SlideShare uma empresa Scribd logo
Prof. M. Sc. Jarbas Thaunahy Santos de Almeida





Mestre em Engenharia da Informação – UFABC
Pós-graduado em Docência do Ensino Superior – UFRJ
Licenciado em Matemática – UniFIEO
Tecnólogo em Informática – FACEX

 Professor e Coordenador do Curso de Sistemas de Informação – FAMA
 Professor e Coordenador do Curso de Logística – FATEC Mauá
 Professor convidado do Curso de Especialização em Tecnologias e Sistemas de
Informação (TSI) da UFABC.
 Autor do livro: Cálculos financeiros com Excel e HP12C. Florianópolis: Visual Books,
2008.
 Apresentação de Artigos sobre Governo Eletrônico em congressos nacionais e
internacionais (UFMG, UFRJ, UFF, PUC-SP, USP).
e-mail: thaunahy@gmail.com
MSN: thaunahy@hotmail.com
Blog: http://thaunahy.blogspot.com
Home page: www.jarbas.br21.com
ESTATÍSTICA

Prof. M. Sc. Jarbas Thaunahy Santos de Almeida
“A estatística é a mais perversa das ciências. Se você
come dois frangos e eu não como nenhum, ela diz
que, na média, ambos comeram um frango.”
Anônimo
Estatística

Ramo da Matemática Aplicada

Uma metodologia
Uma técnica científica
Conceitos Iniciais

A estatística representa o conjunto de técnicas que tem por
objetivo primordial possibilitar a análise e a interpretação
das informações contidas em diferentes conjuntos de dados.
Conceitos Iniciais

A estatística pode ser
formalmente
conceituada como a
ciência que tem por
objetivo a coleção, a
análise e a interpretação
de dados qualitativos ou
numéricos a respeito de
fenômenos coletivos ou
de massa.

O termo ESTATÍSTICA é
derivado da palavra
latina status que significa
ESTADO.

Uma ESTATÍSTICA é uma
medida resumida,
calculada a partir dos
dados da amostra, usada
para descrever ou
estimar uma
característica de toda
uma população.
Etapas do método estatístico

Coleta dos
dados

Organização

Apresentação

Análise

Tomada de
decisão
Conceitos Iniciais
• Coleta
• Organização
• Apresentação

• Análise
• Tomada de decisão

Estatística
Descritiva ou
Dedutiva

Estatística
Indutiva ou
Inferencial
Coleta de Dados
Direta
• Realizada sobre elementos informativos de registro
obrigatório.

Indireta
• Inferida de elementos conhecidos
conhecimento de outros fenômenos.

e/ou

do
Coleta de Dados Direta

Contínua

• Quando realizada continuamente, tal
como a de nascimentos e óbitos e a de
frequência dos alunos às aulas.

Periódica

• Quando realizada em intervalos
constantes de tempo, como os censos e
as avaliações dos alunos.

Ocasional

• Quando realizada extemporaneamente,
a fim de atender a uma conjuntura ou a
uma emergência.
Organização dos Dados
Consiste na contagem
ou tabulação dos dados
coletados após a crítica,
ordenando-os segundo
critérios de classificação
estabelecidos.
Apresentação dos Dados
Tabelas

Gráficos
População
Conjunto universo
População estatística
Universo estatístico
Todo conjunto cujos elementos possuem alguma
característica em comum
População
Censo ou recenseamento

Amostragem

• Tipo de estudo estatístico que
abrange todos os elementos da
população.

• Um subconjunto da população,
que representa o conjunto
inteiro.
• Representativo do todo.
Uma população (ou universo) é a
totalidade dos itens ou objetos
considerados.

Uma amostra é a parte da população
selecionada pela análise.

Um parâmetro é uma medida calculada
para descrever uma característica de toda
uma população.
Uma estatística é uma medida calculada
para descrever uma característica de
apenas uma amostra da população.
Adoção da amostragem
Quando a população é muito grande
Quando se deseja o resultado da
pesquisa em curto espaço de tempo
Quando se deseja gastar menos

Quando o objeto da pesquisa é destrutivo
Amostragem
Casual ou aleatória simples
Equivalente a um sorteio lotérico.

Proporcional estratificada
A população se divide em subpopulações (estratos).

Sistemática
Consiste na ordenação do sistema de referência.
Erros de Pesquisa
Erros de Pesquisa
Variável
Variáveis
Qualitativa

Quantitativa

Nominal

Discreta

Ordinal

Contínua
Variáveis
Dados Brutos
Dados Brutos
São os resultados das
variáveis dispostos
aleatoriamente

Sem nenhuma ordem de
grandeza crescente ou
decrescente
Dados
Rol
Séries Estatísticas
Séries Estatísticas
Séries Históricas
VOTAÇÃO ELETRÔNICA NO BRASIL (1996 – 2000)

Ano

Número de urnas eletrônicas utilizadas

1996

77.469

1998

152.370

2000

353.780

Fonte: TRE-SP
Séries Geográficas
Dados socioeconômicos do Grande ABC Paulista
Município

Rendimento médio mensal (R$)

Diadema

634,91

Mauá

632,55

Ribeirão Pires

771,08

Rio Grande da Serra

493,05

Santo André

986,09

São Bernardo do Campo

1.027,08

São Caetano do Sul

1.366,39

Fonte: IBGE Cidades
Séries Específicas
Distribuição da existência de web sítios municipais do Estado de SP
Resultado

Quantidade de municípios

Com website oficial

416

Com website alternativo

31

Sem website

198

Fonte: Torres e Agune, 2007.
Tabelas
Corpo
Cabeçalho

Coluna Indicadora
Linhas

Casa ou Célula
Título
Tabelas
Corpo

• Conjunto de linhas e colunas que contém informações sobre a variável em estudo.

