SlideShare uma empresa Scribd logo
Teorias da Aprendizagem
O QUE SABEMOS SOBRE APRENDIZAGEM? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Teorias  da Aprendizagem O QUE SABEMOS SOBRE APRENDIZAGEM? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O que é uma teoria? O que é uma teoria da aprendizagem ? É muito mais que uma explicação, descrição ou representação da realidade de um determinado objeto no contexto das relações entre homem natureza e sociedade. A teoria é um discurso que extrapola uma mera descrição da realidade, mas a própria construção do conhecimento e da realidade em um determinado espaço/tempo/histórico.Cada teoria apresenta os conceitos e questões relacionadas aos interesses do discurso ao qual está implicada.
Teorias da  aprendizagem Bases: econômica sócio-histórico-cultural filosófica. Implicações para a  Prática Pedagógica – Currículo.
Aprendizagem ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],É o processo através do qual vencemos  cada passo  do caminho desde que respiramos pela primeira vez; a transformação que ocorre no cérebro sempre que uma nova informação é integrada, que uma nova habilidade é dominada.
Os Tipos  elementos de Aprendizagem Segundo alguns estudiosos, a aprendizagem é o processo de alteração de conduta de um indivíduo, seja por condicionamento, experiência ou ambos. Existem três elementos fundamentais : A  situação estimuladora , a  pessoa que aprende  e a  resposta. Teoria do condicionamento – Skinner Epistemologia genética,cognitivista - Jean Piaget  Teoria cognitiva – John Dewey Segundo os teóricos,  a aprendizagem é definida como o  processo de apreensão pelo indivíduo, do conteúdo da experiência humana de forma interativa com seu meio.
Teoria  comportamentalista Nesse tipo de aprendizagem o   comportamento segundo a psicologia é compreendido para poder prevê-lo e se possível modificá-lo.  A resposta ocorre, mas ou menos por acaso e, então recompensa.  estimulo – resposta- recompensa Esse tipo de condicionamento  enfatiza a associação da resposta desejada a um reforço, que leve o indivíduo a repetir a mesma reposta em situações futuras. De acordo com o pensamento comportamentalista,  a conduta dos indivíduos é observável e mensurável, similarmente aos fatos e eventos nas ciências naturais e nas exatas.   Skinner ( 1953) Tornou-se  o representante mais importante da escola comportamental
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Teoria Cognitiva
Aprendizagem  Cognitiva Segundo Ausubel, é a integração do conteúdo aprendido numa edificação mental ordenada.  O conteúdo previamente detido pelo indivíduo representa um forte influenciador do processo de aprendizagem.  Novos dados serão assimilados e armazenados na razão direta da qualidade da  Estrutura Cognitiva  prévia do aprendiz. Esse processo de associação de informações interrelacionadas  denomina-se  Aprendizagem Significativa .
A ideia central da teoria da aprendizagem significativa ,[object Object],14-06-10
As dimensões da aprendizagem   (Ausubel, 2002, Novak e Gowin, 1999, p. 23). ,[object Object],[object Object],14-06-10
14-06-10 Aprendizagem significativa Aprendizagem mecânica Subsunçores adequados (conceitos relevantes) Não há subsunçores adequados (Adaptado de Novak, 1977 )
As dimensões da aprendizagem (continuação) ,[object Object],[object Object],14-06-10
O conteúdo a aprender deve ter significado lógico ,[object Object],[object Object],[object Object],14-06-10
Mapas conceptuais de Novak ,[object Object],[object Object],14-06-10
Login-Aprendizagem Organizacional Ltda. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA
14-06-10 O conceito de corpo tem de ser mais trabalhado...
Resumo ,[object Object],[object Object],[object Object],14-06-10
Aprendizagem  Construtivista A concepção construtivista,  define a aprendizagem como um processo de troca mútua entre o meio e o indivíduo, tendo o outro como mediador.  O sujeito é um elemento ativo que age e constrói sua aprendizagem.  A  Epistemologia Genética  é a teoria desenvolvida por  Jean Piaget , e consiste numa combinação das teorias então existentes. Para Piaget, o conhecimento é gerado através de uma  interação do sujeito com seu meio , a partir de  estruturas existentes no sujeito . Assim sendo, a aquisição de conhecimentos depende tanto das estruturas cognitivas do sujeito como de sua relação com o objeto.
Teoria Genética, Epistemologia genética,cognitivista, interacionista Teoria:  estuda a origem lógica dos conhecimentos científicos, mas especificamente como essa lógica se origina e se desenvolve na criança.  Origem:  Jean Piaget (1896-1980) Consolidação: Anos 30 Aprender  é agir sobre o objeto do conhecimento e na relação construir o conhecimento. s o Forma/pensamento Matéria/ conteúdo relação Construção do conhecimento/aprendizagem interacionismo ação
Como ocorre a aprendizagem? s o Adaptação (equilíbrio) Assimilação Acomodação É  a ação do objeto sobre o sujeito impondo-lhe a “matéria”. É a transformação de  elementos já existentes em outros elementos. É a ação do sujeito sobre o objeto aplicando-lhe a “forma”. Coisas e fatos adquirem significação para o ser humano quando inseridos em uma estrutura. desequilíbrio
sensório-motor:  a  criança representa o mundo em termos de ações (chupar, olhar, deixar cair...). pré-operatório:  a criança lida com imagens concretas e é limitada por problemas de concretude, irreversibilidade, egocentrismo e centralização. operações concretas:  a  criança tem capacidade recém-adquirida de operar mentalmente, ou de mudar uma situação concreta, e de realizar operações lógicas sem apresentar os problemas do estágio anterior. operações formais:  a  criança tem capacidade de lidar com múltiplas variáveis, já não se limita a operações com objetos concretos, lida com símbolos, hipóteses, possibilidades.  Fases do desenvolvimento,  condição para a aprendizagem. (0 a 2 anos) (2 a 7 anos) (7 a 11 anos) (11 em diante)
