SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 48
Prof. Carlos Luiz Alves
O QUE É COMUNICAÇÃO?
Definição
A palavra comunicação origina-se do latim communicare,
que significa partilhar, dividir, tornar comum, associar, trocar
opiniões
A comunicação é estabelecida entre pessoas, com a
produção de significados objetivando efeitos reais.
Problema: a comunicação, por justamente ser abstrata e
depender de fatores sociais, culturais e referenciais dos
indivíduos (emocionais), não pode ser tomada como um
processo absoluto e dependente exclusivamente do canal.
Pelo contrário deve considerar as condições do indivíduo
para obter sucesso.
Funções da Comunicação
Nas organizações, a comunicação atende a quatro funções:
CONTROLE MOTIVAÇÃO
INFORMAÇÃO
COMUNICAÇÃO
Elementos presentes em um processo
de Comunicação
Emissor – aquele que emite a mensagem.
Receptor – aquele que recebe a mensagem.
Mensagem – a informação
Ambiente ou contexto – local e momento em que ocorre a
comunicação.
Canal ou meio de comunicação – por onde se transfere a
mensagem
Código – língua ou linguagem utilizada para a transmissão da
mensagem
Ruído – qualquer coisa que impede ou bloqueia a transmissão da
mensagem.
Resposta ou Feedback – resposta ou retorno (interação) do
receptor.
PROCESSO DE COMUNICAÇÃO
RUÍDO FEEDBACK
Ruído
Entende-se por ruído tudo aquilo que afeta, em diferentes
graus, a transmissão da mensagem: pouca atenção do
receptor, erros de codificação, voz muito baixa ou encoberta
por uma música etc. O termo ruído não se refere somente a
perturbação sonora, aplica-se, também, à comunicação visual
(erros de digitação e uma mancha numa tela são ruídos) e a
outros tipos de comunicação.
O ruído passa a se constituir um dos principais fatores de
insucesso em uma comunicação. Logo, deve ser observado e
eliminado a fim de que o processo de compreensão e de
interpretação da mensagem seja eficiente e eficaz.
Eficiência e Eficácia da Comunicação
Um processo de comunicação não se dá como na Teoria da
Agulha Hipodérmica, em que o que é posto em comunicação,
injetado, chega ao receptor com 100% de informação. São
muitas as variáveis interferentes até que uma mensagem
chegue ao seu receptor, além disso, o receptor também levará
em conta seu repertório, sua condição de recepção, o assunto
em questão, afim de que elabore os sentidos da mensagem
recebida.
Desta forma, podemos entender, que de acordo com as
condições do indivíduo e dos meios em que ocorrem o
processo comunicacional, a mensagem pode chegar com
diferentes interpretações, trazendo transtornos para seus
interlocutores, como desentendimentos, inimizades, falta de
compreensão e descaso.
Conceitos iniciais e seu histórico
“Comunicação empresarial é a comunicação existente entre a
organização (empresas privadas, empresas públicas,
instituições, etc.) e os seus públicos de interesse: cliente
interno ou funcionário da organização, fornecedores,
distribuidores, clientes, mídia e a sociedade em geral.”
(TAVARES, 2010, p.11).
Leia o artigo abaixo para uma melhor compreensão:
“A história da comunicação empresarial no Brasil” de Claudio
Amaral.
http://www.portal-rp.com.brqbilbiotecavirtual/0095.htm
Histórico
Contexto:
- Os Estados Unidos em 1906 – automóveis, imenso
progresso e petróleo.
- O poder de John D. Rockefeller e sua imagem – “lucro a
qualquer custo”.
- Ivy Lee, jornalista, foi o fundador de um dos primeiros
escritórios de Relações Públicas do mundo.
Princípios de Ivy Lee
- Este não é um serviço secreto. Todo o nosso trabalho é feito
às claras. Nosso objetivo é divulgar notícias.
- Isto não é uma agência de publicidade. Se acharem que o
nosso assunto ficaria melhor como um anúncio não o usem.
- Nossa matéria é exata. Qualquer jornalista interessado será
atenciosamente auxiliado na verificação direta de qualquer
item apresentado como fato.
- Em resumo, nosso plano é divulgar prontamente e com
absoluta franqueza, para o bem das empresas e das
instituições, à imprensa e ao público do país, informações
relativas a assuntos de valor e de interesse para o público.
Ações de Ivy Lee
- Usou o princípio da credibilidade e de auditório universal,
ao se relacionar com a imprensa.
- Interferiu no dia-a-dia das empresas, promoveu mudanças
de hábitos, incentivou a criação de fundações de interesse
público (cidadania corporativa)
- Fez com que Rockfeller cooperasse com o judiciário e
promotores nas investigações a respeito dele e de suas
empresas, transformando a imagem do homem odiado pela
sociedade em alguém muito respeitado.
No Brasil
- 1950, com Juscelino Kubitschek.
- Indústria automobilística.
- Surgimento das Agências de Publicidade – McCann Ericsson
e J.W. Thomson.
O ambiente da Comunicação
Empresarial
As mudanças no Ambiente de Negócios.
- Atitudes públicas em relação às empresas e reflexos na
cultura popular.
A observação pública das empresas é constante e intensa e,
na última década, a desilusão cresceu em relação aos
excessos nos salários dos executivos, práticas contábeis
questionáveis, recalls de medicamentos e fraqueza moral por
parte das grandes empresas.
O ambiente da Comunicação
Empresarial
-Efeitos da globalização
Aldeia Global – a tecnologia fortaleceu os canais de
comunicação em todo o globo, apagando as fronteiras
nacionais para produzir o que o filósofo canadense Marshall
McLuhn previu – a criação de um mundo tão interligado por
conhecimento compartilhado que passará a ser uma “aldeia
global”. Tendência forte a partir da década de 1990.
Das 100 principais economias do mundo, 51 são empresas
multinacionais e as 49 restantes são países (dados de 2002).
Isso pode provocar:
-busca de laços culturais nas culturas organizacionais;
- o público busca empresas responsáveis pelo ambiente e pela vida
humana;
- desintegração das fronteiras nacionais, ocasionando
oportunidades para fusões e criação de multinacionais;
Como contraponto, há os que discordam do poder das grandes
empresas, o que gerou o “ativismo antiempresarial”, em que
aparecem:
- movimentos “antimarcas” e antiglobalização.
A tecnologia permitiu tanto a criação de impérios multinacionais,
quanto à divulgação e formação de grupos ativistas
antiglobalização, transportando a informação da mídia de auditório
particular para auditórios universais.
Importante:
“Os líderes empresariais atuais devem estar preparados não só para
lidar com o assédio da mídia internacional, mas também devem
combater de maneira proativa grupos de reinvindicação que
procuram usar a mídia atual para comprometer a reputação – e os
resultados – de suas empresas em nível global.”
Houve um tempo em que não havia necessidade de muita
preocupação com a mídia, porém, ao longo dos anos, os
empresários perceberam que a mídia e a opinião pública em geral
passaram a fazer parte dos fatores críticos de sucesso em uma
organização.
Hoje uma relação “amigável” com a mídia fortalece a imagem e a
reputação da empresa, consistindo como um importante ativo
intangível (capital intelectual).
A comunicação em um ambiente em
constante mudança
Como a boa comunicação empresarial pode ajudar as
empresas a competir no ambiente de negócios em constante
mudanças?
1 – Saiba reconhecer o ambiente
2 – Adapte-se ao ambiente sem abrir mão dos princípios
3 – Não presuma que os problemas desaparecerão em um
passe de mágica
4 – Mantenha a comunicação empresarial sempre ligada à
estratégia.
Conclusão: as empresas precisam se comunicar de forma
estratégica e inteligente.
Panorama da comunicação
empresarial
A partir do fundamento da comunicação –
compartilhar/trocar informação -, uma organização
dispõe de três vertentes – a comunicação interna, a de
marketing e a institucional.
>A comunicação interna trata do seu público interno, os
colaboradores.
>A mercadológica (marketing) com o mercado, os
clientes.
>A comunicação institucional visa projetar uma imagem
favorável à sociedade em geral.
O importante é que a organização tenha um plano de
comunicação integrada.
Portanto...
Comunicação empresarial, caracteriza-se como um
conjunto de atividades e estratégias. É uma atividade
transdisciplinar, que envolve métodos, técnicas e
profissionais de áreas afins, dentre elas, relações
públicas, jornalismo, assessoria de imprensa,
publicidade, propaganda, que tem por objetivo
melhorar a imagem e a reputação das empresas.
Fortalecendo-lhes a identidade e melhorando a sua
marca diante de seus vários stakeholders, ou seja,
todos aqueles que se relacionam direta ou
indiretamente com a organização.
É a relação da empresa com o seu público interno e externo,
para a difusão de informações sobre as suas atuações,
resultados, missão, objetivos, processos, normas,
procedimentos, instruções e serviços.
Por que a C.E. é tão
importante?
É por meio do processo comunicacional, que
gestores e empresários exercem as funções de:
planejamento, organização, liderança e controle das
ações e operações envolvidas, influenciar os clientes
externos e internos.
Um bom Planejamento Estratégico surtirá os efeitos
desejados se somente houver um bom nível de
comunicação dentro e fora das organizações.
O fato é que sem uma boa comunicação todas as
ações das empresas podem estar comprometidas.
Como é elaborada?
É importante ressaltar que o adequado sistema de
comunicação interna e externa contribui para a
eficiência e eficácia da empresa.
Antes de se comunicar
pense
• Nos seus objetivos;
• No destinatário (público) de sua mensagem – a
função e as características do destinatário
determinam a escolha do veículo (canal)
• Recursos, os necessários e os disponíveis;
• Na reputação da empresa.
Precisa verificar também se a comunicação tem o
propósito de apenas informar, de persuadir ou de
entreter. Ou tudo isso ao mesmo tempo!
O que a empresa e eu ganho com isso?
• Redução dos gaps na comunicação;
• Respeito e consideração do público-alvo
• Consegue influenciar o seu stakeholder naquilo que a
empresa ou você quer.
• Vantagem competitiva (conjunto de características que
permitem a uma empresa diferenciar-se, por entregar mais
valor aos seus clientes, em comparação aos seus
concorrentes e sob o ponto de vista dos clientes).
• Melhorar a imagem, a identidade e a reputação da empresa.
• Valorização da marca.
Entendendo a Comunicação
Integrada
Comunicação Integrada
- Comunicação Interna
Como as organizações podem fortalecer o relacionamento com
os funcionários por meio da comunicação interna?
A C.I. abrange a comunicação entre:
- departamentos, órgãos, unidades, etc.
- pessoas dos mesmos departamentos, órgãos, unidades, etc.
- chefias;
- Funcionários e chefia direta, como supervisores e gerentes, e
chefia indireta, como diretores e presidentes. (TAVARES,p.15)
Entendendo a Comunicação
Integrada
Comunicação Institucional
“É o conjunto de ações que visa divulgar informações aos
públicos de interesse sobre os objetivos, as práticas, as políticas
e ações institucionais da organização. O objetivo principal é
construir, manter ou melhorar a imagem da empresa no
mercado perante esses públicos.” (TAVARES,p.64)
Comunicação de Marketing
“Qualquer técnica de comunicação (propaganda, publicidade,
promoção de vendas, merchandising, marketing direto,
embalagem, etc.) que uma organização utiliza para divulgar seus
produtos, serviços, marcas, etc.) no mercado em que atua. Seus
objetivos são mercadológicos.” (TAVARES, p.82)
O que é Comunicação Empresarial (Interna)
É um conjunto de atividades que visa comunicar com clareza e eficácia
as informações internas para seus públicos prioritários.
O objetivo é estabelecer uma conexão de motivação e transparência
entre os empregados e empresa, através da divulgação de normas,
