SlideShare uma empresa Scribd logo
TIPOS DE PERSQUISA
TIPOS DE CONHECIMENTOS
METODOLOGIA DO TRABALHO
CIENTÍFICO
TIPOS DE CONHECIMENTOS
CONHECIMENTO
Objetivos de aprendizagem
 A palavra conhecimento tem sua origem no latim
cognitivo e pressupõe, necessariamente, a
existência de uma relação entre dois polos: de
um lado o sujeito e de outro o objeto.
 CONHECER = Incorporação de um conceito novo ou
original sobre algo ( fato ou fenômeno)
 CONHECIMENTO surge:
 De experiências acumuladas na vida cotidiana;
 De relacionamentos interpessoais;
 De outros instrumentos institucionalizados: livros ou
outros documentos.
 Ao longo de toda existência o homem vem
acumulando conhecimentos desde o seu
nascimento, conhecimentos vitais e necessários
para a sua sobrevivência. O conhecimento chega
a ser uma necessidade, uma capacidade
inerente ao ser humano.
Tipos de conhecimentos
 senso comum
 filosófico
 religioso
 científico.
senso comum
 É aquele obtido no dia a dia, independentemente
de estudos ou critérios de análise. Foi o primeiro
nível de contato do homem com o
mundo, acontecendo através de experiências
casuais e de erros e acertos.
 conceitua o conhecimento empírico como: “[...] é
o modo comum, espontâneo, pré-crítico de
conhecer. É o conhecimento do povo que atinge
os fatos sem lhes inquirir as causas”.
Filosófico
 A filosofia não é uma ciência propriamente
dita, mas um tipo de saber que procura desenvolver
no indivíduo a capacidade de raciocínio lógico e de
reflexão crítica, sem delimitar com exatidão o objeto
de estudo.
Exemplo:
"O homem é a ponte entre o animal e o além-
homem" (Friedrich Nietzsche)
Metodologia do trabalho científico
Religioso
 É o conhecimento à fé, ao divino, ou seja, à
existência de um Deus, seja ele o Sol, a
Lua, Jesus, ou qualquer outro que represente uma
autoridade suprema.
 O Conhecimento teológico, de forma
geral, encontra seu ápice respondendo aquilo que
a ciência não consegue responder, visto que ele é
incontestável ou dogmático, já que se baseia na
certeza da existência de um ser supremo (Fé).
 Os Conhecimentos ou verdades teológicas estão
registrados em livros sagrados, que não seguem
critérios científicos de verificação e são revelados por
seres iluminados como profetas ou santos, que estão
acima de qualquer contestação por receberem tais
ensinamentos diretamente de um Deus.
Exemplo:
Acreditar que alguém foi curado por um milagre;
 Acreditar em Duende;
 Acreditar em reencarnação;
 Acreditar no espiritismo.
Científico
 Ao contrário do empirismo, que fornece um
entendimento superficial, o conhecimento científico
busca a explicação profunda do fenômeno e suas
inter-relações com o meio.
 O conhecimento científico procura delimitar o
objeto alvo, buscando o rigor da exatidão, que pode
ser temporária, porém comprovada. Deve ser
provado com clareza e precisão, levando à
elaboração de leis universalmente válidas para
todos os fenômenos da mesma natureza.
 Sua origem está nos procedimentos de verificação
baseados na metodologia científica.
Exemplo:
Descobrir uma vacina que evite uma doença;
descobrir como se dá a respiração dos batráquios.
TIPOS DE PESQUISA
A pesquisa
 Pesquisa é um processo de investigação que se
interessa em descobrir as relações existentes entre
os aspectos que envolvem os
fatos, fenômenos, situações ou coisas.
 Toda pesquisa nasce do desejo de encontrar
resposta para uma questão, proporcionando a
quem pesquisa a aquisição de um novo
conhecimento.
 Pesquisar significa identificar uma dúvida que
necessite ser esclarecida e construir e executar o
processo que apresenta a solução desta, quando
não há teorias que a expliquem ou quando as
teorias que existem não estão aptas para fazê-lo.
