SlideShare uma empresa Scribd logo
Comunicação Digital  PP UNIVALI Aula 1 Prof Marco Antonio Pinheiro 2012/1
Comunicação Digital ,[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Comunicação Digital
[object Object],[object Object],[object Object],Comunicação Digital
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Comunicação Digital
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Comunicação Digital
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Comunicação Digital
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Comunicação Digital
Porque olhar o passado? ,[object Object]
Admirável Mundo Novo (1932) Porque olhar o passado?
1984 (1948) Porque olhar o passado?
Neuromancer (1984) Porque olhar o passado?
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Sociedade em Rede  (Manuel Castells)
[object Object],Sociedade em Rede Tecnológico
Sociedade em Rede Econômico
Sociedade em Rede Social
Sociedade em Rede Cultural
[object Object],[object Object],Sociedade em Rede + informação = + mão de obra especializada + tecnologia + produção + capital + desenvolvimento Capitalismo Informacional
Sociedade em Rede ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
moeda flutuante + = instabilidade financeira Que resultado isso poderia ter? Sociedade em Rede
Sociedade em Rede mas as pessoas deixaram de pagar houve muita concessão de crédito
Sociedade em Rede
Sociedade em Rede ,[object Object]
A CRIAÇÃO DA INTERNET
 
A Web ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A Web ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
W orld W ide W eb
W orld W ide W eb
Mosaic
Mosaic Netscape
Reflexão ,[object Object]
Netscape 2.02 FireFox 10
Reflexão O que mudou? Tecnologia e Design Maneira de navegar é a mesma
O Que é Web 2.0   Adaptado de @erionline “ O termo Web 2.0 é utilizado para descrever a segunda geração da World Wide Web - tendência que reforça o conceito de troca de informações e  colaboração  dos internautas com sites e serviços virtuais”   Folha de São Paulo on-line
Web 1.0   Produção de conteúdo centralizada Taxonomia Rede de computadores Complexidade  Web 2.0   Descentralizada a Folksonomia Rede + Plataforma Simplicidade
Colaboração  -  sites exploram ao máximo a interatividade  (humana e humana/sistema) para  geração de  inteligência coletiva .  Web 2.0 é
www.wikipedia.com
http://br.answers.yahoo.com/
Social   -  realmente construída pensando nas pessoas. Sites Web 2.0  promovem a interação entre internautas. Web 2.0 é
 
Reflexão ,[object Object],[object Object]
Conteúdo   produção de conteúdo descentralizada. Usuários  criam ,  classificam, customizam  e  publicam  conteúdos na  web 2.0 . Internautas podem publicar conteúdos em diferentes suportes midiáticos ( textos digitais, áudio, fotografia, vídeo).  . Web 2.0 é
 
Simplicidade   a curva de apre ndizagem é curta. Não é necessário saber programar para criar uma página na Internet ou para usar qualquer outra aplicativo web 2.0. Qualquer pessoa pode utilizar as ferramentas da nova web de forma bastante simples.  Web 2.0 é
 
Plataforma  -  A internet é um plataforma onde  programas  são executados  on-line . Programas típicos de desktop começam a surgir na internet como editores de textos e planilhas, programas de edição de imagem, editores de áudio e vídeo, entre outros.  Ex.: Google Docspreadsheet, Think Free, Picnik, Zoho Web 2.0 é
 
