SlideShare uma empresa Scribd logo
METODOLOGIA CIENTÍFICA Prof. Dr. Adenomar Carvalho <adenomarc@yahoo.com.br>
Introdução A ciência – medo, misticismo e ciência;  A evolução da ciência;  Definição de ciência.
Introdução A disciplina de Metodologia Científica é uma das mais rejeitadas pelos estudantes em praticamente todos os cursos de graduação.  A disciplina Metodologia Científica é eminentemente prática e deve estimular os estudantes para que busquem motivações para encontrar respostas às suas dúvidas.
Se nos referimos a um curso superior, estamos naturalmente nos referindo a uma Academia de Ciência e, como tal, as respostas aos problemas de aquisição de conhecimento deveriam ser buscadas através do rigor científico e apresentadas através das normas acadêmicas vigentes.
Dito isto, parece que fica claro que  metodologia científica  não é um simples conteúdo a ser decorado pelos alunos, para ser verificado num dia de prova; trata-se de fornecer aos estudantes um instrumental indispensável para que sejam capazes de atingir os objetivos da Academia, que são o estudo e a pesquisa em qualquer área do conhecimento. Trata-se então de se aprender fazendo, como sugere os conceitos mais modernos da Pedagogia.
1) METODOLOGIA CIENTÍFICA: O QUE É? Metodologia Científica nada mais é do que a disciplina que &quot; estuda os caminhos do saber &quot;, se entendermos que &quot; método &quot; quer dizer caminho, &quot; logia &quot; quer dizer estudo e &quot; ciência &quot; que dizer saber.
2)  A  Ciência  Do medo à Ciência A evolução humana corresponde ao desenvolvimento de sua inteligência. Sendo assim, podemos definir três níveis de desenvolvimento da inteligência dos seres humanos desde o surgimento dos primeiros hominídeos:  o medo, o misticismo e a ciência .
2.1) O medo Os seres humanos pré-históricos não conseguiam entender os fenômenos da natureza. Por este motivo, suas reações eram sempre de medo: tinham medo das tempestades e do desconhecido. Como não conseguiam compreender o que se passava diante deles, não lhes restava outra alternativa senão o medo e o espanto daquilo que presenciavam.
2.2) O misticismo Num segundo momento, a inteligência humana evoluiu do medo para a tentativa de explicação dos fenômenos através do pensamento mágico, das crenças e das superstições. Era, sem dúvida, uma evolução já que tentavam explicar o que viam.  Assim, as tempestades podiam ser fruto de uma ira divina, a boa colheita da benevolência dos mitos, as desgraças ou as fortunas do casamento do humano com o mágico.
2.3) A ciência Como as explicações mágicas não bastavam para compreender os fenômenos, os seres humanos finalmente evoluíram para a busca de respostas através de caminhos que pudessem ser comprovados. Dessa forma, nasceu a  ciência metódica , que procura sempre uma aproximação com a lógica.           
O ser humano é o único animal na natureza com capacidade de pensar. Esta característica permite que os seres humanos sejam capazes de refletir sobre o significado de suas próprias experiências. Assim sendo, é capaz de novas descobertas e de transmiti-las a seus descendentes.  O desenvolvimento do conhecimento humano está intrinsecamente ligado à sua característica de viver em grupo, ou seja, o saber de um indivíduo é transmitido a outro, que, por sua vez, aproveita-se deste saber para somar outro. Assim evolui a ciência.
3) A evolução da ciência O  Método Científico  surgiu como uma tentativa de organizar o pensamento para se chegar ao meio mais adequado de conhecer e controlar a natureza.  Já no fim do período do  Renascimento , Francis Bacon pregava o método indutivo como meio de se produzir o conhecimento. Este método entendia o conhecimento como resultado de experimentações contínuas e do aprofundamento do conhecimento empírico.
Por outro lado, através de seu  discurso sobre o método , René Descartes defendeu o método dedutivo como aquele que possibilitaria a aquisição do conhecimento através da elaboração lógica de hipóteses e a busca de sua confirmação ou negação.
A neutralidade científica  É sabido que, para se fazer uma análise desapaixonada de qualquer tema, é necessário que o pesquisador mantenha uma certa distância emocional do assunto abordado. Mas será isso possível? Seria possível um padre, ao analisar a evolução histórica da Igreja, manter-se afastado de sua própria história de vida? Ou, ao contrário, um pesquisador ateu abordar um tema religioso sem um conseqüente envolvimento ideológico nos caminhos de sua pesquisa?
Provavelmente a resposta seria não. Mas, ao mesmo tempo, a consciência desta realidade pode nos preparar para trabalhar esta variável de forma que os resultados da pesquisa não sofram interferências além das esperadas.  É preciso que o pesquisador tenha consciência da possibilidade de interferência de sua formação moral, religiosa, cultural e de sua carga de valores para que os resultados da pesquisa não sejam influenciados por eles além do aceitável.
4) Tipos de Pesquisa   Pesquisa é o mesmo que busca ou procura. Pesquisar, portanto, é buscar ou procurar resposta para alguma coisa. Em se tratando de Ciência, a pesquisa é a busca de solução a um problema que  alguém queira saber a resposta. Não gosto de dizer que se faz ciência, mas que se produz ciência através de uma pesquisa.  Pesquisa é, portanto, o caminho para se chegar à ciência, ao conhecimento.
É na pesquisa que utilizaremos diferentes instrumentos para se chegar a uma resposta mais precisa.  O instrumento ideal deverá ser estipulado pelo pesquisador para se atingir os resultados ideais. Num exemplo grosseiro eu não poderia procurar um tesouro numa praia cavando um buraco com uma picareta; eu precisaria de uma pá. Da mesma forma eu não poderia fazer um buraco no cimento com uma pá; eu precisaria de uma picareta. Por isso a importância de se definir o tipo de pesquisa e da escolha do instrumental ideal a ser utilizado.
A Ciência, através da evolução de seus conceitos, está dividida por áreas do conhecimento.  Assim, hoje temos conhecimento das Ciências Humanas, Sociais, Biológicas, Exatas, entre outras. Mesmo estas divisões têm outras sub-divisões.
4.1) Pesquisa Experimental É toda pesquisa que envolve algum tipo de experimento.  Exemplo:  Pinga-se uma gota de ácido numa placa de metal para observar o resultado.
4.2) Pesquisa Exploratória É toda pesquisa que busca constatar algo num organismo ou num fenômeno.  Exemplo:  Saber como os peixes respiram.
4.3) Pesquisa Social É toda pesquisa que busca respostas de um grupo social.  Exemplo:  Saber quais os hábitos alimentares de uma comunidade específica.
4.4) Pesquisa Histórica É toda pesquisa que estuda o passado.  Exemplo:  Saber de que forma se deu a Proclamação da República brasileira.
4.5) Pesquisa Teórica É toda pesquisa que analisa uma determinada teoria. Exemplo:  Saber o que é a  Neutralidade Científica .
Metodologia... Na Web http://www.abnt.org.br http://www.stetnet.com.br/normaliza/referencia.htm http://www.inf.ufsm.br/~cattani/ http://www.eac.fea.usp.br/metodologia/ http://www.dcc.ufrj.br/fimcur/manual.html http://www.inf.ufrgs.br/biblioteca/html/normas.htm http://www.pedagogiaemfoco.pro.br/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica   Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
jessicalaryl
 
