SlideShare uma empresa Scribd logo
Clima e Cultura Organizacional
Denise Selegato
Laura Canalle

Dinâmica Organizacional para Farmacêuticos

Dinâmica Organizacional para Farmacêuticos
Araraquara, 2013
2013
Teoria

Empresas
Modernas x
Empresas
Tradicionais

Discussão

Clima e
Cultura
Organizacional

Exageros
Cometidos por
Empresas

Empresa
Modernas
Cultura Organizacional
 Cultura organizacional: pressupostos básicos desenvolvido para lidar com os problemas
de adaptação externa e integração interna.

Políticas
internas e
externas

Regras
escritas

Comportamentos

Atitudes
Hábitos

Valores
éticos e
morais

Clima
organizacional

Princípios
e
crenças

Composição,
práticas e
símbolos

Sistemas
e jargões
Clima e Cultura Organizacional
 PROCESSO DE MUDANÇA É DIFÍCIL: exige cuidado e tempo, e envolve pressupostos
psicossociais como normas, valores, recompensas e poder.
 FUNDADORES SÃO OS PRIMEIROS LÍDERES: desenvolvem formas próprias de equacionar
os problemas da organização, imprimem sua visão de mundo aos demais e também a sua
visão do papel que a organização deve desempenhar no mercado.
 GESTORES E LÍDERES: são elementos de mudança.

Mudança
duradoura

Não tentar
mudar as
pessoas

Restrições
organizacionais que
operam sobre elas
Clima e Cultura Organizacional
 Clima

=

Tendência
Inclinação

O clima é algo que não se pode ver ou tocar, mas ele é facilmente percebido
dentro de uma organização através do comportamento dos seus colaboradores.

Mudanças
Constantes

Desenvolvimento
Integral

Colaborador Satisfeito

Esforços Devem
Ser Geral

Cliente Satisfeito
Clima e Cultura Organizacional
Motivação
INFLUENCIA
+

Desempenho Humano

Clima
Organizacional

Satisfação no trabalho: realização, o
reconhecimento, o trabalho em si, a
responsabilidade e o progresso.

INFLUENCIA
-

Conjunto de fatores que
interferem na satisfação
ou descontentamento no
trabalho.

Descontentamento: as políticas e
administração, a supervisão, o salário
e as condições de trabalho.
Clima e Cultura Organizacional

Clima e Cultura
Organizacional

Conjunto de causas que interferem no ambiente
de trabalho (varia com os níveis culturais, de
comunicação, econômicos e psicológicos dos
indivíduos).
Conjunto de valores, ou seja, aquilo que identifica os
colaboradores como seres humanos, suas raças,
culturas, crenças.

 Diferenças define a visão de cada um do ambiente de trabalho.

 A avaliação do clima organizacional: parâmetros para buscar melhorias
no ambiente interno corrigindo problemas.
Organizações Tradicionais
Estrutura
 Burocrática, hierárquica;
 Vertical, funções e departamentos isolados;
 Centrada internamente;

 Rígida e formal com sistemas de controlo
fortes.

Organizações Modernas
Estrutura
 Informal, não hierárquica;
 Horizontal, igualitária;

 Centrada externamente;
 Estruturas e sistemas mais flexíveis.

Valores

Valores

 Conformidade, previsibilidade e estabilidade;

 Inovação, criatividade, tomada de riscos;

 Liderança e sistema hierárquico;

 Cooperação, comunicação, relacionamentos e alianças;

 Produção: em massa e volume.

 Produção: qualidade, padronização e rapidez.
Organizações Tradicionais

Organizações Modernas

Cargos

Cargos

 Processo seletivo: visa avaliar desempenhos anteriores,
usando referências e entrevistas individuais, bem como
conhecimento técnico;

 Processo seletivo: visa competências e adaptabilidade
à cultura, sem preocupação com conhecimento
técnico especializado;

 Recrutamento: interno - garante formação para que
subam na escala empresarial;

 Recrutamento: internamente e externamente;

 Treina novos empregados para executar os procedimento
existentes na cultura empresarial;

 Define postos à medida das necessidades e
oportunidades e desloca os empregados em função
do ambiente;

 Delega papéis e responsabilidades com descrições
explicitas dos cargos;

 As funções dos colaboradores de uma equipe são
igualitárias e as equipas possuem funções cruzadas;

 Usa linhas de montagem e postos especializados,
centrando-se no individuo e no emprego para a vida;

 Oferece uma variedade de carreiras possíveis,
necessitando de cooperação de funções cruzadas;

 Valoriza a antiguidade e a lealdade.