 Portanto, pesquisar é descobrir, e assim sendo, é
um fato natural a todos os indivíduos.
 Existem várias formas de classificar as pesquisas
Do ponto de vista da sua natureza pode ser:
 Pesquisa Básica: objetiva gerar conhecimentos
novos, úteis para o avanço da ciência sem aplicação
prática prevista. Envolve verdades e interesses
universais.
 Pesquisa Aplicada: objetiva gerar conhecimentos para
aplicação prática dirigidos à solução de problemas
específicos. Envolve verdades e interesses locais.
Do ponto de vista da forma de abordagem do
problema pode ser:
- Pesquisa Quantitativa: considera que tudo pode ser
quantificável, o que significa traduzir em números
opiniões e informações para classificá-los e analisá-
los.
(percentagem, média, moda, mediana, desvio
padrão, coeficiente de correlação, análise de
regressão, etc.);
- Pesquisa Qualitativa: considera que há uma
relação dinâmica entre o mundo real e o sujeito, isto
é, um vínculo indissociável entre o mundo objetivo e a
subjetividade do sujeito que não pode ser traduzido em
números.
Não requer os uso de métodos e técnicas
estatísticas. O ambiente natural é a fonte direta para
coleta de dados e o pesquisador é o instrumento chave.
É descritiva. Os pesquisadores tendem a analisar seus
dados indutivamente. O processo e seu significado são
os focos principais de abordagem.
Classificação das pesquisas quanto ao nível
de profundidade ou objetivos do estudo
 exploratória – pesquisa realizada em área que há pouco
conhecimento sistematizado. Os problemas de pesquisa
exploratória geralmente não apresentam relações entre
variáveis. O pesquisador apenas constata e estuda a
frequência de uma variável.
 descritiva – expõe características de uma população.
Esta pesquisa é aquela que analisa, observa, registra e
correlaciona aspectos (variáveis) que envolvem fatos ou
fenômenos, sem manipulá-los.
intervencionista – interfere na realidade estudada no
sentido de modificá-la.
 explicativa – justifica as razões da existência de
alguns fatores. É o tipo de pesquisa que explica as razões
ou os porquês das coisas. Seu objetivo é oferecer
respostas às indagações, aos porquês.
 metodológica – refere-se a instrumentos de
manipulação da realidade.
 aplicada – objetiva buscar soluções práticas para
resolver problemas concretos.
As técnicas de pesquisa que podem ser
utilizadas na pesquisa exploratória são:
- formulários,
- questionários,
- entrevistas,
- fichas para registro de avaliações clínicas,
- leitura e documentação quando se tratar de
pesquisa bibliográfica.
A pesquisa descritiva pode aparecer sob
diversos tipos:
- documental,
- estudos de campo,
- levantamentos,
- Etc.
As principais técnicas de coleta de dados:
- formulários,
- entrevistas,
- questionários,
- fichas de registro para observação e coleta de dados
em documentos.
 A pesquisa explicativa pode aparecer sob a
forma de:
- pesquisa experimental e estudo de caso
controle.
classificação das pesquisas
quanto aos meios
- pesquisa de campo,
- pesquisa de laboratório,
- pesquisa documental,
- pesquisa bibliográfica,
- pesquisa experimental,
- estudo de caso.
Um Projeto de pesquisa, então deverá ter as
seguintes características:
 1 - Introdução (obrigatório)
 2 - Levantamento de Literatura (obrigatório)
 3 - Problema (obrigatório)
 4 - Hipótese (obrigatório)
 5 - Objetivos (obrigatório)
 6 - Justificativa (obrigatório)
 7 - Metodologia (obrigatório)
 8 - Cronograma (se achar necessário)
 9 - Recursos (se achar necessário)
 10 - Anexos (se achar necessário)
 11 - Referências (obrigatório)
 12 - Glossário (se achar necessário)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pesquisa Científica
Pesquisa CientíficaPesquisa Científica
Pesquisa Científica
sheilamayrink
 
