SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
AULA 02
POPULAÇÃO, AMOSTRA E DADOS


  PROFESSOR JOÃO ALESSANDRO
         JULHO - 2012
COLETA DE DADOS – AMOSTRAGEM

                 IMPORTÂNCIA DA AMOSTRAGEM
                                       e       am
                                                 os t
                                     od              rag
                            oc ess                         em
                       Pr
       População                                                Estatísticas
                                                     Amostra    Média
                                                                Desvio padrão
                                                                Proporção etc.
Parâmetros
Média
                    Co pula
                     po
                      nh ção




Desvio padrão
                        ec
                           im




Proporção etc.
                             en
                                to
                                      da




                                             art s hno C
                                                       d
                                                     aa
                                                  om
                                                 i e
                                                mc




                                       Inferência
                                            ne
COLETA DE DADOS – AMOSTRAGEM

          IMPORTÂNCIA DA AMOSTRAGEM

“Não é preciso comer um bolo inteiro para ver se é bom.”
“Não é necessário analisar 100 toneladas de minério de ferro para
saber sua composição química. Basta fazer uma boa amostragem
e analisar quantidades bem menores, conhecendo-se o erro que se
corre.”

Avaliar a temperatura da água da piscina mergulhando a ponta
do pé;
Assistir um programa de tv por alguns minutos para ver se vale a
pena assisti-lo até o fim;
Fabricar lotes pilotos para depois se lançar à fabricação em
grande escala.
EXEMPLOS

Exemplo 1. Comparação: Testes sobre medicamentos

   Avaliação sobre novo analgésico
                                 10 tomam novo medicamento
   20 indivíduos selecionados
                                 10 tomam remédio padrão




                   Quantos relataram
      Remédio
                   diminuição da dor
       Novo                8           A diferença observada é

      Padrão               5           real ou aleatória?
EXEMPLOS
Exemplo 2:

Previsão: Demanda por Produtos e Serviços

   Quantos leitos hospitalares serão necessários?

   Quantas vagas serão necessárias nas diferentes séries
    escolares?

   Quanto um supermercado venderá nas festas de fim de
    ano?


                 (Métodos estatísticos de previsão)
EXEMPLOS

Exemplo 3:

Explicação de Resultados

 Fatores   de prognóstico para pacientes

 Fatores   de risco para doenças

 Determinantes   de desempenho escolar
COLETA DE DADOS – TIPOS DE DADOS
                            DADOS



Dados qualitativos                      Dados quantitativos
Ou dados categóricos ou atributos     Consistem em números
(podem ser distribuídos em             que representam
categorias mutuamente exclusivas.      contagens ou medidas
Se distinguem por alguma              Exemplos: idade,
característica não-numérica            estatura, peso, etc.
Ordinais: tem ordenação
natural. Ex: grau de instrução (1a ,   Discretos (inteiros)
2a,Nominais (Sexo, cor, causa de
 etc.)                                Contínuos (cm, kg, etc.)
morte, grupo sanguíneo, etc.)
COLETA DE DADOS – TIPOS DE DADOS

       Como são classificados os dados quantitativos?

 DADOS DISCRETOS
São dados referentes às variáveis discretas que assumem valores
inteiros e são resultantes de uma contagem de itens
Representam contagem
São dados quantitativos

 DADOS CONTÍNUOS
São os dados referentes às variáveis contínuas que podem assumir
qualquer valor num intervalo contínuo
São dados quantitativos
Representam mensurações (medidas)
COLETA DE DADOS – TIPOS DE DADOS


                   Dado                 contínuo discreto
 peso de bêbes recém-nascidos              X
 número de cds vendidos no shopping                  X
 dureza dos materiais ferrosos             X
 número de pedestres/min na passarela                X
 altura dos edifícios do centro de BH      X
 densidade dos fluidos de petróleo         X
 tempo de aula                             X
 velocidade dos carros de fórmula 1        X
 número de carros fabricados em abril                X
 número de animais do pasto abatidos                 X
COLETA DE DADOS – TIPOS DE DADOS

                                         DADOS

   QUALITATIVOS: ou dados                  QUANTITATIVOS: são números que
       categóricos ou atributos               representam contagens ou medidas