“ Os conhecimentos não partem, com efeito, nem do sujeito (conhecimento somático ou introspecção) nem do objeto (porque a própria percepção contém uma parte considerável de organização), mas das interações entre sujeito e objeto, e de interações inicialmente provocadas pelas atividades espontâneas do organismo tanto quanto pelos estímulos externos”. (Piaget,1996). Interação Relação
“ Cooperação é toda ação entre dois ou n indivíduos iguais ou acreditando-se como tal, dito de outro modo, toda relação social na qual não intervém qualquer elemento de autoridade ou de prestígio. (...). Cooperar na ação é operar em comum, isto é, ajustar por meio de novas operações (qualitativas ou métricas) de correspondência, reciprocidade ou complementaridade”. (Piaget, 1973). Cooperação
Aprendizagem Interacionista Os estudos de  Vygotsky  postulam uma dialética das interações com o outro e com o meio, como desencadeador do desenvolvimento.  Para Vygotsky, o  desenvolvimento é impulsionado pela linguagem . Ele acredita que a estrutura dos estádios descrita por Piaget seja correta, porém diferem na concepção de sua dinâmica evolutiva. Enquanto Piaget defende que a estruturação do organismo precede o desenvolvimento, para Vygotsky é o próprio processo de aprender que gera e promove o desenvolvimento das estruturas mentais superiores. Zona de desenvolvimento proximal Um ponto central da teoria Vygotskyana é o conceito de  ZDP , que afirma que a aprendizagem acontece no intervalo entre o  conhecimento real e o conhecimento potencial . Em outras palavras, a ZDP é a distância existente entre o que o sujeito já sabe e aquilo que ele tem potencialidade de aprender .
s s o Teoria Sócio-interacionista Teoria:   estuda do pensamento como produto da história social ou reflexo das atividades interpessoais e das condições materiais, chamando essa psicologia de cultural e histórica.   Origem:   Lev Vygotsky (1896-1934)   Aprender:  “ A aprendizagem é o aspecto necessário e universal do processo de desenvolvimento das funções psicológicas culturalmente organizadas especificamente humanas”.
Zona de Desenvolvimento Proximal ZDP REAL POTENCIAL “ O bom ensino é aquele que se adianta ao desenvolvimento”
A trajetória do desenvolvimento se dá “de fora para dentro” (imerso no grupo social)  Pensamento Linguagem
As Inteligências Múltiplas A partir dos anos 80, uma equipe de pesquisadores da universidade de Harvard, liderada pelo psicólogo  Howard Gardner ,  identificou sete tipos de inteligência. Esta teoria teve grande impacto na educação no início dos anos 90. A  inteligência  pode ser definida como a capacidade mental de raciocinar, planejar, resolver problemas, abstrair idéias, compreender idéias e linguagens e aprender.  Howard Gardner divide a inteligência em sete componentes diferentes:  lógico-matemática, linguística, espacial, musical, cinemática, intra-pessoal e inter-pessoal.  .
“ Mais do que preparação para a vida, a educação deve ser vida: permitir a cada sujeito, pela comunicação ética com os outros, adquirir e mobilizar um conjunto de hábitos e atitudes que lhe permitam viver condignamente.” Dewey, 1988: p.57 “ A Educação é conseguida com as próprias experiências vividas inteligentemente. Simultaneamente vivemos, experimentamos e aprendemos.” Dewey, 1964: p.16 A Educação para John Dewey
  Assegurar o crescimento e o desenvolvimento físico, intelectual e moral de cada um e do coletivo social;   Articulação do caráter racional e emocional entre o indivíduo, a sociedade e a educação. Não se restringe ao ensino do conhecimento como algo acabado;   O saber e a habilidade que o estudante adquire, devem poder ser integrados na sua vida como cidadão, pessoa e ser humano;
O crescimento, consequencia das experiências acumuladas, decorre da possibilidade de conviver com outros indivíduos, desenvolvendo a reflexão, a capacidade inventiva e a iniciativa. Alunos e professor detentores de experiências próprias, que são aproveitadas no processo A experiência é um  ponto central na formação do conhecimento, mais do que os conteúdos formais; A ideia básica do pensamento de John Dewey sobre a educação está centrada no desenvolvimento da capacidade de raciocínio e espírito crítico do aluno
O grande mérito da sua teoria prende-se com o fato de ter sido um dos primeiros a chamar a atenção para a capacidade de pensar dos alunos;   John Dewey vê a educação como uma reconstrução da experiência. Para ele todo o conhecimento se constrói com base na experiência adquirida.
Dewey entende a escola como um processo de rejuvenescimento de uma sociedade democrática, onde as pessoas se encontram para educar e serem educadas;   A escola reflete a vida em sociedade e as experiências vividas no plano social, econômico, político e religioso;   Fundamenta uma nova prática pedagógica, vinculada essencialmente a uma nova concepção de democracia, onde todos tenham as mesmas oportunidades;   A escola é vista como via de desenvolvimento social e como instrumento de equalização, numa sociedade desigual e burguesa.
  A escola deve funcionar como uma comunidade em miniatura, ensinando situações de comunicação e cooperação entre os indivíduos; Deve apresentar o mundo de um modo simplificado e organizado e, aos poucos, conduzir as crianças ao sentido e à compreensão das coisas mais complexas; Defende os métodos ativos de ensino-aprendizagem, a liberdade da criança, os trabalhos de grupo e trabalhos práticos; A Pedagogia não é uma acção “de fora para dentro” mas “de dentro para fora”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
Patricia Mendes
 
