SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Aula 4
Educação Corporativa e Gestão do
Conhecimento
Capital Intelectual
Prof. Carlos Luiz Alves
Aula 4
Disciplina: Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento
Professor: Carlos Luiz Alves
Tema: Capital Intelectual
Ementa: Atualmente as empresas estão percebendo que o diferencial de competitividade se encontra nas
pessoas. Em uma sociedade em que o conhecimento se tornou a mola propulsora do desenvolvimento,
sistematizar, compartilhar, reter e desenvolver talentos passaram a ser o foco de uma boa gestão estratégica.
Nesta aula, nosso foco será na construção e no desenvolvimento desse Capital Intelectual que se torna, nos
dias de hoje, uma vantagem competitiva para as empresas e condição de empregabilidade para as pessoas.
Objetivos:
- Conceituar Capital Intelectual
- Considerar o Capital Intelectual como vantagem competitiva de uma organização
INTRODUÇÃO
O que é Capital Intelectual? Onde está o valor de mercado de uma empresa?
No mundo corporativo, os ativos intangíveis tornaram-se condição indispensável para a sobrevivência e
competitividade das empresas. Saber sistematizar e desenvolver o conhecimento organizacional adquire
maior importância atualmente que no passado.
Hoje, gestores veem o conhecimento como o principal ativo das organizações, pois a competitividade
passou a ser determinada pelas ideias, experiências, descobertas e especialização que conseguem gerar e
difundir em seu interior.
Neste contexto, percebemos que as empresas cada vez mais adquirem outras empresas justamente pelo
seu conhecimento, propondo-se a pagar mais do que seu valor de mercado e ou contábil.
Podemos citar alguns exemplos:
- Em 1995, a IBM pagou US$ 3,5 bilhões (14 vezes o valor contábil de US$ 250 milhões) pela compra da
Lotus, por que lhe interessava o conhecimento desenvolvido pela empresa.
- A Microsoft é mais capital intelectual do que físico. A empresa fundada por Bill Gates possui um valor de
mercado que corresponde a 100 vezes o seu patrimônio tangível.
- A Nokia, empresa finlandesa, cuja divisão de celulares foi comprada recentemente pela Apple, possuía
apenas cinco empregados e faturava em torno de US$ 200 milhões ao ano.
Esse ágio que é a diferença entre o valor pago e o valor de mercado mais o contábil corresponde mais
ao capital intangível da empresa, que representa a fidelidade dos clientes, a imagem e reputação da
empresa, a marca e qualidade de seus produtos, patentes, direitos exclusivos de comercialização,
treinamento e habilidades de seus colaboradores, que é facilmente confundido com o capital
intelectual.
Mas, afinal, o que é Capital Intelectual?
Para Stewart, o capital intelectual corresponde ao conjunto de conhecimentos e informações,
encontrado nas organizações, que agrega valor ao produto e/ou serviços, mediante a aplicação da
inteligência e não do capital monetário ao empreendimento.
Para Edvinsson e Malone (1988, p.19) é um capital não financeiro que representa a lacuna oculta entre
o valor de mercado e o valor contábil. Sendo, portanto, a soma do Capital Humano e do Capital
Estrutural.
Pelas definições, podemos concluir que o valor de mercado de uma empresa é resultado da soma de
seu capital financeiro com o seu capital intelectual. Sendo que esse capital intelectual é basicamente
constituído do capital humano com o capital estrutural.
Segundo Edvinsson e Malone (1998, p.47), o capital estrutural é composto do relacionamento positivo
com os clientes com o capital organizacional da empresa. Esse capital organizacional representa os
valores agregados com a inovação e a melhoria dos processos na organização.
Podemos sintetizar esses conceitos em um quadro:
Valor de mercado
de
uma empresa
Capital Financeiro
(Moeda financeira)
+
Capital Intelectual
(Moeda intelectual)
Capital Intelectual
Capital Humano
(Habilidades, competências, know-how, criatividade, experiência)
+
Capital Estrutural
(Tecnologia, dados, processos, marcas, patentes, direitos autorais, sistema da
informação, cultura organizacional, informações dos clientes, parcerias,
sistema de gestão)
Capital Estrutural
Capital Clientes
(Relacionamento e fidelização dos clientes)
+
Capital Organizacional
(Cultura organizacional, conjunto de conhecimentos gerados dentro de uma
organização)
Capital Organizacional
Capital de Inovação
+
Capital de Processos
O capital intelectual é a soma do conhecimento de todos em uma empresa, fato que proporciona
vantagem competitiva. É composto pelo capital humano, capital estrutural e capital dos clientes e do
mercado.
Mensurar esse capital intelectual é um desafio para a contabilidade, uma vez que ele é intangível.
Podemos determiná-lo pela diferença contábil entre o valor contábil (tangível) e o valor de mercado de
uma empresa.
Para que uma empresa obtenha sucesso é necessário que os três capitais (humano, estrutural e
clientes/mercado) estejam presentes e interajam. Por exemplo, uma boa ideia (humano) sem os meios
para comunicá-la ou realizá-la não vai adiante. Por outro lado, um bom relacionamento com os clientes
pode sumir ou desaparecer quando os colaboradores não estão atualizados ou familiarizados com as
novas tecnologias.
Como se desenvolve o Capital Intelectual?
O desenvolvimento do Capital Intelectual se encontra no desenvolvimento de habilidades e
conhecimento dos colaboradores (conhecimentos tácitos) e na busca permanente do conhecimento
(desenvolvimento de novas habilidades por meio de cursos de atualização).
Informações documentadas, facilmente alcançáveis (conhecimento explícito), compõem o capital