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica   Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
jessicalaryl
 
Aula 1 metodologia científica
Aula 1   metodologia científicaAula 1   metodologia científica
Aula 1 metodologia científica
Ludmila Moura
 
0000919 aula 4 pesquisa científica tipos e modalidades
0000919 aula 4 pesquisa científica   tipos e modalidades0000919 aula 4 pesquisa científica   tipos e modalidades
0000919 aula 4 pesquisa científica tipos e modalidades
Daliane Nascimento
 
Aula 3 revisão de literatura e metodologia
Aula 3 revisão de literatura e metodologiaAula 3 revisão de literatura e metodologia
Aula 3 revisão de literatura e metodologia
bioalvarenga
 
METODOLOGIA CIENTÍFICA - Guia Simplificado para a Classificação de Pesquisas ...
METODOLOGIA CIENTÍFICA - Guia Simplificado para a Classificação de Pesquisas ...METODOLOGIA CIENTÍFICA - Guia Simplificado para a Classificação de Pesquisas ...
METODOLOGIA CIENTÍFICA - Guia Simplificado para a Classificação de Pesquisas ...
IFSC
 
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicosNormas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Patrícia Éderson Dias
 
Apresentação metodologia científica
Apresentação metodologia científicaApresentação metodologia científica
Apresentação metodologia científica
Cintia Nogueira de Carvalho
 
Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)
Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)
Am aulas de mic
Am  aulas de micAm  aulas de mic
Am aulas de mic
johnbank1
 
5 filosofia e ciencia
5 filosofia e ciencia 5 filosofia e ciencia
5 filosofia e ciencia
Erica Frau
 
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Nicolau Chaud
 
Introdução à Fenomenologia de Husserl.pdf
Introdução à Fenomenologia de Husserl.pdfIntrodução à Fenomenologia de Husserl.pdf
Introdução à Fenomenologia de Husserl.pdf
Felipe Pinho
 
Mtc métodos e técnicas de pesquisa - 2012
Mtc   métodos e técnicas de pesquisa - 2012Mtc   métodos e técnicas de pesquisa - 2012
Mtc métodos e técnicas de pesquisa - 2012
Jailson Borges Soares
 
Coleta de dados
Coleta de dadosColeta de dados
Coleta de dados
gallojunior
 
Senso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científicoSenso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científico
Helena Serrão
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Tipos de Pesquisa e Métodos Científicos
Tipos de Pesquisa e Métodos CientíficosTipos de Pesquisa e Métodos Científicos
Tipos de Pesquisa e Métodos Científicos
Francislaine Souza
 
Tipos De Estudo
Tipos De EstudoTipos De Estudo
Tipos De Estudo
Eduardo Vilas Boas
 
teste teste teste
teste teste testeteste teste teste
teste teste teste
mariatuzzin
 

Mais procurados (20)

Pesquisa Científica
Pesquisa CientíficaPesquisa Científica
Pesquisa Científica
 
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica   Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
 
Aula 1 metodologia científica
Aula 1   metodologia científicaAula 1   metodologia científica
Aula 1 metodologia científica
 
0000919 aula 4 pesquisa científica tipos e modalidades
0000919 aula 4 pesquisa científica   tipos e modalidades0000919 aula 4 pesquisa científica   tipos e modalidades
0000919 aula 4 pesquisa científica tipos e modalidades
 
Aula 3 revisão de literatura e metodologia
Aula 3 revisão de literatura e metodologiaAula 3 revisão de literatura e metodologia
Aula 3 revisão de literatura e metodologia
 
METODOLOGIA CIENTÍFICA - Guia Simplificado para a Classificação de Pesquisas ...
METODOLOGIA CIENTÍFICA - Guia Simplificado para a Classificação de Pesquisas ...METODOLOGIA CIENTÍFICA - Guia Simplificado para a Classificação de Pesquisas ...
METODOLOGIA CIENTÍFICA - Guia Simplificado para a Classificação de Pesquisas ...
 
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicosNormas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
 
Apresentação metodologia científica
Apresentação metodologia científicaApresentação metodologia científica
Apresentação metodologia científica
 
Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)
Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)
Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)
 
Am aulas de mic
Am  aulas de micAm  aulas de mic
Am aulas de mic
 
5 filosofia e ciencia
5 filosofia e ciencia 5 filosofia e ciencia
5 filosofia e ciencia
 
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
 
Introdução à Fenomenologia de Husserl.pdf
Introdução à Fenomenologia de Husserl.pdfIntrodução à Fenomenologia de Husserl.pdf
Introdução à Fenomenologia de Husserl.pdf
 
Mtc métodos e técnicas de pesquisa - 2012
Mtc   métodos e técnicas de pesquisa - 2012Mtc   métodos e técnicas de pesquisa - 2012
Mtc métodos e técnicas de pesquisa - 2012
 
Coleta de dados
Coleta de dadosColeta de dados
Coleta de dados
 
Senso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científicoSenso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científico
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
 
Tipos de Pesquisa e Métodos Científicos
Tipos de Pesquisa e Métodos CientíficosTipos de Pesquisa e Métodos Científicos
Tipos de Pesquisa e Métodos Científicos
 