 Tolera erros no processo de aprendizagem.
Organizações Tradicionais

Organizações Modernas

Sistemas de desempenho e recompensa

Sistemas de desempenho e recompensa

 Avalia o desempenho individual em avaliação com chefe;



Avalia o desempenho participativo com mais de um avaliador;

 Avaliação baseia-se em atividades especifica e avalia
somente os resultados obtidos;



Avaliação baseia-se no valor potencial e futuras contribuições;



Medidas de desempenho possuem critérios individuais e de grupo,
com parte da compensação ligada aos resultados da equipe;



Promoção: retribuição mais flexível e maiores incentivos,
monetários e simbólicos, encorajando melhor desempenho,
apesar da tendência serem escalas de pagamento mais reduzidas;



Líder visa manter a equipe motivada, com benefícios fixos e
incentivos para a mudança. Dilui a eficácia e os resultados.

 Medidas de desempenho possuem critérios de
comparação com o desempenho passado ou de outros;
 Promoção: segue padrões e requisitos funcionais bem
definidos;
 Oferece segurança e retribuição constante com picos e
benefícios para motivar e fidelizar, mas com poucos
incentivos para a mudança.

Programas de formação e desenvolvimento
Programas de formação e desenvolvimento





Formação para um cargo especifico;

 Programas de desenvolvimento
executivos de topo.

para

gestores

Formação de equipe e competências participativas;
Desenvolve novas competências e conhecimentos através da
formação e programas de desenvolvimento;



Desenvolvimento a longo prazo para futuros desafios.

e
Organizações Tradicionais

Organizações Modernas

Colaboradores

Colaboradores

 Relação hierarquizadas entre colaboradores;



Relação igualitária entre colaboradores;

 Pouca comunicação entre gerência e subordinados;



Boa comunicação entre gerência e subordinados;

 Pouca possibilidade de promoção antes dos 30 anos;



Possibilidade de promoção antes dos 30 anos.

 Opiniões e tomadas de decisão sempre vêm de cima para
baixo no organograma empresarial;



Opiniões e tomadas de decisão provém do diálogo entre os
colaboradores, com participação de todos os níveis de
hierarquia.



Empresa oferece diversos benefícios para fidelização do
colaborador.

 Empresa sem muitos benefícios;
 Relação de lealdade entre empresa e colaborador.

Ambiente empresarial


Roupas formais;

 Ambiente coorporativo tradicional, sem área para lazer e
descanso.

Ambiente empresarial


Roupas informais;



Facilidade para realização de assuntos pessoais durante
expediente.



Ambiente informal, com área para integração, lazer e descanso.
Transição...

Empresas
Tradicionais

Empresas
Modernas
Melhores Empresas para Trabalhar - 2013
 Todos os colaboradores são acionistas;
 Ótimos salários;
 Reembolso para todos os investimentos realizados em prol da melhoria
do trabalho: cursos, livros, academias, alimentos, decoração da mesa de
trabalho;
 Mais de 100 horas de treinamento anual para seus funcionários;
 Aulas grátis de inglês, mandarin, japonês, espanhol e francês;
 Investimento de US$ 5 mil para compra de carros híbridos;
 Sick days unlimited e equipe de médicos residentes de plantão na
empresa;
 Sem padrão de roupas;
 Transporte livre dentro da empresa (skate, patins, etc);
 Livre para circulação de bichos de estimação;
 Alimentação balanceada o tempo todo;
FOTOS.

 Nascimento de filhos: licença paga de 18 semanas para as mulheres e de
seis semanas para os homens.
 Transporte com ônibus equipados com rede wireless;
 Lavanderia aberta 24 horas;
 Oficina de carros dentro da empresa;
 Lava-carros dentro da empresa;
 Lazer e conforto em todas as sedes e filias da empresa: sonecas,
massagens, games, piscinas, spa, etc durante o horário de expediente;
 Aniversários e aniversários de casamento: jantar no melhor restaurante da
cidade;
 Googler Falecido: depósito mensal da quantia de mil dólares até que o filho
chegue aos 19 anos (aqueles que estudarem em tempo integral recebem o
pagamento até os 23 anos) e conversão imediata das ações para o nome da
esposa ou esposo.
 Ócio Criativo: 70% do tempo à atividade principal de sua função, 20% à um
projeto correlacionado e 10% para coisas pessoais.
Bom ou Ruim?! ?!
 Atrair os melhores trabalhadores e colocá-los em ambientes que estimulem
a criatividade e que sejam extremamente competitivos.
 Colaborar para que eles passem longas horas no trabalho;

