Food-Truck

2.876 visualizações

Publicada em

Titulo: Food-Truck
Alunos:ALAN FERREIRA,Gabriel,renato,
Cidade: Paulista
Disciplina: Aquisições
Turma: GEEP42
Data:10-07-2015
Hora:21:46
Comentarios:Boa noite professor. Fiz o upload do trabalho agora e percebi que alguns integrantes nao estao cadastrados no site. Como estamos no meio de um feriado prologado nao consegui conato com eles a tempo. De qualquer forma todos os nomes dos integrantes da equipe encontram-se registrados no segundo slide. Desde já agradeço a compreensao.
Publico até ápos a correção

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.876
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Food-Truck

  1. 1. Trabalho de Aquisições Food-Truck FGV – Av. Paulista – São Paulo Turma: GEEP-T42 Prof. Marco Coghi
  2. 2. • Alan Ferreira • Edson José Martins • Gabriel de Camargo Souza • Rafael Borges • Renato Marques Kawabata • Vagner da Silva Equipe
  3. 3. Informações do Projeto Abertura de uma pastelaria gourmet móvel (food truck), com 4 tipos de pasteis tradicionais e a possibilidade do cliente montar seu pastel com outros ingredientes. O valor inicial do investimento é de R$500.000,00. Esse projeto precisa ser realizado dentro de um prazo máximo de 8 meses e com possibilidade de abertura de franquia.
  4. 4. WBS - PACOTE BUY - PACOTE MAKE 1 - FOOD-TRUCKDO GOURME(T)CINDO 1.1 - LICENÇAS / CONSULTORIAS 1.2 - FORNECEDORES 1.3 - LOCAIS 1.4 - FUNCIONÁRIOS 1.1.1 - AMBIENTAL 1.1.2 - PREFEITURA 1.1.3 - ANVISA 1.2.1 - MATERIAIS 1.2.2 - VAN 1.2.4 - ALIMENTOS 1.2.5 - UNIFORMES 1.3.1 - PROSPECÇÃO 1.3.2 - VISITAS "IN LOCO" 1.3.3 - CLASSIFICAÇÃO 1.4.1 - PLANEJAMENTO 1.4.2 - RECRUTAMENTO 1.4.3 - ENTREVISTAS 1.1.4 - DETRAN 1.1.5 - CONSULTOR BNDES 1.2.6 - UTILIDADES (GÁS, ÁGUA E ENERGIA) 1.3.5 - DIVULGAÇÃO 1.3.4 - SELEÇÃO 1.4.4 - SELEÇÃO 1.4.5 - CONTRATAÇÕES 1.2.3 - MAQUINÁRIO B M B B B B B B B M M M M M M M M M M M M M M
  5. 5. Critérios “Make or Buy” Critérios MAKE 1 Conhecimento da equipe do projeto. Equipe do projeto detêm o "know-how" e é possível desenvolver as atividades dentro dos parâmetros estabelecidos no plano de gerenciamento do projeto. 2 Ocupação do time do projeto. Equipe do projeto possuí tempo disponível para a execução do pacote de trabalho dentro do tempo previsto no plano de gerenciamento do projeto. Critérios BUY 3 Baixo "know-how" da equipe do projeto. Falta de conhecimento em executar o pacote de trabalho por parte dos integrantes da equipe do projeto. 4 Prazo para execução do pacote de trabalho. Prazo curto para executar o pacote de trabalho crítico. 5 Custo do pacote de trabalho. Custo do pacote de trabalho ser mais barato executando com um terceiro. 6 Absorção de tecnologia. Necessidade de absorver o "know-how" de um fornecedor específico. 7 Compartilhamento de riscos. Necessidade de transferir os riscos de um fornecimento para um terceiro. 8 Necessidade de serviço especializado. Necessidade de mão de obra especializada para a execução do pacote de trabalho. 9 Existência de fornecedores confiáveis. Facilidade na contratação de fornecedores com histórico de fornecimento positivo.
  6. 6. Mapa das Aquisições Pacote a ser Contratado Referência da WBS Cronograma Orçamento Critérios Licença Ambiental 1.1.1 16/12/2015 2.000,00R$ 3/7/8 Licença da Prefeitura 1.1.2 19/12/2015 2.000,00R$ 3/7/8 Licença da ANVISA 1.1.3 22/12/2015 2.000,00R$ 3/7/8 Licença do DETRAN 1.1.4 23/12/2015 1.000,00R$ 3/7/8 Consultor BNDES 1.1.5 03/01/2016 1.000,00R$ 3/7/8/9 Contratação da VAN 1.2.2 04/01/2016 180.000,00R$ 4/5/7/9 Contratação do Maquinário 1.2.3 08/01/2016 40.000,00R$ 4/5/7/9