procedimentos, notícias, eventos, treinamento, metas e qualquer outro
tipo de informação que esteja relacionada a sua rotina de trabalho
dentro da empresa.
O que é Assessoria de Imprensa
A Assessoria de Imprensa trata da gestão do relacionamento entre
uma pessoa física, entidade, empresa, órgão público e a imprensa.
Uma Assessoria de Imprensa trabalha para um assessorado, que pode
ser um cliente particular ou uma instituição. Empresas, pessoas físicas
como "personalidades públicas", médicos, advogados, músicos e
instituições e organizações como empresas estatais, autarquias,
governos, partidos, sindicatos, clubes, ONGs, ou indivíduos, entre
outros costumam utilizar serviços de assessoria de imprensa.
O que é Endomarketing
Endomarketing é uma atividade que funciona alinhada à
comunicação interna, destinada ao público interno
(funcionários/colaboradores) de uma organização que busca adaptar
estratégias e elementos do marketing para atingir os seus objetivos.
O endomarketing busca satisfação do público interno e o seu
comprometimento com os objetivos organizacional.
Realiza ações com envolvimento da família e da comunidade local.
Papel do Comunicador no
Processo para Mudanças
Conhecimento
Divulgação da
informação
Criação de E-mails,
Cartazes, Folhetos,
Jornal e Quadros de
Avisos
Compreensão
Atuação do
Comunicador junto ao
Cliente
Reuniões, Kit de
Comunicação e
Intranet
Adoção
O Comunicador como
elemento
motivador/follow-up
junto ao Cliente
Compromisso
O Cliente participando
consistentemente do
processo com suporte
do Comunicador
Faz parte
de mim
O Cliente como
multiplicador do
processo de
Comunicação
Exemplo
Campanha “Ginástica Laboral”
Conhecimento
Divulgação pela área
de Comunicação da
informação, via:
Criação de E-mails,
Cartazes, Folhetos e
Jornal Interno
Compreensão
O Comunicador
divulga e explica aos
Clientes a importância
da campanha, seus
benefícios, horários e
locais.
Adoção
O Comunicador
também participa das
ginásticas, motiva os
Clientes, cobra a
participação de cada
um.
É entregue o “cartão
de pontos” para os
empregados que
realizam as
atividades.
Compromisso
O Cliente começa a
participar das sessões
de ginástica e percebe
os benefícios que eles
trazem.
O Comunicador
participa como suporte
em caso de
necessidade de novos
materiais de
explicação, apostilas/
slides.
Faz parte
de mim
O Cliente participa
efetivamente da
ginástica e começa
a incentivar outros
empregados a
participarem
também.
Valoriza e
reconhece a ação
de RH como fator
de melhoria da sua
qualidade de vida.
Atuação Ativa das Gerências e do RH
Meios da Comunicação Interna
• E-mail
• Quadro de Avisos
• Intranet
• Panfletagem
• Banner
• Mensagem da Gerência
• Mensagem Falada
• Campanhas Internas
• Jornal Interno
• Revistas
• Rádio Interna
• Caixa de Sugestões
• Reuniões de Café
Exemplos de Comunicação Interna
Exemplos de Comunicação Interna
O que é Endomarketing?
“Endomarketing são ações de marketing para o público interno –
funcionários – das empresas e organizações” (BEKIN,1995,p.2)
Devido às transformações por que passou o ambiente
empresarial, assim como os valores emergentes em respeito à
vida e ao meio ambiente, a segunda definição de Bekin passou a
apresentar-se assim:
“Endomarketing são ações de marketing eticamente dirigidas ao
público interno (funcionários) das organizações e empresas
focadas no lucro, das organizações não lucrativas e
governamentais e das do terceiro setor, observando condutas de
responsabilidade comunitária e ambiental”. (BEKIN, 2004)
Ética de conteúdo
A proatividade torna-se fundamental para as atividades da
comunicação institucional, pois, antevistos os problemas; a
organização pode manter-se preparada para os desafios. Ser
proativo em um departamento de comunicação institucional é
uma ação estratégica.
Priorizar a ética de conteúdo é, hoje, uma condição para a
manutenção da reputação de qualquer organização, pois, apesar
de o jabá (pagamento pela música tocada no rádio –propina)
ainda existir, nas redações dos jornais essa costuma ser uma
prática condenada. Um conteúdo produzido por uma
organização que não atenda aos princípios éticos de nossa
sociedade, com certeza, estará fora de qualquer pauta de jornal.
Ética de conteúdo
Já se foi o tempo em que os jornalistas eram submetidos às
vontades alheias, a fim de que escrevessem o que lhes era
imposto, fosse por meio de pagamento, por presentes,
benefícios ou pura imposição.
Quando uma organização consegue que seu nome ou sua
atividade seja associada a atividades sociais, comunitárias ou
mesmo fato relevante, de caráter positivo para a sociedade, isso
gera publicidade e colabora para a manutenção da imagem e da
reputação da organização.
Para o tema sustentabilidade acesse o link:
Http://sustentabilidade.santader.com.br/pt/Paginas/default.aspx
Para release:
http://brasil.smetoolkit.org/brasil/pt/contente/pt_br/249/Mode
los-de-comunicados-de-imprensa
Ferramentas de Comunicação
Institucional
Release
É nome dado ao comunicado que informa algo da empresa para
a imprensa.
Sua estrutura é composta por:
- Logomarca ou logotipo da empresa;
- Título ou tema;
- Lead ou lide;
- Texto;
- Autor;
- Data.
Ferramentas de Comunicação
Institucional
Clipping de notícias
Não se trata exatamente de uma ferramenta de comunicação
institucional, mas é um recurso auxiliar para a observação da
empresa na mídia e a busca de oportunidades.
O clipping é produzido pelo acompanhamento diários de
diversos veículos de comunicação, sejam digitais ou impressos.
Todas as referências à empresa, ou a determinado assunto, são
recortadas ou copiadas, a fim de que seja composto um banco
de informações.
- Análise de clipping:
- Por dados quantitativos
- Por dados qualitativos
Ferramentas de Comunicação
Institucional
Ouvidoria
Como você definiria a ouvidoria de uma organização?
O conceito de ouvidoria passa, necessariamente, pela prática a
que a ele se atribui hoje. Diferentemente de uma Central de
Atendimento, a ouvidoria se configura como a última instância
de representação dos públicos de interesse. Tem como papel ser
imparcial e resoluta.
Passos para a implantação, avaliação e controle de uma
ouvidoria:
- Abrangência;
- Ouvidor;
- Mecanismos de entrada e gerenciamento;
- Divulgação dos resultados.
Comunicação de Marketing
Quando se fala em estratégias de marketing e comunicação, é
preciso enfatizar a diferença entre marketing e comunicação,
assim como a influência dos novos meios de comunicação sobre
o comportamento do consumidor, o ciclo de vida dos produtos e
sobre o próprio profissional da área. Para esse último,
recomendamos que você assista ao vídeo:
“O novo profissional de Marketing e Comunicação”
http://youtu.be/WmcfvchsyOw
“Marketing é um processo administrativo de produto, serviço,
preço, distribuição e comunicação, que visa identificar e
satisfazer às necessidades e desejos dos clientes internos e
externos de uma organização, cuidando da sua imagem, gerando
lucros e orientando-a para futuros e novos mercados.”
(TAVARES,2010, p.80)
Ferramentas de Comunicação de
Marketing
São consideradas ferramentas de C.M.:
- Administração de vendas
- Comunicação pela internet
- Embalagem
- Eventos
- Marketing direto
- Merchandising
- Promoção de vendas
- Propaganda
- Publicidade
- Relações Públicas
Identidade, Imagem e Reputação
Identidade – são os atributos que a empresa possui. É o que ela
é. É o conjunto de características, crenças e valores que a
organização possui. É seu DNA. É único. É a essência.
Imagem – Ocupa-se da percepção externa. É o conjunto de
significados que uma pessoa associa à empresa. É o que ela
parece ser. É a aparência.
Reputação – Práticas da empresa que refletem sua identidade e
sua imagem e são mantidas ao longo do tempo. A sua
construção se dá a partir da qualidade dos relacionamentos que
a empresa mantém com seus empregados, clientes,
fornecedores e demais stakeholders.
Propaganda Corporativa
A propaganda corporativa deve apresentar uma identidade clara
da organização, baseada em uma avaliação criteriosa da
estratégia de comunicação global.
Três grandes categorias:
- Propaganda da Imagem;
- Propaganda Financeira e
- Propaganda social.
Propaganda da Imagem – propaganda para reforçar a identidade
ou melhorar a reputação. Foco em fortalecer a relação imagem x
identidade. É utilizada em fusões corporativas, mudanças de
posicionamento corporativos e nas alterações de comando. Ela
objetiva explicar aos stakeholders os novos posicionamentos e
estratégias.
Propaganda Corporativa
Propaganda da Imagem Argumentativa – Utilizada contra
“ameaças” externas, como crises, denúncias...
Geralmente lida com assuntos polêmicos, sendo um meio de
“resposta” a ataques de concorrentes, mídia, imprensa, opinião
pública.
Propaganda Financeira – É a propaganda para atrair
investimentos. Foco em estimular interesse por parte do
mercado (investidores potenciais) nas ações da empresa e da
marca como um todo. Gera movimentação do mercado em
torno da empresa.
Propaganda Social – Propaganda de sensibilização. Demonstra
ao mercado que não se preocupa somente com dividendos
oriundos de operações, mas também com qualidade de vida em
termos regionais/globais. Promove a divulgação de ações sociais
junto aos meios de comunicação por intermédio de veiculação
remuneradas. Gera valor junto aos stakeholders.
Relacionamento com os Investidores
(R.I.)
É o conjunto de atividades, métodos, técnicas e práticas que, direta ou
indiretamente, propiciam a interação das áreas de Contabilidade,
Planejamento, Comunicação, Marketing e Finanças, com o propósito
de estabelecer uma ligação entre a administração da empresa, os
acionistas (e seus representantes) e os demais agentes que atuam no
mercado de capitais e que integram a comunidade financeira nacional
ou internacional.
(http://www.ibri.com.br/educação/oque.asp)
Objetivo – fornecer ao mercado de capitais informações
transparentes, tempestivas e confiáveis sobre as operações da
empresa.
Relacionamento com investidores e governança corporativa.
-Transparência
-Prestação de Contas
- Equidade
- Sustentabilidade
Plano de Comunicação
Plano de comunicação para a web
De importância fundamental hoje é o fato de que bem poucas
empresas podem deixar a internet fora de sua comunicação.
Meio eficiente e eficaz, se bem utilizado, pode colaborar para o
fortalecimento da comunicação interna, expandir a comunicação
de marketing e fortalecer a imagem da organização, via
comunicação institucional.
Para um plano de comunicação na web seja eficiente, deve
ocorrer as seguintes condições:
1 – Identificação dos canais em que o público da empresa está
presente e,
2 – Medir periodicamente os resultados.
Obviamente, isso não é suficiente para garantir bons resultados.
Porém, sem essas condições dificilmente a empresa alcançaria
sucesso.
Referências
ARGENTI, Paul A. Comunicação Empresarial – A Construção da
Identidade, imagem e Reputação – 6ª Edição. Rio de Janeiro:
CAMPUS-Elsevier,2014.
MAFEI, Maristela; CECATO, Valdete. Comunicação corporativa:
gestão, imagem e posicionamento. São Paulo: Contexto,2011.
SOBRINHA, Elizabeth Del Nero –Comunicação Empresarial:
roteiro de estudos para o curso de administração, São
Paulo,2015.
TAVARES, Maurício. Comunicação Empresarial e Planos de
Comunicação: Integrando Teoria e Prática. 3ª. Edição. São Paulo:
Atlas,2010.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Melhorando a comunicação no ambiente de trabalho
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalhoMelhorando a comunicação no ambiente de trabalho
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalhoDenise Varela
 