Cabeçalho

• Parte superior da tabela que especifica o conteúdo das colunas.

Coluna Indicadora

• Parte da tabela que especifica o conteúdo das linhas.
Tabelas
Linhas

• Retas imaginárias que facilitam a leitura, no sentido horizontal, de dados que se
inscrevem nos seus cruzamentos com as colunas.

Casa ou Célula

• Espaço destinado a um só número.

Título

• Conjunto de informações, as mais completas possíveis, respondendo às perguntas: O
que? Quando? Onde?, localizado no topo da tabela.
Coluna Indicadora
Título
Cabeçalho

Corpo
VOTAÇÃO ELETRÔNICA NO BRASIL (1996 – 2000)

Ano

Número de urnas eletrônicas utilizadas

1996

77.469

1998

152.370

2000

353.780

Linha

Fonte: TRE-SP

Casa ou Célula
Rodapé
Sinais convencionais
Três pontos (...)
Traço horizontal (-)

• Quando o dado existe, mas não o
conhecemos, ou seja, não dispomos dele.
• Quando o valor é zero.

Ponto de
interrogação (?)

• Quando há dúvida quanto à exatidão de
determinado dado.

Zero (0)

• Quando o valor é muito pequeno para
ser expresso pela unidade adotada.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 22 probabilidade - parte 1
Aula 22   probabilidade - parte 1Aula 22   probabilidade - parte 1
Geometria plana
Geometria planaGeometria plana
Geometria plana
Herlan Ribeiro de Souza
 
Aula estatística descritiva básica
Aula estatística descritiva básicaAula estatística descritiva básica
Aula estatística descritiva básica
Horacimar Cotrim
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
Liliana Carvalho
 
Distribuição de frequencia
Distribuição de frequenciaDistribuição de frequencia
Distribuição de frequencia
Asafe Salomao
 
Aula1 - estatística básica
Aula1 -  estatística básicaAula1 -  estatística básica
Aula1 - estatística básica
Rafael José Rorato
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
Sonia Azevedo
 
Interpretação de gráficos e tabelas
Interpretação de gráficos e tabelasInterpretação de gráficos e tabelas
Interpretação de gráficos e tabelas
Carlos Priante
 
Semelhança de triângulos
Semelhança de triângulosSemelhança de triângulos
Semelhança de triângulos
giselelamas
 
Estatistica introdução
Estatistica introduçãoEstatistica introdução
Estatistica introdução
Leonardo Ferreira
 
Unidade 04 - Estatística - Medidas de dispersão.ppt
Unidade 04 - Estatística - Medidas de dispersão.pptUnidade 04 - Estatística - Medidas de dispersão.ppt
Unidade 04 - Estatística - Medidas de dispersão.ppt
CrobelEtiquetas
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
giselesilvaramos
 
Gráficos
GráficosGráficos
Gráficos
edsonluz
 
Aula 01 introdução a estatística
Aula 01   introdução a estatísticaAula 01   introdução a estatística
Pirâmides
PirâmidesPirâmides
Pirâmides
Rodrigo Carvalho
 
Estatistica descritiva
Estatistica descritiva Estatistica descritiva
Estatistica descritiva
Geisla Maia Gomes
 
Aula 05 Gráficos Estatísticos
Aula 05   Gráficos EstatísticosAula 05   Gráficos Estatísticos
Estatística básica
Estatística básicaEstatística básica
Estatística básica
Jose_ferreira
 
Estatísticas: Média, Moda e Mediana
Estatísticas: Média, Moda e MedianaEstatísticas: Média, Moda e Mediana
Estatísticas: Média, Moda e Mediana
Sminorffa
 
Matrizes
MatrizesMatrizes
Matrizes
rosania39
 

Mais procurados (20)

Aula 22 probabilidade - parte 1
Aula 22   probabilidade - parte 1Aula 22   probabilidade - parte 1
Aula 22 probabilidade - parte 1
 
Geometria plana
Geometria planaGeometria plana
Geometria plana
 
Aula estatística descritiva básica
Aula estatística descritiva básicaAula estatística descritiva básica
Aula estatística descritiva básica
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
 
Distribuição de frequencia
Distribuição de frequenciaDistribuição de frequencia
Distribuição de frequencia
 
Aula1 - estatística básica
Aula1 -  estatística básicaAula1 -  estatística básica
Aula1 - estatística básica
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
 
Interpretação de gráficos e tabelas
Interpretação de gráficos e tabelasInterpretação de gráficos e tabelas
Interpretação de gráficos e tabelas
 
