SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
O Conhecimento
mítico.
Prof. Ítalo Colares.
• É uma forma de o ser humano se situar no
mundo, isto é, de encontrar o seu lugar entre os
demais seres da natureza.
• É um modo ingênuo, fantasioso, anterior a toda
reflexão e não-crítico de estabelecer algumas
verdades que não só explicam parte dos
fenômenos naturais, ou mesmo a construção
cultural, mas que dão, também, as diretrizes da
ação humana.
1. O QUE É MITO?
• O mito nasce do desejo de estender o mundo para
afugentar o medo e a insegurança.
• O ritual é o mito tornando-se ação.
2. FUNÇÕES DO MITO.
• Acomodar e tranquilizar.
• O mito também fixa modelos exemplares de
todas as funções e atividades humanas.
• O ritual é a repetição dos atos executados pelos
deuses no início dos tempos e que devem ser
imitados e repetidos para que as forças do bem e
do mal sejam mantidas sob controle.
• O mito é uma primeira fala sobre o mundo.
3. Características do Mito:
• É Coletivo.
• É Dogmático.
• Não reflexivo.
• Baseia-se no senso comum.
4. O MITO HOJE.
• A própria ciência pode virar um mito. Quando somos
levados a acreditar que ela se constitui à margem da
sociedade e de seus interesses, que mantém total
objetividade e que é neutra.
• Negar o mito é negar uma das
expressões fundamentais da existência
humana. O mito é a primeira forma de
dar significado ao mundo.
• Os meios de comunicação de massa estimulam os
desejos e os anseios que existem na nossa natureza
inconsciente e primitiva.
• Dentre os mitos fabricados estão: as figuras heróicas dos
desenhos animados e dos quadrinhos; as personagens de
filmes em série, que, apesar de também encarnarem
valores míticos como o bem e o mal, não fazem parte do
mundo vivido e não podem ser imitadas.
5. A FABRICAÇÃO DOS MITOS
CONTEMPORÂNEOS:
• Para Roland Barthes, filósofo francês contemporâneo, o
mito hoje organiza um mundo sem contradições, porque
sem profundidade, um mundo de uma clareza feliz que
possa se compreendido por todos sem maiores esforços
reflexivos.
• Omissão da história;
• Identificação.
• Quantificação da qualidade.
• Constatação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila filosofia 6 ano
Apostila filosofia 6 anoApostila filosofia 6 ano
Apostila filosofia 6 anoDavid Oliveira
 
Estetica (atividade II)
Estetica   (atividade II)Estetica   (atividade II)
Estetica (atividade II)Mary Alvarenga
 
Revisão - Filosofia 1 ano (2º Bimestre)
Revisão - Filosofia 1 ano (2º Bimestre)Revisão - Filosofia 1 ano (2º Bimestre)
Revisão - Filosofia 1 ano (2º Bimestre)João Marcelo
 
Dinâmica para aula de sociologia e filosofia
Dinâmica para aula de sociologia e filosofiaDinâmica para aula de sociologia e filosofia
Dinâmica para aula de sociologia e filosofiaSeverina Maria Vieira
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...Prof. Noe Assunção
 
AULA PARANÁ - 3 SÉRIE - INTRODUÇÃO À FILOSOFIA DA CIÊNCIA I (1).pptx
AULA PARANÁ - 3 SÉRIE - INTRODUÇÃO À FILOSOFIA DA CIÊNCIA I (1).pptxAULA PARANÁ - 3 SÉRIE - INTRODUÇÃO À FILOSOFIA DA CIÊNCIA I (1).pptx
AULA PARANÁ - 3 SÉRIE - INTRODUÇÃO À FILOSOFIA DA CIÊNCIA I (1).pptxPabloHenrique366615
 
1 teoria do conhecimento
1 teoria do conhecimento1 teoria do conhecimento
1 teoria do conhecimentoErica Frau
 
Apostila de filosofia_1ºano_eja
Apostila de filosofia_1ºano_ejaApostila de filosofia_1ºano_eja
Apostila de filosofia_1ºano_ejaClaudio Santos
 