intelectual com os conhecimentos sobre clientes, concorrentes, parceiros e fornecedores. Podemos
também incluir nesse rol a cultura organizacional, como as competências sociais, crenças e valores, assim
como os mecanismos de motivação e de gestão de pessoas.
Participa também dessa composição, as patentes registradas, os direitos autorais e os domínios de
tecnologias, que são fatores críticos de inovação e renovação da empresa.
Resumindo...
Capital Intelectual = Capital Humano + Capital Estrutural
Para Edvinsson e Malone (1998, p.28) o Capital Humano corresponde a toda a capacidade, conhecimento,
habilidade e experiência individuais dos empregados de uma organização para realizar as tarefas.
Enquanto o Capital Estrutural é formado pela infraestrutura que apoia o capital humano, ou seja, tudo o
que permanece na empresa quando os empregados vão para casa.
Segundo Sveiby (1998), os ativos tangíveis podem ser mensurados pela contabilidade tradicional e
representados em moeda financeira. Já os ativos intangíveis não.
São ativos intangíveis:
- Habilidade Organizacional - que é todo conhecimento desenvolvido e ligado a estrutura interna.
_ Know how intelectual - que é o conhecimento que agrega valor às pessoas e à empresa.
- Conhecimento - que é a informação, o treinamento e que cria valor.
- Lealdade ao cliente – que é todo o trabalho realizado que envolve a fidelização do cliente.
- Comprometimento – que corresponde à parte do pessoal. É resultado de um trabalho de motivação com
as pessoas. Qualidade de vida e um salário digno.
- Cultura corporativa – é o investimento na empresa ao longo do tempo.
- Clima organizacional – que representa o ambiente de trabalho. Influencia o desempenho dos
colaboradores e da empresa.
- Comportamento das pessoas – relaciona-se à cultura organizacional da empresa.
Educação Corporativa e Capital Intelectual
Segundo Senge (1990), educação corporativa ocorre na empresa, quando a mesma promove o
desenvolvimento do capital intelectual. Para o autor, o investimento no conhecimento das pessoas passa
a ser considerado como um diferencial organizacional.
Senge (1990) apresenta cinco disciplinas da aprendizagem organizacional:
- Domínio pessoal – é o desenvolvimento do conhecimento nas pessoas. Representa o desenvolvimento
de habilidades técnicas, profissionais e pessoais. Há uma valorização das pessoas, resultando em
competitividade e empregabilidade.
- Modelos mentais – procura articular o foco das pessoas à visão da empresa. Forma uma nova
consciência em relação aos negócios da organização. Há mudanças de paradigmas e de comportamentos.
- Visão compartilhada – ocorre quando o conjunto de colaboradores de uma organização passa a vê-la
como um sistema (corpo funcional). Busca a integração das pessoas com o compartilhamento de
ideias e conhecimentos. Há uma visão global (total) da organização.
- Aprendizagem da equipe – as pessoas são motivadas a trabalhar em equipe como forma estratégica
de superação das dificuldades e dilemas organizacionais.
- Pensamento sistêmico – cultiva a visão de sistema nas pessoas. A visão segmentada é descartada. As
pessoas passam a enxergar a organização de forma holística, como um grande organismo que interage
com o seu meio. Busca incutir nas pessoas a ideia de conhecer a empresa como um todo.
Conclusão
Por fim, podemos concluir que a aprendizagem contínua é a principal vantagem
(alavanca) competitiva das organizações. Não basta apenas ter capital financeiro
para iniciar e conduzir um negócio, é indispensável que os gestores a veem de
forma complexa e holística. Sendo que o capital intelectual, no mundo de hoje,
extremamente competitivo, adquire cada vez mais a condição crítica de sucesso às
organizações. Desprezá-lo é “dar um tiro no pé”.
Atividades
Um estudo de caso.
Um vendedor foi demitido de uma empresa, porque ganhava mais do que o chefe (gerente). Passado um
tempo, a empresa percebeu que havia algo de errado com o seu faturamento, uma perda em torno de 70%.
Verificando os gráficos e o faturamento dos meses anteriores, a empresa constatou que a referida perda
coincidiu com a demissão do vendedor. Analisando detalhadamente o caso, foi comprovado que, de fato, o
vendedor, ao se desligar da empresa, levou consigo toda a carteira de clientes (que deveria pertencer à
empresa) para uma concorrente, não deixando nada registrado em um banco de dados. Com muita dificuldade
a empresa se recuperou, porém, uma lição foi aprendida.
Baseado nessas informações de um caso real, a partir do conceito de Capital Intelectual responda às questões a
seguir:
1 – Qual foi o erro da empresa? Qual foi a lição aprendida? Responda de acordo com a teoria.
2 – Que medidas deveriam ou devem ser tomadas para que algo parecido não ocorra mais na empresa?
3 – Resumidamente, apresente os conceitos de gestão do conhecimento, educação corporativa e capital
intelectual.
REFERÊNCIAS
ANGELONI, M. T. (Org.) Organizações do Conhecimento: infraestrutura, pessoas e tecnologia, 2.
Ed. – São Paulo: Saraiva, 2008.
EDVINSSON, Leif; MALONE, Michael S. Capital Intelectual: Descobrindo o valor real de sua
empresa pela identificação de seus valores internos. São Paulo: Makron Books, 1998.
SENGE, Peter M. A quinta disciplina. São Paulo: Editora Best Seller, 1990.
SVEIBY, Karl Erick. A nova riqueza das organizações. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão empresarial aula 6 capital intelectual
Gestão empresarial aula 6 capital intelectualGestão empresarial aula 6 capital intelectual
Gestão empresarial aula 6 capital intelectual
Vicente Willians Nunes
 