 A empresa quer mostrar que os valoriza, e sua intenção é que continuem
a ser googlers, como são conhecidos os empregados da companhia, por
muitos anos.
 Academia e espaço para prática de
esporte (quadra poliesportiva, quadra
de tênis, campo de futebol, pista de
corrida);
 Vale transporte;
 Alimentação: café-da-manhã, almoço
e lanche da tarde;

 Plano de saúde e odontológico;
 Seguro de Vida;
 Licença maternidade estendida;

 Auxílio criança: kit bebê, compra de
material escolar, pagamento integral
de creches, auxílio a filhos com
necessidades especiais e plano de
saúde completo;
 Nossa horta: frutas e verduras
semanais.
 Cesta básica e cesta higiene;
 Cesta Natal;
 Convênio com escolas de idiomas;
 Participação no lucro da empresa;
 Bolsa de estudos.
Exageros...
Discussão
Ser tradicional é ruim?

Como uma empresa tradicional faria
a transição?

Ser moderno é bom?

Você se considera um peixe vermelho?

Porque houve esta transição
de empresas “tradicionais”
para “modernas”?

Ser criativo é ser inovador?
Ética

Líder

Trabalho em
equipe

Clima
Organizacional
Positivo

Motivação

Criatividade
Referências Bibliográficas
 http://exame.abril.com.br/revista-voce-sa/melhores-empresas-paratrabalhar/2013/
 http://sagazdigital.wordpress.com/2011/03/07/como-e-trabalhar-nogoogle/
 http://tecnoblog.net/109558/google-beneficio-funcionario/

 www.ourofino.com
 http://www.portal-gestao.com/gestao/empreendedorismo/item/6213-adiferen%C3%A7a-entre-organiza%C3%A7%C3%B5es-tradicionais-eorganiza%C3%A7%C3%B5es-empreendedoras.html
 Ferreira, J.M. Carvalho; et al. (1996). Psicossociologia das Organizações.
Alfragide, Editora McGraw-Hill.
Obrigada!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e OrganizaçãoAula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e Organização
Prof. Leonardo Rocha
 
Clima Organizacional Power Point
Clima Organizacional Power PointClima Organizacional Power Point
Clima Organizacional Power Point
Sandraguimaraes
 
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento OrganizacionalAula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Felipe Saraiva Nunes de Pinho
 
Mudança organizacional.
Mudança organizacional.Mudança organizacional.
Mudança organizacional.
Beth Chaves
 
Cultura Oganizacional
Cultura OganizacionalCultura Oganizacional
Cultura Oganizacional
guestb2a693
 
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1   evolução na gestão de pessoasCapítulo 1   evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
mvaf_rj
 

Mais procurados (20)

Gestão da mudança
Gestão da mudançaGestão da mudança
Gestão da mudança
 
Cultura e Clima Organizacionais
Cultura e Clima OrganizacionaisCultura e Clima Organizacionais
Cultura e Clima Organizacionais
 
Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1
 
Cultura Organizacional 1
Cultura Organizacional 1Cultura Organizacional 1
Cultura Organizacional 1
 
Noções de Cultura Organizacional
Noções de Cultura OrganizacionalNoções de Cultura Organizacional
Noções de Cultura Organizacional
 
Aula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e OrganizaçãoAula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e Organização
 
Treinamento e Desenvolvimento
Treinamento e DesenvolvimentoTreinamento e Desenvolvimento
Treinamento e Desenvolvimento
 
Clima Organizacional Power Point
Clima Organizacional Power PointClima Organizacional Power Point
Clima Organizacional Power Point
 
Gestão por competência
Gestão por competênciaGestão por competência
Gestão por competência
 
Grupos e Equipes
Grupos e EquipesGrupos e Equipes
Grupos e Equipes
 
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento OrganizacionalAula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
 
Organização
OrganizaçãoOrganização
Organização
 
MUDANÇA ORGANIZACIONAL
MUDANÇA ORGANIZACIONALMUDANÇA ORGANIZACIONAL
MUDANÇA ORGANIZACIONAL
 
Organização
OrganizaçãoOrganização
Organização
 
Mudança organizacional.
Mudança organizacional.Mudança organizacional.
Mudança organizacional.
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
 
Gestão de Pessoas
 Gestão de Pessoas Gestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Cultura Oganizacional
Cultura OganizacionalCultura Oganizacional
Cultura Oganizacional
 
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1   evolução na gestão de pessoasCapítulo 1   evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
 
Aula Planejamento Estratégico de Pessoas
Aula   Planejamento Estratégico de PessoasAula   Planejamento Estratégico de Pessoas
Aula Planejamento Estratégico de Pessoas
 

Destaque

Pesquisa de Clima Organizacional
Pesquisa de Clima OrganizacionalPesquisa de Clima Organizacional
Pesquisa de Clima Organizacional
Boog Consultoria
 