Exercicios Empreendedorismo - Plano de Negócio
Exercicios Empreendedorismo - Plano de NegócioExercicios Empreendedorismo - Plano de Negócio
Exercicios Empreendedorismo - Plano de NegócioLaisa Mariana
 
Comunicação apresentação
Comunicação apresentaçãoComunicação apresentação
Comunicação apresentaçãoCassia Dias
 
Etica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de TrabalhoEtica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de TrabalhoNyedson Barbosa
 
Barreiras á comunicação
Barreiras á comunicaçãoBarreiras á comunicação
Barreiras á comunicaçãoJoana Lima
 
Comunicação Assertiva - Karime Kamel
Comunicação Assertiva  - Karime KamelComunicação Assertiva  - Karime Kamel
Comunicação Assertiva - Karime KamelKarime Kamel
 
Recrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoRecrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoCaroline Ricci
 
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outro
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outroEmpatia - A arte de se colocar no lugar do outro
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outroVera Lessa
 
Comunicação: O Processo De Comunicação
Comunicação: O Processo De ComunicaçãoComunicação: O Processo De Comunicação
Comunicação: O Processo De ComunicaçãoAdm Pub
 
Comunicação interpessoal e comunicação assertiva
Comunicação interpessoal e comunicação assertivaComunicação interpessoal e comunicação assertiva
Comunicação interpessoal e comunicação assertivafernandosantos7272
 