Folksonomia   usuários classificam suas informações pela inserção de rótulos (tags) , o que permite recuperá-las de forma mais rápida no futuro.  Ex.: Del.icio.us, Flickr Web 2.0 é
Nuvens de tags www.flirckr.com
Cultura da convergência de Henry Jenkins, 2006
Cultura da convergência Henry Jenkins ,[object Object],Convergência.   s.f.  Palavra que define mudan ças tecnológicas, culturais, industriais, culturais e sociais no modo de como as mídias circulam em nossa cultura. Cultura participativa.   s. f.  Cultura em que fãs e outros consumidores são convidados a participar ativamente da criação e da circulação de novos conteúdos.
Cultura da convergência Henry Jenkins ,[object Object],Onde ocorre a convergência?   Não nos aparelhos mais modernos, mas no cérebro de cada consumidor  (p. 30) Novo atacando o velho? Não. Mídias novas e velhas se interagirão em formas cada vez mais complexas.
Cultura da convergência Henry Jenkins ,[object Object],Inteligência coletiva.   c. f. Pierre Lévy.  Capacidade das comunidades virtuais em alavancar conhecimentos. Spoiler.   s. m. ing.  Qualquer revelação sobre o conteúdo de uma série de TV.
Cultura da convergência Henry Jenkins Narrativa transmídia.   s. f.  Histórias que se desenrolam em múltiplas plataformas, cada um deles contribuindo de forma distinta para compreensão do universo.
Cultura da convergência Henry Jenkins Enter the Matrix,  tentativa de fechar os furos do filme Para o casual, Matrix exigiu demais e para o fã, ofereceu de menos.
Cultura da convergência Henry Jenkins Exemplo de narrativa transmídia: Webisodes
Cultura da convergência Henry Jenkins Criatividade alternativa.   s. f.  Versões alternativas de histórias iniciadas pelos meios tradicionais, mas produzida pelos próprios fãs, em circulação na internet. Cultura tradicional / cultura de massa / convergência (p. 194)
Cultura da convergência Henry Jenkins Letramento midiático.   s. m.  Aprendizado na nova cultura, em novas mídias digitais.
Seminário sobre Cultura da Convergência ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Seminário sobre Cultura da Convergência

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Terminologias
TerminologiasTerminologias
1 cultura digital
1 cultura digital1 cultura digital
1 cultura digital
Thiago Skárnio
 
Processos midiáticos em Lost - Teorias e Modelos comunicacionais
Processos midiáticos em Lost - Teorias e Modelos comunicacionaisProcessos midiáticos em Lost - Teorias e Modelos comunicacionais
Processos midiáticos em Lost - Teorias e Modelos comunicacionais
diversita
 
Redes tecnologicas dr4 stc.
Redes tecnologicas dr4 stc.Redes tecnologicas dr4 stc.
Redes tecnologicas dr4 stc.
IsabelSatierf
 
Hipermidia aula 2
Hipermidia aula 2Hipermidia aula 2
Hipermidia aula 2
UNIP. Universidade Paulista
 
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9
guesta08be6
 
Módulo 1 cultura digital
Módulo 1   cultura digitalMódulo 1   cultura digital
Módulo 1 cultura digital
Thiago Skárnio
 
Hipermidia aula 2
Hipermidia aula 2Hipermidia aula 2
Hipermidia aula 2
UNIP. Universidade Paulista
 
Monografia | Web Marketing
Monografia | Web MarketingMonografia | Web Marketing
Monografia | Web Marketing
Patricia Melo
 
Cibercultura
CiberculturaCibercultura
Cibercultura
celyassis
 
Inteligência coletiva sob a ótica de Lévy
Inteligência coletiva sob a ótica de LévyInteligência coletiva sob a ótica de Lévy
Inteligência coletiva sob a ótica de Lévy
Aline Corso
 
Aula de seleção 1
Aula de seleção 1Aula de seleção 1
Aula de seleção 1
Paola Fonseca
 
Ai ad aula 1
Ai ad aula 1Ai ad aula 1
Ai ad aula 1
aiadufmg
 
Apropriacoes tecnologias final
Apropriacoes tecnologias finalApropriacoes tecnologias final
Apropriacoes tecnologias final
hernani dimantas
 
Determinismos tecnológicos
Determinismos tecnológicosDeterminismos tecnológicos
Determinismos tecnológicos
guest9b381f
 
Cibercultura
CiberculturaCibercultura
Cibercultura
Thiane Paula
 
Ciberdemocracia
CiberdemocraciaCiberdemocracia
Ciberdemocracia
eduecibercultura
 
A construção coletiva: Mídias Sociais no âmbito teórico
A construção coletiva: Mídias Sociais no âmbito teóricoA construção coletiva: Mídias Sociais no âmbito teórico
A construção coletiva: Mídias Sociais no âmbito teórico
Allan Kardec Lima
 
Pela ciberdemocracia
Pela ciberdemocracia Pela ciberdemocracia
Pela ciberdemocracia
jornalismounipampaoficial
 
Teorias da Comunicação Digital 01
Teorias da Comunicação Digital 01Teorias da Comunicação Digital 01
Teorias da Comunicação Digital 01
Pablo Moreno
 

Mais procurados (20)

Terminologias
TerminologiasTerminologias
Terminologias
 
1 cultura digital
1 cultura digital1 cultura digital
1 cultura digital
 
Processos midiáticos em Lost - Teorias e Modelos comunicacionais
Processos midiáticos em Lost - Teorias e Modelos comunicacionaisProcessos midiáticos em Lost - Teorias e Modelos comunicacionais
Processos midiáticos em Lost - Teorias e Modelos comunicacionais
 
Redes tecnologicas dr4 stc.
Redes tecnologicas dr4 stc.Redes tecnologicas dr4 stc.
Redes tecnologicas dr4 stc.
 
