TAP - Termo de Abertura do Projeto
Projeto
Substituição de um Misturador de Rações
Descrição
Realizar a substituição do mi...
ISH - Registro de Stakeholder Online
Cadastro
Stakeholder Posição Papel no Projeto Email Telefone Celular
Jonas Werlang Su...
ISH - Registro de Stakeholder Online
Qualificação Requisitos Superficiais Plano de Ação do G.P.
Classificação Outras Carac...
WBS - Estrutura de Decomposição do Trabalho
Descomposição
C.C. Fase / Subfase / Pacote de Trabalho Análise M/B
1 Gerenciam...
4.4 Termo de aprovação final pela diretoria Make
Fluxograma de Iniciação
Fluxograma de Planejamento
Fluxograma de Execução
Fluxograma de Monitoramento & Controle
Fluxograma de Encerramento
Substituição de um Misturador de Rações
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Substituição de um Misturador de Rações

351 visualizações

Publicada em

Titulo: Substituição de um Misturador de Rações
Alunos:Jonas Werlang,PAULO LUIS DA SILVA ABREU,Renan Spolaor Dal Osto,Tobias Vizzotto,
Cidade: Passo Fundo
Disciplina: Integração
Turma: GP06
Data:20-12-2014
Hora:17:13
Comentarios:
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
351
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Substituição de um Misturador de Rações