Apresentação metodologia da pesquisa
Apresentação   metodologia da pesquisaApresentação   metodologia da pesquisa
Apresentação metodologia da pesquisa
Faculdade Metropolitanas Unidas - FMU
 
Metodologia Científica - Tipos de Pesquisa
Metodologia Científica - Tipos de PesquisaMetodologia Científica - Tipos de Pesquisa
Metodologia Científica - Tipos de Pesquisa
Karlandrade26
 
Modelo de pre projeto tcc
Modelo de pre projeto tccModelo de pre projeto tcc
Modelo de pre projeto tcc
Rosane Domingues
 
O Estudo De Caso
O Estudo De CasoO Estudo De Caso
O Estudo De Caso
calaisgarcia
 
Tipos de pesquisa
Tipos de pesquisaTipos de pesquisa
Tipos de pesquisa
lilianpinheiro2015
 
Lista de verbos para projeto de pesquisa
Lista de verbos para projeto de pesquisaLista de verbos para projeto de pesquisa
Lista de verbos para projeto de pesquisa
marildabacana
 
Pesquisa Qualitativa e Quantitativa
Pesquisa Qualitativa e QuantitativaPesquisa Qualitativa e Quantitativa
Pesquisa Qualitativa e Quantitativa
jlpaesjr
 
Modelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de PesquisaModelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de Pesquisa
José Antonio Ferreira da Silva
 
Pesquisa Científica
Pesquisa CientíficaPesquisa Científica
Pesquisa Científica
sheilamayrink
 