Hipermidia aula 2
Hipermidia aula 2Hipermidia aula 2
Hipermidia aula 2
 
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9
 
Módulo 1 cultura digital
Módulo 1   cultura digitalMódulo 1   cultura digital
Módulo 1 cultura digital
 
Hipermidia aula 2
Hipermidia aula 2Hipermidia aula 2
Hipermidia aula 2
 
Monografia | Web Marketing
Monografia | Web MarketingMonografia | Web Marketing
Monografia | Web Marketing
 
Cibercultura
CiberculturaCibercultura
Cibercultura
 
Inteligência coletiva sob a ótica de Lévy
Inteligência coletiva sob a ótica de LévyInteligência coletiva sob a ótica de Lévy
Inteligência coletiva sob a ótica de Lévy
 
Aula de seleção 1
Aula de seleção 1Aula de seleção 1
Aula de seleção 1
 
Ai ad aula 1
Ai ad aula 1Ai ad aula 1
Ai ad aula 1
 
Apropriacoes tecnologias final
Apropriacoes tecnologias finalApropriacoes tecnologias final
Apropriacoes tecnologias final
 
Determinismos tecnológicos
Determinismos tecnológicosDeterminismos tecnológicos
Determinismos tecnológicos
 
Cibercultura
CiberculturaCibercultura
Cibercultura
 
Ciberdemocracia
CiberdemocraciaCiberdemocracia
Ciberdemocracia
 
A construção coletiva: Mídias Sociais no âmbito teórico
A construção coletiva: Mídias Sociais no âmbito teóricoA construção coletiva: Mídias Sociais no âmbito teórico
A construção coletiva: Mídias Sociais no âmbito teórico
 
Pela ciberdemocracia
Pela ciberdemocracia Pela ciberdemocracia
Pela ciberdemocracia
 
Teorias da Comunicação Digital 01
Teorias da Comunicação Digital 01Teorias da Comunicação Digital 01
Teorias da Comunicação Digital 01
 

Destaque

Aula de matemática
Aula de matemáticaAula de matemática
Aula de matemática
Wandes Melo
 
Modelos de Negócios Inovadores - Workshop Express
Modelos de Negócios Inovadores - Workshop ExpressModelos de Negócios Inovadores - Workshop Express
Modelos de Negócios Inovadores - Workshop Express
Silvia Pahins
 
Comunicação e gestão de relacionamentos - o caso ''FIAT Mio''
Comunicação e gestão de relacionamentos -  o caso ''FIAT Mio''Comunicação e gestão de relacionamentos -  o caso ''FIAT Mio''
Comunicação e gestão de relacionamentos - o caso ''FIAT Mio''
Silvia Pahins
 
O radialista a_internet_conteudo_digital
O radialista a_internet_conteudo_digitalO radialista a_internet_conteudo_digital
O radialista a_internet_conteudo_digital
Ricardo Junior
 
Servile brands
Servile  brandsServile  brands
Servile brands
Silvia Pahins
 
Virgin Consumers
Virgin ConsumersVirgin Consumers
Virgin Consumers
Silvia Pahins
 
Marketing Trends
Marketing TrendsMarketing Trends
Marketing Trends
Silvia Pahins
 
Presumers
PresumersPresumers
Presumers
Silvia Pahins
 
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 06
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 06Estratégia, Marketing e Vendas - aula 06
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 06
Silvia Pahins
 
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 04
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 04Estratégia, Marketing e Vendas - aula 04
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 04
Silvia Pahins
 
Transmidia Storytelling
Transmidia StorytellingTransmidia Storytelling
Transmidia Storytelling
Tiago Santana
 
Análise de tendências
Análise de tendênciasAnálise de tendências
Análise de tendências
Silvia Pahins
 