Planejamento Educacional
Planejamento EducacionalPlanejamento Educacional
Planejamento Educacional
Simone Lucas
 
Teorias Pedagógica de Aprendizagem
Teorias Pedagógica de AprendizagemTeorias Pedagógica de Aprendizagem
Teorias Pedagógica de Aprendizagem
Sabrina Mariana
 
Aprendizagem e ensino as teorias pedagógicas da educação
Aprendizagem e ensino   as teorias pedagógicas da educaçãoAprendizagem e ensino   as teorias pedagógicas da educação
Aprendizagem e ensino as teorias pedagógicas da educação
Kelly Lima
 
As Principais Correntes Pedagógicas
As Principais Correntes PedagógicasAs Principais Correntes Pedagógicas
As Principais Correntes Pedagógicas
Jessica Nuvens
 
Conhecendo a didática
Conhecendo a didáticaConhecendo a didática
HENRI WALLON
HENRI WALLONHENRI WALLON
HENRI WALLON
LIMA, Alan Lucas de
 
David ausubel - Aprendizagem Significativa
David ausubel - Aprendizagem SignificativaDavid ausubel - Aprendizagem Significativa
David ausubel - Aprendizagem Significativa
Kete Martins Rufino
 
Maria montessori
Maria montessoriMaria montessori
Maria montessori
jesuton
 
Histórico da Educação Especial
Histórico da Educação EspecialHistórico da Educação Especial
Histórico da Educação Especial
Vera Zacharias
 
Neurociência e aprendizagem
Neurociência e aprendizagemNeurociência e aprendizagem
Neurociência e aprendizagem
Lidiane Araújo de Moura
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
Librol
 
Tipos De Aprendizagem
Tipos De AprendizagemTipos De Aprendizagem
Tipos De Aprendizagem
Eliane Almeida
 
Teorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Teorias da Aprendizagem e Modelos PedagógicosTeorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Teorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Instituto Consciência GO
 
Behaviorismo
BehaviorismoBehaviorismo
Aprendizagem
AprendizagemAprendizagem
Aprendizagem
Vania Cardoso
 
Estrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de Ensino
Estrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de EnsinoEstrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de Ensino
Estrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de Ensino
Evaí Oliveira
 