Aula 4 2014.1 ucam - a import de aprender
Aula 4   2014.1 ucam -  a import de aprenderAula 4   2014.1 ucam -  a import de aprender
Aula 4 2014.1 ucam - a import de aprender
Angelo Peres
 
Apostila de administração de recursos humanos[1]
Apostila de administração de recursos humanos[1]Apostila de administração de recursos humanos[1]
Apostila de administração de recursos humanos[1]
Paulo Almeida
 
Endomarketing Artigo Academico
Endomarketing Artigo AcademicoEndomarketing Artigo Academico
Endomarketing Artigo Academico
Jozelena
 
Gestão do conhecimento
Gestão do conhecimento Gestão do conhecimento
Gestão do conhecimento
Diego Borges
 
Scout Business Challenge
Scout Business ChallengeScout Business Challenge
Scout Business Challenge
Daniela Simão
 

Mais procurados (20)

Gestão empresarial aula 6 capital intelectual
Gestão empresarial aula 6 capital intelectualGestão empresarial aula 6 capital intelectual
Gestão empresarial aula 6 capital intelectual
 
Modelo de Gestão Inovador
Modelo de Gestão InovadorModelo de Gestão Inovador
Modelo de Gestão Inovador
 
Comunicacao interna endomarketing 24x7
Comunicacao interna endomarketing 24x7Comunicacao interna endomarketing 24x7
Comunicacao interna endomarketing 24x7
 
Educação Corporativa No Brasil
Educação  Corporativa No  BrasilEducação  Corporativa No  Brasil
Educação Corporativa No Brasil
 
Aula 4 2014.1 ucam - a import de aprender
Aula 4   2014.1 ucam -  a import de aprenderAula 4   2014.1 ucam -  a import de aprender
Aula 4 2014.1 ucam - a import de aprender
 
O aumento da produtividade através da valorização dos colaboradores
O aumento da produtividade através da valorização dos colaboradoresO aumento da produtividade através da valorização dos colaboradores
O aumento da produtividade através da valorização dos colaboradores
 