Estudo de Caso
Estudo de CasoEstudo de Caso
Estudo de Caso
Felipe Silva
 
O que é ciência
O que é ciênciaO que é ciência
O que é ciência
Italo Colares
 
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva MuñozTCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
Rilva Lopes de Sousa Muñoz
 
Modelos de síntese
Modelos de sínteseModelos de síntese
Modelos de síntese
denisecgomes
 
19 elaboração da metodologia
19 elaboração da metodologia19 elaboração da metodologia
19 elaboração da metodologia
Joao Balbi
 
Apresentação metodologia científica
Apresentação metodologia científicaApresentação metodologia científica
Apresentação metodologia científica
Cintia Nogueira de Carvalho
 
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Nicolau Chaud
 
Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)
Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)
Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)
Cleide Magáli dos Santos
 
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De PesquisaComo Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
mauricio aquino
 
Resenha crítica modelo
Resenha crítica   modeloResenha crítica   modelo
Resenha crítica modelo
taise_paz
 

Mais procurados (20)

Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica   Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
 
Apresentação metodologia da pesquisa
Apresentação   metodologia da pesquisaApresentação   metodologia da pesquisa
Apresentação metodologia da pesquisa
 
Metodologia Científica - Tipos de Pesquisa
Metodologia Científica - Tipos de PesquisaMetodologia Científica - Tipos de Pesquisa
Metodologia Científica - Tipos de Pesquisa
 
Modelo de pre projeto tcc
Modelo de pre projeto tccModelo de pre projeto tcc
Modelo de pre projeto tcc
 
O Estudo De Caso
O Estudo De CasoO Estudo De Caso
O Estudo De Caso
 
Tipos de pesquisa
Tipos de pesquisaTipos de pesquisa
Tipos de pesquisa
 
Lista de verbos para projeto de pesquisa
Lista de verbos para projeto de pesquisaLista de verbos para projeto de pesquisa
Lista de verbos para projeto de pesquisa
 
Pesquisa Qualitativa e Quantitativa
Pesquisa Qualitativa e QuantitativaPesquisa Qualitativa e Quantitativa
Pesquisa Qualitativa e Quantitativa
 
Modelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de PesquisaModelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de Pesquisa
 
Pesquisa Científica
Pesquisa CientíficaPesquisa Científica
Pesquisa Científica
 
Estudo de Caso
Estudo de CasoEstudo de Caso
Estudo de Caso
 
O que é ciência
O que é ciênciaO que é ciência
O que é ciência
 
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva MuñozTCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
TCC: Discussão e Conclusões - Profa. Rilva Muñoz
 
Modelos de síntese
Modelos de sínteseModelos de síntese
Modelos de síntese
 
19 elaboração da metodologia
19 elaboração da metodologia19 elaboração da metodologia
19 elaboração da metodologia
 
Apresentação metodologia científica
Apresentação metodologia científicaApresentação metodologia científica
Apresentação metodologia científica
 
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
 
Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)
Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)
Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)
 
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De PesquisaComo Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
 
Resenha crítica modelo
Resenha crítica   modeloResenha crítica   modelo
Resenha crítica modelo
 

Destaque

Modelo dos slides de apresentação da defesa
Modelo dos slides de apresentação da defesaModelo dos slides de apresentação da defesa
Modelo dos slides de apresentação da defesa
bebel2011
 
Metodologia apresentações ppt
Metodologia apresentações pptMetodologia apresentações ppt
Metodologia apresentações ppt
Bento Oliveira
 
Programa bolsa familia
Programa bolsa familiaPrograma bolsa familia
Programa bolsa familia
thalypascual
 
Metodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos Científicos
Metodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos CientíficosMetodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos Científicos
Metodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos Científicos
Hamilton Nobrega
 
Slide Bolsa Família
Slide Bolsa FamíliaSlide Bolsa Família
Slide Bolsa Família
Jomari
 
Bolsa familia
Bolsa familiaBolsa familia
Bolsa familia
Alinebrauna Brauna
 
Bolsa família
Bolsa famíliaBolsa família
Bolsa família
arienjuli
 
Atividade física idosos
Atividade física   idososAtividade física   idosos
Atividade física idosos
Rosimeire Santos
 
Tuberculose (trabalho/apresentação ppt) - Ana Margarida Pinto
Tuberculose (trabalho/apresentação ppt) - Ana Margarida PintoTuberculose (trabalho/apresentação ppt) - Ana Margarida Pinto
Tuberculose (trabalho/apresentação ppt) - Ana Margarida Pinto
AMLDRP
 