Perspectives in Contemporary Marketing
Perspectives in Contemporary MarketingPerspectives in Contemporary Marketing
Perspectives in Contemporary Marketing
Silvia Pahins
 
A cultura-da-convergencia-e-o-novo-papel-da-audiencia
A cultura-da-convergencia-e-o-novo-papel-da-audienciaA cultura-da-convergencia-e-o-novo-papel-da-audiencia
A cultura-da-convergencia-e-o-novo-papel-da-audiencia
Cíntia Lopes
 
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 05
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 05Estratégia, Marketing e Vendas - aula 05
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 05
Silvia Pahins
 
Workshop Express - BUSINESS MODEL CANVAS
Workshop Express - BUSINESS MODEL CANVASWorkshop Express - BUSINESS MODEL CANVAS
Workshop Express - BUSINESS MODEL CANVAS
Silvia Pahins
 
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 02
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 02Estratégia, Marketing e Vendas - aula 02
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 02
Silvia Pahins
 
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 03
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 03Estratégia, Marketing e Vendas - aula 03
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 03
Silvia Pahins
 
2º capítulo
2º capítulo2º capítulo
2º capítulo
Andreia Lopes
 
Características do webjornalismo
Características do webjornalismoCaracterísticas do webjornalismo
Características do webjornalismo
jornalismoesportivouna
 

Destaque (20)

Aula de matemática
Aula de matemáticaAula de matemática
Aula de matemática
 
Modelos de Negócios Inovadores - Workshop Express
Modelos de Negócios Inovadores - Workshop ExpressModelos de Negócios Inovadores - Workshop Express
Modelos de Negócios Inovadores - Workshop Express
 
Comunicação e gestão de relacionamentos - o caso ''FIAT Mio''
Comunicação e gestão de relacionamentos -  o caso ''FIAT Mio''Comunicação e gestão de relacionamentos -  o caso ''FIAT Mio''
Comunicação e gestão de relacionamentos - o caso ''FIAT Mio''
 
O radialista a_internet_conteudo_digital
O radialista a_internet_conteudo_digitalO radialista a_internet_conteudo_digital
O radialista a_internet_conteudo_digital
 
Servile brands
Servile  brandsServile  brands
Servile brands
 
Virgin Consumers
Virgin ConsumersVirgin Consumers
Virgin Consumers
 
Marketing Trends
Marketing TrendsMarketing Trends
Marketing Trends
 
Presumers
PresumersPresumers
Presumers
 
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 06
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 06Estratégia, Marketing e Vendas - aula 06
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 06
 
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 04
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 04Estratégia, Marketing e Vendas - aula 04
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 04
 
Transmidia Storytelling
Transmidia StorytellingTransmidia Storytelling
Transmidia Storytelling
 
Análise de tendências
Análise de tendênciasAnálise de tendências
Análise de tendências
 
Perspectives in Contemporary Marketing
Perspectives in Contemporary MarketingPerspectives in Contemporary Marketing
Perspectives in Contemporary Marketing
 
A cultura-da-convergencia-e-o-novo-papel-da-audiencia
A cultura-da-convergencia-e-o-novo-papel-da-audienciaA cultura-da-convergencia-e-o-novo-papel-da-audiencia
A cultura-da-convergencia-e-o-novo-papel-da-audiencia
 
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 05
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 05Estratégia, Marketing e Vendas - aula 05
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 05
 
Workshop Express - BUSINESS MODEL CANVAS
Workshop Express - BUSINESS MODEL CANVASWorkshop Express - BUSINESS MODEL CANVAS
Workshop Express - BUSINESS MODEL CANVAS
 
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 02
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 02Estratégia, Marketing e Vendas - aula 02
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 02
 
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 03
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 03Estratégia, Marketing e Vendas - aula 03
Estratégia, Marketing e Vendas - aula 03
 
2º capítulo
2º capítulo2º capítulo
2º capítulo
 
Características do webjornalismo
Características do webjornalismoCaracterísticas do webjornalismo
Características do webjornalismo
 

Semelhante a Aula1 2012-1

EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massivaEaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
José Erigleidson da Silva
 