Apresentação do Gestão do Conhecimento e Capital Intelectual
Apresentação do Gestão do Conhecimento e Capital IntelectualApresentação do Gestão do Conhecimento e Capital Intelectual
Apresentação do Gestão do Conhecimento e Capital Intelectual
 
Endomarketing colaborativo
Endomarketing colaborativoEndomarketing colaborativo
Endomarketing colaborativo
 
Educação corporativa
Educação corporativaEducação corporativa
Educação corporativa
 
Apostila de administração de recursos humanos[1]
Apostila de administração de recursos humanos[1]Apostila de administração de recursos humanos[1]
Apostila de administração de recursos humanos[1]
 
Perspectivas e tendências para educação corporativa
Perspectivas e tendências para educação corporativaPerspectivas e tendências para educação corporativa
Perspectivas e tendências para educação corporativa
 
Endomarketing a base para a estruturação das empresas e organizações para o ...
Endomarketing a base para a estruturação das empresas e  organizações para o ...Endomarketing a base para a estruturação das empresas e  organizações para o ...
Endomarketing a base para a estruturação das empresas e organizações para o ...
 
Projeto gestão fucap
Projeto gestão fucapProjeto gestão fucap
Projeto gestão fucap
 
Atps gestão do conhecimento
Atps gestão do conhecimentoAtps gestão do conhecimento
Atps gestão do conhecimento
 
Endomarketing Artigo Academico
Endomarketing Artigo AcademicoEndomarketing Artigo Academico
Endomarketing Artigo Academico
 
Gestão do conhecimento
Gestão do conhecimento Gestão do conhecimento
Gestão do conhecimento
 
Atps gestao do conhecimento
Atps gestao do conhecimentoAtps gestao do conhecimento
Atps gestao do conhecimento
 
Carta dynamo 107
Carta dynamo 107Carta dynamo 107
Carta dynamo 107
 
Educação Corporativa
Educação CorporativaEducação Corporativa
Educação Corporativa
 
Scout Business Challenge
Scout Business ChallengeScout Business Challenge
Scout Business Challenge
 

Semelhante a Aula 4 capital intelectual

Capital Intelectual - Teoria da Contabilidade - UVA
Capital Intelectual - Teoria da Contabilidade - UVACapital Intelectual - Teoria da Contabilidade - UVA
Capital Intelectual - Teoria da Contabilidade - UVA
Carla Miranda Pacífico
 
Apresentação seminário capital intelectual
Apresentação seminário    capital intelectualApresentação seminário    capital intelectual
Apresentação seminário capital intelectual
Diego Mendes Moreno
 
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiarCapital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
B&R Consultoria Empresarial
 
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiarCapital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
B&R Consultoria Empresarial
 
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiarCapital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
B&R Consultoria Empresarial
 
E-Book Pessoas Talentos Empresas DOM Strategy Partners 2011
E-Book Pessoas Talentos  Empresas DOM Strategy Partners 2011E-Book Pessoas Talentos  Empresas DOM Strategy Partners 2011
E-Book Pessoas Talentos Empresas DOM Strategy Partners 2011
DOM Strategy Partners
 
Administração de recursos humanos material de apoio
Administração de recursos humanos   material de apoioAdministração de recursos humanos   material de apoio
Administração de recursos humanos material de apoio
Sheila Santos
 

Semelhante a Aula 4 capital intelectual (20)

Capital Intelectual - Teoria da Contabilidade - UVA
Capital Intelectual - Teoria da Contabilidade - UVACapital Intelectual - Teoria da Contabilidade - UVA
Capital Intelectual - Teoria da Contabilidade - UVA
 
Capital Intelectual
Capital Intelectual    Capital Intelectual
Capital Intelectual
 
Gestão do Conhecimento
Gestão do ConhecimentoGestão do Conhecimento
Gestão do Conhecimento
 
Apostila de administracao_de_recursos_hu
Apostila de administracao_de_recursos_huApostila de administracao_de_recursos_hu
Apostila de administracao_de_recursos_hu
 
Apresentação seminário capital intelectual
Apresentação seminário    capital intelectualApresentação seminário    capital intelectual
Apresentação seminário capital intelectual
 
Capital intelectual m2 ar
Capital intelectual m2 arCapital intelectual m2 ar
Capital intelectual m2 ar
 
