SlideShare uma empresa Scribd logo
www.innoscience.com.br
2
QUEM SOMOS
A Innoscience é uma firma de consultoria em inovação e estratégia fundada por um grupo de consultores
seniores com experiência executiva e sólida atuação acadêmica com a premissa de que as empresas mais
inovadoras apresentam melhores resultados do que seus concorrentes.
COM QUEM TRABALHAMOS
Nossos clientes são algumas das empresas mais inovadoras do Brasil atuantes em diferentes setores que
querem crescer, inovar e melhorar sua performance.
O QUE FAZEMOS
Assessoramos a alta gestão das empresas a gerar e manter desempenho superior a partir da execução de
uma estratégia distinta, aceleração de suas iniciativas de potencial inovador e da criação de uma cultura
adequada à atividade inovadora. Atuamos indicando caminhos e soluções e, quando necessário, preparando
as equipes de trabalho dos clientes e auxiliando a implementação.
COMO FAZEMOS
Sabemos que a transformação de uma empresa em uma inovadora-serial não é um trabalho fácil.
Trabalhamos aportando conhecimento, experiências, ferramentas e metodologias, lado-a-lado com a equipe
das empresas clientes, para gerar mudanças significativas e impactos duradouros.
Quem Somos
3
Quem Somos
Gestão da Inovação na Prática
www.inovacaonapratica.com.br www.praticadosinovadores.com.br
Práticas dos Inovadores
4
Quem Somos
Atuamos apoiando diferentes áreas dentro das empresas para maximizar seus
investimentos em inovação.
INOVAÇÃO/P&D
PLANEJ/N.N.
RH
MARKETING
FINANCEIRO
QUALIDADE/TI
Implantação de processo, estratégia e programas de gestão da inovação, co-
criação e inovação aberta.
Identificação de oportunidades, desenho, avaliação e criação de novos negócios.
Avaliação de indivíduos e equipes inovadoras, capacitação de executivos e criação
de cultura de inovação.
Criação e desenvolvimento de novos produtos, serviços e modelos de negócio.
Identificação e captação de recursos financeiros para inovar.
Implantação de programas de ideias e software de inovação.
5
Quem Somos
Programas de
Inovação
Educação em
Inovação
Ideias e Projetos
Inovadores
Atuamos em 4 grandes temas de estratégia, inovação e crescimento para as empresas. Fomentando a cultura
e realizando programas de inovação. Gerando, refinando e apoiando a execução de projetos inovadores.
Aportando insights. Assessorando a criação de estratégia e identificação de oportunidades.
Cultura de
Inovação
6
1. Por que Inovar
2. O que é Inovação
3. Os Tipos de Inovação
4. O Contexto da Inovação
5. O Processo de Inovação
6. Indivíduo Inovador
7. A Gestão da Inovação
7
Por que Inovar?
8
Convergência
de
estratégias
Maior
competitividade
Incerteza
Por que Inovar?
1. Estratégias cada vez mais
similares;
2. Limitação das melhorias e
reengenharias;
3. Baixa duração das vantagens
competitivas;
4. Margens cada vez menores;
5. Altos níveis de incerteza.
9
CLIENTES
• Mudanças de
hábitos
• Atração pelo novo
PRESSÕES INTERNAS
• Aumento de
produtividade
• Redução de custos
CONCORRENTES
• Globalização
• Convergência
estratégica
DESCONTINUIDADES
• Economia
• Política e regulamentação
• Tecnologia
• Aspectos socioambientais
Por que Inovar?
10
QUEDA ESTRATÉGICA
O que desgasta uma
estratégia?
Descrição: Exemplos:
São copiadas Perdem a diferenciação e a
capacidade de gerar retornos
acima da média;
Sony e HP copiando o modelo de lojas
próprias da Apple – Apple Store;
Varejistas de vestuário copiando o
modelo “fast fashion” da Zara.
São suplantadas Outras estratégias melhores
superam a estratégia até então
vencedora;
Gol suplantando o modelo de serviços
da VARIG;
Complexos de salas de cinema
suplantando cinemas de bairro.
Esgotam-se Perdem força por saturação do
mercado/indústria e pelo fim da
capacidade de otimização;
Lojas de Venda de CD’s (Banana
Records, Circuit City, Virgin);
Locadoras de vídeo como Blockbuster.
Evisceram Transferem alto poder para o
consumidor que capta todo o
valor.
Jornais e Revistas migrando para
Internet.
Fonte: Innoscience, adaptado de Gary Hamel
Por que Inovar?
11
Por que Inovar?
As 25 empresas mais inovadoras
apresentaram taxa de retorno
anualizada de 14,3%
entre 1996 e 2005 em função de
expansão de margens sem sacrifício de
crescimento.
Retorno Total ao Acionista dos Inovadores (1) Versus Benchmarks (1996-2005) Boston Consulting Group
% anual de
retorno total
ao acionista
18
16
14
12
10
8
6
4
2
0
Inovadores (Global) vs.
S&P Global 1200
Inovadores (EUA)
vs. S&P 500
Inovadores (Europa)
vs. S&P Euro 350
Inovadores (Ásia) vs.
S&P Asian Composite
Média dos Inovadores Média dos Benchmarks
EMPRESAS INOVADORAS
APRESENTAM
PERFORMANCE SUPERIOR
NO MERCADO DE AÇÕES NO
LONGO PRAZO
12
Executivos se mostra insatisfeito com a capacidade de suas
empresas em aproveitar conhecimentos e ideias externas a
empresa
>70%
<25%
>50%
>50%
Executivos afirmam que a inovação é prioridade máxima
em suas empresas
Executivos acredita que eles dominam completamente a
arte de obter valor a partir da inovação
Executivos se mostra insatisfeita com os retornos advindos
dos investimentos em inovação
Por que Inovar?
13
1. Por que Inovar
2. O que é Inovação
3. Os Tipos de Inovação
4. O Contexto da Inovação
5. O Processo de Inovação
6. Indivíduo Inovador
7. A Gestão da Inovação
14
1.Inovação não é melhoria!
2.Inovação não é adequação!
3.Inovação não é criatividade!
4.Inovação não se resume aos produtos!
5.Inovação não é somente sobre tecnologia!
O Que é Inovação?
Fonte: Innoscience
15
Ideias de
Potencial
inovador
Projetos que
não deram
resultado -
invenções
Inovações
O Que é Inovação?
Fonte: Innoscience
ANTES DEPOIS
16
MATRIZ DE INOVAÇÃO E MELHORIA
• Inovação é
diferente de melhoria
• Inovação e
melhoria são
complementares
• Melhoria: foco no
hoje
• Inovação: foco no
amanhã
Fonte: Innoscience
Inovação é a transformação de
novas ideias em resultado.
Novidade da
Ideia
Resultado
Esperado
BAIXO MÉDIO ALTO
A
L
T
A
M
É
D
I
A
B
A
I
X
A
INVENÇÃO INOVAÇÃO INOVAÇÃO
INOVAÇÃO INOVAÇÃOMELHORIA
MELHORIA MELHORIA INOVAÇÃO
ADEQUAÇÃO ADEQUAÇÃO ADEQUAÇÃO
O Que é Inovação?
17
MATRIZ DE INOVAÇÃO E MELHORIA
Fonte: Innoscience
Inovação é a transformação de novas ideias em resultado.
Novidade da
Ideia
Resultado
Esperado
BAIXO MÉDIO ALTO
A
L
T
A
M
É
D
I
A
B
A
I
X
A
INVENÇÃO INOVAÇÃO INOVAÇÃO
INOVAÇÃO INOVAÇÃOMELHORIA
MELHORIA MELHORIA INOVAÇÃO
ADEQUAÇÃO ADEQUAÇÃO ADEQUAÇÃO
O Que é Inovação?
18
• Melhorias: São os ajustes que realizamos em processos, produtos e operações existentes.
Melhorias são movimentos com baixo grau de novidade e incerteza e que podem trazer retorno
para a organização. Por exemplo, o refinamento de uma embalagem que facilite o uso do produto
por parte do cliente. Ou ainda uma evolução em um processo interno que melhore a eficiência de
determinada atividade.
• Adequações: São iniciativas que tem novidade para a empresa mas que já existem no
mercado. As adequações são movimentos com menor grau de novidade para o mercado mas que
tem potencial de gerar importantes retornos para a empresa. Uma nova categoria de produtos
que a empresa passa a comercializar mas que já tem outros competidores vendendo. Um novo
processo que a empresa implementa mas que já é comum às demais empresas do mercado.
• Invenções: São iniciativas com algo grau de novidade que não conseguiram ter aderência de
mercado e, por consequência, não geraram resultado para a organização. Você se lembra do
telefone por satélite Iridium introduzido pela Motorola nos anos 90? Ou do Windows Vista? Ou
ainda da Cherry Coke? Eram iniciativas com alto grau de novidade que não tiveram êxito.
• Inovações: São iniciativas com alto grau de novidade para o mercado de atuação da empresa e
que podem gerar resultados significativos para a organização. O novo processo de exploração de
petróleo em Águas Profundas da Petrobras, o novo Tablet da Apple, o novo canal de venda de
ações da XP Investimentos
O Que é Inovação?
Fonte: Innoscience
19
1. Por que Inovar
2. O que é Inovação
3. Os Tipos de Inovação
4. O Contexto da Inovação
5. O Processo de Inovação
6. Indivíduo Inovador
7. A Gestão da Inovação
20
RADAR DA INOVAÇÃO
OFERTA
(WHAT)
PLATAFORMA
SOLUÇÕES
CLIENTES
(WHO)
EXPERIÊNCIAS
CONSUMIDOR
CAPTURA DE
VALOR
MARCA
RELACIONAMENTO
PRESENÇA
(WHERE)
PROCESSO
(HOW)
CADEIA DE
FORNECIMENTO
ORGANIZAÇÃO
Quais os tipos de inovação?
Fonte: Sawhney
Comparar com perfil de
concorrentes: Benchmark
Identificar perfil de inovação:
Onde inovamos hoje?
Definir estratégia de
inovação: Onde queremos
inovar?
21
Quais os tipos de inovação?
Inovações Autônomas
x Sistêmicas
Inovações Radicais x
Incrementais
Fonte: Sawhney
RADAR DA INOVAÇÃO
22
1. Por que Inovar
2. O que é Inovação
3. Os Tipos de Inovação
4. O Contexto da Inovação
5. O Processo de Inovação
6. Indivíduo Inovador
7. A Gestão da Inovação
23
OCTÓGONO DA INOVAÇÃO
O Contexto da Inovação
Fonte: Innoscience
Criar ações, práticas e
projetos que possam
fortalecer as dimensões
Identificar práticas e lacunas
nas dimensões que
impactam a inovação
Estruturar a medição do
desempenho da inovação
24
O Contexto da Inovação
O quão claro é o entendimento das
lideranças quanto à necessidade e
relevância da inovação? De que forma
as lideranças apoiam o ambiente de
inovação?
Como as iniciativas de
inovação são financiadas?
Como as oportunidades de
inovação são geradas,
desenvolvidas e avaliadas?
Onde está localizada a atividade
de inovação e como ela é
organizada?
Como é o apoio à inovação,
seus incentivos e
reconhecimentos?
O que a alta gestão diz e faz
para criar um ambiente que
estimule a inovação?
De que forma a organização
utiliza parceiros, clientes e
concorrentes na geração e
refinamento de ideias?
Como a empresa articula o
direcionamento das iniciativas
de inovação?
Fonte: Innoscience
25
Horizonte 1
Reforçar o negócio atual
Horizonte 2
Renovar o negócio atual
Horizonte3