Trab Pronto D Tuberculose
Trab Pronto D TuberculoseTrab Pronto D Tuberculose
Trab Pronto D Tuberculose
ITPAC PORTO
 
Pesquisa Correlacional
Pesquisa CorrelacionalPesquisa Correlacional
Pesquisa Correlacional
Hilma Khoury
 
Metodos de Pesquisa em Psicologia
Metodos de Pesquisa em PsicologiaMetodos de Pesquisa em Psicologia
Metodos de Pesquisa em Psicologia
Hilma Khoury
 
Tuberculose
TuberculoseTuberculose
Tuberculose
Inês Santos
 
Normas powerpoint esaof
Normas powerpoint esaofNormas powerpoint esaof
Normas powerpoint esaof
Eduardo Roque
 
Métodos Quantitativos e Pesquisa em Ciências Sociais - Ramos, 2013 (Síntese d...
Métodos Quantitativos e Pesquisa em Ciências Sociais - Ramos, 2013 (Síntese d...Métodos Quantitativos e Pesquisa em Ciências Sociais - Ramos, 2013 (Síntese d...
Métodos Quantitativos e Pesquisa em Ciências Sociais - Ramos, 2013 (Síntese d...
Laboratório de Políticas Públicas Participativas
 
Algumas normas para realização de um PowerPoint
Algumas normas para realização de um PowerPointAlgumas normas para realização de um PowerPoint
Algumas normas para realização de um PowerPoint
José Alemão
 

Destaque (16)

Modelo dos slides de apresentação da defesa
Modelo dos slides de apresentação da defesaModelo dos slides de apresentação da defesa
Modelo dos slides de apresentação da defesa
 
Metodologia apresentações ppt
Metodologia apresentações pptMetodologia apresentações ppt
Metodologia apresentações ppt
 
Programa bolsa familia
Programa bolsa familiaPrograma bolsa familia
Programa bolsa familia
 
Metodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos Científicos
Metodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos CientíficosMetodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos Científicos
Metodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos Científicos
 
Slide Bolsa Família
Slide Bolsa FamíliaSlide Bolsa Família
Slide Bolsa Família
 
Bolsa familia
Bolsa familiaBolsa familia
Bolsa familia
 
Bolsa família
Bolsa famíliaBolsa família
Bolsa família
 
Atividade física idosos
Atividade física   idososAtividade física   idosos
Atividade física idosos
 
Tuberculose (trabalho/apresentação ppt) - Ana Margarida Pinto
Tuberculose (trabalho/apresentação ppt) - Ana Margarida PintoTuberculose (trabalho/apresentação ppt) - Ana Margarida Pinto
Tuberculose (trabalho/apresentação ppt) - Ana Margarida Pinto
 
Trab Pronto D Tuberculose
Trab Pronto D TuberculoseTrab Pronto D Tuberculose
Trab Pronto D Tuberculose
 
Pesquisa Correlacional
Pesquisa CorrelacionalPesquisa Correlacional
Pesquisa Correlacional
 
Metodos de Pesquisa em Psicologia
Metodos de Pesquisa em PsicologiaMetodos de Pesquisa em Psicologia
Metodos de Pesquisa em Psicologia
 
Tuberculose
TuberculoseTuberculose
Tuberculose
 
Normas powerpoint esaof
Normas powerpoint esaofNormas powerpoint esaof
Normas powerpoint esaof
 
Métodos Quantitativos e Pesquisa em Ciências Sociais - Ramos, 2013 (Síntese d...
Métodos Quantitativos e Pesquisa em Ciências Sociais - Ramos, 2013 (Síntese d...Métodos Quantitativos e Pesquisa em Ciências Sociais - Ramos, 2013 (Síntese d...
Métodos Quantitativos e Pesquisa em Ciências Sociais - Ramos, 2013 (Síntese d...
 
Algumas normas para realização de um PowerPoint
Algumas normas para realização de um PowerPointAlgumas normas para realização de um PowerPoint
Algumas normas para realização de um PowerPoint
 

Semelhante a Introdução à Metodologia

Bom introdução metodologia
Bom introdução metodologiaBom introdução metodologia
Bom introdução metodologia
Prefeitura de São Luís
 
Metodologia Científica na Publicação de Artigos no Brasil
Metodologia Científica na Publicação de Artigos no BrasilMetodologia Científica na Publicação de Artigos no Brasil
Metodologia Científica na Publicação de Artigos no Brasil
Gisele Finatti Baraglio
 
AULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptx
AULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptxAULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptx
AULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptx
AntnioNeto744703
 
Introdução a Metodologia Científica.pdf
Introdução a Metodologia Científica.pdfIntrodução a Metodologia Científica.pdf
Introdução a Metodologia Científica.pdf
GabrielDominguesRoch
 
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Apresentação e Aula Introdutória.pptx
Apresentação e Aula Introdutória.pptxApresentação e Aula Introdutória.pptx
Apresentação e Aula Introdutória.pptx
Luiz Eduardo
 
Apostila de metodologia científica
Apostila de metodologia científicaApostila de metodologia científica
Apostila de metodologia científica
Projovem Urbano
 
Apostila do projeto integrador i
Apostila do projeto integrador iApostila do projeto integrador i
Apostila do projeto integrador i
Elizabete Dias
 
Aula 1 - ciência.. construção de conhecimento
Aula 1  - ciência.. construção de conhecimentoAula 1  - ciência.. construção de conhecimento
Aula 1 - ciência.. construção de conhecimento
aula123456
 
1 slides.pdf
1 slides.pdf1 slides.pdf
1 slides.pdf
BrandoneLeeOficial
 
Métodologia Científica
Métodologia Científica Métodologia Científica
Métodologia Científica
Pedro Felipe
 
DIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdf
DIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdfDIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdf
DIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdf
AteliAryPersonalizad
 
MIC-Métodos-2021.pptx
MIC-Métodos-2021.pptxMIC-Métodos-2021.pptx
MIC-Métodos-2021.pptx
VenncioCorreia
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
A IMPORTÂNCIA DA METODOLOGIA CIENTÍFICA: PESQUISAR PARA SABER
A IMPORTÂNCIA DA METODOLOGIA CIENTÍFICA: PESQUISAR PARA SABER A IMPORTÂNCIA DA METODOLOGIA CIENTÍFICA: PESQUISAR PARA SABER
A IMPORTÂNCIA DA METODOLOGIA CIENTÍFICA: PESQUISAR PARA SABER
Joyce Mourão
 
Método Científico
Método CientíficoMétodo Científico
Método Científico
JonatasBenevenuto
 
A
AA
Alberto Nhatirre
Alberto NhatirreAlberto Nhatirre
Alberto Nhatirre
Alberto Nhatirre
 
slides_-_tutor_externo_SLIDES_UNIDADE_01_INTRODUÇÃO_A_EDUCAÇÃO_FISICA_18_01_2...
slides_-_tutor_externo_SLIDES_UNIDADE_01_INTRODUÇÃO_A_EDUCAÇÃO_FISICA_18_01_2...slides_-_tutor_externo_SLIDES_UNIDADE_01_INTRODUÇÃO_A_EDUCAÇÃO_FISICA_18_01_2...
slides_-_tutor_externo_SLIDES_UNIDADE_01_INTRODUÇÃO_A_EDUCAÇÃO_FISICA_18_01_2...
TharykBatatinha
 
Alvorada rh-tecno-métodos e técnicas de pesquisa
Alvorada rh-tecno-métodos e técnicas de pesquisaAlvorada rh-tecno-métodos e técnicas de pesquisa
Alvorada rh-tecno-métodos e técnicas de pesquisa
André de Oliveira
 

Semelhante a Introdução à Metodologia (20)

Bom introdução metodologia
Bom introdução metodologiaBom introdução metodologia
Bom introdução metodologia
 
Metodologia Científica na Publicação de Artigos no Brasil
Metodologia Científica na Publicação de Artigos no BrasilMetodologia Científica na Publicação de Artigos no Brasil
Metodologia Científica na Publicação de Artigos no Brasil
 
AULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptx
AULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptxAULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptx
AULA 01 - CONHECIMENTOS E PESQUISA CIENTÍFICA.pptx
 
Introdução a Metodologia Científica.pdf
Introdução a Metodologia Científica.pdfIntrodução a Metodologia Científica.pdf
Introdução a Metodologia Científica.pdf
 
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
 
Apresentação e Aula Introdutória.pptx
Apresentação e Aula Introdutória.pptxApresentação e Aula Introdutória.pptx
Apresentação e Aula Introdutória.pptx
 
Apostila de metodologia científica
Apostila de metodologia científicaApostila de metodologia científica
Apostila de metodologia científica
 
Apostila do projeto integrador i
Apostila do projeto integrador iApostila do projeto integrador i
Apostila do projeto integrador i
 