Tipos De Estudo
Tipos De EstudoTipos De Estudo
Tipos De Estudo
 
teste teste teste
teste teste testeteste teste teste
teste teste teste
 

Destaque

Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
Raul Pacheco
 
Tipos de conhecimentos
Tipos de conhecimentosTipos de conhecimentos
Tipos de conhecimentos
Edinei Messias
 
conhecimento [conceito e tipos]
 conhecimento [conceito e tipos] conhecimento [conceito e tipos]
conhecimento [conceito e tipos]
Marcelo Dias Maj Marcelo CML
 
Os diversos tipos de conhecimento
Os diversos tipos de conhecimentoOs diversos tipos de conhecimento
Os diversos tipos de conhecimento
luciano barros
 
01 o conhecimento
01 o conhecimento01 o conhecimento
01 o conhecimento
Joao Balbi
 
Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico
Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico
Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico
Edimar Sartoro
 
Descritivo explicativo
Descritivo explicativoDescritivo explicativo
Descritivo explicativo
jrnunesfilho
 
O conhecimento mítico
O conhecimento míticoO conhecimento mítico
O conhecimento mítico
Italo Colares
 
Conhecimento mítico
Conhecimento míticoConhecimento mítico
Conhecimento mítico
Douglas Gregorio
 
Lógica Aristotélica
Lógica AristotélicaLógica Aristotélica
Lógica Aristotélica
Jorge Barbosa
 
Filosofia e Conhecimento 1
Filosofia e Conhecimento 1Filosofia e Conhecimento 1
Filosofia e Conhecimento 1
Jorge Barbosa
 
Métodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisaMétodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisa
Isabella Marra
 
Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...
Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...
Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...
Klicia Mendonca
 
Senso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científicoSenso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científico
José Antonio Ferreira da Silva
 
Os Tipos de Conhecimento
Os Tipos de ConhecimentoOs Tipos de Conhecimento
Os Tipos de Conhecimento
Jonathan Nascyn
 

Destaque (16)

Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
 
Tipos de conhecimentos
Tipos de conhecimentosTipos de conhecimentos
Tipos de conhecimentos
 
conhecimento [conceito e tipos]
 conhecimento [conceito e tipos] conhecimento [conceito e tipos]
conhecimento [conceito e tipos]
 
Os diversos tipos de conhecimento
Os diversos tipos de conhecimentoOs diversos tipos de conhecimento
Os diversos tipos de conhecimento
 
01 o conhecimento
01 o conhecimento01 o conhecimento
01 o conhecimento
 
Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico
Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico
Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico
 
Descritivo explicativo
Descritivo explicativoDescritivo explicativo
Descritivo explicativo
 
O conhecimento mítico
O conhecimento míticoO conhecimento mítico
O conhecimento mítico
 
Conhecimento mítico
Conhecimento míticoConhecimento mítico
Conhecimento mítico
 
Lógica Aristotélica
Lógica AristotélicaLógica Aristotélica
Lógica Aristotélica
 
Filosofia e Conhecimento 1
Filosofia e Conhecimento 1Filosofia e Conhecimento 1
Filosofia e Conhecimento 1
 
Métodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisaMétodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisa
 
Tipos de conhecimento
Tipos de conhecimentoTipos de conhecimento
Tipos de conhecimento
 
Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...
Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...
Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...
 
Senso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científicoSenso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científico
 
Os Tipos de Conhecimento
Os Tipos de ConhecimentoOs Tipos de Conhecimento
Os Tipos de Conhecimento
 

Semelhante a Metodologia do trabalho científico

metodologia de pesquisa I
metodologia de pesquisa Imetodologia de pesquisa I
metodologia de pesquisa I
RaulSilveiraSantos
 
Aula 01 - Conhecimento Científico
Aula 01 - Conhecimento CientíficoAula 01 - Conhecimento Científico
Aula 01 - Conhecimento Científico
Ghiordanno Bruno
 
Uso de conhecimento
Uso de conhecimentoUso de conhecimento
Alberto antonio nhatirre, turma r9, numero 01
Alberto antonio nhatirre, turma r9, numero 01Alberto antonio nhatirre, turma r9, numero 01
Alberto antonio nhatirre, turma r9, numero 01
Alberto Nhatirre
 
Apostila de metodologia científica
Apostila de metodologia científicaApostila de metodologia científica
Apostila de metodologia científica
Projovem Urbano
 
Curso de Epistemologia 4/6
Curso de Epistemologia 4/6Curso de Epistemologia 4/6
Curso de Epistemologia 4/6
Luiz Miranda-Sá
 