   Nominais               Ordinais            Discretos            Contínuos
                       São dados que        Resultam de um       Resultam de um
  São nomes,
                        podem estar        conjunto finito de   conjunto infinito de
   rótulos ou
                        dispostos em       valores possíveis,   valores que podem
categorias. Não
                       alguma ordem,         sendo dados         estar associados
  podem estar
                      mas as diferenças      normalmente           numa escala
 dispostos num
                       entre os valores         inteiros.            contínua;
    esquema
                       não podem ser         Representam           Representam
   ordenado.
                       determinadas.          contagens.          mensurações.

    Ex.: Bebida         Ex.: Níveis de       Ex.: número de      Ex.: Variações do
preferida, tipos de    avaliação de um       falhas de cada      diâmetros de um
   falhas, etc..           serviço.         máquina da linha.     eixo fabricado.
COLETA DE DADOS – TIPOS DE DADOS - EXEMPLO
  Dados da mesma população originam diferentes tipos de dados.



                                natureza dos dados
populações                                                 por postos
             contínuo     discreto        nominal          ou ordinal
alunos 2º     idades,                     menino/menina
                          nº alunos                        2º grau
grau          pesos

automóveis   velocidade   nº defeitos /     cores          grau de
             Km/h         carro                            limpeza

vendas de    valor em R$ nº ofertas       acima do preço   muito
imóveis                                                    dispendioso
COLETA DE DADOS - INTRODUÇÃO
INFORMAÇÕES, DADOS..........

 Coleta de                                    Tomada
 dados          Organização      Análise      de decisão



         Dados primários                   Dados coletados por você
         Dados secundários                 Dados coletados por
                                           outros
O bom planejamento da                      qualidade dos dados
coleta (amostragem)

A quantidade de erros podem até destruir ou prejudicar a validade
dos resultados
COLETA DE DADOS - INTRODUÇÃO

Quando os dados secundários não estão disponíveis ou eles
são inadequados:


O que                Coletamos os nossos próprios
fazemos              dados


                  toda a          levantamento do dinheiro
                 população        contido nos caixas do
                                  banco no final do dia
 coleta

               amostra             Exame de fezes, de
                                   sangue, urina
COLETA DE DADOS - AMOSTRAGEM

                            AMOSTRAGEM
                                      e        am
                                                 os t
                                    od               rag
                           oc ess                          em
                      Pr
       População                                                Estatísticas
                                                     Amostra    Média
                                                                Desvio padrão
                                                                Proporção etc.
Parâmetros
Média
                   Co pula
                    po
                     nh ção




Desvio padrão
                       ec
                          im




Proporção etc.
                            en
                               to
                                     da




                                            art s hno C
                                                       d
                                                     aa
                                                  om
                                                i ce




                                      Inferência
                                            em
COLETA DE DADOS – CONCEITOS IMPORTANTES

POPULAÇÃO
É uma coleção completa de todos elementos (valores, pessoas,
medidas etc.) a serem estudados.

AMOSTRA
É uma parte extraída dos elementos da população.



 CENSO
É uma coleção de dados relativos a todos elementos de uma
população.
Coleta de Dados – Conceitos Importantes
             POPULAÇÃO, AMOSTRA E CENSO
            População                           Amostra
Altura de todos alunos do colégio   Altura dos alunos da turma 23 do
                                    colégio
Carros que passam no posto de       Carros que passam no posto de
pedágio no período de 24:00h        pedágio no período de 11:00 às
                                    12:00h
Produção de 30 dias de uma fábrica Produção de 1 dia de uma fábrica
Número de notas fiscais emitidas    Número de notas fiscais emitidas
em 2006                             em 1 mês do ano de 2006
PH dos vinhos produzidos na safra   PH dos vinhos de 800 garrafas da
de 2006 no Brasil                   safra de 2006 no Brasil
Peso dos pacotes (1Kg) de           Peso de 300 pacotes de macarrão (1
macarrão produzidos em dez/2006     kg) da produção de dez/2006
Aula 02 sobre amostragem e coleta de dados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Análise combinatória
Análise combinatóriaAnálise combinatória
Análise combinatóriabetencourt
 