Semelhança de triângulos
Semelhança de triângulosSemelhança de triângulos
Semelhança de triângulos
 
Estatistica introdução
Estatistica introduçãoEstatistica introdução
Estatistica introdução
 
Unidade 04 - Estatística - Medidas de dispersão.ppt
Unidade 04 - Estatística - Medidas de dispersão.pptUnidade 04 - Estatística - Medidas de dispersão.ppt
Unidade 04 - Estatística - Medidas de dispersão.ppt
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
 
Gráficos
GráficosGráficos
Gráficos
 
Aula 01 introdução a estatística
Aula 01   introdução a estatísticaAula 01   introdução a estatística
Aula 01 introdução a estatística
 
Pirâmides
PirâmidesPirâmides
Pirâmides
 
Estatistica descritiva
Estatistica descritiva Estatistica descritiva
Estatistica descritiva
 
Aula 05 Gráficos Estatísticos
Aula 05   Gráficos EstatísticosAula 05   Gráficos Estatísticos
Aula 05 Gráficos Estatísticos
 
Estatística básica
Estatística básicaEstatística básica
Estatística básica
 
Estatísticas: Média, Moda e Mediana
Estatísticas: Média, Moda e MedianaEstatísticas: Média, Moda e Mediana
Estatísticas: Média, Moda e Mediana
 
Matrizes
MatrizesMatrizes
Matrizes
 

Destaque

Estatistica aula 02
Estatistica aula 02Estatistica aula 02
Estatistica aula 02
pso2510
 
Estatística completa
Estatística completaEstatística completa
Estatística completa
Ronne Seles
 
Slides de estatística aplicada
Slides de estatística aplicadaSlides de estatística aplicada
Slides de estatística aplicada
Enio José Bolognini
 
4 apostila de estatística i
4 apostila de estatística i4 apostila de estatística i
4 apostila de estatística i
Jonnas Calado
 
PARTE 3 - Modelo Multiplicativo
PARTE 3 - Modelo MultiplicativoPARTE 3 - Modelo Multiplicativo
PARTE 3 - Modelo Multiplicativo
Regis Andrade
 
PARTE 1 - Conceitos - cap11
PARTE 1 - Conceitos - cap11PARTE 1 - Conceitos - cap11
PARTE 1 - Conceitos - cap11
Regis Andrade
 
Cap5 - Parte 5 - Ic População Finita
Cap5 - Parte 5 - Ic População FinitaCap5 - Parte 5 - Ic População Finita
Cap5 - Parte 5 - Ic População Finita
Regis Andrade
 
Aula de exercícios compelmetares
Aula de exercícios compelmetaresAula de exercícios compelmetares
Aula de exercícios compelmetares
Nilo Sampaio
 
CAP11 - PARTE 2 - Tendencia
CAP11 - PARTE 2 - TendenciaCAP11 - PARTE 2 - Tendencia
CAP11 - PARTE 2 - Tendencia
Regis Andrade
 
Estatistica aplicada1
Estatistica aplicada1Estatistica aplicada1
Estatistica aplicada1
Indyanara Oliveira
 
1ª aula estatística básica (cam241)
1ª aula estatística básica (cam241)1ª aula estatística básica (cam241)
1ª aula estatística básica (cam241)
Daniela Gomes
 
População e amostragem
População e amostragemPopulação e amostragem
População e amostragem
UERGS
 
Aula 11 estimação
Aula 11   estimaçãoAula 11   estimação
Aula 11 estimação
Ariel Rennó Chaves
 
Aula 1 - Estatística Inferencial
Aula 1 - Estatística InferencialAula 1 - Estatística Inferencial
Aula 1 - Estatística Inferencial
Caroline Godoy
 
Analise quantitativa dados: conceitos basicos
Analise quantitativa dados: conceitos basicosAnalise quantitativa dados: conceitos basicos
Analise quantitativa dados: conceitos basicos
Amer Hamdan
 
Conceitos Básicos de Estatística II
Conceitos Básicos de Estatística IIConceitos Básicos de Estatística II
Conceitos Básicos de Estatística II
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Conceitos Básicos de Estatística I
Conceitos Básicos de Estatística IConceitos Básicos de Estatística I
Conceitos Básicos de Estatística I
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Aula 02 população amostra e dados
Aula 02   população amostra e dadosAula 02   população amostra e dados
16 o método científico
16 o método científico16 o método científico
16 o método científico
Joao Balbi
 
População e amostra
População e amostraPopulação e amostra
População e amostra
Alexandre Cirqueira
 

Destaque (20)

Estatistica aula 02
Estatistica aula 02Estatistica aula 02
Estatistica aula 02
 
Estatística completa
Estatística completaEstatística completa
Estatística completa
 
Slides de estatística aplicada
Slides de estatística aplicadaSlides de estatística aplicada
Slides de estatística aplicada
 
4 apostila de estatística i
4 apostila de estatística i4 apostila de estatística i
4 apostila de estatística i
 
PARTE 3 - Modelo Multiplicativo
PARTE 3 - Modelo MultiplicativoPARTE 3 - Modelo Multiplicativo
PARTE 3 - Modelo Multiplicativo
 