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Mary Alvarenga
 
Apostila de Filosofia
Apostila de FilosofiaApostila de Filosofia
Apostila de FilosofiaLuci Bonini
 
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - ObjetivaQuestões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - ObjetivaDarlan Campos
 

Mais procurados (20)

Introdução à filosofia
Introdução à filosofiaIntrodução à filosofia
Introdução à filosofia
 
Mito da Caverna de Platão
Mito da Caverna de PlatãoMito da Caverna de Platão
Mito da Caverna de Platão
 
Apostila filosofia 6 ano
Apostila filosofia 6 anoApostila filosofia 6 ano
Apostila filosofia 6 ano
 
Estética
EstéticaEstética
Estética
 
ALIENAÇÃO E IDEOLOGIA
ALIENAÇÃO E IDEOLOGIAALIENAÇÃO E IDEOLOGIA
ALIENAÇÃO E IDEOLOGIA
 
Estetica (atividade II)
Estetica   (atividade II)Estetica   (atividade II)
Estetica (atividade II)
 
Revisão - Filosofia 1 ano (2º Bimestre)
Revisão - Filosofia 1 ano (2º Bimestre)Revisão - Filosofia 1 ano (2º Bimestre)
Revisão - Filosofia 1 ano (2º Bimestre)
 
Dinâmica para aula de sociologia e filosofia
Dinâmica para aula de sociologia e filosofiaDinâmica para aula de sociologia e filosofia
Dinâmica para aula de sociologia e filosofia
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
 
AULA PARANÁ - 3 SÉRIE - INTRODUÇÃO À FILOSOFIA DA CIÊNCIA I (1).pptx
AULA PARANÁ - 3 SÉRIE - INTRODUÇÃO À FILOSOFIA DA CIÊNCIA I (1).pptxAULA PARANÁ - 3 SÉRIE - INTRODUÇÃO À FILOSOFIA DA CIÊNCIA I (1).pptx
AULA PARANÁ - 3 SÉRIE - INTRODUÇÃO À FILOSOFIA DA CIÊNCIA I (1).pptx
 
Aula de filosofia
Aula de filosofia Aula de filosofia
Aula de filosofia
 
Avaliação diagnostica filosofia
Avaliação diagnostica filosofiaAvaliação diagnostica filosofia
Avaliação diagnostica filosofia
 
1 teoria do conhecimento
1 teoria do conhecimento1 teoria do conhecimento
1 teoria do conhecimento
 
Apostila de filosofia_1ºano_eja
Apostila de filosofia_1ºano_ejaApostila de filosofia_1ºano_eja
Apostila de filosofia_1ºano_eja
 
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
 
ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA
 
Aula 03 - Sócrates e o Nascimento da Filosofia
Aula 03 - Sócrates e o Nascimento da FilosofiaAula 03 - Sócrates e o Nascimento da Filosofia
Aula 03 - Sócrates e o Nascimento da Filosofia
 
Filosofia medieval
Filosofia medievalFilosofia medieval
Filosofia medieval
 
Apostila de Filosofia
Apostila de FilosofiaApostila de Filosofia
Apostila de Filosofia
 
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - ObjetivaQuestões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
 

Destaque

Os Tipos de Conhecimento
Os Tipos de ConhecimentoOs Tipos de Conhecimento
Os Tipos de ConhecimentoJonathan Nascyn
 
Capitulo 2 A Consciência Mítica
Capitulo 2 A Consciência MíticaCapitulo 2 A Consciência Mítica
Capitulo 2 A Consciência MíticaJOAO AURELIANO
 
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALA SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALIsabel Aguiar
 
A EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXA EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXIsabel Aguiar
 
A experiencia filosofica
A experiencia filosoficaA experiencia filosofica
A experiencia filosoficaRicardo Franco
 
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA Isabel Aguiar
 
Filosofia introdução
Filosofia   introduçãoFilosofia   introdução
Filosofia introduçãoItalo Colares
 