Caderno de Exercícios – Estatística com solução
Caderno de Exercícios – Estatística com soluçãoCaderno de Exercícios – Estatística com solução
Caderno de Exercícios – Estatística com soluçãoOutliers Academy
 
Contagem que envolvem o princípio multiplicativo.ppt
Contagem que envolvem o princípio multiplicativo.pptContagem que envolvem o princípio multiplicativo.ppt
Contagem que envolvem o princípio multiplicativo.pptFlavioMarquesBacelar
 
Aula 9º ano - Razão e Proporção
Aula 9º ano - Razão e ProporçãoAula 9º ano - Razão e Proporção
Aula 9º ano - Razão e ProporçãoAdriano Capilupe
 
1ª lista de exerc(monomios) 8º ano ilton bruno
1ª lista de exerc(monomios) 8º ano   ilton bruno1ª lista de exerc(monomios) 8º ano   ilton bruno
1ª lista de exerc(monomios) 8º ano ilton brunoIlton Bruno
 
Aula - semelhança de figuras
Aula - semelhança de figurasAula - semelhança de figuras
Aula - semelhança de figurasmmffg
 
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)GernciadeProduodeMat
 
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)SirlenedeAPFinotti
 
Testes parametricos e nao parametricos
Testes parametricos e nao parametricosTestes parametricos e nao parametricos
Testes parametricos e nao parametricosRosario Cação
 
Estatística aplicada à gestão empresarial
Estatística aplicada à gestão empresarialEstatística aplicada à gestão empresarial
Estatística aplicada à gestão empresarialAdriano Bruni
 

Mais procurados (20)

Análise combinatória
Análise combinatóriaAnálise combinatória
Análise combinatória
 
Aula 30 testes de hipóteses
Aula 30   testes de hipótesesAula 30   testes de hipóteses
Aula 30 testes de hipóteses
 
Estatística Descritiva
Estatística DescritivaEstatística Descritiva
Estatística Descritiva
 
Estatistica descritiva
Estatistica descritiva Estatistica descritiva
Estatistica descritiva
 
Gráficos e Tabelas
Gráficos e TabelasGráficos e Tabelas
Gráficos e Tabelas
 
Caderno de Exercícios – Estatística com solução
Caderno de Exercícios – Estatística com soluçãoCaderno de Exercícios – Estatística com solução
Caderno de Exercícios – Estatística com solução
 
Aula 01 introdução a estatística
Aula 01   introdução a estatísticaAula 01   introdução a estatística
Aula 01 introdução a estatística
 
Contagem que envolvem o princípio multiplicativo.ppt
Contagem que envolvem o princípio multiplicativo.pptContagem que envolvem o princípio multiplicativo.ppt
Contagem que envolvem o princípio multiplicativo.ppt
 
Semelhança de triângulos
Semelhança de triângulosSemelhança de triângulos
Semelhança de triângulos
 
Progressão aritmética
Progressão aritméticaProgressão aritmética
Progressão aritmética
 
Aula 9º ano - Razão e Proporção
Aula 9º ano - Razão e ProporçãoAula 9º ano - Razão e Proporção
Aula 9º ano - Razão e Proporção
 
Razao e proporção
Razao e proporçãoRazao e proporção
Razao e proporção
 
1ª lista de exerc(monomios) 8º ano ilton bruno
1ª lista de exerc(monomios) 8º ano   ilton bruno1ª lista de exerc(monomios) 8º ano   ilton bruno
1ª lista de exerc(monomios) 8º ano ilton bruno
 
Aula - semelhança de figuras
Aula - semelhança de figurasAula - semelhança de figuras
Aula - semelhança de figuras
 
Estatistica conceitos
Estatistica conceitosEstatistica conceitos
Estatistica conceitos
 
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
 
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
 
Testes parametricos e nao parametricos
Testes parametricos e nao parametricosTestes parametricos e nao parametricos
Testes parametricos e nao parametricos
 