Tipos de organização
Tipos de organizaçãoTipos de organização
Tipos de organizaçãoRobson Costa
 

Mais procurados (20)

Melhorando a comunicação no ambiente de trabalho
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalhoMelhorando a comunicação no ambiente de trabalho
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalho
 
Aula 1 planejamento estratégico
Aula 1   planejamento estratégicoAula 1   planejamento estratégico
Aula 1 planejamento estratégico
 
Exercicios Empreendedorismo - Plano de Negócio
Exercicios Empreendedorismo - Plano de NegócioExercicios Empreendedorismo - Plano de Negócio
Exercicios Empreendedorismo - Plano de Negócio
 
Comunicação apresentação
Comunicação apresentaçãoComunicação apresentação
Comunicação apresentação
 
Etica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de TrabalhoEtica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de Trabalho
 
Barreiras á comunicação
Barreiras á comunicaçãoBarreiras á comunicação
Barreiras á comunicação
 
Comunicação Assertiva - Karime Kamel
Comunicação Assertiva  - Karime KamelComunicação Assertiva  - Karime Kamel
Comunicação Assertiva - Karime Kamel
 
Recrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoRecrutamento e Seleção
Recrutamento e Seleção
 
Barreiras a comunicação
Barreiras a comunicaçãoBarreiras a comunicação
Barreiras a comunicação
 
Processos de Comunicação
Processos de ComunicaçãoProcessos de Comunicação
Processos de Comunicação
 
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outro
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outroEmpatia - A arte de se colocar no lugar do outro
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outro
 
Comunicação Não Violenta
Comunicação Não ViolentaComunicação Não Violenta
Comunicação Não Violenta
 
Comunicação
ComunicaçãoComunicação
Comunicação
 
Comunicação: O Processo De Comunicação
Comunicação: O Processo De ComunicaçãoComunicação: O Processo De Comunicação
Comunicação: O Processo De Comunicação
 
Comunicação interpessoal e comunicação assertiva
Comunicação interpessoal e comunicação assertivaComunicação interpessoal e comunicação assertiva
Comunicação interpessoal e comunicação assertiva
 
Marketing Pessoal
Marketing PessoalMarketing Pessoal
Marketing Pessoal
 
Comunicação interna: Ferramenta de Gestão
Comunicação interna: Ferramenta de GestãoComunicação interna: Ferramenta de Gestão
Comunicação interna: Ferramenta de Gestão
 
Tipos de organização
Tipos de organizaçãoTipos de organização
Tipos de organização
 
Plano de negocios
Plano de negociosPlano de negocios
Plano de negocios
 
Relacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoalRelacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoal
 

Destaque

Plano de comunicação e reflexões sobre a linguagem
Plano de comunicação e reflexões sobre a linguagemPlano de comunicação e reflexões sobre a linguagem
Plano de comunicação e reflexões sobre a linguagemCarlos Alves
 
Revisão Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento
Revisão Educação Corporativa e Gestão do ConhecimentoRevisão Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento
Revisão Educação Corporativa e Gestão do ConhecimentoCarlos Alves
 
Aula 1 introdução educação_corporativa
Aula 1 introdução educação_corporativaAula 1 introdução educação_corporativa
Aula 1 introdução educação_corporativaCarlos Alves
 
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do ConhecimentoAula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do ConhecimentoCarlos Alves
 
Aula 11 Relação com os investidores
Aula 11   Relação com os investidoresAula 11   Relação com os investidores
Aula 11 Relação com os investidoresCarlos Alves
 
Aula 10 - Propaganda Corporativa
Aula 10 -  Propaganda CorporativaAula 10 -  Propaganda Corporativa
Aula 10 - Propaganda CorporativaCarlos Alves
 
Aula 12 Educação Corporativa
Aula 12 Educação CorporativaAula 12 Educação Corporativa
Aula 12 Educação CorporativaCarlos Alves
 
O ambiente da comunicação empresarial
O ambiente da comunicação empresarialO ambiente da comunicação empresarial
O ambiente da comunicação empresarialCarlos Alves
 
Identidade, imagem e reputação organizacional
Identidade, imagem e reputação organizacionalIdentidade, imagem e reputação organizacional
Identidade, imagem e reputação organizacionalDaniela Ribeiro
 
Todo processo tem suas partes comunicação intenrna
Todo processo tem suas partes comunicação intenrnaTodo processo tem suas partes comunicação intenrna
Todo processo tem suas partes comunicação intenrnaCarlos Alves
 

Destaque (20)

Slide de aula comunicação empresarial und 1
Slide de aula comunicação empresarial und  1Slide de aula comunicação empresarial und  1
Slide de aula comunicação empresarial und 1
 
Proposta Dufry
Proposta DufryProposta Dufry
Proposta Dufry
 
Habibs delivery slideshare
Habibs delivery slideshareHabibs delivery slideshare
Habibs delivery slideshare
 
Aplicativo
AplicativoAplicativo
Aplicativo
 
Gol 2014 Socialização
Gol 2014 SocializaçãoGol 2014 Socialização
Gol 2014 Socialização
 
Cerveza Presidente
Cerveza PresidenteCerveza Presidente
Cerveza Presidente
 
Plano de comunicação e reflexões sobre a linguagem
Plano de comunicação e reflexões sobre a linguagemPlano de comunicação e reflexões sobre a linguagem
Plano de comunicação e reflexões sobre a linguagem
 
Renault MSite
Renault MSiteRenault MSite
Renault MSite
 
Revisão Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento
Revisão Educação Corporativa e Gestão do ConhecimentoRevisão Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento
Revisão Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento
 
Proposta Renault Dialogue
Proposta Renault DialogueProposta Renault Dialogue
Proposta Renault Dialogue
 
Proposta CCAA
Proposta CCAAProposta CCAA
Proposta CCAA
 
Aula 1 introdução educação_corporativa
Aula 1 introdução educação_corporativaAula 1 introdução educação_corporativa
Aula 1 introdução educação_corporativa
 
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do ConhecimentoAula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
 
Aula 11 Relação com os investidores
Aula 11   Relação com os investidoresAula 11   Relação com os investidores
Aula 11 Relação com os investidores
 
Aula 10 - Propaganda Corporativa
Aula 10 -  Propaganda CorporativaAula 10 -  Propaganda Corporativa
Aula 10 - Propaganda Corporativa
 
Aula 12 Educação Corporativa
Aula 12 Educação CorporativaAula 12 Educação Corporativa
Aula 12 Educação Corporativa
 
O ambiente da comunicação empresarial
O ambiente da comunicação empresarialO ambiente da comunicação empresarial
O ambiente da comunicação empresarial
 
Identidade, imagem e reputação organizacional
Identidade, imagem e reputação organizacionalIdentidade, imagem e reputação organizacional
Identidade, imagem e reputação organizacional
 
Proposta Jungle Fight
Proposta Jungle FightProposta Jungle Fight
Proposta Jungle Fight
 
Todo processo tem suas partes comunicação intenrna
Todo processo tem suas partes comunicação intenrnaTodo processo tem suas partes comunicação intenrna
Todo processo tem suas partes comunicação intenrna
 

Semelhante a Comunicação Empresarial CE Básico

Comunicaonasempresas 090709065444-phpapp02 ggg
Comunicaonasempresas 090709065444-phpapp02 gggComunicaonasempresas 090709065444-phpapp02 ggg
Comunicaonasempresas 090709065444-phpapp02 gggElaine Costa
 
Comunicação Integrada - Aula 4
Comunicação Integrada - Aula 4Comunicação Integrada - Aula 4
Comunicação Integrada - Aula 4Carlos Alves
 
Os 4 Rs das Relações Publicas: Reputação
Os 4 Rs das Relações Publicas: ReputaçãoOs 4 Rs das Relações Publicas: Reputação
Os 4 Rs das Relações Publicas: Reputaçãomarcondes2013-1
 
Comunicação nas empresas
Comunicação nas empresasComunicação nas empresas
Comunicação nas empresasBiotron Medical
 
A importância da comunicação integrada externa e interna para o sucesso da ...
A importância da comunicação integrada   externa e interna para o sucesso da ...A importância da comunicação integrada   externa e interna para o sucesso da ...
A importância da comunicação integrada externa e interna para o sucesso da ...Luiz Carlos de Almeida
 
Introdução-------------------comunicação Institucional.docx
Introdução-------------------comunicação Institucional.docxIntrodução-------------------comunicação Institucional.docx
Introdução-------------------comunicação Institucional.docxDolinickAvontade
 