Criar novos negócios
Tempo (anos)
Intensidade
da Mudança
Fonte: Innoscience adaptado de Mckinsey
Horizonte 1
É sobre expansão e melhoria da
operação atual. Fazer melhor e
diferente o que fazemos hoje.
Horizonte 2
É sobre novas oportunidades para
ampliar o H1. Novas ideias de para
migrar seletivamente o eixo central
do negocio para novas oportunidades.
Horizonte 3
É sobre o futuro que precisa ser
imaginado. Trata da criação de
novos negócios para ampliar,
reinventar e recriar o negocio atual
O Contexto da Inovação
Estratégia
26
O Contexto da Inovação
Estratégia
Fonte: Innoscience
27
Aplica 5 temas chave na Inovação
•Cooperados: Alternativas para aumentar a
base atual de 6.000 cooperados da
Cooperativa.
• Familiares: Ações para incrementar a
participação dos familiares dos cooperados.
• Serviços: Outros serviços que poderiam
ser ofertados pela Banricoop.
• Interior: Ações para ampliar a penetração
da Cooperativa no interior do RS.
• Atendimento: Alternativas que facilitem e
melhorem o atendimento aos
Cooperados.
O Contexto da Inovação
Estratégia
Utiliza 5 “plataformas” para guiar as
ideias
1.Alcançar rupturas na manufatura
2.Facilitar os clientes em fazer negócios
conosco
3.Desenvolver usos alternativos para o
concreto
4.Servir os clientes extremamente
pobres
5.Ofertar soluções integradas para
incorporadoras e construtoras
Fonte: Innoscience
28
O Contexto da Inovação
Relacionamentos
Fonte: Innoscience
29
O Contexto da Inovação
Relacionamentos
30
Fontes Descrição
Clientes Os clientes são naturalmente consultados pelas empresas. A
diferença está em envolvê-los em projetos para geração, qualificação
e implementação de inovações.
Parceiros (concorrentes e
empresas de outros setores)
Os parceiros são i mportantes pois aportam conhecimento técnico
especializado e dividem o risco das inovações. A Whirpo ol está
desenvolvendo com a Sadia novos produtos para serem utilizados em
Microondas.
Fornecedores Fornecedores também podem servir de importante fonte de inovações
para a empres a. A Natura se relaciona com comunidades indígenas
Brasileiras para gerar a matéria prima que viabiliza determinados
produtos inovadores.
Universidades O meio acadêmico por intermédio de suas universidades e
pesquisadores é outra fontes de inovação para determinadas
empresas.
Institutos de Pesquisa e
Incubadoras
Os institutos de pesquisa e incubadoras de negócios também
constituem em fontes de inovação para determinadas fases da cadeia
de valor, especialmente desenvolvimento.
Start Ups Empresas recém criadas são oportunidades de aquisição de novas
tecnologias para inovações. A Cisc o, empresa de tecnologia
americana é reconhecida por sua capacidade de identificar e
incorporar pequenas novas empresas.
Profissionais d o
Conhecimento
Profissionais autônomos de diferentes áreas, técnicas ou de negócios
podem dar contribuições individuais em projetos de inovaçã o
específicos da empresa.
Fonte: Innoscience
O Contexto da Inovação
Relacionamentos
31
O Contexto da Inovação
Pessoas, Cultura, Liderança
Fonte: Innoscience
32
1. o público envolvido: quem é o foco da iniciativa
de inovação?
2. a maturidade do processo de inovação na
empresa: qual o estágio da gestão da inovação na
empresa?
3. o problema do processo de inovação: o que
estamos enfrentando de dificuldade para inovar?
4. os mecanismos de avaliação de desempenho e
recompensa disponíveis na organização: que
tipo de ferramentas e instrumentos a empresa já
utiliza?
O Contexto da Inovação
Pessoas, Cultura, Liderança
Fonte: Innoscience
33
O Contexto da Inovação
Pessoas, Cultura, Liderança
Matriz de Incentivos à Inovação
Fonte: Innoscience
1. Gerador da
ideia
2. Gestor do
Projeto
3. Superior
Imediato
4. Comitê de
Inovação
34
Participação no Resultado
Empresa paga pelas ideias efetivamente
transformadas em resultado.
Pode ser por meio de um percentual sobre o
benefício que a ideia trouxe para a empresa
(crescimento de receita, resultado ou redução de
custos) ou por meio de faixas de recompensa
financeira pré-determinadas.
Uma empresa que trabalhamos optou por
premiar, anualmente, as 5 melhores ideias
implementadas com valores pre-
estabelecidos.
O Contexto da Inovação
Pessoas, Cultura, Liderança
Fonte: Innoscience
35
Reconhecimento Criativo:
Empresa reconhece a geração de ideias.
Um mural, uma intranet, uma revista interna, um
almoço com a alta gestão para apresentar a ideia ou
mesmo um “hall da fama” dos inovadores.
Trabalhamos com uma indústria que
destacava na festa de final de ano as
melhores ideias e alçava a melhor ideia
ao “Hall da Fama da inovação“.
O Contexto da Inovação
Pessoas, Cultura, Liderança
Fonte: Innoscience
36
Paga-se por ideias
Empresa recompensa por geração de ideias.
Muito utilizado em campanhas públicas com clientes,
parceiros, fornecedores ou comunidade em geral.
Uma empresa de bens de consumo nossa
cliente optou por criar uma “moeda própria” e
recompensar os colaboradores por ideias
colocadas no software de gestão da
inovação
O Contexto da Inovação
Pessoas, Cultura, Liderança
Fonte: Innoscience
37
Execução Reconhecida:
Empresa dá visibilidade, reconhecimento e por vezes
até promoção pela transformação de ideias em
resultados para a empresa
Em uma empresa de serviços que
desenvolvemos um programa de gestão da
inovação optou-se por promover a diretor
um gerente que implementou com ótimos
resultados um projeto de novo negócio na
empresa.
-3M Golden Step Awards.
-3M Process Technology
Awards.
- 3M Pathfinder, Merchant and
Elite Awards.
- The Carlton Society.
- 3M Technical Circle of
Excellence Award.
- Innovator Award
O Contexto da Inovação
Pessoas, Cultura, Liderança
Fonte: Innoscience
38
O Contexto da Inovação
Estrutura
Fonte: Adaptado de Christensen
EncaixecomProcessos
Encaixe com valores
Bom Ruim
BomRuim
Use time
separado fora
da
organização
Use um time
funcional dentro
da operação
existente
Concepção
interna e
comercialização
em organização
separada
Use time
separado
dentro da
operação
existente
Qual a estrutura para
gerenciar os projetos
inovadores?
Qual a estrutura para
governar a inovação?
39
O Contexto da Inovação
Processo
Fonte: Innoscience
40
O Contexto da Inovação
Processo
Fonte: Innoscience
Grupos de Inovação
Áreas de P&D
Campanhas de Inovação
Programas de Ideias
Brainstormings
Innodays
Projetos de Co-criação
Projetos de Co-criação
Programas de
Inovação Aberta
41
O Contexto da Inovação
Processo
Fonte: Innoscience
42
Editais de
Subvenção
Linhas de
Crédito
Incentivos
Fiscais
Capital de
Risco
Orçamento
Próprio
Projetos de
Desenvolvi
mento em
Conjunto
Edital Sesi
Senai de
Inovação
Edital
FAPERJ
FINEP
Finem
Lei do Bem
– Nº
11.196/05
CNPq
Nº01/2011
CNPq
Nº72/2010
Fonte: Innoscience
Há diferentes alternativas para
financiar os projetos de
potencial inovador nas
empresas. Desde fontes
externas como editais, linhas de
crédito, incentivos fiscais e uso
de venture capital.
No que se refere a fontes
internas há o orçamento próprio
da empresa e o
desenvolvimento de projetos
conjuntos.
O Contexto da Inovação
Funding
43
1. Por que Inovar
2. O que é Inovação
3. Os Tipos de Inovação
4. O Contexto da Inovação
5. O Processo de Inovação
6. Indivíduo Inovador
7. A Gestão da Inovação
44
CADEIA DE VALOR DA INOVAÇÃO
O Processo de Inovação
Fonte: Innoscience
Estruturar práticas de
fomento de inovação
Identificar a forma como a
empresa gera, avalia, testa
e executa novas ideias
45
SEGREDOS PARA INOVAR:
Fontes primárias de
ideias
Clientes
Fonte: Innoscience
CLIENTES
ATUAIS
Além de ouvir os clientes, interpretar seus sinais menos evidentes
Compreender o contexto de consumo e suas características
Interagir com clientes em seu contexto de consumo
Vivenciar situações que os clientes vivenciam com seus produtos e serviços
O Processo de Inovação
46
3ª Camada
2ª
Camada
1ª
CamadaSeu mercado
1º camada: “Logo serão” não clientes que estão no
limite do seu mercado esperando pra entrar
2ª camada: “Refugando” não clientes que
conscientemente escolhem contra seu setor
3ª camada: “Não explorados” não clientes que estão
em mercados distantes do seu
Fonte: Adaptado de Chan Kin
Seu mercado: Não clientes que consomem outras
alternativas disponíveis no mercado
Não Clientes
O Processo de Inovação
47
Uma frustração ou necessidade não atendida do cliente pode servir de base para uma
nova oportunidade de negócio
Necessidades reveladas ou não reveladas
O Processo de Inovação
48
Fonte: Innoscience
DESTRAVE RESTRIÇÕES DE CONSUMO:
ACESSO: Lojas de rua, quiosques em aeroporto, agentes autônomos de investimento, internet
TEMPO: Alternativas de acesso mais fáceis, reduzindo o tempo de transação e ganho de conhecimento,
diminuindo – assim – o tempo de aprendizado
CONHECIMENTO: Cursos gratuitos para milhares de não investigadoras
RECURSOS: Menores valores de corretagem
A maior corretora independente do
Brasil.
Inovação: Modelo de Negócio
Restrições de consumo
O Processo de Inovação
49
TARGET
USERS
Tempo
Os métodos tradicionais baseiam-se em
"Encontre uma necessidade e preencha-a"
(Usuários-alvo proporcionam necessidades;
Fabricantes desenvolvem soluções)
Novos métodos baseiam-se na
descoberta / no incentivo
e na comercialização de soluções
desenvolvido pelos próprios usuários
NECESSIDADE E
MERCADO: CURVA DO
CICLO DE VIDA
Fonte: 15.356: The Lead User idea generation method – Eric Von Hippel
Lead Users
O Processo de Inovação
INOVAÇÃO DE USUÁRIO: o desenvolvedor espera se beneficiar por seu USO.
INOVAÇÃO DE FABRICANTE: o desenvolvedor espera se beneficiar por sua VENDA.
50
Fonte: von Hippel, 1988. The sources of innovation – Chapter 8: Predicting the source of innovation: Lead users (pp. 102-122)
O lead user encara as necessidades gerais, porém, muito antes do mercado.
Posicionado para beneficiar significativamente através da solução de problemas.
Identificar tendências