Numeros racionais
Numeros racionaisNumeros racionais
Numeros racionais
 
Estatística aplicada à gestão empresarial
Estatística aplicada à gestão empresarialEstatística aplicada à gestão empresarial
Estatística aplicada à gestão empresarial
 

Semelhante a Aula 02 sobre amostragem e coleta de dados

Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.pptCurso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.pptssuser2b53fe
 
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.pptCurso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.pptssuser2b53fe
 
Cepp5 aula 01 - fundamentos de estatística
Cepp5   aula 01 - fundamentos de estatísticaCepp5   aula 01 - fundamentos de estatística
Cepp5 aula 01 - fundamentos de estatísticaLuciana C. L. Silva
 
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.pptCurso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.pptssuser2b53fe
 
Probabilidade estatatìstica e contabilidade
Probabilidade estatatìstica e contabilidadeProbabilidade estatatìstica e contabilidade
Probabilidade estatatìstica e contabilidadeLeonel Boano
 
Apostila estatistica descritiva ii
Apostila estatistica descritiva iiApostila estatistica descritiva ii
Apostila estatistica descritiva iisimuladocontabil
 
Cálculo do tamanho de uma Amostra
Cálculo do tamanho de uma AmostraCálculo do tamanho de uma Amostra
Cálculo do tamanho de uma AmostraFlávia Salame
 
Nilo Antonio de Souza Sampaio - Probabilidade/Estatística
Nilo Antonio de Souza Sampaio - Probabilidade/EstatísticaNilo Antonio de Souza Sampaio - Probabilidade/Estatística
Nilo Antonio de Souza Sampaio - Probabilidade/EstatísticaNilo Sampaio
 
Estatãstica descritiva
Estatãstica descritivaEstatãstica descritiva
Estatãstica descritivaNilo Sampaio
 
Material de apoio estatística 2017 1
Material de apoio estatística 2017 1Material de apoio estatística 2017 1
Material de apoio estatística 2017 1Psicologia_2015
 

Semelhante a Aula 02 sobre amostragem e coleta de dados (20)

Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.pptCurso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
 
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.pptCurso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
 
Cepp5 aula 01 - fundamentos de estatística
Cepp5   aula 01 - fundamentos de estatísticaCepp5   aula 01 - fundamentos de estatística
Cepp5 aula 01 - fundamentos de estatística
 
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.pptCurso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
 
ESTATISTICA.pptx
ESTATISTICA.pptxESTATISTICA.pptx
ESTATISTICA.pptx
 
Apostila bioestatistica 2018
Apostila bioestatistica 2018Apostila bioestatistica 2018
Apostila bioestatistica 2018
 
Probabilidade estatatìstica e contabilidade
Probabilidade estatatìstica e contabilidadeProbabilidade estatatìstica e contabilidade
Probabilidade estatatìstica e contabilidade
 
Pesquisa de mkt ec cap-3
Pesquisa de mkt   ec cap-3Pesquisa de mkt   ec cap-3
Pesquisa de mkt ec cap-3
 
Pesquisa Aplicada a Comunicação cap-3
Pesquisa Aplicada a Comunicação cap-3Pesquisa Aplicada a Comunicação cap-3
Pesquisa Aplicada a Comunicação cap-3
 
Estatistica
EstatisticaEstatistica
Estatistica
 
2012 aula1 (1)
2012 aula1 (1)2012 aula1 (1)
2012 aula1 (1)
 
Apostila estatistica descritiva ii
Apostila estatistica descritiva iiApostila estatistica descritiva ii
Apostila estatistica descritiva ii
 
Cálculo do tamanho de uma Amostra
Cálculo do tamanho de uma AmostraCálculo do tamanho de uma Amostra
Cálculo do tamanho de uma Amostra
 
Nilo Antonio de Souza Sampaio - Probabilidade/Estatística
Nilo Antonio de Souza Sampaio - Probabilidade/EstatísticaNilo Antonio de Souza Sampaio - Probabilidade/Estatística
Nilo Antonio de Souza Sampaio - Probabilidade/Estatística
 
Estatãstica descritiva
Estatãstica descritivaEstatãstica descritiva
Estatãstica descritiva
 
