Cultura do Salão – Escultura do rococo

1.297 visualizações

Publicada em

Cultura do Salão – Escultura do rococo

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.297
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cultura do Salão – Escultura do rococo

  1. 1. História da Cultura e das Artes Módulo VII– A Cultura do Salão Escultura do Rococó Carlos Jorge Canto Vie
  2. 2. Escultura do Rococó Está próxima da estética barroca através da sua expressão plástica pelas suas formas, conteúdos e objectivos.
  3. 3. Escultura do Rococó • Características : – Novos cânones estéticos: • Gosto e acentuação das linhas curvas e contracurvas. • Os escultores do Rococó tornaram-nas mais delicadas e fluidas. • São organizadas em estilizados (S), em expressivos (C), ou ainda em contracurvados duplos.
  4. 4. • Figura Humana: – Utiliza o cânone anatómico maneirista alongados e silhuetas caprichosas. – Procura conferir leveza e graciosidade nos gestos; • nas atitudes • nas posições. Escultura do Rococó
  5. 5. Escultura do Rococó Cúpido a tirar uma seta da pata do leão 1747 Edmé Bouchardon
  6. 6. FALCONET, Étienne-Maurice Monumento a Pedro, o Grande 1776-77 Bronze e mármore S. Petersburgo
  7. 7. • Grupos escultóricos: – As suas composições: • possuem movimento e ritmo. • elevado sentido cénico, fazendo o enquadramento perfeito da escultura com o cenário. Escultura do Rococó
  8. 8. A fonte de Diana e Actaeon Paolo Persico, Brunelli, Pietro Solari Palácio de Caserta, Itália 1752
  9. 9. Escultura do Rococó • Tipologias – Escultura decorativa – Estatuária de pequeno porte:
  10. 10. Escultura do Rococó • Tipologias – Escultura decorativa - parte integrante da arquitectura - cobria quase todas as estruturas e superfícies construídas com rebuscados e movimentados relevos de inspiração naturalista.
  11. 11. Igreja do Cristo Redentor Dominikus and Johann baptist Zimmermann Baviera, Alemanha, 1754
  12. 12. Palacio do Marqués de Duas Águas Vergara e Rovira, Valencia, 1740-1744
  13. 13. Hospicio de San Fernando Pedro de Ribera Madrid, 1722
  14. 14. Juvara, Interior do Palácio de Stupinigi, 1729
  15. 15. Escultura do Rococó • Tipologias – Estatuária de pequeno porte: • Destinada a interiores com funções decorativas ou de entretenimento (origem ao bibelot). • A pequena dimensão foi praticada em modalidades como: – o retrato; – estatuária religiosa; – composições mitológicas e alegóricas.
  16. 16. • Materiais Utilizados • Nas grandes obras escultóricas de exterior: – Pedra – Bronze • Nas esculturas de pequena dimensão: – Bronze – Ouro – Prata Escultura do Rococó
  17. 17. • Materiais Utilizados II • Nas decorações murais dos interiores: – Madeira – Argila – Estuque – Gesso – Porcelana ( biscuit) Escultura do Rococó
  18. 18. • Biscuit – Tipo especial de porcelana que é cozida por duas vezes e não é vidrada; – Material preferido na produção de pequenas esculturas; – Tornou-se o verdadeiro e inato material do Rococó; – Fabricava-se em manufacturas próprias para os quais trabalharam escultores como : – O francês Étienne-Maurice Falconet (1716-1791) ; – O Italiano Francesco António Bustelli (1723-1763); – O Alemão Johann Kandler (1706-1775). Escultura do Rococó
  19. 19. Escultura do Rococó • Étienne-Maurice Falconet Leda e o Cisne C. 1764-66 Biscuit Banhista C. 1766-73 Biscuit
  20. 20. FALCONET, Étienne-Maurice Milo of Croton 1754 Mármore, Alt. 66 cm Museu do Louvre, Paris Escultura do Rococó
  21. 21. Escultura do Rococó • Francesco António Bustelli Jovens apaixonados C. 1760 Biscuit
  22. 22. Escultura do Rococó • Kandler Harlequim e a Columbina C. 1742 Cabra e cria C. 1732
  23. 23. • Biscuit II – Estas pequenas esculturas em porcelana tiveram muito êxito no seu tempo; – Com tal sucesso deram origem a uma indústria, nos países do sul europeu , de modelar pequenas figuras para compor presépios. Escultura do Rococó
  24. 24. A grande novidade deste período abandono dos temas sérios e ”nobres”, de grande simbolismo preferência por temas “menores”, irónicos, galantes e sensuais. Escultura do Rococó
  25. 25. • Temas – Na temática mitológica: • Preferiam os deuses “menores” . – Nos temas profanos: • Valorizavam os aspectos pitorescos ou frívolos; • Gestos galantes e requintados. – Na estatuária religiosa: • Contraste entre o tema, da natureza sagrada e forma; • Requebros sinuosos, com roupagem luxuosas. Escultura do Rococó
  26. 26. Fonte de Trevi, 1745-62

×