PARTE 1 - Conceitos - cap11
PARTE 1 - Conceitos - cap11PARTE 1 - Conceitos - cap11
PARTE 1 - Conceitos - cap11
 
Cap5 - Parte 5 - Ic População Finita
Cap5 - Parte 5 - Ic População FinitaCap5 - Parte 5 - Ic População Finita
Cap5 - Parte 5 - Ic População Finita
 
Aula de exercícios compelmetares
Aula de exercícios compelmetaresAula de exercícios compelmetares
Aula de exercícios compelmetares
 
CAP11 - PARTE 2 - Tendencia
CAP11 - PARTE 2 - TendenciaCAP11 - PARTE 2 - Tendencia
CAP11 - PARTE 2 - Tendencia
 
Estatistica aplicada1
Estatistica aplicada1Estatistica aplicada1
Estatistica aplicada1
 
1ª aula estatística básica (cam241)
1ª aula estatística básica (cam241)1ª aula estatística básica (cam241)
1ª aula estatística básica (cam241)
 
População e amostragem
População e amostragemPopulação e amostragem
População e amostragem
 
Aula 11 estimação
Aula 11   estimaçãoAula 11   estimação
Aula 11 estimação
 
Aula 1 - Estatística Inferencial
Aula 1 - Estatística InferencialAula 1 - Estatística Inferencial
Aula 1 - Estatística Inferencial
 
Analise quantitativa dados: conceitos basicos
Analise quantitativa dados: conceitos basicosAnalise quantitativa dados: conceitos basicos
Analise quantitativa dados: conceitos basicos
 
Conceitos Básicos de Estatística II
Conceitos Básicos de Estatística IIConceitos Básicos de Estatística II
Conceitos Básicos de Estatística II
 
Conceitos Básicos de Estatística I
Conceitos Básicos de Estatística IConceitos Básicos de Estatística I
Conceitos Básicos de Estatística I
 
Aula 02 população amostra e dados
Aula 02   população amostra e dadosAula 02   população amostra e dados
Aula 02 população amostra e dados
 
16 o método científico
16 o método científico16 o método científico
16 o método científico
 
População e amostra
População e amostraPopulação e amostra
População e amostra
 

Semelhante a Estatística conceitos iniciais_professorjarbas.com.br

Apos est i_fev04_c1
Apos est i_fev04_c1Apos est i_fev04_c1
Apos est i_fev04_c1
Michele De Carli
 
Slides de estatística aplicada
Slides de estatística aplicadaSlides de estatística aplicada
Slides de estatística aplicada
Enio José Bolognini
 
Aula de Gráficos - Bioestatistica
Aula de Gráficos - BioestatisticaAula de Gráficos - Bioestatistica
Aula de Gráficos - Bioestatistica
Fisio Unipampa
 
Introd computacao
Introd computacaoIntrod computacao
Introd computacao
Martins Neto
 
Introdução à estatística 01 alunos
Introdução à estatística 01 alunosIntrodução à estatística 01 alunos
Introdução à estatística 01 alunos
Cézar Guerra
 
Considerações preliminares sobre dados quantitativos de pesquisa
Considerações preliminares sobre dados quantitativos de pesquisaConsiderações preliminares sobre dados quantitativos de pesquisa
Considerações preliminares sobre dados quantitativos de pesquisa
Leticia Strehl
 
ESTATÍSTICA PARTE I
ESTATÍSTICA PARTE IESTATÍSTICA PARTE I
ESTATÍSTICA PARTE I
Gabriela Maretti
 
Estatística para Ciências Sociais
Estatística para Ciências SociaisEstatística para Ciências Sociais
Estatística para Ciências Sociais
Vinicius Barreiro Funicelli
 
estatistica aula 1.pdf
estatistica aula 1.pdfestatistica aula 1.pdf
estatistica aula 1.pdf
EspecializaoEngenhar
 
Aula 01- Probabilidade e Estatística.pdf
Aula 01- Probabilidade e Estatística.pdfAula 01- Probabilidade e Estatística.pdf
Aula 01- Probabilidade e Estatística.pdf
SandroGomes81
 
Estatistica aplicada a GRH
Estatistica aplicada a GRHEstatistica aplicada a GRH
Estatistica aplicada a GRH
aurelio2machado
 
Aprenda fazer uma distribuição de frequência, Estatistica
Aprenda fazer uma distribuição de frequência, EstatisticaAprenda fazer uma distribuição de frequência, Estatistica
Aprenda fazer uma distribuição de frequência, Estatistica
Pedro Kangombe
 
Unidade i conceitos fundamentais de estatística
Unidade i   conceitos fundamentais de estatísticaUnidade i   conceitos fundamentais de estatística
Unidade i conceitos fundamentais de estatística
Cristiano Martinez
 
Noções de estatística pesquisa e representações gráficas
Noções de estatística pesquisa e representações gráficasNoções de estatística pesquisa e representações gráficas
Noções de estatística pesquisa e representações gráficas
Bruno Agra instituto Datavox
 
EstatisticaConceitos.pptx
EstatisticaConceitos.pptxEstatisticaConceitos.pptx
EstatisticaConceitos.pptx
ReginaSmith66
 