Frases de Pensadores
Frases de PensadoresFrases de Pensadores
Frases de PensadoresItalo Colares
 
A Experiência Filosófica - Capítulo 1 - Filosofando
A Experiência Filosófica - Capítulo 1 - FilosofandoA Experiência Filosófica - Capítulo 1 - Filosofando
A Experiência Filosófica - Capítulo 1 - FilosofandoAbraão Carvalho
 
Filosofia e Conhecimento 1
Filosofia e Conhecimento 1Filosofia e Conhecimento 1
Filosofia e Conhecimento 1Jorge Barbosa
 
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILIsabel Aguiar
 
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOQUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOIsabel Aguiar
 
Capitulo 3 O Nascimento da Filosofia
Capitulo 3 O Nascimento da FilosofiaCapitulo 3 O Nascimento da Filosofia
Capitulo 3 O Nascimento da FilosofiaJOAO AURELIANO
 

Destaque (20)

Os Tipos de Conhecimento
Os Tipos de ConhecimentoOs Tipos de Conhecimento
Os Tipos de Conhecimento
 
A consciência mítica
A consciência míticaA consciência mítica
A consciência mítica
 
Capitulo 2 A Consciência Mítica
Capitulo 2 A Consciência MíticaCapitulo 2 A Consciência Mítica
Capitulo 2 A Consciência Mítica
 
Senso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científicoSenso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científico
 
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALA SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
 
AFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASILAFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASIL
 
A EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXA EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIX
 
A experiencia filosofica
A experiencia filosoficaA experiencia filosofica
A experiencia filosofica
 
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
 
Filosofia introdução
Filosofia   introduçãoFilosofia   introdução
Filosofia introdução
 
Frases de Pensadores
Frases de PensadoresFrases de Pensadores
Frases de Pensadores
 
A Experiência Filosófica - Capítulo 1 - Filosofando
A Experiência Filosófica - Capítulo 1 - FilosofandoA Experiência Filosófica - Capítulo 1 - Filosofando
A Experiência Filosófica - Capítulo 1 - Filosofando
 
Tipos de conhecimento
Tipos de conhecimentoTipos de conhecimento
Tipos de conhecimento
 
Filosofia e Conhecimento 1
Filosofia e Conhecimento 1Filosofia e Conhecimento 1
Filosofia e Conhecimento 1
 
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
 
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOQUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
 
Capitulo 3 O Nascimento da Filosofia
Capitulo 3 O Nascimento da FilosofiaCapitulo 3 O Nascimento da Filosofia
Capitulo 3 O Nascimento da Filosofia
 
O pensamento mítico
O pensamento míticoO pensamento mítico
O pensamento mítico
 
Mito e mitologia
Mito e mitologiaMito e mitologia
Mito e mitologia
 
Consciencia (1)
Consciencia (1)Consciencia (1)
Consciencia (1)
 

Semelhante a O conhecimento mítico

Seminário Mitos - Mestrado em Comunicação.
Seminário Mitos - Mestrado em Comunicação.Seminário Mitos - Mestrado em Comunicação.
Seminário Mitos - Mestrado em Comunicação.Profa. Janaíra França
 
SLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1 PANTOJA.pptx
SLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1  PANTOJA.pptxSLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1  PANTOJA.pptx
SLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1 PANTOJA.pptxCristiane Pantoja
 
SLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1 PANTOJA.pptx
SLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1  PANTOJA.pptxSLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1  PANTOJA.pptx
SLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1 PANTOJA.pptxCristiane Pantoja
 
Recuperacao filosofia helenica_e_medieval
Recuperacao filosofia helenica_e_medievalRecuperacao filosofia helenica_e_medieval
Recuperacao filosofia helenica_e_medievalProjovem Urbano
 
Aulão ENEM filosofia e sociologia
Aulão ENEM filosofia e sociologiaAulão ENEM filosofia e sociologia
Aulão ENEM filosofia e sociologiaGerson Coppes
 