Identificar lead users
Analisar insight
Testar conceito
METODOLOGIA As inovações de Lead Users formam a base para
novos produtos e serviços de valor para
fabricantes. Lead Users são usuários que:
• Têm necessidades a frente da média de
mercado.
• Esperam obter grandes benefícios de
uma solução para suas necessidades (Tais
usuários estão mais propensos a inovar –
Necessidade é a mãe da invenção!”)
Lead Users
O Processo de Inovação
51Innovativeness
Diagrama baseado em: Rogers, E. M. Diagram Diffusion of InnovationsDiffusion Innovations. .
New York: Free Press, p. 182.
Innovators
2,5%
Early-Adopters
13,5% 34%
Early-Majority
34%
Later-Majority
16%
Laggards
Lead Users
O Processo de Inovação
52
Padrão de tendências com potencial de mudar substancialmente as regras competitivas da
estrutura de todo o setor abrindo novas oportunidades. Deve-se observar as descontinuidades em
curso e antecipar-se às grandes tendências que podem transformar o ambiente de negócios.
Fonte: Innoscience
ECONÔMICAS TECNOLÓGICAS SOCIAIS E
ECOLÓGICAS
POLÍTICAS E REGULATÓRIAS
Descontinuidades
O Processo de Inovação
53
Regras arraigadas de cada setor que direcionam a forma como ocorre o negócio e, ao longo do
tempo, deixam de ser analisadas.
Fonte: Innoscience
MIMETISMO COMPETITIVO
Produtos, serviços ou modelos de negócio
lançados no mercado e que geram bons
resultados, são copiados pelas demais empresas
do setor
É NECESSÁRIO
Rever definições sobre produto, serviço ou
modelo de negócio
Rever aquilo que realmente é mais essencial
Questionar premissas básicas e enxergar
diferentes definições
Questionar e criar novos modelos de negócio
para capturar valor por inovações
Ortodoxias
O Processo de Inovação
54
Conjunto único ou raro de habilidades, conhecimentos e experiência que agrega valor ao cliente e
um diferencial sobre a concorrência
Fonte: Innoscience
PERCEPÇÃO DE SUAS HABILIDADES:
Segmento de lojas de discos de música
Setor de refrigerantes, telefonia móvel, aviação
comercial
Setor e celulose
Setor de biotecnologia e energia renovável
Competências
O Processo de Inovação
55
Fonte: Innoscience adaptado de Sutton
SETORES ANÁLOGOS:
Pegar velhas ideias e colocar para novas pessoas, espaços ou, ainda, recombinar novas ideias
de distintas formas. Encontre novos espaços para fixar suas ideias. Encontre outras ideias para
combinar com as suas.
Analogias
O Processo de Inovação
56
IDEALIZAÇÃO:
Consumidores, fornecedores, colaboradores, concorrentes e institutos de
pesquisa podem ser utilizadas para identificar oportunidades, novas
tecnologias, necessidades e mudanças no comportamento dos
consumidores.
Fonte: Chesbrough
O Processo de Inovação
Técnicas específicas podem e devem
ser utilizadas para fomentar a
criatividade e a geração de novas
ideias:
• Sessões de brainstorming.
• Análise de lista de atributos.
• Engenharia reversa.
• Construção de mapas
mentais.
• Uso de Temáticas.
57
CONCEITUAÇÃO:
• O desenvolvimento do conceito consiste em “trabalhar” de
maneira qualitativa a ideia de forma a aprofundar definições sobre:
•os benefícios, vantagens, características de uso, análise de
tendências, interface com a plataforma tecnológica existente
na empresa, competidores, fatores humanos e alinhamento
com o negócio.
•Novas Perspectivas
•Aprofundamento do conceito
•Identificação de incertezas
•Desenho de modelo de negócios
O Processo de Inovação
Fonte: Innoscience
58
“95% dos projetos inovadores mudam
sua direção da ideia até a
implementação”
Clayton Christensen
Harvard Business School
EXPERIMENTAÇÃO:
•As ideias de potencial inovador precisam ser testadas
•Os testes são experimentos destinados a responder
incertezas que podem comprometer o futuro do projeto
•Um piloto, um protótipo, uma simulação ou outra forma de
aprendizado induzido
A
B
O Processo de Inovação
Fonte: Innoscience
59
EXPERIMENTAÇÃO:
1.Foco no aprendizado e não no resultado
2.Errar mais Rápido
3.Definir Indicadores Qualitativos a Acompanhar
4.Amostra Relevante
5.Foco nas Premissas e Não nos Números
PROCESSO DE EXPERIMENTAÇÃO
Definição da Ideia
a ser
Experimentada
Definição de
Incertezas
Estruturação
Experimento
Execução do
Piloto
Avaliação de
Resultados
O Processo de Inovação
Fonte: Innoscience
60
EXPERIMENTAÇÃO:
• Novo serviço
• Ideia de cliente
• Amostra reduzida
• Controle de
laboratório
• Novo canal de
distribuição
• Tempo
determinado
• Incertezas
mapeadas
• Novo canal
• Inspiração de
terceiros
• Novo no mercado
• Experimento
O Processo de Inovação
Fonte: Innoscience
61
IMPLEMENTAÇÃO:
• Cabe à empresa fazer com que os projetos atinjam seus
objetivos finais, ou seja, transformem-se realmente em
inovações.
• Nesta etapa, a empresa necessita se preparar para que o
projeto de inovação seja submetido ao mercado ou à
própria organização.
•É necessário estruturar e implementar todas as mudanças
necessárias para que a iniciativa ganhe escala.
O Processo de Inovação
Fonte: Innoscience
62
Projetos Estratégicos
Projetos Operacionais
Gestão da Rotina
Projetos de Inovação
Nível de
Incerteza
Fonte: Innoscience
O Processo de Inovação
63
Tipo de Projeto Caracterização
Projeto de Inovação
Projetos médio e longo prazo de maior nível de incerteza,
risco e potencial de retorno que tratam da reconcepção dos
produtos, canais, processos e clientes da organização.
Projetos Estratégicos
Projetos de médio e longo prazo destinados a executar a
estratégia da empresa, seus objetivos e metas e prover
vantagem competitiva a organização.
Projetos Operacionais
Projetos de menor melhoria contínua que apresentam
menor risco, aplicados em diferentes funções e áreas do
negócio destinados a melhorar a eficiência da organização.
Gestão da Rotina
Dia a dia da operação de diferentes áreas e funções
necessárias a sobrevivência e funcionamento da
organização.
Fonte: Innoscience
O Processo de Inovação
64
Descoberta e Experimentação
Planejamento e Aprendizado
Análise e Planejamento
Análise e Planejamento
Projetos de Inovação
Projetos Estratégicos
Projetos Operacionais
Gestão de Rotina
O Processo de Inovação
Fonte: Innoscience
65
1. Por que Inovar
2. O que é Inovação
3. Os Tipos de Inovação
4. O Contexto da Inovação
5. O Processo de Inovação
6. Indivíduo Inovador
7. A Gestão da Inovação
66
Há diferentes perfis de inovadores. As competências para gerir projetos
inovadores mudam com as fases da cadeia de valor da inovação. Há como
desenvolver as competências para inovar.
Criador
Refinador
Experimentador Executor
Indivíduo Inovador
Fonte: Innoscience
67
MOTIVAÇÃO PARA MUDANÇA
 Receptividade, engajamento e
mobilização de terceiros para mudanças
no ambiente de trabalho.
 Pro-atividade
 Engajamento
 Mobilização
 Abertura para novo
 Motivação
IDENTIFICAÇÃO DE
OPORTUNIDADES
 Captação, interpretação e associação
de informações a partir de problemas e
tendências, e transformação em
oportunidades.
 Criatividade e imaginação
 Associação
 Questionamento
 Observação
Indivíduo Inovador
Fonte: Innoscience
68
COMPORTAMENTO COM
RELAÇÃO A DESAFIOS
 Persistência diante de dificuldades dos
projetos. Controle emocional visando
minimizar a ansiedade e a frustração
inerentes à resolução de problemas.
 Persistência
 Confiança
 Otimismo
ADAPTAÇÃO DURANTE OS
PROJETOS
 Flexibilidade, desenvolvimento e
aceitação de novas soluções permitindo
adaptações e ajustes nos projetos.
Assertividade em negociações, bom
senso e ponderação.
 Flexibilidade
 Abertura para sugestões
 Saber ouvir
 Humildade
 Resiliência
Indivíduo Inovador
Fonte: Innoscience
69
TOLERÂNCIA ÀS INCERTEZAS
 Gerenciamento de projetos com alto
grau de risco e informações incompletas.
Autocontrole emocional, saber lidar com a
pressão situacional.
 Confiança
 Otimismo
 Tolerância à ambigüidade
 Experimentação
FOCO EM RESULTADOS
 Execução de atividades com
cumprimento de prazos e orçamento com
atenção aos detalhes. Manutenção do
foco, esforço e motivação para o alcance
das metas. Estabelecimento de
prioridades. Trabalho em equipe, empatia
nas relações, eficácia na comunicação.
 Objetividade
 Execução
 Concentração
 Automotivação
 Flexibilidade
Indivíduo Inovador
Fonte: Innoscience
70
GESTÃO DE PROJETOS
 Análise, planejamento, implementação
de projetos de maneira organizada.
Mobilização e outras pessoas e seu
envolvimento nos projetos, identificando
e utilizando os recursos individuais e
coletivos dos mesmos. Capacidade de
resolução de conflitos. Busca por
recursos físicos e materiais necessários
para o bom andamento do projeto.
GESTÃO DE PROJETOS
 Método
 Organização
 Análise
 Relacionamento
 Mobilização
 Motivação
 Liderança
 Empatia.
Indivíduo Inovador
Fonte: Innoscience
71
1. Por que Inovar
2. O que é Inovação
3. Os Tipos de Inovação
4. O Contexto da Inovação
5. O Processo de Inovação
6. Indivíduo Inovador
7. A Gestão da Inovação
72
A Gestão da Inovação
Fonte: adaptado de Davila et al (2006)
INTEGRAÇÃO TECNOLOGIAS
INTERAÇÃO COM CLIENTES
EFICIÊNCIA E EFICÁCIA
ORGANIZACIONAL
NOVAS OPORTUNIDADES
ALTO
MÉDIO
BAIXO
CURTO PRAZO MÉDIO PRAZO LONGO PRAZO
DURAÇÃO ESTIMADA
RISCOESTIMADO
TEMÁTICAS
INVESTIMENTO
Até R$ 50 mil
Até R$ 200 mil
Acima R$ 200 mil
A Matriz de Portifólio
relaciona:
1.Risco
2.Horizonte de
Tempo
3.Desafios
4.Resultados
Desafios
Resultados
Horizonte de Tempo
Resultados
73
O que buscamos
com a inovação?
Que tipos de inovação
iremos priorizar?
Como será o
processo de inovação?
Que políticas de estímulo e
gestão da inovação
iremos adotar?
A Gestão da Inovação
Fonte: Innoscience
Contato
www.innoscience.com.br
Telefone: (51) 3335.1099
E-mail: innoscience@innoscience.com.br
Para mais informações sobre como melhorar seus resultados e
potencializar a gestão da inovação na empresa, colocamo-nos a sua
disposição.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão da Inovação
Gestão da InovaçãoGestão da Inovação
Gestão da Inovação
Graziela Bernardo Mota
 