Aula de Estatística para 9º ano - Matemática
Aula de Estatística para 9º ano - MatemáticaAula de Estatística para 9º ano - Matemática
Aula de Estatística para 9º ano - Matemática
MarianaBarbosaDeOliv5
 
Análise de dados Quantitativos em Educação
Análise de dados Quantitativos em EducaçãoAnálise de dados Quantitativos em Educação
Análise de dados Quantitativos em Educação
sirleiarosa
 
Capítulo ii estatística iniciais
Capítulo ii   estatística  iniciaisCapítulo ii   estatística  iniciais
Capítulo ii estatística iniciais
con_seguir
 
ESTATISTICA.pptx
ESTATISTICA.pptxESTATISTICA.pptx
ESTATISTICA.pptx
GuilhermeBarreto53
 
Estatistica completo revisado
Estatistica completo revisadoEstatistica completo revisado
Estatistica completo revisado
Viviane Martins Dos Reis
 

Semelhante a Estatística conceitos iniciais_professorjarbas.com.br (20)

Apos est i_fev04_c1
Apos est i_fev04_c1Apos est i_fev04_c1
Apos est i_fev04_c1
 
Slides de estatística aplicada
Slides de estatística aplicadaSlides de estatística aplicada
Slides de estatística aplicada
 
Aula de Gráficos - Bioestatistica
Aula de Gráficos - BioestatisticaAula de Gráficos - Bioestatistica
Aula de Gráficos - Bioestatistica
 
Introd computacao
Introd computacaoIntrod computacao
Introd computacao
 
Introdução à estatística 01 alunos
Introdução à estatística 01 alunosIntrodução à estatística 01 alunos
Introdução à estatística 01 alunos
 
Considerações preliminares sobre dados quantitativos de pesquisa
Considerações preliminares sobre dados quantitativos de pesquisaConsiderações preliminares sobre dados quantitativos de pesquisa
Considerações preliminares sobre dados quantitativos de pesquisa
 
ESTATÍSTICA PARTE I
ESTATÍSTICA PARTE IESTATÍSTICA PARTE I
ESTATÍSTICA PARTE I
 
Estatística para Ciências Sociais
Estatística para Ciências SociaisEstatística para Ciências Sociais
Estatística para Ciências Sociais
 
estatistica aula 1.pdf
estatistica aula 1.pdfestatistica aula 1.pdf
estatistica aula 1.pdf
 
Aula 01- Probabilidade e Estatística.pdf
Aula 01- Probabilidade e Estatística.pdfAula 01- Probabilidade e Estatística.pdf
Aula 01- Probabilidade e Estatística.pdf
 
Estatistica aplicada a GRH
Estatistica aplicada a GRHEstatistica aplicada a GRH
Estatistica aplicada a GRH
 
Aprenda fazer uma distribuição de frequência, Estatistica
Aprenda fazer uma distribuição de frequência, EstatisticaAprenda fazer uma distribuição de frequência, Estatistica
Aprenda fazer uma distribuição de frequência, Estatistica
 
Unidade i conceitos fundamentais de estatística
Unidade i   conceitos fundamentais de estatísticaUnidade i   conceitos fundamentais de estatística
Unidade i conceitos fundamentais de estatística
 
Noções de estatística pesquisa e representações gráficas
Noções de estatística pesquisa e representações gráficasNoções de estatística pesquisa e representações gráficas
Noções de estatística pesquisa e representações gráficas
 
EstatisticaConceitos.pptx
EstatisticaConceitos.pptxEstatisticaConceitos.pptx
EstatisticaConceitos.pptx
 
Aula de Estatística para 9º ano - Matemática
Aula de Estatística para 9º ano - MatemáticaAula de Estatística para 9º ano - Matemática
Aula de Estatística para 9º ano - Matemática
 
Análise de dados Quantitativos em Educação
Análise de dados Quantitativos em EducaçãoAnálise de dados Quantitativos em Educação
Análise de dados Quantitativos em Educação
 
Capítulo ii estatística iniciais
Capítulo ii   estatística  iniciaisCapítulo ii   estatística  iniciais
Capítulo ii estatística iniciais
 
ESTATISTICA.pptx
ESTATISTICA.pptxESTATISTICA.pptx
ESTATISTICA.pptx
 
Estatistica completo revisado
Estatistica completo revisadoEstatistica completo revisado
Estatistica completo revisado
 

Mais de fpv_transilvania

As Energias Renováveis no Brasil entre o Mercado e a Universidade 2011
As Energias Renováveis no Brasil entre o Mercado e a Universidade 2011As Energias Renováveis no Brasil entre o Mercado e a Universidade 2011
As Energias Renováveis no Brasil entre o Mercado e a Universidade 2011
fpv_transilvania
 
Biodigestor 12 passos para construir um biodigestor
Biodigestor 12 passos para construir um biodigestorBiodigestor 12 passos para construir um biodigestor
Biodigestor 12 passos para construir um biodigestor
fpv_transilvania
 
Biodigestor sertanejo recife diaconia_2011_excelente
Biodigestor sertanejo recife diaconia_2011_excelenteBiodigestor sertanejo recife diaconia_2011_excelente
Biodigestor sertanejo recife diaconia_2011_excelente
fpv_transilvania
 