Apresentacao inteligencia negocios
Apresentacao inteligencia negociosApresentacao inteligencia negocios
Apresentacao inteligencia negocios
 
WSI - Gerencie os Pontos Fortes do seu Currículo
WSI - Gerencie os Pontos Fortes do seu CurrículoWSI - Gerencie os Pontos Fortes do seu Currículo
WSI - Gerencie os Pontos Fortes do seu Currículo
 
CKO - O Profissional de Gestão do Conhecimento (GC) e suas funções
CKO - O Profissional de Gestão do Conhecimento (GC) e suas funçõesCKO - O Profissional de Gestão do Conhecimento (GC) e suas funções
CKO - O Profissional de Gestão do Conhecimento (GC) e suas funções
 
Adm rh
Adm rhAdm rh
Adm rh
 
Adm rh
Adm rhAdm rh
Adm rh
 
Adm rh
Adm rhAdm rh
Adm rh
 
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiarCapital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
 
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiarCapital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
 
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiarCapital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
Capital intelectual o principal ativo de uma empresa familiar
 
Liderança e Gestão do Capital Intelectual
Liderança e Gestão do Capital IntelectualLiderança e Gestão do Capital Intelectual
Liderança e Gestão do Capital Intelectual
 
E-Book Pessoas Talentos Empresas DOM Strategy Partners 2011
E-Book Pessoas Talentos  Empresas DOM Strategy Partners 2011E-Book Pessoas Talentos  Empresas DOM Strategy Partners 2011
E-Book Pessoas Talentos Empresas DOM Strategy Partners 2011
 
Aula 6 - Gestão do Conhecimento.pptx
Aula 6 - Gestão do Conhecimento.pptxAula 6 - Gestão do Conhecimento.pptx
Aula 6 - Gestão do Conhecimento.pptx
 
Administração de recursos humanos material de apoio
Administração de recursos humanos   material de apoioAdministração de recursos humanos   material de apoio
Administração de recursos humanos material de apoio
 
Gestão estratégica do conhecimento
Gestão estratégica do conhecimentoGestão estratégica do conhecimento
Gestão estratégica do conhecimento
 

Mais de Carlos Alves

Aula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e InovaçãoAula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e Inovação
Carlos Alves
 
Aula 11 Relação com os investidores
Aula 11   Relação com os investidoresAula 11   Relação com os investidores
Aula 11 Relação com os investidores
Carlos Alves
 
Aula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do Conhecimento
Aula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do ConhecimentoAula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do Conhecimento
Aula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do Conhecimento
Carlos Alves
 
Aula 8 A Cultura Organizacional e a Gestão do Conhecimento
Aula 8   A Cultura Organizacional e a Gestão do ConhecimentoAula 8   A Cultura Organizacional e a Gestão do Conhecimento
Aula 8 A Cultura Organizacional e a Gestão do Conhecimento
Carlos Alves
 
Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing
Carlos Alves
 
Aula 6 Modelos Mentais: conceito e análise
Aula 6  Modelos Mentais: conceito e análiseAula 6  Modelos Mentais: conceito e análise
Aula 6 Modelos Mentais: conceito e análise
Carlos Alves
 
Aula 7 Comunicação Institucional
Aula 7   Comunicação InstitucionalAula 7   Comunicação Institucional
Aula 7 Comunicação Institucional
Carlos Alves
 
Todo processo tem suas partes comunicação intenrna
Todo processo tem suas partes comunicação intenrnaTodo processo tem suas partes comunicação intenrna
Todo processo tem suas partes comunicação intenrna
Carlos Alves
 

Mais de Carlos Alves (20)

Aula 8 Cultura Organizacional
Aula 8   Cultura Organizacional Aula 8   Cultura Organizacional
Aula 8 Cultura Organizacional
 
Revisão Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento
Revisão Educação Corporativa e Gestão do ConhecimentoRevisão Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento
Revisão Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento
 
Comunicação Empresarial: uma ferramenta estratégica
Comunicação Empresarial: uma ferramenta estratégicaComunicação Empresarial: uma ferramenta estratégica
Comunicação Empresarial: uma ferramenta estratégica
 
Comunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE BásicoComunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE Básico
 
Aula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e InovaçãoAula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e Inovação
 
Aula 10 Estilos de liderança e gestão do conhecimento
Aula 10   Estilos de liderança e gestão do conhecimentoAula 10   Estilos de liderança e gestão do conhecimento
Aula 10 Estilos de liderança e gestão do conhecimento
 