Psicologia da Educação
Psicologia da Educação Psicologia da Educação
Psicologia da Educação
Carlos Caldas
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professor
carmemlima
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
Thiago de Almeida
 

Mais procurados (20)

55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
 
Planejamento Educacional
Planejamento EducacionalPlanejamento Educacional
Planejamento Educacional
 
Teorias Pedagógica de Aprendizagem
Teorias Pedagógica de AprendizagemTeorias Pedagógica de Aprendizagem
Teorias Pedagógica de Aprendizagem
 
Aprendizagem e ensino as teorias pedagógicas da educação
Aprendizagem e ensino   as teorias pedagógicas da educaçãoAprendizagem e ensino   as teorias pedagógicas da educação
Aprendizagem e ensino as teorias pedagógicas da educação
 
As Principais Correntes Pedagógicas
As Principais Correntes PedagógicasAs Principais Correntes Pedagógicas
As Principais Correntes Pedagógicas
 
Conhecendo a didática
Conhecendo a didáticaConhecendo a didática
Conhecendo a didática
 
HENRI WALLON
HENRI WALLONHENRI WALLON
HENRI WALLON
 
David ausubel - Aprendizagem Significativa
David ausubel - Aprendizagem SignificativaDavid ausubel - Aprendizagem Significativa
David ausubel - Aprendizagem Significativa
 
Maria montessori
Maria montessoriMaria montessori
Maria montessori
 
Histórico da Educação Especial
Histórico da Educação EspecialHistórico da Educação Especial
Histórico da Educação Especial
 
Neurociência e aprendizagem
Neurociência e aprendizagemNeurociência e aprendizagem
Neurociência e aprendizagem
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Tipos De Aprendizagem
Tipos De AprendizagemTipos De Aprendizagem
Tipos De Aprendizagem
 
Teorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Teorias da Aprendizagem e Modelos PedagógicosTeorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Teorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
 
Behaviorismo
BehaviorismoBehaviorismo
Behaviorismo
 
Aprendizagem
AprendizagemAprendizagem
Aprendizagem
 
Estrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de Ensino
Estrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de EnsinoEstrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de Ensino
Estrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de Ensino
 
Psicologia da Educação
Psicologia da Educação Psicologia da Educação
Psicologia da Educação
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professor
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
 

Destaque

A Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da AprendizagemA Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da Aprendizagem
O Blog do Pedagogo
 
A aprendizagem
A aprendizagem A aprendizagem
A aprendizagem
Luis De Sousa Rodrigues
 
Teorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagemTeorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagem
normaquilino
 
Desenvolvimento Cognitivo: Piaget
Desenvolvimento Cognitivo: PiagetDesenvolvimento Cognitivo: Piaget
Desenvolvimento Cognitivo: Piaget
Manô Araújo
 
Teorias de Ensino
Teorias de EnsinoTeorias de Ensino
Teorias de Ensino
Adriana Clementino
 
Psicologia da Educação
Psicologia da EducaçãoPsicologia da Educação
Psicologia da Educação
unieubra
 
Psicologia Da EducaçãO Aula IntrodutóRia
Psicologia Da EducaçãO  Aula IntrodutóRiaPsicologia Da EducaçãO  Aula IntrodutóRia
Psicologia Da EducaçãO Aula IntrodutóRia
Silvia Marina Anaruma
 
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacaoSlide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
estudosacademicospedag
 
Psicologia da Aprendizagem
Psicologia da AprendizagemPsicologia da Aprendizagem
Psicologia da Aprendizagem
Cassia Dias
 
Psicologia educacional
Psicologia educacionalPsicologia educacional
Psicologia educacional
Ana Pereira
 
PSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLARPSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLAR
Cassia Dias
 
Psicologia escolar e educacional
Psicologia escolar e educacionalPsicologia escolar e educacional
Psicologia escolar e educacional
Thiago de Almeida
 
Processo de Aprendizagem
Processo de AprendizagemProcesso de Aprendizagem
Processo de Aprendizagem
Kelly Vanderlei
 
Cérebro e Aprendizagem
Cérebro e AprendizagemCérebro e Aprendizagem
Construtivismo
ConstrutivismoConstrutivismo
Construtivismo
Sergio Lins
 
Construtivismo[1]
Construtivismo[1]Construtivismo[1]
Construtivismo
ConstrutivismoConstrutivismo
Construtivismo
martamariaresende
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
Kuita
 