Biodigestor modelo da costa rica de facil construcao
Biodigestor modelo da costa rica de facil construcaoBiodigestor modelo da costa rica de facil construcao
Biodigestor modelo da costa rica de facil construcao
fpv_transilvania
 
Eletronica basica vol 01_lr de oliveira
Eletronica basica vol 01_lr de oliveiraEletronica basica vol 01_lr de oliveira
Eletronica basica vol 01_lr de oliveira
fpv_transilvania
 
Evte logistica reversa equipamentos eletroeletrônicos MDIC
Evte logistica reversa equipamentos eletroeletrônicos MDICEvte logistica reversa equipamentos eletroeletrônicos MDIC
Evte logistica reversa equipamentos eletroeletrônicos MDIC
fpv_transilvania
 
Evte logistica reversa equip eletroeletronicos abrelpe
Evte logistica reversa equip eletroeletronicos abrelpeEvte logistica reversa equip eletroeletronicos abrelpe
Evte logistica reversa equip eletroeletronicos abrelpe
fpv_transilvania
 
Logística Reversa o cenário do lixo eletroeletrônico no brasil
Logística Reversa o cenário do lixo eletroeletrônico no brasilLogística Reversa o cenário do lixo eletroeletrônico no brasil
Logística Reversa o cenário do lixo eletroeletrônico no brasil
fpv_transilvania
 
Energia eólica perguntas frequentes pucrs
Energia eólica perguntas frequentes pucrsEnergia eólica perguntas frequentes pucrs
Energia eólica perguntas frequentes pucrs
fpv_transilvania
 
Energia eolica no brasil e no mundo folder mme 2014
Energia eolica no brasil e no mundo folder mme 2014Energia eolica no brasil e no mundo folder mme 2014
Energia eolica no brasil e no mundo folder mme 2014
fpv_transilvania
 
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
fpv_transilvania
 
Guia didático de energia solar 08 construção e avaliação de desempenho de mod...
Guia didático de energia solar 08 construção e avaliação de desempenho de mod...Guia didático de energia solar 08 construção e avaliação de desempenho de mod...
Guia didático de energia solar 08 construção e avaliação de desempenho de mod...
fpv_transilvania
 
Guia didático de energia solar 07 fornos solares
Guia didático de energia solar 07 fornos solaresGuia didático de energia solar 07 fornos solares
Guia didático de energia solar 07 fornos solares
fpv_transilvania
 
Guia didático de energia solar 06 colectores solares térmicos
Guia didático de energia solar 06 colectores solares térmicosGuia didático de energia solar 06 colectores solares térmicos
Guia didático de energia solar 06 colectores solares térmicos
fpv_transilvania
 
Guia didático de energia solar 05 relógios de sol
Guia didático de energia solar 05 relógios de solGuia didático de energia solar 05 relógios de sol
Guia didático de energia solar 05 relógios de sol
fpv_transilvania
 
Guia didático de energia solar 04 conversão fotovoltaica da energia solar
Guia didático de energia solar 04 conversão fotovoltaica da energia solarGuia didático de energia solar 04 conversão fotovoltaica da energia solar
Guia didático de energia solar 04 conversão fotovoltaica da energia solar
fpv_transilvania
 
Guia didático de energia solar 03 conversão térmica da energia solar
Guia didático de energia solar 03 conversão térmica da energia solarGuia didático de energia solar 03 conversão térmica da energia solar
Guia didático de energia solar 03 conversão térmica da energia solar
fpv_transilvania
 
Guia didático de energia solar 02 conceitos gerais de heliotecnia
Guia didático de energia solar 02 conceitos gerais de heliotecniaGuia didático de energia solar 02 conceitos gerais de heliotecnia
Guia didático de energia solar 02 conceitos gerais de heliotecnia
fpv_transilvania
 
Guia didático de energia solar 01 o aproveitamento da energia solar
Guia didático de energia solar 01 o aproveitamento da energia solarGuia didático de energia solar 01 o aproveitamento da energia solar
Guia didático de energia solar 01 o aproveitamento da energia solar
fpv_transilvania
 
Guia didático de energia solar
Guia didático de energia solarGuia didático de energia solar
Guia didático de energia solar
fpv_transilvania
 

Mais de fpv_transilvania (20)

As Energias Renováveis no Brasil entre o Mercado e a Universidade 2011
As Energias Renováveis no Brasil entre o Mercado e a Universidade 2011As Energias Renováveis no Brasil entre o Mercado e a Universidade 2011
As Energias Renováveis no Brasil entre o Mercado e a Universidade 2011
 
Biodigestor 12 passos para construir um biodigestor
Biodigestor 12 passos para construir um biodigestorBiodigestor 12 passos para construir um biodigestor
Biodigestor 12 passos para construir um biodigestor
 
Biodigestor sertanejo recife diaconia_2011_excelente
Biodigestor sertanejo recife diaconia_2011_excelenteBiodigestor sertanejo recife diaconia_2011_excelente
Biodigestor sertanejo recife diaconia_2011_excelente
 