Cultura Digital
Cultura DigitalCultura Digital
Cultura Digital
Gustavo Fischer
 
Inov Aula1 2009
Inov Aula1 2009Inov Aula1 2009
Inov Aula1 2009
Gustavo Fischer
 
Novas Tecnologias e Mídia Digital
Novas Tecnologias e Mídia DigitalNovas Tecnologias e Mídia Digital
Novas Tecnologias e Mídia Digital
Esdras Marchezan Sales
 
O Design de Interfaces na Web 2.0
O Design de Interfaces na Web 2.0O Design de Interfaces na Web 2.0
O Design de Interfaces na Web 2.0
Lauro Teixeira
 
Aula02 midia digital
Aula02 midia digitalAula02 midia digital
Inteligência Coletiva
Inteligência ColetivaInteligência Coletiva
Inteligência Coletiva
Elvis Fusco
 
Aula 2 - Pa4 Design
Aula 2 - Pa4 DesignAula 2 - Pa4 Design
Aula 2 - Pa4 Design
Gustavo Fischer
 
Aula 2 3 4 redes perfil e mensuracao
Aula 2 3 4 redes perfil e mensuracaoAula 2 3 4 redes perfil e mensuracao
Aula 2 3 4 redes perfil e mensuracao
UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
 
Concurso do Senado
Concurso do SenadoConcurso do Senado
Concurso do Senado
Alberto Marques
 
Cibercultura a sociedade em rede e as mídias interativas
Cibercultura a sociedade em rede e as mídias interativasCibercultura a sociedade em rede e as mídias interativas
Cibercultura a sociedade em rede e as mídias interativas
Andreia Regina Moura Mendes
 
Cultura digital
Cultura digitalCultura digital
Cultura digital
Alquimídia.org
 
Web 2.0 e Web Móvel 2.0
Web 2.0 e Web Móvel 2.0Web 2.0 e Web Móvel 2.0
Grupopslideshare
GrupopslideshareGrupopslideshare
Grupopslideshare
karenadriana45
 
Educar na Cultura Digital
Educar na Cultura DigitalEducar na Cultura Digital
Educar na Cultura Digital
Editora Moderna
 
Debate dos CMSs Livres
Debate dos CMSs LivresDebate dos CMSs Livres
Debate dos CMSs Livres
josemurilo
 
A Pesquisa em Ciências da Informação: Novas Perspectivas
A Pesquisa em Ciências da Informação: Novas PerspectivasA Pesquisa em Ciências da Informação: Novas Perspectivas
A Pesquisa em Ciências da Informação: Novas Perspectivas
Universidade Federal do Ceará
 
Gestão de Crises de Imagem na Web - Intercom Norte 2014
Gestão de Crises de Imagem na Web - Intercom Norte 2014Gestão de Crises de Imagem na Web - Intercom Norte 2014
Gestão de Crises de Imagem na Web - Intercom Norte 2014
Alynne Cid
 
Organizações Virtuais
Organizações VirtuaisOrganizações Virtuais
Organizações Virtuais
FEI
 
Evolução das TICs e o crescimento das mídias sociais
Evolução das TICs e o crescimento das mídias sociaisEvolução das TICs e o crescimento das mídias sociais
Evolução das TICs e o crescimento das mídias sociais
Gabriel Bemfica
 

Semelhante a Aula1 2012-1 (20)

EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massivaEaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
 
Cultura Digital
Cultura DigitalCultura Digital
Cultura Digital
 
Inov Aula1 2009
Inov Aula1 2009Inov Aula1 2009
Inov Aula1 2009
 
Novas Tecnologias e Mídia Digital
Novas Tecnologias e Mídia DigitalNovas Tecnologias e Mídia Digital
Novas Tecnologias e Mídia Digital
 
O Design de Interfaces na Web 2.0
O Design de Interfaces na Web 2.0O Design de Interfaces na Web 2.0
O Design de Interfaces na Web 2.0
 
Aula02 midia digital
Aula02 midia digitalAula02 midia digital
Aula02 midia digital
 
Inteligência Coletiva
Inteligência ColetivaInteligência Coletiva
Inteligência Coletiva
 
Aula 2 - Pa4 Design
Aula 2 - Pa4 DesignAula 2 - Pa4 Design
Aula 2 - Pa4 Design
 
Aula 2 3 4 redes perfil e mensuracao
Aula 2 3 4 redes perfil e mensuracaoAula 2 3 4 redes perfil e mensuracao
Aula 2 3 4 redes perfil e mensuracao
 