Desenvolvimento Psicossocial - Erik Eriksson
Desenvolvimento Psicossocial - Erik ErikssonDesenvolvimento Psicossocial - Erik Eriksson
Desenvolvimento Psicossocial - Erik Eriksson
gaspar2112
 
Psicologia do desenvolvimento- Idoso
Psicologia  do desenvolvimento- IdosoPsicologia  do desenvolvimento- Idoso
Psicologia do desenvolvimento- Idoso
Marcioveras
 

Destaque (20)

A Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da AprendizagemA Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da Aprendizagem
 
A aprendizagem
A aprendizagem A aprendizagem
A aprendizagem
 
Teorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagemTeorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagem
 
Desenvolvimento Cognitivo: Piaget
Desenvolvimento Cognitivo: PiagetDesenvolvimento Cognitivo: Piaget
Desenvolvimento Cognitivo: Piaget
 
Teorias de Ensino
Teorias de EnsinoTeorias de Ensino
Teorias de Ensino
 
Psicologia da Educação
Psicologia da EducaçãoPsicologia da Educação
Psicologia da Educação
 
Psicologia Da EducaçãO Aula IntrodutóRia
Psicologia Da EducaçãO  Aula IntrodutóRiaPsicologia Da EducaçãO  Aula IntrodutóRia
Psicologia Da EducaçãO Aula IntrodutóRia
 
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacaoSlide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
 
Psicologia da Aprendizagem
Psicologia da AprendizagemPsicologia da Aprendizagem
Psicologia da Aprendizagem
 
Psicologia educacional
Psicologia educacionalPsicologia educacional
Psicologia educacional
 
PSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLARPSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLAR
 
Psicologia escolar e educacional
Psicologia escolar e educacionalPsicologia escolar e educacional
Psicologia escolar e educacional
 
Processo de Aprendizagem
Processo de AprendizagemProcesso de Aprendizagem
Processo de Aprendizagem
 
Cérebro e Aprendizagem
Cérebro e AprendizagemCérebro e Aprendizagem
Cérebro e Aprendizagem
 
Construtivismo
ConstrutivismoConstrutivismo
Construtivismo
 
Construtivismo[1]
Construtivismo[1]Construtivismo[1]
Construtivismo[1]
 
Construtivismo
ConstrutivismoConstrutivismo
Construtivismo
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
 
Desenvolvimento Psicossocial - Erik Eriksson
Desenvolvimento Psicossocial - Erik ErikssonDesenvolvimento Psicossocial - Erik Eriksson
Desenvolvimento Psicossocial - Erik Eriksson
 
Psicologia do desenvolvimento- Idoso
Psicologia  do desenvolvimento- IdosoPsicologia  do desenvolvimento- Idoso
Psicologia do desenvolvimento- Idoso
 

Semelhante a Teorias Da Aprendizagem Material Para Alunos

Teorias de aprendizagem trabalho
Teorias de aprendizagem trabalhoTeorias de aprendizagem trabalho
Teorias de aprendizagem trabalho
Roseli2012
 
Atividade 1 - teorias de aprendizagem - puc-rs
Atividade 1  - teorias de aprendizagem - puc-rsAtividade 1  - teorias de aprendizagem - puc-rs
Atividade 1 - teorias de aprendizagem - puc-rs
Márcio Emílio
 
Atividade 1 teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Atividade 1   teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPointAtividade 1   teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Atividade 1 teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Márcio Emílio
 
Teorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagemTeorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagem
Alcione Santos
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
Ana Medeiros
 
Becker, fernando educaçao e construcao do conhecimento
Becker, fernando   educaçao e construcao do conhecimentoBecker, fernando   educaçao e construcao do conhecimento
Becker, fernando educaçao e construcao do conhecimento
marcaocampos
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
Vânia Oliveira
 
Concepções de Conhecimento e Uso de Tecnologias na Educação
Concepções de Conhecimento e Uso de Tecnologias na EducaçãoConcepções de Conhecimento e Uso de Tecnologias na Educação
Concepções de Conhecimento e Uso de Tecnologias na Educação
cleusamoreira
 
Construtivismo
ConstrutivismoConstrutivismo
Construtivismo
Greicy Kely
 
G ped didp_3_1_05
G ped didp_3_1_05G ped didp_3_1_05
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
Sergio Sergio Gaspar
 
Psicologia
Psicologia Psicologia
Psicologia
Alelis Gomes
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
SUZILEY
 
G ped didp_3_1_05
G ped didp_3_1_05G ped didp_3_1_05
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
ecleiamb
 
Tecnologia Lte
Tecnologia LteTecnologia Lte
Tecnologia Lte
Sabrina Mariana
 
Principais teorias da aprendizagem
Principais teorias da aprendizagemPrincipais teorias da aprendizagem
Principais teorias da aprendizagem
cristina-ricardo
 