1 ciência e conhecimento
1 ciência e conhecimento1 ciência e conhecimento
1 ciência e conhecimento
Lucimar Teixeira Rodrigues
 
Metodologia do Trabalho Científico slides unidade 1.pptx
Metodologia do Trabalho Científico slides unidade 1.pptxMetodologia do Trabalho Científico slides unidade 1.pptx
Metodologia do Trabalho Científico slides unidade 1.pptx
Sinara Duarte
 
Revisão
RevisãoRevisão
Alberto Nhatirre
Alberto NhatirreAlberto Nhatirre
Alberto Nhatirre
Alberto Nhatirre
 
AULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptx
AULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptxAULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptx
AULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptx
AntnioNeto744703
 
MIC-Métodos-2021.pptx
MIC-Métodos-2021.pptxMIC-Métodos-2021.pptx
MIC-Métodos-2021.pptx
VenncioCorreia
 
Metodologia de pesquisa i 2015
Metodologia de pesquisa i 2015Metodologia de pesquisa i 2015
Metodologia de pesquisa i 2015
Alexandre Felipe
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
Edmo Aguera
 
1 slides.pdf
1 slides.pdf1 slides.pdf
1 slides.pdf
BrandoneLeeOficial
 
Aula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdf
Aula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdfAula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdf
Aula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdf
GiseleDias67
 
PPT__Aula 2_Ciencias-Humanas_vs_Naturais.pdf
PPT__Aula 2_Ciencias-Humanas_vs_Naturais.pdfPPT__Aula 2_Ciencias-Humanas_vs_Naturais.pdf
PPT__Aula 2_Ciencias-Humanas_vs_Naturais.pdf
ManuelTalacuece
 
Aula1 metodologia de pesquisa aplicada
Aula1  metodologia de pesquisa aplicadaAula1  metodologia de pesquisa aplicada
Aula1 metodologia de pesquisa aplicada
Marcos Sérgio
 
Slide projeto
Slide projetoSlide projeto
Slide projeto
luciamaral
 
aula 1 noçoes iniciais - metodologia e conhecimento (1).pptx
aula 1 noçoes iniciais - metodologia e conhecimento (1).pptxaula 1 noçoes iniciais - metodologia e conhecimento (1).pptx
aula 1 noçoes iniciais - metodologia e conhecimento (1).pptx
leidianecarvalhoc
 

Semelhante a Metodologia do trabalho científico (20)

metodologia de pesquisa I
metodologia de pesquisa Imetodologia de pesquisa I
metodologia de pesquisa I
 
Aula 01 - Conhecimento Científico
Aula 01 - Conhecimento CientíficoAula 01 - Conhecimento Científico
Aula 01 - Conhecimento Científico
 
Uso de conhecimento
Uso de conhecimentoUso de conhecimento
Uso de conhecimento
 
Alberto antonio nhatirre, turma r9, numero 01
Alberto antonio nhatirre, turma r9, numero 01Alberto antonio nhatirre, turma r9, numero 01
Alberto antonio nhatirre, turma r9, numero 01
 
Apostila de metodologia científica
Apostila de metodologia científicaApostila de metodologia científica
Apostila de metodologia científica
 
Curso de Epistemologia 4/6
Curso de Epistemologia 4/6Curso de Epistemologia 4/6
Curso de Epistemologia 4/6
 
1 ciência e conhecimento
1 ciência e conhecimento1 ciência e conhecimento
1 ciência e conhecimento
 
Metodologia do Trabalho Científico slides unidade 1.pptx
Metodologia do Trabalho Científico slides unidade 1.pptxMetodologia do Trabalho Científico slides unidade 1.pptx
Metodologia do Trabalho Científico slides unidade 1.pptx
 
Revisão
RevisãoRevisão
Revisão
 
Alberto Nhatirre
Alberto NhatirreAlberto Nhatirre
Alberto Nhatirre
 
AULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptx
AULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptxAULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptx
AULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptx
 
MIC-Métodos-2021.pptx
MIC-Métodos-2021.pptxMIC-Métodos-2021.pptx
MIC-Métodos-2021.pptx
 
Metodologia de pesquisa i 2015
Metodologia de pesquisa i 2015Metodologia de pesquisa i 2015
Metodologia de pesquisa i 2015
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
1 slides.pdf
1 slides.pdf1 slides.pdf
1 slides.pdf
 