Aula7
Aula7Aula7
Aula7
 
Fundamentos da estatística
Fundamentos da estatísticaFundamentos da estatística
Fundamentos da estatística
 
Material de apoio estatística 2017 1
Material de apoio estatística 2017 1Material de apoio estatística 2017 1
Material de apoio estatística 2017 1
 
Coleta de dados e crítica de variáveis
Coleta de dados e crítica de variáveisColeta de dados e crítica de variáveis
Coleta de dados e crítica de variáveis
 
Ou estatistica
Ou estatisticaOu estatistica
Ou estatistica
 

Mais de João Alessandro da Luz, Secretaria de Estado da Educação do Paraná, Campo Mourão - Pr

Mais de João Alessandro da Luz, Secretaria de Estado da Educação do Paraná, Campo Mourão - Pr (20)

Minicurso - Parte 4 : Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Jogos...
Minicurso - Parte 4  : Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Jogos...Minicurso - Parte 4  : Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Jogos...
Minicurso - Parte 4 : Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Jogos...
 
Minicurso - Parte 3: Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Aplicat...
Minicurso - Parte 3: Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Aplicat...Minicurso - Parte 3: Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Aplicat...
Minicurso - Parte 3: Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Aplicat...
 
Minicurso - Parte 1: Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Referen...
Minicurso - Parte 1: Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Referen...Minicurso - Parte 1: Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Referen...
Minicurso - Parte 1: Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Referen...
 
Minicurso - Parte 2: Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Sites, ...
Minicurso - Parte 2: Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Sites, ...Minicurso - Parte 2: Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Sites, ...
Minicurso - Parte 2: Uso de Tecnologias para o Ensino da Matemática - Sites, ...
 
Oficina - Ensino via Resolução de Problemas - Dia 2
Oficina - Ensino via Resolução de Problemas - Dia 2Oficina - Ensino via Resolução de Problemas - Dia 2
Oficina - Ensino via Resolução de Problemas - Dia 2
 
Oficina - Ensino via Resolução de Problemas - Dia 1
Oficina - Ensino via Resolução de Problemas - Dia 1Oficina - Ensino via Resolução de Problemas - Dia 1
Oficina - Ensino via Resolução de Problemas - Dia 1
 
O Uso de Mídias Tecnológicas no Ensino da Matemática: Algumas Possibilidades
O Uso de Mídias Tecnológicas no Ensino da Matemática: Algumas PossibilidadesO Uso de Mídias Tecnológicas no Ensino da Matemática: Algumas Possibilidades
O Uso de Mídias Tecnológicas no Ensino da Matemática: Algumas Possibilidades
 
1o trabalho - 1o trimestre - 2o ano
1o trabalho - 1o trimestre - 2o ano1o trabalho - 1o trimestre - 2o ano
1o trabalho - 1o trimestre - 2o ano
 
1o Trabalho - 1o Trimestre - 3o ano
1o Trabalho  - 1o Trimestre - 3o ano1o Trabalho  - 1o Trimestre - 3o ano
1o Trabalho - 1o Trimestre - 3o ano
 
Atividades 3 1o trimestre - 3o ano atualizada
Atividades 3   1o trimestre - 3o ano atualizadaAtividades 3   1o trimestre - 3o ano atualizada
Atividades 3 1o trimestre - 3o ano atualizada
 
Atividades 2 - 1o trimestre - 3o ano
Atividades 2  - 1o trimestre - 3o anoAtividades 2  - 1o trimestre - 3o ano
Atividades 2 - 1o trimestre - 3o ano
 
Atividades 1 - 3o ano - Porcentagem e Cálculo de Áreas.
Atividades 1 -  3o ano - Porcentagem e Cálculo de Áreas.Atividades 1 -  3o ano - Porcentagem e Cálculo de Áreas.
Atividades 1 - 3o ano - Porcentagem e Cálculo de Áreas.
 