Uma vez que as iniciativas do ocw
Uma vez que as iniciativas do ocwUma vez que as iniciativas do ocw
Uma vez que as iniciativas do ocwguest41040a
 
Comunicacao e informaçao
Comunicacao e informaçaoComunicacao e informaçao
Comunicacao e informaçaoUNIP
 
Políticas de comunicação integrada na gestão da sustentabilidade
Políticas de comunicação integrada na gestão da sustentabilidadePolíticas de comunicação integrada na gestão da sustentabilidade
Políticas de comunicação integrada na gestão da sustentabilidadeDifusão Editora
 
Comunicação Institucional
Comunicação InstitucionalComunicação Institucional
Comunicação InstitucionalClaudio Toldo
 
Comunicação interna(2)
Comunicação interna(2)Comunicação interna(2)
Comunicação interna(2)ednamanuel
 
Comunicação interna - Tipo de R.P.
Comunicação interna - Tipo de R.P.Comunicação interna - Tipo de R.P.
Comunicação interna - Tipo de R.P.Rafaela Serrão
 
Comunicação interna(2)
Comunicação interna(2)Comunicação interna(2)
Comunicação interna(2)ednamanuel
 
Relações Públicas - A profissão
Relações Públicas - A profissãoRelações Públicas - A profissão
Relações Públicas - A profissãoDAC UFS
 

Semelhante a Comunicação Empresarial CE Básico (20)

comunicaoempresarial
comunicaoempresarialcomunicaoempresarial
comunicaoempresarial
 
Comunicaonasempresas 090709065444-phpapp02 ggg
Comunicaonasempresas 090709065444-phpapp02 gggComunicaonasempresas 090709065444-phpapp02 ggg
Comunicaonasempresas 090709065444-phpapp02 ggg
 
Comunicação Integrada - Aula 4
Comunicação Integrada - Aula 4Comunicação Integrada - Aula 4
Comunicação Integrada - Aula 4
 
Os 4 Rs das Relações Publicas: Reputação
Os 4 Rs das Relações Publicas: ReputaçãoOs 4 Rs das Relações Publicas: Reputação
Os 4 Rs das Relações Publicas: Reputação
 
Comunicação nas empresas
Comunicação nas empresasComunicação nas empresas
Comunicação nas empresas
 
A importância da comunicação integrada externa e interna para o sucesso da ...
A importância da comunicação integrada   externa e interna para o sucesso da ...A importância da comunicação integrada   externa e interna para o sucesso da ...
A importância da comunicação integrada externa e interna para o sucesso da ...
 
Introdução-------------------comunicação Institucional.docx
Introdução-------------------comunicação Institucional.docxIntrodução-------------------comunicação Institucional.docx
Introdução-------------------comunicação Institucional.docx
 
Uma vez que as iniciativas do ocw
Uma vez que as iniciativas do ocwUma vez que as iniciativas do ocw
Uma vez que as iniciativas do ocw
 
Comunicacao e informaçao
Comunicacao e informaçaoComunicacao e informaçao
Comunicacao e informaçao
 
R ps corporativas nic 108
R ps corporativas nic 108R ps corporativas nic 108
R ps corporativas nic 108
 
Aula Lab. C.Institucional
Aula Lab. C.InstitucionalAula Lab. C.Institucional
Aula Lab. C.Institucional
 
Conceitos de Comunicação para profissionais de RH (aula 1)
Conceitos de Comunicação para profissionais de RH (aula 1)Conceitos de Comunicação para profissionais de RH (aula 1)
Conceitos de Comunicação para profissionais de RH (aula 1)
 
Políticas de comunicação integrada na gestão da sustentabilidade
Políticas de comunicação integrada na gestão da sustentabilidadePolíticas de comunicação integrada na gestão da sustentabilidade
Políticas de comunicação integrada na gestão da sustentabilidade
 
Comunicação Institucional
Comunicação InstitucionalComunicação Institucional
Comunicação Institucional
 
Modelos e linguagem oficial
Modelos e linguagem oficialModelos e linguagem oficial
Modelos e linguagem oficial
 
Gestão da comunicação
Gestão da comunicaçãoGestão da comunicação
Gestão da comunicação
 
Comunicação interna(2)
Comunicação interna(2)Comunicação interna(2)
Comunicação interna(2)
 
Comunicação interna - Tipo de R.P.
Comunicação interna - Tipo de R.P.Comunicação interna - Tipo de R.P.
Comunicação interna - Tipo de R.P.
 
Comunicação interna(2)
Comunicação interna(2)Comunicação interna(2)
Comunicação interna(2)
 
Relações Públicas - A profissão
Relações Públicas - A profissãoRelações Públicas - A profissão
Relações Públicas - A profissão
 

Mais de Carlos Alves

Aula 8 Cultura Organizacional
Aula 8   Cultura Organizacional Aula 8   Cultura Organizacional
Aula 8 Cultura Organizacional Carlos Alves
 
Aula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectualAula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectualCarlos Alves
 
Comunicação Empresarial: uma ferramenta estratégica
Comunicação Empresarial: uma ferramenta estratégicaComunicação Empresarial: uma ferramenta estratégica
Comunicação Empresarial: uma ferramenta estratégicaCarlos Alves
 
Aula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e InovaçãoAula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e InovaçãoCarlos Alves
 
Aula 10 Estilos de liderança e gestão do conhecimento
Aula 10   Estilos de liderança e gestão do conhecimentoAula 10   Estilos de liderança e gestão do conhecimento
Aula 10 Estilos de liderança e gestão do conhecimentoCarlos Alves
 
Aula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do Conhecimento
Aula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do ConhecimentoAula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do Conhecimento
Aula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do ConhecimentoCarlos Alves
 
Aula 8 A Cultura Organizacional e a Gestão do Conhecimento
Aula 8   A Cultura Organizacional e a Gestão do ConhecimentoAula 8   A Cultura Organizacional e a Gestão do Conhecimento
Aula 8 A Cultura Organizacional e a Gestão do ConhecimentoCarlos Alves
 
Aula 9 Identidade Imagem e Reputação
Aula 9 Identidade Imagem e ReputaçãoAula 9 Identidade Imagem e Reputação
Aula 9 Identidade Imagem e ReputaçãoCarlos Alves
 
Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing Carlos Alves
 
Aula 7 gestão organizacional
Aula 7 gestão organizacionalAula 7 gestão organizacional
Aula 7 gestão organizacionalCarlos Alves
 
Aula 6 Modelos Mentais: conceito e análise
Aula 6  Modelos Mentais: conceito e análiseAula 6  Modelos Mentais: conceito e análise
Aula 6 Modelos Mentais: conceito e análiseCarlos Alves
 
Aula 7 Comunicação Institucional
Aula 7   Comunicação InstitucionalAula 7   Comunicação Institucional
Aula 7 Comunicação InstitucionalCarlos Alves
 
Aula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectualAula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectualCarlos Alves
 
Aula 6 endomarketing
Aula 6 endomarketingAula 6 endomarketing
Aula 6 endomarketingCarlos Alves
 
Aula 5 aprendizagem_organizacional
Aula 5 aprendizagem_organizacionalAula 5 aprendizagem_organizacional
Aula 5 aprendizagem_organizacionalCarlos Alves
 
Comunicação interna
Comunicação internaComunicação interna
Comunicação internaCarlos Alves
 
Aula 3 sociedade do conhecimento
Aula 3 sociedade do conhecimentoAula 3 sociedade do conhecimento
Aula 3 sociedade do conhecimentoCarlos Alves
 
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimento
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimentoAula 2 cibercultura: informação e conhecimento
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimentoCarlos Alves
 
Plano de comunicação
Plano de comunicaçãoPlano de comunicação
Plano de comunicaçãoCarlos Alves
 
Introdução à comunicação empresarial
Introdução à comunicação empresarialIntrodução à comunicação empresarial
Introdução à comunicação empresarialCarlos Alves
 

Mais de Carlos Alves (20)

Aula 8 Cultura Organizacional
Aula 8   Cultura Organizacional Aula 8   Cultura Organizacional
Aula 8 Cultura Organizacional
 
Aula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectualAula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectual
 
Comunicação Empresarial: uma ferramenta estratégica
Comunicação Empresarial: uma ferramenta estratégicaComunicação Empresarial: uma ferramenta estratégica
Comunicação Empresarial: uma ferramenta estratégica
 