Teorias de aprendizagem.sintese
Teorias de aprendizagem.sinteseTeorias de aprendizagem.sintese
Teorias de aprendizagem.sintese
Eduardo Lopes
 
Referencial -teorico_-_piaget
Referencial  -teorico_-_piagetReferencial  -teorico_-_piaget
Referencial -teorico_-_piaget
angelafreire
 
Referencial -teorico_-_piaget
Referencial  -teorico_-_piagetReferencial  -teorico_-_piaget
Referencial -teorico_-_piaget
angelafreire
 

Semelhante a Teorias Da Aprendizagem Material Para Alunos (20)

Teorias de aprendizagem trabalho
Teorias de aprendizagem trabalhoTeorias de aprendizagem trabalho
Teorias de aprendizagem trabalho
 
Atividade 1 - teorias de aprendizagem - puc-rs
Atividade 1  - teorias de aprendizagem - puc-rsAtividade 1  - teorias de aprendizagem - puc-rs
Atividade 1 - teorias de aprendizagem - puc-rs
 
Atividade 1 teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Atividade 1   teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPointAtividade 1   teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Atividade 1 teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
 
Teorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagemTeorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagem
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Becker, fernando educaçao e construcao do conhecimento
Becker, fernando   educaçao e construcao do conhecimentoBecker, fernando   educaçao e construcao do conhecimento
Becker, fernando educaçao e construcao do conhecimento
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Concepções de Conhecimento e Uso de Tecnologias na Educação
Concepções de Conhecimento e Uso de Tecnologias na EducaçãoConcepções de Conhecimento e Uso de Tecnologias na Educação
Concepções de Conhecimento e Uso de Tecnologias na Educação
 
Construtivismo
ConstrutivismoConstrutivismo
Construtivismo
 
G ped didp_3_1_05
G ped didp_3_1_05G ped didp_3_1_05
G ped didp_3_1_05
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Psicologia
Psicologia Psicologia
Psicologia
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
G ped didp_3_1_05
G ped didp_3_1_05G ped didp_3_1_05
G ped didp_3_1_05
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Tecnologia Lte
Tecnologia LteTecnologia Lte
Tecnologia Lte
 
Principais teorias da aprendizagem
Principais teorias da aprendizagemPrincipais teorias da aprendizagem
Principais teorias da aprendizagem
 
Teorias de aprendizagem.sintese
Teorias de aprendizagem.sinteseTeorias de aprendizagem.sintese
Teorias de aprendizagem.sintese
 
Referencial -teorico_-_piaget
Referencial  -teorico_-_piagetReferencial  -teorico_-_piaget
Referencial -teorico_-_piaget
 
Referencial -teorico_-_piaget
Referencial  -teorico_-_piagetReferencial  -teorico_-_piaget
Referencial -teorico_-_piaget
 

Último

Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 

Último (20)

Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 

Teorias Da Aprendizagem Material Para Alunos

  • 2.
  • 3.
  • 4. O que é uma teoria? O que é uma teoria da aprendizagem ? É muito mais que uma explicação, descrição ou representação da realidade de um determinado objeto no contexto das relações entre homem natureza e sociedade. A teoria é um discurso que extrapola uma mera descrição da realidade, mas a própria construção do conhecimento e da realidade em um determinado espaço/tempo/histórico.Cada teoria apresenta os conceitos e questões relacionadas aos interesses do discurso ao qual está implicada.
  • 5. Teorias da aprendizagem Bases: econômica sócio-histórico-cultural filosófica. Implicações para a Prática Pedagógica – Currículo.
  • 6.
  • 7. Os Tipos elementos de Aprendizagem Segundo alguns estudiosos, a aprendizagem é o processo de alteração de conduta de um indivíduo, seja por condicionamento, experiência ou ambos. Existem três elementos fundamentais : A situação estimuladora , a pessoa que aprende e a resposta. Teoria do condicionamento – Skinner Epistemologia genética,cognitivista - Jean Piaget Teoria cognitiva – John Dewey Segundo os teóricos, a aprendizagem é definida como o processo de apreensão pelo indivíduo, do conteúdo da experiência humana de forma interativa com seu meio.
  • 8. Teoria comportamentalista Nesse tipo de aprendizagem o comportamento segundo a psicologia é compreendido para poder prevê-lo e se possível modificá-lo. A resposta ocorre, mas ou menos por acaso e, então recompensa. estimulo – resposta- recompensa Esse tipo de condicionamento enfatiza a associação da resposta desejada a um reforço, que leve o indivíduo a repetir a mesma reposta em situações futuras. De acordo com o pensamento comportamentalista, a conduta dos indivíduos é observável e mensurável, similarmente aos fatos e eventos nas ciências naturais e nas exatas. Skinner ( 1953) Tornou-se o representante mais importante da escola comportamental
  • 9.
  • 10. Aprendizagem Cognitiva Segundo Ausubel, é a integração do conteúdo aprendido numa edificação mental ordenada. O conteúdo previamente detido pelo indivíduo representa um forte influenciador do processo de aprendizagem. Novos dados serão assimilados e armazenados na razão direta da qualidade da Estrutura Cognitiva prévia do aprendiz. Esse processo de associação de informações interrelacionadas denomina-se Aprendizagem Significativa .
  • 11.
  • 12.
  • 13. 14-06-10 Aprendizagem significativa Aprendizagem mecânica Subsunçores adequados (conceitos relevantes) Não há subsunçores adequados (Adaptado de Novak, 1977 )
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17. Login-Aprendizagem Organizacional Ltda. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA
  • 18. 14-06-10 O conceito de corpo tem de ser mais trabalhado...
  • 19.
  • 20. Aprendizagem Construtivista A concepção construtivista, define a aprendizagem como um processo de troca mútua entre o meio e o indivíduo, tendo o outro como mediador. O sujeito é um elemento ativo que age e constrói sua aprendizagem. A Epistemologia Genética é a teoria desenvolvida por Jean Piaget , e consiste numa combinação das teorias então existentes. Para Piaget, o conhecimento é gerado através de uma interação do sujeito com seu meio , a partir de estruturas existentes no sujeito . Assim sendo, a aquisição de conhecimentos depende tanto das estruturas cognitivas do sujeito como de sua relação com o objeto.
  • 21. Teoria Genética, Epistemologia genética,cognitivista, interacionista Teoria: estuda a origem lógica dos conhecimentos científicos, mas especificamente como essa lógica se origina e se desenvolve na criança. Origem: Jean Piaget (1896-1980) Consolidação: Anos 30 Aprender é agir sobre o objeto do conhecimento e na relação construir o conhecimento. s o Forma/pensamento Matéria/ conteúdo relação Construção do conhecimento/aprendizagem interacionismo ação
  • 22. Como ocorre a aprendizagem? s o Adaptação (equilíbrio) Assimilação Acomodação É a ação do objeto sobre o sujeito impondo-lhe a “matéria”. É a transformação de elementos já existentes em outros elementos. É a ação do sujeito sobre o objeto aplicando-lhe a “forma”. Coisas e fatos adquirem significação para o ser humano quando inseridos em uma estrutura. desequilíbrio
  • 23. sensório-motor: a criança representa o mundo em termos de ações (chupar, olhar, deixar cair...). pré-operatório: a criança lida com imagens concretas e é limitada por problemas de concretude, irreversibilidade, egocentrismo e centralização. operações concretas: a criança tem capacidade recém-adquirida de operar mentalmente, ou de mudar uma situação concreta, e de realizar operações lógicas sem apresentar os problemas do estágio anterior. operações formais: a criança tem capacidade de lidar com múltiplas variáveis, já não se limita a operações com objetos concretos, lida com símbolos, hipóteses, possibilidades. Fases do desenvolvimento, condição para a aprendizagem. (0 a 2 anos) (2 a 7 anos) (7 a 11 anos) (11 em diante)
  • 24. “ Os conhecimentos não partem, com efeito, nem do sujeito (conhecimento somático ou introspecção) nem do objeto (porque a própria percepção contém uma parte considerável de organização), mas das interações entre sujeito e objeto, e de interações inicialmente provocadas pelas atividades espontâneas do organismo tanto quanto pelos estímulos externos”. (Piaget,1996). Interação Relação