Apostila bb -_rafael_ravazolo (1)
Apostila bb -_rafael_ravazolo (1)Apostila bb -_rafael_ravazolo (1)
Apostila bb -_rafael_ravazolo (1)
Daniella Carvalho
 
Coleção Importação e Exportação - Volume II - ICMS, IPI e ISS - IOB e-Store
Coleção Importação e Exportação - Volume II - ICMS, IPI e ISS - IOB e-StoreColeção Importação e Exportação - Volume II - ICMS, IPI e ISS - IOB e-Store
Coleção Importação e Exportação - Volume II - ICMS, IPI e ISS - IOB e-Store
IOB News
 
Mercado de trabalho e oportunidades de emprego
Mercado de trabalho e oportunidades de empregoMercado de trabalho e oportunidades de emprego
Mercado de trabalho e oportunidades de emprego
Naara
 
GlobalizaçãO
GlobalizaçãOGlobalizaçãO
GlobalizaçãO
rsaloes
 
Os jovens e o mercado de trabalho
Os jovens e o mercado de trabalhoOs jovens e o mercado de trabalho
Os jovens e o mercado de trabalho
Junior Araujo
 
A importância da Capacitação
A importância da CapacitaçãoA importância da Capacitação
A importância da Capacitação
Flávia Páscoa
 
CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISO
CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISOCERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISO
CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISO
Eder Nogueira
 

Destaque (19)

Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima OrganizacionalModelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
 
Pesquisa de Clima Organizacional
Pesquisa de Clima OrganizacionalPesquisa de Clima Organizacional
Pesquisa de Clima Organizacional
 
Cultura e clima organizacionais (1)
Cultura e clima organizacionais (1)Cultura e clima organizacionais (1)
Cultura e clima organizacionais (1)
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Linha e assessoria 2012_01
Linha e assessoria 2012_01Linha e assessoria 2012_01
Linha e assessoria 2012_01
 
Organização Contemporânea 3
Organização Contemporânea 3Organização Contemporânea 3
Organização Contemporânea 3
 
Apostila bb -_rafael_ravazolo (1)
Apostila bb -_rafael_ravazolo (1)Apostila bb -_rafael_ravazolo (1)
Apostila bb -_rafael_ravazolo (1)
 
Estratégias para internacionalização e exportação de serviços de software e c...
Estratégias para internacionalização e exportação de serviços de software e c...Estratégias para internacionalização e exportação de serviços de software e c...
Estratégias para internacionalização e exportação de serviços de software e c...
 
Webinar | Siscoserv: Importação e Exportação de Serviços
Webinar | Siscoserv: Importação e Exportação de ServiçosWebinar | Siscoserv: Importação e Exportação de Serviços
Webinar | Siscoserv: Importação e Exportação de Serviços
 
Coleção Importação e Exportação - Volume II - ICMS, IPI e ISS - IOB e-Store
Coleção Importação e Exportação - Volume II - ICMS, IPI e ISS - IOB e-StoreColeção Importação e Exportação - Volume II - ICMS, IPI e ISS - IOB e-Store
Coleção Importação e Exportação - Volume II - ICMS, IPI e ISS - IOB e-Store
 
Mercado de trabalho e oportunidades de emprego
Mercado de trabalho e oportunidades de empregoMercado de trabalho e oportunidades de emprego
Mercado de trabalho e oportunidades de emprego
 
Certificação de processos e gestão da qualidade de software nas organizações
Certificação de processos e gestão da qualidade de software nas organizaçõesCertificação de processos e gestão da qualidade de software nas organizações
Certificação de processos e gestão da qualidade de software nas organizações
 
GlobalizaçãO
GlobalizaçãOGlobalizaçãO
GlobalizaçãO
 
Os jovens e o mercado de trabalho
Os jovens e o mercado de trabalhoOs jovens e o mercado de trabalho
Os jovens e o mercado de trabalho
 
O Jovem e o Mercado de Trabalho
O Jovem e o Mercado de TrabalhoO Jovem e o Mercado de Trabalho
O Jovem e o Mercado de Trabalho
 
A importância da Capacitação
A importância da CapacitaçãoA importância da Capacitação
A importância da Capacitação
 
CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISO
CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISOCERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISO
CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISO
 
Pesquisa de Clima Organizacional, Scelta RH
Pesquisa de Clima Organizacional, Scelta RHPesquisa de Clima Organizacional, Scelta RH
Pesquisa de Clima Organizacional, Scelta RH
 
Processos
ProcessosProcessos
Processos
 

Semelhante a Clima e cultura organizacional

Aula 4 2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gp
Aula 4   2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gpAula 4   2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gp
Aula 4 2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gp
Angelo Peres
 