Aula 1 - ciência.. construção de conhecimento
Aula 1  - ciência.. construção de conhecimentoAula 1  - ciência.. construção de conhecimento
Aula 1 - ciência.. construção de conhecimento
 
1 slides.pdf
1 slides.pdf1 slides.pdf
1 slides.pdf
 
Métodologia Científica
Métodologia Científica Métodologia Científica
Métodologia Científica
 
DIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdf
DIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdfDIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdf
DIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdf
 
MIC-Métodos-2021.pptx
MIC-Métodos-2021.pptxMIC-Métodos-2021.pptx
MIC-Métodos-2021.pptx
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
A IMPORTÂNCIA DA METODOLOGIA CIENTÍFICA: PESQUISAR PARA SABER
A IMPORTÂNCIA DA METODOLOGIA CIENTÍFICA: PESQUISAR PARA SABER A IMPORTÂNCIA DA METODOLOGIA CIENTÍFICA: PESQUISAR PARA SABER
A IMPORTÂNCIA DA METODOLOGIA CIENTÍFICA: PESQUISAR PARA SABER
 
Método Científico
Método CientíficoMétodo Científico
Método Científico
 
A
AA
A
 
Alberto Nhatirre
Alberto NhatirreAlberto Nhatirre
Alberto Nhatirre
 
slides_-_tutor_externo_SLIDES_UNIDADE_01_INTRODUÇÃO_A_EDUCAÇÃO_FISICA_18_01_2...
slides_-_tutor_externo_SLIDES_UNIDADE_01_INTRODUÇÃO_A_EDUCAÇÃO_FISICA_18_01_2...slides_-_tutor_externo_SLIDES_UNIDADE_01_INTRODUÇÃO_A_EDUCAÇÃO_FISICA_18_01_2...
slides_-_tutor_externo_SLIDES_UNIDADE_01_INTRODUÇÃO_A_EDUCAÇÃO_FISICA_18_01_2...
 
Alvorada rh-tecno-métodos e técnicas de pesquisa
Alvorada rh-tecno-métodos e técnicas de pesquisaAlvorada rh-tecno-métodos e técnicas de pesquisa
Alvorada rh-tecno-métodos e técnicas de pesquisa
 

Mais de Universidade Federal do Oeste Pará

Tipos de reprodução em insetos
Tipos de reprodução em insetosTipos de reprodução em insetos
Tipos de reprodução em insetos
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Ecologia de insetos
Ecologia de insetosEcologia de insetos
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema glandular
Sistema glandularSistema glandular
Morfologia externa tórax e abdome
Morfologia externa   tórax e abdomeMorfologia externa   tórax e abdome
Morfologia externa tórax e abdome
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Morfologia externa cabeça e apêndices cefálicos
Morfologia externa   cabeça e apêndices cefálicosMorfologia externa   cabeça e apêndices cefálicos
Morfologia externa cabeça e apêndices cefálicos
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Morfologia tegumento
Morfologia   tegumentoMorfologia   tegumento
Animais
AnimaisAnimais
Protozoarios
ProtozoariosProtozoarios
Animais plathyelminthes
Animais   plathyelminthesAnimais   plathyelminthes
Animais plathyelminthes
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Animais nematoda
Animais   nematodaAnimais   nematoda
Aula morfologia interna menu
Aula morfologia interna   menuAula morfologia interna   menu
Aula morfologia interna menu
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Sistema traqueal respiração
Sistema traqueal   respiraçãoSistema traqueal   respiração
Sistema traqueal respiração
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema reprodutor
Sistema reprodutorSistema reprodutor
Novo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas adenomar
Novo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas   adenomarNovo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas   adenomar
Novo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas adenomar
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Tese doutorado
Tese doutoradoTese doutorado
Aula chordata - vertebrata
Aula   chordata - vertebrataAula   chordata - vertebrata
Aula chordata - vertebrata
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Aula arthropoda
Aula   arthropodaAula   arthropoda

Mais de Universidade Federal do Oeste Pará (20)

Tipos de reprodução em insetos
Tipos de reprodução em insetosTipos de reprodução em insetos
Tipos de reprodução em insetos
 
Ecologia de insetos
Ecologia de insetosEcologia de insetos
Ecologia de insetos
 
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
 
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
 
Sistema glandular
Sistema glandularSistema glandular
Sistema glandular
 
Morfologia externa tórax e abdome
Morfologia externa   tórax e abdomeMorfologia externa   tórax e abdome
Morfologia externa tórax e abdome
 