Jornal especial filosofia upe seriado 1º ano 2013
Jornal especial filosofia upe seriado   1º ano 2013Jornal especial filosofia upe seriado   1º ano 2013
Jornal especial filosofia upe seriado 1º ano 2013Isaquel Silva
 
éTica sustentabilidade 2010
éTica sustentabilidade 2010éTica sustentabilidade 2010
éTica sustentabilidade 2010Jean Bartoli
 
Apostila básica filosofia
Apostila básica   filosofiaApostila básica   filosofia
Apostila básica filosofiaaloirmd
 
Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)
Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)
Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)Max Reygson
 
Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)
Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)
Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)Max Reygson
 
CHANLAT - A DIMENSÃO HUMANA ESQUECIDA NAS ORGANIZAÇÕES
CHANLAT - A DIMENSÃO HUMANA ESQUECIDA NAS ORGANIZAÇÕESCHANLAT - A DIMENSÃO HUMANA ESQUECIDA NAS ORGANIZAÇÕES
CHANLAT - A DIMENSÃO HUMANA ESQUECIDA NAS ORGANIZAÇÕESRossana Floriano
 
Slide sociologia
Slide  sociologiaSlide  sociologia
Slide sociologiamosaca22
 
Slide sociologia
Slide  sociologiaSlide  sociologia
Slide sociologiamosaca22
 
Super aulão upe tradicional - revisão especial de filosofia
Super aulão   upe tradicional - revisão especial de filosofiaSuper aulão   upe tradicional - revisão especial de filosofia
Super aulão upe tradicional - revisão especial de filosofiaIsaquel Silva
 
Fundamentos Históricos e Epistemológicos da Psicologia
Fundamentos Históricos e Epistemológicos da PsicologiaFundamentos Históricos e Epistemológicos da Psicologia
Fundamentos Históricos e Epistemológicos da PsicologiaRoney Gusmão
 
Fundamentos das Ciências Sociais
Fundamentos das Ciências SociaisFundamentos das Ciências Sociais
Fundamentos das Ciências SociaisMaria Clara Silva
 
Jornal especial filosofia upe
Jornal especial filosofia upeJornal especial filosofia upe
Jornal especial filosofia upeIsaquel Silva
 
Avaliação sobre mito- Prof. Noe Assunção
Avaliação  sobre mito- Prof. Noe AssunçãoAvaliação  sobre mito- Prof. Noe Assunção
Avaliação sobre mito- Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 

Semelhante a O conhecimento mítico (20)

Seminário Mitos - Mestrado em Comunicação.
Seminário Mitos - Mestrado em Comunicação.Seminário Mitos - Mestrado em Comunicação.
Seminário Mitos - Mestrado em Comunicação.
 
SLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1 PANTOJA.pptx
SLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1  PANTOJA.pptxSLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1  PANTOJA.pptx
SLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1 PANTOJA.pptx
 
SLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1 PANTOJA.pptx
SLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1  PANTOJA.pptxSLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1  PANTOJA.pptx
SLIDE FILOSOFIA e sociologia AULAO 2019 SSA1 PANTOJA.pptx
 
Recuperacao filosofia helenica_e_medieval
Recuperacao filosofia helenica_e_medievalRecuperacao filosofia helenica_e_medieval
Recuperacao filosofia helenica_e_medieval
 
Aulão ENEM filosofia e sociologia
Aulão ENEM filosofia e sociologiaAulão ENEM filosofia e sociologia
Aulão ENEM filosofia e sociologia
 
Jornal especial filosofia upe seriado 1º ano 2013
Jornal especial filosofia upe seriado   1º ano 2013Jornal especial filosofia upe seriado   1º ano 2013
Jornal especial filosofia upe seriado 1º ano 2013
 
Psicologia das redes sociais
Psicologia das redes sociais Psicologia das redes sociais
Psicologia das redes sociais
 