Inovação & Criatividade
Inovação & CriatividadeInovação & Criatividade
Inovação & Criatividade
Augusto Pinto
 
Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)
Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)
Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Inovação em Empresas Estabelecidas
Inovação em Empresas EstabelecidasInovação em Empresas Estabelecidas
Inovação em Empresas Estabelecidas
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados PromissoresInovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Jose Ignacio Jaeger Neto, PMP, MSc
 
Melhores Práticas: Programas de Inovação Corporativa
Melhores Práticas: Programas de Inovação CorporativaMelhores Práticas: Programas de Inovação Corporativa
Melhores Práticas: Programas de Inovação Corporativa
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Palestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e CriatividadePalestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e Criatividade
Flávia Camargo Bernardi
 
Potencial de Inovação de Portfólio
Potencial de Inovação de PortfólioPotencial de Inovação de Portfólio
Potencial de Inovação de Portfólio
Jose Ignacio Jaeger Neto, PMP, MSc
 
Aula 3 a boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidade
Aula 3 a   boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidadeAula 3 a   boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidade
Aula 3 a boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidade
Claudio Parra
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e Inovaçao
Jairo Siqueira
 
Fazendo as mudanças funcionarem - Mauro Sotille
Fazendo as mudanças funcionarem - Mauro SotilleFazendo as mudanças funcionarem - Mauro Sotille
Fazendo as mudanças funcionarem - Mauro Sotille
Mauro Sotille, MBA, PMP
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
Graziela Bernardo Mota
 
MUDANÇA ORGANIZACIONAL
MUDANÇA ORGANIZACIONALMUDANÇA ORGANIZACIONAL
MUDANÇA ORGANIZACIONAL
Prof. Leonardo Rocha
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
gmktipam
 
Jogos de criatividade
Jogos de criatividadeJogos de criatividade
Jogos de criatividade
Thiago Reis
 
Aula 01 - Inovação e Criaitividade
Aula 01 - Inovação e CriaitividadeAula 01 - Inovação e Criaitividade
Aula 01 - Inovação e Criaitividade
Gustavo Zanotto
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
Renato Melo
 
Gestão empreendedorismo
Gestão empreendedorismoGestão empreendedorismo
Gestão empreendedorismo
Samira Magalhaes
 
Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...
Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...
Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...
PROF YOGUI, R
 
Empreendedorismo E Inovação
Empreendedorismo E InovaçãoEmpreendedorismo E Inovação
Empreendedorismo E Inovação
Ana Maria Magni Coelho
 

Mais procurados (20)

Gestão da Inovação
Gestão da InovaçãoGestão da Inovação
Gestão da Inovação
 
Inovação & Criatividade
Inovação & CriatividadeInovação & Criatividade
Inovação & Criatividade
 
Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)
Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)
Gestão da Inovação na Prática 5 anos (2009-2014)
 
Inovação em Empresas Estabelecidas
Inovação em Empresas EstabelecidasInovação em Empresas Estabelecidas
Inovação em Empresas Estabelecidas
 
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados PromissoresInovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
 
Melhores Práticas: Programas de Inovação Corporativa
Melhores Práticas: Programas de Inovação CorporativaMelhores Práticas: Programas de Inovação Corporativa
Melhores Práticas: Programas de Inovação Corporativa
 
Palestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e CriatividadePalestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e Criatividade
 
Potencial de Inovação de Portfólio
Potencial de Inovação de PortfólioPotencial de Inovação de Portfólio
Potencial de Inovação de Portfólio
 
Aula 3 a boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidade
Aula 3 a   boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidadeAula 3 a   boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidade
Aula 3 a boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidade
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e Inovaçao
 
Fazendo as mudanças funcionarem - Mauro Sotille
Fazendo as mudanças funcionarem - Mauro SotilleFazendo as mudanças funcionarem - Mauro Sotille
Fazendo as mudanças funcionarem - Mauro Sotille
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
MUDANÇA ORGANIZACIONAL
MUDANÇA ORGANIZACIONALMUDANÇA ORGANIZACIONAL
MUDANÇA ORGANIZACIONAL
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
 
Jogos de criatividade
Jogos de criatividadeJogos de criatividade
Jogos de criatividade
 
Aula 01 - Inovação e Criaitividade
Aula 01 - Inovação e CriaitividadeAula 01 - Inovação e Criaitividade
Aula 01 - Inovação e Criaitividade
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
Gestão empreendedorismo
Gestão empreendedorismoGestão empreendedorismo
Gestão empreendedorismo
 
Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...
Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...
Framework de Inovação para Organizações Modernas - Free Model - para usar e c...
 