  1. 1. TAP - Termo de Abertura do Projeto Projeto Substituição de um Misturador de Rações Descrição Realizar a substituição do misturador de rações para consumo animal (suínos) por um equipamento novo, na unidade industrial de Gaurama. Justificativa Devido ao planejamento do aumento do volume de ração que será produzida pela fábrica a partir do segundo semestre de 2015, necessitamos realizar a instalação de um equipamento misturador com maior capacidade de volume de mistura. Objetivo S.M.A.R.T. S: Substituir o misturador, por um equipamento de mesma marca porém com capacidade de 5.000 litros. Para isto será necessário também substituir o depósito superior e o depósito inferior do equipamento. M: Atualmente a produção da fábrica é de 250 toneladas/dia de ração. Necessita-se ampliar a produção para 360 toneladas/dia. A: Através da aprovação da Declaração de Escopo, pela equipe de Gerenciamento do Projeto. R: Desde que nenhum princípio ético ou missão e visão da organização seja ferido. T: Conforme planejamento, o aumento da produção da ração para consumo animal está programado para a primeira semana de Junho de 2015. Requisitos Instalação de equipamento com capacidade nominal de 5.000 litros de mistura de ração; Equipamento similar ao instalado atualmente, possibilitando a utilização do mesmo software de controle instalado atualmente, facilitando a operação (não há necessidade de novo treinamento para operadores); Equipamentos com dispositivos de segurança que atendem à normas NR12 e NR10; Equipamento autolimpante; Equipamento de fácil acesso à manutenção. Designação Designamos o Sr. Tobias Forgiarini Vizzotto como Gerente do Projeto, o qual será responsável por definir a equipe que será parte integrante do planejamento, execução, controle e encerramento do projeto. Milestones Até dia 15 de janeiro de 2015: Apresentação do planejamento do projeto juntamente com layout detalhado aos stakeholders; Até dia 27 de abril de 2015: Aquisição e entrega do equipamento no local de instalação. Até dia 22 de maio de 2015: Equipamento instalado, início da fase de testes e comissionamento. Orçamento Estima-se que o projeto será executado com R$ 1.500.000,00 Riscos Indisponibilidade da instalação do equipamento na data prevista, em função da necessidade da demanda do mercado; Em função do equipamento ser importado, podem haver variação cambial; Alteração na demanda do mercado consumidor; Data, Assinatura do Sponsor 15/12/2014 - Aprovado O presente projeto esta sendo aprovado pois visa atender o planejamento estratégico da empresa.
  2. 2. ISH - Registro de Stakeholder Online Cadastro Stakeholder Posição Papel no Projeto Email Telefone Celular Jonas Werlang Supervisor de Manutenção Membro da Equipe de Projeto jonaswerlang@yahoo.com.br 54 3899 6968 54 8090 5555 Paulo abreu Engenheiro de Segurança Membro da Equipe de Projeto paulo.abreu@abrsul.com.br 54 3899 6961 54 8090 4444 Renan Spolaor Dal Osto Diretor Industrial Sponsor do Projeto renan_dalosto@hotmail.com 54 3899 6969 54 8090 6666 Tobias Vizzotto Gerente de Projetos Gerente do Projeto tvizzotto@yahoo.com.br 54 3899 6988 54 8090 2222
  3. 3. ISH - Registro de Stakeholder Online Qualificação Requisitos Superficiais Plano de Ação do G.P. Classificação Outras Caracteristicas Requisitos Superficiais Estrátegia Manter informado Média influência com a área produtiva Preocupado com confiabilidade do equipamento, dispositivos e peças Envolver no que se refere à parte técnica dos equipamentos. Manter satisfeito Baixa influência com diretoria Redução da exposição de pessoas aos riscos. Cumprimento de normas de segurança (NR10, NR12) Envolver em reuniões quanto à seleção de dispositivos de segurança e ergonomia de operação. Gerenciar com atenção Alta influência com a vice presidência de operações Projeto entregue na data prevista, atendimento do volume de produção planejado. Envolver em todas as reuniões e decisões Gerenciar com atenção Projeto executado conforme planejado e atinja as expectativas e anseios dos stakeholders.
  4. 4. WBS - Estrutura de Decomposição do Trabalho Descomposição C.C. Fase / Subfase / Pacote de Trabalho Análise M/B 1 Gerenciamento do Projeto 1.1 Plano de Gerenciamento do Projeto 1.1.1 EAP Make 1.1.2 Cronograma Make 1.1.3 Orçamento Make 1.1.4 Lista de Verificação da Qualidade Make 1.1.5 Mapa de Aquisições Make 1.1.6 Registro de Stakeholders Make 1.1.7 Matriz de competências e responsabilidades Make 1.1.8 Plano de resposta aos riscos Make 1.1.9 Planejar comunicações Make 1.2 Monitoramento e Controle 1.2.1 Reuniões de Acompanhamento Make 1.2.2 Relatório de Desempenho/EVA Make 1.2.3 Controlar Aquisições Make 1.2.4 Critérios de Validação da Qualidade Make 1.2.5 Controlar os Riscos Make 2 Aquisições de material e serviço 2.1 Aquisição do misturador 2.1.1 RFP Make 2.1.2 Sistema Pontuação Fornecedores Make 2.1.3 Contrato Make 2.2 Aquisição dos depósitos (inferior e superior) 2.2.1 RFP Make 2.2.2 Sistema de Pontuação Fornecedores Make 2.2.3 Contrato Make 2.3 Aquisição dos materiais de instalação 2.3.1 RFQ Make 2.3.2 Sistema de Pontuação Fornecedores Make 2.3.3 Contrato Make 2.4 Serviços 2.4.1 RFP Make 2.4.2 Sistema de Pontuação Make 2.4.3 Contrato Make 3 Instalação dos esquipamentos 3.1 Depósito inferior e superior 3.1.1 Remoção equipamento antigo Buy 3.1.2 Instalação equipamento novo Buy 3.1.3 Validação da entrega Make 3.1.4 Comissionamento Make 3.2 Misturador 3.2.1 Remoção equipamento antigo Buy 3.2.2 Instalação equipamento novo Buy 3.2.3 Validação da entrega Make 3.2.4 Comissionamento Make 4 Encerramento 4.1 Registro de Lições Aprendidas e Informações Históricas Make 4.2 Encerrar contratos de aquisições Make 4.3 Liberação da equipe de projetos Make
  5. 5. 4.4 Termo de aprovação final pela diretoria Make
  6. 6. Fluxograma de Iniciação
  7. 7. Fluxograma de Planejamento
  8. 8. Fluxograma de Execução
  9. 9. Fluxograma de Monitoramento & Controle
  10. 10. Fluxograma de Encerramento

×