Aula 4 2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gp
Aula 4   2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gpAula 4   2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gp
Aula 4 2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gp
Angelo Peres
 
Gestão de pessoas
Gestão de pessoasGestão de pessoas
Gestão de pessoas
hiagolyon
 
Clima organizacional grupo
Clima organizacional grupoClima organizacional grupo
Clima organizacional grupo
clonercos
 

Semelhante a Clima e cultura organizacional (20)

Atração e Retenção.pdf
Atração e Retenção.pdfAtração e Retenção.pdf
Atração e Retenção.pdf
 
Aula 4 2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gp
Aula 4   2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gpAula 4   2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gp
Aula 4 2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gp
 
Aula 4 2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gp
Aula 4   2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gpAula 4   2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gp
Aula 4 2014.1 ucam - rsa - praticas responsáveis em gp
 
Desempenho e recompensas.ppt
Desempenho e recompensas.pptDesempenho e recompensas.ppt
Desempenho e recompensas.ppt
 
Desempenho e recompensas.ppt
Desempenho e recompensas.pptDesempenho e recompensas.ppt
Desempenho e recompensas.ppt
 
Recursos Humanos
Recursos Humanos Recursos Humanos
Recursos Humanos
 
Diagnostico Empresarial
Diagnostico EmpresarialDiagnostico Empresarial
Diagnostico Empresarial
 
Slides-Prontos-Recursos-Humanos-2021.pptx
Slides-Prontos-Recursos-Humanos-2021.pptxSlides-Prontos-Recursos-Humanos-2021.pptx
Slides-Prontos-Recursos-Humanos-2021.pptx
 
Práticas de gestão
Práticas de gestãoPráticas de gestão
Práticas de gestão
 
Gestão de pessoas com foco na sustentabilidade
Gestão de pessoas com foco na sustentabilidade Gestão de pessoas com foco na sustentabilidade
Gestão de pessoas com foco na sustentabilidade
 
Gestão de pessoas
Gestão de pessoasGestão de pessoas
Gestão de pessoas
 
PROPAGANDA SERVIÇOS PSICOLÓGICOS PARA EMPRESAS
PROPAGANDA SERVIÇOS PSICOLÓGICOS PARA EMPRESASPROPAGANDA SERVIÇOS PSICOLÓGICOS PARA EMPRESAS
PROPAGANDA SERVIÇOS PSICOLÓGICOS PARA EMPRESAS
 
Apresentação Institucional ISK
Apresentação Institucional ISKApresentação Institucional ISK
Apresentação Institucional ISK
 
Clima organizacional grupo
Clima organizacional grupoClima organizacional grupo
Clima organizacional grupo
 
Apresentação Nestlé
Apresentação NestléApresentação Nestlé
Apresentação Nestlé
 
Atitudes que mudam o clima da empresa
Atitudes que mudam o clima da empresaAtitudes que mudam o clima da empresa
Atitudes que mudam o clima da empresa
 
portfólio_padrão_v5_2023_donno.dhc.pdf
portfólio_padrão_v5_2023_donno.dhc.pdfportfólio_padrão_v5_2023_donno.dhc.pdf
portfólio_padrão_v5_2023_donno.dhc.pdf
 
Tendências Recursos Humanos - Professora Mônica
 Tendências Recursos Humanos - Professora Mônica Tendências Recursos Humanos - Professora Mônica
Tendências Recursos Humanos - Professora Mônica
 
Os 14 pontos da filosofia de deming
Os 14 pontos da filosofia de demingOs 14 pontos da filosofia de deming
Os 14 pontos da filosofia de deming
 
Os 14 pontos da filosofia de deming
Os 14 pontos da filosofia de demingOs 14 pontos da filosofia de deming
Os 14 pontos da filosofia de deming
 

Mais de Denise Selegato

Elucidação estrutural por técnicas espectroscópica e espectrométricas
Elucidação estrutural por técnicas espectroscópica e espectrométricasElucidação estrutural por técnicas espectroscópica e espectrométricas
Elucidação estrutural por técnicas espectroscópica e espectrométricas
Denise Selegato
 
Elucidação estrutural por métodos espectroscópicos e espectrométricos 01
Elucidação estrutural por métodos espectroscópicos e espectrométricos 01Elucidação estrutural por métodos espectroscópicos e espectrométricos 01
Elucidação estrutural por métodos espectroscópicos e espectrométricos 01
Denise Selegato
 
GAFO e Qualificação de Fornecedores
GAFO e Qualificação de FornecedoresGAFO e Qualificação de Fornecedores
GAFO e Qualificação de Fornecedores
Denise Selegato
 
