$ 1bi mais rápido que qualquer outra empresa na história Projeto D Conseguiu apenas 20mil de investimento (5% do que precisava para o piloto). Já haviam players estabelecidos no mercado. Teve problemas na contratação de equipe comercial e de desenvolvimento Em qual desses projetos você investiria? 53
  • 54. Poker Innovation PROJETO A: • Extensão de linha • Canibalizou o negócio central • Terceiro ano com queda de vendas • Descontinuado pela empresa PROJETO B: • Uma tecnologia • Depois surgiu o modelo baseado na propaganda • Um dos maiores sucessos em todos os tempos Projeto c • Lançado em 2002 • De 2001 a 2007 a Segway só vendeu 30mil unidades • Imprevistos em outros países: requisição de licensas e proibição do tráfego nas estradas Projeto D • Após video de Demo do produto, passou de 5 para 75mil usuários em uma noite • Mais de 50 milhões de usuários registrados • 1 milhão de arquivos salvos a cada 3 min
  • 55.
  • 57. Projetos Estratégicos Projetos Operacionais Gestão da Rotina Projetos de Inovação Nível de Incerteza Fonte: Innoscience Diferentes projetos exigem abordagens distintas 57 Descoberta e Experimentação Planejamento e Aprendizado Análise e Planejamento Análise e Planejamento
  • 58. Projetos de melhoria demandam abordagem sequenciada 58 Fonte: PMI Iniciação Planejamento e Design Execução Fechamento Monitoramento e Controle
  • 59. Projetos inovadores exigem abordagem baseada na experimentação 59 FONTE: Nathan Furr and Jeff Dyer. Traduzido por Innoscience
  • 60. A CADEIA DE VALOR DA INOVAÇÃO 60
  • 61. Fonte: Innoscience As dinâmicas do processo de Inovação 61
  • 62. Fonte: Innoscience As dinâmicas do processo de Inovação Grupos de Inovação Áreas de P&D Campanhas de Inovação Programas de Ideias Brainstormings Innodays Projetos de Co-criação Projetos de Co-criação Programas de Inovação Aberta 62
  • 63. Fonte: Innoscience As dinâmicas do processo de Inovação 63
  • 64. Idealização  Identificação de tendências e Oportunidades de negócios  Captura de Insights  Geração de novas ideias Técnicas:  Etnografia  Design Thinking  Observação  Entrevista  Imersão  Desk Research  Job to be Done  Usuários Extremos  Consulta de patentes 64
  • 65. Conceituação  Avaliação de potencial do problema e da ideia  Aprimoramento do conceito  Análise de soluções alternativas  Colaboração interna e externa  Desenvolvimento de Mercado  Aprofundamento da solução  Identificação das incertezas  Pivotagem Técnicas:  Minimum Viable Product Modelo de negócios  Inovação enxuta  Polinização cruzada  Cocriação  Desk Research  Survey  Brochura  Mock-up Fonte: Innoscience 65
  • 66. Plataforma de Inovação 66 Avaliação e PriorizaçãoIdeação e Colaboração Projetos de Inovação Aceleração e tomada de decisão Acompanhamento e monitoramento de projetosIdentificação de ideias Challenge A Challenge N 66
  • 67. Experimentação Prototipagem Execução de experimentos Avaiação de resultados Pivotagem Técnicas: Prototipação Experimentação 67
  • 68. Como gerir riscos? Risco = f(exposição x incerteza) 68
  • 69.  Novo produto  Redirecionamento  Aprendizado  Experimento  Novo serviço  Ideia de cliente  Amostra reduzida  Controle de laboratório  Novo canal de distribuição  Tempo determinado  Incertezas mapeadas Experimentação 69
  • 70. A incerteza e a inovação Hargadon, A O motivo pelo qual mais pessoas não inovam não é a aversão ao risco mas sim a aversão à incerteza. 70
  • 71. Como experimentar? Caminho do Consumidor Desenho das etapas/passos de um processo de decisão Landing Page Teste com alternativas A/B de páginas web para obter feedback Mockup Exemplos e esboços de telas de como funciona a solução Maquete ou modelo Físico Um objeto desenvolvido com prototipagem rápida (impressão 3d, LEGO) Demo Ex (versão funcional de um software com limite de uso/tempo) Piloto ou Beta (protótipo para serviços – um exemplo funcional a ser ajustado e replicado) (protótipo mais avançado de software próximo a versão final de lançamento) Mockup Landing page Demo Beta 71