  • 25. “ Cooperação é toda ação entre dois ou n indivíduos iguais ou acreditando-se como tal, dito de outro modo, toda relação social na qual não intervém qualquer elemento de autoridade ou de prestígio. (...). Cooperar na ação é operar em comum, isto é, ajustar por meio de novas operações (qualitativas ou métricas) de correspondência, reciprocidade ou complementaridade”. (Piaget, 1973). Cooperação
  • 26. Aprendizagem Interacionista Os estudos de Vygotsky postulam uma dialética das interações com o outro e com o meio, como desencadeador do desenvolvimento. Para Vygotsky, o desenvolvimento é impulsionado pela linguagem . Ele acredita que a estrutura dos estádios descrita por Piaget seja correta, porém diferem na concepção de sua dinâmica evolutiva. Enquanto Piaget defende que a estruturação do organismo precede o desenvolvimento, para Vygotsky é o próprio processo de aprender que gera e promove o desenvolvimento das estruturas mentais superiores. Zona de desenvolvimento proximal Um ponto central da teoria Vygotskyana é o conceito de ZDP , que afirma que a aprendizagem acontece no intervalo entre o conhecimento real e o conhecimento potencial . Em outras palavras, a ZDP é a distância existente entre o que o sujeito já sabe e aquilo que ele tem potencialidade de aprender .
  • 27. s s o Teoria Sócio-interacionista Teoria: estuda do pensamento como produto da história social ou reflexo das atividades interpessoais e das condições materiais, chamando essa psicologia de cultural e histórica. Origem: Lev Vygotsky (1896-1934) Aprender: “ A aprendizagem é o aspecto necessário e universal do processo de desenvolvimento das funções psicológicas culturalmente organizadas especificamente humanas”.
  • 28. Zona de Desenvolvimento Proximal ZDP REAL POTENCIAL “ O bom ensino é aquele que se adianta ao desenvolvimento”
  • 29. A trajetória do desenvolvimento se dá “de fora para dentro” (imerso no grupo social) Pensamento Linguagem
  • 30. As Inteligências Múltiplas A partir dos anos 80, uma equipe de pesquisadores da universidade de Harvard, liderada pelo psicólogo Howard Gardner , identificou sete tipos de inteligência. Esta teoria teve grande impacto na educação no início dos anos 90. A inteligência pode ser definida como a capacidade mental de raciocinar, planejar, resolver problemas, abstrair idéias, compreender idéias e linguagens e aprender. Howard Gardner divide a inteligência em sete componentes diferentes: lógico-matemática, linguística, espacial, musical, cinemática, intra-pessoal e inter-pessoal. .
  • 31. “ Mais do que preparação para a vida, a educação deve ser vida: permitir a cada sujeito, pela comunicação ética com os outros, adquirir e mobilizar um conjunto de hábitos e atitudes que lhe permitam viver condignamente.” Dewey, 1988: p.57 “ A Educação é conseguida com as próprias experiências vividas inteligentemente. Simultaneamente vivemos, experimentamos e aprendemos.” Dewey, 1964: p.16 A Educação para John Dewey
  • 32.   Assegurar o crescimento e o desenvolvimento físico, intelectual e moral de cada um e do coletivo social;   Articulação do caráter racional e emocional entre o indivíduo, a sociedade e a educação. Não se restringe ao ensino do conhecimento como algo acabado;   O saber e a habilidade que o estudante adquire, devem poder ser integrados na sua vida como cidadão, pessoa e ser humano;
  • 33. O crescimento, consequencia das experiências acumuladas, decorre da possibilidade de conviver com outros indivíduos, desenvolvendo a reflexão, a capacidade inventiva e a iniciativa. Alunos e professor detentores de experiências próprias, que são aproveitadas no processo A experiência é um  ponto central na formação do conhecimento, mais do que os conteúdos formais; A ideia básica do pensamento de John Dewey sobre a educação está centrada no desenvolvimento da capacidade de raciocínio e espírito crítico do aluno
  • 34. O grande mérito da sua teoria prende-se com o fato de ter sido um dos primeiros a chamar a atenção para a capacidade de pensar dos alunos;   John Dewey vê a educação como uma reconstrução da experiência. Para ele todo o conhecimento se constrói com base na experiência adquirida.
  • 35. Dewey entende a escola como um processo de rejuvenescimento de uma sociedade democrática, onde as pessoas se encontram para educar e serem educadas;   A escola reflete a vida em sociedade e as experiências vividas no plano social, econômico, político e religioso;   Fundamenta uma nova prática pedagógica, vinculada essencialmente a uma nova concepção de democracia, onde todos tenham as mesmas oportunidades;   A escola é vista como via de desenvolvimento social e como instrumento de equalização, numa sociedade desigual e burguesa.
  • 36.   A escola deve funcionar como uma comunidade em miniatura, ensinando situações de comunicação e cooperação entre os indivíduos; Deve apresentar o mundo de um modo simplificado e organizado e, aos poucos, conduzir as crianças ao sentido e à compreensão das coisas mais complexas; Defende os métodos ativos de ensino-aprendizagem, a liberdade da criança, os trabalhos de grupo e trabalhos práticos; A Pedagogia não é uma acção “de fora para dentro” mas “de dentro para fora”