Aula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdf
Aula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdfAula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdf
Aula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdf
 
PPT__Aula 2_Ciencias-Humanas_vs_Naturais.pdf
PPT__Aula 2_Ciencias-Humanas_vs_Naturais.pdfPPT__Aula 2_Ciencias-Humanas_vs_Naturais.pdf
PPT__Aula 2_Ciencias-Humanas_vs_Naturais.pdf
 
Aula1 metodologia de pesquisa aplicada
Aula1  metodologia de pesquisa aplicadaAula1  metodologia de pesquisa aplicada
Aula1 metodologia de pesquisa aplicada
 
Slide projeto
Slide projetoSlide projeto
Slide projeto
 
aula 1 noçoes iniciais - metodologia e conhecimento (1).pptx
aula 1 noçoes iniciais - metodologia e conhecimento (1).pptxaula 1 noçoes iniciais - metodologia e conhecimento (1).pptx
aula 1 noçoes iniciais - metodologia e conhecimento (1).pptx
 

Último

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
responder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdfresponder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdf
marcos oliveira
 
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: CronologiaOs Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Renato Henriques
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 

Último (20)

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
responder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdfresponder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdf
 
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: CronologiaOs Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 

Metodologia do trabalho científico

  • 1. TIPOS DE PERSQUISA TIPOS DE CONHECIMENTOS METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO
  • 3. CONHECIMENTO Objetivos de aprendizagem  A palavra conhecimento tem sua origem no latim cognitivo e pressupõe, necessariamente, a existência de uma relação entre dois polos: de um lado o sujeito e de outro o objeto.
  • 4.  CONHECER = Incorporação de um conceito novo ou original sobre algo ( fato ou fenômeno)  CONHECIMENTO surge:  De experiências acumuladas na vida cotidiana;  De relacionamentos interpessoais;  De outros instrumentos institucionalizados: livros ou outros documentos.
  • 5.  Ao longo de toda existência o homem vem acumulando conhecimentos desde o seu nascimento, conhecimentos vitais e necessários para a sua sobrevivência. O conhecimento chega a ser uma necessidade, uma capacidade inerente ao ser humano.
  • 6. Tipos de conhecimentos  senso comum  filosófico  religioso  científico.
  • 7. senso comum  É aquele obtido no dia a dia, independentemente de estudos ou critérios de análise. Foi o primeiro nível de contato do homem com o mundo, acontecendo através de experiências casuais e de erros e acertos.  conceitua o conhecimento empírico como: “[...] é o modo comum, espontâneo, pré-crítico de conhecer. É o conhecimento do povo que atinge os fatos sem lhes inquirir as causas”.
  • 8. Filosófico  A filosofia não é uma ciência propriamente dita, mas um tipo de saber que procura desenvolver no indivíduo a capacidade de raciocínio lógico e de reflexão crítica, sem delimitar com exatidão o objeto de estudo. Exemplo: "O homem é a ponte entre o animal e o além- homem" (Friedrich Nietzsche)
  • 10. Religioso  É o conhecimento à fé, ao divino, ou seja, à existência de um Deus, seja ele o Sol, a Lua, Jesus, ou qualquer outro que represente uma autoridade suprema.  O Conhecimento teológico, de forma geral, encontra seu ápice respondendo aquilo que a ciência não consegue responder, visto que ele é incontestável ou dogmático, já que se baseia na certeza da existência de um ser supremo (Fé).
  • 11.  Os Conhecimentos ou verdades teológicas estão registrados em livros sagrados, que não seguem critérios científicos de verificação e são revelados por seres iluminados como profetas ou santos, que estão acima de qualquer contestação por receberem tais ensinamentos diretamente de um Deus. Exemplo: Acreditar que alguém foi curado por um milagre;  Acreditar em Duende;  Acreditar em reencarnação;  Acreditar no espiritismo.
  • 12. Científico  Ao contrário do empirismo, que fornece um entendimento superficial, o conhecimento científico busca a explicação profunda do fenômeno e suas inter-relações com o meio.  O conhecimento científico procura delimitar o objeto alvo, buscando o rigor da exatidão, que pode ser temporária, porém comprovada. Deve ser provado com clareza e precisão, levando à elaboração de leis universalmente válidas para todos os fenômenos da mesma natureza.