Aula 11 Relação com os investidores
Aula 11   Relação com os investidoresAula 11   Relação com os investidores
Aula 11 Relação com os investidores
 
Aula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do Conhecimento
Aula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do ConhecimentoAula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do Conhecimento
Aula 9 Estruturas Organizacionais e a Gestão do Conhecimento
 
Aula 10 - Propaganda Corporativa
Aula 10 -  Propaganda CorporativaAula 10 -  Propaganda Corporativa
Aula 10 - Propaganda Corporativa
 
Aula 8 A Cultura Organizacional e a Gestão do Conhecimento
Aula 8   A Cultura Organizacional e a Gestão do ConhecimentoAula 8   A Cultura Organizacional e a Gestão do Conhecimento
Aula 8 A Cultura Organizacional e a Gestão do Conhecimento
 
Aula 9 Identidade Imagem e Reputação
Aula 9 Identidade Imagem e ReputaçãoAula 9 Identidade Imagem e Reputação
Aula 9 Identidade Imagem e Reputação
 
Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing
 
Aula 7 gestão organizacional
Aula 7 gestão organizacionalAula 7 gestão organizacional
Aula 7 gestão organizacional
 
Aula 6 Modelos Mentais: conceito e análise
Aula 6  Modelos Mentais: conceito e análiseAula 6  Modelos Mentais: conceito e análise
Aula 6 Modelos Mentais: conceito e análise
 
Aula 7 Comunicação Institucional
Aula 7   Comunicação InstitucionalAula 7   Comunicação Institucional
Aula 7 Comunicação Institucional
 
Aula 5 aprendizagem_organizacional
Aula 5 aprendizagem_organizacionalAula 5 aprendizagem_organizacional
Aula 5 aprendizagem_organizacional
 
Aula 3 sociedade do conhecimento
Aula 3 sociedade do conhecimentoAula 3 sociedade do conhecimento
Aula 3 sociedade do conhecimento
 
Todo processo tem suas partes comunicação intenrna
Todo processo tem suas partes comunicação intenrnaTodo processo tem suas partes comunicação intenrna
Todo processo tem suas partes comunicação intenrna
 
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimento
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimentoAula 2 cibercultura: informação e conhecimento
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimento
 
Plano de comunicação
Plano de comunicaçãoPlano de comunicação
Plano de comunicação
 

Último

Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfO que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 