Concurso do Senado
Concurso do SenadoConcurso do Senado
Concurso do Senado
 
Cibercultura a sociedade em rede e as mídias interativas
Cibercultura a sociedade em rede e as mídias interativasCibercultura a sociedade em rede e as mídias interativas
Cibercultura a sociedade em rede e as mídias interativas
 
Cultura digital
Cultura digitalCultura digital
Cultura digital
 
Web 2.0 e Web Móvel 2.0
Web 2.0 e Web Móvel 2.0Web 2.0 e Web Móvel 2.0
Web 2.0 e Web Móvel 2.0
 
Grupopslideshare
GrupopslideshareGrupopslideshare
Grupopslideshare
 
Educar na Cultura Digital
Educar na Cultura DigitalEducar na Cultura Digital
Educar na Cultura Digital
 
Debate dos CMSs Livres
Debate dos CMSs LivresDebate dos CMSs Livres
Debate dos CMSs Livres
 
A Pesquisa em Ciências da Informação: Novas Perspectivas
A Pesquisa em Ciências da Informação: Novas PerspectivasA Pesquisa em Ciências da Informação: Novas Perspectivas
A Pesquisa em Ciências da Informação: Novas Perspectivas
 
Gestão de Crises de Imagem na Web - Intercom Norte 2014
Gestão de Crises de Imagem na Web - Intercom Norte 2014Gestão de Crises de Imagem na Web - Intercom Norte 2014
Gestão de Crises de Imagem na Web - Intercom Norte 2014
 
Organizações Virtuais
Organizações VirtuaisOrganizações Virtuais
Organizações Virtuais
 
Evolução das TICs e o crescimento das mídias sociais
Evolução das TICs e o crescimento das mídias sociaisEvolução das TICs e o crescimento das mídias sociais
Evolução das TICs e o crescimento das mídias sociais
 

Mais de Marco Pinheiro

Apresentação CAU - UNIVALI
Apresentação CAU - UNIVALIApresentação CAU - UNIVALI
Apresentação CAU - UNIVALI
Marco Pinheiro
 
Aula 1 raciocinio
Aula 1   raciocinioAula 1   raciocinio
Aula 1 raciocinio
Marco Pinheiro
 
Aula 1 raciocinio
Aula 1   raciocinioAula 1   raciocinio
Aula 1 raciocinio
Marco Pinheiro
 
Inclusão Social - Formação Continuada Navegantes
Inclusão Social - Formação Continuada NavegantesInclusão Social - Formação Continuada Navegantes
Inclusão Social - Formação Continuada Navegantes
Marco Pinheiro
 
Tics - Formação Prefeitura de Navegantes
Tics - Formação Prefeitura de NavegantesTics - Formação Prefeitura de Navegantes
Tics - Formação Prefeitura de Navegantes
Marco Pinheiro
 
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociais
Marco Pinheiro
 
Web 2.0 formação continuada
Web 2.0 formação continuadaWeb 2.0 formação continuada
Web 2.0 formação continuada
Marco Pinheiro
 
Análise de Redes Sociais
Análise de Redes SociaisAnálise de Redes Sociais
Análise de Redes Sociais
Marco Pinheiro
 
Aula 5
Aula 5Aula 5
Aula 2
Aula 2Aula 2

Mais de Marco Pinheiro (10)

Apresentação CAU - UNIVALI
Apresentação CAU - UNIVALIApresentação CAU - UNIVALI
Apresentação CAU - UNIVALI
 
Aula 1 raciocinio
Aula 1   raciocinioAula 1   raciocinio
Aula 1 raciocinio
 
Aula 1 raciocinio
Aula 1   raciocinioAula 1   raciocinio
Aula 1 raciocinio
 
Inclusão Social - Formação Continuada Navegantes
Inclusão Social - Formação Continuada NavegantesInclusão Social - Formação Continuada Navegantes
Inclusão Social - Formação Continuada Navegantes
 
Tics - Formação Prefeitura de Navegantes
Tics - Formação Prefeitura de NavegantesTics - Formação Prefeitura de Navegantes
Tics - Formação Prefeitura de Navegantes
 
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociais
 
Web 2.0 formação continuada
Web 2.0 formação continuadaWeb 2.0 formação continuada
Web 2.0 formação continuada
 