  • 13.  Sua origem está nos procedimentos de verificação baseados na metodologia científica. Exemplo: Descobrir uma vacina que evite uma doença; descobrir como se dá a respiração dos batráquios.
  • 15. A pesquisa  Pesquisa é um processo de investigação que se interessa em descobrir as relações existentes entre os aspectos que envolvem os fatos, fenômenos, situações ou coisas.  Toda pesquisa nasce do desejo de encontrar resposta para uma questão, proporcionando a quem pesquisa a aquisição de um novo conhecimento.
  • 16.  Pesquisar significa identificar uma dúvida que necessite ser esclarecida e construir e executar o processo que apresenta a solução desta, quando não há teorias que a expliquem ou quando as teorias que existem não estão aptas para fazê-lo.  Portanto, pesquisar é descobrir, e assim sendo, é um fato natural a todos os indivíduos.
  • 17.  Existem várias formas de classificar as pesquisas Do ponto de vista da sua natureza pode ser:  Pesquisa Básica: objetiva gerar conhecimentos novos, úteis para o avanço da ciência sem aplicação prática prevista. Envolve verdades e interesses universais.  Pesquisa Aplicada: objetiva gerar conhecimentos para aplicação prática dirigidos à solução de problemas específicos. Envolve verdades e interesses locais.
  • 18. Do ponto de vista da forma de abordagem do problema pode ser: - Pesquisa Quantitativa: considera que tudo pode ser quantificável, o que significa traduzir em números opiniões e informações para classificá-los e analisá- los. (percentagem, média, moda, mediana, desvio padrão, coeficiente de correlação, análise de regressão, etc.);
  • 19. - Pesquisa Qualitativa: considera que há uma relação dinâmica entre o mundo real e o sujeito, isto é, um vínculo indissociável entre o mundo objetivo e a subjetividade do sujeito que não pode ser traduzido em números. Não requer os uso de métodos e técnicas estatísticas. O ambiente natural é a fonte direta para coleta de dados e o pesquisador é o instrumento chave. É descritiva. Os pesquisadores tendem a analisar seus dados indutivamente. O processo e seu significado são os focos principais de abordagem.
  • 20. Classificação das pesquisas quanto ao nível de profundidade ou objetivos do estudo  exploratória – pesquisa realizada em área que há pouco conhecimento sistematizado. Os problemas de pesquisa exploratória geralmente não apresentam relações entre variáveis. O pesquisador apenas constata e estuda a frequência de uma variável.  descritiva – expõe características de uma população. Esta pesquisa é aquela que analisa, observa, registra e correlaciona aspectos (variáveis) que envolvem fatos ou fenômenos, sem manipulá-los. intervencionista – interfere na realidade estudada no sentido de modificá-la.
  • 21.  explicativa – justifica as razões da existência de alguns fatores. É o tipo de pesquisa que explica as razões ou os porquês das coisas. Seu objetivo é oferecer respostas às indagações, aos porquês.  metodológica – refere-se a instrumentos de manipulação da realidade.  aplicada – objetiva buscar soluções práticas para resolver problemas concretos.
  • 22. As técnicas de pesquisa que podem ser utilizadas na pesquisa exploratória são: - formulários, - questionários, - entrevistas, - fichas para registro de avaliações clínicas, - leitura e documentação quando se tratar de pesquisa bibliográfica.
  • 23. A pesquisa descritiva pode aparecer sob diversos tipos: - documental, - estudos de campo, - levantamentos, - Etc. As principais técnicas de coleta de dados: - formulários, - entrevistas, - questionários, - fichas de registro para observação e coleta de dados em documentos.
  • 24.  A pesquisa explicativa pode aparecer sob a forma de: - pesquisa experimental e estudo de caso controle.
  • 25. classificação das pesquisas quanto aos meios - pesquisa de campo, - pesquisa de laboratório, - pesquisa documental, - pesquisa bibliográfica, - pesquisa experimental, - estudo de caso.
  • 26. Um Projeto de pesquisa, então deverá ter as seguintes características:  1 - Introdução (obrigatório)  2 - Levantamento de Literatura (obrigatório)  3 - Problema (obrigatório)  4 - Hipótese (obrigatório)  5 - Objetivos (obrigatório)  6 - Justificativa (obrigatório)  7 - Metodologia (obrigatório)  8 - Cronograma (se achar necessário)  9 - Recursos (se achar necessário)  10 - Anexos (se achar necessário)  11 - Referências (obrigatório)  12 - Glossário (se achar necessário)