Aula 4 capital intelectual

  • 1. Aula 4 Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento Capital Intelectual Prof. Carlos Luiz Alves
  • 2. Aula 4 Disciplina: Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento Professor: Carlos Luiz Alves Tema: Capital Intelectual Ementa: Atualmente as empresas estão percebendo que o diferencial de competitividade se encontra nas pessoas. Em uma sociedade em que o conhecimento se tornou a mola propulsora do desenvolvimento, sistematizar, compartilhar, reter e desenvolver talentos passaram a ser o foco de uma boa gestão estratégica. Nesta aula, nosso foco será na construção e no desenvolvimento desse Capital Intelectual que se torna, nos dias de hoje, uma vantagem competitiva para as empresas e condição de empregabilidade para as pessoas. Objetivos: - Conceituar Capital Intelectual - Considerar o Capital Intelectual como vantagem competitiva de uma organização
  • 3. INTRODUÇÃO O que é Capital Intelectual? Onde está o valor de mercado de uma empresa? No mundo corporativo, os ativos intangíveis tornaram-se condição indispensável para a sobrevivência e competitividade das empresas. Saber sistematizar e desenvolver o conhecimento organizacional adquire maior importância atualmente que no passado. Hoje, gestores veem o conhecimento como o principal ativo das organizações, pois a competitividade passou a ser determinada pelas ideias, experiências, descobertas e especialização que conseguem gerar e difundir em seu interior.
  • 4. Neste contexto, percebemos que as empresas cada vez mais adquirem outras empresas justamente pelo seu conhecimento, propondo-se a pagar mais do que seu valor de mercado e ou contábil. Podemos citar alguns exemplos: - Em 1995, a IBM pagou US$ 3,5 bilhões (14 vezes o valor contábil de US$ 250 milhões) pela compra da Lotus, por que lhe interessava o conhecimento desenvolvido pela empresa. - A Microsoft é mais capital intelectual do que físico. A empresa fundada por Bill Gates possui um valor de mercado que corresponde a 100 vezes o seu patrimônio tangível. - A Nokia, empresa finlandesa, cuja divisão de celulares foi comprada recentemente pela Apple, possuía apenas cinco empregados e faturava em torno de US$ 200 milhões ao ano.
  • 5. Esse ágio que é a diferença entre o valor pago e o valor de mercado mais o contábil corresponde mais ao capital intangível da empresa, que representa a fidelidade dos clientes, a imagem e reputação da empresa, a marca e qualidade de seus produtos, patentes, direitos exclusivos de comercialização, treinamento e habilidades de seus colaboradores, que é facilmente confundido com o capital intelectual. Mas, afinal, o que é Capital Intelectual? Para Stewart, o capital intelectual corresponde ao conjunto de conhecimentos e informações, encontrado nas organizações, que agrega valor ao produto e/ou serviços, mediante a aplicação da inteligência e não do capital monetário ao empreendimento. Para Edvinsson e Malone (1988, p.19) é um capital não financeiro que representa a lacuna oculta entre o valor de mercado e o valor contábil. Sendo, portanto, a soma do Capital Humano e do Capital Estrutural.
  • 6. Pelas definições, podemos concluir que o valor de mercado de uma empresa é resultado da soma de seu capital financeiro com o seu capital intelectual. Sendo que esse capital intelectual é basicamente constituído do capital humano com o capital estrutural. Segundo Edvinsson e Malone (1998, p.47), o capital estrutural é composto do relacionamento positivo com os clientes com o capital organizacional da empresa. Esse capital organizacional representa os valores agregados com a inovação e a melhoria dos processos na organização. Podemos sintetizar esses conceitos em um quadro: Valor de mercado de uma empresa Capital Financeiro (Moeda financeira) + Capital Intelectual (Moeda intelectual)
  • 7. Capital Intelectual Capital Humano (Habilidades, competências, know-how, criatividade, experiência) + Capital Estrutural (Tecnologia, dados, processos, marcas, patentes, direitos autorais, sistema da informação, cultura organizacional, informações dos clientes, parcerias, sistema de gestão) Capital Estrutural Capital Clientes (Relacionamento e fidelização dos clientes) + Capital Organizacional (Cultura organizacional, conjunto de conhecimentos gerados dentro de uma organização) Capital Organizacional Capital de Inovação + Capital de Processos
  • 8. O capital intelectual é a soma do conhecimento de todos em uma empresa, fato que proporciona vantagem competitiva. É composto pelo capital humano, capital estrutural e capital dos clientes e do mercado. Mensurar esse capital intelectual é um desafio para a contabilidade, uma vez que ele é intangível. Podemos determiná-lo pela diferença contábil entre o valor contábil (tangível) e o valor de mercado de uma empresa. Para que uma empresa obtenha sucesso é necessário que os três capitais (humano, estrutural e clientes/mercado) estejam presentes e interajam. Por exemplo, uma boa ideia (humano) sem os meios para comunicá-la ou realizá-la não vai adiante. Por outro lado, um bom relacionamento com os clientes pode sumir ou desaparecer quando os colaboradores não estão atualizados ou familiarizados com as novas tecnologias.