  • 72. Experimentou e economizou $$$ Quem: Cooperativa de crédito pessoal Problema: Ampliar a capilaridade comercial O que: Testar a viabilidade de ter vendedores porta a parta de serviços financeiros 72
  • 73. Implementação Desenvolvimento do Projeto Comercialização (interna/externa) Lançamento Aceleração das iniciativas Integração com operação existente Avaliação pós-implementação Técnicas:  Project Management  Estrutura  Scale up  SCRUM  Métodos Ágeis 73 Fonte: Innoscience
  • 74. O que buscamos com a inovação? Que tipos de inovação iremos priorizar? Como será o processo de inovação? Que políticas de estímulo e gestão da inovação iremos adotar? A Gestão da Inovação 74
  • 75. É preciso descrever a gestão da inovação em um conjunto de objetivos OBJETIVOS Para alcançar tais objetivos, é preciso mensurá-los através de indicadores INDICADORES Cada indicador recebe uma meta que simboliza a expectativa de desempenho da empresa METAS A Gestão da Inovação 1. Indicadores de Gestão da Inovação 2. Perspectivas 3. Alinhado com o BSC - Balanced Scorecard *A ferramenta desdobra as intenções de inovação a partir de indicadores que seguem a lógica de causa-e-efeito da inovação. Innovation Scorecard é dividido em quatro perspectivas: Resultados, Tipos, Processos e Contexto. Além disso, a ferramenta tem perfeita aderência para empresas que utilizam o BSC - Balanced Scorecard. 75
  • 76. PROJETOS DISTINTOS NAO PODEM SER GERENCIADOS COM AS MESMAS ABORADGENS E FERRAMENTAS ~
  • 77.
  • 78. De que forma as lideranças apoiam o ambiente de inovação? Como as iniciativas de inovação são financiadas? Como as oportunidades de inovação são geradas, desenvolvidas e avaliadas? Onde está localizada a atividade de inovação e como ela é organizada? Como é o apoio à inovação, seus incentivos e reconhecimentos? O que a alta gestão diz e faz para criar um ambiente que estimule a inovação? De que forma a organização utiliza parceiros, clientes e concorrentes na geração e refinamento de ideias? Como a empresa articula o direcionamento das iniciativas de inovação? O Octógono da Inovação é um modelo desenvolvido pela Innoscience e aplicado em mais de 100 projetos de inovação corporativa em grandes empresas. Metodologia Método Apresenta os oito elementos mais relevantes na performance de inovação em grandes empresas. Origem Ferramenta desenvolvida a partir de ampla pesquisa e aplicação dos Prof. Maximiliano Carlomagno e Felipe Scherer publicada no livro Gestão da Inovação na Prática. Aplicação  Diagnóstico da capacidade de inovação de grandes empresas.  Estruturação de políticas de suporte a inovação em grandes empresas 78
  • 80. Fonte: Innoscience O Octógono da Inovação 80
  • 81. Horizonte 1 É sobre expansão e melhoria da operação atual. Fazer melhor e diferente o que fazemos hoje. Horizonte 2 É sobre novas oportunidades para ampliar o H1. Novas ideias de para migrar seletivamente o eixo central do negocio para novas oportunidades. Horizonte 3 É sobre o futuro que precisa ser imaginado. Trata da criação de novos negócios para ampliar, reinventar e recriar o negocio atual Horizonte 1 Reforçar o negocio atual Horizonte 2 Renovar o negocio atual Horizonte3 Criar novos negócios Tempo (anos) Intensidade da Mudança Fonte: Innoscience Estratégia 81
  • 82. Que tipo de inovação queremos?  Conecta a Inovação com a Estratégia  Direciona a busca de ideias  Foca esforços em temas relevantes  Baseado em tecnologias, segmentos, problemas, inovações e ameaças 82 Temáticas de Inovação Novas Tecnolo- gias Segmentos de Clientes Problemas de Clientes Ameaças Estraté- gicas Tipos de Inovação Fonte: Innoscience
  • 83. Estratégia - Cases  Cooperados: Alternativas para aumentar a base cooperados da Cooperativa.  Familiares: Ações para incrementar a participação dos familiares dos cooperados.  Serviços: Outros serviços que poderiam ser ofertados pela Banricoop.  Interior: Ações para ampliar a penetração da Cooperativa no interior do RS.  Atendimento: Alternativas que facilitem e melhorem o atendimento aos Cooperados. 1. Alcançar rupturas na manufatura 2. Facilitar os clientes em fazer negócios conosco 3. Desenvolver usos alternativos para o concreto 4. Servir os clientes extremamente pobres 5. Ofertar soluções integradas para incorporadoras e construtoras 83