  7. 7. WBS Revisada - PACOTE BUY - PACOTE MAKE 1 - FOOD-TRUCKDO GOURME(T)CINDO 1.1 - LICENÇAS / CONSULTORIAS 1.2 - FORNECEDORES 1.3 - LOCAIS 1.4 - FUNCIONÁRIOS 1.1.1 - AMBIENTAL 1.1.2 - PREFEITURA 1.1.3 - ANVISA 1.2.1 - MATERIAIS 1.2.2 - VAN C/ MAQUINÁRIO 1.2.3 - ALIMENTOS 1.2.4 - UNIFORMES 1.3.1 - PROSPECÇÃO 1.3.2 - VISITAS "IN LOCO" 1.3.3 - CLASSIFICAÇÃO 1.4.1 - PLANEJAMENTO 1.4.2 - RECRUTAMENTO 1.4.3 - ENTREVISTAS 1.5 - GERENCIAMENTO 1.5.1 - PLANO DE ESCOPO 1.5.2 - PLANO DE PRAZO 1.5.3 - PLANO DE CUSTOS 1.5.4 - PLANO DE RISCOS 1.5.5 - PLANO DE AQUISIÇÕES 1.5.6 - PLANO DE RH 1.5.7 - PLANO DE STAKEHOLDERS 1.5.8 - PLANO DE COMUNICAÇÃO 1.5.9 - PLANO DA QUALIDADE 1.1.4 - DETRAN 1.1.5 - CONSULTOR BNDES 1.2.5 - UTILIDADES (GÁS, ÁGUA E ENERGIA) 1.3.5 - DIVULGAÇÃO 1.3.4 - SELEÇÃO 1.4.4 - SELEÇÃO 1.4.5 - CONTRATAÇÕES B M B B B B B B M M M M M M M M M M M M M M M M M M M M M M M
  8. 8. Registro de Riscos Evento de Risco Resposta ao Risco Momento da Resposta ao Risco Não conseguir viabilizar o financiamento pelo BNDES e ter que recorrer a bancos privados. Contratar especialista que auxiliará na obtenção do financimanto pelo BNDES. Planejamento Dificuldade na obtenção do alvará de funcionamento, atrasando o início da operação. Antecipar em 30 dias a contratação da empresa responsavél pela obtenção do alvará. Planejamento Problema mecânico do veículo, impactando negativamente as vendas. Incluir o pacote de manutenção no contrato de fornecimento do veículo. Contratação Atraso na entrega do veículo, devido a probelmas internos do fornecedor. Aplicação de multa contratual. Contratação / Administração do Contrato
  9. 9. Declaração de Trabalho (DT) Projeto: Food Truck do Gourme(t)cindo Pacote de trabalho Buy: Item 1.2.2 – Van c/ maquinário. Escopo: Fornecer funcionando o Food Truck e toda a cozinha. 1 – ESPECIFICAÇÃO FUNCIONAL O motor deverá ser a Diesel A Van deve ser zero km A garantia mínima será de um ano Não temos um tamanho definido porém deve ser suficiente para 3 pessoas operar o Food Truck simultaneamente 2 – PRAZO O prazo de fornecimento deverá ser de 1 mês 3 – QUALIDADE O Food Truck deve cumprir os requisitos descritos nessa Declaração de Trabalho Deve cumprir todas as regras para registro na ANVISA. 4 – TREINAMENTO Após o fornecimento, o fornecedor deverá promover um treinamento com a equipe que irá operar o Food Truck 5 – LOCAL DE ENTREGA O contratante irá buscar o Food Truck no fornecedor O contratante irá efetuar uma inspeção final
  10. 10. Declaração de Trabalho (DT) Os critérios eliminatórios e classificatórios serão explicitados para os fornecedores convidados, com exceção dos pesos, uma vez que estes podem influenciar em uma proposta técnica comercial tendenciosa.
  11. 11. WBS do Contrato 1 - VAN C/ MAQUINÁRIO 1.1 - VEÍCULO 1.2 - EQUIPAMENTOS 1.3 - MONTAGEM 1.4 - ACABAMENTO 1.2.1 - FOGÃO 1.2.2 - MICROONDAS 1.2.3 - GELADEIRA 1.3.1 - PRÉ-MONTAGEM 1.3.2 - MONTAGEM FINAL 1.3.3 - TESTES 1.4.1 - PINTURA 1.4.2 - DESIGN 1.4.3 - ACESSÓRIOS 1.5 - INSTALAÇÕES 1.5.1 - ELÉTRICA 1.5.2 - HIDRÁULICA 1.5.3 - GÁS
  12. 12. Critérios Eliminatórios 1. Balanço contábil dos últimos 3 anos 2. Cumprimento dos requisitos 3. Documentos bancários 4. Presença de engenheiro mecânico na fabrica 5. Histórico de fornecimento
  13. 13. Critérios Classificatórios 1. ISO 9000 2. Prazo 3. Custo 4. Condições de pagamento 5. Oferta de garantia estendida
  14. 14. Sistema de Pontuação
  15. 15. Documentos de Aquisição Adotados RFI – (Request for Information) - Solicitação de Informação • Deve apresentar balanço contábil dos últimos 3 (três) anos; • Apresentar CND (Certidão Negativa de Débito); • Presença de engenheiro mecânico com CREA regularizado; • Histórico de fornecimento de no mínimo 5 Food Truck no último ano; RFP (Request for Propose) – Solicitação de Proposta O documento adotado para aquisição será a RFP, pois o pacote de trabalho não faz parte do core business da contratante e assim pretende-se utilizar a experiência da contratada para o detalhamento do serviço a ser entregue.