Qualificações de Áreas Limpas
Qualificações de Áreas LimpasQualificações de Áreas Limpas
Qualificações de Áreas Limpas
Denise Selegato
 
Acreditação Hospitalar
Acreditação HospitalarAcreditação Hospitalar
Acreditação Hospitalar
Denise Selegato
 
Hipertensão Arterial Sistêmica
Hipertensão Arterial SistêmicaHipertensão Arterial Sistêmica
Hipertensão Arterial Sistêmica
Denise Selegato
 
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aidsStrongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Denise Selegato
 

Mais de Denise Selegato (20)

Nomenclatura – ácido carboxílico e derivados
Nomenclatura – ácido carboxílico e derivadosNomenclatura – ácido carboxílico e derivados
Nomenclatura – ácido carboxílico e derivados
 
Elucidação estrutural por técnicas espectroscópica e espectrométricas
Elucidação estrutural por técnicas espectroscópica e espectrométricasElucidação estrutural por técnicas espectroscópica e espectrométricas
Elucidação estrutural por técnicas espectroscópica e espectrométricas
 
Elucidação estrutural por métodos espectroscópicos e espectrométricos 01
Elucidação estrutural por métodos espectroscópicos e espectrométricos 01Elucidação estrutural por métodos espectroscópicos e espectrométricos 01
Elucidação estrutural por métodos espectroscópicos e espectrométricos 01
 
Dapci (desorption atmospheric pressure chemical ionisation)
Dapci (desorption atmospheric pressure chemical ionisation)Dapci (desorption atmospheric pressure chemical ionisation)
Dapci (desorption atmospheric pressure chemical ionisation)
 
Proposição de uma Nova Vacina para Brucelose Bovina usando uma Abordagem Biot...
Proposição de uma Nova Vacina para Brucelose Bovina usando uma Abordagem Biot...Proposição de uma Nova Vacina para Brucelose Bovina usando uma Abordagem Biot...
Proposição de uma Nova Vacina para Brucelose Bovina usando uma Abordagem Biot...
 
Proposição de uma Nova Vacina para Brucelose Bovina Usando uma Abordagem Biot...
Proposição de uma Nova Vacina para Brucelose Bovina Usando uma Abordagem Biot...Proposição de uma Nova Vacina para Brucelose Bovina Usando uma Abordagem Biot...
Proposição de uma Nova Vacina para Brucelose Bovina Usando uma Abordagem Biot...
 
GAFO e Qualificação de Fornecedores
GAFO e Qualificação de FornecedoresGAFO e Qualificação de Fornecedores
GAFO e Qualificação de Fornecedores
 
Cefepima
CefepimaCefepima
Cefepima
 
Qualificações de Áreas Limpas
Qualificações de Áreas LimpasQualificações de Áreas Limpas
Qualificações de Áreas Limpas
 
Acreditação Hospitalar
Acreditação HospitalarAcreditação Hospitalar
Acreditação Hospitalar
 
Doenças da Tireoide
Doenças da TireoideDoenças da Tireoide
Doenças da Tireoide
 
Tireoide
TireoideTireoide
Tireoide
 
Hipertensão Arterial Sistêmica
Hipertensão Arterial SistêmicaHipertensão Arterial Sistêmica
Hipertensão Arterial Sistêmica
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
Corticóides
CorticóidesCorticóides
Corticóides
 
Dislipidemias
DislipidemiasDislipidemias
Dislipidemias
 
Saúde Pública
Saúde PúblicaSaúde Pública
Saúde Pública
 
H1N1
H1N1H1N1
H1N1
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoa
 
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aidsStrongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
 