Empreendedorismo E Inovação
Empreendedorismo E InovaçãoEmpreendedorismo E Inovação
Empreendedorismo E Inovação
 

Semelhante a Workshop de Inovação - AMCHAM - SP

Superando os mitos da crise e inovando em tempos difíceis
Superando os mitos da crise e inovando em tempos difíceisSuperando os mitos da crise e inovando em tempos difíceis
Superando os mitos da crise e inovando em tempos difíceis
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Inovação é A Solução
Inovação é A SoluçãoInovação é A Solução
Inovação é A Solução
SEBRAE MS
 
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentesInovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
MJV Technology & Innovation Brasil
 
Open innovation
Open innovationOpen innovation
Como montar um Programa de Inovação Corporativa eficaz
Como montar um Programa de Inovação Corporativa eficazComo montar um Programa de Inovação Corporativa eficaz
Como montar um Programa de Inovação Corporativa eficaz
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Pesquisa Gestão da Inovação - Brasil
Pesquisa Gestão da Inovação - BrasilPesquisa Gestão da Inovação - Brasil
Pesquisa Gestão da Inovação - Brasil
Felipe Ost Scherer
 
Conheça a Innoscience
Conheça a InnoscienceConheça a Innoscience
Ebook inovacao Corporativa
Ebook inovacao CorporativaEbook inovacao Corporativa
Ebook inovacao Corporativa
Sergio Calura
 
Startadora Inovação Corporativa - Atividades e Projetos
Startadora Inovação Corporativa - Atividades e ProjetosStartadora Inovação Corporativa - Atividades e Projetos
Startadora Inovação Corporativa - Atividades e Projetos
Startadora Inovação Corporativa
 
Palestras de Inovação Innoscience
 Palestras de Inovação Innoscience Palestras de Inovação Innoscience
Palestras de Inovação Innoscience
Felipe Ost Scherer
 
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
BRAIN Brasil Inovação
 
6 passos para estruturar uma campanha de inovação
6 passos para estruturar uma campanha de inovação6 passos para estruturar uma campanha de inovação
6 passos para estruturar uma campanha de inovação
Felipe Ost Scherer
 
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósitoLaboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Juliana Feitosa Andrade
 
E-Book Inovação DOM Strategy Partners 2010
 E-Book Inovação DOM Strategy Partners 2010 E-Book Inovação DOM Strategy Partners 2010
E-Book Inovação DOM Strategy Partners 2010
DOM Strategy Partners
 
AULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdf
AULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdfAULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdf
AULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdf
FranciscoNeto353211
 
AULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdf
AULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdfAULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdf
AULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdf
FranciscoNeto353211
 
Corporate Venture: como as grandes empresas estão colaborando com as startups...
Corporate Venture: como as grandes empresas estão colaborando com as startups...Corporate Venture: como as grandes empresas estão colaborando com as startups...
Corporate Venture: como as grandes empresas estão colaborando com as startups...
EloGroup
 
RYO - Inovação - Promover e Gerenciar - Yogui - 2011
RYO - Inovação - Promover e Gerenciar - Yogui - 2011RYO - Inovação - Promover e Gerenciar - Yogui - 2011
RYO - Inovação - Promover e Gerenciar - Yogui - 2011
Ricardo Yogui, MSc.
 
Live inovação 5.0
Live inovação 5.0Live inovação 5.0
Live inovação 5.0
Fernando Alves
 
STARTUP 3º PRAT EMP emcomercio emoprendendo
STARTUP 3º PRAT EMP emcomercio  emoprendendoSTARTUP 3º PRAT EMP emcomercio  emoprendendo
STARTUP 3º PRAT EMP emcomercio emoprendendo
HenriqueLuciano2
 

Semelhante a Workshop de Inovação - AMCHAM - SP (20)

Superando os mitos da crise e inovando em tempos difíceis
Superando os mitos da crise e inovando em tempos difíceisSuperando os mitos da crise e inovando em tempos difíceis
Superando os mitos da crise e inovando em tempos difíceis
 
Inovação é A Solução
Inovação é A SoluçãoInovação é A Solução
Inovação é A Solução
 
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentesInovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
 
Open innovation
Open innovationOpen innovation
Open innovation
 
Como montar um Programa de Inovação Corporativa eficaz
Como montar um Programa de Inovação Corporativa eficazComo montar um Programa de Inovação Corporativa eficaz
Como montar um Programa de Inovação Corporativa eficaz
 
Pesquisa Gestão da Inovação - Brasil
Pesquisa Gestão da Inovação - BrasilPesquisa Gestão da Inovação - Brasil
Pesquisa Gestão da Inovação - Brasil
 
Conheça a Innoscience
Conheça a InnoscienceConheça a Innoscience
Conheça a Innoscience
 
Ebook inovacao Corporativa
Ebook inovacao CorporativaEbook inovacao Corporativa
Ebook inovacao Corporativa
 
Startadora Inovação Corporativa - Atividades e Projetos
Startadora Inovação Corporativa - Atividades e ProjetosStartadora Inovação Corporativa - Atividades e Projetos
Startadora Inovação Corporativa - Atividades e Projetos
 
Palestras de Inovação Innoscience
 Palestras de Inovação Innoscience Palestras de Inovação Innoscience
Palestras de Inovação Innoscience
 
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
 
6 passos para estruturar uma campanha de inovação
6 passos para estruturar uma campanha de inovação6 passos para estruturar uma campanha de inovação
6 passos para estruturar uma campanha de inovação
 
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósitoLaboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
 
E-Book Inovação DOM Strategy Partners 2010
 E-Book Inovação DOM Strategy Partners 2010 E-Book Inovação DOM Strategy Partners 2010
E-Book Inovação DOM Strategy Partners 2010
 
AULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdf
AULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdfAULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdf
AULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdf
 
AULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdf
AULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdfAULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdf
AULA_21___GEST_O_DA_INOVA__O_3_15592522169242_10352 (1).pdf
 
Corporate Venture: como as grandes empresas estão colaborando com as startups...
Corporate Venture: como as grandes empresas estão colaborando com as startups...Corporate Venture: como as grandes empresas estão colaborando com as startups...
Corporate Venture: como as grandes empresas estão colaborando com as startups...
 
RYO - Inovação - Promover e Gerenciar - Yogui - 2011
RYO - Inovação - Promover e Gerenciar - Yogui - 2011RYO - Inovação - Promover e Gerenciar - Yogui - 2011
RYO - Inovação - Promover e Gerenciar - Yogui - 2011
 
Live inovação 5.0
Live inovação 5.0Live inovação 5.0
Live inovação 5.0
 
STARTUP 3º PRAT EMP emcomercio emoprendendo
STARTUP 3º PRAT EMP emcomercio  emoprendendoSTARTUP 3º PRAT EMP emcomercio  emoprendendo
STARTUP 3º PRAT EMP emcomercio emoprendendo
 