Morfologia externa cabeça e apêndices cefálicos
Morfologia externa   cabeça e apêndices cefálicosMorfologia externa   cabeça e apêndices cefálicos
Morfologia externa cabeça e apêndices cefálicos
 
Morfologia tegumento
Morfologia   tegumentoMorfologia   tegumento
Morfologia tegumento
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
 
Protozoarios
ProtozoariosProtozoarios
Protozoarios
 
Animais plathyelminthes
Animais   plathyelminthesAnimais   plathyelminthes
Animais plathyelminthes
 
Animais nematoda
Animais   nematodaAnimais   nematoda
Animais nematoda
 
Aula morfologia interna menu
Aula morfologia interna   menuAula morfologia interna   menu
Aula morfologia interna menu
 
Sistema traqueal respiração
Sistema traqueal   respiraçãoSistema traqueal   respiração
Sistema traqueal respiração
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema reprodutor
Sistema reprodutorSistema reprodutor
Sistema reprodutor
 
Novo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas adenomar
Novo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas   adenomarNovo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas   adenomar
Novo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas adenomar
 
Tese doutorado
Tese doutoradoTese doutorado
Tese doutorado
 
Aula chordata - vertebrata
Aula   chordata - vertebrataAula   chordata - vertebrata
Aula chordata - vertebrata
 