Biodigestor modelo da costa rica de facil construcao
Biodigestor modelo da costa rica de facil construcaoBiodigestor modelo da costa rica de facil construcao
Biodigestor modelo da costa rica de facil construcao
 
Eletronica basica vol 01_lr de oliveira
Eletronica basica vol 01_lr de oliveiraEletronica basica vol 01_lr de oliveira
Eletronica basica vol 01_lr de oliveira
 
Evte logistica reversa equipamentos eletroeletrônicos MDIC
Evte logistica reversa equipamentos eletroeletrônicos MDICEvte logistica reversa equipamentos eletroeletrônicos MDIC
Evte logistica reversa equipamentos eletroeletrônicos MDIC
 
Evte logistica reversa equip eletroeletronicos abrelpe
Evte logistica reversa equip eletroeletronicos abrelpeEvte logistica reversa equip eletroeletronicos abrelpe
Evte logistica reversa equip eletroeletronicos abrelpe
 
Logística Reversa o cenário do lixo eletroeletrônico no brasil
Logística Reversa o cenário do lixo eletroeletrônico no brasilLogística Reversa o cenário do lixo eletroeletrônico no brasil
Logística Reversa o cenário do lixo eletroeletrônico no brasil
 
Energia eólica perguntas frequentes pucrs
Energia eólica perguntas frequentes pucrsEnergia eólica perguntas frequentes pucrs
Energia eólica perguntas frequentes pucrs
 
Energia eolica no brasil e no mundo folder mme 2014
Energia eolica no brasil e no mundo folder mme 2014Energia eolica no brasil e no mundo folder mme 2014
Energia eolica no brasil e no mundo folder mme 2014
 
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
 
Guia didático de energia solar 08 construção e avaliação de desempenho de mod...
Guia didático de energia solar 08 construção e avaliação de desempenho de mod...Guia didático de energia solar 08 construção e avaliação de desempenho de mod...
Guia didático de energia solar 08 construção e avaliação de desempenho de mod...
 
Guia didático de energia solar 07 fornos solares
Guia didático de energia solar 07 fornos solaresGuia didático de energia solar 07 fornos solares
Guia didático de energia solar 07 fornos solares
 
Guia didático de energia solar 06 colectores solares térmicos
Guia didático de energia solar 06 colectores solares térmicosGuia didático de energia solar 06 colectores solares térmicos
Guia didático de energia solar 06 colectores solares térmicos
 
Guia didático de energia solar 05 relógios de sol
Guia didático de energia solar 05 relógios de solGuia didático de energia solar 05 relógios de sol
Guia didático de energia solar 05 relógios de sol
 
Guia didático de energia solar 04 conversão fotovoltaica da energia solar
Guia didático de energia solar 04 conversão fotovoltaica da energia solarGuia didático de energia solar 04 conversão fotovoltaica da energia solar
Guia didático de energia solar 04 conversão fotovoltaica da energia solar
 
Guia didático de energia solar 03 conversão térmica da energia solar
Guia didático de energia solar 03 conversão térmica da energia solarGuia didático de energia solar 03 conversão térmica da energia solar
Guia didático de energia solar 03 conversão térmica da energia solar
 
Guia didático de energia solar 02 conceitos gerais de heliotecnia
Guia didático de energia solar 02 conceitos gerais de heliotecniaGuia didático de energia solar 02 conceitos gerais de heliotecnia
Guia didático de energia solar 02 conceitos gerais de heliotecnia
 
Guia didático de energia solar 01 o aproveitamento da energia solar
Guia didático de energia solar 01 o aproveitamento da energia solarGuia didático de energia solar 01 o aproveitamento da energia solar
Guia didático de energia solar 01 o aproveitamento da energia solar
 
Guia didático de energia solar
Guia didático de energia solarGuia didático de energia solar
Guia didático de energia solar
 