Workshop de Inovação - AMCHAM - SP

  • 2. 2 QUEM SOMOS A Innoscience é uma firma de consultoria em inovação e estratégia fundada por um grupo de consultores seniores com experiência executiva e sólida atuação acadêmica com a premissa de que as empresas mais inovadoras apresentam melhores resultados do que seus concorrentes. COM QUEM TRABALHAMOS Nossos clientes são algumas das empresas mais inovadoras do Brasil atuantes em diferentes setores que querem crescer, inovar e melhorar sua performance. O QUE FAZEMOS Assessoramos a alta gestão das empresas a gerar e manter desempenho superior a partir da execução de uma estratégia distinta, aceleração de suas iniciativas de potencial inovador e da criação de uma cultura adequada à atividade inovadora. Atuamos indicando caminhos e soluções e, quando necessário, preparando as equipes de trabalho dos clientes e auxiliando a implementação. COMO FAZEMOS Sabemos que a transformação de uma empresa em uma inovadora-serial não é um trabalho fácil. Trabalhamos aportando conhecimento, experiências, ferramentas e metodologias, lado-a-lado com a equipe das empresas clientes, para gerar mudanças significativas e impactos duradouros. Quem Somos
  • 3. 3 Quem Somos Gestão da Inovação na Prática www.inovacaonapratica.com.br www.praticadosinovadores.com.br Práticas dos Inovadores
  • 4. 4 Quem Somos Atuamos apoiando diferentes áreas dentro das empresas para maximizar seus investimentos em inovação. INOVAÇÃO/P&D PLANEJ/N.N. RH MARKETING FINANCEIRO QUALIDADE/TI Implantação de processo, estratégia e programas de gestão da inovação, co- criação e inovação aberta. Identificação de oportunidades, desenho, avaliação e criação de novos negócios. Avaliação de indivíduos e equipes inovadoras, capacitação de executivos e criação de cultura de inovação. Criação e desenvolvimento de novos produtos, serviços e modelos de negócio. Identificação e captação de recursos financeiros para inovar. Implantação de programas de ideias e software de inovação.
  • 5. 5 Quem Somos Programas de Inovação Educação em Inovação Ideias e Projetos Inovadores Atuamos em 4 grandes temas de estratégia, inovação e crescimento para as empresas. Fomentando a cultura e realizando programas de inovação. Gerando, refinando e apoiando a execução de projetos inovadores. Aportando insights. Assessorando a criação de estratégia e identificação de oportunidades. Cultura de Inovação
  • 6. 6 1. Por que Inovar 2. O que é Inovação 3. Os Tipos de Inovação 4. O Contexto da Inovação 5. O Processo de Inovação 6. Indivíduo Inovador 7. A Gestão da Inovação
  • 8. 8 Convergência de estratégias Maior competitividade Incerteza Por que Inovar? 1. Estratégias cada vez mais similares; 2. Limitação das melhorias e reengenharias; 3. Baixa duração das vantagens competitivas; 4. Margens cada vez menores; 5. Altos níveis de incerteza.
  • 9. 9 CLIENTES • Mudanças de hábitos • Atração pelo novo PRESSÕES INTERNAS • Aumento de produtividade • Redução de custos CONCORRENTES • Globalização • Convergência estratégica DESCONTINUIDADES • Economia • Política e regulamentação • Tecnologia • Aspectos socioambientais Por que Inovar?
  • 10. 10 QUEDA ESTRATÉGICA O que desgasta uma estratégia? Descrição: Exemplos: São copiadas Perdem a diferenciação e a capacidade de gerar retornos acima da média; Sony e HP copiando o modelo de lojas próprias da Apple – Apple Store; Varejistas de vestuário copiando o modelo “fast fashion” da Zara. São suplantadas Outras estratégias melhores superam a estratégia até então vencedora; Gol suplantando o modelo de serviços da VARIG; Complexos de salas de cinema suplantando cinemas de bairro. Esgotam-se Perdem força por saturação do mercado/indústria e pelo fim da capacidade de otimização; Lojas de Venda de CD’s (Banana Records, Circuit City, Virgin); Locadoras de vídeo como Blockbuster. Evisceram Transferem alto poder para o consumidor que capta todo o valor. Jornais e Revistas migrando para Internet. Fonte: Innoscience, adaptado de Gary Hamel Por que Inovar?
  • 11. 11 Por que Inovar? As 25 empresas mais inovadoras apresentaram taxa de retorno anualizada de 14,3% entre 1996 e 2005 em função de expansão de margens sem sacrifício de crescimento. Retorno Total ao Acionista dos Inovadores (1) Versus Benchmarks (1996-2005) Boston Consulting Group % anual de retorno total ao acionista 18 16 14 12 10 8 6 4 2 0 Inovadores (Global) vs. S&P Global 1200 Inovadores (EUA) vs. S&P 500 Inovadores (Europa) vs. S&P Euro 350 Inovadores (Ásia) vs. S&P Asian Composite Média dos Inovadores Média dos Benchmarks EMPRESAS INOVADORAS APRESENTAM PERFORMANCE SUPERIOR NO MERCADO DE AÇÕES NO LONGO PRAZO
  • 12. 12 Executivos se mostra insatisfeito com a capacidade de suas empresas em aproveitar conhecimentos e ideias externas a empresa >70% <25% >50% >50% Executivos afirmam que a inovação é prioridade máxima em suas empresas Executivos acredita que eles dominam completamente a arte de obter valor a partir da inovação Executivos se mostra insatisfeita com os retornos advindos dos investimentos em inovação Por que Inovar?
  • 13. 13 1. Por que Inovar 2. O que é Inovação 3. Os Tipos de Inovação 4. O Contexto da Inovação 5. O Processo de Inovação 6. Indivíduo Inovador 7. A Gestão da Inovação
  • 14. 14 1.Inovação não é melhoria! 2.Inovação não é adequação! 3.Inovação não é criatividade! 4.Inovação não se resume aos produtos! 5.Inovação não é somente sobre tecnologia! O Que é Inovação? Fonte: Innoscience
  • 15. 15 Ideias de Potencial inovador Projetos que não deram resultado - invenções Inovações O Que é Inovação? Fonte: Innoscience ANTES DEPOIS
  • 16. 16 MATRIZ DE INOVAÇÃO E MELHORIA • Inovação é diferente de melhoria • Inovação e melhoria são complementares • Melhoria: foco no hoje • Inovação: foco no amanhã Fonte: Innoscience Inovação é a transformação de novas ideias em resultado. Novidade da Ideia Resultado Esperado BAIXO MÉDIO ALTO A L T A M É D I A B A I X A INVENÇÃO INOVAÇÃO INOVAÇÃO INOVAÇÃO INOVAÇÃOMELHORIA MELHORIA MELHORIA INOVAÇÃO ADEQUAÇÃO ADEQUAÇÃO ADEQUAÇÃO O Que é Inovação?
  • 17. 17 MATRIZ DE INOVAÇÃO E MELHORIA Fonte: Innoscience Inovação é a transformação de novas ideias em resultado. Novidade da Ideia Resultado Esperado BAIXO MÉDIO ALTO A L T A M É D I A B A I X A INVENÇÃO INOVAÇÃO INOVAÇÃO INOVAÇÃO INOVAÇÃOMELHORIA MELHORIA MELHORIA INOVAÇÃO ADEQUAÇÃO ADEQUAÇÃO ADEQUAÇÃO O Que é Inovação?
  • 18. 18 • Melhorias: São os ajustes que realizamos em processos, produtos e operações existentes. Melhorias são movimentos com baixo grau de novidade e incerteza e que podem trazer retorno para a organização. Por exemplo, o refinamento de uma embalagem que facilite o uso do produto por parte do cliente. Ou ainda uma evolução em um processo interno que melhore a eficiência de determinada atividade. • Adequações: São iniciativas que tem novidade para a empresa mas que já existem no mercado. As adequações são movimentos com menor grau de novidade para o mercado mas que tem potencial de gerar importantes retornos para a empresa. Uma nova categoria de produtos que a empresa passa a comercializar mas que já tem outros competidores vendendo. Um novo processo que a empresa implementa mas que já é comum às demais empresas do mercado. • Invenções: São iniciativas com algo grau de novidade que não conseguiram ter aderência de mercado e, por consequência, não geraram resultado para a organização. Você se lembra do telefone por satélite Iridium introduzido pela Motorola nos anos 90? Ou do Windows Vista? Ou ainda da Cherry Coke? Eram iniciativas com alto grau de novidade que não tiveram êxito. • Inovações: São iniciativas com alto grau de novidade para o mercado de atuação da empresa e que podem gerar resultados significativos para a organização. O novo processo de exploração de petróleo em Águas Profundas da Petrobras, o novo Tablet da Apple, o novo canal de venda de ações da XP Investimentos O Que é Inovação? Fonte: Innoscience
  • 19. 19 1. Por que Inovar 2. O que é Inovação 3. Os Tipos de Inovação 4. O Contexto da Inovação 5. O Processo de Inovação 6. Indivíduo Inovador 7. A Gestão da Inovação
  • 20. 20 RADAR DA INOVAÇÃO OFERTA (WHAT) PLATAFORMA SOLUÇÕES CLIENTES (WHO) EXPERIÊNCIAS CONSUMIDOR CAPTURA DE VALOR MARCA RELACIONAMENTO PRESENÇA (WHERE) PROCESSO (HOW) CADEIA DE FORNECIMENTO ORGANIZAÇÃO Quais os tipos de inovação? Fonte: Sawhney Comparar com perfil de concorrentes: Benchmark Identificar perfil de inovação: Onde inovamos hoje? Definir estratégia de inovação: Onde queremos inovar?
  • 21. 21 Quais os tipos de inovação? Inovações Autônomas x Sistêmicas Inovações Radicais x Incrementais Fonte: Sawhney RADAR DA INOVAÇÃO
  • 22. 22 1. Por que Inovar 2. O que é Inovação 3. Os Tipos de Inovação 4. O Contexto da Inovação 5. O Processo de Inovação 6. Indivíduo Inovador 7. A Gestão da Inovação
  • 23. 23 OCTÓGONO DA INOVAÇÃO O Contexto da Inovação Fonte: Innoscience Criar ações, práticas e projetos que possam fortalecer as dimensões Identificar práticas e lacunas nas dimensões que impactam a inovação Estruturar a medição do desempenho da inovação
  • 24. 24 O Contexto da Inovação O quão claro é o entendimento das lideranças quanto à necessidade e relevância da inovação? De que forma as lideranças apoiam o ambiente de inovação? Como as iniciativas de inovação são financiadas? Como as oportunidades de inovação são geradas, desenvolvidas e avaliadas? Onde está localizada a atividade de inovação e como ela é organizada? Como é o apoio à inovação, seus incentivos e reconhecimentos? O que a alta gestão diz e faz para criar um ambiente que estimule a inovação? De que forma a organização utiliza parceiros, clientes e concorrentes na geração e refinamento de ideias? Como a empresa articula o direcionamento das iniciativas de inovação? Fonte: Innoscience