Clima e cultura organizacional

  • 1. Clima e Cultura Organizacional Denise Selegato Laura Canalle Dinâmica Organizacional para Farmacêuticos Dinâmica Organizacional para Farmacêuticos Araraquara, 2013 2013
  • 3. Cultura Organizacional  Cultura organizacional: pressupostos básicos desenvolvido para lidar com os problemas de adaptação externa e integração interna. Políticas internas e externas Regras escritas Comportamentos Atitudes Hábitos Valores éticos e morais Clima organizacional Princípios e crenças Composição, práticas e símbolos Sistemas e jargões
  • 4. Clima e Cultura Organizacional  PROCESSO DE MUDANÇA É DIFÍCIL: exige cuidado e tempo, e envolve pressupostos psicossociais como normas, valores, recompensas e poder.  FUNDADORES SÃO OS PRIMEIROS LÍDERES: desenvolvem formas próprias de equacionar os problemas da organização, imprimem sua visão de mundo aos demais e também a sua visão do papel que a organização deve desempenhar no mercado.  GESTORES E LÍDERES: são elementos de mudança. Mudança duradoura Não tentar mudar as pessoas Restrições organizacionais que operam sobre elas
  • 5. Clima e Cultura Organizacional  Clima = Tendência Inclinação O clima é algo que não se pode ver ou tocar, mas ele é facilmente percebido dentro de uma organização através do comportamento dos seus colaboradores. Mudanças Constantes Desenvolvimento Integral Colaborador Satisfeito Esforços Devem Ser Geral Cliente Satisfeito
  • 6. Clima e Cultura Organizacional Motivação INFLUENCIA + Desempenho Humano Clima Organizacional Satisfação no trabalho: realização, o reconhecimento, o trabalho em si, a responsabilidade e o progresso. INFLUENCIA - Conjunto de fatores que interferem na satisfação ou descontentamento no trabalho. Descontentamento: as políticas e administração, a supervisão, o salário e as condições de trabalho.
  • 7. Clima e Cultura Organizacional Clima e Cultura Organizacional Conjunto de causas que interferem no ambiente de trabalho (varia com os níveis culturais, de comunicação, econômicos e psicológicos dos indivíduos). Conjunto de valores, ou seja, aquilo que identifica os colaboradores como seres humanos, suas raças, culturas, crenças.  Diferenças define a visão de cada um do ambiente de trabalho.  A avaliação do clima organizacional: parâmetros para buscar melhorias no ambiente interno corrigindo problemas.
  • 8. Organizações Tradicionais Estrutura  Burocrática, hierárquica;  Vertical, funções e departamentos isolados;  Centrada internamente;  Rígida e formal com sistemas de controlo fortes. Organizações Modernas Estrutura  Informal, não hierárquica;  Horizontal, igualitária;  Centrada externamente;  Estruturas e sistemas mais flexíveis. Valores Valores  Conformidade, previsibilidade e estabilidade;  Inovação, criatividade, tomada de riscos;  Liderança e sistema hierárquico;  Cooperação, comunicação, relacionamentos e alianças;  Produção: em massa e volume.  Produção: qualidade, padronização e rapidez.
  • 9. Organizações Tradicionais Organizações Modernas Cargos Cargos  Processo seletivo: visa avaliar desempenhos anteriores, usando referências e entrevistas individuais, bem como conhecimento técnico;  Processo seletivo: visa competências e adaptabilidade à cultura, sem preocupação com conhecimento técnico especializado;  Recrutamento: interno - garante formação para que subam na escala empresarial;  Recrutamento: internamente e externamente;  Treina novos empregados para executar os procedimento existentes na cultura empresarial;  Define postos à medida das necessidades e oportunidades e desloca os empregados em função do ambiente;  Delega papéis e responsabilidades com descrições explicitas dos cargos;  As funções dos colaboradores de uma equipe são igualitárias e as equipas possuem funções cruzadas;  Usa linhas de montagem e postos especializados, centrando-se no individuo e no emprego para a vida;  Oferece uma variedade de carreiras possíveis, necessitando de cooperação de funções cruzadas;  Valoriza a antiguidade e a lealdade.  Tolera erros no processo de aprendizagem.
  • 10. Organizações Tradicionais Organizações Modernas Sistemas de desempenho e recompensa Sistemas de desempenho e recompensa  Avalia o desempenho individual em avaliação com chefe;  Avalia o desempenho participativo com mais de um avaliador;  Avaliação baseia-se em atividades especifica e avalia somente os resultados obtidos;  Avaliação baseia-se no valor potencial e futuras contribuições;  Medidas de desempenho possuem critérios individuais e de grupo, com parte da compensação ligada aos resultados da equipe;  Promoção: retribuição mais flexível e maiores incentivos, monetários e simbólicos, encorajando melhor desempenho, apesar da tendência serem escalas de pagamento mais reduzidas;  Líder visa manter a equipe motivada, com benefícios fixos e incentivos para a mudança. Dilui a eficácia e os resultados.  Medidas de desempenho possuem critérios de comparação com o desempenho passado ou de outros;  Promoção: segue padrões e requisitos funcionais bem definidos;  Oferece segurança e retribuição constante com picos e benefícios para motivar e fidelizar, mas com poucos incentivos para a mudança. Programas de formação e desenvolvimento Programas de formação e desenvolvimento    Formação para um cargo especifico;  Programas de desenvolvimento executivos de topo. para gestores Formação de equipe e competências participativas; Desenvolve novas competências e conhecimentos através da formação e programas de desenvolvimento;  Desenvolvimento a longo prazo para futuros desafios. e