  16. 16. Meio Adotado para Envio do Convite • Carta Convite; • E-mail; Justificativa: Adotamos estes meios por se tratarem de meios rápidos para obtermos resposta do mercado, tendo praticidade e um menor custo.
  17. 17. Tipo de Contrato Escolhido Foi adotado o contrato tipo PG – Preço Global. Justificativa: Foi adotado o tipo de contrato Preço Global porque temos o conhecimento detalhado do objetivo e escopo claramente definido. Neste tipo de contrato o preço total do serviço é definido no início da contratação e não está sujeito a alterações.
  18. 18. Fluxograma da Concorrência Plano de Gerenciamento do Projeto RFP Envio por e-mail Esclarecimento de Dúvidas Recebimento de Propostas Revisão Avaliação das Propostas Negociação Proposta Finalizada Jurídico Revisão Contratação Fluxo previsto para a concorrência privada:
  19. 19. Fiscalização do Contrato Principais Ações para Fiscalização do Contrato 1 Relatório de progresso semanal. Elaboração de relatório semanal pela contratada apresentando as atividades realizadas no período e as curvas de avanço físico (previsto x real). 2 Reuniões semanais. Realização de reuniões semanais com a contratada para discussão dos principais assuntos do contrato, apresentação do avanço físico atualizado e avaliação de solicitações de mudança de escopo. 3 Lista de Pendências. Elaboração, monitoramento e controle das pendências identificadas durante o contrato. 4 Diligenciamento Haverá um profissional dedicado integralmente dentro do contratado diligenciando a execução das atividades. 5 Controle de Qualidade (CQ) Cada entrega finalizada pelo contratado, deverá ser inspecionada por um profissional habilitado do CQ, que deverá emitir um relatório validando ou não a entrega.
  20. 20. Relatório de Controle Os Relatórios de Controle do contrato deverão ser emitidos semanalmente, ser elaborados em Word e ser estruturados conforme segue: 1. Introdução 2. Fatos relevantes do período; 3. Pontos de atenção; 4. Atividades desenvolvidas no período; 5. Atividades previstas para o próximo período; 6. Curvas de avanço físico (Previsto x Realizado); 7. Lista de mudanças de escopo; 8. Lista de pendências; 9. Cronograma atualizado;
  21. 21. Fluxograma de Controle do Contrato
  22. 22. Fluxograma de Encerramento do Contrato
  23. 23. Sumário do PGA Identificação de fornecedores potenciais, de acordo com condições de mercado; Definição, a partir do projeto, produto e escopo, do tipo e forma de aquisição a ser efetuada, em reunião com a equipe gerencial; Considerar as premissas e restrições constantes das demais áreas do conhecimento em gerenciamento do projeto definidas para o produto a ser entregue, principalmente quanto a escopo, tempo, custo, qualidade, comunicação e integração, bem como a análise dos riscos quanto a ameaças e oportunidades, para auxiliar no processo de planejamento das aquisições; Os recursos humanos, tanto internos da gestão das aquisições quanto os terceirizados, deverão ser devidamente orientados e capacitados constantemente sobre os aspectos inerentes às peculiaridades de cada entrega e/ou produto, visando a efetividade do que se pretende adquirir em prol do projeto; Observação irrestrita à legislação no gerenciamento das aquisições, visando minimizar efeitos negativos sobre a relação contratual entre as partes interessadas; Elaboração de formulários de requisições (informações, cotações e propostas), administração, controle e encerramento, capazes de permitir a abrangência mínima necessária ao plano de aquisições visando o cumprimento das entregas, produtos e do projeto como um todo, de acordo com o estabelecido no dicionário da EAP.

×