Último

Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 

Estatística conceitos iniciais_professorjarbas.com.br

  • 1. Prof. M. Sc. Jarbas Thaunahy Santos de Almeida
  • 2.     Mestre em Engenharia da Informação – UFABC Pós-graduado em Docência do Ensino Superior – UFRJ Licenciado em Matemática – UniFIEO Tecnólogo em Informática – FACEX  Professor e Coordenador do Curso de Sistemas de Informação – FAMA  Professor e Coordenador do Curso de Logística – FATEC Mauá  Professor convidado do Curso de Especialização em Tecnologias e Sistemas de Informação (TSI) da UFABC.  Autor do livro: Cálculos financeiros com Excel e HP12C. Florianópolis: Visual Books, 2008.  Apresentação de Artigos sobre Governo Eletrônico em congressos nacionais e internacionais (UFMG, UFRJ, UFF, PUC-SP, USP). e-mail: thaunahy@gmail.com MSN: thaunahy@hotmail.com Blog: http://thaunahy.blogspot.com Home page: www.jarbas.br21.com
  • 3. ESTATÍSTICA Prof. M. Sc. Jarbas Thaunahy Santos de Almeida
  • 4. “A estatística é a mais perversa das ciências. Se você come dois frangos e eu não como nenhum, ela diz que, na média, ambos comeram um frango.” Anônimo
  • 5. Estatística Ramo da Matemática Aplicada Uma metodologia Uma técnica científica
  • 6. Conceitos Iniciais A estatística representa o conjunto de técnicas que tem por objetivo primordial possibilitar a análise e a interpretação das informações contidas em diferentes conjuntos de dados.
  • 7. Conceitos Iniciais A estatística pode ser formalmente conceituada como a ciência que tem por objetivo a coleção, a análise e a interpretação de dados qualitativos ou numéricos a respeito de fenômenos coletivos ou de massa. O termo ESTATÍSTICA é derivado da palavra latina status que significa ESTADO. Uma ESTATÍSTICA é uma medida resumida, calculada a partir dos dados da amostra, usada para descrever ou estimar uma característica de toda uma população.
  • 8. Etapas do método estatístico Coleta dos dados Organização Apresentação Análise Tomada de decisão
  • 9. Conceitos Iniciais • Coleta • Organização • Apresentação • Análise • Tomada de decisão Estatística Descritiva ou Dedutiva Estatística Indutiva ou Inferencial
  • 10. Coleta de Dados Direta • Realizada sobre elementos informativos de registro obrigatório. Indireta • Inferida de elementos conhecidos conhecimento de outros fenômenos. e/ou do
  • 11. Coleta de Dados Direta Contínua • Quando realizada continuamente, tal como a de nascimentos e óbitos e a de frequência dos alunos às aulas. Periódica • Quando realizada em intervalos constantes de tempo, como os censos e as avaliações dos alunos. Ocasional • Quando realizada extemporaneamente, a fim de atender a uma conjuntura ou a uma emergência.
  • 12. Organização dos Dados Consiste na contagem ou tabulação dos dados coletados após a crítica, ordenando-os segundo critérios de classificação estabelecidos.
  • 14. População Conjunto universo População estatística Universo estatístico Todo conjunto cujos elementos possuem alguma característica em comum
  • 15. População Censo ou recenseamento Amostragem • Tipo de estudo estatístico que abrange todos os elementos da população. • Um subconjunto da população, que representa o conjunto inteiro. • Representativo do todo.
  • 16. Uma população (ou universo) é a totalidade dos itens ou objetos considerados. Uma amostra é a parte da população selecionada pela análise. Um parâmetro é uma medida calculada para descrever uma característica de toda uma população. Uma estatística é uma medida calculada para descrever uma característica de apenas uma amostra da população.
  • 17. Adoção da amostragem Quando a população é muito grande Quando se deseja o resultado da pesquisa em curto espaço de tempo Quando se deseja gastar menos Quando o objeto da pesquisa é destrutivo
  • 18. Amostragem Casual ou aleatória simples Equivalente a um sorteio lotérico. Proporcional estratificada A população se divide em subpopulações (estratos). Sistemática Consiste na ordenação do sistema de referência.
  • 25. Dados Brutos São os resultados das variáveis dispostos aleatoriamente Sem nenhuma ordem de grandeza crescente ou decrescente
  • 26. Dados
  • 27. Rol
  • 30. Séries Históricas VOTAÇÃO ELETRÔNICA NO BRASIL (1996 – 2000) Ano Número de urnas eletrônicas utilizadas 1996 77.469 1998 152.370 2000 353.780 Fonte: TRE-SP
  • 31. Séries Geográficas Dados socioeconômicos do Grande ABC Paulista Município Rendimento médio mensal (R$) Diadema 634,91 Mauá 632,55 Ribeirão Pires 771,08 Rio Grande da Serra 493,05 Santo André 986,09 São Bernardo do Campo 1.027,08 São Caetano do Sul 1.366,39 Fonte: IBGE Cidades
  • 32. Séries Específicas Distribuição da existência de web sítios municipais do Estado de SP Resultado Quantidade de municípios Com website oficial 416 Com website alternativo 31 Sem website 198 Fonte: Torres e Agune, 2007.
  • 34. Tabelas Corpo • Conjunto de linhas e colunas que contém informações sobre a variável em estudo. Cabeçalho • Parte superior da tabela que especifica o conteúdo das colunas. Coluna Indicadora • Parte da tabela que especifica o conteúdo das linhas.
  • 35. Tabelas Linhas • Retas imaginárias que facilitam a leitura, no sentido horizontal, de dados que se inscrevem nos seus cruzamentos com as colunas. Casa ou Célula • Espaço destinado a um só número. Título • Conjunto de informações, as mais completas possíveis, respondendo às perguntas: O que? Quando? Onde?, localizado no topo da tabela.
  • 36. Coluna Indicadora Título Cabeçalho Corpo VOTAÇÃO ELETRÔNICA NO BRASIL (1996 – 2000) Ano Número de urnas eletrônicas utilizadas 1996 77.469 1998 152.370 2000 353.780 Linha Fonte: TRE-SP Casa ou Célula Rodapé
  • 37. Sinais convencionais Três pontos (...) Traço horizontal (-) • Quando o dado existe, mas não o conhecemos, ou seja, não dispomos dele. • Quando o valor é zero. Ponto de interrogação (?) • Quando há dúvida quanto à exatidão de determinado dado. Zero (0) • Quando o valor é muito pequeno para ser expresso pela unidade adotada.