  • 84. A estratégia da Coca-Cola na matriz de horizontes 84
  • 85. A estratégia do Google 85
  • 88. Fonte: Innoscience Editais de Subvenção Linhas de Crédito Incentivos Fiscais Capital de Risco Orçamento Próprio Projetos de Desenvolvi- mento em Conjunto BNDES e FINEP Lei do Bem – Nº 11.196/05 Fontes Externas Fontes Internas Funding Há diferentes alternativas para financiar os projetos de potencial inovador nas empresas. 88
  • 89. Cultura  Gerador da ideia  Gestor do Projeto  Superior Imediato  Comitê de Inovação Pagar-se por ideia Reconhecimento Criativo Participação no Resultado Execução Reconhecida Tipo de Incentivo Foco do Incentivo Resultado Ideia Recompensa Reconhecimento 89
  • 90. Espaço de tempo definido Você mesmo 15% de tempo para Inovação Como estabelecer tempo para inovar? 90Source: Innoscience
  • 91. Entenda os diferentes tipos de erro Quais erros ajudam a inovação? Indivíduo competente segue processo indicado, porém o processo é falho ou incompleto Indivíduo se depara com tarefa difícil demais para ser executada a contento de forma reiterada Experimento feito para provar que ideia ou projeto são bons derruba hipótese Falta de clareza sobre eventos futuros leva indivíduo a tomar medidas aparentemente sensatas que produzem resultados indesejados Experimento feito para ampliar conhecimento e investigar uma possibilidade leva a resultado indesejado Indivíduo não tem qualificação, condições ou treinamento para executar o trabalho Fonte: Adaptado de EDMONDSON, Amy C. LOUVÁVELCONDENÁVEL Indivíduo se desvia sem querer de especificações. DESATENÇÃO Indivíduo viola deliberadamente processo ou prática indicados FALTA DE CAPACIDADE INADEQUAÇÃO DE PROCESSOS DIFICULDADE DA TAREFA TESTE DE HIPÓTESE INCERTEZA TESTE EXPLORATÓRIODESVIO 91
  • 92. Fonte: Innoscience- IPI Criatividade, facilidade de identificar oportunidades, visão de mercado, estratégica para propor novas ideias, motivação para mudanças e para levar os projetos adiante são algumas das características que identificam este perfil. Eles têm dificuldade em começar a partir do zero, mas são muito bons em fazer ideias evoluírem, perceber falhas, identificar riscos e complementar abordagens que ainda estão brutas.. Abertura para aprender com os pilotos, capacidade de identificar as incertezas, aceitar riscos, lidar com desafios e fazer adaptações no projeto ao longo do seu curso. Foco em prazos, no cumprimento de orçamento e atingimento de metas. Alta capacidade de transformar o projeto piloto, protótipo ou experimento em algo de larga escala IDEALIZADOR REFINADOR EXPERIMENTADOR EXECUTOR Identificar e capacitar pessoas para seu perfil inovador 92
  • 93. Governança da Inovação Governança ExecuçãoGestão Estratégia, Alocação de Recursos, Modelo de Inovação e Cultura Processo, operação e controle Gestão de projetos, execução e colaboração 93
  • 94. Inovação nas Áreas Comitês de Inovação Organização ambidestra Redes de Inovação Aberta Grupos MultidisciplinaresModelos de Estrutura 94
  • 95. Fonte: Adaptado de Christensen Encaixe com processos Encaixe com valores Bom Ruim Bom Ruim Governança da Inovação 95 Use time separado fora da organização Use time separado dentro da operação existente Concepção interna e comercialização em organização separada Use um time funcional dentro da operação existente  Qual a estrutura para governar a inovação?  Qual a estrutura para gerenciar os projetos inovadores?
  • 96. A Importância da Liderança para a Inovação 96
  • 97. INOVACOES SAO RESULTADOS DE INTENCOES DELIBERADAS GERADAS NUM AMBIENTE PROPICIO ~ ~ ~
  • 98. A EFICIENCIA DA GESTAO DA INOVACAO DEPENDE DE UM CONJUNTO DE 8 ELEMENTOS ^ ~ ~