Aula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e InovaçãoAula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e Inovação
 
Aula 10 Estilos de liderança e gestão do conhecimento
Aula 10   Estilos de liderança e gestão do conhecimentoAula 10   Estilos de liderança e gestão do conhecimento
Aula 10 Estilos de liderança e gestão do conhecimento
 
Aula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do Conhecimento
Aula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do ConhecimentoAula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do Conhecimento
Aula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do Conhecimento
 
Aula 8 A Cultura Organizacional e a Gestão do Conhecimento
Aula 8   A Cultura Organizacional e a Gestão do ConhecimentoAula 8   A Cultura Organizacional e a Gestão do Conhecimento
Aula 8 A Cultura Organizacional e a Gestão do Conhecimento
 
Aula 9 Identidade Imagem e Reputação
Aula 9 Identidade Imagem e ReputaçãoAula 9 Identidade Imagem e Reputação
Aula 9 Identidade Imagem e Reputação
 
Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing
 
Aula 7 gestão organizacional
Aula 7 gestão organizacionalAula 7 gestão organizacional
Aula 7 gestão organizacional
 
Aula 6 Modelos Mentais: conceito e análise
Aula 6  Modelos Mentais: conceito e análiseAula 6  Modelos Mentais: conceito e análise
Aula 6 Modelos Mentais: conceito e análise
 
Aula 7 Comunicação Institucional
Aula 7   Comunicação InstitucionalAula 7   Comunicação Institucional
Aula 7 Comunicação Institucional
 
Aula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectualAula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectual
 
Aula 6 endomarketing
Aula 6 endomarketingAula 6 endomarketing
Aula 6 endomarketing
 
Aula 5 aprendizagem_organizacional
Aula 5 aprendizagem_organizacionalAula 5 aprendizagem_organizacional
Aula 5 aprendizagem_organizacional
 
Comunicação interna
Comunicação internaComunicação interna
Comunicação interna
 
Aula 3 sociedade do conhecimento
Aula 3 sociedade do conhecimentoAula 3 sociedade do conhecimento
Aula 3 sociedade do conhecimento
 
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimento
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimentoAula 2 cibercultura: informação e conhecimento
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimento
 
Plano de comunicação
Plano de comunicaçãoPlano de comunicação
Plano de comunicação
 
Introdução à comunicação empresarial
Introdução à comunicação empresarialIntrodução à comunicação empresarial
Introdução à comunicação empresarial
 

Último

UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 

Último (20)

UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 

Comunicação Empresarial CE Básico

  • 2. O QUE É COMUNICAÇÃO?
  • 3. Definição A palavra comunicação origina-se do latim communicare, que significa partilhar, dividir, tornar comum, associar, trocar opiniões A comunicação é estabelecida entre pessoas, com a produção de significados objetivando efeitos reais. Problema: a comunicação, por justamente ser abstrata e depender de fatores sociais, culturais e referenciais dos indivíduos (emocionais), não pode ser tomada como um processo absoluto e dependente exclusivamente do canal. Pelo contrário deve considerar as condições do indivíduo para obter sucesso.
  • 4. Funções da Comunicação Nas organizações, a comunicação atende a quatro funções: CONTROLE MOTIVAÇÃO INFORMAÇÃO COMUNICAÇÃO
  • 5. Elementos presentes em um processo de Comunicação Emissor – aquele que emite a mensagem. Receptor – aquele que recebe a mensagem. Mensagem – a informação Ambiente ou contexto – local e momento em que ocorre a comunicação. Canal ou meio de comunicação – por onde se transfere a mensagem Código – língua ou linguagem utilizada para a transmissão da mensagem Ruído – qualquer coisa que impede ou bloqueia a transmissão da mensagem. Resposta ou Feedback – resposta ou retorno (interação) do receptor.
  • 7. Ruído Entende-se por ruído tudo aquilo que afeta, em diferentes graus, a transmissão da mensagem: pouca atenção do receptor, erros de codificação, voz muito baixa ou encoberta por uma música etc. O termo ruído não se refere somente a perturbação sonora, aplica-se, também, à comunicação visual (erros de digitação e uma mancha numa tela são ruídos) e a outros tipos de comunicação. O ruído passa a se constituir um dos principais fatores de insucesso em uma comunicação. Logo, deve ser observado e eliminado a fim de que o processo de compreensão e de interpretação da mensagem seja eficiente e eficaz.
  • 8. Eficiência e Eficácia da Comunicação Um processo de comunicação não se dá como na Teoria da Agulha Hipodérmica, em que o que é posto em comunicação, injetado, chega ao receptor com 100% de informação. São muitas as variáveis interferentes até que uma mensagem chegue ao seu receptor, além disso, o receptor também levará em conta seu repertório, sua condição de recepção, o assunto em questão, afim de que elabore os sentidos da mensagem recebida. Desta forma, podemos entender, que de acordo com as condições do indivíduo e dos meios em que ocorrem o processo comunicacional, a mensagem pode chegar com diferentes interpretações, trazendo transtornos para seus interlocutores, como desentendimentos, inimizades, falta de compreensão e descaso.
  • 9. Conceitos iniciais e seu histórico “Comunicação empresarial é a comunicação existente entre a organização (empresas privadas, empresas públicas, instituições, etc.) e os seus públicos de interesse: cliente interno ou funcionário da organização, fornecedores, distribuidores, clientes, mídia e a sociedade em geral.” (TAVARES, 2010, p.11). Leia o artigo abaixo para uma melhor compreensão: “A história da comunicação empresarial no Brasil” de Claudio Amaral. http://www.portal-rp.com.brqbilbiotecavirtual/0095.htm
  • 10. Histórico Contexto: - Os Estados Unidos em 1906 – automóveis, imenso progresso e petróleo. - O poder de John D. Rockefeller e sua imagem – “lucro a qualquer custo”. - Ivy Lee, jornalista, foi o fundador de um dos primeiros escritórios de Relações Públicas do mundo.
  • 11. Princípios de Ivy Lee - Este não é um serviço secreto. Todo o nosso trabalho é feito às claras. Nosso objetivo é divulgar notícias. - Isto não é uma agência de publicidade. Se acharem que o nosso assunto ficaria melhor como um anúncio não o usem. - Nossa matéria é exata. Qualquer jornalista interessado será atenciosamente auxiliado na verificação direta de qualquer item apresentado como fato. - Em resumo, nosso plano é divulgar prontamente e com absoluta franqueza, para o bem das empresas e das instituições, à imprensa e ao público do país, informações relativas a assuntos de valor e de interesse para o público.
  • 12. Ações de Ivy Lee - Usou o princípio da credibilidade e de auditório universal, ao se relacionar com a imprensa. - Interferiu no dia-a-dia das empresas, promoveu mudanças de hábitos, incentivou a criação de fundações de interesse público (cidadania corporativa) - Fez com que Rockfeller cooperasse com o judiciário e promotores nas investigações a respeito dele e de suas empresas, transformando a imagem do homem odiado pela sociedade em alguém muito respeitado.
  • 13. No Brasil - 1950, com Juscelino Kubitschek. - Indústria automobilística. - Surgimento das Agências de Publicidade – McCann Ericsson e J.W. Thomson.
  • 14. O ambiente da Comunicação Empresarial As mudanças no Ambiente de Negócios. - Atitudes públicas em relação às empresas e reflexos na cultura popular. A observação pública das empresas é constante e intensa e, na última década, a desilusão cresceu em relação aos excessos nos salários dos executivos, práticas contábeis questionáveis, recalls de medicamentos e fraqueza moral por parte das grandes empresas.
  • 15. O ambiente da Comunicação Empresarial -Efeitos da globalização Aldeia Global – a tecnologia fortaleceu os canais de comunicação em todo o globo, apagando as fronteiras nacionais para produzir o que o filósofo canadense Marshall McLuhn previu – a criação de um mundo tão interligado por conhecimento compartilhado que passará a ser uma “aldeia global”. Tendência forte a partir da década de 1990. Das 100 principais economias do mundo, 51 são empresas multinacionais e as 49 restantes são países (dados de 2002).
  • 16. Isso pode provocar: -busca de laços culturais nas culturas organizacionais; - o público busca empresas responsáveis pelo ambiente e pela vida humana; - desintegração das fronteiras nacionais, ocasionando oportunidades para fusões e criação de multinacionais; Como contraponto, há os que discordam do poder das grandes empresas, o que gerou o “ativismo antiempresarial”, em que aparecem: - movimentos “antimarcas” e antiglobalização. A tecnologia permitiu tanto a criação de impérios multinacionais, quanto à divulgação e formação de grupos ativistas antiglobalização, transportando a informação da mídia de auditório particular para auditórios universais.
  • 17. Importante: “Os líderes empresariais atuais devem estar preparados não só para lidar com o assédio da mídia internacional, mas também devem combater de maneira proativa grupos de reinvindicação que procuram usar a mídia atual para comprometer a reputação – e os resultados – de suas empresas em nível global.” Houve um tempo em que não havia necessidade de muita preocupação com a mídia, porém, ao longo dos anos, os empresários perceberam que a mídia e a opinião pública em geral passaram a fazer parte dos fatores críticos de sucesso em uma organização. Hoje uma relação “amigável” com a mídia fortalece a imagem e a reputação da empresa, consistindo como um importante ativo intangível (capital intelectual).
  • 18. A comunicação em um ambiente em constante mudança Como a boa comunicação empresarial pode ajudar as empresas a competir no ambiente de negócios em constante mudanças? 1 – Saiba reconhecer o ambiente 2 – Adapte-se ao ambiente sem abrir mão dos princípios 3 – Não presuma que os problemas desaparecerão em um passe de mágica 4 – Mantenha a comunicação empresarial sempre ligada à estratégia. Conclusão: as empresas precisam se comunicar de forma estratégica e inteligente.
  • 19. Panorama da comunicação empresarial A partir do fundamento da comunicação – compartilhar/trocar informação -, uma organização dispõe de três vertentes – a comunicação interna, a de marketing e a institucional. >A comunicação interna trata do seu público interno, os colaboradores. >A mercadológica (marketing) com o mercado, os clientes. >A comunicação institucional visa projetar uma imagem favorável à sociedade em geral. O importante é que a organização tenha um plano de comunicação integrada.
  • 20. Portanto... Comunicação empresarial, caracteriza-se como um conjunto de atividades e estratégias. É uma atividade transdisciplinar, que envolve métodos, técnicas e profissionais de áreas afins, dentre elas, relações públicas, jornalismo, assessoria de imprensa, publicidade, propaganda, que tem por objetivo melhorar a imagem e a reputação das empresas. Fortalecendo-lhes a identidade e melhorando a sua marca diante de seus vários stakeholders, ou seja, todos aqueles que se relacionam direta ou indiretamente com a organização. É a relação da empresa com o seu público interno e externo, para a difusão de informações sobre as suas atuações, resultados, missão, objetivos, processos, normas, procedimentos, instruções e serviços.
  • 21. Por que a C.E. é tão importante? É por meio do processo comunicacional, que gestores e empresários exercem as funções de: planejamento, organização, liderança e controle das ações e operações envolvidas, influenciar os clientes externos e internos. Um bom Planejamento Estratégico surtirá os efeitos desejados se somente houver um bom nível de comunicação dentro e fora das organizações. O fato é que sem uma boa comunicação todas as ações das empresas podem estar comprometidas.
  • 22. Como é elaborada? É importante ressaltar que o adequado sistema de comunicação interna e externa contribui para a eficiência e eficácia da empresa.
  • 23. Antes de se comunicar pense • Nos seus objetivos; • No destinatário (público) de sua mensagem – a função e as características do destinatário determinam a escolha do veículo (canal) • Recursos, os necessários e os disponíveis; • Na reputação da empresa. Precisa verificar também se a comunicação tem o propósito de apenas informar, de persuadir ou de entreter. Ou tudo isso ao mesmo tempo!
  • 24. O que a empresa e eu ganho com isso? • Redução dos gaps na comunicação; • Respeito e consideração do público-alvo • Consegue influenciar o seu stakeholder naquilo que a empresa ou você quer. • Vantagem competitiva (conjunto de características que permitem a uma empresa diferenciar-se, por entregar mais valor aos seus clientes, em comparação aos seus concorrentes e sob o ponto de vista dos clientes). • Melhorar a imagem, a identidade e a reputação da empresa. • Valorização da marca.
  • 25. Entendendo a Comunicação Integrada Comunicação Integrada - Comunicação Interna Como as organizações podem fortalecer o relacionamento com os funcionários por meio da comunicação interna? A C.I. abrange a comunicação entre: - departamentos, órgãos, unidades, etc. - pessoas dos mesmos departamentos, órgãos, unidades, etc. - chefias; - Funcionários e chefia direta, como supervisores e gerentes, e chefia indireta, como diretores e presidentes. (TAVARES,p.15)
  • 26. Entendendo a Comunicação Integrada Comunicação Institucional “É o conjunto de ações que visa divulgar informações aos públicos de interesse sobre os objetivos, as práticas, as políticas e ações institucionais da organização. O objetivo principal é construir, manter ou melhorar a imagem da empresa no mercado perante esses públicos.” (TAVARES,p.64) Comunicação de Marketing “Qualquer técnica de comunicação (propaganda, publicidade, promoção de vendas, merchandising, marketing direto, embalagem, etc.) que uma organização utiliza para divulgar seus produtos, serviços, marcas, etc.) no mercado em que atua. Seus objetivos são mercadológicos.” (TAVARES, p.82)