  • 25. 25 Horizonte 1 Reforçar o negócio atual Horizonte 2 Renovar o negócio atual Horizonte3 Criar novos negócios Tempo (anos) Intensidade da Mudança Fonte: Innoscience adaptado de Mckinsey Horizonte 1 É sobre expansão e melhoria da operação atual. Fazer melhor e diferente o que fazemos hoje. Horizonte 2 É sobre novas oportunidades para ampliar o H1. Novas ideias de para migrar seletivamente o eixo central do negocio para novas oportunidades. Horizonte 3 É sobre o futuro que precisa ser imaginado. Trata da criação de novos negócios para ampliar, reinventar e recriar o negocio atual O Contexto da Inovação Estratégia
  • 26. 26 O Contexto da Inovação Estratégia Fonte: Innoscience
  • 27. 27 Aplica 5 temas chave na Inovação •Cooperados: Alternativas para aumentar a base atual de 6.000 cooperados da Cooperativa. • Familiares: Ações para incrementar a participação dos familiares dos cooperados. • Serviços: Outros serviços que poderiam ser ofertados pela Banricoop. • Interior: Ações para ampliar a penetração da Cooperativa no interior do RS. • Atendimento: Alternativas que facilitem e melhorem o atendimento aos Cooperados. O Contexto da Inovação Estratégia Utiliza 5 “plataformas” para guiar as ideias 1.Alcançar rupturas na manufatura 2.Facilitar os clientes em fazer negócios conosco 3.Desenvolver usos alternativos para o concreto 4.Servir os clientes extremamente pobres 5.Ofertar soluções integradas para incorporadoras e construtoras Fonte: Innoscience
  • 28. 28 O Contexto da Inovação Relacionamentos Fonte: Innoscience
  • 29. 29 O Contexto da Inovação Relacionamentos
  • 30. 30 Fontes Descrição Clientes Os clientes são naturalmente consultados pelas empresas. A diferença está em envolvê-los em projetos para geração, qualificação e implementação de inovações. Parceiros (concorrentes e empresas de outros setores) Os parceiros são i mportantes pois aportam conhecimento técnico especializado e dividem o risco das inovações. A Whirpo ol está desenvolvendo com a Sadia novos produtos para serem utilizados em Microondas. Fornecedores Fornecedores também podem servir de importante fonte de inovações para a empres a. A Natura se relaciona com comunidades indígenas Brasileiras para gerar a matéria prima que viabiliza determinados produtos inovadores. Universidades O meio acadêmico por intermédio de suas universidades e pesquisadores é outra fontes de inovação para determinadas empresas. Institutos de Pesquisa e Incubadoras Os institutos de pesquisa e incubadoras de negócios também constituem em fontes de inovação para determinadas fases da cadeia de valor, especialmente desenvolvimento. Start Ups Empresas recém criadas são oportunidades de aquisição de novas tecnologias para inovações. A Cisc o, empresa de tecnologia americana é reconhecida por sua capacidade de identificar e incorporar pequenas novas empresas. Profissionais d o Conhecimento Profissionais autônomos de diferentes áreas, técnicas ou de negócios podem dar contribuições individuais em projetos de inovaçã o específicos da empresa. Fonte: Innoscience O Contexto da Inovação Relacionamentos
  • 31. 31 O Contexto da Inovação Pessoas, Cultura, Liderança Fonte: Innoscience
  • 32. 32 1. o público envolvido: quem é o foco da iniciativa de inovação? 2. a maturidade do processo de inovação na empresa: qual o estágio da gestão da inovação na empresa? 3. o problema do processo de inovação: o que estamos enfrentando de dificuldade para inovar? 4. os mecanismos de avaliação de desempenho e recompensa disponíveis na organização: que tipo de ferramentas e instrumentos a empresa já utiliza? O Contexto da Inovação Pessoas, Cultura, Liderança Fonte: Innoscience
  • 33. 33 O Contexto da Inovação Pessoas, Cultura, Liderança Matriz de Incentivos à Inovação Fonte: Innoscience 1. Gerador da ideia 2. Gestor do Projeto 3. Superior Imediato 4. Comitê de Inovação
  • 34. 34 Participação no Resultado Empresa paga pelas ideias efetivamente transformadas em resultado. Pode ser por meio de um percentual sobre o benefício que a ideia trouxe para a empresa (crescimento de receita, resultado ou redução de custos) ou por meio de faixas de recompensa financeira pré-determinadas. Uma empresa que trabalhamos optou por premiar, anualmente, as 5 melhores ideias implementadas com valores pre- estabelecidos. O Contexto da Inovação Pessoas, Cultura, Liderança Fonte: Innoscience
  • 35. 35 Reconhecimento Criativo: Empresa reconhece a geração de ideias. Um mural, uma intranet, uma revista interna, um almoço com a alta gestão para apresentar a ideia ou mesmo um “hall da fama” dos inovadores. Trabalhamos com uma indústria que destacava na festa de final de ano as melhores ideias e alçava a melhor ideia ao “Hall da Fama da inovação“. O Contexto da Inovação Pessoas, Cultura, Liderança Fonte: Innoscience
  • 36. 36 Paga-se por ideias Empresa recompensa por geração de ideias. Muito utilizado em campanhas públicas com clientes, parceiros, fornecedores ou comunidade em geral. Uma empresa de bens de consumo nossa cliente optou por criar uma “moeda própria” e recompensar os colaboradores por ideias colocadas no software de gestão da inovação O Contexto da Inovação Pessoas, Cultura, Liderança Fonte: Innoscience
  • 37. 37 Execução Reconhecida: Empresa dá visibilidade, reconhecimento e por vezes até promoção pela transformação de ideias em resultados para a empresa Em uma empresa de serviços que desenvolvemos um programa de gestão da inovação optou-se por promover a diretor um gerente que implementou com ótimos resultados um projeto de novo negócio na empresa. -3M Golden Step Awards. -3M Process Technology Awards. - 3M Pathfinder, Merchant and Elite Awards. - The Carlton Society. - 3M Technical Circle of Excellence Award. - Innovator Award O Contexto da Inovação Pessoas, Cultura, Liderança Fonte: Innoscience
  • 38. 38 O Contexto da Inovação Estrutura Fonte: Adaptado de Christensen EncaixecomProcessos Encaixe com valores Bom Ruim BomRuim Use time separado fora da organização Use um time funcional dentro da operação existente Concepção interna e comercialização em organização separada Use time separado dentro da operação existente Qual a estrutura para gerenciar os projetos inovadores? Qual a estrutura para governar a inovação?
  • 39. 39 O Contexto da Inovação Processo Fonte: Innoscience
  • 40. 40 O Contexto da Inovação Processo Fonte: Innoscience Grupos de Inovação Áreas de P&D Campanhas de Inovação Programas de Ideias Brainstormings Innodays Projetos de Co-criação Projetos de Co-criação Programas de Inovação Aberta
  • 41. 41 O Contexto da Inovação Processo Fonte: Innoscience
  • 42. 42 Editais de Subvenção Linhas de Crédito Incentivos Fiscais Capital de Risco Orçamento Próprio Projetos de Desenvolvi mento em Conjunto Edital Sesi Senai de Inovação Edital FAPERJ FINEP Finem Lei do Bem – Nº 11.196/05 CNPq Nº01/2011 CNPq Nº72/2010 Fonte: Innoscience Há diferentes alternativas para financiar os projetos de potencial inovador nas empresas. Desde fontes externas como editais, linhas de crédito, incentivos fiscais e uso de venture capital. No que se refere a fontes internas há o orçamento próprio da empresa e o desenvolvimento de projetos conjuntos. O Contexto da Inovação Funding
  • 43. 43 1. Por que Inovar 2. O que é Inovação 3. Os Tipos de Inovação 4. O Contexto da Inovação 5. O Processo de Inovação 6. Indivíduo Inovador 7. A Gestão da Inovação
  • 44. 44 CADEIA DE VALOR DA INOVAÇÃO O Processo de Inovação Fonte: Innoscience Estruturar práticas de fomento de inovação Identificar a forma como a empresa gera, avalia, testa e executa novas ideias
  • 45. 45 SEGREDOS PARA INOVAR: Fontes primárias de ideias Clientes Fonte: Innoscience CLIENTES ATUAIS Além de ouvir os clientes, interpretar seus sinais menos evidentes Compreender o contexto de consumo e suas características Interagir com clientes em seu contexto de consumo Vivenciar situações que os clientes vivenciam com seus produtos e serviços O Processo de Inovação
  • 46. 46 3ª Camada 2ª Camada 1ª CamadaSeu mercado 1º camada: “Logo serão” não clientes que estão no limite do seu mercado esperando pra entrar 2ª camada: “Refugando” não clientes que conscientemente escolhem contra seu setor 3ª camada: “Não explorados” não clientes que estão em mercados distantes do seu Fonte: Adaptado de Chan Kin Seu mercado: Não clientes que consomem outras alternativas disponíveis no mercado Não Clientes O Processo de Inovação
  • 47. 47 Uma frustração ou necessidade não atendida do cliente pode servir de base para uma nova oportunidade de negócio Necessidades reveladas ou não reveladas O Processo de Inovação
  • 48. 48 Fonte: Innoscience DESTRAVE RESTRIÇÕES DE CONSUMO: ACESSO: Lojas de rua, quiosques em aeroporto, agentes autônomos de investimento, internet TEMPO: Alternativas de acesso mais fáceis, reduzindo o tempo de transação e ganho de conhecimento, diminuindo – assim – o tempo de aprendizado CONHECIMENTO: Cursos gratuitos para milhares de não investigadoras RECURSOS: Menores valores de corretagem A maior corretora independente do Brasil. Inovação: Modelo de Negócio Restrições de consumo O Processo de Inovação
  • 49. 49 TARGET USERS Tempo Os métodos tradicionais baseiam-se em "Encontre uma necessidade e preencha-a" (Usuários-alvo proporcionam necessidades; Fabricantes desenvolvem soluções) Novos métodos baseiam-se na descoberta / no incentivo e na comercialização de soluções desenvolvido pelos próprios usuários NECESSIDADE E MERCADO: CURVA DO CICLO DE VIDA Fonte: 15.356: The Lead User idea generation method – Eric Von Hippel Lead Users O Processo de Inovação INOVAÇÃO DE USUÁRIO: o desenvolvedor espera se beneficiar por seu USO. INOVAÇÃO DE FABRICANTE: o desenvolvedor espera se beneficiar por sua VENDA.