Atividades 1 - 2o Ano - Teorema de Pitágoras e Trigonometria
Atividades 1  - 2o Ano - Teorema de Pitágoras e TrigonometriaAtividades 1  - 2o Ano - Teorema de Pitágoras e Trigonometria
Atividades 1 - 2o Ano - Teorema de Pitágoras e Trigonometria
 
Cálculo de Áreas de Figuras Planas
Cálculo de Áreas de Figuras PlanasCálculo de Áreas de Figuras Planas
Cálculo de Áreas de Figuras Planas
 
Palestra - As Inteligências Múltiplas de Gardner
Palestra - As Inteligências Múltiplas de GardnerPalestra - As Inteligências Múltiplas de Gardner
Palestra - As Inteligências Múltiplas de Gardner
 
Enem - Matemática e suas Tecnologias
Enem - Matemática e suas TecnologiasEnem - Matemática e suas Tecnologias
Enem - Matemática e suas Tecnologias
 
Funções
FunçõesFunções
Funções
 
Matemática Básica
Matemática BásicaMatemática Básica
Matemática Básica
 
Raciocínio Lógico para Administradores. Resolução de Problemas envolvendo rac...
Raciocínio Lógico para Administradores. Resolução de Problemas envolvendo rac...Raciocínio Lógico para Administradores. Resolução de Problemas envolvendo rac...
Raciocínio Lógico para Administradores. Resolução de Problemas envolvendo rac...
 
Aula 2 raciocínio lógico
Aula 2   raciocínio lógicoAula 2   raciocínio lógico
Aula 2 raciocínio lógico
 