Aula arthropoda
Aula   arthropodaAula   arthropoda
Aula arthropoda
 

Introdução à Metodologia

  • 1. METODOLOGIA CIENTÍFICA Prof. Dr. Adenomar Carvalho <adenomarc@yahoo.com.br>
  • 2. Introdução A ciência – medo, misticismo e ciência; A evolução da ciência; Definição de ciência.
  • 3. Introdução A disciplina de Metodologia Científica é uma das mais rejeitadas pelos estudantes em praticamente todos os cursos de graduação. A disciplina Metodologia Científica é eminentemente prática e deve estimular os estudantes para que busquem motivações para encontrar respostas às suas dúvidas.
  • 4. Se nos referimos a um curso superior, estamos naturalmente nos referindo a uma Academia de Ciência e, como tal, as respostas aos problemas de aquisição de conhecimento deveriam ser buscadas através do rigor científico e apresentadas através das normas acadêmicas vigentes.
  • 5. Dito isto, parece que fica claro que metodologia científica não é um simples conteúdo a ser decorado pelos alunos, para ser verificado num dia de prova; trata-se de fornecer aos estudantes um instrumental indispensável para que sejam capazes de atingir os objetivos da Academia, que são o estudo e a pesquisa em qualquer área do conhecimento. Trata-se então de se aprender fazendo, como sugere os conceitos mais modernos da Pedagogia.
  • 6. 1) METODOLOGIA CIENTÍFICA: O QUE É? Metodologia Científica nada mais é do que a disciplina que &quot; estuda os caminhos do saber &quot;, se entendermos que &quot; método &quot; quer dizer caminho, &quot; logia &quot; quer dizer estudo e &quot; ciência &quot; que dizer saber.
  • 7. 2) A Ciência Do medo à Ciência A evolução humana corresponde ao desenvolvimento de sua inteligência. Sendo assim, podemos definir três níveis de desenvolvimento da inteligência dos seres humanos desde o surgimento dos primeiros hominídeos: o medo, o misticismo e a ciência .
  • 8. 2.1) O medo Os seres humanos pré-históricos não conseguiam entender os fenômenos da natureza. Por este motivo, suas reações eram sempre de medo: tinham medo das tempestades e do desconhecido. Como não conseguiam compreender o que se passava diante deles, não lhes restava outra alternativa senão o medo e o espanto daquilo que presenciavam.
  • 9. 2.2) O misticismo Num segundo momento, a inteligência humana evoluiu do medo para a tentativa de explicação dos fenômenos através do pensamento mágico, das crenças e das superstições. Era, sem dúvida, uma evolução já que tentavam explicar o que viam. Assim, as tempestades podiam ser fruto de uma ira divina, a boa colheita da benevolência dos mitos, as desgraças ou as fortunas do casamento do humano com o mágico.
  • 10. 2.3) A ciência Como as explicações mágicas não bastavam para compreender os fenômenos, os seres humanos finalmente evoluíram para a busca de respostas através de caminhos que pudessem ser comprovados. Dessa forma, nasceu a ciência metódica , que procura sempre uma aproximação com a lógica.          
  • 11. O ser humano é o único animal na natureza com capacidade de pensar. Esta característica permite que os seres humanos sejam capazes de refletir sobre o significado de suas próprias experiências. Assim sendo, é capaz de novas descobertas e de transmiti-las a seus descendentes. O desenvolvimento do conhecimento humano está intrinsecamente ligado à sua característica de viver em grupo, ou seja, o saber de um indivíduo é transmitido a outro, que, por sua vez, aproveita-se deste saber para somar outro. Assim evolui a ciência.
  • 12. 3) A evolução da ciência O Método Científico surgiu como uma tentativa de organizar o pensamento para se chegar ao meio mais adequado de conhecer e controlar a natureza. Já no fim do período do Renascimento , Francis Bacon pregava o método indutivo como meio de se produzir o conhecimento. Este método entendia o conhecimento como resultado de experimentações contínuas e do aprofundamento do conhecimento empírico.
  • 13. Por outro lado, através de seu discurso sobre o método , René Descartes defendeu o método dedutivo como aquele que possibilitaria a aquisição do conhecimento através da elaboração lógica de hipóteses e a busca de sua confirmação ou negação.
  • 14. A neutralidade científica É sabido que, para se fazer uma análise desapaixonada de qualquer tema, é necessário que o pesquisador mantenha uma certa distância emocional do assunto abordado. Mas será isso possível? Seria possível um padre, ao analisar a evolução histórica da Igreja, manter-se afastado de sua própria história de vida? Ou, ao contrário, um pesquisador ateu abordar um tema religioso sem um conseqüente envolvimento ideológico nos caminhos de sua pesquisa?
  • 15. Provavelmente a resposta seria não. Mas, ao mesmo tempo, a consciência desta realidade pode nos preparar para trabalhar esta variável de forma que os resultados da pesquisa não sofram interferências além das esperadas. É preciso que o pesquisador tenha consciência da possibilidade de interferência de sua formação moral, religiosa, cultural e de sua carga de valores para que os resultados da pesquisa não sejam influenciados por eles além do aceitável.
  • 16. 4) Tipos de Pesquisa Pesquisa é o mesmo que busca ou procura. Pesquisar, portanto, é buscar ou procurar resposta para alguma coisa. Em se tratando de Ciência, a pesquisa é a busca de solução a um problema que alguém queira saber a resposta. Não gosto de dizer que se faz ciência, mas que se produz ciência através de uma pesquisa. Pesquisa é, portanto, o caminho para se chegar à ciência, ao conhecimento.
  • 17. É na pesquisa que utilizaremos diferentes instrumentos para se chegar a uma resposta mais precisa. O instrumento ideal deverá ser estipulado pelo pesquisador para se atingir os resultados ideais. Num exemplo grosseiro eu não poderia procurar um tesouro numa praia cavando um buraco com uma picareta; eu precisaria de uma pá. Da mesma forma eu não poderia fazer um buraco no cimento com uma pá; eu precisaria de uma picareta. Por isso a importância de se definir o tipo de pesquisa e da escolha do instrumental ideal a ser utilizado.
  • 18. A Ciência, através da evolução de seus conceitos, está dividida por áreas do conhecimento. Assim, hoje temos conhecimento das Ciências Humanas, Sociais, Biológicas, Exatas, entre outras. Mesmo estas divisões têm outras sub-divisões.
  • 19. 4.1) Pesquisa Experimental É toda pesquisa que envolve algum tipo de experimento. Exemplo: Pinga-se uma gota de ácido numa placa de metal para observar o resultado.
  • 20. 4.2) Pesquisa Exploratória É toda pesquisa que busca constatar algo num organismo ou num fenômeno. Exemplo: Saber como os peixes respiram.
  • 21. 4.3) Pesquisa Social É toda pesquisa que busca respostas de um grupo social. Exemplo: Saber quais os hábitos alimentares de uma comunidade específica.
  • 22. 4.4) Pesquisa Histórica É toda pesquisa que estuda o passado. Exemplo: Saber de que forma se deu a Proclamação da República brasileira.
  • 23. 4.5) Pesquisa Teórica É toda pesquisa que analisa uma determinada teoria. Exemplo: Saber o que é a Neutralidade Científica .
  • 24. Metodologia... Na Web http://www.abnt.org.br http://www.stetnet.com.br/normaliza/referencia.htm http://www.inf.ufsm.br/~cattani/ http://www.eac.fea.usp.br/metodologia/ http://www.dcc.ufrj.br/fimcur/manual.html http://www.inf.ufrgs.br/biblioteca/html/normas.htm http://www.pedagogiaemfoco.pro.br/