TC ESCOLA FRANCESA
TC ESCOLA FRANCESATC ESCOLA FRANCESA
TC ESCOLA FRANCESA
 
éTica sustentabilidade 2010
éTica sustentabilidade 2010éTica sustentabilidade 2010
éTica sustentabilidade 2010
 
Apostila básica filosofia
Apostila básica   filosofiaApostila básica   filosofia
Apostila básica filosofia
 
Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)
Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)
Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)
 
Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)
Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)
Crepúsculo do ídolos (Friedrich Nietzsche)
 
CHANLAT - A DIMENSÃO HUMANA ESQUECIDA NAS ORGANIZAÇÕES
CHANLAT - A DIMENSÃO HUMANA ESQUECIDA NAS ORGANIZAÇÕESCHANLAT - A DIMENSÃO HUMANA ESQUECIDA NAS ORGANIZAÇÕES
CHANLAT - A DIMENSÃO HUMANA ESQUECIDA NAS ORGANIZAÇÕES
 
Slide sociologia
Slide  sociologiaSlide  sociologia
Slide sociologia
 
Slide sociologia
Slide  sociologiaSlide  sociologia
Slide sociologia
 
Super aulão upe tradicional - revisão especial de filosofia
Super aulão   upe tradicional - revisão especial de filosofiaSuper aulão   upe tradicional - revisão especial de filosofia
Super aulão upe tradicional - revisão especial de filosofia
 
Fundamentos Históricos e Epistemológicos da Psicologia
Fundamentos Históricos e Epistemológicos da PsicologiaFundamentos Históricos e Epistemológicos da Psicologia
Fundamentos Históricos e Epistemológicos da Psicologia
 
Fundamentos das Ciências Sociais
Fundamentos das Ciências SociaisFundamentos das Ciências Sociais
Fundamentos das Ciências Sociais
 
Jornal especial filosofia upe
Jornal especial filosofia upeJornal especial filosofia upe
Jornal especial filosofia upe
 
Avaliação sobre mito- Prof. Noe Assunção
Avaliação  sobre mito- Prof. Noe AssunçãoAvaliação  sobre mito- Prof. Noe Assunção
Avaliação sobre mito- Prof. Noe Assunção
 

Mais de Italo Colares

Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.
Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.
Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.Italo Colares
 
Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.
Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.
Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.Italo Colares
 
Trabalho e alienação
Trabalho e alienaçãoTrabalho e alienação
Trabalho e alienaçãoItalo Colares
 
Unificações europeias
Unificações europeias Unificações europeias
Unificações europeias Italo Colares
 
Filosofia ENEM Aula Palestra
Filosofia ENEM Aula PalestraFilosofia ENEM Aula Palestra
Filosofia ENEM Aula PalestraItalo Colares
 
Violência e concórdia
Violência e concórdiaViolência e concórdia
Violência e concórdiaItalo Colares
 
Desafio democrático
Desafio democráticoDesafio democrático
Desafio democráticoItalo Colares
 
Periodo entre guerras
Periodo entre guerrasPeriodo entre guerras
Periodo entre guerrasItalo Colares
 
Instituicoes Sociais
Instituicoes SociaisInstituicoes Sociais
Instituicoes SociaisItalo Colares
 
O estado contemporaneo
O estado contemporaneoO estado contemporaneo
O estado contemporaneoItalo Colares
 
A sociologia aplicada ao cotidiano
A sociologia aplicada ao cotidianoA sociologia aplicada ao cotidiano
A sociologia aplicada ao cotidianoItalo Colares
 
O trabalho em nossa vida.
O trabalho em nossa vida.O trabalho em nossa vida.
O trabalho em nossa vida.Italo Colares
 

Mais de Italo Colares (20)

Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.
Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.
Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.
 
Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.
Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.
Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.
 
Sociologia. Tribos.
Sociologia. Tribos.Sociologia. Tribos.
Sociologia. Tribos.
 