Análise de Redes Sociais
Análise de Redes SociaisAnálise de Redes Sociais
Análise de Redes Sociais
 
Aula 5
Aula 5Aula 5
Aula 5
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 2
 

Último

karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 

Último (20)

karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 

Aula1 2012-1

  • 1. Comunicação Digital PP UNIVALI Aula 1 Prof Marco Antonio Pinheiro 2012/1
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10. Admirável Mundo Novo (1932) Porque olhar o passado?
  • 11. 1984 (1948) Porque olhar o passado?
  • 12. Neuromancer (1984) Porque olhar o passado?
  • 13.
  • 14.
  • 15. Sociedade em Rede Econômico
  • 17. Sociedade em Rede Cultural
  • 18.
  • 19.
  • 20. moeda flutuante + = instabilidade financeira Que resultado isso poderia ter? Sociedade em Rede
  • 21. Sociedade em Rede mas as pessoas deixaram de pagar houve muita concessão de crédito
  • 23.
  • 24. A CRIAÇÃO DA INTERNET
  • 25.  
  • 26.
  • 27.
  • 28. W orld W ide W eb
  • 29. W orld W ide W eb
  • 32.
  • 34. Reflexão O que mudou? Tecnologia e Design Maneira de navegar é a mesma
  • 35. O Que é Web 2.0 Adaptado de @erionline “ O termo Web 2.0 é utilizado para descrever a segunda geração da World Wide Web - tendência que reforça o conceito de troca de informações e colaboração dos internautas com sites e serviços virtuais” Folha de São Paulo on-line
  • 36. Web 1.0 Produção de conteúdo centralizada Taxonomia Rede de computadores Complexidade Web 2.0 Descentralizada a Folksonomia Rede + Plataforma Simplicidade
  • 37. Colaboração - sites exploram ao máximo a interatividade (humana e humana/sistema) para geração de inteligência coletiva . Web 2.0 é
  • 40. Social - realmente construída pensando nas pessoas. Sites Web 2.0 promovem a interação entre internautas. Web 2.0 é
  • 41.  
  • 42.
  • 43. Conteúdo produção de conteúdo descentralizada. Usuários criam , classificam, customizam e publicam conteúdos na web 2.0 . Internautas podem publicar conteúdos em diferentes suportes midiáticos ( textos digitais, áudio, fotografia, vídeo). . Web 2.0 é
  • 44.  
  • 45. Simplicidade a curva de apre ndizagem é curta. Não é necessário saber programar para criar uma página na Internet ou para usar qualquer outra aplicativo web 2.0. Qualquer pessoa pode utilizar as ferramentas da nova web de forma bastante simples. Web 2.0 é
  • 46.  
  • 47. Plataforma - A internet é um plataforma onde programas são executados on-line . Programas típicos de desktop começam a surgir na internet como editores de textos e planilhas, programas de edição de imagem, editores de áudio e vídeo, entre outros. Ex.: Google Docspreadsheet, Think Free, Picnik, Zoho Web 2.0 é
  • 48.  
  • 49. Folksonomia usuários classificam suas informações pela inserção de rótulos (tags) , o que permite recuperá-las de forma mais rápida no futuro. Ex.: Del.icio.us, Flickr Web 2.0 é
  • 50. Nuvens de tags www.flirckr.com
  • 51. Cultura da convergência de Henry Jenkins, 2006
  • 52.
  • 53.
  • 54.
  • 55. Cultura da convergência Henry Jenkins Narrativa transmídia. s. f. Histórias que se desenrolam em múltiplas plataformas, cada um deles contribuindo de forma distinta para compreensão do universo.
  • 56. Cultura da convergência Henry Jenkins Enter the Matrix, tentativa de fechar os furos do filme Para o casual, Matrix exigiu demais e para o fã, ofereceu de menos.
  • 57. Cultura da convergência Henry Jenkins Exemplo de narrativa transmídia: Webisodes
  • 58. Cultura da convergência Henry Jenkins Criatividade alternativa. s. f. Versões alternativas de histórias iniciadas pelos meios tradicionais, mas produzida pelos próprios fãs, em circulação na internet. Cultura tradicional / cultura de massa / convergência (p. 194)
  • 59. Cultura da convergência Henry Jenkins Letramento midiático. s. m. Aprendizado na nova cultura, em novas mídias digitais.
  • 60.
  • 61.