  • 50. 50 Fonte: von Hippel, 1988. The sources of innovation – Chapter 8: Predicting the source of innovation: Lead users (pp. 102-122) O lead user encara as necessidades gerais, porém, muito antes do mercado. Posicionado para beneficiar significativamente através da solução de problemas. Identificar tendências Identificar lead users Analisar insight Testar conceito METODOLOGIA As inovações de Lead Users formam a base para novos produtos e serviços de valor para fabricantes. Lead Users são usuários que: • Têm necessidades a frente da média de mercado. • Esperam obter grandes benefícios de uma solução para suas necessidades (Tais usuários estão mais propensos a inovar – Necessidade é a mãe da invenção!”) Lead Users O Processo de Inovação
  • 51. 51Innovativeness Diagrama baseado em: Rogers, E. M. Diagram Diffusion of InnovationsDiffusion Innovations. . New York: Free Press, p. 182. Innovators 2,5% Early-Adopters 13,5% 34% Early-Majority 34% Later-Majority 16% Laggards Lead Users O Processo de Inovação
  • 52. 52 Padrão de tendências com potencial de mudar substancialmente as regras competitivas da estrutura de todo o setor abrindo novas oportunidades. Deve-se observar as descontinuidades em curso e antecipar-se às grandes tendências que podem transformar o ambiente de negócios. Fonte: Innoscience ECONÔMICAS TECNOLÓGICAS SOCIAIS E ECOLÓGICAS POLÍTICAS E REGULATÓRIAS Descontinuidades O Processo de Inovação
  • 53. 53 Regras arraigadas de cada setor que direcionam a forma como ocorre o negócio e, ao longo do tempo, deixam de ser analisadas. Fonte: Innoscience MIMETISMO COMPETITIVO Produtos, serviços ou modelos de negócio lançados no mercado e que geram bons resultados, são copiados pelas demais empresas do setor É NECESSÁRIO Rever definições sobre produto, serviço ou modelo de negócio Rever aquilo que realmente é mais essencial Questionar premissas básicas e enxergar diferentes definições Questionar e criar novos modelos de negócio para capturar valor por inovações Ortodoxias O Processo de Inovação
  • 54. 54 Conjunto único ou raro de habilidades, conhecimentos e experiência que agrega valor ao cliente e um diferencial sobre a concorrência Fonte: Innoscience PERCEPÇÃO DE SUAS HABILIDADES: Segmento de lojas de discos de música Setor de refrigerantes, telefonia móvel, aviação comercial Setor e celulose Setor de biotecnologia e energia renovável Competências O Processo de Inovação
  • 55. 55 Fonte: Innoscience adaptado de Sutton SETORES ANÁLOGOS: Pegar velhas ideias e colocar para novas pessoas, espaços ou, ainda, recombinar novas ideias de distintas formas. Encontre novos espaços para fixar suas ideias. Encontre outras ideias para combinar com as suas. Analogias O Processo de Inovação
  • 56. 56 IDEALIZAÇÃO: Consumidores, fornecedores, colaboradores, concorrentes e institutos de pesquisa podem ser utilizadas para identificar oportunidades, novas tecnologias, necessidades e mudanças no comportamento dos consumidores. Fonte: Chesbrough O Processo de Inovação Técnicas específicas podem e devem ser utilizadas para fomentar a criatividade e a geração de novas ideias: • Sessões de brainstorming. • Análise de lista de atributos. • Engenharia reversa. • Construção de mapas mentais. • Uso de Temáticas.
  • 57. 57 CONCEITUAÇÃO: • O desenvolvimento do conceito consiste em “trabalhar” de maneira qualitativa a ideia de forma a aprofundar definições sobre: •os benefícios, vantagens, características de uso, análise de tendências, interface com a plataforma tecnológica existente na empresa, competidores, fatores humanos e alinhamento com o negócio. •Novas Perspectivas •Aprofundamento do conceito •Identificação de incertezas •Desenho de modelo de negócios O Processo de Inovação Fonte: Innoscience
  • 58. 58 “95% dos projetos inovadores mudam sua direção da ideia até a implementação” Clayton Christensen Harvard Business School EXPERIMENTAÇÃO: •As ideias de potencial inovador precisam ser testadas •Os testes são experimentos destinados a responder incertezas que podem comprometer o futuro do projeto •Um piloto, um protótipo, uma simulação ou outra forma de aprendizado induzido A B O Processo de Inovação Fonte: Innoscience
  • 59. 59 EXPERIMENTAÇÃO: 1.Foco no aprendizado e não no resultado 2.Errar mais Rápido 3.Definir Indicadores Qualitativos a Acompanhar 4.Amostra Relevante 5.Foco nas Premissas e Não nos Números PROCESSO DE EXPERIMENTAÇÃO Definição da Ideia a ser Experimentada Definição de Incertezas Estruturação Experimento Execução do Piloto Avaliação de Resultados O Processo de Inovação Fonte: Innoscience
  • 60. 60 EXPERIMENTAÇÃO: • Novo serviço • Ideia de cliente • Amostra reduzida • Controle de laboratório • Novo canal de distribuição • Tempo determinado • Incertezas mapeadas • Novo canal • Inspiração de terceiros • Novo no mercado • Experimento O Processo de Inovação Fonte: Innoscience
  • 61. 61 IMPLEMENTAÇÃO: • Cabe à empresa fazer com que os projetos atinjam seus objetivos finais, ou seja, transformem-se realmente em inovações. • Nesta etapa, a empresa necessita se preparar para que o projeto de inovação seja submetido ao mercado ou à própria organização. •É necessário estruturar e implementar todas as mudanças necessárias para que a iniciativa ganhe escala. O Processo de Inovação Fonte: Innoscience
  • 62. 62 Projetos Estratégicos Projetos Operacionais Gestão da Rotina Projetos de Inovação Nível de Incerteza Fonte: Innoscience O Processo de Inovação
  • 63. 63 Tipo de Projeto Caracterização Projeto de Inovação Projetos médio e longo prazo de maior nível de incerteza, risco e potencial de retorno que tratam da reconcepção dos produtos, canais, processos e clientes da organização. Projetos Estratégicos Projetos de médio e longo prazo destinados a executar a estratégia da empresa, seus objetivos e metas e prover vantagem competitiva a organização. Projetos Operacionais Projetos de menor melhoria contínua que apresentam menor risco, aplicados em diferentes funções e áreas do negócio destinados a melhorar a eficiência da organização. Gestão da Rotina Dia a dia da operação de diferentes áreas e funções necessárias a sobrevivência e funcionamento da organização. Fonte: Innoscience O Processo de Inovação
  • 64. 64 Descoberta e Experimentação Planejamento e Aprendizado Análise e Planejamento Análise e Planejamento Projetos de Inovação Projetos Estratégicos Projetos Operacionais Gestão de Rotina O Processo de Inovação Fonte: Innoscience
  • 65. 65 1. Por que Inovar 2. O que é Inovação 3. Os Tipos de Inovação 4. O Contexto da Inovação 5. O Processo de Inovação 6. Indivíduo Inovador 7. A Gestão da Inovação
  • 66. 66 Há diferentes perfis de inovadores. As competências para gerir projetos inovadores mudam com as fases da cadeia de valor da inovação. Há como desenvolver as competências para inovar. Criador Refinador Experimentador Executor Indivíduo Inovador Fonte: Innoscience
  • 67. 67 MOTIVAÇÃO PARA MUDANÇA  Receptividade, engajamento e mobilização de terceiros para mudanças no ambiente de trabalho.  Pro-atividade  Engajamento  Mobilização  Abertura para novo  Motivação IDENTIFICAÇÃO DE OPORTUNIDADES  Captação, interpretação e associação de informações a partir de problemas e tendências, e transformação em oportunidades.  Criatividade e imaginação  Associação  Questionamento  Observação Indivíduo Inovador Fonte: Innoscience
  • 68. 68 COMPORTAMENTO COM RELAÇÃO A DESAFIOS  Persistência diante de dificuldades dos projetos. Controle emocional visando minimizar a ansiedade e a frustração inerentes à resolução de problemas.  Persistência  Confiança  Otimismo ADAPTAÇÃO DURANTE OS PROJETOS  Flexibilidade, desenvolvimento e aceitação de novas soluções permitindo adaptações e ajustes nos projetos. Assertividade em negociações, bom senso e ponderação.  Flexibilidade  Abertura para sugestões  Saber ouvir  Humildade  Resiliência Indivíduo Inovador Fonte: Innoscience
  • 69. 69 TOLERÂNCIA ÀS INCERTEZAS  Gerenciamento de projetos com alto grau de risco e informações incompletas. Autocontrole emocional, saber lidar com a pressão situacional.  Confiança  Otimismo  Tolerância à ambigüidade  Experimentação FOCO EM RESULTADOS  Execução de atividades com cumprimento de prazos e orçamento com atenção aos detalhes. Manutenção do foco, esforço e motivação para o alcance das metas. Estabelecimento de prioridades. Trabalho em equipe, empatia nas relações, eficácia na comunicação.  Objetividade  Execução  Concentração  Automotivação  Flexibilidade Indivíduo Inovador Fonte: Innoscience
  • 70. 70 GESTÃO DE PROJETOS  Análise, planejamento, implementação de projetos de maneira organizada. Mobilização e outras pessoas e seu envolvimento nos projetos, identificando e utilizando os recursos individuais e coletivos dos mesmos. Capacidade de resolução de conflitos. Busca por recursos físicos e materiais necessários para o bom andamento do projeto. GESTÃO DE PROJETOS  Método  Organização  Análise  Relacionamento  Mobilização  Motivação  Liderança  Empatia. Indivíduo Inovador Fonte: Innoscience
  • 71. 71 1. Por que Inovar 2. O que é Inovação 3. Os Tipos de Inovação 4. O Contexto da Inovação 5. O Processo de Inovação 6. Indivíduo Inovador 7. A Gestão da Inovação
  • 72. 72 A Gestão da Inovação Fonte: adaptado de Davila et al (2006) INTEGRAÇÃO TECNOLOGIAS INTERAÇÃO COM CLIENTES EFICIÊNCIA E EFICÁCIA ORGANIZACIONAL NOVAS OPORTUNIDADES ALTO MÉDIO BAIXO CURTO PRAZO MÉDIO PRAZO LONGO PRAZO DURAÇÃO ESTIMADA RISCOESTIMADO TEMÁTICAS INVESTIMENTO Até R$ 50 mil Até R$ 200 mil Acima R$ 200 mil A Matriz de Portifólio relaciona: 1.Risco 2.Horizonte de Tempo 3.Desafios 4.Resultados Desafios Resultados Horizonte de Tempo Resultados
  • 73. 73 O que buscamos com a inovação? Que tipos de inovação iremos priorizar? Como será o processo de inovação? Que políticas de estímulo e gestão da inovação iremos adotar? A Gestão da Inovação Fonte: Innoscience
  • 74. Contato www.innoscience.com.br Telefone: (51) 3335.1099 E-mail: innoscience@innoscience.com.br Para mais informações sobre como melhorar seus resultados e potencializar a gestão da inovação na empresa, colocamo-nos a sua disposição.