Aula 02 sobre amostragem e coleta de dados

  • 1. AULA 02 POPULAÇÃO, AMOSTRA E DADOS PROFESSOR JOÃO ALESSANDRO JULHO - 2012
  • 2. COLETA DE DADOS – AMOSTRAGEM IMPORTÂNCIA DA AMOSTRAGEM e am os t od rag oc ess em Pr População Estatísticas Amostra Média Desvio padrão Proporção etc. Parâmetros Média Co pula po nh ção Desvio padrão ec im Proporção etc. en to da art s hno C d aa om i e mc Inferência ne
  • 3. COLETA DE DADOS – AMOSTRAGEM IMPORTÂNCIA DA AMOSTRAGEM “Não é preciso comer um bolo inteiro para ver se é bom.” “Não é necessário analisar 100 toneladas de minério de ferro para saber sua composição química. Basta fazer uma boa amostragem e analisar quantidades bem menores, conhecendo-se o erro que se corre.” Avaliar a temperatura da água da piscina mergulhando a ponta do pé; Assistir um programa de tv por alguns minutos para ver se vale a pena assisti-lo até o fim; Fabricar lotes pilotos para depois se lançar à fabricação em grande escala.
  • 4. EXEMPLOS Exemplo 1. Comparação: Testes sobre medicamentos  Avaliação sobre novo analgésico 10 tomam novo medicamento  20 indivíduos selecionados 10 tomam remédio padrão Quantos relataram Remédio diminuição da dor Novo 8 A diferença observada é Padrão 5 real ou aleatória?
  • 5. EXEMPLOS Exemplo 2: Previsão: Demanda por Produtos e Serviços  Quantos leitos hospitalares serão necessários?  Quantas vagas serão necessárias nas diferentes séries escolares?  Quanto um supermercado venderá nas festas de fim de ano? (Métodos estatísticos de previsão)
  • 6. EXEMPLOS Exemplo 3: Explicação de Resultados  Fatores de prognóstico para pacientes  Fatores de risco para doenças  Determinantes de desempenho escolar
  • 7. COLETA DE DADOS – TIPOS DE DADOS DADOS Dados qualitativos Dados quantitativos Ou dados categóricos ou atributos Consistem em números (podem ser distribuídos em que representam categorias mutuamente exclusivas. contagens ou medidas Se distinguem por alguma Exemplos: idade, característica não-numérica estatura, peso, etc. Ordinais: tem ordenação natural. Ex: grau de instrução (1a , Discretos (inteiros) 2a,Nominais (Sexo, cor, causa de  etc.) Contínuos (cm, kg, etc.) morte, grupo sanguíneo, etc.)
  • 8. COLETA DE DADOS – TIPOS DE DADOS Como são classificados os dados quantitativos? DADOS DISCRETOS São dados referentes às variáveis discretas que assumem valores inteiros e são resultantes de uma contagem de itens Representam contagem São dados quantitativos DADOS CONTÍNUOS São os dados referentes às variáveis contínuas que podem assumir qualquer valor num intervalo contínuo São dados quantitativos Representam mensurações (medidas)
  • 9. COLETA DE DADOS – TIPOS DE DADOS Dado contínuo discreto peso de bêbes recém-nascidos X número de cds vendidos no shopping X dureza dos materiais ferrosos X número de pedestres/min na passarela X altura dos edifícios do centro de BH X densidade dos fluidos de petróleo X tempo de aula X velocidade dos carros de fórmula 1 X número de carros fabricados em abril X número de animais do pasto abatidos X
  • 10. COLETA DE DADOS – TIPOS DE DADOS DADOS QUALITATIVOS: ou dados QUANTITATIVOS: são números que categóricos ou atributos representam contagens ou medidas Nominais Ordinais Discretos Contínuos São dados que Resultam de um Resultam de um São nomes, podem estar conjunto finito de conjunto infinito de rótulos ou dispostos em valores possíveis, valores que podem categorias. Não alguma ordem, sendo dados estar associados podem estar mas as diferenças normalmente numa escala dispostos num entre os valores inteiros. contínua; esquema não podem ser Representam Representam ordenado. determinadas. contagens. mensurações. Ex.: Bebida Ex.: Níveis de Ex.: número de Ex.: Variações do preferida, tipos de avaliação de um falhas de cada diâmetros de um falhas, etc.. serviço. máquina da linha. eixo fabricado.
  • 11. COLETA DE DADOS – TIPOS DE DADOS - EXEMPLO Dados da mesma população originam diferentes tipos de dados. natureza dos dados populações por postos contínuo discreto nominal ou ordinal alunos 2º idades, menino/menina nº alunos 2º grau grau pesos automóveis velocidade nº defeitos / cores grau de Km/h carro limpeza vendas de valor em R$ nº ofertas acima do preço muito imóveis dispendioso
  • 12. COLETA DE DADOS - INTRODUÇÃO INFORMAÇÕES, DADOS.......... Coleta de Tomada dados Organização Análise de decisão Dados primários Dados coletados por você Dados secundários Dados coletados por outros O bom planejamento da qualidade dos dados coleta (amostragem) A quantidade de erros podem até destruir ou prejudicar a validade dos resultados
  • 13. COLETA DE DADOS - INTRODUÇÃO Quando os dados secundários não estão disponíveis ou eles são inadequados: O que Coletamos os nossos próprios fazemos dados toda a levantamento do dinheiro população contido nos caixas do banco no final do dia coleta amostra Exame de fezes, de sangue, urina
  • 14. COLETA DE DADOS - AMOSTRAGEM AMOSTRAGEM e am os t od rag oc ess em Pr População Estatísticas Amostra Média Desvio padrão Proporção etc. Parâmetros Média Co pula po nh ção Desvio padrão ec im Proporção etc. en to da art s hno C d aa om i ce Inferência em
  • 15. COLETA DE DADOS – CONCEITOS IMPORTANTES POPULAÇÃO É uma coleção completa de todos elementos (valores, pessoas, medidas etc.) a serem estudados. AMOSTRA É uma parte extraída dos elementos da população. CENSO É uma coleção de dados relativos a todos elementos de uma população.
  • 16. Coleta de Dados – Conceitos Importantes POPULAÇÃO, AMOSTRA E CENSO População Amostra Altura de todos alunos do colégio Altura dos alunos da turma 23 do colégio Carros que passam no posto de Carros que passam no posto de pedágio no período de 24:00h pedágio no período de 11:00 às 12:00h Produção de 30 dias de uma fábrica Produção de 1 dia de uma fábrica Número de notas fiscais emitidas Número de notas fiscais emitidas em 2006 em 1 mês do ano de 2006 PH dos vinhos produzidos na safra PH dos vinhos de 800 garrafas da de 2006 no Brasil safra de 2006 no Brasil Peso dos pacotes (1Kg) de Peso de 300 pacotes de macarrão (1 macarrão produzidos em dez/2006 kg) da produção de dez/2006