  • 9. Como se desenvolve o Capital Intelectual? O desenvolvimento do Capital Intelectual se encontra no desenvolvimento de habilidades e conhecimento dos colaboradores (conhecimentos tácitos) e na busca permanente do conhecimento (desenvolvimento de novas habilidades por meio de cursos de atualização). Informações documentadas, facilmente alcançáveis (conhecimento explícito), compõem o capital intelectual com os conhecimentos sobre clientes, concorrentes, parceiros e fornecedores. Podemos também incluir nesse rol a cultura organizacional, como as competências sociais, crenças e valores, assim como os mecanismos de motivação e de gestão de pessoas. Participa também dessa composição, as patentes registradas, os direitos autorais e os domínios de tecnologias, que são fatores críticos de inovação e renovação da empresa.
  • 10. Resumindo... Capital Intelectual = Capital Humano + Capital Estrutural Para Edvinsson e Malone (1998, p.28) o Capital Humano corresponde a toda a capacidade, conhecimento, habilidade e experiência individuais dos empregados de uma organização para realizar as tarefas. Enquanto o Capital Estrutural é formado pela infraestrutura que apoia o capital humano, ou seja, tudo o que permanece na empresa quando os empregados vão para casa. Segundo Sveiby (1998), os ativos tangíveis podem ser mensurados pela contabilidade tradicional e representados em moeda financeira. Já os ativos intangíveis não.
  • 11. São ativos intangíveis: - Habilidade Organizacional - que é todo conhecimento desenvolvido e ligado a estrutura interna. _ Know how intelectual - que é o conhecimento que agrega valor às pessoas e à empresa. - Conhecimento - que é a informação, o treinamento e que cria valor. - Lealdade ao cliente – que é todo o trabalho realizado que envolve a fidelização do cliente. - Comprometimento – que corresponde à parte do pessoal. É resultado de um trabalho de motivação com as pessoas. Qualidade de vida e um salário digno. - Cultura corporativa – é o investimento na empresa ao longo do tempo. - Clima organizacional – que representa o ambiente de trabalho. Influencia o desempenho dos colaboradores e da empresa. - Comportamento das pessoas – relaciona-se à cultura organizacional da empresa.
  • 12. Educação Corporativa e Capital Intelectual Segundo Senge (1990), educação corporativa ocorre na empresa, quando a mesma promove o desenvolvimento do capital intelectual. Para o autor, o investimento no conhecimento das pessoas passa a ser considerado como um diferencial organizacional. Senge (1990) apresenta cinco disciplinas da aprendizagem organizacional: - Domínio pessoal – é o desenvolvimento do conhecimento nas pessoas. Representa o desenvolvimento de habilidades técnicas, profissionais e pessoais. Há uma valorização das pessoas, resultando em competitividade e empregabilidade. - Modelos mentais – procura articular o foco das pessoas à visão da empresa. Forma uma nova consciência em relação aos negócios da organização. Há mudanças de paradigmas e de comportamentos.
  • 13. - Visão compartilhada – ocorre quando o conjunto de colaboradores de uma organização passa a vê-la como um sistema (corpo funcional). Busca a integração das pessoas com o compartilhamento de ideias e conhecimentos. Há uma visão global (total) da organização. - Aprendizagem da equipe – as pessoas são motivadas a trabalhar em equipe como forma estratégica de superação das dificuldades e dilemas organizacionais. - Pensamento sistêmico – cultiva a visão de sistema nas pessoas. A visão segmentada é descartada. As pessoas passam a enxergar a organização de forma holística, como um grande organismo que interage com o seu meio. Busca incutir nas pessoas a ideia de conhecer a empresa como um todo.
  • 14. Conclusão Por fim, podemos concluir que a aprendizagem contínua é a principal vantagem (alavanca) competitiva das organizações. Não basta apenas ter capital financeiro para iniciar e conduzir um negócio, é indispensável que os gestores a veem de forma complexa e holística. Sendo que o capital intelectual, no mundo de hoje, extremamente competitivo, adquire cada vez mais a condição crítica de sucesso às organizações. Desprezá-lo é “dar um tiro no pé”.
  • 15. Atividades Um estudo de caso. Um vendedor foi demitido de uma empresa, porque ganhava mais do que o chefe (gerente). Passado um tempo, a empresa percebeu que havia algo de errado com o seu faturamento, uma perda em torno de 70%. Verificando os gráficos e o faturamento dos meses anteriores, a empresa constatou que a referida perda coincidiu com a demissão do vendedor. Analisando detalhadamente o caso, foi comprovado que, de fato, o vendedor, ao se desligar da empresa, levou consigo toda a carteira de clientes (que deveria pertencer à empresa) para uma concorrente, não deixando nada registrado em um banco de dados. Com muita dificuldade a empresa se recuperou, porém, uma lição foi aprendida. Baseado nessas informações de um caso real, a partir do conceito de Capital Intelectual responda às questões a seguir: 1 – Qual foi o erro da empresa? Qual foi a lição aprendida? Responda de acordo com a teoria. 2 – Que medidas deveriam ou devem ser tomadas para que algo parecido não ocorra mais na empresa? 3 – Resumidamente, apresente os conceitos de gestão do conhecimento, educação corporativa e capital intelectual.
  • 16. REFERÊNCIAS ANGELONI, M. T. (Org.) Organizações do Conhecimento: infraestrutura, pessoas e tecnologia, 2. Ed. – São Paulo: Saraiva, 2008. EDVINSSON, Leif; MALONE, Michael S. Capital Intelectual: Descobrindo o valor real de sua empresa pela identificação de seus valores internos. São Paulo: Makron Books, 1998. SENGE, Peter M. A quinta disciplina. São Paulo: Editora Best Seller, 1990. SVEIBY, Karl Erick. A nova riqueza das organizações. Rio de Janeiro: Campus, 1998.