  • 27. O que é Comunicação Empresarial (Interna) É um conjunto de atividades que visa comunicar com clareza e eficácia as informações internas para seus públicos prioritários. O objetivo é estabelecer uma conexão de motivação e transparência entre os empregados e empresa, através da divulgação de normas, procedimentos, notícias, eventos, treinamento, metas e qualquer outro tipo de informação que esteja relacionada a sua rotina de trabalho dentro da empresa.
  • 28. O que é Assessoria de Imprensa A Assessoria de Imprensa trata da gestão do relacionamento entre uma pessoa física, entidade, empresa, órgão público e a imprensa. Uma Assessoria de Imprensa trabalha para um assessorado, que pode ser um cliente particular ou uma instituição. Empresas, pessoas físicas como "personalidades públicas", médicos, advogados, músicos e instituições e organizações como empresas estatais, autarquias, governos, partidos, sindicatos, clubes, ONGs, ou indivíduos, entre outros costumam utilizar serviços de assessoria de imprensa.
  • 29. O que é Endomarketing Endomarketing é uma atividade que funciona alinhada à comunicação interna, destinada ao público interno (funcionários/colaboradores) de uma organização que busca adaptar estratégias e elementos do marketing para atingir os seus objetivos. O endomarketing busca satisfação do público interno e o seu comprometimento com os objetivos organizacional. Realiza ações com envolvimento da família e da comunidade local.
  • 30. Papel do Comunicador no Processo para Mudanças Conhecimento Divulgação da informação Criação de E-mails, Cartazes, Folhetos, Jornal e Quadros de Avisos Compreensão Atuação do Comunicador junto ao Cliente Reuniões, Kit de Comunicação e Intranet Adoção O Comunicador como elemento motivador/follow-up junto ao Cliente Compromisso O Cliente participando consistentemente do processo com suporte do Comunicador Faz parte de mim O Cliente como multiplicador do processo de Comunicação
  • 31. Exemplo Campanha “Ginástica Laboral” Conhecimento Divulgação pela área de Comunicação da informação, via: Criação de E-mails, Cartazes, Folhetos e Jornal Interno Compreensão O Comunicador divulga e explica aos Clientes a importância da campanha, seus benefícios, horários e locais. Adoção O Comunicador também participa das ginásticas, motiva os Clientes, cobra a participação de cada um. É entregue o “cartão de pontos” para os empregados que realizam as atividades. Compromisso O Cliente começa a participar das sessões de ginástica e percebe os benefícios que eles trazem. O Comunicador participa como suporte em caso de necessidade de novos materiais de explicação, apostilas/ slides. Faz parte de mim O Cliente participa efetivamente da ginástica e começa a incentivar outros empregados a participarem também. Valoriza e reconhece a ação de RH como fator de melhoria da sua qualidade de vida. Atuação Ativa das Gerências e do RH
  • 32. Meios da Comunicação Interna • E-mail • Quadro de Avisos • Intranet • Panfletagem • Banner • Mensagem da Gerência • Mensagem Falada • Campanhas Internas • Jornal Interno • Revistas • Rádio Interna • Caixa de Sugestões • Reuniões de Café
  • 35. O que é Endomarketing? “Endomarketing são ações de marketing para o público interno – funcionários – das empresas e organizações” (BEKIN,1995,p.2) Devido às transformações por que passou o ambiente empresarial, assim como os valores emergentes em respeito à vida e ao meio ambiente, a segunda definição de Bekin passou a apresentar-se assim: “Endomarketing são ações de marketing eticamente dirigidas ao público interno (funcionários) das organizações e empresas focadas no lucro, das organizações não lucrativas e governamentais e das do terceiro setor, observando condutas de responsabilidade comunitária e ambiental”. (BEKIN, 2004)
  • 36. Ética de conteúdo A proatividade torna-se fundamental para as atividades da comunicação institucional, pois, antevistos os problemas; a organização pode manter-se preparada para os desafios. Ser proativo em um departamento de comunicação institucional é uma ação estratégica. Priorizar a ética de conteúdo é, hoje, uma condição para a manutenção da reputação de qualquer organização, pois, apesar de o jabá (pagamento pela música tocada no rádio –propina) ainda existir, nas redações dos jornais essa costuma ser uma prática condenada. Um conteúdo produzido por uma organização que não atenda aos princípios éticos de nossa sociedade, com certeza, estará fora de qualquer pauta de jornal.
  • 37. Ética de conteúdo Já se foi o tempo em que os jornalistas eram submetidos às vontades alheias, a fim de que escrevessem o que lhes era imposto, fosse por meio de pagamento, por presentes, benefícios ou pura imposição. Quando uma organização consegue que seu nome ou sua atividade seja associada a atividades sociais, comunitárias ou mesmo fato relevante, de caráter positivo para a sociedade, isso gera publicidade e colabora para a manutenção da imagem e da reputação da organização. Para o tema sustentabilidade acesse o link: Http://sustentabilidade.santader.com.br/pt/Paginas/default.aspx Para release: http://brasil.smetoolkit.org/brasil/pt/contente/pt_br/249/Mode los-de-comunicados-de-imprensa
  • 38. Ferramentas de Comunicação Institucional Release É nome dado ao comunicado que informa algo da empresa para a imprensa. Sua estrutura é composta por: - Logomarca ou logotipo da empresa; - Título ou tema; - Lead ou lide; - Texto; - Autor; - Data.
  • 39. Ferramentas de Comunicação Institucional Clipping de notícias Não se trata exatamente de uma ferramenta de comunicação institucional, mas é um recurso auxiliar para a observação da empresa na mídia e a busca de oportunidades. O clipping é produzido pelo acompanhamento diários de diversos veículos de comunicação, sejam digitais ou impressos. Todas as referências à empresa, ou a determinado assunto, são recortadas ou copiadas, a fim de que seja composto um banco de informações. - Análise de clipping: - Por dados quantitativos - Por dados qualitativos
  • 40. Ferramentas de Comunicação Institucional Ouvidoria Como você definiria a ouvidoria de uma organização? O conceito de ouvidoria passa, necessariamente, pela prática a que a ele se atribui hoje. Diferentemente de uma Central de Atendimento, a ouvidoria se configura como a última instância de representação dos públicos de interesse. Tem como papel ser imparcial e resoluta. Passos para a implantação, avaliação e controle de uma ouvidoria: - Abrangência; - Ouvidor; - Mecanismos de entrada e gerenciamento; - Divulgação dos resultados.
  • 41. Comunicação de Marketing Quando se fala em estratégias de marketing e comunicação, é preciso enfatizar a diferença entre marketing e comunicação, assim como a influência dos novos meios de comunicação sobre o comportamento do consumidor, o ciclo de vida dos produtos e sobre o próprio profissional da área. Para esse último, recomendamos que você assista ao vídeo: “O novo profissional de Marketing e Comunicação” http://youtu.be/WmcfvchsyOw “Marketing é um processo administrativo de produto, serviço, preço, distribuição e comunicação, que visa identificar e satisfazer às necessidades e desejos dos clientes internos e externos de uma organização, cuidando da sua imagem, gerando lucros e orientando-a para futuros e novos mercados.” (TAVARES,2010, p.80)
  • 42. Ferramentas de Comunicação de Marketing São consideradas ferramentas de C.M.: - Administração de vendas - Comunicação pela internet - Embalagem - Eventos - Marketing direto - Merchandising - Promoção de vendas - Propaganda - Publicidade - Relações Públicas
  • 43. Identidade, Imagem e Reputação Identidade – são os atributos que a empresa possui. É o que ela é. É o conjunto de características, crenças e valores que a organização possui. É seu DNA. É único. É a essência. Imagem – Ocupa-se da percepção externa. É o conjunto de significados que uma pessoa associa à empresa. É o que ela parece ser. É a aparência. Reputação – Práticas da empresa que refletem sua identidade e sua imagem e são mantidas ao longo do tempo. A sua construção se dá a partir da qualidade dos relacionamentos que a empresa mantém com seus empregados, clientes, fornecedores e demais stakeholders.
  • 44. Propaganda Corporativa A propaganda corporativa deve apresentar uma identidade clara da organização, baseada em uma avaliação criteriosa da estratégia de comunicação global. Três grandes categorias: - Propaganda da Imagem; - Propaganda Financeira e - Propaganda social. Propaganda da Imagem – propaganda para reforçar a identidade ou melhorar a reputação. Foco em fortalecer a relação imagem x identidade. É utilizada em fusões corporativas, mudanças de posicionamento corporativos e nas alterações de comando. Ela objetiva explicar aos stakeholders os novos posicionamentos e estratégias.
  • 45. Propaganda Corporativa Propaganda da Imagem Argumentativa – Utilizada contra “ameaças” externas, como crises, denúncias... Geralmente lida com assuntos polêmicos, sendo um meio de “resposta” a ataques de concorrentes, mídia, imprensa, opinião pública. Propaganda Financeira – É a propaganda para atrair investimentos. Foco em estimular interesse por parte do mercado (investidores potenciais) nas ações da empresa e da marca como um todo. Gera movimentação do mercado em torno da empresa. Propaganda Social – Propaganda de sensibilização. Demonstra ao mercado que não se preocupa somente com dividendos oriundos de operações, mas também com qualidade de vida em termos regionais/globais. Promove a divulgação de ações sociais junto aos meios de comunicação por intermédio de veiculação remuneradas. Gera valor junto aos stakeholders.
  • 46. Relacionamento com os Investidores (R.I.) É o conjunto de atividades, métodos, técnicas e práticas que, direta ou indiretamente, propiciam a interação das áreas de Contabilidade, Planejamento, Comunicação, Marketing e Finanças, com o propósito de estabelecer uma ligação entre a administração da empresa, os acionistas (e seus representantes) e os demais agentes que atuam no mercado de capitais e que integram a comunidade financeira nacional ou internacional. (http://www.ibri.com.br/educação/oque.asp) Objetivo – fornecer ao mercado de capitais informações transparentes, tempestivas e confiáveis sobre as operações da empresa. Relacionamento com investidores e governança corporativa. -Transparência -Prestação de Contas - Equidade - Sustentabilidade
  • 47. Plano de Comunicação Plano de comunicação para a web De importância fundamental hoje é o fato de que bem poucas empresas podem deixar a internet fora de sua comunicação. Meio eficiente e eficaz, se bem utilizado, pode colaborar para o fortalecimento da comunicação interna, expandir a comunicação de marketing e fortalecer a imagem da organização, via comunicação institucional. Para um plano de comunicação na web seja eficiente, deve ocorrer as seguintes condições: 1 – Identificação dos canais em que o público da empresa está presente e, 2 – Medir periodicamente os resultados. Obviamente, isso não é suficiente para garantir bons resultados. Porém, sem essas condições dificilmente a empresa alcançaria sucesso.
  • 48. Referências ARGENTI, Paul A. Comunicação Empresarial – A Construção da Identidade, imagem e Reputação – 6ª Edição. Rio de Janeiro: CAMPUS-Elsevier,2014. MAFEI, Maristela; CECATO, Valdete. Comunicação corporativa: gestão, imagem e posicionamento. São Paulo: Contexto,2011. SOBRINHA, Elizabeth Del Nero –Comunicação Empresarial: roteiro de estudos para o curso de administração, São Paulo,2015. TAVARES, Maurício. Comunicação Empresarial e Planos de Comunicação: Integrando Teoria e Prática. 3ª. Edição. São Paulo: Atlas,2010.

Notas do Editor

  1. September 7, 2016