Trabalho e alienação
Trabalho e alienaçãoTrabalho e alienação
Trabalho e alienação
 
Cultura no Plural
Cultura no PluralCultura no Plural
Cultura no Plural
 
Samba e a mpb
Samba e a mpbSamba e a mpb
Samba e a mpb
 
Unificações europeias
Unificações europeias Unificações europeias
Unificações europeias
 
Filosofia ENEM Aula Palestra
Filosofia ENEM Aula PalestraFilosofia ENEM Aula Palestra
Filosofia ENEM Aula Palestra
 
Violência e concórdia
Violência e concórdiaViolência e concórdia
Violência e concórdia
 
Desafio democrático
Desafio democráticoDesafio democrático
Desafio democrático
 
O que são valores?
O que são valores?O que são valores?
O que são valores?
 
Periodo entre guerras
Periodo entre guerrasPeriodo entre guerras
Periodo entre guerras
 
Instituicoes Sociais
Instituicoes SociaisInstituicoes Sociais
Instituicoes Sociais
 
O estado contemporaneo
O estado contemporaneoO estado contemporaneo
O estado contemporaneo
 
A sociologia aplicada ao cotidiano
A sociologia aplicada ao cotidianoA sociologia aplicada ao cotidiano
A sociologia aplicada ao cotidiano
 
O trabalho em nossa vida.
O trabalho em nossa vida.O trabalho em nossa vida.
O trabalho em nossa vida.
 
Cultura e arte
Cultura e arteCultura e arte
Cultura e arte
 
O que é ciência
O que é ciênciaO que é ciência
O que é ciência
 
Lógica filosófica
Lógica filosóficaLógica filosófica
Lógica filosófica
 
A condição humana
A condição humanaA condição humana
A condição humana
 

Último

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.FLAVIA LEZAN
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfAntonio Barros
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasdiegosouzalira10
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarDouglasVasconcelosMa
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 

Último (20)

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 

O conhecimento mítico

  • 2. • É uma forma de o ser humano se situar no mundo, isto é, de encontrar o seu lugar entre os demais seres da natureza. • É um modo ingênuo, fantasioso, anterior a toda reflexão e não-crítico de estabelecer algumas verdades que não só explicam parte dos fenômenos naturais, ou mesmo a construção cultural, mas que dão, também, as diretrizes da ação humana. 1. O QUE É MITO?
  • 3. • O mito nasce do desejo de estender o mundo para afugentar o medo e a insegurança. • O ritual é o mito tornando-se ação.
  • 4. 2. FUNÇÕES DO MITO. • Acomodar e tranquilizar. • O mito também fixa modelos exemplares de todas as funções e atividades humanas. • O ritual é a repetição dos atos executados pelos deuses no início dos tempos e que devem ser imitados e repetidos para que as forças do bem e do mal sejam mantidas sob controle. • O mito é uma primeira fala sobre o mundo.
  • 5. 3. Características do Mito: • É Coletivo. • É Dogmático. • Não reflexivo. • Baseia-se no senso comum.
  • 6. 4. O MITO HOJE. • A própria ciência pode virar um mito. Quando somos levados a acreditar que ela se constitui à margem da sociedade e de seus interesses, que mantém total objetividade e que é neutra. • Negar o mito é negar uma das expressões fundamentais da existência humana. O mito é a primeira forma de dar significado ao mundo.
  • 7. • Os meios de comunicação de massa estimulam os desejos e os anseios que existem na nossa natureza inconsciente e primitiva.
  • 8. • Dentre os mitos fabricados estão: as figuras heróicas dos desenhos animados e dos quadrinhos; as personagens de filmes em série, que, apesar de também encarnarem valores míticos como o bem e o mal, não fazem parte do mundo vivido e não podem ser imitadas.
  • 9. 5. A FABRICAÇÃO DOS MITOS CONTEMPORÂNEOS: • Para Roland Barthes, filósofo francês contemporâneo, o mito hoje organiza um mundo sem contradições, porque sem profundidade, um mundo de uma clareza feliz que possa se compreendido por todos sem maiores esforços reflexivos.
  • 10. • Omissão da história; • Identificação. • Quantificação da qualidade. • Constatação.