  • 11. Organizações Tradicionais Organizações Modernas Colaboradores Colaboradores  Relação hierarquizadas entre colaboradores;  Relação igualitária entre colaboradores;  Pouca comunicação entre gerência e subordinados;  Boa comunicação entre gerência e subordinados;  Pouca possibilidade de promoção antes dos 30 anos;  Possibilidade de promoção antes dos 30 anos.  Opiniões e tomadas de decisão sempre vêm de cima para baixo no organograma empresarial;  Opiniões e tomadas de decisão provém do diálogo entre os colaboradores, com participação de todos os níveis de hierarquia.  Empresa oferece diversos benefícios para fidelização do colaborador.  Empresa sem muitos benefícios;  Relação de lealdade entre empresa e colaborador. Ambiente empresarial  Roupas formais;  Ambiente coorporativo tradicional, sem área para lazer e descanso. Ambiente empresarial  Roupas informais;  Facilidade para realização de assuntos pessoais durante expediente.  Ambiente informal, com área para integração, lazer e descanso.
  • 13. Melhores Empresas para Trabalhar - 2013
  • 14.  Todos os colaboradores são acionistas;  Ótimos salários;  Reembolso para todos os investimentos realizados em prol da melhoria do trabalho: cursos, livros, academias, alimentos, decoração da mesa de trabalho;  Mais de 100 horas de treinamento anual para seus funcionários;  Aulas grátis de inglês, mandarin, japonês, espanhol e francês;  Investimento de US$ 5 mil para compra de carros híbridos;  Sick days unlimited e equipe de médicos residentes de plantão na empresa;  Sem padrão de roupas;  Transporte livre dentro da empresa (skate, patins, etc);  Livre para circulação de bichos de estimação;  Alimentação balanceada o tempo todo;
  • 15. FOTOS.  Nascimento de filhos: licença paga de 18 semanas para as mulheres e de seis semanas para os homens.  Transporte com ônibus equipados com rede wireless;  Lavanderia aberta 24 horas;  Oficina de carros dentro da empresa;  Lava-carros dentro da empresa;  Lazer e conforto em todas as sedes e filias da empresa: sonecas, massagens, games, piscinas, spa, etc durante o horário de expediente;  Aniversários e aniversários de casamento: jantar no melhor restaurante da cidade;  Googler Falecido: depósito mensal da quantia de mil dólares até que o filho chegue aos 19 anos (aqueles que estudarem em tempo integral recebem o pagamento até os 23 anos) e conversão imediata das ações para o nome da esposa ou esposo.  Ócio Criativo: 70% do tempo à atividade principal de sua função, 20% à um projeto correlacionado e 10% para coisas pessoais.
  • 16. Bom ou Ruim?! ?!  Atrair os melhores trabalhadores e colocá-los em ambientes que estimulem a criatividade e que sejam extremamente competitivos.  Colaborar para que eles passem longas horas no trabalho;  A empresa quer mostrar que os valoriza, e sua intenção é que continuem a ser googlers, como são conhecidos os empregados da companhia, por muitos anos.
  • 17.  Academia e espaço para prática de esporte (quadra poliesportiva, quadra de tênis, campo de futebol, pista de corrida);  Vale transporte;  Alimentação: café-da-manhã, almoço e lanche da tarde;  Plano de saúde e odontológico;  Seguro de Vida;  Licença maternidade estendida;  Auxílio criança: kit bebê, compra de material escolar, pagamento integral de creches, auxílio a filhos com necessidades especiais e plano de saúde completo;  Nossa horta: frutas e verduras semanais.  Cesta básica e cesta higiene;  Cesta Natal;  Convênio com escolas de idiomas;  Participação no lucro da empresa;  Bolsa de estudos.
  • 18.
  • 20. Discussão Ser tradicional é ruim? Como uma empresa tradicional faria a transição? Ser moderno é bom? Você se considera um peixe vermelho? Porque houve esta transição de empresas “tradicionais” para “modernas”? Ser criativo é ser inovador?
  • 22.
  • 23. Referências Bibliográficas  http://exame.abril.com.br/revista-voce-sa/melhores-empresas-paratrabalhar/2013/  http://sagazdigital.wordpress.com/2011/03/07/como-e-trabalhar-nogoogle/  http://tecnoblog.net/109558/google-beneficio-funcionario/  www.ourofino.com  http://www.portal-gestao.com/gestao/empreendedorismo/item/6213-adiferen%C3%A7a-entre-organiza%C3%A7%C3%B5es-tradicionais-eorganiza%C3%A7%C3%B5es-empreendedoras.html  Ferreira, J.M. Carvalho; et al. (1996). Psicossociologia das Organizações. Alfragide, Editora McGraw-Hill.